Issuu on Google+

O POVO DE BASTO

PORTUGAL

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS

4890 CELORICO DE BASTO TAXA PAGA

Quinzenário Informativo e defensor dos Interesses da Região de Basto

AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVÓLUCRO DE PLÁSTICO FECHADO T AUT. DE5839/2002DCP-2 T PODE SER ABERTO PARA VERIFICAÇÃO POSTAL

Director: António Maria da Silva Teixeira ANO XIX - 4.ª SÉRIE - N.º 312

16 de SETEMBRO de 2013

CELORICO DE BASTO

Uma ronda pelas freguesias...

Preço 0,50 €

AgriCelorico

Tel. 255 323 142 Rua Rodrigo Sousa e Castro CELORICO DE BASTO

BOMBEIROS V. CELORICENSES FESTEJARAM 87.º ANIVERSÁRIO

GAG O S Coordenação: Orlando Silva

Fotografias: Nicolau Bacelar

Colecione Suplemento d’ O POVO DE BASTO

páginas centrais

OBRIGADO SOLDADOS DA PAZ ! página 3

LAR DE IDOSOS DA SANTA CASA E CAO - RESIDÊNCIA AUTÓNOMA FORAM INAUGURADOS

página 15

CAVACO SILVA INAUGUROU BIBLIOTECA

página 2 e 13

UM SÉCULO DE VIDA

página 9

LIGAS DE FUTSAL CHEGARAM AO FIM

página 28

páginas 5 e 6

Restaurante Regional

QUINTA DO FORNO

Casamentos - Baptizados - Aniversários

de -

José Manuel de Araújo Lousada

TELEFONE 255 322 255

VENDA NOVA - BRITELO - CELORICO DE BASTO www.restaurantequintadoforno.com

SALÕES PARA 600 PESSOAS

CONSULTAS DE CARDIOLOGIA Dr. Sérgio Nabais (Médico Especialista do Hospital de Braga)

Clínica Celorico de Basto

Avenida da República - Centro Comercial das Oliveiras 4890-220 CELORICO DE BASTO (Junto aos antigos CTT)

T. 255 323 115 I F. 255 323 117 I Tm. 960 151 341


2

16-9-2013

O POVO DE BASTO

LAR DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE S. BENTO DE ARNOIA FOI INAUGURADO podermos honrar e saldar as nossas dívidas”. O

constrangimentos

secretário

Solidariedade Social,

de

e

Estado

da

Agostinho

do Estado, aumentamos, pelo 2º

Segurança

ano, o apoio às instituições de

Branquinho,

Solidariedade Social em 1,2 mil

autarca municipal e salientou que “a máquina burocrática do Estado torna mais difícil a vida de quem já vive momentos complicados. O Estado pretende desafiar os parceiros a executar funções que o Estado desempenha numa ótica de proximidade entre autarquias instituições

de

solidariedade

social. O que importa é ajudar quando realmente é necessário e se o Estado não tem essa capacidade deve delegar funções O ex-Provedor prof. António Bastos corta a fita de acesso ao novo Lar de Idosos

Decorreu no dia 31 de agosto

para colmatar as necessidades,

a inauguração de do Lar da Santa

fruto de um grande esforço e de um

Casa da Misericórdia de S. Bento de

grande trabalho de entreajuda na

Arnoia. A cerimónia que contou com

ótica de manter o interesse coletivo

a presença do Secretário de Estado

acima

da Solidariedade e da Segurança

pessoal”. Ficou ainda claro que o

Social, Agostinho Branquinho.

município, apesar das dificuldades

de

qualquer

interesse

junto daqueles que estão mais próximos das populações”. Neste âmbito o Secretário de Estado reforçou a visão estratégica do atual presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto nos diferentes projetos desenvolvidos junto dos mais necessitados. Note-se

que

o

Estado

ao

O presidente da Câmara, Joaquim

que o país atravessa, vai transferir

Mota e Silvaa não pode deixar

para esta instituição em um ano

transferir os trabalhos que lhe estão

de salientar a força da “ambição,

aquilo que deveria ser transferido

incumbidos para os parceiros dá-

espectativas,

em 7 anos.

lhes a oportunidade de executar

determinação

mas

também ansiedade que levou ao

O autarca reforça a necessidade

criar as melhores instalações. Esta

de continuar a lutar contra a

instituição lançou-se com arrojo

“burocracia impregnada para que

para um investimento desta estirpe

os processos sejam ágeis para

funções que, se fosse o Estado a fazer, custariam três vezes mais. Agostinho

financeiros

da

seguiu o mesmo raciocínio do

e

salientou ainda que “apesar dos

Branquinho

milhões de euros.. Ficou ainda claro o aumento do apoio do POPH, Programa Operacional Potencial Humano, que aumentou o financiamento de 75% para 90%. Recorde-se que esta inauguração contou, para além do Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social e do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, com a presença de uma série de individualidades de destaque a referir a provedora da Santa Casa da Misericórdia de Arnoia, Graça Mota e toda a sua equipa, o provedor de Barcelos como representantes da União das Misericórdias, António Pedras, deputados da Assembleia da República, autarcas, párocos, e muitos outros. O novo lar da Santa Casa da Misericórdia de Arnoia está agora munido de todas as condições para responder da melhor forma às necessidades da população no que respeita ao apoio aos idosos do concelho.

O presidente da Câmara ladeado pelo Secretário de Estado e pela Provedora da Santa Casa na cerimónia de inauguração


16-9-2013

O POVO DE BASTO

M E M O R A N D U M BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS CELORICENSES OBRIGADO SOLDADOS DA PAZ !

Os incêndios florestais

abandono

baldios

dos incêndios que não têm

nossos

montes,

dado tréguas aos bombeiros

repetem-se em cada Verão,

e

e ano após ano assistimos

transformaram o território

ao mesmo ciclo de imagens

rural num potencial de

do inferno, que destroem

combustão que deflagra ao

uma das nossas maiores

mínimo rastilho, nestes dias

riquezas e ceifam vidas dos

de forte calor e de baixa

homens que combatem as

humidade.

chamas. É

dos

dos

Só será possível debelar

comum

ouvirmos

esta calamidade com uma

que este brutal surto de

efetiva ação de prevenção

incêndios dos últimos anos

de incêndios, que devem

tem origem muitas vezes em

envolver várias entidades,

ações e práticas criminosas.

nomeadamente o exército,

Isto é verdade, estão por aí

tal como já aconteceu este

à solta inúmeros pirómanos,

ano no nosso concelho,

que por impulsos de vária

colocação

ordem lançam fogo por

da natureza em pontos

prazer patológico.

estratégicos, uma limpeza

Claro que não é esta a

de

vigilantes

sistemática das matas e

única causa que explica o

a

concretização

desastre que anualmente

cadastro florestal.

de

um

se abate sobre a floresta.

Celorico de Basto possui

É evidente que os montes

uma extensa área florestal,

não ardem só pela mão do

e por isso, foi uma das zonas

crime. A falta de prevenção;

do distrito de Braga mais

o abandono daqueles que

afetada pelos fogos.

viviam da terra, pastores,

Nestes dias de Verão

agricultores, trabalhadores

viveram-se momentos de

rurais; a ausência de um

pânico, com populações a

programa de manutenção

perderem alguns dos seus

das

bens, dada a proporção

matas

públicas;

o

voluntários. Várias vezes tivemos que chamar outras corporações para ajudar a combater os fogos florestais. A

verdade

é

que,

entretanto, infelizmente já morreram nove bombeiros em

serviço

voluntário,

que

acabaram

ceifados

prematuramente a defender os nossos bens. Não posso deixar de prestar a minha homenagem a

todos

os

bombeiros

vítimas dos incêndios e de uma forma geral, dado que também fui bombeiro sem farda durante dezoito anos na A. H. B. V. Celoricenses, agradecer

e

incentivar

todos os soldados da paz a continuarem a prestar os seus serviços, de forma abnegada a

toda

e a

voluntária, comunidade

celoricense. Como disse alguém os bombeiros são “heróis em cenários de inferno”.

Bombeiro ferido Tiago Manuel Marinho Carvalho, 29 anos, engenheiro civil, casado tem um filho. Oficial Bombeiro de 2ª, ingressou nos B.V.C. com dezasseis anos. Conhecido pelo enorme voluntarismo, mas também pelo seu rigor e prudência na abordagem às ocorrências. No dia 13 de agosto de 2013 o bombeiro Tiago Carvalho ficou gravemente ferido, quando participava no combate ao fogo que lavrava no lugar do Castelo, concelho de Celorico de Basto. O autotanque estava parado num local com muito declive, mas por volta das 23 horas destravou-se e deslizou cerca de 50 metros passando uma roda por cima do bombeiro. Apesar da gravidade o jovem bombeiro está em franca recuperação.

3

por Orlando Silva


4

16-9-2013

O POVO DE BASTO

PORTO

6.º ANIVERSÁRIO DO FALECIMENTO

D. Maria Amélia Fernandes de Freitas Faleceu em 5/Outubro/2007

Seu marido Agostinho de Moura, recordando com saudade sua esposa manda celebrar uma missa de sufrágio. Agradece a todos os que possam comparecer a esta eucaristia e às pessoas da sua relação que em qualquer lugar lembrem nas suas orações a sua ente querida.

“O POVO DE BASTO”, N.º 312, DE 16/SETEMBRO/2012

Tribunal Judicial de Celorico de Basto Secção Única

ANÚNCIO

PROPRIETÁRIO

Processo: 347/13.6TBCBT

Interdição / Inabilitação

N/Referência:1059954 Data: 13-09-2013

Requerente: Maria Eduarda de Moura Lopes Alves de Abreu e Lima Requerido: João Alves de Moura Lopes

Faz-se saber que foi distribuída neste tribunal, a ação de Interdição / Inabilitação em que é requerido João Alves de Moura Lopes, com residência em domicílio: Quinta do Souto Maior, Arnóia, Celorico de Basto, 4890-041 ARNÓIA, CELORICO DE BASTO, para efeito de ser decretada a sua interdição por anomalia psíquica. A Juiz de Direito, a Dr. Alexandra Matos Ferreira

Uma casa com 3 quartos, cozinha

completa e sala. Com algum mobiliário. Junto à Zona Industrial de Crespos, na estrada para o Campo de Tiro. Informações: Telem. 96 60 49 129

VENDE-SE

Um campo junto à estrada, Ponte da Garceira, S. Romão do Corgo-Celorico de Basto. Tem 11.200 m2, podendo construir casa na parte mais larga. Contactar o proprietário Telem. 934 258 541

Herdeiros de José Carlos Ferreira Leite Venda Nova - Britelo 4890 Celorico de Basto FICHA TÉCNICA Redacção: António M. Silva Teixeira Colaboradores: Orlando Silva

O Oficial de Justiça, Isabel Alves

Perpétua Carvalho Teixeira da Silva Costa Pereira

Tribunal Judicial de Mondim de Basto

Graciete Silva Joaquim Carvalho

Largo Conde de Vila Real T 4880-236 Mondim de Basto Telef. 255 091 650 Fax 255 091 669 Mail: mondimb.tc@tribunais.org.pt

Nicolau Bacelar

ANÚNCIO

Enf.ª Andrea Bento

Processo: 122/13.8TBMDB

VENDE-SE ou ARRENDA-SE

Quinzenário Regionalista Publica-se nos dias 16 e 30

Secção Única

Casa de habitação de rés-do-chão e 1.º andar com 3 quartos, sala, cozinha e lavandaria. Tem terreno com cerca de 1 hectare, com vinha e árvores de fruto. Água de furo. Em Paço, Ermelo (perto das Fisgas) Mondim de Basto Informa Tel. 255 115 150 (Sr. Loureiro)

Registo n.º 106 119

Av. João Pinto RibeiroT 4890-221 Celorico de Basto Telef. 255 320 180Fax 255 091 649 Mail: clbasto.tc@tribunais.org.pt

“O POVO DE BASTO”, N.º 312, DE 16/SETEMBRO/2012

VENDE-SE EM MONDIM DE BASTO

“O POVO DE BASTO”

Interdição / Inabilitação

N/Referência: 547055 Data: 06-08-2013

Requerente: Ministério Público Requerido: Raul José Rocha Sousa Oliva

Faz-se saber que foi distribuída neste tribunal, a ação de Interdição / Inabilitação em que é requerido Raul José Rocha Sousa Oliva, com residência na Rua do Pelourinho, freguesia de Ermelo, Mondim de Basto, para efeitos de ser decretada a sua interdição por anomalia psíquica. A Juiz de Direito, Dr.a Andreza Bispo O Oficial de Justiça, Maria Armanda M. M. P. Zimmerman

Pedro Andrade Dr. Fernando Carvalho Anselmo Cerqueira Registo n.º 21981 N.I.F. 901 170 291 REDACÇÃO: Rua Serpa Pinto Edifício Santiago Apartado 20 4890 Celorico de Basto

VENDE-SE EM MOSQUEIROS Vende-se em Mosqueiros - Britelo, Celorico de Basto, a 150 metros da estrada, dois campos com a área aproximada de 3.000 m2.

Tlm. 914 159 875 e-mail: povodebasto@gmail.com Depósito Legal n.º 1653/83 ASSINATURAS:

Preço 15.000 euros

(Pagamento adiantado)

Informa: Tel. 255 322 878

País - Ano 10 € - Europa 30 €

ou 00351 626. 01.43.26 (França)

(Iva incluído à taxa de 6%)

ESCRITÓRIOS

Arrendam-se na Rua Serpa Pinto, Edifício da Caixa Geral de Depósitos. Informações: Telem. 96 60 49 129

Tiragem 3.000 exemplares Impressão: Coraze Oliveira de Azeméis Tel. 910 252 676/910 253 116 914 602 969


16-9-2013

CLUBE DESPORTIVO CELORICENSE NA FEIRA DE GASTRONOMIA O

Clube

5

O POVO DE BASTO

Gandarela venceu Liga Juvenil de Futsal

Desportivo

Celoricense marcou presença na Feira de Artesanato e Gastronomia onde fez uma parceria com a Casa Senhorial do Reguengo para a venda do seu conceituado vinho espumoso branco, tinto e rosé. Também a Quinta da Raza com os vários vinhos verdes Dom Diogo entregou a sua

Terminaram no dia 14 de agosto as Ligas de Futsal

comercialização neste certame para

ao Desportivo Celoricense. Igualmente a Quinta das Escomoeiras confiou o seu

adquirir

camisolas

e

presença

do

jogo, a final Juvenil, teve lugar no polidesportivo de

Celoricense

Celoricense.

ainda vários contactos com

Arnóia e foi disputada entre o Gandarela Team Juvenil e

empresários no sentido do

a Freguesia de Britelo.

Foi um esforço de cinco dias onde

estiveram

envolvidos

visitando estes três stand’s

os

vice-presidentes

Álvaro

onde além de apreciarem estes

Mesquita, Ricardo Lemos e

vinhos também aproveitaram

Paulo Marinho.

proporcionou

da Associação de Futsal de Celorico de Basto. O último

cachecóis do Clube Desportivo

stand ao Clube. Os adeptos corresponderam

Esta

apoio ao Clube com publicidade

Foi em véspera de feriado nacional que Celorico

no campo de jogos e nos

de Basto deu por terminadas as Ligas de Futsal que

equipamentos desportivos.

animaram os polidesportivos espalhados pelo concelho durante os meses de Verão. As equipas entraram em campo e deram início a um jogo alucinante que mostrou a garra da juventude e a vontade de vencer. Ao intervalo o Gandarela Team Juvenil vencia a Freguesia de Britelo por 2 bolas a 0 num jogo que fazia vibrar as claques de ambas as equipas a cada lance. Na segunda parte o Gandarela voltou a faturar fixando o resultado final em 3 bolas a 0. Vencedores e vencidos receberam as respetivas taças e medalhas das mãos do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, e do presidente da Associação de Futsal de Celorico de Basto, David Pinto. Destaque ainda para o atleta Ricardo Lousada do Gandarela Team Juvenil que venceu a taça de melhor

Um grupo de emigrantes num dos stand’s

marcador e para a ACR Fervença que foi considerada a equipa Fair-Play.

Prendinha BAZAR

- Penteados - Corte - Brush - Manicure - Depilações - Unhas de Gel - Tratamentos Capilares - Tratamentos de Rosto

e muito mais...

