Page 1

Feira de Tecnologia, Gemas e Design para o Setor Joalheiro

14 e 15 de abril - das 14h às 21h 16 de abril - das 14h às 20h Centro de Eventos São Luis | São Paulo | SP


S U M Á R I O

Feira de Tecnologia, Gemas e Design para o Setor Joalheiro

10 24 20 22 PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO

Rua Teixeira da Silva, 433 04002-031 - São Paulo - SP Fone: 55 11 3016-5850 Fax: 55 11 3284-0459 tecnogold@tecnogold.com.br www.tecnogold.com.br PATROCÍNIO

Catálogo Oficial Tecnogold Criação e Produção

Fone: 13 3326-0206 www.prietoeassociados.com.br

Comercial: Carlos Eduardo Prieto Planejamento: Evandro Prieto Direção de Arte: Roberto T. Kanji Assistente de Arte: Rafael Campos Fernandez Atendimento: Dayane Bezerra Coordenação: Erica Mendes

4 TECNOGOLD2011

S U M Á R I O

E X P E D I E N T E

6

Editorial

8

Palestras e Eventos

10

Responsabilidade Social

20

Tecnologia

22

Design

24

Gemas

28

Relação de Expositores


EDITORIAL

TECNOGOLD 2011

Participação Estrangeira em Destaque

A

o longo das 13 edições realizadas, a TECNOGOLD consolidou-se como a principal feira internacional do setor de máquinas e equipamentos para joalheria na América Latina. Nesta edição, os empresários encontrarão na área de exposições, um seleto grupo de empresas internacionais que trazem máquinas, equipamentos e insumos de última geração. Esta ampliação da participação estrangeira, principalmente italiana, reforça o crescimento da indústria nacional e a qualidade dos nossos produtos frente à concorrência global. Esperamos ainda superar os números de visitação da última edição, recebendo os clientes de toda a cadeia produtiva do setor joalheiro nacional, incluindo folheados, bijuterias e gemas, além dos profissionais autônomos que participam ativamente do ciclo de palestras e workshops. Em seu fórum de informações tecnológicas e mercadológicas, a TECNOGOLD 2011 traz palestrantes nacionais e reforça a participação de especialistas internacionais para falar sobre diferentes temas que afetam o setor joalheiro. Desejamos a todos uma boa feira e que o evento, mais uma vez, contribua para o êxito de seus negócios. Um abraço,

Aliomar Nogueira Teixeira Presidente SINDIJOIAS

6 TECNOGOLD2011


PROGRAMAÇÃO DAS PALESTRAS E EVENTOS PARALELOS 14/04 - quinta-feira 14h30 Design e Projeto: criação e produção Engracia Llaberia

Participe deste encontro e fique por dentro dos novos conceitos de administração e técnicas para análise de desempenho de um negócio. Conheça os modelos de planejamento e controle com diretrizes para implementação em empresas joalheiras, identificando novas e eficientes ferramentas de gestão. Julio Silva é joalheiro, pós-graduado em Gestão Avançada de Pessoas, com especialização em Gestão Empreendedora e Sistemas da Qualidade, e pesquisador dos processos produtivos joalheiros

Atualmente, o design de joias é entendido dentro da abordagem do design de produto e, como tal, adota sua metodologia de projeto para o desenvolvimento de coleções. Esta palestra enfocará o projeto de design no setor joalheiro, seu processo criativo e de produção, além de enfatizar os elementos de projeto que colaboram ou conflitam com aspectos do processo de desenvolvimento do produto final: pesquisa de público, mercado, tendências de comportamento e utilização de materiais. Engracia Llaberia é mestre em Design pela Universidade Anhembi Morumbi. Designer de produto, graduada pela ESDI/UERJ, e em Comunicação Social, Publicidade e Relações Públicas pela Universidade

há 37 anos. É diretor da Julius´ Assessoria e professor de logística na Universidade Anhanguera. Atuou como Consultor junto ao ICEInstituto para comércio exterior do ministério de indústria e comércio Italiano em pesquisas do setor joalheiro no Brasil. Sua experiência como consultor do SEBRAE e SENAI em outros setores agrega tecnologia diversificada em seus projetos no setor joalheiro.

15/04 - sexta-feira 14h15 Gestão do Design: visão estratégica para o sucesso na empresa Luis Emiliano Costa Avendaño

Estácio de Sá, RJ. Coordenadora e Professora do curso de Graduação Tecnológica em Design de Joias na Universidade Anhembi Morumbi. Docente da disciplina de Fundamentos do Design e de Projetos Interdisciplinares dos cursos de Negócios da Moda, Design Gráfico e Design de Moda da UAM. Associada à ADOR, Associazione Designers

Design é mais do que estética, é uma ferramenta estratégica para o sucesso dos negócios e catalisador da criatividade e inovação. Supere e crie sua liderança, abra novas fronteiras, encante seu consumidor, surpreenda a concorrência.

