Page 1

01

Pessoas do Recife • 03 Habitacional • 05 Referência em robótica na Rede de Ensino do Recife • 06 Via Mangue melhora o transporte público • 08 Passe Livre para estudantes da Rede Municipal • 10 Bomba do Hemetério • 11 Jardim Botânico • 12 Jardim São Paulo de Coração • 13 Upinhas • 14 Serviços • 15

Jornal do recife Uma publicação da Prefeitura do Recife.

Setembro2014


pessoasdorecife

Dona Euridice, amor e dedicação ao Coque Texto: Clareana Arôxa

Euridice Andrade nasceu e foi criada na comunidade do Coque, no bairro da Ilha de Joana Bezerra, no Recife. Desde cedo, viu sua mãe dividir a feira da casa para evitar que a fome se alastrasse pela vizinhança. Hoje, com 54 anos de idade, quatro filhos, cinco netos e infinitos afilhados, ela mantém a Associação de Mães, Pais e Adolescentes do Coque (Ampac), um ponto de encontro, na rua Catalão, de diversas gerações. Na casa com enfeites coloridos são realizadas aulas de artesanato, distribuição de alimentos e reuniões semanais com os moradores para discutir os problemas locais. A história da Associação começou quando sua mãe, dona Edileuza, faleceu, em 2002. O espaço era um antigo centro espírita que foi transformado em escola. A ideia inicial era oferecer um local seguro para que as mães pudessem deixar seus filhos enquanto trabalhavam. “Funcionava como um reforço para que as mães, principalmente as que puxavam carroça, que viviam de reciclagem, não precisassem levar seus filhos para as ruas. Comecei a bater de porta em porta, atrás de doação de cadeiras e quadros. Daí nasceu o projeto”, afirmou. Com o tempo e bastante esforço, 110 crianças estavam matriculadas e duas professoras se

Foto: Andréa Rêgo Barros

revezavam entre aulas e cuidados, durante a manhã e a tarde. João Marcos, seu esposo, é ajudante de pedreiro e não tem um emprego fixo, faz bicos para sustentar a casa. O dinheiro é para comer, mas a comida é para todo mundo que precisa. As contas da Ampac são pagas com o que é apurado no bazar de roupas e acessórios realizado aos finais de semana. "As doações são aceitas de bom grado", reforça a diretora da Associação. Sempre atenta ao entorno, formou um grupo de idosas. Precisava ajudá-las, já que muitas passavam as tardes com os netos e não tinha como alimentá-los. “Fundei em 2007 o grupo e registrei na Prefeitura. Começamos com 10 e vi o grupo aumentar para 70. Vi que o alimento era muito importante para que elas dessem de comer aos netos e fui atrás. Consegui que sopa e leite fossem distribuídos aqui. Quando tenho um objetivo, vou atrás”. Ir atrás é uma das especialidades de Euridice. Promover benefícios para os outros está tão entranhado em seu dia a dia que as ações tornam-se naturais. A realidade da rua Catalão muda; a vida melhora e Euridice torna-se cada vez mais importante para o Recife.

Jornal do recife | 03


Jornal do recife O Jornal do Recife é pra você, e por você. Por aqui, a partir de agora, você fica por dentro de informações úteis, que vão lhe ajudar a conhecer e a usar melhor os serviços municipais à sua disposição. Dicas, sugestões, novidades - tudo isso você vai encontrar neste informativo. Gente boa que faz mais pela cidade também vai usar este espaço pra contar a sua história que, temos certeza, servirá de inspiração para tantas outras pessoas. Queremos que você fique perto da gente, e este é mais um caminho para que esta participação aconteça. Opine, critique, elogie, sugira! Só assim, juntos, faremos uma cidade melhor pra todo mundo. Boa leitura!

