Issuu on Google+

PORTUGAL POST Director: Mário G. M. dos Santos ANO XVI • Nº 180 • Julho 2009 • Publicação mensal • 2.00 € Portugal Post Verlag, Burgholzstr. 43 • 44145 Dortmund • Tel.: 0231-83 90 289 • Telefax 0231- 8390351•E Mail: correio@free.de •www. portugalpost.de •K 25853 •ISSN 0340-3718

Telmo Pires cresceu na Alemanha com o fado na alma

Leia nesta edição Cartão do Cidadão disponível em 80 por cento dos consulados até Setembro Página 5

Europeias Abstenção ganha eleições na Alemanha Página 7

Língua Portuguesa What língua is esta? Página 15

O cantor Telmo Pires é actualmente um dos grandes embaixadores do fado na Alemanha, mas não está de passagem, chegou com os pais emigrantes ainda criança, e manteve a paixão pela língua e pela música portuguesas. Página 13

Singen Centro Português aposta no Futebol Feminino Página 11

Destaque Luís Figo - Anuncia fim da carreira na Europa Amizades, títulos e estabilidade familiar são maiores recordações de 18 anos de carreira Pág. 3 Publicidade

Portugal Post - Burgholzstr 43 - 44145 Do PVST Deutsche Post AG - Entgelt bezahlt K25853


2

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

PORTUGAL POST

Editorial Mário dos Santos

Agraciado com a medalha da Liberdadee Democracia da Assembleia da República Fundado em 1993 DIRECTOR: MÁRIO DOS SANTOS

CORRESPONDENTES ALFREDO CARDOSO: MÜNSTER ANTÓNIO HORTA: GELSENKIRCHEN JOÃO FERREIRA: SINGEN JORGE MARTINS RITA: ESTUGARDA JOSÉ PINTO NASCIMENTO: DÜSSELDORF KOTA NGINGAS: DORTMUND MANUEL ABRANTES: WEILHEIM -TECK MICHAELA AZEVEDO FERREIRA: BONA PAULO ALEXANDRE: HAMBURGO ZULMIRA QUEIROZ: GROß-UMSTADT COLUNISTAS ANTÒNIO JUSTO: KASSEL DORA MOURINHO: ESSEN FERNANDA LEITÃO: TORONTO JOSÉ EDUARDO: FRANKFURT JOSÉ VALGODE: LANGENFELD LAGOA DA SILVA: LISBOA LUIS BARREIRA, LUXEMBURGO MARCO BERTOLOSO: COLÓNIA MARIA DE LURDES APEL: BRAUNSCHWEIG PAULO PISCO: LISBOA RUI MENDES: AUGSBURG RUI PAZ: DÜSSELDORF TERESA COLAÇO: COLÓNIA ASSUNTOS SOCIAIS JOSÉ GOMES RODRIGUES: ASSISTENTE SOCIAL CONSULTÓRIO JURIDICO CATARINA TAVARES: ADVOGADA MICHAELA A. FERREIRA: ADVOGADA MIGUEL KRAG: ADVOGADO FOTÓGRAFOS: PAULO FERREIRA E FERNANDO SOARES AGÊNCIAS: LUSA. DPA IMPRESSÃO: PORTUGAL POST VERLAG PUBLICIDADE: TELMA BONITO REDACÇÃO, ASSINATURAS E PUBLICIDADE BURGHOLZSTR.43 - D - 44145 DORTMUND TEL.: (0231) 83 90 289 FAX: (0231) 83 90 351 WWW.PORTUGALPOST.DE E MAIL: CORREIO @ FREE.DE REGISTO LEGAL: PORTUGAL POST JORNAL DA COMUNIDADE PORTUGUESA NA ALEMANHA ISSN 0340-3718 • K 25853 PROPRIEDADE PORTUGAL POST VERLAG REGISTO COMMERCIAL HRA 13654 OS TEXTOS PUBLICADOS NA RÚBRICA OPINIÃO SÃO DA EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DE QUEM OS ASSINA E NÃO VEICULAM QUALQUER POSIÇÃO DO JORNAL PORTUGAL POST

PORTUGAL POST celebra 16 anos de existência

O

PORTUGAL POST como único jornal português na Alemanha vai no seu décimo sexto ano de publicação. Ao longo deste anos, o nosso / vosso jornal nunca viu a sua publicação interrompida. Mês a pós mês e ano após ano fomos cumprindo o compromisso que assumimos com os milhares e milhares de leitores que nos lêem e com os anunciantes que durante este anos todos foram depositando confiança em nós. Chegados aqui, o PORTUGAL POST tornou-se incontornavelmente no porta-voz da comunidade. Este jornal é hoje imprescindível e sem ele verificar-se-ia um vazio ou, por outras palavras, a existência da comunidade neste país seria como um corpo amputado e sem voz. Ao logo deste anos todos, a existência deste jornal foi orientada por valores e princípios da

liberdade, do pluralismo, da independência, da defesa de uma comunidade com necessidades e interesses específicos e da denúncia das injustiças, assegurando a todos o direitos à informação isenta, rigorosa e objectiva, distinguindo claramente os espaços de opinião e assegurando nestes o confronto das diversas correntes de pensamento. Claro que não pudemos nem podemos agradar a todos, ou como soi dizer-se, fazer o pleno. Seria impossível ser assim. Mas mesmo àqueles a quem não agradamos nunca recusamos as páginas deste jornal para a divulgação dos seus pontos de vista. Com opinião própria por obediência ao seu estatuto editorial, o PORTUGAL POST também nunca se coibiu de dizer o que pensa independentemente de agradar ou não. Nunca confundimos confronto de ideias com

ataques nem nos moveu ou move interesses ligados a correntes ideológicas ou outras. Nesta sua existência de década e meia, o PORTUGAL POST considerou e considera a sua actividade como um serviço de interesse público, com respeito total pelos seus leitores.

Nota: A Portugal Post Verlag, casa editora responsável pela publicação deste jornal, poderá já em Setembro próximo anunciar mais uma publicação, esta com periodicidade semanal. Para além do PORTUGAL POST que continuará como até aqui, a nova publicação estará nas bancas e pode ser adquirida através de assinatura. Mais notícias sobre esta publicação na edição de Setembro do PP.

Assine e receba o seu jornal por apenas 20,45€ / Ano Preencha de forma legível, recorte e envie este cupão para: PORTUGAL POST- Assinaturas Burgholzstr. 43 - 44145 Dortmund

Sim, quero assinar o PORTUGAL POST Nome Morada Cód. Postal Telef.

Cidade Data/ Assinatura

Data Nasc.:

ICH ERMÄCHTIGE DIE FÄLLIGEN BETRÄGE VON DEM U.G. KONTO ABZUBUCHEN. Bankverbindung Kontonummer: Bankleitzahl: Datum: Unterschrift

Meios de pagamento disponíveis Através de cheque à ordem de PORTUGAL POST VERLAG, transferência bancária ou, se preferir, pode pagar por débito na sua conta bancária Widerruf Mir ist bekannt, dass ich diese Bestellung ohne Begründung innerhalb von 14 Tagen schriftlich bei der Portugal Post - Aboabteilung, Burgholzstr. 43 - 44145 Dortmund widerrufen kann. Zur Fristwahrung genügt die rechtzeitige Absendung. Das Abo verlängert sich um den angegebenen Zahlungzeitraum zum gültigen Bezugspreis, wenn es nicht drei Wochen vor Ablauf schriftlich gekündigt wird.

Se é assinante, avise-nos se mudou ou vai mudar de endereço

#

REDACÇÃO E COLABORADORES CRISTINA KRIPPAHL: BONA FRANCISCO ASSUNÇÃO: BERLIM FERNANDO A. RIBEIRO: ESTUGARDA HELENA GOUVEIA: BONA JOAQUIM PEITO: HANNOVER LUÍSA COSTA HÖLZL: MUNIQUE

Fax: 0231 - 83 90 351 Tel.: 0231 - 83 90 289 correio@free.de


3

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Luís Figo - Anuncia fim da carreira na Europa Amizades, títulos e estabilidade familiar são maiores recordações de 18 anos de carreira Luís Figo prefere “esquecer rápido” as decepções e elege as relações de amizade criadas, os títulos conquistados e a estabilidade conseguida para a família como principais recordações de 18 anos de carreira ao mais alto nível no futebol mundial. Em entrevista à Agência Lusa, o antigo capitão da selecção portuguesa considerou “impossível dizer uma única recordação de 18 anos” de carreira, que termina aos 36 anos, após ter conquistado um quarto título italiano consecutivo pelo Inter de Milão. “Mas acho que todas as relações de amizade que criei ao longo destes 18 anos são aquilo que fica também para o futebol. Acima de tudo, os títulos que ganhei e a minha estabilidade em termos de família são aquilo que fica na retina. Fazendo um pouco o resumo dos meus 18 anos de carreira, é aquilo que fica ligado a mim”, disse. Admite que também sofreu decepções, mas opta por ignorá-las por não contribuírem para a sua felicidade: “As decepções têm que se esquecer rápido, para não ficarem na memória. É lógico que existiram, mas, como não me fazem mais feliz, acho que não vale a pena pensar nelas”. Quando se transferiu para o estrangeiro, em 1996, Luís Figo já tinha sido campeão da Europa de Sub-16 (1989), campeão do Mundo de Sub-20 (1991) e vencedor da Taça de Portugal (1995, pelo Sporting). Em Espanha conquistou, entre outras competições, quatro títulos

nacionais (1998 e 1999, pelo FC Barcelona, e 2001 e 2003, pelo Real Madrid), uma Taça das Taças e uma Supertaça Europeia (ambas em 1997, pelo FC Barcelona) e uma

Liga dos Campeões e uma Taça Intercontinental (ambas em 2002, pelo Real Madrid). A carreira ficou concluída com a transferência para o Inter de

Milão, em 2005, acrescentando ao seu currículo um quarto clube e quatro títulos italianos consecutivos, entre 2006 e 2009. Ao serviço da principal selec-

Ronaldo vai ter “um ano de intensa pressão” em Madrid Luís Figo considera que Cristiano Ronaldo “vai viver um ano de intensa pressão” no Real Madrid, que na semana passada chegou a acordo com o Manchester United para contratar o futebolista português por cerca de 94 milhões de euros. O tetracampeão italiano pelo Inter de Milão, que abandonou a alta competição aos 36 anos, foi o primeiro “galáctico” contratado por Florentino Pérez, quando, no seu primeiro mandato como presidente do Real Madrid, o empresário espanhol o resgatou ao FC Barcelona

por quase 60 milhões de euros, em 2000. Figo, que esteve cinco temporadas em Madrid, foi então protagonista da mais cara transferência do futebol mundial, mas nove anos depois, com Florentino Pérez de regresso, o negócio entre Real Madrid e Manchester United por Cristiano Ronaldo, de 24 anos, pulverizou todos os recordes. “Acho que ele [Cristiano Ronaldo] vai viver um ano de intensa pressão e o mais importante é concentrar-se em fazer o trabalho dele, mais nada”, disse Luís Figo à Agência

Lusa, em Genebra, Suíça. Os valores da transferência não intrigam o antigo capitão da selecção portuguesa, que sublinha: “É a lei do mercado, é a lei da compra e da venda. Se existe um clube vendedor e outro comprador, que se põem de acordo em termos de montantes, sucede isso”. “Sem dúvida que se trata de números que não passam pela cabeça de ninguém, mas que existem e que sucedem, como temos o exemplo desta transferência. Se há um que pode pagar e outro que quer vender, acaba por suceder”, comentou.

ção nacional, esteve presente em três Campeonatos da Europa (1996, 2000 e 2004) e em dois Campeonatos do Mundo (2002 e 2006), tendo como melhores resultados o segundo lugar no Euro2004, em Portugal, e o quarto no Alemanha2006. Mas a falta de um título não foi uma frustração:“Eu acho que foi um orgulho enorme poder chegar a uma final pelo meu país. Foi uma oportunidade perdida, é lógico que preferia ter ganho, mas isso não aconteceu e eu só posso estar feliz pela minha trajectória em termos de selecção nacional”, comentou. Apesar de recusar fazer distinções entre os quatro clubes que representou, recorda o Sporting como aquele onde se formou e sublinha que continua a ser sócio dos leões. A sua carreira foi marcada por uma regularidade só possível pela quase ausência de lesões - a excepção foi a fractura do perónio já no Inter de Milão -, mas o antigo número sete diz que o seu único segredo foi “trabalhar muito”. “Ao longo destes 18 anos ninguém me ofereceu nada. É lógico que a minha fisionomia certamente fez com que não tivesse tido muitas lesões, também a sorte ajuda, mas aquilo que conquistei foi com muito trabalho, com muito suor. Não posso afirmar mais, porque não existe nenhuma solução mágica para aquilo que tenha acontecido ao longo da minha carreira”, referiu. Depois da polémica transferência para o rival Real Madrid, em 2000, Luís Figo passou a ser mal recebido cada vez que se deslocava a Barcelona, mas isso é algo que nunca o preocupou. “Eu faço a minha vida independentemente daquilo que os outros pensam ou possam fazer.Vou aonde tenho de ir, vou aonde desejo ir, faço aquilo que bem entendo e aquilo que os outros pensam não me importa minimamente. Se fosse assim, de certeza que não tinha tido 18 anos de carreira, tinha tido unicamente dois ou três”, sublinhou. Com as férias à porta, Luís Figo ainda não sente a nostalgia da competição, mas admite que esse é “um processo normal” e quando as equipas regressarem ao trabalho será para si “mais duro”. “Depois de os campeonatos entrarem de férias, ainda estou naquela fase de normalidade. Depois será mais duro, de certeza, quando retomarem os compromissos que têm os diversos clubes e eu continuar de férias”, reconheceu. Emídio Simões, Agência Lusa


4

Nacional e Comunidade

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

PSD questiona Governo sobre funcionamento do programa Escola Virtual

Prémios Talento 2008

E os vencedores foram .... Doze portugueses que vivem no estrangeiro foram distinguidos no dia 26 de Junho, em Lisboa, com os Prémios Talento 2008, atribuídos pela Secretaria de Estado das Comunidades.

O PSD questionou o Governo sobre o programa Escola Virtual para estrangeiros, afirmando que quatro anos depois do seu lançamento „nada é conhecido“ sobre quantas pessoas o utilizaram ou o financiamento que teve. O programa, que lançado em Junho de 2005, pressupunha que as comunidades portuguesas no estrangeiro pudessem usar a plataforma Porto Editora - Escola Virtual na Internet para aprender português, pagando um custo „simbólico” - entre 20 e 25 euros - para terem cartões de utilizador. Em declarações à Agência Lusa, o deputado social-democrata José Cesário - que subscreveu as perguntas dirigidas ao Ministério dos Negócios Estrangeiros através da Assembleia da República - disse que „nada é conhe-

cido“ sobre o Escola Virtual. „Quando foi apresentado, era uma solução para a grande dificuldade em generalizar o ensino do português pela rede dos portugueses no exterior e outros públicos interessados, mas pelas informações que vamos tendo, praticamente ninguém aderiu“, disse José Cesário. Assim, os deputados do PSD eleitos pela Emigração querem saber quantos utilizadores recorreram ao Escola Virtual durante os quatro últimos anos lectivos e quantos obtiveram a certificação de conhecimentos em língua portuguesa. Um dos pressupostos do programa era que os alunos estudariam em regime de auto-aprendizagem, recorrendo a professores através da Internet e fariam exames presenciais nos consulados para certificação de

resultados. Os sociais-democratas perguntam „quantos exames foram feitos nas instalações dos Postos Consulares“, quais foram usados para realização de provas, quanto dinheiro foi feito com as vendas de cartões e qual o financiamento global. „Não há informações que tenham tido lugar em algum Consulado ou em alguma Embaixada de Portugal qualquer tipo de exame relativo à Escola Virtual“, referem os deputados, que questionam se o projecto acabou por não ter viabilidade. Questionada pela Agência Lusa sobre a matéria das perguntas, fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades afirmou „não responder a perguntas dirigidas ao Governo pela Assembleia da República através da comunicação social“.

