Page 1

PREFEITURA BELO HORIZONTE Ano XVIII • N. 4.073 • R$ 0,80

BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município - DOM

Tiragem: 2.500 • 19/5/2012

BH fortalece luta contra a

EXPLORAÇÃO

SEXUAL INFANTIL

fundamentada no Estatuto da Criança e do Adolescente. “O enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes a gente faz todos os dias. O 18 de maio é um dia de mobilização, para chamar a atenção da população para uma causa que vai fazer de BH um lugar muito melhor para se viver”, disse Moisés.

Incentivo à denúncia A Lei Federal 9.970, de 2000, instituiu o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A motivação para a criação da data, foi potencializar a mobilização dos diferentes setores da sociedade, dos governos e da mídia para a formação de

Isabel Baldoni

A Praça da Estação repleta de sombrinhas coloridas para representar a proteção às crianças e adolescentes. Esse foi o cenário do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado no dia 18 de maio e comemorado em BH na sexta-feira, em um evento que reuniu cerca de 2 mil pessoas. Com sombrinhas e guarda-chuvas, todos os presentes formaram um banner humano com os dizeres “18 de maio”. O tema do evento foi “asas para infância e adolescência seguras e protegidas” e a madrinha da causa foi a vocalista do Pato Fu, Fernanda Takai. Secretário municipal de Políticas Sociais, Jorge Nahas ressaltou a grandeza da mobilização e as ações da Prefeitura de Belo Horizonte no combate ao crime. “Este evento é importante para conscientizar a sociedade e ampliar o círculo de pessoas envolvidas”, disse, lembrando o trabalho ativo do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Nahas enfatizou os efeitos que esse tipo de ação pode causar na capital, sede da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014. “Queremos provar para o mundo que BH é uma cidade que não aceita a violência contra crianças e adolescentes e que tem mecanismos de combate a isso”, disse. Um dos participantes do evento foi Moisés Barbosa, de 23 anos, membro do Centro Recreação de Atendimento e Defesa da Criança e do Adolescente, o Circo de Todo Mundo, organização não governamental criada em 1993 e

Isabel Baldoni

Cidade mostra força de mobilização ao reunir cerca de 2 mil pessoas na Praça da Estação para formar um banner humano com o intuito de conscientizar a população sobre a causa no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Ação conscientiza sociedade e amplia círculo de pessoas envolvidas com a causa

uma forte opinião pública em prol desta causa. O objetivo é estimular e encorajar as pessoas a denunciarem situações de violência sexual, bem como criar possibilidades e incentivos para implantação de ações de políticas públicas. A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973 um crime em Vitória-ES chocou o país. Araceli, de 8 anos, foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta. O crime, hediondo, prescreveu impune. Rosalva Portela, presidente da Associação Municipal de Assistência Social (Amas), ressaltou que a mobilização é, especialmente, um incentivo ao combate à impunidade. “Precisamos mostrar que temos organizações fortes que ajudam no combate à exploração sexual infantil. Essa é uma questão de desenvolvimento social”, disse. Secretária municipal adjunta de Assistência Social, Elizabeth Leitão disse que o grande número de participantes é fruto da insistência dos envolvidos em mostrar a necessidade de se tomar atitudes. “É fundamental a participação dos jovens. Eles precisam aprender a dizer não à violência e ter autonomia para defenderem a própria vida”, disse a secretária, afirmando que esse é o caminho para uma cidade justa e igualitária.

Madrinha ilustre Depois de abraçar diversas causas, como a campanha de divulgação do Disque Denúncia, Fernanda Takai, vocalista da banda Pato Fu, apadrinha de forma ativa a luta contra o abuso e a explora-

ção sexual de crianças e adolescentes. Ela, mãe de Nina, de 8 anos, se define como uma defensora das crianças. “O que eu posso fazer é comparecer e dar o recado de que as pessoas não podem ficar caladas. A exploração sexual de crianças e adolescentes é um assunto de toda a sociedade”, destacou. A cantora recriminou a impunidade de crimes dessa natureza e destacou a importância das denúncias. “É preciso provar para o agressor que alguém está de olho nele. A criança é um indivíduo em formação, por isso é muito tocante ver que ainda existem crimes contra elas. Denunciar crimes é um papel de todo cidadão. Não é justo que sejamos uma sociedade em que cada um cuida de si”, disse.

Denuncie Qualquer cidadão pode denunciar crimes contra crianças e adolescentes. Para isso, basta ligar para o número 100. O serviço do Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é coordenado e executado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Por meio do 100, o usuário colhe informações sobre o paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas e conselhos tutelares. O serviço funciona diariamente, das 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas em um

prazo de 24 horas. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

O Pair Criado em 2002, o Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes no Território Brasileiro (Pair) foi a primeira política governamental intersetorial do Governo Federal. Belo Horizonte foi a sétima cidade a implementar o programa, sendo a Amas a instituição responsável por sua execução, em parceria com entidades governamentais e não governamentais. A capital tem uma rede de atenção à criança e ao adolescente que busca enfrentar a violência a exploração sexual de crianças e adolescentes.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

2

Sábado, 19 de maio de 2012

Espetáculo “Yepá, avó do mundo” comemora 5 anos tuito que o Grupo Aldeia Teatro de Bonecos comemora 5 anos do

seu espetáculo “Yepá, Avó do Mundo”, o mais longo de seu re-

pertório. O espetáculo será apresentado duas vezes: no sábado, dia 19, às 17h ,e no domingo, dia 20, às 11h, no Teatro Oi Futuro Klauss Vianna (av. Afonso Pena, 4001, Mangabeiras). Além de apresentar “Yepá, avó do mundo”, haverá no foyer do teatro a intervenção cênica “Máquina de Histórias”, o mais novo trabalho do grupo. A intervenção estará no foyer uma hora antes do espetáSnadro Marx

Kika Antunes

Um final de semana de pura magia e diversão. É com esse in-

culo com entrada franca. Já o valor do ingresso do espetáculo “Yepá, Avó do Mundo” é R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia). O espetáculo estreou em Belo Horizonte em 2007 e recebeu três indicações para o prêmio Usiminas Sinparc de Artes Cênicas na categoria Teatro Infantil de melhor atriz, melhor atriz coadjuvante e melhor criação de luz em maio de 2008.

