Page 1

O POVO DE BASTO Quinzenário Informativo e defensor dos Interesses da Região de Basto

AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVÓLUCRO DE PLÁSTICO FECHADO T AUT. DE5839/2002DCP-2 T PODE SER ABERTO PARA VERIFICAÇÃO POSTAL

Diretor: António Maria da Silva Teixeira Diretor Adjunto: Orlando Silva

ANO XXIV - 4.ª SÉRIE - N.º 359

28 de FEVEREIRO de 2018

M E M O R A N D U M Arquiteto Ilídio Alves de Araújo Mês das camélias

Preço 0,50 €

PORTUGAL

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS

4890 CELORICO DE BASTO TAXA PAGA

Av. Santa Comba, 1060 Fornelos, FAFE Tel. 253 590 678 Rua Rodrigo Sousa e Castro, lote 12 Gémeos - CELORICO DE BASTO Tel. 255 323 142 www.avifafe.pt

Celorico de Basto promoveu a XV Festa Internacional das Camélias no Xantar

com homenagem ao Arquiteto Paisagista Ilídio Alves de Araújo

por Orlando Silva página 3

Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, demarca-se a nível nacional

página 9

Celorico de Basto recebeu a palestra “Entender Autismo” página 9

Em Mondim de Basto, durante

página 12

Câmara de Mondim apoia Associações desportivas com 47.500 euros

todo o

mês de Março página 22

MUNICÍPIO E NÚCLEO EMPRESARIAL DE MONDIM DE BASTO PROMOVEM 1.º ENCONTRO EMPRESARIAL

ESTRATÉGIAS PARA A QUALIFICAÇÃO DO COMÉRCIO LOCAL EM MONDIM DE BASTO página 21

página 19


2

O POVO DE BASTO

28-2-2018


28-2-2018

3

O POVO DE BASTO

M E M O R A N D U M

por Orlando Silva

Arquiteto Ilídio Alves de Araújo Mês das camélias com homenagem ao Arquiteto Paisagista Ilídio Alves de Araújo “A ingenuidade da nossa cultura ecológica e paisagística faz, ainda hoje, com que muitos responsáveis políticos não estejam sensibilizados para os riscos da expansão urbana e industrial descontrolada, não havendo regedor nem administrador municipal que não deseje ver os campos e matas da sua terra salpicados de casas, as suas estradas debruadas por vivendas e blocos residenciais ou fabris, e os seus rios a defecarem esgotos industriais e urbanos para o mar. Qualquer condicionamento que se proponha para a localização de uma indústria ou de uma casa – com sugestão de outra localização, ou ajustamento de implantação, em obediência a estratégia preventiva de desordenamento e dispersão – continua a ser visto, frequentemente, pelo cidadão comum e pelo autarca possuidor de uma visão primária do interesse coletivo, como um despropositado e irresponsável obstáculo ao desenvolvimento da terriola e à «generosidade social» do investidor”. In Memoria e Prospetiva 2 O arquiteto paisagista Ilídio Alves de Araújo vai ser alvo de uma homenagem que juntará não apenas os seus conterrâneos de Celorico de Basto como amigos e outras personalidades de todo o país, os quais visam dessa forma reconhecer a sua dedicação “ao conhecimento das terras e das gentes deste país”. Ilídio Alves de Araújo nasceu em 16 de julho de 1925, em Pedroso, freguesia do Rego, concelho de Celorico de Basto. Filho de Casimiro Alves de Araújo e Joaquina Pires dos Santos, uma família de agricultores neste lugar do Planalto da Lameira. Aqui passou a infância, frequentou a escola primária da aldeia e iniciou a observação da natureza e da paisagem humanizada. Aqui irá voltar amiúde, ao longo da

vida. De 1935 a 1944, fez a sua educação liceal entre o Seminário em Braga, a escola secundária em Fafe, no colégio em Lamego e no liceu Sá de Miranda em Braga. Em 1945 rumou a Lisboa, para o Instituto Superior de Agronomia, onde frequentou o curso de agronomia e arquitetura paisagista, com um trabalho final de etnografia agrícola e ordenamento paisagístico sobre a região serrana da Lameira, incluído na tese intitulada “Ordenamento Paisagístico de lugar de Pedroso. Entre 1953 e 1957, trabalhou na Direcção-Geral dos Serviços Agrícolas, primeiro em construções rurais e, depois, colaborou com o Prof. Eugénio Castro Caldas em estudos para o Plano de Fomento Agrário do Alentejo, inserido no I Plano de Fomento.

Jardim Ilídio Alves de Araújo, na Casa do Prado

Em 1957 veio para o Porto, onde viveu até aos últimos dias da sua vida. A sua atividade de Engenheiro Agrónomo e Arquiteto Paisagista, em serviços públicos de vários ministérios ou como consultor, teve várias facetas: Arte Paisagística e Arte dos Jardins; História do Povoamento e das Paisagens; Património Histórico, Cultural e Paisagístico; Ecologia, Economia e Ordenamento da Paisagem; Planeamento e Gestão do Território. Em 1961, a 11 de fevereiro, Ilídio de Araújo, casou com a D. Maria Cândida Gonçalves Campos Araújo de quem teve três filhos: Francisco, João e Elisa. Na sua terra natal, entre 1963 e 1971, foi animador duma Experiência de Desenvolvimento Comunitário, dirigiu o jornal Ecos da Montanha e uma Cooperativa Agrícola e, mais tarde (1995-1997), uma Associação Florestal. Na década de 1970, colaborou nos primeiros trabalhos da Comissão de Planeamento da Região do Norte, instituída em 1969, e integrou a equipe do Plano da Região do Porto. De 1980 a 1986, desenvolveu trabalhos de Ordenamento Agro-florestal e Paisagístico. A partir de 1986, já reformado da função pública, teve mais tempo para aprofundar os seus estudos de proto-história e história do povoamento e das paisagens humanizadas, nos quais relacionou dados provindos de várias disciplinas (geologia, ecologia, arqueologia, história, literatura, mitologia, toponímia). Durante mais de 50 anos, Ilídio de Araújo, foi um destacado profissional da primeira geração de arquitetos paisagistas. A par de conferências e intervenções em encontros, co-

lóquios e seminários, e de ser chamado a proferir algumas lições em licenciaturas de Arquitetura Paisagista nas várias universidades portuguesas, também foi projetando jardins e parques, nos quais revelou a sua enorme capacidade de “desenhar com a Natureza” e de acordo com a importância histórica dos lugares em que intervinha. Ilídio Alves de Araújo faleceu no dia 14 de janeiro de 2015. A iniciativa do Município de Celorico de Basto, para além da atribuição e descerramento da placa Jardim Ilídio Alves de Araújo, na casa do Prado, inclui ainda a apresentação do livro A Arquitectura Paisagista em Ilídio Alves de Araújo - uma fotobiografia, da autoria de outro

paisagista reconhecido, Fernando Santos Pessoa, o primeiro presidente do antigo Serviço Nacional de Parques, Reservas e Património Paisagístico, que participa nesta homenagem, bem como a Prof.ª Doutora Teresa Andresen, da Faculdade de Ciências da UP, para falar da vida e obra de Ilídio Alves de Araújo.

Homenagem Ilídio Alves de Araújo 24 de Março de 2018 17H. - Descerramento da placa Jardim Ilídio Alves de Araújo

Local: Casa do Prado

17H30 - Homenagem a Ilídio Alves de Araújo

Local: Salão Nobre dos Paços do Concelho

Abertura: Dr. Joaquim Monteiro da Mota e Silva

- Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto

Para falar sobre a vida e obra de Ilídio Alves de Araújo, estarão presentes: • Arquiteto Paisagista Fernando Santos Pessoa • Prof.ª Doutora Arquiteta Paisagista Teresa Andresen 18H30 - Verde de honra

Servido pelos alunos do Curso de Restauração/Bar - Escola Secundária de Celorico de Basto Local: Varanda do Salão Nobre dos Paços do Concelho.


4

28-2-2018

O POVO DE BASTO

CHEF AVILLEZ

CONSULTAS DE CARDIOLOGIA Dr. Sérgio Nabais

Não foi apenas o “Chef” João Avillez que recebeu o mais destacado prémio para o “melhor cozinheiro do ano” atribuído pela prestigiada Academia Internacional de Gastronomia, que justificou: “o prémio concedido vem definitivamente colocar a gastronomia portuguesa ao lado das melhores do mundo, provando que o trabalho iniciado há alguns anos por esta nova geração dos chefes portugueses está a ser consagrada além fronteiras ao mais alto nível”!

(Médico Especialista do Hospital de Braga)

Clínica Celorico de Basto Avenida da República - Centro Comercial das Oliveiras 4890-220 CELORICO DE BASTO (Junto aos antigos CTT)

“O POVO DE BASTO” Registo n.º 106 119 Quinzenário Regionalista Publica-se nos dias 16 e 30 PROPRIETÁRIO Herdeiros de José Carlos Ferreira Leite Venda Nova - Britelo

Ora tomem lá, “velhos do Restelo”!

4890 Celorico de Basto

As repercussões dum prémio destes no Turismo refletemse. Mas é também um compromisso. A fasquia ficou mais alta. Um mau serviço de meia dúzia de restaurantes pode estragar a boa fama que tanto custou a conseguir. Lembro a Luísa, a “Chef” de um dos mais famosos restaurantes de Nova Iorque, frequentado pelas grandes estrelas americanas. Portuguesa, enfermeira, emigrou e foi para um pequeno restaurante de um amigo aos 50 anos. Concorreu ao Masterchef e ficou num lugar honroso. Hoje é responsável por esse maravilhoso restaurante no Museu de Arte. Na última vez que ali estive, teve a amabilidade (a Luísa é assim...) de almoçar comigo (é um almoço para mais de 250 Dólares, obrigado Luísa... Lol) e fez-me degustar pratos e sobremesas deliciosos, gourmet, como gostam as estrelas americanas, mas com aquele toque português e ingredientes portugueses. “É este toque de produtos que mando vir de Portugal que faz com que adorem estes pratos!” Parabéns Chef Avillez, parabéns chefes portugueses, parabéns Portugal!

