Page 1

BELO HORIZONTE Exposições, palestras, oficinas e visitas orientadas são algumas das atividades gratuitas que estão disponíveis em vários espaços da cidade até domingo Exposições, palestras, oficinas, visitas orientadas e caminhadas culturais. É com esta ampla e diversificada programação que a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), participa da 12ª Semana Nacional de Museus, que acontece até domingo, dia 18, em instituições museológicas de todo o país. Promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o evento aborda neste ano o tema “Museus: coleções criam conexões”. O objetivo é ressaltar a importância das coleções e a sua valorização. Em Belo Horizonte, as atividades acontecem no Museu Histórico Abílio Bar-

Tiragem: 2.500 • 15/5/2014

Glênio Crampregher

Diário Oficial do Município - DOM

Ano XX • N. 4.556 • R$ 0,90

BH oferece diversas atrações durante a

neadoras da estrutura de um museu. O objetivo é salientar as possibilidades de articulação entre as diversas coleções do MHAB, por

cap e Sulamérica), a sede da Fazenda do Leitão (atual Museu Histórico Abílio Barreto), o Parque Municipal Américo Renée Gianetti e a Igreja de São José, contemplados por objetos, fotografias, acervo textual e plantas arquitetônicas, entre outros. Já no domingo, dia 18, às 10h, o MHAB realiza a oficina “Jogos de Futebol: do campo ao tabuleiro”. A atividade propõe a construção de tabuleiros para jogos co-

meio da visita a lugares emblemáticos da cidade de Belo Horizonte. Foram elencados a antiga Sede dos Correios (atuais edifícios Sula-

mo o futebol de botão e o peteleco, promove partidas e jogadas entre os participantes e também os orienta a refletir sobre a dimensão cultural do futebol, convidando-os a visitar a mostra “Belo Horizonte Futebol Clube: Trajetórias do futebol na capital mineira”, em cartaz no museu (foto abaixo). As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3277-8835 ou pelo e-mail educativomhab@pbh.gov.br. No Museu de Arte da Pampulha (MAP) o destaque é a nova exposição “O olhar: do íntimo ao relacional”, que tem curadoria do pesquisador e professor Rodrigo Vivas. A mostra apresenta uma série de obras artísticas pertencentes aos acervos do próprio MAP, do Museu Histórico Abílio Barreto e também do Museu Mineiro. A ideia do curador foi colocar os três importantes acervos em diálogo, possibilitando a interface entre obras separadas pela história individual de cada instituição. Outra atração do MAP será a visita temática na qual o público poderá ter contato com peças do acervo que foram parte do Cassino da Pampulha, conhecendo um pouco mais sobre a cidade em 1940 e também as casas de jogos e entretenimento. A visita acontece também no domingo, dia 18, das 15h às 17h.

Roger Vieira

Nathália Turchetti

reto (avenida Prudente de Morais, 202, bairro Cidade Jardim), no Museu de Arte da Pampulha (MAP), que fica na avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.585, na Pampulha, na Casa do Baile (avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha), na Casa Kubitschek (avenida Otacílio Negrão de Lima, 4.188) e no Centro de Referência da Moda (rua da Bahia, 1.149, Centro). Todas as ações promovidas pelas instituições museológicas da FMC são gratuitas. A programação completa pode ser consultada no site www.bhfazcultura.pbh.gov.br. Na página 2 desta edição, veja mais detalhes sobre as atividades. No Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB), um destaque é a exposição de curta duração “Lugares Conectados: Belo Horizonte nas coleções do MHAB”, cuja abertura aconteceu ontem. A mostra ressalta a importância das coleções como formadoras e deli-

Nathália Turchetti

Semana Nacional de Museus

dom 4556.indd 1

14/05/2014 17:55:49


BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município

2

Poder Executivo Quinta-feira, 15 de maio de 2014

Confira a programação da Semana Nacional dos Museus em BH

Divulgação

Museu de Arte da Pampulha • Hoje, das 15h às 17h – Palestra “Coleções em perspectiva: a compreensão do Contemporâneo”, com o professor Emerson Dionísio Gomes de Oliveira (UNB) e mediação do professor Rodrigo Vivas (EBA-UFMG). • Domingo, dia 18, das 15h às 17h - Visita temática. O público poderá ter contato com peças do acervo que foram parte do Cassino da Pampulha, conhecendo um pouco mais sobre a cidade em 1940 e, também, sobre as casas de jogos e entretenimento. • Diariamente, até domingo, dia 18, das 9h às 18h - Visitas Mediadas. As exposições do MAP contam com a mediação de uma equipe de educadores. Agendamento: (31)32777953 ou map.educativo@ pbh.gov.br • Até o dia 18, das 9h às 19h – Exposição “O olhar: do íntimo ao relacional” - a exposição coloca em diálogo diversas obras pertencentes aos acervos de três importantes museus da cidade de Belo Horizonte: MAP, MHAB e Museu Mineiro.