O espetáculo

Espetáculo será apresentado duas vezes no Teatro Oi Futuro, no Mangabeiras

O Centro Cultural Padre Eustáquio (rua Jacutinga, 821, bairro Padre Eustáquio) recebe até sexta, dia 25, a exposição “Poesia Scrap – Poesias em Papel Estampado”, de Antônio Carlos Dayrell. O artista utiliza formas variadas para expressar sua criatividade, por meio da poesia, da crônica jornalística e das artes visuais. A mostra tem entrada gratuita e pode ser visitada de terça a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 9h às 12h. A exposição trabalha com a plasticidade da palavra como objeto de informação, arte e criação, e é uma crítica à sociedade de consumo. O artista dialoga com o tema, recriando na memória do espectador fatos que acontecem diariamente. A partir de observações detalhadas, Dayrell apresenta a sua versão do mundo contemporâneo. Ele reuniu, em pedaços de papel, os principais fatos e acontecimentos que viraram notícia no Brasil e no mundo. As notícias aparecem na exposição em forma de crônicas jornalísticas, artes visuais e em poemas cuidadosamente selecionados, que o autor publicou nos últimos anos. Entre os temas abordados,

Reprodução

Notícias do Brasil e do mundo são retratadas em exposição no Padre Eustáquio

“Yepá avó do mundo” conta a história de três mulheres, três marias, que um dia, com saudades de sua infância, resolvem “inventar” uma avó para lhes contar histórias: Yepá, a mais velha avó que nasceu na terra. A sábia anciã lhes conta a lenda indígena sobre a origem da noite através da magia dos bonecos e das sombras. O cenário retrata um quintal, onde um varal, cestas e bacias integram o ambiente de encontro das personagens Marias. A trilha sonora, executada ao vivo pelas atrizes, é composta por canções de nosso folclore.

O grupo O Grupo Aldeia Teatro de Bonecos foi criado em 1998 em Belo Horizonte e surgiu da necessidade de se resgatar a magia das tradições populares e lendas, especialmente as indígenas, contadas pelo interior do Brasil. Atualmente, o grupo possui em seu repertório os espetáculos “Aldeia de Histórias”, “Bonecas” e “Yepá, Avó do Mundo”, além da intervenção cênica “Máquina de Histórias”. Durante seus 14 anos de existência, o grupo participou de diversos eventos importantes no cenário cultural nacional, tais como o Festival Internacional de Teatro de Bonecos de Belo Horizonte, o Mostrará - Festival de Teatro de Araxá e o Festival Internacional de Teatro de Angra dos Reis.

Secretaria de Trabalho e Emprego divulga novas oportunidades de emprego e de cursos de qualificação

estão o futebol (paz entre as torcidas e Copa do Mundo de 2014), meio ambiente (aquecimento global, preservação das espécies e exploração petrolífera) e a paz mundial (liberdade de expressão). As mães e as mulheres jornalistas e apresentadoras da televisão brasileira também são homenageadas pelo artista. Uma pomba da paz, em forma de avião, recoberto com alumínio de caixas de leite, com aproximadamente

Antônio Carlos Dayrell reuniu fotos e notícias em pedaços de papel

80cm, e uma grande cobra, com tiras de papel scrapbook, de aproximadamente 1,5m, dividem o espaço da exposição com uma árvore temática de papelão, que representa a árvore da ciência (do conhecimento do bem e do mal).

O artista Antônio Carlos Dayrell é poeta, advogado e jornalista profissional. O desejo de escrever floresceu na adolescência e, desde então, ele redigiu várias poesias e artigos de Direito. Atualmente, escreve crônicas jornalísticas e vem se destacando em uma outra área: a fotografia. É autor e editor do livro “Poesia Para Parar o Tempo” (2009), que teve cada um de seus 400 exemplares confeccionados artesanalmente por ele. O livro faz parte do acervo Coleções Especiais – Mineiriana, da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e, em 2012, foi selecionado para a exposição comemorativa ao Dia Nacional da Poesia, ao lado de obras de Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Mário Quintana, Vinícius de Moraes, Dagmar Braga e Malluh Praxedes, entre outros.

Novas oportunidades de emprego são oferecidas nos postos do Sine vinculados à Prefeitura de Belo Horizonte. Nessa semana, as vagas em destaque são as de assistente administrativo, auxiliar de cozinha, estoquista, recepcionista atendente e servente de obras. Os cidadãos que desejam aprimorar seus conhecimentos profissionais, por sua vez, encontram as seguintes opções de cursos de qualificação: bordados com pedrarias, administração de compras e estoques, aperfeiçoamento em rotinas fiscais, manicure e pedicure, entre outros. Os interessados deverão se dirigir a um dos quatro postos municipais do Sine, apresentando carteira de trabalho, CPF, carteira de identidade, PIS/Pasep/NIT/NIS e o comprovante de endereço.