Na categoria Artes do Espectáculo, a vencedora foi a actriz, escritora e produtora Alice de Sousa, do Reino Unido que fundou a Galleon Theatre Company, o teatro Greenwich Playhouse e a companhia de cinema Galleon Films. Na área de Artes visuais, foi distinguida a pintora Maria Cristina Tavares, de França, que expõe em exclusividade numa das principais galerias de arte de Lyon. O prémio Associativismo foi atribuído ao Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco, Brasil, o maior complexo do norte-nordeste brasileiro, gerido por portugueses e que, apesar de ser uma instituição privada, dá assistência médica e social gratuita aos mais carenciados. Na categoria de Ciência, foi distinguido Victor Pereira da Rosa, do Canadá, especializado em antropologia social e sociologia, tendo já publicados diversos trabalhos em vários países, incluindo Portugal. Na Comunicação Social, o vencedor foi José Ribeiro Franco, do Canadá, director e proprietário do Jornal Luso-Canadiano. Letícia da Costa venceu o prémio Desporto. Esta jovem, de 22 anos, pratica karaté e foi vice-campeã do Luxemburgo na categoria de Cadetes. O prémio Divulgação da Língua Portuguesa foi atribuído a Pierre Léglise-Costa. O professor, linguista e crítico literário já mereceu outras distinções, nomeadamente o Prémio Europeu Charles Perrault pelo melhor trabalho de divulgação de literatura estrangeira em França.

Na área Empresaria, foi distinguido Avelino Costa, um empresário dedicado à comercialização e em 1981 foi eleito deputado federal pelo Estado de Minas Gerais, Brasil. Criou também a Fundação de beneficiência Mendes da Costa. Na categoria Humanidades, o prémio foi para Elisa das Candeias Borges, religiosa da Congregação de Nossa Senhora da Caridade, em França, que ajuda presos da cadeia de Fresnes, nos arredores de Paris. O prémio Literatura foi atribuído a Isabel D’Ávila Winter, professora de escrita criativa no Kenmore Community College, em Vrisbane, Austrália. Em 2008, publicou o romance “Dona Stella e as suas rivais”, editado em Portugal pela Quidnovi. Na Política, o vencedor foi Gilberto Pereita Martins, um dos mais destacados membros não africanos do Congresso Nacional Africano (ANC, no poder na África do Sul) e é actualmente director-adjunto das Obras Públicas do governo provincial de Gauteng. Finalmente, na área das Profissões Liberais, foi distinguido Manuel Norberto de Sousa, um dos melhores vendedores no Canadá da rede imobiliária REMAX. Em declarações aos jornalistas no final da gala de atribuição dos Prémios, que se realizou no Convento do Beato, em Lisboa, o secretário de Estado das Comunidades, António Braga, afirmou que o objectivo desta iniciativa é o “reconhecimento de tantos e tantos portugueses que honram a memória” de Portugal. “Temos de saber criar sinergias e fazer com que no quotidiano o país também possa beneficiar dessa força que existe em todo o mundo”, disse. Os vencedores da terceira edição dos Prémios Talento receberam uma obra do escultor Charters de Almeida. Publicidade

A emigração portuguesa está actualmente ao nível dos anos 1960 A emigração portuguesa está actualmente ao nível dos anos 1960, mantendo-se a tendência de fixação nos países de destino, defende o coordenador do Observatório da Emigração, que considera ilusória a ideia de que as saídas estagnaram. „Há características novas nesta emigração, mas no essencial diria que se mantém uma emigração de fixação no destino que não deve ser, neste momento, inferior à média dos anos 50/60“, disse Rui Pena Pires. Numa entrevista o coordenador científico do Observatório da Emigração rejeita a ideia de uma vaga repentina de emigração, considerando que se tem mantido constante desde a adesão de Portugal à União Europeia. „Não é um fenómeno novo. Houve uma ilusão de óptica. Com a transformação de Portugal também em país de imigração, houve uma con-

centração do olhar sobre a imigração, mas todos os dados disponíveis mostram que a emigração praticamente só esteve parada em 1974/75 e nos anos da integração europeia”. No âmbito do Observatório da Emigração, criado no início do ano pelo gabinete do secretário de Estado das Comunidades, uma equipa de investigadores do Instituto Superior de Ciência do Trabalho e da Empresa (ISCTE) está a recolher informação sobre os portugueses emigrados. Os primeiros dados recolhidos, relativos ao período 2000-2005 deverão ser disponibilizados on-line ainda este mês. Segundo Rui Pena Pires, os dados agora obtidos vêm confirmar o Reino Unido e a Espanha como novos destinos de emigração na Europa e permitem „ter uma ideia do crescimento recente da emigração para Angola“. „Toda a emigração para o Espaço Económico Europeu cresceu, nomea-

damente em países como o Reino Unido ou a Suíça, mas o crescimento mais importante dos últimos anos é para Angola”, onde há cerca de 100 mil portugueses, números que não „andam muito longe“ dos oficiais. “A emigração para os Estados Unidos, Canadá ou Venezuela não desapareceu, mas baixou, quando comparada com os novos destinos“, diz, acrescentando que a França é o único país que mantém um fluxo regular e constante de emigrantes portugueses. „Talvez o único número que é bastante diferente de tudo o que se estava à espera é (…) na África do Sul, que com toda a informação disponível é muito, muito, muito inferior a tudo o que sempre se disse“, refere. Os dados oficiais apontam para a existência de 300 mil emigrantes na África do Sul, mas Rui Pena Pires afirma que „todas as contas que se conseguem fazer apontam para entre

30 mil e 50 mil.“ O investigador afirma ainda que „uma parte da nova emigração na União Europeia é mais temporária e envolve mais circulação do que no passado“, justificando que é uma emigração mais qualificada e porque as deslocações são mais baratas que no passado. Sem dados que lhe permitam perceber os efeitos da actual crise económica na emigração portuguesa, Rui Pena Pires considera, no entanto, que “os emigrantes não são parvos e não vão emigrar se não tiverem oportunidades maiores no país para onde vão emigrar do que no país onde estão“. Segundo os últimos dados da Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades, há 4.968.197 portugueses no estrangeiro, mas este número é apenas relativo aos inscritos nos consulados, registo que não é obrigatório.


Nacional e Comunidades

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Cartão do Cidadão disponível em 80 por cento dos consulados até Setembro Oitenta por cento dos consulados portugueses espalhados pelo mundo deverão ter, em Setembro, „a cobertura da área consular com oferta do Cartão do Cidadão“, anunciou o secretário de Estado das Comunidades, António Braga. Durante uma visita ao consulado geral de Paris, França, António Braga referiu que „há já um conjunto de consulados com relevo para a Europa, mas também fora da Europa, que estão a receber o programa“. „A nossa meta é termos cerca de 80 por cento de todo o trabalho consular com a oferta do Cartão do Cidadão até ao mês de Setembro e, nessa medida, estão agora a desenvolver-se um conjunto de acções“, afirmou o governante. Na Suíça, Londres, Canadá e alguns países da América Latina „esse procedimento está a ser desenvolvido, afirmou. António Braga mencionou igualmente que também „o programa de acesso directo à base de dados da justiça - que permite fazer o serviço na hora - já está praticamente todo concluído, devendo até ao final do mês de Julho ficar disponível a 100 por cento na rede consular“. No âmbito desta reestruturação consular levada a cabo pelo Governo português, está previsto o redimensionamento da rede existente por todo o globo, sendo Paris

um exemplo. À semelhança do consulado da capital francesa, também o consulado de Londres será alvo de uma reestruturação, segundo o secretário de Estado. „Todo o processo de reestruturação consular foi lançado à rede mundial que Portugal dispõe e a rede consular tem uma dimensão que, relativamente a Portugal, é considerada das mais fortes“, disse. „Há um esforço extraordinário de Portugal, também orçamental, para podermos proporcionar este serviço às pessoas na vertente do

serviço público e portanto essa é a razão de ser da reestruturação“, disse. Apesar do ligeiro atraso „relativamente à própria modernização, o caso de Londres enquadra-se nesse plano“, justificou. „Acredito que no mês de Setembro temos todo o processo de transformação concluído e com uma estrutura equivalente em termos funcionais à de Paris“, acrescentou. Igualmente presente nesta visita ao consulado geral de Paris esteve o secretário de Estado da Justiça,

Tiago Silveira. „Antes desta reforma, as pessoas tinham que esperar cerca de quatro meses para terem o registo de nascimento, de casamento, um divórcio resolvido, mas agora, porque os consulados passaram a utilizar directamente as aplicações informáticas dos registos, estes passam a fazer-se imediatamente no consulado“, declarou. Desta forma, „Portugal fica mais próximo dos portugueses no estrangeiro e isso significa também melhores serviços públicos“, considerou Tiago Silveira.

António Braga pede a todo o Governo Novo consulado virtual português “revalorização” dos emigrantes inaugurado nos arredores de Paris O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, alertou para a necessidade de todo o Governo se empenhar na „revalorização dos portugueses que vivem no estrangeiro“, traduzindo-se „em acções concretas“. „Estou a salientar que a realidade dos portugueses que vivem fora de Portugal não pode ser desconsiderada e, muito menos, esquecida e é também esse o papel que cabe ao membro do Governo que tutela esta área“, defendeu o governante, em declarações à imprensa à margem de uma visita ao consulado geral de Paris, França. António Braga salientou a urgência de reforçar „a componente de visibilidade e reconhecimento até no lançamento de programas e acções que contemplem de forma constante essa parceria ou essa relação com os portugueses que vivem no estrangeiro“. „Falo de uma população estimada em cerca de cinco milhões de cidadãos, em empresários, cujo levanta-

mento ultrapassa já cerca de 120 mil empresas, falo num conjunto de indicadores que são indissociáveis desta realidade“, disse. Instado a mencionar acções concretas, o secretário de Estado apontou medidas „no domínio da economia, da cultura, da preservação da língua“. „Mas isso também tem que ter contrapartidas para Portugal na revalorização interna do peso específico da própria comunidade portuguesa que vive no estrangeiro“, salientou. De acordo com António Braga, „os programas dedicados ao estímulo ao investimento em Portugal têm que levar em conta estes parceiros que vivem fora de Portugal“. Relativamente aos programas destinados às parcerias entre empresas, em particular, estes „têm que levar em conta o tecido empresarial titulado por portugueses que têm lugar em diferentes países do mundo e que têm lugar privilegiado do ponto de vista da competitividade e da economia cada vez mais global“.

As comunidades portuguesas residentes nos arredores de Paris podem agora ver reforçada a rede consular com a instalação de mais um consulado virtual inaugurado pelo secretário de Estado António Braga. Na sequência do redimensionamento da rede consular, „a construção deste consulado virtual permite que as pessoas possam dirigir-se ao consulado através da Internet“, declarou o secretário de Estado das Comunidades, à margem da inauguração do consulado virtual na Associação Portuguesa Cultural e Social (ACPS) em Pontault Combault, nos arredores de Paris. António Braga explicou as mais-valias deste equipamento semelhante a uma ‘caixa automática’, ou seja, „autónomo, que se instala em diferentes lugares públicos ou associações destinado a facilitar o acesso das pessoas por via da internet“. Mas esta modalidade só estará acessível aos cidadãos portugueses portadores de um código de acesso e respectiva palavra passe, podendo „aceder ao consulado virtual a partir

de casa, se assim o entenderem“, explicou o governante. Ressalvando que o propósito deste equipamento é o de „permitir a massificação do acesso das pessoas em situação de relacionamento no mundo associativo“, António Braga fez um balanço positivo desta medida alternativa. „O consulado virtual é uma iniciativa que neste momento tem cerca de 1.200 actos concretizados por mês, o que é ainda pouco“, reconheceu o secretário de Estado das Comunidades, justificando que „é o início de uma nova ferramenta que só agora se concretiza“. Este equipamento está já instalado em diferentes pontos do globo, com 75 equipamentos já instalados ou em fase de instalação, acrescentou. „Temos um calendário e um mapa: numa primeira fase ambicionamos instalar à volta de 200 quiosques multimédia (consulados virtuais) no mundo inteiro e depois fazer a avaliação do uso desse equipamento“, referiu ainda António Braga.

5

Comissão Cívica e Política quer emigrantes a votar nas autárquicas em Portugal

A Comissão Permanente da Participação Cívica e Política defende que os emigrantes portugueses votem nas eleições para as juntas de freguesia e câmaras municipais em Portugal, desde que mantenham uma ligação forte ao país. Segundo disse o presidente da referida Comissão, Paulo Marques, a ideia foi lançada no decorrer da reunião de trabalho de dois dias em Lisboa Para Paulo Marques, „uma ligação forte a Portugal“ pode traduzir-se na construção de uma casa na freguesia de nascimento, ou em deslocações anuais ou mais do que uma vez por ano à terra natal, levando os emigrantes a interessarem-se pela política local. No encontro que a Comissão Cívica e Política do Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP) manteve com a Associação Nacional das Freguesias (ANAFRE), o tema foi abordado devendo agora ser „amadurecido“ para que mais tarde (eventualmente na próxima legislatura) sejam tomadas as medidas necessárias para concretizar esta pretensão dos emigrantes, como já acontece em Espanha e Itália. Na opinião de Marques, que cumpre actualmente o seu terceiro mandato no CCP e é autarca em Aulnay-sous-Bois (França), o facto dos emigrantes portugueses votarem presencialmente nas eleições presidenciais, por correspondência nas legislativas e novamente através de voto presencial e durante três dias nas europeias, cria alguma confusão.


6

Opinião

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Por Paulo Pisco

Novos Caminhos para as Comunidades

A

acção do Governo e do PS relativamente às Comunidades tem sido altamente inovadora, porque comporta uma enorme mudança na forma de relacionamento com os portugueses que vivem e trabalham no estrangeiro, numa postura de igual para igual e de valorização efectiva da sua situação, mas sem o paternalismo que em alguns governos passados existiu. Seria por isso bom que também os responsáveis políticos e outros líderes das comunidades abandonassem uma postura própria de há trinta anos, ainda ancorada na visão da “mala de cartão”, como se o mundo não tivesse evoluído nas últimas décadas e não fosse necessário levar em consideração aspectos como a existência das segundas e terceiras gerações com atitudes e interesses muito diferentes dos seus pais e avós, a rápida e enorme evolução das tecnologias de informação e comunicação e o acréscimo de mobilidade a nível global, mas sobretudo no espaço da União Europeia, que vieram transformar radicalmente as

relações de trabalho e de proximidade entre os portugueses, onde quer que estejam. A abordagem dos problemas das comunidades não deve ser instrumental, quer dizer, levar mais em consideração o cálculo eleitoral para conseguir votos nas eleições, do que apontar caminhos para que as nossas comunidades se integrem bem e tenham as melhores oportunidades nos países que escolheram para viver. Uma abordagem instrumental das nossas comunidades tende a considerá-las apenas na relação a Portugal, como se fossem uma espécie de nichos de mercado eleitoral, quando, pelo contrário, deveríamos era estar todos apostados

em valorizar muito, mas muito, a inserção dos portugueses na cidade, região e país que escolheram para viver, trabalhar e educar os filhos. No que se refere ao movimento associativo, por exemplo, é inquestionável a sua importância para os portugueses, mas as associações devem fazer tudo para evitar funcionarem como “guettos” ou serem utilizadas como forma de esconder dificuldades de integração e de relacionamento com os cidadãos e as instituições dos países de acolhimento. Este é um tema que deveria ser discutido e analisado por todos e é tão importante como debater as razões pelas quais se assiste ao enfraquecimento e à morte de tantas

É importante referir que os problemas mais graves que havia nos consulados foram resolvidos, como acontecia em Genebra e no Luxemburgo. Só Londres, apesar de algumas melhorias, precisa ainda de se adaptar melhor à grande comunidade e às suas características particulares, estando já previstas também mudanças para breve. Na Alemanha, um dos casos que merece relevo é a mudança de instalações e a respectiva melhoria de condições do consulado de Hamburgo.

Publicidade

associações. É óbvio que deve igualmente ser reforçada e melhorada a ligação a Portugal, mas nesse aspecto é preciso reconhecer que o Governo tem agido bem ao criar uma relação com as comunidades em que prevalece a modernidade a partir de uma valorização das iniciativas dirigidas a empresários, jovens, artistas, cientistas, numa relação descomplexada e adulta e que vai ao encontro da mudança de mentalidades nas Comunidades. Além disso, é importante referir que os problemas mais graves que havia nos consulados foram resolvidos, como acontecia em Genebra e no Luxemburgo. Só Londres, apesar de algumas melhorias, precisa ainda de se adaptar melhor à grande comunidade e às suas características particulares, estando já previstas também mudanças para breve. Na Alemanha, um dos casos que merece relevo é a mudança de instalações e a respectiva melhoria de condições do consulado de Hamburgo. Quando olhamos para as reformas do Governo do PS em matéria de comunidades, devíamos compreen-

der o seu significado e o seu alcance. A reforma consular com a aplicação massiva das tecnologias de informação e comunicação, o consulado virtual, o reforço do relacionamento com os empresários, a contratação local de professores, o apelo determinado ao envolvimento cívico nos países de acolhimento, as políticas de natureza social, onde agora se pode incluir a contagem do tempo de tropa para efeitos de reforma, ou a valorização das novas gerações, são apenas alguns aspectos destes novos caminhos que estão a ser seguidos, em que os portugueses a residir no estrangeiro são efectivamente encarados como cidadãos plenos. E é assim que se dignificam as nossas comunidades. Com um trabalho lúcido, responsável e reformador, que o Governo do Partido Socialista de José Sócrates (e a Secretaria de Estado das Comunidades de António Braga) tem vindo a implementar.

