Page 1

Relator quer diminuir férias de magistrados > A-4

edição PRIMEIRA

Mais punição para promotor O Colégio de Procuradores do Ministério Público de Alagoas não apenas ampliou a punição ao promotor de Justiça Coaracy Fonseca, de 60 para 120 dias, como ainda indicou que o membro do MP-AL seja submetido a um exame psiquiátrico. > A-5

Mega-Sena vai a R$ 50 milhões A Mega-Sena acumulou, neste sábado (30/11) e o prêmio da próxima 4ª feira deverá ser de R$ 50 milhões. Foram sorteadas as dezenas 23, 26, 51, 52, 53 e 58. Quem fez a Quina vai receber R$ 56 mil. Cada acertador da Quadra tem direito a R$ 945.

Ano 13 | Edição 852 | Maceió, Alagoas, 2 a 8 de dezembro, 2019 | R$2,00

CSA CAI ANTE BAHIA: 2X1 O CSA perdeu de 2x1 para o Bahia, neste domingo, no Trapichão, resultado

que o deixa respirando por aparelhos na Série A. O jogo ia começar, quando

um torcedor comentou no Rei Pelé: "O Azulão fez bonito". E fez, porque

calou quem disse que seria o lanterna. E fez porque venceu grandes como

Inter, Fluminense, Cruzeiro e Corinthians. O próximo duelo será travado na

quarta-feira (4) contra a Chapecoense, no campo adversário. > ESPORTES

Galo se despede com derrota Hamilton conquista último GP

Galo joga mal e se despede com derrota por 2x0 para o Bragantino

O CRB encerrou sua participação na Série B deste ano com uma derrota por 2x0 para o Bragantino. Ao final da partida, disputada em São Paulo, o Braga comemorou a conquista do título e acesso à A com entrega de faixas aos jogadores campeões. > B

fotos: Divulgação

O campeão Lewis Hamilton comemora a derradeira vitória de 2019

Campeão antecipado, com a conquista do hexa, Lewis Hamilton ganhou em Abu Dhabi, neste domingo, o último GP de Fórmula-1 da temporada 2019. Com o troféu, ele agora fica a apenas 7 vitórias para se igualar a Michael Shumacher. > B

Na próxima 6ª feira, governo vai injetar R$ 320 mi na economia com 13º salário Primeira Edição

ALE começa esforço extra para zerar pauta e dar início a recesso> A-2 Eleição não permitirá propaganda paga no rádio e na televisão > A-3 Evento exalta Medicina de Estilo, no Recife > A-4

Vendas crescem no comércio e serão incrementadas com antecipação do 13º salário por Renan Filho

Ao contrário do drama financeiro vivido por outros estados, Alagoas pode comemorar: na próxima 6ª feira (13) concomitante com o pagamento da folha salarial mensal, o governo Renan Filho depositará na conta bancária dos servidores públicos mais de R$ 320 milhões referentes ao 13º salário que, mais uma vez, está sendo antecipado. Injeção de recursos vai repercutir nas vendas do comércio. > A-2

Preço de loteria sobe quase 30% e apostador 'não sente' As apostas das loterias bancadas pela CEF estão quase 30% mais caras, desde 10 de novembro, mas tem apostador

que, na ânsia de virar milionário, não está nem aí. A aposta mínima da Mega passou de R$ 3,50 para R$ 4,50. > A-5 Primeira Edição

Estudo de sondagem na lagoa Mundau ajudará a compreender o fenômeno geológico no Pinheiro

Braskem anuncia estudo de sondagem na lagoa Mundau Reajuste salgado das apostas da CEF não arrefece o ânimo dos que sonham com premições milionárias

Para ampliar o conhecimento geológico da região, a Braskem inicia nesta 2ª feira (2) um estudo de sondagem com balsa

flutuante na Lagoa Mundau. A pesquisa ajudará a entender melhor o problema do Pinheiro e adjacências. > A-5

Fale conosco | Redação: (82) 3021.5837 | Comercial: (82) 3021.0563 | Assinante: (82) 3021.0563 | Internet: http://www.primeiraedicao.com.br | e-mail: contato@primeiraedicao.com.br


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

A2 | Política

ARA P BOM ÉRCIO COM Da Redação com Agência Alagoas

Eis uma das razões que levam os governadores dos outros estados a se indagarem como isso é possível em Alagoas: além do pagamento rigorosamente em dia da folha salarial mensal, o governo alagoano vai depositar já na próxima sexta-feira (13) os valores referentes ao 13º salário de todo o funcionalismo publico estadual vinculado ao Poder Executivo. Em meados de novembro o governador Renan Filho já havia anunciado a antecipação da gratificação natalina, mas sem fixar data. Na última segundafeira (25) o próprio chefe do Executivo anunciou: na próxima sexta-feira, será efetuado o pagamento do décimo terceiro salário aos servidores públicos estaduais ativos, inativos e pensionistas de todas as faixas salariais.

Na próxima 6ª feira, governo injetará R$ 320 milhões na economia com 13º Antecipação do abono natalino para dia 13 de dezembro supera em dois dias a do ano passado Com um controle da folha de pessoal bastante efetivo, Alagoas continua sendo um dos poucos Estados, senão o único, a conseguir antecipar o pagamento do abono que, conforme o calendário previsto na Constituição Federal, deve ser efetivado até o dia 20 de dezembro. Em vídeo gravado e divulgado nas redes sociais, disse Renan Filho: "Infelizmente muitos Estados, bem mais ricos do que Alagoas, não conseguem cumprir com essa obrigação. Estou aqui, portanto, muito feliz em comunicar que o Governo do Estado de Alagoas está antecipando para o dia 13 de dezembro o pagamento do 13º salário dos servidores públicos. Espero, assim, estar antecipando, também, muito sucesso, muita saúde e muita prosperidade para todos vocês", disse o governador. A Secretaria Estadual do Planejamento, Gestão e Patri-

Renan Filho destaca equilíbrio fiscal, presenteia servidor com antecipação e incrementa as vendas no comércio

mônio (Seplag) informou que mais de 74 mil servidores públicos ativos, inativos e pensionistas - de todas as faixas salariais - vão receber o décimo. O

pagamento representa a quantia de R$ 320 milhões, que deve circular na economia alagoana. Apesar da crise econômica ainda afetar significativamente

a maioria das federações, o Governo de Alagoas tem feito não somente a antecipação do décimo terceiro aos servidores, como, também, mantido em

dia o pagamento mensal da folha salarial. "Fui duas vezes prefeito e estou no segundo mandato como governador. Tenho orgulho de dizer que, durante todo esse tempo, jamais atrasei um único mês do salário dos servidores públicos. São 156 meses de pontualidade. A razão é simples: eu acredito que um Estado forte, bem administrado e com capacidade para mudar as coisas só tem sucesso se valorizar e trabalhar em parceria com o funcionalismo do Estado", disse Renan Filho. A antecipação do 13º salário, no mesmo período de pagamento da folha salarial mensal, deverá ter forte impacto nas vendas do comércio de Maceió, que registra excepcional movimento no final da semana com mais um black friday atraindo grande número de compradores aos shoppings e lojas do centro da capital alagoana.

> ANO FISCAL

Orçamento de Alagoas para 2020 prevê quase R$ 300 milhões a mais em relação ao deste ano Aprovado em primeiro turno pela Assembleia Legislativa, o Orçamento do Estado de Alagoas para o exercício de 2020 tem receita prevista de R$ 10.083.977.327,00, ou seja, mais de R$ 280 milhões acima do valor inserido na LOA (Lei Orçamentária Anual) do corrente ano. Em janeiro de 2019, o governador Renan Filho sancionou o Orçamento anual com o valor líquido da receita estimada em exatos R$ 9.802.390.049,00, conforme texto publicado no Diário Oficial do dia 25 daquele mês. Já no dia 20 de novembro último, os deputados aprovaram o projeto de lei nº 169/2019, de origem governamental, fixando a receita (assim como a despesa) despesa do Estado de Alagoas para o exercício financeiro de 2020, no valor total bruto de R$

12.934.862.693,00. Pela Lei Orçamentária, que conta com mais de 50 emendas, a receita total dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social corresponde à previsão da receita bruta de R$ 12.934.862.693,00 menos a estimativa das deduções da receita, no montante de R$ 2.850.885.366,00, perfazendo o valor líquido de R$ 10.083.977.327,00, assim distribuído: esfera fiscal: R$ 6.291.137.445; e esfera seguridade social: R$ 3.792.839.882. Pela proposta, a secretaria da Educação ficou com R$ 833.642.129, secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano com R$ 335.789.478; secretaria da Infraestrutura R$ 213.776.020; secretaria da Saúde R$ 1.493.630.424. Na área de segurança pública, a Polícia Militar ficou com R$ 735.863.870; Polícia Civil com

Área educacional é priorizada pelo Orçamento de 2020, que terá um incremento de mais de R$ 280 milhões

R$ 324.919.521; Corpo de Bombeiros Militar com R$ 144.285.102; a Secretaria da Segurança Pública com R$

132.546.492 e a secretaria de Ressocialiação e Inclusão Social R$ 195.447.611. Já o Plano Plurianual con-

tém os programas de Governo para os próximos quatro anos, com seus respectivos objetivos, as ações e as metas, de forma

regionalizada, que serão executadas pelos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, assim como pelo Ministério Público. De acordo com o Plano Plurianual, as políticas púbicas implementadas pelo Governo do Estado terão seus programas monitorados por indicadores nacionais, e suas ações compatíveis com a Agenda 2030 e os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), ambos criados pela Organização das Nações Unidas (ONU). O Plano Plurianual foi baseado na sustentabilidade social, economia e ambiental e constituído em três eixos: economia e desenvolvimento; sociedade e cidadania; e gestão institucional. No plano constam ainda duas novidades: o seu monitoramento por indicadores e sua abrangência com todas as ações orçamentárias. Ao todo são 422 ações.