Confira os endereços dos SINES municipais Sine Barreiro Rua Barão de Coromandel, 982, Barreiro, das 8h às 16h30 Sine BH Resolve Rua Caetés, 342, Centro, de 8h às 18h Sine Niat Rua Espírito Santo, 505, 1º andar, Centro, das 8h às 16h30h Sine Venda Nova Rua Padre Pedro Pinto, 1.055, Venda Nova, das 8h às 16h30 Para mais informações, a Prefeitura coloca à disposição dos cidadãos o telefone 156 e o site www.pbh.gov.br/melhoremprego.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Sábado, 19 de maio de 2012

Congresso Mineiro de Municípios foi acompanhado de perto pela Conecta BH Pelo segundo ano consecutivo a TV Conecta BH transmitiu ao vivo o 29º Congresso Mineiro de Municípios, realizado no Expominas, no bairro Gameleira. Pelo site conectabh.pbh.gov.br foram transmitidos na última semana os melhores momentos do evento promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), que discutiu cenários, perspectivas e estratégias para a

gestão municipal. No estúdio da TV, montado no estande da Prefeitura de Belo Horizonte, foram feitas entrevistas com conferencistas, prefeitos e participantes do encontro. Nos três dias de evento prefeitos, vereadores, servidores e congressistas participaram de palestras e conferências com personalidades de renome nacional, como o ministro do Supremo Tribunal

Federal (STF), Carlos Velloso, que discutiu a Lei da Ficha Limpa, e o senador Aécio Neves, que falou sobre o tema “Governabilidade Municipal: a necessidade de implementação de medidas compensatórias aos municípios face medidas da União e dos Estados”. Presidente da AMM e prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli ressaltou a importância da busca por informações que colabo-

3

rem para uma melhor administração pública. “O congresso foi uma grande oportunidade para gestores e futuros gestores que se empenham na busca por uma administração de sucesso”, disse. Outros destaques da programação foram as conferências “Pesquisa eleitoral: importância e aplicação nas eleições municipais”, proferida pelo presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, e “Gestão municipal sustentável”, tema debatido pelo jornalista André Trigueiro. A programação incluiu também a entrega do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na

Gestão Municipal para as prefeituras que se destacaram na gestão de recursos em busca de melhorias dos resultados. O evento teve a participação de cerca de 120 expositores e recebeu aproximadamente 10 mil visitantes. As próximas transmissões ao vivo pela TV Conecta BH serão o 11° Festival Internacional de Teatro Palco e Rua (FIT-BH), que ocorrerá de 9 a 24 de junho, e o Congresso Mundial do Iclei 2012, que será realizado na capital mineira de 14 a 17 de junho. Para companhar basta acessar conectabh.pbh.gov.br.

Divulgação

Prodabel

Criada para divulgar as ações da gestão municipal, a TV Conecta BH, a Web TV da Prefeitura, é gerenciada pela Prodabel. A TV Conecta BH também integra a programação da TV UFMG com o noticiário diário, o Conecta Notícias. De segunda a sexta-feira, às 19h30, é possível acompanhar o informativo que aborda os programas da Prefeitura, além de orientações sobre os serviços municipais. Aos sábados e domingos, às 15h, a agenda cultural da cidade é divulgada.

Avanilton Aguilar

Centro de saúde homenageia mães em Venda Nova

Congresso discutiu cenários, perspectivas e estratégias para a gestão municipal

Reunião da Comforça discute andamento das obras na região Leste soa fala o que pensa, concorda ou discorda, coloca seu ponto de vista e isso é importante, pois só assim as obras podem ser conquistadas. Sugiro que todos também visitem as obras”, disse Rita. Ana Mendes Barbosa, presidente da Associação Comunitária e Habitacional do Ponta Porã, pediu que fosse avaliada a proposta para que os apartamentos que serão construídos no futuro sejam Gercom Leste

A Comissão de Acompanhamento e Fiscalização do Orçamento Participativo (Comforça) da região Leste se reuniu na última semana com lideranças e representantes das comunidades, da Secretaria Municipal Adjunta de Planejamento, da Urbel e com a secretária regional Leste, Rita Margarete Rabelo. “Tivemos uma ótima participação no lançamento do OP no dia 18 de abril, com a presença de 653 pessoas e contamos novamente com o empenho dos membros da Comforça para as próximas etapas. Vamos garantir a divulgação e facilitar o acesso de todos”, disse Fernando José Carneiro Moreira, gerente regional do Orçamento Participativo. Rita Margarete reforçou a necessidade do empenho dos membros da Comforça para que este prazo seja cumprido. Rita visitou todas as obras e comemorou a assinatura das oito ordens de serviço. “Estou satisfeita com as ordens de serviço. Peço a todos que nos ajudem na mobilização, para que possamos cumprir o prazo determinado. A Comforça é democracia plena, pois cada pes-

de três quartos e não dois, uma vez que as famílias que necessitam dos apartamentos são numerosas. Alcides Pereira de Souza, membro da Associação Comunitária do Vera Cruz, falou da importância da Comforça no debate com a comunidade. “Acho que as pessoas precisam participar mais. Devemos pegar esta bandeira e fortalecer este movimento”, disse. As reuniões da Comforça acontecem toda as segundas quintas do mês. A próxima está marcada para o dia 14 de junho, no auditório da regional, no bairro Floresta, às 19h.

O Centro de Saúde Andradas, que fica no bairro São João Batista, em Venda Nova, ofereceu aos usuários uma manhã diferente na última semana. Em um clima festivo, promoveu uma homenagem às mães usuárias da unidade, com a presença de dezenas de mães e avós, acompanhadas de seus filhos e netos. Na abertura, as mães foram homenageadas com um poema intitulado “Amor Materno”, escrito pelo professor Avanilton de Aguilar, funcionário da Gerência de Comunicação Social da Regional Venda Nova. As homenagens prosseguiram com várias músicas sobre mães, cantadas em coro pelas homenageadas. Em seguida, usuárias e funcionárias apresentaram uma peça de teatro intitulada “Uma Família”, abordando conflitos entre uma adolescente e sua mãe nos dias atuais. Dentro da homenagem geral às mães, algumas delas foram destacadas em particular, como Sayonara Rodrigues, enfermeira do Centro de Saúde Andradas, que iniciou a ginástica lian gong na unidade, e dona Idalina Oliveira Silva, de 94 anos, a mãe mais idosa acompanhada pela unidade. A homenagem foi encerrada com um lanche, oferecido pela unidade.

