Issuu on Google+

BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município - DOM

Ano XXI • N. 4.889 • R$ 0,90

Tiragem: 2.100 • 18/9/2015

Atividades vão começar a ser realizadas no domingo, dia 20, e incluem oficinas, apresentações artísticas e plantio de mudas O Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado (Rua Desembargador Lincoln Prates, 240, bairro Itapoã) recebe atividades variadas de educação ambiental, trilhas ecológicas, eventos culturais e prática de esportes radicais. Neste mês, a área verde comemora 21 anos com uma programação gratuita que será realizada entre os dias 20 e 27. Segundo Karine Paiva, presidente da Fundação de Parques Municipais (FPM), o parque é muito bem utilizado pela população. “Por se tratar de uma área de grande extensão, o local consegue abrigar várias atividades para diferentes idades e preferências. É um importante espaço para a região da Pampulha e abriga uma rica fauna e flora”, disse. “O parque é muito importante para a comunidade porque é um local de educação ambiental, um espaço seguro para socialização e de desenvolvimento de atividades culturais. O local vem recebendo diferentes melhorias, o que vem contribuindo para o aumento do número de frequentadores”, disse Hebert Pessoa, chefe de Departamento Noroeste. Segundo Robson Ferreira, diretor de Parques da Área Norte, a área nasceu por meio da iniciativa popular dos moradores do entorno. “O parque tornou-se símbolo da preservação ambiental e da resistência à urbanização desenfreada”, disse. No próximo domingo, dia 20, como parte das comemorações do Dia da Pátria, o Exército levará várias atividades ao parque, incluindo apresentação de sua banda de música, exposição de carros, tendas de saúde com atendimento à população, rapel e pista de cordas, além do Recrutinha (mostra das atividades desenvolvidas pelas Forças Armadas). “O parque é um local agradável e acolhedor, ideal para desenvolver diversas atividades em benefício da comunidade”, disse o coronel

Fotos: Jean Lucas

Parque Lagoa do Nado completa 21 anos com ampla programação gratuita para a população

Parque é bastante frequentado pelos moradores e oferece diversas atividades esportivas e culturais

José Mateus, assessor de comunicação do Comando da 4ª Região Militar. As atividades serão realizadas das 9h às 17h. A segunda, 21, Dia da Árvore, será destinada às atividades ambientais, com trilhas ecológicas e plantio feito pelos alunos da Escola Municipal Lídia Angélica, das 9h às 15h30. Dulce Raquel dos Santos, diretora da escola, ressaltou a importância desse tipo de atividade em áreas verdes, pois ajuda os alunos a entender a importância de preservar o meio ambiente. “Eles conseguem ver, na prática, as lições passadas pelos professores em sala de aula”, disse. A programação contará no dia 22 com um sarau no Jardim dos Poetas e um plantio em homenagem ao poeta Paulinho Andrade, além de apresentação da banda da Guarda Municipal e ofi-

cinas de artesanato. Haverá, ainda, o plantio de cinco árvores e uma apresentação de dança cigana. O destaque da programação são as oficinas de artesanato que serão realizadas às 9h30 e às 16h30. “A festividade reforçará o bom convívio que a comunidade do entorno tem com o parque”, disse Prisce Benício, chefe de Divisão de Manejo e Operações Pampulha. No domingo, dia 27, o parque receberá o projeto “é do mato... eu não mato”, com apresentações, na sala multimeios, sobre animais peçonhentos. “Quando apresentamos o trabalho em uma área verde conseguimos promover e estimular a conservação”, disse Vagner Brugnara, responsável pelo projeto. No mesmo dia, às 10h, a Família Silva apresenta um espetáculo e oferece uma oficina.

Estrutura

Localizado na região Norte da capital, entre os bairros Planalto e Itapoã, o Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado tem uma área de aproximadamente 311 mil metros quadrados e foi implantado em 1994. Com uma infraestrutura composta por biblioteca, sala multimeios, teatro de bolso, teatro de arena, quadras poliesportivas, campo de futebol, pista para caminhadas e viveiro de mudas, o parque realiza diversas atividades de educação ambiental, cultura e esporte com o apoio da Fundação Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. O par-

dom 4889.indd 1

que recebeu recentemente uma lanchonete e foi autorizada a entrada de vendedores ambulantes para atender melhor os frequentadores. A vegetação é composta por espécies do cerrado e por uma mata ciliar que circunda uma lagoa de 22 mil metros quadra-

dos, formada pelo represamento de três nascentes. Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) identificaram no local cerca de 130 espécies de árvores, sendo 75% nativas, com destaque para ipê, aroeira branca, urucum, jatobá, barbatimão, quaresmeira e goiaba brava. 

Lagoa de 22 mil metros quadrados é formada pelo represamento de três nascentes

Infraestrutura é composta por quadras poliesportivas, pista para caminhadas e espaços como biblioteca, teatro de bolso e teatro de arena

17/09/2015 17:56:25


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

2

Sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Parque das Mangabeiras será palco de um sarau no domingo João Paulo Prates

Às vésperas da primavera, o Parque das Mangabeiras será palco para a apresentação de diversos artistas e bandas do estado em uma série de shows musicais. No repertório, canções autorais, misturas de clássicos da música e diversos ritmos brasileiros e estrangeiros. O projeto Sarau no Parque terá início no domingo, dia 20, às 10h, com apresentações de Mario Noya, Fred Reis, Senhor Kalota, Pedro Hoisel e Cristina Diniz. A entrada é gratuita e o parque fica na Avenida José do Patrocínio Pontes, 580, no Mangabeiras. A iniciativa vai contribuir para o fortalecimento do mercado de trabalho artístico, para a formação de plateia, democratização do acesso à cultura e movimentação da cena musical, apresentando para o grande público os novos compositores de Minas. 

