Issuu on Google+

PREFEITURA BELO HORIZONTE Ano XVII • N. 3.778 • R$ 0,80

BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município - DOM

Tiragem: 2.500 • 2/3/2011

Prefeitura inicia obras do Orçamento

Fotos: Divino Advincula

Participativo em 2011

Para o prefeito Marcio Lacerda, Orçamento Participativo, adotado há 15 anos em Belo Horizonte, democratiza e amplia participação dos cidadãos

Gestão participativa Marcelo Rodrigues, membro da Comforça Municipal e da Comforça Nordeste, foi o representante de todos os membros da comissão na solenidade de assinatura e destacou a importância do trabalho realizado em conjunto pelos cidadãos. “Através da Comforça busca-

Marcio Lacerda assinou ontem ordens de serviço de 28 obras escolhidas através do OP que permitem o início imediato dos empreendimentos As ordens de serviço das obras escolhidas por meio do Orçamento Participativo e que começarão a ser realizadas neste ano em Belo Horizonte foram assinadas ontem pelo prefeito Marcio Lacerda. São 28 empreendimentos (confira ao lado a lista completa das obras), que terão investimento total de R$ 29.660.917 e início imediato. A solenidade de assinatura foi realizada no Auditório JK da Prefeitura (avenida Afonso Pena, 1.212, Centro) e contou com a presença dos secretários municipais de Obras e Infraestrutura e Serviços Urbanos, Murilo Valadares e Pier Senesi, do diretor de planejamento da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), Cândido Andrade, do diretor-presidente da Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel), Claudius Vinicius, da gerente do Orçamento Participativo, Verônica Campos, dos nove secretários regionais, além de lideranças comunitárias, membros da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento do Orçamento Participativo (Comforça) de todas as regionais e representantes das empresas responsáveis pelas obras. Os empreendimentos que tiveram as ordens de serviço assinadas ontem incluem desde reformas e urbanizações até implantação de centro esportivo, que é o caso da obra a ser realizada no bairro São Cristóvão, na região Noroeste. Implementação de parque ecológico, alargamento e pavimentação de ruas e reforma de Centro de Apoio Comunitário (CAC) também estão previstas nas obras que terão início ainda neste mês. Os 28 empreendimentos estão divididos nas nove regiões da cidade, sendo três no Barreiro, duas na Centro-Sul, sete na Nordeste, uma na Noroeste, seis na Norte, uma na Oeste, cinco na Pampulha e três em Venda Nova. O prefeito Marcio Lacerda destacou a importância do Orçamento Participativo, que propicia uma nova forma de administrar o município ao envolver os cidadãos na definição das obras e investimentos a serem realizados na cidade. “O Orçamento Participativo é uma iniciativa pioneira e uma marca registrada das gestões democráticas dos últimos 15 anos em Belo Horizonte. O OP é um instrumento que democratiza e amplia a participação dos cidadãos”, afirmou. O Orçamento Participativo, modelo de participação adotado por Belo Horizonte há 15 anos, já tem 1.045 obras concluídas, além dos 44 empreendimentos em andamento e dos 106 em fase de execução do projeto.

mos opiniões dos moradores para eleger as obras mais necessárias. Nas reuniões da Comforça Municipal temos uma visão geral das necessidades em todas as regiões e, por isso, é importante a participação de todos”, disse. O prefeito Marcio Lacerda

afirmou que o modelo de gestão participativa facilita e aprimora o trabalho da Prefeitura e que os trabalhos realizado pelas Comissões de Fiscalização e Acompanhamento do Orçamento Participativo ajudam a PBH na construção de uma cidade melhor.

Obras do OP por regional Barreiro • Reforma do Centro de Apoio Comunitário (CAC) Barreiro Valor: R$ 1.020.813,19 • Urbanização das ruas João de Oliveira, Ebenezer e Canal Valor: R$ 1.598.694,37 • Urbanização das ruas Seis, Osvaldo Lima e Silva e Base Valor: R$ 863.340,68

Centro-Sul • Urbanização da Vila Santa Rita de Cássia (dividida em duas fases) Valor: R$ 2.149.872,27

Nordeste • Segunda etapa do Parque Fernão Dias Valor: R$ 882.963,31 • Drenagem e pavimentação da rua do Rosário Valor: R$ 465.282,26 • Implantação da praça do bairro Ipê Valor: R$ 386.195,30 • Reforma da quadra do Centro de Apoio Comunitário (CAC) São Paulo Valor: R$ 1.100.000,00 • Urbanização de ruas do bairro Ouro Minas Valor: R$ 1.185.648,99

• Ginásio Poliesportivo do bairro Jardim Vitória Valor: R$ 1.007.983,18 • Urbanização de vias do bairro Beija Flor Valor: R$ 1.313.578,16

Noroeste

• Implantação do Centro Esportivo São Cristóvão Valor: R$ 664.375,23

Norte

• Implantação do Campo de Futebol Society 22 de julho Valor: R$ 1.268.164,84 • Urbanização das ruas Antônio José Diniz e Marcelo Reginaldo Gomes Valor: 1.166.841,5 • Urbanização das ruas Ipê Claro e D Valor: R$ 1.110.922,30 • Urbanização das ruas das Touradas e Luiz Cláudio Alves Valor: R$ 679.307,65 • Urbanização de ruas do bairro Jardim Guanabara Valor: R$ 2.518.687,90 • Urbanização da rua Desterro de Melo Valor: R$ 671.852,99