EDITOR José Carlos Ferreira Leite, Herdeiros Venda Nova - Britelo 4890 Celorico de Basto

Rua do Lavadouro - Codessoso 4890-169 Celorico de Basto

FUNDADOR António Rodrigues Salgado 1.ª Série 21 Novembro 1910

CAFÉ FERNANDO

Sandra Maria Mota Oliveira Espaço acolhedor e familiar Tel. 255 138 492 - PONTE DE FEIXE INFESTA - CELORICO DE BASTO

de -

EDUARDO COSTA,

FICHA TÉCNICA Redacção: António M. Silva Teixeira Colaboradores: Orlando Silva Perpétua Carvalho Teixeira da Silva Costa Pereira Joaquim Carvalho Nicolau Bacelar

Presidente da Associação Nacional da Imprensa Regional

Dr. Fernando Carvalho Rosa Magalhães Registo n.º 21981 N.I.F. 901 170 291 REDACÇÃO:

CELORIAGRO, LDA

FITOFÁRMACOS - FERTILIZANTES - RAÇÕES - SEMENTES DROGARIA - FERRAGENS E FERRAMENTAS Tel. 255 321 489 - Tlm. 965 457 546 e-mail celoriagro.lda@ gmail.com Avenida da República,50 T 4890-220 CELORICO DE BASTO

Rua 5 de Outubro, n.º 26 CELORICO DE BASTO Boutique Natália

VENDE-SE TÁXI NA VILA DE CELORICO DE BASTO Informa Telem. 966 036 527

ESTATUTO EDITORIAL

Rua Serpa Pinto, R/c. Edf. S. Tiago (Junto aos Bombeiros) 4890-238 Celorico de Basto

Contacto: 915 790 565 Email:taniapfisio@gmail.com facebook.com/tpfisioestética

Vende-se Terreno em Ourilhe junto à Estrada Municipal, Bem localizado e com bons acessos Contacto: 255 321 198

O POVO DE BASTO é uma publicação informativa cujo objeto é a notícia, estudo e defesa dos interesses da Região de Basto. O POVO DE BASTO visa permitir a informação generalista e pluralista, sem discriminação de quaisquer tipo, nem orientada por qualquer ideologia, crença religiosa ou partido político. O POVO DE BASTO assume o compromisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou deturpando a informação.

Rua Serpa Pinto Edifício Santiago, 465 AF Apartado 20 4890-238 Celorico de Basto Tlm. 914 159 875 e-mail: povodebasto@gmail.com Depósito Legal n.º 1653/83 ASSINATURAS: (Pagamento adiantado) País - Ano 10 € - Europa 30 € IBAN PT50 0007 0000 0001 9920 212 23 (Iva incluído à taxa de 6%) Tiragem 5.000 exemplares Impressão: Coraze Oliveira de Azeméis Tel. 256 040 526/910 253 116 914 602 969

Celorico de Basto PORTUGAL


28-2-2018

5

O POVO DE BASTO

A MISERICÓRDIA DE S. BENTO DE ARNÓIA VIII por

Armandino Pires Lopes

O esticar da corda... e o fim ! A bonança não veio depois da tempestade. A expulsão dos “inimigos” constituiu um erro monumental. A Mesa bem parecia ter voltado à rotina mas não era bem assim. Cada grupo ia jogar uma última cartada e os adversários da Mesa bem longe, em Lisboa. Não se pode agora saber o movimento de influências, mas é de presumir que foi intenso. A Mesa vai tomar uma medida radical - a demissão - contra o Dr. Afonso, médico chefe dos serviços Hospitalares e da Casa do Casal, cujo inquérito feito por ordem do Governador Civil coube ao Delegado do Procurador da República em Celorico de Basto chegara ao fim. Na reunião de 04/12/1938, o Vice-Provedor enumera oito circunstâncias ou faltas provadas propondo a pena disciplinar de demissão. Entre elas, em primeiro lugar, o facto “de ter ido a Lisboa conjuntamente com outros declarados inimigos da Direcção deste hospital pedir oficial e superiormente a sua demissão”. Em seguida refere os muitos atritos, injúrias e difamações feitas à Mesa de modo especial ao P.e Manuel Lopes da Cunha que, parece, tratava bastante mal, sendo ele seu superior hierárquico como provedor. É interessante a informação atribuída ao arguido de apelidar “os membros da Câmara de comunistas”. A votação foi por voto secreto para o que suspenderam a reunião por meia hora. A contagem de votos foi de quatro a favor da demissão e nenhum contra, sendo, pois, por unanimidade a decisão, logo comunicada ao arguido. A reacção não se faria esperar. As reuniões da Mesa continuaram, mas parece já como mera gestão; ia assegurando

os pagamentos e pedidos de medicamentos. Deviam pressentir o fim dos trabalhos em que alguém os meteu. No entanto, a última reunião de quatro de Junho de 1939 não revela a mínima indicação de possível suspeita do que estava para acontecer. NOVA COMISSÃO ADMINISTRATIVA Padre Manuel Lopes da Cunha A vingança pode tardar... mas chega. Foi o que sante. Foi, pois, uma reunião aconteceu. A vinte e três de muito frutuosa e pacífica e até Junho o Dr. Pulido de Almeida, orientada na direcção da norDr. António Alves da Cunha e malidade ao decidir convocar Silva, Dr. Inácio Xavier de Bar- eleições, segundo os estatutos, ros Teixeira Coelho formam para 23 de Julho se concoruma outra Comissão Adminis- resse a maioria dos irmãos ou trativa a que dá posse o dele- para o domingo seguinte caso gado do governo, Dr. Joaquim isso não se verificasse. No dia aprazado para as Bernardino Machado Cardoso, por mandato do Ministro eleições, organizada a Mesa do Interior e Governador Civil que ia orientar os trabalhos, o de Braga. O Governador Civil Presidente toma a palavra para entretanto mudara, sendo o dizer que as eleições se não cargo desempenhado pelo Dr. podem realizar por o Governador Civil ter oficiado que, por José Joaquim de Oliveira. O que se passara? Passa- aqueles irmãos terem sido saneados sem se ter averiguado dos dois dias, em sessão exa justeza dessa causa, seria intraordinária, é afirmado pelo justo privá-los de participar na Presidente que iam dar cumeleição, ficando esta suspensa primento ao acordo de dois até novas ordens do governo, desse mês, Junho, do supremo providenciando sobre o assunTribunal Administrativo, relato. cionado com a reclamação de A acta só está assinada por Francisco Xavier de Meireles. cinco pessoas, não se podendo E assim os três declaram nulas saber o número das presenças. todas as deliberações da Mesa Realizam-se mais umas reue Assembleia Geral relacionaniões rotineiras e nova surpredas com os irmãos bem como sa: outro acto de posse. a readmissão de todos os que A 14 de Dezembro de 1939 tinham sido expurgados ou eliapresentam-se para tomar, minados da lista de irmãos. O formando uma nova comissão director clínico, demitido, Dr. administrativa, Dr. Francisco Afonso, é readmitido com novo Xavier de Meireles, Dr. Inácontrato, não havendo assim cio Xavier de Barros Teixeira necessidade de anular a deciCarvalho e Fernando Vasques são tornada pela direcção cesCoutinho da Mota Guedes, no-

meados a 11 desse mês pelo Governador Civil de Braga. Apenas o Dr. João Pulido de Almeida é substituído. A nova comissão não faz a mínima referência, em acta, ao presidente cessante. O que se passara só eles o sabem. Apenas quatro assinaturas constam na acta: a dos empossados e escriturário interino, Albano Alves de Sousa. A sessão de 19 de Dezembro foi centrada na análise do requerimento do ex-director clínico, já readmitido com novo contrato, pedindo para reabrir o processo da sindicância que levara à sua demissão, argumentando que o processo “surgira num momento confuso de paixões e ódios”, considerando-se vítima e tentando branquear todas as acusações, apresentando o seu ponto de vista, reconhecendo ter mostrado desinteresse na sua defesa, não chegando a fazer prova em seu favor, a não ser uma “peça escrita”. Muito contristados com o sucedido concordam com a reabertura do processo, para tudo ser feito segundo a lei, consultar um advogado. A 21 de Abril de 1940 na sessão ordinária é indicado o nome do advogado Dr. Domingos de Barros Teixeira de Mendonça, de Gagos, Celorico de Basto, cujo relatório de revisão é apresentado na reunião de 7 de Julho de 1940, argumentando que tudo não passara de uma cabala política, nada adiantando em concreto. Apresentou argumentos infelizes como o de o sindicante ser o maior perseguidor da igreja, esquecendo-se que não foi a comissão administrativa quem o nomeou e o contrário é que seria suspeito uma vez que o pároco de Borba era quem presidia à referida mesa. Num estilo abarrocado e de comício, muito utilizado nos tribunais da época, para impressionar as gentes, todos os atributos humanos e altas qualidades são atribuídas ao seu constituinte e todos os defeitos possíveis e imaginários aos membros da comissão admi-

nistrativa, como neste trecho, louvando o Governador Civil por “mandar embora esse vendilhões do templo, esses falsos e maus profetas”. Essa peça do referido advogado é bem pior do que uma peixeirada, sem desprimor para as verdadeiras profissionais deste ramo de actividade. Ele próprio o reconhece, embora confessando ser necessária uma análise fria, ao pedir “desculpa de qualquer palavra ou frase mais violenta”, “que possa ferir ouvidos pouco habituados a articuladas ou arrazoadas jurídicas ou alheios à gíria dos tribunais”. De facto, tudo tem limites e o que prova demais, nada prova, ensina a lógica. Quem mais se evidenciara e apresentou os argumentos referidos pelo Delegado sindicante foi o Vice-Provedor Dr. António Machado Monteiro, sendo de estranhar que seja poupado na adjetivação insultuosa do referido advogado e escolhido como bombo da festa além do P.e Manuel Lopes da Cunha, o pároco de Moreira do Castelo, P.e Carneiro Pinto, cujo testemunho escrito no processo de averiguação é transcrito, desculpando o Dr. Afonso, considerando-o usado por “políticos que querem o mando para se governarem, querem o hospital para dentro fazerem uma política descarada e vergonhosa, querem a Câmara para deixarem o cofre vazio e uma dívida de perto de quatrocentos mil escudos, sem nada terem feito em benefício da terra que os viu nascer, em favor do povo que os atura e lhes paga, única e simplesmente para se governarem”. Consta que era hábil no jogo do pau, em dar bordoadas, pois aí vão elas directas: “Os políticos que o rodeiam são: Comendador Mota Ribeiro, Dr. Francisco Meireles, Dr. António da Cunha e Silva, Dr. Domingos de Barros e outros”. Parece todos terem ficado cheios e satisfeitos dando logo a sessão por encerrada, pois estavam lá os principais nomeados! (Continua no próximo número)


6

28-2-2018

O POVO DE BASTO

Órgãos Sociais da Associação H. dos Bombeiros Voluntários Celoricenses tomaram posse Os Órgãos Sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, eleitos em 15 de Dezembro para o triénio 2018-2020, tomaram posse no passsado dia 12 de Janeiro, em cerimónia

Mesa da Assembleia Geral que presidiu aos trabalhos

que decorreu no Quartel Sede,

legislação, será escolhido um

na Vila de Celorico de Basto.

novo comandante que exerce-

ASSEMBLEIA GERAL

rá o cargo durante cinco anos.

