Page 1

A FOTOGRAFIA *** O SOM Rafael Bacelar

AUDIO VISUAL


1 – Escrever com a luz. Enxergar com a lente. 2 – Como iluminar a cena? Onde posicionar a câmera? 3 – Ação!

“Laranja Mecânica” - Stanley Kubrick

“A técnica nunca vai lhe dar boas idéias, só vai lhe possibilitar concretizá-las.”

Edgar Moura


“Lavoura Arcaica” - Luiz Fernando Carvalho - Brasil


“Não basta a fotografia ser boa, tem que ter impacto.”

Edgar Moura

“O Labirinto do Fauno”- Guillermo del Toro – Estados Unidos, Espanha e México


“Oito e Meio” - Federico Fellini - Itália


“Cidade de Deus” - Fernando Meirelles e Kátia Lund - Brasil


1 – Da arte de pintar com a luz. A iluminação e suas características Photos + Graphein = a grafia da luz

I – Direção II – Temperatura III –Intensidade

“Paris Texas” - Wim Wenders - Alemanha


“Invocação de São Mateus” Caravaggio (1600)

A luz do pintor renascentista Caravaggio. O que ela sugere? Que sensações transmite?


“A Ceia em Emaús” (1601) - Caravaggio


I – Direção da luz

De onde vem a luz? Onde está a fonte de luz? Onde colocar o refletor?

1 – Cima / Baixo 2 – Esquerda / Direita 3 – Frente / Trás “Blade Runner – O Caçador de Andróides” - Ridley Scott – Estados Unidos A direção da sombra indica a posição do refletor.


Iluminacao de três pontos = Triângulo de luz

Ataque Compensação Contra Luz “Cinema Paradiso” - Giuseppe Tornatore – Itália, França


Ataque (Key Light)

O Ataque “ideal”: A janela do pintor holandes Vermeer.


Compensação

Rembrandt Van Rijn, pintor holandês, 1606 a 1669


Contraluz


Silhuetas


Silhuetas


II - Intensidade da fonte de luz (e das sombras)

1 – Dura ou Suave 2 – Direta ou Rebatida 3 – Filtrada ou Natural

“Blade Runner – O caçador de Andróides”

“O fabuloso destino de Amelie Poulain”


1 – Dura ou suave

“Lavoura Arcaica”

“Assassinos por Natureza”


2 – Luz Direta Luz rebatida Luz filtrada

“Wall-E”


3 – Filtrada ou Natural

Recursos: Rebatedores Difusores

“Wall-E”


Efeitos da Intensidade da luz

1 – Super-exposta 2 – Exposição “correta” 3 – Sub-exposta

“Assassinos por Natureza”

Recursos da Câmera:

- A íris (diafragma)

“Sonhos de Kurosawa”


3 - Temperatura das fontes de luz A temperatura da luz varia de acordo com o tipo fonte, seja ela natural ou artificial. - céu azul sem nuvens gera a luz mais fria. -o sol a pino do meio-dia é o metade da escala - a luz do fogo é mais quente - e as cores? Recursos da Câmera: -White Balance -Menu das câmeras digitais e celulares (símbolos - lampada, nuvem, luz fria etc) Recursos na fonte de luz e ou na lente: - Gelatinas - Filtros


Misturando fontes de luz de tipos diferentes Photos + Graphein = a grafia da luz

“Paris Texas” - Wim Wenders - Alemanha

Qual a importância de controlar também a temperatura de luz no documentário? E se não prestarmos atenção nisto?


PAR (Parabolic Aluminized Reflector)

PincĂŠis Fresnel

Soft Light


Elipsoid al Bruto – Mini-Brut, Brut e Maxi-Brut

HMI (Hidrargyrum Medium Arch-Lenght Iodide)

Kino Flood


Sets de iluminação

Set de “Assassinos por Natureza”


Set de luz em estĂşdio de TV


Recursos da Câmera: - Obturador (Shutter)

Exposição rápida

Exposição lenta


Recursos da C창mera: -Lentes - A lente Zoom

Lente Normal Lente Grande Angular

Lente Tele Objetiva


2 – Onde colocar a câmera? Em busca da identidade visual

1 – Composição de imagens 2 - Continuidade espacial (Eixo e plano/ contra plano)

Filmagens de “Terra em Transe” - Glauber Rocha Brasil

Filmagens de “Bastardos Inglórios” - Quentin Tarantino – Estados Unidos


“Lavoura Arcaica”

FALANDO A LÍNGUA DO AUDIOVISUAL: QUADROS, PLANOS, ENQUADRAMENTOS, CORTES…


I – O compositor de imagens

1 – Planos, Posições, Movimentos de Câmera e Tamanho dos planos 2 – Enquadramentos 3 – Linhas de força 4 - Profundidade de campo

“Paris Texas”


Tamanho do Quadro - nomes dos Planos Audiovisuais

Plano Geral (PG) Plano Conjunto (PC) Plano Americano (PA) Plano Médio (PM) Primeiro Plano ou close-up (PP) Primeiríssimo Primeiro Plano ou super close-up (PPP) Plano Detalhe (PD)

Filmagens de “Na Natureza Selvagem”

Grande Plano Geral (GPG)


Duração dos Planos

Planos curtos Plano Sequência Plano Master

“Festim Diabólico”


Posições de câmera

Lateral Câmera Normal Plongée Contra-plongée A Câmera Zenital

Francis Ford Copolla na câmera

Frontal


Movimentos de c창mera

Panor창micas ou pans Chicotes Tilts Zooms ins e Zoom outs Travelling Grua Dolly C창mera na m찾o Steadycam


Enquadramentos 1 – Regra dos terços 2 – Descentralizado 3 – Inclinado 4 – Segundo Ponto de Interesse


Regra dos Terテァos e Pontos テ「reos


Descentralizado

“Lavoura Arcaica”


“Fortunate Song”


Inclinado

“Goya”


“Quem Quer Ser Um Milionário?”