4ª edição da mostra Faísca reúne 45 expositores e oferece oficina para produção de livro ilustrado

Mario Noya é um dos músicos que irá se apresentar no parque no próximo final de semana

“Sprell”, de Zapruder, é um dos curtas metragens em cartaz no festival

O Cine Humberto Mauro, que fica no Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), realiza até o dia 27 deste mês mais uma edição do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte (Festcurtas-BH). O evento, já consolidado no calendário nacional e internacional, chega à sua 17ª edição e exibirá uma extensa programação que combina seminários, debates, cursos e mostras

temáticas. A entrada para as sessões é gratuita e os ingressos devem ser retirados meia hora antes de cada sessão. Para saber informações sobre horários e detalhes dos filmes, acesse o site fcs. mg.gov.br. Nesta edição, além das já tradicionais mostras competitivas e paralelas, o Festcurtas-BH realiza três mostras especiais: “Cinema 3D - Imaginando profundidades e

espaços”, que propõe uma investigação sobre o uso do 3D, “Teddy Williams – uma trajetória em curtas”, que exibe cinco curtas metragens do cineasta argentino, e “O universo infernal da Paraísos Artificiais”, que reúne obras, boa parte em película, feitas na década de 90 pela produtora paulista Paraísos Artificiais, considerada uma das mais inventivas e radicais de sua geração. Na programação, serão exibidos 114 filmes, selecionados entre os mais de 2 mil inscritos nas mostras competitivas (Brasil, Minas e Internacional), além das 53 obras exibidas nas mostras paralelas e dos curtas exibidos nas mostras especiais. A programação inclui também dois seminários relacionados às mostras especiais de Teddy Williams e sobre a Paraísos Artificiais e um curso sobre o cinema 3D, ministrado por Björn Speidel.

Projeto mostra melhores montagens musicais infantis de Minas no Teatro Santo Agostinho O Teatro Santo Agostinho (Rua Aimorés, 2.679, bairro Santo Agostinho) apresenta até o dia 18 de outubro o Projeto TraLaLaLaLi 2015, dedicado ao teatro infantil musicado de Minas Gerais. As apresentações são realizadas aos sábados e domingos. Neste ano, o TraLaLaLaLi traz alguns dos espetáculos mais premiados da cena local, entre eles o show musical “Aquático” da cantora Ana Cristina, que será exibido nos dias 3 e 4 de outubro. Neste final de semana, estará em cartaz “Quem Pergunta, Quer Resposta!”, com o Grupo de Teatro Oriundo. Nos dias 10 e 11 de outubro, é a vez de “Os Saltimbancos” e, nos dias 17 e 18 de outubro, “O Mundo Mágico do Sítio do Picapau Amarelo”. Os ingressos são vendidos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada). A bilheteria do teatro abre uma hora e meia antes de cada apresentação.

dom 4889.indd 2

Amanhã é dia de acompanhar novidades do mercado gráfico na quarta edição da Faísca, mostra periódica voltada para o cenário independente. Entre os 45 expositores estão quadrinistas, ilustradores, escritores, designers, fotógrafos e artistas de rua. As obras são gravuras, cartazes, zines, livros, revistas, quadros, artigos de papelaria, marcadores e adesivos. Gratuito e livre para todas as idades, o evento é realizado no terceiro sábado de cada mês, das 11h às 17h, no BDMG Cultural (Rua Bernardo Guimarães, 1.600, Funcionários). O coletivo Phonte88, que produz livros de artistas, zines e poesia, faz parte da programação pela primeira vez, assim como o quadrinista João Henrique Belo, a fotógrafa Fernanda Abdo, o desenhista Alexandre Júnior, e os projetos especializados em cadernos Artesanário e IDU Encadernação Artesanal. O trabalho da designer Ariane Vieira, Yay – lettering, composto pela arte de desenhar com letras, é mais uma das novidades. Izadora Luz, outra estreante no evento, apresenta uma produção que percorre desenho, fotografia, pintura e performance. Assim como nos eventos anteriores, a mostra oferece uma minioficina gratuita. Nesta edição, a artista Carol Merlo ministra “Papel, poesia ou canção: a ilustração a partir da colagem”. Expositores já conhecidos pelo público disponibilizam produções inéditas nesta edição. A artista Ana Schirmer, convidada desde a estreia com o coletivo ZiNas, lança Gatilho, zine que propõe uma reflexão sobre a depressão. André Assis, participante desde a segunda edição com o projeto Fábrica de Cataventos, leva para a mostra novos sketchbooks, com ilustrações de capa que recriam artistas como Frida Kahlo e personagens como Harley Quinn.  A proposta da Faísca – Mercado Gráfico é incentivar novas produções, oferecer ao público a oportunidade de acompanhar os lançamentos e popularizar trabalhos que, nem sempre, chegavam aos interessados. O encontro permite que os visitantes conheçam várias técnicas criativas do setor de produção gráfica e conversem com os artistas que expõem suas obras. Para as crianças, foi criado um espaço exclusivo, que oferece mesas, desenhos e material para colorir. Luiz Carlos Oliveira Ferreira

