Page 1

Recortes nº 087 Índice – 9 de Maio de 2011 Porto de Lisboa recebe Prémio Excellence ‘Melhor Porto Internacional’ Delegação Russa visita porto de fronteira marítima de Sines Portos da Madeira e Açores no I Congresso de Portos do Atlântico Médio TCL a crescer 10% desde Janeiro Transporte: ‘Troika’ quer a adoção de medidas concretas já nos terceiro e quarto trimestres APTMCD promove 5º Curso Focal Gloss Embarcação de carga ‘navegou’ da Praia da Saúde para Poçoilos Novos radares de vigilância parados por falta de verba IGP presente na VI Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras

1


Newsletter APP – 9 de Maio de 2011 EM BILBAO

Porto de Lisboa recebe Prémio Excellence «Melhor Porto Internacional» Os portos de cruzeiros estiveram em debate no País Basco, no Bilbao Cruise Forum 2011, uma organização Cruise News (ES). O Porto de Lisboa recebeu, pelas mãos de Andreia Ventura (Administração APL), o prémio EXCELLENCE - "Melhor Porto Internacional", atribuído pelo Bilbao Cruise Forum 2011 que teve lugar no Museo Marítimo Ría de Bilbao. Este prémio veio reconhecer o trabalho que vem sendo realizado e sobretudo os novos horizontes que se estão a preparar para o desenvolvimento dos cruzeiros em Lisboa, nomeadamente com a construção do novo Terminal de Cruzeiros, agora que o cais já está concluído e em funcionamento. Este Forum teve como foco principal o debate do mercado dos cruzeiros com os vários players, envolvendo as companhias internacionais de cruzeiros, os portos, os tour-operadores, etc. Os tópicos principais tratados passaram pela preparação que os portos devem atender, a industria de apoio, o destino e os serviços turísticos, de forma a garantir a satisfação do novo cruzeirista, cada vez mais esclarecido.

2


Cargo News – 6 de Maio de 2011

Delegação Russa visita porto e fronteira marítima de Sines No âmbito da parceria entre a UE a OIM (International Organization for Migration) e a Federação Russa no projecto “Enhancement of Management of the Russian Federation Border Checkpoints”, uma delegação da Federação Russa, responsável pelo desenvolvimento da fronteira estadual russa – Rosgranitsa, deslocouse ao porto de Sines, no dia 3 de Maio, com o objectivo de observar as boas praticas existentes nesta infra-estrutura portuária, com vista à implementação de sistemas eficazes de gestão e procedimentos eficientes no controlo de fronteira marítima. A delegação foi recebida no edifício sede da APS por Duarte Lynce de Faria, administrador do porto de Sines e pelo responsável do Posto Fronteira Marítimo de Sines, inspector Cunha e Silva, tendo sido efectuadas apresentações relacionadas com o desempenho do porto, tanto na visão da autoridade oortuária, como da autoridade de fronteira, ambas salientando o espírito de cooperação entre as duas entidades que tem permitido implementar projectos determinantes para o porto como o CUP – Cartão Único Portuário. Posteriormente, a delegação deslocou-se às instalações do SEF no Edifício do Porto de Recreio onde funciona o Posto de Fronteira Marítima de Sines – PF205, para aferir, in loco, dos meios ao dispor e das práticas e procedimentos em vigor no controlo da fronteira, terminando a visita com uma passagem por todos os terminais do porto de Sines.

3


Cargo News – 6 de Maio de 2011

Portos da Madeira e Açores no I Congresso de Portos do Atlântico Médio A segunda edição do Salão Atlântico de Logística e Transporte (SALT 2011), que decorreu em Las Palmas em finais de abril, acolheu o I Congresso de Portos do Atlântico Médio e do Forum da Conectividade, em que se fizeram representar os portos da Madeira e Açores, além dos de Senegal, Marrocos, Mauritânia, Cabo Verde, Gana, Guiné Equatorial e Brasil, iniciativa empreendida no âmbito do Projecto Europeu de Cooperação Transnacional/GESPORT, organizado pela Fundação Puertos de Las Palmas, em conjunto com a Autoridade Portuária de Santa Cruz de Tenerife. A adaptação histórica dos Portos do Atlântico Médio à realidade turística e as estratégias comuns de actuação no desenvolvimento do turismo de cruzeiros, com o tema Cidade-Porto - Estratégias e Confluências, foi a base das inrtervenções dos presidentes das Autoridades Portuárias da Madeira, Las Palmas e Tenerife. O objetivo deste projecto é a implementação de uma rede de cooperação sustentável que propicie uma integração regional de maior escala no sector portuário, criando uma grande rede Euro-Africana. Os portos africanos expuseram no Congresso das Canárias as novas oportunidades de negócio que oferecem a curto, médio e longo prazo, tanto no setor portuário como logístico e será também abordado o papel deCanárias como plataforma logística, focando-se algumas actividades que se encontram neste momento em expansão, no sentido de relevar a importância do arquipélago para a indústria off-shore, para o bunkering e também como plataforma logística de ajuda humanitária. Outas das questões abordadas foi a experiência das cidades portuárias marroquinas no contexto turístico e as perspetivas de futuro, tanto mais que Marrocos tem interesse em conhecer o modelo de desenvolvimento de outras cidades portuárias, sobretudo aquelas que têm turismo de cruzeiros, no sentido de fomentar a cooperação institucional e empresarial. Uma das consequências desta cooperação poderá ser a assistência técnica ao futuro desenvolvimento da cidade de Agadir como destino de cruzeiros. Nesse sentido, uma delegação de empresas da costa ocidental africana (Marrocos, Mauritânia, Senegal, Guiné Equatorial, Gana e Cabo Verde) reuniu com os participantes deste I Congresso de Portos do Atlântico Médio e do Forum da Conectividade, que decorreu como atividade paralela ao SALT 2011.

