Issuu on Google+

Recortes nº 114 Índice – 17 de junho de 2013 • Porto de Aveiro movimentou mais 22,2% nos primeiros cinco meses • Presidente da AICEP visitou o porto de Setúbal • Porto de Setúbal recebeu Conferência sobre a vocação portuária do Sado • Porto de Aveiro movimentou mais 22,2% nos primeiros cinco meses • APSS participa no projecto «Celebrar o Mar» • JUP de Setúbal progride na simplificação dos procedimentos • Carga geral e exportações alimentam crescimento de Aveiro • CPS regista melhorias com a introdução da JUP • Secil já factura mais de metade fora de Portugal • Troia Resort atrai investidores estrangeiros para crescer • MSC e Royal Caribbean estudam proposta para o terminal de cruzeiros

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869

Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt


CargoNews, 16 de junho de 2013

Porto de Aveiro movimentou mais 22,2% nos primeiros cinco meses Nos primeiros cinco meses do ano, o porto de Aveiro movimentou um total de 1,65 milhões de toneladas, valor que representa um crescimento homólogo de 22,2%, com mais 300 mil toneladas. Neste período, as exportações a partir de Aveiro cresceram 42,3%, face a um crescimento mais moderado das cargas de importação (6%). Entre os segmentos de carga, o destaque vai para a carga geral, que chegou às 712,8 mil toneladas até maio, mais 210 mil que até maio de 2012. Os granéis sólidos subiram 12,3%, para as 518,9 mil toneladas, enquanto que os granéis líquidos cresceram 8,3%, para as 420,5 mil toneladas. No período em questão, o porto de Aveiro foi escalado por 426 navios (mais 82), com a arqueação bruta a aumentar 30%. Quanto ao mês de maio, foram movimentadas 329 mil toneladas em Aveiro, resultado perto do recorde mensal deste porto.


CargoNews, 16 de junho de 2013

Presidente da AICEP visitou o porto de Setúbal O porto de Setúbal recebeu recentemente a visita do presidente da AICEP, Pedro Reis, numa visita que teve como objetivo tomar contato com as potencialidades desta infra-estrutura. Em Setúbal, o máximo responsável da AICEP foi recebido pelo presidente da APSS, Vítor Caldeirinha, e pelo Administrador, Seixas da Fonseca, assim como pelo presidente da Comunidade Portuária de Setúbal, Frederico Spranger. Com uma deslocação à zona portuária, Pedro Reis ficou a conhecer as infraestruturas do porto de Setúbal, quer a grande capacidade instalada, quer as extensas áreas de expansão disponíveis. No Terminal de Contentores percecionou a importância do projeto de dragagens de melhoria das acessibilidades marítimas, por forma a continuar a garantir a receção dos navios Panamax. No Terminal Roll-on Roll-Off, apreciou as vantagens da criação de um Hub Ro-Ro, uma aposta para um grande Hub automóvel de transhipment intercontinental e de trânsito com Espanha, com a parceria das empresas operadoras portuárias, dos operadores logísticos globais, da VW Logistics e das restantes marcas exportadoras e importadoras de automóveis. Esta visita foi, ainda, uma oportunidade para a APSS demonstrar o interesse, para todos, da integração das vastas áreas logísticas do porto de Setúbal no plano de industrialização do país.


Cargo News, 16 de junho de 2013

Porto de Setúbal recebeu Conferência sobre a vocação portuária do Sado A sede da APSS foi palco, no passado dia 5 de junho, da conferência "O Sado e a sua Vocação Portuária", evento organizado pela APSS e pela MAEDS - Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal no âmbito do programa Ambientes Marítimos e integrado na comemoração do Dia Mundial do Ambiente. A conferência pretendeu dar um contributivo para a valorização da vocação atlântica portuguesa e projetar a nossa cultura marítima. O programa incluiu as apresentações de Carlos Tavares da Silva, sobre o tema “Os Portos do Baixo Sado no Período Fenício”; de Inês Vaz Pinto, sobre “Troia Romana. Cidade ‘industrial’ geradora de fluxos comerciais marítimos de longo curso”; a passagem de um diaporama sobre o Sado, cedido pela LASA – Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, da autoria de Manuel Gardette e Albino Mendonça; e, ainda, uma apresentação de Paulo Alexandre Monteiro sobre “Arqueologia subaquática. Projecto Sado”, ao que se seguiu o debate final.


APP, 17 de junho de 2013 Porto de Aveiro movimentou mais 22,2% nos primeiros cinco meses Nos primeiros cinco meses do ano, o porto de Aveiro movimentou um total de 1,65 milhões de toneladas, valor que representa um crescimento homólogo de 22,2%, com mais 300 mil toneladas. Neste período, as exportações a partir de Aveiro cresceram 42,3%, face a um crescimento mais moderado das cargas de importação (6%). Entre os segmentos de carga, o destaque vai para a carga geral, que chegou às 712,8 mil toneladas até maio, mais 210 mil que até maio de 2012. Os granéis sólidos subiram 12,3%, para as 518,9 mil toneladas, enquanto que os granéis líquidos cresceram 8,3%, para as 420,5 mil toneladas. No período em questão, o porto de Aveiro foi escalado por 426 navios (mais 82), com a arqueação bruta a aumentar 30%. Quanto ao mês de maio, foram movimentadas 329 mil toneladas em Aveiro, resultado perto do recorde mensal deste porto.