Exemplo Dona Idalina surpreende pela lucidez, desenvoltura e disposição. Morando com a filha Maria da Penha Araújo na rua do Centro de Saúde Andradas, dona Idalina frequenta sozinha, três vezes por semana, as aulas de lian gong oferecidas pela unidade, canta no coral da igreja e ainda trabalha fazendo pintura em tecido. Natural de Aimorés, dona Idalina foi casada com Moacir de Oliveira e está viúva há 31 anos. Teve 24 filhos, sendo quatro gravidezes de gêmeos. Dos 24, somente oito sobreviveram. Ela conta que muitos morreram de fome, tal era a dificuldade da vida que levavam. A família contabiliza 8 filhos, 31 netos, 16 bisnetos e 8 tataranetos. Dona Idalina recebeu uma guirlanda de flores da organização do evento e presenteou os participantes com a canção “Eu Ainda me Lembro um Dia”, aprendida com a bisavó, que fala da relação entre uma mãe e sua filha criança. Importância do debate da Comforça com a comunidade foi reforçada


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

34

Sábado, 19 de maio de 2012

INDICADORES ECONÔMICOS DE BELO HORIZONTE Taxas de Juros – Abril de 2012

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1) Período

IPCR(2) Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

dez/11

367,27

0,59

7,22

jan/12

376,82

2,60

fev/12

376,52

-0,08

mar/12

377,65

0,30

Taxas médias praticadas(1)

Setores

Variação (%)

Menor

Maior

Diferença (%)

Média

2,82

5,90

109,22

4,74

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

7,22

372,20

0,61

6,12

6,12

2,60

7,67

378,82

1,78

1,78

6,57

Prefixada (montadoras)

0,99

2,18

120,20

1,68

2,52

6,76

378,86

0,01

1,79

6,13

Prefixada (multimarcas)

1,41

2,38

68,79

1,94

2,83

6,41

380,72

0,49

2,29

5,87

1,90

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

Automóveis Usados

abr/12

378,93

0,34

3,18

5,89

382,81

0,55

2,85

5,58

Prefixada (montadoras)

1,38

2,28

65,22

1ª mai/12

398,94 (3)

0,22

3,48

5,44

403,93 (3)

0,44

3,16

5,35

Prefixada (multimarcas)

1,50

2,93

95,33

2,21

11,90

13,95

17,23

12,81

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte

Cartão de Crédito

(2) IP CR= Índice de P reço s ao Co nsumido r Restrito : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 6 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (3) 1ª quadrissemana de julho /94 = 100

Cheque Especial

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Combustíveis Construção Civil

Índice de Confiança do Consumidor Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

Período

No mês

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

IEE

No ano

Últimos 12 Meses

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

(2) (8)

4,75

9,76

105,47

8,33

1,42

11,71

724,65

6,33

(3) (7)

Imóveis Construídos

0,02

1,61

7.950,00

1,08

Imóveis na Planta

0,18

1,61

794,44

0,52

1,77

4,00

125,99

2,52

1,95

5,37

175,38

3,33

1,35

2,68

98,52

1,77

Cooperativas de Crédito (empréstimo) Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

nov/11

138,86

193,50

121,42

1,10

3,18

0,08

3,50

3,51

3,51

1,93

-0,29

3,11

CDC - Financeiro (8)

dez/11

138,86

193,54

121,40

0,00

0,02

-0,02

3,50

3,54

3,49

3,50

3,54

3,49

CDC - Bens Alienáveis

jan/12

136,25

193,98

117,79

-1,88

0,22

-2,97

-1,88

0,22

-2,97

-0,93

0,29

-1,58

Eletroeletrônicos

0,74

4,76

543,24

2,98

fev/12

136,23

197,35

116,70

-0,02

1,74

-0,93

-1,90

1,96

-3,87

0,23

0,71

0,00

Mobiliário

1,04

5,70

448,08

2,62

mar/12

137,04

198,94

117,26

0,59

0,81

0,48

-1,31

2,79

-3,41

-1,35

1,45

-2,80

Financeiras Independentes

8,44

16,03

89,93

12,38

abr/12

133,26

192,29

114,40

-2,76

-3,34

-2,44

-4,04

-0,65

-5,77

-3,26

2,51

(8)

Turismo

-6,10

(1) ICCB H: Índice de Co nfiança do Co nsumido r de B elo Ho rizo nte: trata-se de um indicado r que tem po r finalidade sintetizar a o pinião do s co nsumido res em B elo Ho rizo nte quanto ao s aspecto s capazes de afetar as suas decisõ es de co nsumo atual e futuro

Nacional

1,21

2,39

97,52

1,64

Internacional

1,15

2,43

111,30

1,60

1,48

8,29

460,14

4,07

(2) IEE: Índice de Expectativa Eco nô mica: retrata a expectativa do co nsumido r em relação ao s indicado res macro eco nô mico s (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a co nfiança do co nsumido r a respeito de alguns indicado res micro eco nô mico s

Vestuário e Calçados

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Empréstimos pessoa jurídica

Residenciais Período Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Comerciais