Expediente: Geraldo Julio Prefeito do Recife Luciano Siqueira Vice-Prefeito do Recife Alexandre Gabriel Secretário de Imprensa Sileno Guedes Secretário de Governo e Participação Social Danielle Lima Marcella Sampaio Edição e revisão

De casa nova e sem medo da chuva

Marcella Sampaio Projeto Editorial Heitor Pontes Projeto gráfico e diagramação

Texto: Danielle Lima

Pela primeira vez em 30 anos, a dona de casa Ana Lúcia de Oliveira (foto) aprecia a chuva sem medo de enchente. “Hoje, tenho uma casa de verdade, sem perigo. Quando chove, fico olhando a água caindo pelo meu janelão e nem me preocupo se vai alagar”, comemora. A lembrança dos anos difíceis em que acompanhava de dentro do barraco o nível da maré se transformou no nome da conquista: Residencial Conjunto Beira Rio. O apartamento fica na Rua das Moças, bairro do Arruda, e conta com sala, cozinha,

Foto: Marcos Pastich

banheiro e dois quartos. A tranquilidade que Ana Lúcia desfruta agora é compartilhada com os moradores de outros 487 apartamentos entregues pela Prefeitura do Recife em junho e julho deste ano, sendo 320 no Conjunto Beira Rio; 128 no Conjunto Santo Antônio e 40 no Habitacional Felicidade. Em outra janela, a também dona de casa Fátima Maria da Silveira observa o movimento da avenida. Na casa nova, faz questão de apresentar cada cômodo. “Moro

num palacete. Tudo na cerâmica e rebocado. Passo o dia arrumando a casa. Às vezes penso que estou sonhando, pois eu nunca teria como comprar um apartamento como esse". Os habitacionais entregues fazem parte do PAC Beberibe, um programa que prevê a urbanização da Bacia do Beberibe com o reassentamento de 1.522 famílias retiradas das áreas insalubres nas margens do rio. O investimento total é de R$ 146 milhões, realizados em parceria pela Prefeitura do Recife e os governos Estadual e Federal.

Jornal do recife | 05


Professor destaca envolvimento dos alunos com aulas de robótica

Estudante de 12 anos é referência em robótica na Rede de Ensino do Recife Texto: Sofia Costa Rêgo

Quando o assunto é robótica, Carlos Alberto Araújo, 12 anos, é a referência da Rede de Ensino do Recife. Carlinhos, como é chamado pelos colegas da Escola Municipal Antônio de Brito Alves, na Mustardinha, destacou-se tanto ao participar da primeira turma do Programa Robótica na Escola, que ganhou até uma bolsa de estudos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No dia 11 de junho, ele apresentou o robô humanoide, batizado de NAO, a cerca de dois mil alunos de 40 escolas municipais. Como era véspera do início da Copa do Mundo

06 | Jornal do recife

Professor de Ciências há 30 anos, Jadson Amorim, especialista em Informática na Educação, é um dos responsáveis por implementar o programa Robótica na Escola, da Secretaria de Educação do Recife. Ele sente-se gratificado ao ver o grande envolvimento dos estudantes com as aulas de robótica. "Naturalmente as crianças se interessam muito pelo assunto. Os alunos se sentem autônomos ao verem os robôs fazendo o que eles querem, o que eles programam. Com isso, eles se envolvem nas atividades e aprendem mais", destaca. Jadson vai acompanhar a implantação e desenvolvimento das três linhas de robótica em todas as unidades da Rede Municipal de Ensino: os robôs humanoides, os de blocos de encaixe LEGO e os confeccionados com material reciclável. "O robô tem grande amplitude de aproveitamento nas mais diversas disciplinas e com estudantes das mais diferentes idades. Com a robótica, conseguimos despertar a curiosidade dos alunos e motivá-los a estudar", afirma. O professor ensina aos alunos do 6° ao 9° ano atividades mais avançadas, como programação, e muito do que os estudantes mais velhos programam é usado nas aulas dos estudantes da Educação Infantil.