> LEGISLATIVO

ALE faz esforço concentrado para votar matérias pendentes e entrar em recesso Com a determinação de zerar a pauta e abrir caminho para o início do recesso de final do ano - que se estenderá até o dia 14 de fevereiro - a Assembleia Legislativa fará esforço concentrado durante toda esta semana para votar matérias pendentes, dentre as quais o Projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2010 e o Plano Plurianual, com diretrizes para o período de 2020 a 2023. O anúncio de esforço concentrado, que se traduzirá na realização de sessões ordinárias em todos os dias da semana, começando nesta segundafeira (02) foi feito pelo presidente da Casa, deputado Marcelo Victor, que assumiu o compromisso de não deixar matérias pendentes para o início do próximo ano, viabilizando, assim, a votação do Orçamento Estadual dentro do prazo ordinário, ou seja, até

dezembro. Tanto a Lei Orçamentária Anual como o Plano Plurianual já foram aprovados em primeira votação, faltando, portanto, a votação complementar prevista na legislação. O projeto que cria o Programa Criança Alagoana, de autoria do governo do Estado, também entrará na pauta de votação, tratando-se de um projeto que dispõe sobre o acompanhamento nutricional de gestantes, nutrizes e crianças entre seis e 24 meses desnutridas, trocando a concessão de cestas nutricionais pelo Cartão Criança Alagoana, com o pagamento mensal de R$ 100. Deputados farão esforço concentrado durante esta semana para votar projetos pendentes e entrar em recesso Outra matéria a ser votada é o projeto de lei encaminhado novos cargos em comissão na Assembleia Legislativa reali- dos Profissionais da Educação pela Defensoria Pública Esta- instituição. zou audiência pública para (Fundeb) permanente, indual, dispondo sobre reposidebater a proposta de criação cluindo mais recursos da ção salarial de 3,75% sobre os do Fundo de Manutenção e União. A legislação atual exPERMANENTE vencimentos dos cargos coA Comissão de Educação, Desenvolvimento da Educa- tingue o Fundeb em 31 de demissionados e a criação de 40 Cultura, Esporte e Turismo da ção Básica e de Valorização zembro de 2020. O Fundo é

hoje uma das principais fontes de financiamento para as escolas de todo o país, e corresponde a aproximadamente 63% dos recursos para financiamento da educação básica pública, de acordo com o MEC. Ao final da audiência ficou acordado que será elaborada uma carta conjunto entre as entidades educacionais e a Assembeia Legislativa defendendo o Fundeb permanente e com mais recursos da União. Será também feita uma articulação juntos a Associação dos Municípios de Alagoas (AMA) no sentido de mostrar os dados apresentados na audiência aos prefeitos. Por fim, no próximo mês de fevereiro, será entregue um documento à bancada federal alagoana em apoio a PEC 15/2015, que trata da inclusão, em definitivo, do Fundeb na Constituição Fedeal. (Com Assessoria).


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

Política | A3

> CENÁRIO Romero Vieira Belo

Enfoque Político O caminho natural do PT Não se trata de estratégia, projeto, plano ou coisa do gênero. É o caminho óbvio a ser percorrido: derrotado nas eleições gerais do ano passado, o Partido dos Trabalhadores tem mais é que se lançar na batalha eleitoral do próximo ano. E não como coadjuvante, como fez em pleitos passados, mas com candidatos próprios. Será um esforço de reerguimento, agora com Lula em liberdade, em busca de espaços perdidos. O PT não se acabou, nem com a prisão do principal líder e ex-presidente da República, nem com a derrota de Fernando Haddad para Jair Bolsonaro. O partido criado no início da década de 1980 continua com uma estrutura forte. Está bem representado na Câmara Federal e no Senado e comanda alguns e estados e muitos municípios. Tanto pela sobrevivência quanto pela necessidade de expansão, cabe-lhe escolher bons nomes para a batalha nas urnas municipais. O próprio Lula recomenda que as lideranças petistas se organizem e lancem candidatos próprios principalmente nas grandes cidades. Tradicionalmente, o PT se sai bem nas disputas eleitorais em importantes capitais como São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife. Mas a campanha de 2020 servirá, sobretudo, para recompor o patrimônio ético e moral do partido, resgatando-o do profundo desgaste sofrido em meio ao processo do petrolão. Nesse sentido, parece crucial, mas imperioso, aos líderes petistas a adoção de um discurso de humildade e de reconhecimento de erros cometidos. O momento não comporta arrogância. Aqui, o comando estadual petista anuncia o intento de concorrer à sucessão de Rui Palmeira, mas sem comprometer a aliança com o MDB. Ricardo Barbosa, presidente regional, deseja disputar a Prefeitura e deve obter o apoio partidário. Legítimo e natural, já que a eleição, tudo indicará, será decidida em dois turnos. Servirá para o PT avaliar o seu nível de aprovação popular, mas também difundir o discurso nacional já voltado para a sucessão presidencial de 2022. Ao final, o partido terá se exercitado no campo da luta eleitoral sem melindrar a estratégia de composição com o MDB para a disputa decisiva do segundo turno. RESPOSTA SIMPLES PARA OS INCRÉDULOS Quando Renan Filho anunciou o ajuste fiscal, no início do governo em 2015, a oposição reagiu com ironia: "Vai é encher o governo de cabos eleitorais". Hoje, os que ainda agem como opositores se perguntam, atónitos, como foi possível fazer tantas obras, pagar aos servidores e fornecedores em dia e ainda antecipar o 13º salário. Resposta: com o ajuste fiscal. O GOVERNO SÓ ERRA QUANDO FALA... O Brasil está no caminho certo. Inflação controlada, juros em queda livre, PIB voltando a crescer, mais emprego, a economia reagindo. Alguém pode negar isso? Agora, a virada pode acontecer com mais celeridade se os agentes do governo - começando pelo presidente Bolsonaro - calarem a boca. OS GOVERNISTAS AINDA NÃO ENTENDERAM Inimiga do presidente Bolsonaro, a mídia privada de verba federal (propaganda) não procura agentes do governo para tratar de coisa séria, de ações, de programas e projetos, da realidade nacional. A pauta se resume a perguntas insidiosas, provocativas, capazes de gerar intrigas, revides e reações da própria sociedade. RAFAEL TENÓRIO - UM PRIVILÉGIO DOS ALAGOANOS Nenhum torcedor azulino de bom senso pode criticar Rafael Tenório pelo desempenho do CSA na Série A. Integrar a elite do futebol brasileiro é um privilégio para qualquer clube, mais ainda de um pequeno estado. Tenório é um presidente vitorioso, que proporcionou ao alagoano (e não só azulino), a oportunidade de ver os maiores times de futebol atuando no Rei Pelé.

Ricardo Barbosa tentará apagar fiasco da ‘eleição’ para vereador PT medirá forças fazendo oposição a Rui Palmeira e ao presidente Jair Bolsonaro Da Editoria de Política

Presidente estadual do PT, o ex-vereador Ricardo Barbosa já começou a se movimentar no sentido de viabilizar sua candidatura a prefeito de Maceió nas eleições do próximo ano, cumprindo orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pretender ver o partido com candidatos próprios em todos os municípios onde houver chance de vitória. Já em liberdade, após passar quase 600 dias preso no Polícia Federal de Curitiba, Lula defendeu que o PT dispute a eleição municipal de 2020 nas capitais e grandes cidades, sempre com candidaturas próprias onde não houver choque de interesse com partidos aliados, a exemplo do PCdoB e PSOL. Animado com tal disposição do principal líder petista, Ricardo Barbosa já indicou que pretende se lançar candidato à sucessão do prefeito Rui Palmeira (PSDB), partindo da ideia de que o PT precisa se reabilitar após dos efeitos do impeachment de Dilma Rousseff e, principalmente, da derrota na sucessão presidencial do ano passado, quando o petista Fernando Haddad perdeu a disputa para Jair Bolsonaro por cerca de 10 milhões de votos.

ANÚNCIO NAS REDES SOCIAIS

Pelas redes sociais, Barbosa divulgou vídeo com a seguinte mensagem: "Quero informar a vocês que o Diretório Nacional e o próprio congresso (petista) referendou a orientação do nosso presidente Lula de lançar candidatos no País inteiro, onde puder, principalmente nas principais cidades". O projeto eleitoral do PT em Alagoas será de oposição ao prefeito Rui Palmeira e ao presidente Jair Bolsonaro, mas alinhado ao MDB do governador Renan Filho e do senador Renan Calheiros.

VEREADOR DE POUCOS VOTOS

Na eleição municipal de 2008, Ricardo Barbosa se elegeu vereador e foi um dos principais personagens do pleito, não por sua vitória, mas pela votação obtida: 453 votos. Apesar de tão poucos sufrágios, ele conseguiu o mandato porque sua companheira de chapa, Heloísa Helena, fundadora líder do PSOL, obteve votação recorda na história das eleições para a Câmara de Maceió: 29.516 votos.

