Issuu on Google+

Ano XIX • N. 4.265

R$ 0,85

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município - DOM

Tiragem: 2.500 • 7/3/2013

Fotos: Breno Pataro

BH vai receber fórum internacional da Fifa

Evento vai reunir em junho 130 profissionais do futebol, que vão discutir a contribuição do esporte para o desenvolvimento social

Durante visita ao Mineirão, Fifa elogiou o trabalho feito em parceria entre os governos federal, estadual e municipal em BH

Visita

Jérôme Valcke (dir.) agradeceu a PBH pelo apoio na organização do evento em junho

Belo Horizonte vai sediar entre os dias 26 e 29 de junho o Fórum Football for Hope, que será realizado pela Fifa, em parceria com o Comitê Organizador Local (COL) e a Prefeitura de Belo Horizonte. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, fará a abertura oficial do evento, que irá reunir 130 profissionais do futebol para discutir a contribuição do esporte para o desenvolvimento social. O anúncio foi feito ontem pelo secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante visita ao estádio Mineirão, na Pampulha. O encontro contou também com as presenças do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do ex-jogador e membro do COL, Ronaldo, do secretário de estado extraordinário para a Copa do Mundo, Tiago Lacerda, e do prefeito Marcio Lacerda. “Agradecemos a Prefeitura de Belo Horizonte por nos apoiar e organizar esse evento. Sabemos que a capital mineira também está fazendo a sua parte nos setores de futebol e desenvolvimento social”, salientou Jérôme Valcke. O fórum

dom 4265.indd 1

será destinado a representantes de organizações de formação de atletas, entidades governamentais ligadas ao esporte, empresas globais e instituições de desenvolvimento. Durante quatro dias, a programação incluirá palestras, painéis de discussão e workshops que irão abordar temas como o combate ao desemprego na juventude, o poder de participação das jovens, a prevenção à violência, integração e mobilização de recursos, entre outros. O apoio da Fifa, por meio do programa Football for Hope, já beneficiou mais de 250 programas em cerca de 60 países do todo o continente. O intuito do projeto é disponibilizar recursos financeiros, equipamentos e treinamentos, usando o poder do futebol para efetuar mudanças. No Brasil, desde 2007 o programa ajuda cinco projetos nas áreas de educação, direitos da criança, integração social e contra a discriminação em cidades do Maranhão, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo.

A visita ao Mineirão, na Pampulha, faz parte da agenda de compromissos com as 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 e tem como objetivo a atualização do cenário sobre como o país está se preparando também para a Copa das Confederações, que será realizada em junho deste ano. As reformas do Mineirão foram entregues no final de dezembro, conforme estava previsto desde o início das intervenções, em 2010. Jérôme Valcke ressaltou a importância da parceria entre as três esferas de governo. “É gratificante ver que Belo Horizonte fez tudo dentro do prazo. É um exemplo de trabalho conjunto”, frisou. O ministro Aldo Rebelo ressaltou o fato de que a cidade também mantém em dia o calendário das intervenções voltadas para a mobilidade urbana. “Isso comprova que teremos êxito em realizar uma Copa exemplar”, disse. “Estamos bastante orgulhosos de a Fifa referendar de forma positiva os nossos trabalhos”, completou o prefeito Marcio Lacerda. As visitas foram encerradas no final da tarde e o trabalho continua ao longo do mês pelas outras cidades-sedes, que também passarão pela mesma avaliação pela qual Belo Horizonte foi submetida.

Operários ganham ingressos

Todos os 3 mil operários que trabalharam na obra do estádio irão ganhar um par de ingressos para acompanhar os jogos que serão realizados no Mineirão durante a Copa do Mundo, no ano que vem. Durante a visita, integrantes da comitiva entregaram um bilhete gigante a quatro operários simbolizando todos os que trabalharam na obra. O Mineirão vai receber três jogos da Copa das Confederações, que vai ser realizada em junho. O primeiro deles será no dia 17 de junho, entre Taiti e Nigéria, o segundo no dia 22 (México e Japão), ambos pela primeira fase, e, por último, uma semifinal no dia 26, sempre às 16h. Na Copa do Mundo, o estádio receberá seis jogos, incluindo uma das semifinais.

06/03/2013 18:29:27


BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município

2

Quinta-feira, 7 de março de 2013

Mostra apresenta filmes da República Tcheca no Cine Humberto Mauro São filmes que tratam da guerra e dos governos totalitários do passado, temas recorrentes nas obras dos cineastas tchecos. Entre os destaques estão os últimos trabalhos dos diretores de produções vencedoras do Oscar de melhor filme estrangeiro, Jan Sverák e Jirí Menzel. São eles “Retorno de Kuky”, de Sverák, e “Eu Servi o Rei da Inglaterra”, de Menzel.   Para o cônsul da Em-

Programação completa

17h - “Retorno de Kuky” (2010), de Jan Sverák 19h – “Baile dos Bombeiros” (1967) de Miloš Forman 20h30 – “Algemas” (2010) de Radim Špaček

baixada da República Tcheca no Brasil, Viktor Dolista, a presente seleção é um representativo panorama da produção cinematográfica no país, que lança, em média, de 20 a 30 longas metragens a cada ano. “É uma tentativa de apresentar ao público uma variedade de estilos e temas, de diferentes realizadores”, comentou. A programação também conta com o clássico “Baile dos Bom-

Fotos: Divulgação

A Fundação Clóvis Salgado realiza no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), em correalização com a Embaixada da República Tcheca em Brasília, a Mostra de Cinema Tcheco Contemporâneo. Entre amanhã e o dia 14 deste mês serão exibidos dez longas-metragens, com enfoque para a produção recente do país. A entrada para as sessões é gratuita. O ingresso deve ser retirado com 30 minutos de antecedência, na bilheteria do cinema.   A mostra apresenta um recorte das principais produções recentes da República Tcheca, de diferentes gêneros, como comédia, drama, documentário e animação.