Orafi de Milão, Itália, desde 1993. Diretora de Design da AJESP. Luis Emiliano Costa Avendaño é graduado pela Universidad Católica

16h15 Análise e uso de Tendências: como aplicar as tendências no segmento da joalheria, folheados e bijuterias Patrícia Sant´anna A palestra apresentará as tendências mundiais de comportamento e como fazer a aplicação destas referências nos segmentos de joalheria, folheados e bijuterias, levando em consideração os novos desafios que o público consumidor apresenta no país. Patrícia Sant´anna é doutora em História da Arte, Mestre em Antropologia e Bel. em Ciências Sociais. Atua como pesquisadora sênior da TENDERE, empresa especializada em pesquisa de tendências para os segmentos de moda e beleza. Também leciona na graduação e pósgraduação de Design de Joias, Design de Moda e Negócios da Moda da

de Valparaíso (Chile), mestre em Gestão de Design pela FAU/USP, professor de diversas entidades de ensino nos cursos de graduação e pós-graduação. Também atua como consultor de design.

16h Investment Casting Made Simple A Fundição de joias: uma abordagem descomplicada * Simon Goodwin Nesta palestra serão abordadas as várias etapas do processo de fabricação de joias, incluindo as principais causas das possíveis falhas. Com uma linguagem objetiva e descomplicada, o palestrante demonstrará os detalhes de produção dos moldes: a espatulação, a calcinação e a desmoldagem para os diversos tipos de produto.

Universidade Anhembi Morumbi e da ESAMC Campinas. Simon Goodwin é diretor Geral da Gold Star Powders e da Goodwin

18h A Performance Joalheira Julio Silva

Refractory Services, empresas Inglesas multinacionais que fazem parte do conglomerado Goodwin Group, (www.goodwingroup.com), com 127 anos de existência.

* tradução simultânea O sucesso de uma empresa está relacionado a diversos fatores, tais como produto e seu processo produtivo, comercialização, promoção, gestão de pessoas, entre outros. No entanto, para que a empresa tenha êxito no mundo dos negócios é preciso fazer com que todas as suas áreas e recursos trabalhem de forma harmoniosa, sendo que, somente com uma administração moderna é possível que ela seja competitiva num mercado cada vez mais dinâmico e acirrado. 8 TECNOGOLD2011

17h O tratamento térmico do revestimento João Tajara A palestra abordará o correto tratamento térmico do revestimento e sua influência num processo de fundição de qualidade. Neste encontro, será ressaltada a importância dos programas


de aquecimento, bem como os erros encontrados com maior freqüência. Este tema irá auxiliar a melhor compreensão desta etapa fundamental do processo produtivo, auxiliando na correção de erros da fundição. João Tajara é consultor técnico de várias empresas que produzem joias no Brasil, tendo mais de 20 anos de experiência no setor. Atualmente é diretor técnico da Autech.

e designers de joias em todo o mundo. Hoje, tornou-se fácil produzir coleções com grande rapidez, gerar fotos realísticas e desenhos técnicos, assim como o enviar arquivos para prototipagem ou outras técnicas de produção. Cada vez mais, as empresas que já utilizam este software têm conquistado mercado com mais velocidade e criatividade. Eliânia Rosetti é formada em Artes Plásticas pela Fundação Escola Guignard de Belo Horizonte e Estilismo e Modelagem pela UFMG.

18h Novas ferramentas da Tecnologia 3D para o setor joalheiro* Andres Gonzalez e Bob Mcneel

Estudou técnicas de joalheria na Escola Mineira de Joalheria. É especialista em computação gráfica 2D/3D e pioneira na utilização do software Rhinoceros em design de joias, iniciando seus trabalhos em 3D no ano 2000. Lecionou no Instituto Europeu de Design (IED - SP) na cadeira de desenho em 3D e, por 10 anos, fabricou joias, tendo ampla experiência

O surgimento do Rhinoceros possibilita ao designer diversas experiências interativas durante o processo criativo através de ferramentas que garantem ao usuário a factibilidade de seus projetos, a partir da compatibilidade com equipamentos de prototipagem rápida. Se antes o design tinha que ser pensando em função da ferramenta, hoje é a ferramenta que se adequa ao design, mudando a antiga concepção de criação de joias. Nesta palestra, designers e profissionais da área criativa terão acesso ao Grasshopper - novo software que atua como um plugin do Rhinoceros - que vem se tornando um instrumento essencial para aqueles que buscam tornar reais os mais ousados projetos. Desde criações arquitetônicas a projetos de joias, o desenho generativo 3D garante ao profissional adaptações técnicas em todas as etapas do projeto. Andres Gonzalez, CEO McNeel Miami, é desenvolvedor de software e formador de novas tecnologias desde a década de 90. Desenvolveu

em todos os processos de produção. É proprietária do Studio de Design Solução 3D onde gerencia e treina equipe de designers capacitando-os para o mercado. Presta serviços de design, prototipagem, consultoria e implementação de projetos para a indústria. Como designer ganhou diversos concursos nacionais e internacionais.

