Issuu on Google+

PREFEITURA BELO HORIZONTE Ano XVIII • N. 4.016 • R$ 0,80

BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município - DOM

Tiragem: 2.500 • 24/2/2012

Cerca de 30 mil foliões se divertiram com as várias atrações da Estação do Samba, no Centro da capital, incluindo shows e desfiles de escolas de samba e blocos caricatos Dez escolas de samba e seis blocos caricatos animaram os cerca de 30 mil foliões que prestigiaram os desfiles na Praça da Estação. A Estação do Samba, montada na avenida dos Andradas, entre os viadutos da Floresta e de Santa Tereza, recebeu, além do desfile das escolas e dos blocos no domingo, dia 19, e na segunda-feira, dia 20, dezenas de shows e apresentações para todos os gostos e idades. A Escola de Samba Canto da Alvorada foi bicampeã do Carnaval de BH, enquanto o bloco caricato Por Acaso ficou em primeiro lugar pela terceira vez em sua história. Desfilando sob o tema “Tem cheiro de mato é terra molhada”, uma homenagem à mineira Clara Nunes, a escola de samba Canto da Alvorada cativou o público que lotou a Estação do Samba na segunda-feira e recebeu nota 193,1 dos jurados, o que lhe valeu o bicampeonato do grupo A. A Chame-Chame foi a segunda colocada, seguida pela Acadêmicos de Venda Nova. Presidente da Canto da Alvorada, Carlos Alberto Damasceno comemorou o resultado extravasando a alegria de ser bicampeão. “É o reconhecimento de um trabalho coletivo que demonstrou na avenida a paixão da comunidade pelo Carnaval. Neste ano tivemos um salto de qualidade na organização dos desfiles. Juntos vamos consolidando a capital mineira como importante núcleo de produção carnavalesca”, destacou. Fundada em março de 1979, a escola, representada pelas cores verde e branca, é detentora de 12 campeonatos no grupo A e de um no grupo B. O bicampeonato deste ano rendeu um prêmio de R$ 30 mil pela conquista. A vicecampeã Chame-Chame e a terceira colocada Acadêmicos de Venda Nova recebem R$ 15 mil e R$ 7,5 mil, respectivamente. Única escola a desfilar no grupo B, a Estrela do Vale sobe para o grupo principal levando um prêmio de R$ 15 mil pelo desfile, que homenageou a “Música das Gerais”. Última colocada, em 2013 a Bem-Te-Vi deverá desfilar no grupo B, quando disputará o direito a retornar ao grupo principal.

Chame-Chame foi a vice-campeã do grupo A

Fotos: Belotur

Canto da Alvorada e bloco Por Acaso são os vencedores do Carnaval 2012 em BH

Canto da Alvorada conquistou o bicampeonato do grupo A e chegou a 12 conquistas desde sua fundação, em 1979

Por Acaso conquista título de melhor bloco caricato pela terceira vez Três vezes campeão do Carnaval de Belo Horizonte, o bloco caricato Por Acaso venceu uma acirrada disputa com o Mulatos do Samba, que ficou com o segundo lugar. Apenas um décimo definiu o campeão de 2012. Com o enredo “Do pombo correio ao e-mail, sou Por Acaso e estou no meio”, a agremiação levantou o público dos camarotes e arquibancadas fazendo por merecer os 94,1 pontos concedidos pelos dez jurados presentes na avenida. O bloco Bacharéis do Samba completou o ranking dos melhores blocos de 2012. Campeão do grupo B com 71,1 pontos, o bloco Aflitos do Anchieta recebe um prêmio de R$ 2,5 mil e desfila, em 2013, no grupo principal. Já os Infiltrados de Santa Tereza retornam ao grupo de acesso no próximo ano. Jairo Alves Pereira, presidente do Por Acaso, comemorou a conquista destacando a importância da Estação do Samba no processo de crescimento do Carnaval de Belo Horizonte. “Estamos orgulhosos pelo título recebido. Somos merecedores

deste título que, mais uma vez, demonstra que a criatividade aliada ao trabalho incansável da comunidade é a receita para um desfile campeão. A Estação do Samba trouxe um público recorde para a avenida e demonstrou que estamos no caminho certo. A tendência é crescer a cada ano”, comemorou o presidente. O Por Acaso foi fundado em 2009 por um grupo de amigos moradores do bairro Carlos Prates e da Vila São Francisco das Chagas. A vitória deste ano rendeu um prêmio de R$ 12,5 mil. O Mulatos do Samba, segundo colocado, e o bloco Bacharéis do Samba, terceiro, recebem R$ 6,25 mil e R$ 3,12 mil, respectivamente. O Metralhas do IAPI não desfilou e foi suspenso do Carnaval por tempo indeterminado. Os blocos Acadêmicos da Vila Estrela e Apaixonados pelo Samba que, por desfilarem pela primeira vez na avenida, compuseram o Grupo de Avaliação, não cumpriram os quesitos mínimos e não poderão se apresentar no Carnaval de 2013.

