Page 1

Foto: Irandi Souza

03

Pessoas do Recife • 03 Nossa Senhora da Conceição • 05 Prouni Recife • 06 EcoEstações • 07 Força Tarefa contra o Aedes aegypti • 08 Transforma Recife entra na luta contra o mosquito • 09 Recife 500 anos • 10 Matrículas abertas na rede municipal • 11 Robótica ganha prêmio nacional • 12 Violência Contra a Mulher • 14 PCR é referência em igualdade de gênero • 15 Academia Recife • 16 Faixa Azul • 18 Concurso Eu Amo o Natal • 19

Jornal do recife Uma publicação da Prefeitura do Recife.

Dezembro2015


Texto: Danielle Lima Foto: Andréa Rêgo Barros

Dá gosto conversar com Luana Perrusi, 23 anos, moradora do Arruda. Intensa, sua fala

A menina de sorriso no rosto e que costuma dizer que dança melhor que anda, sabia que

transborda vitalidade. Ela é dessas que só enxerga superação na limitação que a vida lhe

podia mais e decidiu dividir sua história e conquistas com outras pessoas. Seguiu o

impôs. Luana nasceu de um parto complicado, sofreu uma anoxia (diminuição da oxigenação

exemplo da mãe, voluntária em ONGs, e se engajou na AMAR - Aliança de Mães e

no cérebro) que lhe deixou sequelas motoras e desde cedo exigiu tratamento de fisioterapia,

Famílias Raras, uma organização que auxilia, orienta e promove ações de integração entre

terapia ocupacional, fonoaudiologia. Na préadolescência, passou a conviver com quedas diárias que os médicos acreditavam ser um tipo diferenciado de epilepsia. Apesar do tratamento feito à risca, os muitos remédios não surtiam efeito e as quedas continuavam. Em janeiro deste ano, depois de quase um mês de internação, Luana finalmente recebeu o diagnóstico definitivo: Hiperecplexia – ou Síndrome do Sobressalto - uma doença rara, que provoca quedas após estímulos sonoros

pessoas portadoras de doenças incomuns. Na AMAR, o desejo de fazer a diferença na vida das pessoas só cresceu. Então, Luana se inscreveu no Transforma Recife - programa da Prefeitura que promove o voluntariado - e através de sua dança incentiva pessoas a não se abaterem com as dificuldades. " Costumo dizer que raro é aquele que não é comum. Na minha apresentação, mostro que não existem limites para realizar sonhos. Trabalho, namoro, danço e tenho um blog onde falo das

ou visuais.

minhas dificuldades, vitórias, sobre outras doenças, preconceitos e acessibilidade. E o mais importante de tudo isso, sou uma pessoa extremamente feliz", conclui. Luana é rara.

Com a descoberta, Luana soube que não encontraria a cura tão esperada para as

pessoasdorecife

Luana, a rara

recorrentes quedas, mas soube também que ficaria livre do mal estar causado pela medicação. Em todos esses anos que separam o parto difícil do diagnóstico da sua doença incomum, ela não se abateu. Encontrou no andador um companheiro para todas as horas e descobriu na paixão pela dança um caminho para se reinventar. "Eu tinha 16 anos e a dança alterou minha concepção sobre diversos aspectos do meu ser. Enxerguei, pela primeira vez, que sim, eu era capaz de realizar coisas que imaginei não ser possível. Aprender a dançar, sem improvisos ou

Aprender a dançar, sem improvisos ou variações, foi o primeiro passo para almejar e conquistar novos objetivos.

variações, foi o primeiro passo para almejar e conquistar novos objetivos", explica.

Jornal do recife | 03


Imagem de Nossa Senhora da Conceição é entregue completamente restaurada

Jornal do recife O Jornal do Recife está de volta. Com uma alegria daquelas, estamos aqui pra mostrar o tanto de coisas que nossa cidade ganhou ao longo desses últimos três anos, apresentar recifenses que fazem a diferença, explicar como funcionam projetos, programas e equipamentos e, principalmente, para conversar com você. Todo mundo sabe que tem muita coisa pra melhorar no Recife. Mas a parte boa é que também tem muita coisa mudando, melhorando, avançando. Até pra poder cobrar direito quando precisar, a gente precisa conhecer o que está acontecendo na cidade! Há três anos, o Recife não tinha um bocado de coisas que agora, tem: não tinha as Academias Recife, os amarelinhos, as Upinhas, as Creches-Escolas, as faixas azuis, os centros de comércio, a ciclofaixa de lazer, as ciclovias e ciclofaixas permanentes, o Prouni Recife, o Passe Livre, a Robótica na Escola, o Recife Antigo de Coração. É muita novidade! As conquistas animam a gente a trabalhar ainda mais pra que todo esse movimento cresça e alcance todos os cantos da cidade, e a vida seja melhor em 2016, em 2017... Participe, comente, sugira, reclame, elogie, critique! Sua opinião é a mais importante de todas. Abraço, Jornal do Recife.