16/04 - sábado 14h30 Registros de Joias e Direitos Autorais Marcelo Goyanes O palestrante irá esclarecer inúmeras dúvidas de fabricantes e designers sobre o direito da propriedade intelectual: registro de joias, direitos autorais, patentes de marcas, citações de créditos, entre outros temas que permeiam as áreas de criação.

aplicações para os mercados de design, bem como materiais de treinamentos para os diversos programas de CAD e outras áreas do

Marcelo Goyanes é advogado e sócio da Murta Goyanes Advogados.

design e manufatura. Atualmente, é o diretor técnico da Rhino no

Mestrado em Direito da Propriedade Intelectual pela George Washington

sudoeste dos EUA e América Latina. Também dirige a nova divisão de

University, atualmente leciona no curso de pós-graduação de Direito da

fabricação Rhino chamada RhinoFabLab (www.rhinofablab.com) e a

Propriedade Intelectual da PUC-Rio. É procurador geral da Associação

comunidade gerativa Jewelry Design (www.gjd3d.com), esta última

Brasileira dos Agentes da Propriedade Industrial (ABAPI) e membro do

dedicada exclusivamente ao setor joalheiro.

Comitê Executivo da International Association of Entertainment Lawyers.

Robert (Bob) McNeel é fundador e presidente da Robert McNeel &

17h30 Preview Design de Joias 2012 Regina Machado

Associates (McNeel), empresa de desenvolvimento de software para empresas de serviços pessoais. Com foco em AutoCAD, iniciou um projeto de desenvolvimento para agregar tecnologia NURBS para o AutoCAD. Após cinco anos de testes públicos, o projeto foi lançado como “Rhinoceros NURBS”, modelagem para Windows.” * tradução simultânea

19h30 Coquetel Lançamento do livro Desenhando Joias com Rhinoceros Eliânia Rosetti

Em parceria com o SEBRAE Nacional, o IBGM promove o Workshop de Inspirações para o Preview Design de Joias 2012. Voltado para as indústrias e designers, a apresentação da consultora de estilo do Instituto, Regina Machado, trará a pesquisa que identificou os novos portais de sensibilidade para as coleções, visando às tendências para 2012. Maria Regina Machado Soares é arquiteta com mestrado e doutorado em comunicação do design de produtos e o mercado pela UFRJ. Criou e coordena a área de design de joias da Universidade

Venha celebrar com Eliânia Rosetti, uma das maiores especialistas em design de joias com o Rhinoceros, o lançamento de seu primeiro livro, publicado em parceria com a editora Leon. O uso da tecnologia 3D, como o Rhinoceros, tem proporcionado grande evolução no processo produtivo e criativo das empresas

Veiga de Almeida, RJ. Atua como consultora para empresas do setor joalheiro, para desenvolvimento de produtos do SEBRAE e de estilo para o IBGM. É autora de diversos artigos e conferências sobre a relação entre o design de produtos e a moda. Realiza a pesquisa de tendências do IBGM desde 2001. 9 TECNOGOLD2011


ESTRELA DO BEM

O LUXO SOCIAL A

preocupação tanto com o meio ambiente quanto com as questões sociais são características das novas gerações. A cada dia mais bem infor-

mados, esses jovens de valores conservadores e que trocam informações de forma frenética já

Tempo, bem-estar, vida familiar, solidariedade, natureza e valorização

da arte e da cultura são valores importantes para o consumidor do novo luxo.

nascem com uma exacerbada atenção para as injustiças sociais, além de apreciarem ativos culturais. Especialmente nas organizações cujo públi-

escolhe as marcas que refletem valores como

co-alvo são os novos consumidores do chama-

tempo de lazer, solidariedade e qualidade de

do “luxo social”, o DNA de uma marca precisa

vida com seus familiares. Mas ele também ama

refletir conceitos como responsabilidade social,

o belo, o design arrojado e tudo que se relacio-

meio ambiente e cultura.

ne ao universo das artes.

Não é à toa que o grande clube de futebol Barcelona, símbolo da Catalunha, ostenta em seu uniforme apenas e gratuitamente a logomarca da UNICEF.

10 TECNOGOLD2011

O consumidor deste novo luxo, o social,

Cultura, arte e design Bons exemplos de ação nestas áreas são o

Fabricantes de artigos eletrônicos divulgam

“Charity Bracelet”, que a Cartier lançou em 2009

suas ações de reciclagem de lixo eletrônico, rea-

e foi promovida pela atriz Eva Mendes. A ven-

proveitando seus componentes, inclusive o ouro,

da do bracelete ajuda uma instituição que leva

encontrado em circuitos de computadores.

atores e músicos para perto de crianças grave-

Particularmente em áreas de atuação que en-

mente doentes. A Montblanc criou o “Signature

volvam o uso de recursos naturais – como é o

for Good” onde parte da renda era doada para

caso da joalheria – a marca deve estar afinada

programas da UNICEF contra o analfabetismo

com o espírito socialmente responsável deste

infantil.

nosso tempo. A Wal-Mart, por exemplo, dispo-

Em sintonia com esta nova mentalidade, A

nibiliza para seus consumidores o mapeamento

AJESP - Associação dos Joalheiros do Estado

da procedência dos metais e gemas preciosos

de SP, em parceria com o IBGM, promove a

empregados.

campanha Estrelas do Bem.