Paulo Pisco é Director do Departamento Internacional e de Comunidades do PS

Fala o Leitor O futuro das associações

Portas Janelas Estores

experiência nos merca18 anos de dos alemão e português na área de montagem, reparação de janelas, estores ou portas principais. Com qualidade, rigor e pontualidade alemã e a criatividade portuguesa

RMF- Rodrigues GmbH Está a pensar construir ou renovar a sua casa em Portugal ou na Alemanha? Contacte-nos!

Estamos ao seu dispor para qualquer parte do país Hindenburgstraße 22/1 71394 Kernen Telefon (0049) (0)7151 / 4 72 06 Telefon (0049) (0)7151 / 4 30 04 Telefax (0049) (0)7151 / 4 73 08 Mobil 0173 / 9 59 52 15 www.rmf-rodrigues.com E-Mail: info@rmf-rodrigues.com

Li no último número do “Portugal Post” um comentário de um leitor do jornal intitulado “Tempo de despertar” que escrevia sobre a grave situação que a associação portuguesa em Bona esta viver, deixando no ar que a associação pode ter os dias contados. Se é verdade, e da forma como o leitor escreve leva-nos a pensar que sim, esta é uma situação que tem que obrigatoriamente pôr a pensar tudo e todos. Pois se entre todas as associações há algumas conhecidas como bem estáveis uma delas é a Associação Lusitânia de Bona. Isto quer dizer que se a Associação em Bona deixar de existir não é exagerado dizer que está em causa a existência de todas as associações. Se uma das mais estáveis está a viver uma situação difícil, então que dizer das outras que se batem com problemas financeiros e de gente para as manter de pé? Pelo “Portugal Post” tem-se

sabido que existe uma Federação de Associações. Penso que esta Federação devia fazer um apanhado das associações com problemas , organizar uma comissão onde todas as associações estivessem representadas e levar às nossas autoridades uma proposta para salvar o que vai restando das associações. Parece que todos estão à espera que as coisas se resolvam sozinhas e enquanto se espera vai morrendo uma hoje, outra amanhã, outra depois e assim sucessivamente. Também gostava que o “Portugal Post” como porta-voz da comunidade escrevesse mais e alertasse para a situação das associações. Como diz o leitor, não podemos assistir sem fazer ao deitar fora todo o esforço que as gerações anteriores dedicaram à construção das associações. António Marques Colónia


Comunidade Alemanha

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

7

Europeias

Eleições locais

Abstenção ganha eleições na Alemanha

Portuguesa falhou eleição para Assembleia Municipal de Ravensburg A portuguesa Maria do Céu Campos falhou a eleição para a Assembleia Municipal de Ravensburg, nas autárquicas , a que se candidatava nas listas da União DemocrataCristã (CDU), da chanceler Ângela Merkel.

As últimas eleições para o Parlamento Europeu teve, na Alemanha, um claro vencedor: a abstenção. De 11520 inscritos nos cadernos eleitorais, apenas 425 votantes deslocaram-se aos consulados para votar. Numa apreciação nua e crua sobre a participação eleitoral na Alemanha conclui-se que foram votar os militantes dos partidos que trouxeram famí-

mento europeu na vida dos cidadãos pode explicar algumas das razões que levam os eleitores a ficarem em casa. Também os representes dos partidos portugueses na Alemanha tentam encontrar explicações para tão grande abstenção. Artur Amorim, presidente do PSD na Alemanha acusa o Governo “por não produzir informação suficiente sobre o modo de votar nestas eleições porque muitas pessoas pensavam que iam votar por correspondência”.Amorim diz ainda que “houve

dida, pois vota e torna a votar e as coisas em vez de melhorar pioram”. Rui Paz, numa análise mais profunda, aponta culpas pela abstenção à “direita conservadora, à social-democracia e à maior parte dos partidos socialistas europeus” que desacreditam a democracia e “proíbem os cidadãos de se pronunciar sobre as decisões mais importantes respeitantes à União Europeia”. Feitas as contas o PSD ganhou por uma margem mínima as eleições europeias neste país. Com um total

„Fiquei muito aquém do que esperava, mas paciência, a vida continua, e há muito trabalho para fazer“, disse Maria do Céu Campos, que obteve 1910 votos e precisava de quase seis mil para ser eleita. Na Alemanha, os candidatos às autárquicas apresentam-se em listas partidárias, mas depois são eleitos para as assembleias municipais e assembleias de freguesia os nomes mais votados, independentemente da formação política. Céu Campos também não logrou ser eleita para a Assembleia de Freguesia de Eschach, em votação em que obteve 547 votos, mas precisa de cerca de 700 votos. Em recente entrevista (ver em www.portugalpost.de) , Maria do

Céu Campos, que vive há 33 anos na Alemanha, manifestou o desejo de que os seus compatriotas fossem politicamente mais activos na sociedade de acolhimento. „Acho que todos podem fazer alguma coisa, seja em que partido for, não podemos estar à espera que as coisas caiam do céu“, disse a cidadã portuguesa, de 56 anos. A sua recandidatura à Assembleia Municipal de Ravensburg, onde moram cerca de 260 portugueses, foi o corolário das actividades sócio-políticas que tem desempenhado nesta cidade no Sudoeste da Alemanha, a par da actividade profissional numa grande firma de engenharia, e da vida familiar. Em 1985, foi eleita para a direcção do Centro Português de Ravensburg, a partir de 1989 integrou o Conselho dos Estrangeiros junto da câmara municipal, em 1999 foi convidada pela primeira vez para ser candidata da CDU às eleições autárquicas, e a partir de 2001 passou a fazer parte da direcção distrital dos democratas-cristãos. Em Ravensburg moram cerca de 260 portugueses, mas quando há eleições, quer para órgãos de poder em Portugal, quer na Alemanha, „a abstenção é muito grande“, lamenta a candidata portuguesa. FA. Publicidade

Votação por área consular Düsseldorf

PPD /PSD PS CDU B.E. CDS/PP

Estugarda

Hamburg Osnabrück

Frankfurt/ Berlin Europa Leste

17 23 45 10 2

42 32 18 9 1

32 36 20 5 1

28 24 15 19 4

119 115 98 43 8

97

102

100

90

totais

lia e amigos. As urnas nos consulados estiveram abertas durante três dias das 8h00 às 19h00 e imagine-se a tremenda desilusão das pessoas que assistiam às mesas: funcionários dos consulados e representantes dos partidos. Feitas as contas no final, e depois dos resultados apurados pela Direcção Geral da Administração Interna, a abstenção na Alemanha situou-se nos 96,31 %. Nas últimas eleições para o mesmo parlamento, em 2004, a abstenção foi de cerca de 70%, sendo que aqui os cidadãos votaram por correspondência. Temia-se, pois, que estas eleições teriam uma abstenção significativa. O desinteresse por estas eleições aliado à falta de informação e à inexistência de acções de esclarecimento dos partidos sobre a importância do parla-

muita gente que decidiu votar nos partidos alemães. As pessoas também não estavam informadas sobre os prazos de recenseamento”, disse o líder social-democrata na Alemanha, que se mostrou satisfeito com a vitória do seu partido na Alemanha. O PS, pela voz de um seu militante da área consular de Dusseldorf, Manuel Botelho, disse que a abstenção “retrata um pouco aquilo que aconteceu em todo lado. Em boa verdade há que fazer um trabalho sério em que todos estejamos envolvidos para não se verificam valores de abstenção como os que aconteceram nas última eleições para o parlamento europeu. Penso que criticar o Governo pela abstenção é cair na critica fácil e na demagogia” Já o PCP, pela voz de um seu responsável na Alemanha, Rui Paz, diz que “há muita gente que está desilu-

de votos de 119 contra 115 do PS, o PSD obteve 30,35 % contra os 42 % conseguidos em 2004, enquanto o PS se fica pelos 27,06%, muito abaixo dos 39% conseguidos nas anteriores eleições. A CDU conserva o 3º lugar mas sobe de 2,54% (2004) para 23,06% (2009). O BE sobe igualmente de 1.35 (2004) para 10,12% (2009). A surpresa cabe a CDU, coligação PCP-Verdes, que consegue ser a primeira força política na área consular de Düsseldorf. Nesta área, a CDU obtém 45 votos dos 97 entrados nas urnas. Na Europa o Partido Socialista baixa de 45.99% (2004) para 30.9% (2009). O PSD cai de 34,68% (2004) para 28.54% (2009). A CDU fica em 3º lugar, mas sobe de 4.15% (2004) para 17.31% (2009). O BE passa de 1,87% (2004) para 9.81% (2009).

Ainda não recebe o PORTUGAL POST em sua casa? Ligue-nos e informe-se: 0231-83 90 289

www.portugalpost.de


8

Comunidade Alemanha

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Centro Português de Singen aposta no Futebol Feminino

Hamburgo

Moto Clube Português realiza encontro anual com festa rija

Fotos: joão Ferreira

Em cima, plantel de uma das equipas feminina. Na foto mais pequena: Paulo Reis e a senhora Marion Mirtthes Paulo Reis, responsável pela secção de futebol feminino do Centro Português de Singen, é um exemplo vivo de quem através de desporto integrado numa associação lusa consegue dar a uma colectividade um verdadeiro rumo e um sentido válido à sua existência. Orientando 97 atletas, 59 dos quais são do sexo feminino, Paulo Reis, viu recentemente o seu trabalho reconhecido aquando da apresentação oficial de quatro equipas de futebol feminino com raparigas com idades dos 5 aos 21 anos que vão participar no campeonato da época 2009/2010 da região de Boden See. Centenas de pessoas e familiares dos atletas puderam assistir a um espectáculo maravilhoso da apresentação das equipas do Centro Português de Singen. Presente na cerimónia, Marion Mirtthes, responsável pelo futebol

feminino da região do Boden See, disse sentir orgulho por uma instituição estrangeira ter a coragem de ultrapassar as suas próprias fronteiras e abrir-se à sociedade de uma forma clamorosa através de um trabalho reconhecido como muito útil, não apenas à sociedade onde está integrada, como à construção da personalidade de muito jovens que através do desporto aprendem a respeitarem-se mutuamente e a crescerem de forma saudável física e moralmente. A senhora Mirthes elogiou ainda as atletas e toda as equipas técnicas que, depois dos seus afazeres, se entregam ao trabalho que contribui para engrandecer os atletas e promover o futebol feminino. Paulo Reis aproveitou a presença do PORTUGAL POST para fazer um apelo aos empresários e instituições que queiram apoiar as equipas do Centro Português de

Singen através da oferta de equipamentos e, assim, tornarem-se patrocinadoras das várias equipas. Paulo Reis disse-nos que “todos sabem que as colectividades se debatem com a falta de recursos materiais e financeiros”, por isso “as ajudas são bem-vindas” porque o trabalho que Paulo Reis e o Centro Português de Singen estão a levar a cabo no campo do desporto para as crianças e jovens é valioso para todos. Empresas que queiram informações para oferta de equipamentos podem faze-lo através do correspondente do PORTUGAL POST em Singen João-Manuel Ferreira Fon: 07731/41281 joao.m_ferreira@web.de João Ferreira Correspondente Publicidade

Restaurante -

Dortmund-Marten

Altes Brauhaus Seit 1900

Cozinha clássica alemã Gastronomia portuguesa Sala com capacidade até 60 pessoas para todas as ocasiões festivas

Inh. Teresa Wirtz

Altes Brauhaus Martener Str. 297 44379 Dortmund As nossas especialidades: 0231 - 39981424 Brauhaus Fiteteller Horário de Abertura Zwiebel-Schnitzel Terça a Domingo 9.00 - 1.00 Schnitzel “Wiener Art” Descanso. Quartas Spargelkrüstchen Venha também lanchar com a Mais especialidades de sua familia e passar uns bons Carne e de peixe. Visite-nos!!!

momentos com café e os nossos saborosos bolos

Aspecto da procissão realizada em hamburgo. Foto: Paulo Alexandre Os dias 23 e 24 de Maio passado foram dias grandes para o Moto Clube de Portugueses em Hamburgo. Para além do encontro anual, os motardes lusos de Hamburgo participaram activamente na procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima e na missa que partiu da Domkirche St Marien e que foi um momento bonito de se ver. Isto no Domingo. Já o Sábado foi dia de festa rija diante do conhecido restaurante O Oliveira, em Bilbrok. Houve animação e música com os grupos B-Mad-Rock e o Brush your Monkey. Fundado em 2004 por um grupo de amigos que sempre tiveram paixão pelas motos, o Moto Clube nasceu em conversas de café do tal grupo amigos que participavam a título individual em concentrações. Foi no dia 15 de Dezembro de 2003 que quatro amigos decidiram arrancar com a ideia que, como se disse, tinha nascido em conversas de café. Começaram pela criação de um emblema que os distinguisse dos outros clubes já existentes; escreveram estatutos de acordo com a lei, e daí

até hoje já aderiram cerca de vinte e cinco membros que possuem o emblema oficial do clube que é atribuído depois de um ano da adesão dos seus membros. Convém dizer que Clube Moto tem muito simpatizantes, isto é, membros que ainda não têm o tal emblema que identifica os sócios A adesão de novos membros está dependente de diversos factores que têm a ver com o comportamento de cada indivíduo: ter um comportamento morar e cívico exemplar na sociedade, nem ter má fama. Falta dizer que o Moto Clube realiza durante o ano diversas manifestações: passeios turísticos, participação em concentrações de motardes com outros clubes na Alemanha: a missa anual do motard português, etc.. O Moto Clube esta aberto a todos os motards de todas as nacionalidades que residam na região de Hamburgo e arredores Mais informações em www.mcph-ev.de Paulo Alexandre Correspondente


Comunidade Alemanha

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Neuss chora um amigo O Jorge Avelar deixou-nos fisicamente mas o seu exemplo permanece Quem era o Jorge Avelar? Uma coisa é certa, a luz da solidariedade e do afecto transparecia no seu modo de ser e de actuar. Este fluxo de luz era tão intenso e límpido que transbordava sem qualquer filtro, ignorando nacionalismos, estratos sociais ou idades. Provocou a integração a vários níveis, no desporto, no convívio internacional, na organização da festa da cidade, uma das maiores festas deste estado. Foi treinador duma equipe de jovens de diversas nacionalidades. Há anos que diversas núcleos de portugueses na Alemanha se solidarizaram com o Dr. Manfred Prinz numa acção solidária com as crianças da Rua em Moçambique. O Jorge Avelar no seu lugar de trabalho provocou um fluxo de solidariedade junto dos seus colegas. O fruto da sua maneira de ser expressou-se com muita objectividade na comitiva que o acompanhou à sua ultima morada. A saudade espelhava-se em cada rosto dos presentes. Os seus pupilos do futebol devidamente vesti-

Jorge Avelar

dos, com seus pais, amigos, colegas do grupo das festas, de trabalho, fizeram-se apresentar em peso. Era uma Sexta-feira ao meio-dia. A Associação Portuguesa de Neuss esteve presente em peso. Esta instituição constituiu muitas vezes a sala de visitas para os seus amigos, que não distinguia pelo colorido da nacionalidade. O seu Sportinguismo era firme, pelo res-

GENTE Sílvia Dias é para a maioria dos portugueses aqui residentes um nome desconhecido talvez porque da sua biografia não conste qualquer ligação às iniciativas da comunidade. No entanto, esta jovem portuguesa é uma estrela no firmamento da música que se faz e se canta na Alemanha. Esta cantora luso descendente de 23 anos de idade tem merecido muitos elogios da imprensa alemã, não apenas porque o seu último Single “Thank You” constitui uma sensacional revelação, mas também porque a sua presença em palco faz dela uma cantora muito requisitada para concertos dentro e fora da Alemanha . A sua voz forte, meiga e, ao mesmo tempo sensual, faz desta cantora um caso de sucesso e, naturalmente, uma artista com um potencial enorme de ascensão no mundo da música.

peito que nutria pelas diferenças de cores. Conseguia alegrar-se com a vitoria dos seus rivais. Neuss ficará mais pobre? Terá ele na verdade desaparecido dos nossos horizontes? Acho que não, ele continuará vivo nas nossas memórias e a sua obra, o seu bom coração, continuará a bater naqueles que lhes irão seguir as pegadas. Deste palco que é o Portugal Post, queremos alongar as nossas mãos e abraçar todos os teus familiares e amigos que com tanto carinho e abnegação te acompanharam, em especial nestes anos de luta que não conseguiste vencer. O teu desejo, segredado alguns dias antes ao autor deste artigo, irá ser cumprido: a celebração duma Eucaristia como um encontro a outro nível dos amigos que soubeste e bem semear. É a celebração da amizade, da solidariedade em agradecimento a Deus que também em ti colocou essa centelha da Sua luz que não deixou de brilhar. Quantas flores te ofereceram nesse dia!...de certeza que serias unânime com o Frei Daniel, que com o carinho que lhe é peculiar, te acompanhou à última morada e afirmou que é premente distribuir mais flores misturadas de sorrisos e de gestos de gratidão durante a vida. Foi o que fizeste. Obrigado amigo Jorge! José Gomes Rodrigues

9

União Lusitana Rhein Neckar e.V.

