Issuu on Google+

· 1·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Edição 1021 • Ano XIX • 1 de outubro de 2013 • Semanário Gratuito • Sai à 3ª feira • Diretor: João Tavares Conceição • Siga-nos no

Os Eleitos ! Nercab

Lardosa

Incentiva empresários Feijão Frade regressa no próximo a participar em fim de semana convenção nacional Página 11 PUB

Página 14

Vila de Rei

Municipio é familiarmente responsável pelo 5º ano

Página 16

Desporto

Benfica e Castelo Branco goleia Pampilhosa Página 19


Autárquicas 2013

· 2·

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Castelo Branco

PS continua maioritário POR CRISTINA VALENTE

O concelho de Castelo Branco continua maioritariamente rosa. O partido Socialista conquistou a maioria das juntas de freguesias. O PSD conquistou Tinalhas e a Lista Cebolais

de Cima, Retaxo Represa Unidos (CCRRU) conquistou a confiança das populações das duas localidades. Apesar da vitória socialista, o PSD conseguiu aumentar o número de votos, e elegeu dois vereadores, Paulo Moradias e João Paulo Benquerença.

Assembleia Municipal

Benquerenças Partidos

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

PS

17071 - 18M

15047 - 18M

PS

8127 - 12M

7309 - 12M

PSD

6116 - 6M

5448 - 6M

PSD

3063 - 4M

3163 - 5M

BE

1606 - 1M

907 - 1M

CDS-PP

906 -1M

588 - 1M

CDS-PP

1483 -1M

1056 - 1M

BE

786 -1M

550

CDU

1321 - 1M

1521 - 1M

CDU

729 - 1M

844 - 1M

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Ano 2013

Partidos

293 - 5M

224 - 4M

PS

265 - 5M

216 - 6M

PS

PSD

165 -2M

190 - 3M

Indep.

146 - 2M

0

PSD

CDU

11

0

PSD

21 -1M

23

CDU

CDU

15 - 1M

64 - 1M

CDS-PP

Escalos de Cima e Lousa

Ano 2009

Ano 2013

Monforte da Beira

PS

Cebolais de Cima e Retaxo

é a segunda força, elegeu 6 deputados Municipais. CDU, CDS-PP e BE continuam a ter um representante cada, Os votos brancos e nulos aumentaram, assim como a abstenção. Este ano votaram 50,71% dos inscritos. ■

Castelo Branco

Malpica do Tejo

Ano 2009

O CDU sobe em relação a 2009, e é atualmente a terceira força do concelho. CDS-PP e BE descem na preferência do eleitorado. Na eleição para a Assembleia Municipal, o PS continua a ser maioritário, com 18 deputados, o PSD

197 - 6M

169 - 6M 26 - 1M

31 - 1M

0 10

Salgueiro do Campo

Partidos

Ano 2013

PS

589 - 4M

Partidos

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Indep.

591 - 5M

PS

430 - 4M

PSD

61

PS

462 - 6M

279 - 4M

PSD

65

CDU

41

CDU

73 - 1M

18

II

277 - 3M

PSD

0

I

208 - 2M

Sarzedas Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

695- 6M

555 - 6M

PSD

381 -3M

291 - 3M

CDU

20

0

Almaceda Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Ano 2013

PS

578 - 8M

PSD CDU

92 - 1M

PSD

720 -3M

458 - 2M

CDU

199

123

24

CDS-PP

0

68

Freixal e Juncal do Campo Partidos

Ano 2013

PSD

159 -2M

75 - 1M

PS

363 - 6M

CDU

31

28

PSD

115 - 1M

PS

319 - 4M

CDS-PP

133 - 2M

PSD

87 - 1M

S. André da Tojeiras Ano 2009

Partidos

Ano 2009

Tinalhas Partidos

Lardosa

Ano 2013

Ano 2013 1271 - 7M

365 - 6M

Partidos

Ano 2009 1258- 6M

447- 5M

Partidos

Partidos PS

PS

Póvoa R. M. e Cafede

Alcains

Escalos de Baixo e Mata Partidos

251 - 3M

Ano 2013

Ano 2009

Ano 2013

PS

255- 4M

193 - 3M

PSD

222 - 3M

195 - 4M

CDU

6

0

Ninho do Açor e Sobral do Campo

PS

367- 5M

329 - 5M

Partidos

Ano 2013

PSD

114 -1M

68 - 1M

PS

390 - 6M

CDU

105 - 1M

85 - 1M

PSD

89 - 1M

CDS-PP

0

42

S. Vicente da Beira Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Louriçal do Campo Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

519 - 7M

316 - 4M

PS

541 - 6M

425 - 5M

PS

237 - 4M

211 - 4M

PSD

171 - 2M

223 - 3M

PSD

355 - 3M

347 - 4M

PSD

224 - 3M

184 - 3M


Destaque

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Biblioteca de Ródão leva poesia a mais de 650 pessoas A iniciativa «Poesia, um dia», organizada pelo segundo ano consecutivo pela Biblioteca Municipal José Baptista Martins para celebrar o seu aniversário, teve uma enorme adesão: mais de 650 pessoas de todas as idades tiveram a possibilidade de se relacionar com a obra artística de poetas, artistas plásticos, músicos, atores e editores que, entre 19 e 21 de setembro, estiveram em Vila Velha de Ródão para ajudar a BMJBM a promover o gosto pela leitura de poesia. Considerado um género maior da literatura, os livros de poesia não são, contudo, muito lidos pelos frequentadores das bibliotecas públicas.

Eventos como o «Poesia, um dia» pretendem alterar essa situação criando contextos extraordinariamente aprazíveis para desfrutar do texto poético. Em Ródão, os cenários encontrados para a leitura de poesia e as conversas em torno da mesma foram os mais emblemáticos do seu património histórico e natural. No rio, de dia e também numa noite de luar, decorreram estimulantes momentos de leitura de poemas que estiveram a cargo dos seus autores e também de leitores que quiseram ajudar a propagar o texto poético. Nas mais de 30 horas de atividades do evento, houve tempo para a formação de novos públicos

com a realização de ateliês de escrita, de leitura e de expressão plástica; para participar num inédito Correio Poético; para adquirir livros de poesia a preços muito baixos; para consumir poesia enquanto se petiscava e ouvia música no CDRC. As crianças ficaram a conhecer Fernando Pessoa pela mão da Associação Artística Andante e do seu espetáculo «Afinal o caracol». Houve aind atempo para ouvir o poeta António Salvado falar, sobre religião e poesia. Houve ainda quem tivesse desfrutado de uma viagem de comboio Lisboa-Ródão com leitura de poesia personalizada feita pelo ator Paulo Lages. ■

PUB

PROFESSOR JIKINEH Tlm.: 969 402 867 - 911 095 838 Africano, grande cientista espirutualista, com super magia negra e branca mais forte. Resolve com rapidez no máximo de 4 dias qualquer que seja o seu caso, exemplo: Amor, Negócios, Impotência Sexual, Prender e Desviar, Afasta e Aproxima pessoas amadas, Exame, Jogo, Espirituais, Alcoolismo, Droga, Maus olhados, Inveja, etc... Lê a sorte, dá previsão da vida e do futuro pelo bom espírito e forte talismã. CONSIDERADO UM DOS MELHORES PROFISSIONAIS Não há problema sem solução - Consultas das 9H às 22H / Segunda a Domingo

Rua Duarte Pacheco Pereira Nº79, 5º F Damaia de Baixo 2720-213 Amadora

EDITORIAL

A

pesar de não termos caído na tentação de fazer apostas antes das eleições, também facilmente poderemos reconhecer que não nos enganaríamos se as tivéssemos feito. Autarquias do PSD ou do PS seguras não tiveram qualquer surpresa. No fundo a dúvida subsistia apenas em dois concelhos: Covilhã e Penamacor. E se havia dúvidas foi porque o PSD correu riscos desnecessários, que o levaram à derrota, num caso, e noutro, não lhe permitiu poder liderar. Já no todo nacional houve surpresas e grandes. E não vale a pena arranjar desculpa para o indesculpável. Sabemos que o partido no poder sofre normalmente uma erosão de votos na ordem dos 8%. Sentimos que o Primeiro-ministro se afastou destes resultados eleitorais, tanto que não evitou em plena campanha eleitoral falar de um segundo resgate, de eventuais cortes na despesa e marcando o iní-

PUB

PUB

PUB PUB

Acordos: ADSE, ADMG, C.G.D., EDP, PT-ACS Advancecare, Médis, Multicare, Cheque Dentista

· 3·

Os Resultados Eleitorais DIRETOR JOÃO TAVARES CONCEIÇÃO

cio das 40 horas semanais para o dia anterior às eleições. Não extrapolamos estes resultados para as eleições legislativas, porque sabemos quanto a nível local os nomes ainda pesam. Facilmente se constatam as percentagens eleitorais do PS. Eram previsíveis, principalmente nas grandes cidades. Lisboa, como grande trampolim para a Presidência da República, sabia-se estar entregue. No entanto no Porto, tal como em Matosinhos, Oeiras ou Vila Nova de Gaia, os resultados constituíram-se como surpresas. É evidente que a atuação da Comissão Nacional de Eleições foi deplorável, ao não nos permitir ouvir debates relevantes em concelhos cujo peso demográfico é assaz importante. Interessante, por inusitada, foi a derrota do PSD no Funchal onde concorria contra

todos os outros partidos. A estrela de Jardim ficou um bocado ofuscada. Mas a análise final destas eleições ainda terá de ser feita. Não nos podemos esquecer que temos cá troika. E mais cortes no horizonte, apesar de um economista do FMI voltar a salientar que as políticas de austeridade impostas a Portugal, e a outros países sob intervenção internacional, poderem ser autodestrutivas. E constata-se que não só a divida pública tem subido em relação ao PIB, como a consolidação baseada na despesa mais sustentável, tende não só a aumentar as desigualdades como ameaça o crescimento económico. Conclui-se, portanto, que a satisfação dos mercados é bem mais importante que a satisfação dos cidadãos. Assim sendo…


Autárquicas 2013

· 4·

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Oleiros

Fernando Jorge vence Independentes POR CRISTINA VALENTE

dores, enquanto que a lista Independente conseguiu eleger 2, mais um do que há 4 anos o Partido Socialista tinha conseguido. PS que não se apresentou a sufrágio neste ato eleitoral.

A lista do PSD, encabeçada pelo médico Fernando Jorge, conquistou a Câmara de Oleiros. Com 52,41% dos votos o PSD elege 3 verea-

Assembleia Municipal Partidos

Mosteiro Partidos PSD

239 - 7M

Partidos

Ano 2013

PSD

2828 - 12M

2095 - 9M

Partidos

Ano 2013

PS

858 -3M

0

CDU

86

56

II

925 - 6M

II

0

1618 - 6M

PSD

575 - 3M

Partidos

208 - 7M

PSD

97 - 7M

61 - 3M

II

0

79 - 4M

Ano 2009

Ano 2013

PSD

191 - 7M

93 - 4M

II

0

57 - 3M

Orvalho Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Álvaro

Ano 2009

Ano 2013

Indep.

265- 6M

0

CDU

41 - 1M

48 - 1M

V

0

250 - 6M

Das 10 freguesias, o Grupo de Independentes conquistou duas, Madeirã e Oleiros, as restantes são do PSD. Mais de 71% dos inscritos votaram ■

Oleiros e Amieira

Madeirã Ano 2009

Na Assembleia Municipal o PSD continua com maioria, com 9 deputados municipais, mas a oposição, Independes, conseguem duplicar o número de representantes, e elegeu 6.

Ano 2009

Ano 2013

Sarnadas de São Simão Partidos PSD

Isna

Partidos

Ano 2009

Sobral Partidos PSD

147 - 7M

128 - 7M

Ano 2009

Ano 2013

140 - 7M

91 - 7M

Cambas Partidos

Ano 2013

Ano 2009

Ano 2009

Ano 2013

PSD

180 - 7M

112 - 4M

II

0

95 - 3M

Estreito e Vilar Barroco

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PSD

183 - 7M

108 - 4M

PSD

431 - 5M

II

0

70 - 3M

II

306 - 4M

Vila de Rei

Concelho continua laranja POR CRISTINA VALENTE

PSD continua A ser maioritário em Vila de Rei apesar de ter perdido um vereador para o PS. Ricardo Aires, obteve 51,43% e

o PS 31,16%. O CDS-PP baixou ligeiramente o resultado, mas continua a ser a terceira força do concelho. A CDU conseguiu 2,53% dos votos.

Assembleia Municipal

São João do Peso Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

97 - 7M

0

Fundada

Partidos

sentantes na Assembleia Municipal. As três Juntas de Freguesia foram ganhas pelo PSD. No concelho mais de 71% dos eleitores exerceram o seu direito. ■

Vila de Rei

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

1347 - 10M

1064 - 9M

PSD

783 - 5M

683 - 5M

PS

404 - 3M

621 - 5M

PS

462 - 3M

399 - 2M

PSD

Ano 2009

Na Assembleia Municipal o PSD elegeu 9 deputados, o PS 5 e o CDS-PP 1. O Partido Socialista é das três forças politicas a única que aumenta o numero de repre-

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

CDS-PP

307 - 2M

217 - 1M

CDS-PP

264 - 1M

349 - 2M

PSD

337 - 6M

211 - 4M

CDU

89

65

CDU

70

36

CDU

106 - 1M

24

PS

0

172 - 3M

CDS-PP

0

13


Autárquicas 2013

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

· 5·

Penamacor

PS vence no concelho do Secretário geral do Partido POR CRISTINA VALENTE

António Luís Beites, mereceu o apoio da maioria

Penamacor

Assembleia Municipal Partidos

Ano 2009

dos Penamacorenses, mais de 49% dos eleitores, acreditou no projeto apresentado pelo PS. O PSD que

