Page 1

Acre, Quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

pra seu governo Ano I - Edição 2

Informativo Oficial do Governo do Estado do Acre editado pela Secretaria de Estado de Comunicação

Centros de Saúde ampliam e melhoram atendimento

T

rês centros de saúde funcionando das 7 às 20 horas, com quatro clínicos, um pediatra e um ginecologista, com atendimento por demanda livre, sem necessidade de fichas e médicos atendendo em regime de plantão. Esta foi uma das primeiras medidas adotadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, no início de 2011. E o trabalho já mostra resultados. Na avaliação do primeiro mês desta parceria firmada entre governo e prefeitura de Rio Branco na ampliação do atendimento nas unidades de saúde Eduardo Assmar, São Francisco e Augusto Hidalgo de Lima, o número de pacientes atendidos foi quatro vezes maior. No Augusto Hidalgo de Lima, por exemplo, foram realizadas 1.879 consultas em dezembro e, no mês seguinte, já com a parceria formalizada, o número saltou para 6.658 atendimentos. Os números são igualmente expressivos no Eduardo Assmar, no Segundo Distrito de Rio Branco. Em dezembro foram realizadas 1.578 consultas e, em janeiro, 6.288. Já no centro do São Francisco foram 5.966 atendimentos em janeiro contra 1.471 no mês anterior. A ampliação do número de médicos nos centros de saúde elevou para mais de 19 mil o número de consultas. Para que essa realidade fosse possível, o governador Tião Viana iniciou o mandato contratando 36 médicos. Kárita Melo, acreana recém-formada pela Universidade Federal do Acre (Ufac), recebeu o diploma de médica junto com o CRM e o contrato de trabalho. Ela é uma

Sérgio Vale/Agência de Notícias do Acre

Médica e paciente: relação humanizada no tratamento de saúde

Consolidado Geral de Consultas Médicas nas Unidades de Referência em Rio Branco de Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011. 7.000

6.658 6.288 5.966

6.000

5.000

4.000

3.000

2.000

1.879 1.578

1.471

1.000

0 Eduardo Assmar

São Francisco dez/10

das profissionais contratadas pelo Governo do Estado: “Eu não imaginei que teria emprego tão rápido, porque ainda estamos no período de festividades da formatura. Eu vejo esse novo momento na saúde

Augusto Hidalgo

jan/11

com muita alegria. Sei que a saúde é a grande prioridade para o Governo e isso vai ser bom tanto para os médicos, que terão condições de realizar um bom trabalho, quanto para a população, que será melhor atendida”.


Acre, Quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

PALAVRA DE HONRA

Transparência

2

O governador Tião Viana tem repetido que quer transparência nas ações governamentais. Pra começar, recomendou aos secretários e assessores que retirassem a película escura dos carros oficiais. Em outras ocasiões, lembrou que cabe aos secretários de Estado divulgar suas atividades, para que a população entenda e acompanhe a execução dos projetos de governo. Na terça-feira passada, durante o lançamento deste boletim, o governador foi além: disse que espera de todos os assessores muito respeito e interesse pelo trabalho dos jornalistas. Esclareceu que um governo dinâmico necessita que a população acompanhe esse ritmo, e os jornalistas serão parceiros nesse processo. Na ocasião, Tião Viana anunciou que está cuidando de dotar a Rádio Difusora de equipamento adequado para que funcione com alcance de 10 quilowatts de potência, de tal forma que possa ser sintonizada em todo o estado com perfeição. Atualmente, a emissora funciona com apenas 1 quilowatt. Também a Rádio Aldeia FM receberá apoio e aperfeiçoará sua programação. Nos próximos dias estará introduzindo, a cada 15 minutos, notícias entre a seleção musical. O boletim Pra Seu Governo circula às quartas e quintas em formato A4, com quatro páginas coloridas, fará sempre uma síntese da ações do governo propiciando leitura rápida e atraente.

ENTREVISTA Gleilson Miranda/Agência de Notícias do Acre

A secretária Suely de Souza Melo da Costa (foto) é acreana de Rio Branco e possui vasta formação acadêmica: é doutora em Ciências Biológica pela Universidade Federal de São Carlos – SP, professora e pesquisadora da Universidade Federal do Acre do Acre. Ocupa o cargo de secretária Estadual de Saúde pela segunda vez.