A união faz a força

Fundada a 20 de Junho 1998, a Associação União Lusitana Rhein Neckar e.V., muitas vezes designada por Centro Português de Weinheim, acabou de completar no passado dia 20 de Junho mais um aniversário. Assinalado com um jantar-convívio onde ao mesmo tempo se comemorou o já tradicional Dia do Sócio, ao qual os sócios compareceram em grande número. Dia esse, que todos os anos tenta juntar o maior número de sócios em convívio na nossa “casa”, pois eles bem o merecem. São os sócios que muitas das vezes asseguram a prestação de serviços, quer no nosso bar, quer noutros eventos para os quais são muitas vezes solicitados pela Direcção. Não podemos esquecer também os amigos desta “casa”, que mesmo não sendo sócios, também eles nos ajudam nas mais diversas formas. A todos aqueles que trabalharam para que fosse possível fundar esta “casa”, mas também para aqueles, que desde esse dia e, sempre que podem, não deixam de dar o seu contributo a esta Associação e assim fazem com que a nossa “casa” seja o principal ponto de encontro dos Portugueses da região de Rhein Neckar Kreis, a todos prestamos aqui uma merecida homenagem . Pedimos, ainda, o apoio de toda a restante comunidade portuguesa da região para que se junte a nós nesta “cruzada”. São todos bem-vin-

dos ,e se possível, seja mais um dos nossos sócios! E como parar é morrer, a actual Direcção Liderada pelo Presidente Constantino Guimarães não tem parado de trabalhar no sentido de desenvolver um programa cultural e desportivo que possa envolver principalmente os nossos sócios, programa esse, que inclui: um grupo de dança sempre pronto a animar qualquer festa, a prática de futebol e futsal com a participação em vários torneios, actividades lúdicas como desenho e pintura, para as quais convidámos os alunos e pais dos Cursos de Língua e Cultura Portuguesas da região a participar; um Campeonato de sueca que se disputa em 26 jornadas e que este ano conta com a participação de 13 equipas, equipas essas que disputam também a Taça da Liga (sueca). Esta iniciativa vai já na segunda edição e tem tido imenso êxito, pois trata-se de uma tradição nos centros portugueses. Estamos a estudar a possibilidade de organizar uma Liga dos Campeões (sueca) com as melhores equipas das Associações e Centros Portugueses que queiram participar. Com todas estas actividades procuramos manter sempre o equilíbrio entre receitas e despesas, de modo a assegurar o futuro da nossa Associação. A Direcção tudo fará para que os sócios se orgulhem de fazer parte desta grande “família” que é a União Lusitana .

Se ainda não sabe onde pode encontrar a União Lusitana aqui segue a informação: Händelstr. 38 69469 Weinheim Já agora aproveita-s para anunciar o torneio de futsal que terá lugar a 10 de Outubro em Weinheim para equipas não federadas. Poderá obter mais informações através do email vitorlima7@msn.com


10

Entrevista

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Élia Rodrigues, Directora Coordenadora do Centro de Negócios da AICEP na Alemanha

“Apoiamos projectos de empresas portuguesas na Alemanha que pretendam investir em Portugal” O discurso do Presidente da República dirigido aos portugueses aquando da sua deslocação a Osnabruck, em Março passado, o qual apela aos portugueses aqui residentes para ajudarem na promoção do país dá o mote a uma entrevista feita por escrito à senhora Élia Rodrigues (na foto), directora da aicep Portugal Global em Berlim, “entidade pública responsável empenhada em desenvolver um ambiente de negócios competitivo que contribua para a globalização da economia portuguesa”.

conhecido até esta data para o período de Verão de 2009, em especial para as regiões do Algarve e da Madeira, o Turismo de Portugal está convicto que esta iniciativa vai atingir os objectivos propostos, apoiando os parceiros alemães num momento difícil no mercado.

Foto: aicep

Mário dos Santos PORTUGAL POST- Durante a sua deslocação à Alemanha, o Presidente da República num discurso público disse , e citamos, que “Portugal necessita, hoje mais do que nunca, da ajuda da sua Diáspora”, acrescentando ainda que conta com a colaboração de todos “para que possamos aumentar as exportações de produtos e serviços portugueses” .” Que planos tem a aicep Portugal Global para concretizar este apelo do Presidente da República? Élia Rodrigues - A Alemanha continua a desempenhar um papel muito importante como parceiro comercial tanto como cliente, como fornecedor: é o nosso segundo Mercado, para onde vendemos, em 2008, mais de 4 mil milhões de euros. Ao contrário do que acontece noutros mercados, a exportação de Portugal para a Alemanha tem uma composição muito industrial, em parte motivada pelas muitas empresas alemãs estabelecidas no nosso país: máquinas, aparelhos, veículos, produtos químicos representam mais de 50% das exportações portuguesas para a Alemanha. Os produtos de consumo tradicional, como os vinhos, os têxteis correntes, as loiças, têm muito pouca expressão no nosso fluxo de exportação para cá. Por exemplo, os nossos vinhos vendidos para a Alemanha não chegam a 1% do total de todos os produtos que Portugal vende neste grande país! Para melhorar esta situação, as autoridades portuguesas sabem que podem contar com o peso e a influência da comunidade portuguesa neste país, que tão bem representa as nossas cores com os seus restaurantes e lojas de produtos portugueses. Como devem conhecer, publicámos há uns anos um pequeno guia dos

restaurantes, cafés e lojas portuguesas, que tem tido grande procura, apesar de já se encontrar algo desactualizado. Está prevista a sua actualização para breve. Estou na Alemanha há muito pouco tempo, mas apraz-me registar a existência de uma comunidade portuguesa empresarial muito dinâmica, bem inserida na sociedade alemã, com quadros próprios, com um porta-voz muito representativo que é o Portugal Post. Esta é uma situação que não encontrei noutros países onde tive oportunidade de trabalhar. Para a nossa actividade, todos os produtos são importantes, daí estarmos presentes em todas as feiras onde haja um pavilhão de Portugal, apesar de, actualmente, a participação em feiras já não ser da nossa responsabilidade, mas sim das Associações sectoriais. Ainda recentemente, acompanhámos pessoalmente uma grande prova de vinhos portugueses em Wiesbaden e participámos com um bom stand na feira de Turismo, Imex, em Frankfurt. A nossa actividade na Alemanha é, por um lado, o de apoiar as empresas portuguesas nas feiras, organizar contactos, informar sobre os importadores no mercado; por outro lado interessa-nos seguir as acções das empresas alemãs que investem no estrangeiro e apresentar-lhes as vantagens de Portugal, muito em especial nos sectores das indústrias automóvel, electrónica, informática,

A

energias renováveis e serviços. Escusado será dizer que apoiamos igualmente os projectos de empresas portuguesas na Alemanha que pretendam investir em projectos estruturantes em Portugal. Muito importante é também o Programa InovContacto, patrocinado pela UE, e totalmente gerido por nós, através do qual jovens licenciados portugueses são colocados, por um período de tempo limitado, em empresas no estrangeiro. Muitas empresas portuguesas na Alemanha já beneficiaram deste programa. Na edição actual, alguns dos 13 estagiários no país estão a trabalhar em empresas portuguesas. O programa continua, vai começar em breve a divulgação da próxima edição. Trata-se de um programa, cujo objectivo principal é o de apoiar jovens portugueses, residentes ou não em Portugal, nos seus primeiros contactos com o mundo empresarial, sendo que, neste projecto, contamos também com as empresas portuguesas no estrangeiro, neste caso na Alemanha, apelando daqui, via Portugal Post às empresas portuguesas para que se candidatem para receber estes estagiários, sem encargos. Para saber mais sobre a nossa actividade, podem sempre consultar o nosso site Internet: www.portugalglobal.pt PP- Em 2008 Portugal acolheu 779 mil turistas oriundos da Alemanha, o que representa

cerca de 11 por cento do número total de turistas. Já está na posse de números que indiquem, ou não, alguma quebra de fluxo turistico deste país devido à crise económica? É.R. - De acordo com as estatísticas do Turismo de Portugal, tivemos em 2008 cerca de 3,8 milhões de pernoitas e cerca de 780.000 visitantes provenientes da Alemanha. Assim, e no que se refere ao número de noites, a Alemanha é o segundo mercado de origem mais importante, a seguir ao Reino Unido e ainda antes da Espanha, Países Baixos e da França. Embora os números definitivos de Março de 2009 ainda não sejam conhecidos, espera-se para o 1º trimestre do ano uma ligeira redução no número de pernoitas, em especial porque o período de férias da Páscoa no último ano foi em Março, enquanto que este ano foi em Abril. Para 2009, o Turismo de Portugal está optimista em poder alcançar os resultados do ano transacto. Neste sentido, e para poder fazer face a eventuais quebras resultantes da crise internacional que atravessamos, o Turismo de Portugal, através da sua Equipa de Turismo em Berlim, lançou uma grande campanha de marketing em conjunto com os mais importantes operadores turísticos alemães, assim como com algumas companhias aéreas que operam para Portugal. Com base no número de reservas

aicep Portugal Global é uma agência governamental sob a égide do Ministério da Economia que trabalha com um Plano anual de actividades, adaptado às características de cada mercado, às estruturas existentes, às empresas já estabelecidas. Com sede no Porto, a aicep tem escritórios em todo o mundo, actualmente 50 escritórios no estran-

geiro. O objectivo principal é o de contribuir para o aumento das exportações portuguesas, para a internacionalização da indústria e para o aumento do Investimento estrangeiro em Portugal; por acordo com o Turismo de Portugal, as estruturas da aicep no estrangeiro ocupam-se também da promoção do Turismo. Na Alemanha funciona com um Centro de Negócios em Berlim, com estruturas de Comércio e Investimento e de Turismo, sendo esta última chefiada por João Sampaio Castro. De Berlim dependem também os escritórios da aicep em Viena e em Zurique.

PP - Voltando ainda ao discurso do Presidente da República que apelou aos portugueses para promoverem a nossa terra como um destino turístico de excelência. Como é que os portugueses podem ajudar a aicep isto é, o Turismo de Portugal, a promover o país como destino turístico? É.R. - O Turismo de Portugal considera todos os portugueses residentes na Alemanha como representantes privilegiados da Nação Portuguesa como destino turístico, em especial pelo conhecimento pormenorizado que têm de regiões do país e da forma entusiástica como se referem a Portugal nas conversas com amigos e conhecidos alemães ou de outras nacionalidades. Como complemento de informação, o Turismo de Portugal tem ao dispor de todos os interessados uma linha telefónica (0180-5004930) atendida tanto em português como em alemão, onde podem ser solicitadas brochuras e obtidas informações de carácter geral. Simultaneamente está ao dispor para consulta a página www.visitportugal.pt , tanto em versão portuguesa como alemã, que inclui textos e fotografias de todas as regiões portuguesas. Para solicitações de material promocional para associações, escolas, restaurantes, etc, agradecemos o contacto com a Equipa de Turismo em Berlim, edt.berlin@turismodeportugal.pt PP - A aicep continua a pagar renda das instalações em Frankfurt onde funcionava o Turismo de Portugal apesar de não estarem a ser usadas? Se sim, quando é que acaba o contrato de arrendamento dessas instalações e quanto é que está a custar ao erário publico? É.R. - Quanto à questão das instalações da aicep em Frankfurt, posso informar que o contrato foi por nós denunciado no ano passado, e estamos actualmente muito perto de encontrar uma solução satisfatória para aquela situação.


Comunidade Alemanha

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

11

Sport Hamburgo Benfica Desde 1987 que o Sport Hamburgo Benfica tem dedicado a sua actividade ao desporto, mormente no campo do futebol que tem sido uma modadalidade que tem conquistado adesão de muitos benfi- Foto Legenda. Da esquerda para a direita em cima: quistas em Hamburgo. Nascido no 13 de Março de Vice-presidente José Almeida, João 1987 durante um encontro de Paulo, Zézito, Batreuer Beto, Paulino,Metin, Nelito, Lisandro, Patrick, adeptos do futebol no restau- Carvalho, Nelson, Armenio, António, rante Bela Mar. De entre os fun- Manuel, David, Umut, Bruno, Cevdet, dadores, destaque-se o Zé Martins, Addo,Victor, Chico, sr.Mendes Albano, ja falecido, treinador Joao Oliveira, que foi um dos grandes impul- secretário Peter, Treinador Acacio,Hannif sionadores. Informa-se ainda que a partir Ao centro, ao lado do guarda-redes, o do dia deste mês a sede do presidente Fernando Silva Sport Hamburg Benfica vai mudar para a Wendenstraße 130, a 10 minutos do S-Bahn de Hammerbrook Telefone 040-430 59 77 www.sport-hamburg-benfica.de

Pastelaria Portugália Venda ao Domicilio e fornecimento de toda a pastelaria portuguesa para restaurantes, pastelarias, cafés, eventos, público, etc.

Tel.: 02331 – 484804 Mobil 0171 – 645 80 93 Karlstr.32 - 58136 Hagen Inh. Adélio Oliveira

Pense nas coisas boas e doces da vida. Pense em nós!

ESPECIALIDADES: ESPECIALIDADES Robalo no forno, Atum á Algarvia, Caldeirada, Ameijoa Buhão Pato POR ENCOMENDA: Sapateiras, Santolas, Paella Bahnhofstr. 65 – 73312 Geislingen / Steige Tel.: 07331 / 214 347

Boa cozinha •

Terça – Domingo 18.00 – 23.00 horas Terça – Sexta 11.30 – 14.00 horas Domingo ao meio dia só por reserva

Hospitalidade • Bom Ambiente

Werbung kostet Geld, keine werbung kostet Kunden!