• Papelaria • Livraria SERVIÇO DE FOTOCÓPIAS Visite-nos no Edifício S. Tiago

Rua Serpa Pinto - Edifício Herbasto - Celorico de Basto Junto à Farmácia Neves Ferreira

Tel. 255 096 168

(Loja ao lado do Restaurante S. Tiago)

CELORICO DE BASTO


6

16-9-2013

O POVO DE BASTO

Carvalho F. C. e A. C. R. de Ourilhe III Jantar Medieval juntou cerca de 200 pessoas na vencem ligas de Futsal Quinta do Prado

Carvalho F. C., campeão da 1.ª divisão da Liga de Futsal

As Ligas de Futsal da 1.ª e 2.ª Divisão Masculina da Associação de Futsal de Celorico de Basto chegaram ao fim. “Os polidesportivos encheram-se, meses

durante

de

estes

competição,

para assistir aos diferentes jogos praticados por todo o concelho. “Temos condições para a prática desportiva, essencial para a qualidade de vida que o concelho oferece a quem cá vive e a quem vem de fora,” palavras do edil Celoricense, Joaquim Mota e Silva, presente em ambas as finais. A

primeira

Divisão,

final,

jogou-se

polidesportivo

de

1.ª no

Arnoia,

no sábado dia 3 de agosto,

e colocou frente a frente o Gandarela Team e o Carvalho F. C. num jogo que encheu as bancadas de adeptos do futsal que fervorosamente torceram pela equipa de eleição. Num jogo de emoções o Carvalho F. C. sagrou-se campeão com uma vitória expressiva de 9 bolas a 1. O Carvalho F.C. venceu ainda o prémio Fair play pelo bom comportamento demonstrado em todos os jogos disputados. Os troféus e respetivas medalhas foram entregues pelo presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, pelo presidente de Junta de Freguesia de Carvalho, Gervásio Magalhães, pelo

Freguesia de Arnoia, António Augusto Gonçalves, pelo vereador do pelouro do Desporto, Fernando Peixoto e pelo Vice presidente da Associação de Futsal de Celorico de Basto, Paulo Mota. No dia 4, domingo, foi a vez da final da 2.ª Divisão, disputada no polidesportivo de Fermil entre a A. C. R. de Ourilhe e a Juventude de Veade. Com a equipa da A. C. R. de Ourilhe a sagrarse vencedora e campeã da respetiva liga. O jogo foi muito renhido e ambas as equipas mostram vontade, técnica e tática necessárias para vencer. No final o resultado de 3 bolas a 2 deu à A. C. R. de Ourilhe a

representante da Junta de

vitória na competição.

Decorreu no dia 31 de agosto, em Celorico de Basto, um Jantar Medieval organizado pelo Agrupamento de Escuteiros 1274 - S. Pedro de Britelo. O espaço, recinto da Quinta do Prado, foi preparado a preceito para receber o III Jantar Medieval Escutista, com ementas próprias, encenações teatrais, roupas tradicionais,

adereços

e

muita

animação

que

proporcionou aos presentes uma noite memorável. A história entrou no imaginário da comunidade celoricense presente que não quis perder a oportunidade de colaborar com o Agrupamento de Escuteiros na angariação de fundos para a manutenção das suas atividades ao longo do ano. A satisfação era notória no rosto dos escuteiros aliás, António Moreira, Chefe do Agrupamento, salientou a que é “sempre agradável ver que as pessoas continuam a aderir a este género de iniciativas, sinónimo de que o respeito que nutrem pelas atividades escutistas se mantém bem vincado”. A ementa preparada apresentou verdadeiras delícias gastronómicas e foi servida em adereços próprios, com serventes trajados a rigor, no meio de uma decoração “verdadeiramente” medieval. Uma atividade que contou com a colaboração da Câmara Municipal de Celorico de Basto que, e como habitualmente, contribui para a promoção das atividades organizadas pelas diferentes associações do concelho.

A. C. R. de Ourilhe, campeã da 2.ª divisão da Liga de Futsal


16-9-2013

7

O POVO DE BASTO

Desportivamente Falando... 23.ª Edição dos “Troféus Desportivamente Falando”

por Perpétua Carvalho

RESPONSABILIDADE ACRESCIDA!

por interesses, é aquele que

São 23 anos, 23 anos… em

que dizem e ganhei algumas

que me meti nesta aventura

inimizadas, daqueles que eu

para (sim porque isto não

”gosto”…porque são estes que

deixa de ser uma aventura)

me conseguiram segurar para

homenagear

que estes 23 anos fossem uma

o

Desportivo

(Distinção que lhe foi entregue

realidade!

quando os Troféus fizeram 15

Nunca

homenageei

anos e que continua a ser falado

nenhum atleta, dirigente ou

com esta minha iniciativa) e

individualidade por interesse

a todos aqueles que por lá

algum… se o fiz foi no meu

passaram e passam ou por um

entender porque o mereceu!

motivo ou outro estejam com

Andam alguns a mostrarem

o Celoricense, sem nunca ter

no

passado “por cima” do Clube

tenham a coragem de mostrar

Desportivo Celoricense, nem

também os que os “Troféus

“por cima” das Direcções, pois

Desportivamente

dei

conhecimento

lhe entre-garam… e também

desta minha iniciativa desde

era interessante pô-los no site

a época 1991/92 e que foi

do próprio Clube Desportivo

bem acolhida por todos os

Celoricense…porque

Presidentes do Clube até hoje.

próprio Clube que se trata e

sempre

Reconhecida?

Nunca

facebook…homenagens…

Falando”

é

do

fiz

além disso é o jornal “O Povo

esta iniciativa para ganhar

de Basto “o único que leva para

algo… ou para me promover…

todos os cantos do Mundo esta

Ganhei alguns amigos que se

iniciativa.

congratulam (e de que maneira)

Sabem

com esta minha iniciativa

verdadeiro

na qual são verdadeiros no

aquele

o

que

que

é

Celoricense? nunca

um É

andou

se irrita quando vê o seu clube

a

ser

prejudicado,é

aquele que nunca quis ser director de cartão, é aquele que vestiu a camisola sem receber um tostão (como eu que o fiz durante 10 anos),é aquele (como eu, que servi o Celoricense durante anos como directora e não tive comparticipação alguma, pelo

Paulo Mota, Perpétua Carvalho e Filipe Marinho defendeu sempre que quem

andando lá por interesses e

trabalha deve ter o seu salário,

ajuda sempre quando lhe é

independentemente

solicitado.

das

posses do clube e nesse caso

O Anselmo Cerqueira é um

orgulho-me, de manter essa

dos Celoricenses de gema, que

palavra e naturalmente quem

gosta do Clube.

joga, deve ter o seu salário e

Marinho

Esta

homenagem que lhe prestei

ponto final! O

Filipe

resto

assuntos…

que

são

outros

o

futebol

arrasta consigo desde que nasceu…

deve-se ao facto de o Clube estar na Pró-Nacional, tendo tido um leque de jogadores que lhe poderiam ter dando

contrário deixei lá lágrimas,

AGRADECIMENTOS

outra melhor classificação.

suor, sangue e monetariamente

A todos aqueles a quem me

tam-bém, papéis não tenho…)

dirigi e me deram o contributo,

da dúvida.

Estes anos todos que o

bem como a alguns membros

mandato – segundo palavras

Celoricense existe, sei muito

da Direcção do Desportivo,

dele no jantar – fez o trabalho

bem quem o SERVIU e quem se

para a realização do jantar, o

que soube e pode.

SERVIU dele…

meu obrigado.

Dou-lhe sempre o benefício Cumpre

o

seu

último

JUNIORES

no

Queria também expressar o

Melhor Marcador – João

Desportivo aquela adepta…

meu agradecimento à Câmara

Pedro – fez uma excelente

que sai do campo a pensar

Municipal de Celorico

época,

unicamente

no

Basto, pelo apoio que tem

mais-valia para o futuro do

resultado… é uma maçada

dado ao longo destes anos

Desportivo.

gostar de futebol, mas não ser

aos “Troféus Desportivamente

do “futebol” que se trata… é

Falando”,

muito complicado!

obrigado.

Gostaria

de

a

ser

pensar

Não deixo de ser aquela directora que fui, em que

Em Câmara

o

meu

de

sincero

ser

uma

Jogador fair-play – Bruno Marinho – uma época calma, sendo merecedor deste troféu

representação Municipal

da

esteve

presente o Chefe de Gabinete do

poderá

Senhor

Presidente,

o

Senhor Paulo Mota.

pela maneira pacata e serena dentro do campo Jogador

Mais

Regular

– Sérgio Oliveira – estando no primeiro ano de juniores,

E os Troféus foram para…

mostrou argumentos como

E os Troféus foram para…

central, poderá vir a ser um

Troféu

elemento

Desportivamente

Falando – Anselmo Cerqueira

fundamental

no

futuro do Desportivo.

Já faz parte da história do

Jogador Revelação – Pedro

Clube Desportivo Celoricense,

Sérgio – estando também no

como adepto, sócio, passando

primeiro ano de juniores já

por diversas direcções, estando

mostrou, que poderá ser para

atualmente no Conselho Fiscal.

o futuro do Celoricense, uma

É um Celoricense, que gosta do seu Clube, nunca

mais-valia no meio campo. continua na página seguinte


8

16-9-2013

O POVO DE BASTO

ESTREIA DO CELORICENSE NA PRÓ-NACIONAL

continuação da página anterior

SENIORES Melhor Marcador – Tony – 11 golos – defesa central fez história no Celoricense

A época de 2013/2014 fica marcada pelas novas

ao ser o melhor marcador. Jogador

Simpatia

Christoff

mudanças feitas na A. F. Braga a nível de divisões.

como sua directora que fui deste, teve

Acabou a 2.ª divisão regional, ficando a 1.ª, a Honra e

sempre onde quer que me visse, um

a Pró-Nacional...

cumprimento, um bem-haja…não tendo

Os elementos que compõem a equipa do Celoricense

sido feliz a sua carreira no Celoricense

mantêm-se praticamente todos, excepto as entradas de

como avançado, vai abraçar um novo

Paulo Amor como técnico principal, tendo como adjunto

projeto no Mondinense…. estarei lá para

Peixe (ex-atleta do CEloricense, ambos de Amarante.

te ver…sê o melhor marcador. Jogador Fair-Play – Zé Henrique – uma

DE jogadores temos a entrada de Bruno Barroco (ex-

carreira que já é longa, sendo um jogador

Mondinense) como guarda-redes, um regresso; a subida

muito bem visto nos outros clubes, e pelo

Jogador Revelação - André Andrade

de Spedy de junior a senior - aliás a formação é para isso

que sei e pelo que tenho visto dento do

mesmo, jovens de Celorico de Basto para o Celoricense.

campo, mereceu este troféu.

No próximo número falarei de todos os elementos que

Na entrega do troféu vi uma sala pouco

compõem o plantel do Celoricense.

consensual com a minha escolha, alguns

E como o futebol não pára, aí temps os resultados

ficaram dormentes… mas pensei isto não

muito favoráveis em termos desportivos neste início de

é nada…depois pedi para me explicarem….

época.

disseram-me que não era de horas….

Na primeira jornada o Celoricense recebeu o Travassós

Fiquei mais aliviada….porque nesta

e empatou a zero bolas.

equipa eram poucos os de horas, mesmo muito poucos.

A segunda jornada e a quinta respectivamente com

Portanto fiz uma boa escolha.

o Vieira (fora) e o Santa Eulália (em casa) foram adiadas

Jogador melhor em campo – João Miguel – a alma do meio campo do Desportivo, um jogador muito cordeal,deu

devido a compromissos destes clubes na Taça A. F. Braga. Jogador Fair-play - Henrique

Na terceira jornada o Celoricense recebeu e bateu o Dumiense por 2-1, com golos de Miguel Ângelo e do

tudo esta época. Mereceu.

adversário, na própria baliza.

Jogador mais regular – Tony – um

À quarta jornada o Celoricense foi a Guimarães, mais

jogador que já ganhou a simpatia de

propriamente a Pevidém onde venceu por 3-2, com golos

todos os Celoricenses, há 5 épocas que

de Miguel Ângelo, Zé Henrique e João Miguel.

veste as camisola do Celoricense, fez mais uma época em grande e fez o feito de ser

Para já os resultados agradam.

o melhor marcador da equipa. Notável.

Resta-me dizer... boa época!

Continua assim. Jogador Revelação – André Andrade – um atleta que foi formado no Amarante, passando pelo Boavista e pelo Paços de Ferreira como junior,veio para o Celoricense em Dezembro, jogando a defesa médio direito, notou-se a qualidade deste jovem atleta, que no primeiro ano

Melhor jogador e Jogador mais regular - Tony

como sénior, na minha opinião, tinha lugar numa divisão mais acima. Querendo tem futuro, na divisão que o Desportivo está esta época. Poderá dar o salto. A Humildade dele poderá ser um trunfo. E, foi assim mais uma 23ª edição dos troféus, que decorreu mais uma vez com grande fair-play…até para o ano…obrigado a todos…e podem contar sempre comigo. Celoricense… sempre!

Jogador Simpatia - Christophe

Jogador Revelação - Pedro Sérgio (júnior)


16-9-2013

9

O POVO DE BASTO

CPCJ DE CELORICO DE BASTO COMEMORA 10.º ANIVERSÁRIO DA SUA INSTALAÇÃO A 16 de setembro de 2003, ao abrigo do nº 3 do artigo 12º da lei de proteção manda o Governo, pelos Ministros da Justiça e da Segurança Social e do Trabalho, a criação da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Concelho de Celorico de Basto, instalada no edifício da Câmara Municipal.

UM SÉCULO DE VIDA

Completou

100

anos, no passado dia 9 de Agosto de 2013, Virgínia da Silva e Moura,

natural

de

Britelo, Celorico de Basto, tendo vivido longos

anos

nesta

vila. Foi casada com

A Comissão de Proteção de crianças e Jovens de Celorico

José

de Basto comemora 10 anos

falecido,

de atividade no concelho e

por “Zé do Telhado” de

esclarece a população da sua

quem tem duas filhas,

existência e quais as funções

Rosa Branca e Maria

que

José, seis netos e seis

lhe

estão

inerentes,

Fernandes,

conhecido

bisnetos.

proteger as crianças e os

Com seu marido,

jovens do concelho.

foi proprietária das

Nesta data de comemoração estão a ser distribuídos cartazes

antigas,

pelo concelho, horários e

Calçada na Rua 5 de

separadores de livros nas

Outubro

escolas a todos os alunos. A Helena

presidente

da

Martinho

CPCJ, Costa,

salienta a necessidade de informar adequadamente a população sobre os direitos das crianças e jovens. “É fundamental

esclarecer

a

população sobre o trabalho que a CPCJ desenvolve em prol dos direitos das crianças. Temos um grupo de técnicos altamente qualificados com competência, sensibilidade e preocupação que desenvolve diariamente um trabalho salutar no que compete a salvaguardar as crianças para que estas vivam em seio familiar com as condições adequadas para um crescimento

saudável”.

Por

e

da

Pensão

outro lado, adianta ainda que,

concelho,

“este trabalho só é possível,

todo o apoio logístico, técnico

também, graças à colaboração

e financeiro em beneficio das

Por elas passaram, ao longo dos anos, como hóspedes,

e boa parceria das entidades

ações desenvolvidas” concluiu.

funcionários de várias áreas e muitas famílias da região e de fora,

Durante a comemoração

que já nessa altura gostavam de passar algumas férias de verão

concelhias

representadas

disponibilizando

Pensão

deste

educação, a saúde, as IPSS´s,

CPCJ de Celorico de Basto

Muitos casamentos e outros eventos foram aí servidos e ainda

a GNR, as Associações de

pretende desenvolver várias

hoje são lembradas por muitas pessoas as ótimas alheiras por ela

Pais e associações culturais e

ações de sensibilização junto

confecionadas, quando ainda só se conheciam as de Mirandela.

recreativas, os representantes

da comunidade escolar com

da

Municipal

crianças,

professores

discreta, verdadeira, afável e dedicada às pessoas, sendo ainda

Social,

e

e auxiliares, e apostar em

hoje recordada com carinho e amizade pelos que a conheceram

fundamentalmente, o apoio

sessões de Educação Parental.

de perto e também muito generosa com os mais carenciados.

da

e

a

Segurança Câmara

pessoa

do

aniversário

pais,

a

atividade na restauração.

nesta comissão refira-se a

Assembleia

10º

Moderna na Rua Rodrigues de Freitas, tendo exercido a sua

Municipal

na

Pretende alargar estas sessões

presidente

da

a

outros

quadrantes

em Celorico.

Foi no seu tempo uma mulher de trabalho, lutadora, simples,

Foi pois com muita alegria e emoção que sua família e amigos

da

se reuniram, numa cerimónia de Ação de Graças, seguida de um

autarquia, Joaquim Monteiro

comunidade, nomeadamente

almoço comemorativo do seu centésimo aniversário, ao mesmo

da Mota e Silva, que sempre

ao pessoal da área da saúde,

tempo recordando também muitos outros familiares, vizinhos e

se manifestou muito solidário

médicos, enfermeiros, pessoal

amigos que pela sua casa passaram, com ela de perto conviveram

e preocupado com o trabalho

auxiliar e também a outros

e até hoje perduram na amizade, com pena de não ter sido

desta CPCJ em prol do bem

agentes sociais de Celorico de

possível tornar este convívio ainda mais alargado.