Ano 2013

Partidos

concorreu com o MPT obteve pouco mais de 25% dos votos, e o CDS-PP 18,39%. A CDU continua a ser

a força menos votada no concelho. 68,53% dos inscritos votaram. ■

Meimoa Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

2369- 9M

1965 - 9M

PS

478 - 5M

441 - 5M

PSD/CDS/MPT

1627 -6M

0

PS

164 - 4M

160 - 5M

PSD/CDS/MPT

463 - 4M

0

CDU

157

90

PSD/CDS/MPT

118 - 3M

0

PSD/MPT

0

1184 - 5M

PSD/MPT

0

277 - 3M

CDU

9

4

CDS-PP

0

322 - 1M

CDS-PP

0

123 - 1M

PSD/MPT

0

86 - 2M

CDU

0

10

Aranhas Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Vale da S. da Póvoa

PSD/CDS/MPT

167 - 4M

0

PS

140 - 3M

143 - 4M

Partidos

PSD/MPT

0

114 - 3M

PS

149 - 5M

126 - 4M

PSD/CDS/MPT

86 - 2M

0

PSD/MPT

0

78 - 3M

Meimão Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

200 - 5M

169 - 5M

PSD/CDS/MPT

88 - 2M

0

PSD/MPT

0

62- 2M

Salvador Partidos

Ano 2009

Ano 2009

Benquerença Partidos

Ano 2013

Aldeia do Bispo, Águas e Aldeia de J. Pires Partidos

Ano 2013

Ano 2013

PS

311 - 4M

Ano 2009

Ano 2013

PS

342 - 6M

236 - 6M

PSD/CDS/MPT

103 - 1M

0

PSD/MPT

0

78 - 1M

CDS-PP

0

33

Pedrógão de S. Pedro e Bemposta Partidos

Ano 2013

68 - 1M

PS

294 - 5M

27

PSD/MPT

126 - 2M

PS

211 - 4M

133 - 3M

PSD/CDS/MPT

285 -4M

PSD/CDS/MPT

153 - 3M

0

CDS-PP

PSD/MPT

0

191 - 4M

CDU

Vila Velha de Ródão

PS sai reforçado POR CRISTINA VALENTE

Luís Pereira conseguiu reforçar a vitória do PS no

concelho. 69,40% dos eleitores escolheram o projeto socialista para o concelho. Número que se traduz num

Assembleia Municipal Partidos PS PSD

Sarnadas de Ródão Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

211 - 4M

209 - 4M

PSD

205 - 3M

126 - 3M

CDU

9

0

CDS-PP

0

6

Ano 2009 1610 - 10M 904 - 5M

aumento do número de vereadores, de três para quatro. O PSD continua a ser a segunda força politica do

Vila Velha de Ródão

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

1416 - 11M

PS

853 - 6M

698 - 7M

511 - 4M

PSD

385 - 3M

228 - 2M

CDU

139

127

CDU

CDS-PP

46

59

CDS-PP

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

238 - 4M

201 - 5M

PSD

186 - 3M

108 - 2M

Perais

concelho e a CDU a terceira. Apesar da ligeira subida o CDS-PP continua a ser o menos votado. ■

CDU

6

0

CDS-PP

0

19

96

83

0

58

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

327 - 5M

302 - 6M

PSD

175 - 2M

0

Fratel

CDU

16

68 - 1M


· 6·

Autárquicas 2013

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Belmonte

Dias Rocha volta à Autarquia agora pelo PS POR CRISTINA VALENTE

rem a Câmara de Belmonte. O médico que já tinha sido autarca, na altura pelo PSD, voltou a conquistar a confiança dos eleitores, e ven-

O médico António Dias Rocha, foi o escolhido pelos socialistas para mante-

Assembleia Municipal Partidos

Inguias

Ano 2009

ceu com 56,97% dos votos, conquistando 4 lugares na vereação. Na Assembleia Municipal o PS foi também o vence-

dor, elegendo 9 deputados, seguido da lista de independentes que conquistaram 5 lugares. A CDU mantém 1 deputado Municipal.■

Belmonte e Colmeal da Torre

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PS

1016 - 7M

403 - 1M

PSD

769 - 7M

PS

2033 - 9M

2159 - 9M

PSD

1164 - 5M

0

CDU

439 - 1M

BE

195

0

CDU

208 - 1M

MPT

193

0

Indep.

723 - 3M

CDS-PP

88

0

Indep.

0

1174 - 5M

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Maçainhas

PS

323 - 5M

241 - 5M

Partidos

Ano 2009

PSD

152 - 2M

0

PS

164 - 7M

Caria Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Ano 2013

PS

651 - 5M

653 - 6M

136 - 4M

PSD

492 - 4M

0

Indep.

0

117 - 2M

CDU

0

62 - 2M

CDU

83

63

CDU

0

30

Indep.

0

37 - 1M

Indep.

0

423 - 3M

Proença-a-Nova

João Paulo Catarino mantém maioria

POR CRISTINA VALENTE

continua a acreditar no projeto liderado por João Paulo Catarino. O PS elegeu 4 vereadores e o PSD 1, tal como acon-

O PS de Proença-a-Nova mantém a maioria, a população

Assembleia Municipal Partidos

Montes da Senhora

Ano 2009

teceu há quatro anos.

Na Assembleia Municipal a novidade é a eleição de um deputado

do CDS-PP. No mesmo órgão o PS passa de 12 para 11 e o PSD mantém os 3 deputados Municipais.■

Proença-a-Nova e Peral

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PS

4328 - 12M

3017 - 11M

PS

1385 - 5M

PSD

1299 - 3M

1092 - 3M

PSD

384 - 1M

CDS-PP

140

532 - 1M

CDU

38

CDU

85

103

CDS-PP

948 - 3M

São Pedro do Esteval

Sobreira F. e Alvito da B.

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PSD

332 - 4M

244 - 4M

PS

368 - 6M

276 - 5M

PS

773 - 6M

PS

276 - 3M

214 - 3M

PSD

96 - 1M

96 - 2M

PSD

465 - 3M

CDU

5

5

CDU

13

2

CDU

20


Autárquicas 2013

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

· 7·

Sertã

PSD conquista mais de 61% dos votos POR CRISTINA VALENTE

sembleia Municipal e venceu em todas as freguesia. A candidatura de José Farinha Nunes viu desta forma confirmada a confiança

No concelho da Sertã o PSD conseguiu o pleno; reconquistou a Câmara, As-

Assembleia Municipal Partidos

Ermida e Figueiredo

Ano 2013

Partidos PSD

1628 - 6M

2204 - 10M

PS

3542 - 8M

2588 - 6M

PS

1529 - 6M

660 - 1M

CDS-PP

997 - 2M

424 - 1M

CDS-PP

258 - 1M

96

BE

262

0

CDU

48

40

CDU

94

152

Indep.

0

109

Indep.

0

223

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

433 - 6M

276 - 4M

PS

222 - 3M

327 - 5M

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

344 - 5M

356 - 6M

PS

226 - 3M

117 - 1M

CDS-PP

62 - 1M

0

63 - 1M

CDS/PSD

222 - 6M

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

169 - 4M

174 - 4M

PSD

141 - 3M

137 - 3M

PS

252 - 3M

264 - 4M

PSD

156 - 2M

219 - 3M

CDS-PP

155 - 2M

0

CDU

1

2

Cabeçudo Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

227 - 3M

296 - 4M

PS

198 - 2M

181 - 3M

CDS-PP

117 - 1M

0

XVI

67 - 1M

0

BE

34

0

CDU

5

Indep.

0

Ano 2013

5373 - 14M

PS

Ano 2013

Ano 2009

5306 - 11M

Carvalhal

Ano 2009

Apesar da descida superior a 3 pontos percentuais o CDS continua a ser a terceira força politica no concelho.■

PSD

Ano 2013

Partidos

ção.

Sertã

Partidos

Pedrógão Pequeno

PUB

Ano 2009

dos eleitores no seu projeto. O PSD obteve 61,61% dos votos, e elegeu 5 vereadores. O PS, 24.98% e conquistou 2 lugares na verea-

CDU

7

4

Várzea dos Cavaleiros Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

271 - 3M

264 - 3M

PS

267 - 3M

276 -4M

CDS-PP

96 - 1M

0

CDU

5

0

Cumeada e Marmeleiro

Castelo

Troviscal

Cer. de Bonjardim, Nesperal e Palhais Partidos

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PSD

1236 - 6M

PSD

187 - 3M

PS

568 - 3M

7

CDS-PP

141 - 2M

CDS-PP

109

42

PS

150 - 2M

CDU

46

PUB


Autárquicas 2013

· 8·

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Covilhã

PS reconquista câmara Serrana POR CRISTINA VALENTE

o desejado. O resultado de domingo é também consequência da divisão do PSD, pela lista oficial, e pela lista de independentes, com fortes ligações ao partido, no-

O PSD tinha assumido, que na Covilhã o processo de constituição de listas não tinha corrido como

Assembleia Municipal A. de S. Francisco de Assis Partidos

Ano 2009

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

PSD

14701 - 16M

3900 - 3M

PS

4076 - 7M

9895 - 11M

11004 - 9M

PSD

1421 - 2M

CDU

3292 - 3M

3308 - 3M

II

1203 - 2M

BE

1178 -1M

690

I

911 - 1M

CDS-PP

1083 - 1M

0

BE

229 - 1M

Indep.

0

7457 - 6M

301 - 6M

CDU

85 - 1M

55 - 1M

Vale Formoso e A. do Souto

Ano 2013

Indep.

1079 - 4M

Ano 2013

PS

939 - 4M

618 - 7M

410 - 5M

CDU

135

CDU

21

4

PSD

285 - 1

PS

0

141 - 2M

Ano 2013

PS

128 - 2M

PSD

153 - 2M

CDS-PP

250 - 3M

Indep.

CDU

15

Orjais Partidos

Ano 2013

Ano 2009

Cantar-Galo e Vila do Carvalho

PSD

261 - 4M

0

PS

225 - 3

284 - 5M

Partidos

Ano 2013

BE

0

26

PS

1096 - 5M

CDU

0

106 - 2M

Indep.

573 - 3M

CDU

333 - 1M

Ferro Partidos

Ano 2009

Ano 2013

791 - 8M

0

PS

167 - 1M

185 - 2M

Partidos

Ano 2013

CDU

41

35

Indep.

555 - 5M

II

0

426 - 5M

II

409 -4M

I

0

236 - 2M

Partidos

Ano 2009

Paul

Ano 2013

Partidos

Ano 2009

Peraboa Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

357 - 5M

0

PS

329 - 7M

261 - 4M

CDU

172 - 2M

116 - 1M

Indep.

0

252 - 4M

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Boidobra

Peso e Vale do Rio

PSD

Cortes do Meio

Teixoso e Sarzedo Partidos

Partidos

Ano 2009

Covilhã e Canhoso

PS

336 -6M

Partidos

28,33% e com 2 vereadores e o PSD fica em terceiro com14,95% dos votos, elegendo 1 vereador. A CDU sobe e conquista um lugar na vereação.■

Ano 2013

PSD

Verdelhos

meadamente a Carlos Pinto. O PS de Victor Pereira conquista a Câmara com 37,57%, elegendo 3 vereadores. Em segundo ficou a lista independente com

Ano 2013

CDU

671 - 5M

582 - 4M

PSD

489 - 3M

0

PS

260 - 1M

532 - 3M

Indep.

0

263 - 1M

II

0

141 - 1M

Unhais da Serra

Indep.

345 - 4M

304 - 4

Indep.

502 - 5M

206 - 2M

Partidos

PS

295 - 3

288 - 3

PS

266 - 2M

374 - 4M

Indep.

741 - 8M

569 - 7M

CDU

9

0

CDU

204 - 2M

328 - 3M

PS

154 - 1M

161 - 2

CDU

46

50

Tortosendo Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

1677 - 6M

310 - 1M

CDU

747 - 2M

596 - 3M

PS

495 - 1M

865 - 4M

Indep.

0

1119 - 5M

BE

0

51

Sobral do São Miguel Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

260 - 5M

0

PS

97 - 2M

0

Indep.

0

195 - 7M

Erada

Barco e Coutada

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

Partidos

Indep.

394 - 6M

PS

426 - 5M

299 - 5M

PS

221 - 3M

PSD

175 - 2M

111 - 2M

CDU

13

54

Dominguizo Partidos

Ano 2009

São Jorge da Beira Ano 2009

Ano 2013

PSD

379 - 5M

186 - 3M

Indep.

287 - 4M

301 - 4M

CDU

45

PS BE

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Ano 2013

PSD

314 - 4M

0

PS

195 - 3M

224 - 4M

20

BE

13

0

0

179 - 2M

CDU

11

38

0

3

Indep.

0

177 - 3M


Autárquicas 2013

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

· 9·

Fundão

Paulo Fernandes com maioria POR CRISTINA VALENTE

a constituição do executivo mantem-se inalterado, 5 vereadores para o PSD e 2 para o PS. No concelho com mais fre-

Apesar da ligeira descida dos dois principais partidos, PSD e PS,

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Orca

V.Prazeres e M. da Rainha Partidos

Ano 2013

PS

339 - 4M

Indep.

499 - 5M

Partidos

Ano 2013

PS

480 - 8M

0

PSD

257 -6M

0

Indep.

0

446 - 9M

Póvoa de Atalaia e A. Campo

Fatela Ano 2009

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

Ano 2013

Indep.

438 - 7M

174 - 7M

PSD

509 - 6M

Alpedrinha

PS

328 - 3M

391 - 6M

284 - 5M

PS

126 - 1M

141 - 2M

CDU

15

9

Alcaria Ano 2013 421 - 9M

Castelo Novo Ano 2013

Indep.

203 - 6M

147 - 7M

PS

61 - 1M

0

Castelejo Ano 2013

PSD

282 - 4M

166 - 2M

PS

261 - 3M

285 - 5M

Barroca Ano 2013

PSD

295 - 5M

194 - 7M

PS

134 - 2M

0

Alcongosta

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

508- 6M

414 - 5M

PS

260 -3M

226 - 2M

Telhado Partidos PSd

Ano 2009 379- 7M

Ano 2013 271 - 7m

Soalheira Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

423- 9M

194 - 3M

CDS-PP

0

200 - 3M

PS

0

112 - 1M

Lavacolhos Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

94- 4M

PSD

68 -3M

Ano 2013

Partidos

Alcaide Partidos

Ano 2009

Ano 2009

Ano 2013

PSD

201 - 7M

0

Indep.

0

278 - 5M

II

0

124 - 2M

Souto da Casa Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

427 - 5M

360 - 7M

PS

233 -2M

0

Janeiras de Cima e Bogas de B. Partidos

Ano 2013

PSD

253 - 7M

Silvares Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PSD

481- 7M

334 - 5M

112 - 6M

PS

169 -2M

270 - 4M

18 - 1M

CDU

6

0

Pêro Viseu

Bogas de Cima Ano 2009

Ano 2009

Partidos

PSD

Partidos

1724 - 4M

Três Povos

237 - 7M

Ano 2009

PS

384

163 - 3M

Partidos

4704 - 8M

0

PS

Ano 2009

6172 - 11M

PTP

0

Partidos

PS

836 - 2M

255 - 4M

Ano 2009

2216 - 6M

II

Indep.

Partidos

Indep.

509

119 - 2M

467 - 9M

7367 - 14M

640 -1M

13

Indep.