Divulgação

Palácio das Artes recebe 17º Festival Internacional de Curtas Metragens de Belo Horizonte

Mostra incentiva novas produções e oferece ao público a oportunidade de acompanhar lançamentos de revistas e livros

17/09/2015 17:56:50


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Sexta-feira, 18 de setembro de 2015

3

Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte abre as comemorações dos 25 anos com 1ª Jornada Sustentável Para abrir as comemorações do seu aniversário de 25 anos, a Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH) realiza, entre hoje e o dia 26 deste mês, a 1ª Jornada Sustentável. Com a parceria de ONGs, empresas e do Governo do Estado, e com o apoio de outros órgãos da Prefeitura, o evento irá promover oficinas e palestras educativas e profissionalizantes, feira de negócios e produtos, apresentações artísticas e culturais, exposições fotográficas e audiovisuais com o intuito de estimular a reflexão sobre sustentabilidade, encorajar atitudes que promovam a igualdade e a diversidade sociocultural, difundir ações cotidianas que causem menor impacto ambiental e divulgar informações sobre conservação e uso dos recursos naturais. “A ideia é unir várias ações que contribuam para a qualidade de vida e que envolvam sustentabilidade de uma forma geral, fazendo despertar interesses, discussões, trocas de conhecimentos, tanto entre nós, institui-

ções, como entre o público que vem participar do evento”, explica Gisele Mafra, gerente do Parque Ecológico da Pampulha. As atividades da Jornada Sustentável serão realizadas, além dos espaços da Fundação Zoo-Botânica (Jardim Zoológico, Jardim Botânico, Parque Ecológico da Pampulha e Aquário da Bacia do Rio São Francisco), em 15 centros culturais da Prefeitura, no Parque Municipal e na Praça Augusto Dias Costa, no bairro Nova Esperança. Assim, chega a quase todas as regiões da cidade e amplia a discussão sobre o conceito de sustentabilidade. “Cada um dos pilares do conceito de sustentabilidade está retratado nos quatro tons de verde das raias da logomarca, que culminam com um símbolo de cada pilar”, explica Edward Ramos, integrante da equipe da Assessoria de Comunicação e Marketing da FZB. “Além disso, a intenção é que a própria Jornada seja um evento sustentável. Quando ela acabar, já vai ter outra começando”, conclui.

25 anos

A FZB-BH foi criada no dia 5 de junho de 1991 e completará, em 2016, 25 anos de uma rica trajetória. Atualmente, administra o Jardim Zoológico, o Jar-

Luzes da Praça da Bandeira serão apagadas hoje durante campanha de conscientização sobre câncer ocular infantil De acordo com a coordenadora administrativa da Cape, Mônica Araújo, a proposta é mobilizar, principalmente, as pessoas que convivem com crianças de até 5 anos, para que fiquem atentas aos sintomas da doença e inicie o tratamento o quanto antes. “As luzes vão ficar apagadas por um período curto, mas que pode significar muito, porque é por meio da conscientização que podemos preservar a vida dessas crianças”, destaca. “Essa é mais uma importante ação de prevenção e promoção da saúde da qual o município é parceiro. Esse trabalho é fundamental e a PBH dá o maior apoio”, pontua o secretário da Regional Centro-Sul, Marcelo de Souza e Silva. A campanha incentiva, ain-

Divino Advincula

Belo Horizonte participa hoje das comemorações do Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma, um tipo de câncer nos olhos mais comum em crianças de até 5 anos de idade. Um ato simbólico na Praça da Bandeira, no cruzamento das avenidas Afonso Pena e Bandeirantes, no bairro Mangabeiras, marcará a celebração da data. Das 19h30 às 19h35, as luzes da praça serão apagadas como alerta para a importância da identificação precoce da doença. A ação é promovida pela Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca), em parceria com a Casa da Acolhida Padre Eustáquio (Cape) e a Prefeitura de Belo Horizonte.

Luzes da Praça da Bandeira serão apagadas durante 5 minutos hoje como alerta para a identificação precoce da doença

dim Botânico, o Parque Ecológico da Pampulha e o Aquário da Bacia do Rio São Francisco. Mais de um milhão de pessoas visitam anualmente os espaços da instituição, que tem se destacado no cenário nacional e internacional por meio da atuação nas áreas do manejo da vida silvestre, pesquisa, conservação e educação, voltadas para a preservação da fauna e flora, subsidiando a sua missão de “contribuir para a conservação da natu-

reza realizando ações de educação, pesquisa e lazer, que sensibilizem as pessoas para o respeito à vida”. Com as comemorações dos 25 anos, a FZB-BH pretende resgatar sua história, difundir as conquistas do trabalho realizado ao longo desses anos, valorizar a equipe que tem se dedicado à instituição e ressaltar as características dos espaços e atrações para a cidade e seus turistas.