Variação (%) No mês

Últimos 12 Meses

No ano

nov/11

407,56

0,89

9,38

dez/11

411,68

1,01

10,48

10,48

jan/12

412,87

0,29

0,29

10,16

fev/12

415,22

0,57

10,12

0,86

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

541,83

9,56

No ano

1,04

11,87

549,68

1,45

13,49

551,72

0,37

0,37

558,01

1,14

1,14

3,54

210,53

2,14

1,14

4,10

259,65

2,24

Conta Garantida (8)

1,56

9,03

478,85

5,43

Captação

Últimos 12 Meses

CDB 30 dias

(4)

0,77

Cooperativas de Crédito (aplicação)

12,57

1,51

(8)

Capital de Giro (8)

Desconto de Duplicatas

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis

0,79

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,33

0,55

66,67

0,46

13,49

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,51

0,71

39,22

0,60

12,63

Poupança (5)

0,52

Taxa SELIC (6)

12,17

0,75

(1) Co nsidera-se a média das taxas praticadas pelo s info rmantes

(5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente (6) M édia po nderada pela vigência

(3) Inclui a variação do s indexado res CUB , TR, INCC e IGP -M

(7) No vo cálculo co nsiderando o perío do do s índices que co mpõ em a estimativa (8) Dado s co letado s a partir de info rmaçõ es co nso lidadas no B anco Central do B rasil

mar/12

419,21

0,96

1,83

9,62

562,53

0,81

2,34

12,31

(2) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

abr/12

420,80

0,38

2,22

9,26

565,00

0,44

2,79

11,80

(4) Taxa A NB ID do primeiro dia útil do mês e pro jetada para 30 dias

.. Não se aplica dado s numérico s

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Tarifas Bancárias – Abril de 2012

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Abril de 2012

Forma de Cobrança

Produtos / serviços(1)

Imóveis

Apartamentos

Popular

Médio

Alto

Luxo

480,00 (5)

(1)

636,25 (8)

1606,25 (24)

Conf ecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com f unção débito

por cliente

5,50

10,00

81,82

7,73

885,07 (75)

1017,24 (91)

1943,50 (103)

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com f unção mov. conta de poupança

por cliente

5,50

10,00

81,82

7,33

Apartamento 2 Quartos

609,52 (42)

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

712,50 (16)

853,75 (8)

1083,33 (9)

1340,00 (7)

1051,43 (35)

1201,30 (77)

1446,69 (181)

2313,44 (276)

Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos

(1)

1187,50 (4)

1792,86 (7)

2826,67 (15)

Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

(1)

2320,00 (5)

2341,38 (29)

4113,81 (181)

385,00 (4)

451,00 (10)

(1)

(Z)

(Z)

566,67 (6)

(Z)

(1)

Apartamento 3 Quartos 1 Banho

Barracão 1 Quarto Barracões Barracão 2 Quartos Casa 1 Quarto Casa 2 Quartos Casa 3 Quartos e 1 Banho

450,00 (4)

(Z)

(1)

(Z)

668,42 (19)

790,83 (12)

1040,00 (10)

(2)

868,18 (11)

985,71 (7)

(2)

(Z)

1160,00 (8)

1564,29 (14)

2521,43 (14)

4942,86 (7)

Casas Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos Casa 4 Quartos e até 2 Banhos Casa 4 Quartos e 2 Banhos

(2)

(2)

2575,00 (4)

(Z)

2666,67 (6)

(Z)

(2)

7895,45 (22)

52,00

73,33

42,70

11,00

15,00

36,36

11,77

CHEQUE - Fornecimento de f olhas de cheque

por cheque

1,00

1,55

55,00

1,39

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

27,00

35,00

23,32

CHEQUE - Cheque Visado

por cheque

0,00

21,00

..

15,75

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por operação

2,00

3,50

75,00

2,33

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,30

3,00

130,77

1,93

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,30

2,30

76,92

1,83

DEPÓSITO - Depósito Identif icado

por operação

0,00

5,00

..

2,24

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

2,00

6,00

200,00

3,25

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,45

3,00

106,90

2,12

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

0,00

2,00

..

por operação

1,45

6,00

313,79

3,17

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

1,45

5,00

244,83

2,39

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

0,00

5,00

..

2,04

Fornecimento de cópia de microf ilme, microf icha ou assemelhado

por operação

4,50

6,00

33,33

5,69

Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,00

..

13,13

Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

12,50

..

7,80

Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

0,00

11,50

..

7,40

Transf erência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,95

195,00

1,45

Transf erência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,00

2,70

..

1,03

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

24,00

27,00

12,50

25,72

Transf erência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

13,40

20,00

49,25

14,85

Transf erência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

12,50

..

7,82

Transf erência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

6,00

11,50

91,67

8,03

Transf erência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

13,40

20,00

49,25

14,77

Transf erência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

12,50

..

7,82

Transf erência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

8,60

..

7,92

por operação

30,00

49,00

63,33

42,78

por evento

10,50

18,00

71,43

13,35

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS

OPERAÇÕES DE CRÉDITO Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA CARTÃO DE CRÉDITO (3) Anuidade - cartão básico nacional

a cada 365 dias

24,00

54,00

125,00

44,33

Fornecimento de 2ª via de cartão com f unção crédito

por evento

0,00

15,00

..

6,53

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

15,00

275,00

8,16

Pagamento de contas utilizando a f unção crédito em espécie

por evento

1,99

15,00

653,77

10,40

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

por evento

0,00

15,00

..

13,13

a cada 365 dias

0,00

90,00

..