UMA ALIANÇA PARA 2º TURNO

Pouco depois, Heloísa Helena perderia o controle do PSOL e conquistaria novo mandato de vereadora, enMARCOS BARBOSA TAMBÉM É UM VITORIOSO O CRB também cumpriu muito bem sua trajetória na Série B. O acesso é lotérico numa competição em que um time de Alagoas enfrenta clubes poderosos de Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul. É do presidente Marcos Barbosa - e o torcedor alvirrubro deve aplaudir isso - o mérito de manter o Galo nesse patamar do futebol brasileiro. MAIA ADERE À PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA Com o rolo compressor de cobranças, dentro e fora do Congresso, o deputado Rodrigo Maia fez uma inflexão assumindo posição favorável à prisão após condenação em segunda instância. Com isso, o entendimento do Supremo Tribunal poderá ser derrubado com mudanças no Código Penal ou na Constituição. UMA EXIBIÇÃO PARA NÃO SER REPETIDA O Flamengo de Jorge Jesus tem time para ganhar o título mundial, mas não pode repetir a exibição do último sábado (23/11) contra o River. Mesmo completíssimo, o Fla não repetiu suas atuações do Brasileiro e da própria Libertadores. Aliás, fez isso em apenas 10 ou 15 minutos na etapa final. O Liverpool é outro adversário...

quanto Ricardo Barbosa se filiaria ao Partido dos Trabalhadores. O desafio de Barbosa, na corrida sucessória do ano vindouro, é mostrar um potencial de voto diferente daquele registrado no pleito de 2008, em-

bora ele tenha consciência de que há nomes fortíssimos que podem entrar no páreo, como os do procurador de Justiça Alfredo Gaspar Mendonça e o deputado federal João Henrique Caldas, o JHC. Para analistas políticos, Ri-

cardo Barbosa exercerá um papel secundário na disputa sucessória em Maceió, mas terá uma função importante ao levar o PT a se compor com o bloco político do governador Renan Filho na provável disputa do segundo turno. fotos: Divulgação

Ricardo Barbosa quer garantir presença do PT na sucessão maceioense e apagar fisco do pleito para vereador

> SEGUNDA PARTE

Aqui, as regras que vão valer na eleição municipal de 2020 O PE está reproduzindo em três edições, esta é a segunda, as regras que vão vigorar nas eleições municipais de 2020, conforme matéria inserida no G-1. DOAÇÕES Somente pessoas físicas poderão fazer doações para campanhas eleitorais. As doações serão limitadas a 10% dos seus rendimentos no ano anterior à eleição. ARRECADAÇÃO A partir do dia 15 de maio do ano eleitoral, os précandidatos poderão fazer arrecadação prévia de recursos por meio de vaquinha eletrônica, mas a liberação do dinheiro ficará condicionada ao registro da candidatura. PROPAGANDA ELEITORAL A propaganda eleitoral será permitida somente após o dia 15 de agosto do ano que vem, desde que não envolva o pedido explícito de voto. A lei não considera propaganda eleitoral antecipada o anúncio de pré-candidatura ou a exaltação pelo pré-candidato de suas qualidades pessoais. PROPAGANDA NO RÁDIO E NA TV É proibido qualquer tipo de propaganda eleitoral paga no rádio e na televisão. A propaganda gratuita é permitida nos 35 dias anteriores à antevéspera das eleições. PROPAGANDA 'CINEMATOGRÁFICA' Nas propagandas eleitorais, não poderão ser usados efeitos especiais, montagens, trucagens, computação gráfica e desenhos animados. PROPAGANDA NA IMPRENSA São permitidas, de 15 de agosto até a antevéspera das eleições, a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso.

PROPAGANDA NA INTERNET É permitido fazer campanha na internet por meio de blogs, redes sociais e sites. Partidos e candidatos poderão contratar o impulsionamento de conteúdos (uso de ferramentas, gratuitas ou não, para ter maior alcance nas redes sociais). Está proibido o impulsionamento feito por pessoa física. SEM OFENSAS É crime a contratação direta ou indireta de grupo de pessoas para enviar mensagens ou fazer comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação. PROPAGANDA NA RUA É proibido fazer propaganda de qualquer natureza (incluindo pinturas, placas, faixas, cavaletes e bonecos) em locais como cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios e estádios, ainda que de propriedade privada. A proibição se estende a postes de iluminação pública, sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes e paradas de ônibus, árvores, muros e cercas. MATERIAL DE PROPAGANDA É permitido colocar bandeiras na rua, desde que não atrapalhem o trânsito de pessoas e veículos. Também pode colar adesivo (de 50 cm x 50 cm) em carros, motos, caminhões, bicicletas e janelas residenciais. "Envelopar" o carro (cobri-lo totalmente com adesivo) está proibido. No máximo, poderá ser adesivado o para-brisa traseiro, desde que o adesivo que seja microperfurado. CAMISETA E CHAVEIRO Na campanha eleitoral, é proibido distribuir aos eleitores camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou outros bens. OUTDOOR PROIBIDO É vedada a propaganda eleitoral em outdoors, inclusive eletrônicos.


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

A4 | Nacional

> MAIORIA Geraldo Câmara

Ouvidor Geral geraldocamara@gmail.com

VOTO OBRIGATÓRIO Uma nova batalha deveria estar a caminho na democracia brasileira que é a questão do voto obrigatório, ou não. Vejam, por exemplo, os Estados Unidos da América, onde as campanhas eleitorais são vigorosas, a participação da opinião pública é grande, mas ninguém é obrigado a votar. Participar do sistema eleitoral tem que ser algo espontâneo, ato de cidadania voluntário, algo que faça bem à personalidade e aos desejos de cada um. Desde cedo sabemos que nada obrigado é bom. Aprendemos que, quando nos dispomos a fazer algo que queremos e desejamos o fazemos de maneira muito mais sadia e convincente. Portanto, a grande jogada para o futuro, sem dúvida será arrancar de vez os cabrestos do eleitor e deixa-lo à vontade para fazer o que quiser, escolher sua doutrina política, acreditar um pouco mais na ideologia partidária, enfim, decidir politicamente os rumos do seus país. Claro que, para isso, intensa reforma política terá que acontecer, incluindo aí esse estúpido sistema pluripartidário brasileiro que permite a presença de 34 partidos alguns inventados, criados, verdadeiros partidos de aluguel para as horas de interesses os mais escusos. Mas, fiquem certos de que, com três eleições sem obrigação, o voto será depurado, entendido e melhor utilizado. Para o bem do Brasil.

DESTACÔMETRO

O destaque vai para este cara da cultura, da verve, da intelectualidade e da amizade, Carlito Lima. Uma figura ímpar nas altas rodas inteligentes de Alagoas.

PÍLULAS DO OUVIDOR A maior parte de meus amigos já sabe que fui eleito para presidente da ABRAJET ALAGOAS - Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo e com um imenso desafio pela frente. Vamos procurar fazer o melhor e levantar a ABRAJET AL. Já o disse e vou repetir de que não estamos nos importando com o "status", mas com as interações que possamos fazer com o "trade" e com o institucional do turismo no intuito apenas de somar e fazer da nossa associação uma parceira de todos. O outro assunto que diz respeito a este colunista é que neste mês de dezembro estaremos lançando nosso livro de pensamentos Pare Pra Pensar. Já estamos em fase final de produção em gráfica. O honroso prefácio é de Rostand Lanverly, presidente da Academia Alagoana de Letras. O povo brasileiro mostrou mais uma vez sensibilidade e amor por seus ídolos. A morte de Gugu chorada em verso e prosa escancarou o sentimento popular e a reverência justa por aqueles que em qualquer faceta o merecem. Hoje, segunda-feira, 02 de dezembro está acontecendo no Centro de Cultura Ruth Cardoso um evento liderado pelo Tribunal de Contas e através da Escola de Contas com a participação da Unicef e visando a educação, sobretudo a infantil. O evento será sobre controle de contas públicas e de recursos para sistema educacional e tem o nome de II Encontro TCE na Educação e I Jornada Itinerante de Formação e Aperfeiçoamento Intermunicipal, com foco no desenvolvimento e educação da criança. Pensem no que chamam de mulheres empoderadas e estarão frente a frente com elas (foto). Luciana, Vanessa e Cristina, grandes mulheres na vida em geral e sobretudo na vida de seus maridos, respectivamente Alberto Pires, Geraldo Câmara e Leonardo Junior.

ABRAÇOS IMPRESSOS Os abraços impressos vão para minha querida bisneta, Beatriz, a nossa Bia. Em sua primeira festinha de formatura do básico, vislumbrando para nós todos, o futuro que chegará mais rápido do que se pensa. Parabéns do Biso Gegê e da Bisa Vanessa!

Bancada federal de PE apoia a PEC da prisão em 2ª instância Câmara e Senado Federal fecham acordo para votar proposta no próximo ano Um acordo firmado entre os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, na terça-feira (26) jogou para 2020 a tramitação no Congresso Nacional da proposta para retomar a prisão após condenação em segunda instância. Na reunião que fechou a articulação, com o apoio da maioria dos líderes partidários, também ficou acertado a criação de uma comissão especial para acompanhar na Câmara a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Em meio à polêmica sobre o assunto, o Diário de Pernambuco ouviu os deputados federais de Pernambuco, que anteciparam o posicionamento que pretendem adotar quando a PEC chegar no plenário da Casa. Dos 25 parlamentares que compõem a bancada, 12 afirmaram que são a favor da PEC. Apenas quatro são contra a proposta. Os deputados Sebastião Oliveira (PL), Eduardo da Fonte (PP), Tadeu Alencar (PSB) e Fernando Monteiro

fotos: Divulgação

apresentadas.