Fotos: Andréa Rêgo Barros

da FIFA, os robôs disputaram uma partida de futebol e desfilaram com as bandeiras das seleções. "Ajudei a programar os robôs humanoides para dançar maracatu ao ouvir o comando da minha voz e para jogar futebol. Eles não são tão bons quanto Neymar, mas vão chegar lá", brincou Carlinhos, que já planeja ser engenheiro mecatrônico no futuro. Ele começou a ter aulas com os humanoides este ano, mas desde o ano passado mexe com robôs mais simples. "O NAO é um robô fácil de mexer. Na escola, eu ensino meus amigos que têm mais dificuldade. Ele faz o que você quiser, o que você programar", afirmou, com a propriedade de quem sabe o que está falando.

Jornal do recife | 07


orientadores garantem mais mobilidade

Via Mangue melhora a vida de quem vai para Boa Viagem Texto: Maria Eduarda Vaz e Marcela Pinilla

A abertura da pista oeste da Via Mangue reduziu o volume de tráfego da Avenida Domingos Ferreira, permitindo mais fluidez tanto para automóveis como para os ônibus. O primeiro trecho liberado inclui o alargamento de duas faixas na Ponte Paulo Guerra, a Ponte Estaiada, a ponte do Encanta Moça, o trecho do aeroclube, a via elevada e os viadutos sobre a Rua Antônio Falcão. O traçado da Via Mangue tem a função de uma via expressa, com duas faixas de tráfego e sem semáforos, onde a velocidade

Fotos: Andréa Rêgo Barros

regulamentada é de 60km/h, com alguns trechos a 40km/h. Assim, foi possível reduzir o tempo de deslocamento, principalmente para aqueles que se destinam aos trechos a partir da Rua Antônio Falcão. Mas não ficou bom só para quem anda de carro. Uma nova cor vem ganhando as avenidas do Recife e melhorando o tempo de deslocamento de quem utiliza ônibus na capital. Nos primeiros dias de implantação da Faixa Azul na avenida Engenheiro

Domingos Ferreira, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) registrou um aumento de cerca de 50% na velocidade média dos ônibus que utilizam o corredor. A média calculada pela CTTU nos dias que antecederam a implantação foi de 11 km/h e, hoje, a velocidade das 24 linhas que circulam no trecho de 5,8 quilômetros da avenida chega a 16,5km/h, em média. Nos horários de pico são realizadas cerca de 160 viagens por hora, transportando até 17 mil passageiros.

Faixa Azul também facilita a vida de passageiros de ônibus A implantação da Faixa Azul é mais uma ação da Prefeitura do Recife para incentivar o uso de transporte público, garantindo que os usuários dos ônibus cheguem mais rápido aos seus destinos. São 28 quilômetros de corredor para ônibus na cidade, sendo 21,4 só de Faixa Azul, que já funciona na Avenida Marechal Mascarenhas de Morais (Imbiribeira), na rua Cosme Viana (Afogados) e Domingos Ferreira (Boa Viagem). Ao final das implantações, serão cerca de 60 quilômetros de faixas exclusivas para o transporte público.

08 | Jornal do recife

O motorista Márcio José da Silva já reconhece a melhoria no seu dia a dia. "Faz dois anos que trabalho diariamente na avenida Mascarenhas de Morais e era comum chegar atrasado ao terminal, prejudicando as próximas viagens. Agora não tenho mais esse problema e, consequentemente, os passageiros também não". Além dessas, as avenidas Recife, Beberibe, Abdias de Carvalho, Herculano Bandeira, Conselheiro Aguiar, Antônio de Góis, Visconde de Albuquerque, Rua Cônego Barata, Estrada dos Remédios e Estrada Velha de Água Fria receberão a Faixa Azul.

As ruas do Recife contam, desde dezembro, com a presença dos orientadores de trânsito. A ação é uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). A cidade agora tem cerca de 460 profissionais auxiliando na mobilidade nos seus principais corredores.

AGAMENON MAGALHÃES - A operação está sendo realizada no sentido Boa Viagem/Olinda, entre 16h30 e 19h30. Na descida do viaduto Capitão Temudo, os motoristas que trafegam pela pista principal e pretendem entrar na pista local devem utilizar apenas a faixa da direita, deixando as outras faixas livres para aqueles que seguem em frente, no sentido Olinda.