86,67

por evento

7,90

30,00

279,75

13,99

(2) Co nsidera-se a média das tarifas praticadas pelo s banco s pesquisado s .. Não se aplica dado s numérico s

Cesta Básica (2)

IPCA

No ano

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Últimos 12 Meses

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

nov/11

365,12

841,18

444,78

0,43

0,00

1,70

6,59

6,86

6,59

6,94

6,86

2,75

dez/11

367,27

841,18

460,44

0,59

0,00

3,52

7,22

6,86

10,34

7,22

6,86

10,34

376,82

960,02

479,24

2,60

14,13

4,08

2,60

14,13

Quantidade

Valores (em R$)

Contribuição na variação (p.p.)

Açúcar cristal

3,00 kg

5,00

-0,03

Arroz

3,00 kg

5,76

-0,01

Banana caturra

12,00 kg

25,56

0,83

Batata inglesa

6,00 kg

8,82

0,46

Café moído

0,60 kg

7,52

-0,03

Chã de dentro

6,00 kg

95,16

-1,29

Farinha de trigo

1,50 kg

3,12

4,08

7,67

15,19

13,77

0,00

Feijão carioquinha

4,50 kg

23,71

1,02

7,50 lt

15,15

0,06

750,00 gr

14,63

-0,07 0,02

fev/12

376,52

960,02

456,21

-0,08

0,00

-4,81

2,52

14,13

-0,92

6,76

15,19

6,28

Leite pasteurizado

mar/12

377,65

960,02

449,38

0,30

0,00

-1,50

2,83

14,13

-2,40

6,41

14,13

-1,28

Manteiga

abr/12

378,93

960,02

447,96

0,34

0,00

-0,31

3,18

14,13

-2,71

5,89

14,13

3,41

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (2) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

ND: não dispo nível

Custo da Cesta Básica (*) – Abril de 2012 Produto

Variação (%)

Salário Mínimo

1,27

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica

IPCA(1)

32,29

30,00

Fo nte: B anco Central do B rasil / B anco s - Dado s trabalhado s pela Fundação IP EA D/UFM G

No mês

..

por cheque

(1) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

59,00

por Operação

Anuidade - cartão básico internacional

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

0,00

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

Avaliação emergencial de crédito

(*) O valo r entre parênteses representa o número de imó veis utilizado s no cálculo da respectiva média. Na maio ria das vezes, so mente são publicado s valo res médio s o btidos a partir de quatro imóveis pesquisado s. Os caso s em que não fo i pesquisado nenhum imó vel são indicados po r hífen (-). Os valo res médio s referentes a apartamentos de 1e 2 quarto s da classe luxo são influenciado s pela oferta de Flats.

por evento

CONTAS DE DEPÓSITOS

PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

jan/12

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%) Média (2) (R$)

CADASTRO

Apartamento 1 Quarto

Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos

Período

ND - não dispo nível

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Óleo de soja

1,00 un

3,08

Pão francês

6,00 kg

37,14

0,05

Tomate

9,00 kg

14,85

-1,31

(*) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G


Poder Executivo Sábado, 19 de maio de 2012

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

35

Polícia Militar de Minas Gerais homenageia funcionários da Regional Centro-Sul do parte da corporação, contribuíram de maneira relevante nas ações do 1º Batalhão, composto pelas 3ª, 4ª, 5ª e 6ª companhias. O secretário regional Centro-Sul, Harley Andrade, e o supervisor técnico de Fiscalização Centro-Sul, Carlos Pegnolato, estavam entre os homenageados. Eles receberam o troféu O Pioneiro na categoria colaborador bene-

Fotos: Gercom Centro-Sul

Em comemoração aos 122 anos do 1º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, situado no bairro Santa Efigênia, foi realizada, na semana passada uma cerimônia festiva na sede do próprio batalhão, quando foram homenageados os militares que se destacaram na prestação de serviços à comunidade, além de outras autoridades que, mesmo não fazen-

Harley Andrade e Carlos Pegnolato receberam o troféu O Pioneiro

Dia das Mães é comemorado com várias atividades na Regional Leste com vários brindes que foram sorteados. Ao final do evento os presentes saborearam uma deliciosa canjica, lanche apropriado para uma tarde fria. Satisfeita e entusiasmada com o evento, a servidora Raimunda Leotéria da Silva disse que não tinha palavras para elogiar o evento. “Adorei a festa, pois conseguiu promover a participação de todos.

Foi maravilhoso ver as pessoas cantando e brincando de roda”, disse a servidora. A festa foi organizada por uma equipe de servidores da regional que uniu esforços para realizar o evento em apenas duas reuniões. Presente nas comemorações, a secretária regional Rita Margarete Rabelo elogiou a iniciativa. “Parabéns a todas as mães, principalmente aquelas que cumprem dupla e até tripla jornada de trabalho e ainda conseguem cuidar de seus filhos nas tarefas diárias”, disse.

Gercom Leste

Muita alegria e descontração marcaram as comemorações do Dia das Mães no auditório da Regional Leste, no bairro Floresta. O evento teve em seu cardápio de atividades uma apresentação do grupo de forró Meninas das Gerais, que animou o ambiente com músicas folclóricas, promovendo integração entre os participantes. Para Graça Alves, componente do grupo de forró, todos devem levar alegria sempre, independentemente da idade. “A vida é muito bonita e não interessa a cor, a idade ou a condição social. O importante é transmitir alegria”, ressaltou. As crianças Laura Padua, de 8 anos, Clara Bastos, de 11, e Alice Bastos, de 8, também foram atrações da atividade, cantando e emocionando todas com as músicas. Um belo vídeo de mensagem foi produzido, com fotografias das mães servidoras, com uma música de Roberto Carlos como pano de fundo. As mães receberam um caderno com desenhos de mosaicos para colorir e foram presenteadas

mérito, que agracia personalidades que, mesmo não integrando o quadro da Polícia Militar, contribuem com o trabalho diário da Polícia Militar de Minas Gerais. Também foram agraciados com o troféu os destaques administrativos e operacionais de 2011 e 2012 do 1º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais. As categorias homenageadas foram destaque da Polícia Militar de Minas Gerais, destaque do 1º Batalhão e colaborador benemérito. No término da solenidade, ouve uma marcha executada pelos militares e um desfile de carros, bicicletas e motos pelo pátio da unidade. Harley Andrade falou da satisfação em receber a homenagem. “É um reconhecimento às ações desenvolvidas em parceria e fruto de um trabalho que vem sendo construído pelas duas instituições ao longo dos anos”, ressaltou. Para Carlos Pegnolato, foi muito gratificante ser homenageado. “É emocionante ser homenageado em uma solenidade desse tipo. Fiquei muito feliz com o reconhecimento do meu trabalho”, disse o supervisor.