Amanhã

Poder Executivo

beiros”, de Miloš Forman. Lançada em 1967, a comédia foi o último trabalho de Forman antes de deixar o país. Devido à imigração do diretor para os Estados Unidos, o longa foi banido da República Tcheca por 20 anos. Entre os trabalhos posteriores de Forman, já em terras norte-americanas, destacam-se “Um Estranho no Ninho”, de 1975, e “Amadeus”, de 1984. No último dia da mostra, inclusive, “Um Estranho no Ninho” será exibido dentro do projeto História Permanente do Cinema, às 17h, com comentários de Viktor Dolista.

Centro de Referência da Moda oferece atividades gratuitas sobre o tango

Sábado, dia 9

16h – “Ninhos e Tocas” (1999), de Jan Hrebejk 18h – “Você beija como um deus” 20h – “Lídice” (2011) de Petr Nikolaev

Domingo dia 10

16h – “Solitários” (2000), de David Ondríček 18h – “Eu servi o rei da Inglaterra” (2006), de Jirí Menzel 20h15 – “Protetor” (2009) de Marek Najbrt

O Centro de Referência da Moda de Belo Horizonte (CRModa) oferece entre amanhã e domingo, dia 10, “Tiempos de Tango”, uma atividade de três dias com o grupo de tango El Abrazo. O evento acontece nos dias 8, 9 e 10 de março e engloba espetáculo de dança e música, aula experimental e palestra sobre o tema. A participação é gratuita e está sujeita à lotação do espaço, que fica na rua da Bahia, 1.149, no Centro. Amanhã, às 21h, acontece uma apresentação de dança e música, seguida de bate-papo com o grupo. A direção do espetáculo está a cargo de Paulo Chamone, bailarino da Companhia de Dança do Palácio das Artes, graduado em Cinema e Vídeo pela UNA, em 2008. No sábado, dia 9, às 14h30, os interessados em aprender os passos básicos do tango terão uma aula experimental com explicações e demonstração dos professores Mônica Sant’Anna e Luciano Crepalde. Para participar dessa atividade, é necessário fazer inscrição por meio do telefone 3277-9248 e, se possível, levar o próprio acompanhante, também inscrito. Ao final do dia, às 21h, o grupo realiza nova apresentação de dança. O terceiro e último dia do “Tiempos de Tango” tem palestra sobre o assunto, às 17h30, seguida por uma última apresentação do grupo El Abrazo no evento. Todas as atividades são gratuitas e serão distribuídas 40 senhas até 30 minutos antes das apresentações.

Segunda, dia 11

17h – “Marcela” (2007), de Helena Treštíková 19h – “Ninhos e Tocas” (1999), de Jan Hrebejk 21h – “Baile dos Bombeiros” (1967), de Miloš Forman

Terça, dia 12

16h45 – “Lídice” (2011) de Petr Nikolaev 19h – “Retorno de Kuky” (2010), de Jan Sverák 20h30 – “Algemas” (2010), de Radim Špaček

Quarta, dia 13

17h – “Você beija como um deus” 19h – “Protetor” (2009), de Marek Najbrt 21h – “Eu servi o rei da Inglaterra” (2006), de Jirí Menzel

Quinta, dia 14

19h45 – “Marcela” (2007), de Helena Treštíková 21h15 – “Solitários” (2000), de David Ondríček

BH recebe 1ª Copa Brasil de Esgrima em Cadeira de Rodas

dom 4265.indd 2

participa do torneio com duas equipes.

Curiosidade

A esgrima em cadeira de

rodas foi um dos primeiros esportes inseridos no programa paralímpico. Idealizada em 1948 pelo alemão Ludwig Guttmann como forma de recuperar oficiais e soldados feridos nos combates da Segunda Guerra Mundial, a esgrima em cadeira de rodas está presente desde os primeiros Jogos Paralímpicos, realizados em 1960, em Roma. As armas espada, florete e sabre são as mesmas da esgrima convencional e a adaptação das regras é mínima, aproximando muito a experiência de um combate andante ao combate em fixadores de cadeira de rodas. Nos Jogos Paralímpicos de Londres no ano passado, o Brasil conquistou uma medalha de ouro com Jovane Guissone. Em Belo Horizonte, a sala de esgrima do Barroca Tênis Clube oferece aulas gratuitas de esgrima em cadeira de rodas, em parceria com o programa Superar, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