Gráfica de Basto

estar das crianças e jovens do

Basto.

Tipografia - Offset - Impressão digital

Qualidade - Rapidez - Bom Preço Tel. 255 095 469 T Telem. 914 159 875 Rua Serpa Pinto T Edifício Santiago T 4890-238 CELORICO DE BASTO


10

O POVO DE BASTO

16-9-2013

ELEIÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CELORICO DE BASTO Lista do CDS / PARTIDO POPULAR

1 - Luís Manuel Dá Mesquita Castro Leal, 49 anos, Advogado, de Britelo. 2 - Alice Manuela Araújo Ferreira, 37 anos, Técnica Oficial de Contas, de Fervença 3 - Alberto Paulo Lopes de Jesus, 46 anos, desempregado, de Molares. 4 - Ana Maria Marinho Gomes, 59 anos, de Britelo. 5 - Maria Teresa Rincon de Aguiar Vieira da Rocha Soares, 52 anos, Gestora, de Codessoso. 6 - Sofia de Sousa Teixeira Coelho, 29 anos, Técnica Superior de Turismo, de Canedo de Basto. 7 - Maria Odete da Fonseca Teixeira, 36 anos, Comerciante, de Agilde.

SUPLENTES 8 - Carlos Novais Portilho, 53 anos, reserva da GNR, de Veade. 9 - Joaquim Leite Moreira, 46 anos, Empresário, de Agilde. 10 - Maria Manuela Correia Ferreira Teixeira de Castro Leal, 46 anos, Professora, de Britelo. 11 - Francisco Manuel Meireles de Lemos, 60 anos, Empresário, de Molares 12 - Luís Filipe de Figueiredo Leite Teixeira, 39 anos, Economista, do Porto 13 - Isabel Maria Vaz de Freitas, 47 anos, Professora, de V. N. de Gaia. 14 - António José de Sousa Cerqueira,

Lista da CDU-COLIGAÇÃO DEMOCRÁTICA UNITÁRIA PCP - PEV

1 - Luís Heitor da Silva Pires Marinho, 49 anos, Professor, de Fervença. 2 - Jorge Manuel Pires da Costa, 54 anos, Sub Chefe de Bar, de Canedo de Basto. 3 - Maria da Conceição Madureira Mendes, 49 anos, de Fervença. 4 - António Joaquim Gonçalves Teixeira, 54 anos, Carteiro, de Arnóia. 5 - Francisco Gonçalo Fernandes Pires da Costa, 49 anos. Motorista de Pesados, de Britelo. 6 - Maria de Fátima Marques da Cunha, 60 anos, Professora, de Britelo. 7 - Edgar José Couceiro Pé-Leve, 56 anos, Assistente Operacional, de Carvalho. SUPLENTES 1 - António Leite Barros, 54 anos, Cortador de Carnes Verdes, de Ribas 2 - Rosalina da Conceição Carvalho Silva Teixeira, 46 anos, Assistente Operacional, de Britelo

3 - Maria Isabel Carvalho da Mota, 40 anos, Jardineira., de Ribas. 4 - Cláudio José da Costa Andrade, 21 anos, Operário Metalúrgico, de Basto S. Clemente. 5 - Maria da Conceição Silva Teixeira, 60 anos, Doméstica, de Basto S. Clemente. 6 - Albertina Gonçalves de Magalhães Machado, 60 anos, Costureira, de Molares. 7 - António João Lemos Gonçalves, 44 anos, Motorista, de Gagos.

ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CELORICO DE BASTO Lista do CDS / PARTIDO POPULAR

1 - Carlos Manuel da Silva Magalhães, Engenheiro Técnico Civil. 2 - António Paulo Lemos Marinho. 3 - Ana Luísa de Freitas da Silva Júdice Senra Machado, Desempregada. 4 - Álvaro Miguel Carvalho Lopes, Técnico de Engenharia. 5 - Joaquim Leite Moreira, Empresário 6 - Diana Sofia Magalhães da Cunha, Estudante. 7 - António José de Sousa Cerqueira, Advogado. 8 - Paulo Archer Pulido de Almeida, Engenheiro Civil. 9 - Maria do Céu da Silva Cerqueira, Doméstica. 10 - José Domingos Baptista da Silva Machado, Gestor. 11 - António Marinho de Magalhães, Motorista. 12 - Maria Goreti Moreira Teixeira, Empregada de Escritório. 13 - Miguel Ângelo Medeiros

Gonçalves, Desempregado. 14 - Celso Miguel Magalhães da Silva, Empresário. 15 - Maria Luísa de Sousa Cerqueira, Enfermeira. 16 - António Augusto Pinto Leite, Funcionário Estação de Serviços. 17 - Joaquim Alcídio Medeiros Ribeiro 18 - António Pedro Alves Pereira, sócio-gerente. 19 - Ana de Jesus Pires Monteiro, Reformada. 20 - Dulce Gomes Simão, Ténica Agrícola. 21 - Rogério Oliveira Pires, Construção civil. 22 - Susana Isabel Cardoso Alves, Engenheira Civil. 23 - Maria Adriana Lopes de Jesus Oliveira, Escriturária. 24 - Carlos Manuel de Sousa Alves, Motorista. 25 - Maria do Rosário de Fátima Leitão Fonseca de Moura, Desempregada.

Lista da CDU-COLIGAÇÃO DEMOCRÁTICA UNITÁRIA PCP - PEV

1 - Mário Jorge Marques da Cunha Pinto Teixeira, Assistente Técnico, de Britelo. 2 - Luía Raúl Marinho Silva Teixeira, Assistente Operacional, de Britelo. 3 - Maria Luísa Marinho Silva Teixeira Costa, Assistente Operacional, de Britelo. 4 - José Carlos Martins Lopes, Professor, de Arnóia. 5 - Luís Heitor da Silva Pires Marinho Professor, de Fervença. 6 - Teresa de Jesus Pinto de Moura, Empregada de Balcão, de Gagos. 7 - Joaquim José da Rocha Morais, Médico, de Britelo. 8 - Francisco André Marinho Costa, Estudante, de Britelo. 9 - Maria Isabel Carvalho Mota, Jardineira, de Ribas. 10 - António Ribeiro Machado, Eletricista, de Molares. 11 - António Leite Barros, Cortador de Carnes Verdes, de Ribas. 12 - Rosalina da Conceição Carvalho Silva Teixeira, Assistente Operacional, de Britelo.

13 - António João Lemos Gonçalves, Motorista, de Fermil, Gagos. 14 - Afonso José Sousa Vale, Mecânico de Automóveis, de Gagos. 15 - Maria de Fátima Marques da Cunha, Professora, de Britelo. 16 - José Manuel Gonçalves Moura, Alfaiate, de Fermil-Gagos. 17 - José Adelino Alves da Silva, Mecânico, de Veade. 18 - Maria dos Anjos Sousa Magalhães Barros, Doméstica, de Ribas. 19 - Artur dos Reis Carvalho, Mecânico, de Veade. 20 - Avelino Joaquim da Silva Carvalho, Carpinteiro, de Gandarela. 21 - Maria da Conceição Madureira Mendes, Professora, de Fervença.


16-9-2013

11

O POVO DE BASTO

ELEIÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CELORICO DE BASTO Lista do PS / PARTIDO SOCIALISTA

1 - António Joaquim Gonçalves Bastos, 49 anos, advogado, de Arnóia. 2 - Joaquim Carvalho Oliveira, 53 anos, técnico superior, de Veade 3 - Maria Filomena Marinho Silva Teixeira, 38 anos, escriturária, de Britelo. 4 - António Joaquim Coelho Marinho, 30 anos, engenheiro civil, de Agilde. 5 - Vicente de Paulo Pinto da Cruz, 57 anos, administrativo, Borba da Montanha. 6 - Patrícia Fernandes Meireles, 27 anos, advogada estagiária, do Corgo. 7 - Maria Adelaide Alves da Silva, 43

SUPLENTES 1 - Fernando Jorge Mendes Teixeira, 41 anos, comercial, de Moreira do Castelo. 2 - Irene de Jesus Pires Marinho, 31 anos, desempregada, de Gagos. 3 - Rosa Leonor Moura de Andrade Silva, 50 anos, funcionária pública, de Codessoso.

anos, professora, de Vale de Bouro.

Lista do PPD/PSD PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA

1 - Joaquim Monteiro da Mota e Silva, 41 anos, Gestor de Empresas, de Britelo. 2 - Maria da Graça Gonçalves da Mota., 58 anos, Médica, de Gagos. 3 - Inácio da Cunha Gonçalves, 64 anos, Professor, de Fervença. 4 - Carlos Fernando Marinho Moura Peixoto, 55 anos, Professor do Ensino Básico, de Britelo. 5 - Maria Sofia da Cunha Oliveira, 35 anos, Empresária, de Basto - S. Clemente. 6 - José Alcídio Teixeira Lopes de Carvalho, 67 anos, Comerciante, do Rego. 7 - Paula Cristina da Costa Andrade, 34 anos, Engenheira Ambiente e Agrícola, de Carvalho. SUPLENTES 1 - Márcio Arlindo Pinto Neves, 30 anos, Eng.º Têxtil, de Fervença.

2 - João Rodrigo Marinho da Cruz, 72 anos, Reformado, de Borba da Montanha. 3 - Ana Cláudia da Costa Brites, 22 anos, Animadora sócio-cultural, de Canedo de Basto. 4 - Paula Maria Medeiros de Carvalho, 38 anos, Advogada, de Arnóia. 5 - José de Moura Ribeiro, 77 anos, Enfermeiro Reformado, de Canedo de Basto. 6 - Jaimeda Cunha Pereira, 59 anos, Motorista, de Basto-S. Clemente. 7 - Maria da Graça Morais da Costa Neves Jacinto, 64 anos, Professora Aposentada, de Molares.

ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CELORICO DE BASTO Lista do PS / PARTIDO SOCIALISTA

1 - Eduardo Magalhães, Advogado, de Britelo. 2 - Mário Fernando Andrade Sousa, Professor, do Corgo. 3 - Paula Cristina de Abreu Teixeira 4 - Alfredo Carvalho Teixeira, Funcionário Público, de Basto - S. Clemente. 5 - José Alberto Teixeira de Mesquita, Aposentado, de Britelo. 6 - Lucinda de Fátima Abreu Gonçalves, Enfermeira, de Borba da Montanha. 7 - António Joaquim Coelho Marinho, 8 - Nuno Miguel de Moura Lopes. 9 - Joana Sofia Ribeiro da Costa, Estudante, de Arnóia. 10 - Luís Fernando Pires de Sousa, Abastecedor, de Britelo. 11 - Jocelina Teixeira da Silva, Administrativa, de Veade. 12 - Maria Adelaide Alves da Silva, Professora, de Vale de Bouro. 13 - António Manuel Alves de Magalhães, Vendedor, de Fafe. 14- David Alves Lobo, Estudante, de Canedo de Basto. 15 - Luísa Marinho Mendes, Empregada de Balcão, de Gémeos. 16 - António Luís Ferreira de Campos, Construtor Civil, de Caçarilhe. 17 - João Carlos Carvalho Teixeira,

Electricista, de Britelo. 18 - Helena Maria Duarte André, Engenheira Civil, de Codessoso. 19 - José Barros de Sousa, Aposentado, de Ribas. 20 - António Jonas de Moura e Silva, Motorista, de Codessoso. 21 - Maria Fernanda Teixeira Alves, Vendedora Ambulante, de Britelo. 22 - Carlos Vítor da Costa Moura, Ferroviário, de Arnóia. 23 - Eduardo João Cacheira Martins, Desempregado, de Arnóia. 24 - José Ricardo Dias Teixeira, Empresário, de Agilde. 25 - Maria Lúcia Gonçalves Pinto, Estudante, deBritelo. 26 - António Maria Meireles Teixeira da Mota, Aposentado, de Arnóia. 27 - José Teixeira da Mota, Aposentado, de Ribas. 28 - Palmira da Graça Monteiro Dias Carvalho, Professora, de Codessoso. 29 -José Manuel de Oliveira Meireles, Empresário, do Corgo.

Lista do PPD/PSD PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA

1 - António Manuel Marinho Gomes, 60 anos, Aposentado. 2 - António Joaquim Andrade Bastos, 79 anos, Professor aposentado. 3 - Maria de Fátima de Araújo Fernandes, Professora. 4 - José Joaquim Carvalho da Silva, Engenheiro. 5 - Manuel Alves Marinho, Industrial. 6 - Maria da Graça Teixeira Fernandes da Silva Mourão, Professora aposentada. 7 - Manuel Maria Fernandes, Professor 8 - João Teixeira da Cunha, Agricultor. 9 - Maria Emília Magalhães Bragança da Fonseca Carvalho, Empresária. 10 - Hernâni Alberto de Lemos Bastos, Comerciante. 11 - Paulo Jorge Ribeiro da Silva Carvalho Alves, Professor. 12 - Maria Albertina Moreira Ribeiro, Educadora de Infância. 13 - José Luís Monteiro Durão, Comerciante

14 - Carlos Alberto Cunha de Oliveira, Industrial. 15 - Natália da Conceição Cunha Alves, Técnica de Acção Social. 16 - António Teixeira, Proprietário Agrícola. 17 - José Alves de Oliveira, Comerciante, 18 - Ana Cristina Leite Torres, Estudante. 19 - José Diogo Teixeira Coelho, Vitivinicultor. 20 - Gilberto Plácido da Mota Campos, Director comercial. 21 - Maria Emília Couto Magalhães Alves, Reformada. 22 - Francisco Manuel Teixeira da Costa Leme, Engenheiro. 23 - José Carlos Pereira Machado, Empresário.


12

16-9-2013

O POVO DE BASTO

PARTIDO SOCIALISTA DE CELORICO DE BASTO APRESENTOU CANDIDATOS AOS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS

Candidatos do Partido Socialista ao executivo municipal Reconheceu como positiva a acção do município no apoio aos idosos, no tocante a alguns equipamentos e O Partido Socialista de Celorico de

que seja o centro do debate e em que

Basto promoveu na passada sexta-

as reuniões se realizem aos sábados

feira, dia 30 de Agosto, no auditório dos

para todos poderem assistir.

Bombeiros Voluntários Celoricenses

Fez um elogio do candidato a

uma sessão de apresentação dos

presidente da Câmara, Joaquim Bastos,

candidatos às Juntas de Freguesia,

que considerou seu amigo pessoal e que

Assembleia

é uma pessoa que vive os problemas do

Municipal

e

Câmara

concelho, os problema das pessoas.

Municipal. Esteve presente Miguel Laranjeiro,

Eduardo Magalhães criticou também

membro do secretário nacional e o

um executivo com vereadores a ocupar

vice-presidente da Câmara Municipal

o cargo há mais de 30 anos e que apenas

de Amarante.

servem para ganhar eleições.

Na apresentação dos candidatos à

Joaquim Bastos começou por dizer

União de Freguesias de Britelo, Gémeos

que há quatro anos o concelho mudou

e Ourilhe, usou da palavra Agostinho

de presidente de Câmara mas ficou

Carvalho Andrade para dizer que a lei

tudo na mesma.

da União de Freguesias tem a mão do

Continuou referindo a um estudo duma

PSD e a mão do CDS.

universidade

que

põe

o

Qualquer uma destas freguesias

concelho de Celorico de Basto como o

estava bem como estava, com a sua

concelho mais atrasado de Portugal, só

identidade e o Partido Socialista não

ultrapassado por Sernancelhe. Quando

desejava esta lei. No dia 29, realçou,

for presidente de Câmara tudo vai fazer

temos que dar a resposta ao PSD e

para mudar esta situação que a todos

ao CDS por esta barbaridade que nos

incomoda.

fizeram ao tirar-nos a identidade que sempre nos serviu e continua a servir.

Do seu programa eleitoral destacou a aposta no Castelo de Arnóia, que há

uma

vinte anos continua a ser objecto de

intervenção em que prometeu uma

promessas dos sucessivos execuivos.

Assembleia Municipal de proximidade

O Viso, um local paradisíaco e de culto

com reuniões nas diversas freguesias e

onde por altura da sua festa anual

em que exista um espaço para discutir

costumam lá colocar “umas pedras” e

os problemas que afectam a freguesia

depois fica tudo na mesma. Estas duas

em que ela se realizar. Uma Assembleia

obras não vão ficar para trás.