IMPUNIDADE

Senador Oriovisto Guimarães quer reduzir o tempo das férias dos juízes

(PP) responderam que ainda não têm uma opinião formada sobre o assunto e irão aguardar o andamento do debate para tomar uma decisão. Cinco deputados não enviaram resposta, apesar do contato feito pela reportagem. Já Tadeu Alencar, que é líder do PSB na Câmara, deu uma visão mais ampla sobre a prisão em segunda instância. Os argumentos dele envolvem

um debate interno da sigla que, segundo o socialista, está dividida em relação ao tema. "Na bancada do PSB há uma predominância dos que entendem importante uma alteração do sistema para assegurar efetividade ao aparelho de persecução criminal do estado, cuja cultura de impunidade, em razão de diversos fatores, é uma realidade", disse o parlamentar em uma das razões

A impunidade, inclusive, foi citada por alguns deputados para justificar seus posicionamentos em defesa da prisão em segunda instância, alegando que "a sociedade não aguenta mais a impunidade" e isso não pode ser regra no país. Outro deputado destacou a tese que, dificilmente, o réu não é culpado quando chega à segunda instância. Mexer na Constituição é outra questão, que não agrada quem considera que a prisão em segunda instância deve ser mantida após condenação. Já os que se posicionam contra advertem que não se pode condenar quem ainda tem chance de se defender e ser inocentado. E ainda que a medida não deve ser analisada com o olhar de que vai beneficiar pessoas (numa referência a libertação do ex-presidente Lula/PT), mas que deve ser vista com foco no país e na Constituição.

> MUDANÇA

Relator de PEC quer reduzir período de férias dos juízes O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), relator da chamada PEC da Emergência Fiscal, propôs o endurecimento de algumas das regras previstas no texto do governo. Ele sugere, entre outras mudanças, a redução do período de férias de magistrados e integrantes do Ministério Público. Segundo o senador, as duas categorias chegam a ter "incríveis 78 dias de descanso anuais", enquanto congêneres, em outros países, como Portugal, gozam de 30 dias, a exemplo dos

demais trabalhadores. Para evitar contestações judiciais, a mudança valerá apenas para os futuros integrantes dessas carreiras. "Para que não se corra o risco de eventual alegação de malferimento a direitos adquiridos, optamos por fixar as férias individuais de 30 dias para essas carreiras (e outras, que por ventura também gozem de tratamento diferenciado) somente para aqueles que vierem a integrá-las a partir da data de promulgação da emenda, salvaguardando, por-

tanto, aqueles já sejam membros das carreiras atualmente", diz Oriovisto. O senador também recomenda a aplicação de um bônus aos servidores quando for registrado superávit no caixa. "Se num contexto de aguda crise fiscal é justificável impor determinados sacrifícios ao funcionalismo, inclusive o da redução remuneratória, também é razoável que, nos períodos de bonança, quando verificado superávit primário, os servidores possam participar desse

resultado positivo", justifica. Esse bônus será custeado pelo correspondente a 5% do superávit, conforme lei complementar da União, do governo estadual ou da prefeitura. O relator também veda o pagamento de despesas de pessoal que tenham efeitos retroativos, que tenham base em decisão judicial em que ainda cabe recurso, e sem lei específica que autorize ou dê o critério de cálculo, ou ainda com efeitos posteriores ao final do mandato do titular do Poder.

Especialistas Francisco de Assis, Michelle Lacerda e Victor Nóbrega participarão do IV Meeting de Medicina Estética DeAaZ, em Boa Viagem - Recife

> ESTILO DE VIDA

Evento celebra Medicina com exibição de técnicas no Recife Na contramão da economia nacional, o mercado de estética se destaca como um dos mais promissores do país. Dados recém-divulgados pela ABIHPEC mostram que nos últimos cinco anos, o crescimento foi 567% no Brasil, passando de 72 mil para mais de 480 mil profissionais e o setor ainda movimentou R$ 47,5 bilhões neste ano. Navegando também na onda do mercado do bem estar, a indústria mundial do luxo só tem crescido oferecendo serviços e tecnologias de ponta para as áreas medicina estética, cosmetologia e dos cuidados pessoais. De olho nestes nichos de negócios, vários profissionais deste ramo da medicina, atualmente, têm investido em

atendimento, produtos e técnicas totalmente voltadas para o público consumidor sintonizado com as tendências e que, aliás, é ávido por novidades que entreguem a tão procurada "experiência sensorial do bem estar físico e mental". No Recife, acontece, nesta terça (3), o IV Meeting de Medicina Estética DeAaZ, o evento que já está na sua quarta edição promete apresentar uma nuance desta economia da saúde. O tema "medicina do estilo de vida" é recorrente e também um dos mais atuais símbolos de um luxo mais "cool" e de acordo com os dias de hoje. Como não poderia deixar de ser, o cenário escolhido foi o Audi Center, que fica na Zona Sul do Recife, um

templo sofisticado da excelência automotiva alemã, que receberá para um elegante "happy hour com conteúdo". Participam do evento o dermatologista Francisco de Assis Filho que falará sobre tecnologia do laser nos tratamentos dermatológicos e de rejuvenescimento, com o estímulo da pele de forma mais natural; a cirurgiã plástica Michelle Lacerda que abordará questões como a cirurgia plástica íntima e as cirurgias pós gastroplastia; o médico especialista em Metabologia, Victor Nóbrega fala sobre Modulação hormonal e Longevidade; a cirurgiã-dentista Edjany Sá, que está lançando sua linha de cosméticos, vai revelar as novidades da Har-

monização Orofacial; o cirurgião-dentista professor Paulo Lopes, especialista em lentes de contato dentais, próteses e implantes traz as técnicas de "resgate do sorriso". Além dos oftalmologistas Ana Catarina Delgado, Hellmann Cavalcanti e Lúcio Maranhão com as mais avançadas tecnologias da saúde ocular. Para mais informações basta ligar pelo telefone 81 98291.8436. O IV Meeting DeAaZ de Medicina & Estética é realizado pela Thorpe Marketing e Comunicação. Local: AUDI CENTER RECIFE (Av. Antônio Torres Galvão, 283 Boa Viagem) Data: 3/12 (terça-feira) Hora: a partir das 18H


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

M U S I MA TULO Í P A C

Geral | A5

MP-AL reforça suspensão e indica exame psiquiátrico para promotor Nota do Colégio de Procuradores é assinada por cinco chefes do Ministério Público Estadual fotos: Divulgação

Da Redação Acusado de 'ilícitos administrativos' e de uso contumaz das redes sociais para prática de ativismo político e ofensas a membros do Ministério Público de Alagoas (MP-AL), o promotor de Justiça acaba de ser punido, por reincidência, com afastamento do cargo - antes por 60 dias e agora por 120 dias. O promotor Fonseca trava, há meses, uma batalha com o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado de Alagoas, o órgão que, agora, além aplicar a pena de suspensão do cargo, quer submeter o promotor a um exame psiquiátrico. Pelas mesmas redes sociais, postando vídeos, Coaracy Fonseca se defende negando atuação política e afirmando que foi punido numa ação 'sem contraditório e sem direito a defesa ampla'. NOTA PÚBLICA O Colégio de Procuradores emitiu nota, na segunda-feira (25) explicando que aplicou a nova punição (de 120 dias de afastamento do cargo) ao considerar:

Sérgio Jucá assina nota explicatória da nova punição

Coaracy Fonseca sofre nova punição e deve realizar exame de sanidade

"1. A contumácia do Promotor de Justiça Coaracy José Oliveira da Fonseca na prática de ilícitos administrativos, especialmente no cometimento de atos incompatíveis com o exercício do cargo que lhe ensejaram a aplicação de penalidades administrativas, por

duas ocasiões, pela Corregedoria Geral do Ministério Público de Alagoas, decisões que não foram impugnadas mediante recurso próprio; 2. A posterior renovação de atos incompatíveis com o exercício do cargo que gerou a instauração de 03 (três) Inquéritos

Administrativos em desfavor do Promotor de Justiça Coaracy José Oliveira da Fonseca, tendo sido o mesmo afastado cautelarmente por 60 (sessenta) dias em um dos procedimentos; 3. A representação formulada pelo Defensor Geral-Público do Estado de Alagoas atribuindo ao Promotor de Justiça a prática de ilícito penal e, ainda, comportamento incompatível com o desempenho do cargo; 4. A proposta de ação penal em desfavor do Promotor de Justiça Coaracy José Oliveira da Fonseca, em tramitação no Tribunal de Justiça do Estado

Eduardo Tavares também assina documento do MP-AL

de Alagoas, na qual se apura o cometimento do Crime de Prevaricação; 5. Não se admitir que o agente público, valendo-se das prerrogativas do cargo, aja em proveito próprio; 6. Não se conceber que o cidadão alagoano e suas instituições estejam submetidos à fiscalização e controle de servidor público em aparente crise de instabilidade psíquica; 7. Decorrer da análise dos atos praticados pelo Promotor de Justiça Coaracy José Oliveira da Fonseca provável desequilíbrio emocional a lhe comprometer o discernimento;

8. Atentarem as atitudes do Promotor de Justiça Coaracy José Oliveira da Fonseca não apenas contra o Ministério Público do Estado de Alagoas, mas, também, contra os poderes constituídos. QUEM ASSINA A nota do Colégio de Procuradores leva a assinatura de cinco chefes do Ministério Público de Alagoas, incluindo o do atual procurador-geral de Justiça: Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, Sérgio Jucá, Dilmar Lopes Camerino, Lean Antônio de Lima e Eduardo Tavares.