Espetáculo

O tango é um baile popular com histórias para contar. A riqueza da música e a complexidade da dança retratam a natureza de um povo que se expressa em todos os momentos com traços firmes. Ao som do 2x4, como é conhecido o tango por sua estrutura rítmica, quatro casais de bailarinos, entre brasileiros e argentinos, mostram um baile que, desde o início do século 20, faz história, coleciona adeptos e se reinventa para chegar ao século 21 mais admirado do que nunca. Divulgação

A capital mineira foi escolhida como sede da primeira Copa Brasil de Esgrima em Cadeira de Rodas. A competição será realizada entre hoje e domingo, dia 10, no Hotel Ouro Minas (avenida Cristiano Machado, 4.001, Palmares). Os combates começam às 8h e as finais serão disputadas às 17h. A entrada é franca. Nas modalidades espada e florete, a delegação de Belo Horizonte terá a presença de Marcos Melo, campeão nacional de 2012, e do medalhista de bronze André Vasconcelos. Outros três atletas mineiros completam a equipe comandada pelo técnico Kleber Castro, auxiliar da Seleção Brasileira de Esgrima em Cadeira de Rodas. As delegações de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul também confirmaram presença. Ao todo, 32 atletas, sendo 23 homens e nove mulheres, que representam cinco clubes, vão participar da competição. São Paulo

A partir dos anos de 1960, com a Nova Onda Tcheca, movimento de vanguarda que buscava uma nova identidade para o cinema do país, a produção cinematográfica tcheca ganhou destaque internacional. Desde então, uma série de filmes e diretores influenciaram a cinematografia mundial. Os estúdios de Barrandov em Praga ganharam o apelido de “Hollywood europeu”, sendo palco para a gravação não apenas de produções do país, mas de vizinhos europeus e dos Estados Unidos, por exemplo.  

SMEL

06/03/2013 17:57:42


Poder Executivo Quinta-feira, 7 de março de 2013 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), através de sua Gerência de Educação Ambiental (GEEDA), promoveu em fevereiro quatro importantes palestras, com temas variados, além de uma visita orientada, que contaram com grande participação popular. Cerca de 200 pessoas estiveram presentes nas atividades ministradas, que aconteceram na Sala Verde, no 6º andar, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, no bairro Cruzeiro. Outra atividade voltada para os participantes das palestras foi a visita orientada ao Centro de Arte Popular da Cemig (rua Gonçalves Dias, 1.608, bairro Funcionários). As palestras trataram de diversos assuntos, tais como legislação ambiental, a ampliação dos horizontes da educação ambiental, através da recém-lançada Rede BH Sustentável (www.bhsustentavel. com) e dissertação sobre o cerrado mineiro, além dos desafios para o saneamento da cidade de Belo Horizonte. Para Vinicius Moura, gerente de Educação Ambiental, a participação popular é fundamental

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

3

Palestras promovidas pela Secretaria de Meio Ambiente têm grande participação popular para o desenvolvimento de ações voltadas à educação ambiental. “O nível das palestras foi essencial para que a população se interessasse ainda mais pelas atividades propostas. Tenho certeza que elas trarão retorno. As pessoas levaram os conhecimentos adquiridos para suas comunidades, bem como incentivarão novas pessoas a conhecer nosso trabalho”, disse.

Legislação

O meio ambiente sob o prisma da legislação foi o foco da palestra ministrada pela advogada Ana Vitória Wernke, gerente de Normatização e Análise Técnico-Processual da SMMA. A palestrante abordou legislação ambiental federal, regras constitucionais para o meio ambiente e a estrutura do Sistema Nacional de Meio Ambiente. Ana Vitória apresentou também o

Código de Posturas Municipal, destacando os pontos chave relacionados ao meio ambiente: passeios, limpeza, arborização e execução de serviços e obras.

Rede BH Sustentável

O gerente de Capacitação e Informação em Educação Ambiental, Chris Debrot, ministrou a palestra “Rede BH Sustentável: Ampliando os Horizontes da Educação Ambiental” e abordou a criação de uma nova rede social (www. bhsustentavel.com). O site unifica ações de educação ambiental dos diversos órgãos municipais, onde a população pode, além de obter conhecimento, compartilhar suas experiências pessoais, interagindo

em grupos específicos sobre as questões socioambientais. O site tem menus intuitivos e de fácil operação, permitindo que pessoas de diversos níveis de formação tenham acesso. A rede tem interconexão com Facebook, Twitter, gmail e yahoo. As escolas municipais são o principal público que a rede social pretende atingir. Um dos menus da rede, chamado de fórum, é dedicado à discussão de tópicos sobre a expansão da educação ambiental em Belo Horizonte.

Cerrado e Saneamento

As palestras “O Cerrado Mineiro, uma lição de força, coragem e resistência”, ministrada pela pesquisadora Heloísa Helena

Pereira Rafante, e “Desafios para o saneamento da cidade de Belo Horizonte”, comandada por Bernardo Monteiro Barbosa, servidor da Gerência de Recursos Hídricos da SMMA, tiveram aprovação de várias pessoas que participaram do evento.

