Page 1

Recortes nº 057 Índice – 22 de março de 2013 • APSS apoia SATA Rallye Açores 2013 • Porto de Leixões: Mercadorias aumentam em Fevereiro • Sines recebe primeiro navio do Pendulum Service para a África do Sul • Mota e ETE deixam falida nas mãos do sindicato e criam outra • Manuel Queiró assume presidência da CP Carga • Zim cancela encomendas e adia entrega de navios

APSS, SA Praça da República 2904-508 Setúbal Portugal Nº Reg. Comercial e NPC: 502256869

Tel.: +351 265 542000 Fax: +351 265 230992 Sítio Internet: www.portodesetubal.pt Email: geral@portodesetubal.pt


APP, 22 de março de 2013

APSS apoia SATA Rallye Açores 2013

A APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA apoia a 48ª Edição do SATA Rallye Açores, que vai decorrer de 25 a 27 de abril, numa organização do Grupo Desportivo Comercial. A prova conta para o Campeonato dos Açores de Ralis, Campeonato de Portugal de Ralis – Taça de Ouro e para o Campeonato da Europa de Ralis - ERC (European Rally Championship). As viaturas da prova e de apoio vão embarcar para a ilha de S. Miguel pelo Porto de Setúbal, regressando no final do rali. A APSS beneficia estas duas operações portuárias no âmbito das tarifas portuárias.


APP, 22 de março de 2013 PORTO DE LEIXÕES

Mercadorias aumentam em Fevereiro Durante o mês de fevereiro o Porto de Leixões movimentou 1,6 milhões de toneladas de mercadorias, tendo-se verificado um aumento de 21,5% face ao mês homólogo do ano anterior. Em termos acumulados desde o início do ano o movimento foi idêntico ao ano anterior totalizando 2,8 milhões de toneladas o que significa que Leixões já recuperou de um mês de Janeiro atípico afectado por condições climatéricas adversas. A evolução foi positiva na carga fracionada (+28%), na carga contentorizada (+5%), no Ro-Ro (+39%) e nos granéis sólidos (+8%). Verificaram-se quebras nos agro-alimentares (-16%) e nos granéis líquidos (-10%) cuja evolução é ainda marcada pelo reduzido movimento durante o mês de Janeiro. O movimento de contentores em TEU e em Número registaram aumentos de 7% e 6%, respectivamente. No que diz respeito às exportações, registou-se um aumento de 9% destacando-se o crescimento verificado no tráfego com a Argélia (+94%) e Marrocos (+50%).


APP, 22 de março de 2013 Sines recebe primeiro navio do Pendulum Service para a África do Sul O Terminal XXI do Porto de Sines recebeu dia 21 de março o primeiro navio do novo Pendulum Service para a África do Sul, operado pela MSC – Mediterranean Shipping Company. Tratou-se do “MSC Lisbon”, um porta-contentores com capacidade para transportar 9.178 TEU e que exige um calado máximo de 15 metros. Na África do Sul este serviço tocará os portos de Cape Town, Coega e Durban, garantindo assim uma melhor resposta às necessidades dos exportadores nacionais para este mercado, oferecendo também uma redução significativa dos tempos de trânsito para os portos Moçambicanos de Maputo, Beira e Nacala. Este serviço, de valor estratégico para o Porto de Sines, permite aumentar a cobertura do mercado africano que está em franco crescimento. Recorde-se que este é o segundo serviço para este continente a ter início num curto espaço temporal, depois de, no final do ano passado, ter começado um serviço semanal que liga Sines a Angola e que escala portos na Costa do Marfim, Gana e Marrocos.


Jornal de Negรณcios, 22 de marรงo de 2013, pรกg. 13 23


Transportes & Negócios, 22 de março de 2013

Manuel Queiró assume presidência da CP Carga Manuel Queiró, presidente da CP, será a partir de agora também o presidente da CP Carga, em substituição de Aires São Pedro, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS. Manuel Queiró será o administrador único da empresa, que assim deixa de ter um Conselho de Administração de três elementos, como acontecia desde que foi fundada. As funções executivas da gestão da CP Carga ficarão a cargo de um director-geral, que em princípio sairá do anterior CA. O nome de que se fala é o de Maria João Tender, apurou também o TRANSPORTES & NEGÓCIOS. A CP Carga deverá ser este ano privatizada. O que explicará também o facto de ser o presidente da CP a acumular a liderança da operadora de transporte de mercadorias. Porque as mudanças nas cúpulas das empresas do grupo CP não se ficarão por aqui. Para simplificar a estrutura, todos os administradores da CP acumularão doravante a administração de empresas participadas, ficando a gestão do dia-a-dia confiada a um director-geral. Na EMEF, Cristina Dias tomará o lugar do administrador único Pontes Correia (que regressa à CP), ficando Castanho Ribeiro como director-geral. Na Fernave, Maria João Calado Lopes assume a presidência, substituindo Rui Lucena, que passa a director-geral. Na Ecosaúde, Isabel Vicente é a nova presidente, tendo como director-geral o seu antecessor, Eduardo Pereira. Os administradores da CP não serão remunerados pela acumulação de funções nas participadas.


Transportes & Negócios, 22 de março de 2013

Zim cancela encomendas e adia entrega de navios A Zim Integrated Shipping decidiu “cortar a direito” na planeada expansão da frota de porta-contentores, tentando com isso reduzir os encargos e afeiçoar a oferta à escassa procura do mercado. A companhia israelita acordou com os estaleiros sul-coreanos da Samsung Heavy Industries o cancelamento imediato de encomendas de cinco navios. Ao mesmo tempo, as duas partes decidiram o adiamento das entregas de outros quatro porta-contentores, de 2015 para 21016. Em aberto está ainda a possibilidade de a Zim cancelar outras quatro encomendas, mediante o acordo dos estaleiros. Em consequência, a companhia receberá de volta 30 milhões de dólares de adiantamentos pagos aos estaleiros, e deixará de pagar, ou pelo menos adiará o pagamento de mais 235 milhões de dólares previstos para o ano corrente. Além de “limpar” das contas de obrigações avaliadas em 1,4 mil milhões de dólares. De acordo com a Alphaliner, a Zim opera uma frota de 82 navios, com uma capacidade total de cerca de 320 mil TEU. E terá encomendados oito navios, representando mais cerca de 85 mil TEU. Na semana passada, a Hapag-Lloyd tambm anunciou ter adiado para Março/Abril do próximo ano as entregas de três navios de 13 200 TEU que deveriam entrar ao serviço no segundo semestre do ano corrente. A Hapag-Lloyd terá encomendados seis navios, com um total de 79 mil TEU. Este ano, a frota mundial de porta-contentores celulares deverá crescer 8%, superando a fasquia dos 18 milhões de TEU. A Alphaliner prevê a entrega de 271 navios, com uma capacidade total de 1,7 milhões de TEU. Outros 25 navios, com 100 mil TEU de capacidade, têm já as suas entregas adiadas.


Recortes 057 22-03-2013  

APSS apoia SATA Rallye Açores 2013 • Porto de Leixões: Mercadorias aumentam em Fevereiro • Sines recebe primeiro navio do Pendulum Service p...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you