Texto: Daniel Souza e Pâmella Cavalcanti

Expediente: Geraldo Julio Prefeito do Recife Luciano Siqueira Vice-Prefeito do Recife Alexandre Gabriel Secretário de Imprensa Sileno Guedes Secretário de Governo e Participação Social Danielle Lima Marcella Sampaio Edição e revisão Marcella Sampaio Projeto Editorial Heitor Pontes Projeto gráfico e diagramação

Entre em contato com a Prefeitura do Recife por meio da Ouvidoria Geral do Município . Basta ligar para o 0800.281.0040; enviar e-mail para ouvidoria@recife.pe.gov.br ou acessar o site www.ouvidoria.recife.pe.gov.br Quem preferir vir pessoalmente pode procurar o atendimento, no horário das 8h às 17h, no mezanino do edifício sede da PCR.

Foto: Marcos Pastich

Os devotos de Nossa Senhora da Conceição têm mais uma razão para comemorar. Após quase três meses de um cuidadoso trabalho de restauro executado pela Prefeitura do Recife, por meio da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), a imagem da santa foi entregue à comunidade completamente renovada para abrilhantar

Quando vinha antes às missas olhava para a santa e via ela naquele estado deplorável, com muitas rachaduras. Graças a Deus que este ano chegou a hora e a oportunidade de ser recuperada. Estou muito feliz por isso. Sempre que pedi as minhas graças tenho alcançado”, disse.

a imagem tem um papel de destaque para a cultura e para a tradição da cidade. Muito emocionado e com lágrimas nos olhos por ver a conclusão da reforma, o estudante Antonio Carlos, 46, que mora em Casa Amarela, falou sobre seu sentimento em relação à Santa. Para nós que participamos da igreja católica, que somos paroquianos,

mais uma edição da tradicional Festa do Morro. O investimento de R$ 390 mil é fruto de doação do Real Hospital Português e do

A última reforma aconteceu em 2001 e, de acordo com a arquiteta, não foi possível identificar a coloração original, pois ela

é uma graça termos Maria no nosso meio, e Maria é tudo, na tristeza, na saúde, na doença”, comentou.

Armazém Coral. A ação também contemplou a reconstrução dos velários que foram ampliados para garantir maior segurança à população.

perdeu toda a tinta antiga que existia. As cores atuais foram reavivadas e o ouro da barra da manta e da coroa foi totalmente restaurado. A base de pedra, que estava bastante danificada, também foi recuperada.

O trabalho de recuperação ficou a cargo da arquiteta restauradora, Karla Grimaldi, e

A entrega oficial foi realizada no dia 22 de novembro, após uma missa realizada pela

estava rachada e deteriorada, e este ano a teremos ela com uma nova aparência. A

agradou os fieis, a exemplo da pensionista Albarosa Gomes, 55, que mora em Santo Amaro. “Eu achei muito linda a imagem.

Paróquia para agradecer a realização da obra.   Principal ícone da tradicional Festa do Morro,

nossa Senhora é uma pessoa muito boa para mim, já alcancei muitas bênçãos e quero agora alcançar uma graça maior”, destacou.

Quem também aprovou o trabalho foi o fiel Adilson Marcílio, 63, de Casa Amarela. “Achei bonita a restauração da santa para festa que se aproxima.  Em 2014 a imagem

Jornal do recife | 05


EcoEstações ajudam a preservar o meio ambiente Texto: Pâmella Cavalcanti e Cezar de Sousa

Fotos: Lú Streithorst

Prouni Recife garante acesso ao ensino superior Texto: Marina Andrade

Fotos: Inaldo Lins

"O Prouni Recife representa o começo da realização de um sonho". É como define o estudante José Felipe da Silva, de 21 anos, que, desde agosto, está tendo a oportunidade de cursar Engenharia Civil, na Faculdade Estácio, graças a uma das bolsas universitárias gratuitas oferecidas pelo programa da Prefeitura do Recife, que é pioneiro no País, e é executado pela Secretaria de Juventude e Qualificação Profissional. José agora afirma acreditar que terá um futuro promissor. "Eu sempre quis estudar Engenharia e o curso está sendo muito bom, muito além da minha expectativa. Eu não teria como pagar uma faculdade particular, nem como cursar uma universidade federal, porque o curso é integral e eu não poderia deixar de trabalhar", afirma o jovem, que concluiu o

realizando o sonho de cursar Medicina, na Faculdade Maurício de Nassau. "Passar no Prouni Recife foi uma coisa extraordinária e as aulas estão sendo maravilhosas. Eu poderia até tentar outro curso, mas só me sentiria realizada se me tornasse médica", disse a jovem que concluiu os estudos na Escola de Referência em Ensino Médio Diario de Pernambuco, que fica no Engenho do Meio. Nos últimos três anos, Jaqueline tentou vestibular para Medicina, um dos mais concorridos pelos vestibulandos. "Eu estudava por conta própria, porque cursinhos de disciplinas isoladas eram muito distantes da minha realidade. Tentar uma faculdade privada era mais distante ainda. Sem o Prouni Recife, o meu sonho beirava o impossível", completou.  