da, a adoção do teste do olhinho pelos pediatras. O teste é simples e pode levantar a suspeita da existência do tumor, algo a ser confirmado por um oftalmologista por meio do exame de fundo de olho. Segundo informações da Tucca, em estágio avançado, o retinoblastoma muitas vezes é revelado em uma simples foto com flash, pois o olho afetado aparece com uma mancha branca. A doença pode causar cegueira e até a morte. De acordo com a Tucca, 90% dos pacientes têm chances de cura quando o problema é detectado cedo. Só que o número de crianças identificadas quando o câncer já está em um estágio avançado ainda é alto no país, cerca de 50%, o que reduz as chances de tratamento e cura do tumor. Por isso é imprescindível o diagnóstico precoce. “É essencial detectar o quanto antes, não só para que o câncer seja curado, mas também para preservar o olho e a visão da criança”, reforça o oncologista pediátrico e presidente da associação, Sidnei Epelman. Outros pontos turísticos e monumentos do país terão suas luzes apagadas, como o Teatro Municipal, a Sala São Paulo e o Conjunto Nacional, em São Paulo, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Torre de TV Digital, em Brasília, e a Igreja Nossa Senhora dos Remédios, em São Luís.

Diário Oficial do Município de Belo Horizonte

Instituído pela Lei nº 6.470 de 06/12/1993 e alterado pela Lei nº 9.492 de 18/01/2008 • Endereço eletrônico: www.pbh.gov.br/dom Composição, Produção e Edição Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Belo Horizonte Av. Afonso Pena, 1.212 - 4º andar - Tel.: (31) 3277-4246

dom 4889.indd 3

Impressão Didática Editora do Brasil Ltda - ME - Rua Custódio Maia, 469 Bairro Darcy Vargas - CEP 32372-160 - Contagem - MG - Tel.: (31) 2557-8030

Distribuição e Assinaturas Ricci Diários & Publicações Ltda - Rua Curitiba, 1.592 - Loja 01 Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3274-4136

17/09/2015 17:21:09


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

22

Sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Indicadores Econômicos de Belo Horizonte Evolução dos Preços ao Consumidor

Taxas de Juros – Agosto de 2015

IPCA(1) Período

IPCR(2) Variação (%)

Índice de Base Fixa (1ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Setores

Variação (%)

Índice de Base Fixa (1ª Jul/94=100)

No mês

No ano

abr/15

461,36

0,55

4,67

Últimos 12 Meses 8,13

454,60

0,75

4,59

Últimos 12 Meses 7,69

mai/15

466,25

1,06

5,78

8,58

460,14

1,22

5,87

7,90

jun/15

470,63

0,94

6,77

9,38

463,27

0,68

6,59

8,44

jul/15

473,84

0,68

7,50

10,12

465,96

0,58

7,21

9,05

ago/15

476,35

0,53

8,07

10,50

467,96

0,43

7,67

9,37

1ª set/15

497,62 (3)

0,59

8,52

9,93

492,59 (3)

0,73

8,44

9,32

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte (2) IPCR= Índice de Preços ao Consumidor Restrito: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 5 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Período

No mês

IPCA(1)

Salário Mínimo

mar/15

458,84

1216,24

Cesta Básica(2) 583,50

abr/15

461,36

1216,24

mai/15

466,25

jun/15

470,63

Menor

Maior

Média

Aquisição de outros bens (1)

1,85

3,53

2,72

Aquisição de veículos (1)

1,83

2,76

2,03

Automóveis Novos montadoras

0,94

2,04

1,51

Automóveis Usados multimarcas

1,61

3,11

2,12

Cartão de Crédito Parcelado (1) (5)

3,27

11,49

6,67

Cartão de Crédito Rotativo (1) (5)

7,41

18,03

14,54

Cheque especial (1) (2)

9,90

16,24

12,14

Comércio Eletrônico

0,59

2,29

1,58

0,07

1,68

1,16

Empréstimos pessoa física

(3)

Construção Civil Imóveis Construídos Últimos 12 Meses

No ano

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

1,25

0,00

-2,11

4,10

8,84

3,64

8,53

8,84

0,29

607,79

0,55

0,00

4,16

4,67

8,84

7,95

8,13

8,84

2,42

1216,24

620,24

1,06

0,00

2,05

5,78

8,84

10,16

8,58

8,84

3,64

1216,24

610,21

0,94

0,00

-1,62

6,77

8,84

8,38

9,38

8,84

10,04

(3)

0,07

0,67

0,52

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

0,93

3,65

2,23

Crédito pessoal consignado privado

(1)

2,48

3,93

2,90

Crédito pessoal consignado público

(1)

1,79

2,36

1,93

3,52

6,42

4,98

0,91

0,97

0,95

2,71

3,91

3,18

1,36

3,36

2,39

1,76

4,96

3,04

1,38

3,09

2,61

Construção Civil Imóveis na Planta

Crédito pessoal não consignado

(1)

jul/15

473,84

1216,24

611,47

0,68

0,00

0,21

7,50

8,84

8,60

10,12

8,84

13,39

Financiamento imobiliário com taxas reguladas

ago/15

476,35

1216,24

593,46

0,53

0,00

-2,94

8,07

8,84

5,41

10,50

8,84

11,27

Empréstimos pessoa jurídica

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Antecipação de faturas de cartão de crédito (1)

(2) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38 FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Capital de Giro

Residenciais

Comerciais

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

No ano

mar/15

492,25

0,43

1,47

Últimos 12 Meses 3,67

abr/15

492,84

0,12

1,59

mai/15

490,82

-0,41

1,17

(1)

Conta Garantida

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis

Período

(1)