Linhas de Força

1 – Linhas Horizontais 2 – Linhas Verticais 3 – Linhas Curvas 4 – Linhas Diagonais


Linhas Horizontais

Flavio Damm


Linhas Verticais

Sebasti達o Salgado


Linhas Curvas

Henri Cartier Bresson


Linhas Diagonais

“Réquiem para um Sonho”


Profundidade de Campo 1 – Ponto de fuga 2 – Planos de profundidade

Recursos da Câmera: - As Lentes

“Réquiem Para um Sonho”

3 – Perspectivas


Blade Runner – O Caçador de Andróides


Ponto de Fuga

“O Labirinto do Fauno”


“City Jungle”


Escher Relativity


Planos de Profundidade 1 – 1º plano, 2º plano, etc. 2 – Molduras


Molduras

Christian Mainhard


“Desconstrução”


Perspectivas

1 – Massa 2 – Linha 3 – Tonalidade 4 – Foco

“Peixe Grande”


Perspectiva

“Trainspotting ”


Perspectiva - Linhas


Perspectiva - Tonalidade

1


Perspectiva - Foco

Recursos da Câmera: – Relação entre íris, obturador e distância focal


“Na natureza Selvagem”


Continuidade espacial 1 – Plano e contraplano

“Lavoura Arcaica”

2 – Eixo de câmera


Plano e Contra-plano

“Tropa de Elite”

“Matrix”


Eixo de câmera

“Cinema Paradiso”


“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”


Efeitos especiais -Chroma Key

“300”

“Cin City”


3 – Ação!

– Decupagem técnica e storyboard – Lista de equipamento e planta baixa – Cuidados com o equipamento - Organização do material bruto


Decupagem Técnica Queimado - Decupagem

Cena

Plano

3

Set

Locação Luz Elenco Figuração

Objetos

Figurinos Obs. Produção

1.1

PA - Câmera na mão. Apresentação do local e de Grande. Lugar lotado, Grande suado em meio as pessoas.

Casa de Show

Cipó

Levar cd de Posteres metal. de rock (no Preto, as Noit Grande 15 local tem Camisas Covocar pessoas e figurantes quadros da de Rock. avisando que Janis é pra ir Joplin) "ROCK"

1.2

Zenital da escada - pessoas dançando

Casa de Show

Cipó

Noit e

2.1

PG - tripé - Carro passa.

3.1

Detalhe lata balançando no fundo do carro.

Carro

Interior carro

Noit e

x

x

lata de cerveja

3.2

Detalhe rádio ligado.

Carro

Interior carro

Noit e

x

x

Rádio

3.3

PM - Grande. A luz do poste ilumina Grande qdo passa.

Carro

Interior carro

Noit Grande e

1

2

Descrição

Ruas do Suburbio

x

Rua do Noit Paulinho e Grande

15 figurantes

x

x

Carro


Story Board


2 - Lista de equipamento

A necessidade do check-list


Planta Baixa

Cuidados Cuidadoscom comooequipamento equipamentoeeorganização organizaçãodo domaterial materialbruto bruto


O SOM NO AUDIOVISUAL

Arcos da Lapa – Heitor dos Prazeres (1898-1966)


Componentes da trilha sonora: - fala (locução e diálogos) - efeitos (ruídos ambientes, barulhos captados e efeitos sonoros especiais ou inseridos na mixagem) - música

Tratamento sonoro na ficção e no documentário


Tipos de Microfones: - Shotgun ou Boom (direcional) - microfone de mão (“sorvetão) - microfone lapela - microfone integrado no equipamento (câmera, celular etc).


* monitoramento de som * Ambientes extremamente barulhentos: função ATT (attenuator) – prós e contras; * cuidados com o equipamento: a fragilidade dos microfones


“The Lady of Shalott” (1888) - John William Waterhouse


Edward Hopper


Bresson


Bresson


Mario Cravo Neto


Bresson


Sebasti達o Salgado


Wang Gangfeng


Noélia Albuquerque


Noélia Albuquerque


Walter Carvalho


“O Mágico de Oz”


“Adventures of Robin Hood”


“Jules e Jim”


“Jules e Jim”


“Jules e Jim”


“Janela Indiscreta”


“O Homem que não estava lá”


“O Homem que não estava lá”


“O Homem que não estava lá”


“Guerra nas Estrelas


“Guerra nas Estrelas”


“O Exterminador do Futuro”


“O Exterminador do Futuro”


“Cinema Paradiso”


“A Maldição da Flor Dourada”


Momento RĂŠquiem para um sonho


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


“Réquiem para um Sonho”


Momento AmĂŠlie Poulain


“Cidade Baixa”


“Apocalipse Now”


“Trainspotting”


“Trainspotting”


Momento Blade Runner


“Cidade de Deus”


“Desconstrução ”


“Sanmanoaji ”


Momento Stanley Kubrick

“O Iluminado”


2001 – Uma Odisséia no Espaço


2001 – Uma Odisséia no Espa


2001 – Uma Odisséia no Espaço


“Cin City”


“Cin City”


“Cin City”


“Casablanca ”


Momento Lavoura Arcaica


“Alphaville ”


Momento Terra em Transe


Momento Cidad達o Kane


fotografia e som - Bacelar  

ppt aula foto e som, elaborado por rafael bacelar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you