Humanismo na saúde Quais são metas do governo Tião Viana para a Saúde ? Nosso foco é o de humanizar os serviços de Saúde, levando além de um atendimento de qualidade, um melhor acolhimento do cidadão. Além disso, queremos fortalecer a atenção básica e regular os serviços de saúde. Quais foram as principais ações nestes dois primeiros meses de gestão? Primeiro a reestruturação dos processos de trabalho e o desenvolvimento de um modelo de gestão e gerenciamento de três Unidades Básicas de Saúde de Rio Branco (Augusto Hidalgo de Lima, Eduardo Assmar e São Francisco). O modelo baseado em atendimento por cotas médicas foi adequado para um modelo baseado em demanda livre, com os centros funcionando 12 horas por dia, com duas equipes com contrato de 30 horas semanais; cada equipe composta por 4 médicos

clínico geral, 1 pediatra e 1 ginecologista. Isso significa dizer que os médicos não têm mais fichas limitadas de atendimento por dia, eles cumprem agora uma carga horária de trabalho. Outra ação importante é a Operação Guerra Contra a Dengue, lançada no dia 3 de fevereiro. Esta ação é realizada de forma integrada com a Prefeitura de Rio Branco, e ainda conta com apoio do Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros. Nesta operação estamos com frente de trabalho envolvendo mobilização social, operação limpeza, visita domiciliar, num esforço conjunto do governo com a sociedade, instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e igrejas. O que a população pode esperar da secretária de Saúde Suely Melo? Muita dedicação e responsabilidade na gestão da Politica Estadual de saúde.

AGENDA Data: 10 de fevereiro de 2011 9 horas - Lançamento do Edital 2011 para inscrições na Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. Local: Hall de entrada do estádio Arena da Floresta _____________________________________________________ 17 horas - Entrega de dois ônibus do Procon Móvel que irá ampliar o atendimento itinerante do órgão de serviço de proteção ao consumidor. Local: Praça Eurico Dutra, em frente ao Palácio Rio Branco.


Acre, Quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A

Moradores de Cruzeiro do Sul se organizam em cooperativa

Secretaria Extraordinária de Pequenos Negócios iniciou atividades no Vale do Juruá. O começo foi em dois bairros considerados mais carentes de Cruzeiro do Sul: o bairro da Lagoa e o Miritizal. Depois da identificação das pessoas interessadas e alguns encontros de capacitação, o bairro da Lagoa já formaliza a criação da sua cooperativa de pequenos negócios, que envolve 30 pessoas que escolheram trabalhar em dois ramos: produção de alimentos e estética. Segundo a secretária adjunta de Pequenos Negócios, Sílvia Monteiro, a secretaria vai investir R$ 1.200 para equipar cada cooperado. A família de Flávio Santos de Souza, morador da Lagoa, trabalha há 45 anos no conserto de motores de barcos e produção de palhetas de alumínio. Ele ficou satisfeito pelo interesse do governo do Estado em ajudar os pequenos. Ele conta que seu negócio vai bem e muitas vezes não dá conta do serviço, especialmente por falta da matéria-prima, o alumínio.

Onofre de Souza

Secretaria de Pequenos Negócios vai investir R$ 1.200 mil para equipar cada cooperado

Edimara Melo Souza também participou da capacitação oferecida pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e ficou animada com a formação da cooperativa e a garantia de apoio por parte da Secretaria de Pequenos Negócios. Com otimismo, ela conta que escolheu trabalhar na área de alimentação, já que sabe cozinhar, fazer bolos, salgadinhos e doces. O superintendente da OCB no Acre, Emerson Costa Gomes,

e a facilitadora Solange Lins acompanharam a secretária Silvia ao Vale do Juruá. A OCB tem importante participação nas atividades da secretaria, ensina o que é cooperativa, seus direitos, deveres e ajuda na identificação de potenciais. Segundo Silvia, a secretaria também vai apoiar iniciativas individuais, mas o interesse maior é o apoio à iniciativas coletivas, especialmente com a formação de cooperativas.

Reunião com associações Outra importante atividade da Secretaria de Pequenos Negócios foi a reunião com presidentes de Associação de Moradores de Cruzeiro do Sul e a diretoria da União Municipal de Associações de Moradores (Umam). Ficou acertado que eles serão responsáveis pela identificação de interessados e de atividades que podem ser apoiadas nos bairros. A secretaria vai aguardar a pesquisa e iniciar a capacitação. A ideia é formar uma grande cooperativa de serviços e negócios que abranja todas as associações. Silvia destacou a importância de trabalhar com os presidentes de bairros. “A essência do programa de governo para nossa secretaria é trabalhar com as comunidades. Os seus representantes merecem todo respeito, porque eles têm