Museu Histórico Abílio Barreto • Exposição “Lugares conectados: Belo Horizonte nas coleções do MHAB” – a exposição pretende ressaltar a importância das coleções como formadoras e delineadoras da estrutura de um museu. Nessa mostra, objetiva-se salientar as possibilidades de articulação entre as diversas coleções do MHAB, por meio da visita a lugares emblemáticos da cidade de Belo Horizonte. A exposição demonstra como um mesmo tema se conecta no âmbito das coleções que compõem o universo museológico do MHAB. Tais entrelaçamentos de informações proporcionam rico campo para indagações, pesquisas e difusão de conhecimento. A mostra tem entrada gratuita e permanecerá em cartaz por um período aproximado de seis meses, podendo ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h às 17h,

dom 4556.indd 2

e nas quartas e quintas-feiras, das 10h às 21h. • Domingo, dia 18, das 10h às 12h - Oficina “Jogos de Futebol: do campo ao tabuleiro”. Propõe a construção de tabuleiros para jogos como futebol de botão e peteleco, promove partidas e jogadas entre os participantes e também os orienta a refletir sobre a di-

mensão cultural do futebol, convidando-os a visitar a mostra “Belo Horizonte F. C.: Trajetórias do futebol na capital mineira”, em cartaz no MHAB. Inscrições gratuitas para público a partir de 12 anos. Basta informar nome completo e telefone por meio do endereço eletrônico educativomhab@ pbh.gov.br ou pelo telefone

3277-8835. • Centro de Referência Audiovisual (em parceria com Centro Cultural São Bernardo) (Av. Álvares Cabral, 560, Centro) • Até o dia 16 de junho, das 9h às 17h – Exposição itinerante “Olhar Inverso”. A mostra tem o objetivo de expor objetos que compõem o

universo do audiovisual, como filmadoras e projetores pertencentes ao acervo do Crav. Nesses dias, a exposição estará em cartaz no Centro Cultural São Bernardo, que fica na rua Edna Quintel, 320, no bairro São Bernardo.

Casa do Baile • Até domingo, dia 18, das 9h às 18h – Intervenção – Pontos distintos, ligados entre si, cujas conexões serão estabelecidas pelo público. Uma forma de explorar e experimentar novas relações com o espaço. O que há de comum no incomum?

Casa Kubitschek • Hoje, às 14h30 - Visita orientada pela exposição “Uma invenção modernista do morar” . Mediadoras: Denise Bahia (Arquitetura, PUC Minas) e Mariana Brandão (Patrimônio Cultural – FMC) • Amanhã, às 14h30 - Visita orientada pelo mobiliário da Casa Kubitschek. Mediadores: Equipes do setor educativo da Casa Kubitschek

Centro de Referência da Moda • Até amanhã, das 10h às 21h – Exposição “Bordadas Memórias de Sutis Lem­ branças” e “Tramas e Bordados: Ontem e Hoje”. • Hoje, das 16h às 18h - Caminhada Cultural - Traços de modernidade na construção e no cotidiano de Belo Horizonte. Local: Partindo do Centro de Referência da Moda/ Centro de Cultura Belo Horizonte, o percurso abran­ge rua da Bahia, Praça da Liberdade, avenida João Pinheiro e avenida Afonso Pena. Inscrições pelo telefone 3277-1179. • Hoje, das 19h às 21h30, exibição do filme “Música para Nossos Olhos”: “Vinícius”, de Miguel Faria Jr. Entrada franca com retirada de senha 30 minutos antes. • Amanhã, das 19h às 21h – Show “Música para Nossos Olhos”: Recital de violão com Stanley Levi. Entrada franca com retirada de senha 30 minutos antes.

14/05/2014 17:55:52


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Quinta-feira, 15 de maio de 2014

Funcionários da Urbel são capacitados em gerenciamento de projetos mo PMBOK, como integração, escopo, custo, tempo e risco, além de recursos humanos, comunicação, aquisição e qualidade de projetos. Esse mesmo curso foi ministrado para funcionários da BHTrans em março deste ano. De acordo com o instrutor e analista de projetos do EPP-PB, Pedro Paulo Coutinho, o interesse dos órgãos da Prefeitura de Belo Horizonte em aprimorar seus conhecimentos em gerenciamento de projetos tem crescido a cada dia. “Até pouco tempo, esses

cursos eram ministrados para, no máximo, dez pessoas da Prodabel. Hoje, esses treinamentos estão sendo requisitados por outros órgãos, como BHTrans e Urbel, com um público mínimo de 40 pessoas”, analisou. Para o analista, o EVG configura-se como referência absoluta em gerenciamento e consultoria de projetos na PBH. A chefe de Divisão de Apoio a Obras da Urbel, Eneida Valadares Pinto, afirmou que o treinamento irá permitir o aperfeiçoamento da metodologia de geren-

mais sobre gerenciamento de projetos para que a elaboração desse planejamento seja conduzida da melhor forma possível. “O curso é muito produtivo. O instrutor conhece a realidade da PBH e tem um olhar diferenciado e direcionado para nossas atividades, o que facilita o nosso aprendizado”, elogiou.