> ACIDENTE GEOLÓGICO

Pinheiro: Braskem inicia nesta segunda-feira novo estudo de sondagem na Lagoa Mundau Assessoria A Braskem iniciará um estudo de sondagem com balsa flutuante na Lagoa Mundaú, na próxima segunda-feira, 2 de dezembro. O objetivo é ampliar o conhecimento geológico da região e o entendimento do fenômeno que ocorre no Pinheiro, Mutange e Bebedouro. A partir dos resultados, será possível avaliar o comportamento no fundo da lagoa, assim como já vem sendo feito nos bairros. Todo o trabalho será conduzido por uma empresa especializada na área de projetos e estudos ambientais e geológicos. O método de sondagem é feito através de pequenos furos no solo do leito da lagoa, que permitirão a identificação da profundidade, a espessura da camada de sedimentos e a caracterização geológica até 6

metros abaixo da camada de lama. Ao todo, serão avaliados 30 pontos da lagoa. O estudo está licenciado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e terá duração de dois meses, sempre de segunda a sábado, durante o dia. O trabalho é silencioso, não provoca resíduos ou ondulação nas margens da lagoa. Essa ação faz parte dos estudos que estão em curso para esclarecer a situação geológica da região. Eles devem ficar prontos no primeiro trimestre de 2020. Tanto no telefone 0800 quanto nos postos de atendimento instalados nos bairros, técnicos sociais especializados estão dando orientação às pessoas em relação a dúvidas. Canais de atendimento à população 0800-006-3029 Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, exceto feriados.

Estudo da Mundau poderá ajudar a compreender fenômeno no Pinheiro

(ligações gratuitas, inclusive de celulares). Associação dos Moradores e Amigos de Bebedouro Rua Carteiro João Firmino, 130 Funcionamento: 9h às 12h Associação dos Moradores do Alto do Céu

Rua Santa Julia, 252 Funcionamento: 14h às 18h

ENCERRAMENTO

A Braskem apresentou à Agência Nacional de Mineração (ANM) e demais autoridades medidas para o encerramento definitivo da extração

de sal e fechamento de seus poços em Maceió. Esta ação faz parte das iniciativas que vem sendo propostas nos contínuos diálogos da empresa junto ao órgão regulador. Entre as ações está a criação de uma área de resguardo em torno de 15 poços com a realocação de pessoas e desocupação de imóveis, além do monitoramento contínuo das áreas vizinhas. A estimativa é que esta área de resguardo envolva aproximadamente 400 imóveis e 1.500 pessoas. Nos demais poços, a recomendação é de que sejam adotadas medidas complementares de monitoramento, sem necessidade de realocação de moradores. A Braskem irá disponibilizar os recursos necessários e todo o planejamento para a execução destas ações será feito em conjunto com a Defesa Civil e demais autoridades. Todas as

medidas e ações são baseadas nos estudos que o Instituto de Geomecânica de Leipzig (IFG), da Alemanha, referência internacional em geomecânica de poços de sal, vem fazendo a partir dos dados dos sonares executados nos poços de extração de sal da Braskem. A Braskem informa que compreende o impacto na vida das pessoas e se coloca à disposição para esclarecer dúvidas e apoiar a população. Para isso, haverá uma equipe dedicada para contato com a comunidade por meio de postos de atendimento presencial nos bairros e do telefone 0800-006-3029 (ligações gratuitas, inclusive de celulares). Desde o tremor registrado em Maceió eM março de 2018, a Braskem vem colaborando com as autoridades e realizando estudos para compreender as causas do fenômeno.

> SONHO NACIONAL

Sem queixas, valor das loterias aumenta quase 30%; Mega-Sena já custa R$ 4,50 Da Redação Quase não se ouviu queixa - talvez a ânsia de ganhar acabe minimizando o efeito no bolso do apostador - mas desde o dia 10 deste mês que os valores das apostas bancadas pela Caixa Econômica Federal estão reajustados em quase 30%, embora a inflação projetada para 2019 fique abaixo de 3%. A aposta mínima da MegaSena, que custava FR$ 3,50, saltou para R$ 4,50, um aumento próximo dos 30%. O reajuste, que deve pesar na inflação de novembro, foi autorizado por meio de portaria do Ministério da Economia, publicada em 31 de outubro. Os novos preços das apostas de oito loterias da Caixa Econômica Federal entraram

em vigor no domingo - 10 de novembro - causando espanto nos apostadores que, apesar da alta, não fizeram críticas de forma ostensiva. Inácio B. dos Santos disse que se envolve tanto com as apostas, que não se incomoda com valores: "Se você pensar no dinheiro, no gasto, não aposta, e se não aposta, não ganha". No caso da Dupla-Sena e da Lotofácil, a aposta simples ou mínima passou a custar R$ 2,50 (antes era R$ 2,00). O mesmo valor está sendo cobrado pela aposta única da Lotomania. A aposta simples ou mínima da Quina (cinco dezenas), que custava R$ 1,50, passou para R$ 2. Quanto à Lotogol, a aposta simples passou a custar R$

Primeira Edição

Por fim, foi autorizado o aumento para a Timemania, cuja aposta única subiu para R$ 3 (antes custava 2.00).

BOLSONARO

Apostas garantem movimento nas lotérias; volume é alto mesmo depois de reajuste muito acima da inflação

1,50. Mas, no primeiro caso, há ainda a possibilidade de apos-

ta múltipla mínima obrigatória, que compreende um prog-

nóstico duplo. Esta teve o valor fixado em R$ 3,00.

Muita gente estranhou a 'passividade' com que o Palácio do Planalto se portou em face do reajuste das apostas lotéricas, já que o presidente Jair Bolsonaro tem demonstrado preocupação com o aumento do custo de vida. No caso das loterias, sabese que a população mais carente é a que mais aposta, cada um acreditando que o 'milagre' vai acontecer. Para alguns apostadores mais críticos, contudo, o envolvimento da população com loterias chega a tal ponto que o dinheiro gasto com apostas parece mais um tributo.


A6 | Publicidade

Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019


Esportes

esportes@primeiraedicao.com.br

Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019 Diário Oficial dos Municípios - Opinião - Social

> POLÊMICA MARCANTE

Azulão: troca de técnico e fim da Série A Saída a três rodadas do fim indo para um clube que disputa com o anterior é questionável, agora só restam dois jogos Márcio Ândrei com web Semana de muita polêmica no Azulão do Mutange agitou os bastidores do Campeonato Brasileiro da Série A. Como se não bastasse o fator saída do

CSA do tradicional Mutange, a dificílima luta contra o rebaixamento, a saída do técnico Argel Fucks pegou todos de surpresa após o Azulão ter conseguido vencer o Cruzeiro em pleno Mineirão. Restando duas roda-

das para o término da competição, a equipe agora busca dias melhores. Vivemos num país livre e cada um pode trabalhar onde conseguir e trocar de emprego quando e se lhe convier. Ponto.

Assim, Argel Fucks não fez nada ilegal ao deixar o CSA e ir para o Ceará. A justificativa não se sustenta, de que sempre quis treinar o alvinegro e que a troca é um salto, mas a nós cabe apenas concordar ou não,

satisfação ele só deve à sua consciência quando colocar a cabeça no travesseiro. Afinal, o CSA ainda tem chances matemáticas de se livrar da degola, e se vê abandonado pelo comandante na hora H - quer di-

zer que se não há multa rescisória também não há compromisso, apego, palavra? A postura de Argel é mais criticável se procede a informação de que ele havia acertado com o Ceará na véspera, após a demissão de Adilson Batista. E assim mesmo ele comando o CSA em um jogo de total interesse para seu novo clube. Na real, Argel já trabalhou por seu novo clube ao vencer - e segurar - o Cruzeiro. Agora, com a vitória do CSA, o Ceará passa a depender apenas de si para não cair. Não significa que o time necessariamente vai ganhar de Athlético-PR, Corinthians e Botafogo. Mas significa que não precisa torcer para ninguém se fizer sua parte, enquanto Cruzeiro e CSA (que serviu de instrumento para o técnico do Ceará) precisam fazer sua parte e secar os outros. Isso, numa fase como essa, de equilíbrio e tensão compartilhada, pode fazer toda a diferença e decidir um rebaixamento. Façamos um exercício de imaginação. Argel foi contratado por um time para o qual a vitória do time anterior dele era boa. Mas... vamos imaginar que, em vez do Ceará, fosse o Cruzeiro que, de véspera, resolvesse trocar Abel por Argel, nomes parecidos inclusive. Mas, como não haveria tempo para a burocracia, eles se mantivessem em seus times na rodada. E aí o CSA perdesse. Como Argel explicaria? Um salto seria, de verdade, se Flamengo, Santos ou Palmeiras lhe fizessem um convite. Nenhum problema, afinal, estes estão no topo da tabela e o CSA no Z-4, um não interfere na vida do outro. Ou como a proposta do Corinthians por Tiago Nunes. O Furacão, ao vencer a Copa do Brasil, deixou de interferir muito no Brasileiro. E Tiago se comprometeu a ficar até o fim do ano, o clube não quis, e ele não assumiu o Corinthians, portanto, não interferiu na vida de ninguém. Mas trocar um emprego por outro com ambos os times disputando a mesma vaga, valendo a manutenção na elite do futebol, o que envolve a vida de muita gente, jogando por um mas com interesse em outro... francamente, não há como achar natural. Talvez seja porque eu converso todas as noites e me aconselho muito com o travesseiro. Com a correria do Brasileirão, talvez Argel Fucks não tenha tido muito tempo para isso... Encerrando a Série A de 2019, o Azulão terá a Chapecoense, nesta quarta às 21h na Arena Condá, e no domingo próximo, às 16h no Estádio Rei Pelé, enfrentará o São Paulo com o apoio da torcida azulina. Para 2020 o CSA já tem uma estratégia montada para voltar a encantar. Divulgação

Azulão gerou polêmica na Série A


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

B2 | Esportes

> COMPLICADO

Ceará empata e embola o rebaixamento Os dois gols foram marcados depois dos 40 minutos. Agora, Ceará pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro, que joga hoje GloboEsporte.com O que não faltou foi emoção no Castelão. Na briga contra o rebaixamento, o Ceará pressionou, pressionou, pressionou o Athletico-PR e saiu na frente, mas não conseguiu segurar a vitória e deixou o adversário empatar. Os gols, ambos depois dos 40 minutos od segundo tempo, foram marcados por Mateus Gonçalves e Madson.