Inscrições

Já estão abertas as inscrições para as atividades de educação ambiental do mês de março. As ações incluem diversas palestras, visitas orientadas e exibição de filmes, entre outras. Os interessados podem se inscrever por meio do telefone 3277-5199 e podem conferir a programação completa nos sites www.pbh.gov.br/meioambiente e www.bhsustentavel.com.

Palestras aconteceram na Sala Verde da secretaria e trataram de diversos assuntos

Inscrições abertas para exame de seleção do Centro de Educação Aberta e a Distância do Instituto Federal Minas Gerais A Prefeitura de Belo Horizonte é uma das cidades polo que está oferecendo, por meio do Instituto Federal Minas Gerais, cursos técnicos a distância. As inscrições acontecem até segunda-feira, dia 11, e devem ser feitas exclusivamente pela internet, no endereço www.ouropreto.ifmg.edu.br. A taxa é de R$ 50 e o pagamento deverá ser feito em dinheiro ou débito em conta corrente.   São 757 vagas, distribuídas nos polos de Araporã, Belo Horizonte, Betim e Ouro Preto. Na capital mineira, o candidato poderá optar entre os seguintes cursos técnicos: Automação Industrial, Controle Ambiental, Eletroeletrônica, Hospedagem e Serviços Públicos. São reservadas 50% das vagas aos candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. As provas serão aplicadas em 17 de março. O comprovante definitivo de inscrição poderá ser consultado nos dias 13 e 14 de março, no Portal do Candidato. O resultado será divulgado a partir do dia 22 de março, no site www.ouropreto.ifmg.edu.br e nas secretarias dos polos. Mais informações sobre o edital podem ser encontradas nos sites www.ouropreto.ifmg.edu.br, www.cead. ifmg.edu.br e www.ifmg.edu.br, por meio do e-mail copeves@ ifmg.edu.br e pelo telefone (31) 3277-6027.

dom 4265.indd 3

06/03/2013 17:57:49


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

26

Quinta-feira, 7 de março de 2013

Indicadores Econômicos de Belo Horizonte Taxas de Juros – Fevereiro de 2013

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1)

IPCR(2)

Taxas médias praticadas(1)

Setores Menor

Maior

Diferença (%)

Média

3,00

5,90

96,67

5,10

Prefixada (montadoras)

1,01

2,30

127,72

1,37

Prefixada (multimarcas)

1,37

2,01

46,72

1,62

Prefixada (montadoras)

1,13

1,88

66,37

1,46

Prefixada (multimarcas)

1,25

2,26

80,80

1,87

Cartão de Crédito

4,14

20,48

394,69

12,67

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Cheque Especial (2) (8)

4,12

9,69

135,19

7,66

(2) IPCR= Índice de Preços ao Consumidor Restrito: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 6 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Combustíveis

2,15

14,85

590,70

6,82

Imóveis Construídos

0,59

2,38

303,39

1,47

Imóveis na Planta

0,65

2,38

266,15

0,91

0,75

3,40

353,33

2,14

CDC - Financeiro (8)

1,80

5,24

191,11

3,16

CDC - Bens Alienáveis (8)

1,21

1,35

11,57

1,28

Eletroeletrônicos

2,12

5,06

138,68

3,84

Mobiliário

1,16

6,63

471,55

3,06

7,04

20,98

198,01

12,39

Nacional

0,94

2,45

160,64

1,69

Internacional

0,91

2,38

161,54

1,41

1,41

20,15

1.329,08

5,06

Período

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

set/12

382,51

0,32

4,15

Últimos 12 Meses 5,52

out/12

384,76

0,59

4,76

nov/12

386,42

0,43

dez/12

388,35

0,50

jan/13

397,59

fev/13

396,80

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

387,66

0,26

4,15

Últimos 12 Meses 5,50

5,83

389,40

0,45

4,62

5,91

5,21

5,83

390,26

0,22

4,85

5,49

5,74

5,74

392,44

0,56

5,44

5,44

2,38

2,38

5,51

400,33

2,01

2,01

5,68

-0,20

2,18

5,39

398,73

-0,40

1,60

5,24

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

Automóveis Usados

Construção Civil (3) (7)

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Período

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

Cesta Básica

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

IPCA(1)

Salário Mínimo

set/12

382,51

960,02

Cesta Básica(2) 510,43

out/12

384,76

960,02

510,19

0,59

0,00

-0,05

4,76

14,13

10,80

5,83

14,13

16,66

nov/12

386,42

960,02

490,60

0,43

0,00

-3,84

5,21

14,13

6,55

5,83

14,13

10,30

Financeiras Independentes Turismo

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

0,32

0,00

1,97

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

4,15

14,13

10,86

5,52

14,13

17,12

dez/12

388,35

960,02

496,54

0,50

0,00

1,21

5,74

14,13

7,84

5,74

14,13

7,84

jan/13

397,59

1046,46

544,68

2,38

9,00

9,70

2,38

9,00

9,70

5,51

9,00

13,66

fev/13

396,80

1046,46

550,38

-0,20

0,00

1,05

2,18

9,00

10,84

5,39

9,00

20,64

Vestuário e Calçados

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte (2) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38

Empréstimos pessoa jurídica

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Desconto de Duplicatas (8)

0,93

3,09

232,26

1,73

Capital de Giro (8)