Eduardo

Magalhães

fez

iniciativas acabando por fazer suas as propostas do Partido Socialista de há quatro anos, mas criticou a finalidade com que é prestado esse apoio, dizendo ter objectivos de caça ao voto, objectivos elwitorais. Quando for presidente de Câmara a única motivação desse apoio será apenas o bem-estar da população mais idosa. Teve uma palavra para a Juventude, que não tem emprego, não tem oportunidade. Diariamente emigram para a Suiça, a França, a Alemanha e até Angola. Joaquim

Bastos

prometeu

que

quando for presidente da Câmara só existirá uma única porta para receber todos os Celoricenses e que o slogan “Um concelho para todos” quer reflectir isso mesmo.

O

candidato

não

esqueceu

a

Empresa Qualidade Basto que existe há dez anos e diz que não vê a sua utilidade. Disse ainda que todas aquelas obras que não exijam uma especificidade técnica

serão

entregues

por

administração directa aos empresários do concelho. Indicou também como será o seu executivo, com Joaquim Oliveira, com o

desenvolvimento

económico,

o

emprego e o acompanhamento das empresas. Filomena Teixeira ficará com a área da acção social e do apoio aos idosos e às pessoas mais necessitadas. O Eng.º António Marinho com o pelouro da Juventude. Joaquim Bastos terminou dirigindose a Miguel Laranjeiro dizendo que como presidente de Câmara exigirá do futuro Governo Socialista a ligação à auto-estrada.


16-9-2013

13

O POVO DE BASTO

Inaugurado o CAO, Lar Residencial e residência Autónoma com deficiência grave, facilitar

Lar Residencial. Esta valência

a sua integração social e

tem capacidade para 5 utentes O

facilitar o encaminhamento sempre que possível, para

sendo composto por 5 quartos

programas

adequados

de

duplos e dois individuais. O

integração

socioprofissional.

Objetivo do Lar Residencial é

tem

acolher pessoas portadoras de

capacidade para albergar 30

deficiência, que se encontrem

utentes.

impedidas, temporariamente

funcionalidade

dia 31 de Agosto o Secretário de

no

municipal.

seja financiado ao nível de cada

Estado da Solidariedade e da

Criamos um conselho Local

utente de forma a sustentar

de

o

Segurança Social, Agostinho Branquinho inaugurou o CAO, Lar Residencial e residência Autónoma. No que respeita ao CAO, Lar Residencial e Residência Autónoma o presidente da Câmara Joaquim Mota e Silva mostrou-se agradado por dar resposta às necessidades das pessoas portadoras de deficiência. “Era uma lacuna que precisa de ser sanada. Precisávamos de dar respostas que fossem de encontro às necessidades das pessoas portadoras de deficiência no nosso concelho e também em Mondim de Basto, concelho vizinho. A Ação Social sempre foi uma das causas que mais

executivo Ação

Social,

criamos

funcionamento

integral

uma rede social, juntamos

do mesmo. “É impensável

os nossos parceiros, a Santa

um equipamento com esta

Casa, todas as IPSS´s, juntas

amplitude

de freguesia para promover o

viabilidade sem o suporte do

desenvolvimento

Estado” retorquiu.

sustentado

do nosso concelho”.

O

O edil celoricense salientou

ter

CAO,

um

apartamento

Tipologia

T3,

Esta obra é designada como

seus

Associação de Solidariedade

visa a valorização pessoal e a integração social das pessoas

para

colmatar

dramas

com deficiência, permitindo

sociais vividos por crianças,

o desenvolvimento possível

idosos, pessoas excluídas e

das suas capacidades, sem

marginalizadas e sobretudo

vinculação a exigências de

aqueles que estão na condição

rendimento

de deficiência e que vivem

de enquadramento normativo

esses

de

de natureza jurídico-laboral.

uma forma mais acrescida.”

Pretende ainda, estimular e

Na

deste

facilitar

equipamento Joaquim Mota e

possível

Silva destacou a assinatura do

remanescentes das pessoas

dramas

os

sociais

inauguração

o

aos

habitantes tudo o que é natural

Social

encontrar

habitação

Residência Autónoma e Lar

convencional, numa lógica de

Residencial e teve custo de

independência funcional do

1.447.534,22€.

numa

de

Basto

CAO,

Ocupacionais,

de

concertada

proporciona

de

a importância de “responder forma

no seu seio familiar.

como

qualquer

Centro

Atividades

ou definitivamente, de residir

assume-se e Acordo de Cooperação para

tem

capacidade para 12 utentes

A Residência Autónoma

abracei desde que me encontro

Residencial

da pessoa com deficiência,

Esta

Ao final da tarde do passado

Lar

profissional

ou

Móveis em Todos os Estilos Cozinhas por Medida Artigos de Iluminação e Decoração Électrodomésticos Telef. /Fax 255 489 923 - Tel. (resid.) 255 321 450 - Telem. 962 746 430 POÇA DE PEDRA T 4890-108 BORBA DA MONTANHA CELORICO DE BASTO

desenvolvimento das

capacidades

Ana Teixeira ESTETICISTA

Edifício Mira Rio Rua Rodrigues de Freitas 4890 CELORICO DE BASTO

Telemóvel 967 226 554

ARRENDA TERRENO A 500 metros do centro da Vila de Celorico de Basto, com a área de 5.000 m2, para agricultura, gado, etc.

Info: Tlm. 966 723 409


14

16-9-2013

O POVO DE BASTO

Dezenas de Milhares de pessoas visitaram a XVI Feira de Artesanato e Gastronomia em Celorico de Basto

há muitos anos e gosto de cá

de

estar. O ambiente é ótimo e o

Margens de Ouro, o grupo

espaço muito atrativo além do

de Concertinas de Arnoia, o

mais, e apesar das dificuldades

grupo Maré Alta, os Amigos

em

produtos

das Tainadas, o Grupo Popular

expostos, vou fazendo algum

MS. No último dia de certame

negócio o que, no que respeita

a animação esteve a cargo do

a artesanato nem sempre

Rancho Folclórico de Canedo

é fácil”, salientou um dos

e do Rancho Folclórico “os

artesãos presente na feira.

Amigos do Castelo”. A XVI Feira

adquirir

os

Municipal. Por outro lado o

pessoas visitaram a XVI Feira

Municipal e no parque Lúdico

edil celoricense salientou que

de Artesanato e Gastronomia

do Freixieiro durante 5 dias, o

“criamos um agradável espaço

em Celorico de Basto

espaço ideal para o convívio e

de convívio onde se encontram

a confraternização.

muitas famílias e grupos de

“Um certame que valoriza o artesanato, a gastronomia,

“Foram servidas perto de

amigos que aproveitam esta

15 mil refeições, vendidas

feira como ponto de encontro

atividades económicas e muito

milhares

de

onde, naturalmente, também

em especial o convívio que,

vinho,

transacionados

participam emigrantes e um

pela sua dimensão, mostra

muitos

o

e

os

produtos

regionais,

crescimento

garrafas

produtos

de fora do concelho e muitos

palavras do presidente da

negócios superior a 250 mil

que se encontram hospedados

Câmara Municipal de Celorico

euros de forma direta, além

em Celorico de Basto”.

de Basto, Joaquim Mota e Silva.

dos negócios gerados com o

A opinião é partilhada pelos

Dezenas de Milhares de

movimento da vila de Celorico

expositores e visitantes, quer

pessoas passaram pela XVI Feira

de Basto que atingiu ainda

os da terra quer os que vêm

de Artesanato e Gastronomia e

um valor considerável” referiu

de fora. “Venho a esta feira

mostra de vinhos, um certame

o

gerado

um

presidente

tendo

número cada vez maior de

de

concelho”

artesanato,

regionais

turistas que vêm diretamente

do

tecido

de

sido

económico

do

as

volume

da

Câmara

Grupo

de Artesanato e Gastronomia

cerca de 150 expositores,

culminou com uma majestosa

oriundos do concelho e de

sessão de fogo-de-artifício. O

certame

apresentou

A animação foi permanente

grande variedade de produtos

e contou com a presença de

de artesanato, gastronomia da

diferentes grupos convidados

região, atividades económicas,

sobretudo,

do

vinhos,

concelho. Refira-se a presença

doçaria

dos Sacabuxa, o grupo de

permanente

concertinas os Vizinhos do

infantil.

grupos

Minho, o Rancho Folclórico que teve lugar no Mercado

o

O certame contou com

vários pontos do país.

Dezenas de Milhares de

Gandarela,

tasquinhas, regional, e

animação animação


CELORICO DE BASTO Uma ronda pelas freguesias...

GAGOS Coordenação: Orlando Silva Fotografias: Nicolau Bacelar Suplemento do Jornal O POVO DE BASTO, n.º 312 de 16 Setembro de 2013

A

freguesia de Gagos, com uma área de 3,73 Km2, fica situada a cerca de seis quilómetros da sede do concelho de Celorico de Basto. Era vigairaria anexa a Basto S. Clemente, cujos frutos pertenciam, metade ao Abade e outra parte aos Reitores de Antime, da Ordem de Cristo e a partir de 1719 doada ao Marquês de Valença. Etimologicamente a freguesia de Gagos deriva, muito provavelmente, de uma tribo germânica “Gagus” que no princípio do século V ocuparam este território. Nas Inquirições de 1258 a freguesia era mencionada com a designação de Santo Jacobo de Gaguis. Como curiosidade refira-se que a área atual da freguesia de Gagos abrange também a que outrora se denominava de freguesia dos Prazeres. Nas memórias paroquiais de 1758 a igreja de Gagos é descrita pelo pároco Gonçalo da Cunha Rego como tendo três altares: o altar-mor, o da Nª Sr.ª das Neves e o da Nª Sr.ª do Carmo. Também refere a ermida de S. Caetano, e a capelinha de S. Francisco Xavier com as imagens de Nª Sr.ª do Pilar, S. Pedro de Alcântara e a de Nosso Senhor Crucificado, para além de seis capelinhas que correspondiam aos passos da paixão de Cristo. Atualmente não existem vestígios do Calvário. Destaca que junto

a uma daquelas capelinhas, a da Divina Providência, estão três fontes, a de S. Caetano, a de Santa Marinha e a de S. Francisco Xavier, das quais desce a água encanada para uma pia de pedra. Ainda existe o Cruzeiro datado de 1772, para além das duas capelas, autónomas, mas ligadas interiormente por uma porta em arco de volta inteira. Uma é dedicada a São Caetano, que foi um exemplo de caridade e fundador da Ordem dos Teatinos para o clero, e a outra teria como orago São Francisco Xavier. A igreja paroquial foi restaurada em 1956, data em que também foi construída a atual torre sineira. O teto tinha um elevado valor artístico, com pinturas alusivas à vida do apóstolo S. Tiago, que desapareceram devido às infiltrações de água que aconteciam até essa data. A capela de Nª Senhora da Goma, ou dos Prazeres, ou como também é conhecida da Primavera, fica situada no lugar da Santa e foi sede da paróquia de Santa Maria de Gagos, no julgado medieval de Celorico de Basto. Nas memórias paroquiais de 1758 esta paróquia aparece anexada à freguesia de Veade, sendo denominada como “a freguesia de Sima”. Já no ano de 1831, no Livro das Visitações, surge com a denominação de Nossa Senhora dos Prazeres de Malta, dado que continuava anexada a Veade, freguesia que era uma comenda da Ordem de Malta.

No adro da capela, que ainda não teve qualquer intervenção desde a Idade Média, existe um Cruzeiro em granito que ostenta de um lado Jesus Cristo crucificado e, do outro lado, a escultura de Pietá, que representa Jesus morto nos braços da Virgem Maria. A festa de Nossa Senhora da Goma celebra-se sempre no domingo a seguir à Páscoa, existindo registos da sua realização desde o início do século XVIII, que incluía uma feira junto à capela no dia de Nossa Senhora dos Prazeres, mas que acabou em 1719 por ordem judicial. Desde esses tempos até aos nossos dias, a festa ainda atrai fiéis de toda a região ao Clamor penitencial que percorre os vários lugares da freguesia. No âmbito patrimonial esta freguesia possui alguns solares dignos de serem mencionados, nomeadamente as casas brasonadas da Cruz de Cima ou dos Motas, do Pomar, das Portelas, de Santiago e da Veiga. A casa da Cruz também conhecida pela casa dos Motas é de construção muito antiga, remonta ao século XVI. Mais tarde, já no século XVIII, foram os descendentes de Fernando da Mota Teixeira da Cunha que ampliaram e remodelaram a casa primitiva. Sempre na posse da mesma família aqui viveu Domingos de Barros Teixeira da Mota (1802-1880), bacharel formado em leis pela Universidade de Coimbra que era

S. TIAGO, PADROEIRO DA FREGUESIA DE GAGOS

S. Tiago é o padroeiro titular da igreja paroquial da freguesia de Gagos. A sua imagem mostranos o Apóstolo com os atributos dos peregrinos, usando capa e sandálias, com um robusto cajado para o amparo das longas caminhadas e defesa dos animais que saíam ao caminho; a cabaça de água e as vieiras com que recolhiam a água das fontes. Tiago era pescador, filho de Zebedeu e de Salomé e irmão mais velho do evangelista João. Os dois irmãos foram chamados por Jesus quando estavam com o seu pai numa barca a consertar as redes da pesca, nas margens do lago de Genesaré.

A resposta foi pronta e total, dado que “eles abandonando o barco e o seu pai, o seguiram.” Tiago nasceu em Betsaida na Galileia, e para se distinguir de outro Apóstolo com o mesmo nome, foi apelidado de o “Maior” por ser mais velho que o seu homónimo. Tiago, Pedro e João foram os primeiros a abandonarem tudo para seguirem Jesus como seus discípulos, e como prova da sua intimidade com o Mestre, participaram na Transfiguração no Monte Tabor e na Agonia de Cristo no Jardim das Oliveiras. Em várias narrações Tiago surge com uma índole forte e

casado a segunda vez com a sua prima D. Senhorinha da Conceição Machado Araújo de Sousa Vieira e Brito Castelo Branco e Barros, senhora da Casa do Outeiro em Vale de Bouro, entre muitas outras. Para além de ter sido o décimo quarto e último, capitão-mor das Milícias de Basto, nomeado por decreto em 1828, foi ainda deputado da nação. Desta casa também foi descendente o Dr. Domingos de Barros Teixeira de Mendonça, juiz da comarca e presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, na década de 40 do século XX e casado com sua prima D. Henriqueta de Barros Teixeira Coelho, da casa do Outeiro em Veade. Hoje a sua proprietária é a D. Maria Teresa Corte-Real Teixeira da Mota, viúva do 2º Visconde de Negrelos e Montariol, José Manuel da Costa Leme, engenheiro civil e Diretor do Porto de Lobito, em Angola. O brasão da casa está pintado no teto do belo salão de entrada, com escudo das armas dos Barros, dos Motas, dos Teixeiras e dos Macedos. A casa do Pomar, também chamada de Casa d’Além terá sido construída em 1733 e pertenceu à família Amaral de Guimarães. Recentemente este magnifico solar bem como a sua capela sofreram obras de restauro, preservando a sua traça original. A casa das Portelas um solar de grande imponência e beleza arquitetónica terá sido construída no século XVI. A casa possui

ardente, carregada pela sua natureza fogosa, o que lhe valeu a denominação de “filho do trovão”. Em Portugal é designado e conhecido por Santiago, que é a junção dos termos São mais Tiago. Santiago, após a ascensão de Cristo, evangelizou a Judeia e Samaria, partindo depois para a Península Ibérica onde desenvolveu um trabalho fecundo na dilatação da fé. Depois regressou a Jerusalém, e tal como os outros Apóstolos, foi vítima das autoridades judaicas. O rei Herodes Agripa, tendo recebido o reino do imperador Calígula no ano 44, e para se reconciliar com os judeus, começou a perseguir alguns membros da Igreja acabando por mandar degolar Tiago, um

Igreja Paroquial de Gagos capela dedicada a Nossa Senhora de Guadalupe e dois brasões, um interior pintado na sala de jantar e outro no exterior, mais recente, com as armas dos Carvalhos, dos Teixeiras, dos Pintos e Carvalhos novamente. A casa da Veiga é uma construção do início do século XVIII e possui uma imponente torre romântica de boa cantaria, que terá sido construída no mesmo local onde existia uma capela em ruinas. O visitante que passe por Gagos não pode deixar de conhecer as riquezas patrimoniais desta pequena mas acolhedora freguesia. Recomenda-se uma deslocação ao ponto mais alto da freguesia, o monte de São Caetano e deslumbrar-se com a magnifica paisagem que disfruta a toda a sua volta, sem esquecer uma visita aos edifícios religiosos.

dos pregadores mais influentes do cristianismo. Enquanto era levado em direção à execução, Santiago realizou dois milagres, a conversão e batismo do seu guarda, um fariseu chamado Josías, e a cura de um paralítico. Segundo a tradição, o corpo de Santiago foi trasladado para a Galiza. No ano 813, um ermitão viu brilhar uma estrela em Iria e o bispo Teodomiro descobriu as relíquias em Compostela. A partir de então, este Apóstolo torna-se protetor de Espanha e pelo “caminho de Santiago”, hoje Património da Humanidade, acorrem peregrinos de toda a cristandade. Santiago foi o primeiro mártir entre os Apóstolo de Cristo, o primeiro a dar a vida pela fé. O 25 de julho é o Dia de Santiago.