12

Crónica

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Alentejo Lá na Amareleja Luísa Costa Hölzl

É com enorme prazer que, ao pequeno-almoço de sábado, abro o meu jornal. O primeiro olhar vai para os títulos da primeira página: o desastre dos bancos mais os discursos dos políticos mais uma qualquer desgraça por esse mundo. Prefiro logo mudar para a última página do primeiro caderno, panorama sobre notícias insólitas, os chamados „faits-divers“, que ocupam mas não preocupam. Ao sábado vem num cantinho uma rubrica intitulada „Mitten in...“, o que significa „no meio de“ com normalmente três ou quatro lugares do mundo, para cada um uma pequena foto e um comentário engraçado sobre qualquer coisa de estranho aí passado. Qual não é o meu espanto quando deparo com o nome „Amareleja“ entre as metrópoles Moscovo e Berlim! A Amareleja...e quando digo este nome não o pronuncio à lisboeta, mas bem à alentejana, pois a Amareleja, encostada à raia, é terra profunda no nosso Alentejo profundo. A foto: um burro, ao lado um ser humano, rapaz ou Publicidade

mulher ou homem. O artigo reza que, sendo o Alentejo terra selvagem, é em grande parte habitado pelo espécimen asino. Não, não se trata de nenhuma anedota alentejana, aliás uma leitura nesse sentido daria azo ainda a mais brincadeiras...tendo eu quase todas as costelas alentejanas, não receio parafrasear este artigo, escrito por um alemão que está de facto a falar de burros eles-mesmos: de 4 patas, calmos, indolentes não deixando de ser trabalhadores... Pois este burro, a puxar  carroças na estreita estrada poeirenta, perto do parque eólico da Amareleja, depara-se com o seu inimigo natural: os bólidos do governo português que, a 220 à hora, num enorme alarde de sinais de luzes, buzinas e até sirenes atiram para a valeta carros ou mesmo camiões descuidados. O burro alentejano, com a enorme indiferença dos burros, apenas vira ligeiramente a cabeça, talvez para melhor seguir a brusca travagem do carro oficial. Mas não se deixa impressionar, continua o seu caminho como se nada fosse. E o artigo acaba: o burro é patrão e senhor daquelas paragens! Este

o conteúdo das poucas linhas sobre o trânsito na Amareleja. Poderíamos em jeito de conclusão imaginar a pachorrenta reflexão do burro: os cães ladram, mas a carruagem passa, sendo que aqui os cães do provérbio seriam os desa-

sem nunca perder o seu carácter entre teimoso e indiferente. Esta história lembrou-me uma outra, passada há quase trinta anos. Princípios de Setembro, o Alentejo profundo, umas quatro da tarde, um

mente comendo quilómetros. Algures depois de Moura (íamos a caminho de Monsaraz), à  beira da estrada, no meio do nada - ainda não havia parques eólicos -  um homem fazia um gesto breve de quem pede boleia. Parámos e convi-

tinados carros governamentais e, metonimicamente, o governo em alarido canino; a carruagem o próprio burro, movendo-se no seu terreno,

calor de rachar, ainda os carros não possuíam ar condicionado, viajávamos vagarosamente, também por estradas poeirentas, paulatina-

dámo-lo a entrar. E aí começou ele a discorrer sobre as vicissitudes daquele dia, que a „camineta da carrera“ não havia passado, que a roda da

Infante Sagres Cabrito à transmontana Feijoada de Búzios Picanha Cozido à Portuguesa Pratos variados de Marisco Grelhados de Carne e Peixe Pão caseiro Sobremesas caseiras Gelados

Restaurante Lüdinghausen Gerência: Paulo Cortes

Wilhelmstr 7 – 9 59348 Lüdinghausen Reserva de Mesas: Tel.: 02591-940 435

Não se esqueça de reservar a sua mesa

Decorado com muito bom gosto, onde não faltam detalhes que evocam o espírito marinheiro do povo português e os seus navegadores, o Infante Sagres tem um ambiente agradável onde apetece estar a degustar as especialidades da casa. E por falar em especialidades,o Gerente Paulo Cortes aconselha vivamente o Cabrito à Transmontana como prato especial no primeiro domingo de cada mês. Venha e traga os seus amigos e familia

carroça do cunhado se havia partido, que ele se nesse dia não chegasse à Amareleja o patrão deixaria de lhe dar trabalho e que depois a patroa (a dele!) o desancava e que isto era uma vida desgraçada ter que alimentar umas quantas bocas, e que a lavoura estava pelas horas da amargura e que feliz ele se sentia de a gente lhe estar dando boleia  e que ora, os senhores, também podiam ter passado e aí é que a sorte se acabava mesmo, pois isto nestes ermos é o lá vai um, e que íamos chegar à Amareleja ainda antes das cinco e que então ele podia ainda falar com o patrão e combinar como seria. De facto, lá chegámos, ainda não eram cinco. Agradecido, quis que tomássemos com ele um copo, lá entrámos no café / taberna da aldeia para molhar o bico. Conversa puxa conversa, outros se juntaram a nós, falouse desta coisa de dar boleia que até pode ser perigoso que anda por aí tanto malandro e tanta galdéria, depois da lavoura e das cooperativas e da Reforma Agrária que isto é tudo a mesma coisa, terra de pouco pão, enfim fomos ficando, ficando, o meu marido alemão bem olhava o relógio e eu interpelei o nosso amigo quando já eram quase seis horas. Bem, afinal, agora também já não valia a pena, isto daqui a nada são sete, o patrão vai embora, amanhã é outro dia. Então, mas regressa à sua casa? Bem, vou ficando por aqui, lá para a noitinha tenho aí um compadre que me leva de retorno. Isto amanhã é outro dia. Quando li a notícia sobre a Amareleja lembrou-me o homem aparentemente cheio de pressa e empenho e que afinal acabou o dia sem resolver um assunto que parecia tão premente. Não, longe de mim fazer críticas ou comparações. No nosso dia-a-dia cheíssimo e activíssimo em que todos nos damos ares de ter sempre de resolver assuntos de vida ou de morte, em que tudo é importantíssimo, uma sombra da calma alentejana só nos ficaria bem. O governo português anda a 220 à hora. E depois? A pressa é tanta que nada vê. E resolve por isso mais e melhor? Tenho as minhas dúvidas...  Já o homem da Amareleja dizia em 1980: isto está mal mas que se lhe há-de fazer? Aí só há a responder com indiferença asinina: continuar o nosso caminho, devagarinho lá chegaremos.


13

Música

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Telmo Pires cresceu na Alemanha com o fado na alma O cantor Telmo Pires é actualmente um dos grandes embaixadores do fado na Alemanha, mas não está de passagem, chegou com os pais emigrantes ainda criança, e manteve a paixão pela língua e pela música portuguesas. “Cheguei aqui com dois anos e meio, frequentei a escola durante 13 anos, mas cresci com o fado, porque a minha mãe era uma grande admiradora da Amália Rodrigues e do Carlos do Carmo e trouxe discos deles”, disse o cantor em Berlim, cidade onde hoje reside. Nos anos setenta do século passado, “ainda não havia televisão portuguesa na Alemanha, aos fins-de-semana, em casa, ouvíamos a rádio portuguesa e os discos portugueses que os meus pais tinham”, explica Telmo Pires. Mais tarde, já na escola secundária, as influências originais do fado sofreram a interferência da poderosa música pop anglo-americana. Telmo foi guitarrista de uma banda de rock, passou a admirar Prince, os U2, Jimmy Hendrix, os Doors, os Hot Chili Peppers. “Só quando tinha 20 anos, acabada a escola, comecei a sentir qualquer coisa que me puxava para outro lado e deixei o rock. Mas primeiro ainda fui pianista de um grupo, escrevia e cantava „chanson française“ e

Telo Pires: “O meu coração está no fado”

também alguns temas em Inglês”, conta o músico português. Estava-se nos anos noventa e o fado na Alemanha estava muito menos divulgado do que está hoje, mas qualquer coisa interior voltou a encaminhar Telmo para as origens. “Uma vez, tinha então 21 anos, fiz um arranjo musical ao piano para o fado ‘Foi Deus’. Cantei-o, e foi assim que começou a minha carreira de cantor português na Alemanha”, explica Telmo Pires. Desde 2001, gravou três CD para os quais escolheu alguns fados conhecidos que também cantou em numerosos concertos ao vivo. Escreveu a maior parte das letras. A interpretação e o acompanhamento musical, com piano e contrabaixo, fogem aos cânones do fado tradicional, mas para Telmo o importante “é o sentimento que o cantor transmite através dos textos e da sua emoção em palco”. Apesar disso, não se considera um fadista, mas sim um cantor português que tem o fado como base. “Nunca cantei fado tradicional, sempre tentei ligar estilos musicais, como o fado, o jazz e a chanson, mas o meu coração está no fado”, garante. O disco mais recente, „Sinal“, lançado em Abril por uma editora independente, é uma parceria com a conceituada pianista de jazz Maria Baptist, e tem 11 temas, todos em português, oito dos quais da autoria de Telmo. Com muitos concerto agendados

em toda a Alemanha, o maior desejo de Telmo Pires é actuar brevemente em Portugal, e o sonho do menino de Bragança parece à beira de se concretizar. “A minha editora já está a tratar disso, estou ansioso por cantar em Portugal, aqui tenho de estar sempre a explicar por que optei pela música portuguesa e não canto em alemão”, gracejou o cantor. Nos concertos, para o público saber o que vai ouvir, Telmo faz sempre em alemão um intróito a cada um dos temas. Defende que o fado pede meças a qualquer género musical: “pode ser cantado em todo o lado e tem o mesmo nível musical do que os blues, o jazz, o flamenco ou o tango”. Este ano, antes de se concretizar o sonho de cantar em Portugal, actuará no Luxemburgo, na Holanda, em França, na Suíça e na Áustria, para públicos diferentes dos que costuma encontrar na Alemanha. Além dos concertos a solo ou em dueto,Telmo Pires é o principal intérprete musical do bailado “Fado Schicksal”, do coreógrafo português Hugo Vieira da Silva, em cena no Teatro de Gera, na Turíngia. A peça teve tal sucesso, graças também às belas interpretações de Telmo Pires, que já há espectáculos marcados até finais de 2009 e não se sabe se ficará por aqui, apesar de ter estado previsto que terminasse após algumas exibições em 2008, no ano da estreia. Francisco Assunção Publicidade


14

Publicidade

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

EsPoral gmbH Uma empresa de venda a grosso e a retalho de produtos alimentares portugueses e espanhóis

Jorge Humberto Figueiredo, Gerente, Carlos Campos e Graça Campos Figueiredo

Fundada em 2003 pelo empresário Jorge Humberto Figueiredo, a EsPoral GmbH é uma empresa de venda a grosso e a retalho de produtos alimentares portugueses e espanhóis. A aposta da Esporal GmbH vai para produtos de grande qualidade para satisfazer todos os seus clientes. Com uma frota de camiões para abastecer uma área do Norte e Centro da Alemanha, a Esporal GmbH goza de um prestigio junto dos seus clientes pela eficiência do serviço prestado. Também com supermercado aberto para venda a retalho, a Esporal GmbH atribui ao comprador particular uma especial atenção com a oferta de uma vasta gama de produtos dos dois países ibéricos.

M&M Wein Import

Peixes congelados, mariscos, bacalhau, pratos semi-preparados, queijos, carnes congeladas, aves, leitão, enchidos, conservas de carne, salgados, conservas de peixe, conservas de legumes, azeite, vinagre, especiarias, massas, produtos secos, café, açucar, sobremesas, vinhos, bebidas brancas, cerveja, água mineral, vinho do Porto, cerveja a pressão, licores, louça de barro tradicional, etc Solicite a nossa lista de produtos e de preços e visita de um nosso vendedor

Oberer Westring 40 33142 Büren Telefon: (02951) 935509 Fax: (02951) 936897 Mail: esporal@t-online.de www.esporal.de

Os nossos camiões colocam os nossos produtos em clientes espalhados pelas diversas cidades da Alemanha:

CLUBE PORTUGUÊS

Vinhos de Qualidade e Mercearia Madeira Tapas Bar Serviço de Almoços, Jantares & Snacks Forstr. 88 Stuttgart West

Especialista em enchidos, fumeiro e queijaria artesanal Hohenheimerstr.42 70184 Suttgartt

Tel.: 0711 - 470 4495 — Fax: 0711 - 470 4495 Transportes de e para Portugal. Telefone e diga-nos o que quer transportar Tel.: 0711 - 470 4495

produtos alimentares portugueses, espanhóis e brasileiros

Loja em Hagen Karlstr. 24 58135 Hagen Tel.: 02331-473338-0

Grossista e venda directa ao público Entregas por toda a Alemanha (1984 -2009) 25 Anos de existência

Não vá sem reservar a sua mesa Fon: 0211 – 770 50 77 www.clube-portugues.de info@clube-portugues.de Venha conhecer um dos restaurantes portugueses mais tipicos na Alemanha. Comer com gosto num ambiente único

... Hummm !!! m Que Bo

Gamba

0231 - 823768

Mais de 2200

Restaurante Tasca

Erkrather Strasse 197 - 40233 Düsseldorf

Schützenstr 73- 44147 Dortmund

Loja em Dortmund Brunnenstr.24 44145 Dortmund Tel.: 0231-8635506

Café

Inh. Manuel Fernandes

Import-Export GmbH

Eis Cafè

Seit 1959 in Dortmund

Fonseca

Karlstr. 24 • 58135 Hagen-Haspe Tel.: 02331- 473338-0 Fax: 443338-21 E-Mail: Fonsecaimport@arcor.de www.fonsecaimport.de

Horário de Abertura Inverno: 10h00 - 20h00 - Verão: 10h00 - 22h00 Todos os dias


Língua Portuguesa

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

15

What língua is esta? Joaquim Peito

U

ma língua viva e em constante mutação, mas também saudável, com nobre genealogia e forte tradição. É assim que Sérgio Rodrigues, jornalista e escritor brasileiro, vê o português, um idioma falado em todo o mundo que tem sabido renovar-se a afirmar a sua singularidade em tempos de globalização e de hegemonia inglesa. É isso mesmo que defende em What língua is esta?, uma colectânea de crónicas curtas editada agora em Portugal pela editora Gradiva. “Este livro entra na barriga alegremente” é a frase que surge na introdução deste livro de Sérgio Rodrigues. A mistura do inglês com o português no título é, só por si, indicador do que se trata no interior da obra, indicação essa que é confirmada pelo subtítulo: Estrangeirismos, Neologismos, Lulismos e Outros Modismos que marcam a oralidade e a escrita de muitos brasileiros, incluindo o Presidente Lula da Silva. Ao brincar com clichés vão-nos sendo apresentados estrangeirismos e alteraç?es que se insinuam na língua portuguesa do outro lado do Atlântico nos dias de hoje. Sem pretens?es académicas, assiste-se nesta obra a um mergulhar nas delícias e nas dores do uso da língua num país que vive fenómenos como o indivíduo que, de pé fincado, se considera o último bastião do bem falar de língua de Camões, ou o que pelo uso das novas tecnologias distorce a gramática no Publicidade

intuito de poupar tempo e trabalho. No seu conjunto, configuram também uma espécie de identificação da língua e dos desafios que ela enfrenta no início do milénio. O Português nunca vai ser estático, nunca o foi. Entre os apocalípticos do conservadorismo, que insistem no rigor estético e gramatical, e os que defendem o contrário, em que tudo é permitido, é possivel tentar encontrar uma posição mais equilibrada. É o que tenta fazer o autor, Sérgio Rodrigues, nas suas crónicas, ensinando, com muita leveza e bomhumor, o que está sendo dito e escrito no país irmão além-fronteiras. É ideal para quem deseja melhorar o Português, mas não se dá bem com o tom académico das gramáticas em geral. É como dizer: “A sua colocação quanto a certo, errado, mais ou menos, bom e ruim, bonito e feio, no que se escreve e no que se fala, está perfeita”. Tem o leitor entre mãos um daqueles livros que faz pensar e rir ao mesmo tempo. Pensar no que se perdeu ou mudou; rir com o optimismo de quem encara a perda ou a mudança simplesmente como passagem a outro estado, tirando partido da travessia. What Língua is Esta? é um conjunto de 48 textos curtos seleccionados que o jornalista Sérgio Rodrigues publicou na imprensa brasileira, bemhumoradas, mas nem por isso menos reflectidas e fundamentadas, sobre o

estado da língua portuguesa do outro lado do Atlântico. Ou será do lado de cá? Tratam de clichês, termos que usamos de maneira errada, adaptações esdrúxulas que fazemos do inglês, onomatopeias e o que mais render assunto para discutir a Língua Portuguesa de um jeito inteligente. Faz a gente pensar mais antes de falar e de escrever. Estas crónicas denotam, pela parte do seu autor, um interesse grande pelo modo como a língua é falada pelos seus conterraneos. Por isso, elas partem sempre da constatação de um uso da língua, ao qual o autor junta a sua piada de humor. Confesso que a leitura foi divertida. e desejo que assim seja a leitura de todos. E também (des)aprendi muito. Imagine que escreveria assim uma fenomenal e bombástica carta de apresentação da minha pessoa: Sou designer free-lancer de uma empresa de marketing, mas já trabalhei como office-boy e com silk-screen, e hoje moro num flat com a minha esposa, o meu baby, uma baby-sitter e crio um pit-bull longe do playground e da pista de skate. Mantenho a forma e contratei um personal-trainner. Ele recomendou-me praticar mountain-bike e wind-surf. Também contratei uma personal-diet que me recomendou um coffee-break com biscoitos diets ou low-carb, e nada de milkshakes, nuggets, waffers, hot-dogs

ou long-necks, pois quero ser um ultra-men forte como o superman. Mas nunca dispenso um fast-food num self-service ao lado do Otelo’s bar, onde sou um cliente vip. Depois da happy-hour, vou ao meu PC, ponho um CD no drive; mas um vírus infectou os seus sofwares e o hardware; por isso contratei um expert com know-how com aparelhos high-tech. Quando ficar pronto, vou ficar on-line na internet e acesssar os chats com o nick de “blood” para pensarem que sou um bad-boy. Acesso ao orkut e vejo se tem scraps no meu profile ou nos fakes que uso para criar posts. Após a hora do rush, pego no meu carro que tem um air-bag que aluguei a um rent-a-car após um test-drive, e vou ao shopping-center comprar um telemóvel com vibracall e ver o preço de um home-teather com até 50% off. À noite, assisto à SIC News e de dia a Band News, mas também assisto aos realty-shows, aos talks-show e nunca perco um round do boxe. Também viajo e quando faço um tour em Lisboa, visito a Lisboa Fashion Week para ver as top-models ou curtir um show de rock, mas em Lisboa eu vou aos night-clubs para curtir um rap, um axé-music ou um programa mais light nos melhores points. Como vêem o estrangeirismo em si não é assim um mal tão grande. A nossa língua é formada por palavras