ESTRELA DO BEM

O pingente Estrelas do Bem é um tributo à arte e cultura brasileira e aos profissionais da classe residentes no Retiro dos Artistas.

E

sta homenagem é um reconhecimento às Estrelas de primeira grandeza que tanto bem fizeram à mente e ao coração dos que habitaram suas plateias, provocando o riso e a emoção. Esta ação é integrante da campanha que, além de beneficiar o Retiro dos Artistas, instituição carioca considerada a que melhor retrata a memória do Teatro e das Artes Cênicas no Brasil, agrega valor cultural e de solidariedade para o setor joalheiro nacional.

Alegria de viver As palavras joia e alegria são sinônimas, em essência e etimologia. A palavra “joia” deriva do francês “joie”, que significa alegria. A expressão francesa “joie du vivre” significa “alegria de viver”. Não é á toa que, assim como os atores e comediantes, os joalheiros também se perpetuam ao vislumbrar um brilho especial – uma luz de pura felicidade - no olhar de quem admira as suas joias.

Através de desenhos apresentados em um concurso nacional de design de joias, com o tema Estrelas, um júri composto por artistas residentes do Retiro e celebridades do setor, escolheu, no dia 24 de agosto (data em que é celebrado o Dia do Artista) o pingente Estrelas do Bem. A vencedora foi a mineira Heloisa Azevedo, que criou uma peça em ouro 18k e diamante, inspirada no formato redondo e concêntrico do teatro de arena e dos picadeiros de circo, em que os atores e palhaços brilham como centro absoluto das atenções: a mais pura tradução da alegria! 12 TECNOGOLD2011

Responsabilidade social “Fico muito lisonjeada por ter sido convidada para posar com o pingente-símbolo da campanha Estrelas do Bem e desta forma poder colaborar”, contou a apresentadora Ana Maria Braga em entrevista ao portal www.infojoia.com.br. Ana Maria afirmou também que a campanha Estrelas do Bem “em particular me toca mais de perto, afinal somos todos desse segmento... Tenho um carinho especial pelos meus colegas do Retiro”, completou a apresentadora. Apoiam a campanha, ainda, diversos atores, músicos e compositores como Susana Vieira, Letícia Spiller, Marcelo Serrado, Carol Castro, Helô Pinheiro, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Frejat, Evandro Mesquita, Rodrigo Santos, e muito mais.


ESTRELA DO BEM

aumentar a visitação em sua loja associar a sua marca à ações de responsabilidade social vincular a imagem de sua joalheria ao mundo das artes e cultura incentivar o uso cotidiano de joias de ouro

Fico muito lisonjeada por ter sido convidada para posar com o pingente-símbolo da campanha Estrelas

do Bem e desta forma poder colaborar. Ana Maria Braga

O pingente Estrelas do Bem é um produto de cunho social e o repasse da verba está sendo auditado pela empresa especializada Ernest & Young Terco. Para conhecer detalhes da campanha entre em contato com o IBGM em SP pelo tel. (11) 3016-5850.

14 TECNOGOLD2011


TECNOLOGIA

Homogeneidade na fundição de ligas de ouro Experiências práticas têm mostrado que a fundição de ligas de ouro com uma composição homogênea só pode ser obtida se algumas regras forem respeitadas, caso contrário, o resultado serão joias que não correspondem ao teor especificado. A fundição direta de uma pré-liga com o ouro sem uma pré-fundição é uma prática comum no ramo joalheiro. Neste caso, a homogeneidade não é garantida. Um melhor resultado é obtido com o uso de um forno de indução, já que ele cria um campo magnético que contribui para uma melhor mistura. Mesmo assim, o material deve ser granulado antes para garantir o teor. A mistura feita manualmente, normalmente com um bastão de grafite, também melhora a homogeneidade do metal, mas a maneira mais efetiva de obtermos uma mistura adequada é através da fundição preliminar ou da granulação do metal ligado. Vejam os resultados de testes realizados com ligas de ouro branco e amarelo 18k e amostras

de diferentes pontos da árvore quanto à variação do teor: em ligas de ouro branco que não sofreram uma pré-fundição ou granulação foi constatado que a variação do teor na árvore pode chegar até a 15%; em ligas de ouro amarelo que não sofreram uma pré-fundição ou granulação o resultado obtido foi semelhante, só que com variações bem menore: inferiores a 1%. Nos testes realizados com a liga metálica que passou por uma pré-fundição ou granulação os resultados foram muito superiores: liga de ouro branco pré-fundida ou granulada apresentou variação de 0,5% no teor; liga de ouro amarelo pré-fundida ou granulada apresentou uma diferença inferior a 0,5% no teor. Os testes mostraram que se queremos ter certeza da homogeneidade da liga de ouro é necessário, no mínimo,uma pré-fundição ou que o material seja granulado. Por último, é importante salientar que a garantia do teor também se dá pela verificação da procedência do ouro. Se considerarmos que a maioria do ouro puro não possui um teor superior a 999, então devemos adicionar uma quantidade um pouco menor do que o recomendado de pré-liga para que se alcance o teor de 18k, caso contrário, o teor ficará abaixo.