Em maio, os “amarelinhos”, como os orientadores são carinhosamente chamados, começaram a realizar novas operações. Uma das novidades é a colocação de cones de sinalização nas ruas, para organizar as mudanças de sentido dos carros. Essa prática, que está sendo realizada de segunda a sextafeira, reduz os engarrafamentos, sobretudo em horários de pico. O taxista Edmar José diz que já percebeu a melhoria no tráfego. "Estou gostando do trabalho dos orientadores de trânsito. Sei que eles não podem fazer milagre, mas este trabalho de organização, evitando o fechamento de cruzamentos, por exemplo, representa uma grande melhoria na mobilidade do Recife”.

Já na altura da Rua Dom Bosco, quem trafega na pista local e pretende acessar a rua Joaquim Nabuco está proibido de entrar na pista principal repentinamente, devendo seguir pela pista local e realizar o retorno no Parque Amorim. Já os motoristas que seguem pela pista principal em direção à rua Joaquim Nabuco devem se manter nas duas faixas da esquerda, deixando as faixas da direita livres para aqueles que vão no sentido Olinda.

Os amarelinhos estão usando cones para organizar o trânsito nas seguintes ruas e avenidas:

BEIRA RIO - A operação está acontecendo no período da manhã, entre 6h30 e 8h30, nas imediações da Ponte da Torre. Quem vai subir a ponte, no sentido Avenida Rui Barbosa, deve usar as faixas da direita. Já quem vai em frente pela avenida Beira Rio deve usar a faixa central, e os que vão dobrar à esquerda, na rua Conde de Irajá, usam apenas a faixa da esquerda.

AVENIDA SUL - A operação está sendo montada diariamente, a partir das 6h30, nas imediações da estação Largo da Paz. Os cones estão sendo colocados sobre a via para evitar que os motoristas que pretendem dobrar à esquerda, na rua Nicolau Pereira, façam filas duplas.   ABDIAS DE CARVALHO -  A operação começa às 6h30 e segue até as 11h30, na rua Sport Clube do Recife, sentido subúrbio/ cidade. Os condutores que seguem no sentido cidade agora têm a faixa da esquerda livre para o seu percurso. Já a faixa do meio está sendo utilizada por aqueles que pretendem girar à direita, no sentido túnel Chico Science ou seguir em frente no sentido Cidade. A faixa da direita está reservada aos motoristas que vão girar à direita no sentido túnel Chico Science ou Fórum Joana Bezerra.   CONSELHEIRO AGUIAR - A operação está sendo realizada entre 16h30 e 20h, no cruzamento da Avenida Conselheiro Aguiar com a Rua Ribeiro de Brito. São reservadas as duas faixas da esquerda apenas para os motoristas que vão acessar a rua Ribeiro de Brito, deixando as outras faixas livres para quem segue em frente.

Jornal do recife | 09


Texto: Bruna Cabral e Bárbara Franco

Reza a lenda que, há muitos anos, existia um homem conhecido como Senhor Hemetério, que residia na Zona Norte do Recife. Numa época em que o abastecimento de água era precário, ele compartilhava sua bomba d’água com toda a vizinhança. O homem e sua bomba ficaram logo famosos. Viraram ponto de referência nas redondezas. E acabaram batizando o lugar.

Prefeitura garante passe livre para 14 mil estudantes da rede municipal Texto: Marta Guimarães

No último dia 24 de julho, a Prefeitura do Recife sancionou a Lei que implanta a gratuidade do Sistema de Transporte Público de Passageiros – Passe Livre para os alunos do 6° ao 9° ano da rede municipal de ensino. A iniciativa beneficiará cerca de 14 mil estudantes com 70 passagens por mês, correspondentes ao valor do Anel A (R$ 2,15). As passagens poderão ser usadas inclusive nos fins de semana. A aquisição do crédito será feita pela Secretaria de Educação do Recife diretamente com a instituição representante do transporte coletivo, o Grande Recife Consórcio de Transportes. Os alunos terão os cartões recarregados, automaticamente, ao entrarem nos coletivos