Bloco Por acaso venceu por apenas um décimo a disputa contra o Mulatos do Samba


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

2

Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

EM CARTAZ NESTE FINAL DE SEMANA TEATRO INFANTIL Clássico A Bela Adormecida – Espaço Cultural Imaculada (Rua Aimorés, 1.600, Lourdes). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 10. A Dama e o Vagabundo – Teatro Sesc Tupinambás (Rua Tupinambás, 908, Centro). Amanhã, às 16h30, e domingo, às 10h30. R$ 10. A Maior Flor do Mundo – Teatro Santo Agostinho (Rua Aimorés, 2.679, Santo Agostinho). Amanhã e domingo, às 16h. R$ 8. A Princesa Encantada – Teatro Sagrado Coração de Jesus (Rua dos Inconfidentes, 500, Funcionários). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 12. As Histórias do Lobo Mau – Teatro do Colégio Arnaldo (Rua Timbiras, 560, Funcionários). Amanhã e domingo, às 17h. R$ 10. Branca de Neve e os Sete Anões – Teatro da Maçonaria (Av. Brasil, 478, Santa Efigênia). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 12. De Olho no Clima – Teatro Nossa Senhora das Dores (Av. Francisco Salles, 77, Floresta). Amanhã e domingo, às 16h. R$ 5. Jojô e Palito em: Chapeuzinho Vermelho - Schauspielhaus Luchini (Rua Osório Morais, 2.679, Santo Antônio). Domingo, às 10h30. R$ 12. Jojô e Palito em: O Mágico de Oz – Teatro da Assembleia (Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Antônio). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 12. Mogli o Menino Lobo – Teatro da Biblioteca Pública (Praça da Liberdade, 61, Funcionários). Domingo, às 11h. R$ 8. O Pequeno Príncipe: Em Busca de Um Amigo – Teatro do NET (Rua Timbiras, 1.605, Lourdes). Domingo, às 16h. R$ 10. O Gato de Botas – Teatro Monte Calvário (Rua Bernardo Guimarães, s/nº, esquina com a rua Uberaba). Domingo, às 11h. R$ 10. O Rei Careca – Teatro Alterosa (Av. Assis Chateubriand, 499, Floresta). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 8. Os 3 Porquinhos – Teatro Sesi Minas (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia). Amanhã e domingo, às 16h. R$ 12.

Comédia Pipoca & Batatinha em: Tá Nervoso? Vai pescar! – Pátio Savassi (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro). Amanhã e domingo, às 17h. R$ 10.

Contemporâneo A Mansão Bem Assombrada – Teatro Sagrado Coração de Jesus (Rua dos Inconfidentes, 500, Funcionários). Amanhã e domingo, às 15h. R$ 12. Pra lá do Arco-Íris – Teatro Marília (Av. Alfredo Balena, 586, Centro), amanhã e domingo, às 16h. R$ 10.

Fantástico Boi da Manta e Outros Mitos – Palácio das Artes – Sala Juvenal Dias (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Amanhã e domingo, às 16h. R$ 10.

Musical A Vaquinha Lelé – Teatro Icbeu (Rua da Bahia, 1.723, Lourdes). Domingo, às 11h. R$ 12. O Casamento da Ararinha Azul – Teatro Icbeu (Rua da Bahia, 1.723, Lourdes). Amanhã e domingo, às 17h. R$ 12. Os Saltimbancos – Teatro Dom Silvério (Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro). Amanhã e domingo, às 16h30. R$ 12.

Participativo Vamos Brincar de Brincar – Palácio das Artes – Teatro João Ceschiatti (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Domingo, às 16h30. R$ 10.

Causos de Assombração – Palácio das Artes – Sala Juvenal Dias (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 10. Ceguinho é a Mãe – Teatro Izabella Hendrix (Rua da Bahia, 2.020, Lourdes). Amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Chumbo Trocado Dói – Teatro do Colégio Arnaldo (Rua Timbiras, 560, Funcionários). Hoje e amanhã, às 19h. R$ 10. Como se livrar de um defunto – Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6.061, São Pedro). Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h. R$ 12. Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso – Sesc Palladium – Grande Teatro (Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Cuidado, o Diabo também faz milagre – Teatro da Biblioteca Pública (Praça da Liberdade, 61, Funcionários). Hoje, amanhã e domingo, às 19h. R$ 12. De Bêbado e Louco Todo Mundo tem um Pouco – Teatro do NET (Rua Timbiras, 1.605, Lourdes). Hoje e amanhã, às 19h30, e domingo, às 18h. R$ 12. Juca, um jeca em: Dura vida de solteiro – Centro Cultural UFMG (Av. Santos Dumont, 174, Centro). Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h. R$ 10. Marido de aluguel?! Nem pra ir pro céu?! – Teatro A.M.I. (Rua da Bahia, 1.450, Lourdes). Hoje e amanhã, às 19h. R$ 10. Meu Tio é... Tia! – Teatro Sagrado Coração de Jesus (Rua dos Inconfidentes, 500, Funcionários). Hoje e amanhã, às 19h e às 21h, e domingo, às 19h30. R$ 12. O Marido da minha Mulher – Teatro Monte Calvário (Rua Bernardo Guimarães, s/ nº, esquina com a rua Uberaba). Amanhã, às 19h, e domingo, às 18h. R$ 12. Os Homens querem casar e as Mulheres querem sexo – Teatro Santo Agostinho (Rua Aimorés, 2.679, Santo Agostinho). Hoje, às 21h, amanhã, às 19h e às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Parente não é gente – Teatro Arnaldo (Rua Vitória Marçola, 360, Anchieta). Hoje e amanhã, às 19h, e domingo, às 20h30. R$ 10. Perigo, mineiros em férias! – Teatro da Maçonaria (Av. Brasil, 478, Santa Efigênia). Hoje, às 21h, amanhã, às 19h e às 21h30, e domingo, às 20h. R$ 12. Procura-se Bráulio desesperadamente – Teatro Marília (Av. Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Quem rir por último é retardado – Teatro do NET (Rua Timbiras, 1.605, Lourdes). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h30. R$ 12. Sobre dinossauros, galinhas e dragões – Funarte MG (Rua Januária, 68, Floresta). Hoje e amanhã, às 21h e domingo, às 19h. R$ 5. Tino Gomes – Cantoria, poesia e uns cauzim de safadeza – Teatro Alterosa (Av. Assis Chateubriand, 499, Floresta). Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h. R$ 10. Uma emprega quase perfeita – Teatro Arnaldo (Rua Vitória Marçola, 360, Anchieta). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 10. Velório à Brasileira – Teatro da Biblioteca Pública (Praça da Liberdade, 61, Funcionários). Hoje, amanhã e domingo, às 21h. R$ 12.

