Page 1

Recortes nº 058 Índice – 25 de março de 2014  Porto de Setúbal regista o dobro da movimentação de contentores  Porto de Setúbal duplica movimento de contentores  Porto de Setúbal duplica movimento de contentores  Porto de Setúbal duplica movimento de contentores  Porto de Lisboa regista aumento nos granéis sólidos  Docapesca com concessão de 30 anos em Viana  Autoeuropa trabalhadores

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869

Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt

aumenta

produção

e

contrata

30


Cargo News, 24 de março de 2014

Porto de Setúbal regista o dobro da movimentação de contentores Nos primeiros meses do ano, o movimento de contentores no porto de Setúbal duplicou, alcançando os 15,8 mil TEU, face aos 7,2 mil movimentados no período homólogo de 2013. Dos vários terminais especializados que o porto disponibiliza, destaca-se o Terminal de contentores TMS2, com 20 ha de terrapleno ainda disponíveis em grande parte, com 750 metros de cais fundados a 15 metros, operado por dois pórticos, um Panamax e outro post-Panamax. O terminal possui uma capacidade instalada de 250 mil TEU/ano, valor que pode subir para 600 mil TEU/ano com a aquisição de mais equipamento de cais, sem necessidade de obras. O porto de Setúbal é servido por sete Linhas de Serviços Regulares de Contentores, três linhas regulares da Safmarine, companhia internacional do grupo Maersk, quinzenais, que escalam portos da Europa, Mediterrâneo, África Ocidental e Angola, uma linha regular da WEC, quinzenal, que escala portos do Norte da Europa, Le Havre, Antuérpia e Roterdão, uma linha regular da Tarros/Arkas, a cada 10 dias, que liga Setúbal a todos os portos do Mediterrâneo, Norte de África e Médio Oriente, uma linha regular da MacAndrews, bissemanal, com ligações para ao Norte da Europa, Dublin, Liverpool, Londres, Dunkirk e Roterdão e uma linha regular da Messina, ao Mediterrâneo e África, incluindo Moçambique.


Transportes em Revista, 24 de março de 2014

Em janeiro e fevereiro

Porto de Setúbal duplica movimento de contentores O porto de Setúbal duplicou o movimento de contentores nos primeiros dois meses de 2014. Em comunicado, a APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra refere que este aumento foi na ordem dos 15,8 mil TEU, em comparação com os 7,2 mil TEU movimentados em período homólogo de 2013. Segundo o porto de Setúbal, este crescimento “é muito significativo” e é, em especial, “mais um passo positivo para a rentabilização e utilização da vasta capacidade disponível no terminal de contentores do porto de Setúbal, concessionado à Sadoport, onde ocorreu a maioria deste movimento”. A APSS salienta que este resultado é fruto do trabalho comercial do operador, da própria APSS e da Comunidade Portuária de Setúbal, na divulgação das capacidades disponíveis no porto de Setúbal para acolher as cargas contentorizadas da Região. Dos vários terminais especializados que o porto disponibiliza, é destacado o Terminal de contentores TMS2, com 20 ha de terrapleno, com 750 metros de cais fundados a 15 metros, operado por dois pórticos, um Panamax e outro post-Panamax. O terminal possui uma capacidade instalada de 250 mil TEU/ano, “valor que pode subir para 600 mil TEU/ano com a aquisição de mais equipamento de cais, sem necessidade de obras”.


