Page 1

Recortes nº 077 Índice – 22 de abril de 2014

 Porto de Setúbal com quatro projetos prioritários  Requalificação da lota e do porto de Setúbal vão custar 405 mil euros  CP Carga reforça posição no transporte de cimento para exportação através de Aveiro e Setúbal  Baía do Tejo quer novo terminal no Barreiro  Cruzeiros: Porto de Lisboa recebe ‘3 Rainhas’ a 6 de maio  Porto de Lisboa vai receber três navios da Cunard Line  Lisboa recebe demonstração do projeto Support

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869

Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt


Vida Económica, 17 de abril de 2014

Porto de Setúbal com quatro projetos prioritários O Porto de Setúbal foi contemplado com quatro projetos prioritários, no âmbito do PETI 3+. Um tem a ver com a expansão do terminal “rool-on roll-off”, outro prende-se com a melhoria das acessibilidades marítimas e um terceiro com a melhoria do acesso ferroviário. O quarto projeto respeita à ligação ferroviária ao terminal da Termitrena. “O PETI é uma oportunidade única que aposta em especial nos portos e deve gerar consenso na sociedade portuguesa, permitindo alavancar as exportações e a economia”, refere a APSS em comunicado.


Diรกrio da Regiรฃo, 21 de abril de 2014


Logística & Transportes Hoje, 21 de abril de 2014

CP Carga reforça posição no transporte de cimento para exportação através de Aveiro e Setúbal A CP Carga reforçou a sua posição no transporte de cimento para exportação através do Porto de Aveiro e do Porto de Setúbal.

De acordo com dados da CP Carga, o tráfego de "pacotão" no Porto de Aveiro em março foi excepcional para o operador. O transporte para exportação centrou-se nas 105 mil toneladas, movimentando no mês 177 comboios e 2084 vagões. A operadora realizou ainda uma operação diária de nove comboios de cimento para o Porto de Aveiro, com quatro comboios provenientes da Secil, Martingança e cinco da Cimpor de Souselas.


Zoom Online, 22 de abril de 2014

BAÍA DO TEJO QUER NOVO TERMINAL NO BARREIRO

O presidente da Baía do Tejo, Jacinto Pereira, disse hoje que o novo terminal de contentores no Barreiro serviria para aumentar o interesse pelos territórios, defendendo que o Arco Ribeirinho deve ser o centro da reindustrialização do país. “O novo terminal no Barreiro traria uma valorização deste território. Ia aumentar a procurar e colocava os territórios do Arco Ribeirinho Sul sobre a atenção de todos, ao nível de empresas nacionais e internacionais”, afirmou. A Baía do Tejo, empresa do universo Parpública, tem a seu cargo a gestão dos Parques Empresariais Baía do Tejo, localizados no Barreiro, Seixal e Estarreja, bem como a gestão do projeto Arco Ribeirinho Sul, de reconversão das antigas áreas industriais da Quimiparque (Barreiro), Margueira (Almada) e Siderurgia (Seixal). Durante a conferência, Melhor Portugal – Mais Indústria. Melhor Economia. Mais Emprego”, que decorreu no Barreiro, Jacinto Pereira disse que os territórios devem estar no centro da reindustrialização do país. “Estes territórios devem estar no centro do processo. A reindustrialização é uma necessidade do país e um desígnio nacional, mas não deve ser um regresso ao passado. Só será viável com a atração de investimento, nacional e estrangeiro”, salientou. O secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves, esteve presente e defendeu que o país tem que apostar na indústria e em empresas que produzam em Portugal, dando o exemplo da Autoeuropa.


“A Autoeuropa apresentou, no início deste mês, uma proposta para o maior investimento industrial em Portugal nos últimos cinco anos, de cerca de 700 milhões de euros, duplicando a capacidade de produção e aumentando em cerca de 500 os postos de trabalho”, disse. O presidente da distrital de Setúbal do PSD, Bruno Vitorino, salientou a importância dos territórios em Barreiro, Almada e Seixal, mas referiu que é preciso uma definição da estratégia. “Todos os membros do governo devem ver os territórios como um todo. Existiam promessas sem condições financeiras mas é preciso agora uma definição clara da estratégia”, apontou. Bruno Vitorino mostrou-se favorável a um aumento da atividade portuária no concelho do Barreiro “que as condições naturais permitam”, referindo que se deve avançar com a ligação rodoviária entre o Barreiro e o Seixal e entre o Barreiro e o Montijo.