Desconto de Duplicatas

Variação (%) No mês

No ano

710,73

0,28

1,53

Últimos 12 Meses 6,12

3,53

713,93

0,45

1,98

6,06

2,73

719,28

0,75

2,75

6,44

CDB 30 dias (4)

0,99

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,88

Fundos de Curto Prazo

0,65

1,02

0,84

0,90

1,03

0,96

jun/15

492,15

0,27

1,44

2,65

723,02

0,52

3,28

6,35

jul/15

493,77

0,33

1,78

2,69

724,90

0,26

3,55

6,19

Poupança (1)

ago/15

494,46

0,14

1,92

2,82

724,76

-0,02

3,53

5,66

Taxa SELIC

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Médio

Alto

0,69 (1)

1,12

(1) Dados coletados a partir de informações consolidadas no Banco Central do Brasil, nas 8 principais instituições financeiras do mercado: Banco do Brasil, CEF, HSBC, Santander, Itaú, Bradesco, Citibank, Mercantil do Brasil Tarifas Bancárias – Agosto de 2015

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - agosto de 2015 Popular

(1)

Captação

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Fundos de Longo Prazo

Imóveis

Forma de Cobrança

(1) (2) / serviços Não são consideradas vantagens progressivas Produtos

Luxo

525,45 (22)

1150,00 (9)

894,66 (59)

1558,67 (75)

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

796,56 (294)

1072,98 (297)

1238,07 (367)

2009,85 (136)

945,67 (90)

1163,14 (118)

1393,73 (99)

1844,82 (56)

3 Quartos e 2 banheiros ou mais

1343,44 (192)

1456,93 (306)

1682,30 (495)

2372,23 (184)

4 Quartos e até 2 banheiros

2033,33 (6)

1585,00 (10)

2248,89 (45)

2787,67 (60)

1800,00 (8)

2341,67 (18)

2771,86 (59)

4432,96 (108)

4 Quartos e acima de 2 banheiros / 5 Quartos ou mais e 1 banheiro ou mais 1 Quarto e 1 banheiro ou mais

537,50 (32)

663,00 (20)

(2)

(Z)

Barracões 674,38 (24)

805,83 (12)

1012,50 (4)

(Z)

1 Quartos e 1 banheiro ou mais

766,67 (6)

(2)

(Z)

(Z)

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

863,82 (76)

1067,24 (29)

(3)

(Z)

1168,06 (36)

1703,75 (16)

1650,00 (8)

(1)

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

3 Quartos e 1 banheiro Casas

4 Quartos e até 2 banheiros 4 Quartos e acima de 2 banheiros / 5 Quartos ou mais e 1 banheiro ou mais

1543,10 (42)

2222,17 (30)

3346,88 (32)

6522,22 (18)

1969,23 (13)

2200,00 (8)

(Z)

6140,00 (10)

3831,25 (16)

4850,00 (14)

4539,33 (30)

9639,78 (45)

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Índice de Confiança do Consumidor

mar/15

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

No mês

No ano

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

99,94

124,53

102,62

-5,45

-5,23

-5,61

-13,59

-15,33

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por cliente

5,30

15,00

183,02

7,57

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por cliente

5,30

15,00

183,02

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

52,00

33,33

45,69

10,80

15,00

38,89

11,89

por cheque

1,00

1,60

60,00

1,30

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

30,00

50,00

26,04 22,50

por cheque

22,50

22,50

0,00

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

CHEQUE - Cheque Visado

por operação

2,00

4,90

145,00

2,41

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,45

4,55

213,79

2,04

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,30

1,80

38,46

1,48

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por operação

0,00

8,50

..

2,79

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

2,20

6,00

172,73

3,22

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,35

3,00

122,22

2,08

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

1,25

1,40

12,00

1,32

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por operação

2,20

6,00

172,73

3,25

4,00

158,06

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

1,25

4,00

220,00

1,84

Fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

0,00

6,00

..

4,71

por operação

1,55

2,39

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,90

..

13,53

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

9,50

..

7,32

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

7,00

9,00

28,57

7,86

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,00

100,00

1,22

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,85

1,20

41,18

0,99

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

24,00

27,00

12,50

25,77

Transferência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

13,50

19,90

47,41

15,03

Transferência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,36

Transferência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

7,00

9,00

28,57

7,86

Transferência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

13,50

20,00

48,15

15,48

Transferência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,36

Transferência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

9,00

..

7,89

por operação

30,00

54,70

82,33

47,21

por evento

9,75

14,50

48,72

11,07

OPERAÇÕES DE CRÉDITO

PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA CARTÃO DE CRÉDITO a cada 365 dias

39,00

55,00

41,03

47,57

Fornecimento de 2ª via de cartão com função crédito

Anuidade - cartão básico nacional

por evento

5,00

15,00

200,00

8,19

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

16,50

312,50

8,72

Pagamento de contas utilizando a função crédito em espécie

por evento

1,99

21,90

1000,50

10,90

Avaliação emergencial de crédito Anuidade - cartão básico internacional

por evento

10,00

18,00

80,00

15,33

a cada 365 dias

80,00

130,00

62,50

104,00

por evento

8,00

30,00

275,00

16,36

OPERAÇÃO DE CÂMBIO MANUAL Venda de moeda estrangeira - espécie

Por operação

0,00

90,00

..

38,00

Venda de moeda estrangeira - cheque de viagem

Por operação

0,00

90,00

..