Oeste • Implantação da Reserva Ecológica do bairro Estoril Valor: R$ 499.812,81

Pampulha • Urbanização da rua Bento Romeiro Valor: R$ 859.563,52 • Urbanização de complexo de ruas do bairro Trevo Valor: R$ 737.369,36 • Alargamento e pavimentação da rua Caldas da Rainha Valor: R$ 575.874,69 • Implantação do Parque Ecológico Universitário Valor: R$ 1.410.237,18 • Alargamento e pavimentação da rua Expedicionários Valor: R$ 203.307,66

Venda Nova • Implantação do Centro de Convivência do Idoso do bairro Lagoa Valor: R$ 1.250.017,61 • Urbanização da rua Eunice Marques Pereira Valor: R$ 940.196,97 • Urbanização das vias P1, P2 e P3 e da avenida Leontino Francisco Alves Valor: R$ 672.986,07


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

2

Quarta-feira, 2 de março de 2011

Robson Vasconcelos

Definida programação dos desfiles dos blocos caricatos e escolas de samba A Belotur definiu, através de sorteio, a ordem dos desfiles dos blocos caricatos e das escolas de samba do Carnaval de BH 2011, programado para os dias 5, 6 e 7 de março, na avenida dos Andradas. O sorteio contou com a presença dos presidentes da Samba10, que representa as escolas de samba, e da ACBC, que representa os blocos caricatos, além de presidentes das agremiações carnavalescas.

Confira a programação Desfiles dos Blocos Caricatos - Grupos A e B Sábado, dia 5 Horário 19h 19h50 20h40 21h30 22h20 23h10 0h 0h50 1h40 2h30

Grupo Em avaliação B B B A A A A A A

Agremiação Piratas Pedro II Aflitos Infiltrados Corsários do Samba Inocentes de Santa Tereza Mulatos do Samba Por Acaso Bacharéis do Samba Invasores do Santo Antônio Metralhas

Desfiles das Escolas de Samba - Grupo B Domingo, dia 6 Horário 21h 22h10 23h20

Agremiação Imperatriz de Venda Nova Grêmio Recreativo Escola Estrela do Vale Escola de Samba Cidade Jardim

Desfiles das Escolas de Samba - Grupo A

Desfile de blocos caricatos acontece no sábado e escolas de samba entram na avenida no domingo e na segunda

Segunda-feira, dia 7 Agremiação Unidos Guaranis Canto da Alvorada Chame-Chame Acadêmicos de Venda Nova Mocidade Independente Bem-te-vi

Troca de ingressos para os desfiles já começou Começou na segunda-feira, dia 28, a troca de ingressos para os desfiles do Carnaval de BH 2011. Serão disponibilizados 30 mil ingressos por dia de evento, totalizando 90 mil ingressos para os três dias de folia. A troca deve ser feita diretamente em um dos dez postos credenciados, levando um quilo de alimento não-perecível, entre 9h e 17h, até sextafeira, dia 4. Não haverá limite de aquisição de ingressos por pessoa. O acesso dos foliões à área do evento será liberado a partir das 18h. Os desfiles estão programados para se iniciarem às 20h. Não será permitida a entrada sem ingresso e, principalmente, de pessoas portando objetos cortantes ou sombrinha. A nova área dos desfiles das escolas de samba e blocos caricatos na avenida dos Andradas fica ao lado da Estação Central do Metrô, possui serviço de transporte com dezenas de linhas de ônibus, inclusive da Região Metropolitana de Belo Horizonte, e fica próxima do terminal rodoviário. Todas as informações e a programação do Carnaval de BH 2011 podem ser obtidas no site www.pbh.gov.br ou pelo telefone 156. Os postos de troca: Sede da Belotur Regional Centro-Sul Regional Barreiro Regional Leste Regional Nordeste Regional Noroeste Regional Norte Regional Oeste Regional Pampulha Regional Venda Nova

Rua Pernambuco, 288, bairro Funcionários Rua Tupis, 149, 11º andar, Centro Rua Flávio Marques Lisboa, 345, 3º andar, Barreiro Rua Lauro Jaques, 20, Floresta Rua Queluzita, 45, São Paulo Rua Peçanha, 144, Carlos Prates Rua Pastor Muryllo Cassete, 25, São Bernardo Avenida Silva Lobo, 1.280, Nova Granada Avenida Presidente Antônio Carlos, 7.596, São Luís Rua Padre Pedro Pinto, 1.055, Venda Nova

Secretaria de Saúde sensibiliza foliões durante desfile da Banda Mole Com o intuito de alertar a população sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), por meio da coordenação de DST/Aids, distribuiu cerca de 50 mil preservativos e 9 mil materiais educativos, em forma de leques, para os foliões que participaram do desfile da Banda Mole, no sábado, dia 26. Atores do grupo de Mobilização da SMSA, o MobilizaSUS/BH, também participaram da distribuição de camisinhas no Mercado Central, na manhã do sábado, e, à tarde, durante o desfile da Banda Mole. Organizações não governamentais e outras entidades também auxiliaram na distribuição dos preservativos, como o Grupo de Apoio e Prevenção à Aids (Gapa), a Associação Lésbica de Minas Gerais (Alem), a Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig) e a ONG Grupo Vhiver. “O importante não é apenas as pessoas pegarem os preservativos, mas todos terem a consciência de usá-lo”, afirmou Anderson Oliveira, vice-presidente do Grupo Vhiver. Funcionários da Associação Municipal de Assistência Social (Amas) aproveitaram o desfile da Banda Mole para fazer campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes, com a distribuição de bolsas e materiais educativos. O tema do desfile deste ano foi “Tiririca no ‘congreuço’, novos tempos de ‘prougreuço’!”. No evento, os foliões cantaram marchinhas de Carnaval e também músicas em homenagem ao centenário de Noel Rosa, um dos maiores nomes da história do samba. A novidade no desfile deste ano foram os bonecões semelhantes aos do Carnaval de Olinda. Os bonecos re-

presentaram a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e o deputado Tiririca. Em 2012, os bonecos continuarão a fazer parte do desfile, mas com personagens diferentes. Cerca de 40 mil foliões aproveitaram o desfile da Banda Mole neste ano. Um efetivo de 350 policiais militares garantiram a segurança do evento.