PRIMEIRO TEMPO

Com o apoio da torcida e novo técnico, o Ceará começou a partida tentando pressionar o Athletico, que foi a Fortaleza com uma equipe mista. Mesmo assim, o equilíbrio tomou conta do primeiro tempo. Os donos da casa não conseguiram aproveitar as

fotos: Divulgação

chances que criaram e viram o Furacão crescer e até a criar boas oportunidades, mas também sem acertar o gol.

SEGUNDO TEMPO

Com a necessidade da vitória do Ceará, a partida no Castelão ficou aberta. E passou a ter ainda mais espaços quando Vitinho, do Athletico-PR, foi expulso. Os donos da casa, então, passaram a pressionar com mais intensidade. De tanto insistirem, os cearenses abriram o placar com Mateus Gonçalves. E parecia que o jogo estaria resolvido, mas não estava. Madson, no último minuto, empatou e complicou a vida do Ceará. O futebol, de modo geral, proporciona momentos inacreditáveis e surpreendentes. Desfechos difíceis de engolir. Para

Argel Fucks conseguiu tirar dos jogadores uma obediência tática que não se via há dois meses, mas não venceu

o Ceará, o empate contra o Athletico tem um tremendo gosto de derrota para clube e torcida. O cenário não é o dos

melhores, as chances de queda seguem iminentes, mesmo o time se mantendo fora do Z-4 antes do término da 36ª roda-

da. A tabela continua afunilando e agora só restam seis pontos em disputa. - Começamos no 4-2-3-1,

que é o sistema que eu gosto mais de jogar. Depois variamos, principalmente quando o adversário estava com a bola. A gente faz um 4-2-4. Nós marcamos o dois laterais, marcamos os dois volantes, liberamos os dois zagueiros do Athletico. Isso é uma coisa que a gente gosta, que os jogadores entenderam muito bem e os jogadores conseguiram fazer isso. Quando tivemos um jogador a mais, nos transformamos no 4-1-4-1, principalmente com a entrada do Ricardinho. Comentou o técnicoArgel Fucks. O Ceará chegou a 38 pontos e se manteve na 16º posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. ASsim, pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro, que tem 36 e joga nesta segunda-feira.

> DESPEDIDA

CRB chegou a lutar pelo acesso, mas se despede do ano na 7ª posição GloboEsporte.com

AVISO DE LEILÃO A SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SMTT/MACEIÓ, torna público para conhecimento dos interessados, que no dia 17 de dezembro de 2019, às 10h, no auditório do Maceió Atlantic Suites situado na Av. Álvaro Otacílio, 4065 - Jatiúca, Maceió - AL, 57036-850 realizará leilão MACEIO04.19 na forma presencial e on-line, dos veículos apreendidos ou removidos, a qualquer título e não reclamado por seu proprietário, classificados como conservados, sucatas aproveitáveis, sucatas aproveitáveis com motor inservível ou sucatas inservíveis, dentro do prazo de 60 (sessenta) dias, a contar da data do recolhimento, conforme art. 328 do Código de Trânsito Brasileiro, cujo os proprietários já foram notificados, tendo como leiloeiro o Sr. ALEXANDRE ALMEIDA de SOUZA e SILVA, Matrícula nº. 2057 JUCEAL. A cópia do edital poderá ser consultada através do site http://www.maceio.al.gov.br.

O CRB encerrou a campanha no Brasileiro em sétimo lugar. Neste sábado, foi derrotado pelo campeão Bragantino por 2 a 0, gols de Ytalo e Claudinho, em Bragança Paulista. O Galo fez 55 pontos em 38 jogos. Não bateu o desempenho de 2016, quando fez a sua melhor campanha na Série B. Naquele ano, o time somou 58 pontos e também terminou a competição em sétimo lugar. O ponto alto da campanha em 2019 foi o duelo com o Coritiba, um dos clubes que con-

Campeão antecipado, Bragantino venceu o CRB, 2x0, e recebeu a taça

quistaram o acesso. O CRB venceu um adversário muito

forte duas vezes: 1 a 0, em Maceió, e 2 a 0, em Curitiba.

Na Série B, o time alagoano lutou pelo acesso até a penúltima rodada e teve dois treinadores. Marcelo Chamusca começou o trabalho, foi demitido em outubro e Marcelo Cabo recebeu a missão de tocar o barco na reta final da Série B. Comandou o time em dez jogos, conquistando quatro vitórias, obtendo quatro empates e sofrendo duas derrotas. Sexta, ele renovou o contrato para 2020. O CRB agora traça planos para 2020. De contrato renovado, o técnico Marcelo Cabo conversa com a diretoria sobre a base que ele pretende utilizar no próximo ano. Já renovaram alguns jogadores.

> MEMÓRIA VIVA

Quando pagarão as indenizações? Alcides Muniz Falcão (*) Uma coisa é líquida e certa: os moradores do Pinheiro, Mutange e Bebedouro terão de ser indenizados. Antes de qualquer discussão, porque são as vítimas da instabilidade geológica que atinge ruas, prédios e residência desses bairros. Eles não fizeram nada de errado e tiveram seus imóveis danificados. A questão, agora, é saber quem arcará com as indenizações e quando elas começarão a ser pagas. Braskem? Mas, apenas a Braskem? E a Petrobras, que é a segunda maior acionista das Braskem? E a União, que tinha a obrigação de fiscalizar a extração de sal-gema através da Agência Nacional de Mineração? Essa é a resposta mais urgente, a resposta que os cerca de 40 mil moradores atingidos cobram a todo instante, buscando o Ministério Público, o Poder Judiciário, a Defensoria Pública, enfim, os pode-

res constituídos. Muitos, de fora, agem com indiferença, porque não sabem o que é perder um patrimônio uma residência, na maioria dos casos conquistada com muita luta,

suor e trabalho. Só quem perde, quem perdeu, pode avaliar o peso do prejuízo. É fácil, à distância, ficar dizendo que "é preciso esperar por solução". O drama, o sofrimento, é de quem está lá, sem casa e sem esperança. Por isso, todos que vivem em Maceió devem se unir e cobrar uma saída, uma solução urgentíssima para o problema. GUGU - Triste, profundamente lamentável, o episódio que nos privou do grande Gugu Liberato, um dos maiores nomes da televisão brasileira. Aproveito para render-lhe a minha homenagem pessoal e para me solidarizar com os familiares enlutados. Augusto Liberato deixou o exemplo de um profissional competente, um pai de família carinhoso, um artista sem vaidades nem exibicionismos. Um cidadão de bem. (*) Depoimento do ex-senador Alcides Muniz Falcão


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

Esportes |B3

> TÁ CHEGANDO

Hamilton vence a última corrida do ano A sete vitórias de igualar Schumacher, hexacampeão passeia e termina temporada 2019 pontuando em todas as corridas GlopboEsporte.com Lewis Hamilton encerrou a temporada 2019 da Fórmula 1 em grande estilo ao vencer de ponta a ponta o Grande Prêmio de Abu Dhabi. Com o 11º triunfo em 21 corridas no ano, o hexacampeão mundial ficou a apenas sete vitórias de igualar o recorde de 91 de Michael Schumacher. Em outro quesito, o inglês já igualou o alemão: terminou o ano com pontos em todas as corridas, assim como o heptacampeão em 2002. Com a melhor volta da prova, Hamilton ainda alcançou o Grand Chelem, termo usado quando um piloto vence de ponta a ponta largando da pole e com a volta mais rápida. A segunda posição ficou com Max Verstappen, que fez

um pit stop contra dois do terceiro colocado Charles Leclerc. O monegasco ainda correu risco de ser punido por uma irregularidade na quantidade de gasolina colocada em seu carro para a corrida - a Ferrari teve uma reunião com os comissários técnicos e foi apenas multada em 50 mil euros (cerca de R$ 233 mil). Um dos destaques da corrida foi Valtteri Bottas, que largou em último após uma punição por troca de motor e ainda terminou em quarto lugar, à frente de Alexander Albon e Sebastian Vettel, este, a exemplo de seu companheiro de equipe, com duas trocas de pneus. Completaram a zona de pontuação, da sétima à décima colocações, Sergio Pérez (Racing Point), Lando Norris

Divulgação

"Estou orgulhoso e super grato a esse time, obrigado a todos aqui e em casa (fábrica). Esse carro é uma obra de arte."

MAX VERSTAPPEN

"Tive alguns pequenos problemas hoje, mas isso não faria diferença no resultado final. Lewis e a Mercedes estavam simplesmente mais rápidos. Terceiro lugar no campeonato é um bom resultado e estou bem orgulhoso com isso."