0,99

6,16

522,22

2,12

Conta Garantida (8)

1,29

7,78

503,10

4,14

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis Residenciais Período

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

ago/12

Comerciais

Variação (%) No mês

434,03

No ano

1,23

5,43

Últimos 12 Meses 8,91

Índice de Base Fixa (Jul/94=100) 587,12

Captação

Variação (%) No mês 0,81

CDB 30 dias (4)

Últimos 12 Meses 11,60

No ano 6,81

0,50

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,63

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,10

0,36

260,00

0,25

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,30

0,47

56,67

0,39

set/12

435,29

0,29

5,73

8,52

591,47

0,74

7,60

11,54

Poupança (5)

out/12

436,90

0,37

6,13

8,15

597,38

1,00

8,68

11,40

Taxa SELIC (6)

nov/12

439,43

0,58

6,74

7,82

602,40

0,84

9,59

11,18

(1) Considera-se a média das taxas praticadas pelos informantes

(5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(2) Não são consideradas vantagens progressivas

(6) Média ponderada pela vigência

dez/12

442,95

0,80

7,60

7,60

608,91

1,08

10,77

10,77

(3) Inclui a variação dos indexadores CUB, TR, INCC e IGP-M

(7) Novo cálculo considerando o período dos índices que compõem a estimativa (8) Dados coletados a partir de informações consolidadas no Banco Central do Brasil

jan/13

446,22

0,74

0,74

8,08

612,87

0,65

0,65

11,08

0,41 0,58

(4) Taxa ANBID do primeiro dia útil do mês e projetada para 30 dias

.. Não se aplica dados numéricos

Tarifas Bancárias – Fevereiro de 2013

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Janeiro de 2013

Forma de Cobrança

Produtos / serviços(1)

Imóveis

Popular

Médio

Alto

Luxo

685,00 (10)

712,61 (23)

1385,00 (70)

Apartamento 2 Quartos

672,91 (55)

941,71 (91)

1080,44 (147)

2055,84 (172)

Apartamento 3 Quartos 1 Banho

799,57 (23)

953,13 (16)

1143,48 (23)

1425,00 (6)

1149,23 (39)

1291,94 (59)

1526,57 (177)

2431,94 (323)

Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos

(1)

(1)

1992,86 (14)

2846,88 (16)

Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

(2)

2500,00 (4)

2487,93 (29)

4424,88 (166)

417,14 (14)

570,91 (22)

660,00 (5)

(Z)

541,54 (13)

650,00 (6)

(2)

(1)

556,00 (5)

(Z)

(Z)

(Z)

755,56 (18)

863,75 (16)

1131,25 (8)

2825,00 (4)

931,57 (16)

1200,00 (9)

1500,00 (4)

(Z)

1263,10 (29)

1706,83 (14)

2631,50 (20)

5809,09 (11)

Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos

Barracão 1 Quarto Barracões Barracão 2 Quartos Casa 1 Quarto Casa 2 Quartos Casa 3 Quartos e 1 Banho Casas

Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos

Casa 4 Quartos e 2 Banhos

Confecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

59,00

..

20,68

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por cliente

5,35

10,00

86,92

6,83

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por cliente

5,35

10,00

86,92

6,83

por Operação

28,50

52,00

82,46

42,19

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por cheque

10,35

15,00

44,93

11,75

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

por cheque

1,00

1,55

55,00

1,31

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

30,00

50,00

23,89 10,50

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

CHEQUE - Cheque Visado

por cheque

0,00

21,00

..

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por operação

2,00

3,00

50,00

2,18

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,15

3,00

160,87

1,74

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,15

2,15

86,96

1,57

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por operação

0,00

3,00

..

1,90

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

2,00

6,00

200,00

3,09

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,35

3,00

122,22

2,01

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

1,20

1,60

33,33

1,37

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por operação

1,45

6,00

313,79

3,16

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

1,35

4,00

196,30

2,26

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

1,20

4,00

233,33

2,06

Fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado

por operação

4,40

6,00

36,36

5,29

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,00

..

13,07

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

9,50

..

7,16

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

6,50

8,60

32,31

7,66

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,00

100,00

1,24

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,00

1,20

..

0,91

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

23,80

27,00

13,45

24,98

Transferência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,88

Transferência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,18

Transferência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

6,50

8,60

32,31

7,63

Transferência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,79

Transferência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,18

Transferência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

8,60

..

7,69

por operação

30,00

49,00

63,33

42,84

por evento

9,50

18,00

89,47

12,22

a cada 365 dias

24,00

54,00

125,00

44,33

Fornecimento de 2ª via de cartão com função crédito

por evento

0,00

15,00

..

6,20

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

15,00

275,00

8,16

OPERAÇÕES DE CRÉDITO

2050,00 (6)

(1)

3800,00 (4)

(3)

(2)

5800,00 (8)

3628,57 (7)

8120,41 (49)

(*) O valor entre parênteses representa o número de imóveis utilizados no cálculo da respectiva média. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro imóveis pesquisados. Os casos em que não foi pesquisado nenhum imóvel são indicados por hífen (-). Os valores médios referentes a apartamentos de 1 e 2 quartos da classe luxo são influenciados pela oferta de Flats.

Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA CARTÃO DE CRÉDITO (3) Anuidade - cartão básico nacional

Pagamento de contas utilizando a função crédito em espécie

por evento

1,99

16,00

704,02

8,57

Avaliação emergencial de crédito

por evento

15,00

17,00

13,33

15,25

a cada 365 dias

0,00

90,00

..

86,67

por evento

7,90

30,00

279,75

14,56

Anuidade - cartão básico internacional Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

(2) Considera-se a média das tarifas praticadas pelos bancos pesquisados

(1) Não são consideradas vantagens progressivas

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Fonte: Banco Central do Brasil / Bancos - Dados trabalhados pela Fundação IPEAD/UFMG

..

Não se aplica dados numéricos

Valores (em R$)

Contribuição na variação (p.p.)

No mês

Açúcar cristal

3,00 kg

4,41

-0,08

Arroz

3,00 kg

7,30

-0,05

Banana caturra

12,00 kg

20,53

-0,12

Produto

No ano

Últimos 12 Meses

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

set/12

132,32

191,90

113,29

-0,84

-2,16

-0,09

-4,71

-0,85

-6,68

-2,46

1,00

-4,25

Batata inglesa

6,00 kg

18,81

-0,05

out/12

135,89

199,98

115,41

2,70

4,21

1,87

-2,14

3,33

-4,94

-1,06

6,64

-4,87

Café moído

0,60 kg

8,22

-0,01

nov/12

134,77

202,40

113,14

-0,82

1,21

-1,96

-2,95

4,58

-6,80

-2,95

4,60

-6,82

Chã de dentro

6,00 kg

105,57

0,66

Farinha de trigo

1,50 kg

3,60

0,02

Feijão carioquinha

4,50 kg

24,75

0,50

7,50 lt

15,82

-0,04

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

dez/12

138,81

203,31

118,23

3,00

0,45

4,49

-0,04

5,05

-2,61

-0,04

5,05

-2,61

jan/13

131,64

192,46

112,19

-5,16

-5,33

-5,10

-5,16

-5,33

-5,10

-3,39

-0,78

-4,75

Leite pasteurizado

fev/13

127,73

188,57

108,28

-2,97

-2,02

-3,49

-7,98

-7,25

-8,41

-6,24

-4,44

-7,22

Manteiga

(1) ICCBH: Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte: trata-se de um indicador que tem por finalidade sintetizar a opinião dos consumidores em Belo Horizonte quanto aos aspectos capazes de afetar as suas decisões de consumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Econômica: retrata a expectativa do consumidor em relação aos indicadores macroeconômicos (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a confiança do consumidor a respeito de alguns indicadores microeconômicos FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

dom 4265.indd 26

Quantidade

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

ND: não disponível

Custo da Cesta Básica(*) – Fevereiro de 2013

Índice de Confiança do Consumidor

Período

Média(2) (R$)

CONTAS DE DEPÓSITOS

PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

Casa 4 Quartos e até 2 Banhos

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%)

CADASTRO

(2)

Apartamento 1 Quarto

Apartamentos

ND - não disponível

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

750,00 gr

15,30

-0,01

Óleo de soja

1,00 un

3,66

0,00

Pão francês

6,00 kg

45,73

0,29

Tomate Santa Cruz

9,00 kg

45,14

-0,08

(*) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38 FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

06/03/2013 17:57:49


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Quinta-feira, 7 de março de 2013

27

A Regional Leste realizou no final do mês de fevereiro diversas reu­ niões com associações, artesãos e moradores da região sobre a implantação de feiras e a regularização das já existentes. Participaram dos encontros representantes das áreas de Fiscalização, Limpeza Urbana, Promoção de Eventos, Lazer e Feiras e Comunicação, além de representantes da BHTrans. Segundo a gerente regional de Fiscalização Integrada e Licenciamen­ to, Marinês Beling, os locais discutidos e as propostas serão encaminhadas para a Secretaria Municipal de Governo. “A partir desse aval da comuni­ dade serão realizados estudos para sua implantação, olhando diversos as­ pectos, entre eles os impactos no trânsito e a estrutura necessária”, explica. Estão previstas a implantação de feiras nos bairros Boa Vista, Espla­ nada, Paraíso, Sagrada Família, Santa Tereza, São Geraldo e Taquaril. A iniciativa tem como objetivo a valorização do artesanato e da culinária, além da geração e distribuição de renda. A expectativa é que as feiras funcionem uma vez por semana. Os dias e horários serão discutidos com a comunidade em um outro momento. Maria de Lourdes Tofane, de 82 anos, artesã e moradora de Santa Tereza compareceu à reunião e disse que apoia a im­ plantação da feira. “Queremos uma feira prazerosa e familiar, por isso viemos conversar”. Nas reu­ niões também foram discutidas questões sobre o licenciamento e os tipos de licitações que poderão ser utilizadas.