Faculdade Joaquim Nabuco, Faculdade Nova Roma, Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Faculdade Integrada de Pernambuco (Facipe) e Faculdade dos Guararapes de Recife. Um total de 6.607 estudantes se candidataram às bolsas do Prouni Recife. Os requisitos para concorrer ao programa foram: ser brasileiro, residente e domiciliado no município do Recife, não portador de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de dois salários mínimos; ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas na condição de bolsista integral; ter realizado Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) com média mínima de 450 pontos e não zerar a prova de redação; comprovar residência no município do Recife

ensino médio na Escola Estadual Professor Ariano Vilar Suassuna, localizada no bairro de

Em seu primeiro semestre de funcionamento, o Prouni Recife tem 242 alunos cursando

por, no mínimo, três anos, contados da data de inscrição do Programa. O Prouni Recife

Jardim São Paulo. O sentimento de realização é compartilhado por Jaqueline Leão, de 25 anos, que está

40 diferentes graduações regulares em oito instituições de ensino: Centro Universitário Maurício Nassau (Uninassau), Faculdade Boa Viagem (FBV), Faculdade Estácio do Recife,

funciona sob o regime de benefício fiscal no Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) pago pelas Instituições de Ensino Superior (IES).

06 | Jornal do recife

Preocupado com o meio ambiente, o recifense Adriano Sirino é dono de uma pequena empresa de reformas e, regularmente, precisa se desfazer dos entulhos gerados pelas obras que realiza. Ao invés de deixar esses materiais espalhados nas vias públicas ou nos rios e canais que cortam a cidade, o empresário utiliza as EcoEstações para garantir a destinação correta do lixo. Os equipamentos começaram a ser instalados pela Prefeitura do Recife, por meio da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), em 2013 e já somam oito unidades em todo o município. As EcoEstações funcionam como um ponto voluntário para o recebimento de entulhos, móveis usados, recicláveis e restos de poda, entre outros materiais. “Esses espaços facilitaram muito a nossa vida, ajudam a manter a cidade limpa. Isso é ótimo, tanto

Desde a instalação da primeira EcoEstação, a Emlurb já contabiliza cerca de 14 mil toneladas de resíduos recebidas. Esse valor representa o lixo de quase 2,3 mil caminhões caçamba com capacidade para até dez metros cúbicos que poderiam estar jogados pela cidade. O resultado da iniciativa é uma economia de R$570 mil no recolhimento de material descartado irregularmente.

de material por dia, o que equivale a 10 sacos de 100 litros. O local está aberto de segunda a sábado, das 8h às 16h, exceto aos feriados. A única restrição é o recebimento de resíduos como lixo hospitalar, lixo industrial e eletroeletrônico, que não são aceitos. Os endereços podem ser consultados no portal ecorecife.org.

Para o empresário, é importante ter à disposição esse tipo de equipamento. “É bom a gente poder contar com locais certos para descartar restos de construção de uma forma ambientalmente correta. Três vezes por semana descarto metralha aqui. Além dessa (Torre) também utilizo a de Campo Grande e a da Imbiribeira. É uma excelente iniciativa, faço questão de divulgar para meus amigos. Mais pessoas precisam saber que existem as

fique por dentro:

para a população dos bairros quanto para pequenos empresários como eu. É bom para

EcoEstações”, pontua.

o meio ambiente e também ajuda na questão financeira, reduz custos, tem gente que pagava para carroceiros fazerem o descarte desse tipo de lixo. Não dá para deixar esses materiais pelas calçadas”, destaca Sirino.

Além das três EcoEstações mencionadas por Sirilno, outros cinco equipamentos estão instalados nos bairros do Ibura, Cohab, Totó, Torrões e Arruda e em qualquer um deles é possível descartar até um metro cúbico

O PROJETO ECORECIFE – Lançado em 2013 pela Prefeitura do Recife, o Projeto surge de uma preocupação geral com o meio ambiente e as práticas sustentáveis para evitar danos à natureza e, consequentemente, à população. A ação busca redirecionar melhor o descarte do lixo, melhorando a coleta dos resíduos na cidade. O projeto contempla, além das políticas públicas, equipamentos de limpeza urbana, bem como ações de educação ambiental, com a ideia de reforçar a conscientização e aperfeiçoamento da coleta domiciliar e incentivar o descarte correto do lixo reciclado. E para dar suporte às ações, a Prefeitura lançou também o projeto das EcoEstações, que passa a ser um equipamento auxiliar de recebimento dos resíduos.

Jornal do recife | 07


Transforma Recife entra na luta contra o mosquito Texto: Marta Guimarães

Força Tarefa contra o Aedes Aegypti Texto: Otávio Batista

Fotos: Inaldo Lins

A Prefeitura do Recife se antecipou ao problema envolvendo a proliferação de doenças causadas pelo Aedes aegypti e vem encampando um grande esforço conjunto. Foi decretada Situação de Emergência em função do início do período de risco para o aumento de focos do mosquito que transmite o vírus da Dengue, Chikungunya e Zika e a confirmação da relação deste último

(ASACEs), que diariamente fazem as visitas nas residências e em mutirões semanais nos bairros com as maiores incidências de focos do mosquito. Foi apresentado um plano de intensificação deste trabalho, junto ao Ministério da Saúde, que prevê a contratação de 300 novos agentes, aumentando em 50% o efetivo nas ruas, além da compra dos

de Olinda e Recife e a Assembleia de Deus também entraram nessa luta com o seu corpo de Igrejas e sacerdotes ajudando na conscientização da população. A gestão municipal atraiu ainda o apoio da categoria dos Panificadores, por meio da sua associação sindicato, que vão imprimir orientações sobre os cuidados com o mosquito nos sacos de

com o surto de casos de microcefalia. O decreto oficializou a força tarefa contra o mosquito

insumos necessário no combate ao mosquito. O Plano prevê ainda uma ampla campanha

pão distribuídos em seus estabelecimentos. As escolas particulares do Recife se unirão

