Issuu on Google+

Recortes nº 139 Índice – 22 de julho de 2013          

Quando as nossas plataformas portuárias mostram as suas armas As escolhas de: Vítor Caldeirinha Porto de Setúbal duplica capacidade de produção de electricidade Actividades da Lisnave no I Semestre de 2013 Figueira da Foz supera o milhão de toneladas até Junho Trafaria terá ligação fluvial à CRIL em Algés Porto de Sines. O legado de Lídia Sequeira Estivadores lutam pela qualidade do trabalho Exportações geram excedente de 875 milhões Bactérias recolhidas no mar dos Açores podem vir a combater o cancro

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869

Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt


Semmais Especial 15 anos, 20 de julho de 2013, pรกgs. 20 e 21


Semmais Especial 15 anos, 20 de julho de 2013, pรกg. 8 Mais e Menos...


APP, 22 de julho de 2013 Porto de Setúbal electricidade

duplica

capacidade

de

produção

de

A APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA assinou, com a empresa SolarWaters, o fornecimento e montagem de dois sistemas de produção de energia fotovoltaica, a instalar nas coberturas dos edifícios das oficinas e do Cais 3. Os dois sistemas, um de microprodução e outro de miniprodução, visam duplicar a capacidade do Porto de Setúbal de produção de energia com recurso a painéis fotovoltaicos. Os dois sistemas, um investimento de cerca de 57 mil euros, deverão produzir anualmente cerca de 55.000 kWh, prevendo-se a sua amortização em cerca de seis anos e meio. A instalação destes equipamentos insere-se na continuação do cumprimento do programa ECO.AP, que tem por objetivo aumentar em 30% a eficiência energética nos serviços públicos, equipamentos e organismos da Administração Pública, no horizonte de 2020, no qual, a política ambiental da APSS se enquadra.


Revista de Marinha, 21 de julho de 2013


Transportes & Negócios, 22 de julho de 2013

Figueira da Foz supera o milhão de toneladas até Junho Entre Janeiro e Junho, o porto da Figueira da Foz movimentou 1,03 milhões de toneladas, mais 135 mil toneladas (15%) que no período homólogo de 2012. A carga geral representou mais de 60% das mercadorias processadas na Figueira, com um acumulado de 610,5 mil toneladas. Um salto de 21,5%, ou 107,8 mil toneladas, face ao registado há um ano. Em alta estiveram também a carga contentorizada e os granéis sólidos. A carga em contentores cresceu 11,7%, ou 8 400 toneladas, para a casa das 80 mil toneladas. Os granéis sólidos aumentaram 8,1%, 25,7 mil toneladas, até muito perto das 342 mil toneladas. As exportações continuaram a representar mais de metade das cargas movimentadas na Figueira da Foz, com um total de 558,3 mil toneladas, mas perderam terreno para as importações, que passaram a valer 474 mil toneladas (mais 37,5% em termos homólogos). Em Junho, o movimento de mercadorias na Figueira atingiu as 163 mil toneladas, 14,2% acima do realizado no mesmo mês do ano transacto.


Expresso, 20 de julho de 2013, pรกg. 14


Expresso, 20 de julho de 2013, pรกg. 2


Expresso, 20 de julho de 2013, pรกg. 14


Transportes em Revista, 19 de julho de 2013

Crescimento de 4,9%

Exportações geram excedente de 875 M€ As exportações portuguesas de bens e serviços subiram 4,9 por cento face ao período homólogo de 2012, para 27,6 mil milhões de euros, entre janeiro e maio deste ano, referem os dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP). Segundo a Lusa, a balança comercial registou um excedente de 875 milhões de euros, recuperando de um défice de 1.188 milhões verificado nos primeiros cinco meses do ano passado. Este valor, no entanto, foi ajudado pelas importações, que decresceram de 27,4 mil milhões de euros para 26,6 mil milhões de euros de janeiro a maio deste ano. Quanto às vendas para a União Europeia, que representam quase 70 por cento do total, aumentaram 3,5 por cento, enquanto as vendas para outros países subiram 8,1 por cento. Estes indicadores positivos mantêm a tendência verificada relativamente a 2012, cuja balança comercial tinha sido favorável em 111 milhões de euros. por: Laura Melgão


PĂşblico, 22 de julho de 2013, pĂĄg. 12


Recortes 139 22 07 2013