Fotos: Gercom Leste

Implantação de feiras é tema de discussão na região Leste

Locais discutidos e propostos serão encaminhados para a Secretaria Municipal de Governo

Fiscais se capacitam e serão multiplicadores das informações do Sistema Informatizado de Fiscalização A Secretaria Municipal Adjunta de Fiscalização (Sma­ fis) avança em mais uma etapa para a implantação do Sistema Integrado de Fiscalização (SIF): o treinamento de 29 fiscais como multiplicadores do SIF, que é o programa de informati­ zação do trabalho fiscal em Belo Horizonte. O curso, ministrado em conjunto com a Prodabel, iniciou-se em agosto de 2012, na Regional Leste, e foi concluí­ do no fim de fevereiro, com duração de 80 horas/aula. Os

módulos incluíram o conteúdo necessário para os trabalhos de campo e interno, de retaguarda. Esses fiscais passam a ser referência nas nove regionais para a capacitação de fiscais integra­ dos, gerentes e assistentes admi­ nistrativos, com aulas práticas e teóricas, utilizando as ferramentas disponíveis do sistema. “Os multi­ plicadores demonstraram disponi­ bilidade, competência e habilidade para transmitir o conhecimento aos demais agentes”, destacou a secretária municipal adjunta de

Fiscalização, Miriam Leite Barreto. Ao todo, cerca de 530 profis­ sionais vão aprender a trabalhar com o SIF em suas atividades diárias. As aulas ministradas pelos multiplicado­ res começarão na segunda quinzena de março e estão previstas para encerrar no fim de maio. A estima­ tiva da Smafis é que o sistema seja implantado na rotina de fiscalização até o fim de junho deste ano.

Operação

Resumidamente, o SIF conta com um software instalado em

computador e disponível em smar­ tphones. Por meio do sistema, será possível repassar aos profissionais em campo as demandas de fisca­ lização, prestar esclarecimentos sobre procedimentos e legislação, aprimorar o monitoramento dos resultados de ações fiscais e planejar operações específicas, entre outras funcionalidades. Outro avanço que chega com a informatização é a impressão imediata dos documentos fiscais, no momento da vistoria, por meio das impressoras portáteis.

Fiscalização integrada

Otimizar os trabalhos fiscais é a meta da fiscalização integrada, modalidade adotada pelo município em novem­ bro de 2011, por meio da lei 10.308. Essa atuação permi­ te que um único profissional verifique o cumprimento da legislação que abrange obras, posturas, vias urbanas, limpeza urbana e controle ambiental. Ao dotar os agentes de conhe­ cimento para a observância da legislação urbanística e am­ biental vigente e de recursos tecnológicos para a execução dos procedimentos necessá­ rios, espera-se mais agilidade e eficiência no atendimento às demandas da população.

Obras na Via 210 alteram trânsito no bairro Betânia Dando continuidade à realização das obras da Via 210, executadas pela Sudecap, foi interditada ontem a rua Úrsula Paulino, no trecho entre o Anel Rodoviário e a rua Itamar Teixeira (antiga rua Dezessete), no sentido Barreiro/Betânia, no bairro Betânia. Faixas foram afixadas para informações aos condutores. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito e da Polícia Rodo­ viária Estadual operam o tráfego na região.

Desvios implantados: Sentido Anel Rodoviário (Rio de Janeiro) / Via do Minério(Barreiro): Anel Rodoviário, Via 210 (pista nova), rua Úrsula Paulino, Via do Minério. Sentido Via do Minério (Barreiro/ Betânia): Via do Minério, Via 210 (pista nova), rua Úrsula Paulino.

Alterações no transporte coletivo Linhas da BHTrans que serão desviadas: 1207A, 3051, 3052 e 3054. Linhas do DER: 7110, 7120. Ponto desativado: Rua Úrsula Paulino, 2.497 Novo ponto criado: Pista nova da Via 210, atrás do supermercado Epa

dom 4265.indd 27

06/03/2013 18:23:43


BELO HORIZONTE 28

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Quinta-feira, 7 de março de 2013

Sebastião Salgado

Exposição de fotos de Sebastião Salgado chega ao Centro Cultural São Bernardo lentes de Sebastião e estampou o seu livro “Terra”, lançado em 1997.

A exposição “Sebastião Salgado: Fotografia Comprometida” continua sua itinerância e, desta vez, chega ao Centro Cultural São Bernardo (rua Edna Quintel, 320, bairro São Bernardo), apresentando dez belas fotos do renomado artista mineiro. A mostra entra em cartaz hoje e pode ser visitada até o dia 24 de março, de terça a sexta, das 9h às 17h, quinta, das 9h às 21h, e sábados, das 8h às 12h. A mostra contempla fotos pertencentes às séries “Trabalhadores”, “Terra” e “Êxodos”, que têm em comum o olhar original de Sebastião Salgado sobre o cotidiano dos povos excluídos, a condição humana e as desigualdades sociais, temáticas que o consagraram como um dos melhores fotojornalistas da atualidade. Entre as imagens mais marcantes da exposição está a da menina sem-terra Joceli Borges, cujo olhar triste foi eternizado pelas