4


Cargo News – 6 de Maio de 2011

TCL a crescer 10% desde janeiro Nos primeiros quatro meses do ano, o Terminal de Contentores de Leixões (TCL) já movimentou 167.008 teu, 10% acima do realizado no mesmo período do ano transato. Em abril, o TCL movimentou 43.304 teu, 17% mais do que no mês homólogo de 2010, refere a empresa na sua página web. Refere a empresa que "com mais este resultado o TCL reforçou a tendência de crescimento que vem evidenciando desde o início do ano". Considerando o número de contentores movimentados, a performance do TCL é igualmente assinalável neste inicio de 2011. Em abril foram 27.183 (mais 17%) e desde 1 de Janeiro já soma 105.855, ou mais 11%". "Cumprido que está o primeiro terço do ano, o TCL está decididamente no bom caminho para alcançar mais um bom resultado, se a evolução económica do país a isso ajudar", conclui o comunicado.

5


Cargo News – 6 de Maio de 2011

Transporte: ‘Troika’ quer a adoção de medidas concretas já nos terceiro e quarto trimestres A "troika" FMI/BCE/CE pretende que o governo que sair das eleições de junho adote, já nos terceiro e quarto trimestres, um Plano Estratégico para o Setor do Transporte que é um verdadeiro programa eleitoral - mas que aqui terá, em princípio, de ser cumprido. O documento é muito preciso nos objetivos: "Adoção de um plano estratégico para: racionalizar as redes e melhorar a mobilidade e condições logísticas em Portugal; melhorar o uso eficaz da energia e reduzir os impactos ambientais; reduzir custos de transporte e assegurar a sustentabilidade financeira das empresas; reforçar a competição no setor do transporte ferroviário e atrair mais tráfego; integrar os portos no sistema logístico e de transporte, e torná-los mais competitivos". "O governo tomará as seguintes medidas no setor de transporte: Apresentação de um Plano Estratégico para o Setor do Transporte, que deve concretamente incluir [Q3-2011]: Uma análise detalhada do sistema de transporte que inclui uma avaliação de capacidade existente, previsão da procura, e fluxos de tráfego projetados; medidas de integração da ferrovia, portos e transporte aéreo no conjunto do sistema logístico e de transporte, melhorando significativamente a competição nestes modalidades de transporte; medidas de facilitação da entrada de companhias de linha aérea low-cost, utilizando a infra-estrutura existente; um conjunto de prioridades para o investimento com uma estimativa das necessidades financeiras e as fontes de financiamento previstas assim como de economias de energia. As medidas serão concretas, incluindo os exatos instrumentos para consegui-las. As medidas escolhidas terão por base critérios de rendibilidade (comparando economias/custos). Setor ferroviário Transposição dos pacotes feroviários da UE e em particular: [Q3-2011] reforçar a independência e das competências do regulador, que incluem o reforço da sua capacidade administrativa nos termos da decisão, da execução dos poderes e de provimento do quadro de pessoal; assegurar a total independência do operador CP em relação ao estado; equilíbriar os rendimentos e despesas do gestor da infraestrutura com base num contrato plurianual de uma duração de pelo menos três anos e estabelecer compromissos concretos no campo do financiamento do estado e no desempenho do estado; efetuar uma racionalização da rede e estabelecer incentivos eficazes para o gestor da infra-estrutura para reduzir os seus custos, dando ao corpo regulador um papel de monitorização; rever as obrigações de serviço público existentes no transporte des passageiro por via ferroviária, incluindo a base legal e a capacidade administrativa para a introdução, por etapas, de oferta de fatores concorrenciais; rever o esquema de financiamento da infra-estrutura para introduzir um esquema do desempenho, dando aos operadores a permissão para introduzir a gestão das receitas de bilheteira, em particular o aumento dos preços do bilhete; privatizar a subsidiária de transporte de carga e algumas das linhas suburbanas linhas. Setor portuário [Q4-2011] Definição de uma estratégia para integrar portos no sistema total logístico e de transporte. Especificar os objetivos, instrumentos e prioridades da estratégia, e a ligação ao Plano Estratégico para o Setor do Transporte; desenvolver um quadro jurídico para facilitar a execução da estratégia e a melhoria do modelo da administração do sistema dos portos. Em particular, definir as medidas necessárias assegurar a separação de atividade reguladora, da gestão portuária e atividades comerciais. Especificar, em relatório, os objetivos, instrumentos e ganhos estimados de eficiência das iniciativas tais como a interconexão entre a CP Carga e os portos, a Janela Única Portuária e Janela Única Logística; rever do quadro do trabalho portuário por forma a torná-lo mais flexível, incluindo a definição do que constitui o trabalho portuário, e dando-lhe enquadramento jurídico mais próximo da lei geral do trabalho.