II

UMA RONDA PELAS FREGUESIAS

Património Arquitectónico

Igreja Paroquial de S. Tiago de Gagos Assento Capela de Nossa Senhora da Goma

Goma

Capela de Santo António

Pomar

Capela de S. Caetano

Capela de N.a S.ra de Guadalupe Alminhas do Assento Centro Paroquial

Casa brasonada da Cruz /Motas

Casa brasonada do Pomar

Casa brasonada das Portelas Casa brasonada de Santiago Casa brasonada da Veiga Casa de Almeida Casa da Balouta

S. Caetano Portela

Assento

Igreja

Cruz

Casa da Foz

Casa e Quinta da Granja Casa da Igreja

Cruz

Veiga

Muxões

Muxões Igreja

Casa dos Pintos

Muxões

Muxões Goma

Casa do Seixo

Seixo

Casa do Sobrado

Sobrado

Casa do Turtelhal

Cruzeiro da Casa da Santa

Cruzeiro de S. Caetano

Cruzeiro de S. Tiago de Gagos

Edifício Sede da Junta de Freguesia Espigueiro dos Motas Fonte de S. Caetano Fontenário da Cruz

Turtelhal Goma

S. Caetano Assento

Escola Cruz

S. Caetano Cruz

Levada da Poça do Monte

Lagar

Marco do Monte

Monte

Marco da Goma

Marco da Sobreira

Moinho da Poça do Monte

Goma

Sobreira

Lagar

OUTROS LOCAIS DE INTERESSE TURÍSTICO Monte de S. Caetano

Colectividades / Instituições

Grupo de Bombos “Os Caetanos” de Gagos Núcleo Cultural de Gagos

ESCOLAS

Escola Primária da Portela

FESTAS E ROMARIAS

Festa de Nossa Senhora da Goma Domingo de Pascoela Festa de S. Caetano 1.º Domingo de Agosto

ARTESANATO Tecelagem

Freitas

Botelhão

Igreja

Maruta

Casa da Santa

Muxões Trata-se de dois cacos de fabrico manual, de pastas grosseiras e sem quaisquer elementos de diagnóstico, que apareceram num cabeço do monte.

Almeida

Portela

Casa e Quinta da Maruta Casa de Muxões

(Uma selecção da carta do Património Arqueológico)

Diz respeito a um conjunto de várias cerâmicas de fabrico manual: cacos lisos bordos e uma carena. As pastas apresentam-se bastantes frágeis. Em aparente associação encontrou-se um percutor e um núcleo em quartzo local.

Pomar

Passagem

Casa do Botelhão

PATRIMÓNIO ARQUEOLÓGICO

Uma cruz processional de estilo “mudéjar” em ouro, estilisticamente datada do século XI, é um achado verosimilmente associado à Capela de Nossa Senhora da Goma, e que atualmente está exposta no museu D. Diogo de Sousa em Braga. Há poucos anos foi recolhida uma estela funerária discoide, de características tipicamente medievais, que se encontrava enterrada verticalmente no solo junto à Capela.

ACTIVIDADES ECONÓMICAS

Agricultura Alfaiataria Carpintaria Casa agrícola Comércio tradicional Comércio e reparação de veículos motorizados Comércio de pirotecnia Comércio de pneus Construção civil Consultório médico Estação de Serviços Oficina de mecanica automóvel Padaria e Pastelaria Pecuária Posto de abastecimento de combustíveis Posto de análises clínicas Restauração Serralharia Táxis Têxtil

Censos

2001

2011

N.º de Alojamentos Familiares

298

318

N.º de Famílias Clássicas

183

212

N.º de Indivíduos residentes

632

634

N.º de Edifícios

281

299

GAGOS

Pároco da freguesia

António de Oliveira Gonçalves nasceu no dia 15 de novembro de 1962, na freguesia de Mogege, concelho de Vila Nova de Famalicão. É filho de Adelino Dinis Gonçalves e e de Rosa Fer- P. António Oliveira Gonçalves reira de Oliveira, sendo o quarto filho de dez irmãos. Após o ensino primário, ingressou nos Seminários Diocesanos de Braga. Licenciado em Teologia pela Universidade Católica de Braga e Profissionalizado pela Universidade Católica do Porto. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de julho de 1990, pelo Arcebispo Primaz de Braga, tendo celebrado a sua Missa Nova na Basílica de Braga no dia 15 de agosto do mesmo ano. No dia 30 de setembro de 1990 foi nomeado pároco das freguesias de S. Tiago de Gagos e Santo André de Molares, onde começou a sua relevante caminhada sacerdotal. No início do ano de 1993 assumiu a paróquia de S. Martinho de Vale de Bouro. Mais tarde, no dia 21 de setembro de 2003, foi-lhe confiada a paróquia de S. Tiago de Ourilhe. Ainda hoje acumula estas quatro importantes paróquias do Arciprestado de Celorico de Basto. No âmbito do ensino escolar, foi professor na Escola Profissional de Fermil de Basto de 1990 a 1994. Em 1993 e 1994 lecionou na Escola C+S de Gandarela de Basto e de 1995 a 2011 na Escola C+S da Mota, em Fervença, voltando ao Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, em Gandarela nos anos de 2011 e 2012. Faz parte do Conselho Arciprestal de Celorico de Basto na área da Pastoral Familiar. Foi a sua ação empreendedora e dinamismo que o levou a construir várias infraestruturas, como os Centros Sociais e Salões Paroquiais de Gagos, Molares e Vale de Bouro, as residências Paroquiais de Molares e Vale de Bouro, a Residência Juvenil e o Lar João Paulo II em Molares. No âmbito do património edificado existente nas suas paróquias, teve um papel decisivo no restauro de várias igrejas e capelas, bem como nas suas áreas envolventes. A sua forma de trabalhar na linha de vanguarda da envangelização, assente no contato direto com os seus paroquianos e na ação social que tem desenvolvido, permite-lhe ser uma voz inconformada mas encorajadora sempre na senda dos mais altos valores da vida. A comunidade paroquial de Gagos respeita e estima com grande admiração o seu sacerdote, que há vinte e três anos cuida das suas almas no exercício exemplar da missão pastoral e social.


GAGOS

Presidente da Junta de Freguesia de Gagos, em entrevista

O Povo de Basto – Há quantos anos desempenha a função de Presidente da Junta de Freguesia? António Lopes da Silva – Desempenho as funções de Presidente da Junta de Freguesia de Gagos há vinte e oito anos, durante sete mandatos consecutivos.

O que pensa da nova reforma Administrativa Local, que entre outras medidas, aborda a agregação de freguesias? – Não concordo com esta decisão de agregar as freguesias, porque só avançaram com esta reforma administrativa para enganar a troika, já que no memorando de entendimento está previsto a redução de autarquias no nosso país. Foi a forma mais fácil de concretizar esta medida…

Oficialmente foi contactado por alguma entidade, para esclarecer do que vai acontecer com o chamado “Acordo Verde”? - Não.

E a Junta de Freguesia de Gagos abordou com os seus habitantes o

III

UMA RONDA PELAS FREGUESIAS

assunto da Reforma da Administração Local?

– Não abordamos oficialmente este assunto com a população dado que também não tínhamos, nessa época, grande informação. Não houve, por parte das entidades competentes, grande interesse em envolver as nossas Juntas de Freguesia nesta discussão. Eu procurava esclarecer as pessoas da freguesia, quando se dirigiam a mim e colocavam algumas questões. Mas o meu conhecimento provinha da leitura dos jornais diários e de alguns debates na televisão que assisti.

Na prática e perante o que já é conhecido, quais são as implicações para a sua freguesia? - O resultado é a formação da União de Freguesias de Gagos, Molares e Veade. Estas três freguesias, num futuro próximo irão dar lugar a uma nova freguesia, que muito naturalmente, na minha opinião será designada de freguesia de Fermil. É uma decisão para a próxima Assembleia e Executivo da União de Freguesias. Digo isto, porque a vila de Fermil é um polo urbano centralizador

das três freguesias.

Neste contexto, qual é o papel a desempenhar pelos novos Presidentes de Junta? – A sua missão é continuar a estar próximo da população da sua área geográfica, saber ouvir as suas necessidades e procurar ajudar dentro das suas possibilidades. No entanto, com a agregação das três freguesias, o seu trabalho de proximidade ficará afetado, dado que terá de gerir uma área substancialmente maior.

Atualmente, quais são as verbas que recebe a Junta de Gagos? ̶ Durante este ano de 2013 a Junta de Freguesia de Gagos receberá cerca de 23 mil euros. Esta verba tem vindo a diminuir de ano para ano. Enquanto Presidente de Junta, ao longo destes anos, o que o mais o marcou? ̶ A construção do Parque de Jogos ao qual atribuímos o nome do Padre Manuel Padrão, a manutenção e reparação de todos os caminhos bem como a iluminação pública na freguesia. Mas a obra que mais me marcou foi, sem dúvida, o

abastecimento de água a toda a freguesia de Gagos.

Quais as dificuldades que sente enquanto Presidente de Junta? – As dificuldades giram todas em volta do pequeno orçamento que temos, para fazer face às inúmeras solicitações que diariamente chegam à Junta de Freguesia de Gagos. Vivemos tempos difíceis e a população mais idosa precisa cada vez mais de ajuda dos seus autarcas, os que estão mais próximos, nem que seja para resolver qualquer assunto na sede do concelho, junto de diversas entidades.

Quais são as obras mais necessárias na freguesia?

̶ Atualmente temos duas obras que são necessárias realizar no curto prazo. Trata-se do alargamento do cemitério e concluir as obras do Parque da Goma.

O que pensa do futuro da sua freguesia? – Com a agregação das freguesias de Gagos, Molares e Veade, ficamos integrados num polo do concelho muito forte, com potencial de desenvolvimento comercial, dado a sua localização geográfica e as suas gentes dinâmicas e trabalhadoras. A vila de Fermil e as

próprias freguesias agora agregadas, dispõe de várias infraestruturas e equipamentos, que permitem encarar o futuro com esperança e qualidade de vida para nós e para as gerações vindouras. Recordo ao nível do ensino, o Centro Escolar proporciona aos nossos jovens instalações adequadas e modernas; na área da saúde temos a Extensão do Centro de Saúde; vários polidesportivos e campos de futebol permitem a prática desportiva com regularidade e na assistência à população sénior, contamos com os Lares e Centros Sociais e Paroquiais.

Quer deixar uma mensagem aos habitantes de Gagos? – Quero deixar uma palavra de apreço à população da freguesia de Gagos. Estive vinte e oito anos ao serviço da minha querida terra, sempre com muito empenho em resolver os problemas das pessoas. Nunca descriminei ninguém, estive disponível para falar com todos, a qualquer hora, e próximo dos que mais precisavam de ajuda. Passei parte da minha juventude no exercício desta nobre missão. Foi com muito orgulho que representei a freguesia de Gagos.

Assembleia de Freguesia

Gagos – Órgãos Autárquicos

Presidente:

- António Manuel Alves da Silva

1.º Secretário: Presidente da Junta

António Lopes da Silva, natural e residente no lugar da

Portela, freguesia de Gagos. Nascido a 25-12-1959, filho de

José Portilho da Silva e de Maria Isabel Martins Lopes, exerce desde 1985 a 2013, durante sete

mandatos consecutivos, as funções de Presidente da Junta de Freguesia de Gagos.

Secretário da Junta José Teixeira da Costa, natural de Ribas e residente no lugar de

Balouta, freguesia de Gagos. Nascido a 09-03-1940, filho de António da Costa e de Teresa Teixeira

Novais, desde 1985 foi membro da Assembleia de Freguesia e exerce

Tesoureiro da Junta José Augusto Pereira Magalhães, natural e residente

no lugar de Portela, freguesia

de Gagos. Nascido a 13-01-1971, filho de Manuel Lopes Maga-

lhães e Maria Julieta Pereira,

desde fevereiro de 2013 o cargo de

exerce desde janeiro de 2012 as

de Gagos.

de Freguesia de Gagos.

Secretário da Junta de Freguesia

funções de Tesoureiro da Junta

- António Jorge Cunha da Silva

2.º Secretário: - Maria Teresa Pires Lopes

Vogais: - José Luis Oliveira da Cunha

- Jorge Alves Magalhães - Jorge Ribeiro Pinto - Maria Alzira Ribeiro Carvalho


IV

GAGOS

UMA RONDA PELAS FREGUESIAS

Campo de Futebol P.e Manuel Miranda Padrão

Capela de N.a Sra. da Goma

Alminhas do Assento

Cruzeiro da Goma

Capela de S. Caetano

Casa da Balouta

Centro Social e Paroquial de Gagos

Casa da Veiga Casa da Cruz

Cruzeiro de S. Caetano

Casa das Portelas

Pia Baptismal da Igreja Polidesportivo

Casa dos Pintos - de Muxões Edifício da Junta de Freguesia Casa do Seixo

Casa de Santiago

Casa do Pomar

Fontes de S. Caetano


16-9-2013

15

O POVO DE BASTO

Bombeiros Voluntários Celoricenses Campanha de Angariação de Fundos com Resultados Positivos comemoraram 87.º aniversário A Associação Humanitária

dos

Bombeiros

Celoricenses

Voluntários desenvolveu,

durante alguns meses, no concelho Basto,

de

uma

Celorico

de

campanha

de

angariação de fundos para fazer face aos compromissos assumidos referentes às obras de ampliação e requalificação do quartel sede e aquisição de novos veículos imprescindíveis na defesa de bens e pessoas, primordiais para assegurar a eficaz e rápida resposta no combate a incêndios urbanos e industriais. A campanha foi desenvolvida pelos bombeiros e membros da direcção que voluntariamente se predispuseram de forma a conseguir os fundos para cumprir os compromissos assumidos. O presidente da direcção, Fernando Freitas, enaltece o apoio da população, do clero e das juntas de freguesia no contributo

Fernando Freitas, presidente da Associação Humanitária, no uso da palavra Fundada no dia 15 de

nossos bombeiros para que

protocolar o momento difícil

agosto de 1926 a Associação

possam

servir

que a corporação está a viver

Humanitária dos Bombeiros

forma

a

Voluntários

Celoricenses

quartel

encontra-se

comemorou

mais

da

melhor O

devido ao acidente sofrido por

agora

um dos elementos do corpo

um

com condições excelentes e

ativo. Salientou a coragem

aniversário com a tradicional

estamos munidos de mais

do jovem e de todos os

cerimónia religiosa seguida da

um moderno equipamento,

bombeiros e pediu para que

visita ao cemitério como forma

um VUCI (Veículo Urbano de

se mantenham perseverantes

de homenagem aos bombeiros,

Combate a incêndios), para

e

dirigentes e falecidos.

rápida resposta às diferentes

prontamente à chamada da

situações

possam

população. “Infelizmente as

Voluntários

surgir. Um investimento que

coisas nem sempre correm

Celoricenses dispõem de um

implicou um grande esforço

como esperamos mas acredito

quartel que sofreu obras de

financeiro da instituição no

ampliação e requalificação.

valor de 700 mil euros”, “Em

Neste

momento

Bombeiros

Durante

que

cerimónias

nome da direção agradeço

de aniversário o presidente

o empenho na colaboração

da Associação Humanitária,

para as obras do quartel e à

Fernando Freitas, salientou o

Câmara Municipal pela ajuda

esforço financeiro da instituição

financeira e na execução das

para

obras dos arranjos exteriores

a

as

os

população.

poder obra.

diariamente

desenvolver “Esforçamo-nos para

criar

as

melhores condições para os

do quartel,” salientou. O ainda,

presidente no

seu

destacou discurso

capazes

de

responder

que melhores dias virão e que o nosso bombeiro ferido irá recuperar rapidamente”. Nas cerimónias destaca-se a promoção de 10 bombeiros do corpo ativo com a imposição das divisas de bombeiros de 1ª. Como

habitualmente

a

população fez parte integrante das cerimónias que marcaram mais

um

aniversário

da

Associação Humanitária dos

Bombeiros

Voluntários Celoricenses que, desta vez, excecionalmente, decorreram

Nova viatura de combate a incêndios urbanos

na

capela de Nossa

prestado. “Agradeço, em nome da direcção e de todo o corpo dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, o apoio do Clero e das Juntas de Freguesia na divulgação da campanha, e de toda a população pelo contributo na certeza porém, que será compensada com mais qualidade em todas as actividades de socorro e protecção civil onde intervenha o corpo de Bombeiros Celoricenses”, salientou. Neste sentido, torna-se público que tal campanha rendeu 54.119, 68 euros, tendo cada freguesia contribuido com os valores apresentados na tabela seguinte.

