Page 1

Ano XIX • N. 4.258 • R$ 0,85

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município - DOM

Tiragem: 2.500 • 26/2/2013

Breno Pataro

Encontro em BH promove troca de experiências entre gestores municipais

Evento realizado na Prefeitura reúne cerca de 80 prefeitos mineiros e discussão de temas jurídicos, urbanísticos e financeiros apresentados contemplaram temas jurídicos, urbanísticos, financeiros e outras questões administrativas que os gestores irão enfrentar em seus mandatos. Entre os temas, a iluminação pública foi tratada em um dos painéis pelo presidente da Frente Mineira de Prefeitos e prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo. Durante o evento, também foi lançado o 4º Seminário Internacional de Engenharia de Saúde Pública, que será realizado em Belo Horizonte entre 18 e 22 de março (leia mais no box ao lado). Marcio Lacerda ressaltou a importância do encontro como

FNP

No encerramento do evento, Marcio Lacerda se reuniu com o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e ex-prefeito

troca de experiências entre as administrações municipais. “A cada contato com um prefeito, por menor que seja a cidade, são adquiridos novos conhecimentos. Esse aprendizado conjunto, quando organizado e institucionalizado, pode gerar muitos frutos”, comentou. “O grande desafio de todos é

Divino Advincula

Discutir os desafios e as oportunidades que ocorrem durante a transição de governos municipais para oferecer subsídios aos prefeitos em início de mandato foi o objetivo do Encontro de Prefeitos Mineiros: Primeiros Desafios e Oportunidades, realizado ontem, na sede da Prefeitura, no Centro da capital, que reuniu, além do prefeito de BH e vice-presidente da Frente Mineira de Prefeitos, Marcio Lacerda, outros 80 prefeitos, secretários municipais e procuradores. Dos prefeitos participantes, mais de 73% deles está no cargo pela primeira vez. Os painéis

Breno Pataro

Desafios da fase de transição de governos municipais foi debatido ontem no Encontro de Prefeitos Mineiros

Paineis apresentados durante encontro trataram de temas diversos e questões administrativas que os gestores vão enfrentar em seus mandatos

dom 4258.indd 1

termos um equilíbrio federativo necessário para que os municípios possam ter cada vez mais autonomia e condições de fazer os investimentos necessários. E é somando forças que alcançaremos os resultados desejados”, completou o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Ângelo Roncalli.

de Vitória-ES, João Coser, com o vice-prefeito de Belo Horizonte, Délio Malheiros, e com representantes da AMM para tratar de assuntos relacionados às atividades da entidade. Durante o encontro foram discutidos temas nas áreas da Saúde, Educação, Finanças, Assistência Social, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. Além disso, os prefeitos que participaram do evento foram convidados para o 2º Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, que será realizado entre 23 e 25 de abril, em Brasília.

Seminário Internacional de Engenharia de Saúde Pública O 4º Seminário Internacional de Engenharia de Saúde Pública, organizado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), irá discutir, entre os dias 18 e 22 de março, em BH, propostas, tecnologias e alternativas para reduzir déficits de saúde pública provocados pela falta de saneamento básico, ampliar o acesso aos sistemas de esgotamento sanitário e abastecimento de água e debater as questões do lixo urbano e da poluição hídrica. A programação incluirá painéis temáticos, mesas-redondas e exposições de especialistas brasileiros, portugueses, franceses, mexicanos, chilenos, costarriquenhos e norte-americanos. Durante os trabalhos, serão abordados temas como a escassez e o uso racional da água, os desafios para a universalização do saneamento rural, investimentos em saneamento ambiental, inovação tecnológica em sistemas de esgotamento sanitário e resíduos sólidos, plano de segurança da água e gestão de desastres naturais. De acordo com o presidente da Funasa, Gilson Queiroz, o seminário apresentará experiências bem sucedidas em outros países, sobretudo na área do saneamento rural. “Teremos a oportunidade de conhecer e adaptar essas experiências para a nossa realidade e, assim, avançarmos na solução de problemas”, afirmou Queiroz. Já confirmaram presença no evento representantes do Banco Mundial (BM), da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), da União Internacional de Promoção da Saúde e Educação para a Saúde da Sub-Região Brasil da Oficina Regional Latino-Americana (Uipes/Orla), da Agência Nacional de Águas (ANA), da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre outras instituições.

25/02/2013 18:27:23


BELO HORIZONTE 2

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Fotos: Divulgação

Mostra “Inéditos/Passou Batido” chega à última semana

Termina na quinta-feira, dia 28, no Cine Humberto Mauro (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro, no Palácio das Artes), a mostra “Inéditos/ Passou Batido em BH”, seleção que apresenta desde o início do mês importantes produções cinematográficas não exibidas ou com pouca visibilidade nas salas de cinema de Belo Horizonte. Para cada sessão, o ingresso custa R$ 5, com meia-entrada a R$ 2,50. Das 24 obras exibidas que compõem a mostra desde o início, 11 são brasileiras e formam um recorte do cinema contemporâneo nacional, em sua maioria, não explorado no circuito comercial. Confira a programação de hoje a quinta:

Hoje

17h – “Onde Borges tudo vê”, de Taciano Valério (Brasil, 2012) 19h – “Sudoeste”, de Eduardo Nunes (Brasil, 2011) 21h15 – “O homem que não dormia”, de Edgar Navarro (Brasil, 2011)