Presidente - José Marcelino

Realçou que o corpo activo

Queirós Faria da Mota

dos Bombeiros Voluntários Ce-

Vice-Presidente - Domingos

loricenses tem presentemente

Leite Teixeira

vários oficiais com capacidade

1.º Secretário Agostinho 2.º Secretário

Guilherme

Augusto de Sousa Maia Suplentes - Pedro Daniel Leite Sousa Machado e António Manuel Campos Magalhães Costa. DIRECÇÃO Presidente - Fernando Albino Fernandes Freitas Vice-Presidente - Casimiro Manuel Campos Magalhães Costa. 1.º Secretário - Luís Olímpio Pinto Coelho de Taveira, 2.º Secretário - António Joaquim Cunha Teixeira Tesoureiro - José Manuel Lopes de Carvalho Vogais - Manuel David Pinto, Nuno Miguel Teixeira Bastos Freitas.

Fernando Freitas, reeleito presidente da Associação H. dos Bombeiros V. Celoricenses

Suplentes - José Manuel Marques de Carvalho, António Maria M. Teixeira da Mota, António Augusto Mourão Fernandes

da Mota. O Eng.º Magalhães Costa referiu que foram 23 anos a

Presidente - António JoaVice-Presidente - António

Fernando Freitas fez uma

João

Manuel Cunha Carvalho Suplente - Carlos Miguel SilEm relação aos anteriores

bombeiros voluntários na defesa das populações.

Visite-nos no Edifício S. Tiago (Por trás dos Bombeiros V. Celoricenses)

que tem sido feito para melhor dando como exemplo o pedido

CELORICO DE BASTO

de colaboração do município para a aquisição de vestuário Recordou que até ao final

verificou-se

do corrente ano o comandante

a saída do Eng.º Magalhães

António Marinho Gomes tem

Costa, de presidente da As-

que deixar o lugar, por atingir o

sembleia Geral, a seu pedido.

limite de idade.

Sociais

ano transacto e o trabalho dos

de protecção individual.

va Coelho Pinto Órgãos

que assolaram o nosso país no

SERVIÇO DE FOTOCÓPIAS

equipar o corpo de bombeiros,

Maria Silva Andrade Secretário Relator -

estas funções. intervenção em que referiu o

quim Andrade Bastos,

ríodo de incêndios florestais

• Papelaria • Livraria

desempenhar com muito gosto

CONSELHO FISCAL

Foi ainda lembrado o pe-

Prendinha BAZAR

José Marcelino Queirós Faria

Entrou para o seu lugar o Prof.

De acordo com a actual

Borba da Montanha - Celorico de Basto Tel.: 255 489 197 / 916 015 282

PEIXARIA CARVALHO Campeão na Qualidade! 11 anos a combater o colesterol dos Celoricenses! Tlm. 968 865 649 - 969 587 895

CERDEIRA - RIBAS T CELORICO DE BASTO

Extraído e Embalado pelo Apicultor

Anselmo R. Cerqueira

para desempenhar essas fun-

ções.

Mel de Portugal MEL 100% PURO / MULTIFLOR

JOSÉ ANTÓNIO ALVES DE CARVALHO APICULTOR N.º 44494

Tel. 255 321 062 ‒ 934 803 682 CELORICO DE BASTO - PORTUGAL


28-2-2018

7

O POVO DE BASTO

Proteja a sua casa dos Campeonato Nacional de Ralis passou incêndios Florestais por Celorico de Basto A limpeza dos terrenos têm que ser feitas até ao dia 15 de março !

A prova inaugural do Campeonato Nacional de Ralis – o Rallye Serras de Fafe – passou por Celorico de Basto, nos passados dias 17 e 18 de fevereiro. Nas semanas que antecederam o rali, Celorico de Basto foi o local escolhido por várias equipas para testarem os seus carros para a nova época. O antigo troço do Viso foi um dos locais escolhidos por algumas das principais equipas portuguesas. Durante os dias de testes foi possível ver em ação alguns dos mais rápidos pilotos portugueses e não só… O treinador de futebol André Villas -Boas foi uma das figuras que acompanhou o desenrolar dos testes no inicio do antigo troço do Viso, em S. Bartolomeu do Rego. No entanto, o maior espetáculo ficou reservado para o fim de semana da prova, que também pontuou para o Troféu Europeu de Ralis. As estradas de terra-batida das terras altas de Celorico, entre o município vizinho de Fafe e as freguesias do Rego e S. Cle-

José Pedro Fontes

mente de Basto, fizeram parte do itinerário da prova, uma vez mais. Ao longo dos troços de Lameirinha e Ruivães-Confurco, aglomeram-se milhares de adeptos, nomeadamente na conhecida zona das Alminhas de Pereira, em S. Clemente. A vitória do rali foi discutida até ao último quilómetro entre Ricardo Moura, em Ford Fiesta R5, e Miguel Barbosa, em Skoda Fabia R5. A vitória acabou por sorrir ao açoriano Ricardo Moura, enquanto Miguel Barbosa, inserido na estrutura Sports & You do celoricense Abel Fernandes, ficou a escas-

sos 1,7 segundos. No entanto, após o final do rali, o piloto viu-lhe ser adicionados 10 segundos de penalização por uma falsa partida. A fechar o pódio, ficou José Pedro Fontes, em Citroen DS3 R5, preparado também pela estrutura Sports & You. Este rali foi também pontuável para o Campeonato Regional Norte, onde estiveram presentes várias equipas da região de Basto e, em concreto, de Celorico de Basto, como Domingos Camões e o sempre espetacular Júlio Bastos, ambos em viaturas BMW.

www.carpintariamachado.com Parque Empresarial de Basto T 4890-264 Celorico de Basto


28-2-2018

9

O POVO DE BASTO

Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, demarca-se a nível nacional

Classificada em 2º lugar no ranking nacional das melhores escolas profissionais do país, a Escola Profissional de Fermil, Celorico de Basto, mostrase uma referência no ensino profissional, numa classificação que envolveu 671 escolas com ensino regular e profissional.

Mota - Fervença 4890-314 Celorico de Basto Tel. 918 374 726 - 965 426 264

O ranking nacional de 2017 deixa Celorico de Basto num patamar de excelência no que respeita ao ensino profissional. “É com muito orgulho que verificamos esta classificação e não é nada que não estivéssemos à espera. A escola profissional de Fermil tem vindo a aprimorar o ensino profissional, apetrechando-se com as melhores condições para proporcionar o melhor ensino aos alunos. Os alunos são preparados para, terminando o ciclo de estudos, exercerem uma profissão, com profissionalismo e conhecimento ou ingressarem no ensino superior com condições para atingir

elevados níveis de sucesso” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, orgulhoso desta classificação. A Escola Profissional de Fermil ficou classificada em 2º lugar enquanto escola profissional e em 129 do ranking geral. Esta escola apresenta, neste momento, os cursos de Técnico de Gestão Equina, Técnico de Recursos Florestais e Ambientais, Técnico de Processamento e Controlo De qualidade Alimentar, Técnico Auxiliar de Saúde, Técnico de Gestão Agropecuária, Técnico de Restauração, Cozinha e Pastelaria e Técnico de Instalações Elétricas.

PINGO DOCE 4890-264 Celorico de Basto Tel. 913 102 441 Av. Capitão Elísio de Azevedo 4860-041 Arco de Baúlhe Tel. 937 922 108 girassolavandaria@hotmail.com

DEIXE-SE SURPREENDER ...

Vende-se Terreno em Ourilhe junto à Estrada Municipal Bem localizado e com bons acessos Contacto: 255 321 198

Alunos do curso Técnico de Gestão Equina, com o presidente da EPAFB, Eng.º Fernando Fevereiro na última Feira de Santa Catarina

O diretor da Escola, Fernando Fevereiro, disse que este resultado é fruto de muito trabalho, de muita dedicação e da motivação de todos, alunos e professores. “Nada se consegue de forma individual, este resultado é fruto do trabalho de todos, um trabalho que tem vindo a atingir resultados de excelência. É muito bom ver que os nossos alunos saem da nossa escola com o saber/fazer necessário para ingressar no mercado do trabalho, e que se quiserem podem continuar para o ensino superior em iguais e em situações específicas, atrevome a dizer, em melhores condições, que os alunos do ensino recorrente” reforçou. “Temos vindo a desenvolver as melhores condições físicas, adquirindo equipamentos e meios fundamentais para o ensino prático sempre com o apoio fundamental de toda a Comunidade Escolar e da Câmara Municipal de Celorico de Basto, sem a qual seria muito difícil atingir este patamar”. A Escola Profissional de Fermil é, desde 2005, de natureza pública e tem vindo a atrair cada vez mais alunos aliciados pelos cursos lecionados.