Feriado de Carnaval No feriado de Carnaval, entre os dias 5 e 7, acontecerá em Belo Horizonte o desfile das escolas de samba no Boulevard Arrudas. Durante os desfiles, a Coordenação de DST/Aids da SMSA, em parceria com a Belotur e a Associação dos Moradores do Bairro São Tomás (Ampro), vai distribuir cerca de 500 mil preservativos. Além dos preservativos, serão distribuídos, durante os desfiles, materiais educativos, em forma de leque, com informações sobre prevenção à Aids. Divino Advincula

Horário 20h 21h10 22h20 23h30 0h40


Poder Executivo Quarta-feira, 2 de março de 2011

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

EVG

Curso de Atualização em Direito Público capacita primeira turma

Curso durou quatro dias, formou 30 servidores e aprofundou conhecimentos em temas específicos

Foram encerradas na última semana as aulas da primeira turma do curso de Atualização em Direito Público, promovido pela Escola Virtual de Governo (EVG), por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos. O objetivo da capacitação foi aprimorar as capacidades profissionais relacionadas aos direitos administrativo, constitucional e tributário. O público alvo foram assessores jurídicos e advogados que exercem função nas administrações direta ou indireta do município. As aulas foram ministradas pela instituição Educarh, sob a coordenação e supervisão da EVG. O curso, que durou quatro dias, formou 30 servidores. De acordo com a gerente de Recursos Humanos e coordenadora da EVG, Maria Célia Cunha Pinto, essa iniciativa foi relevante, pois possibilitou aprofundar conhecimentos em temas específicos da atuação dessa categoria e, principalmente, entender que ações de formação buscam o debate e a troca de experiências no sentido de dirimir dificuldades nos diversos ramos do direito público. Para a instrutora Mara Pires, os quatro dias de aula foram muito proveitosos, contando com

Descontos em folha na PBH sofrem alterações As regras de consignação da Prefeitura de Belo Horizonte foram modificadas pelo decreto 14.270/11, de 1º de fevereiro de 2011, que regulamentou a lei 9.985, de 22 de novembro de 2010, que instituiu o Programa de Atenção Integral à Saúde do Servidor (Paiss) e alterou o Decreto 12.263, de 29 de dezembro de 2005, que disciplina o sistema de consignação em folha de pagamento na Prefeitura de

Os descontos dos valores relativos aos planos de saúde e aos demais serviços médicos incidirão em caráter prioritário na margem consignável, ou seja, terão preferência em relação a outros descontos facultativos, como empréstimos, financiamentos e despesas com cartão de crédito, entre outros. Com isso, os servidores que aderirem aos novos planos de saúde mas que já têm algum tipo de empréstimo ou financiamento com

desconto em folha devem ficar atentos às mudanças, uma vez que a margem consignável do servidor é fixada pelo decreto em, no máximo, 40% dos rendimentos, já deduzidos os descontos compulsórios, como imposto de renda, contribuição previdenciária e outros. Sendo assim, os descontos já programados e que ultrapassarem o limite estipulado em lei serão excluídos do contracheque. Em consequência, funcionários e entidades consignatárias deverão renegociar os débitos pen-

muita interação dos assessores, que atuam em diversas áreas da Prefeitura. “Todos contribuíram ao compartilhar suas experiências no dia a dia de trabalho, relacionando a teoria à prática”, afirmou. Os participantes elogiaram a atividade. “Foi um curso válido e a iniciativa louvável, apesar do pouco tempo de duração”, afirmou a técnica em Licitações e Contratos, Roberta Higino Roletti. O advogado e assessor jurídico da Belotur, João Paulo Alves Figueiredo, ressaltou a importância do município em aperfeiçoar e qualificar seus servidores. Outro benefício do curso, apontado pelos participantes, é a troca de experiência estabelecida entre os colegas que desempenham funções semelhantes na Prefeitura. “Ele contribuiu muito na atualização jurídica de questões a ver com o trabalho em nossa secretaria e também pudemos conhecer um pouco de assuntos que são tratados em outras secretarias, como a desapropriação. Para nós, que atuamos no setor jurídico, essa atualização é fundamental, uma vez que trabalhamos com muitos princípios”, explica a assessora jurídica da Secretaria Municipal de Educação, Candice de Faria Santana.

dentes, que poderão ser pagos mediante boleto bancário, carnê ou outro instrumento que seja conveniente às partes. As mudanças serão implementadas a partir da folha de pagamento relativa ao próximo mês de março, com vencimento em abril. Desta forma, haverá tempo suficiente para que os servidores e as instituições financeiras adotem medidas e procedimentos necessários ao adequado cumprimento dos contratos que tenham sido firmados anteriormente.