10265 - 18M

CDS-PP

CDU

Ano 2009

PSD

602 - 1M

0

Partidos

Ano 2013

CDU

82 - 1M

Ano 2009

Partidos

1528 - 2M

PS

Partidos

Ano 2013

1293 - 2M

201 - 5M

Ano 2009

Ano 2009

CDU

341 - 6M

Partidos

Partidos

Ano 2013

PSD

Enxames

putados, o PS 8 e a CDU 1 deputado. O CDS-PP perdeu o deputado que tinha conquistado nas eleições de 2009.■

Fundão , Valverde, Donas, A. Joanes, A. Nova do Capo

Assembleia Municipal

Capinha

guesias, 23, o PSD conseguiu a vitória na maioria. Na Assembleia Municipal o PSD tem14 de-

Partidos Ano 2013

Ano 2009

Ano 2013

PSD

296- 5M

80 - 1M

PSD

245- 4M

179 - 4M

PSD

184- 4M

167 - 7M

PS

160 -2M

114 - 2M

PS

189 -3M

176 - 3M

PS

130 -3M

0

Indep.

0

246 - 4M


· 10· Autárquicas 2013

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Idanha-a-Nova

Armindo Jacinto reforça vitória

POR CRISTINA VALENTE

Apesar da descida o PSD mantem-se como a segunda força politica no concelho, e a CDU subiu na preferência dos raianos e á agora a terceira força, com 5,37%. O CDS que há quatro anos tinha ultrapassado os 5%

Num concelho que desde as ultimas autárquicas perdeu perto de mil votantes, Armindo Jacinto conseguiu 64,14 dos votos. O PS elegeu 4 vereadores e o PSD 1.

Assembleia Municipal

A. de Santa Margarida

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

Partidos

PS

4137 - 13M

3702 - 11M

PS

PSD

2049- 6M

1045 - 3M

CDS-PP

CDS-PP

368 - 1M

257

CDU

349 -1M

484 - 1M

Indep.

0

267

Toulões

Ano 2009

Ano 2013

PS

180 - 7M

145 - 7M

Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

501 -5M

PSD

318 -3M

246 - 3M

CDS-PP

87 -1M

0

Medelim Partidos PS

Partidos

492 -6M

Ano 2009 121- 7M

Ano 2013

Partidos

Ano 2013

143 - 5M

150 - 7M

65 - 2M

0

PS

747 - 5M

PSD

160

CDU

69

CDS-PP

382 - 3M

Partidos

Ano 2013

Ano 2009 150 - 7M

Ano 2013 124 - 7M

Rasmaninhal Partidos

Ano 2009

Ano 2013

PS

324 - 6M

164 - 3M

PSD

89 -1M

30

CDS-PP

29

0

II

0

193 - 4M

Oledo

Ano 2009

PS

CDS-PP

23

Indep.

São Miguel de Acha Partidos

Ano 2009

Ano 2013

82 - 1M

Penha Garcia

169 - 2M

130 -1M

0

185 - 5M

Indep.

CDU

Indep.

127 -3M

Partidos

0

123 - 2M

PS

17

Indep.

199 -3M

72 - 2M

CDU

147 -2M

PSD

168- 4M

344 - 5M

PSD

Ano 2013

PSD

PS

394 -6M

171 - 4M

107 - 7M

Ano 2013

PS

250- 4M

Partidos

Partidos

Zebreira e Segura

PS

Ano 2013

Monsanto e Idanha-a-Velha

eleito em 2009, perde a representação no órgão, que tem a maioria do PS 11 deputados. O PSD elegeu três deputados metade dos que tinha e a CD continua a estar representada com 1 deputado.■

Idanha-a-Nova e Alcafozes

Proença-a-Velha PS

Partidos

Ladoeiro

Ano 2009

, desceu agora para os 3,65%, passando a ocupar o 5º lugar na tabela, já que a lista independente que se apresentou a sufrágio conseguiu 4,53% dos votos. O CDS-PP que tinha um deputado Municipal,

Monfortinho e S. Extremo Partidos

Ano 2013

Ano 2013

PS

246 - 4M

514- 7M

448 - 6M

PSD

162 - 3M

0

72 - 1M

CDU

31

Ano 2009

PUB

Cartório Notária, EXTRACTO Cristina Maria Conceição, Notária do Cartório Notarial do Entroncamento, sito na Rua Luís Falcão de Sommer, n.º63, no Entroncamento, CERTIFICO NARRATIVAMENTE, para efeitos de publicação, que por escritura de vinte de Setembro de dois mil e treze, lavrada de folhas setenta e cinco a folhas setenta e sete verso, do Livro de Notas para Escrituras Diversas número VINTE E QUATRO - D: CARLOS MANUEL MARQUES MENDES, solteiro, maior, natural da freguesia e concelho de Vila Velha de Ródão, residente na Rua Luís de Camões, nº15, Cardal, freguesia de Moita do Norte, concelho de Vila Nova da Barquinha, NIF 120 850 850, titular do Cartão de Cidadão número 07393737 1 ZZ4, emitido pela República Portuguesa e válido até 30/07/2016; Outorgou uma escritura de JUSTIFICAÇÃO na qual declarou ser dono e legítimo possuidor, com exclusão de outrem, dos seguintes bens imóveis:

Um: Prédio rústico, sito em Sardadão, composto, de cultura arvense, citrinos, olival, cultura arvense em olival, e, mato, com a área de três mil seiscentos e oitenta metros quadrados, a confrontar do norte com herdeiros de José Pires Rei, do sul com Maria Suzete Rodrigues Lourenço, do nascente com Maria Pires Alves Cardoso, e, do poente com herdeiros de Maria Mendes Marques, não descrito na Conservatória do Resisto Predial de Vila Velha de Ródão, inscrito na respectiva matriz, em nome do justificante, sob o artigo 73, secção J, com o valor patrimonial tributário de € 95,97, igual ao que lhe atribui; Dois: Prédio rústico, sito em Estercadinha, composto de pinhal, com a área de mil quinhentos e vinte metros quadrados, a confrontar do norte com Maria do Rosário Pires Morgado, do sul com herdeiros de Maria Mendes Marques do nascente com Guilherme Maria Rodrigues Antunes, e, do poente com João Rodrigo Mendes Pedro, não descrito na referida Conservatória do Registo Predial descrito na respectiva

matriz, em nome do justificante, sob o artigo 88, secção J, com o valor patrimonial tributário de € 24,07, igual ao que lhe atribui; Três: Prédio rústico, sito em Ladeirão, composto de olival, com a área de quatro mil novecentos e oitenta metros quadrados, a confrontar do norte com Maria do Rosário Pires Morgado, do sul com José Cardoso Pires e herdeiros de Albino Carmona Corga, do nascente com herdeiros de João António Pires Catarino, e, do poente com o justificante, não descrito na referida Conservatória do Registo Predial, inscrito na respectiva matriz, em nome do justificante e de Alzira Piedade Marques, sob o artigo 54, secção N, com o valor patrimonial tributário de € 38,78, igual ao que lhe atribui; Quatro: Prédio rústico, sito em Risca, composto de mato e pastagem, com a área de quatro mil quinhentos e vinte metros quadrados, a confrontar do norte com Olga Cardoso Pires e herdeiros de António Pires Carmona, do sul com Joaquim

Pires Ribeiro, do nascente com João Corga Mendes, e, do poente com Leonel Rodrigues Grácio Ribeiro, não descrito na referida Conservatória do Registo Predial, inscrito na respectiva matriz em nome do justificante e de Alzira Piedade de Marques, sob o artigo 65, secção O, com o valor patrimonial tributário de € 13,91, igual ao que lhe atribui; Cinco: Prédio rústico, sito em Vinhas, composto de eucaliptal e pinhal, com a área de dois mil e oitenta metros quadrados, a confrontar do norte com Manuel Roque Peres, do sul e do nascente com Fernando Ribeiro Gomes, e, do poente com Fernando Ribeiro Gomes e Armindo Belo Ramos d’Almeida, não descrito na referida Conservatória do Registo Predial, inscrito na respectiva matriz, em nome do justificante e de Alzira Piedade Marques, sob o artigo 37, secção P, com o valor patrimonial tributário de € 114,97, igual ao que lhe atribui; Seis: Prédio rústico, sito em Farranheira, composto de mato e oliveiras, com a área de mil e quatrocentos metros quadrados,

a confrontar do norte com João Corga Mendes, do sul com Maria de La Luz Piris Pinto, do nascente com João Corga Mendes, e, do poente com herdeiros de Leonel Pires Belo, não descrito na referida Conservatória do Registo Predial, inscrito na respectiva matriz em nome do justificante e de Alzira Piedade Marques, sob o artigo 48, secção Z, com o valor patrimonial tributário de € 8,28, igual ao que lhe atribui. Que os imóveis vieram à sua posse por doação verbal de seus pais, Alzira Piedade Marques e Manuel Sam Pedro Mendes, o último já falecido, casados que foram entre si, sob o regime da comunhão geral de bens, e, residentes que foram na referida Rua Luís de Camões, n° 15, Cardal, Vila Nova da Barquinha, doação essa que teve lugar em data que não podem precisar, cerca do ano de mil novecentos e setenta e sete. Que desconhece quaisquer outros ante possuidores dos prédios atrás identificados, bem como quaisquer proveniências dos artigos matriciais indicados. Não obstante não ter título formal de

aquisição dos referidos prédios, foi ele que sempre os possuiu, desde aquela data até hoje, logo há mais de vinte anos, em nome próprio, pagou os respectivos impostos, defendeu a sua posse, gozou todas as utilidades por eles proporcionadas, amanhou-os, conservou-os, colheu os seus frutos, sempre com o ânimo de quem exerce direito próprio, sendo reconhecido como seu dono por toda a gente; Que essa sua posse é de boa-fé, por ignorar lesar direito alheio, pacífica, porque sem violência, contínua e pública, por ser exercida sem interrupção e de modo a ser conhecida por todos os interessados; Tais factos integram a figura jurídica da usucapião, que invoca como causa de aquisição dos referidos prédios, por não poder comprovar a sua aquisição pelos meios extrajudiciais normais. Está conforme o original na parte a que me reporto. Entroncamento, vinte de Setembro de dois mil e treze, A Notária Conta registada sob o n.° 78


Castelo Branco · 11·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Convenção Empresarial junta empresários de todo o país a 9 de outubro

“Não podemos ter vergonha de saber qual a realidade do tecido empresarial” “As empresas da região têm uma oportunidade de levantar a sua voz e de falar sobre os grandes problemas que as afetam”. As palavras são do presidente do Nercab, durante a apresentação da Convenção Empresarial “Sobreviver e Crescer”, que irá decorrer já no dia 9 de outubro, no Centro de Congressos de Lisboa. António Trigueiros de Aragão realçou a importância deste evento para os empresários locais e nacionais, uma iniciativa que irá “tocar também o futuro de todos”. “Vamos falar de coisas concretas, do dia a dia, daquilo que nos afeta a nível regional e nacional e claro, vamos falar também do futuro nacional e regional” dos empresários. O presidente do Nercab, que esteve acompanhado durante a apresentação da Convenção Empresarial, que decorreu em Castelo Branco no passado dia 26 de setembro, pelo presidente da Associação Industrial Portuguesa (AIP), José Eduardo Carvalho, disse ser importante “estarmos todos unidos numa convenção, una, que decorre em Lisboa mas que pode-

ria ser em qualquer outro lugar. Estamos a lutar por um país e uma classe, empresários, que cada vez mais tem de ser dignificada”. António Trigueiros de Aragão recordou ainda que há 15 anos que não se realizava um fórum desta importância, com base regional. “Não podemos ter vergonha de saber o que é na realidade o nosso tecido empresarial. Vamos ver e discutir quais são os nossos problemas, sem vergonha e ver como se pode ajudar a resolver esses problemas. Isso é o mais importante. Desta convenção pode sair uma força para outro tipo de ações no futuro”, refere o presidente do Nercab. António Trigueiros de Aragão recorda ainda que “apontar erros não é dizer mal” e sublinhou que os empresários têm de ser valorizados. “Os empresários têm aguentado as suas empresas e as famílias que lá trabalham”, sublinha. Refletir para crescer José Eduardo Carvalho reconheceu o trabalho que o Nercab está a fazer na região e sobre a convenção que se irá realizar

a 9 de outubro, disse que se trata da maior concentração nacional jamais realizada em Portugal. O presidente da AIP sublinha que um dos objetivos deste evento passa por pegar nas empresas que sobreviveram ao processo de ajustamento a que o país esteve e está sujeito e discutir os seus problemas e o seu futuro, debatendo questões que são transversais a todos, como sejam a competitividade empresarial e as estratégias de gestão, os fatores de promoção do

crescimento da economia e o desenvolvimento empresarial. Por outro lado, este responsável recorda que 170 mil empresas cessaram a sua atividade no país, no período compreendido entre 2008 e junho deste ano. José Eduardo Carvalho diz mesmo que aqueles que sobreviveram “foram uns heróis que conseguiram fazer sobreviver as suas empresas. Agora, importa refletir para crescer. Temos que colocar as empresas como

protagonistas nesta reflexão”, disse, acrescentando ainda que há muita gente que fala sobre o assunto, mas que nunca tiveram uma empresa. O presidente da AIP sublinha ainda que todos estes efeitos nefastos para as empresas oriundos do processo de ajustamento a que o país tem estado sujeito, fazem-se sentir com mais intensidade no interior do país. Daí que um dos objetivos da convenção empresarial é ir buscar mais empresas do interior, pre-

cisamente aquelas que conseguiram sobreviver a estes “anos terríveis”. À data da apresentação da Convenção Empresarial “Sobreviver para Crescer” que irá contar com a presença do primeiro ministro, Pedro Passos Coelho e com quatro ex-ministros da Economia, Daniel Besssa, Álvaro Barreto, Pina Moura e Mira Amaral, havia um total de 1.161 empresários inscritos, dos quais meia centena de empresários da região de Castelo Branco.■

Rede de Judiarias conquista apoio de quatro milhões e meio de euros A Rede de Judiarias de Portugal conseguiu um financiamento superior a 4,5 milhões de euros para a concretização do projeto “Rotas de Sefarad”, o qual começará a ser executado a partir de outubro, disse o seu secretário-geral, Jorge Patrão. A maior parte da verba (quatro milhões) será disponibilizada no âmbito do “EEA Grants 2009-2014”, um mecanismo financeiro do Espaço Económico Europeu (EEA) através do qual a

Islândia, o Liechtenstein e a Noruega financiam, na qualidade de países doadores, diversas áreas prioritárias de ação junto dos Estados beneficiários do Fundo de Coesão da União Europeia. “É um apoio que também obriga o Estado português a colocar mais 15% desse montante (600 mil euros), o que acontecerá até porque o acordo já está devidamente formalizado”, explicou Jorge Patrão. De acordo com este

responsável, a execução financeira começa já em outubro e prolonga-se até 2017. O projeto, que será monitorizado pela Direção Regional de Cultura do Centro, tem como base o percurso geográfico e cultural dos vestígios sefarditas no território português. A aposta recai na investigação e publicação de livros, intervenções de centros históricos, recuperação de sinagogas e outras iniciativas ou

obras que se enquadrem no tema da valorização da entidade judaica portuguesa. Entre as obras já aprovadas estão o Centro de Interpretação Judaica de Trancoso, o Centro sobre a História do Marranismo em Portugal (da autoria do arquiteto Souto Moura), em Bragança, a intervenção na Igreja de Santa Maria da Várzea em Alenquer (local onde em 1574 foi sepultado Damião de Góis), bem como a criação do Me-

morial das Vítimas da Inquisição ou a recriação de uma das primeiras tipografias portuguesas, entre outras. Às entidades parceiras - cerca de 25 municípios e várias entidades de turismo - caberá apenas uma verba “muito menos significativa” de acordo com o valor de cada iniciativa. Jorge Patrão recorda que deste “conjunto de ações deverá resultar uma rota patrimonial e identitária sobre a história de