essa relação direta com os moradores e as reivindicações são eles que recebem em primeira mão. Nossa aproximação com eles tem que ser intensa”, disse. O presidente da Umam, Expedito Ribeiro, pediu apoio ao governo e ficou surpreso com a rápida resposta. “Nós, do movimento comunitário, estamos sensibilizados pela agilidade e o respeito que hoje estamos tendo por parte do governo do Estado. Nossa expectativa é de que possamos ter essa parceria e que juntos possamos dar oportunidade às famílias carentes de nosso município.” O presidente do bairro Saboeiro, Francisco Lopes, também avaliou como positivo o interesse da Secretaria de Pequenos Negócios de investir nos bairros. Ele contou que em

seu bairro a renda per capita é muito baixa e que só o apoio do governo pode mudar isso. O bairro, situado nas proximidades do rio Moa, tem muitos agricultores e extrativistas, e uma das possibilidades que ele vê é a extração do óleo de buriti. Ele também quer a parceria do governo para instalar um local onde as mulheres do bairro possam trabalhar com confecções. A presidente do bairro João Alves, Glória Magalhães, destacou: “É tudo muito rápido nesse governo. Considero de grande importância para nossa comunidade essa parceria. Nunca tínhamos tido essa oportunidade. Os investimentos serão feitos baseados na necessidade e potencial de cada comunidade, o que significa garantia de melhorias”. (Flaviano Schneider)

3


Acre, Quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Sérgio Vale/Agência de Notícias do Acre

Acre poderá ter toda energia de fonte renovável

A meta é construir 5 mil tanques de piscicultura no Acre

Governo e empresários apostam na piscicultura 4

O Governo quer tornar o Acre em um dos maiores produtores de surubim (pintado), tambaqui e pirarucu da Amazônia. Para isso vai desenvolver projeto através de parceria entre o público, o privado e o comunitário. Previsão é que já em 2013 o Acre esteja exportando peixe produzido por pequenos, médios e grandes piscicultores. O Governo está investindo em açudes, tecnologias, frigoríficos e - o mais importante - na articulação de uma cadeia produtiva do peixe, que será produzido e processado no Estado. O mercado interno ganhará um peixe mais barato e o excedente será exportado, num negócio que movimentará milhões de reais ao ano. Para a consolidação da cadeia produtiva, um investimento no Complexo Industrial do Peixe é necessário, incluindo uma fábrica de ração e o frigorífico. Os recursos para a iniciativa somam R$ 40 milhões e serão divididos entre o Governo e a iniciativa privada, que está

formando uma cooperativa para atuar na gestão do negócio, que também terá a participação de pequenos produtores. A meta é de construir 5 mil tanques de piscicultura. “Queremos um investimento onde os produtores acreanos possam, unidos, investir e ganhar dinheiro, por isso a preocupação do Governo em reunir os empresários locais e apresentar a decisão de criar e fortalecer essa cadeia produtiva do peixe no Acre”, explicou o secretário de Agropecuária, Mauro Ribeiro. Para Jaime Brun, do Projeto Pacu, o mais reconhecido centro de piscicultura do Brasil, o investimento na indústria do peixe no Acre não é apenas viável, mas rentável. “O Acre reúne todos os fatores favoráveis para a piscicultura”. O empresário Walmir Ribeiro aposta no negócio: “Eu não tenho dúvidas de que a piscicultura é um negócio lucrativo e altamente viável para o Estado”. Editado pela Secretaria de Estado de Comunicação

O governador Tião Viana recebeu, nesta terça, em seu gabinete, o executivo inglês Eric Bettelheim, internacionalmente reconhecido por sua atuação em mercados ambientais, financeiros e de investimentos. Bettelheim representa um grupo de investidores externos que quer injetar US$ 600 milhões no Estado até 2018. Inicialmente seriam investidos US$270 milhões no reflorestamento de 130 mil hectares de floresta. E outros 330 milhões estão previstos para a geração de 200 megawatts de biomassa, que é a substância da derivação recente de organismos vivos, utilizada como combustível. Trata-se de um recurso natural renovável, que abasteceria três usinas, as quais, juntas, podem prover todo a energia do Estado. “O Acre pode, rapidamente, ser o único lugar no mundo a ter toda a sua energia limpa por meio de fontes renováveis. Seria a fundação para o crescimento industrial”, afirmou Bettelheim. O projeto deverá gerar 16 mil empregos nos próximos seis anos, seis mil diretos e 10 mil indiretos.O início do projeto tem data marcada: janeiro de 2012. Sérgio Vale/Agência de Notícias do Acre

Bettelheim com Tião Viana

www.agencia.ac.gov.br praseugoverno@ac.gov.br

PSG_2_10022011  

2a. Edição do Informativo Oficial do Governo do Estado do Acre do dia 10 de fevereiro de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you