Prodabel realiza mais uma edição do Café.com... Suzane Costa

A Prodabel, por meio da Gerência de Capacitação e Desenvolvimento, promoveu na última semana o segundo Café.com... em seu auditório, no bairro Caiçara. O evento é realizado sempre na última semana do mês, com a participação de um convidado especial, com abordagem de temas atuais. Na abertura, foi servido um café da manhã, seguido de uma palestra ministrada pelo secretário municipal adjunto de Recursos Humanos, Márcio Serrano, sobre o tema Ética e Política. O secretário conceituou os dois temas e enfatizou a necessidade de ambos estarem articulados na sociedade civil contemporânea. “A democracia permite que se dê à política um conteúdo moral e ao mesmo tempo se dê à ética um conteúdo públi-

Belo Horizonte. Com a implantação do Paiss e o início da prestação de serviços médicos e odontológicos pela empresa vencedora do processo licitatório, a Unimed-BH, os servidores que optarem pela adesão ao plano de saúde efetuarão os pagamentos através de desconto em folha de pagamento. Só serão gerados boletos bancários excepcionalmente quando os valores do plano excederem a margem consignável.

3

Evento é realizado mensalmente e convidado especial de fevereiro foi o secretário Márcio Serrano

co”, afirmou. De acordo com Serrano, a ética necessita ser legitimada pela política, pois nenhuma autoridade será legítima se for arbitrária. Segundo o jornalista e assessor da Prodabel, Paulo Vilara, por serem servidores públicos, o tema abordado foi fundamental. “É de extrema importância que esses conceitos sejam aplicados na vida pessoal e profissional”, ressaltou. Para a assistente da Gerência de Operação, Rosa Lima Bretz, essa discussão trouxe o entendimento sobre o que vem a ser ético e motiva o servidor a se colocar no lugar do próximo, aprender a se entrosar, a conviver e, assim, crescer. “Isso melhora os relacionamentos pessoais e profissionais, tornando o ambiente cada vez mais harmônico”, salientou.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

22

Quarta-feira, 2 de março de 2011

INDICADORES ECONÔMICOS DE BELO HORIZONTE Taxas de Juros – Janeiro de 2011

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1) Período

IPCR(2) Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

set/10

337,05

0,40

3,98

Taxas médias praticadas(1)

Setores

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

5,43

343,86

0,67

3,14

4,23

Menor

Maior

Diferença (%)

Média

3,00

6,90

130,00

5,44

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

out/10

339,27

0,66

4,67

5,80

346,75

0,84

4,01

5,00

Prefixada (montadoras)

1,38

1,87

35,51

1,61

nov/10

341,41

0,63

5,33

5,81

349,35

0,75

4,79

5,19

Prefixada (multimarcas)

1,49

2,41

61,74

1,85

dez/10

342,54

0,33

5,68

5,68

350,74

0,40

5,20

5,20

1,35

1,35

5,89

Prefixada (montadoras)

1,58

2,94

86,08

1,88

0,46

1,72

5,94

Prefixada (multimarcas)

1,66

2,48

49,40

1,96

11,40

13,70

20,18

12,60

jan/11

349,97

3ª fev/11

356,69

(3)

2,17

2,17

5,92

1,06

2,80

5,88

355,48 361,09

(3)

Automóveis Usados

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte

Cartão de Crédito

(2) IP CR= Índice de P reço s ao Co nsumido r Restrito : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 6 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

8,74

33,64

7,82

1,92

17,65

819,27

8,08

Imóveis Construídos

0,07

5,17

7.285,71

1,25

Imóveis na Planta

0,33

5,17

1.466,67

1,32

1,37

4,20

206,57

2,44

2,23

4,88

118,83

3,47

1,51

1,91

26,49

1,74

6,37

144,06

4,09

Combustíveis Construção Civil

Índice de Confiança do Consumidor Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

Período

(2) (8)

6,54

Cheque Especial

(3) 3ª quadrissemana de julho /94 = 100

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

(3) (7)

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ago/10

134,66

185,98

118,29

2,97

2,72

3,12

-2,03

0,21

-3,10

0,31

7,98

-3,14

CDC - Financeiro (8)

set/10

131,77

178,59

116,81

-2,15

-3,97

-1,25

-4,13

-3,77

-4,32

-2,43

2,28

-4,58

CDC - Bens Alienáveis

out/10

131,61

185,55

114,40

-0,12

3,90

-2,06

-4,25

-0,02

-6,29

-2,11

3,69

-4,85

Eletroeletrônicos

2,61

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

(8)

nov/10

136,23

194,06

117,75

3,51

4,59

2,93

-0,89

4,56

-3,54

-0,21

7,23

-3,72

Mobiliário

1,73

6,41

270,52

3,69

dez/10

134,17

186,93

117,30

-1,51

-3,67

-0,38

-2,39

0,72

-3,91

-2,39

0,72

-3,91

Financeiras Independentes

6,08

15,51

155,10

10,31

jan/11

137,53

193,41

119,69

2,51

3,47

2,04

2,51

3,47

2,04

-1,66

2,87

-3,84

Turismo

(1) ICCB H: Índice de Co nfiança do Co nsumido r de B elo Ho rizo nte: trata-se de um indicado r que tem po r finalidade sintetizar a o pinião do s co nsumido res em B elo Ho rizo nte quanto ao s aspecto s capazes de afetar as suas decisõ es de co nsumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Eco nô mica: retrata a expectativa do co nsumido r em relação ao s indicado res macro eco nô mico s (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a co nfiança do co nsumido r a respeito de alguns indicado res micro eco nô mico s

Nacional

0,94

3,95

320,21

2,07

Internacional

0,94

3,95

320,21

2,07

2,08

7,15

243,75

4,74

2,03

Vestuário e Calçados

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Empréstimos pessoa jurídica

Residenciais Período Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Comerciais

Variação (%) No mês

Últimos 12 Meses

No ano

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

No ano

(8)

1,71

2,55

49,12

Capital de Giro (8)

1,78

2,56

43,82

2,19

Conta Garantida (8)