Portugal com enfoque na história do povo judeu”. A Rede de Judiarias de Portugal (RJP) foi criada há dois anos em Belmonte, local onde se encontra a maior comunidade judaica no país, cerca de 36 famílias com 120 a 150 pessoas. Na fundação contou com nove municípios, seis regiões de turismo e uma comunidade judaica, mas atualmente já integra com 27 municípios, entre eles Castelo Branco e duas comunidades judaicas.■


· 12· Destaque

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Socialistas saem vencedores no distrito de Castelo Branco

PS conquista a câmara da Covilhã O Partido Socialista (PS), é o grande vencedor no distrito de Castelo Branco, nestas eleições autárquicas. O PS, não só conseguiu manter todas as câmaras, como conquistar a câmara da Covilhã ao PSD, totalizando agora sete das 11 câmaras municipais do distrito e das três cidades, apenas o Fundão fica nas mãos dos sociais-democratas, onde tudo se manteve como em 2009, com o PSD a ficar com cinco mandatos e o PS, dois. Na capital de distrito, os socialistas venceram com larga margem, mas

não conseguiram evitar a perda de um mandato para os sociais-democratas, ficando o PS com sete mandatos e o PSD, com dois mandatos, mais um do que em 2009. Em Idanha-a-Nova, o PS obteve mais uma vitória, ficando com quatro mandatos, enquanto que o PSD obteve apenas um. Já em Vila Velha de Ródão, os socialistas obtiveram mais uma expressiva vitória, passando dos três mandatos obtidos em 2009, para quatro mandatos em 2013, ficando o PSD, com apenas um mandato. Em Proença-a-Nova,

o PS voltou a ganhar e a distribuição de mandatos ficou igual à obtida em 2009, ou seja, quatro para os socialistas e um para os sociais-democratas. Na Sertã, o PSD não só voltou a ganhar a câmara, como ainda conseguiu obter nestas eleições mais um mandato, ficando com cinco, contra dois do PS. Em Oleiros, os sociais- democratas mantiveram a câmara. No entanto, perderam um mandato, passando agora a ter três mandatos, contra os quatro obtidos em 2009. De igual modo, em Vila de Rei, apesar da vitória do PSD e da manu-

tenção da câmara com as cores “laranja”, os social-democratas perderam um mandato relativamente a 2009, ficando agora com três. Em Penamacor, o PS voltou a ganhar e a manter o mesmo número de mandatos conquistados em 2009, ou seja, ficou com três contra os dois mandatos conquistados pelo PSD/MPT. Finalmente, em Belmonte, o PS voltou a ganhar e aumentou também o número de mandatos relativamente a 2009, passando agora a ter quatro mandatos contra apenas um do PSD. ■

Eleições Autárquicas 200 Votos

Precentag

PS 3 PSD 6

8.486 17.931

26.83% 56.69%

CDS-PP CDU BE

880 2.362 799

2.362% 7.47% 2.53%

Eleições A PS 2 PSD 5 CDS-PP CDU

Eleições Autárquicas 2009 Votos

Precentagens

PS 1 PSD 4

721 3.010

18.02% 75.21%

CDU

72

1.80%

Castel

Eleições A

Eleições Autárquicas 2013

Oleiros

Votos

Precentagens

PSD 3 Indep. 2

2.087 1.614

52.41% 40.53%

CDU

54

1.36%

PS 8 PSD 1 CDS-PP CDU BE

Sertã Eleições Autárquicas 2009 Votos

Eleições Autárquicas 2013

Precentagens

Votos

Precentagens

PS 3 PSD 4

3.833 5.383

36.25% 50.91%

PSD 5 PS 2

5.776 2.342

61.61% 24.98%

CDS-PP CDU BE

811 66 171

7.67% 0.62% 1.62%

CDS-PP Indep. CDU

384 160 141

4.10% 1.71% 1.50%

Vila de Rei

Proença-a-Nova Eleições Autárquicas 2009 Votos

Precentagens

PS 4 PSD 1

4.635 1.099

76.61% 18.17%

CDS-PP CDU

95 39

1.57% 0.64%

Eleições Autárquicas 2013 Eleições Autárquicas 2009 Votos

Eleições Autárquicas 2013

Precentagens

Votos

Precentagens

PS 1 PSD 4

430 1.405

18.70% 61.09%

PSD 3 PS 2

1.096 664

51.43% 31.16%

CDS-PP CDU

233 99

10.13% 4.30%

CDS-PP CDU

172 54

8.07% 2.53%

Vila Velha de Eleições Autárquicas 2009

Votos

Precentagens

PS 4 PSD 1

3.738 980

72.77% 19.08%

PS 3 PSD 2

1.694 888

61.09% 32.02%

CDU

100

1.95%

CDS-PP CDU

40 84

1.44% 3.03%

Votos

Precentagens


Destaque · 13·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Belmonte Covilhã

Eleições Autárquicas 2009

Eleições Autárquicas 2013 Votos

09

gens

% %

%

Precentagens

PS 3 Indep. 2

10.687 8.058

37.57% 28.33%

PSD 1 CDU 1 BE

4.254 3.141 498

14.95% 11.04% 1.75%

Votos

Precentagens

PS 3 PSD 2

2.144 1314

49.70% 30.46%

CDS-PP CDU BE MPT PTP

67 288 112 201 43

1.55% 6.68% 2.60% 4.66% 1.00%

Eleições Autárquicas 2013 Votos

Precentagens

PS 4 Indep. 1

2.298 1064

56.97% 26.38%

CDU CDS-PP

300 103

7.44% 2.55%

Penamacor

Eleições Autárquicas 2009

Fundão

Autárquicas 2009 Votos

Precentagens

5.553 11.778

28.84% 61.17%

535 703

2.78% 3.65%

Eleições Autárquicas 2013 Votos

Precentagens

PSD 5 PS 2

8.572 4.134

53.93% 26.01%

CDU CDS-PP PTP

1.186 463 331

7.46% 2.91% 2.08%

Votos

PS 3 Colig.* 2

2.345 1.709

53.61% 39.07%

PS 3 2.029 PSD/MTP 2 1.142

53.44% 30.08%

CDU

124

2.83%

CDS-PP CDU

8.95% 2.03%

*PSD - CDS - MPT

340 77

Eleições Autárquicas 2009 Votos

Autárquicas 2009 Precentagens

20.018 4.906

69.88% 17.13%

1.121 960 786

3.19% 3.35% 2.74%

Votos

Precentagens

PS 7 PSD 2

16.104 5207

61.87% 20%

CDU CDS-PP BE

1363 777 665

5.24% 2.99% 2.55%

e Ródão Eleições Autárquicas 2013 Votos

Precentagens

PS 5 PSD 2

4.247 2.036

58.51% 28.05%

CDS-PP CDU

376 208

5.18% 2.87%

Eleições Autárquicas 2013

Eleições Autárquicas 2013

Precentagens

PS 4 PSD 1

1.549 459

69.40% 20.56

CDU CDS-PP

81 59

3.63% 2.64%

Precentagens

Precentagens

Idanha-a-Nova

lo Branco

Votos

Eleições Autárquicas 2013

Votos

Votos

Precentagens

PS 4 PSD 1

4045 920

64.14% 14.59%

CDU Indep.

339 286

5.37% 4.53%

CDS

230

3.65%


· 14· Castelo Branco

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

VIII Edição da Feira do Feijão frade regressa à Lardosa no próximo fim de semana

Certame já é considerado “a menina dos olhos” da freguesia A freguesia de Lardosa promove, entre 4 e 6 de outubro, a VIII Edição da Feira do Feijão Frade, dos Enchidos, da Gastronomia e Produtos Regionais. A apresentação do evento decorreu na passada segunda-feira, na Junta de Freguesia de Lardosa, entidade organizadora da feira. Considerado já como a “menina dos olhos” da freguesia, o certame que tem já confirmada a presença de 60 expositores, número limitado pela organização, apresenta nesta edição algumas novidades, nomeadamente, a presença durante a realização da feira, de alunos da Escola Profissional Agostinho Roseta de Castelo Branco, que durante os três dias, irão confecionar pratos gastronómicos cuja base é precisamente o feijão frade bem como provas de degustação. Outra das novidades para este ano, prende-se com uma demonstração de falcoaria, que inclui uma largada de perdizes, faisões e pombos, onde o público poderá apreciar ao vivo a atividade de várias aves de

rapina. O presidente da Junta de Freguesia de Lardosa, reeleito nas eleições autárquicas de domingo, cumpre assim uma das suas promessas de não deixar cair este certame que já é uma referência na região de Castelo Branco. José António Dâmaso diz que todos os anos a autarquia tenta introduzir inovações no certame e sublinha que o cartaz para esta edição não foge à regra. “Vamos ter muita animação na feira, mais do que nas edições anteriores”, refere. Mas, como em “equipa que vence não se mexe”, a VIII Edição da feira do Feijão frade mantém o tradicional passeio de bicicletas antigas e o passeio pedestre, o primeiro realiza-se no sábado e o segundo no domingo de manhã. Contudo, Carlos Barata, o secretário da Junta de Freguesia de Lardosa, explicou que as inscrições para o passeio de bicicletas antigas foi limitado a 220 participantes, uma vez que a procura mantém-se alta, mas por motivos de logís-

Centro de Cultura contemporânea abre dia 13

Coleção de Joe Berardo inaugura espaço

O Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco vai ser inaugurado no dia 13 de outubro com uma coleção de arte contemporânea de Joe Berardo Joaquim Morão explica que a exposição vai estar em Castelo Branco durante um ano. O Centro de Cultura Contemporânea, da autoria do arquiteto catalão Josep Lluis Mateo, representa um investimento de cerca de cinco milhões de euros. A autarquia obteve 85 por cento do valor da obra em fundos comunitários e 10 por cento junto do Banco Europeu de Investimentos. O Centro de Cultura Contemporânea está localizado no centro cívico, na praça da Devesa, e no entender de Joaquim Morão

constitui "uma obra de referência de Castelo Branco". Joaquim Morão, classificou mesmo o Centro como "uma obra arquitetónica de grande alcance”. “Nós realizámos muitas obras e modernizámos Castelo Branco em todas as vertentes, mas esta, a par do Museu Cargaleiro, são estruturas culturais muito importantes". Para Joaquim Morão, "Castelo Branco tem todas as condições para, através da cultura, ter uma estratégia de desenvolvimento". O Centro está dividido em três pisos e apresenta diversas salas para exposições, uma sala para projeções, cafetaria, loja, uma pista de patinagem exterior e um auditório. ■

tica não é possível receber mais inscrições. Aliás, para esta edição, o número inicial era para ser de apenas 150 inscrições. No entanto, face aos imensos pedidos de participação, a organização decidiu estabelecer o limite de 220 participantes. É que, este ano, o percurso vai ser também ele inovador. Os participan-

tes vão viajar com as suas bicicletas de comboio até Castelo Branco. Já na cidade, irão deslocar-se para as Docas onde haverá um primeiro reabastecimento. Posteriormente, saem da cidade rumo à vila de Alcains, onde irão visitar uma queijaria, seguindo depois em direção à Lardosa, onde termina o passeio com um almoço.

Em relação ao passeio pedestre que se realiza no domingo, o limite de participantes foi fixado em 200. Os participantes vão passar pelos campos de Lardosa em direção ao Vale da Torre, regressando depois ao recinto da feira, onde será servido o respetivo almoço. Uma das grandes preocupações da organização é manter a qualidade do

certame. “Não queremos quantidade, mas sim qualidade”, refere Carlos Barata, palavras corroboradas por José António Dâmaso. O presidente da Junta de Freguesia de Lardosa diz mesmo que “não quer que esta seja mais uma feira, mas antes que o certame marque a diferença” pela qualidade, onde a base é e será sempre o feijão frade. ■

Rotaract Club de Castelo Branco discute Energias Renováveis O Rotaract Club de Castelo Branco reiniciou, no passado dia 20 de setembro, os seus ciclos de palestras abordando a temática das Energias Renováveis, num exposição levada a cabo por Rúben Marques Freitas, finalista da Licenciatura em Engenharia das Energias Renováveis no Instituto Politécnico de Castelo Branco. Durante a palestra foram abordadas as diversas fontes de energia renovável, como a Energia das Ondas, Energia Eólica, Energia Solar, Energia Geotérmica, Energia Hídrica e Energia da Biomassa. Durante a sessão foi dado enfase ao impacto das energias reno-

váveis em Portugal, desde o seu florescimento até aos dias de hoje e, com especificidade no distrito de Castelo Branco. Um serão interactivo que sem dúvida que certamente despertou consciências e alertou para a necessidade de aumentar a aposta neste tipo de energias, quer no presente e no futuro. O Rotaract Club reconheceu o interesse da plateia, lembrando que este tipo de acções de informação e debate terão, lembrando que já no próximo dia 11 de outubro de 2013, falar-se-á sobre Empreendedorismo, tendo como orador convidado o professor

Nuno Caseiro, docente na Escola Superior Agrária de Castelo Branco. O Rotaract Club é um grupo de jovens dos 18 aos 30 anos, que tem por objectivo principal o apoio à comunidade local em todas as

suas vertentes, para além da promoção do companheirismo e amizade entre os seus membros, bem como a formação no âmbito da liderança. É, naturalmente, um grupo de jovens aberto a toda a população. ■


Educação · 15·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Escola Superior de Artes Aplicadas

All Libitum Trio conquista prémio no Concurso Internacional "Città di Castelfidardo" O grupo All Libitum Trio, formado em 2010 no âmbito da unidade curricular de Música de Câmara do IPCB/ Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART), arrecadou o 2º Prémio na categoria de Música Câmara do Concurso Internacional "Città di Castelfidardo" em Itália, considerado um dos mais prestigiados concursos a acordeão do mundo. A competição realizou-se entre os dias 20 e 22 de setembro e na categoria de Música Câmara participaram 12 grupos a nível mundial, tendo o All Libitum Trio recebido um troféu e um prémio monetário. Constituído sob a orientação do professor, acordeonista e compositor