Contemporâneo Circo de Pulgas – Teatro Dom Silvério (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12.

Contos Contos de Aprendiz – Carlos Drummond de Andrade – Teatro da Assembleia (Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho). Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h30. R$ 12.

Drama São Francisco de Assis à Foz – Teatro Klauss Vianna – Oi Futuro (Av. Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12.

Drama Cômico É só Uma Formalidade – Funarte MG (Rua Januária, 68, Floresta). Hoje e amanhã, às 19h, e domingo, às 18h. R$ 5.

Musical Morte e Vida Severina – Teatro da Cidade (Rua da Bahia, 1.341, Centro). Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h. R$ 12.

Teatro Adulto

Ópera

Alice ao Avesso – Palácio das Artes – Teatro João Ceschiatti (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 10.

Comédia 10 Maneiras Incríveis de Destruir seu Casamento – Teatro Monte Calvário (Rua Bernardo Guimarães, s/nº, esquina com a rua Uberaba). Hoje, às 20h30, amanhã, às 21h, e domingo, às 20h. R$ 12. A eterna luta entre o homem e a mulher – Spetáculo Casa de Artes (Rua Pouso Alegre, 1.568, Santa Efigênia). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. A Virgem de 40 – Agora ou Nunca – Teatro Icbeu (Rua da Bahia, 1.723, Lourdes). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Acredite, um espírito baixou em mim – Minascentro – Teatro Topázio (Av. Augusto de Lima, 785, Centro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Alfredo Virou a Mão – Teatro Sesi Minas (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 10. Amar é... Uma Comédia! – Teatro Nossa Senhora das Dores (Av. Francisco Salles, 77, Floresta). Hoje, às 21h, amanhã, às 19h e às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. Apartamento Um Sete Um – Teatro A.M.I. (Rua da Bahia, 1.450, Lourdes). Hoje e amanhã, às 21h. R$ 10. Aqui se faz, aqui se casa! – Teatro do Colégio Arnaldo (Rua Timbiras, 560, Funcionários). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 20h. R$ 12. As Barbeiras – Espaço Cultural Imaculada (Rua Aimorés, 1.600, Lourdes). Hoje e amanhã, às 19h e às 21h, e domingo, às 19h. R$ 12. As Monas Lisas – Teatro Icbeu (Rua da Bahia, 1.723, Lourdes). Hoje e amanhã, às 19h, e domingo, às 21h. R$ 12.

Divulgação

Absurdo

A Serva Patroa – Palácio das Artes – Grande Teatro (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Amanhã, às 21h, e domingo, às 20h. R$ 12.

Tragédia Te Queres como Queres, me Queres como Podes – Teatro Sesi Holcim (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 20h. R$ 12.

Tragicomédia Palhaços – Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro). Hoje e amanhã, às 21h, e domingo, às 19h. R$ 10.

Danças Contemporâneo Uma Valsa para Três – Espaço Ambiente (Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia). Hoje e amanhã, às 20h, e domingo, às 19h. R$ 10.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

3

Os profissionais de saúde da região Norte participaram na última semana de uma palestra de sensibilização contra a dengue promovida pela Gerência de Atenção à Saúde. A atividade aconteceu no Centro de Saúde São Bernardo e contou com a participação de 40 pessoas, entre médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem. O primeiro encontro, que aconteceu na segunda-feira, dia 7, foi direcionado aos agentes comunitários de saúde. O objetivo foi sensibilizar os profissionais para a suspeita e o diagnóstico da dengue, além de um acompanhamento mais adequado dos casos. O combate à dengue na região Norte é feito através de mutirões de limpeza, vistoria em moradias e utilização de químicos. Participam dessa mobilização as gerências de Atenção à Saúde, Epidemiologia e Informação e Controle de Zoonoses. As ações têm sido mais intensas nos bairros com

Gercom Norte

Profissionais de Saúde da região Norte participam de sensibilização contra dengue

Médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem participaram do encontro no Centro de Saúde São Bernardo

maior número de incidência de casos confirmados. De acordo com Flávia Beatriz Viana, enfermeira e referência técnica da Gerência de Atenção à Saúde Norte e uma das coordenadoras da atividade, a mobilização é um alerta aos casos de dengue e também um forma de melhorar o acompanhamento aos pacientes. Auxiliar de enfermagem, Cleuza Silva afirma que, além de atualizar o conhecimento sobre os melhores métodos a serem implantados, a palestra permite adquirir conhecimento, o que ocasiona a melhoria na identificação dos casos. O médico Adalberto de Souza afirma que todas as vezes que participa das reuniões é um conhecimento a mais que é agregado. “Acho fundamental e de enorme importância as informações que recebemos aqui. Assim, o cuidado aumenta e podemos diagnosticar com mais precisão”, afirmou.