Amanhã

17h – “Isto Não é um Filme”, de Jafar Panahi e Mojtaba Mirtahmasb (Irã, 2011) 19h – “A Vida Útil – Um conto de Cinema”, de Federico Veiroj (Uruguai e Espanha, 2010) 21h – “Anistia”, de Buyar Alimani (Albânia, Grécia e França, 2011) Quinta, dia 28 19h30 – “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho (Brasil, 2012) 21h45 – “Drive”, de Nicolas Winding Refn (EUA, 2011)

Hoje é dia de conferir a comédia “Concessa Pendura e Cai”, em cartaz às 20h30, no Grande Teatro do Sesc Palladium (rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro). O espetáculo tem apresentação única e é uma das atrações da 39ª Campanha de Popularização Teatro e Dança, que acontece até o dia 3 de março em várias regiões da capital mineira. Na peça, Concessa continua a tecer sua prosa enquanto pendura as roupas (e os personagens) no varal. O ingresso

tem o valor de R$ 12. Outras informações sobre a campanha, como os endereços dos postos de venda, a lista de espetáculos e as sinopses de todas as peças da programação, inclusive as infantis e as de dança, podem ser obtidas no site www.sinparc. com.br. Os valores dos ingressos citados nesta matéria se referem às compras nos postos de venda e via web. Nas bilheterias dos tea­ tros podem acontecer variações dos preços.

Divulgação

Sesc Palladium recebe única apresentação da peça “Concessa pendura e cai”

Detalhes das peças em cartaz hoje • “Comédia Di Buteco” - Espaço Cultural Imaculada (Rua Aimorés, 1.600, Lourdes), às 21h. R$ 12 •“O adultério mora ao lado” – Teatro do Colégio Arnaldo (Rua dos Timbiras, 540, Funcionários), às 21h. R$ 12. •“O genro que era nora” - Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), às 20h30. R$ 12. •“Ser o que podemos ser!” - Teatro da Maçonaria (Avenida Brasil, 478, Santa Efigênia), às 20h. R$ 10. •“Cuidado: Frágil!” – Teatro João Ceschiatti do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro), às 21h. R$ 12. •“Concessa pendura e cai” – Grande Teatro do Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro), às 20h30. R$ 12. • “Improcedente” - Teatro Santo Agostinho (Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro), às 20h. R$ 12. • “Vulgaridades Sublimes” – Teatro Júlio Mackenzie do Sesc Palladium (Teatro Júlio Mackenzie), às 20h. R$ 10. •“Navalha na carne” - Espaço Cultural Oratório Bar (avenida Brasil, 161, Santa Efigênia), às 20h30. R$ 12.

Jovens do Projeto Guernica retratam diálogo com a paisagem urbana A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania, a Associação Municipal de Assistência Social (Amas) e o projeto Guernica realizam entre os dias 2 de março e 1º de maio a mostra “Aglomerados”, que pode ser vista no Centro Cultural São Geraldo (avenida Silva Alvarenga, 548, bairro São Geraldo). A mostra busca dar visibilidade às experiências realizadas em 2012 com os alunos da oficina Grafite, Desenho e Artes Plásticas, realizada em parceria com o Centro Universitário Newton Paiva. As oficinas tiveram como proposta um contato maior das artes plásticas com outras expressões artísticas, tais como grafite e ilustrações com aquarela, sustentadas através de um diálogo constante com a cidade e a paisagem urbana, construindo um víncu-

dom 4258.indd 2

lo maior de conhecimento, respeito e participação. Segundo Wemerson da Silva, o Wera, ilustrador e grafiteiro

responsável por esta oficina do Guernica, os trabalhos iniciados em fevereiro continuarão até o final do ano desenvolvendo outra temática a ser construída com os alunos e sustentada também no diálogo com a cidade. “A expectativa é que os alunos experimentem um trabalho de campo visitando os arredores do Morro das Pedras e construam seus projetos para pinturas em tela, desenvolvendo pequenas intervenções locais que retratem o universo da paisagem urbana”, comentou. O Guernica é um projeto de educação ambiental e patrimonial vinculado à Secretaria Municipal Adjunta de Direitos da Cidadania que pretende dar sua contribuição para a diminuição dos atos de depredação e vandalismo contra a paisagem urbana e o patrimônio público, melhorando a qualidade de vida de todos os moradores da cidade.

Divulgação

25/02/2013 18:27:30


Poder Executivo Terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

Ações contra a dengue são intensificadas na região Centro-Sul ração dos focos do Aedes aegypti em todos os bairros da região. As atividades englobam capacitação de profissionais, assistência aos pacientes, mutirões de limpeza e mo-

bilização social junto aos cidadãos. As ações foram iniciadas durante as festas de pré-Carnaval de escolas e dos espaços BH Cidadania/Cras Vila Marçola e Santa

Gercom Centro-Sul

A Regional Centro-Sul iniciou neste mês as atividades do Plano de Ação de Prevenção e Combate à Dengue, que reúne estratégias que têm o intuito de prevenir a prolife-