Para mais informações, acesse o endereço eletrônico http://www.amagold.com.br/imagens/Amagold.wmv e faça o download do vídeo demonstrativo sobre a homogeneização do ouro. 20 TECNOGOLD2011


DESIGN

A alma do Cliente, público, usuário: quem está à frente da vitrine por Engracia M.L.Costa Llaberia

U

ma das mais novas vertentes do design é o Design Thinking. Este conceito diz respeito ao processo de design onde o foco no cliente ou público de uma empresa é priorizado na relação que se estabelece com o produto ou serviço. O Design Thinking está relacionado ao conceito de Human Centered Design (design centrado no ser humano) que aborda o design através do que pode ser oferecido como experiência positiva, atendendo diretamente a quem se destina o projeto. Assim, pensar como um designer é entender o processo tendo o olhar no outro - cliente ou usuário como perspectiva de toda a concepção, não só do produto (ou serviço), mas sim de todo o conjunto de elementos que o permeiam, desde a criação, no nosso caso da joia, até a maneira como ela é apresentada e “sai” da loja, isto é, ambientação, displays, vitrines, mostruários, embalagens, catálogos e

22 TECNOGOLD2011

atendimento, tudo isso a partir da experiência a ser oferecida ao usuário. Assim, além do talento criativo, o designer é o profissional que capta de forma “holística” a interação entre usuário e produto, sendo o componente emocional o principal elo entre as partes. No Design Thinking o processo de design envolve pensar junto com o cliente, sentir, propor soluções que atendam suas necessidades, muitas vezes ainda nem mesmo expressas. Um olhar atento pode detectar possibilidades ainda não tentadas...inovação! Não basta pensar em campanhas ou coleções para atrair clientes se não for muito bem definido e ENTENDIDO para quem está sendo dirigida a produção: se não conhecer quem é esta pessoa que está do lado de fora das lojas


negócio e à frente das vitrines, qual o comportamento que a define, quais as expectativas que a move e quais os seus reais interesses, certamente o projeto não será bem sucedido. Joia é pura emoção. E o designer entende o momento, o contexto em que se insere seu uso, as expectativas de quem a porta e quando a portará. Seja este uso por prazer pessoal ou por necessidade de inserção social, um produto é uma mensagem e a joia é um dos maiores ícones que propõe diferentes leituras. Senhores empresários, estamos dispostos a encarar esta nova perspectiva do design? É um desafio do nosso tempo. Mudanças de comportamento do público exigem rápida adequação de rumos, análise apurada e direcionamento seguro.

A flor que desenhamos hoje só fará sentido se à frente da vitrine estiver quem a queira! Não basta a nossa vontade de fazer a flor, mas perceber se há o desejo de a portar...

A pergunta é: Haverá? Quem quer portar uma flor?

23 TECNOGOLD2011


GEMAS

ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA NA LAPIDAÇÃO DE GEMAS CORADAS Adriano Aguiar Mol

O

1 - Manual de Lapidação Diferenciada de Gemas. Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos Ministério de Minas e Energia-SEBRAE Nacional. Brasília: Athalaia Ed. 2009. 48 p. il. 2 - CARNEIRO, A. P. S. Silicose em lapidários de pedras semipreciosas de Belo Horizonte: atendimento ambulatorial revela grave problema de saúde pública. Rev. Bras. Med. Trab. Belo Horizonte. Vol. 2, n.1. p. 69-73. 2004. GUIMARAES, A. M.; MOL, A. A. Possibilidades de beneficiamento eco-sustentável pela lapidação inteligente. In: P&E 2006 Seminário de Pesquisa e Extensão da UEMG, 2006, Campanha. Anais do. Campanha: UEMG, 2006. v. Único.

24 TECNOGOLD2011

processo de lapidação de gemas de cor pode ser considerado uma atividade tecnologicamente simples, que envolve combinações variadas dos processos mecânicos de serra, fresamento, retificação, lixamento, lapidação e polimento. Os trabalhos visam à definição de uma geometria e à diminuição progressiva de rugosidade da superfície das gemas e são realizados em uma série de equipamentos com diferentes finalidades, como máquinas de serra, formatação, corte fino e polimento. Nas indústrias ópticas e eletrônicas são corriqueiros os processos que levam à obtenção da qualidade na abrasão e polimento de materiais frágeis, como os vidros e wafers de silício. Contrariamente, na industrialização de gemas, a lapidação ainda é um processo pouco estudado e essencialmente artesanal. A pequena escala de comercialização de equipamentos, o tamanho reduzido das oficinas de lapidação e o baixo valor percebido da tecnologia pelos lapidários podem ser apontados como principais motivos para a falta de investimento na renovação do parque industrial brasileiro de máquinas de lapidação. O reduzido número de escolas especializadas no assunto, a escassa bibliografia e pesquisa científica sobre o assunto formam um contexto no qual o conhecimento específico é repassado de uma forma quase medieval, onde o discípulo absorve a experiência do mestre, empiricamente, seja na oficina ou na escola de lapidação. Este fator é mais grave quando alcança as instituições de apoio ao setor e os órgãos