10 | Jornal do recife

Foto: Andréa Rêgo Barros

no início de cada mês. Para garantir o benefício, a Prefeitura fará um investimento mensal de R$ 1,053 milhão. A implementação do Passe Livre deverá ajudar a reduzir a evasão escolar, além de reduzir R$ 903,00 por ano no gasto das famílias, ou R$ 75,25 por mês (meia passagem), por cada filho matriculado. Jader Cleiton, presidente da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas, comemorou a iniciativa da Prefeitura: “estamos muito felizes, porque essa conquista representa uma luta de muito tempo, de muitas mobilizações, reuniões, projetos e conversas com os governantes. Há 70 anos os movimentos sociais já pautavam o Passe

Livre e hoje vemos isso começar a acontecer, e começar pela nossa cidade. A Prefeitura do Recife dá valor às reivindicações da classe estudantil e só temos que comemorar, porque este ato vai contribuir fortemente para a formação dos jovens, para o acesso à escola e também às atividades culturais e de lazer”, pontuou.

Há 70 anos os movimentos sociais já pautavam o Passe Livre e hoje vemos isso começar a acontecer, e começar pela nossa cidade.

Fazendo divisa com bairros como Água Fria, Arruda, Alto José do Pinho e Morro da Conceição, a Bomba se destaca hoje em dia pelas muitas e variadas manifestações artísticas. O bairro transpira cultura. Foi lá que surgiu um

Foto: Beto Figueiroa

dos grupos musicais mais importantes do Recife, com renome até internacional: a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, liderada pelo Maestro Forró (foto). O grupo leva o frevo, ritmo que é patrimônio Imaterial da Humanidade, para todo o mundo de maneira irreverente e inovadora. Mas tradição também não falta por ali. A Bomba abriga agremiações históricas, como a troça Abanadores do Arruda; os Caboclinhos Canindés do Recife, de 1897; a majestosa escola Gigantes do Samba, grande campeã do Carnaval do Recife; e o bicentenário Maracatu Nação Elefante. Sem falar nos grupos que misturam elementos da cultura popular com a dança e o teatro, como

o Bombaguá, Boi D’Loucos e Boi Mimoso. Como se não bastasse, o bairro é também referência de economia criativa, principalmente por causa da Bombarte, feira de artesanato realizada pelos moradores no primeiro sábado de cada mês, no Largo da Bomba. As barracas ficam montadas das 17h às 23h. Outra boa pedida para quem vai à Bomba do Hemetério é aproveitar as delícias gastronômicas oferecidas pela comunidade, como o espetinho de Ceça. Uma programação deliciosa para curtir a noite no bairro recifense que brotou da generosidade.

conheçaorecife

Bombando tradição e cultura


Recife redescobre seu Jardim Botânico Texto: Fábio Araújo

"O Recife é uma cidade privilegiada por contar com o Jardim Botânico. É um espaço de grande importância, que proporciona a todos a oportunidade de entrar em contato com a natureza, especialmente nessa época de poluição e aquecimento global". Ao visitar o local pela primeira vez, o estudante de Biologia Rafael dos Santos Silva, 18 anos, não escondia a surpresa por descobrir um verdadeiro refúgio verde situado praticamente dentro da capital. "A vegetação aqui é muito rica e variada. Podemos experimentar na prática o que aprendemos na teoria", destaca o estudante.

Foto: Andréa Rêgo Barros

Desde que a Prefeitura do Recife revitalizou e devolveu o Jardim Botânico à cidade, o número de visitantes vem aumentando e hoje é dez vezes maior que a média de 2013. Por mês, mais de seis mil pessoas passaram a frequentar o espaço, situado no km 7,5 da BR-232, no bairro do Curado, que tem 10,7 hectares de Mata Atlântica. Entre os principais atrativos, destaque para os jardins de Plantas Medicinais, Palmeiras, Flores Tropicais, Cactos e Bromélias; o Orquidário, com mirante sobre o lago artificial e o Jardim Sensorial, onde os visitantes são convidados a descobrir as nuances da natureza através do cheiro, do toque, e do som.