Gerência de Educação ganha novo espaço na Regional Leste cação ganhou um andar inteiro do prédio onde funciona a Regional Leste, no bairro Floresta, com salas otimizadas para melhor atender alunos e familiares. Foram criados espaços para reuniões, salas para atendimento aos pais e encontro com equipes

Fotos: Gercom Leste

O novo espaço da Gerência de Educação da Regional Leste recebeu na última semana as visitas da secretária municipal de Educação, Macaé Evaristo, e do secretário municipal adjunto de Educação, Afonso Celso Renan Barbosa. A Gerência de Edu-

As novas salas foram otimizadas para melhor atender alunos e familiares

Gerência de Educação ganhou um andar inteiro no prédio da Regional Leste

pedagógicas e administrativas, além de banheiros exclusivos e adequação de salas de trabalho. Segundo o gerente regional de Educação, José Eduardo Vidigal, o número de atendimentos está aumentando a cada ano. Portanto, o novo espaço vai melhorar a qualidade e o conforto para o desenvolvimento do trabalho. Já para a gerente de Planeja-

mento e Acompanhamento Escolar, Yara Maria Abdalla Ferron, o setor de Educação merecia mais espaço para o melhor funcionamento das atividades. “Estamos muito felizes”, comemorou. “O ambiente agradável contribui para a qualidade do trabalho, já que a sensibilidade é inerente à educação”, disse a gerente pedagógica Maria Oneida Alves.

Servidores e empregados públicos municipais terão perfil avaliado A partir de hoje os servidores e empregados públicos ocupantes dos cargos de analista de políticas públicas, técnico de nível superior e técnico superior de serviço público das administrações direta e indireta da Prefeitura de Belo Horizonte deverão responder ao questionário de avaliação de perfil disponível no site da PBH (www.pbh.gov.br), na Sala do Servidor. A pesquisa será coordenada pela Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos e ficará disponível até o dia 7 de março. O objetivo da avaliação é subsidiar o trabalho da comissão instituída pela Portaria

SMPL 021/2011, que irá promover estudos e elaborar propostas de revisão e aperfeiçoamento do modelo funcional desses cargos e empregos. Segundo a gerente de Pesquisa e Análise das Relações do Trabalho, Walleska Moreira Santos, todos os servidores e empregados públicos ocupantes dos cargos e empregos mencionados deverão participar da pesquisa. O próprio servidor ou empregado público deverá acessar e responder ao questionário, sendo necessário que um e-mail da PBH esteja aberto antes de acessá-lo.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

46

Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

INDICADORES ECONÔMICOS DE BELO HORIZONTE Taxas de Juros – Janeiro de 2012

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1) Período

Variação (%) Últimos No mês No ano 12 Meses 0,33 5,83 7,55 0,29 6,14 7,16 0,43 6,59 6,94 0,59 7,22 7,22 2,60 2,60 7,67 1,11 2,79 7,00

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

set/11 out/11 nov/11 dez/11 jan/12 2ª fev/12

IPCR(2)

362,50 363,55 365,12 367,27 376,82 382,83 (3)

ICCBH(1)

IEE(2)

No mês

No ano

367,44 367,66 369,94 372,20 378,82 382,74 (3)

0,28 0,06 0,62 0,61 1,78 0,78

4,76 4,82 5,47 6,12 1,78 2,12

No mês ICCBH

IEF

Média

1,99

5,93

197,99

4,42

Prefixada (montadoras)

1,03

2,27

120,39

1,56

Prefixada (multimarcas)

1,69

2,41

42,60

1,92

Prefixada (montadoras)

1,39

2,38

71,22

1,94

Prefixada (multimarcas)

1,63

3,18

95,09

2,27

11,90

13,95

17,23

12,81

Automóveis Novos

Automóveis Usados

Cartão de Crédito

Construção Civil

ICCBH

IEE

(2) (8)

Cheque Especial Combustíveis

No ano

IEE

Diferença (%)

Alimentício

Variação (%)

IEF(3)

Maior

Empréstimos pessoa física

Últimos 12 Meses 6,86 6,03 5,90 6,12 6,57 6,31

Índice de Confiança do Consumidor

Período

Menor

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte (2) IPCR= Índice de Preços ao Consumidor Restrito: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1a 6 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte #REF! FONTE: Fundação IPEAD/UFM G

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

Últimos 12 Meses IEF

ICCBH

IEE

0,09

1,79

1.888,89

1,16

1,79

1.527,27

0,54

1,20

3,90

225,00

2,37

2,51

5,89

134,66

3,74

1,70

3,00

76,47

1,98

Crédito Direto ao Consumidor (CDC) (8)