2,18

8,10

271,56

5,22

Desconto de Duplicatas

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis

Captação

Últimos 12 Meses

ago/10

361,30

0,86

9,60

13,47

463,92

1,09

11,59

18,33

set/10

364,55

0,90

10,59

13,44

470,88

1,50

13,27

out/10

365,90

0,37

11,00

13,01

476,72

1,24

nov/10

370,11

1,15

12,27

13,10

481,35

0,97

CDB 30 dias

(4)

0,84

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,88

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,39

0,77

97,44

18,86

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,62

0,76

22,58

14,67

18,59

Poupança (5)

15,78

17,43

0,59 0,70 0,57

Taxa SELIC (6)

0,87 (5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(1) Co nsidera-se a média das taxas praticadas pelo s info rmantes

dez/10

372,63

0,68

13,04

13,04

484,33

0,62

16,50

16,50

(2) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

(6) M édia po nderada pela vigência

(3) Inclui a variação do s indexado res CUB , TR, INCC e IGP -M

jan/11

374,79

0,58

0,58

12,43

489,85

1,14

1,14

16,82

(4) Taxa A NB ID do primeiro dia útil do mês e pro jetada para 30 dias

(7) No vo cálculo co nsiderando o perío do do s índices que co mpõ em a estimativa (8) Dado s co letado s a partir de info rmaçõ es co nso lidadas no B anco Central do B rasil .. Não se aplica dado s numérico s

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

ND - não dispo nível

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Janeiro de 2011 Popular

Imóveis

Médio

(3)

Apartamento 1 Quarto

Alto (3)

Tarifas Bancárias – Janeiro de 2011 Produtos / serviços

Luxo

615,83 (24)

Forma de Cobrança

(1)

1515,72 (53)

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%) Média (2) (R$)

CADASTRO Confecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

59,00

..

24,11

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por evento

0,00

10,00

..

6,97

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por evento

0,00

10,00

..

6,63

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

por evento

20,00

52,00

160,00

35,29

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por evento

6,00

15,00

150,00

11,40

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

por evento

0,60

1,70

183,33

1,33

CHEQUE - Cheque Administrativo

por evento

0,00

25,00

..

20,42

CONTAS DE DEPÓSITOS

Apartamento 2 Quartos

Apartamentos

Apartamento 3 Quartos 1 Banho Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos

520,00 (28)

752,43 (70)

890,54 (92)

1716,86 (86)

592,50 (16)

735,71 (7)

944,62 (13)

(2)

930,42 (24)

Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

1079,76 (84)

1249,45 (127)

2009,05 (201)

-

(3)

2520,00 (5)

2162,50 (4)

1800,00 (4)

2395,24 (21)

3778,18 (110)

Barracão 1 Quarto

328,75 (16)

393,75 (8)

(2)

(1)

Barracão 2 Quartos

409,29 (14)

507,50 (4)

(1)

-

Barracões

Casa 1 Quarto

350,00 (5)

(2)

415,00 (4)

-

Casa 2 Quartos

525,71 (14)

698,75 (16)

886,36 (11)

1760,00 (5)

Casa 3 Quartos e 1 Banho Casas

Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos

752,73 (11)

1016,67 (6)

(3)

(2)

1167,39 (23)

1260,00 (10)

2138,46 (13)

4142,86 (7)

Casa 4 Quartos e até 2 Banhos Casa 4 Quartos e 2 Banhos

-

-

3150,00 (4)

-

(2)

3600,00 (4)

3677,78 (9)

7713,33 (30)

(*) O valor entre parênteses representa o número de imó veis utilizados no cálculo da respectiva média. Na maio ria das vezes, somente são publicados valo res médios o btido s a partir de quatro imó veis pesquisados. Os caso s em que não fo i pesquisado nenhum imóvel são indicados po r hífen (-). Os valo res médios referentes a apartamentos de 1e 2 quarto s da classe luxo são influenciados pela o ferta de Flats.

CHEQUE - Cheque de transferência bancária_(TB e TBG)

por evento

0,00

1,50

..

0,85

CHEQUE - Cheque Visado

por evento

0,00

21,00

..

11,60

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por evento

0,00

3,50

..

2,14

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por evento

0,00

3,00

..

1,73

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por evento

0,00

2,30

..

1,34

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por evento

0,00

5,00

..

1,95

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup.- EXTRATO(P)

por evento

1,45

6,00

313,79

3,17

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup.- EXTRATO(E)

por evento

0,00

3,00

..

1,86

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup. - EXTRATO(C)

por evento

0,00

2,00

..

1,06

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por evento

0,00

6,00

..

2,83

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por evento

1,00

5,00

400,00

2,20

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por evento

0,00

5,00

..

1,62

Fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado

por evento

3,00

7,00

133,33

5,42

Transferência por meio de DOC/TED - DOC/TED pessoal

por evento

13,40

40,00

198,51

16,64

Transferência por meio de DOC/TED - DOC/TED eletrônico

por evento

1,60

12,50

681,25

7,91

Transferência de recursos por meio de DOC/TED - DOC/TED internet

por evento

1,60

11,50

618,75

7,50

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por evento

0,00

40,00

..

14,11

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por evento

0,00

12,50

..

7,25

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por evento

0,00

11,50

..

6,87

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por evento

0,00

2,95

..

1,33

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por evento

0,00

2,70

..

0,94

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por evento

16,00

27,00

68,75

24,34

por evento

11,00

49,00

345,45

29,00

por evento

0,00

18,00

..

12,75

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS

OPERAÇÕES DE CRÉDITO Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

(1) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

(2) Co nsidera-se a média das tarifas praticadas pelo s banco s pesquisado s

Fo nte: B anco Central do B rasil / B anco s - Dado s trabalhado s pela Fundação IP EA D/UFM G

.. Não se aplica dado s numérico s

Custo da Cesta Básica (*) – Janeiro de 2011

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica

Período

Quantidade

Valores (em R$)

Contribuição na variação (p.p.)