Rita de Cássia. Em parceira com a Gerência de Políticas Sociais foi realizada uma mobilização juntos aos participantes, material informativo foi distribuído e orientações para prevenção da doença foram repassadas. Alunos das escolas municipais, Umeis e de creches conveniadas, além dos pais e responsáveis pelas crianças, também foram orientados. Durante a volta às aulas os estudantes receberam, junto com o material escolar, cartilhas ilustradas. No início da última semana foram iniciadas as ações nos centros de saúde. Atividades dinâmicas e rodas de conversas vão mobilizar os integrantes dos grupos que já frequentam as unidades e os frequentadores dos espaços BH Cidadania. Segundo a Gerência de Saúde da Regional Centro-Sul, essa atividade tem como intuito fazer com que os participantes se tornem multiplicadores e repassem para seus vizinhos e amigos ações que podem ser desenvolvidas para

Atividades reúnem estratégias que têm o intuito de prevenir a proliferação dos focos do mosquito

3

combater a dengue. O plano de ações também prevê capacitação para médicos, enfermeiros, agentes de saúde e auxiliares de enfermagem. A ação busca instruir esses profissionais para receberem de forma ágil e qualificada todos os pacientes que chegarem às unidades de saúde com sintomas da doença.

Mutirões

Uma das ações contínuas para combater a proliferação do mosquito da dengue são os mutirões de limpeza. A atividade é realizada em conjunto pelas gerências de Controle de Zoonoses, Limpeza Urbana e Manutenção em locais de possível risco. O objetivo é recolher todo o lixo que possa acumular água e que é descartado de forma irregular pela população. No último ano essas ações aconteceram em vários pontos da região Centro-Sul, quando foram recolhidos 226 pneus, 19 sofás, três fogões, 1.330 garrafas, nove geladeiras, 979 latas, 49 tambores e 214 pedaços de madeiras.

Secretaria de Meio Ambiente promove 2ª Feira de Trocas da consciência socioambiental e planetária”, declarou Ana. Para Vinícius Moura, gerente de Educação Ambiental da SMMA, a feira é uma forma de evitar que produtos, muitas vezes em bom estado, acabem indo parar no lixo. “Além de ser uma ótima oportunidade para que as pessoas evitem o desperdício, a feira também é uma forma de interação entre os servidores da SMMA e da Fundação de Parques Municipais, que também participam da inciativa”, destacou o gerente. Desde o dia 4 de fevereiro os servidores estão entregando seus itens, que não eram mais utilizados em casa, e trocando-os por uma “moeda social”. Essa moeda será utilizada no dia da feira para a compra dos produtos expostos. Cada item dá direito a uma moeda. Os produtos que não forem adquiridos durante a Feira

de Trocas serão doados a entidades filantrópicas. A intenção da comissão, devido ao grande sucesso da feira, é manter em 2013 um espaço contínuo de trocas entre os servidores.

Resultados

A primeira edição da feira, realizada em dezembro de 2012, teve apenas dez dias entre a organização e a realização das trocas e surpreendeu os organizadores devido à grande adesão. Segundo informações da comissão setorial, cerca de 240 itens, entre livros, roupas, CDs, DVDs, sapatos e utensílios domésticos, entre outros, foram trocados.

Funcionários da Fundação de Parques Municipais recebem capacitação sobre turismo Funcionários da Fundação de Parques Municipais participaram, entre os dias 18 e 25 deste mês, do Curso de Introdução ao Turismo, oferecido pela Belotur, por meio do Programa Permanente de Capacitação Profissional (Capacitur). A partir dele, monitores do Parque da Serra do Curral e funcionários do Parque das Mangabeiras, do Parque Lagoa do Nado, da Assessoria de Comunicação e da Divisão de Eventos e Educação Ambiental tiveram a

dom 4258.indd 3

oportunidade de aprender noções de turismo e conhecer melhor sobre os atrativos de Belo Horizonte. Segundo Neuma Horta, assessora de Qualificação Profissional da Belotur, o curso aborda a história de Belo Horizonte e dos principais pontos turísticos, e orienta sobre atendimento e receptividade aos visitantes. “A proposta é que nós sejamos multiplicadores da história, anfitriões e guias da cidade, que possamos receber bem o turista,

não só aqueles que vêm de fora, mas outros cidadãos que a desconheçam. Nós temos que ser turistas na nossa cidade”, aponta Neuma. O curso de capacitação foi dividido em três módulos: introdução ao turismo, história de Belo Horizonte e atrativos turísticos. Cada módulo contou com quatro horas-aula, resultando em um total de 12 horas-aula. Curiosidades e pontos diferenciados de Belo Horizonte também foram abordados durante a capacitação.