Semana da Enfermagem busca valorização do profissional em Venda Nova Com objetivo de valorizar o funcionário da área de Saúde, para que ele tenha mais interesse no atendimento ao usuário, o Centro de Saúde Venda Nova promoveu na última semana no auditório da Escola Municipal Professor Pedro Guerra a primeira Semana da Enfermagem. O evento contou com a presença de profissionais da unidade que aproveitaram para refletir sobre temas como ética do cuidado, postura profissional e direitos humanos, entre outros. O ciclo de palestras foi aberto pelo padre Henrique de Moura, professor e diretor do Instituto Mineiro dos Direitos Humanos, que falou sobre ética. Maria Inês Ribeiro de Oliveira, gerente de Gestão do Trabalho e Educação da Secretaria Municipal de Saúde, abordou a valorização do servidor público na perspectiva da saúde. A enfermeira Elizângela Gomes de Oliveira, gerente da unidade, comentou sobre a importância de conciliar a qualidade do atendimento ao usuário com condições adequadas de trabalho para o profissional. “Minha função é trabalhar para o melhor funcionamento da unidade, de forma que o funcionário fique satisfeito em trabalhar para a satisfação dos usuários. Este evento tem como objetivo a valorização do funcionário, para que ele tenha mais interesse no atendimento ao usuário da saúde, buscando atingir as metas de humanização do atendimento determinadas pela Secretaria Municipal de Saúde”, disse. Durante toda a semana, uma série de palestras abordou a questão da enfermagem nos serviços de saúde prestados à população, sempre voltadas para a valorização do profissional. Algumas atividades complementares deliciaram as participantes, como a ginástica lian gong, com a instrutora Vanessa Cíntia Ribeiro, e momento de estética e beleza, com dicas de nutrição, moda, cuidados com a pele e maquiagem. No primeiro e no último dia do encontro, o Centro de Saúde Venda Nova funcionou com escala mínima para que o maior número de profissionais pudesse participar. Nesses dias, a participação ultrapassou 100 pessoas. No encerramento, com apresentação musical dos médicos generalistas Ângelo Andre e Sheila Sabino, foram homenageados diversos enfermeiros da unidade que já estão aposentados.

Reflexos Na avaliação da assistente social Aldair Cesarina dos Santos, que está assumindo a Gerência Adjunta do Centro de Saúde Venda Nova, o evento vai refletir no atendimento ao usuário. “A vivência dessa semana foi uma experiência muito gratificante, trazendo à tona temas importantes. A abordagem de assuntos como ética do cuidado e postura é de grande relevância para todos. Além disso, nos permitiu ter um momento de descontração e interação, com reflexo no serviço prestado ao usuário, que representa o resultado de todo um trabalho de valorização do profissional e da categoria”, concluiu. Mães receberam um caderno com desenhos de mosaicos para colorir


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

36 36

de maio de 2012 Sábado, 19 deSábado, maio de192012

Desfile marca o Dia Nacional da Luta Antimanicomial em BH da população para a luta contra o preconceito às pessoas em sofrimento mental. Além disso, propor e defender o fim dos hospitais psiquiátricos e a sua substituição por serviços abertos de qualidade, que garantam o tratamento em liberdade e os direitos de cidadania, assim como defender a reforma psiquiátrica antimanicomial. Participaram do encontro os usuários dos serviços substitutivos de saúde mental de Belo Horizonte, familiares e trabalhadores dos serviços de saúde mental de Nova Lima, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, Betim, Contagem, Brumadinho, Sabará, Igarapé, Pedro Leopoldo e Esmeraldas. Estudantes de diversas faculdades e entidades de direitos humanos também marcaram presença.

Fotos: Isabel Baldoni

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) realizou na sexta-feira, dia 18, um desfile em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial. A concentração aconteceu na Praça da Liberdade, de onde os integrantes da escola de samba Liberdade Ainda que Tam Tam partiram para o desfile pelas ruas da capital. O tema do desfile deste ano foi “SUStentar a Diferença: Saúde não se Vende, Gente não se Prende”. Esse é o 15º ano consecutivo que a defesa da luta antimanicomial ganha as ruas da capital. Os integrantes da escola de samba são usuários dos serviços substitutivos de saúde mental de Belo Horizonte. O desfile teve como objetivo chamar a atenção

Pioneirismo da capital mineira A política de Saúde Mental de Belo Horizonte começou a ser implantada há 17 anos. Pioneiro entre as grandes metrópoles brasileiras, o trabalho é marcado pela ousadia no campo da reforma psiquiátrica e segue a lógica antimanicomial, valorizando o cuidado em liberdade e a reinserção social dos pacientes. Na capital, existem sete Centros de Referência em Saúde Mental (Cersams) em diferentes regiões, que cobrem toda a cidade. As unidades funcionam 24 horas, oferecendo hospitalidade noturna aos usuários que necessitam de cuidado intensivo em tempo integral todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados. Essas unidades contam com uma equipe multiprofissional, formada por terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e psiquiatras infantis. Já para os pacientes entre 0 e 18 anos, o atendimento é realizado pelo Centro de Referência em Saúde Mental Infantil (Cersami). Para os usuários de álcool e outras drogas, a capital oferece atendimento especializado no Cersam-ad. A capital ainda conta com 24 residências terapêuticas. O serviço, conhecido por meio da sigla SRT (Serviço Residencial Terapêutico), está localizado em diversos bairros da cidade e desde 2002 são habitados por portadores de sofrimento mental.