Açúcar cristal

3,00 kg

5,84

0,09

Arroz

3,00 kg

5,77

0,02

Banana caturra

12,00 kg

20,04

0,00 0,10

Produto

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

ND: não dispo nível

No ano

Últimos 12 Meses

IPCA(1)

Salário Mínimo

Cesta Básica (2)

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

Batata inglesa

6,00 kg

8,40

ago/10

335,70

787,16

372,04

-0,01

0,00

0,49

3,57

9,68

-2,66

5,07

9,68

-3,61

Café moído

0,60 kg

5,68

0,02

set/10

337,05

787,16

381,00

0,40

0,00

2,41

3,98

9,68

-0,32

5,43

9,68

-1,99

Chã de dentro

6,00 kg

95,04

-1,04

out/10

339,27

787,16

416,20

0,66

0,00

9,24

4,67

9,68

8,89

5,80

9,68

5,67

Farinha de trigo

1,50 kg

2,93

0,01

Feijão carioquinha

4,50 kg

12,38

-0,74

nov/10

341,41

787,16

432,87

0,63

0,00

4,01

5,33

9,68

13,26

5,81

9,68

9,37

Leite pasteurizado

7,50 L

14,18

0,03

dez/10

342,54

787,16

417,30

0,33

0,00

-3,60

5,68

9,68

9,18

5,68

9,68

9,18

Manteiga

750,00 g

13,50

0,17

Óleo de soja

1,00 un

2,81

0,05

Pão francês

6,00 kg

35,58

-0,02

Tomate

9,00 kg

21,87

2,27

jan/11

349,97

833,46

421,24

2,17

5,88

0,94

2,17

5,88

0,94

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (2) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

5,92

5,88

12,90

(*) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Quarta-feira, 2 de março de 2011

23

Foco das atenções de diversos países e com diversas boas praticas de políticas executadas, Belo Horizonte recebeu, nas últimas semanas, a visita de missões estrangeiras de três continentes: Ásia (Cingapura e Japão), Europa (Espanha e França) e Oceania (Austrália). Apenas na sexta-feira, dia 25, três visitas foram feitas. Representantes da Australia-Brasil Education Alliance (Abea) foram à Regional Norte conhecer os programas BH Cidadania e Família Cidadã, Cidade Solidária, enquanto o secretário municipal adjunto de Desenvolvimento Econômico, Raphael Guimarães Andrade, recebeu a diretora geral de Cidadania Espanhola no Exterior do Ministério de Trabalho e Imigração, Maria Del Pilar Pin Veja, o conselheiro de Trabalho e Imigração da Embaixada da Espanha, Jesús Salas Zapatero, o cônsul da Espanha em Belo Horizonte, Claudio Álvarez, e o diretor do Instituto Cervantes de Belo Horizonte, Ignácio Martínez. Os representantes espanhóis apresentaram propostas de cooperação na forma-

ção em turismo e cuidados para a terceira idade, além de projetos nas áreas de planejamento e habitação. Ainda na sexta-feira, o presidente do Comitê Municipal da Copa 2014, Tiago Lacerda, recebeu representantes japoneses, que trataram de assuntos relacionados ao Mundial de 2014, enquanto Raphael Guimarães Andrade recebeu também um delegação japonesa, que busca cidades adequadas para implantação de sedes de algumas empresas e parceiros em diversas áreas de atuação. Um dia antes, representantes do governo de Cingapura e da Editora Marshall Cavendish, que há 50 anos trabalha com literaturas educacionais, de interesse geral e de negócios, se reuniram com representantes da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais. A pauta foram as experiências exitosas do método de Cingapura no ensino de matemática em todo o mundo e a possibilidade de implementação nas escolas municipais de Belo Horizonte.

SMARI

Delegações de três continentes visitam Belo Horizonte

Visita ao Aglomerado da Serra Uma semana antes, um grupo de estudantes e técnicos de arquitetura e urbanismo franceses, visitaram, com acompanhamento de técnicos das secretarias municipais de Planejamento e Relações Internacionais e da Fundação Municipal de Cultura, o Complexo da Pampulha e o Vila Viva da Serra. A visita contou com uma apresentação sobre as políticas sociais e de planejamento urbano, realizada no auditório da Casa do Baile e uma visita ao Aglomerado da Serra, onde os visitantes conheceram intervenções viárias, habitacionais e sociais. Segundo o secretário municipal adjunto de Relações Internacionais, Rodrigo Perpétuo, o desafio é acompanhar os desdobramentos destas visitas, transformando-as em resultados concretos e em benefícios para o município, notadamente nas áreas de cooperação, cultura e negócios.

Comforça Nordeste inicia ciclo de reuniões de 2011

Prefeitura realiza eleição para

vereadores mirins

matriculados nos 2º e 3º ciclos das escolas municipais. Durante o ano, os estudantes assumem o papel de vereadores mirins, apresentam suas experiências e suas propostas de lei para a Câmara Mirim, o que é seguida da formulação e redação dos projetos de lei-mirim, com a participação dos redatores da Escola do Legislativo Municipal. O Projeto Câmara Mirim foi lançado em março de 2008 e tem o objetivo de formar novos cidadãos e promover uma aproximação entre o poder legislativo e a sociedade, buscando, inclusive, melhorar a imagem da Câmara Municipal junto aos moradores de Belo Horizonte. Em 2011, participam as escolas municipais Padre Francisco Carvalho Moreira (Leste), Professora Alice Nacif (Pampulha), Eloy Heraldo Lima (Barreiro), Presidente João Pessoa (Centro-Sul), Murilo Rubião (Nordeste), Belo Horizonte (Noroeste), Cônsul Antônio Cadar (Norte), Salgado Filho (Oeste), Padre Marzano Matias (Venda Nova) e Professor Pedro Guerra (Venda Nova).