135,79

190,13

118,43

-0,12

0,76

-0,55

1,20

1,71

0,97

0,83

2,23

0,12

CDC - Financeiro

190,00

118,31

-0,10

-0,07

-0,10

1,11

1,64

0,86

2,95

6,39

1,29

CDC - Bens Alienáveis

out/11

137,35

187,54

121,32

1,25

-1,30

2,54

2,37

0,32

3,42

4,36

1,07

6,05

138,86

193,50

121,42

1,10

3,18

0,08

3,50

3,51

3,51

1,93

-0,29

3,11

138,86

193,54

121,40

0,00

0,02

-0,02

3,50

3,54

3,49

3,50

3,54

3,49

jan/12

136,25

193,98

117,79

-1,88

0,22

-2,97

-1,88

0,22

-2,97

-0,93

0,29

-1,58

Eletroeletrônicos

2,06

5,12

148,54

3,80

Mobiliário

0,90

4,92

446,67

2,63

Financeiras Independentes

8,44

11,87

40,64

10,15

Nacional

2,18

2,21

1,38

2,20

Internacional

1,09

2,21

102,75

1,85

1,41

19,01

1.248,23

5,45

1,28

2,85

122,66

2,08

1,23

3,77

206,50

2,21

2,20

9,13

315,00

5,86

Vestuário e Calçados

(2) IEE: Índice de Expectativa Eco nô mica: retrata a expectativa do co nsumido r em relação ao s indicado res macro eco nô mico s (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a co nfiança do co nsumido r a respeito de alguns indicado res micro eco nô mico s

Empréstimos pessoa jurídica

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Desconto de Duplicatas

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis

ago/11

Últimos 12 Meses

0,95

6,95

10,30

398,53

set/11

Comerciais

No ano

401,12

0,65

7,65

Conta Garantida

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

526,10

1,29

8,62

13,40

530,26

0,79

9,48

(8)

Captação

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

10,03

(8)

Capital de Giro (8)

Residenciais

No mês

(8)

Turismo

(1) ICCB H: Índice de Co nfiança do Co nsumido r de B elo Ho rizo nte: trata-se de um indicado r que tem po r finalidade sintetizar a o pinião do s co nsumido res em B elo Ho rizo nte quanto ao s aspecto s capazes de afetar as suas decisõ es de co nsumo atual e futuro

Período Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

8,47 9,48

0,11

135,66

nov/11

5,96 614,20

Imóveis na Planta

set/11

dez/11

8,71 24,64

(3) (7)

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

IEF

8,22 3,45

Imóveis Construídos

ago/11

Variação (%)

Taxas médias praticadas(1)

Setores

CDB 30 dias

12,61

out/11

403,97

0,71

8,41

10,40

536,25

1,13

10,72

12,49

nov/11

407,56

0,89

9,38

10,12

541,83

1,04

11,87

12,57

dez/11

411,68

1,01

10,48

10,48

549,68

1,45

13,49

13,49

jan/12

412,87

0,29

10,80

10,16

551,72

0,37

13,91

12,63

(4)

0,86

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,85

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,41

0,72

75,61

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,63

0,76

20,63

0,59 0,72

Poupança (5)

0,59

Taxa SELIC (6)

0,86

(1) Co nsidera-se a média das taxas praticadas pelo s info rmantes

(5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(2) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

(6) M édia po nderada pela vigência

(3) Inclui a variação do s indexado res CUB , TR, INCC e IGP -M

(7) No vo cálculo co nsiderando o perío do do s índices que co mpõ em a estimativa (8) Dado s co letado s a partir de info rmaçõ es co nso lidadas no B anco Central do B rasil

(4) Taxa A NB ID do primeiro dia útil do mês e pro jetada para 30 dias

.. Não se aplica dado s numérico s

ND - não dispo nível

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G Tarifas Bancárias – Janeiro de 2012

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Janeiro de 2012

Forma de Cobrança

Produtos / serviços(1)

Popular

Imóveis

Alto

Luxo

414,38 (16)

619,51 (61)

1547,50 (40)

Apartamento 2 Quartos

596,13 (62)

867,50 (70)

1015,76 (125)

1901,51 (98)

Apartamento 3 Quartos 1 Banho

695,00 (10)

827,78 (9)

1066,67 (18)

1316,67 (6)

1031,88 (27)

1186,00 (75)

1427,38 (183)

2263,05 (223)

-

(2)

1733,33 (12)

2742,50 (36)

(1)

(1)

2357,14 (21)

4006,29 (143)

Barracão 1 Quarto

367,65 (17)

448,67 (15)

-

(1)

Barracão 2 Quartos

461,11 (9)

540,00 (5)

-

(2)

Casa 1 Quarto

432,50 (4)

(1)

(3)

Casa 2 Quartos

618,00 (15)

781,43 (7)

1062,50 (8)

-

(2)

1013,33 (15)

(3)

(1)

1108,33 (12)

1510,00 (10)

2481,25 (16)

4611,11 (9)

Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

Barracões

Casa 3 Quartos e 1 Banho Casas

Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos

(1)

Conf ecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

59,00

..

30,63

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com f unção débito

por cliente

5,50

10,00

81,82

7,68

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com f unção mov. conta de poupança

por cliente

5,50

10,00

81,82

7,28

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

por Operação

30,00

52,00

73,33

39,61

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por cheque

11,00

15,00

36,36

11,77

CHEQUE - Fornecimento de f olhas de cheque

por cheque

1,00

1,55

55,00

1,39

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

27,00

35,00

23,32 14,50

CONTAS DE DEPÓSITOS

CHEQUE - Cheque Visado

por cheque

0,00

21,00

..

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por operação

2,00

3,50

75,00

2,33

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,30

3,00

130,77

1,92

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,30

2,30

76,92

1,83

DEPÓSITO - Depósito Identif icado

por operação

0,00

5,00

..