A vegetação aqui é muito rica e variada. Podemos experimentar na prática o que aprendemos na teoria.

jardim são paulo de Coração Texto: Bruna Cabral e Bárbara Franco

SERVIÇO: Jardim Botânico do Recife Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 15h30 Entrada: Gratuita Endereço: BR-232, Km 7,5 – Curado, Recife - PE Telefones: 3355.0000 / 3355.0002   Atrativos do Jardim Botânico: 01. Trilhas ecológicas 02. Orquidário 03. Jardim Sensorial 04. Jardim de Flores Tropicais 05. Jardim de Plantas Medicinais 06. Jardim de Palmeiras 07. Meliponário 08. Viveiro Florestal 09. Coleção de Cactáceas 10. Coleção de Bromélias 11. Núcleo de Educação Ambiental O que usar e levar nas visitações 01. Vestir roupas leves e calça comprida; 02. Usar meias e sapato fechado; 03. Colocar repelente e chapéu; 04. Levar lanche e água, pois não há comércio na área do parque.

12 | Jornal do recife

Janelas e portas abertas, confraternização de vizinhos, rua cheia. Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife, foi a quinta localidade a receber o projeto Recife de Coração nos Bairros. Centenas de pessoas aproveitaram o domingo, no dia 20 de julho, na rua Doutor Gustavo Pinto, área central do bairro, onde estavam funcionando os polos esportivo, cultural e infantil. Além das atividades de lazer, também foram oferecidos serviços de saúde para a população. A funcionária pública Glauce Melo, de 55 anos, é moradora do bairro e aproveitou a programação para curtir com a família e amigos. “Achei o projeto fantástico porque proporcionou, além da tranquilidade, um momento de reencontro com amigos do passado, pessoas que moram próximas uma das outras, mas que nem sempre se reúnem”.

Fotos: Andréa Rêgo Barros

Para ela, um dos pontos positivos foi a elaboração do evento. “Achei tudo muito organizado; foi, certamente, um momento de integração entre várias gerações”. Não faltou programação, das 10h às 17h, para todas as idades. No polo cultural houve apresentação das bandas Panorama Musical, Genival Banda Show, Banda Novo Olhar, Banda Ana Alves, Grupo Brasil Sonoro e Grupo Samba 6, além de uma feira de artesanato local. As crianças brincaram à vontade na cama elástica, na piscina de bola, no tobogã e ainda puderam assistir a um espetáculo de magia. A prática de esportes ficou garantida com handebol, vôlei, futebol, slackline, badminton, rampa de skate e uma apresentação de capoeira do grupo Aché

Brasil. “Foi fantástico, eventos deste tipo fazem muito bem aos moradores. Além da diversão, foi uma oportunidade de aprender mais sobre saúde, ter acesso a diversos serviços”, comentou o estudante Victor Almeida, de 24 anos. O polo de serviços contou com uma Central de Saúde e uma Central da Mulher, orientando as pessoas sobre a violência contra as mulheres. Este polo também ofereceu emissão de Carteira de Trabalho. A cada mês, um bairro diferente recebe o projeto Recife de Coração nos Bairros, sempre no mesmo formato: com os polos esportivo, infantil e muitas atrações culturais. Em setembro, será a vez do Hipódromo receber o projeto. O próximo pode ser o seu.

Jornal do recife | 13


COMOFUNCIONA?

serviços pcr Poluição visual Poluição visual, utilização indevida de espaços públicos. Diretoria de Controle Urbano (Dircon) atendimento 24 horas

Upinhas implantam um novo padrão de Unidade de Saúde da Família

Como estratégia para fortalecer o atendimento na atenção básica, a Prefeitura do Recife inaugurou um novo padrão de Unidade de Saúde da Família (USF): as Upinhas. Até o final de 2016, a população do Recife deverá contar com 20 “Upinhas 24h” e 22 “Upinhas Dia”, que junto com a requalificação de mais de 105 unidades de saúde, garantirão modernização, conforto e agilidade no atendimento em saúde na cidade.