Márcio Adauto

Devido ao grande sucesso da primeira edição, a Comissão Setorial do programa AmbientAÇÃO e a Gerência de Educação Ambiental (GEEDA), da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), promovem no dia 7 de março, das 11h30 às 13h30s, a 2ª Feira de Trocas da SMMA, no bairro Cruzeiro. O evento, lançado no dia 4 de fevereiro, espera contar com uma participação ainda mais expressiva dos servidores. Segundo Ana Nagem, da Comissão Setorial do AmbientAÇÃO, ações como a Feira de Trocas são de grande importância para o planeta. “O nosso objetivo é promover um espaço de reflexão sobre o consumo e trocar diversos tipos de objetos. A prática da economia solidária é um passo decisivo no universo

Curso aborda história de BH e dos principais pontos turísticos da cidade

25/02/2013 18:27:33


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

34

Terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Indicadores Econômicos de Belo Horizonte Taxas de Juros – Janeiro de 2013

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1)

IPCR(2)

Taxas médias praticadas(1)

Setores Menor

Maior

Diferença (%)

Média

2,11

5,90

179,62

4,55

Prefixada (montadoras)

1,01

2,21

118,81

1,36

Prefixada (multimarcas)

1,48

1,94

31,08

1,66

Prefixada (montadoras)

1,17

1,97

68,38

1,54

Prefixada (multimarcas)

1,68

2,55

51,79

2,03

Cartão de Crédito

11,90

13,95

17,23

12,81

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Cheque Especial (2) (8)

4,12

9,69

135,19

7,66

(2) IPCR= Índice de Preços ao Consumidor Restrito: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 6 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte

Combustíveis

3,00

15,42

414,00

8,43

Imóveis Construídos

0,12

1,75

1.358,33

0,95

Imóveis na Planta

0,12

1,75

1.358,33

0,28

0,75

3,20

326,67

2,10

CDC - Financeiro (8)

1,80

5,24

191,11

3,16

CDC - Bens Alienáveis (8)

1,21

1,37

13,22

1,31

Eletroeletrônicos

2,59

4,83

86,49

3,72

Mobiliário

1,10

5,55

404,55

3,06

8,34

15,55

86,45

12,30

Nacional

0,94

2,40

155,32

1,67

Internacional

0,94

2,20

134,04

1,40

1,40

20,22

1.344,29

5,50

Período

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

set/12

382,51

0,32

4,15

Últimos 12 Meses 5,52

out/12

384,76

0,59

4,76

nov/12

386,42

0,43

dez/12

388,35

0,50

jan/13

397,59

2ª fev/13

403,38 (3)

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

387,66

0,26

4,15

Últimos 12 Meses 5,50

5,83

389,40

0,45

4,62

5,91

5,21

5,83

390,26

0,22

4,85

5,49

5,74

5,74

392,44

0,56

5,44

5,44

2,38

2,38

5,51

400,33

2,01

2,01

5,68

1,02

2,49

5,37

402,58 (3)

0,79

1,95

5,18

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

Automóveis Usados

Construção Civil (3) (7)

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Período

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

Cooperativas de Crédito (empréstimo)

Cesta Básica

Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

IPCA(1)

Salário Mínimo

ago/12

381,29

960,02

Cesta Básica(2) 500,58

set/12

382,51

960,02

510,43

0,32

0,00

1,97

4,15

14,13

10,86

5,52

14,13

17,12

out/12

384,76

960,02

510,19

0,59

0,00

-0,05

4,76

14,13

10,80

5,83

14,13

16,66

Financeiras Independentes Turismo

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

0,01

0,00

1,44

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

3,82

14,13

8,72

5,53

14,13

13,86

nov/12

386,42

960,02

490,60

0,43

0,00

-3,84

5,21

14,13

6,55

5,83

14,13

10,30

dez/12

388,35

960,02

496,54

0,50

0,00

1,21

5,74

14,13

7,84

5,74

14,13

7,84

jan/13

397,59

1046,46

544,68

2,38

9,00

9,70

2,38

9,00

9,70

5,51

9,00

13,66

Vestuário e Calçados

(1) IPCA= Índice de Preços ao Consumidor Amplo: mede a evolução dos gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos na cidade de Belo Horizonte (2) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38

Empréstimos pessoa jurídica

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Desconto de Duplicatas (8)

0,93

3,09

232,26

1,73

Capital de Giro (8)

0,99

6,16

522,22

2,12

Conta Garantida (8)

1,29

7,78

503,10

4,14

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis Residenciais Período

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

ago/12

Comerciais

Variação (%) No mês

434,03

No ano

1,23

5,43

Últimos 12 Meses 8,91

Índice de Base Fixa (Jul/94=100) 587,12

Captação

Variação (%) No mês 0,81

CDB 30 dias (4)

Últimos 12 Meses 11,60

No ano 6,81

0,50

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,60

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,12

0,44

266,67

0,32

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,30

0,56

86,67

0,46

set/12

435,29

0,29

5,73

8,52

591,47

0,74

7,60

11,54

Poupança (5)

out/12

436,90

0,37

6,13

8,15

597,38

1,00

8,68

11,40

Taxa SELIC (6)

nov/12

439,43

0,58

6,74

7,82

602,40

0,84

9,59

11,18

(1) Considera-se a média das taxas praticadas pelos informantes

(5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(2) Não são consideradas vantagens progressivas

(6) Média ponderada pela vigência

dez/12

442,95

0,80

7,60

7,60

608,91

1,08

10,77

10,77

(3) Inclui a variação dos indexadores CUB, TR, INCC e IGP-M

(7) Novo cálculo considerando o período dos índices que compõem a estimativa (8) Dados coletados a partir de informações consolidadas no Banco Central do Brasil

jan/13

446,22

0,74

0,74

8,08

612,87

0,65

0,65

11,08

0,41 0,58

(4) Taxa ANBID do primeiro dia útil do mês e projetada para 30 dias

.. Não se aplica dados numéricos

Tarifas Bancárias – Janeiro de 2013

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Janeiro de 2013

Forma de Cobrança

Produtos / serviços(1)