FREGUESIA Agilde . . . . Arnoia . . . . Basto, S. Clemente . . Basto, Santa Tecla . . . Borba da Montanha . . Britelo . . . . Caçarilhe . . . . Canedo de Basto . . . Carvalho . . . . Codessoso . . . . Corgo . . . . Fervença . . . . Gagos . . . . Gémeos . . . . Infesta . . . . Molares . . . . Moreira do Castelo . . Ourilhe . . . . Rego . . . . Ribas . . . . Vale de Bouro . . . Veade . . . . TOTAL

MONTANTE € 2.080,50 4.655,00 3.397,30 755,00 3.658,50 8.862,50 1.140,00 2.151,10 2.101,00 1.119,40 1.520,00 3,260,00 1.,928,50 2.038,00 2.001,00 1.694,00 1.212,50 1.228,00 3.066,40 2.283,75 1.683,22 2.284,01 54.119,68


20

O POVO DE BASTO

16-9-2013

INAUGURADO ARRANJO URBANÍSTICO DA ENVOLVENTE DE OURILHE

Bar da Vinha António Teixeira Peneda

Aberto Todos os Dias

KARAOKE

RUA VELHA 4880 MONDIM DE BASTO

TEL. 255 382 642 TLM. 963 131 489

www.facebook.com/bardavinha

- António Ilídio Machado, Unipessoal, Lda.  Livraria / Papelaria  Material Escolar  Fotocópias e Encadernações  Jornais e Revistas, etc.

S. SILVESTRE T (JUNTO À BIBLIOTECA) - CELORICO DE BASTO TEL./FAX 255 323 067 A freguesia de Ourilhe,

por este homem, que vai

em Celorico de Basto, viu

deixar o cargo que ocupa mas,

inaugurada,

estou ciente, que continuará a

dia

24

de

no

passado uma

colaborar e a contribuir para o

infraestrutura”

desenvolvimento desta terra e

para a freguesia, o Arranjo

para o bem-estar da população

Urbanístico da Envolvente de

de Ourilhe”, referiu.

“importante

agosto

Ourilhe, que contempla uma

O edil celoricense salientou

capela mortuária e um amplo

ainda que tem por objetivo

largo para a promoção de

continuar a apoiar as 22

diferentes atividades.

freguesias do concelho para

“Tudo começou com o

que estas evoluam de forma

arranjo que o Sr. Padre António

concertada. “Enquanto eu por

Gonçalves foi desenvolvendo

cá andar, fiquem cientes, que

ao longo do tempo em volta

o meu empenho junto das

da igreja o que resultou

22 freguesias que integram o

numa grande força entre a

nosso concelho será inabalável

Câmara Municipal e a Junta

e responderá aos apelos e

de Freguesia para alavancar

necessidades da população.

o espaço e transformá-lo

Ninguém me desviará desse

nesta importe obra” referiu

princípio e dessa orientação,

o

Câmara

continuarei a trabalhar na base

Municipal, Joaquim Mota e

do respeito pelas freguesias,

Silva, aquando do discurso

cada

protocolar.

individualidade. O interesse

presidente

O

salientou

uma

com

a

sua

o

coletivo terá sempre primazia

empenho do presidente de

em detrimento dos interesses

Junta de Freguesia, João Pinto,

individuais, num apelo à união

no crescimento constante da

que nos levará a alcançar

freguesia não só por esta obra

objetivos

mas por tudo aquilo que foi

poder continuar a dar a estas

capaz de fazer ao longo dos

freguesias o que elas merecem,

anos que esteve à frente dos

progresso e qualidade de vida”.

destinos da Junta de Freguesia.

O presidente de Junta

“Neste

autarca

da

momento

dois

de

concretos

Freguesia

de

para

Ourilhe

sentimentos estão implícitos

mostrou-se emocionado com

nesta cerimónia, a alegria pela

a inauguração da sua última

obra desenvolvida e a nostalgia

obra. “Será a minha última

pelo trabalho desenvolvido

obra à frente dos destinos

da Junta de freguesia e nesta minha última aparição pública quero agradecer à Camara Municipal a forma sempre pronta e colaborante do Sr. Presidente e colaboradores nas

diferentes

obras

desenvolvidas nesta pequena freguesia. Agradeço também, a cooperação incansável do Sr. Padre António, que sempre nos atendeu e apoiou. E, sobretudo, à população que me deu um voto de confiança para comandar os destinos da Junta de Freguesia ao longo destes anos”, salientou emocionado. As

cerimónias

inauguração

do

de espaço

iniciaram com a celebração da

eucaristia

seguida

da

bênção do espaço a cargo do padre, O

António

Gonçalves.

descerramento

das

placas inaugurativas, capela

Zona Industrial de Crespos - 4890 Celorico de Basto Tel./Fax 255 322 007 / Tlm. 962 446 915 e-mail: automiguelteixeira@sapo.pt

PEIXARIA CAR VALH O

Campeão na Qualidade! 10 anos a combater o colesterol dos Celoricenses!

Tlm. 968 865 649 - 969 587 895

CERDEIRA - RIBAS T CELORICO DE BASTO

Mortuária e largo João Cunha Pinto, foi da responsabilidade do

presidente

da

Câmara

Municipal de Celorico de Basto e do presidente de Junta de Freguesia de Ourilhe. As

cerimónias

inauguração

do

da Arranjo

Urbanístico da Envolvente da Igreja terminaram com um lanche convívio no Parque de lazer de Ourilhe, anexo, ao espaço agora inaugurado.

OURIVESARIA E RELOJOARIA SILVA ANDRADE, LDA. Jóias, Ouro, Prata e relógios Executa todos os consertos Telef. 255 323 676 T Avenida da República, 29

4890 CELORICO DE BASTO


16-9-2013

17

O POVO DE BASTO

Equipamento de apoio à Comunidade inaugurado em Borba da Montanha

A Freguesia de Borba da Montanha, em Celorico de Basto, mostra-se agora apetrechada com um equipamento de apoio religioso e cultural, uma capela Mortuária e um centro de catequese complementado com um arranjo exterior amplo e um parque de estacionamento.

“Uma da

obra

persistência

entendimento

e

fruto

cerimónia

inauguração

do espaço onde deixou claro

bom

de infraestruturas de cariz

que é também sua função

religioso

entre

e

de

apoio

à

ajudar a criar as melhores

Câmara Municipal e a Junta

comunidade,

na

freguesia

condições para transmitir a fé

de

em

de Borba da Montanha com

de

a presença de dezenas de

Freguesia,

uníssono,

a

de

que,

trabalharam

forma a conseguir adequar

pessoas.

à comunidade. O

descerramento

da

Segundo publicou o jornal DIÁRIO DO MINHO,o Senhor

placa antecedeu os discursos

Arcebispo Dom Jorge Ortiga nomeou no passado dia 18 de julho

o espaço às necessidades da

As novas infraestruturas, a

população. A freguesia ganha

parte religiosa orçamentada

responsabilidade do presidente

agora um novo coração que

em 75 mil euros ao que

da Autarquia e do presidente

bate com mais força e que é

acresce

da Junta de Freguesia.

reflexo de um trabalho feito

na

com determinação e com a

segundo o presidente da Junta

contou com a presença de

qualidade desejada da parte

de Freguesia de Borba da

várias

de todos os intervenientes,

Montanha, Domingos Teixeira,

com a população local que

Câmara Municipal, Junta de

“fruto do bom entendimento

não quis perder a cerimónia

Freguesia e Fábrica da Igreja”,

entre

de

palavras do presidente da

envolvidas de acordo com as

importante infraestrutura para

Câmara Municipal, Joaquim

funções que lhe são inerentes”.

a comunidade local.

Mota e Silva, na tradicional

A cerimónia foi marcada

cerimónia de inauguração. Decorreu

no

o

zona

valor

investido

envolvente,

todas

as

protocolares

são,

partes

Uma

por uma forte carga religiosa

passado

com o padre, Alexandre Sá, a

sábado, 14 de setembro, a

realizar a cerimónia de bênção

PÁROCO DE RIBAS É O NOVO ARCIPRESTE DE CELORICO DE BASTO

e

foi

cerimónia individualidades

inauguração

de

da

que e

uma

o P.e Dr. Albano Fernandes Costa Arcipreste de Celorico de Basto para os próximos cinco anos. Depois de ter exercido este cargo durante dois mandatos consecutivos, o máximo permitido pelos Estatutos do Arciprestado, entre 1998 e 2008,e de ter sido nomeado Vice-Arcipreste de2008 a 2013,foi-lhe confiado novamente este encargo por decisão do Senhor Arcebispo. O Sr. Padre Albano Costa é um dos sacerdotes mais activo na área social. Fundou o Centro Social e Paroquial do Divino Salvador de Ribas onde um moderno Lar presta serviços de internamento a idosos e apoio domiciliário. Mais tarde criou a Residência Juvenil para crianças e jovens em risco e há 4 anos a creche. Na sequência deste labor ao longo de 25 anos a Câmara Municipal de Celorico de Basto atribuiu esta instituição, em 2010, a Medalha Municipal de Mérito, Grau Ouro. Desejamos-lhe óptimo desempenho neste serviço que a Igreja uma vez mais põe na sua responsabilidade.

VENDE-SE

Em Souto Maior, Arnoia, Celorico de Basto,

um terreno agrícola com 15.000 m2. Tem três nascentes de água. Bom local.

Contatar Telef. 255 381 463 Casa Mortuária

e instalações para a catequese


18

16-9-2013

O POVO DE BASTO

FREGUESIA DE VALE DE BOURO INAUGURA SEDE DE JUNTA

Bouro,

uma

obra

todos

ambicionavam

que

equipamentos necessários

e

para servir da melhor forma

que servirá para apoiar a comunidade local nas diferentes

toda a comunidade local”. A cerimónia iniciou com

atividades

a tradicional bênção do

desenvolvidas e nos serviços

espaço da responsabilidade

da

da

do padre António Gonçalves

Junta de Freguesia. Uma

seguida do descerramento

obra

graças

da placa inaugurativa uma

conjunto

tarefa a cargo do presidente

entre a autarquia e a junta

da Câmara Municipal de

de freguesia na ótica de

Celorico de Basto e do

conseguir o melhor para a

presidente de Junta de

comunidade local”, palavras

Freguesia

do presidente da Câmara

Bouro.

ao

responsabilidade conseguida trabalho

Municipal de Celorico de

Após

de os

Vale

de

tradicionais

Basto, Joaquim Mota e Silva,

discursos

no discurso protocolar de

todos os presentes foram

inauguração do espaço.

convidados

Albino

Costa,

protocolares a

visitar

as

o

instalações e a usufruir

presidente de Junta de

de um lanche convívio na

Freguesia de Vale de Bouro,

zona exterior do espaço.

de agosto a inauguração

Trata-se de um espaço que

agradeceu o esforço da

A comunidade local ficou

Vale de Bouro em Celorico

da

sede

de

Junta

de

funcionou

autarquia

execução

ainda informada sobre os

de Basto apresenta agora

Freguesia

de

Vale

de

primária e que agora, após

das diferentes obras na

dias de atendimento nas

um espaço próprio para

Bouro,

obras

freguesia.

novas

resolver os assuntos da

protocolar

comunidade.

um importante momento para a comunidade local.

A Junta de Freguesia de

Decorreu

no

dia

17

Casa Mortuária

numa que

cerimónia marcou

de

como

escola

requalificação,

na

“Agradeço

o

instalações

para

empenho da autarquia que

tratar de todos os assuntos

“É a casa de todos

não mediu esforços para

resolúveis pela junta de

os que são de Vale de

nos apetrechar com os

freguesia.

adquiriu novas funções.

e instalações para a catequese


16-9-2013

19

O POVO DE BASTO

Eduardo Magalhães – Candidato à Assembleia Municipal pelo Partido Socialista

Caros Celoricenses: da

Partido

lista

do

Socialista

à

A Assembleia Municipal deve ser um espaço de tolerância,

desafio,

dos Celoricenses e para

Aceitei-o por mim, mas

os Celoricenses – Uma

sobretudo por Celorico e

instituição e um espaço

pelos Celoricenses

abertos.

três

A Assembleia Municipal

razões fundamentais:

vai ser um espaço de

1 – O mundo actual, o

liberdade, de debate, de

mundo da globalização, do

capitalismo

sem

e

dos

mas

Face à depressão

números e ao lucro desses

e, apesar dessa mesma

números, que esquecem

continua

depressão

as pessoas e as torturam

emprego e pior que isso

que se abateu sobre os

disposta

diariamente.

continua

Portugueses, não podemos

assumir os erros.

qualquer esperança.

nosso

O

Estado

do

País,

capitalista,

desregulado,

governado

sem

ideológica e castradoras das regras democráticas e do Estado de Direito, onde as pessoas não têm lugar, o desemprego cresce de forma

assustadora,

os

jovens não tem futuro, os mais velhos vêem as suas pensões reduzidas e a sobrevivência ameaçada. A pobreza alastra a todos

os

sectores

da

sociedade. Ninguém está imune.

generalizada

ficar indiferentes.

qualidade

de sem

vida, oferecer

sem

oferecer

dos Celoricenses. Uma

Uma

Os jovens que se vão

3 – O Estado do nosso

Assembleia a

servir

e

assembleia

proximidade,

as

suas

formando, ou procuram

reuniões serão feitas de

emprego fora do concelho

forma rotativa, em todas as

ou resta-lhes

a Câmara

freguesias que compõem o

mudou, no último acto

Municipal e a dependência

município. A intervenção,

eleitoral, de Presidente de

para o resto da vida do seu

a motivação e realização

Câmara, mas não mudou

Presidente, sem liberdade,

do anseio dos Munícipes

de

sem futuro e sem sonho.

serão o nosso objectivo. O

concelho.

orientações

programáticas, sem matriz

de

como limite o interesse

que reduzem o mundo aos

2

Obrigado a todos que comigo aceitaram este

de

cedência tendo a cedência

offshores ( paraísos fiscais)

O

nosso

políticas,

concelho

mantém-

se a falta de projecto de

Um

Município

desenvolvimento e

sem

oportunidade.

a falta de renovação tão

Um

município

evidenciada.

permanentemente

no

dia da reunião será o dia da freguesia respectiva. Serão

constituídos

grupos

de

A minha lista à Assembleia Municipal constituída por homens e mulheres residentes nas diversas freguesias que compõem o nosso concelho, e das variadas áreas do saber, transportam a força da juventude, a força do saber e a força da experiência, que permitirá atingir os objectivos a que nos propomos.

a

cada um, um espaço de argumentação,

de fundo, a realização e o equilíbrio do interesse e das vontades dos Munícipes, ou seja, no nosso caso, dos Celoricenses.