Os encontros serão realizados mensalmente no auditório da Regional Nordeste (avenida Cristiano Machado, 573, bairro da Graça), sempre na terceira terçafeira do mês. O objetivo é a prestação de contas sobre a situação dos empreendimentos escolhidos no Orçamento Participativo. Além dos membros da Comforça, participam das reuniões o secretário regional, o gerente regional do OP, representantes da Companhia

Gercom Nordeste

A Prefeitura realiza hoje, às 8h30, a eleição dos vereadores mirins do ano de 2011. Os candidatos são apresentados por dez escolas municipais que participam do projeto neste ano para a escolha dos representantes da Câmara Mirim nas nove regiões da cidade. O processo é o mesmo de uma eleição, com período de campanha, votação em urna eletrônica e apuração. O presidente da Câmara Municipal, vereador Léo Burguês, a secretária municipal de Educação, Macaé Evaristo, e o desembargador José Altivo Brandão Teixeira, corregedor regional eleitoral e diretor-superintendente da Escola Judiciária, entre outras autoridades, acompanharão as eleições, que acontecem na Escola Municipal Presidente João Pessoa (rua Congonhas, 639, bairro Santo Antônio, na região Centro-Sul). O Câmara Mirim é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação, a Câmara Municipal e o TRE, que envolve estudantes de 10 a 14 anos representando as nove regiões da cidade. Eles estão

O ciclo anual de reuniões da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Execução do Orçamento Participativo Nordeste (Comforça) começou na semana passada. Durante a reunião inaugural, foram apresentados os novos membros da Comforça Nordeste, eleitos no processo de Orçamento Participativo 2011/2012. Houve também um debate sobre o andamento das obras aprovadas em diversas edições do OP.

Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel), da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) e da Secretaria Municipal de Planejamento. Gerente do Orçamento Participativo na Nordeste, Ronaldo Manassés ressalta a importância dos encontros para tornar o processo do OP mais transparente e aberto. “Há debates e esclarecimento das dúvidas diretamente pelos órgãos responsáveis pelo Orçamento Participativo”, afirmou. Na edição 2011/2012 do OP, foram eleitos, entre titulares e suplentes, 58 membros para a Comforça Nordeste. Nesta mesma edição, dez obras foram aprovadas na Nordeste.

Reuniões acontecem mensalmente no auditório da Regional Nordeste

1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 Foram implantadas ontem alterações no 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 Confira as alterações: 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 trânsito do bairro Gutierrez. As mudanças aten1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 • A rua Paula Cândido, entre as ruas Daniel 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 dem solicitação da comunidade e têm como ob1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 de Carvalho e Martim Francisco, que funcionava 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 jetivo melhorar a fluidez e ordenar a circulação 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 em mão dupla, passou a operar em mão única de veículos, a fim de proporcionar mais seguran1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 direcional neste sentido. ça no trânsito. As mudanças estão sinalizadas com 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 • Foi implantada uma rotatória na intersefaixas de pano para orientar motoristas e pedes1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 ção das ruas Martim Francisco, Marquês de tres. Agentes da BHTrans monitoram o trânsito 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 Valença e Paula Cândido. na região. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789

Ruas do bairro Gutierrez passam por alterações no trânsito


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

24 24

Quarta-feira, 2 dedemarço Quarta-feira, 2 de março 2011 de 2011

Baleião recebe campanha pelos direitos de crianças e adolescentes quem o Carnaval, mas tenham na cabeça a proteção e a denúncia”, disse, ressaltando que a campanha

não termina no Carnaval. Promotora de Justiça da Vara da Infância e Juventude, Maria de

Glauciane Silva

Ações educativas durante o Carnaval • Hoje, de 8 às 9h30, na sala de desembarque do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, em comemoração ao Dia Nacional do Turismo. • Dia 4, sexta-feira, das 9h às 11h30: Duas ações educativas junto ao DNER e a PRF, na saída da BR-040, em frente à Copasa, e na saída da MG-10, no posto da Policia de Confins. • Dia 4, sexta-feira, das 17h às 19h: Ação educativa nos terminais rodoviários (Central e São Gabriel) com a entrega de material educativo aos passageiros.

Meta da campanha é incentivar a denúncia de abusos contra crianças e adolescentes

Prefeitura recolhe 35 toneladas de lixo após Carnaval de rua na região Centro-Sul para a população depositar seus resíduos, a região Centro-Sul, que é o ponto com mais cestos coletores na cidade, não escapou da imundice após o evento. “É complicado. A gente faz o que pode e mesmo assim as pessoas jogam o lixo no chão”, disse Denilson Pereira de Freitas, chefe da Gerência de Limpeza Urbana da Regional Centro-Sul. No próximo final de semana, mais blocos percorrerão as ruas da cidade. De acordo com Denilson Pereira de Freitas, para um Carnaval mais saudável e animado, é muito importante que os foliões colaborem depositando o lixo no lugar certo. “É tudo uma questão de consciência”, afirmou.

Gisele Mafra

Parque Renato Azeredo oferece lazer e qualidade de vida para comunidade

Parque oferece várias opções para frequentadores

nais de semana e nas férias. Mas, diariamente, é fácil encontrar mães levando seus filhos para passear, além de jovens e adolescentes aproveitando o espaço. Jogando dama em uma das mesinhas, o estudante Rafael Souza Oliveira, 14 anos, disse que não fica um dia sem ir ao Parque. “Todo dia a gente vem jogar bola. Chego às 13h e saio por volta das 18h”, conta.

