Issuu on Google+

Ciências Biológicas O que você realmente sabe sobre estes animais?

Morcegos

Pombos


Zoonoses

Denúncias e reclamações Distrito Sanitário mais próximo; 156 ou 0800-6440041

2


Morcegos

Um olhar sobre a saúde pública

Em ambientes naturais, o habitat dos morcegos são as cavernas, copas e ocos de árvores. Nos centros urbanos, devido à ausência de predadores e abundância de alimentos, esses animais abrigam-se em telhados, chaminés e dutos de ventilação. As doenças são transmitidas por mordidas, arranhaduras e contato direto com pessoas e animais domésticos que tenham sido mordidos.

3


Morcegos

4

Zoonoses

Principais sintomas • Febre e salivação • Sensibilidade à luz • Espasmos musculares na deglutição • Hidrofobia • Paralisia e morte Salmonelose Provoca febre e dores intestinais. Ocorre pela ingestão de alimentos ou uso de objetos contaminados por fezes.

Principais sintomas (entre três e sete dias) • Febre e calafrios semelhantes ao de uma gripe • Tosse seca • Dor no peito

Histoplasmose Infecção respiratória causada pelo fungo Histoplasma capsulatum, presente nas fezes.

Principais Sintomas (entre seis horas e quatro dias) • Diarreia • Desidratação • Inflamação nos olhos • Dificuldade para urinar


Morcegos

Cuidados especiais

Em caso de contato com o animal, procure imobilizĂĄ-lo, utilizando uma caixa, balde, bacia ou pano. Nunca manipule o morcego, vivo ou morto, com as mĂŁos.

5


Morcegos

Um outro olhar

Os morcegos são protegidos pela Lei de Proteção à Fauna. São ecologicamente importantes devido à capacidade de: * Dispersão de sementes * Controle de pragas (gafanhotos, roedores, etc.) * Serem agentes polinizadores * Serem utilizados em pesquisas científicas * Fezes servirem como adubo natural

6


Pombos

Um olhar sobre a saúde pública Descendentes dos pombos dos penhascos europeus, são aves mansas que vivem em bandos, nos centros urbanos, onde se adaptaram devido à facilidade de acesso ao alimento, abrigo e água. Além de sujeira, suas fezes contêm grande quantidade de ácido úrico, que pode provocar a destruição de monumetos e veículos e a transmissão de doenças.

7


Pombos

8

Zoonoses

Criptococose Infecção causada pelo fungo Cryptococcus neoformans (encontrado em frutas, cereais, árvores e nas fezes de pombos).

Principais sintomas • Dor no peito • Rigidez na nuca • Suores noturnos • Confusão mental • Alterações na visão

Toxoplasmose Infecção transmitida pelo protozoário Toxoplasma gondii, que vive no sistema nervoso e na musculatura de aves contaminadas.

Principais sintomas • Dor de cabeça • Febre branda • Dor muscular • Dor de garganta • Inflamação na retina • Visão borrada

Ornitose Infecção transmitida pela poeira contaminada com fezes secas e infectada pela bactéria Chlamydia psittaci.

Principais sintomas • Infecção respiratória • Diarreia • Febre • Dor de cabeça • Dores musculares


Pombos

Um olhar sobre a saúde pública

Não deixe frestas entre telhas: evite que esses animais construam abrigos e mantenham suas ninhadas. Instale armações de metal com hastes longas e pontiagudas em beirais, pois elas impedem a aterrissagem das aves.

9


Pombos Um outro olhar

Por serem uma espécie exótica, não possuem papel ecológico relevante. Os machos e as fêmeas formam casais monogâmicos e, após o acasalamento, a fêmea coloca os ovos no ninho construído pelo macho, sendo que ambos chocam os ovos alternadamente, no intervalo de 17 a 19 dias, podendo ter até seis ninhadas ao ano. A expectativa de vida varia entre três e cinco anos em liberdade e até quinze anos em cativeiro.

10


11

Um olhar sobre a saúde pública

Provocam prejuízos econômicos e sanitários nas regiões urbanas, onde encontram demanda excedente de alimento, abrigo e água. Vivem em bandos e o canibalismo é um hábito comum. Os indivíduos mais fortes devoram aqueles que estão doentes, mais velhos ou filhotes de outros bandos.


12

Zoonoses Leptospirose Doença infecciosa causada pela bactéria Leptospira, presente na urina de ratos contaminados.

Principais sintomas • Dor de cabeça • Dores pelo corpo • Dor na panturrilha (batata da perna) • Vômitos e diarreia • Febre e tosse

Peste Bubônica Transmitida pela picada da pulga do rato, contaminada pela bactéria Yersinia pestis.

Principai sintomas • Febre alta e convulsões • Dores musculares • Pele torna-se rosada • Dificuldade respiratória • Vômito contínuo de sangue

Ornitose Transmitida pela mordida do rato infectado pela bactéria Spirillum minus.

Principais sintomas (menos de 10 dias) • Arrepios e febres • Vômitos e dor de cabeça • Dores nas costas


13

Um olhar sobre a saúde pública Alimentos mal armazenados podem ser contaminados por urina e fezes de ratos. Frequentemente, ocorre o envenenamento acidental por ratificidas utilizados no controle. Em enchentes, também é comum a contaminação das águas por urina e fezes.


14

Um outro olhar


Cuidados • Manter alimentos armazenados em vasilhames tampados e à prova de roedores • Acondicionar o lixo em sacos plásticos em locais elevados do solo, colocando-os para coleta pouco antes do lixeiro passar • Caso existam animais domésticos, retirar e lavar os vasilhames de alimento todos os dias antes do anoitecer • Manter limpos e desmatados os terrenos baldios • Jamais jogar lixo à beira de córregos, pois isso dificulta o escoamento das águas • Vedar buracos de telhas, paredes e rodapés, evitando a entrada desses animais no interior das casas • Manter as caixas d’água, ralos e vasos sanitários fechados com tampas pesadas.

• Água

Eliminar os 4 “As”: • Acesso • Abrigo • Alimento

15


Acadêmicos do curso de CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Adriano Alessi Cristine Rodmann Emerlyn Americano Miello Gabriel de Sousa Ghedin Jaine Meira Juliani Giselli Prestes Kareen Ida da Cruz Machado Maiara de Assis Santos Marcos Dums Maressa Fernanda Busch Nelson Martins Ramos Patricia Estevão Sarah Meier Lopes Vitor Rodrigo de Moraes Coordenação Profª. Edinalva Oliveira Contato cbiologicas@up.com.br | (41) 3317-3019 Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, Campo Comprido - Curitiba (PR) CEP 81280-330 Tel.: (41) 3317-300 www.up.com.br ISSN: 978-85-99941-45-4


Fauna Urbana e Saúde Pública - Ciências Biológicas