Imóveis

Popular

Médio

Alto

Luxo

685,00 (10)

712,61 (23)

1385,00 (70)

Apartamento 2 Quartos

672,91 (55)

941,71 (91)

1080,44 (147)

2055,84 (172)

Apartamento 3 Quartos 1 Banho

799,57 (23)

953,13 (16)

1143,48 (23)

1425,00 (6)

1149,23 (39)

1291,94 (59)

1526,57 (177)

2431,94 (323)

Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos

(1)

(1)

1992,86 (14)

2846,88 (16)

Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

(2)

2500,00 (4)

2487,93 (29)

4424,88 (166)

417,14 (14)

570,91 (22)

660,00 (5)

(Z)

541,54 (13)

650,00 (6)

(2)

(1)

556,00 (5)

(Z)

(Z)

(Z)

755,56 (18)

863,75 (16)

1131,25 (8)

2825,00 (4)

931,57 (16)

1200,00 (9)

1500,00 (4)

(Z)

1263,10 (29)

1706,83 (14)

2631,50 (20)

5809,09 (11)

Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos

Barracão 1 Quarto Barracões Barracão 2 Quartos Casa 1 Quarto Casa 2 Quartos Casa 3 Quartos e 1 Banho Casas

Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos

Casa 4 Quartos e 2 Banhos

Confecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

59,00

..

20,68

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por cliente

5,35

10,00

86,92

6,83

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por cliente

5,35

10,00

86,92

6,83

por Operação

28,50

52,00

82,46

42,19

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por cheque

10,35

15,00

44,93

11,75

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

por cheque

1,00

1,55

55,00

1,31

CHEQUE - Cheque Administrativo

por Cheque

20,00

30,00

50,00

23,89 10,50

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

CHEQUE - Cheque Visado

por cheque

0,00

21,00

..

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por operação

2,00

3,00

50,00

2,18

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por operação

1,15

3,00

160,87

1,74

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por operação

1,15

2,15

86,96

1,57

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por operação

0,00

3,00

..

1,90

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (P)

por operação

2,00

6,00

200,00

3,09

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (E)

por operação

1,35

3,00

122,22

2,01

Forn. de ext. de um periodo conta dep. à vista e poup. - EXTRATO (C)

por operação

1,20

1,60

33,33

1,37

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por operação

1,45

6,00

313,79

3,16

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por operação

1,35

4,00

196,30

2,26

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por operação

1,20

4,00

233,33

2,06

Fornecimento de cópia de microfilme, microficha ou assemelhado

por operação

4,40

6,00

36,36

5,29

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por operação

0,00

19,00

..

13,07

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por operação

0,00

9,50

..

7,16

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por operação

6,50

8,60

32,31

7,66

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por operação

1,00

2,00

100,00

1,24

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por operação

0,00

1,20

..

0,91

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por operação

23,80

27,00

13,45

24,98

Transferência por meio de DOC - DOC Pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,88

Transferência por meio de DOC - DOC eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,18

Transferência por meio de DOC - DOC internet (3)

por evento

6,50

8,60

32,31

7,63

Transferência por meio de TED - TED pessoal (3)

por evento

12,85

20,00

55,64

14,79

Transferência por meio de TED - TED eletrônico (3)

por evento

0,00

9,50

..

7,18

Transferência por meio de TED - TED internet (3)

por evento

0,00

8,60

..

7,69

por operação

30,00

49,00

63,33

42,84

por evento

9,50

18,00

89,47

12,22

a cada 365 dias

24,00

54,00

125,00

44,33

Fornecimento de 2ª via de cartão com função crédito

por evento

0,00

15,00

..

6,20

Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no país

por evento

4,00

15,00

275,00

8,16

OPERAÇÕES DE CRÉDITO

2050,00 (6)

(1)

3800,00 (4)

(3)

(2)

5800,00 (8)

3628,57 (7)

8120,41 (49)

(*) O valor entre parênteses representa o número de imóveis utilizados no cálculo da respectiva média. Na maioria das vezes, somente são publicados valores médios obtidos a partir de quatro imóveis pesquisados. Os casos em que não foi pesquisado nenhum imóvel são indicados por hífen (-). Os valores médios referentes a apartamentos de 1 e 2 quartos da classe luxo são influenciados pela oferta de Flats.

Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA CARTÃO DE CRÉDITO (3) Anuidade - cartão básico nacional

Pagamento de contas utilizando a função crédito em espécie

por evento

1,99

16,00

704,02

8,57

Avaliação emergencial de crédito

por evento

15,00

17,00

13,33

15,25

a cada 365 dias

0,00

90,00

..

86,67

por evento

7,90

30,00

279,75

14,56

Anuidade - cartão básico internacional Utilização de canais de atend. para retirada em espécie - no exterior

(2) Considera-se a média das tarifas praticadas pelos bancos pesquisados

(1) Não são consideradas vantagens progressivas

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

Fonte: Banco Central do Brasil / Bancos - Dados trabalhados pela Fundação IPEAD/UFMG

..

Não se aplica dados numéricos

Valores (em R$)

Contribuição na variação (p.p.)