Paulo Jorge Ferreira, o All Libitum Trio é constituído por David Nunes na flauta transversal, Mariana Barradas no violoncelo e Fábio Palma no acordeão. A dedicação dada a esta junção instrumental, um pouco invulgar no mundo da música, possibilitou a participação do trio em várias audições e concertos em Portugal, apresentando-se em conhecidas salas, com destaque para a Sala dos Espelhos do Palácio Foz, o Governo Civil de Castelo Branco, o Auditório de Alfornelos, o Auditório de Ferreira do Zêzere, o Museu do Papel de Passos de Brandão, o Auditório Caixa Geral de Depósitos do ISEG (cujo concerto

foi transmitido em direto pela Antena 2), o Auditório Liszt do Conservatório Regional de Castelo Branco e o Salão Nobre da Escola de Música do Conservatório Nacional. O All Libitum Trio participou também numa

“Masterclass” sob a orientação do aclamado acordeonista norueguês Geir Draugsvoll, no Centro Cultural de Belém. O trio marcou igualmente presença na 4ª edição do concurso de acordeão de Castelo Branco – Folefest

Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão

Atividades de início do ano letivo

Como habitualmente, as primeiras semanas de setembro foram preenchidas com várias atividades que marcaram o arranque do ano letivo por terras de Ródão. No passado dia 5 de setembro realizou-se a tradicional receção ao corpo docente do Agrupamento, que este ano teve lugar no “Lagar de Varas”. Os docentes foram recebidos pela Presidente da Câmara, pelo Vice-Presidente e pelo Vereador da Educação e Cultura. Após os votos de boas-vindas e de um bom ano letivo, os docentes foram convidados para um welcome drink, tendo imediatamente de seguida visitado o referido lagar/ museu, bem como o ateliê de trapologia e tecelagem do Centro de Formação Artística Manuel Cargaleiro, onde tiveram oportunidade de observar e adquirir algumas peças. Antes do almoço-convívio com professores e funcionários do Agrupamento, os docentes foram convidados pela autarquia a realizar um passeio de barco no Tejo. No dia 16 de setembro realizou-se a receção aos pais e encarregados

de educação. O grande desafio para o ano letivo que agora começa foi assim resumido pelo Diretor Luís Costa: “Queremos uma escola melhor, onde ao grupo dos bons alunos se juntem cada vez mais outros jovens com recursos mas que nem sempre encontram em si, na família e na escola o estímulo para acreditar nas suas capacidades.” Este desafio e o consequente compromisso foi assumido perante a comunidade educativa, representada pelos pais e encarregados de educação, pelos professores, assistentes técnicos e operacionais e perante a autarquia, repre-

sentada pelo vereador da educação e cultura. A sessão plenária foi concluída com a apresentação das conclusões do 1º ciclo de autoavaliação do Agrupamento, realizado nos últimos três anos letivos, que mostram uma evolução significativa da opinião da comunidade educativa em relação ao serviço prestado pelo Agrupamento. No entanto, a perceção dos responsáveis do Agrupamento é a de que “precisamos de consolidar processos e corrigir formas de atuar e procedimentos dos quais resultam perdas de rendimento e desperdícios indesejáveis.”

É este o desafio que foi lançado a toda a comunidade, com especial destaque para os pais e encarregados de educação. Imediatamente antes desta sessão foram entregues os Prémios de Mérito Académico relativos ao ano letivo 2012/2013. Foram distinguidos um total de 16 alunos dos três ciclos de ensino. Os vencedores do prémio de melhor aluno de cada ciclo foram, no 1º Ciclo: Tomás Carrilho Vicente (3º ano), no 2º Ciclo: Maria Gregório Faustino (6º ano) e no 3º Ciclo: João Ricardo Filipe Martins Gouveia (9º ano). ■

2011 – no qual obteve o 1º lugar na categoria de Música de Câmara. Na 1ª edição do Concurso Nacional de Música Gilberta Paiva recebeu o 2º prémio no nível superior da categoria de Música de Câmara. A convite da Funda-

ção Agostinho Neto e na sequência do lançamento da obra “Agostinho Neto e a Libertação de Angola (1949-1974) – arquivos da PIDE-DGS”, coordenada por Maria Eugénia Neto, Irene Neto e Carlos São Vicente, o grupo atuou em Luanda, respetivamente no Belas Shopping e no Hotel Victória Garden. Recentemente estreou a obra “In Extremis”, composta por Paulo Jorge Ferreira para o trio. O All Libitum Trio possui repertório de vários compositores de todo o mundo, que vai desde arranjos de obras de Astor Piazzolla até às novas sonoridades dos séculos XX e XXI. ■

Projetos tipográficos "Da epigrafia à caligrafia da tipografia à poesia"

Escola Superior de Artes Aplicadas promove exposição do designer beirão Jorge dos Reis

Está patente até 28 de outubro, no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, uma exposição do designer Jorge dos Reis na qual apresenta Projetos Tipográficos "Da Epigrafia à Caligrafia Da Tipografia à Poesia". Esta mostra insere-se no âmbito do IV Encontro de Tipografia, organizado pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), através da Escola Superior de Artes Aplicadas(ESART) e que decorreu a 27 e 28 de setembro, na antiga Sé Catedral de Idanha-a-Velha, junto ao Museu Epigráfico Egitanense. Considerado um dos

melhores autores nacionais no âmbito da comunicação, o designer Jorge dos Reis foi professor no IPCB/ ESART e é atualmente docente na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Natural de Unhais da Serra, Jorge dos Reis apresenta-nos cartazes criados para diversos eventos onde podemos observar a sua mestria na criação de tipos de letra e, também, a sua capacidade para criar significados a partir dos elementos visuais com que trabalha, onde a palavra impressa e o seu contraponto sonoro e fonético nos é muitas vezes revelado. ■


· 16· Proença-a-Nova POR PAULO JORGE MARQUES

Comemoração do"A Dia do Idoso Casa da Cultura crição na Casa da Cultura leva a efeito, no dia 6 de outubro (domingo), no Jardim Municipal, a comemoração do Dia do Idoso - uma data assinalada internacionalmente a 1 de outubro (terça-feira) - com o intuito de proporcionar alguns momentos de convívio e de entretenimento a toda a população do concelho com mais de 65 anos. A participação é gratuita e apenas requer o preenchimento de uma ficha de ins-

de Oleiros, até ao dia 1 de outubro. A iniciativa tem início com a Eucaristia na Igreja Matriz, pelas 12H30, seguindo-se um almoço convívio, pelas 14H00, em que cada idoso traz um pequeno lanche para partilhar. Durante a tarde não faltará animação com interpretações musicais, sessão de anedotas, conto e teatro. Para mais informações, contacte o 272 680 230. ■

Passeio do Centenário com 143 participantes O Grupo Desportivo e Recreativo “União do Roqueiro” dinamizou, no passado dia 22 de setembro (domingo), o Passeio do Centenário - em comemoração dos 100 anos da ponte de Vale de Ouzanda. A iniciativa reuniu 143 pessoas, as quais puderam visitar, a pé, alguns dos locais com mais história para as gentes do Roqueiro e do Vale de Ouzanda. Sempre

com boa disposição, os participantes percorreram as ruas mais antigas, as fontes, a ribeira, os açudes, moinhos e caminhos florestais de ligação entre as duas povoações. A referida associação está bastante motivada para continuar o seu trabalho de recuperação, nomeadamente da Fonte Fundeira (no Roqueiro) e da de Dois Olhos (no Vale de Ouzanda). ■

Município de Vila de Rei promove nova época de Tratamentos Termais

A Câmara Municipal de Vila de Rei, através do Pelouro da Acção Social e Saúde, irá, à semelhança de anos anteriores, promover uma época de Tratamentos nas Termas da Ladeira dos Envendos. A acção irá decorrer de 14 a 19 de Outubro, estando a Autarquia responsável por assegurar o transporte dos munícipes inscritos.

As inscrições para a iniciativa, cujo objectivo é a promoção da qualidade de vida e bem-estar da comunidade, encontram-se a decorrer na recepção-geral da Câmara Municipal de Vila de Rei. Para quaisquer informações e esclarecimentos adicionais, os interessados deverão contactar o Gabinete de Acção Social e Saúde do Município de Vila de Rei. ■

ximo dia três de outubro, pelas 13 horas, no Hotel Santa Margarida em Oleiros, o almoço convívio dos professores aposentados que nasceram ou exerceram naquele concelho. As inscrições podem ser feitas através dos seguintes contactos: 272 680 010 (Hotel), 966 667 922 ou 969 293 725. Campeonato de Carrinhos de Rolamentos De acordo com a in-

Oleiros "entre 1 de setembro e 3 de novembro, decorre o Campeonato de Carrinhos de Rolamentos nas Aldeias do Xisto que percorrerá 9 Aldeias do território. No próximo domingo, dia 22 de setembro, a corrida será na aldeia de Álvaro sendo que os treinos livres decorrem entre as 10h e as 12 h e as corridas entre as 14h e as 18h, na estrada de acesso ao bar da praia fluvial." ■

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade

Professor António Joaquim Oliveira Cavaco é o novo Diretor POR PAULO JORGE MARQUES

O Agrupamento de Escolas Padre António de Andrade possui uma nova direção, cujo diretor foi eleito no final do ano letivo anterior, e constitui a sua equipa imediatamente a seguir à sua posse. A anterior diretora não foi reconduzida pelo Conselho Geral e, posteriormente, não apresentou candidatura para este mandato. No entanto houve dois candidatos. Os concorrentes para o cargo de Diretor foi o atual Diretor e também o professor da escola sede Manuel Alexandre Maurício Milheiro. A escolha do

Conselho Geral recaiu em António Cavaco dada a sua experiência no desempenho destas funções. Este professor e dirigente foi vários anos diretor da Escola de S. Vicente da Beira, tendo estado no ano letivo passado colocado em Lisboa. Vive em Castelo Branco, sendo a esposa também professora na escola Amato Lusitano desta cidade. Tem dois filhos, de 16 e 12 anos e é conhecedor, tem sensibilidade e responsabilidade para desempenhar agora este cargo em Oleiros. Em Oleiros e logo após a posse, abordou vários professores da escola para tentar identificar

quem seriam os colegas a fazer parte da sua direção. Segundo o mesmo, as indicações foram inequívocas e acabou por ficar ladeado dos professores Fernando Dias, Anabela Dias, Dirce Padrão e Cristina Santos. É-lhe reconhecido

de e paternidade, apoio às famílias com necessidades especiais, serviços básicos, educação e formação, habitação e urbanismo, transportes, cultura, desporto, lazer e tempo livre, cooperação, relações institucionais e participação social. Irene Barata, Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, afirma que “o Município de Vila de Rei vê, através desta distinção entregue pelo quinto ano consecutivo, reconhecido o seu trabalho na área do apoio à família. Este galardão serve

de reconhecimento para o trabalho realizado por este executivo camarário, com uma forte aposta na promoção de políticas familiares.” A Bandeira de Família

+ Familiarmente Responsável será entrega numa cerimónia a realizar no dia 6 de Novembro, no Auditório da sede da Associação Nacional de Municípios, em Coimbra. ■

de encontro para amantes do mundo do coleccionismo automóvel. Irene Barata, Presidente da Câmara Municipal de Vila

de Rei, afirmou que “a terceira edição da Feira de Clássicos de Vila de Rei voltou a oferecer a possibilidade, a visitantes e expositores, de comercializar

veículos considerados clássicos e outras peças de coleccionismo, incentivando a promoção destes como património cultural e recreativo”. ■

grande dinamismo e fácil empatia com as pessoas. Atento e aberto às questões no domínio da informática que muito facilitam os processos numa gestão que quer participada mas com decisões oportunas. ■

Vila de Rei é Município mais Familiarmente Responsável pelo 5º ano consecutivo POR PAULO JORGE MARQUES

O Município de Vila de Rei foi, pelo quinto ano consecutivo, premiado como “Município + Familiarmente Responsável, distinção atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, que pretende premiar as Autarquias que desenvolvem uma eficaz política de apoio e ajuda às famílias mais numerosas. A selecção dos Municípios é feita com base em diversos critérios, entre os quais o apoio à maternida-

Almoço convívio deVai realizar-se, professores no pró- formação do município de III Feira de Clássicos de Vila de Rei POR PAULO JORGE MARQUES

A III Feira de Clássicos de Vila de Rei – Peças e Usados voltou a apresentar no Parque de Feiras de Vila de Rei, durante o dia 22 de Setembro, uma enorme variedade de viaturas clássicas e de peças de coleccionismo do mundo automóvel. A grande diversidade de automóveis e peças expostas foi uma das mais-valias de um evento que serviu como ponto


Sertã · 17·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Quintais com "casa cheia" POR PAULO JORGE MARQUES

No passado domingo, a Alameda da Carvalha, na Sertã, voltou a receber mais uma edição d’ “Os Quintais nas Praças do Pinhal” e, mais uma vez, registou elevada adesão para a qual contribuiu o bom tempo que se fez sentir. Esta edição contou com a presença de 44 expositores, onde se podia encontrar produtos hortofrutícolas (19), produtos transformados (8 - compotas, mel e enchidos) e artesanato (17). Trata-se de um projeto promovido pela Pinhal Maior que abrange os Concelhos da Sertã, Mação, Oleiros, Proença-a-Nova e Vila de Rei. Durante todo o dia, o recinto foi animado pela presença de diversas coletividades oriundas dos

vários concelhos abrangidos pelo projeto: Grupo de Danças e Cantares de Montes da Senhora (Proença-a-Nova), Grupo de Concertinas de Cernache do Bonjardim, Seca

Adegas e Rancho Folclórico e Recreativo do Clube Bonjardim. Estes mercados têm como principais objetivos valorizar os produtos locais e facilitar a venda por

parte de produtores familiares e realizam-se sempre no segundo domingo de cada mês, nos cinco concelhos que integram o projeto, em sistema de rotatividade. ■