Com agricultores, e m p r e - s á r i o s , comerciantes, professores, trabalhadores das mais diversas áreas e todos os agentes económicos criaremos um Concelho forte, dinâmico e para todos.

opinião, ouvindo todos e

regras, das multinacionais trituradoras

iniciativa

sê-lo, vai ser um espaço

séria reflexão.

por

de

e de proximidade e vai

diga-se, estimulante, após

Aceitei-o

a que me candidato deve

diálogo.

nosso concelho. este

A Assembleia Municipal

e vai ser um espaço de

Assembleia Municipal do Aceitei

todos.

ser um espaço de diálogo

Aceitei ser o primeiro candidato

espaço de todos e para

trabalho

desafio. Vamos caminhar. Eduardo Magalhães

PAGAMENTO DE ASSINATURAS Informamos nossos

os

prezados

assinantes

que

o

pagamento da as-

O atraso ou a falta de

último ou, no penúltimo

direccionados

o

sinatura do Jornal

desenvolvimento persiste

lugar do ranking do poder

desenvolvimento da nossa

O POVO DE BASTO

em não nos abandonar.

de compra

agricultura, do comércio,

pode ser efectuado

das empresas e do turismo,

na nossa redacção na Rua Serpa Pinto,

Caros Celoricenses, o

Caros

Munícipes

nosso concelho liderado

Celorico Precisa de mais,

áreas

pela

Celorico vai ter mais.

que

actual

continua

sem

maioria oferecer

Celorico deverá ser um

Táxi Simões = Gandarela de Basto de - José Manuel Simões Gomes Tlm. 968 035 736

CELORICO DE BASTO

de

para

intervenção consideramos

indispensáveis

para

a

sustentabilidade da nossa Terra. Afinal, nos Municípios, a Assembleia Municipal

Edifício

Santiago,

ou através de cheque ou vale postal para 20,

o 4890

Apartado Celorico

é o centro do debate, das

de Basto, ou ainda

ideias, da democracia, da

através do NIB 0007

tolerância,

0000 0001 9920 212

da

decisão,

tendo sempre como pano

23


20

16-9-2013

O POVO DE BASTO

“O POVO DE BASTO”, N.º 312, DE 16/SETEMBRO/2013

“O POVO DE BASTO”, N.º 312, DE 16/SETEMBRO/2013

CARTÓRIO NOTARIAL NOTÁRIA - SARA MARIA RIBEIRO MACHADO

CARTÓRIO NOTARIAL DE CELORICO DE BASTO A CARGO DA NOTÁRIA ADELAIDE MONTERROSO FREIXO

EXTRACTO DE PUBLICAÇÃO CERTIFICO, para efeitos de publicação, que neste Cartório e no livro de “Escrituras Diversas” número cinquenta e quatro - A, desde folhas vinte e dois e seguintes, foi lavrada em treze de Agosto de dois mil e treze, uma escritura de Justificação, tendo nela outorgado como justificantes: MANUEL DA SILVA TEIXEIRA, C. F. n.° 156 018 063, e mulher GRACINDA DA CONCEIÇÃO SILVA ANDRADE, C. F. n.° 187 818 096, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, ele portador do cartão de cidadão n.° 08187913, válido até 06/09/2015, ela do bilhete de identidade n.° 9953375, emitido em 21/04/2004, pelo SIC de Braga, naturais, ele da freguesia de Infesta, ela da freguesia de Borba da Montanha, ambas do concelho de Celorico de Basto, e residentes no lugar de Pereira, freguesia de Britelo, deste concelho. Que são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrem, do seguinte prédio rústico, sito no lugar de Alto da Pereira, freguesia de Britelo, concelho de Celorico de Basto: “TERRA DA PEREIRA”, composto de cultivo, com a área de mil quinhentos e cinco metros quadrados, a confrontar de nascente com Manuel da Silva Teixeira, e dos restantes lados com caminho público, não descrito na

Rua Soares Veloso, n° 37, R/C Esq° - Fafe Telf.: 253 593 084 Fax: 253 593 085 E-mail: saramachado.notaria@mail.telepac.pt Sara Maria Ribeiro Machado, respectiva Notária: CERTIFICO, para efeitos de publicação, que, em 01 de Agosto de 2013, no Livro de notas para “Escrituras Diversas” número 55-A, de folhas 72 a folhas 73 verso deste Cartório, foi lavrada uma escritura de Justificação, tendo nela intervindo como justificante: AVELINO TEIXEIRA, C.F. 177 448 911, solteiro, maior, residente no lugar de Murgido, da freguesia de Borba da Montanha, do concelho de Celorico de Basto, de onde é natural, que declarou: Que, com exclusão de outrem, é dono e legítimo possuidor, dos seguintes imóveis, situados no Lugar de Murgido ou Morgido, na freguesia de Borba da Montanha, do concelho de Celorico de Basto, a saber: Um - Prédio Rústico, denominado “Campo Grande com roço de mato junto”, com a área de três mil e quinhentos metros quadrados, a confrontar de norte com rego de Consortes, de sul com João Marinho, de nascente com proprietário e João Marinho e de poente com rego de Consortes, João Marinho e Estradão de Murgido, inscrito na matriz sob o artigo 2857, com o valor patrimonial de € 108,94; Dois - Prédio Rústico, denominado “Campo do Meio e roço de Mato Junto”, com a área de quatro mil cento e noventa metros quadrados, a confrontar de norte com estradão, de sul com tapada do meio, de nascente com Silvana Pinto e Campo Grande e de poente com Silvana Pinto, inscrito na matriz sob o artigo 2064, com o valor patrimonial de € 100,94; Três - Prédio Rústico, denominado “Campo e Leira do Ribeiro”, com a área de dois mil cento e vinte metros quadrados, a confrontar de norte com Silvana Pinto e proprietário, de sul com António Lopes Marinho de Sousa, de nascente com Ribeiro e de poente com Tapada de Montezelo, inscrito na matriz sob o artigo 2068, com o valor patrimonial de € 85,98; Que os identificados prédios encontram-se OMISSOS na Conservatória do Registo Predial de Celorico de Basto, mas estão inscritos na respectiva matriz em nome de Belmiro Lopes Marinho, adiante referido. Que, não é detentor de qualquer título formal que legitime o domínio dos referidos prédios, em virtude de os mesmos terem sido adquiridos, por ele justificante, por compra, que fez verbalmente em dia e mês que não pode precisar do ano de mil novecentos e noventa, ao mencionado Belmiro Lopes Marinho e esposa Isaura Coelho, casados que foram em comunhão geral de bens, residentes que foram na freguesia de Ardegão, e com última residência conhecida no lugar de

Conservatória do Registo Predial deste concelho, inscrito na respectiva matriz

Murgido, da freguesia de Borba da Montanha, do concelho de Celorico de Basto, já falecidos, não lhes sendo conhecida

sob o artigo 1420, com o valor patrimonial e atribuído de quinhentos euros.

a existência de herdeiros, nunca tendo sido possível realizar as competentes escrituras.

Que adquiriram o referido prédio em dia mês que não sabem precisar do ano de mil novecentos e setenta e nove, por compra meramente verbal, a

Que, não obstante isso, ele primeiro outorgante está na posse e fruição dos identificados prédios desde a referida data, roçando o mato, cultivando-os e colhendo os respectivos frutos, usufruindo de todas as suas utilidades, pagando os respectivos encargos por eles devidos, com o ânimo de quem exerce direito próprio, sendo reconhecido como seu dono

Bento Honorato da Silva Oliveira, viúvo, residente que foi na Rua Dr. Moreira

por toda a gente, fazendo-o de boa fé, por ignorar lesar direito alheio, pacificamente porque sem violência, contínua e

do Souto, 38, r/c, Rio Tinto.

publicamente, à vista e com conhecimento de todos e sem oposição de ninguém e tudo isto por lapso de tempo superior

Não tendo sido porém titulada esta aquisição, e por isso não dispõem de título formal que lhes permita fazer prova do direito de propriedade plena. Que, não obstante eles primeiros outorgantes, desde então, sempre

a vinte anos. Que, dadas as características de tal posse, adquiriu os citados prédios por USUCAPIÃO, título esse que, por sua natureza, não é susceptível de ser comprovado pelos meios extrajudiciais normais. Que, para suprir tal título, recorre à presente justificação para fins de primeira inscrição no registo predial.

estiveram e se mantêm na posse e fruição do aludido prédio, possuindo-o

Está conforme ao original.

assim em nome próprio e com aproveitamento de todas as utilidades

Fafe, 01 de Agosto de 2013.

por ele proporcionadas, nomeadamente cultivando-o, com ânimo de quem exercita direito próprio, posse essa sem qualquer violência nem oposição de

A Notária, a) Sara Maria Ribeiro Machado

quem quer que seja, ininterruptamente e à vista e com o conhecimento de toda a gente. Que, dadas as enunciadas características de tal posse pacífica, contínua e pública, exercida desde o referido ano de mil novecentos e setenta e nove, adquiriram o aludido prédio por usucapião, título esse que por sua natureza não é susceptível de ser comprovado pelos meios normais, direito este que justificam pela presente escritura, para fins de registo predial. ESTÁ CONFORME Cartório Notarial de Celorico de Basto, 13 de Agosto de 2013 A Colaboradora da Notária, a) Maria Leite da Costa, 366/9

Peixaria CELESTE Peixe Fresco.

a melhor qualidade ao melhor preço!

Rua Serpa Pinto - Edifício Belo Horizonte - CELORICO DE BASTO

O POVO DE BASTO NA INTERNET

As últimas edições deste jornal estão disponíveis na Internet em issuu.com devendo procurar jornalpovodebasto


16-9-2013

21

O POVO DE BASTO

PARTIDO SOCIALISTA DE MONDIM DE BASTO APRESENTOU CANDIDATURAS

Se alguém tinha dúvidas que o PS ia ganhar é ver a

Decorreu

no

passado

dia 2 de Agosto, na Praça da Via Cova, a apresentação da recandidatura do Eng.º Humberto

Cerqueira

presidência

da

à

presidente da Câmara de Melgaço e Isabel Coutinho, presidente

das

mulheres

socialistas, entre outros dos concelhos da Região de Basto.

Câmara

Começou

por

usar

palavra

Laura

Ínsua

Municipal. Igualmente foram

da

apresentados os candidatos

Pereira

às Juntas de Freguesia e o

candidatura, que lamentou

cabeça-de-lista à Assembleia

não

Municipal,

Valentim

para continuar à frente da

Macedo, que por se encontrar

Assembleia Municipal, mas

ausente no estrangeiro o fez

elogiou o ng.º Humberto que

através dum video.

conhece há mais de vinte

Prof.

Estiveram

presentes

figuras conhecidas do PS nacional

como

Assis

Armindo

de

e

Amarante,

Francisco o

mandatária ter

da

disponibilidade

anos. Francisco Assis na sua intervenção disse ter a certeza

Abreu,

que o Eng.º Humberto vai

actual

continuar à frente da câmara

inaugurada e nas actividades de animação e cultura.

multidão que está nesta praça,

Queixou-se do governo

realçou O Eng.º Humberto

central por não ter construído

municipal por uma simples

Cerqueira que destacou o

qualquer estrada em Mondim

razão, porque o merece.

que foi conseguido nestes

nos últimos anos

Teresa Rabiço fez uma

últimos quatro anos à frente

intervenção em que disse

da Câmara Municipal. O mais

que conhece quase todos os

importante foi a redução

mondinenses pelo nome.

da dívida em 5 milhões de

Realçou que as pessoas se prendem pelo coração e

euros, de 19 milhões para 14 milhões.

No tocante á saúde referiu a

viatura do INEM que lhe

foi prometida em Lisboa para entregar até ao final do passado mês de Junho, enquanto 7 viaturas foram

deu o testemunho pessoal do

Uma Câmara de boas

colocadas noutros concelhos,

que tem sido a preocupação

contas que pagava antes do

não esquecendo a falta de

do presidente em procurar

PS chegar ao município em

médicos no Centro de Saúde.

resolver qualquer problema

média a mais de 400 dias e

dos mondinenses.

agora as faturas são pagas a

Humberto

Cerqueira

17 dias.

Como batalhas a travar nos

próximos

4

anos

destacou a construção da

que

Dirão alguns que não seria

nova ponte sobre o Tâmega

também tem uma coligação,

necessária uma redução da

a ligar Mondim a Celorico e

é a coligação com as pessoas

dívida tão grande, mas só

a luta pela manutenção dos

de Mondim, não é um

assim é possível reduzir o IMI

serviços públicos.

arranjinho feito em Lisboa.

e o município de Mondim

começou

por

dizer

ser aquele onde o preço da água é mais baixo. Frisou que enquanto em Mondim se paga uma fatura de 7 euros, pela água, lixo e saneamento há

municípios

onde

mesmos consumos

os

custam

40 euros. Uma das suas bandeiras é que obra feita, obra paga. Lembrou os autocarros novos

adquiridos

para

transportar as crianças.

Nas

suas

prioridades

está também o turis-mo, destacando

as

poten-

cialidades que o concelho possui. Terminou

dizendo

que

o trabalho feito fala por si, criticando as promessas da coligação adversária que são mesmo de quem não sabe dirigir uma Câmara. Foi

uma

apresentação

cheia de confiança na vitória onde o Eng.º Humberto disse

Prosseguiu falando das

que a diferença da sua pessoa

obras na Vila de Mondim,

em relação há quatro anos é

na Biblioteca, recentemente

agora já ter que usar óculos.


22

16-9-2013

O POVO DE BASTO

A Obra Fala Por Ele

Por: Costa Pereira

vez pelo bispo diocesano, e só após

15 de Agosto que também chegou

Vilar de Ferreiros, com o Sr. Padre

a ser aqui festejado, mais em honra

A época alta das festas e

encerram as festividades anuais

Correia Guedes, por pároco, tomar

de Santa Filomena, deu lugar ao 1.º

romarias está no fim. Este ano com

de maior vulto no alto do Monte

a direção do Irmandade passou a

Domingo de Setembro sem dúvida

muito calor e fogos que puseram

Farinha. É na portela entre o Monte

ser presidida por figuras episcopais,

a

populações em pânico e alguns

Farinha maior e Monte Farinha

como D. António Ribeiro, D. Xavier

religiosa da região de Basto, e cada

lares de luto. O Monte Farinha desta

menor, ao cimo da aldeia de Vilar de

Monteiro, D. José Rafael e outros; e

vez das mais concorridas do norte

vez escapou, mas também por lá

Ferreiros, que forma a procissão e

a partir de D. Joaquim Gonçalves, o

de Portugal.

perto, no Marão, perto das Fisgas

depois encerra com Missa Solene e

bispo da Senhora da Graça, sempre

de Ermelo, o fogo deu que fazer.

o adeus a Nossa Senhora da Graça,

pelo bispo diocesano.

Mas é da Grande Peregrinação

ou ao Santinho, se é pelo Santiago,

Das festividades mais recentes

da Senhora da Graça que vamos

25 de Julho. Portela, hoje conhecida

que se celebram no “Iteiro” da

falar e dos fogos que tratem os

por Largo de S.Tiago, e assinalada

Senhora, a sua origem remonta

Com D. Amândio, no adeus, o

responsáveis pela proteção civil e a

com uma imagem do Apóstolo

a 1945 e surge a partir de uma

padre da Senhora da Graça, abade

justiça pelos incendiários, mais ou

sobre uma calhau de interesse

peregrinação de ação de graças

Correia Guedes, cuja obra fala

menos responsáveis.

arqueológico.

que nesse ano o arciprestado de

por ele e por Vilar de Ferreiros, acompanha sensibilizado.

Com a Grande Peregrinação

Nos primeiros anos presidida por

Mondim de Basto organizou pelo fim

de Setembro, que anualmente se

sacerdotes convidados, com fama de

da II Grande Guerra Mundial. O dia

realiza no 1.º domingo desse mês,

bons oradores, depois uma ou outra

mais

importante

festividade

Assim foi este ano e oxalá por muitos mais com D. Amândio ao serviço da Igreja, dos fiéis da sua diocese e de todo o povo de Deus.


16

16-9-2013

O POVO DE BASTO

MONDIM DE BASTO ACOLHE FESTIVAL Câmara Municipal de Mondim de HARMOS PLURAL Basto atribui Voto de Louvor aos Bombeiros e entidades envolvidas Mondim de Basto é um

Sonoro”, composto por dois

Vieira do Minho e Vizela.

dos 9 municípios do país que

Assim,

no

dia

22

de

estudantes

licenciados

em

integra o cartaz do festival

setembro, pelas 17:00 horas,

Produção e Tecnologias da

Harmos Plural, que de 18 a 28

os brasileiros “Terra Brasilis”

Música,

de setembro traz a Portugal

apresentam-se no auditório

performances musicais que

o que de melhor se produz

da Zona Verde com os ritmos

traduzirão os elementos mais

nas áreas da arte sonora

quentes e distintivos da Música

característicos de Mondim em

Popular Brasileira.

som e música.

e da música experimental, mas

também

várias

Jazz,

No dia 25, pelas 21:00 horas,

O projeto sueco “Svarta

World Music e cruzamentos

o Centro Histórico de Mondim

Rosor” percorrerá, na tarde do

multidisciplinares.

acolhe o grupo “Around The

dia 28 de setembro, o Núcleo

mais

House”, constituído por alunos

Histórico da Vila, com uma

relevantes escolas de arte

do CIT Cork School of Music,

performance harmoniosa de

do mundo estarão presentes

da Irlanda, que apresentará

dança contemporânea e canto

em concertos, performances,

um programa com música

clássico.

instalações e conferências no

tradicional

Porto, Guimarães, Vila Nova de

uma abordagem inovadora e

de entrada livre e a Câmara

Famalicão e ainda Cabeceiras

excitante.