de origem latina, grega, árabe, francesa, inglesa e... Se fossemos abolir os estrangeirismos, não poderíamos dizer, por exemplo, futebol, porque é uma palavra que vem do inglês (football). O estrangeirismo justifica-se apenas quando não há uma palavra que traduza bem seu significado. Por exemplo: marketing, pizza. Mas todos estes estrangeirismos e invenç?es transformam o português de tal forma e por muitas vezes não faz sentido absolutamente nenhum usá-los sem nenhuma necessidade. O que é necessário é bom senso e uma forte carga de humor para os usar. Só ele, o humor, consegue criar um antídoto que mostre às geraçoes vindouras aquilo que não faz sentido. Mas de quem é a culpa? Uns culpam a globalização, outros o imperialismo económico, outros a tecnologia, outros a net. O facto é que a moda dos estrangeirismos invadiu a nossa língua. Até que ponto é bom ou mau? Bom! A língua é um bem público e social, até um direito. Qualquer ser humano pode usar a língua como bem entender. Cada pessoa é livre de escrever como quiser...desde que as outras a compreendam. Ora vejamos este diálogo numa loja de informática: C – Estava a tentar ver o meu email e ia registar um e-mail quando o computador foi abaixo... T – Mas sabes como é que crachou? Pode ser do seu browser... C – Do meu browser? T – Pois... Chegou a fazer um reboot? C – Sim, mas não resolveu a situação. T – E o modem, é externo ou interno? C – É externo, deixei-o ficar em casa... T – Ora vamos lá ver. (...) Parabéns, adoro o teu screensaver! Não sei se tem como ser radical a ponto de falar que ou é mau ou é bom. Agora, o que não podemos deixar de analisar e criticar é o porquê de usarmos determinada palavra se ela já existe na língua portuguesa? Com um pouco de atenção, interesse e preocupação pela defesa da língua portuguesa, muitos dos termos estrangeiros (sobretudo ingleses) que acrtiticamente são utilizados em português poderiam ser substituídos por palavras portuguesas. Afinal, podemos estudar e adquirir uma segunda ou terceira língua, mas nós já temos uma língua cheia de vocábulos: o português! a) Mail – correio b) E-mail – endereço electrónico c) Crachou – foi-se abaixo, desligouse, deixou de funcionar d) Browser – motor de busca, pesquisador e) Reboot – reiniciar f) Modem – modelador, transmissor (dispositivo para transmissão de dados por linha telefónica g) Screesaver – protector de ecrã


16

Consultório

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Miguel Krag, Advogado Portugal Haus Büschstr.7 20354 Hamburgo Leopoldstr. 10 44147 Dortmund Telf.: 040 - 20 90 52 74

O Consultório jurídico tem a colaboração permanente dos advogados Michaela Azevedo Ferreira e Miguel Krag

Michaela Azevedo Ferreira, Advogada Theodor-Heuss-Ring 23, 50668 Köln 0221 - 95 14 73 0

Heranças, Testamentos e Doações Aceitação, Repúdio e Partilha da Herança Miguel Krag

Além disso, a aceitação da herança é irrevogável. Para se tomar esta decisão, será igualmente importante saber-se que só se será responsável pelas dívidas que possam ser saldadas através dos bens herdados. A fim de se poder comprovar o efectivo dos bens face aos credores da herança, persiste a possibilidade de uma aceitação a benefício de inventário, através da qual se efectuará uma relação dos bens herdados. Para além da aceitação, poder-se-á igualmente proceder a um repúdio da herança. Este também é irrevogável e, ao contrário da aceitação, terá de ser efectuado por es-

Publicidade Advogados ++ Tradutores ++ Serviços

Na edição de Janeiro da Portugal Post tinha já descrito quais os órgãos oficiais a serem contactados em Portugal e na Alemanha, em caso de falecimento de um familiar. Chamei igualmente a atenção para os vários procedimentos administrativos a serem efectuados. No artigo de hoje tratarei dos direitos e deveres dos herdeiros entre si.

De acordo com o direito português, será condição essencial para que alguém se torne herdeiro, que a herança transmitida por lei ou por testamento seja aceite pelo mesmo no prazo de 10 anos. A aceitação poderá ser efectuada por escrito, não sendo porém absolutamente necessário fazê-lo. Também será possível proceder-se à aceitação por comportamento correspondente, como seja, a título de exemplo, ir morar para a casa herdada. Contudo, ao aceitar uma herança, o herdeiro deverá ficar ciente de que só poderá aceitar a totalidade da mesma. Não será possível aceitar apenas os bens e recusar as dívidas.

crito. Se, por exemplo, existirem terrenos, será obrigatória a realização de uma escritura pública. Logo que a herança tenha sido aceite, terá de se proceder à sua administração. Tal caberá ao cabeça-de-casal, cuja nomeação é prescrita por lei na forma já referida em artigos anteriores. O cabeça-de-casal deverá entrar em contacto com a repartição de finanças, administrar um negócio existente, representar os herdeiros no tribunal, etc. Para estes actos, poderá ser apoiado por especialistas na respectiva matéria que serão remunerados através dos bens herdados. A partilha da herança po-

derá ser efectuada extrajudicialmente, através de acordo entre os herdeiros, ou por intervenção dos tribunais. Em determinados casos, como os de terrenos que pertencem ao espólio herdado, a partilha por comum acordo terá de ser efectuada por escritura pública. Será necessário proceder-se a uma partilha judicial, sempre que os herdeiros não cheguem a um acordo, ou nos casos previstos por lei (por exemplo quando um dos herdeiros for menor). Dado que um processo judicial é moroso, dispendioso e geralmente muito desagradável para as pessoas envolvidas, deveria tentar-se sempre chegar a um acordo extrajudicial.

Rechtsanwalt/ Advogado

Catarina Tavares, Advogada em Portugal Rua Castilho, n.º 44, 7º 1250-071 Lisboa E-Mail- advogados@bpo.pt Telf.: 00 351 21 370 00 00

Victor Leitão Nunes Consultas em português 40210 Du ̈ sseldorf Immermannstr. 27 Ra.Nunes@web.de Tel.: 0211 / 38 83 68 6 Fax: 0211 / 38 83 68 7

Michaela Azevedo Ferreira, Advogada Theodor-Heuss-Ring 23 50668 Köln

0221 - 95 14 73 0

Paulo Saraiva Coelho, LL.M. Rechtsanwalt / Advogado

TRADUÇÕES PORTUGUÊS ALEMÃO

Claus Stefan Becker Tradutor ajuramentado junto dos Consulados-Gerais de Portugal em Frankfurt/M. e Stuttgart Im Schulerdobel 24 79117 Freiburg i.Br Tel.: 0761 / 64 03 72 Fax:0 761 /64 03 77 E-Mail:info@portugiesisch-online.de

ALEMÃO

PORTUGUÊS

JTM Consulting GmbH • Contabilidade • Consultadoria fiscal, empresarial e financeira JTM@consystem.com Sede: Fuchstanzstr 58 60489 Frankfurt /Main TM: 0172- 6904623 Tel.069- 7895832 Fax: 069-78801943

Neckarstr 144 - 146 • 70190 Stuttgart Tel.: 0711-120 900 -00 • Fax: 0711-120 900 09 p.coelho@kanzlei-coelho.de

Advogado

Carlos A. Campos Martins Direito alemão Consultas em português por marcação Feltenstr. 111 b 50827 Köln Tel.: 0221 – 356 73 82


17

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

José Gomes Rodrigues

Assistente Social Caritas Neuss

Não sei como iniciar esta minha carta. Uma coisa é certa, pode transcrevê-la no PP e dar-me a resposta também em público. Sei que há muitos pais que infelizmente se encontram na minha situação e que a leitura da vossa resposta os poderão ajudar e sentir que não estão sós nestes problemas. Sei que vocês têm ajudado muita gente e tenho lido todos os meses a informação social do jornal no nosso centro. Esta leitura tem sido muito útil. O meu filho de 20 anos consegui, a custo, obter o diploma da escola secundária., já lá vão três anos. Sonhou com uma profissão. Tentou encontrar um lugar de formação profissional em diversas empresas e as recusas foram constantes. Tem feito vários trabalhos sempre mas mal pagos. Desde a entrega ao domicílio de Pizas à distribuição de jornais. Noto que ele passa noites fora de casa. Não sei que amigos possui. Muda muito de amizades. Tem um comportamento que não nos agrada. Ele mente-nos. Raramente fala connosco, só o essencial. Ele jogava futebol e praticava desporto e deixou de o fazer há algum tempo. Nós nada sabíamos. Às vezes chegamos a desconfiar que poderá tomar algum estupefaciente. Gostaríamos de saber e como o poderemos ajudar. Não sei se o Jornal nos poderá indicar algum caminho e dar-nos algumas dicas. Leitor devidamente identificado Obrigado pela confiança e pelas suas palavras de estima. Alegramo-nos que possamos ser úteis. Aliás, é o lema que nos fortalece a continuar. As reacções dos nossos leitores são como uma bússola que nos indicam palmilhar esse caminho de solidariedade e de altruísmo. Infelizmente o amigo, como afirma, não está só, nesta situação. Tentamos ajudá-los, já no nosso leque de amigos e consultores contam também assistentes sociais, devidamente preparados e legitimados para tal. Hoje a educação dos filhos não é fácil. Os valores que nos prezamos de ter e procuramos comunicar aos nossos vindouros, esbarram com tantas vozes dissonantes que não é fácil para eles filtrarem essas vozes e distinguirem o que é essencial e o que é secundário, do que é bom e mal. O imediato, o que dá uma felicidade passageira e superficial é o que atrai, é o que esta na moda. Os meios de comunicação social são, infelizmente, um veiculo muito veloz, agressivo e

3 Amar os filhos

eficaz a transmitirem esses pseudo valores. Parece que a normalidade sai deste sistema e é colocada de fora e vista com olhos de antipatia. O querido leitor não deve, de forma alguma, sentir-se só e imerso nesta situação. Há infelizmente muitos, e filhos de bons pais, como o amigo, que enveredaram por este caminho. Mas muitas vezes é um caminho passageiro que poderá constituir uma experiência transitória. O mais importante é o seu filho Não quer dizer que o comportamento do seu filho denote o consumo de estupefacientes. Poderá constituir um preconceito. Conceito esse que poderá expressar-se num amor desmedido. Não significa um real consumo. O mais importante é procurar compreender se aquela maneira de ser do seu filho expressa uma crise própria dos jovens ou uma experiência pela qual ele passou. Tem um comportamento que não nos agrada Eis alguns comportamentos que poderão indicar o consumo de drogas: possuir ingredientes para o seu gasto, como papel próprio, objectos para a sua feitura ou consumo, como sejam frascos de vidro, agulhas injectáveis, entre outros. O consumidor possui um odor especial, muito fácil de detectar. Pode dar-se o caso de que use um perfume forte para tentar despistar quem lidera com ele. A maneira de vestir, muitas vezes duma forma deteriorada, indiferente, sem a devida higiene, poderão também ser indicadores desta realidade. Muitos mostram uma agressividade exagerada quando se procura falar do tema, negando esta evidencia com

certa veemência. O consumidor pode mostrar um raciocínio lento, denotando lacunas mentais. Poderá mostrar dificuldade em se expressar. Fisiologicamente pode notar-se também uma certa dilatação das pupilas e suor. Se ainda esta na formação escolar, denota-se uma mudança dramática e negativa do seu aproveitamento. A falta de pontualidade e mesmo faltas à escola sem motivo, mentindo muitas vezes, podem constituir também indícios de consumo. A mentira constante, os pequenos roubos, mesmo em casa, as insónias, mudança constante de humor, sono excessivo e a troca da noite pelo dia deve ter-se muito em conta. A alteração constante de amizades ou se se irrita, mostrando um comportamento colérico e injustificado podem constituir outros tantos pressupostos. A autodisciplina, a motivação, a energia, a auto estima são imprescindíveis para um jovem normal singrar na vida e de relacionarse duma forma normal com a sociedade e com o seu futuro. Estas estão neste caso em baixa forma o que provoca o consumo de estupefacientes de fácil presa. Se algum comportamento deste tipo ou vários se denotarem em seu filho e se este ultrapassar três semanas, então converse com seu filho calmamente, apresente os factos e faça-lhe saber que está na disposição de o ajudar. Fale com ele com provas concretas e com certezas, pois é muito natural que ele tudo negue. Procure ganhar a confiança dele, que ele sinta que tem um amigo. Procure compreendê-lo e que ele sinta essa compreensão. Nunca o condene. Mostre sempre a sua predisposição de ajudar. Não sei que amigos possui Será de todo conveniente co-

nhecer os amigos dele, conhecer os ambientes que ele frequenta. Muitas vezes os amigos poderão ser o sustento dessa forma de viver como também uma forca para sair dessa mesma vida. “Diz com andas e dir-te-ei quem és”. A mudança de amigos e de ambiente tem de constituir uma decisão dele. Sair do circulo vicioso e viciado Pelo que se afirmou já se poderá justificar esse comportamento. Ele nota que algo não esta certo com ele. Falta-lhe a vontade e a energia de alterar. As amizades travam-no. Procurem interessar-se pelos seus temas. Nós, adultos, pelos nossos muitos afazeres, não temos infelizmente muito tempo disponível para frequentar seminários, sair do nosso ambiente e reflectir sobre a educação actual.Talvez as ofertas são mínimas em português, mas muitos compatriotas, e queremos elevar o esforço, já conseguem participar activamente em ofertas da sociedade maioritária.Vivemos a vida sem pensar em que os tempos são outros e as exigências actuais são diferentes das do nosso tempo. Provoque no seu meio ambiente a necessidade destas ofertas, se elas não existirem ainda. A família é uma célula social que é necessário estimar e fortalecer. Cada membro teria de encontrar o seu espaço de responsabilidade dentro da mesma. Seria interessante que houvesse em cada família um espaço de encontro pelo menos uma vez por semana. Nesse tempo, mesmo que fosse somente uma hora, dever-se-iam programar em conjunto a vida da família como sejam os tempos livres, ferias, escola e até rever com muita humildade comportamentos de impasse. As decisões mais minúsculas como sejam as aquisições, a

compra dum carro, dum frigorifico e outras, deveriam ser decididas em família. Manter a todos informados sobre os gastos da casa, da alimentação, da electricidade, do aquecimento. Conversar sobre a participação de todos nas lides caseiras e na alimentação é essencial no entrelaçar dos laços normais duma família. Até reunir-se num restaurante para uma refeição conjunta fortalece, duma forma considerável, a família.. Ele jogava futebol e deixou de repente Uma das características dum comportamento que descrevemos é desinteressar-se por comportamentos que exigem esforço, continuidade, luta. O desporto poderá ser um deles. O interesse por passatempos, actividades extracurriculares tem tendência a diminuir. Procure acompanhá-lo e a interessar-se. Gostaríamos de saber como o poderemos ajudar Esperamos que o que descrevemos poderá servir-lhe de ajuda para o acompanhar nesta situação. Mais informamos que existem instituições de aconselhamento para apoio, não só dos jovens. Os familiares, incluindo os pais, podem recorrer também a esses serviços e procurar conselhos úteis. Existem grupos de familiares que são acompanhados por pessoal especializado através de reuniões periódicas e em grupo. Expõem com total confiança os seus problemas a outros pais que estão ou estiveram na mesma situação fortalecendose deste modo mutuamente. Não tenha receio de recorrer a um amigo de confiança, sabemos que na emigração não é fácil encontrar um interlocutor que reúna estas condições. Não serve qualquer amigo. Po-

deis recorrer a um sacerdote e confiar-lhe o seu peso, pedindo-lhe conselho. Eles tem o dever intrínseco de guardar sigilo. Até poderá ser na sua Paroquia de origem, na Missão Católica ou na sua paroquia alemã. A pessoa humana necessita de falar e ter a certeza de que existe um sigilo intransponível. Muita compreensão muito amor

e

Só nos resta desejar-lhe muita calma e muita compreensão, muito amor. Não perca a certeza de que o seu filho sairá dessa situação mais fortalecido, pois os valores que lhe transmitiram continuarão a subsistir no seu subconsciente e com o tempo estes irão prevalecer perante os pseudo valores que a sociedade tentou impingir-lhe. Um abraço e a certeza da nossa solidariedade! Procurem participar activamente também na reconstrução e no fortalecimento da sociedade. Se vos for possível sejam activos e não se fechem lamentando o mundo engrossando deste modo as lágrimas e perdendose no número dos que não acreditam no bem e na felicidade. Bastam pequenos gestos. A visita a um doente, um sorriso a quem dele necessita. Enfim o que afirmo a antes de mais para mim. Quando não vir mais luz...e que tudo parece sombrio e, se for uma pessoa mesmo com uma centelha de fé...afinal mais de 95% dos portugueses ainda se consideram cristão, entre numa Igreja e, simplesmente permaneça em silencio, na certeza que esse Pai que reza tantas vezes no Pai Nosso sempre existe e esta vivo. Entregue-lhe com confiança esse seu peso pedindo que o ajuda a carregar com ele. É necessário dar asas à fé. Afinal foi Ele que o prometeu e Ele cumpre com as suas promessas ...”vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados que Eu vos aliviarei” Mt. 11, 28-30. Claro que ser cristão ultrapassa esta atitude. É uma maneira de ser e de actuar.