Aedes aegypti colocou todas os órgãos e entidades municipais como responsáveis pela execução do plano, sob a coordenação da Secretaria de Saúde. Desde então, a Prefeitura intensificou o trabalho de rua dos Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias

educativa e de conscientização sobre os cuidados com a proliferação do mosquito. Várias instituições e setores organizados já garantiram a sua ajuda, a pedido da Prefeitura do Recife, como o Exército Brasileiro que colocou à disposição 200 homens para reforçar o combate ao mosquito. Arquidiocese

à rede pública na luta pela vida, com a conscientização dos pais e alunos. A Prefeitura convoca toda a sociedade para entrar nessa luta.  É importante que os moradores colaborem com os trabalhos das equipes da Prefeitura, abram suas casas e permitam o acesso dos agentes de saúde.

08 | Jornal do recife

Fotos: Inaldo Lins

Quer ajudar no combate ao Aedes aegypti 

e somar esforços juntos aos Agentes de

plataforma, a gestão pretende ampliar o número

e não sabe como? O Transforma Recife, plataforma digital da Prefeitura do Recife que

Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces), nas ações de combate e prevenção

de agentes multiplicadores das informações sobre o enfrentamento ao mosquito causador da

funciona como uma rede de solidariedade, pode ajudar você a entrar nessa luta. Como

ao mosquito.

dengue, chikungunya e zika. Os interessados poderão se candidatar às vagas acessando

mais um reforço para o enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura lançou 500 vagas na plataforma, para que voluntários interessados possam se inscrever

Os interessados serão capacitados pela Secretaria de Saúde do Recife para atuar, em todos os distritos sanitários, como agente voluntário para controle da epidemia. Através da

o site www.transformarecife.com.br, e se inscrever como voluntário na ação de enfrentamento da Prefeitura do Recife, que realiza visitas e mutirões.


Matrículas da rede municipal do Recife estão abertas Texto: Sofia Costa Rêgo

De olho no futuro, população recifense começa a planejar o Recife de 2037 Texto: Anna Paula Novaes

Foto: Luciano Ferreira e Inaldo Lins

Ana Paula Barbosa é mãe de seis jovens, trabalha como porteira, tem 39 anos e há 15 faz questão de participar ativamente por melhorias na cidade. Natural de Timbaúba, no Agreste de Pernambuco, Ana veio morar no Recife ainda criança. Até a fase adulta, a Zona Norte da cidade foi sempre seu endereço. Atualmente, ela mora na Vila Minerva, no bairro de Dois Unidos. A comunidade é recente, tem apenas quatro anos de existência, mas o suficiente para perceber que as

uma parceria firmada entre a Prefeitura do Recife e o Núcleo de Gestão do Porto Digital, o plano visa estruturar uma estratégia para o desenvolvimento ordenado da cidade sob a perspectiva da inclusão e do desenvolvimento humano e econômico, com foco no espaço urbano, mobilidade, sustentabilidade e meio ambiente. "Não tinha como ficar de fora dessa discussão e esta gestão vem abrindo de fato os canais de participação popular. Hoje sentimos que somos escutados. Precisamos ocupar esses

ARIES, foram levantados dados comparativos relacionados a outras cidades no que diz respeito, por exemplo, à mobilidade, aos índices de desenvolvimento escolar e à taxa de mortalidade infantil.

mudanças só acontecem com participação de todos. "A cidade precisa mudar, tem muito

espaços e foi o que eu e mais 30 pessoas lá da comunidade fizemos na oficina. Foi importante

além de um canal aberto permanentemente nas redes sociais. Para participar da

o que ser feito, apesar das mudanças que já aconteceram. Eu decidi que era importante não ficar parada e lutar pelo meu bairro e pela minha comunidade", pontua. Ana, que é líder

demais fazer parte daquele momento", explica Ana Paula. Como você imagina, sonha e deseja que o

construção do futuro da cidade como Ana Paula fez, os interessados podem responder à pesquisa no site www.recife500anos.com. br ou provocar a equipe da ARIES através

comunitária da Vila Minerva, se juntou a mais 848 pessoas na escuta popular do Plano Recife 500 Anos, que aconteceu entre os meses de

Recife esteja dentro de 22 anos? É este o horizonte que norteia o planejamento do Recife 500 Anos, tendo como marco o dia

do email rec500@aries.org.br. Também é possível registrar sugestões, críticas ou questionamentos simplesmente postando

outubro e novembro deste ano. Pensar o futuro e planejar a cidade olhando para frente. É assim que a Agência Recife

17 de março de 2037, quando a cidade será a primeira capital brasileira a completar oficialmente cinco séculos de existência. Para começar a mapear as potencialidades

nas redes sociais com as hashtags #REC500 e #SELIGAARIES. Parte das pesquisas qualitativas já foram iniciadas e os estudos para a elaboração do projeto também contarão

para Inovação e Estratégia (ARIES) pretende formular o Plano Recife 500 Anos. Fruto de

e as fragilidades do Recife, alguns estudos já foram iniciados. Sob a coordenação da

com reuniões e audiências públicas com datas a serem divulgadas.