Cargo News, 21 de abril de 2014

Cruzeiros: Porto de Lisboa recebe ‘3 Rainhas’ a 6 de maio No próximo dia 6 de maio, o porto de Lisboa receberá os navios Queen Mary 2, Queen Elizabeth 2 e o Queen Victoria, momento que será assinalado com uma cerimónia solene, no cais de Santa Apolónia, pelas 10 horas. A iniciativa terá a presença e intervenção de representantes do Governo, da Câmara Municipal de Lisboa, da Cunard Line e do Porto de Lisboa. A presença emblemática dos três navios “Queen”, que raramente se juntam num mesmo porto, é um sinal claro da relevância cada vez maior que Lisboa tem nos circuitos internacionais do turismo de cruzeiros. Os três emblemáticos navios serão o pano de fundo desta cerimónia que, para além de transmitir um ambiente espetacular ao Porto de Lisboa, contará também com a atuação da banda da Marinha e a troca de placas entre as entidades presentes.


Transportes em Revista, 21 de abril de 2014

Dia 6 de maio

Porto de Lisboa vai receber três navios da Cunard Line O porto de Lisboa anunciou que vai receber, no dia 6 de maio, os navios Queen Mary 2, Queen Elizabeth 2 e o Queen Victoria. O facto raro será assinalado com uma cerimónia solene, no cais de Santa Apolónia, pelas 10 horas e irá contar com a presença e intervenção de representantes do Governo, da Câmara Municipal de Lisboa, da Cunard Line e do porto de Lisboa. Em comunicado, o porto de Lisboa refere que “a presença emblemática dos três navios ‘Queen’, que raramente se juntam num mesmo porto, é um sinal claro da relevância cada vez maior que Lisboa tem nos circuitos internacionais do turismo de cruzeiros. Os três emblemáticos navios serão o pano de fundo desta cerimónia que, para além de transmitir um ambiente espetacular ao porto de Lisboa, contará também com a atuação da banda da Marinha e a troca de placas entre as entidades presentes”.


Transportes em Revista, 22 de abril de 2014

Para a segurança nos portos europeus

Lisboa recebe demonstração do projeto Support O porto de Lisboa vai receber a demonstração final do projeto Support, no final de maio. Financiado pela Comissão Europeia, este projeto tem como objetivo melhorar a segurança nos portos europeus, tanto no controlo de acesso marítimo como terrestre. O Support visa também obter melhorias no fluxo de mercadorias, reduzindo a complexidade operacional e os custos nos portos. Com um orçamento de 14 milhões de euros, o projeto surgiu no âmbito do 7º Programa Quadro (2007-2013). Nas atividades que irão decorrer em Lisboa, e que incluem o controlo de acessos por lado mar, serão demonstrados robots submarinos de controlo anti-intrusão e sistemas de gestão de alertas e de análise de risco, que estarão disponíveis proximamente. Segundo um comunicado da Administração do porto de Lisboa, “pretende-se com estes sistemas incrementar a capacidade do porto em gerir os riscos e ameaças associados às operações”. Já no controlo de acessos por lado terra, a APL está a desenvolver, com os stakeholders do porto, o desenho de um novo modelo de portaria que visa “aumentar a fluidez e o controlo das mercadorias que passam pelo porto, com a articulação entre os modos marítimos, rodo e fluviais e no suporte ao planeamento nos terminais”. Este projeto tem permitido ao porto de Lisboa partilhar know-how e tecnologia com uma rede de mais de 20 parceiros envolvidos, que incluem, entre outros: a Europhar – Associação que envolve os portos de Valência, Gotemburgo e Génova, o porto de Gotemburgo, o porto de Piraeus, a Administração Marítima da Letónia, a Agência de Defesa da Suécia, a Securitas e a Stena Lines. O projeto conta ainda com o envolvimento da MARLO Portugal, que coordena as ações de demonstração nos diversos países envolvidos.

Recortes 077 22 04 2014  

• Porto de Setúbal com quatro projetos prioritários • Requalificação da lota e do porto de Setúbal vão custar 405 mil euros • CP Carga refor...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you