Issuu on Google+

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL


INTRODUÇÃO Este trabalho será realizado com o intuito de explicar as alterações climáticas, assim como o desenvolvimento sustentável. Desta forma, farei um trabalho que, resumidamente, englobará estes dois temas que são uma grande preocupação da sociedade moderna.


• Desde a formação da Terra, há mais de 4600 milhões de anos, o clima tem sofrido algumas alterações. • Durante milhares de anos, essas alterações, foram lentas e estavam ligadas a causas naturais.


• Com a revolução industrial, que teve início em meados do século XVIII, o Homem passa a ser o principal causador das mudanças climáticas.

• A partir daí, essas alterações têm sido muito mais significativas e prejudiciais para o planeta Terra.


CONSEQUÊNCIAS DA POLUIÇÃO DO AR • Aquecimento global; • Chuvas ácidas; • Destruição da camada de ozono.


O AQUECIMENTO GLOBAL tem como efeito: • A fusão dos glaciares dos pólos; • A subida dos níveis do mar que provocará a inundação e erosão das zonas costeiras; • As secas serão mais rigorosas; • Os desertos avançarão, transformando terras férteis em terrenos áridos;


• As tempestades e os incêndios serão mais frequentes; • Muitas espécies animais e vegetais podem desaparecer; • Mudança do clima favorecerá a difusão de doenças; • Reservas de água doce e a produção de alimentos podem ser afetadas, uma vez que as secas e as inundações afetarão a agricultura.


CHUVAS ÁCIDAS

As chuvas ácidas são chuvas com um pH de acidez acima da média, uma acidez muito significativa e com valores superiores aos normais. Este fenómeno tem vindo a ser cada vez mais significativo.


Formação das chuvas ácidas As reacções em que compostos de enxofre e azoto reactivo são agentes activos, irão provocar um aumento de acidez da água, para valores muito superiores aos valores considerados normais. Isto acontece porque o resultado dessas reacções são ácidos como o ácido sulfúrico e nítrico, que são ácidos com efeitos bastante negativos e devastadores.


EFEITOS SOBRE A SAÚDE HUMANA A chuva ácida liberta metais tóxicos que estavam no solo. Esses metais podem contaminar os rios e serem inadvertidamente utilizados pelo homem causando sérios problemas de saúde.

EFEITOS SOBRE AS FLORESTAS E AS CULTURAS Nas florestas a chuva ácida provoca clareiras, matando as árvores e podendo dizimar uma floresta. Na agricultura, a chuva ácida pode destruir plantações muito rapidamente, pois as plantas são muito mais frágeis que as árvores das florestas.

EFEITOS SOBRE OS SOLOS E AS ÁGUAS Os rios e os lagos podem ser os mais prejudicados com o efeito das chuvas ácidas, pois podem ficar totalmente acidificados perdendo toda a sua vida.


DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZONO A radiação solar que atinge a superfície terrestre, 45% corresponde à luz visível, 45% à radiação infravermelha e 10% à radiação ultravioleta. Uma maior intensidade da radiação ultravioleta, seria incompatível com a vida na Terra. O ozono (O3) encontra-se particularmente nas camadas superiores da atmosfera (estratosfera) a 15 km da superfície terrestre e forma um escudo com cerca de 30 km de espessura. Esta fina camada constitui a única protecção da Terra para filtrar os raios ultravioletas do Sol, permitindo assim a existência de vida na Terra.


A destruição da camada de ozono pelo Homem, leva a um aumento da emissão de raios ultravioletas (UV). Estes raios, ao atingirem a Terra, vão destruir as proteínas e ADN, provocando cancro de pele, cataratas, alterações no sistema imunitário e danificando os ecossistemas aquáticos (peixes e plâncton). Apesar dos gases que prejudicam a camada de ozono serem emitidos em todo o mundo (principalmente resultantes da actividade humana) cerca de 90% são emitidos no hemisfério norte, mas é na Antárctica que a falha na camada de ozono é mais significativa.


DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Desenvolvimento sustentável é normalmente definido como o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades.


Significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e económico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais.


O Desenvolvimento Sustentável é dividido em três pilares:

• Ambiental • Social • Económico

O Desenvolvimento Sustentável só pode ser alcançado se estes três pilares evoluírem de forma harmoniosa.


CONCLUSÃO Com este trabalho aprofundei os meus conhecimentos sobre o tema em questão, estando neste momento mais informada e sensibilizada para os temas ambientais. Na verdade, ainda há que muito que fazer para que o nosso planeta seja verdadeiramente sustentável. Espero, por isso, que este trabalho esclareça tanto quem o ler como quanto me esclareceu a mim.


SITES CONSULTADOS • http://www.eco.edp.pt/pt/jovens/conhecer/o -que-e-a-eficiencia-energetica/alteracoesclimaticas • http://www.solvay.pt/sustainabledevelopmen t/0,,1210-5-0,00.htm • http://www.sia.cv/index.php? option=com_content&task=view&id=345


Conservatório de Música do Porto Trabalho realizado por: Dora Amélia Brandão , Nº 6 - 8º B

Disciplina: Ciências da Natureza 25 de Outubro de 2011


Alterações climáticas e desenvolvimento sustentável