de fomento que - carentes de informação abalizada sobre o assunto, estimulam filosofias produtivas que podem ser equivocadas para o mercado de lapidação brasileiro, seja estimulando equipamentos que promovem a competição pura com os asiáticos por produtividade, ou o desenvolvimento de robôs de lapidação para serem operados por trabalhadores em um setor que apresenta um nível tecnológico ainda primário. Os resultados da falta de uma política adequada para este setor na primeira década dos anos 2000 podem ser conhecidos em pesquisas de campo, como a realizada1 em 2009 pelo MMESEBRAE-IBGM, que verificou a enorme demanda por inovação no desenvolvimento de novos produtos. O Projeto de Lapidação Diferenciada aponta o andamento desta arte em duas das principais regiões produtoras de gemas do Brasil, identificando o perfil dos lapidários, suas principais demandas em informação e mercado, desenvolvimento de produtos, tecnologia disponível e instituições de apoio em encontros de trabalho que resultaram na participação global de 80 pessoas em quatro cidades de MG e RS. Outras pesquisas2 identificaram questões relacionadas a aspectos ambientais e ergonômicos como segurança e melhoria de qualidade, ausentes nos equipamentos de lapidação disponíveis no país. Em relação à qualidade, a tecnologia atual ainda não elimina interferências como o emprego de pressão manual sobre os discos de pré-polimento, planicidade dos discos e vibração das máquinas


que interferem na qualidade final do polimento. Em relação à segurança, pode-se verificar a falta de melhoramentos básicos como visores para proteção, botão de emergência para desligamento geral em caso de acidente. Sobre o desempenho ambiental dos equipamentos notase a falta de recursos simples tais como sistemas de re-uso de líquidos de refrigeração, sistemas de filtragem e de coleta de pós e névoas. Informações adicionais podem ser inferidas do estudo dos registros do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual que dizem respeito à lapidação de gemas. A análise desses registros permite constatar que alguns pedidos de patente foram arquivados por apresentarem matéria não patenteável e a maior parte foi arquivada definitivamente pela não renovação de anuidades. Neste contexto, a possibilidade de contribuição para a mudança do cenário no setor de lapidação brasileiro motivou a elaboração de uma proposta, encaminhada pelo Laboratório de Design de Lapidação do CEDGEM-ED-UEMG e aprovada em Edital para apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico -CNPq – Brasil (Edital MCT / CT-Mineral / VALE / CNPq N º 12/2009). Esta proposta tem como objetivo desenvolver um conjunto de equipamentos que contribua para equacionar problemas importantes dos processos de lapidação e, conseqüentemente, dos profissionais lapidários no atendimento às demandas por inovação técnica e tecnológica.

A pesquisa será desenvolvida de forma multidisciplinar com a participação de empresas fabricantes com comprovada experiência e tradição na área, assim como lapidários profissionais na condição de colaboradores para estudos de caso e com o apoio institucional da associação de classe regional. Um pressuposto da construção do conhecimento gerado nos Centros de Pesquisa e Desenvolvimento é que ele seja aplicado em benefício da sociedade. E as recentes mudanças na economia mundial que criaram novas oportunidades de redesenho das cadeias de valor das indústrias, vem forçando os sistemas nacionais de inovação a exercer um papel cada vez mais próximo do mercado. Ao mesmo tempo, cresce a importância das combinações multidisciplinares e paradigmáticas para servir como base para o processo de inovação. É neste contexto que se situa, hoje, a relação entre a pesquisa colaborativa nas instituições de ensino e pesquisa e o mundo real dos negócios, na sua permanente demanda por inovação (Sílvio Meira). Desta forma, pretende-se apresentar uma oportunidade de interação entre empresas, governo e academia, baseada em uma política industrial tecnológica ampla, que inclua diversos insumos, entre eles, capital humano, conhecimento e inovação, todos voltados à competitividade dos negócios. Sem esta agenda e sem a participação da variedade de agentes citada, pode até haver colaboração, mas os resultados serão muito aquém do que seria possível com uma participação articulada de todos.

SILVA XAVIER, E.; TEIXEIRA, M. B. S. Diagnóstico do desenvolvimento de produtos através da gestão de design: aplicação de gestão do ciclo de vida do produto, em micro e pequenas empresas do setor de lapidação e design de gemas e jóias. In: I Seminário sobre Design e Gemologia de Pedras, Gemas e Jóias do Rio Grande do Sul. Anais do SDGP. SOLEDADE, 2009.

Acesse o site www.tecnogold.com.br e conheça a ficha técnica do projeto “ Inovação de equipamentos de lapidação pela inserção do design, ergonomia, novos materiais e processos”. Edital MCT / CT-Mineral / VALE / CNPq nº 12/2009: Chamada 2.