CHARLES LECLERC

(McLaren), Daniil Kvyat (STR) e Carlos Sainz (McLaren). A corrida marcou as despe-

didas de dois pilotos da Fórmula 1: Nico Hulkenberg, que vinha pontuando até a última

Holloway quer revanche contra Conor Em duas semanas, Max Holloway vai colocar em jogo mais uma vez o cinturão dos pesos-penas, contra Alexander Volkanovski, no UFC 245, em Las Vegas. No entanto, o campeão da divisão até 66kg ainda tem alguns acertos para fazer com o passado e o alvo seria Conor McGregor (o irlandês foi o último lutador a vencer o havaiano na categoria). No entanto, apesar de deixar claro que gostaria de uma revanche contra o ex-cam-

peão dos leves do UFC, Max Holloway prega respeito pelo rival. De acordo com o americano, apesar de toda a provocação mútua, McGregor nunca passou do limite do "trash talk" e partiu para ofensas pessoais. - O jeito dele é de alguém que fala de negócios. E negócios são apenas negócios. Eu entendo isso e pode haver um limite em que você cruza essa linha dos negócios, levando para o lado pessoal, mas ele nunca fez isso comigo. Ele nunca cruzou essa linha e é por isso que tenho respeito por ele. Nós

"Estou extremamente feliz com esse ano, foi a realização de um sonho. Aprendi muito este ano graças a Seb (Vettel)" A temporada 2020 começa no dia 15 de março na Austrália.

O hexacampeão mundial ficou a apenas sete vitórias de igualar o recorde de 91prêmios de Michael Schumacher

> SÓ NEGÓCIOS

Combate.com

LEWIS HAMILTON

nos provocamos, mas são apenas negócios. Não estamos nos provocando de verdade e fa-

zendo algo realmente louco. Nunca cruzamos essa linha disse Max Holloway.

Resultados / Série B 26/11 29/11 29/11 30/11 30/11 30/11 30/11 30/11 30/11 30/11

Ponte Preta-SP Paraná-PR Oeste-SP Bragantino-SP Atlético-GO Londrina-PR Figueirense-SC América-MG Vitória-BA Cuiabá-MT

4x0 3x3 1x2 2x0 0x0 2x0 1x1 1x2 1x2 1x2

Brasil-RS Botafogo-SP Criciúma-SC CRB-AL Sport-PE Guarani-SP Operário-PR São Bento-SP Coritiba-PR Vila Nova-GO

volta mas acabou em 12º, e Robert Kubica, que completou a corrida em 19º.

Classificação Final / Série B 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Bragantino-SP Sport-PE Coritiba-PR Atlético-GO América-MG Paraná-PR CRB-AL Cuiabá-MT Botafogo-SP Operário-PR Ponte Preta-SP Vitória-BA Guarani-SP Brasil-RS Oeste-SP Figueirense-SC Londrina-PR São Bento-SP Criciúma-SC Vila Nova-GO

P 75 68 66 62 61 56 55 52 50 50 47 45 44 44 41 41 39 39 39 39

J 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38

V 22 17 18 15 17 14 15 13 13 13 11 11 12 11 8 7 11 10 8 7

E 9 17 12 17 10 14 10 13 11 11 14 12 8 11 17 20 6 9 15 18

D 7 4 8 6 11 10 13 12 14 14 13 15 18 16 13 11 21 19 15 13

GP 64 49 48 44 42 34 44 43 38 32 41 42 27 31 41 31 37 46 30 27

GS 27 29 34 29 34 33 43 40 38 41 39 48 37 47 49 38 53 54 38 40

SG 37 20 14 15 8 1 1 3 0 -9 2 -6 -10 -16 -8 -7 -16 -8 -8 -13


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

B4 | Diário Oficial dos Municípios

ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU AVISO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS 002/2019 – SERVIÇOS DE ENGENHARIA, OBJETO: Reforma de Ampliação do Terminal Turístico. Local/Data: Sala de Reuniões da Comissão de Licitação, situada a Praça São Francisco Borja, s/n,

Centro, Piaçabuçu/AL, dia 18 de Dezembro de 2019, às 09:00h. Informações: O edital se encontra a disposição dos interessados das 08:00h às 12:00h, na sede Administrativa da Comissão de licitação do Município de Piaçabuçu. Piaçabuçu, 29 de Novembro de 2019. Rita de Cássia da Silva Souza

Presidente ---------------------------ESTADO DE ALAGOAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PIAÇABUÇU AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N° 030/2019– TIPO MENOR PREÇO POR ITEM – OBJETO: SRP para Contratação de Empresa para Aquisição de Material Gráfico. LOCAL/DATA:

Sala de Reuniões de Licitação, dia 16 de Dezembro de 2019 às 08h00min. PREGÃO PRESENCIAL N° 031/2019 –TIPO MENOR PREÇO POR ITEM – OBJETO: SRP para Aquisição de Gás GLP e Botijão P13. LOCAL/DATA: Sala de Reuniões de Licitação, dia 16 de Dezembro de 2019 às 14h00min. O edital se encontra a disposição dos interes-

sados das 08:00h às 14:00h, na sede Administrativa da Comissão de licitação, situada a Praça São Francisco Borja, s/n, Centro, Piaçabuçu/AL ou no site www. transparencia.piacabucu.al. gov.br/licitacoes/ Piaçabuçu, 29 de Novembro de 2019. Bruno Alexsandro André do Nascimento Pregoeiro


Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

Opinião |B5

A foto do fato

Editorial

E a união nacional? O Brasil precisa ser 'reconstruído', com a retomada da economia, ponto de partida para obtenção de avanços em áreas essenciais como educação, saúde e segurança, mas não será tarefa fácil com a sociedade dividida no meio, ou quase no meio, caminhando numa trilha plena de confrontos e radicalizações. O diagnóstico do qual quadro é simples: após conquistar o poder com a eleição presidencial de Lula em 2002, o PT se organizou e se preparou para dominar a política brasileira por longos anos. Lula virou um líder populista e capitalizou o apoio da população carente com a distribuição dos recursos do Bolsa Família, o que bastou para eleger Dilma Rousseff sua sucessora, visto que a legislação não lhe permitia um terceiro mandato. Dilma foi um desastre, desorganizou o governo e a economia - o preço fatídico de sua reeleição - caiu por força do impeachment, mas o roteiro do PT estava definido: permanecer no poder, com a volta de Lula, lance que foi inviabilizado em face de sua condenação em primeira e segunda instância no Caso do Tríplex. Não fosse por esses 'acidentes', o PT teria caminhado para o exercício de seis mandatos presidenciais consecutivos, e poderia ser mais, pois a tendência seria Lula escolher mais um sucessor quando concluísse seu quarto 'mandato alternado'. Sem alternância com a oposição - a exemplo do que ocorre nos Estados Unidos - o PT passaria a exercer uma ditadura partidária. Mas o foco deste texto não é discorrer sobre o projeto petista de eternização no poder. É alertar para a dificuldade de se buscar uma conciliação nacional centrada em esforços de união. Porque a política, no atual nível de radicalização, só tende a produzir efeitos negativos, e há uma razão simples para explicar isso: a oposição age de uma maneira que não atinge apenas o governo, mas o próprio interesse nacional. Nos Estados Unidos, os ex-presidentes evitam interferir e criticar seus sucessores. Cada qual fez sua parte, cada uma teve sua oportunidade de governar, e encerrou. Aqui, não. FHC bate no presidente e no governo, Lula bate no governo e no presidente. É ruim para o País, porque leva ao exterior a percepção de que no Brasil reina permanente desarmonia entre seus líderes.

A semana foi marcada por muitas homenagens a Augusto Liberato. O corpo de Gugu, morto em acidente doméstico em Orlando (EUA) foi velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde familiares, amigos e fãs deram adeus a um dos maiores nomes da televisão brasileira.

Sobre polarização, intolerância e consensos

Polarização tomou conta do (País Parte 1)

costumes à esquerda. Há Com a libertação do ex-presi- liberais prodente Lula se instalou uma inten- gressistas que sa discussão sobre o agravamen- se preocuto da polarização política no Bra- pam com as sil. O debate franco e aberto é da desigualdanatureza do sistema democráti- des e socialco. A intensidade é variável de- democratas e pendendo da conjuntura. Isto s o c i a l i s t a s pressupõe um acordo tácito en- que defendem a economia de tre as mais diversas correntes do mercado democraticamente repensamento político e ideológico gulada. Não é mero jogo de palasobre a legitimidade de todas as vras. Em verdade há muito mais partes que participam do jogo e do que cinquenta tons de cinza. o respeito ao império das leis, da O próprio governo brasileiro e Constituição e das instituições sua base política e social de suspermanentes. O fortalecimento tentação não são monolíticos. A da democracia depende de que esquerda também não é homoqualquer polarização tenha co- gênea. O Brasil tem pressa e vive mo produto consensos progressi- uma crise conjuntural e estrutuvos que permitam o avanço de ral a exigir respostas. A radicalisoluções em torno da agenda zação retórica e da ação política que interessa à sociedade. imaginada a partir da polarizaO pano de fundo que preocupa ção entre bolsonarismo e lulopena radicalização do processo po- tismo não contribuirá para o lítico brasileiro é a ocorrência de avanço da agenda nacional. O crises agudas e impasses em paí- núcleo duro na sociedade de ses como Bolívia, Equador, Chile posições radicalizadas não passa e Hong Kong. Também nas de- de 20% da população para cada mocracias avanlado. Há um çadas o desemcampo de 60% prego, os movidas pessoas que mentos migra“O pano de fundo fazem um movitórios e as pendular que preocupa na mento ameaças introconforme as alduzidas pela radicalização do terações da realiglobalização processo político é dade. produziram o O surgimento de crescimento da um forte movia ocorrência de radicalização no de centro crises agudas”... mento Reino Unido, na democrático França e nos mais racional, EUA, entre oucontido, propentros. so ao diálogo, será positivo e neNo Brasil e no mundo, os velhos cessário para que o Brasil enconparadigmas ideológicos entra- tre os caminhos para a saída da ram em crise. As respostas não crise. De certa forma, isto tem são lineares e fáceis e os funda- acontecido no Congresso. O secmentos estão embaralhados. A tarismo e a intolerância formam divisão superficial e rasa entre o caldo de cultura necessário padireita, centro e esquerda é limi- ra posições radicalizadas. O diátada diante de um mundo novo e logo e o reconhecimento que complexo. ninguém é dono de uma verdade Há uma enorme confusão con- absoluta confundem o militante ceitual entre o que é ser conser- sectário. Cabe ao centro demovador, liberal, reacionário, socia- crático ganhar parcela importanlista, socialdemocrata, naciona- te da sociedade com uma mobililista, patriota, globalista. Há con- zação e comunicação social efiservadores na visão de mundo e cientes para que posições radicanos costumes e liberais na econo- lizadas não aprisionem o procesmia. Há liberais na economia e so de decisões tão necessário panos costumes, mas há também ra que o país não caminhe para o liberais conservadores e reacio- impasse e confrontos evitáveis. nários. Há conservadores antiglobalistas e socialistas globalistas. (*) Foi deputado federal e, por dois Há esquerda moderna e retrógramandatos consecutivos, preside da, e mesmo conservadores nos

