Page 1

Recortes nº 011 Índice – 17 de Janeiro de 2011 - Porto de cresce 120 por cento na carga de contentores - Porto de cresce 120% nos contentores - Porto de cresce 120% nos contentores - Tróia – Poupa dez euros se evitar ‘ferry’ - Cavaco Silva defende criação do Ministério do Mar - Balança comercial do euro sofreu quebra de 89% até Novembro - Lisboa – Cruzeiros devem aumentar em 2011


O Setubalense, 17 de Janeiro de 2011 – Pág. 7


Cargo News, 14 de Janeiro de 2011

Porto de Setúbal cresce 120% nos contentores O porto de Setúbal registou um crescimento de 120% na tonelagem de carga contentorizada em 2010. Este aumento significa um movimento nos contentores superior a 500 mil toneladas e corresponde a cerca de 45 mil teu que passaram pelo porto de Setúbal em 2010, mais 75% que em relação ao ano transacto. Trata-se de um movimento recorde no porto de Setúbal, num segmento que tem registado um forte crescimento com o impulso da nova fábrica da Portucel junto ao porto e com as novas linhas de navios porta-contentores que passaram a escalar Setúbal regularmente em 2010, com ligações ao Norte da Europa, ao Mediterrâneo e à Costa Africana, ficando desta forma o porto colocado definitivamente no mapa dos mais importantes portos portugueses e ibéricos de contentores. São números que reflectem a valia da aposta que tem vindo a ser abraçada pela Comunidade Portuária de Setúbal no desenvolvimento do segmento dos contentores, com um esforço contínuo do aumento do leque de soluções competitivas intermodais, quer para os armadores, quer para os clientes, em especial dos terminais da Sadoport e da Tersado. Não são alheios a grande disponibilidade de terraplenos, a facilidade das ligações rodoviárias e ferroviárias descongestionadas, os modernos equipamentos de cais e os fundos para navios PANAMAX dos terminais portuários de Setúbal. Para além da Portucel, são já inúmeros os clientes que preferem o porto de Setúbal para a exportação de produtos transformados para África e para o movimento de produtos com os países da bacia do Mediterrâneo ou do Norte da Europa, utilizando a ligação ferroviária diária entre a Bobadela e o porto de Setúbal e as linhas marítimas da Maersk, Safmarine, Portline, Grimaldi, UECC, WEC, Tarros ou Eurocondal.


Newsletter APP, 17 de Janeiro de 2011

Porto de Setúbal cresce 120% nos contentores O Porto de Setúbal registou um crescimento de 120% na tonelagem de carga contentorizada em 2010. Este aumento significa um movimento nos contentores superior a 500 mil toneladas e corresponde a cerca de 45 mil TEUs que passaram pelo porto de Setúbal em 2010, mais 75% que em relação ao ano transacto. Trata-se de um movimento recorde no Porto de Setúbal, num segmento que tem registado um forte crescimento com o impulso da nova fábrica da Portucel junto ao porto e com as novas linhas de navios porta-contentores que passaram a escalar Setúbal regularmente em 2010, com ligações ao Norte da Europa, ao Mediterrâneo e à Costa Africana, ficando desta forma o porto colocado definitivamente no mapa dos mais importantes portos portugueses e ibéricos de contentores. São números que reflectem a valia da aposta que tem vindo a ser abraçada pela Comunidade Portuária de Setúbal no desenvolvimento do segmento dos contentores, com um esforço contínuo do aumento do leque de soluções competitivas intermodais, quer para os armadores, quer para os clientes, em especial dos terminais da Sadoport e da Tersado. Não são alheios a grande disponibilidade de terraplenos, a facilidade das ligações rodoviárias e ferroviárias descongestionadas, os modernos equipamentos de cais e os fundos para navios PANAMAX dos terminais portuários de Setúbal. Para além da Portucel, são já inúmeros os clientes que preferem o porto de Setúbal para a exportação de produtos transformados para África e para o movimento de produtos com os países da bacia do Mediterrâneo ou do Norte da Europa, utilizando a ligação ferroviária diária entre a Bobadela e o Porto de Setúbal e as linhas marítimas da Maersk, Safmarine, Portline, Grimaldi, UECC, WEC, Tarros ou Eurocondal.


Diário de Notícias, 16 de Janeiro de 2011 – Pág. 30


Cargo News, 14 de Janeiro de 2011

Cavaco Silva defende criação de Ministério do Mar O candidato presidencial Cavaco Silva defendeu que deve ser novamente criado um Ministério do Mar e ser eliminada a burocracia para aproveitar esse recurso que "tanta riqueza e tantos empregos podia gerar". Num almoço-comício em Viana do Castelo, Cavaco Silva, lembrou que quando foi primeiroministro criou "o Ministério do Mar, que teve como responsável o saudoso comandante Azevedo Soares, e depois uma pessoa aqui presente, engenheiro Duarte Silva". Penso que devíamos voltar a encarar a possibilidade de criar o Ministério do Mar. Eu ia para além da sugestão que aqui foi feita da secretaria de Estado do Mar", acrescentou o candidato presidencial apoiado pelo PSD, CDSPP e MEP. Cavaco Silva referiu que "hoje os assuntos do mar estão repartidos por vários ministérios", da Defesa, Agricultura, Ciência e Tecnologia e Ministério dos Transportes e Comunicações."A dispersão não é boa conselheira nesta matéria. É preciso uma articulação muito mais forte, mesmo que haja boa vontade ao nível de topo, e ela não se consegue sem colocar os assuntos do mar com uma direção política muito clara e uma direção política que possa fazer valer, em Conselho de Ministros, os interesses da gente do mar e o aproveitamento desta enorme potencialidade que é o mar", considerou. Cavaco Silva assinalou que falou do mar como "recurso estratégico" logo no seu discurso de posse como Presidente e disse ter encontrado "imensos aliados" nesta sua "cruzada": autarquias, agentes económicos, "apesar das dificuldades que lhes são criadas", pescadores, sindicatos e universidades."Mas existem decisões que requerem um empenho ao nível do Governo e da Assembleia da República", acrescentou, defendendo que há burocracia a mais que prejudica o investimento neste "setor que tanta riqueza e tantos empregos podia gerar para Portugal".


Diário Económico, 17 de Janeiro de 2011 – Pág. 12


Jornal de Notícias, 17 de Janeiro de 2011 – Pág. 41


Recortes Nº 011 de 2011  

- Porto de cresce 120 por cento na carga de contentores- Porto de cresce 120% nos contentores- Porto de cresce 120% nos contentores- Tróia –...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you