8

28-2-2018

O POVO DE BASTO

OURIVESARIA E RELOJOARIA SILVA ANDRADE, LDA. Jóias, Ouro, Prata e relógios Executa todos os consertos Telef. 255 323 676 T Telem. 934 054 980 Avenida da República, 29

4890 CELORICO DE BASTO

QUIOSQUE AVENIDA

de - José Augusto Pereira Machado de Andrade Jornais - Revistas Gelados - Tabaco

Lotarias - Raspadinha credifones

Tlms. 919 749 800 e 962 631 342 e-mail: quiosqueavenida_­cbt@hotmail.com Praça de S. Pedro T 4890-221 CELORICO DE BASTO

Avenida da República (ao lado da antiga COLMEIA) CELORICO DE BASTO

Paulo Pinto

Celorico de Basto recebeu a palestra “Entender Autismo” O Centro Cultural Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, no dia 21 de fevereiro, a palestra gratuita “Entender Autismo”, uma iniciativa promovida pela associação “Vencer Autismo”, que procurou, durante 2 horas, informar e sensibilizar pais, profissionais, estudantes e a comunidade em geral sobre o Autismo. “O Município é muito recetivo a ações que tenham por objectivo a inclusão, a promoção da igualdade e esta acção tem esse objetivo, desmistificar um distúrbio psicológico que muitos desconhecem e, por isso, não sabem como lidar. E termos pais, cuidadores e profissionais informados é o caminho certo para ajudar as pessoas a serem mais felizes e a estarem mais integrados promovendo os seus direitos e o acesso a oportunidades no sentido da sua inclusão na sociedade”, disse Helena Martinho, Unidade dos Serviços Sociais e de Saúde da Câmara Municipal de Celorico de Basto. A palestra foi dada por Joe Santos e Susana Silva, fundadores da Associação Vencer autismo e pais de uma criança com autismo, a Caui. “O nosso principal objetivo é tirar o estigma negativo do autismo, despertar mentalidades para as crianças que são socialmente diferentes e por isso não são aceites. É urgente falar deste assunto, desmistificar, tirar o medo que muitos pais sentem e vivem porque não conseguem ou não sabem como lidar com esta diferença.

E o nosso objetivo é mesmo esse, ajudar a comunidade a perceber e a entender o autismo para que deixe de ser visto com o receio com que é visto hoje”, disse Joe Santos, Co-fundador da Associação “Vencer Autismo”. Durante duas horas, os palestrantes apresentaram o projeto “Autism Rocks!”, que procura ajudar a entender um distúrbio que é caracterizado por este modelo como “dificuldade / desafio na comunicação e na interação social e comportamentos, interesses e atividades exclusivas e repetitivas”. Joe Santos e Susana Silva puderam explicar o que sentem as crianças com autismo dando particular enfase à dimensão sensorial. Durante a sessão Joe Santos mostrou várias citações de Naoki Higashida, escritor de renome japonês, autista que mostrou, através da escrita, a forma como sentia e vivenciava

cada sentido. Várias outras temáticas foram abordadas com destaque para a forma como se posiciona uma criança no seu nível de desenvolvimento tendo em conta a comunicação verbal, a saúde, a flexibilidade, o comportamento, o contacto visual e a comunicação nãoverbal e o tempo de atenção conjunta. Em 2017 a Vencer Autismo foi um dos 10 projetos europeus convidados para o evento da Comissão Europeia “Opening Up to an Era of Social Innovation” para apresentar o seu projeto Autism Rocks! Um projeto que passa por várias fases e que está a ser implementado na área metropolitana do Porto. Inicia com as palestras, seguem-se os workshps, a mentoria e o suporte. Atualmente, a Vencer Autismo já ajudou mais de 500 crianças e respetivas famílias.


10

28-2-2018

O POVO DE BASTO

150 Anos da Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnóia – Fundação do Lar D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes Raúl da Mota Teixeira VENDA DE MOBÍLIAS E TODOS OS MÓVEIS DECORATIVOS

253 655 249 I 919 537 239

Rua da Quintã de Nespereira, 279 - Vale de Bouro 4890-554 Celorico de Basto

José Pinto Queirós (Coelho)

Executa todos os trabalhos de construção Tel. 93 942 84 03 - 255 381 729

Secas de Campos 4880 MONDIM DE BASTO (Frente à entrada da Biblioteca Municipal) Edifício S. Silvestre, Bloco A, Fração C 4890-377 CELORICO DE BASTO Tel. 255 323 645

Ana Teixeira

A assistência à terceira idade da Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnóia, deve-se especialmente a D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes, de Casal Nino (Arnóia), que generosamente doou à Misericórdia os seus bens, com a obrigação de estes se destinarem à assistência de pessoas idosas (testamento realizado em 1967). Em 16 de Agosto de 1969, após a morte de D. Maria Olímpia, foi publicado no Jornal “Notícias de Basto” o seguinte: “Asilo de Velhos - Enquanto se não procede às respetivas obras no Solar de Casal de Nino, a Santa Casa da Misericórdia deste concelho, alberga no edifício do seu hospital, os pobres das freguesias de Arnóia, Britelo e Gémeos que desejem e necessitem de ser internados. Os interessados deverão dirigir-se à secretaria da Santa Casa.” No entanto, em 20 de Janeiro de 1974, com a Provedoria do P.e José Joaquim Gonçalves de Carvalho, foi inaugurado o

“Lar D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes” também conhecido como “Mini-Lar”, no rés-do-chão do edifício hospitalar no Mosteiro de Arnóia, com 18 camas, sala de convívio e outras dependências necessárias para o funcionamento do Lar. Em 2 Janeiro de 1977, foi realizada uma cerimónia de homenagem e gratidão a D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes, com a colocação de uma fotografia e celebração de uma missa por sua alma, com a presença das pessoas ilustres do concelho e das relações mais íntimas desta benemérita. Esta doação foi muito importante para a Misericórdia de Arnóia, uma vez que permitiu à mesma, ser pioneira na assistência à terceira idade. Foi igualmente fundamental, uma vez que, após a nacionalização do Hospital Civil de S. Bento de Arnóia em 1976, permitiu a continuidade da missão da

Misericórdia, no auxílio aos celoricenses. A Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnóia, fundada em 1867, tem na pessoa de D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes uma das principais beneméritas da Instituição, tendo sido concedido o estatuto meritório de Fundadora do Lar da Misericórdia, (atualmente designada Estrutura Residencial para Idosos ERPI). No conceito das comemorações dos 150 anos, a Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnóia, irá homenagear publicamente a fundadora do Lar (ERPI) – D. Maria Olímpia Teixeira da Mota Guedes.

ESTETICISTA

Edifício Mira Rio Rua Rodrigues de Freitas 4890 CELORICO DE BASTO

Telemóvel 967 226 554

TÁXI DE

António Cunha Meireles

Tlm. 966 315 269 VILA - CELORICO DE BASTO

Publicidade e Serviços Gráficos Decoração de Montras BRINDES PUBLICITÁRIOS: Calendários, Guarda-chuvas, Esferográficas, Isqueiros, Porta Chaves, etc.

VESTUÁRIO PROFISSIONAL

Rua Dr. Daniel Salgado - Edifício Portas da Vila CELORICO DE BASTO Tlm. 918 543 495 - 963 508 412 - Tel./Fax 255 321 090


28-2-2018

11

O POVO DE BASTO

ALMADA

̶ CELORICO DE BASTO

Concelho de Celorico de Basto vestiu-se de Carnaval

D. Laurinda Ribeiro Gonçalves Vieira Participação de Falecimento e Agradecimento

Seu Esposo, Filhos, Netos, Bisnetos e restante Família, participam a todas as pessoas das suas relações e amizade o seu falecimento, ocorrido em 22 de Fevereiro de 2018. Vêm também, muito reconhecidamente, agradecer a todos quantos se dignaram acompanhá-la aquando do seu funeral, ou que de qualquer modo manifestaram aos seus familiares todo o carinho e apoio nesta hora de dor e saudade. A TODOS O NOSSO BEM HAJAM

Senhora do Monte

ANEL Empresa Recomendada

Agência Funerária

21 272 23 60/8 Fax 21 272 23 69

www.senhoradomonte.com afsenhoradomonte@gmail.com

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses FUNDADA EM 15 DE AGOSTO DE 1926

TELEF. 255 321 223 - 255 322 110 FAX 255 322 210 4890 CELORICO DE BASTO E-mail secretaria@bombeirosceloricenses.pt

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA CONVOCATÓRIA Nos termos da alínea a) do art.º 44.º dos Estatutos em vigor CONVOCO todos os Associados desta Associação Humanitária, no pleno gozo dos seus direitos, a reunirem-se em Assembleia Geral, a levar a efeito no próximo dia 29 de Março (quinta-feira), pelas 21.00 Horas, nas instalações do Quartel Sede dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto 1) - Leitura, discussão e aprovação da ata n.º 02 de 22 de Fevereiro de 2018 Ponto 2) - Votação e aprovação do Relatório e Contas de Gerência bem como o parecer do Conselho Fiscal referente ao exercício de 2017 Ponto 3) - Apresentação pela Direção de proposta de atribuição do título de Sócio Benemérito ao senhor Carlos Henrique Vieira de Castro Ponto 4) - Outros assuntos de interesse para a Associação Se à hora marcada não comparecer número suficiente de Associados, a Assembleia considerar-se-á constituída meia hora mais tarde, com qualquer número, nos termos do n.º 1 do art.º 49.º. Nota: O Relatório e Contas de Gerência da Direcção do exercício de 2017, encontra-se para consulta dos Associados na Secretaria da Associação a partir do próximo dia 26 de Março. Celorico de Basto, 27 de Fevereiro de 2018 O Presidente da Assembleia Geral, a) José Marcelino Queirós Faria da Mota, Prof.

Os centros urbanos de Celorico de Basto receberam no dia 9 de fevereiro a folia do Carnaval com as crianças do centro escolares e das instituições locais a desfilar e a divertir a população que assistia. Na vila de Celorico de Basto, o corso carnavalesco iniciou junto ao Centro Escolar e percorreu o Centro da vila, até à praça Albino Alves Pereira, onde culminou com uma apresentação dos temas escolhidos nesta edição. A receber os foliões estava o Presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva, que se mostrou agradado com a alegria e a boa disposição imprimida neste corso carnavalesco. “É sempre um momento divertido para quem participa e para quem vê. O Carnaval das escolas continua a ser uma

altura de folia que diverte e entusiasma os participantes e que incita a população a sair à rua para ver e participar na folia característica desta época”, disse o autarca. Joaquim Mota e Silva reforçou a necessidade de manter estas tradições que aquecem a alma neste tempo frio de inverno. “Com esta folia o frio passa ao lado e não são as temperaturas baixas que inibem os foliões de vir à rua e aproveitar o melhor que o carnaval tem para oferecer, a alegria, a brincadeira e a boa disposição”. Este desfile de carnaval incidiu em várias temáticas fruto

do empenho dos professores, educadores e dos encarregados de educação que colaboraram ativamente na execução dos trajes. Entre outros temas os foliões desfilaram caracterizados de várias profissões (serralheiro, pintor, pedreiro, madeireiro…) de uvas, abelhas, pipas, pierrot (personagem de comédia dell’art)… Um desfile que contou com aproximadamente 600 crianças a participar. Nos outros centros urbanos o número de participantes foi ligeiramente inferior mas igualmente divertido atraindo centenas de pessoas às ruas.