36,88

Venda de moeda estrangeira - cartão pré-pago - emissão e carga

Por operação

0,00

90,00

..

Venda de moeda estrangeira - cartão pré-pago - recarga

Por operação

0,00

90,00

Valores (em R$) 90,00

..

36,88

Custo da Cesta Básica(*) – Agosto de 2015

36,88

Contribuição na variação (p.p.) 38,00

Produto

Quantidade

Compra de moeda estrangeira - cheque de viagem

Açúcar cristal Por operação

3,00 0,00 kg

90,004,22

..

-0,02 34,71

Compra de moeda estrangeira - cartão pré-pago

IEF

Arroz

3,00 0,00 kg

90,007,49

..

-0,01 36,88

(1) Não são consideradas vantagens progressivas

(2) Considera-se a média das tarifaskg praticadas pelos bancos pesquisados Banana caturra 12,00 24,96

Compra de moeda estrangeira - espécie

Por operação

Últimos 12 Meses

ICCBH

IEE

IEF

Fonte: Banco Central do Brasil / Bancos - Dados trabalhados pela Fundação IPEAD/UFMG -12,30 -15,06 -19,86 -11,36

Por operação

..

Batata inglesa

99,63

123,80

102,50

-0,31

-0,59

-0,12

-13,86

-15,83

-12,41

-11,26

-12,22

-10,58

96,97

118,40

100,93

-2,67

-4,36

-1,53

-16,16

-19,51

-13,74

-10,62

-16,18

-6,47

0,00

Não se aplica dados numéricos

6,00 kg

ND: não disponível

..

0,71

15,96

-1,73

Café moído

0,60 kg

8,27

-0,05

Chã de dentro

6,00 kg

122,58

-0,76

Farinha de trigo

1,50 kg

4,19

-0,03

Feijão carioquinha

4,50 kg

19,53

-0,29

7,50 l

20,18

0,00

750,00 g

16,24

0,07

Óleo de soja

1,00 un

2,88

-0,02

Pão francês

6,00 kg

64,98

0,10

Tomate Santa Cruz

9,00 kg

32,31

-0,92

jun/15

95,46

113,13

101,34

-1,56

-4,45

0,41

-17,47

-23,09

-13,39

-17,09

-24,88

-11,19

jul/15

89,62

101,94

97,62

-6,12

-9,89

-3,68

-22,52

-30,70

-16,58

-20,40

-29,24

-13,93

Leite pasteurizado

ago/15

94,36

104,83

104,20

5,29

2,84

6,75

-18,41

-28,73

-10,94

-21,88

-35,34

-11,19

Manteiga

(1) ICCBH: Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte: trata-se de um indicador que tem por finalidade sintetizar a opinião dos consumidores em Belo Horizonte quanto aos aspectos capazes de afetar as suas decisões de consumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Econômica: retrata a expectativa do consumidor em relação aos indicadores macroeconômicos

dom 4889.indd 22

39,00

por cheque

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

abr/15

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

7,57

por Operação

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

mai/15

(3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a confiança do consumidor a respeito de alguns indicadores microeconômicos

Média(2) (R$)

20,77

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

(*) O valor entre parênteses representa o número de imóveis utilizados no cálculo da respectiva média. Somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro imóveis pesquisados. Os casos em que não foi pesquisado nenhum imóvel são indicados por hífen (-). Os valores médios referentes a apartamentos de 1 e 2 quartos da classe luxo são influenciados pela oferta de Flats.

Período

Diferença (%)

..

Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE

3 Quartos e 2 banheiros ou mais

Maior (R$)

30,00

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Apartamentos

Menor (R$)

(3) Inclui a variação dos indexadores CUB, TR, INCC e IGP-M (4) Taxa Fornecida pelo mercado Confecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO por evento 0,00 (5) Dados disponibilizados a partir de abr/2015. É possível consultar períodos anteriores no site do Banco Central. CONTAS DE DEPÓSITOS .. Não se aplica dados numéricos ND - não disponível CADASTRO

1 Quarto e 1 banheiro ou mais

3 Quartos e 1 banheiro

(1)

(*) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38 FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

17/09/2015 17:21:13


Poder Executivo Sexta-feira, 18 de setembro de 2015

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

Fotos: Rafaela Baião

Propostas de ações para os jovens de BH são apresentadas durante Conferência Municipal da Juventude

Delegados que vão representar a capital na conferência estadual foram eleitos durante o evento municipal

Consolidar direitos e ampliar conquistas. Este foi o tema da 5ª Conferência Municipal da Juventude, realizada no último final de semana, no Centro de Referência da Juventude, no Centro da capital. Os jovens tiveram a oportunidade de analisar as propostas elaboradas nas 135 pré-conferências descentralizadas, realizadas em junho e julho nas nove regiões da cidade. Durante a etapa municipal, os jovens propuseram ações e serviços para garantir os direitos e a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos belo-horizontinos de 15 a 29 anos. Além de traçar linhas gerais para o planejamento de políticas públicas de, com e para a juventude no município, os participantes elegeram os membros representantes da sociedade civil no Conselho Municipal da Juventude de Belo Horizonte para o mandato de 2015 a 2017 e definiram os delegados que vão representar a capital na 4ª Conferência Estadual da Juventude, que será realizada de 2 a 4 de outubro, em Caeté. Durante a abertura da conferência, o secretário municipal