2,14

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

1,90

6,00

215,79

3,30

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,45

3,00

106,90

2,08

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

0,00

2,00

..

1,27

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por operação

1,45

6,00

313,79

3,13

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

1,45

5,00

244,83

2,35

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

0,00

5,00

..

1,94

Fornecimento de cópia de microf ilme, microf icha ou assemelhado

por operação

4,50

7,00

55,56

5,78

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,00

..

12,94

Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

12,50

..

7,76

Transf erência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

0,00

11,50

..

7,35

Transf erência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,95

195,00

1,45

Transf erência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,00

2,70

..

1,03

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

24,00

27,00

12,50

25,52

Transf erência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

13,40

20,00

49,25

14,70

Transf erência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

12,50

..

7,78

Transf erência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

6,00

11,50

91,67

7,99

Transf erência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

13,40

20,00

49,25

14,70

Transf erência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

12,50

..

7,78

Transf erência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

8,60

..

7,85

OPERAÇÕES DE CRÉDITO Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE

Casa 4 Quartos e até 2 Banhos

1841,67 (6)

(2)

(1)

(1)

Casa 4 Quartos e 2 Banhos

2875,00 (4)

(3)

3300,00 (6)

7664,71 (17)

Anuidade - cartão básico nacional

49,00

63,33

41,63

10,50

18,00

71,43

13,35

a cada 365 dias

24,00

56,00

133,33

46,33

Fornecimento de 2ª via de cartão com f unção crédito

por evento

0,00

15,00

..

6,54

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

15,00

275,00

8,16

Pagamento de contas utilizando a f unção crédito em espécie

por evento

1,99

15,00

653,77

10,40

Anuidade - cartão básico internacional Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

por evento

0,00

15,00

..

13,13

a cada 365 dias

0,00

90,00

..

86,67

por evento

7,90

30,00

279,75

13,99

(2) Co nsidera-se a média das tarifas praticadas pelo s banco s pesquisado s

(1) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

FONTE: Fundação IPEAD/UFM G

30,00

por evento

CARTÃO DE CRÉDITO (3)

Avaliação emergencial de crédito

(*) O valo r entre parênteses representa o número de imó veis utilizado s no cálculo da respectiva média. Na maio ria das vezes, so mente são publicado s valo res médio s o btido s a partir de quatro imó veis pesquisado s. Os caso s em que não fo i pesquisado nenhum imó vel são indicado s po r hífen (-). Os valo res médio s referentes a apartamento s de 1e 2 quarto s da classe luxo são influenciado s pela o ferta de Flats.

por operação

PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

Fo nte: B anco Central do B rasil / B anco s - Dado s trabalhado s pela Fundação IP EA D/UFM G

.. Não se aplica dado s numérico s

IPCA(1)

Quantidade

Valores (em R$)

Contribuição na variação (p.p.)

Açúcar cristal

3,00 kg

5,41

-0,08

Arroz

3,00 kg

5,65

-0,02

Banana caturra

12,00 kg

22,80

0,18

Batata inglesa

6,00 kg

8,70

0,40

Produto

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

Salário Mínimo

Cesta Básica (2)

IPCA

No ano

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

ND: não dispo nível

Custo da Cesta Básica (*) – Janeiro de 2012

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica

Período

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%) Média (2) (R$)

CADASTRO

(1)

Apartamento 1 Quarto

Apartamentos

Médio

Últimos 12 Meses

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

ago/11

361,31

841,18

439,66

0,31

0,00

2,82

5,48

6,86

5,36

7,63

6,86

18,17

Café moído

0,60 kg

7,52

-0,01

set/11

362,50

841,18

435,81

0,33

0,00

-0,88

5,83

6,86

4,43

7,55

6,86

14,39

Chã de dentro

6,00 kg

104,70

0,45

out/11

363,55

841,18

437,34

0,29

0,00

0,35

6,14

6,86

4,80

7,16

6,86

5,08

Farinha de trigo

1,50 kg

3,06

0,02

Feijão carioquinha

4,50 kg

21,11

1,71

nov/11

365,12

841,18

444,78

0,43

0,00

1,70

6,59

6,86

6,59

6,94

6,86

2,75

Leite pasteurizado

7,50 l

14,78

-0,11

Manteiga

750,00 g

14,33

-0,03

Óleo de soja

1,00 un

2,87

-0,01

Pão francês

6,00 kg

37,44

0,07

Tomate

9,00 kg

29,25

1,52

dez/11

367,27

841,18

460,44

0,59

0,00

3,52

7,22

6,86

10,34

7,22

6,86

10,34

jan/12

376,82

960,02

479,24

2,60

14,13

4,08

2,60

14,13

4,08

7,67

15,19

13,77

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (2) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

(*) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G


Poder Executivo Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

47

Véspera de Carnaval é marcada por campanha de enfrentamento à violência sexual infanto-juvenil em BH passageiros. No período da manhã, a ação foi realizada no Terminal Rodoviário de Belo Horizonte e, no final da tarde, na Estação São Gabriel. A ação foi organizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, por

Fotos: Amas

O Carnaval chegou um pouco mais cedo nos terminais rodoviários de Belo Horizonte. Na sexta, dia 17, com a presença de rei momo e passistas, confetes, pochetes, leques e outros brindes foram distribuídos aos