Para orientar os usuários sobre os cuidados necessários com os portadores de diabetes, o Centro de Saúde Ouro Preto, que fica no bairro de mesmo nome, na região da Pampulha, realizou em fevereiro o primeiro “Encontro para Pacientes Diabéticos”, que teve a participação de 13 pessoas. Agentes Comunitários de Saúde, enfermeiras, técnicos de enfermagem, médicos generalistas, dentistas, auxiliares do programa Posso Ajudar?, equipe do Núcleo de Apoio à Família (Nasf) Pampulha e demais funcionários do setor ad-

ministrativo da unidade de saúde foram mobilizados para orientar os participantes do encontro. A médica generalista Karine Andrade Silva, coordenadora da atividade, explicou que o encontro teve dois objetivos principais, ambos alcançados. Um deles, a educação em diabetes, com foco na qualidade de vida do paciente através de cuidados e conhecimento da doença. O outro era promover o trabalho em equipe. “Integrar e mobilizar os funcionários é uma maneira de obter melhores resultados. Através do trabalho em equipe e do conhecimento

queremos motivá-los a um cuidado cada vez mais eficiente e eficaz, não só dos pacientes diabéticos, mas também de todos os usuários da unidade”, disse a médica. Para divertir os participantes, as atrizes Elezina de Fátima Micheletti Carvalho e Iara Aparecida de Castro Gomes, do grupo ACSai e anda sem parar, sentaram no meio da plateia para interagir com o público, passando dicas e contribuindo com informações educativas. Após aprender sobre a alimentação adequada para o paciente diabético, o público degustou uma

Sebastião Salgado, mineiro de Aimorés, ganhou reconhecimento internacional ao fazer crônicas sobre a vida das pessoas comuns na forma de imagens. O seu trabalho resultou em diversos livros, exposições e prêmios nacionais e internacionais. Entre suas publicações mais conhecidas estão “Outras Américas”, de 1986, obra na qual ele mostra a vida dos camponeses latino-americanos, “Trabalhadores”, uma homenagem ao labor realizado com o corpo, lançado em 1993, além de “Terra”, livro que retrata a dura realidade dos assentamentos e da vida dos trabalhadores rurais no Brasil, de 1997. Em 2000, o fotojornalista criou o projeto “Êxodos” e percorre

Karine Andrade

Centro de Saúde Ouro Preto promove encontro para pacientes diabéticos

Fotógrafo

47 países para contar a história da migração do campo para as cidades. Em 2004, lançou mais um projeto, “Gênesis”, no qual se dedica a clicar partes do planeta ainda intactas com a intenção de chamar a atenção das pessoas para conceitos como biodiversidade, sociodiversidade e o papel que todos têm na conservação ambiental. A exposição com o resultado desse projeto está agendada para este ano, no Museu de História Natural de Londres. Estão previstos também dois lançamentos importantes: um catálogo dividido em dois volumes com os registros fotográficos do projeto “Gênesis” e o documentário sobre a vida do fotógrafo, “A Sombra e a Luz”, produzido pelo alemão Wim Wenders com a colaboração de Juliano Salgado, filho do fotógrafo.

Atrizes participaram do encontro e interagiram com o público, passando dicas

saborosa salada de frutas. Para dar continuidade ao trabalho, outros en-

contros serão promovidos para tratar de assuntos de interesse desse grupo.

Fundação Zoo-Botânica participa de projeto de conservação de peixes ameaçados de extinção Técnicos da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH) participaram em 2012 das reuniões que resultaram na elaboração do “Sumário Executivo do Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Peixes Rivulídeos Ameaçados de Extinção (PAN Rivulídeos)”, divulgado no início deste ano pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio). O documento reúne uma série de informações a respeito das espécies da família Rivulidae, uma das quatro mais diversificadas entre as 39 famílias de peixes de água doce do Brasil. Os técnicos da FZB-BH estão engajados na elaboração de estratégias para a conservação das espécies. Entre os objetivos do plano estão a proteção das áreas de distribuição das espécies, a elaboração de um programa de educação ambiental para sensibilização da sociedade, a divulgação da importância das espécies para empresas e órgãos envolvidos no

dom 4265.indd 28

licenciamento ambiental, além da realização de estudos científicos tanto in-situ (na natureza) quanto ex-situ (em instituições de pesquisa e conservação). Para o biólogo responsável pelo Aquário da Prefeitura, Thiago da Motta Carvalho, a participação na elaboração do PAN Rivulídeos é uma ótima possibilidade para a FZB-BH. “Nosso foco está tanto na educação ambiental para a conscientização da importância dessas espécies quanto no desenvolvimento de técnicas para a

manutenção de populações viáveis em cativeiro a longo prazo”, comentou. De acordo com o presidente da Fundação Zoo-Botânica, Gladstone Corrêa de Araújo é muito importante a participação em ações dessa natureza. “Além de ratificar a qualificação do corpo técnico da FZB, o estudo reforça a missão da instituição em contribuir de forma objetiva para os projetos na área da conservação da fauna brasileira, em todos os seus segmentos”, disse.

Espécie Os peixes rivulídeos são classificados como peixes de pequeno porte que vivem em ambientes aquáticos muito rasos, parcial ou completamente isolados de rios e lagos, como as áreas marginais de riachos ou brejos. As características mais marcantes são os diferentes padrões de colorido das espécies e seus tipos de desenvolvimento, anual e não anual. Em uma primeira etapa, o PAN Rivulídeos deverá contemplar 64 espécies, das quais 30 estão presentes na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção.

06/03/2013 17:57:59


DOM - 07/03/2013