de Governo, Vitor Valverde, destacou o sucesso das pré-conferências descentralizadas, que contaram com a participação de mais de 7 mil jovens, e exaltou a importância da participação dos jovens em causas diversas da sociedade. “Queremos sempre uma vida melhor e não tenho dúvida que a juventude é responsável por impulsionar essas melhorias. Nos momentos mais decisivos da história do país, os jovens foram para as ruas buscando soluções para os desafios enfrentados”, disse. Além de Vitor, também participaram da solenidade de abertura o secretário estadual de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, o subsecretário estadual de Juventude, Miguel Ângelo, e o coordenador municipal da Juventude da PBH, Marcelo Silvério, entre outros secretários, parlamentares e demais autoridades. No sábado, dia 12, os participantes se dividiram em grupos, conforme os eixos temáticos nos quais o trabalho do Conselho Municipal da Juventude de

Participantes se dividiram em grupos e discutiram as propostas dos eixos Educação, Qualidade de Vida, Trabalho e Renda, Direitos Humanos e Cultura

dom 4889.indd 23

Belo Horizonte é pautado (Educação, Qualidade de Vida, Trabalho e Renda, Direitos Humanos e Cultura) e discutiram as propostas apresentadas durante as conferências descentralizadas. Após a discussão, os jovens definiram os desafios e ações que vão integrar o Caderno de Propostas da 4ª Conferência Municipal da Juventude, documento que deve auxiliar a administração municipal no aprimoramento e na elaboração de políticas públicas para os jovens. O conjunto de propostas apresentadas também será levado como contribuição de Belo Horizonte para a conferência estadual.

Propostas

Entre as propostas definidas durante a conferência destacam-se programas e ações em áreas como saúde, esporte e lazer, educação, trabalho e renda e cultura. Garantir a criação e a expansão de programas específicos voltados à saúde do jovem e ampliar a coleta seletiva na cidade, incluindo a coleta de resíduos eletrônicos, foram algumas das propostas apresentadas pelo grupo do Eixo Qualidade de Vida, que envolve as temáticas de esporte e lazer, saúde e limpeza urbana, entre outras áreas. Já no Eixo Trabalho e Renda, uma das sugestões apresentadas foi o incentivo à criação de postos formais de trabalho na área artística-cultural. A criação de programas esportivos nas comunidades, com a articulação de diferentes equipamentos e o incentivo à prática esportiva, sobretudo aos finais de semana, foi outra importante proposta elaborada. Thamires Rodrigues, membro do Conselho Municipal da Juventude, foi uma das participantes da conferência e aproveitou o momento para exaltar aos jovens presentes a importância da atuação permanente da juventude em questões diversas do país. “Diferente do que é dito socialmente, a juventude não é responsável pelo amanhã. Nós, os jovens, somos atores e atrizes fundamentais para a mudança do agora”, destacou.

gov.br) para debater sobre os assuntos expostos ou apenas acompanhar as discussões. O secretário municipal adjunto de Gestão Compartilhada, Gelson Leite, explicou o objetivo da nova ferramenta. “O fórum virtual de discussão foi criado com o intuito de am-

23

pliar ainda mais a participação da população. É um mecanismo que será utilizado para debater diversos temas. Juventude é apenas o primeiro assunto e muitas outras temáticas relevantes para Belo Horizonte serão discutidas virtualmente por meio do Fórum”, ressaltou.

Secretaria de Direitos de Cidadania promove a 21° Semana da Pessoa com Deficiência A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania e da Coordenadoria de Direitos da Pessoa com Deficiência, e com apoio de diversos parceiros e entidades especializadas, realiza entre amanhã, a partir das 9h30, e o dia 26 deste mês, a 21ª Semana da Pessoa com Deficiência, que terá como tema “A acessibilidade promove a inclusão”. O evento será realizado no Parque Municipal (Avenida Afonso Pena, 1.377, Centro), com espetáculos artísticos de dança, teatro e música, exposição de trabalhos, caminhadas e mesas de discussão. A programação tem como propósito promover e destacar as capacidades e as habilidades das pessoas com deficiência, reforçando a importância e a necessidade da construção de uma cultura de inclusão e respeito às diferenças, reforçando assim os direitos deste público. Para a secretária municipal adjunta de Direitos de Cidadania, Gláucia Brandão, o evento reforça a importância da conquista dos direitos para todas as pessoas.

Fórum Virtual de Gestão Compartilhada

Buscando estreitar a relação com o cidadão e inovar na comunicação com a sociedade civil, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio das secretarias municipais de Governo e adjunta de Gestão Compartilhada, lançou, durante a conferência, um novo canal de participação social: o Fórum Virtual de Gestão Compartilhada. O novo mecanismo terá a temática juventude como o primeiro assunto de discussão e os participantes da conferência poderão estender o debate realizado no evento para o Fórum Virtual, criando assim um diálogo ampliado sobre o tema. Qualquer cidadão belo-horizontino pode participar do Fórum Virtual e basta fazer um cadastro no Portal de Gestão Compartilhada (gestaocompartilhada.pbh.

