Page 1

Recortes nº 108 Índice – 4 de junho de 2012 • Veleiro polaco ‘POGORIA’ passa por Setúbal • Porto de Setúbal dispõe de reachstacker ecológico • Açores: Navio de mercadorias impedido de operar no porto da Horta por falta de espaço • Setúbal homenageia homens do mar • Secretário de Estado do Mar celebrou Dia do Pescador em Olhão • Há um potencial a explorar no mar • Portugal: da biodiversidade à economia resiliente

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869 Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt


O Setubalense – 1 de junho de 2012 – Pág. 16


O Setubalense – 4 de junho de 2012 – Pág. 8


Cargo News – 1 de junho de 2012

Açores: Navio de mercadorias impedido de operar no porto da Horta por falta de espaço Um navio que faz regularmente o transporte de mercadorias entre ilhas dos Açores foi esta quarta-feira impedido de operar no porto da Horta devido à falta de espaço. De acordo com o proprietário da Empresa de Lanchas do Pico, Manuel Cristiano, o navio `Cecília A`, que assegura o transporte de mercadorias entre as ilhas do Triângulo (Faial, Pico e S. Jorge), foi obrigado a regressar ao porto da Madalena, no Pico. O navio transportava gás butano, viaturas e produtos congelados, que acabaram por não ser descarregados. Luís Paulo Morais, administrador da empresa portos dos Açores, afirmou que havia espaço para o navio atracar, acrescentando que isso não aconteceu por causa da "recusa" do comandante de um barco de recreio em fazer avançar a embarcação ao longo do cais para criar espaço para o navio de mercadorias. "O comandante do iate recusou-se a fazer isso", frisou Luís Paulo Morais, acrescentando que a Portos dos Açores pediu a intervenção da Polícia Marítima e do capitão do Porto da Horta para tentar ultrapassar a situação. O vento forte e a ondulação parecem estar na origem da recusa em manobrar o iate.


O Setubalense – 4 de junho de 2012 – Pág. 8


Newsletter APP – 4 de junho de 2012

Secretário de Estado do Mar celebrou Dia do Pescador em Olhão Em Olhão, as celebrações do Dia do Pescador, que contaram com a presença do Secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, serviram para o presidente da Câmara Francisco Leal deixar as suas preocupações sobre os problemas que afectam o sector no concelho. O Município também distinguiu pescadores e inaugurou uma exposição sobre a Orla Marítima em Olhão. Manuel Pinto de Abreu anotou e disse compreender as preocupações do presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal. O edil olhanense recordou que o Município de Olhão tem, “desde longa data, prestado um apoio inequívoco aos pescadores e ao setor das pescas, evidenciando uma vocação para potenciar o desenvolvimento económico e social destes profissionais”. O autarca referiu o importante trabalho que tem sido desenvolvido pelo Grupo de Ação Costeira (GAC) do Sotavento, sedeado em Olhão, que é, dos sete a nível nacional, aquele que tem mais projetos em execução e o que, em termos de criação de emprego, ajudou, até agora, à criação de 24 novos postos de trabalho e a manutenção de oito, o que representa 50% do compromisso assumido no Programa Operacional Pesca 2007-2013, inicialmente aprovado. Francisco Leal aproveitou a presença do secretário de Estado do Mar para apelar ao Governo ajuda para ultrapassar as dificuldades, referindo-se aos “indispensáveis melhoramentos no porto de pesca de Olhão, quer em terra, quer no plano de água, que sejam executados com urgência”.


Jornal de Negócios – 4 de junho de 2012 – Pág. 6


Jornal de Negócios – 4 de junho de 2012 – Pág. 7

Recortes Nº 108 de 2012  

• Veleiro polaco ‘POGORIA’ passa por Setúbal • Porto de Setúbal dispõe de reachstacker ecológico • Açores: Navio de mercadorias impedido de...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you