No mês

Açúcar cristal

3,00 kg

4,66

-0,05

Arroz

3,00 kg

7,44

-0,01

Banana caturra

12,00 kg

20,90

-0,23

Produto

No ano

Últimos 12 Meses

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

ago/12

133,44

196,14

113,39

-1,31

-1,86

-1,01

-3,90

1,34

-6,60

-1,73

3,16

-4,26

Batata inglesa

6,00 kg

18,97

2,05

set/12

132,32

191,90

113,29

-0,84

-2,16

-0,09

-4,71

-0,85

-6,68

-2,46

1,00

-4,25

Café moído

0,60 kg

8,24

0,00

out/12

135,89

199,98

115,41

2,70

4,21

1,87

-2,14

3,33

-4,94

-1,06

6,64

-4,87

Chã de dentro

6,00 kg

103,47

0,42

Farinha de trigo

1,50 kg

3,55

0,05

Feijão carioquinha

4,50 kg

23,16

0,39

7,50 lt

15,94

-0,02

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

nov/12

134,77

202,40

113,14

-0,82

1,21

-1,96

-2,95

4,58

-6,80

-2,95

4,60

-6,82

dez/12

138,81

203,31

118,23

3,00

0,45

4,49

-0,04

5,05

-2,61

-0,04

5,05

-2,61

Leite pasteurizado

jan/13

131,64

192,46

112,19

-5,16

-5,33

-5,10

-5,16

-5,33

-5,10

-3,39

-0,78

-4,75

Manteiga

(1) ICCBH: Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte: trata-se de um indicador que tem por finalidade sintetizar a opinião dos consumidores em Belo Horizonte quanto aos aspectos capazes de afetar as suas decisões de consumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Econômica: retrata a expectativa do consumidor em relação aos indicadores macroeconômicos (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a confiança do consumidor a respeito de alguns indicadores microeconômicos FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

dom 4258.indd 34

Quantidade

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

ND: não disponível

Custo da Cesta Básica(*) – Janeiro de 2013

Índice de Confiança do Consumidor

Período

Média(2) (R$)

CONTAS DE DEPÓSITOS

PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

Casa 4 Quartos e até 2 Banhos

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%)

CADASTRO

(2)

Apartamento 1 Quarto

Apartamentos

ND - não disponível

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

750,00 gr

15,33

0,13

Óleo de soja

1,00 un

3,67

0,00

Pão francês

6,00 kg

44,82

0,08

Tomate Santa Cruz

9,00 kg

45,39

6,89

(*) Cesta Básica: representa os gastos de um trabalhador adulto com a alimentação definida pelo Decreto-lei 399/38 FONTE: Fundação IPEAD/UFMG

25/02/2013 18:27:34


Terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

Cemitério do Bonfim recebe visita guiada uma vez por mês

A primeira visita guiada ao Cemitério do Bonfim em 2013 aconteceu no domingo, dia 24. A atividade, resultado da parceria da Fundação de Parques Municipais com a pesquisadora e professora de História da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), Marcelina de Almeida, pretende apresentar à população os mistérios da construção da necrópole mais antiga da cidade e o significado de suas obras de arte. Durante todo este ano, uma vez por mês, a professora vai apresentar ao público elementos

alegóricos presentes em alguns túmulos imponentes do Bonfim, como os dos políticos Otacílio Negrão de Lima, Raul Soares e Olegário Maciel, além de características dos artistas que trabalharam construindo estes mausoléus. De acordo com Marcelina, esta é uma oportunidade de conhecer um outro lado deste lugar que tem história, cultura e lenda. Planejado pela Comissão Construtora da Nova Capital com o intuito de romper com a tradição católica de sepultar os mortos nas igrejas e com isso afirmar

Centro de Saúde Ouro Preto forma grupos para controle do tabagismo

      

Belo Horizonte como uma capital moderna, o Cemitério do Bonfim abriga túmulos que são verdadeiras obras de arte e que carregam parte da história de Belo Horizonte. A visita guiada começa às 9h e as vagas são limitadas. Para participar o interessado deve realizar sua inscrição pelo telefone 3277-5398 ou pelo e-mail eventosfpm@pbh. gov.br. Nos próximos meses a atividade vai acontecer nos seguintes dias: 24 de março, 28 de abril, 26 de maio, 30 de junho, 14 de julho, 25 de agosto, 29 de setembro, 20 de outubro e 24 de novembro.

35

Fotos: Gercom Pampulha

Poder Executivo

Palestra motivacional foi realizada na última semana

O Centro de Saúde Ouro Preto realizou na última semana uma palestra motivacional para dez usuários tabagistas com o objetivo de conscientizá-los sobre os malefícios causados pelo uso do cigarro e incentivá-los a participar do segundo grupo para controle do tabagismo. A palestra foi coordenada pelo psicólogo Wagner Honorato Dutra, da equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) Pampulha. O Grupo de Controle do Tabagismo é uma iniciativa baseada em uma metodologia elaborada pelo Instituto Nacional do Câncer. O programa é estruturado na terapia cognitivo-comportamental que mobiliza as interações grupais para incentivar e apoiar mudanças. Usa uma combinação de técnicas para auxiliar o paciente a superar o problema, através da mudança de crenças, pensamentos e comportamentos subjacentes ao hábito de fumar. A médica generalista Karine Andrade Silva explicou que a avaliação clínica do fumante é realizada pelos médicos generalistas das equipes de Saúde da Família, que podem prescrever medicamentos voltados para a