Casa da Comarca da Sertã comemora Dia Mundial do Turismo POR PAULO JORGE MARQUES

De forma a celebrar o Dia Mundial do Turismo (27 de Setembro), a Casa da Comarca da Sertã (CCS) propõe diversas seguintes iniciativas, a preços especiais para sócios: Estas iniciativas organizadas em parceria pela Casa da Comarca da Sertã e pela Lisboa Autêntica, associado colectivo da Casa que desenvolve a sua actividade na área do Turismo. Ainda no âmbito da parceria com a Lisboa Autêntica, marcarão presença na 6ª edição do Greenfest,entre 3 e 6 de Outubro, com degustação de produtos regionais e promoção turística da nossa região! O Greenfest, o maior festival de sustentabilidade do país, vai realizar-se no Centro de Congressos do Estoril, com entrada gratuita. A sustentabilidade é a palavra de ordem da presente edição, sendo a economia de partilha o

grande tema, juntamente com a celebração do Ano internacional da cooperação para a água, Ano da arquitectura portuguesa e Ano europeu do cidadão. 1. Figueira 360º - A realizar dia 28 de Setembro, Com marcação prévia Ponto de encontro: Mercado Figueira Marca-te/ Tenda da Lisboa Autêntica Início: 17 h|Duração: 2h 30m | Custo: 10 euros I Desconto para sócios da CCS Grátis para menores de 12 anos 2. Lisboa das 7 Colinas: 7ª Colina – Santo André, A realizar dia 28 de Setembro, Com marcação prévia Ponto de encontro: Miradouro da Graça (Igreja da Graça). Início: 17h|Duração: 2h30m | Custo: 10 euros I Desconto para sócios da CCS Grátis para menores de 12 anos 3. Lisboa Vegetariana, A realizar dia 28 de Setem-

bro, Com marcação prévia Ponto de encontro: Praça Luís de Camões (Bairro Alto) Inclui degustações e almoço Início: 11 h | Duração: 4h | Custo: 20 euros |Menores de 12 anos 10 euros I Desconto para sócios da CCS 4. Lisboa das Artes e Ofícios, A realizar dia 28 de Setembro, Com marcação prévia Ponto de encontro: Miradouro das Portas do Sol (Alfama)

Início: 15 h | Duração: 2h 30m | Custo: 10 euros I Desconto para sócios da CCS Grátis para menores de 12 anos 5. Lisboa Fora de Portas III: Arrábida, A realizar dia 29 de Setembro, Com marcação prévia Ponto de Encontro Parque de estacionamento das Caves José Maria da Fonseca Início: 10 h | Duração: 4h | Custo: 10 euros I Desconto para sócios da CCS ■

POR PAULO JORGE MARQUES

Comemoração da atribuição do Foral à Vila da Sertã

Neste ano de 2013, cumprem-se os 500 anos da atribuição do Foral à Vila da Sertã. Composto por normas de Direito público, o Foral da Sertã foi atribuído pelo Rei D. Manuel I a 20 de Outubro de 1513. Dia do idoso À semelhança de anos

anteriores, o Município da Sertã comemora o Dia Internacional do Idoso no dia 4 de outubro, na Alameda da Carvalha na Sertã, com uma série de atividades dirigidas à população sénior do Concelho, como forma de combater o isolamento e a exclusão social. ■

Projeto "Recolha e Distribuição de Manuais Escolares”

O Município da Sertã dá continuidade ao projeto "Recolha e Distribuição de Manuais Escolares". O objetivo principal passa por auxiliar famílias com crianças e jovens em idade escolar através da partilha e reutilização de manuais escolares, independentemente dos recursos de cada agregado familiar. Pretende-se, simultaneamente, fomentar atitudes sociais e pessoais positivas na comunidade em geral. Este projeto abrange os 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e o Ensino Secundário, ou seja, do 5º ao 12º ano de escolaridade. Os livros do 1º Ciclo do Ensino Básico não se encontram abrangidos por este projeto na medida em que os

livros deste ciclo de ensino estão preparados para que se escreva neles, de forma a facilitar a própria aprendizagem do aluno, que inicia o seu percurso escolar. A positividade social deste projecto pressupõe que a reutilização destes bens seja vista pelos potenciais utilizadores como uma poupança em prol da Comunidade e nunca como menos valia social. Neste sentido, e sempre na ótica de partilha, o Município da Sertã está disponível para receber manuais atuais e em bom estado de conservação e utilização, que poderão ser entregues no Sector de Educação ou no Sector de Ação Social do Município da Sertã. ■


· 18· Desporto POR JOSÉ MANUEL R. ALVES

Futsal/Campeonato Nacional da 3ª Divisão - 1ª Jornada

Boa Esperança 7 Os Patos 1

Boa Esperança imparável

Pavilhão Municipal da Boa esperança (Castelo Branco) Bastante público a assistir ao jogo inaugural do campeonato, com a Boa Esperança a fazer uma excelente exibição perante a equipa de Abrantes. Apesar deste pormenor, o primeiro e único golo para os donos da casa, apenas se registou aos 11 minutos, por Valter Borronha, resultado que se verificava ao intervalo. Se na primeira parte,

o equilíbrio foi a nota dominante, na etapa complementar o ritmo dos albicastrenses foi simplesmente avassalador, com Valter Borronha ao minuto 21 a fazer o 2-0. Reagiram os visitantes, e Rui Matos faria 2-1. A partir daqui, a Boa Esperança não deu mais espaço ao adversário, vindo a fazer nada mais, nada menos, que cinco golos, por Jorge Pina, Daniel Ascenção (3) e Mauro, fechando a contagem em 7-1. ■

Torneio Regional de Malha Prosseguiu mais uma jornada do Torneio Regional de Malha, que decorreu, no dia 22 de setembro, nos campos anexos à Rotunda da Europa, em Castelo Branco. Organizado pela Associação do Bairro do Cansado, a

prova junto num total de 13 equipas, saindo vencedora a dupla constituída por Fazendeiro/António Jesus. O evento dsportivo prossegue no próximo dia 6 de outubro em Salgueiro do Campo. ■

FUTEBOL - TAÇA DE PORTUGAL

Benfica e Castelo Branco recebe Desportivo de Chaves O Benfica e Castelo Branco joga a terceira eliminatória da Taça de Portugal, defrontando no Estádio Municipal, a equipa do Desportivo de Chaves da 2ª Liga. Também o Sertanense e o Sporting da Covilhã jogam em casa, com o Grandolense e Santa Clara, respetivamente. O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal teve lugar esta segunda-feira, no Auditório "Manuel Quaresma", e

já incluiu equipas da Liga Zon Sagres. A cerimónia decorreu na presença de Rui Manhoso, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, que desejou uma eliminatória cheia de fair-play e deu o mote antes do emparelhamento das equipas: "Bom sorteio, bons jogos, bom futebol", apelou o dirigente. Os jogos terão lugar no próximo dia 20 de Outubro.■

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Ténis

Guilherme Rosa nos 24 finalistas absolutos de Portugal POR JOSÉ MANUEL R. ALVES

Guilherme Rosa, atleta da Academia de Ténis Colina do Castelo - Riba Clube/Zonameeting, participou no Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto, prova principal e mais prestigiada do calendário oficial de provas, organizado pela Federação Portuguesa de Ténis. O Campeonato Nacional contou com a presença da maioria dos tenistas portugueses mais cotados e decorreu entre os dias 15 e 22 de setembro, no Clube de Ténis do Estoril. Numa superfície na qual não treina habitualmente, o atleta albicastrense, cabeça de série nº 14 do qualifying, conseguiu um feito que os atletas do distrito não conseguiam atingir há muitos anos. Guilherme Rosa, que treina desde os 14 anos

com o professor Nuno Pissarra, depois de eliminar Pedro Estevão do Clube de Ténis de Setúbal, pelos parciais de 6/2, 6/1, defrontou na última ronda de acesso ao quadro principal o cabeça de série nº 7, Miguel Fragoso, do Clube de Ténis do Estoril. Depois de um longo

período de ausência da competição devido a lesão, Guilherme confirmou os bons resultados que alcançou nos meses de julho e agosto, ultrapassando o tenista local pelos parciais 6/1, 6/3. Na primeira ronda do quadro principal, apesar do desgaste que foi sujeito

na disputa do quadro de qualificação, Guilherme Rosa apresentou um nível bastante competitivo obrigando o seu adversário, Miguel Deus, do Ace Team, à discussão da maioria dos jogos nas vantagens, tendo o atleta lisboeta vencido o encontro. ■

Judocas da Escola Hormigo na Taça Internacional K.K. POR JOSÉ MANUEL R. ALVES

A Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi, competição de homenagem ao “Pai do judo português”, realizou-se no domingo, no Pavilhão Dr. Mário Mexia, em Coimbra. Da Escola de Judo Ana Hormigo participaram cinco judocas masculinos nesta que é uma prova internacional de seniores realizada em terras lusas. Luís Filipe Marques destacou-se nos -60 kg ao vencer o primeiro combate frente ao atleta do Boavista Futebol Clube com uma técnica perfeita em que lhe atribuíram a pontuação máxima (ippon) logo nos primeiros segundos de combate. No combate de acesso às meias-finais com o atleta do Judo Clube São Jorge, Luís acabou por ceder, tendo sido remetido para as repescagens onde acabou também por sair vencido frente ao

atleta do Judo Clube de Lisboa. O albicastrense alcançou assim um honroso 9º lugar, ficando a meio da tabela classificativa. Ainda na mesma categoria de peso participou João Serrasqueiro que ficou isento na primeira ronda. Na ronda dos 1/4 de final teve um combate difícil frente ao judoca da Universidade Lusófona para quem perdeu, tendo novamente cedido nas repescagens perante o adversário da Marinha Grande apesar de ter disputado um excelente combate.

Na categoria -66kg competiu Sílvio Monteiro, natural do Fundão, o qual ficou pela primeira ronda frente a um atleta de Lisboa, num combate bastante disputado. Nos -90 kg Ricardo Louro não conseguiu vencer os 2 adversários de Lisboa, sendo derrotado nas eliminatórias e depois nas repescagens. José Paulo Duarte nos -100 kg venceu dois encontros dos três disputados na poule. Dado o empate em número de vitórias, a passagem à meia-final fez-se pelo número de pontos, acaban-

do assim o atleta da Escola de Judo Ana Hormigo afastado por quatro pontos no desempate. O treinador Abel Louro salienta que dos cinco atletas três ainda pertencem ao escalão júnior, no entanto esta prova serviu de preparação para as provas seguintes. No final assistiu-se a uma cerimónia de homenagem ao mestre Kiyoshi Kobayashi pelo seu inigualável contributo ao judo em Portugal, o qual faleceu no passado dia 9 de setembro no Japão. ■


Desporto · 19·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

Campeonato Nacional de Seniores

Campeonato Distrital

Pampilhosa 1-4 Benfica C. Branco Encarnados estão imparáveis

2ª Jornada - 29/9/2013

A. do Campo 0-0 Pedrogão Ac. Fundão 0-4Proença-a-Nova Belmonte 0-2 Alcains Teixosense 2-2 V. V. de Ródão Vit. Sernache1-0 AD Estação Jgs 1 Alcains 2 2 Proença-a-Nova 2 3 Vila Velha de Ródão 2 4 Vit. Sernache 1 5 AD Estação 2 6 Teixosense 2 7 Pedrogão 2 8 Atalaia do Campo 2 9 Oleiros 1 10 Belmonte 2 11 Ac. Fundão 2

POR JOSÉ MANUEL R. ALVES

3ª Jornada 6/10/2013

Equipa do Benfica e Castelo Branco

cha do marcador, apenas decorridos cinco minutos sobre este lance. No entanto, ao minuto 18, a equipa de Castelo Branco ficaria novamente na frente, quando Marocas, fez o segundo

tento para a sua equipa, resultado que se registava ao intervalo. Para a segunda parte, foi total o domínio dos encarnados, perante o Pampilhosa que se vergou à evi-

António Maio vence Baja TT Idanha-a-Nova

POR JOSÉ MANUEL R. ALVES

António Maio averbou uma excelente vitória na Baja TT Idanha-a-Nova, a sexta e penúltima jornada do Nacional de Todo-o-Terreno 2013, prova organizada pela Escuderia Castelo Branco, no passado fim-de-semana. Com este resultado o piloto da Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy passou a assumir de forma isolada a liderança do Campeonato, que partilhava com o atual campeão Mário Patrão. Aos comandos de uma Yamaha YZ 450F, António Maio terminou a prova com uma vantagem de 1m18,7s sobre Mário Patrão, depois de ter sido o mais rápido em ambos os setores seletivos disputados.“Estou muito satisfeito com a minha prestação e com mais uma vitória alcançada esta temporada. Ataquei forte desde o início e quando consegui alcançar o Mário Patrão, que tinha partido um minuto à minha frente, limitei-me a controlar. No segundo setor voltei a andar forte para manter a vantagem. Agora tudo se irá decidir em Portalegre, uma

Foto: Francisco Afonso

O Benfica e Castelo Branco que, foi na jornada anterior, o tomba gigantes da Taça de Portugal ao eliminar o União da Madeira por 2-1 no Vale do Romeiro, teve nesta sua difícil deslocação ao terreno do líder do campeonto, a máxima precaução com a turma da Pampilhosa, dadas as dificuldades que encontrou em jogos anteriores perante este adversário. Entrando logo ao ataque, os encarnados albicastrensse, cedo inauguraram o marcador, com João Rui (o goleador da tarde), a fazer aos três minutos o primeiro golo. Reagindo prontamente a esta desvantagem, os locais viriam a empatar a mar-

Pts 6 6 4 3 3 2 2 1 0 0 0

prova que me é particularmente grata” salientou o piloto alentejano. Nas contas do Europeu, Bianchi Prata ganhou e Rudolf Lhotsky ficou muito atrás, pelo que o piloto português assegurou a conquista do campeonato europeu das duas rodas. Em termos de quads, os mais de 15 minutos de vantagem de Roberto Borrego, sobre André Mendes, dizem bem da superioridade do piloto da Yamaha, até porque para além de ser o mais exuberante em pista, foi claramente o mais eficaz, com o terceiro lugar do pódio a ser ocupado por Davide Jacinto, a mais de 20 minutos do primeiro colocado. Entre os participantes no Europeu Lukasz Laskawiec, foi o melhor colocado (17º) lugar que lhe permitiu garantir o título desta categoria. Finalmente nos UTV, sem problemas a vitória da dupla João Dias / Nuno Passos, com mais de nove minutos sobre Nuno Santos e foram os espanhóis Teo Gallart / Victor Salomon, quem garantiram a segunda posição a mais de nove minutos do comandante e com 1m6s

dência e ao coletivo do seu antagonista, pelo que foi sem surpresa que João Rui faria mais dois golos, aos 65 e 73 minutos. Vitória da melhor equipa em campo, que se encontra imparável

e fortemente motivada para os jogos que se seguem, nomeadamente com o Tourizense, seu próximo adversário no dia 6 de outubro no Estádio Municipal de Castelo Branco. ■

Proença-a-Nova - Belmonte V. V. de Ródão - A. do Campo Pedrogão-Vit. Sernache ARC Oleiros - Ac. Fundão Alcains - Teixosense Campeonato Nacional Seniores - Série E 13/14 4ª Jornada - 28/9/2013

Sourense 3-0 Á. Moradal Pampilhosa 1-4 Benf.C.Branco Tourizense 0-1 AD Nogueirense Carapinheirense 2-1 Naval Sertanense 4-1 Manteigas Jgs Pts 1 Benf.C.Branco 4 10 2 Carapinheirense 4 9 3 Pampilhosa 4 7 4 AD Nogueirense 4 7 5 Naval 4 5 6 Sourense 4 4 7 Sertanense 4 4 8 Tourizense 4 4 9 Á. do Moradal 4 4 10 Manteigas 4 1 5ª Jornada - 6/10/2013