10 | Jornal do recife

A participação da sociedade, que fundamentará todo o processo, se dará a partir de seis canais de escuta. Entrevistas técnicas, pesquisas de opiniões, audiências públicas, grupos focais e pesquisas através da internet,

Foto: Andréa Rêgo Barros

As matrículas da rede municipal de ensino do Recife começaram no último

Quando o processo for concluído, o aluno deve imprimir o comprovante de reserva

Fundamental ou em uma das 18 Unidades de Tecnologia na Educação (Utecs).

dia 30. São mais de 22 mil vagas para turmas de Educação Infantil, Ensino

de matrícula para levar à escola na fase de confirmação de matrícula. Quem não

Os endereços estão disponíveis no site da Prefeitura do Recife. Em caso de

Fundamental e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJA). Os novatos

tiver impressora pode salvar o número de protocolo, gerado ao final do processo de

dúvida, os estudantes e responsáveis podem ligar para o 0800.200.6565.

interessados em estudar nas escolas, creches e creches-escolas da Prefeitura

reserva, para ter acesso ao comprovante em outro momento. Depois, o estudante

O atendimento é das 8h às 21h, de segunda a sexta-feira, até o dia 05 de

do Recife têm até o dia 11 de dezembro para reservar pela internet uma vaga para o ano letivo de 2016. O site www.

ou responsável poderá clicar na aba “consultar estudante”, digitar o número do protocolo e imprimir ou apresentar

janeiro. Outra opção é enviar e-mail para matriculaonline@recife.pe.gov.br.

recife.pe.gov.br/matriculaonline pode

esta numeração na escola no período de

ser acessado por computador, tablet ou celular. Ao confirmar a escola escolhida no site, a vaga já fica reservada, mas o

confirmação de matrícula. Os interessados não podem esquecer

responsável pelo estudante cadastrado

que, entre os dias 14 e 18 de dezembro,

no sistema online de matrícula deverá comparecer à escola solicitada para confirmação da matrícula, entre os dias 14 e 18 de dezembro.

o aluno ou responsável precisará ir na escola para de fato confirmar a matrícula. É necessário apresentar comprovante da reserva de matrícula online, documento de transferência da escola de origem,

No site, o estudante ou responsável deve informar a série que pretende cursar. A

duas fotos 3x4 recentes e cópias da certidão de nascimento ou RG, carteira de

- Na internet, só é feita a reserva da matrícula. A vaga só é garantida depois da apresentação dos documentos na escola.

partir daí, o sistema mostrará as opções de escolas mais próximas que dispõem de vagas. Também existe a possibilidade de filtrar as opções para que sejam mostradas apenas as unidades em um determinado bairro. Para saber qual

vacinação, cartão do SUS e comprovante de residência. Os beneficiários do Bolsa Família também devem levar cópia do Número de Identificação Social (NIS).

- Na reserva de matrícula, quem passar informações erradas perde a vaga reservada

Quem tiver dificuldade de acesso à

a unidade de ensino mais próxima, é possível consultar o mapa disponível no

internet pode fazer a matrícula nos computadores de uma das 36 escolas

site da matrícula.

municipais de Anos Finais do Ensino

fique atento! - Quem acessar o site antes tem mais chance de garantir a vaga na escola de sua preferência. Quanto mais deixar para fazer a reserva no fim do período de matrícula, menos opções estarão disponíveis.

- Os estudantes e responsáveis não precisam madrugar nas escolas para garantir a vaga. Se a pessoa fez a reserva com sucesso no site é porque a vaga existe. O estudante só perde a vaga se a matrícula não for confirmada com a entrega dos documentos.

Jornal do recife | 11


Alunos da rede municipal do Recife mostram que robótica não é brincadeira Texto: Sofia Costa Rêgo

Foto: Andréa Rêgo Barros

Pouco mais de um ano e meio depois da

do nível 1 e 48 do nível 2 (Ensino Médio). Na

Prefeitura do Recife implantar o Programa Robótica na Escola, os alunos da rede

primeira fase, nas etapas práticas regionais, mais de 1.800 equipes de todo o Brasil participaram

“Foi um sofrimento, mas conseguimos. No primeiro dia de competição, vimos que a mesa era diferente da que treinamos. Eles

municipal de ensino do Recife foram campeões da Olimpíada Brasileira de Robótica

da OBR, que é uma das olimpíadas científicas mais importantes do País e recebe o apoio

tiveram que fazer várias adaptações na programação aqui para que o robô fizesse

(OBR), no início de novembro, em Uberlândia, Minas Gerais. Os três estudantes do 9º ano

do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

o percurso, que era muito complexo. Eles também arrasaram na entrevista.

da Escola Municipal Rodolfo Aureliano foram os únicos representantes de Pernambuco

Os alunos viajaram junto com a professora

Os avaliadores disseram que foi a equipe que mais demonstrou ter conhecimento do

entre as dez equipes que chegaram à final do nível 1 (Ensino Fundamental). Com a vitória,

de matemática Juliana Borges e o professor Cid Espíndola, um dos coordenadores do

que estava fazendo”, vibrou Cid Espíndola, professor da rede municipal há mais de 20

Maryllia Willyane Félix, Emerson Almeida e Gabriel Loureiro, todos com 14 anos, ainda se

Programa Robótica na Escola, desenvolvido em todas as unidades de ensino da Prefeitura

anos.

classificaram para a RoboCup - campeonato internacional que será realizado no próximo

do Recife desde 2014. Também compôs a delegação da rede municipal o estudante Ryan

Gabriel Loureiro não conteve o choro ao ver a festa feita na recepção dos campeões

ano, na Alemanha.