Fotos: Andréa Rêgo Barros

Três Upinhas 24h, uma no Morro da Conceição, outra no Córrego do Jenipapo

e a terceira na Linha do Tiro, já foram entregues pela Prefeitura. Na Upinha Prof. Dr. Hélio Mendonça, Córrego do Jenipapo, a aposentada Maria José, 77 anos, lembrou que antes não tinha médico, posto e remédio. “Agora os moradores têm tudo. Vim tomar vacina antitetânica e também vou tomar a da gripe”, comemorou. O operador de marketing José Vicente Filho, 70 anos, acrescentou que precisou fazer exame e foi logo atendido. "Agora estou fazendo tratamento odontológico. Tem vários enfermeiros para receber a gente, é muito tranquilo”, destacou.

Lâmpadas queimadas

consideração o lugar de moradia do usuário. Os agentes de saúde sabem quem são as pessoas e a história de cada uma. Assim, eles podem cuidar de todo mundo direito, com a atenção devida.

Upinha Dia Consultas - 07h às 17h

Que serviços a Upinha oferece?

Quem pode ser atendido nas Upinhas? Os usuários cadastrados, naquela unidade, pelos agentes comunitários de saúde. Esta estratégia de atendimento do Programa Saúde da Família é baseada em um estudo  de mapeamento territorial. Ou seja, leva em

14 | Jornal do recife

Serviços ambulatoriais (ou seja, aquele primeiro atendimento, que vai dizer se o que você tem pode ser resolvido ali mesmo ou se precisa de outro encaminhamento) em seis consultórios, além de sala odontológica com capacidade para atender três pacientes ao mesmo tempo. As Upinhas contam ainda com salas de vacinação, nebulização e

curativo, além de espaços para a coleta de exames e aplicação de medicamentos. Quando devo procurar a Upinha 24h? Nas consultas de rotina, dentista, vacinação e curativo (7h às 17h). A Upinha 24h também atende urgências, dos usuários cadastrados, em caso de tonturas, vômitos, dores abdominais, diarreia, febre, viroses, dores de ouvido, crises leves de asma, ferimentos superficiais, resfriados, gripes, dores no peito, manchas no corpo e dores de garganta (24h).

3355 1621

Lâmpadas queimadas na sua rua, lixo e entulhos acumulados, árvores para serem podadas, entupimento de galerias (águas pluviais) e danos na pavimentação de ruas. Central de Atendimento da Emlurb

156

Falta de higiene Qual o horário de funcionamento? Upinha 24h Consultas - 07h às 17h Atendimento 24h para as pequenas urgências.

(81)

Falta de higiene em bares, restaurantes e casas de espetáculo.

Atos de vandalismo

Consumidores insatisfeitos

Atos de vandalismo ou qualquer tipo de ameaça ao patrimônio público, incluindo prédios históricos, escolas municipais, praças e parques.

Consumidores insatisfeitos com a qualidade de serviços oferecidos pelo poder público ou por empresas privadas podem procurar o Procon-Recife. Basta ligar para o

Guarda Municipal - atendimento 24 horas

, das 8 às 17h, de segunda a sexta-feira. São recebidas reclamações sobre demora em filas de bancos, espera exagerada no atendimento Call Center, problema no sinal de empresas de telefonia e cobranças indevidas. Para esses atendimentos não é necessário o cidadão se dirigir à sede do Procon-Recife, no Derby. O horário de atendimento na sede do Procon-Recife é de 8 às 13h, de segunda a sexta-feira. Endereço: Rua Carlos Porto Carreiro, 156, Derby, Recife/PE.

Disque Saúde

0800 281 1520

Impostos municipais

(81)

3355 8598 3355 8228

Informações sobre impostos municipais como IPTU, ITBI, ISS e CIM.

0800 081 1255

0800 281 1311


Jornal do recife 01  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you