Fotos: Prodabel

O Escritório de Projetos da Prodabel (EPP-PB), em parceria com a Escola Virtual de Governo (EVG), promoveu na última semana uma capacitação intensiva em gerenciamento de projetos para 40 gerentes, superintendentes e diretores da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel). Com carga horária de 16 horas/ aula, o treinamento aborda todas as áreas de conhecimento do Project Management Body of Knowledge, também conhecido co-

ciamento de empreendimentos e projetos da companhia. Já a chefe da Divisão de Normas e Padrões da Urbel, Andrea Scalon Afonso, disse que, como a Urbel está em processo de reestruturação e definição de indicadores e metas de seu planejamento estratégico, é extremamente importante aprender um pouco

3

Curso reuniu gerentes, superintendentes e diretores da Urbel

Serviços e informações da PBH podem ser acessados via internet http://portaldeservicos.pbh.gov.br Treinamento irá permitir o aperfeiçoamento da metodologia de gerenciamento de empreendimentos da Urbel

Diálogo com grupos de convivência é tema do Fórum do Idoso na Pampulha gional Pampulha (avendida Antônio Carlos, 7.596, 2° andar, bairro São Luís), evento que contou com a participação de 35 pessoas. Na abertura do fórum, os participantes foram presenteados

Danilo Silveira

Com o tema “Dialogando sobre os grupos de convivência da Regional Pampulha”, a Gerência Regional de Políticas Sociais realizou na última semana mais um Fórum do Idoso, no auditório da Re-

Assessora da Ouvidoria do Município explicou aos presentes o funcionamento do órgão

com a dança “As Melindrosas”, do grupo Agitando com a Melhor Idade que, ao som da canção “Charleston”, do Balão Mágico, impressionou todos os presentes. O evento contou ainda com a participação da assessora da Ouvidoria do Município, Alessandra Carneiro, que explicou o funcionamento deste órgão e como o público da terceira idade pode registrar suas demandas. Técnica social da Gerência de Políticas Sociais, Kátia Gomes apresentou uma pesquisa socioeconômica dos idosos na região Pampulha e falou sobre o papel do técnico social no acompanhamento dos usuários da terceira idade. “Nosso objetivo é acompanhar este público em vários aspectos. Devemos sempre ter um olhar global para o idoso, orientando todos para a promoção do envelhecimento com qualidade, de forma positiva e ativa”, afirmou.

Em razão da paralisação parcial dos servidores da Prefeitura de Belo Horizonte, o BH Resolve encontra-se temporariamente fechado. Enquanto isso, o cidadão pode obter serviços da Prefeitura por meio do Portal de Informações e Serviços, http://portaldeservicos.pbh.gov.br, que reúne todas as informações sobre os serviços oferecidos pela administração municipal em um único local. São informações padronizadas sobre documentações e procedimentos necessários para a solicitação do serviço e o acompanhamento da prestação do serviço solicitado. Estão disponíveis 170 serviços de autoatendimento, por meio do qual o cidadão faz a solicitação pela internet e tem a sua demanda registrada, sem necessidade de atendimento presencial. Entre os serviços disponíveis via autoatendimento estão incluídos a emissão da segunda via de IPTU, alvará de localização e funcionamento imediato, certidão negativa de débito, guias imobiliárias e consulta prévia informatizada. Dos 170 serviços disponíveis no Portal de Informações e Serviços, 125 podem ser solicitados pelo Sistema Informatizado de Atendimento ao Cidadão (Sac Web), pela internet ou por meio da central de atendimento telefônico 156. Após o registro da solicitação, o cidadão recebe um protocolo para acompanhamento da demanda, que é automaticamente encaminhada para a unidade responsável pela execução do serviço.  Podem ser solicitados por meio do Sac Web ou pelo telefone 156 serviços como controle de roedores, corte ou poda de árvore em logradouros públicos, tapa-buraco, prevenção e controle de focos do mosquito transmissor da dengue, fiscalização de descarte irregular de lixo, resíduos de poda, terra, entulho e bota-fora e vistorias.  O cidadão pode localizar o serviço no endereço http://portaldeservicos.pbh.gov.br por área temática, autoatendimento, acesso rápido e máquina de busca. O Sac Web pode ser acessado diretamente através do Portal de Informações e Serviços, ou ainda por meio do link www.pbh.gov.br/sac, também sendo possível a busca dos serviços por grupo, palavra chave ou lista de serviços.  