Vinícius Morais, 14 anos, que cursa o 9º ano da Escola Municipal Arraial Novo do Bom

no Aeroporto Internacional do Recife. "Não esperava tanta gente feliz pela nossa

Na final, os três estudantes ficaram em primeiro lugar com 745 pontos, enquanto o segundo

Jesus, localizada nos Torrões. Ele ajudou os docentes a treinar o trio da Rodolfo Aureliano,

conquista. Foi difícil, foi cansativo, mas estávamos juntos, pensando em soluções,

colocado somou pouco mais de 400 pontos. Na fase nacional, o trio estava competindo com outras 39 equipes de escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Este ano, 88 grupos disputaram a fase nacional da OBR, sendo 40

passando para os colegas a experiência que adquiriu na olimpíada mundial de robótica, na Rússia, no ano passado. O treinamento dos alunos acontecia na Unidade de Tecnologia na Educação (Utec) Gregório Bezerra.

em estratégias para ganhar. E agora estamos aqui, felizes, comemorando o título que veio porque estudamos muito e porque tivemos professores muito bons, que acreditaram em nós, e também oportunidade", disse o jovem.

Conquista é resultado do Programa Robótica na Escola A vitória dos estudantes da rede municipal

A maior parte dos alunos tem aula de

de ensino do Recife na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é fruto do

robótica nas aulas regulares, ministradas por professores de matemática, física,

trabalho que começou a ser desenvolvido em todas as unidades de ensino municipais em 2014. O Programa Robótica

português, história, geografia e etc, que articulam a robótica aos conteúdos de suas disciplinas. Mas, no contraturno, muitos

na Escola atende desde as crianças das creches até os jovens do 9º ano do Ensino

estudantes também fazem cursos específicos de robótica nas Unidades de Tecnologia na

Fundamental – estes últimos aprendem até a programar os robôs, como foi o caso dos campeões da olimpíada. Até agora, a

Educação (Utecs) e no Cetec, ministrados pelos coordenadores do Programa Robótica na Escola e os monitores. Atualmente, 73.049

Prefeitura do Recife investiu R$ 32 milhões no programa.

alunos têm acesso ao programa e 4.554 professores foram capacitados nesta área.

Jornal do recife | 13


doméstica e os direitos conquistados são colocados em pauta nas rodas de diálogo. Para Jouse, o importante é que as meninas entendam que não estão sozinhas. "Vi a necessidade de trabalhar o potencial da mulher. Por mim, por elas, por todas nós. A gente percebia - e ainda percebe - que o movimento hip hop era muito fechado e poucas eram as meninas que participavam. E elas não se uniam para fazer as coisas juntas. No Cores, a gente começou a trabalhar essa união entre as mulheres. Não temos que ter medo de ir para a rua fazer arte. Lá, também é lugar de mulher. E eu estou aqui para explicar que a gente soma, sempre", finaliza.

Elas querem o fim da violência contra a mulher. E não estão sozinhas Texto: Clareana Arôxa

Jouse Barata é uma pessoa do bem. Desde cedo, aprendeu a dividir a mãe, a casa e o que tinha com os meninos e meninas do Sancho, comunidade da zona Oeste do Recife em que reside até os dias atuais. Há quatro anos, ela fundou o grupo Cores Femininas, voltado para o fortalecimento de meninas e mulheres que moram na sua comunidade e no entorno dela. Jouse é uma das tantas

14 | Jornal do recife

Foto: Andréa Rêgo Barros

personagens que terão suas histórias de combate aos vários tipos de violência de gênero relatadas pela Prefeitura do Recife durante os dias 25 de novembro a 10 de dezembro. A ação faz parte do movimento internacional de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher. Ligada ao movimento hip hop, Jouse fundou, em 2011, o Cores para unir a ala

feminina em uma causva em comum: o combate ao machismo. " O grupo é um trabalho de formiguinha. Ele é voltado para o empoderamento feminino, para as meninas produzirem e mostrarem o seu trabalho. Sem medo da família, do marido, dos outros homens que estão nas ruas. É a coisa da valorização da mulher", diz. Em cada encontro, temas como assédio sexual, violência

Além das histórias de mulheres que não se cansam de ajudar umas as outras, a Prefeitura, através da Secretaria da Mulher, lançou, no dia 25 de novembro, a campanha Somos muitas. Somos fortes pelo fim da violência. A ação tem como objetivo promover o diálogo sobre feminicídio com a sociedade e incentivar a denúncia destes crimes. Nas peças, o telefone do Liga,Mulher (0800 281 0107), o disque-denúncia do Centro de Referência Clarice Lispector, equipamento municipal especializado na orientação de mulheres em situação de violência doméstica e/ou sexista, estará disponível. A ligação é gratuita e o serviço funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h.