17/09/2015 17:21:19


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

24

Sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Hugo Honorato

Espetáculo dá vida a bonecos de papel no Museu Histórico Abílio Barreto

“O Fantástico Circo de Papel” aborda o universo circense como forte expressão artística da cultura popular

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, apresenta no domingo, dia 20, às 11h30, no Museu Histórico Abílio Barreto (Avenida Prudente de Morais, 202, bairro Cidade Jardim), o espetáculo “O Fantástico Circo de Papel”, do Grupo Girino. A peça utiliza a técnica do teatro dos bonecos criados com papel para levar ao público as emoções do mundo circense. Contemplado pelo edital CenaMúsica, a exibição também integra o projeto Brincando no Museu, realizado quinzenalmente no Abílio Barreto. A entrada é gratuita. Com personagens que saltam do “Livro do Circo” e ganham vida própria, a história aborda o universo circense como forte expressão artística da cultura popular e evidencia a fragilidade do material como metáfora da condição atual dos circos por meio da expressividade do papel. O Fantástico Circo de Papel passa por uma intensa crise e os problemas só pioram com a

chegada do maior inimigo do papel, as traças. O apresentador Fiorini vai ter que se desdobrar para enfrentar os desafios e preservar o Circo de Papel para que este não chegue à extinção. Personagens do mundo todo se reunirão nesta aventura pelo mundo do Teatro de Bonecos. O Grupo Girino é um coletivo que pesquisa as técnicas e linguagens do teatro de animação. Fundado em 2006 em Belo Horizonte, o grupo montou diversos espetáculos e intervenções e se dedica à produção cênica e aos projetos educativos, além da publicação da revista Anima e da produção do Festival de Teatro em Miniatura (Festim).

programação do Edital CenaMúsica 2015. Mamutte é artista plástico, performer, intérprete e compositor. Formou sua primeira banda, Os Camarões, em 2007, e conquistou o primeiro lugar no Festival Estudantil Maestro Villa Lobos, como intérprete. Em 2008 iniciou suas apresentações com músicas próprias e ficou em primeiro lugar no Festival da Canção Universitária com a música “A Falta que Você me Faz”. Em 2009, começou sua carreira solo. Em 2012, lançou o show “El Mamutte”, a convite do festival cultural Projeto Matriz, realizado em Conceição do Mato Dentro, se apresentando no mesmo palco que Zé da Guiomar, Orquestra Cabaré, Mart’nália e Tom Nascimento. No ano passado, lançou seu primeiro CD e no Carnaval deste ano ficou com o terceiro lugar no Concurso de Marchinhas Mestre Jonas. Seu álbum dialoga com o “funk de favela” e as sonoridades regionais com viola caipira e rabeca. Em seu repertório, o artista transita ainda entre ijéxá, maculêlê, maracatu, coco e carimbó.

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), promove amanhã, às 11h, na Casa do Baile (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha) o show do Fred Selva Quarteto, selecionado por meio do edital CenaMúsica 2015. Na apresentação, um dos poucos vibrafonistas do Brasil, Fred Selva traz uma linguagem inovadora e contemporânea para a cena instrumental de Belo Horizonte, sem compromisso com qualquer tradicionalismo. Um espetáculo marcado pelo experimentalismo, pela improvisação e pelo diálogo entre os músicos e a plateia. A apresentação é gratuita. O Fred Selva Quarteto é formado por Felipe Continentino (bateria), Federico Heliodoro (baixo) e Felipe Vilas Boas (guitarra), além do instrumentista e compositor Fred Selva, que tem como seu principal instrumento o vibrafone. O grupo lançou seu primeiro disco, “A Estranheza e o Poliglota”. Mais que um conjunto de faixas, Fred Selva Quarteto apresenta ao público dois personagens surreais que constroem a trama, sobre a qual o grupo toca as músicas inusitadas e surpreendentes. O encontro entre a Estranheza, indiferente ao feio ou bonito, e o Poliglota, que não acredita no certo ou no errado. Tuane FErnandes

Juliana Moreira

qual Mamutte apresenta referências que compõem sua semântica musical construída nos sete anos de trabalho que precedem o lançamento de seu primeiro CD, o “Quase-Disco”. A entrada é gratuita. A apresentação integra a

O projeto Brincando no Museu é realizado de forma alternada à programação do Domingo no MHAB, que promove shows e demais atrações para o público adulto. A temporada composta pelos dois projetos acontece há 17 anos no Abílio Barreto. Com isso, o museu pretende atrair novos públicos para as exposições e demais atividades que realiza, despertando neles o interesse por seu espaço e pela história da cidade.

Casa do Baile recebe espetáculo instrumental do grupo Fred Selva Quarteto

Centro Cultural Venda Nova apresenta show “El Mamutte” A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), realiza amanhã, às 16h, no Centro Cultural Venda Nova (Rua José Ferreira Santos, 184, bairro Novo Letícia), o show “El Mamutte”, no

Brincando no Museu

CenaMúsica

Mamutte é artista plático, performer, intérprete e compositor

dom 4889.indd 24

O CenaMúsica tem a intenção de permitir que a população tenha acesso à parte da produção cultural existente hoje na capital mineira. Até o fim do ano a cidade receberá 230 apresentações de artistas, grupos musicais e de teatro selecionados pelo edital, da Fundação Municipal de Cultura (FMC). No total, foram escolhidas 30 propostas de artes cênicas e 20 de música destinadas a todos os públicos.

Fred Selva é um dos poucos vibrafonistas do Brasil

17/09/2015 17:21:26


DOM - 18/09/2015