Page 10

10  |  21 de Março de 2014

vila real

ı

castro marim

ı

alcoutim ZZZ pág. ##

Castro Marim mostra vida e obra de Bordalo Pinheiro

d.r.

Biblioteca municipal acolhe exposição de um dos ícones da arte portuguesa A BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASTRO APRESENTA , até ao

próximo dia 18 de Maio, a exposição itinerante dedicada à “Vida e obra de Bordalo Pinheiro”. A exposição, cedida pelo Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa, pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 9 às 13 e das 14 às 18 horas, é constituída por quatro blocos com informação que

retratam a vida de um dos maiores autores e caricaturistas portugueses do século XIX. Rafael Bordalo Pinheiro nasceu em Lisboa a 21 de Março de 1846 e morreu a 23 de Janeiro de 1905, tendo iniciado os estudos de desenho pela mão do seu pai, o pintor Manuel Bordalo Pinheiro, revelando desde cedo o gosto pela vertente caricatural,

o que o levou a matricular-se na Academia de Belas Artes. Do seu vasto e rico currículo destacam-se inúmeras exposições, o desenho satírico e caricatural em jornais e revistas, tendo por base as personagens mais ilustres da sua época, bem como a situação político-social vivida no país. Foi fundador dos jornais humorísticos de êxito reconhecido, como “A Berlinda”, “O

António Maria” e “A Paródia”. O seu talento alargou-se ao campo da cerâmica, onde ajudou a recuperar a loiça das Caldas da Rainha, introduzindo criatividade e perfeição, através das várias figuras caricaturais que criou, nomeadamente, o célebre Zé Povinho. Também a ele se ficou a dever a construção do Pavilhão de Portugal para a exposição de Paris de 1889.

PCP QUESTIONA GOVERNO SOBRE FUTURO DA INSTITUIÇÃO

OBRAS VISAM PROMOVER PRODUTOS LOCAIS

Castro Marim moderniza mercado municipal

Escola de Hotelaria de Vila Real regista quebra na procura d.r.

O GOVERNO JUSTIFICOU a não

admissão de novos alunos na Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António com a redução da procura, mas garante que a oferta formativa foi assegurada noutras escolas, como a de Faro. Numa resposta à Lusa, a Secretaria de Estado do Turismo explicou que, “anualmente, o Turismo de Portugal define o mapa de oferta formativa a ministrar na rede de Escolas de Hotelaria e Turismo”, que estão “organizadas por agrupamentos escolares”, através de critérios como a racionalização da oferta, a duplicação de formação nas regiões, as necessidades do mercado ou a análise da evolução da procura dos cursos. “No caso da Escola de Vila Real de Santo António, houve uma redução de oferta porque se assiste a uma redução progressiva da procura ao longo dos últimos anos lectivos. A procura tem sido inferior ao número de vagas disponíveis, havendo actualmente turmas com menos de oito alunos, o que pode comprometer a viabilidade e a qualidade técnico-pedagógica da formação prestada”, justificou a Secretaria de Estado do Turismo.

ÔÔ Governo vai rever o modelo de gestão e organização das escolas

GOVERNO VAI REVER MODELO DE GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DAS ESCOLAS A não admissão

de novos alunos por parte da Escola de Hotelaria de Vila Real de Santo António no presente ano lectivo esteve na base de uma pergunta que o PCP apresentou na Assembleia da República a questionar o Governo sobre o futuro dessa unidade de formação profissional, que no presente ano lectivo só contou com cerca de 50 alunos dos 2.º e 3.º anos.

ÔÔ Bordalo Pinheiro criou a célebre figura do Zé Povinho

O PCP mostrou-se preocupado com a possibilidade de a não entrada de novos alunos corporizar uma intenção do Governo de, a prazo, encerrar a escola em Vila Real de Santo António e questionou o Ministério da Economia sobre os motivos de não ter sido autorizada a admissão de mais estudantes no presente ano lectivo. Na sequência da pergunta apresentada pelo PCP no parlamento, a Lusa questionou a tutela sobre o assunto e,

d.r.

numa resposta escrita, a Secretaria de Estado do Turismo respondeu que “o Algarve tem actualmente três escolas [Faro, Vila Real de Santo António e Portimão] a funcionar e a oferta das mesmas tem sido adaptada à procura, razão pela qual a escola de Faro viu a sua oferta aumentar”. “No âmbito da revisão do modelo de gestão e organização das escolas, o Governo não fez, nem está a fazer, uma análise individual de cada escola com vista ao seu encerramento”, referiu o Governo, que não respondeu sobre quantas escolas e quais estão, a nível nacional, na mesma situação do que a de Vila Real de Santo António. O Governo adiantou estar “a trabalhar, em conjunto com o Turismo de Portugal, numa revisão do modelo de gestão e organização das escolas, com o objectivo de torná-las mais rentáveis (num caminho para a autossustentabilidade) e reposicioná-las no panorama do ensino, tornando-as mais competitivas, racionalizando a sua estrutura, optimizando e adequando os seus recursos, aumentando a qualidade da formação e aproximando-as do mundo empresarial”. Lusa

ÔÔ Intervenção contempla a substituição total da cobertura do edifício

A CÂMARA DE CASTRO MARIM INICIA, este mês, as obras de re-

qualificação e reabilitação do Mercado Municipal. A intervenção, cujo investimento global é de 150 mil euros, contempla a substituição total da cobertura do edifício, a requalificação das pérgulas exteriores e do fontanário frontal que passará a ser uma fonte decorativa. As duas áreas de pérgulas serão transformadas num espaço de consumo e prova de produtos locais, tais como, sumos, doçaria regional e bebidas espirituosas. Também no exterior do Mercado Municipal haverá alterações com o reposicionamento do mobiliário urbano existente e a instalação de dois

painéis de azulejaria magrebina com a identificação do novo espaço, Mercado Local. A empreitada de requalificação do Mercado Municipal, que tem um prazo de execução de nove meses, “assume-se como uma alavanca na estratégia local de desenvolvimento, tendo como premissas: o aumento da produtividade e competitividade da actividade económica, a revitalização de artes e ofícios e produtos locais, a promoção e valorização do património cultural e natural, enquanto factor de melhoria das condições de vida das populações e promoção do território e do seu património”, segundo refere a autarquia em comunicado.

POSTAL 1120 - 21 MAR 2014  

• VEJA O POSTAL DESTA SEMANA • Sexta-feira (21/3) nas bancas com o PÚBLICO • Partilhe o que é indispensável saber sobre o Algarve • EM DES...

POSTAL 1120 - 21 MAR 2014  

• VEJA O POSTAL DESTA SEMANA • Sexta-feira (21/3) nas bancas com o PÚBLICO • Partilhe o que é indispensável saber sobre o Algarve • EM DES...