Diário Oficial do Município de Belo Horizonte

Instituído pela Lei nº 6.470 de 06/12/1993 e alterado pela Lei nº 9.492 de 18/01/2008 • Endereço eletrônico: www.pbh.gov.br/dom Composição, Produção e Edição Assessoria de Comunicação Social - Prefeitura de Belo Horizonte Av. Afonso Pena, 1.212 - 4º andar - Tel.: (31) 3277-4246

dom 4556.indd 3

Impressão Didática Editora do Brasil Ltda - ME - Rua Custódio Maia, 469 Bairro Darcy Vargas - CEP 32372-160 - Contagem - MG - Tel.: (31) 2557-8030

Distribuição e Assinaturas Ricci Diários & Publicações Ltda - Rua Curitiba, 1.592 - Loja 01 Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3274-4136

14/05/2014 17:55:56


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

26

Quinta-feira, 15 de maio de 2014

Indicadores Econômicos de Belo Horizonte Taxas de Juros – Abril de 2014

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1) Período

IPCR(2) Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

nov/13

408,69

0,65

5,24

Últimos 12 Meses 5,76

407,86

0,64

3,93

Últimos 12 Meses 4,51

dez/13

412,25

0,87

6,15

6,15

410,67

0,69

4,64

4,64

jan/14

419,05

1,65

1,65

5,40

413,63

0,72

0,72

3,32

No mês

No ano

Taxas médias praticadas(1)

Setores

No mês

No ano

Menor

Maior

Diferença (%)

Média

3,00

5,90

96,67

5,04

Prefixada (montadoras)

1,09

2,03

86,24

1,65

Prefixada (multimarcas)

1,36

2,92

114,71

2,10

1,88

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

Automóveis Usados

fev/14

420,06

0,24

1,89

5,86

415,12

0,36

1,08

4,11

Prefixada (montadoras)

1,50

2,09

39,33

mar/14

422,79

0,65

2,56

6,02

418,39

0,79

1,88

4,31

Prefixada (multimarcas)

1,56

3,30

111,54

2,18

abr/14

426,93

0,98

3,56

6,54

422,66

1,02

2,92

4,80

Cartão de Crédito

4,14

17,89

332,13

10,96

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Cheque Especial (2) (8)

5,18

10,71

106,76

8,74

(2) IPCR= Índice de Preços ao Consumidor Restrito: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 5 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Combustíveis

3,33

18,25

448,05

7,75

Imóveis Construídos

0,05

1,83

3.560,00

1,12

Imóveis na Planta

0,18

1,83

916,67

0,39

0,79

3,50

343,04

1,85

CDC - Financeiro (8)

3,38

6,08

79,88

4,36

CDC - Bens Alienáveis (8)

1,56

2,12

35,90

1,73

Eletroeletrônicos

1,99

5,87

194,97

4,09

Mobiliário

0,68

5,01

636,76

2,60

9,09

15,61

71,73

11,37

Nacional

1,12

1,32

17,86

1,20

Internacional

1,12

1,32

17,86

1,20

0,88

6,90

684,09

3,61

2,19

Construção Civil (3) (7)

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Período

IPCA(1)

Salário Mínimo

408,69

1046,46

nov/13

No mês

Cesta Básica(2) 545,56

No ano

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

0,65

0,00

1,00

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

Últimos 12 Meses

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

5,24

9,00

9,87

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

5,76

9,00

11,20

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

dez/13

412,25

1046,46

541,66

0,87

0,00

-0,72

6,15

9,00

9,09

6,15

9,00

9,09

jan/14

419,05

1117,46

532,22

1,65

6,78

-1,74

1,65

6,78

-1,74

5,40

6,78

-2,29

Financeiras Independentes Turismo

fev/14

420,06

1117,46

537,15

0,24

0,00

0,93

1,89

6,78

-0,83

5,86

6,78

-2,40

mar/14

422,79

1117,46

581,80

0,65

0,00

8,31

2,56

6,78

7,41

6,02

6,78

3,23

abr/14

426,93

1117,46

593,43

0,98

0,00

2,00

3,56

6,78

9,56

6,54

6,78

2,53

Vestuário e Calçados

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Empréstimos pessoa jurídica

(2) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38 FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis Residenciais Período

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Comerciais

Variação (%)

out/13

464,62

0,32

4,89

Últimos 12 Meses 6,35

nov/13

466,81

0,47

5,39

dez/13

468,30

0,32

jan/14

469,38

fev/14 mar/14

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Desconto de Duplicatas (8)