18

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Agenda Tome Nota

A rubrica Agenda – Tome Nota vai de férias durante os meses de Julho e Agosto, voltando ao convívio do público a partir de Setembro próximo. Entretanto, lembramos que as informações de festas e eventos podem ser enviadas até ao dia 20 de cada mês.

Comunidade Bandas Musicais – Grupos de Fados – Cantores Da actualidade Banda-Atlantis - Música de baile Contacto: Tel.: 0172 7156583 www.banda-atlantis.de Estugarda

Banda FMRadio - Música de baile Contacto: 02331 - 34 80 69 3 www.fmradio.de.com/ Hagen

Banda Incógnita - Música de baile Contacto: Tel:: 0721 /826208 Karlsruhe Banda Dominó - Música de baile Contacto: Tel.: 0175 - 560 35 03 www.bandadomino.de

Conquistadores - Música de baile Contacto: Tel.: 0 7731- 64686 www.conquistadores.net Singen .

Band “Tosta Mista” - Música de baile Contacto: Tel.:0 231 - 207021 www.tostamista.de Dortmund

Trio Fado - Fado Contacto: Maria Carvalho Tel.:0172/38 900 57 Trio www.triofado.de

Vadio da Noite - - Música de baile Contacto: Tel.: 0176/64104503 Düsseldorf

Grupo Sina Nossa - Fado Contacto: Tel.: 02303 255721 www.sinanossa.de

Telmo Pires - Fado Canção Contacto: mail@telmopires.com www.telmo-pires.de Grupo Musical VIPs - Música de baile Contacto: 0179-6913158 Antologia do Fado- Fado Contacto: 0178-2361837 Dortmund

Zé Dias- Musica de Baile Contacto: 0231-810770 Angela Daniela (pop e musica popular portuguesa) Contacto: 0152-07077610 Leno Marques (interpreta Elvis Presley) Contacto: 0152-07077610

Grupo “Os Atrevidos” - - Música de baile Contacto: Tel.: 02331-336943

Duo Jose Teixeira & Ilídio Contacto: 0152-07077610

Publicidade

Marceneiro Serviços de todos os tipos de carpintaria Comércio e Particulares Exposições,Lojas, mercados, restaurantes, Portas, janelas, lamminat etc.

Área NRW Contacto: 01782750920

O seu Promotor de Seguros em Hamburgo

Seguros de Doença, de Acidente, Vida, de Responsabilidade Civil, de Reforma, Conta Poupança, Wohnriester, Automóvel, Recheio, de viagens, etc.. Segure-se hoje para garantir o futuro

Informe-se Telefon: 040 / 21040235 Handy: 0172 / 9101472

Festa de Inauguração do Madeiras Tapas Bar, em Estugarda 5 de Julho O Madeira Tapas Bar fica situado na Forstr.88, em Stuttgart West Preços acessiveis e simpatia. Não falte! Envio de datas de festas e eventos para a Agenda mensal PORTUGAL POST

As informações sobre os eventos a divulgar deverão dar entrada na nossa redacção até ao dia 15 de cada mês Tel.: 0231 - 83 90 289 • IMPORTANTE Fax :0231-8390351• Às associações, clubes, bandas Email: correio@free.de e Comissões de Pais. www.portugalpost.de

Nós nascemos para a música

Todo o tipo de instrumentos para grupos musicais, ranchos folclóricos, músicos profissionais e amadores, etc. Fale Connosco. Gerente: Anibal Gonçalves

Luis-Manuel.Pacheco@hamburg-mannheimer.de

Eschersheimer Landstrasse 278 60320 Frankfurt Tel: (069) 56 56 56 • Fax: (069) 5603671 www.musikhausamdornbusch.de

SERVICE CENTER BONITO Promotora na área Imobiliaria, Finanças e Seguros Informe-se sobre: Seguro de Doença, de Acidente, Caixa Privada, Reforma Particular, contas especiais poupança para criança. Conta habitação “Wohn- Riester” Promotora do Santander Totta Aproveite os beneficios do Estado para a compra da sua casa - o Seu futuro! omigo Fale C Aluguer de casas em toda a NRW Escritório de atendimento ao seu serviço das 9h00 às 13h00 e / ou com marcação

Fale Comigo sem quaisquer compromissos. Telefone: 0231 - 1885782 • TLM 0172 – 27 82 414 • Fax: 0231 - 1885787


Comunidade PORTUGAL POST SHOP - Livros Ler e meditar

Grande Livro de Orações

O Grande Livro Receitas Bacalhau

Como Cortar Trabalhos de Bruxaria Formato: 14x21cm Páginas: 152 Preço: 25,00 € Um ritual de magia negra posto em acção contra alguém pode prejudicar avítima e destruir a sua vida de forma brusca e surpreendente. Todas as áreasestão sujeitas a ficar afectadas. Tudo à sua volta parece ruir. E, mais graveainda, a vítima de magia negra não consegue encontrar forças para reagir. Neste livro de carácter prático, a autora apresenta rituais fáceis de executar quepermitem criar uma aura de protecção.

Aprenda a Proteger-se Contra a Inveja e MauOlhado Formato: 15,5 X 23 cm Paginas: 156 Preço: 19,90 € Nas alturas de maior fragilidade, há que mcriar uma protecção efectiva contra os possíveis efeitos das energias negativas. Neste livro damos-lhe conhecimento de mantigos amuletos, fórmulas, rituais práticos, orações e rezas especiais mpara que possa repelir esse encantamento maligno.

Cupão de Encomenda

Capa dura Nº de Páginas: 176 Dimensões: 22,5 x 24 Preço: 35,00 € Conhecido por “fiel amigo”, o bacalhau tem uma tradição muito particular e original na gastronomia portuguesa. Neste livro, fique a conhecer as origens da pesca deste peixe, as suas principais características, a melhor forma de o arranjar e outros aspectos importantes, como a melhor forma de o escolher, conservar e amanhar. Deleite-se com as nossas receitas e experimente-as todas. Fique, ainda, a conhecer as tradições deste peixe noutros países do Mundo.

Orações para Todos os Males Formato: 14x21cm Páginas: 90 Preço: 22,00 € Por razões de saúde, familiares, afectivas, materiais ou espirituais, todos mpassamos em algum momento por situações difíceis. Nesta obra encontrará uma centena de orações adequadas a cada caso. Orações para encontrar mcompanheiro/a, para conseguir casarse com o seu namorado, pela paz da família, contra doenças, etc.

PORTUGAL POST SHOP Tel.: 0231 - 83 90 289

Aprenda a Viver Sem Stress Formato: 15,5 X 23 cm. Páginas: 100 Preço: 18,99 Quanto mais tempo da sua vida é que está disposto a desperdiçar? Quanto mais tempo da sua vida está disposto a continuar a sofrer? Quanto da sua vida está disposto a finalmente reivindicar hoje? Quanto mais tempo vai deixar que os outros mandem nas suas escolhas? E, se reivindicar a sua vida, acha que fica a dever alguma coisa aos outros?

 Quando você cede ao stress, você não está ser você mesmo. Quando você cede ao stress, você passa ao lado da vida, da sua vida. Você vive em permanente sobrevivência. E quem sobrevive, sofre. E quem sofre, vive em stress.

 . "Aprenda a Viver Sem Stress" é um livro que o ajuda a reencontrar-se.

Orações aos Anjos da Guarda Formato: 14 X 21 cm. Páginas: 144 Preço: 25,00 € Na primeira parte desta obra encontrará um vasto número de orações aos anjos da guarda, que certamente serão do seu inteiro agrado. Na segunda parte deliciar-se-á com a listagem completa dos 72 anjos protectores. Cada um destes anjos confere características particulares mao modo de ser e de amar dos seus protegidos. Conheça o seu anjo e as características que ele lhe imprime na sua vida. Estes seres celestiais estão constantemente ao nosso lado, para nos proteger ou para nos afastar dos perigos.

FAX ( 0231 ) 8390351 correio@free.de

Formas de pagamento Junte a este cupão um cheque à ordem de PORTUGAL POSTVERLAG e envie-o para a morada do jornal ou, se preferir, podepagar por débito na sua conta bancária. Se o desejar, pode ainda receber a sua encomenda à cobrançacontra uma taxa que varia entre os 4 e os 7 € que é acrescida à sua factura. Não se aceitam devoluções, a não ser por motivos de encomenda danificada. NOTA Nos preços já estão incluídos os custos de portes correio e IVA

Formato: 14x21cm Páginas: 340 Preço: 25.99 É uma extensa antologia com centenas de orações a saantos, anjos, arcanjos e toda a corte celestial. Nestas páginas encontra uma mensagem de esperança, um motivo para acreditar que a fé existe e que nos rodeia em todos os momentos da nossa vida. É o companheiro ideal, pois as suas orações têm o poder de transmitir ao espírito a energia que restaura a alegria de viver e a confiança no amor, na paz e na esperanaa para o futuro.

Aprenda a viver sem medo Formato: 15,5 X 23 cm Páginas: 92 Preço: 18.99 € Este livro pretende ajudá-lo a vencer os medos com que lida diariamente: o medo de desagradar, o medo de fracassar, o medo de ser rejeitado, o medo da mudança, entre outros, e a aprender a confiar em si mesmo e nas suas decisões. Quando se vive com medo, nunca conseguimos ser quem realmente somos, pois forçamo-nos a ir contra a nossa natureza, contra a nossa essência, a fugir cada vez mais da oportunidade de vivermos entusiasmados, de tomarmos as rédeas da nossa própria vida.

Name /Nome Straße Nr / Rua

Preencha de forma legível, recorte e envie para: PORTUGAL POST SHOP Burgholzstr. 43 - 44145 Dortmund

PLZ /Cód. Postal Telefone

Ort. Datum. Unterschrift / Data e assinatura

Queiram enviar a minha encomenda à cobrança Queiram debitar na minha conta o valor da encomenda Ich ermächtige die fälligen Beträge von dem u.g. Konto abzubuchen.

Bankverbindung

NOTA DE ENCOMENDA Sim, desejo encomendar os seguintes livros Título Preço

Kontonummer: Bankleitzahl: Datum: Unterschrift

Ort / Cidade

Soma


20

Passar o Tempo

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

Acredite se quiser Erecção prolongada dá processo em tribunal Uma erecção prolongada de 55 horas foi motivo para o ex-presidiário Dawud Yaduallah, de 43 anos, colocar um processo sobre a enfermeira Judith Lovelace, noticia um jornal brasileiro.O caso ocorreu nos Estados Unidos. Yaduallah alega que teve uma dolorosa erecção depois de ter sido medicado pela enfermeira. De acordo com o homem, a enfermeira provocou «graves danos ao pénis, incluindo a disfunção eréctil, incapacidade de ejacular e dor durante as relações sexuais». O homem afirmou que precisa de uma prótese para «restaurar a sua função sexual».Yaduallah destacou também que o problema médico afectou o seu casamento. Dawud Yaduallah confessou que, durante o tempo em que esteve na prisão, recebeu doses diárias de antipsicóticos que provocaram erecções persistentes e dolorosas.

Funcionário da morgue ganhava dinheiro com mortos

Criança de 6 anos assume volante e evita acidente

Um funcionário de uma morgue foi condenado a dez anos de prisão por cortar partes de cadáveres e vendê-los para investigação e hospitais. Os corpos tinham sido doados à Universidade de Califórnia em Los Angeles, de acordo com o que avança o «Telegraph». Ernest Nelson, 51 anos, foi considerado culpado e vai ter pagar mais de 1 milhão de libras. O funcionário fazia este trabalho para ganhar dinheiro há cerca de cinco anos, juntamente com Henry Reid, o antigo director da Universidade de Califórnia em Los Angeles. Nelson ia aos frigoriíicos, desmembrava os corpos, empacotava as partes e entregava-os aos compradores na América. Thomas Rosenthal, professor de medicina na Universidade da Califórnia, disse ao juiz que todos na escola estavam «zangados com a traição».

A polícia de Nebrasca, nos Estados Unidos, revelou que uma criança de 6 anos evitou um acidente rodoviário, ao assumir o controlo do volante de uma carrinha de caixa aberta, depois de o pai ter desmaiado, noticia o «G1». Tustin Mains estava no banco traseiro com o irmão de 3 anos quando reparou que o pai, Phillip Mains, sentiu-se mal no caminho do restaurante para casa. De seguida, saltou para o colo do pai e tomou o controlo da viatura, enquanto o pé adormecido do pai mantinha uma velocidade entre os 20 e os 25 quilómetros por hora. Os outros condutores perceberam que era uma criança que estava a conduzir a carrinha e fizeram uma espécie de comboio na parte da frente e na parte detrás do carro para o proteger. Depois de vários quarteirões percorridos ao volante pelo jovem condutor, um polícia saltou para a carrinha e parou-a. No final da aventura,Tustin afirmou que apenas teve medo em duas alturas, quando o pai desmaiou e quando o polícia entrou pela janela.

Penny» provoca prejuízo de 739 euros

Preso pela 153ª vez em 25 anos

Um jovem norte-americano teve um prejuízo de cerca de739 euros por ter tentado chamar à atenção dos ocupantes de um BMW com uma moeda de um penny. O rapaz, com cerca de 18 anos, atirou a moeda contra o veículo e acabou por lhe fazer «mossa». Segundo um jornal, o jovem tentou chamar à atenção, o jovem, que não foi identificado, conseguiu danificar o tejadilho do carro com uma pequena moeda. Com um prejuízo de cerca de 739 euros, o jovem foi acusado de crime menor e presente às autoridades.

Com uma extensa ficha criminal, o norte-americano Paul Baldwin foi preso pela 153ª vez, em 25 anos, apenas uma semana depois de ter cumprido um ano de prisão por roubar uma lata de cerveja no valor de 1,99 dólar (1,40 euro). Baldwin, de 49 anos, foi preso pela primeira vez em 1984, sendo, de acordo com a promotora Rena DiLando, um perigo para a comunidade. O norteamericano foi agora detido, em Portsmouth, no estado de New Hampshire (EUA),acusado de agressão. A justiça estabeleceu uma fiança de cinco mil dólares (cerca de três mil e quinhentos euros).

Amizades & Afins Senhor

Cavalheiro

56 anos, divorciado, não fumador,residente na Alemanha deseja conhecer com senhora dos anos para fins de amizade. Resposta a este jornal Refª A107

70 anos, residente na Alemanha, viúvo, com casa e carro, deseja conhecer Senhora dos 65 ao 70 Anos nas mesmas condições para fins de amizade. Assunto sério Resposta a este jornal Refª 0106

Cavalheiro Só, 67 anos, 1,65 m, meigo, honesto, livre e independente, da área de Matosinhos, não fumador, a residir na Alemanha (NRW), procura Senhora com qualidades atrativas, só, sem encargos, mais ou menos da idade, compatível, para amizades ou algo mais. Se sim, escreva hoje mesmo . Carta com foto é gentil, na resposta a este jornal Refª A 205

Cavalheiro 43 anos, deseja conhecer senhora dos 35 a 45 anos, divorciada, separada, ou viuva, residente nas áreas de Hagen, Dortmund, Witten, etc.. para fazer amizade ou algo mais,resposta a este jornal,se for possivel com foto, Refª A104.

Caro/a Leitor/a: Se é assinante, avise-nos se mudou ou vai mudar de residência

Viajavam no mesmo compartimento de um comboio, um português, um espanhol, uma loira espectacular e uma gorda enorme.
Depois de uns minutos de viagem, o comboio passa por um túnel e ouve-se uma chapada.

Ao saírem do túnel, o espanhol tinha um vermelhão na cara...