Municipal

Músicos

do

apresentará

das

Irlandesa

com

Todos

de Basto, Fafe, Mondim de

Entre os dias 24 e 28 de

população

Basto, Póvoa de Lanhoso,

setembro o projeto “Mondim

participar.

os

eventos

convida

no combate aos incêndios Por proposta do Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, foi aprovado, na última reunião ordinária de 3 de setembro, um Voto de Louvor a todas as Corporações de Bombeiros e entidades envolvidas no combate aos incêndios que, de 28 de agosto a 1 de setembro, assolaram o concelho. Este foi um gesto simples de reconhecimento e gratidão pelo exemplar desempenho em tantas situações dramáticas e de risco.

são

toda

Mondinense

a a

Câmara apoia crianças do 1º ciclo

Publicidade e Serviços Gráficos EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS FARDAS PROFISSIONAIS

BARREIRÓS - CELORICO DE BASTO Tlm. 918 543 495 - 963 508 412 - Tel./Fax 255 321 090

Agora em novas instalações no Edifício Portas da Vila (por cima do Restaurante Os Grilos) Para toda a Refeição Vinho Verde da CASA DA RAMADA é Bom! Produtor:

Ramada Pinto

Telef. 255 381 463

Vilar de Viando T MONDIM DE BASTO A

Câmara

Municipal

segundo escalões.

atribuiu hoje e pelo quarto

inglês, atividades desportivas e

Como explicou o Presidente

ano consecutivo, vales para a

da

aquisição de livros e material

Cerqueira,

é

à Família é outro serviço

escolar às crianças do 1º ciclo

um setor prioritário para a

prestado pela autarquia, que

do ensino básico.

autarquia. “Para além deste

garante às famílias a ocupação

apoio, a autarquia assegura

dos alunos antes e após as

abrangidas

a estes alunos o transporte

atividades letivas, bem como

por esta medida 157 famílias

escolar – a autarquia adquiriu

nas interrupções escolares.

do concelho, que cumprem

três autocarros novos em 2010

os critérios definidos pelo

-, com vigilantes e motoristas

estarem assim reunidas as

Instituto da Segurança Social

credenciados, o serviço de

condições adequadas para uma

para a atribuição de ajuda,

refeições e as Atividades de

aprendizagem de qualidade

os

Enriquecimento

e de permanência na escola a

Este ano, dos 246 alunos existentes,

são

agregados

familiares

integrados no primeiro e no

Câmara, a

Humberto

atividades lúdico-expressivas.

educação

Curricular

(AEC’S), com o ensino do

A Componente de Apoio

A

autarquia

tempo inteiro.

Celorico de Basto - Britelo VENDE-SE

Quintinha, bom local, próximo da Vila. Trata o próprio Telem. 936 710 365 - 917 658 664 9 h. às 13 h. - 17 h. às 20 h.

considera

VENDE-SE AUTOMÓVEL CITROEN VISA Contactar 913 522 333


24

16-9-2013

O POVO DE BASTO

Carta aberta ao Senhor Ministro da Administração Interna

destes contam-se às dúzias, e porque não às centenas, mais as birrices partidárias, especialmente no que se refere à eleição dos ditos

criminosos incêndios.

Excelência

já para o terreno, começarei

Aterrorizado e envergo-

por dizer e confirmar que a

nhado com a actual invasão

verdadeira prevenção deve

consigo deixar de referir

Baldios. No que se refere à

de incêndios, não consigo

principiar por responsabilizar

a

de

divisão dos terrenos baldios,

silenciar por mais tempo

cada Concelho pela vigia

“milhões”

consumidos

a exemplo de outras regiões

o

do seu território, sem que

nas tristes farras aéreas,

do país, assentou arraiais

sobejamente testado sobre

essa vigia anule o direito e

tantas

mortíferas,

no Vale do Tamega, sendo

Joaquim de Carvalho (*)

matéria tão grave. No entanto

a necessidade de solicitar

simplesmente

evitáveis

concretizada nos concelhos de

acrescentando ao exposto, o

devido á vastidão do tema,

o apoio existente tanto a

com a implantação de uma

Amarante, Celorico de Basto,

que aqui não deve ser dito,

vou por hoje tentar ser breve,

nível local como regional ou

bem estudada prevenção.

Fafe, e muitos outros, tendo

ficando o autor destas linhas

deixando para outra ocasião

nacional, de acordo com as

Pelo que fica dito, e pelo

sido embaraçada em Mondim

ao dispor para continuar

que espero seja breve, o

ocorrências.

muito que aqui não deve ser

de Basto, nomeadamente

o

sem

referido, como muito bem

na freguesia de Bilhó, pelo

sistema em causa. Basta de

meu

conhecimento

pormenorizado

Para

sistema

esse

fim,

Neste

contexto

assombrosa

não

soma

delas

Concelhos

Directivos

dos

aperfeiçoamento

do

de combate a incêndios, a

dispensar

prestimosa

afirmou e denunciou o ilustre

“atinado” e saudoso Manuel

passividade e de incapacidade

principiar pela prevenção

intervenção dos valorosos

General Loureiro dos Santos,

Dias, o qual propunha que

em matéria de defesa deste

Neste sentido come-ço

“soldados” da paz, devem

pois é de defesa que aqui

essa divisão tivesse em conta

nosso torrão sagrado, no qual

por afirmar que um incêndio

as Camaras Municipais as

se trata, e não de simples

a dimensão das chamadas

nascemos e teimamos em

deve

Juntas de freguesia, e os

bagatelas

ou

lavouras, as quais em matéria

viver, porque dos desertores

nascer, e não desde que ele

Concelhos

dos

outras. Concomitantemente

de estrumação dependiam

não reza a história.

tem “barbas” longas…como

Baldios, organizar piquetes de

existe um magno problema

do mato cortado nesses

presentemente se verifica,

intervenção rápida, os quais

que se encarrega de dificultar

ditos terrenos Baldios, tendo

desde que foi abolido o

já tantas vezes coordenei,

o

merecido a reprovação da

antigo

uso,

devendo ser permanentes na

florestais da maneira mais

esmagadora

quando a Floresta não ardia.

época de incêndios, podendo

eficaz que se anseia, o qual

intervenientes, e assim ficou

Todavia decorridos que são

desempenhar outras tarefas

se prende com o caso dos

sem efeito a divisão dos

anos e mais anos a falar-se

de utilidade pública no tempo

terrenos

na

terrenos Baldios em Bilhó,

de prevenção, ainda não

que medeia. No entanto

sua

provenientes

uma vez que esta dependia

apareceu o iluminado que

devido ao poder tripartido,

da estupida legislação que

da concordância de todos os

desse corpo às lamurias,

vigente, não será fácil essa

aconselhou a divisão dos

habitantes.

ficando-se todos pela simples

organização,

terrenos baldios, os quais a

palavra “prevenção”. Perante

a

este impasse, e avançando

assistir ao espectáculo dos

ser

combatido

sistema

em

ao

pobre

a

directivos

continuando humanidade

a

combate

Academia de Saúde e Estética Estética: Tratamentos de rosto e corpo; Depilação, Pedicure, Manicure, massagens de relaxamento, Solário, Tatuagem, Unhas de Gel

Novo aparelho IPL +Rádio Frequência para:

Depilação Permanente (toda a cor do pêlo); Rejuvenescimento (rugas), Pigmentações, Problemas vasculares, Acne.

Academia: Personal Trainer, Avaliação da Condição Física, Prescrição de exercício, Musculação

CONSULTAS DE NUTRICIONISTA E OSTEOPATA

Aberto de segunda a sábado, das 9 h. às 22 h.

na ZONA INDUSTRIAL, LOTE 4B MONDIM DE BASTO Telemóvel 93 41 58 114

a

incêndios

particulares

maioria

aos

pertença

é

de

uns

realidade

tantos,

está

hoje

maioria

dos

Contudo no que se refere

pouco e pouco se tornaram cuja

KORPUS

televisivas

terrenos possível

particulares inclui-los

no

todo nacional, da seguinte

na origem de grande parte

maneira:-Será

dos chamados incêndios de

uma relação individual de

origem criminosa. Para o

cada parcela abrangida pelo

confirmar nada melhor que

sistema de defesa, e desta

o relato de uma ocorrência

maneira é possível quantificar

em

anualmente

Celorico

de

Basto,

elaborada

o

dispêndio

contada em primeira mão:-

o qual será adicionado à

Um determinado individuo

contribuição

ao

umas

uma nova denominação a

estacas para uns feijões,

ser criada. O que está em

lembrou-se de as ir pedir

causa é nem mais nem

a um desses possuidores

menos serrar fileiras contra

de terrenos gratuitos, em

os incêndios, cuja realidade

cuja propriedade estavam

está

a

assim haja determinação, e

precisar

esmo,

de

tendo

recebido

como resposta a venda das mesmas, a um preço irrisório. Como

resultado,

alguns

dias depois a referida mata era

incendiada.

Exemplos

ao

predial,

nosso

ou

alcance,

P. S. - Quando se tenta abreviar temas complexos, por certo que sai asneira, como acaba de acontecer. Desta vez aconteceu deixar entregues ao esquecimento os tão falados “ “aceiros” isto é, razoáveis espaços separando áreas florestais como que esquartejandoas, de maneira a simplifica o combate aos incêndios florestais. convem feitura optar-se

Neste

sentido

salientar dos

que

aceiros

quanto

a

deve

possível

pela plantação de árvores de

folhagem

permanente

que dificultam a progressão das chamas,

sobrepondo-

se aos aceiros com recurso ao roçar do mato e corte de árvores, cuja operação provoca a criminosa erosão, que tanto danifica os nossos já depauperados solos que vamos tendo. * Colaborador

( )

O POVO DE BASTO VENDE-SE EM MONDIM DE BASTO NA LIVRARIA ZONA VERDE


16-9-2013

25

O POVO DE BASTO

CLÁUDIA VIEIRA VISITOU BIBLIOTECA MUNICIPAL Alfredo Mendonça é o candidato da Coligação a Presidente da Assembleia Municipal de Mondim de Basto

A atriz e apresentadora

espaço

embaixadora do Grupo Água

cultural de Mondim de Basto,

Hotels e visita com frequência

O advogado Alfredo Mendonça, será o candidato

no

ofereceu uma sessão de

o nosso concelho. Juntos

da Coligação “Juntos Pela Nossa Terra” a presidente da

televisivo,

autógrafos aos numerosos

têm dado um importante

Assembleia Municipal de Mondim de Basto. O advogado,

visitou no passado dia 14

fãs que se juntaram a esta

contributo para a promoção

tem 50 anos de idade e é natural de Mondim de Basto, onde

de setembro a Biblioteca

iniciativa.

de Mondim a nível regional e

exerce a sua atividade profissional. Encabeça uma lista com

nacional.

mais de duas dezenas de candidatos, representativa de

Cláudia por

Vieira,

vários

conhecida

trabalhos

panorama

guiada

Municipal. Depois da visita

ao

novo

Cláudia Vieira é também

todas as Freguesias do Concelho.

PROGRAMA PRODER PERMITIU INVESTIMENTO ALUGA-SE NO ALGARVE DE DOIS MILHÕES DE EUROS NO CONCELHO PARA FÉRIAS Entre os anos de 2010 e

2013,

de

o

públicos

abertos

Município

Sub-Programa

de

Basto

PRODER

captar

cerca

Mondim

pelo

3

do

Rural” e “Serviços Básicos para a População Local”.

no concelho de Mondim

execução, o Sub-Programa

fogão, máquina de lavar loiça, forno eléctrico, torradeira, varinha mágica,

de 2 milhões de euros

de Basto, um volume de

3 do PRODER permitiu

de

investimento

ao concelho de Mondim,

o

concelho,

para

com

solicitado

três

anos

Preparado para 4 pessoas. A habitação dispõe de 1 quarto com cama de casal ou duas individuais, roupeiro e cómoda. Cozinha equipada com

investimento

Em

mar, inserido num pequeno condomínio privado, numa zona sossegada.

de

conseguiu

significaram,

Apartamentos T1 Situados em Torre, Armação de Pêra, com vista para o

a

de cerca de 2 800 000

obter

implementação do Sub-

euros, distribuído por 39

cerca de 2 000 000 euros

Programa 3 do PRODER.

projetos de investimento.

de investimento, a que

Os

resultados

fixaram-

corresponde uma taxa de

se

em

projetos

comparticipação

Este Sub-Programa é gerido pela

territorialmente Probasto

-

uma

26

a

aprovação

de

média

aprovados no concelho e

PRODER de 57%, ou seja,

Associação que reúne os

num

uma

quatro Municípios de Basto

a p ro va d o d e c e rc a d e

comunitária de 1 110 000

e que tem como objetivo

2 000 000 euros.

euros.

estratégico promover o

investimento

total

comparticipação

Os projetos aprovados

Os projetos aprovados

enquadram-se em quatro

vão permitir a criação de 26

grandes

áreas/ações,

novos postos de trabalho,

designadamente, “Criação

e envolveu os esforços de

a fixação das populações

e

Desenvolvimento

18

locais, contribuindo para a

de

Microempresas”;

uma Associação, uma IPSS,

preservação e valorização

“Desenvolvimento

de

uma Fábrica da Igreja e

do património natural e

Atividades Turísticas e de

duas Autarquias (Câmara

histórico-cultural.

Lazer”;

Municipal e Freguesia de

desenvolvimento tentado criando

Os

do

território,

condições

três

suspara

concursos

“Conservação

e

Valorização do Património

ferro de engomar, etc. A sala comum dispõe de sofá-cama, mesa com ca-

entidades

Atei).

privadas,

deiras e aparelho de TV. No terraço ou esplanada dispõe de uma mesa, cadeiras e guarda-sol. Jardim com piscina e barbecue. O apartamento é disponibilizado com roupas que são mudadas semanalmente. Visite http://feriasalgarve-aldtorre-blogspot.com Contactar Telem. 916 518 053

O Jornal O POVO DE BASTO vende-se em MONDIM DE BASTO na Livraria ZONA VERDE


26

O POVO DE BASTO

16-9-2013


16-9-2013

XI FEIRA DA TERRA PROMOVEU AS POTENCIALIDADES DO CONCELHO O

maior

promoção

certame do

de

concelho

Executa todos os trabalhos de construção

4880 MONDIM DE BASTO

A Feira da Terra de Basto

(Coelho)

Secas de Campos

décima primeira edição. de

José Pinto Queirós Tel. 93 942 84 03 - 255 381 729

completou este ano a sua

Mondim

27

O POVO DE BASTO

atrai

todos os anos milhares de visitantes

que

produtos

genuínos,

elevada

procuram

qualidade,

também

de mas

momentos

de

confraternização. Este ano a comunidade emigrante atenção

mereceu especial.

uma Para

além da sua participação enquanto expositores, três grupos oriundos da Suíça

esta

oportunidade

para

potencialidades,

costumes

divulgar e dinamizar a sua

e tradições são os objetivos

atividade.

deste que é o evento mais

Divulgar a terra, as suas

aguardado do ano.

e do Luxemburgo foram convidados a integrar o cartaz

de

animação

do

evento. A XI edição da Feira da Terra contou com a participação

de

oitenta

expositores de áreas como o artesanato, a restauração e vinhos, a cantaria, máquinas agrícolas,

empresas

e

entidades que aproveitam

T Á X I ANDRADE & FILHOS, LDA. Serviço Permanente 24 H. / 24 H.

Contactar: JÚLIO ANDRADE

Telef. 255 321 158 - Telem. 96 508 35 23

VILA DE CELORICO DE BASTO


28

16-9-2013

O POVO DE BASTO

PRESIDENTE DA REPÚBLICA INAUGUROU BIBLIOTECA MUNICIPAL

1.500.000,00

um equipamento estruturante

Prof. Doutor Aníbal Cavaco

euros, comparticipado pelo

da vida cultural do concelho.

Silva, inaugurou no passado

QREN em 596.327,00€ e em

Os seus utilizadores podem

dia 31 de julho, a Biblioteca

479.000,00€ pelo Contrato-

usufruir de serviços diversos

Municipal de Mondim de

Programa celebrado com o

como consulta e pesquisa

Basto.

Estado Português através da

do catálogo da Biblioteca;

Direção Geral dos Livros e da

empréstimo

Biblioteca.

acesso à internet e a recursos

O Presidente da República,

Com

uma

área

de

construção de cerca de 1.200

de

cerca

de

presencial;

m2 a Biblioteca Municipal

A cerimónia de inauguração

está instalada numa zona

teve momentos de poesia em

impressão

privilegiada de equipamentos

que foram declamados, por

e serviço de animação cultural.

culturais e inclui diversas

jovens do Tamegar Teatro,

Mondim de Basto conta

valências:

poemas de autores locais,

a partir de agora com um

videoteca, sala de leitura geral,

particularmente

Bruno

equipamento que alarga a

infanto-juvenil e auditório.

Pereira e Fátima Parente, e

oferta cultural do concelho.

ainda um poema de Fernando

Um excelente equipamento

Pessoa.

com uma vista panorâmica

biblioteca,

Esta obra, iniciada ainda no

anterior

mandato

e

concluída no atual mandato,

A

Biblioteca

representou um investimento

pretende

de

Municipal

assumir-se

Cavaco Silva com o diretor da Biblioteca, Dr. Francisco Laranjeira

multimédia;

virtualteca; de

documentos

sobre a Vila e o Monte Farinha.

como

Cavaco Silva

A

vereadora

Teresa Rabiço

oferece lembranças de

Mondim

a

Cavaco Silva

Cavaco Silva

assina o livro de honra

oferece um livro à

Biblioteca


Povodebasto16setembroweb