12

28-2-2018

O POVO DE BASTO

Celorico de Basto promoveu a XV Festa Internacional das Camélias no Xantar M. C. ALUMÍNIOS - Fabrico de Estores, Portões, Inox e Automatismos Rua do Ribeiro, n.º 530 4890-147 CANEDO DE BASTO serralhariamcosta@hotmail.com

Tel.966 290 087 914 689 262 Fax 255 361 309

construção civil e obras públicas

JOSÉ MANUEL PINTO & RIBEIRO, LDA

O Município de Celorico de Basto fez-se representar no passado dia 31 de janeiro, na 19ª edição do Sálon Internacional de Turismo Gastronómico, o XANTAR, em Ourense, Galiza, a convite do Turismo Porto e Norte de Portugal. Uma iniciativa que pretende valorizar sobretudo, a qualidade da gastronomia e do turismo sustentável de Espanha e Portugal, numa das maiores regiões da Europa a fazer intercâmbio. O Município de Celorico de Basto aproveitou a oportunidade para apresentar a nova imagem da Festa Internacional das Camélias, uma imagem fresca que traduz movimento e beleza características inerentes a este certame. Fez também alusão à “flor camélia”, um bolo em formato de queque que traduz uma das vertentes económicas que podem advir das camélias. Presente no Xantar o Vereador do Turismo da Câmara Municipal de Celorico de Bas-

to, Fernando Peixoto, mostrouse satisfeito com a promoção das camélias numa região que arrasta dezenas de participantes à Festa Internacional das Camélias. “De facto, a Galiza é uma região que apresenta muitos apaixonados por camélias apresentando-se como um mercado de excelência para a nossa promoção. Temos vindo a apostar na internacionalização do nosso certame e queremos aperfeiçoar ainda mais a participação ativa dos nossos vizinhos, com um intercâmbio

cultural que muitos nos engrandece. Aqui no Xantar, e sendo um espaço que apresenta gastronomia da melhor qualidade apresentamos também alguns dos nossos produtos de referência com destaque para o bolo flor camélia que surgiu no ano passado num concurso gastronómico e que pretende ser um dos produtos alavanca no setor económico com as camélias como ingrediente”, disse o autarca. Salientou ainda que “o nosso vinho verde marca sempre presença porque é

www. jpr-lda.com Rua de Canedo de Basto, 1535 Tel.255 361 406 4890-148 CELORICO DE BASTO Fax 255 361 731

Kebab

Chouriço Assado

Francesinha

Hamburguer, Cachorro, Bifana, Moela, Pica Pau, Tábua Mista de - Pedro Sérgio

Rua de Santa Luzia, 21 4890-141 CANEDO DE BASTO de facto, um dos nossos melhores produtos que tem vindo a classificar-se a um nível muito elevado no patamar nacional e internacional e também os nossos enchidos, o mel, a broa e o pão-de-ló, característicos da região”. Durante a ação promocional, os presentes puderam degustar o flor camélia, os enchidos, o pão-de-ló, o mel, provar o vinho e conhecer melhor Celorico de Basto e a Festa Internacional das Camélias. Foram ainda desfilados pelo certame dois dos vestidos da Rainha das camélias, eleitos nos primeiros lugares no concurso do ano

Alves Lima

TELEFONE 255 361 251

passado. Durante o dia, as autoridades políticas da Galiza, o Vice presidente do Governo da Galiza, Alfonso Valenzuela, o alcaide de Ourense, Jesús Vázquez, e o Vice-consul de Portugal na Galiza, Manuel Correia da Silva, visitaram o stand de Celorico de Basto mostrandose agradados com a festa das camélias e com a qualidade do vinho verde. Esta foi a primeira iniciativa de promoção da XV Festa Internacional das Camélias promovida pelo Município de Celorico de Basto.

Mafalda Florista Atelier de Arte Floral

R. Rodrigues de Freitas Edifício Mira Rio, Fração K 4890 CELORICO DE BASTO

Tel. 255 322 864 255 321 510 Tlm. 938 500 536


28-2-2018

O POVO DE BASTO

13


14

28-2-2018

O POVO DE BASTO “O POVO DE BASTO”, N.º 359, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2018

CARTÓRIO NOTARIAL DE CELORICO DE BASTO

Alunos do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto visitaram o CACE Cultural do Porto

A cargo da Notária: ADELAIDE MONTERROSO FREIXO

EXTRACTO DE PUBLICAÇÃO

CERTIFICO, para efeitos de publicação, que neste Cartório e no livro de “Escrituras Diversas” número Setenta e Um - A, desde folhas noventa e oito e seguintes, foi lavrada em vinte de Fevereiro de dois mil e dezoito, uma escritura de Justificação, tendo nela outorgado como justificante: ALBERTINA DE OLIVEIRA, C. F. n.° 142 307

130, viúva, natural da

freguesia do Rego, concelho de Celorico de Basto, onde reside na Travessa de Alijó, n.° 51. MAIS CERTIFICO, por extracto que a justificante declarou o seguinte: Que o seguinte prédio, com exclusão de outrem, integra a herança indivisa aberta por óbito de Belmiro Gonçalves (NIF:744 795 354), falecido em vinte e três de Janeiro de dois mil e dezoito, com que foi casada em primeiras e únicas núpcias de ambos, sob o regime da comunhão geral, sendo a primeira outorgante cabeça de casal: 11/16 do Prédio rústico, denominado “CAMPO DA BARICA”, composto de cultivo, sito em Alijó, freguesia do Rego, concelho de Celorico de Basto, com a área de mil e seiscentos metros quadrados, a confrontar de norte e sul com caminho, nascente com Joaquim Gonçalves Dias, e de poente com José Augusto Teixeira da Silva, não descrito na Conservatória do Registo Predial deste concelho, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 1420, com o valor patrimonial e atribuído correspondente à fracção € 354,64. Que a primeira outorgante e o autor da herança adquiriram o mencionado prédio, em dia e mês que não sabe precisar do ano de mil novecentos e sessenta e quatro por compra meramente verbal a Albertina Alves Monteiro e Emília Antas, ambas viúvas e residentes que foram em Alijó, freguesia do Rego, deste concelho. Não tendo sido porém titulada esta aquisição e por isso não dispõem de título formal que lhes permita fazer prova do direito de propriedade plena. Que, não obstante, desde então sempre estiveram e se mantiveram na posse e fruição do aludido prédio, possuindo-o assim em nome próprio e com aproveitamento de todas as utilidades por ele proporcionadas, nomeadamente cultivando-o, com ânimo de quem exercita direito próprio, posse essa sem qualquer violência nem oposição de quem quer que seja, ininterruptamente e à vista e com o conhecimento de toda a gente. Que, dadas as enunciadas características de tal posse pacífica, contínua e pública, exercida desde o referido ano de mil novecentos e sessenta e quatro a primeira outorgante e o autor da herança adquiriram o aludido prédio por usucapião, título esse que por sua natureza não é susceptível de ser comprovado pelos meios normais, direito este que justifica pela presente escritura, para fins de registo predial. ESTÁ CONFORME Cartório Notarial de Celorico de Basto, 20 de Fevereiro de 2018 A Colaboradora da Notária, a) Maria Leite da Costa, 366/16

Podem adquirir este livro na loja A Prendinha, na Vila de

O Centro de Apoio à Criação de Emprego Cultural do Porto recebeu ontem, 15 de fevereiro, 55 alunos que frequentam ensino secundário do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto numa organização parceira com o CLDS 3G Geração Eco. Uma visita que teve por objetivo elucidar os alunos para o empreendedorismo dandolhes mais ferramentas para que possam ter um futuro mais atrativo. “É fundamental que os jovens tenham acesso a vários mecanismos que sejam uma mais-valia no que respeita ao percurso profissional. Neste sentido, o Contrato Local de Desenvolvimento Social Geração Eco tem procurado atuar de forma exemplar, trabalhando com versatilidade no sentido de dar aos jovens a hipótese de novos conhecimentos para que, terminado o ciclo de estudos possam olhar para o mercado de trabalho com otimismo e cientes das

suas capacidades. São oportunidades únicas que incentivam os jovens a não ter medo de ir ao encontro dos seus sonhos cientes das dificuldades e das responsabilidades do mercado de trabalho”, disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Os jovens puderam assim conhecer de perto um ninho de empresas, numa ação direcionada ao empreendedorismo social que procura dar a conhecer aos jovens que estudam na área de Humanidades, a oferta profissional nessa área. Durante a visita, os 55 alunos puderam verificar uma, além de muitas outras, das

empresas que surgiu da irreverência de quatro jovens empreendedores, a Lightbox, uma produtora audiovisual, que singrou e que é uma referência na área audiovisual no panorama nacional. No CACE, valência do IEFP, todas as empresas instaladas são de vertente cultural e artística, incluindo um espaço que permite a realização de vários eventos. Os alunos tiveram ainda a oportunidade de visitar a Faculdade de Letras, uma possível realidade terminado o secundário. O CLDS 3G Geração Eco apresentou esta iniciativa inserida no eixo 1, emprego, formação e empreendedorismo.

M E D I A D O R

Celorico de Basto,

Telef. 255 321 485 T Praça Albino Alves Pereira

ou pelo telemóvel 965 645 174 ou e-mail perpetual carvalho @gmail.com

Restaurante Regional

QUINTA DO FORNO

Casamentos - Baptizados - Aniversários

de -

José Manuel de Araújo Lousada

TELEFONE 255 322 255

VENDA NOVA - BRITELO - CELORICO DE BASTO

SALÕES PARA 600 PESSOAS


28-2-2018

15

O POVO DE BASTO ARNÓIA - CELORICO DE BASTO

ARNÓIA - CELORICO DE BASTO

ARNÓIA - CELORICO DE BASTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

D. Laurinda Pereira Mourão Teixeira Nasceu em 11/ Julho / 1949 - Faleceu em 31/Janeiro /2017 (68 anos)

D. Maria de Fátima Teixeira Pinto

Nasceu em 1/ Janeiro / 1971 - Faleceu em 1/Fevereiro /2018 (47 anos)

António Augusto da Mota

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

Nasceu em 4/ Abril / 1934 - Faleceu em 4/Fevereiro /2018 (83 anos)

GAGOS- CELORICO DE BASTO

ARNÓIA- CELORICO DE BASTO

GÉMEOS- CELORICO DE BASTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

António Magalhães Pinto

Nasceu em 17/ Julho/ 1941 - Faleceu em 6/Fevereiro /2018 (76 anos)

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

BRITELO - CELORICO DE BASTO

AGRADECIMENTO

D. Maria Moura

D. Maria Fernanda de Oliveira Pinto

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

Nasceu em 25 / Maio / 1925 - Faleceu em 14/Fevereiro /2018 (92 anos)

Nasceu em 21/ Setembro/ 1964 (53 anos)

AGÊNCIA FUNERÁRIA JOÃO TEIXEIRA, LDA.