Há que se colocar um ponto final na dinâmica de polarização que tomou conta do país. Até o STF se deixou enredar nela: os juízes discutem e brigam pelo adjetivo

Marcus Pestana (*)

Fernando Henrique Cardoso (*)

Há dias nos quais escrever é um prazer. Nem sempre: hoje, por exemplo, este artigo me custou bastante. Por quê? Cansaço de uma noite mal dormida me fez sentir a velhice, o que em mim é raro. Mas há também motivos que nada têm a ver comigo. Dá certo desalento voltar aos temas que têm dominado o noticiário do cotidiano nacional: os enganos repetitivos (na verdade as crenças) do governo atual; a morte absurda de crianças alvejadas à bala ; as árvores que queimam na Amazônia e alhures, tanto por motivos cíclicos, como pela devastação criminosa em busca de discutível lucro... E por aí vamos, de pequenas e grandes tragédias à estagnação das ideias. Por trás do "mesmismo" do dia-a-dia, vão se formando nuvens um tanto menos habituais e que podem trazernos maiores aborrecimentos. A mais difusa e também a mais ameaçadora delas diz respeito ao "estado do mundo". Desde que Kissinger convenceu Nixon a normalizar a relação dos Estados Unidos com a China e os chineses, levados por Deng Xiao-Ping, se dedicaram a construir o "socialismo harmonioso " (seja lá o que isso signifi-

que), as apreensões de uma nova guerra mundial sumiram do mapa. A antiga União Soviética desabara, Cuba estava contida, a Coreia do Norte ameaçava mais a do Sul do que o mundo, a guerra entre a índia e o Paquistão se acalmara. Restava apenas o "Oriente Médio" e o norte da África como palcos de guerra, com os americanos bombardeando e conquistando o Iraque, a Europa fazendo o mesmo na Líbia. Crises que pareciam muito longínquas de nós, brasileiros.

“O mundo contemporâneo emprega cada vez mais tecnologias poupadoras de mão de obra e criadoras de”... Dava a impressão de que a "nova a ordem mundial", por certo assimétrica, conteria suas desavenças nos limites das Nações Unidas, com uma ou outra ação militar "corretora", sem abalar as estruturas internacionais de diálogo. São elas que começam a se romper no atual decênio. As ideias representadas por Trump encontram eco na realidade de uma China que de "copiadora" pas-

sou a criadora de novas tecnologias e até mesmo de uma Coreia do Norte, cujos mísseis ameaçam chegar à costa do Pacífico da América do Norte. Sem falar no renascimento da Rússia como potência militar que cobra seus "direitos" de vassalagem, incorpora a Criméia, invade terras da Ucrânia e produz temor nos nórdicos. Neste novo quadro assistimos, ao mesmo tempo, a uma verdadeira revolução nas técnicas e nas relações produtivas. O mundo contemporâneo emprega cada vez mais tecnologias poupadoras de mão de obra e criadoras de grandes volumes de bens e serviços que se transformam em lucros nas mãos de poucos (inteligência artificial, robôs, revoluções na microbiologia, novas técnicas agrícolas e assim por diante). Em conjunto, elas permitem o prolongamento das vidas humanas, oferecem pouco emprego e, dado o regime social prevalecente, criam não mais "exércitos de reserva", mas excedentes de mão de obra dispensáveis para o aumento da produção. Em suma um mundo bem diferente do sonho tanto dos liberais quanto dos marxistas. (*) Ex-presidente da República

Olhos: abre alas das emoções Alberto Rostand Lanverly (*)

Conhecer lugares é de extrema importância para todas as pessoas. Conviver com diferentes hábitos é algo, não somente prazeroso, mas, acima de tudo, educativo. Dizem que conhecer novos ambientes é como frequentar salas de aula, sem paredes. É aprender, simplesmente olhando para cada elemento característico da região: uma rua, estátua, praça ou, simplesmente, um restaurante cujas brasas de seu forno não apagam há mais de quatrocentos anos. Muitos poetas deixaram claro, em seus escritos, serem os olhos a janela da alma. Já andei muito na vida. Encanteime com as gigantescas pedras do sertão, sobrepostas umas sobre as outras, estabelecendo equilíbrio digno da intervenção divina; Grandes rios, como o Ganges, o Prata, O Danúbio e o Singapura; Cidadelas primitivas como Konia, na Turquia, Machu Pichu, no Peru ou Marvão, em Portugal. Aos poucos, meus olhos foram me acostumando a conviver com grandiosidades, não esquecendo, contudo, de me mostrarem pequenos itens, quase despercebidos dentro de um contexto maior, mas, possuidores de uma fabulosa história, um importante capítulo da humanidade. Certo dia, cheguei à Basílica de San Pietro in Vincoli, em Roma, onde se encontra a estátua de Moisés, obra prima de Michelangelo. O trabalho ficou tão perfeito a ponto de, ao termino da es-

cultura, em um momento de alucinação, o artista dirigir-se ao monumento, gritando: por que não falas? Não há palavras para descrever o que meus olhos me propiciaram, naquele instante. Dali saindo, após poucos minutos de caminhada, deparei-me com o Anfiteatro Flávio, também conhecido como Coliseu por abrigar uma colossal estátua de Nero. O local se caracteriza por

“Busquei nos livros e fiquei sabendo que, teoricamente, Papisa Joana teria sido a única mulher Papa da história”... ser a história viva de uma época grandiosa do Império Romano, e ficou famoso por ser a sede de inúmeros espetáculos, como as lutas entre gladiadores, ou escravos e animais exóticos provenientes de outros continentes. Apesar de tudo isto, no itinerário que realizei, meus olhos não me deixaram negligenciar uma casinha acanhada, com lixo e vegetação crescendo em seu entorno, idênticas às que, habitual-

mente, encontramos às margens das estradas brasileiras, para reverenciar alguém que ali morreu. Dentro desta edificação, fechada por grades, uma estatua, em tamanho natural, de uma jovem trazendo uma criança no colo. A seu lado, uma indicação: Papisa Joana. Busquei nos livros e fique sabendo que, teoricamente, Papisa Joana teria sido a única mulher Papa da história do catolicismo, substituta de Leão IV, que permaneceu no trono por, aproximadamente, três anos sendo sucedida por Bento III nos idos de 850 dC. É uma história controversa, pois, até a própria igreja achava que Joana era João VII. Contudo, por ter engravidado, foi descoberto seu verdadeiro sexo no momento do nascimento de seu filho, durante uma procissão, no meio da rua onde hoje existe o acanhado monumento. Cada dia mais me convenço de que meus olhos são, acima de tudo, o abre alas de minhas emoções. O verdadeiro norte de meu aprendizado. (*) Presidente da Academia Alagoana de Letras

> OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES E NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DESTE JORNAL

Endereço: Rua Dr. Albino Magalhães, 221 - Farol | CEP 57.050-080 Fone: (82) 3021-5837/ 3021-0563 - Maceió | Alagoas

Escritório: PRIMEIRA EDIÇÃO JORNAL ON-LINE IMPRESSA LTDA - ME CNPJ 08.078.664/0001-85 CMC 130003

Rua Godofredo Ferro, nº 215 - Centro - Maceió | Alagoas | CEP 57.020-570 Atendimento ao assinante: (82) 3021-0563

Luiz Carlos Barreto Goes Diretor-Geral

Romero Vieira Belo Editor Geral

Alda Sampaio Diretora Comercial

FTPI Representação Publicidade e Marketing Ltda Representante nacional do Primeira Edição Alameda dos Maracatins, nº 508 - 9º andar - Indianópolis/SP CNPJ 03.269.504/0001-08 / Insc. Est. Isenta Tel: (81) 2128-4350 / Cel: (81) 9175-5829 fred.recife@ftpi.com.br


B6 | Social

Primeira Edição | 2 a 8 de dezembro, 2019

Profile for primeiraedicaoal

CSA cai ante Bahia: 2x1  

Edição impressa de 02 de dezembro

CSA cai ante Bahia: 2x1  

Edição impressa de 02 de dezembro

Advertisement