1,00

3,15

215,00

Capital de Giro (8)

1,32

3,18

140,91

2,07

Conta Garantida (8)

2,17

4,33

99,54

2,76

Captação CDB 30 dias (4)

Variação (%)

0,88

649,72

0,48

6,70

Últimos 12 Meses 8,76

6,23

652,91

0,49

7,23

8,38

Poupança (5)

5,72

5,72

656,56

0,56

7,83

7,83

Taxa SELIC (6)

0,23

0,23

5,19

661,55

0,76

0,76

7,94

(1) Considera-se a média das taxas praticadas pelos informantes

(5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(2) Não são consideradas vantagens progressivas

(6) Média ponderada pela vigência

472,10

0,58

0,81

5,48

665,32

0,57

1,33

7,70

(3) Inclui a variação dos indexadores CUB, TR, INCC e IGP-M

(7) Novo cálculo considerando o período dos índices que compõem a estimativa (8) Dados coletados a partir de informações consolidadas no Banco Central do Brasil

474,84

0,58

1,40

5,49

669,71

0,66

2,00

7,38

No mês

No ano

No mês

No ano

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,80

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,38

0,70

84,21

0,56

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,59

0,75

27,12

0,68 0,55 0,87

(4) Taxa ANBID do primeiro dia útil do mês e projetada para 30 dias

.. Não se aplica dados numéricos

Tarifas Bancárias – Abril de 2014

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Março de 2014

Forma de Cobrança

Produtos / serviços(1)

Imóveis

Popular

Médio

Alto

Luxo

528,89 (9)

1033,33 (6)

793,89 (36)

1308,63 (51)

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

736,21 (140)

1007,66 (127)

1178,32 (212)

2031,37 (196)

3 Quartos e 1 banheiro

883,07 (42)

1019,56 (48)

1279,00 (43)

1618,75 (16)

1260,59 (82)

1401,04 (181)

1671,75 (356)

2477,64 (461)

(2)

(2)

2258,00 (15)

3190,74 (27)

4 Quartos e até 2 banheiros 4 Quartos e acima de 2 banheiros / 5 Quartos ou mais e 1 banheiro ou mais

(3)

2130,00 (10)

2650,96 (50)

4576,52 (264)

1 Quarto e 1 banheiro ou mais

464,55 (22)

605,00 (34)

(3)

-

Confecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

30,00

..

15,32

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por cliente

5,30

15,00

183,02

7,05

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por cliente

5,30

15,00

183,02

7,05

por Operação

28,50

52,00

82,46

42,77

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por cheque

10,35

15,00

44,93

11,69

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

por cheque

1,00

1,60

60,00

1,28

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

30,00

50,00

24,14 10,50

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

595,83 (18)

721,82 (11)

(1)

-

por cheque

0,00

21,00

..

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por operação

2,00

3,00

50,00

2,19

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,15

3,00

160,87

1,82

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,15

2,15

86,96

1,50

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por operação

0,00

4,65

..

2,08

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

1,45

6,00

313,79

3,08

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,35

3,00

122,22

2,00

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

1,20

1,40

16,67

1,29

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por operação

2,00

6,00

200,00

3,19

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

1,35

4,00

196,30

2,31

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

1,20

4,00

233,33

1,81

Fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado

por operação

0,00

6,00

..

4,75

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS

Barracões

1 Quartos e 1 banheiro ou mais

605,56 (9)

(3)

(1)

-

2 Quartos e 1 banheiro ou mais

834,00 (50)

987,68 (22)

(3)

-

1048,21 (28)

1431,25 (8)

-

(2)

1389,13 (23)

1840,48 (21)

2978,00 (26)

6268,46 (13)

(3)

2275,00 (4)

3025,00 (4)

-

3 Quartos e 1 banheiro

Média(2) (R$)

CONTAS DE DEPÓSITOS

CHEQUE - Cheque Visado

3 Quartos e 2 banheiros ou mais

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%)

CADASTRO

1 Quarto e 1 banheiro ou mais

Apartamentos

Casas

ND - não disponível

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,90

..

13,16

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

9,50

..

7,08

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

6,50

9,00

38,46

7,62

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,00

100,00

1,17

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,00

1,20

..

0,87

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

23,80

27,00

13,45

25,02

Transferência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,95

Transferência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,10

Transferência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

6,50

9,00

38,46

7,60

Transferência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,95

Transferência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,10

Transferência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

9,00

..