Sourense- Pampilhosa Benf.C.Branco - Tourizense AD Nogueirense - Carapinheirense Naval - Sertanense Águias do Moradal -Manteigas Nacional de Futsal 2013/2014 4ª Jornada - 28/9/2013

de vantagem sobre os portugueses João Lopes / Nuno Santos. Graziano Scandola (7º) conquistou nesta prova o Campeonato da Europa de Buggies. Em termos de automóveis o domínio foi absoluto por parte de Miguel Barbosa, que ainda assim apanhou alguns sustos durante o primeiro setor seletivo, por causa de um piso muito perigoso e escorregadio e muitos foram os que foram ficando pelo caminho, ou que, nesta prova em particular, foram penalizados por causa do excesso de velocidade em zonas bem delimitadas de radar. Na segunda posição colocou-se um surpreendente Edgar Condenso, que com este fantástico resultado assegurou a vitória no Cam-

peonato T2, seguido de Alexandre Franco, José Mendes e o francês Touron – Barrère, que sem a penalização de 22 minutos poderia ter alcançado o segundo lugar absoluto. Entre os T8, o mais rápido foi César Sequeira – 9º - e o primeiro dos TT Classic / Promoção, foi Fernando Cunha. Miguel Barbosa referiu a propósito da prova que foi “muito difícil, sobretudo na primeira passagem, porque choveu muita de manhã, e o piso ressentiu-se disso, e causou-nos bastantes dificuldades uma vez que era mais fácil cometer erros. Esta vitória ficou a dever-se muito à estratégia que montámos tanto a nível da utilização dos diferentes conjuntos de pneus como da própria afinação do carro. Conseguimos

imprimir um ritmo alto desde o início, e conseguimos mantê-lo até final, sendo um bom teste para a prova rainha do campeonato, a Baja de Portalegre, que pretendemos vencer e, uma vez mais, lutar sempre pela vitória”, concluiu Miguel Barbosa. O piloto da BP Ultimate Vodafone Team deixou igualmente uma palavra de incentivo ao seu copiloto Luís Ramalho que, nesta etapa, substituiu o habitual Miguel Ramalho. “O Luís esteve excelente. Fez um trabalho perfeito”, referiu. Ponto final nas organizações da Escuderia Castelo Branco, integradas em Campeonatos Nacionais, com um balanço extremamente positivo para o clube albicastrense. ■

AD Fundão 1-1 Académica Modicus 1-4 Póvoa Futsal Rio Ave 4-1 Benfica Cascais 4-6 Belenenses Vila Verde 3-6 SC Braga Boavista 3-3 SL Olivais L. Porto Salvo 2-5 Sporting Jgs 4 1 Benfica 4 2 Sporting 3 Leões Porto Salvo 4 4 4 SC Braga 4 5 Belenenses 4 6 Cascais 4 7 Póvoa Futsal 4 8 SL Olivais 4 9 Académica 4 10 AD Fundão 4 11 Rio Ave 4 12 Modicus 4 13 Boavista 4 14 Vila Verde

Pts 12 10 9 9 6 6 6 5 4 4 4 4 1 0

5ª Jornada - 5/10/2013

Académica - Boavista Sporting - Cascais Póvoa Futsal -SC Braga Modicus- AD Fundão Belenenses - Vila Verde Benfica - Leões Porto Salvo SL Olivais - Rio Ave

Siga o nosso jornal em recortes.pt


· 20· Cultura

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

Sugestões de Cristina Valente

Castelo Branco – Auditório do IPDJ Dia 6 de outubro às 20:30

Castelo Branco – Academia de Judo Ginásio de Castelo Branco Até dezembro

Filarmónica assinala dia da Música

Fotografias mostram "O mundo de pequenas criaturas"

A Banda Filarmónica Cidade de Castelo Branco comemora o dia Internacional da música, com um concerto, de entrada gratuita, no Instituto Português do Desporto e Juventude, antigo IPJ.

Livros & Leituras

Inspetor Bolhas – Amor e Crime no Mundo do Futebol

Proença-a-Nova – Galeria Municipal Até 31 de outubro

Damas de Carvão, fotografias de Ana Paula Ribeiro A galeria municipal comendador João Martins, tem patente até final de outubro a exposição de fotografias de Ana Paula Ribeiro. A mostra dá conta de um grupo de mulheres que em San Pedro, na Costa do Marfim, trabalham na produção de carvão vegetal. Fazem montes de pedaços de madeira e serradura, calcam com as mãos e deixam arder durante uma semana.

Depois separam o carvão das cinzam e embalam-no em sacos de plástico. Um trabalho dado a conhecer nesta mostra.

Castelo Branco – Cine-Teatro avenida Dias 4,5 e 6 de outubro

Foto:musicalbi.pt

Entrelaços 2013

O Musicalbi organiza no próximo fim de semana mais um Entrelaços . Esta é a 13ª edição do Festival que assinala também os 30 anos de atividade do grupo. O 13º Festival Internacional de Música Tradicional/Folk de Castelo Branco. Conta este ano com a presença de 4 grupos, mais o Musicalbi que preenche o programa do ultimo dia,

num concerto comemorativo. Dia 4 às 21H30 atuam Anafaia e Trilhos: Novos caminhos da Guitarra Portuguesa . No dia 5 também às 21H30, Tanira e Cerandeo. E no dia 6, domingo, às 17:30 para fechar o festival, o concerto, “MUSICALBI e amigos – 30 anos depois…”. Os bilhetes já se encontram à venda.

Claudia Dragila,apresenta na Galeria da Academia de Judo, uma expoisção de fotografia. Esta jovem romena de 28 anos colabora com a Academia de Judo Ginásio de Castelo Branco como instrutora de Sensual Fitness e é também uma apaixonada pela fotografia. “Descobri na fotografia a melhor maneira de me expressar

com alguma beleza. Sinto um prazer enorme ver o mundo através da minha máquina.Gosto de fotografar um pouco de tudo mas a minha maior fonte de inspiração é a natureza” afirma. A exposição reflecte "O mundo de pequenas criaturas" em plena harmonia com a natureza, distribuida por vinte e duas fotografias.

Penamacor - Paços do Concelho até 31 de outubro

Pintor Ucraniano mostra resultado de residência artistica Está patente até final do mês, nos Paços do Concelho, uma exposição de pintura, no âmbito da 1.ª residência do artista, que decorreu na casa do castelo de Penamacor, da autoria do pintor ucraniano Zenoviy Klymco. Zenoviy, reside em Portugal desde 2000, obteve em 2004 uma Menção Honrosa no concurso de pintura e escultura da Académie Européenne dés Arts. Participou em inúmeras exposições colectivas em Portugal, entre as quais se podem destacar as realizadas nas cidades de Lisboa, Almada, Torres Novas, Sintra e Lagos. Realizou exposições individuais em

Portugal, em várias Galerias Municipais e privadas, assim como no Centro Cultural da Embaixada do seu país. Foi seleccionado para o projecto “Artistas em Residência” da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. Em 2009, foi seleccionado para a Bienal de Arte do Avante.

A nova aventura do Inspetor Bolhas é passada no mundo do futebol. Estás em forma? Então entra em campo para o mais misterioso dos mistérios que assusta toda a seleção nacional e deixa o seu melhor jogador, o grande craque Rô Rô, à beira de ficar descalço. É claro que o Bolhas vai desvendar o caso, mas também é claro que continua a precisar das suas gomas, a gaguejar diante do chefe Alcofa e a ter medo da sua avô que, no mundo do futebol, está ao ataque como um ponta de lança. Alexandre Honrado escreve aventuras, Rogério Taveira assina as ilustrações e os mais pequenos entram na história como convidados principais.

Alexandre Honrado Jornalista – diretor editorial e produtor/realizador de rádio e audiovisuais e escritor publicado de Portugal à Coreia do Sul –, Alexandre Honrado consegue manter ainda a vontade de investigar –- na área da História, onde é licenciado – estando presentemente a trabalhar em mais uma biografia de mulheres notáveis do passado. Nascido em Lisboa, no dia do Terramoto que assolou aquela cidade em 1755, mas duzentos e cinco anos depois, viu a luz do dia pela primeira vez na maternidade Alfredo da Costa, a mesma que lhe atribuiu muito depois um prémio literário. O seu primeiro livro para crianças, Castelinhos no Ar, nasceu de uma colaboração com um programa de Rádio, nos anos 80. Género: Juvenil Formato: 128x19x8cm N.º de páginas: 104 PVP: 6,60€


Lazer · 21·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira PUB

PUB

Cartomante - Vidente

PUB

Almeirim e Sertã

Trinta anos de experiência feita com sinceridade e acredite, olhando bem fundo e apenas nos seus olhos, leio toda a carta da sua vida se preciso for e ajudo a resolver todos os vossos problemas de negocios, amor, inveja, mau olhado, desactivação de magía negra, aconselhamentos e outros problemas de difícil solução, para que tenha a vida que sempre sonhou! Honestidade, sigilo e caracter são outro dom que fazem a verdade da minha vida!

Telem.: 918 283 485

Siga o nosso jornal em recortes.pt Previsão Semanal

Aquário 21/1 a 19/2

Carta Dominante: O Papa, que significa Sabedoria Amor: Os ciúmes não nos levam a lado nenhum, tenha confiança na pessoa que tem a seu lado. Saúde: Cuidado com a diabetes, não coma muitos doces. Dinheiro: Momento propício para um investimento mais sério. Que o sucesso esteja sempre consigo! Pensamento positivo: Sigo a minha intuição, pois sei que ela é a minha mais sábia conselheira. Números da Sorte: 7, 11, 19, 24, 25, 33 Dia mais favorável: quarta-feira

Gémeos 22/5 a 21/6

Ar

Água

Fogo

Terra

Carta Dominante: 8 de Copas, que significa Concretização, Felicidade. Amor: Poderá surgir um mal entendido, mas com calma tudo se resolve. Saúde: Este será um período de paz, aproveite para descansar. Seja o seu melhor amigo! Dinheiro: Momento pouco favorável para grandes investimentos. Pensamento positivo: Sei que sou capaz de concretizar os meus sonhos! Números da Sorte: 4, 6, 7, 18, 19, 33 Dia mais favorável: quarta-feira

Balança 24/9 a 22/10 Carta Dominante: 10 de Espadas, que significa Dor, Depressão, Escuridão. Amor: Esteja atento a tudo o que o rodeia. Saúde: Não terá que se preocupar, está em plena forma. Dinheiro: Algumas dificuldades avizinham-se. Pensamento positivo: Acredito que toda a dor pode ser vencida através da Fé! Números da Sorte: 1, 8, 42, 46, 47, 49 Dia mais favorável: segunda-feira

Peixes 20/2 a 20/3

Carta Dominante: 7 de Paus, que significa Discussão, Negociação Difícil. Amor: Procure estar mais tempo com os seus amigos e familiares. Tenha a ousadia de sonhar! Saúde: Faça com maior regularidade análises ao sangue. Dinheiro: Os gastos desenfreados podem prejudicá-lo significativamente. Pensamento positivo: O diálogo ajuda a resolver todos os conflitos. Números da Sorte: 5, 25, 36, 44, 47, 49 Dia mais favorável: sexta-feira

Caranguejo 22/6 a 23/7

Carta Dominante: 2 de Espadas, que significa Afeição, Falsidade. Amor: Entre em contacto com os seus familiares e amigos que estão distantes e verá como custará menos a suportar a saudade. Não se deixe dominar por maus presságios! Saúde: Dê mais atenção aos seus ouvidos. Dinheiro: Não espere grandes alterações neste campo da sua vida. Pensamento positivo: Afasto a falsidade através do afeto sincero. Números da Sorte: 9, 11, 25, 27, 39, 47 Dia mais favorável: sábado

Escorpião 23/10 a 22/11

Carta Dominante: Cavaleiro de Paus, que significa Viagem longa, Partida Inesperada. Amor: Deixe o ciúme de lado e aproveite bem os momentos escaldantes. Que o futuro lhe seja risonho! Saúde: Cuidado com os excessos alimentares. Dinheiro: Período menos favorável para empréstimos. Pensamento positivo: A vida é uma viagem cheia de surpresas boas. Números da Sorte: 4, 9, 11, 22, 34, 39 Dia mais favorável: quinta-feira

Carneiro 21/3 a 20/4 Carta Dominante: O Dependurado, que significa Sacrifício. Amor: Irá manifestar-se em si uma forte sensualidade. Saúde: Com disciplina e controlo melhorará. Dinheiro: Poderá ter tendência para gastar mais do que habitualmente. Pensamento positivo: Venço os períodos de sacrifício através da confiança que tenho em mim próprio! Números da Sorte: 1, 3, 24, 29, 33, 36 Dia mais favorável: terça-feira Leão 24/7 a 23/8

Carta Dominante: 10 de Ouros, que significa Prosperidade, Riqueza e Segurança. Amor: Andará muito sentimental e por isso o seu relacionamento amoroso estará colorido e cheio de ternura. Olhe em frente e verá que existe uma luz ao fundo do túnel! Saúde: Espera-o um período isento de preocupações. Dinheiro: Fique atento e evite qualquer tipo de gasto supérfluo. Pensamento positivo: A riqueza interior é o meu maior tesouro. Números da Sorte: 10, 20, 36, 39, 44, 47 Dia mais favorável: sexta-feira

Sagitário 23/11 a 21/12 Carta Dominante: Valete de Paus, que significa Amigo, Notícias Inesperadas. Amor: Através do diálogo poderá clarificar algumas dúvidas com a sua cara-metade. A felicidade espera por si, aproveite-a! Saúde: Cuidado com os vírus gripais. Dinheiro: Reina a estabilidade neste campo. Pensamento positivo: Estou disponível para as alegrias que a amizade me traz! Números da Sorte: 1, 2, 8, 16, 22, 39 Dia mais favorável: sábado

Touro 21/4 a 21/5

Carta Dominante: 5 de Copas, que significa Derrota. Amor: Caso esteja livre e descomprometido poderá surgir brevemente a pessoa que idealizou. Saúde: Tenderá a sofrer de fadiga. Durma mais. O cansaço tomará conta de si, procure o seu médico e tome umas vitaminas para revitalizar o seu corpo. Dinheiro: Poderá voltar a surgir uma proposta que estava suspensa há algum tempo. Pensamento positivo: Eu sou um vencedor, porque sei aprender com as derrotas. Números da Sorte: 7, 11, 18, 25, 47, 48 Dia mais favorável: domingo