terapêutica cognitivo-comportamental. Para identificar o grau de dependência, é aplicado o Teste de Fagerström e só então são prescritos os medicamentos orais como a bupropiona e nortriptilina, além de adesivos e pastilhas de nicotina, todos disponíveis na farmácia da Secretaria Municipal de Saúde. “Vale frisar que os medicamentos, isoladamente, têm pouca resposta, mas aliados à terapia comportamental apresentam excelentes resultados”, esclareceu. Todos os usuários presentes na palestra se inscreveram para participar deste segundo grupo de controle do tabagismo, sendo que o primeiro grupo formado conta com 15 participantes. No primeiro mês, os encontros com os participantes acontecerão semanalmente para discussão de temas e estratégias que auxiliam na superação do vício. Haverá, posteriormente, seis encontros de manutenção com a participação de equipe interdisciplinar. O Centro de Saúde Ouro Preto fica localizado na rua Jonas Jean, 77, no bairro Ouro Preto. O telefone para contato é 3277-7133.

Frequentadores dos grupos de convivência da pessoa idosa da Regional Centro-Sul voltaram a se reunir na última semana, no auditório da regional Centro-sul (rua Tupis, 149, 9º andar) após dois meses de férias. Para iniciar as atividades de 2013, foram promovidos uma palestra sobre a dengue e um bate-papo. O encontro fez parte das atividades do Plano de Ação de Prevenção e Combate à Dengue da Regional Centro-Sul. Na ocasião,

dom 4258.indd 35

a referência técnica da Gerência de Epidemiologia, Paula Soares Barbosa, expôs de forma interativa as características do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, os sintomas da doença e as formas de prevenção. O fórum contou com a participação de 23 idosos, que se mostraram surpresos com algumas informações pertinentes à dengue. Muitos deles interagiram, tirando dúvidas sobre a doença e contando

experiências que já vivenciaram sobre o assunto. Moradora da Vila Nossa Senhora de Fátima, Maria Geralda Ribeiro ressaltou que já aderiu como hábito algumas medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito. “Eu sempre faço o que posso para evitar focos de dengue na minha casa, mas hoje descobri que até lixeiras podem acumular água e se tornar um problema”, disse. Durante a palestra, os idosos receberam material informativo

que ensina como eliminar os criadouros do mosquito em apenas dez minutos. Participante do grupo de idosos do Espaço BH Cidadania/ Cras Vila Marçola há cerca de 5 anos, Maria Francisca de Jesus acredita que debater a dengue é uma medida importante para todos. “Falar sobre esse assunto é um alerta para as pessoas, pois é importante que todos conheçam os riscos da dengue e fiquem informados sobre como evitar”, ressaltou.

Nayara Maltaw

Fórum do Idoso Centro-Sul promove bate-papo sobre a dengue

25/02/2013 18:27:39


BELO HORIZONTE 36

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Marcelo Duarte, autor do “O Guia dos Curiosos”, participa de palestra na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil rádios Bandeirantes e Band News FM, de São Paulo. Escreve todas as semanas a página Curiocidade no suplemento “Divirta-se” do jornal O Estado de S. Paulo e colabora em uma série de publicações.

O autor

Nascido em São Paulo há 48 anos, Marcelo Duarte é jornalista desde 1984 e já publicou mais de 20 livros. Na TV, apresenta o “Loucos por Futebol”, da ESPN Brasil, e tem programas nas

Projeto

Viabilizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o projeto Encontro com o Autor promove palestras e lançamento de livros e propõe a valorização e a disseminação da leitura e da escrita como práticas culturais. Os encontros pretendem estimular a discussão de temas sobre formação de leitores. As atividades acontecem na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte e têm entrada gratuita. No dia 25 de junho, o Encontro com o Autor abriu sua série de eventos com a escritora colombiana Yolanda Reyes. Na segunda edição, em 4 de setembro, foi a vez da poetisa e haicaísta paranaense Alice Ruiz. Já em 6 de novembro, no terceiro encontro, o projeto recebeu Otávio Júnior, autor de “O Livreiro do Alemão” (Panda Books, 2011).

Exposição no bairro Salgado Filho mostra as atividades de comunicação social da PBH do acervo do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte e foi recentemente arranjado e descrito. Composto por fotografias, peças publicitárias em formatos variados, jornais e revistas oficiais, entre outros materiais, esse conjunto documental apresenta inúmeros indícios dos esforços de comunicação da Prefeitura. Os registros expostos evidenciam o papel central da comunicação na busca da construção de legitimidade para os projetos políticos elaborados pelas diversas gestões do executivo municipal. Percebe-se o duplo esforço do poder públi-

co de mapear as demandas sociais e de tentar construir discursos que, ao mesmo tempo, prestam contas de sua atuação e reafirmam a pertinência de suas ações. A mostra possibilita que o público perceba as várias atividades desenvolvidas pela Prefeitura destinadas à comunicação tanto para a cidade quanto para seus próprios funcionários. Além desses esforços de comunicação, também há na exposição registros do diálogo da cidade com a Prefeitura, demonstrando como os belo-horizontinos percebiam as atividades do poder público.