7,64

por operação

30,00

54,70

82,33

44,36

OPERAÇÕES DE CRÉDITO

3 Quartos e 2 banheiros ou mais

Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

4 Quartos e até 2 banheiros 4 Quartos e acima de 2 banheiros / 5 Quartos ou mais e 1 banheiro ou mais

3044,44 (9)

3657,14 (7)

5769,41 (17)

8865,63 (32)

por evento

9,50

14,50

52,63

10,98

a cada 365 dias

39,00

54,00

38,46

46,50

Fornecimento de 2ª via de cartão com função crédito

por evento

5,00

15,00

200,00

7,97

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

15,00

275,00

8,27

Pagamento de contas utilizando a função crédito em espécie

por evento

1,99

19,90

900,00

10,40

Avaliação emergencial de crédito

por evento

15,00

18,00

20,00

15,56

a cada 365 dias

0,00

90,00

..

73,33

por evento

12,00

30,00

150,00

16,14

CARTÃO DE CRÉDITO (3) Anuidade - cartão básico nacional

Anuidade - cartão básico internacional

(*) O valor entre parênteses representa o número de imóveis utilizados no cálculo da respectiva média. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro imóveis pesquisados. Os casos em que não foi pesquisado nenhum imóvel são indicados por hífen (-). Os valores médios referentes a apartamentos de 1 e 2 quartos da classe luxo são influenciados pela oferta de Flats.

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

(2) Considera-se a média das tarifas praticadas pelos bancos pesquisados

(1) Não são consideradas vantagens progressivas Fonte: Banco Central do Brasil / Bancos - Dados trabalhados pela Fundação IPEAD/UFMG

..

Não se aplica dados numéricos

ND: não disponível

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG Custo da Cesta Básica(*) – Abril de 2014

Índice de Confiança do Consumidor

Período

(2)

No mês (3)

No ano

Últimos 12 Meses

Contribuição na variação (p.p.)

Açúcar cristal

3,00 kg

4,34

0,07

Arroz

3,00 kg

7,20

-0,01

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

Banana caturra

12,00 kg

32,72

0,67

nov/13

123,30

170,12

117,11

2,40

5,27

0,12

-11,17

-16,32

-0,94

-8,51

-15,95

3,51

Batata inglesa

6,00 kg

23,67

0,88

dez/13

120,48

159,06

118,51

-2,28

-6,50

1,20

-13,20

-21,76

0,24

-13,20

-21,76

0,24

Café moído

0,60 kg

8,01

0,11

jan/14

121,76

162,09

119,03

1,06

1,90

0,43

1,06

1,90

0,43

-7,50

-15,78

6,09

Chã de dentro

6,00 kg

117,42

0,70

Farinha de trigo

1,50 kg

4,39

0,01

fev/14

117,25

156,21

114,56

-3,70

-3,63

-3,75

-2,68

-1,79

-3,34

-8,20

-17,16

5,80

Feijão carioquinha

4,50 kg

18,78

0,21

mar/14

117,67

155,39

115,78

0,36

-0,53

1,06

-2,34

-2,31

-2,31

-7,67

-14,69

-1,40

Leite pasteurizado

7,50 lt

16,90

0,12

abr/14

112,27

141,04

114,62

-4,59

-9,23

-1,00

-6,82

-11,33

-3,28

-11,78

-24,27

-0,09

750,00 gr

17,36

0,09

Óleo de soja

1,00 un

3,10

0,02

Pão francês

6,00 kg

52,28

0,04

Tomate Santa Cruz

9,00 kg

37,61

-0,91

ICCBH

IEE

IEF

(1) ICCBH: Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte: trata-se de um indicador que tem por finalidade sintetizar a opinião dos consumidores em Belo Horizonte quanto aos aspectos capazes de afetar as suas decisões de consumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Econômica: retrata a expectativa do consumidor em relação aos indicadores macroeconômicos

dom 4556.indd 26

Valores (em R$)

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100) (1)

Quantidade

Produto

Manteiga

(3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a confiança do consumidor a respeito de alguns indicadores microeconômicos

(*) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

14/05/2014 17:55:57


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Quinta-feira, 15 de maio de 2014

27

Experiências sustentáveis de BH são apresentadas em evento na Croácia A cidade de Zagreb, capital da Croácia, promove nesta semana, por meio de sua prefeitura, a 5ª Semana de Energia de Zagreb. Um dos convidados do evento é o vice-prefeito de Belo Horizonte e secretário municipal de Meio Ambiente, Délio Malheiros. Além de participar dos debates, amanhã o secretário vai apresentar uma palestra sobre as ações e políticas públicas nas áreas de sustentabilidade e economia energética desenvolvidas por Belo Horizonte. Ações que levaram a capital mineira a ser eleita pela WWF Internacional e pelo Iclei - Governos Locais pela Sustentabilidade a capital brasileira da hora do planeta. A cidade croata está determinada a implementar ativamente e de forma contínua medidas de eficiência energética e de utilização de energias renováveis que conduzam ao processo de desenvolvimento sustentável. Para atingir esta meta, vem estabelecendo uma série de políticas públicas de enfrentamento às mudanças climáticas, seguindo as metas europeias. Para debater os projetos e acrescentar novas experiências desenvolvidas por outros países do mundo, a prefeitura promoveu o evento. O objetivo é buscar um alto nível de cooperação entre os participantes, um esforço para mostrar problemas e apontar soluções e possibilidades que irão garantir, no futuro, condições de vida mais sustentáveis para as próximas gerações.

