Page 4

4 para melhor envolver e desafiar os educandos, mas em que ele já sabe a solução correta. E que, logo depois de alcançada a sua solução, ele é lançado outro problema, um pouco mais complexo, para o ensino avançar em outros aspectos. Portanto, não é uma problematização utilizada apenas como estratégia de tornar mais ativa e eficaz o aprendizado de conteúdos que se avaliou como importantes. A problematização utilizada pela EP tem como base uma epistemologia (um modo de processar e elaborar a produção do conhecimento) diferente, que parte do pressuposto da incompletude de todos os saberes. Para sua superação, não basta buscar apenas a interdisciplinaridade e o diálogo de especialistas no tema para a construção do conhecimento necessário, mas também, e fundamentalmente, a valorização dos saberes dos usuários, dos moradores e dos movimentos sociais envolvidos. Estes saberes valorizados pela EP não são apenas conhecimentos logicamente estruturados, mas também saberes de outra natureza, como os saberes vindos da intuição, da sensibilidade e da emoção que surgem na arte, na vida espiritual, no envolvimento amoroso, na contemplação, nas brincadeiras, nas festas e na agressividade guerreira. É impressionante como as classes populares latinoamericanas e seus movimentos sociais se tornam ricos e ficam a vontade quando estes outros saberes são acolhidos e valorizados. Na EP, a problematização não se esgota no encontro compartilhado de uma solução. Ela continua na sua implementação na realidade concreta, gerando novos desafios e reflexões. Os resultados da ação, com suas insuficiências, geram novas problematizações. Os fracassos e sucessos inesperados ensinam dimensões antes não consideradas. Um processo sem fim de reflexão, ação, reflexão, ação... Trata-se, portanto, de uma problematização vinculada à realidade e comprometida com sua transformação, o que não corre em muitas metodologias ativas e problematizadoras que são difundidas no setor saúde. Esta metodologia da problematização também cria problemas. Complica o que antes parecia mais simples, pois traz a tona outras dimensões e valoriza interesses e propostas que normalmente não são consideradas. Gera conflitos. Pela leitura da dinâmica social feita pela EP, a realidade se transforma também

Educação Popular  

Educação Popular

Advertisement