Virgem 24/8 a 23/9

Carta Dominante: A Justiça, que significa Justiça. Amor: Não tenha atitudes infantis relacionadas com ciúmes doentios. Aprenda a trazer para a luz o melhor do seu ser! Saúde: Cuidado com a automedicação. Dinheiro: Época favorável ao investimento em novos negócios. Pensamento positivo: Procuro ser justo e bom nas escolhas que faço. Números da Sorte: 7, 18, 19, 26, 38, 44 Dia mais favorável: terça-feira

Capricórnio 22/12 a 20/1

Carta Dominante: 3 de Ouros, que significa Poder. Amor: Período bom para estar com o seu amor. Descubra a imensa força e coragem que traz dentro de si! Saúde: Manter-se-á numa situação estável. Dinheiro: A sua carreira está em alta. Pensamento positivo: Sei que tenho poder sobre as minhas emoções, não me deixo dominar por elas. Números da Sorte: 7, 13, 17, 29, 34, 36 Dia mais favorável: segunda-feira


· 22· Lazer

Povo da Beira Diretor: João Tavares Conceição Coordenação: Cristina Valente (CP2370) (povodabeira@gmail.com) Redação: Jaime Pires (CP4484) José Manuel R. Alves (CP8361) Colaborador Permanente: Paulo Jorge Marques Colaboradores: Álvaro Baptista Ana Paula Atanásio Ângela Gonçalves Armando Soares Carlos Vale César Amaro Clementina Leite Cristina Granada Eduardo Bastos Fernando Jorge Filipe Antunes Guilherme Almeida João Carlos Nunes Luís Malato Mário Marinho Nuno Figuinha Patrícia André Pedro Pitté Ricardo Portugal Sónia Carreira Vanessa Cruz Conceção gráfica: Leticia Ramos Pina (paginacaopbeira@gmail. com) Publicidade: Gustavo Teixeira (publicidadepbeira@gmail. com) José Carlos Marques (publicidadepovodabeira@ gmail.com) Secretária de Administração: Florinda Cruz (secretariapovodabeira@ gmail.com) Sede: Press Ibérica Comunicação Social, Lda Av. Gen. Humb. Delgado, Lote 58 - 1º andar 6000-081 CASTELO BRANCO NIF: 506 583 023 Tel: 272 324 432 Fax: 272 327 732 Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Telf.: 910252676 / 910253116 / 914602969 geral@coraze.com Registo no ICS: 117 501 Depósito Legal: 74145/94 Empresa Jornalística: 218 326 Tiragem Semanal: 10.000 exemplares Distribuição gratuita

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021

ANEDOTAS

Desafios – Parte I POR RICARDO PORTUGAL - professor de matemática

H

á um desafio geométrico que eu gosto particularmente, e que, por isso não resisto em apresentar aqui. Comece por visualizar um queijo e pense numa forma de com um corte o dividir em 2 partes iguais. É fácil, certo? Agora, se fizer mais um corte, consegue cortá-lo em 4 partes iguais, certo? Se fizer 3 cortes ob-

tém, com facilidade 6 partes iguais. Está a seguir o meu raciocínio? Pois bem, o que pretendo é que corte o queijo em 8 partes iguais com o mínimo de cortes possível! Quantos cortes precisa fazer? Eu consigo fazê-lo com apenas 3 cortes, sabe como? Fica o enigma para pensar um pouco, espero que com ele consiga despertar o seu instinto geo-

métrico e espacial. Boas tentativas! Vai ver que quando descobrir irá ficar surpreendido… É uma pequena brincadeira para colocar aos seus amigos no café e os obrigar a pensar um pouco! Como sempre aguardo as suas dicas e sugestões em: Portugal.pt@sapo.pt

-Mamã, sabes qual é o animal mais antigo do mundo? -Não faço ideia. Tu sabes? Qual é? -A zebra, claro! -A zebra? Porque? -Porque é preta e branca! A professora está a tentar ensinar matemática à Luísa. -Se eu te der 4 chocolates hoje e 3 amanhã, ficas com... com... com...? E a Luísa responde: -Con... tente! Que animal é primeiro branco, depois preto, branco outra vez, preto novamente? Um pinguim a cair pelas escadas abaixo. Um pato está a falar com outro O que é que dizem? Estamos empatados!

Bolo com creme frangipane

Ingredientes:

Para o creme:

300g.de açúcar

½ Kg. De farinha de amêndoa

300g.de margarina

½ Kg. De manteiga

6 Ovos

½ Kg. De açúcar

POR MÁRIO MARINHO - chef

Modo de preparação:

Amassa-se muito bem o açúcar com a margarina, até ficar cremoso e leve. Juntam50g.de amêndoa 50g.de farinha de trigo -se os ovos um a um, batendo bem entre palitada cada adição. Adiciona-se o rum e a farinha previamente peneirada ou envolvida com o Açúcar em pó q.b. fermento. Juntam-se todos Coze-se em forno a 180ºC, numa forma 350g.de farinha os ingredientes, batem-se muito untada. 15g.de fermento em pó Depois de cozido, corta-se ao meio, rebem e no final mistura-se 30g. cheia-se e espalha-se amêndoa palitada por cima, polvilha-se com açúcar em pó e vai ao 20g.de rum de rum forno só a gratinar.

CLASSIFICADOS PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Este jornal escreve segundo o novo Acordo Ortográfico Todos os artigos de opinião e assinados pelos respetivos autores, são da sua inteira responsabilidade não podendo em circunstância alguma o Povo da Beira ser responsabilizado pelo conteúdo dos mesmos. Reservamo-nos no direito de não publicar, caso os artigos enviados não respeitem a legislação em vigor e o Estatuto Editorial do jornal.


Opinião · 23·

Edição 1021 • 1 de outubro de 2013 • Povo da Beira

“Nova praça de S. Marcos” Um Processo indecente...

Correio do Leitor

Biblioteca Exemplar

POR CARLOS VALE *

C O

* Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o Novo Acordo Ortográfico

edifício é bonito sem ser opulento, com a dimensão adequada a um mundo de livros. Mas o que mais surpreende nesta Biblioteca é o bom gosto da arrumação e a escolha dos títulos. Nota-se que foram escolhidos não pela capa, mas pelo autor e a sua importância na história da Literatura. Conhecer Bibliotecas Municipais é entrar em belos edifícios, mas, por vezes, no interior, encontrar livros absolutamente estrangeiros ao lugar e a um leitor do século XXI. Muitas delas vivem de espólios doados, ou enjeitados por herdeiros que consideraram as Bibliotecas dos seus pais e avós um empecilho do qual era preciso desfazer-se. Alguns desses amantes de livros, adivinhando o fim bárbaro da sua Biblioteca, trataram eles próprios, em vida, da respectiva doação, a troco de um discurso camarário elogioso e formal. Nesta Biblioteca não é assim, nada está a mais, nem desarrumado.

C

astelo Branco, 18 de Setembro de 2013. Não sei definir bem que sentimentos movem o autor destas linhas ao projectá-las no papel. Se a recriminação e a revolta, se a pena e a condescendência. Mas lá que, de uma forma, ou de outra, é tempo de agir, lá disso ninguém, decerto, duvidará. Para conhecer a cidade e a estrutura cívica dos que a habitam, nada mais eficaz que a prática salutar de percorrê-la a pé. E, se isso traz, muitas vezes, o sabor doce da contemplação, podemos também correr o risco de ser agredidos

Os livros têm o seu lugar de espera paciente, e as crianças são protagonistas privilegiadas de uma programação e de um processo educativo integrado entre gente que gosta de livros. Não há funcionários cansados como no poema de António Ramos Rosa. E há muita poesia impressa. A que acompanha a história universal do conhecimento. É uma das singularidades desta Biblioteca: um lugar de diálogo poético. É por isso que ao escolher um motivo para celebrar o seu aniversário o fez com a Poesia. E não só a tradicional, a herdada do cancioneiro local, da cantada por gerações, da ensaiada por poetas populares. Não. Apostou toda a sua energia nos poetas que defendem essa ideia que um dia Sophia de Mello Breyner verbalizou com veemência “a poesia vem sempre dizer-nos que não somos apenas animais acossados na luta pela sobrevivência, mas que

somos por direito natural herdeiros da liberdade e da dignidade do ser”. Poesia, Um Dia, foi em Setembro de 2012. Uma pedrada no charco nesta Beira Interior que não é só desalento, enumeração de problemas, desertificação. A Biblioteca de Vila Velha de Ródão provou que é possível levar Jaime Rocha, José Mário Silva e Margarida Vale de Gato à escondida aldeia de Foz do Cobrão para juntos lerem e actualizarem o Portugal Futuro, do Ruy Belo (só para dar um exemplo). Foi possível convocar as palavras dos poetas e dar-lhe voz colectiva envolvendo toda a Vila. Este ano, também em Setembro, novos poetas e novos livros, nesta Biblioteca exemplar e em muitos locais públicos de Vila Velha de Ródão (até no rio), vão reafirmar mais uma vez as palavras de Sophia sobre a Poesia e a sua extraordinária dimensão do humano que compete a todos promover.

na sensibilidade tendo em conta a aberração de certo tipo de comportamentos. Quem, pela prática quotidiana do exercício físico percorre o troço da Avenida do Brasil – Socorro compreendido entre a rotunda da “Quinta Dr. Beirão” e o “Bairro do Valongo” é, em quase todas as manhãs de Sábado e Domingo, envolvido num lençol de “vandalismo a céu aberto” para o qual não se encontra justificação possível, porque também ninguém consegue explicar. Aos primeiros alvores da manhã, quando as discotecas da cidade fecham

portas e largam na rua os últimos “trabalhadores da noite” com as mentes no estado em que se imagina, estes prosseguem a “labuta”, agora em horas extraordinárias (…), disseminando-se, em grupos, pelas artérias de uma cidade ainda parada e sonolenta. No caso de que damos conta, o cenário de destruição gratuita centra-se naquilo que melhor identifica a delinquência – árvores da via pública, esgarçadas, com os ramos mortos atirados ostensivamente para a faixa de rodagem; automóveis riscados à porta das moradias; sinais de trânsito dobrados insis-

Elsa Ligeiro

omo sabemos, o Município comprou o terreno da antiga Garagem da Beira por 500 mil euros. Pouco tempo depois, em sessão da Assembleia Municipal realizada a 13/11/2012 no salão da Biblioteca Municipal (estava em obras o edifício da Câmara), o Presidente da Câmara delegou no arquitecto Luís Marçalo Grilo a apresentação de um “esboço preliminar” de um plano que visava transformar o histórico Largo de S. Marcos, numa nova praça. No seguimento da sessão, o Presidente da Câmara, o mais entusiasta do referido “esboço”, fez questão de o explicar em linguagem mais popular (dixit), informando que a aquisição do terreno tinha como objectivo principal, “libertar ao máximo o espaço que fica à superfície para zona de lazer e repouso”, com excepção de uma pequena parcela para construção de um edifício de apartamentos para alugar, contribuindo ainda, para “disfarçar” as paredes esventradas dos prédios ali existentes. No subterrâneo, seria construído um parque de estacionamento com dois pisos, para albergar 69 viaturas. À superfície seria construído um lago, zona verde com árvores e um espaço para esplanada. O Chafariz de S. Marcos, datado do século XVI e classificado, além de beneficiado, ganharia uma nova centralidade (Ver Reconquista de 15/11/2013 e actas da AM).

Sem, por agora, referir nomes, muitos foram os deputados municipais, de todas as bancadas a aplaudir a proposta, com destaque para a recepção entusiástica dos eleitos do PS. O “esboço preliminar” mereceu mesmo, a unanimidade das forças políticas representadas na Assembleia. Agora, é com enorme preocupação que em plena campanha eleitoral (última semana), os cidadãos e muitos deputados municipais de todos os partidos verificam uma intervenção que pela disposição das obras e do desenho no terreno, nada tem a ver com o que anteriormente foi apresentado na A.M., provocando uma onda de grande indignação e revolta, mesmo dos deputados do PS, que foram os que mais entusiasticamente receberam o “esboço preliminar”! Até ao momento, por parte das forças políticas, apenas a CDU tomou uma posição de frontal condenação em comunicado que foi publicado em toda a imprensa regional. De resto, esta coligação já referenciou que colocará o assunto em todos os órgãos autárquicos em que esteja representada. Este “processo indecente” contradiz a argumentação e a própria actuação levada à prática nos largos mais emblemáticos da cidade, S. João, Postiguinho de Valadares e Praça Académica, que visou retirar as viaturas da superfície. Assim, o Largo de S. Marcos

será uma excepção, no mau sentido. A surpresa é maior, quando é do conhecimento público e dos próprios responsáveis municipais, que uma das causas que mais contribui para à detioração do Chafariz de S. Marcos, é a emissão de gases dos escapes das viaturas ali estacionadas! Além do mais, não há conhecimento deste “processo indecente” ter sido tratado nos órgãos autárquicos. Nem mesmo a imprensa mais privilegiada em informação fez qualquer referência. Também não se conhece qualquer atitude do Presidente da Assembleia Municipal no sentido de qualquer clarificação, já que foi um assunto tratado em plenário municipal. Qual a razão para não se ouvirem nem consultarem os órgãos autárquicos? Está em causa o respeito institucional que deve existir entre órgãos municipais e seus eleitos. Quais foram as bases para uma decisão tão brusca, quanto inesperada? Qual a legitimidade e a legalidade destes desenvolvimentos. Será que o frenesim eleitoralista e a gritaria prepotente vão sobrepor-se a tudo mais? Outra pergunta pertinente anda por todo o lado: Quanto custou aos munícipes esta saltitante e nervosa agitação eleitoral? Mais grave ainda, quanto vai custar aos cidadãos a programação deixada por este executivo que agora cessa funções? Uma herança preocupante.

Correio do Leitor

Vandalismo a céu aberto tentemente até partirem, e deixados por terra como troféus abandonados; cachos de uva que pendem dos muros dos quintais, arrancados e calcados aos pés; vedações de arame, lassadas, à força de nelas se pendurarem com o intuito único de destruir. Tudo isto configura, quanto a nós, obra de fedelhos com barba, a darem voz aos instintos mais sórdidos que o ser humano esconde quando a formação do carácter foi deficitária.

Ao cidadão comum não cabe definir tarefas policiais. Mas ainda lhe assiste o direito à protecção, nem que, para isso, tenha de sugerir às forças da ordem instaladas na cidade a colocação de viaturas descaracterizadas em locais estratégicos (neste caso seria por uma causa justa), na mira de surpreender em flagrante e actuar, de seguida. Basta de pedagogias persuasivas que já não recuperam nada, nem ninguém.

“Vandalismo a céu aberto”, exterminador do bem privado e demolidor do património público, configura crime. Segundo legislação supostamente em vigor ainda, crime pede punição. E, porque “crime” não rima com “ordem”, tão-pouco com “tranquilidade”, urge a atitude. E condena-se a indiferença. Fernando Serra


· 24· Última PUB

Povo da Beira • 1 de outubro de 2013 • Edição 1021


Edição nº. 1021