Adriano Aguiar Mol Coordenador do Laboratório de Design de Lapidação Centro de Estudos em Design de Gemas e Joias CEDGEM/ Escola de Design Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG 25 TECNOGOLD2011


EXPOSITORES

TECNOGOLD 2011 Nas próximas páginas a relação das empresas expositoras

Anunciantes 3M Recuperadora Amagold Autech BQZ CNC Colen Industrial Electrochemical Euro Brasil ICA Luis de Lucia Parmetal Purimetal Sebrae

28 TECNOGOLD2011

págs. 15 e 16 / 17 e 18 pág. 19 págs. 2 e 3 pág. 5 pág. 7 2ª capa e pág. 1 pág. 11 pág. 13 pág. 27 4ª capa pág. 32 e 3ª capa pág. 21 pág. 26


DESIGN

Blue Gems Industries

TECNOLOGIA

Governador Valadares MG

2000 Joias

Tel./Fax: (55 33) 3277-9345

3M Recuperadora

São Paulo SP

bluegemsindustries@hotmail.com

Jarinu SP

Tel.: (55 11) 3037-7137

www.bluegem.com.br

Tel.: (55 11) 4016-1000 Fax: (55 11) 4016-3151

Fax: (55 11) 3812-0727 2000joias@2000joias.com.br

Cosmos Colored Gemstones

chiquinho@3mrecuperadora.com.br

www.2000joias.com.br

Teófilo Otoni MG

www.3mrecuperadora.com.br

Tel.: (55 33) 3522-1492

Espaço Mix

Fax: (55 33) 3523-2469

São Paulo SP

cosmosgems@hotmail.com

Tel.: (55 11) 2506-9470 Fax: (55 11) 3845-0203

Deri Joalheiros

patrícia@atelieespacomix.com.br

São Paulo SP

www.atelieespacomix.com.br

Tel./Fax: (55 11) 3237-4000

Escola de Design UEMG Belo Horizonte MG Tel.: (55 31) 3427-4637 Fax: (55 31) 3491-1199 designjoias@uemg.br www.uemg.com.br

PUC-Rio Rio de Janeiro RJ Tel.: (55 21) 3527-1384 Fax: (55 21) 3527-1394 academicocce@puc-rio.br www.cce-puc-rio.br e www.dad.puc-rio.br/posjoias

GEMAS

Adamon Maquinas e Ferramentas São José do Rio Preto SP Tel./Fax: (55 17) 3214-1212 adamon@adamon.com.br www.adamon.com.br

deri@derijoalheiros.com.br

Autech Pré Ligas

www.derijoalheiros.com.br

São José do Rio Preto SP Tel.: (55 17) 3233-8199

Di Grande Lapidação

Fax: (55 17) 3253-1095

São Paulo SP

autechpreligas@hotmail.com

Tel.: (55 11) 3104-5894

www.autechpreligas.com.br

Fax: (55 11) 3242-8705

www.autechlegor.com.br

digrande@digrande.com.br www.digrande.com.br

Bigstyle Brasil Itapema SC

Gemas de Minas

Tel./Fax: (55 47) 3098-1173

Teófilo Otoni MG

bigstylebrasil@yahoo.it

Tel./Fax: (55 33) 9138-9661 wagneraguiarferreira@hotmail.com

Guru São Paulo SP

www.bigstylebrasil.com.br

BQZ International Lagoa Santa MG Tel.: (55 31) 3681-9400 Fax: (55 31) 3681-4800

Aécio Gemas

Tel./Fax: (55 11) 3088-3198

Teófilo Otoni MG

gurugems@gmail.com

Almir Cabochão

Lapidar

Carobi Eletroformação

Teofilo Otoni MG

Teófilo Otoni MG

Porto Feliz SP

Tel./Fax: (55 33) 3522-5699

Tel./Fax: (55 33) 3522-5154

Tel./ Fax: (55 15) 3262-5112

almircabochao@hotmail.com

wheberton@gmail.com

carobieletroformacao@hotmail.com

daniel@bqz.com.br www.bqz.com.br

29 TECNOGOLD2011


EXPOSITORES

CNCFlex

FJ Metais

Laminadores G3

São Paulo SP

Cedral SP

São José do Rio Preto SP

Tel./Fax: (55 11) 3951-0270

Tel./Fax: (55 17) 3305-1788

Tel./Fax: (55 17) 3212-3381

osmar@cncflex.com.br

olivfabiano@hotmail.com

www.cncflex.com.br

GB Meccanica SRL

laminadoresg3@terra.com.br www.laminadoresriopreto.com.br

Luis De Lucia Fornituras

Colen Industrial

Civitella In Val Di Chiana EX

Belo Horizonte MG

Tel./Fax: (39 05) 7549-7959

Tel.: (11) 3105-0034

Tel.: (55 31) 3291-5000

info@gbmeccanica.com

Fax: (11) 3106-7977

Fax: (55 31) 3291-4862

www.gbmeccanica.com

info@luisdelucia.com.br

São Paulo SP

www.luisdelucia.com.br

colen.br@terra.com.br

GLD Máquinas Eletrochemical

Limeira SP

São Paulo SP

Tel./ Fax: (55 19) 3444-3669

Tel.: (55 11) 3951-7007

elisandra-li.dias@gldmaq.com.br

Fax: (55 11) 3951-5535

www.gldmaq.com.br

valeria.galipi@terra.com.br

Magimex Itália Vicenza EX Tel./Fax: (00 39) 4430-1627 magimex@goldnet.it www.magimexitalia.com