Breno Pataro

A Fundação Municipal de Cultura, por meio do Arquivo Público, promove a mostra “Entre discursos e diálogos: registros da comunicação social na Prefeitura de Belo Horizonte”. A exposição itinerante tem como proposta mostrar a trajetória das atividades de comunicação social da PBH ao longo dos anos. A mostra já passou pela Câmara Municipal de Belo Horizonte e entra em cartaz hoje, às 19h, no Centro Cultural Salgado Filho (rua Nova Ponte, 22, bairro Salgado Filho). A exposição poderá ser vista de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h, até o dia 27 de março. A mostra trata do desenvolvimento das ações de comunicação do poder público municipal. A maioria dos registros que serão apresentados compõe o Fundo de Assessoria de Comunicação Social do Município, que faz parte

tema de jogos, cards e figurinhas. Na orelha do livro, a jornalista Rosana Hermann resume a importância de “O Guia dos Curiosos”: “É uma enciclopédia de um volume só, uma viagem rápida ao alcance da mão, uma diversão, um oráculo. Abrindo-o aleatoriamente em qualquer página, pode servir de fonte divinatória para guiar nosso dia. Na cabeceira, proporciona a inspiração necessária para criar sonhos”.

Fotos: Divulgação

O projeto Encontro com o Autor, em sua quarta edição, recebe hoje o jornalista e escritor Marcelo Duarte para a palestra “Literatura de Almanaque – a curiosidade na formação de leitores” e, também, para um bate-papo sobre seu livro “O Guia dos Curiosos” (Panda Books, 2005). O autor recebe o público às 19h, na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (rua Carangola, 288, bairro Santo Antônio). As inscrições, gratuitas e com vagas limitadas, podem ser feitas no site encontrocomoautor.blogspot.com. Os primeiros 50 inscritos ganharão um exemplar do livro. Lançada em 1995, a publicação foi totalmente reformulada em 2005. Ganhou novo projeto gráfico, novas ilustrações e outras 160 páginas de curiosidades inéditas. Em quase 18 anos de vida, o grande almanaque de informações úteis e inúteis ficou 16 semanas em primeiro lugar na lista dos mais vendidos e foi o livro de não-ficção mais comercializado em seu ano de estreia no mercado editorial, com 189 mil exemplares vendidos. Atualmente seu conteúdo é

Exposição mostra o desenvolvimento das ações de comunicação do poder público municipal

Regional Venda Nova começa a planejar Pré-conferência da Juventude da Costa, no bairro Rio Branco, no dia 11 de maio, das 8h às 17h. Estiveram presentes representantes da Secretaria Municipal de Governo, da Coordenadoria da Juventude e da Secretaria Municipal Adjunta de Gestão Compartilhada, os gerentes de Políticas Sociais, Educação e

Divulgação

A Regional Venda Nova, por meio da Gerência de Políticas Sociais, realizou na última semana, no auditório da sede da rua Padre Pedro Pinto, 1.055, uma reunião de planejamento da Pré-conferência da Juventude, que ocorrerá na Escola Municipal Geraldo Teixeira

Planejamento do evento voltará a ser debatido no próximo dia 22 de março

dom 4258.indd 36

Defesa Social. O tema da Pré-conferência deste ano, “Jovem: sua voz pode fazer a diferença”, aponta cinco eixos para orientação das atividades: Trabalho e Renda, Cultura, Educação, Qualidade de Vida e Direitos Humanos. A gerente de Políticas Sociais, Agda Francisco, falou da importância da realização da Pré-conferência da Juventude para as políticas públicas e da necessidade de se atingir o público jovem para a garantia de direitos deste segmento da população. A eleição dos novos membros do Conselho Municipal da Juventude de Belo Horizonte, bem como a definição de prioridades nas ações da Coordenadoria da Juventude, relativas às políticas públicas para os jovens foram debatidos. Outro assunto que entrou em pauta foram os critérios das

inscrições para a Pré-conferência, que devem ser realizadas em local de fácil acesso ao público, favorecendo a participação dos jovens da região (confira detalhes abaixo). O grupo decidiu reunir-se novamente no próximo dia 22, a fim de dar continuidade ao

planejamento do evento. A Pré-conferência é preparatória para a Conferência Municipal da Juventude, que acontecerá nos dias 7 e 8 de junho, no Instituto Isabela Hendrix, e contará com a participação dos delegados regionais, que serão eleitos na Pré-conferência.

Locais de inscrições para a Pré-conferência da Juventude de Venda Nova

Centro Cultural Venda Nova (rua José Ferreira dos Santos, 184, Letícia) Centro de Apoio Comunitário Venda Nova (rua João Ferreira da Silva, 285, Paraúnas) Cras Apolônia (rua Visconde de Itaboraí, 304, Jardim Leblon) Cras Lagoa (rua José Sabino Maciel, 120, Lagoa) Cras Mantiqueira (rua Luzia Salomão, 300, Mantiqueira) Escola Municipal Professora Ondina Nobre (rua Radialista José Junquilho, 417, Céu Azul) Fica Vivo Minas Caixa (rua Manoel Cunha, 1, Minas Caixa)

25/02/2013 18:27:44

DOM - 26/02/2013  

Diário Oficial do Município

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you