Passistas e até o rei momo distribuíram diversos brindes nos terminais rodoviários

meio da Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, e a Associação Municipal de Assistência Social (Amas) e fez parte da Campanha Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos Humanos, que busca de alertar a sociedade em uma época em que crianças e adolescentes podem estar mais vulneráveis ao assédio dos criminosos. A secretária municipal adjunta de Assistência Social, Elizabeth Leitão, disse que o Carnaval é momento de alegria, mas também de excessos. “Viemos dizer aos foliões que protejam as nossas crianças com um olhar atento e que denunciem caso vejam cenas de violações dos direitos infanto-juvenis”, disse. Em 19 capitais brasileiras e também em Belo Horizonte são realizadas, desde 2009, ações como estas. A cada ano, uma ação

Importância da denúncia de casos de violência foi ressaltada

diferente busca reforçar a importância da denúncia de casos de violência sexual especialmente na época do Carnaval, quando aumenta a circulação de pessoas e também os riscos de ocorrência do fenômeno, com alta incidência em

res, lideranças comunitárias e comerciantes da região. Samanta Pires, da Recóleo, explicou como usar o recipiente coletor adequadamente e informou que, periodicamente, o óleo acumulado é recolhido pelo caminhão e encaminhado para as empresas parceiras para a produção de biodiesel. “Não adianta recolher materiais que poluem o meio ambiente se não houver um encadeamento de ações até a geração de um novo produto. É o que estamos fazendo em conjunto com a Recóleo”, disse a secretária Flávio Mourão, que ressaltou a importância da parceria da empresa com a Prefeitura. A moradora Lúcia César Santos, de 77 anos, elogiou a iniciativa. “Tenho sete garrafas pet cheias de óleo usado em casa e agora tenho onde entregá-las. Sugiro também que implantem um ponto de coleta de pilhas e baterias, pois estamos precisando”, disse. Nos próximos dias será instalado outro Ecoponto, desta vez na rua Érico Veríssimo, 1.428, no bairro Rio Branco.

A Regional Venda Nova, por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e a Recóleo, inaugurou na última semana, na rua Padre Pedro Pinto, 1.055, o Ecoponto, o ponto de coleta de óleo de cozinha saturado da região. O evento contou com a presença da secretária regional Flávia Mourão, do secretário regional adjunto, Claudiney Alves, da coordenadora do programa O Óleo Nosso de Cada Dia, Ana Maria Nagem, do chefe de gabinete da secretaria de Meio Ambiente, Saulo Ataíde, e das representantes da Recóleo, Samanta Pires e Regiane Andrade. A solenidade de inauguração do primeiro Ecoponto de Venda Nova teve a presença de servido-

Avanilton Aguilar

Venda Nova recebe ponto para coleta de óleo de cozinha saturado

Ecoponto instalado na rua Padre Pedro Pinto é o primeiro da região

Minas Gerais. Se alguém suspeita de algum caso de abuso ou exploração sexual infanto-juvenil deve denunciar pelos telefones 0800 031 11 19 ou 100. A denúncia é anônima e pode salvar vidas.

Reciclagem A Recóleo, única empresa licenciada de Belo Horizonte no ramo de coleta e destinação do óleo de cozinha, tem a função de coletar, recolher, refinar e transformar o óleo de cozinha saturado em biodiesel. O descarte desse óleo em qualquer lugar pode causar muitos danos à natureza, como a impermeabilização do solo, impedindo a penetração da água pluvial e favorecendo inundações, além de poluição do lençol freático, que alimenta os cursos d’água que abastecem as casas da cidade. O programa O Nosso óleo de Cada Dia pretende evitar as inúmeras consequências do descarte inadequado do óleo saturado na natureza.

O mês de fevereiro foi marcado por muita alegria na região Nordeste em função das comemorações de Carnaval. Neste ano a folia abriu espaço para todos os públicos, do infantil até o da terceira idade. Todos puderam contar com uma programação especial e repleta de atrações. Na quinta-feira, dia 16, o Centro de Convenções recebeu o Carnaval Temático da Região Nordeste. A festa foi dividida em duas etapas. Pela manhã, mais de 400 alunos do primeiro ciclo, atendidos pelo programa Escola Integrada, fizeram uma grande festa, recheada de brincadeiras e apresentações culturais. O carnaval infantil

teve a presença do prefeito Marcio Lacerda, que conversou com alunos, professores e diretores das escolas participantes. À tarde, a Gerência Regional de Políticas Sociais utilizou o espaço para promover mais um baile de Carnaval da terceira idade. Danças, risos e confetes marcaram o encontro, assim como a visita da Corte Momesca, composta pelo rei momo Rafael Eduardo, pela rainha Renata Ribeiro e pela princesa Yaralis Silva. Os integrantes da corte cantaram e dançaram juntos aos foliões ao som da banda Velha Guarda. Alda Oliveira, de 58 anos, estava muito satisfeita por participar do baile. “Estou achando tudo maravilhoso. É a primeira

vez que participo e quero voltar no próximo ano. Assim, encontro meus amigos e saio um pouco de casa para me divertir”, disse. Já Maria Aparecida, de 48 anos, disse que, apesar de não estar na terceira idade, se sente satisfeita ao perceber que a regional promove ações para incluir os idosos nas festividades. Enisa Rodrigues, uma das organizadoras do evento, ficou emocionada com o resultado. “Este é o acontecimento mais esperado do ano e nós, colaboradores, o realizamos com o maior carinho para que tudo ocorra em ordem. Ao ver a alegria de todos, nos sentimos incentivados a promover outros eventos”, concluiu.