A loira espectacular pensou: .... este filho da p.... do espanhol queria-me apalpar, enganou-se, apalpou a gorda e ela deu-lhe logo no focinho...

A gorda enorme pensou: ... o palhaço do espanhol apalpou a loira e ela mandou-lhe uma chapada.

O espanhol pensou: ... tou lixado... com isto, o sacana do português apalpou a loira, ela enganou-se e deu-me logo a mim uma chapada.

E o português pensou: ... oxalá venha outro túnel para poder mandar mais uma chapada ao %$&#$#&!? do espanhol ...

Publicidade

Segure o seu funeral, porque não vai viver sempre A vida é bela, é agradável e todos nós gostamos de viver e desfrutar as oportunidades, os desafios e as alegrias e os ciclos de vida. Porém como sabemos, ninguém é eterno e imortal. Há que pensar (quanto antes melhor) em segurar o nosso funeral para não deixarmos despesas que vão sub carregar quem ainda terá que suportar a nossa perda. Para mais informações sobre os nossos serviços funerários e como cobrir o risco financeiro do funeral. Contacte-nos sem compromissos.

Agência funerária W. Fernandes poesias de amor e de outros sentires Diz-me, Amor, como Te Sou Querida Dize-me, amor, como te sou querida, Conta-me a glória do teu sonho eleito, Aninha-me a sorrir junto ao teu peito, Arranca-me dos pântanos da vida.

Serviço 24h Tel. 0231 / 2253926 - Fax: 0231 / 2253927 Agência Funerária W. Fernandes em cooperação com a Agência Eugénio, AXA Seguros

Embriagada numa estranha lida, Trago nas mãos o coração desfeito, Mostra-me a luz, ensina-me o preceito Que me salve e levante redimida!

Restaurante Portugal

Nesta negra cisterna em que me afundo, Sem quimeras, sem crenças, sem turnura, Agonia sem fé dum moribundo,

Domingos ao almoço:

Grito o teu nome numa sede estranha, Como se fosse, amor, toda a frescura Das cristalinas águas da montanha! Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"

Queremos merecer a sua visita!

Pratos regionais Assados, Cozido à Portuguesa, . Feijoada, etc. Reserve a sua mesa!

Bornstr.88 44145 Dortmund 0231-833140 Gerência: Lucas & Alice


Passar o Tempo

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

CONSULTÓRIO ASTROLÓGICO E-mail: mariahelena@mariahelena.tv TELEFONE: 00 351 21 318 25 91 Por Maria Helena Martins Carneiro Amor: Não viva obcecado com a ideia de perder a pessoa que tem ao seu lado, aproveite antes todos os momentos que tem para estar com ela. Que o futuro lhe seja risonho! Saúde: Não se desleixe e cuide de si. Dinheiro: As suas economias estão a descer, tenha algum cuidado. Touro Amor: Seja mais atrevido e ousado nesta área da sua vida. A felicidade espera por si, aproveite-a! Saúde: O excesso de ansiedade não é favorável para a sua saúde. Dinheiro: Seja mais equilibrado nos seus gastos. Gémeos Amor: Cuidado com os falsos amigos! Cuide melhor do seu amor. Seja o seu melhor amigo! Saúde: Tendência para dores nas pernas. Dinheiro: Pode agora comprar aquele objecto de que tanto gosta. Caranguejo Amor: Se der ouvidos a terceiros, poderá sair prejudicado. Uma personalidade forte sabe ser suave e leve como uma pena! Saúde: Cuidado com os seus ouvidos. Dinheiro: Não se precipite e pense bem antes de investir as suas economias. Leão

Em Dortmund

Previsões para Julho 2009

Dia 4 de Julho

Amor: Poderá ter de enfrentar uma zanga familiar, mas não fique preocupado, pois tudo se resolverá. Aceite os erros dos outros. Saúde: Cuidado com o sistema nervoso. Mantenha a serenidade. Dinheiro: Não se deixe abater por uma maré menos positiva nesta área da sua vida, pois nem tudo está perdido!

possibilidades.

Africana

Virgem Amor: Se está só, prepare-se, pois é provável que a seta do Cupido invada o seu coração. Que a luz da sua alma ilumine todos os que você ama! Saúde: Cuidado com o uso excessivo de ar condicionado. Dinheiro: Seja prudente nos seus investimentos.

Capricórnio Amor: Não tenha receio de dizer a verdade por mais que isso lhe custe. Que a determinação e a Luz estejam sempre consigo! Saúde: Cuide dos seus pés. Dinheiro: Poderá planear uma viagem ao estrangeiro, pois as suas economias já lho permitem.

Balança Amor: Deverá expressar o quanto ama a pessoa que tem a seu lado. Saúde: Deve cuidar melhor da sua mente e do seu espírito, alimente-a com pensamentos positivos! Dinheiro: Não deixe que os outros tomem decisões ou falem por si, imponha o respeito no seu local de trabalho.

Aquário Amor: Organize um jantar para juntar os seus amigos. Tome a iniciativa, é você que cria as oportunidades! Saúde: A rotina poderá levá-lo a estados depressivos. Saiba evitá-los. Dinheiro: Não se precipite nos gastos.

Escorpião Amor: Irá viver momentos escaldantes com a pessoa que ama. Que tudo o que é belo seja atraído para junto de si! Saúde: Não coma demasiados doces. Dinheiro: Não gaste além das suas

Sagitário Amor: Liberte-se do passado pois o presente tem muitas coisas boas para lhe oferecer.Você merece ser feliz! Saúde: Procure fazer uma vida mais saudável. Dinheiro: No poupar é que está o ganho.

Peixes Amor: Procure dar atenção às suas verdadeiras amizades. Viva a sua vida para que o seu exemplo possa servir de modelo aos outros! Saúde:Tenha mais confiança e dê mais valor a si próprio. Dinheiro: Cuidado com as intrigas no seu local de trabalho.

PORTUGAL POST SHOP - Livros Santo António - Orações e Simpatias Preço: 20,00 Formato: 14x21cm Páginas: 104 Santo António nasceu como Fernando Bulhão Martins, em Lisboa a 15 de Agosto de 1195 e faleceu em Pádua a 13 de Junho de 1231. Existem milhões de pessoas, em Portugal e pelo mundo fora, que vêem em Santo António o seu Santo milagreiro. Esta obra é dirigida a estas pessoas. Compilámos orações, simpatias e adivinhações dirigidas a Santo António, com vista a melhorar as mais diversas áreas de vida.

Astrologia, Karma e Felicidade Preço, 20,99 € Autor: Cristina Candeias Formato: 14x21cm Páginas: 112 A astróloga residente do programa "Praça da Alegria", de Jorge Gabriel, tornouse um fenómeno nacional, com as suas previsões em directo. Este é o seu primeiro livro. O livro que nos ensina a atravessar o deserto para encontrar o oásis e a felicidade plena. É necessário reflectir sobre quem fomos, o que somos e o que temos de vir a ser. Só depois de aceitarmos os nossos processos de mudança a vida se nos revelará.

Cupão de Encomenda a: PORTUGAL POST SHOP na Pág.19

21

Grande Festa com cozinha tradicional e música africana Venha viver um ambiente totalmente africano Hor. Abertura: Seg-Dom.: 11H30-24H00

Reserva de Mesas: Jägerstr.2 44145 Dortmund Tel.: 0231-7998069 www.restaurante-coimbra2008.de

Casal alemão procura apartamento ou quarto grande para férias com balcão, casa de banho nos arredores do mercado da foz, na praia da Foz do Douro, Porto, para o período de 29 de Agosto a 20 de Setembro. Caso não seja possível este ano pode ser para reservado para o próximo. Visitamos Portugal, em especial o Porto desde há 25 anos. Contacto: Senhor Jürgen Domnik. Tel.: 0234 - 72242

FÉRIAS-URLAUB-FÉRIAS-URLAUB Algarve-Albufeira-Praia da Galé Aluga-se apartamento 60 m2 para férias. Contacto: Cristina Modesto Tel.: 0821-247 33 83 TM 0176 - 21999802 www.galewohnung-aktiv.de PROFESSOR CALLI BERLIN Grande cientista, MÉDIUM, VIDENTE, ESPIRITUALISTA, descendente de uma família rica em poderes absolutos de magias negra e branca, feitiços dos impérios de Mali, Senegal, Gabu. Resolve casos desesperados com rapidez, como por exemplo: Amor, doenças fisícas e espirituais, ajuda na cura de doencas graves, protege pessoas, familias, negócios e seu desenvolvimento, impotências sexuais, justica, invejas, maus-olhados, vicios de droga, tabaco e álcool, juntar homens e mulheres separados dos seus pares por outras pessoas e do mesmo sexo desde que haja amor, aproximar pessoas amadas, lê a sorte, dá a previsão de vida e futuro, faz trabalhos á distancia, pelo bom espírito talisma, prenda a pessoa amada com êxito absoluto, ponha fim a tudo o que o preocupa; angustia, depressão, ansiedade, vença os seus inimigos, contacte o Prof. Calli pessoa dotada de grandes e absolutos poderes espirituais de DEUS. ( FACILIDADES DE PAGAMENTOS ). consultas pessoalmente, por carta ou por telef: 03049997523 Fax: 03053016653 Handy: 015224006814 indicativo para residentes fora da Alemanha telef: (00493049997523-Fáx:00493053016653 e Telemóvel 004915224006814) endereco para correspondencia: Nome : Prof. Calli Postfach: 290241 - 13096 - Berlin Deutschland. pode visitar a minha página em: www.prof-calli.com e pode enviar imal para prof.calli@prof-calli.com , desloco-me a casa do cliente na Alemanha e ao Estrangeiro.

Senhor Empresário, a publicidade é um investimento e não uma despesa Anuncie no PORTUGAL POST Tel. 0231-83 90 289 correio@free.de


22 Classificados

PORTUGAL POST nº 180 • Julho 2009

n

e Hag

Bitoque à Casa, Frango Churrasco, Febras, Espetada de Peru, Espetada de Borrego, Espetada de Porco Entrecosto Barriguinhas Grelhados de Peixe e Carne

Lelia Bouecke

Em Witten

O NOSSO CAFÉ

Traga a família passar um bom momento e prove a nossa especialidade

Reservas de Mesa

Francesinhas à moda do Porto As nossa bifanas

Münsterstr. 109 44145 Dortmund 0231- 39 59 796 Horário Abertura: 11h30-23h00. Terça: descanso

Loja de pronto-a-vestir

Apartamento para Férias

Voerderstr. 1 58135 Hagen-Haspe

www.high-life-jeansmoden.de

www.lusobrasil-shop.com Venda Online Despacho (Versand) de encomenda até 25 quilos - 5,90 € Vinhos Cerveja Sumos e águas Feijão Café Pilão Café Delta Cachaça Bacalhau Pe Etc

Breslauer Str. 16 58675 Hemer Telefon: 02372/ 503859 Gerente: Josilene Da Silva Rodrigues E-Mail lusobrasil.shop@gmx.de

Venda directa ao público

Rui Luís

Transportes

Rui Luis

Transportes • Mudanças para dentro e fora da Alemanha

Transportes de carros e motos Transportes de produtos alimentares por encomenda

Contactos: 0231 -7261715 + 0151-25264647 + 0035 918544137 PORTUGAL

ALEMANHA

Invista no Imobiliário Em Portugal Norte, Centro e Algarve Obtenha óptima rentabilidade! Contacto +351 – 916565926

0173 – 51 82 331

PORTUGAL

Eis Café Lido O seu ponto de encontro para saborear um gelado em Dortmund

Tel.: 0231-5678158

Produtos alimentares de Portugal e Brasil

44145 Dortmund

 : +49 (0)711 65 22 44 34 @ : familia_rita@hotmail.com www.bom-dia-portugal.de.ki

As marcas que procura encontram-aqui

Oestermärsch.73

A 10 minutos de Vilamoura, no Algarve Ambiente familiar, zona calma. Preço acessível

Deseja comprar casa na Alemanha ou em Portugal e não tem capital próprio? Financiamentos para habitação a 100% (taxa Euribor) ou para outros assuntos privados até 25.000 € (sem hipoteca). Juros: cerca de 4%, Contactos: 0173 –5182 331 ou 00351 – 91 656 5926

BARKREDITE bis 50.000 € für Berufstätige, Rentner und auch Selbständige - laufzeiten bis 120 Monate -bei Eigentum bis 130% des Haufpreis Kontakte: Rosario Gagliano Berlinerstr. 68 - 58135 Hagen 02331 – 46 2661 0170 - 23 35 421

Reserva de mesas 02302 – 971 72 88 Hauptstr. 65 58452 Witten

Seja bem-vindo

Saudade da Saúde Consultório de Medicina Natural Victor Manuel Machado Naturista /Heilpraktiker • Kirlian Fotografia - Representação de energia no corpo • Métodos diagnósticos e terapeuticos tradicionais e modernos • Tratamento especial de coluna vertebral • Doenças - dores crónicas e mentais • Métodos de relaxamento e meditação imaginativa • Redução de peso • Vício de nicotina

Quem cura tem razão ! Consultório Im Unterdorf 4 54636 Idenheim-Bitburg Tel.: 06506 - 912428 e-mail:altea-oase@t-online.de www.altea-oase.de

MUDANÇAS TONECAS Transportes de automóveise motos

Contactos Alemanha: 0299 - 1908704 0171 3621398 Portugal: 00351 - 919 517 646 Lichten Eichen, 28 34431 Marsberg

ao vosso Transportes Martins Sempre dispor para transporte de mercadorias e mudanças Alemanha Portugal - Alemanha Contacto: Sr. Martins: Tel. e Fax: 06078-71444 • Mobil 0173 8694195

Publicidade é um investimento e não uma despesa

Vende-se no Porto uma Loja com cave que dá para Mercearia, frutaria, peixaria ou Snack-Bar. Os Senhores interessados podem ligar para o Tel.: 0711-78017 85 das 9 às 12h00 e das 17h00 às 22h00.


Angola • Brasil • Guiné-Bissau • Cabo-Verde • Moçambique • Portugal • São Tomé e Principe • Timor Leste

Lusofonia

Ministro dos Negócios Estrangeiros de Moçambique deslocou-se à Alemanha O ministro dos Negócios Estrangeiros de Moçambique, Oldemiro Baloi, afirmou em Berlim que a crise económica „é um problema, mas também uma oportunidade para países com grande potencial de crescimento“, se apostarem nas suas possibilidades. „Claro que os países pequenos são mais vulneráveis, porque os impactos são vários a nível do orçamento e do lado da receita não podemos fazer muito“, disse o chefe da diplomacia moçambicana. No entanto, „para países como Moçambique, que ainda têm um grande potencial de crescimento, a crise é uma oportunidade, obriga a redimensionar, a racionalizar, a projectar e a tentar crescer mais rapidamente“, acrescentou Baloi. A crise serve também, na opinião do MNE moçambicano, „para os paí-

Ministro dos Negócios Estrangeiros de Moçambique, Oldemiro Baloi

ses pobres perceberem que não podem depender apenas da ajuda externa, que não se sabe até quando fluirá, e devem basear a sustentabilidade no seu próprio crescimento económico“.

Oldemiro Baloi deslocou-se a Berlim para participar em diversas actividades durante a Semana de Moçambique, que decorreu até no final do mês de junho em várias cidades alemãs, e conta com uma numerosa embaixada de artistas e escritores. O ministro moçambicano reúniuse também com responsáveis políticos alemães „para trocar ideias no campo regional e internacional, face aos muitos desafios“ pela frente, sem adiantar mais pormenores. O o chefe da diplomacia moçambicana manteve encontros em Berlim com o ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros, Gernot Erler, e com o secretário de Estado da Cooperação, Erich Stather. Participou também numa conferência económica em que foram apresentadas possibilidades de investimentos em Moçambique nas áreas das energias renováveis e do turismo.

CPLP:

Remessas dos emigrantes diminuem com a crise A diminuição das remessas dos emigrantes africanos é uma das principais consequências da crise económica mundial para os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP. „A crise internacional afecta essencialmente as remessas de dinheiro enviadas pelos emigrantes guineenses na diáspora“, afirmou o ministro das Finanças de Guiné-Bissau. José Mário Vaz acrescentou, ainda assim, que esse não é o único problema

decorrente da crise: „Como os países estão a rever o crescimento em baixa, isso significa que para apoiarem a Guiné-Bissau têm de fazer um grande esforço“, conclui o governante. Igual problema tem Cabo Verde. A ministra da Economia, Fátima Fialho, diz que a crise económica mundial afecta „sobretudo o sector do turismo, principal fonte de receita, e as remessas dos emigrantes e o Investimento Directo Estrangeiro“.

Publicidade



Portugal Post Julho 2009