D. Deolinda Costa Gonçalves

Nasceu em 27/ Março / 1938 - Faleceu em 20 /Fevereiro /2018 (79 anos)

A Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vem por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, em sufrágio do seu ente querido. A Família

Tel. 255 323 333 Telem. 914 066 835 ARNÓIA CELORICO DE BASTO


16

28-2-2018

O POVO DE BASTO “O POVO DE BASTO”, N.º 359, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDE-SE ANÚNCIO

BANCO SANTANDER TOTTA, SA, pessoa colectiva n.º 500844321, com sede na Rua Áurea, 88, 1100-063 Lisboa, matriculado na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número 500844321 (anterior n.º 1587 – 1ª Secção), com o capital social de €1 256 723 284,00, torna público, para os efeitos do disposto no artigo 1380º do Código Civil, que projecta vender o seguinte:

PRÉDIO

Prédio Rustico, com área de 400m2, denominado Leiras do Moinho, sito em Soutelo, freguesia de Ribas, concelho de Celorico de Basto, descrito na Conservatória do Registo Predial de Celorico de Basto, sob o n.º 133, freguesia de Ribas, inscrito na matriz da mesma freguesia sob o artigo rústico nº 2113, confrontando com: Na Caderneta Predial Rustica: Norte: caminho; Sul: Ribeiro; Nascente: Maria Sofia C.M.P.L.C.S.M.P. Almeida; e Poente: Caminho; Na Conservatória do Registo Predial: Norte e poente: caminho; Sul: ribeiro; Nascente: Maria Sofia da Cunha Mourão Pereira Leite de Carvalho Sotto Mayor Pulido de Almeida; Nas seguintes condições: PREÇO: € 11.500,00 (onze mil e quinhentos euros) DIA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA: dia 15/03 pelas 10h no Cartório do Dr. Joaquim Barata Lopes sito na Avenida da Liberdade, 67 B, 1250-140 Lisboa COMPRADOR: PINPROPCO LDA., NIPC 513 333 720, com sede na Rua Duque de Palmela, nº37 – 6º Esqº, 1250-097 Lisboa

“O POVO DE BASTO”, N.º 359, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDE-SE ANÚNCIO

BANCO SANTANDER TOTTA, SA, pessoa colectiva n.º 500844321, com sede na Rua Áurea, 88, 1100-063 Lisboa, matriculado na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número 500844321 (anterior n.º 1587 – 1ª Secção), com o capital social de €1 256 723 284,00, torna público, para os efeitos do disposto no artigo 1380º do Código Civil, que projecta vender o seguinte:

PRÉDIO

Prédio Rustico, com área de 2209m2, denominado Leiras do Cerrado da Casa, sito em Soutelo, freguesia de Ribas, concelho de Celorico de Basto, descrito na Conservatória do Registo Predial de Celorico de Basto, sob o n.º 134, freguesia de Ribas, inscrito na matriz da mesma freguesia sob o artigo rústico nº 2114, confrontando com: Na Caderneta Predial Rustica: Norte: caminho publico e Maria Sofia C.M.P.L.C.S.M.P. Almeida; Sul: Ribeiro; Nascente: Maria Carminda T. Cunha e Maria Emilia Lopes da Cunha M. Dias; e Poente: caminho publico e Maria Sofia C.M.P.L.C.S.M.P. Almeida; Na Conservatória do Registo Predial: Norte e poente: caminho público e Maria Sofia da Cunha Mourão Pereira Leite de Carvalho Sotto Mayor Pulido de Almeida ; Sul: ribeiro; Nascente: Maria Carminda Teixeira da Cunha e Maria Emilia Lopes da Cunha Moreira Dias; Nas seguintes condições: PREÇO: € 1.950,00 (mil novecentos e cinquenta euros) DIA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA: dia 15/03 pelas 10h no Cartório do Dr. Joaquim Barata Lopes sito na Avenida da Liberdade, 67 B, 1250-140 Lisboa COMPRADOR: PINPROPCO LDA., NIPC 513 333 720, com sede na Rua Duque de Palmela, nº37 – 6º Esqº, 1250-097 Lisboa

O exercício do direito de preferência deverá ser comunicado POR CARTA REGISTADA ATÉ DIA DOZE DE MARÇO DE DOIS MIL E DEZOITO, para a seguinte morada:

O exercício do direito de preferência deverá ser comunicado POR CARTA REGISTADA ATÉ DIA DOZE DE MARÇO DE DOIS MIL E DEZOITO, para a seguinte morada:

Banco Santander Totta Rua Júlio Dinis, 796 – 4º – 4050-322 Porto

Banco Santander Totta

Na comunicação deverá ser indicado o imóvel sobre o qual é exercido o direito de preferência, bem como ser feita prova desse direito.

Na comunicação deverá ser indicado o imóvel sobre o qual é exercido o direito de preferência, bem como ser feita prova desse direito.

Rua Júlio Dinis, 796 – 4º – 4050-322 Porto

Para quaisquer pedidos de esclarecimento adicionais poderão contactar:

Para quaisquer pedidos de esclarecimento adicionais poderão contactar:

Joana Vaz: 225 431 587

Joana Vaz: 225 431 587

Porto, 28 de Fevereiro de 2018

“O POVO DE BASTO”, N.º 359, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDE-SE ANÚNCIO

BANCO SANTANDER TOTTA, SA, pessoa colectiva n.º 500844321, com sede na Rua Áurea, 88, 1100-063 Lisboa, matriculado na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número 500844321 (anterior n.º 1587 – 1ª Secção), com o capital social de €1 256 723 284,00, torna público, para os efeitos do disposto no artigo 1380º do Código Civil, que projecta vender o seguinte:

Porto, 28 de Fevereiro de 2018

“O POVO DE BASTO”, N.º 359, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDE-SE ANÚNCIO

BANCO SANTANDER TOTTA, SA, pessoa colectiva n.º 500844321, com sede na Rua Áurea, 88, 1100-063 Lisboa, matriculado na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o número 500844321 (anterior n.º 1587 – 1ª Secção), com o capital social de €1 256 723 284,00, torna público, para os efeitos do disposto no artigo 1380º do Código Civil, que projecta vender o seguinte:

PRÉDIO

PRÉDIO

Prédio Rustico, com área de 764m2, denominado Leiras do Cerrado do Souto, sito em Soute-

Prédio Rustico, com área de 600m2, denominado Leiras do Cerrado de Trás da Casa, sito em Soutelo, freguesia de Ribas, concelho de Celorico de Basto, descrito na Conservatória do Registo Predial de Celorico de Basto, sob o n.º 136, freguesia de Ribas, inscrito na matriz da mesma freguesia sob o artigo rústico nº 2116, confrontando com: Na Caderneta Predial Rustica: Norte: caminho e proprietário; Sul: Maria Sofia C.M.P.L.C.S.M.P. Almeida; Nascente: Maria Emilia Lopes da C. M. Dias, Maria Carminda T. C. e caminho servidão e Poente: caminho e proprietário; Na Conservatória do Registo Predial: Norte e poente: caminho e Maria da Glória da Cunha Mourão; Sul: Maria Sofia da Cunha Mourão Pereira Leite de Carvalho Sotto Mayor Pulido de Almeida; nascente:Maria Carminda Teixeira da Cunha e Maria Emilia da Cunha Moreira Dias e caminho de servidão; Nas seguintes condições: PREÇO: € 1.450,00 (mil quatrocentos e cinquenta euros) DIA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA: dia 15/03 pelas 10h no Cartório do Dr. Joaquim Barata Lopes sito na Avenida da Liberdade, 67 B, 1250-140 Lisboa COMPRADOR: PINPROPCO LDA., NIPC 513 333 720, com sede na Rua Duque de Palmela, nº37 – 6º Esqº, 1250-097 Lisboa O exercício do direito de preferência deverá ser comunicado POR CARTA REGISTADA ATÉ DIA DOZE DE MARÇO DE DOIS MIL E DEZOITO, para a seguinte morada: Banco Santander Totta Rua Júlio Dinis, 796 – 4º – 4050-322 Porto Na comunicação deverá ser indicado o imóvel sobre o qual é exercido o direito de preferência, bem como ser feita prova desse direito. Para quaisquer pedidos de esclarecimento adicionais poderão contactar: Joana Vaz: 225 431 587 Porto, 28 de Fevereiro de 2018

lo, freguesia de Ribas, concelho de Celorico de Basto, descrito na Conservatória do Registo Predial de Celorico de Basto, sob o n.º 135, freguesia de Ribas, inscrito na matriz da mesma freguesia sob o artigo rústico nº 2115, confrontando com: Na Caderneta Predial Rustica:

Norte: ribeiro; Sul: caminho servidão; Nascente: Maria Carminda T. Cunha e

Maria Emilia Lopes da Cunha M. Dias; e Poente: caminho publico;

Na Conservatória do Registo Predial:

Norte: ribeiro; Sul: caminho de servidão; Nascente: Maria Carminda Teixeira

da Cunha e Maria Emilia Lopes da Cunha Moreira Dias; Poente: caminho público;