Gold Icel

Máquinas Coelho

Engraver

São José do Rio Preto SP

São José do Rio Preto SP

São Paulo SP

Tel./Fax: (55 17) 3237-0927

Tel./Fax: (55 17) 3234-1264

Tel./Fax: (55 11) 2955-5807

iceltrafo@terra.com.br

sac@maquinascoelho.com.br

jussara@engraver.com.br

www.iceltransformadores.com.br

www.maquinascoelho.com.br

www.engraver.com.br

Gold Star

Massaro Limeira SP

Euro Brasil RD Galvano

Mairiporã SP

São Bernardo do Campo SP

Tel./Fax: (55 11) 4486-1292

Tel.: (55 11) 4332-9555

anapaula@goldstarbr.com.br

icam@widesoft.com.br

Fax: (55 11) 4330-6329

www.goldstarbr.com.br

www.indmassaro.com.br

Invimec SRL

Minitech Import-Export

Fasti Industriale SPA

Vicenza EX

São Paulo SP

Montalto Dora TO

Tel./Fax: (39 04) 4437-6245

Tel.: (55 11) 3221-4750

Tel./Fax: (00 12) 3202-8213

robertobassanese@invimec.com

doria@fasti.it

www.invimec.com

Fesmo

Italimpianti Orafi Spa

São José do Rio Preto SP

Badia Alpino EX

São Paulo SP

Tel./Fax: (55 12) 3941-6556

Tel./Fax: (00 39) 0575-4491

Tel./Fax: (55 11) 3255-2761

fesmo@fesmo.com.br

stefano.zoi@italimpianti.it

vendas@centralfornituras.com.br

Tel.: (55 19) 3441-5098 Fax: (55 19) 3442-1468

eurobrasilrdgalvano@uol.com.br

30 TECNOGOLD2011

Fax: (55 11) 3331-8076 alex@minitech.com.br www.minitech.com.br

Nova Central Fornitura


Parmetal DTVM

PUBLICAÇÕES

SERVIÇOS

Amagold

Cecil Mattar

São Paulo SP

São Paulo SP

São Paulo SP Tel.: (55 11) 3506-5501 Fax: (55 11) 2198-8170 parmetal@parmetal.com.br www.parmetal.com.br

Roldão São Paulo SP

Tel.: (55 11) 3285-2925 Fax: (55 11) 3016-5850 assessoria@amagoldbrasil.com.br www.amagoldbrasil.com.br

Tel.: (55 11) 3105-3141

Tel./Fax: (55 11) 3106-0038 cecilmattar@ig.com.br

Joias da Chama São Paulo SP Tel./Fax: (55 11) 5563-3937

Fax: (55 11) 3107-1758

BR&J Brasil Relogios e Joias

info@joiasdachama.com.br

vendas@roldaojoias.com

São Paulo SP

www.joiasdachama.com.br

www.roldao.com

Tel.: (55 11) 3031-7299 Fax: (55 11) 3836-5630

E Fechos

Salesmare

brj@revistabrj.com.br

São Paulo SP

Betim MG

www.revistabrj.com.br

Tel.: (55 11) 3031-0880

Tel.: (55 31) 3596-6655 Fax: (55 31) 3595-1734 salesmare@salesmare.com.br www.salesmare.com.br

Fax: (55 11) 3031-8445

Edytony Publicações Internacionais São Paulo SP

Solução em Focco

Tel.: (55 11) 3816-3533

São José do Rio Preto SP

Fax: (55 11) 3815-2673

Tel./Fax: (55 17) 3216-7894

edytony@edytony.com.br

lmacieirinha@hotmail.com

www.edytony.com.br

contato@entremeiosefechos.com.br www.entremeiosefechos.com.br

Purimetal São José do Rio Preto SP Tel./ Fax: (55 17) 3238-1359 purimetal@riopreto.com.br

Solução 3D Comércio e

www.solucaoemfocco.com.br

HM Produções Editoriais

Serviços

Umicore

São Paulo SP

São Paulo SP

Guarulhos SP

Tel.: (55 11) 3051-4696

Tel.: (55 11) 2925-9500

Tel.: (55 11) 2421-1000 Fax: (55 11) 2421-7316 carla.ayres@am.umicore.com www.umicore.com.br

Vorlontec

Fax: (55 11) 3887-5534 helena@joiaecia.com.br www.joiaecia.com.br

Revista Vogue

Fax: (55 11) 2925-9501 elianiarosetti@solucao3d.com.br www.solucao3d.com.br

Transline Viagens e Turismo São Paulo SP

Belo Horizonte MG

São Paulo SP

Tel.: (55 11) 3289-1066

Tel./Fax: (55 31) 3218-4360

Tel./Fax: (55 11) 3084-1400

Fax: (55 11) 3191-0606

contato@vorlontec.com.br

assinaturas@cartaeditorial.com.br

transline@transline.com.br

www.vorlontec.com.br

www.voguebrasil.com.br

www.transline.com.br 31 TECNOGOLD2011


Catálogo Tecnogold 2011  

Catálogo oficial da Feira de Tecnologia, Gemas e Design para o setor Joalheiro.

Advertisement