16 dias de ativismo O movimento internacional tem início no dia 25 de novembro e segue até o dia 10 de dezembro. Existe desde 1991, por iniciativa do Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL), e conta com a participação de mais de 150 países.  A campanha tornou-se uma das mais importantes estratégias de mobilização e sensibilização da sociedade para igualdade de gênero e o fim da violência contra a mulher.

Prefeitura do Recife é referência em igualdade de gênero A Prefeitura do Recife recebeu, no dia 24 de novembro, o selo do 5° Programa PróEquidade de Gênero e Raça, um prêmio destinado a instituições que promovem, na gestão, a igualdade de gênero entre homens e mulheres no mundo do trabalho. A iniciativa reconhece as ações que foram realizadas em um período de 24 meses, iniciado em 2013 e finalizado em 2014 e é promovido pela Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República em parceria com a ONU Mulheres, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Apenas seis prefeituras do Brasil receberam o selo, entre elas, quatro capitais.

Entre as ações que foram decisivas para a premiação estão a criação da Secretaria da Mulher; a construção do Hospital da Mulher; a implantação do programa Mãe Coruja Recife e do disque-denúncia do Centro de Referência Clarice Lispector, o Liga, Mulher; o desenvolvimento do Programa de Promoção da Política Municipal de Gênero, através da Secretaria da Mulher, pelo qual são realizadas ações de formação de gestoras e servidoras em gênero e raça;  o fortalecimento das ações das doulas nas maternidades municipais; o fortalecimento da Coordenadoria da Saúde da População Negra; a ampliação da licença maternidade de 120 para 180 dias para celetistas e comissionadas e as campanhas alusivas aos direitos das mulheres.

Jornal do recife | 15


Academia ao ar livre garante mais saúde e qualidade de vida para os recifenses Texto: Bruna Cabral

Foto: Andréa Rêgo Barros e Luciano Ferreira

Em 15 de março de 2014, foi inaugurada no Parque Santana, Zona Norte da cidade, uma

super sério. O que eu tomei pra emagrecer e melhorar de vida qualquer um pode tomar:

Academia Recife do Ibura há um ano e seis meses. "Tinha acabado de me mudar, estava

Academia Recife, o quinto equipamento público, gratuito e a céu aberto, com todos os aparelhos em aço inox e professor de ginástica durante

coragem." A psicóloga Clarice de Paula, 53 anos, também

bem deprimida. Quando a academia inaugurou, foi minha salvação." Mais magra e "acolhida" por professores e colegas, ela diz que afogou as

todo o expediente, concebido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, para estimular a prática de exercícios físicos entre os recifenses. Naquele mesmo dia, a vida da auxiliar de copa Débora Morgana, 27

tomou. Em doses cavalares. "Não sou da geração 'rata' de academia. Sempre tive pouquíssima familiaridade com aqueles equipamentos, odiava. Até que um dia, estava passeando com meu cachorro no Parque Santana e o vendedor

mágoas na serotonina. Geórgia, Clarice e Débora estão entre os mais de 40 mil inscritos nas 13 academias espalhadas pela cidade, na Lagoa do Araçá, Torre, Engenho

anos, começou a mudar. E uma coisa tem tudo a ver com a outra. "Me inscrevi na academia no dia da inauguração. Não podia esperar nem mais um minuto", conta Débora, que, àquela altura, pesava 91 quilos, sofria de hipertensão e não conseguia se livrar de dores constantes causadas por uma tendinite crônica nos braços. "Eu era sedentária convicta. Nunca havia praticado exercícios. Mas tinha acabado de ter meu primeiro filho e comecei a pensar no futuro."   Da inscrição em diante, Débora malhou todos

de picolé me falou da academia, que era muito boa, que todo mundo falava bem, que era de graça. Não custava nada tentar." Clarice fez a inscrição poucos dias depois, há precisos seis meses e oito quilos. Agora, chova ou faça sol, todo dia ela acorda às 4h45 para bater seu ponto na Academia Recife. "Sou outra pessoa", comemora e enumera, animada, as melhorias todas que vieram junto a nova rotina de exercícios diários: "Emagreci e parei de tomar remédio para regular a pressão, não preciso mais dele. Parei também a vitamina D. Agora garanto a dose diária de sol de que meu

do Meio, Santo Amaro, Santana, Jaqueira, Ibura, Macaxeira, Ipsep, Coque, Hipódromo, Segundo Jardim e  Várzea.   A estrutura de todas elas é padronizada: 250 m² de área e 26 equipamentos em aço inoxidável para musculação, alongamento e ginástica localizada, com uma série de modificações para exposição ao tempo, como estofados em tecido naval e acabamento polido para reflexão do sol.   As academias funcionam de segunda-feira a sexta-feira, das 5h30 às 9h30 e das 17h às 21h, e aos sábados, das 6h às 10h. A Academia da

os dias. Passou a ser exercitar tanto e com tanto afinco, que, em oito meses, emagreceu 25 quilos. "Ganhei flexibilidade, resistência, auto estima e

corpo precisa me exercitando ao ar livre, no meio de um parque."    