6


Newsletter APP – 9 de Maio de 2011 DE 11 A 14 DE JUNHO

APTMCD promove 5º Curso Focal Gloss A APTMCD, em estreita colaboração com a Escola Europeia de Short Sea Shipping – 2E3S, com o Porto de Barcelona, com a Grimaldi Nápoles e com o IPTM, na esteira do sucesso dos anteriores cursos para portugueses (frequentados já por mais de uma centena e meia de “alunos”), vai efectuar mais um curso MOST - Motorways of the Sea Training, dirigido a todos os profissionais e/ou interessados no Sector Marítimo e Portuário. A Escola Europea de Short Sea Shippings nasceu na Catalunha, fundada pelos Portos de Barcelona, Génova, Roma/Lazio e pelos Armadores Grinaldi Group e Grandi Navi Veloci. Os principais Short Sea Promotion Centres europeus, dos quais a APTMCD faz parte, colaboram neste projecto, que recebeu apoios comunitários através do Programa Marco Pólo. O 5º Curso Focal Gloss, para portugueses, que decorrerá de 11 a 14 de Junho, tem a particularidade de ser ministrado a bordo de um dos mais modernos navios Ro-Pax do Armador Grimaldi, e decorrerá durante a viagem de ida e volta entre Barcelona e Civitavecchia, permitindo a observação e aplicação prática no “terreno” de alguns dos conceitos teóricos que serão apresentados. Em complemento, proporcionará aos participantes um contacto com as cidades e instalações portuárias de Barcelona, Civitavecchia e Roma, que juntamente com a troca de experiências e o clima de companheirismo, resultantes da estadia a bordo, farão deste Curso, tal como já fizeram dos anteriores, uma “aventura” inesquecível para todos os que nele “embarcarem”. Chama-se a atenção que a data escolhida para este curso levou em consideração a realização da SIL em Barcelona,que decorrerá ente 7 e 10 de Junho, possibilitando aos potenciais interessados a deslocação, um dia mais cedo, e a possibilidade de visitar a Feira no dia 10 de Junho. O Curso, para além de revestir carácter formativo e de aquisição de conhecimentos práticos, poderá servir também como factor motivacional, instrumento de gestão, cada vez mais contributivo para o sucesso nas Organizações.

7


O Setubalense – 9 de Maio de 2011 – Pág. 7

8


Diário de Notícias – 9 de Maio de 2011 – Pág. 18

9


Newsletter APP – 9 de Maio de 2011

IGP presente no VI Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras O IGP esteve presente no VI Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras, através do investigador António Alves da Silva, que para o efeito obteve uma bolsa da FCT. Para além de um trabalho sobre a Geografia Física da Ilha da Boavista efectuado em parceria com o Centro de Estudos de Geografia e Planeamento Regional - e-Geo e com o Instituto de Investigação Científica Tropical, foi apresentado um trabalho relacionado com uma linha de investigação em desenvolvimento no IGP pelo referido investigador, intitulado “Cartografia da Linha de Costa: reflexões e propostas”, que diz respeito a uma metodologia inovadora sobre o mapeamento da linha de costa, passível de ser aplicada na cartografia oficial. Esta comunicação despertou grande interesse por parte da comunidade científica presente, tendo sido levantadas algumas questões sobre o assunto. FONTE: IGP

10

Recortes Nº087 de 2011  

Porto de Lisboa recebe Prémio Excellence ‘Melhor Porto Internacional’ - Delegação Russa visita porto de fronteira marítima de Sines - Portos...