Page 1

Recortes nº 094 Índice – 18 de Maio de 2011 Ílhavo acolhe o I Fórum Atlântico do projecto Aux-Navália ‘Inovar para competir’ CE investiga grandes transportadoras de contentores por suspeita de cartelização

1


Cargo News – 17 de Maio de 2011

Ílhavo acolhe o I Fórum Atlântico do projeto Aux-Navália “Inovar para competir” O Auditório do Museu Marítimo de Ílhavo será palco, no próximo dia 23 de Maio, do I Fórum Atlântico no âmbito do programa Aux-Navália, que decorre sob o lema “Inovar para Competir”. O Projecto Aux-Navália é participado pela Associação das Indústrias Navais - AI Navais, conjuntamente com parceiros do Reino Unido e de Espanha. Este Fórum Atlântico, que deverá constituir o primeiro de uma série continuada de “fora” anuais, visa manter activas e incrementar as relações e interactividade internacional, no âmbito daquele Projecto, nomeadamente sobre a inovação e a competitividade no sector da construção naval. Na abertura do Fórum destaca-se a intervenção do Prof. António Nogueira Leite, presidente da Associação Oceano XXI Cluster para o Conhecimento e Economia do Mar, estando os painéis de apresentações organizados em dois grandes temas: “Formas inovadoras de financiamento à indústria naval”, com moderação do presidente da AEP, Eng. José António Barros; e “Como impulsionar a inovação e a competitividade”, no qual se inclui a apresentação do “Road Map for Innovation”, sendo moderador o presidente da CIP, Sr. António Saraiva. As apresentações estarão a cargo de credenciados técnicos, empresários e gestores sectoriais, nacionais e estrangeiros. Ainda por confirmar, são aguardadas as presenças dos Senhores Ministro da Economia e Conselleiro da Economia e Indústria da Região Autónoma da Galiza, além de outras individualidades, com destaque para os Embaixadores de Espanha, do Reino Unido, Presidentes das Câmaras de Comércio de Portugal com estes países e da Embaixada da Noruega. O Aux-Navália é um projecto financiado pelo Programa de Cooperação Transnacional Espaço Atlântico e visa o reforço da competitividade e da inovação no sector naval e, em especial, nas indústrias auxiliares, um nicho de excelência para a economia marítima de diversas regiões da Europa Atlântica, como é o caso de Portugal. Sobre a AI Navais: Associação das Indústrias Navais - AI Navais (AI Navais) é uma entidade que reúne no seu seio uma série de empresas intimamente ligadas à indústria da construção naval, tendo organizado em 28 de Maio de 2010 o II Encontro Transnacional, que decorreu em Lisboa. Tanto o Encontro já realizado, como este Fórum, têm importância conjuntural para a economia portuguesa e para o sector naval, em particular tendo em conta as entidades e os temas envolvidos.

2


Cargo News – 17 de Maio de 2011

CE investiga grandes transportadoras de contentores por suspeita de cartelização As maiores transportadoras marítimas de contentores estão a ser alvo de investigação por parte das autoridades de concorrência, por alegada concertação de preços. A suspeita de cartel também está a recair sobre a linha Hamburg Süd, bem como a maior empresa de transporte de contentores no mundo, o grupo dinamarquês AP Moller Maersk, e a francesa CMA CGM. Se as suspeitas se confirmarem, as companhias envolvidas arriscam uma multa até dez por cento da sua faturação anual. Em busca de provas, os investigadores vasculharam os escritórios de várias empresas ligadas à atividade de transporte de contentores, disse a Comissão Europeia esta terça-feira em Bruxelas, sem citar nomes. As companhias de navegação foram aparentemente entre preços e quantidades para os serviços regulares de transporte de e para a Europa. Havia indicações de que "as empresas têm violado a lei da concorrência europeia, a cartelização de preços e abuso de posição dominante". Os funcionários da Comissão Europeia também fizeram buscas esta terça-feira na Hamburg Süd. A Maersk também confirmou a ação, mas rejeitou todas as alegações de fixação ilegal de preços. "Somos claramente de opinião de que nossa prática está de acordo com as regras de concorrência da UE", referiu o principal advogado da Maersk, adiantando que a empresa iria "trabalhar estreitamente na investigação completa dos factos com a Comissão". Os preços combinados ou abuso de posições de monopólio, em detrimento de concorrentes ou consumidores, são atos proibidos na UE. No entanto, a Comissão sublinhou que, até agora obteve apenas uma suspeita inicial e as buscas não revelaram até agora nenhuma evidência da culpa das empresas. Não há prazo para concluir o inquérito.

3

Recortes Nº094 de 2011  

Ílhavo acolhe o I Fórum Atlântico do projecto Aux-Navália ‘Inovar para competir’ - CE investiga grandes transportadoras de contentores por s...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you