Desfile chamou atenção para a luta contra o preconceito com as pessoas em sofrimento mental

Encontro aborda desafios do programa Maior Cuidado na região Norte

Gercom Norte

das condições de vulnerabilidade social dos idosos. “Pelo sucesso já comprovado, precisa ser gradativamente ampliado para os territórios que ainda não foram contemplados, como, por exemplo, o BH Cidadania / Cras Vila Biquinhas”, afirmou. Através do programa, idoso é acompanhado por um cuidador social, de segunda a sexta-feira, no período parcial de quatro horas, de acordo com o seu estado clínico e social. Nesse período, o profissional o auxilia nas mais variadas atividades, como alimentação, banho e recreação. O objetivo é prevenir situações de risco, exclusão e isolamento. Na região são 24 cuidadores que atendem 48 idosos com necessidades clínicas, sociais e de grau de dependência funcional.

A reunião, promovida pelo BH Cidadania Zilah Spósito semestralmente, tem o intuito de escutar as famílias para apontar os

desafios, cuidados e o que precisa ser melhorado. Para a assistente social e referência técnica do programa Maior Cuidado, Sarah Dias,

Gercom Norte

Profissionais de Saúde e Assistência Social debateram na terça-feira, dia 15, no BH Cidadania Zilah Spósito, na região Norte, com as famílias e cuidadores, os desafios do programa Maior Cuidado, desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social. O programa Maior Cuidado promove ações de proteção e segurança para a pessoa idosa. Fazem parte dessa iniciativa dois projetos, o Domicílio Seguro para a Pessoa Idosa e o Cuidador de Idosos, ambos integrantes do projeto sustentador Programa de Atenção ao Idoso, que faz parte do BH Metas e Resultados. Para o gerente de Políticas Sociais, Ademilton Araújo, o programa Maior Cuidado é imprescindível no processo de superação

Programa promoveu ações de proteção e segurança para os idosos

o projeto é um avanço nas políticas públicas de garantia de direitos da cidadania. “Os desafios são muitos, mas já avançamos e a parceria com a saúde é importante nesta conquista”, disse. Sarah explicou ainda que é feito um levantamento dos casos dos idosos em maior vulnerabilidade social e, a partir daí, ele é incluído. “Um dos critérios mais importantes é a insuficiência das famílias” completou. Coordenadora do BH Cidadania/Cras Zilah Spósito, Rosana de Fátima Coelho afirma que o trabalho intersetorial é fundamental. “A participação do centro de saúde e do Nasf no apoio à atividade é de fundamental importância para a continuação do sucesso do programa”, destacou.

Secretaria Municipal de Planejamento promove curso de Macroeconomia e Desenvolvimento A Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação (SMPL), por meio da Gerência de Coordenação de Projetos Estratégicos (GPET) e da Escola Virtual de Governo (EVG) da Prefeitura de Belo Horizonte, em parceria com o Instituto de Pesquisas Aplicadas (Ipea) e o Centro Internacional Celso Furtado, promoverá entre segunda, dia 21, e quinta, dia 24, o Curso de Macroeconomia e Desenvolvimento. O curso é voltado para a capacitação profissional de 30 gestores e servidores públicos

lotados nas secretarias municipais de Planejamento, Finanças, Desenvolvimento e nas regionais da PBH. As aulas versarão sobre macroeconomia, desenvolvimento econômico e desenvolvimento regional e serão realizadas no auditório da SMPL (rua Domingos Vieira, 120, bairro Santa Efigênia). Os conteúdos serão ministrados pelos professores Cláudio Roberto Amitrano, mestre e doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e diretor adjunto de Estudos e Políticas Macroeconômicas

do Ipea, Fernando Augusto Mansor de Mattos, mestre e doutor em Ciências Econômicas pela Unicamp e professor na Universidade Federal Fluminense, Miguel Matteo, mestre em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, doutor em Ciências Econômicas pela Unicamp e diretor adjunto de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Ipea. O curso será encerrado na quinta-feira, dia 24, com uma palestra aberta ao público da Prefeitura, proferida pelo professor Wilson Cano, professor titular do Ins-

tituto de Economia da Unicamp sobre o tema “Desenvolvimento Econômico e Regional Brasileiro”. Wilson Cano é doutor em Ciências Econômicas pela Unicamp e professor titular da universidade, além de membro vitalício do Conselho Curador da Fundação de Economia de Campinas e consultor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Atua na área de economia, com ênfase em desenvolvimento econômico, economia brasileira, economia latino-americana e economia regional. É autor de uma bibliografia

de referência na área, tendo escrito, entre outros livros, “Introdução à Economia”, “Ensaios sobre a Formação Econômica Regional do Brasil” e “Desconcentração Produtiva Regional no Brasil”, que recebeu o prêmio Brasil de Economia em 2008 pelo Conselho Federal de Economia (Cofecon). Atualmente desenvolve pesquisa sobre as novas determinações da urbanização do Brasil, onde procura analisar a evolução e as transformações principais da urbanização brasileira pós 1980.

DOM - 19/05/2012  

Diário Oficial do Município

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you