Nas seguintes condições: PREÇO: € 1.550,00 (mil quinhentos e cinquenta euros) DIA DA ESCRITURA DE COMPRA E VENDA: dia 15/03 pelas 10h no Cartório do Dr. Joaquim Barata Lopes sito na Avenida da Liberdade, 67 B, 1250-140 Lisboa COMPRADOR: PINPROPCO LDA., NIPC 513 333 720, com sede na Rua Duque de Palmela, nº37 – 6º Esqº, 1250-097 Lisboa O exercício do direito de preferência deverá ser comunicado POR CARTA REGISTADA ATÉ DIA DOZE DE MARÇO DE DOIS MIL E DEZOITO, para a seguinte morada: Banco Santander Totta Rua Júlio Dinis, 796 – 4º – 4050-322 Porto Na comunicação deverá ser indicado o imóvel sobre o qual é exercido o direito de preferência, bem como ser feita prova desse direito. Para quaisquer pedidos de esclarecimento adicionais poderão contactar: Joana Vaz: 225 431 587 Porto, 28 de Fevereiro de 2018


28-2-2018

17

O POVO DE BASTO MONTÃO - MONDIM DE BASTO

AGRADECIMENTO

Francisco Ribeiro Silva Ramos Nasceu em 16 / Julho / 1933 - Faleceu em 8 / Fevereiro / 2018

( 84 anos)

Sua Filha e restante Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vêm por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, pela alma do seu ente querido. A Família

Rua 5 de Outubro - VILA - CELORICO DE BASTO

AGRADECIMENTO

D. Maria Cândida Carvalho Nasceu em 28 / Julho /1930 - Faleceu em 17/ Fevereiro / 2018

( 87 anos)

Seus Filhos, Netos e restante Família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente, vêm por este único meio, expressar muito reconhecidamente a sua mais profunda gratidão a todos quantos se dignaram participar no funeral e assistiram às missas de corpo presente e de 7.º dia, pela alma da saudosa extinta. A Família

TODOS OS SERVIÇOS FÚNEBRES ESTIVERAM A CARGO DAS

Funerárias de Basto Lda Ed. Portas da Vila - Barreirós

Celorico de Basto

Funerária Leal Martins Sr.ª da Piedade Mondim de Basto

Atendimento 24 horas

Tlf. 255 381 342 - Tlm. 964 076 457 - 916 874 215 e-mail: lealmartinsfuneraria@gmail.com

Prestígio e Dignidade desde 1980 O POVO DE BASTO NA INTERNET

jornalpovodebasto LOTE PARA CONSTRUÇÃO Com desaterro já efectuado. Àgua e saneamento. Àrea de 635 m2. Na Rua D. Serafina, em Arnóia.Excelente localização junto à Vila de Celorico de Basto. Informações: Telem. 918 297 243 ou 918 839 002

As últimas edições deste jornal estão disponíveis na Internet em www.issuu.com devendo procurar jornalpovodebasto

Sr. Assinante, já pagou a sua assinatura do jornal O POVO DE BASTO ?


18

O POVO DE BASTO

28-2-2018


28-2-2018

19

O POVO DE BASTO

Câmara de Mondim apoia Associações desportivas com 47.500 euros

OBRAS DE AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO MUNICIPAL ESTÃO CONCLUÍDAS

A Câmara Municipal aprovou a atribuição de um apoio financeiro às associações desportivas do concelho, no valor de 47.500 euros, que se destina a apoiar o desenvolvimento das atividades propostas nos seus planos para o corrente ano de 2018. Este ano, e tal como estipula o regulamento municipal desta medida, apresentaram candidaturas para obtenção de apoios, sete associações sem fins lucrativos, sediadas no concelho de Mondim de Basto, nomeadamente, Mondinense Futebol Clube, Atei Futebol Clube, Associação de Ciclismo e BTT Sr.ª da Graça, Associação de Atletismo de Mondim (AMA), Clube de Parapente de Basto, Clube de Ténis de Mondim de Basto e Clube de Caça e Pesca de Mondim de Basto. A atribuição do referido apoio financeiro foi calculado mediante avaliação de valores correspondentes às atividades previstas nos planos e de acordo com as categorias: “Desporto de Rendimento – Competição/Prática Desportiva Não Profissional (Sénior)” e “Desporto de Rendimento – Formação Desportiva/ Atividade Regular”. Com este apoio a autarquia garante a prática desportiva, abrangendo um vasto conjunto de modalidades. O Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, considera que este apoio é essencial para garantir uma oferta desportiva variada e de qualidade a todos os munícipes. Além deste apoio financeiro, a autarquia assegura os transportes dos clubes para as provas e a manutenção das instalações desportivas.

TEL. 255 382 601 - TLM. 963 936 936 MONDIM DE BASTO T FAFE T RIBEIRA DE PENA

Estão concluídas as obras de ampliação do Cemitério Municipal de Mondim de Basto. O Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira e o Presidente da Assembleia, Valentim Macedo estiveram presentes na inauguração com o Presi-

dente da Junta de S. Cristóvão de Mondim, Carlos Martins. Esta ampliação resultou da união do atual cemitério com o terreno anexo, parte do qual cedido pela freguesia de Mondim e representou um investimento de 47 mil euros,

que compreendeu a criação de 3 talhões com um total de 66 sepulturas. Uma obra que vem responder às necessidades sentidas pelo facto da ocupação máxima do cemitério estar a ser atingida.

Projeto de regulamento de Feiras, Mercados e Venda ambulante do Município de Mondim de Basto A Câmara Municipal está a proceder à revisão do Regulamento da Atividade de Comércio a Retalho em Mercados e Feiras e do Regulamento de Venda Ambulante do Município de Mondim de Basto, devido à entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 10/2015, de 16 de janeiro, recentemente alterado pelo Decreto-Lei n.º 102/2017, de 23 de agosto. Considerando que algumas das regras aplicáveis às feiras e mercados municipais são

comuns, nomeadamente no que concerne à atribuição dos espaços de venda, a autarquia optou pela elaboração de um único regulamento que integrasse as regras de funcionamento das feiras, o comércio a retalho exercido por vendedores ambulantes, bem como as regras de organização e funcionamento dos mercados municipais. Este novo regulamento define também as datas de realização das feiras, sendo propostas algumas altera-

ções. Assim, a realização de feiras e mercados na Vila de Mondim de Basto passam para as primeiras e terceiras quintas-feiras de cada mês. A data de realização da Feira de Ano é alterada para o penúltimo domingo do mês de outubro e a Feira do Emigrante fixa-se na segunda quinta-feira do mês de agosto. Esta proposta de regulamento estará em consulta pública pelo prazo de 30 dias, ou seja, de 16 de fevereiro a 17 de março de 2018.

TÁXI AUGUSTO MACHADO DE ANDRADE Serviço Permanente 24 H. / 24 H.

Contactar: JÚLIO ANDRADE

Telef. 255 321 158 - Telem. 96 508 35 23

VILA DE CELORICO DE BASTO


20

O BAIRRO (FUNDO DA ALDEIA), EM BOBAL, E O SEU MILENÁRIO CAMINHO (TRAZ DA CASA) ADITAMENTO

Depois de havermos falado de um milenário e – para alguns, misterioso caminho, ligando o Bairro do Fundo da Aldeia ao Largo do Torão, chegou agora a vez de falarmos do também milenário caminho do referido Largo do Torrão, ao Bairro de Cimo de Vila, e daqui até ao Rio, com ligação à veiga, á Anta, a Vila Real, e ao resto do mundo! Este caminho aquando do seu nascimento, foi construído bem junto das primeiras casas, como que entalado entre as casas e as rochas. Mais tarde, por volta do século dezoito, em virtude de ampliar a eira, foi retificado, tendo então recebido o cognome de “caminho novo” o qual perdurou até aos dias de hoje. Porém como que por magia, volta agora a sofrer nova retificação, adaptandose aos carros de hoje, uma vez que os caros da sua época passaram à reforma… Concomitantemente, esta sua retificação vai trazer-nos a satisfação de vermos alguns velhos sonhos transformados e realidade, entre eles a reconstrução da velhinha PONTE DE TRAVES, arrasada que foi na década quarenta por uma das centenárias trovoadas, cujo tabuleiro era formado por

28-2-2018

O POVO DE BASTO

oito valentes carvalhos, assentes em volumosos muros de pedra, os quais muitas vezes contei, quando no Verão usufruíamos da sombra da nossa velhinha ponte. As referidas traves eram capeadas com lousas graníticas de comprimento ajustado, permitindo a circulação de carros de lavoura com toda a segurança. Esta ponte ficou conhecida entre o Douro e Barroso, e Coimbra, ao longo dos séculos que estão por contar, embora concertada quando o seu desgaste assim o exigisse, pois era por aqui que transitava todo gado barrosão, ovino e caprino, a caminho de Coimbra, seu principal porto de saída, especialmente no mês de Outubro, ao entrar o Inverno. O seu itinerário era invariavelmente endireitar de Barroso para a Barca de Ribeira de Pena, sobre o Rio Tâmega, e daí apontavam para Macieira, ou Cruz do Jugal, e daqui para a ponte de Bobal, a única nas proximidades, e daqui apontavam para a Lagoa, hoje Barragem do Alvão, e daqui ao Barro vermelho, -Campeã, e daqui à Régua, Lamego, Viseu, Coimbra. Este movimento de gado era feito em grupos avassaladores, cercado de possantes

jovens, enquanto os seus proprietários negociante se deslocavam em cavalos da primeira escolha, atraindo os admiradores pecuários da região. Esta ponte foi assim o salva-vidas desde tempos imemoriais entre o Vale das Gevancas , a caminho da Samardã, e dai até à ponte de Pioledo, nas proximidades de Cavernelhe.. Só em l939, o meu saudoso avô paterno, Manuel Joaquim Alves de Carvalho conseguiu ultimar o processo de construção da hoje velhinha ponte de pedra, a jusante da dita ponte de traves, cujo processo implicou na conjugação de esforços entre a povoação e a Camara, tendo assumido a povoação alimentar o pedreiro, o saudoso Manuel dos Reis de Pioledo, reduzindo assim a despesa da parte da Camara, e assumir o transporte da pedra, o qual esteve para cair em “saco roto”, devido ao volume dos blocos de pedra, obrigando-se a povoação a construir um CARRO MONTEIRO! Para esse fim, e assim saíram todos, a Câmara e a povoação pela porta grande, porque dos medricas não reza a história. Bobal, Bilhó, Fevereiro de 2018

Joaquim de Carvalho.