Gercom Nordeste

Atividades do Carnaval na região Nordeste animam foliões de todas as idades

Centro de Convenções recebeu mais de 400 crianças em uma programação especial


BELO HORIZONTE Escola de Samba Cidade Jardim

Sexta-feira, de fevereiro de 2012 Sexta-feira, 24 de 24 fevereiro de 2012

Gercom Centro-sul

Diário Oficial do Município

48 48

Poder Executivo

anima frequentadores da rodoviária A última edição do projeto Plataforma da Arte, parceria da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Regional Centro-Sul, com o SescMG/Laces JK, levou para a rodoviária na semana que antecedeu o Carnaval a Escola de Samba Cidade Jardim. Os frequentadores do terminal entraram no clima de Carnaval com a presença de integrantes da bateria da escola, além da porta bandeira e do mestre sala, que mostraram ao público presente muito samba e simpatia. O administrador Jailson Costa, que esteve na rodoviária para comprar passagem com destino a Curvelo, acompanhou de perto toda a exibição da escola. “Fui agradavelmente surpreendido por essa linda apresentação. Minha alma transpirou de tanta de emoção”, disse. Para Jailson, iniciativas como essas são fundamentais para incentivar as pessoas a apreciarem o Carnaval de Belo Horizonte e valorizarem a cultura mineira. A Escola de Samba Cidade Jardim foi criada em 1961 no Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul da capital. É uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade e a que mais conquistou títulos. Com o samba-enredo “Liberdade é o outro nome de Minas”, a escola desfilou no sábado, dia 20, no Carnaval de Belo Horizonte.

Integrantes da bateria da escola, além do mestre sala e da porta bandeira, conquistaram os usuários do local

Blocos carnavalescos alegram moradores da Vila Fátima por conta da equipe do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Vila Fátima e da Gerência de Promoções e Eventos Esportivos de Recreação e de Lazer e Feiras da Regional Centro-Sul e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, por meio da Academia da Cidade.

Fotos: Gercom Centro-sul

A última semana foi de muita comemoração no BH Cidadania/Cras Vila Fátima. Confetes e serpentinas enfeitaram o espaço durante o Pré-Carnaval, em uma festa que contou com a participação de aproximadamente 150 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos. A organização ficou

Pré-Carnaval atraiu cerca de 150 pessoas, de crianças a idosos

As músicas carnavalescas foram levadas ao evento por meio do desfile de cinco blocos temáticos que reproduziram as marchinhas mais conhecidas. O grupo de idosos da Vila Nossa Senhora Aparecida apresentou a marchinha “Caiu na Rede é Peixe” com o bloco Natureza é Vida. Os adolescentes do ProJovem, com o bloco Os 100noção, colocaram em cena a música “Me dá um dinheiro aí”. Já o grupo de convivência familiar Família Unida interpretou a marchinha “Mamãe Eu Quero” com o bloco de mesmo nome. Os idosos do grupo Cantinho Verde da Melhor Idade apresentaram a marcha “Máscara Negra” em seu bloco, chamado Alegria de Viver. Além dos grupos que frequentam o Espaço BH Cidadania, o grupo de corporeidade do Centro Cultural Vila Fátima também se apresentou, com o Bloco do Índio, quando apresentaram a marchinha “Índio quer Apito”. Durante a fes-

legenda

Cinco blocos temáticos reproduziram marchinhas conhecidas

ta todos os participantes estavam fantasiados com roupas produzidas com materiais alternativos produzidos pelos próprios membros dos grupos. Brindes como bicicletas, kits de beleza e skates foram sorteados durante a festa. Segundo a Coordenadora do BH Cidadania/Cras Vila Fátima, Renata Cardoso, o evento proporcionou muita alegria e descontração

para todos os presentes, além de ter alcançado as expectativas. “Tivemos uma participação maior do público neste ano. Todos ficaram satisfeitos, pois puderam participar do processo de confecção das fantasias”, disse. Renata acrescentou ainda que o objetivo maior do evento foi criar uma interação entre os frequentadores do espaço, o que foi bem contemplado, de acordo com ela.

Fotos: Márcio Martins

Cerca de 120 mil preservativos são distribuídos nos restaurantes populares da capital

Distribuição aconteceu na semana que antecedeu o Carnaval e ação foi elogiada pelos usuários

Com o objetivo de alertar os frequentadores dos restaurantes populares de Belo Horizonte sobre a importância da prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) disponibilizou na semana anterior ao Carnaval cerca de 120 mil preservativos para serem distribuídos. “Com essa ação conseguimos disseminar informação e promover o acesso da população de alta vulnerabilidade aos preservativos. Essa parte da população muitas vezes não procura o serviço de saúde”, explica o coordenador do Programa de DST/Aids da SMSA, Mateus Westin. Cada restaurante popular da cidade recebe uma média de 4 mil pessoas por dia. Segundo o coordenador geral dos restaurantes populares, Carlos Henrique Siqueira, o local é um ex-

celente canal de divulgação da campanha. “A aceitação é muito boa. A pessoa vem almoçar e leva o preservativo para ela e para a família também”, conta. Frequentador do restaurante popular da região hospitalar, Gerson Marcos apoiou a iniciativa. “É muito importante ter ações assim na época do Carnaval e dos feriados prolongados. Mas é importante que a prevenção seja rotineira, pois muitos ignoram a importância do uso da camisinha”, disse.


DOM - 24/02/2012