EuroTransporte, 25 de março de 2014

CARGAS

Porto de Setúbal duplica movimento de contentores O movimento de contentores no Porto de Setúbal duplicou nos dois primeiros meses de 2014, com 15,8 mil TEU (unidade de medida de um contentor de 20 pés), contra os 7,2 mil movimentados no período homólogo de 2013. Estes valores são significativos e representam mais um passo positivo para a rentabilização e utilização da vasta capacidade disponível no terminal de contentores do porto de Setúbal, concessionado à Sadoport, onde ocorreu a maioria deste movimento. Este resultado é fruto do trabalho comercial do operador, da APSS e da Comunidade Portuária de Setúbal, na divulgação das capacidades disponíveis no porto de Setúbal para acolher as cargas contentorizadas da Região. Dos vários terminais especializados que o porto disponibiliza, destaca-se o Terminal de contentores TMS2, com 20 ha de terrapleno ainda disponíveis em grande parte, com 750 metros de cais fundados a 15 metros, operado por dois pórticos, um Panamax e outro post-Panamax. O terminal possui uma capacidade instalada de 250 mil TEU/ano, valor que pode subir para 600 mil TEU/ano com a aquisição de mais equipamento de cais, sem necessidade de obras. O porto de Setúbal é servido por sete Linhas de Serviços Regulares de Contentores; três linhas regulares da Safmarine, companhia internacional do grupo Maersk, quinzenais, que escalam portos da Europa, Mediterrâneo, África Ocidental e Angola; uma linha regular da WEC, quinzenal, que escala portos do Norte da Europa, Le Havre, Antuérpia e Roterdão; uma linha regular da Tarros/Arkas, a cada 10 dias, que liga Setúbal a todos os portos do Mediterrâneo, Norte de África e Médio Oriente; uma linha regular da MacAndrews, bissemanal, com ligações para ao Norte da Europa, Dublin, Liverpool, Londres, Dunkirk e Roterdão e uma linha regular da Messina, ao Mediterrâneo e África, incluindo Moçambique.


Zoom Online, 25 de março de 2014

PORTO DE SETÚBAL DUPLICA MOVIMENTO DE CONTENTORES

O movimento de contentores no Porto de Setúbal duplicou nos dois primeiros meses de 2014, com 15,8 mil TEU (unidade de medida de um contentor de 20 pés), contra os 7,2 mil movimentados no período homólogo de 2013. De acordo com a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), este números são “muito significativos e é em especial mais um passo positivo para a rentabilização e utilização da vasta capacidade disponível no terminal de contentores do porto de Setúbal, concessionado à Sadoport, onde ocorreu a maioria deste movimento. Este resultado é fruto do trabalho comercial do operador na divulgação das capacidades disponíveis para acolher as cargas contentorizadas da Região”. Dos vários terminais especializados que o Porto de Setúbal disponibiliza, destaca-se o Terminal de contentores TMS2, com 20 ha de terrapleno ainda disponíveis em grande parte, com 750 metros de cais fundados a 15 metros, operado por dois pórticos, um Panamax e outro post-Panamax. O terminal possui uma capacidade instalada de 250 mil TEU/ano, valor que pode subir para 600 mil TEU/ano com a aquisição de mais equipamento de cais, sem necessidade de obras. O porto de Setúbal é servido por sete Linhas de Serviços Regulares de Contentores, três linhas regulares da Safmarine, que escalam portos da Europa, Mediterrâneo, África Ocidental e Angola, uma linha regular da WEC, que escala portos do Norte da Europa, Le Havre, Antuérpia e Roterdão, uma linha regular da Tarros/Arkas, que liga Setúbal a todos os portos do Mediterrâneo, Norte de África e Médio Oriente, uma linha regular da MacAndrews, com ligações para ao Norte da Europa, Dublin, Liverpool, Londres, Dunkirk e Roterdão e uma linha regular da Messina, ao Mediterrâneo e África, incluindo Moçambique.


EuroTransporte, 25 de março de 2014

CARGAS

Porto de Lisboa regista aumento nos granéis sólidos

Os valores acumulados no final de Fevereiro de 2014 relativos aos granéis sólidos registaram um aumento na movimentação de 22,2%, em comparação com o ano anterior. Deram-se vários contributos expressivos para este crescimento, nomeadamente do Terminal de Alhandra (em 394%), do Terminal de Granéis Alimentares do Beato (41,3%), do Terminal Multiusos do Poço Bispo (31,2%), do Terminal do Barreiro (19,2%), do Terminal Multiusos do Beato (10,2%) e do Terminal de Granéis Alimentares da Trafaria (5,5%). Relativamente ao acumulado deste ano, em comparação com o período homólogo do ano passado, o Porto de Lisboa teve um aumento de 35,2% no número de navios entrados e um crescimento de 14,5% em termos de GT (Gross Tonnage ou Arqueação Bruta). Para além da movimentação de granéis agro-alimentares, o oferece também condições para a movimentação de outro tipo de granéis, como é o caso do terminal da Cimpor, destinado à produção de cimento.


Diรกrio Econรณmico, 25 de marรงo de 2014


Jornal i, 25 de marรงo de 2014

Recortes 058 25 03 2014  

• Porto de Setúbal regista o dobro da movimentação de contentores • Porto de Setúbal duplica movimento de contentores • Porto de Setúbal dup...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you