O Sargento Teixeira Por:

Costa Pereira

Conheci o Sargento Teixeira, na Senhora do Castelo  em Coruche, já não sei em que ano foi. Só sei que foi no casamento de um meu saudoso amigo de Fornos do Frazão, o Guáldino, que para o efeito me convidou. Convite idêntico recebeu por certo o meu saudoso conterrâneo que ao tempo era comandante do posto da GNR daquele simpática vila ribatejana que o rio Sorraia embeleza. Ficamos amigos e a partir dali sempre que passava por aquelas bandas ia ao posto cumprimentá-lo. Entretanto foi aposentado e soube que veio viver para o concelho de Celorico, donde creio era natural. Também tive conhecimento que veio para Mondim onde trabalhou no escritório do Dr. Prior, advogado, mas nunca tive oportunidade de o contactar. Os anos passaram e entretanto chegou o fim da jornada.... Só muito recentemente, despertado por um amigo  que me  sabia ser amigo dele se  lembrou, ao manusear, na minha presença, O Povo de Basto, de 20/12/17, de chamar atenção para a notícia  do seu falecimento. Deixou saudades. Nascido a 30/01/1928, o saudoso extinto faleceu a 09/12/2018 com 89 anos. Ainda que fora do tempo, a toda a família em luto os meus  sentidos pêsames.

B D V

BAR DA VINHA Aberto Todos os Dias

KARAOKE

TEL. 255 382 642 TLM. 963 131 489

RUA VELHA 4880 MONDIM DE BASTO

www.facebook.com/bardavinha

P alhares p etro

Combustíveis

Pneus

Fermil de Basto 4890-342 Celorico de Basto T:255 361 119 F: 255 368 028 petropalhares@gmail.com

Estação

de

Serviço


28-2-2018

21

O POVO DE BASTO

Ação de sensibilização e formação sobre Gastronomia e Vinhos abordou

PROJETO MONDIM COOPERA

a temática do espumante

MUNICÍPIO E NÚCLEO EMPRESARIAL DE MONDIM DE BASTO PROMOVEM 1.º ENCONTRO EMPRESARIAL

ESTRATÉGIAS PARA A QUALIFICAÇÃO DO COMÉRCIO LOCAL EM MONDIM DE BASTO No âmbito do projeto do Projeto Mondim Coopera, decorrerá no próximo dia 5 de março, entre as 15h00 e as 18h00, o 1.º Encontro Empresarial, no Águahotels, em Mondim de Basto. A sessão destina-se a agentes indiretos do turismo da região e agentes do comércio local. O 1.º Encontro Empresarial irá abordar a temática “Estratégias para a Qualificação do Comércio Local” e contará com a presença do Dr. Luís Ceia, presidente da CEVAL, que fará apresentação do projeto “100% Alto Minho” e do Dr. Pedro Carvalhaes, docente na Escola Superior de Tecnologias e Gestão do Politécnico do Porto, que irá falar da “Nova

Geração de Clientes e o que esperam de nós”. A sessão será moderada pelo Dr. Gil Nadais, ex. Presidente do Município de Águeda, que irá exercer o papel de provocador de debates através da colocação de questões aos oradores convidados, assim como a gestão e a colocação de questões pelos participantes. A participação é gratuita, mas limitada ao número de lugares disponíveis, sendo obrigatória a inscrição em https:// goo.gl/forms/2HLal2wy5ILDKYBu1. O projeto Mondim Coopera decorre de uma candidatura aprovada ao Sistema de Incentivos às Ações Coletivas, do

Norte 2020 e estará em curso até junho de 2019, no Município de Mondim de Basto, tendo por objetivo de qualificar as PME’s dos setores agroalimentar, restauração, alojamento, turismo e a indústria extrativa – granito em especial, para a aposta em fatores de inovação, diferenciação e a sensibilização para estes fatores como fatores críticos de competitividade, não só para as empresas mas também para um território de baixa densidade, como é o caso de Mondim. O projeto é promovido pela Câmara Municipal de Mondim de Basto em parceria com o Núcleo Empresarial de Mondim de Basto.

O Enólogo Fernando Moura realçando a potencialidade dos Vinhos Verdes para o fabrico de espumantes

“O Espumante – Sua conceção e harmonia com a gastronomia” foi o tema desenvolvido pelo enólogo Fernando Moura, na quarta ação de sensibilização e formação do projeto “Novo Impulso no Produto Turístico Gastronomia e Vinhos”, promovida pelo município de Mondim de Basto. Na plateia, uma sala cheia de agentes locais ligados à área do turismo e diversos alunos do Curso de Turismo do Agrupamento de Escolas de Mondim, que promoveram o diálogo e a troca de experiências sobre as potencialidades deste produto. O Enólogo Fernando Moura é natural de Mondim de Basto e licenciado em Agronomia. Trabalhou na Região dos Vinhos Verdes e integrou os quadros técnicos na Direção Regional de Entre Douro e Minho. Atualmente é consultor em vários produtos da região. Potenciar a atratividade de Mondim, consciencializar os agentes turísticos e económicos para a importância da gastronomia e vinhos locais, capacitar os agentes locais para maior exposição e valorização do seu percurso e estimular o espirito colaborativo entre todos os agentes, são os objetivos destas sessões. Oportunamente será divulgado o tema da sessão do próximo mês de março.

Gráfica de Basto Tipografia - Offset - Impressão digital

Qualidade - Rapidez - Bom preço

CAFÉ MESQUITA

Telem. 914 159 875

VINHOS E P ETIS COS

Rua Serpa Pinto T Edifício Santiago

RAPOSEIRA - VALE DE BOURO Celorico de Basto TELEF. 255 361 200

4890-238 CELORICO DE BASTO


22

28-2-2018

O POVO DE BASTO

Tradição do Leilão das Carnes mantém-se viva em Travassos

A Aldeia de Travassos, na freguesia do Bilhó, reviveu no passado dia 4 de Fevereiro, domingo magro de carnaval, a antiga tradição do Leilão das Carnes. O Largo da Capela de Santa Bárbara encheu-se, logo pela manhã, de bancas para venda de produtos agrícolas genuínos, fumeiros e carnes de ele-

vada qualidade, que atraíram à aldeia, dezenas de visitantes e apreciadores destas iguarias. Para os mais ativos, a organização programou uma caminhada de 8 km, que deu a conhecer as paisagens e o património construído desta zona do concelho. Ao início da tarde, os Mor-

domos de Santa Bárbara deram início ao tradicional Leilão das Carnes, tendo o valor angariado revertido para a Capela da Padroeira da Aldeia. O Leilão das Carnes é uma tradição ancestral que a autarquia ajudou a recuperar e que envolve a comunidade local. Esta iniciativa foi apoiada financeiramente pela autarquia.

Mondim de Basto promove potencialidades do concelho em Ourense, Espanha

Tlf. 253 655 415 T Fax 253 655 118 Tlm. 937 455 036 T GANDARELA DE BASTO 4890 CELORICO DE BASTO

José Pinto Queirós (Coelho)

Executa todos os trabalhos de construção Tel. 93 942 84 03 - 255 381 729

Secas de Campos 4880 MONDIM DE BASTO

Mondim de Basto esteve presente no Xantar – 19.º Salão Internacional de Gastronomia e Vinhos, que se realizou em Ourense, Espanha, entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro. O Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, e o Vereador Paulo Mota, acompanharam, no dia 3 de fevereiro, uma equipa de técnicos da autarquia e dois agentes locais, a Ourense, para promover o concelho de Mondim de Basto. Mondim de Basto integrou o stand promocional da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal e, durante todo o dia, desenvolveu uma campanha de promoção do concelho junto das centenas de visitantes do certame. Ao final da manhã, o Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, num encontro com

os media presentes no Xantar, apresentou o concelho à comunicação social e falou também do Fim-de-semana Gastronómico, que se realiza em Mondim de Basto nos dias 20, 21 e 22 de abril. Ao início da tarde, o restaurante Casa do Lago e o produtor de vinho Quinta D’Ónega realizaram um Showcooking de Mílharos com Javali e uma pro-

va de Vinhos Verdes. Como explica o Presidente da autarquia, “vivemos num mundo global, onde o turismo ajuda ao crescimento dos territórios”. O Xantar constitui-se como um importante meio de promoção dos produtos e das potencialidades turísticas do concelho, que se revelam fortes atrativos para cativar visitantes para o nosso território.


28-2-2018

23

O POVO DE BASTO

Autarquia cria Plano Estratégico para potenciar a caprinicultura, a apicultura e a micologia silvestre

Decorreu no passado dia 2 de fevereiro no auditório da Assembleia Municipal uma sessão muito participada que juntou agricultores e produto-

res do concelho, estudantes e promotores locais, a Câmara Municipal de Mondim de Basto apresentou as linhas orientadoras para a criação de um

Um aspecto da assistência à sessão

plano estratégico que visa potenciar as atividades ligadas à caprinicultura, à apicultura e a micologia silvestre no concelho. O painel de convidados para esta sessão contou com especialistas das diferentes atividades em estudo, mas também testemunhos de produtores que já desenvolvem a sua atividade no concelho. A sessão de apresentação dos objetivos do Plano Estratégico foi feita pelo Eng. José Martino e o testemunho de especialistas de cada uma das fileiras. Luís Filipe Pacheco abordou a temática da Caprinicultura, António Lemos a Apicultura e os especialistas Tiago Pires e Humberto Machado a temática da Micologia Silvestre. Como explica o Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, “o concelho de Mondim de Basto tem uma ocupação florestal e de incultos da ordem

O vereador Paulo Mota com o apicultor António Lemos produtor do Mel do Alvão

dos 80% do território e 11% de agricultura. Este plano estratégico tem como objetivo potenciar o aproveitamento não lenhoso dos produtos endógenos da floresta, assegurar a sustentabilidade do território, fomentar a cooperação dos produtores e empreendedores locais e definir ações e estratégias que possam contribuir para o fortalecimento económico, bem como atrair e fixar novos residentes no concelho”.

A Câmara Municipal assume assim a responsabilidade de criar um plano integrado para o território, de juntar e atrair as pessoas e dar uma perspetiva económica e integrada para estas três atividades, identificadas com potencial de desenvolvimento. A caprinicultura e a apicultura já possuem alguma dimensão no concelho. A micologia silvestre está a dar os primeiros passos.

Sr. Assinante, já pagou a sua assinatura do jornal O POVO DE BASTO ?


24

O POVO DE BASTO

28-2-2018

Povo de basto 28 fevereiro 2018  

Jornal Informativo da Região de Basto

Povo de basto 28 fevereiro 2018  

Jornal Informativo da Região de Basto

Advertisement