APP, 17 de junho de 2013 SETÚBAL

APSS participa no projecto «Celebrar o Mar» A APSS participou no projecto “Celebrar o Mar”, uma parceria entre a Escola Secundária Sebastião da Gama de Setúbal e a Marinha Portuguesa, que inclui um vasto programa de atividades desenvolvido ao longo do ano letivo sobre a temática do mar. A colaboração da APSS constou do apoio à realização de uma exposição, com início a 20 de maio, que inclui trabalhos de alunos e fotografias do espólio da APSS e na participação numa palestra, a 31 de maio, da responsável do Marketing da empresa, Fátima Évora, sobre o tema “O Potencial do Porto de Setúbal como Hub Ro-Ro”.


Transportes & Negócios, 17 junho de 2013 JUP de Setúbal progride na simplificação dos procedimentos Desde o arranque do Fórum para a Simplificação dos Procedimentos no Porto de Setúbal, em Fevereiro do ano passado, muitos foram as operações que transitaram do suporte papel para os meios electrónicos, e muitas outras foram suprimidas. O balanço é feito pela Comunidade Portuária de Setúbal, que “regista com agrado” a “resolução da maioria dos problemas anteriormente identificados”. A Comunidade destaca a propósito a “redução de práticas burocráticas anquilosadas” e a melhoria da qualidade e eficácia dos serviços prestados, “com os consequentes ganhos de racionalidade e competitividade do próprio porto”. E porque a JUP – Janela Única Portuária não é para ficar por aqui, para o ano corrente estão previstas, entre outras melhorias, “a inclusão das empresas de reboque e amarração” e o “acesso à JUP a partir das portarias dos terminais”. O Fórum para a Simplificação dos Procedimentos no Porto de Setúbal agrega 15 entidades e agentes económicos intervenientes nos processos de movimentação dos navios e cargas.


Transportes & Negócios, 17 junho de 2013 Carga geral e exportações alimentam crescimento de Aveiro O porto de Aveiro movimentou 1,65 milhões de toneladas nos primeiros cinco meses do ano, mais cerca de 300 mil toneladas, ou 22,2%, que no período homólogo de 2012. A primeira explicação para este resultado recorde reside no crescimento das exportações, que avançaram 42,3%, ou perto de 255 mil toneladas, totalizando agora 85,3 mil toneladas. As importações também subiram, mas apenas 6% para as 795,8 mil toneladas. A carga geral é a segunda “culpada” da boa performance do porto de Aveiro. Porque entre Janeiro e Maio somou 712,8 mil toneladas, mais 210 mil (42!) que o registado há um ano. Os granéis sólidos também deram uma ajuda, com uma subida de 12,3% até 518,9 mil toneladas. E o mesmo fizeram, embora em menor escala, os granéis líquidos, com um ganho de 8,3% para as 420,5 mil toneladas. Nos primeiros cinco meses, Aveiro foi escalado por 426 navios, mais 82 que há um ano, e de maior dimensão também (a arqueação bruta aumentou 30%). Em Maio, o porto liderado por José Luís Cacho processou praticamente 329 mil toneladas, entre 144 mil toneladas de carga geral, 88 mil toneladas de granéis sólidos e 96 mil toneladas de granéis líquidos. Não foi um resultado recorde, mas melhor só aconteceu em 2010.


Transportes em Revista, 14 de junho de 2013 Porto de Setúbal

CPS regista melhorias com a introdução da JUP A Comunidade Portuária de Setúbal (CPS) registou uma melhoria na resolução dos problemas identificados através da Janela Única Portuária. De acordo com a CPS, “durante o ano de 2012, foram resolvidos 23 procedimentos e fluxos de informação, por migração do suporte papel para a plataforma eletrónica JUP, que se traduziram em marcados benefícios para todos os intervenientes, designadamente na redução de práticas burocráticas”. Adicionalmente, esta migração permitiu “evidentes melhorias na qualidade e eficácia dos serviços prestados, com os consequentes ganhos de racionalidade e competitividade do próprio porto”. A CPS destaca ainda o aumento das operações realizadas por meios eletrónicos, assim como a melhoria dos níveis e frequência de situações de contingência e os progressos na resolução de anomalias ou disfunções mediante suporte do “Helpdesk”. O porto de Setúbal anunciou também que, para este ano, o Fórum para a Simplificação de Procedimentos tem prevista a realização de outras melhorias, como “a inclusão das empresas de reboque e amarração na JUP, a possibilidade de acesso à JUP a partir das portarias dos terminais, a criação de um módulo para envio de SMS relacionados com as mensagens automáticas da JUP e para a gestão de autorizações das Autoridades”.


Diรกrio Econรณmico, 17 de junho de 2013, Pรกg. 28


Diรกrio Econรณmico, 17 de junho de 2013, Pรกg. 26


Jornal de Neg贸cios, 17 de junho de 2013, P谩g. 11


Recortes 114 17 06 2013