Controladoria Itinerante chega à Prodabel contou com a participação de gerentes de primeiro nível, gestores e fiscais de contratos e de convênios da Prodabel. No decorrer do treinamento, os funcionários esclareceram dúvidas quanto ao cumprimento das ações de execução dos principais convênios de ingresso de recursos financeiros e sobre as penalidades nos processos licitatórios e contratações diretas. Além disso, foi possível debater pontos relevantes sobre a realização de concursos públicos para nomeação em cargos e empregos públicos de provimento efetivo. De acordo com a assessora da Controladoria Geral do Município, Fabiana Rios da Silveira, o programa Controladoria Itinerante é estritamente pedagógico. “O nosso trabalho é verificar se tudo está

sendo realizado de acordo com a legislação vigente e, principalmente, com a orientação dos tribunais. A participação dos funcionários da Prodabel durante a palestra foi enriquecedora. É uma rica troca de experiências”, destacou. Segundo o assessor da Controladoria Geral do Município, Gustavo Pippa Cardoso, é fundamental que os fiscais e os gestores fiquem atentos às normas estabelecidas nos decretos para obter sucesso na ges-

tão contratual. “É muito importante a fiscalização dos contratos para alcançar a eficiência da gestão pública por meio do alcance das metas estabelecidas nos instrumentos contratuais”, pontuou. Para o gerente de Formalização e Acompanhamento de Convênios da Prodabel, Lucas de Souza Portes, o conhecimento adquirido na palestra facilitará o cumprimento das metas e etapas do cronograma de execução dos diversos

Fotos: Prodabel

Aprimorar o desenvolvimento profissional e esclarecer dúvidas em relação aos principais decretos publicados em 2013 foi o objetivo da palestra “Controladoria Itinerante”, realizada pela Controladoria Geral do Município no auditório da Prodabel, no bairro Caiçara. Os decretos tratam de assuntos como concursos públicos, celebração de convênios, aplicação de sanções administrativas em razão de ilícitos cometidos em licitações, além da função de gestores e fiscais de contratos. Foram abordadas também as 70 súmulas da controladoria, que são instrumentos normativos na execução dos atos administrativos no âmbito da administração pública municipal. Ministrado por agentes da Controladoria Geral, a palestra

convênios, seja a Prodabel atuando diretamente como interveniente executora ou como o próprio órgão convenente. “Atualmente, a Prodabel possui convênios com importantes órgãos, como o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Ministério das Comunicações. O papel preventivo desempenhado pela controladoria é de extrema relevância, pois viabiliza o cumprimento das legislações federal, estadual e municipal, possibilitando uma prestação de contas mais eficaz e dentro das diretrizes orçamentárias e financeiras”, disse.

Conselhos Gestores Participativos celebram trabalhos realizados na capital Os componentes dos Conselhos Gestores Participativos dos equipamentos esportivos de Belo Horizonte reuniram-se ontem no Clube dos Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais, no bairro Prado, para comemorar os resultados positivos das ações realizadas desde a criação dos conselhos, em 2013. Os conselhos estão sob coordenação da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel). Atualmente, 21 estão em atividade e outros seis em fase de estruturação.

dom 4556.indd 27

Os conselhos gestores foram criados para estabelecer a gestão colegiada dos equipamentos esportivos da Prefeitura de Belo Horizonte. O objetivo é promover uma gestão participativa, com a finalidade de garantir a requalificação dos espaços públicos, implementando programas de relevância e abrangência social, universalizando e democratizando o acesso ao esporte e ao lazer. Por meio dos conselhos, são oferecidos espaços nos quais todos se sentem importantes no processo de ma-

nutenção, conservação e integração dos equipamentos. São oferecidas oportunidades de participação efetiva da comunidade no processo da tomada de decisões referentes à organização do espaço público. Participaram do evento secretários municipais e profissionais da área esportiva. Segundo o secretário municipal de Serviços Urbanos, Pier Senesi, a participação da população é de grande importância para que o trabalho renda bons frutos. “A partir do momento

Breno Pataro

Funcionários esclareceram dúvidas sobre cumprimento de ações de execução de convênios

Conselhos foram criados para estabelecer a gestão colegiada dos equipamentos esportivos da PBH

em que a comunidade toma para si a responsabilidade de cuidar dos equipamentos e propõe ao poder

público melhorias e manutenção, é possível dar o retorno e melhorar o espaço”, destacou.