Jaqueira é a única com horário diferenciado. Abre de segunda a sexta-feira, das 5h às 13h e das 17h às 21h; e, aos sábados, das 8h às 12h.

saúde. Não sei mais o que é dor nos braços, nem

Isso sim, defende, é política pública feita para o

hipertensão", comemora a jovem mãe, que nem pensa duas vezes para declarar que mudou sua

futuro. "Melhorar a saúde e a qualidade de vida das pessoas é fundamental. Os professores são

vida naquele parque, entre equipamentos de

atenciosos, orientam cada aluno, de acordo com

musculação, ao lado de novos e suados amigos. "Ali encontrei saúde, qualidade de vida, apoio, solidariedade, tudo numa academia só." Agora, por onde vai, Débora distribui bem humoradas injeções de ânimo contra a preguiça alheia. "Se eu consegui, todo mundo consegue. Academia não falta mais. O projeto é de graça,

as limitações e possibilidades físicas de cada um. A gente tem mania de achar que nada que é público presta. Mas não é assim. Precisamos reconhecer isso." "Já frequentei academias particulares onde não fui tão bem tratada", endossa a dona de casa Geórgia Ribeiro, 39 anos, que malha na

Ali encontrei saúde, qualidade de vida, apoio, solidariedade, tudo numa academia só. Jornal do recife | 17


Está de volta o concurso de decoração natalina Eu Amo o Natal Prefeitura dobra os espaços de prioridade para o transporte público Texto: Marcela Pinilla

Fotos: Andréa Rêgo Barros e Irandi Souza

Com o intuito de garantir a mobilidade das

Avenida Engenheiro Domingos Ferreira.

pessoas e priorizar a operação do transporte público de passageiros, a Prefeitura do Recife implantou 23.3 quilômetros de faixas azuis em três anos de gestão. Esse número representa um acréscimo superior a 100% de corredores exclusivos para ônibus implantados na cidade, que, desde 2013, passou de 21.2 quilômetros para 44.5 quilômetros. Os corredores foram implantados pela Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) e beneficiam, diariamente, cerca de 350 mil usuários de transporte público, que passaram a ter o tempo de viagem reduzido em até 118%, como ocorre no percurso realizado na Faixa Azul da Avenida Herculano Bandeira/

O benefício também foi garantindo na Avenida Mascarenhas de Morais e nas ruas Cosme Viana e Real da Torre. Agora, a PCR se prepara para implantar o projeto nas avenidas Recife e Conselheiro Aguiar. Uma das milhares de pessoas que utiliza a Faixa Azul é o corretor de imóveis Fernando Costa Valença, de 68 anos.  Ele costuma ir sempre a um cartório localizado no bairro do Pina e depende do transporte público para realizar seus deslocamentos. "Faz cerca de 10 anos que passo frequentemente pelas avenidas Herculano Bandeira e Domingos Ferreira e posso dizer que melhorou muito. Não tem comparação com antes, minhas

18 | Jornal do recife

viagens ficaram muito mais rápidas",disse. Quem também sentiu o benefício da Faixa Azul foi a aposentada Zuleide Nascimento, que mora no bairro de Brasília Teimosa. "Faço tratamento no Hospital da Restauração e, na volta, sei que vou estar em casa muito mais rápido do que se eu usasse o carro", comentou. Após a implantação da Faixa Azul na via, houve um acréscimo de cerca de 50% na velocidade média dos coletivos, que passou de 11.5 km/h para 16km/h. Esse aumento foi potencializado com a implantação da fiscalização eletrônica, chegando a 24.1km/h. Um aumento de 118%. Já na Faixa Azul da Mascarenhas de Morais e na Rua Cosme Viana, houve um aumento de velocidade de 66,6% e 38%, respectivamente.

Texto: Bárbara Franco

Pelo terceiro ano consecutivo, está de volta o concurso cultural de decoração natalina que vai deixar a cidade ainda mais bonita para receber as celebrações de fim de ano. O Eu Amo o Natal, promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, tem como principal objetivo estimular a tradição que acontece neste período, promovendo a integração entre as pessoas e potencializando o embelezamento da

cidade e o turismo. Todas as ruas, avenidas e logradouros da área urbana do Recife podem participar. São até R$ 15 mil em prêmios e festas de réveillon completas para as três ruas mais bem decoradas. As inscrições estão abertas até o dia 11 de dezembro, no site www.euamoonatal.com.br. O concurso conta com cinco categorias: Rua; Casa Residencial; Prédio Residencial;

Estabelecimento Comercial; e Praça Adotada. No ato de inscrição será necessário enviar de três a cinco fotos do local que estará concorrendo. É importante ler atentamente o regulamento do concurso para garantir a validação do procedimento. Para participar, basta usar a imaginação e a criatividade porque o tema de decoração é livre. O resultado será divulgado no dia 22 de dezembro.

Categoria Premiação Rua: 1º lugar - festa de réveillon completa, com apresentação de duas bandas, show pirotécnico e estrutura de palco, iluminação, som e banheiros químicos.

2º e 3º lugar - festa de réveillon completa, com apresentação de uma banda, show pirotécnico e estrutura de palco, iluminação, som e banheiros químicos.

Casa Residencial, Prédio Residencial, Estabelecimento Comercial e Praça Adotada R$ 15 mil para os primeiros lugares, R$ 10 mil para os segundos lugares e R$5 mil para os terceiros lugares.

Jornal do recife | 19


Jornal do recife 03  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you