Segundo Roberto Márcio da Silva, funcionário do parque, duas vezes por semana, às terças e quintas, um grupo de idosos também frequenta o local para receber orientações médicas. “Eles vêm fazer acompanhamento médico, aquecimento para a atividade de caminhada e medição de pressão com o pessoal do Posto de Saúde do Palmares, das 16h30 às 17h30”, disse.

Rodoviária presta atendimento especial ao migrante Em 2010, quase 6.300 pessoas que deixaram seus municípios de origem para buscar melhores condições de vida em outras cidades receberam a assistência do Plantão Social de Atendimento ao Migrante da rodoviária de Belo Horizonte. Esses migrantes que passaram pelo terminal, vindos de diferentes locais do Brasil, foram beneficiados por meio da concessão de passagens ou encaminhamento para abrigos da capital, além de receberem orientações das assistentes sociais. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na área de embarque do terminal rodoviário. Implantado em 2003, quando a Prefeitura assumiu a administração da rodoviária, o Plantão Social de Atendimento ao Migrante tem o objetivo de atender o indivíduo ou família residente há menos de dois meses em Belo Horizonte. A passagem é concedida nos casos em que o migrante deseja fixar residência ou buscar trabalho em outro município e também quando busca retornar à cidade onde mantém vínculo familiar. No ano passado, foram concedidas 2.039 passagens, disponibilizadas pelas empresas de ônibus que possuem convênio com a PBH, e 1.186 pessoas foram encaminhadas para abrigos da capital. Outros migrantes ainda receberam assistência para retirar a segunda via de documentos como

identidade, registro militar, CPF, declaração do idoso e fotografia. O serviço atende, diariamente, 30 pessoas, em média. Segundo a assistente social Maria Mazzarello, que coordena o Plantão Social de Atendimento ao Migrante, a maioria dos migrantes que chega ao terminal é composta por homens, com idades entre 20 e 40 anos, de baixa escolaridade e que viajam sozinhos em busca de ocupação profissional. O local de origem é, geralmente, o interior de Minas, na região do Vale do Jequitinhonha, e a região Nordeste. Desirê Mourão

Se para os foliões a hora era de voltar para casa e descansar, para os garis da limpeza urbana o expediente estava apenas começando. Na madrugada de domingo, 27 de fevereiro, cerca de 40 garis recolheram aproximadamente 35 toneladas de resíduos após as folias carnavalescas que aconteceram nas ruas dos bairros Santo Antônio, São Bento e Savassi, na região Centro-Sul da cidade. Para auxiliar na limpeza, dez caminhões com água e desinfetante foram usados para retirar a sujeira e o mau cheiro das vias. Garrafas, copos, papéis e latas foram os materiais mais encontrados pelas equipes de limpeza. Mesmo com a instalação de cem contêineres

Espaço para o lazer e para a prática de esporte, o Parque Ecológico Renato Azeredo, que fica no bairro Palmares, na região Nordeste da capital, se contrapõe ao movimento dos carros e à correria do dia a dia. Implantado em 1996 na área de uma antiga fazenda, oferece à população uma quadra poliesportiva, pista de caminhada e espaços de convivência. Para Osvaldo Ávila, 61 anos, morador da região, que pela quarta vez foi ao parque fazer atividade física, a área verde incentiva as pessoas a praticar exercícios. Bruno Mirtes, 21 anos, concorda e disse que utiliza o espaço diariamente. “O parque está nota mil em todos os sentidos. Para vir com filhos, para namorar e para fazer exercício. Tudo perfeito”, afirma. Geralmente, o Parque Renato Azeredo recebe maior número de visitantes na parte da manhã, nos fi-

Além dos secretários municipais de Políticas Sociais e Assistência Social, Jorge Nahas e Elisabeth Leitão, participaram também do evento como parceiros no lançamento da campanha representantes do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, da Secretaria Municipal Adjunta de Esportes e dos conselhos tutelares.

Divino Advincula

O Complexo Esportivo do Aglomerado da Serra, o Baleião, recebeu na sexta-feira, dia 25, o lançamento da campanha “A Bola Está com Você”, contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. O evento contou com a participação de ex-atletas como Piazza e Paulo Isidoro. A campanha visa acabar com a violência sexual contra crianças e adolescentes em Belo Horizonte, promover um debate em torno da proteção dos direitos humanos de crianças e adolescentes, com ênfase no enfrentamento da violência sexual, sensibilizar a população para a importância do problema e incentivar a denúncia. Rosalva Portella, presidente da Associação Municipal de Assistência Social (Amas) e Coordenadora da Comissão Operativa Local do Pair- BH destacou que é preciso capacitar a mentalidade das pessoas contra o abuso das crianças e adolescentes. “Brin-

Lourdes Santa Gema destacou que a questão da exploração sexual ainda é um desafio. “Campanhas desta natureza servem para, cada vez mais, mobilizar e acordar a sociedade. Não basta o poder público fazer campanhas e criar programas se a sociedade não conscientizar que exerce papel fundamental”, afirmou.

Valorização Para Mazarello, o Plantão Social é um trabalho importante que deve ser valorizado. “Por meio deste serviço, o migrante tem o direito a usufruir os benefícios que lhe são garantidos por lei. Além disso, o trabalho também visa esclarecê-lo sobre a importância de estar de posse de seus documentos, ter escolaridade e exercer sua cidadania”, disse.


DOM - 02/03/2011