14/05/2014 18:28:39


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

28

Quinta-feira, 15 de maio de 2014

Secretaria de Meio Ambiente reafirma compromisso com programa Ambientação são Setorial, Ana Nagem, reapresentou seus componentes, destacando o trabalho de cada um na busca pela conscientização coletiva e pela redução do consumo. Ana enfatizou os importantes números do programa, que ajudou na redução significava em todos os quesitos abordados, acima de 30%, o que gera grande economia para os cofres públicos. Vasco Araujo, secretário municipal adjunto de Meio Ambien-

te, destacou a importância do programa e disse que a intenção agora é levar o projeto a todos os órgãos da Prefeitura de Belo Horizonte. Cidinha Campos, gerente de Educação Ambiental da SMMA, fez uma palestra de sensibilização e conscientização com relação ao meio ambiente, destacando o desperdício de água e ilustrou sua apresentação com vídeos e imagens impactantes. A parte lúdica do evento foi apresenta-

Daniel Paiva

Chris Debrot

Daniel Paiva

de água, energia, papel e de copos descartáveis, mas, principalmente, a conscientização ambiental de todos. A Amigoneca consistiu na troca de canecas entre os servidores, em forma de amigo oculto, lembrando o fato de que sua utilização evita o consumo de copos descartáveis e, consequentemente, seu descarte no meio ambiente. A coordenadora da Comis-

Daniel Paiva

A Comissão Setorial do programa AmbientAÇÃO e a Gerência de Educação Ambiental, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), promoveram na última semana a “1ª Amigoneca da SMMA”. O evento contou com a participação maciça dos servidores e na oportunidade, por meio de palestras e apresentações lúdicas, foi reafirmado o compromisso dos funcionários com o programa, que visa reduzir o consumo

SMMA expõe até o início de junho os trabalhos do prêmio Águas da Pampulha

O Coreto da Praça da Liberdade será palco hoje, às 19h30, para quatro corais mineiros. Tradicional ponto de encontro de grupos corais e de admiradores do canto polifônico, o projeto Quatro Cantos Coral na Praça apresentará repertórios com composições folclóricas, tradicionais e clássicos da MPB, que aproximam o público do gênero musical. O acesso é gratuito. Patrocinado pelo BDMG Cultural e rea­

lizado pelo Coral BDMG há 21 anos, o projeto trará nesta apresentação os corais Asas de Minas (regência de Letícia Reis), Vozes do Campus (regência de Marcelo Minal), Grupo Vocal Claridade Musical (regência de Letícia Reis) e BDMG (regência de Arnon Oliveira). Até o mês de setembro, o Quatro Cantos Coral na Praça trará o Coral BDMG, anfitrião do projeto, acompanhado de mais três co-

Águas da Pampulha Durante o evento foi aberta a exposição itinerante da 9ª edição do prêmio Águas da Pampulha, realizado pelo Consórcio de Recuperação da Pampulha/Propam, que chegou à sede da SMMA, na avenida Afonso Pena, 4.000, no bairro Cruzeiro. A exposição mostra 63 trabalhos classificados e premiados nesta edição. Os trabalhos estão expostos no hall do 7º andar até o dia 6 de junho e podem ser vistos de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Parte integrante de seu Programa de Educação para as Águas, o Prêmio Águas da Pampulha tem caráter educativo, social e cultural e é destinado aos estudantes dos ensinos fundamental e médio, das escolas municipais, estaduais e particulares, localizadas na Bacia Hidrográfica da Pampulha, que ocupa parte dos municípios de Belo Horizonte e Contagem. O concurso de redação e desenhos contou com a participação de crianças e jovens estudantes de 34 escolas, que inscreveram 613 trabalhos.

ros de Minas. Excepcionalmente em 2014, por causa da programação da Copa do Mundo, não haverá apresentações nos meses de junho e julho. O objetivo do programa é divulgar e valorizar os corais mineiros e o canto polifônico no estado. Desde 1993, o Quatro Cantos registra a participação de mais de 250 grupos, de diversos municípios, entre infantis, adultos, de formação recente e consagrados.

Divulgação

Élcio Paraíso

Corais mineiros se apresentam gratuitamente na Praça da Liberdade

Programa AmbientAÇÃO propõe a redução do consumo de água, energia e papel, entre outros itens, além da conscientização ambiental

da por Daniel do Rap, servidor da SLU, que com suas letras propaga uma importante visão em prol do meio ambiente.

dom 4556.indd 28

14/05/2014 17:56:15

DOM - 15/05/2014  

Diário Oficial do Município

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you