Issuu on Google+

Recorte nº 248 Índice – 29 de Dezembro de 2010 • Porto de Setúbal aproxima- se de Itália • Sistema de Gestão de Qualidade da APSS auditado com sucesso • Presidentes de 22 empresas públicas sem destino conhecido • Porto de Sines aprofunda relação com congénere chinês • Espanha prevê chegar aos 500 milhões de toneladas em 2015 • ‘Trabalhamos todos os dias rumo à Excelência’ • O Mar e o Futuro de Portugal • Funchal: Mais 14% de passageiros em navios de cruzeiro entre Janeiro e Novembro • Emissões de CO2: Sectores aéreo e marítimo incluídos na análise da T&E

1


País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 8

2


Cargo News – 28 de Dezembro de 2010

Sistema de Gestão da Qualidade da APSS auditado com sucesso Foi concluída com êxito a Auditoria de Acompanhamento ao Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) da Administração dos Portos de Setúbal e de Sesimbra (APSS) segundo o referencial NP EN ISO 9001:2008. Esta ação inseriu-se no 2º ciclo de auditorias levadas a cabo pela Lloyds Register Quality Assurance, com caráter anual, desde a obtenção do primeiro certificado da Qualidade da APSS, em 21 de novembro de 2009. "O sucesso alcançado resulta do empenho e colaboração de todos os que compõem a APSS, sendo uma vez mais reconhecido pelo auditor o esforço contínuo de melhoria dos serviços prestados, com evidentes benefícios para os clientes", refere a administração do porto sadino, acrescentando que "dando continuidade a esta 3


conduta, será objetivo da APSS, no próximo ano, a certificação do Sistema Integrado de Gestão da Qualidade e Ambiente.

Diário Económico – 29 de Dezembro de 2010 – Pág. 28 e 29

4


País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 8

5


Transportes & Negócios – 27 de Dezembro de 2010

6


Espanha prevê chegar aos 500 milhões de  toneladas em 2015 Ao longo do próximo ano, os portos espanhóis deverão ganhar cerca de 6,5  quilómetros de frente de cais, prevê o Ministério do Fomento. [+]

País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 10

7


País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 11 8


9


País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 12

10


País Económico – Dezembro de 2010 – Pág. 13

11


Cargo News – 28 de Dezembro de 2010

Funchal: Mais 14% de passageiros em navios de cruzeiro entre janeiro e novembro O movimento de passageiros dos navios de cruzeiro que visitam o porto do Funchal cresceu 14% entre janeiro e novembro deste ano, enquanto as escalas subiram 7% no mesmo período, em comparação com os mesmos meses do ano anterior (254 navios, mais 15 que em 2009). No mês de novembro houve 13 cancelamentos ou por alteração de data da escala ou por alteração na própria rota, devido ao mau tempo que se verificou no Atlântico nas duas primeiras semanas, o que levou a que se tenha registado uma diminuição na ordem dos 12% no movimento de passageiros e de 16% nas escalas. Novembro é habitualmente um dos melhores meses do ano no porto do Funchal, uma tendência para continuar, pois apesar da referida redução de escalas, foi até agora o segundo mês mais movimentado, depois de abril, com 41 escalas. Para novembro de 2011 há já 56 reservas para o porto do Funchal, num ano que se prevê continue a ser de crescimento e de consolidação deste porto, enquanto passagem obrigatória nesta rota do Atlântico. A Madeira foi eleita o segundo melhor destino europeu de cruzeiros no final de novembro na Seatrade Med Cruise Convention, que teve lugar em Cannes.

12


Cargo News – 28 de Dezembro de 2010

Emissões de CO2: Setores aéreo e marítimo incluídos na análise da T & E A associação independente Transport & Environment (T & E) incluiu pela primeira vez os setores aéreo e marítimo na análise anual sobre as emissões de gases com efeito de estufa na União Europeia, com o respetivo valor a ser estimado a partir das vendas de combustível para os dois setores, pretendendo refletir as emissões de dióxido de carbono. O relatório, que inclui as pesquisas até 2008, mostra que entre 1990 e 2008 as emissões de dióxido de carbono geradas pelos transportes na UE aumentaram 34%, enquanto as emissões noutros setores caíram um total de 14%. Além disso, em comparação com 2007, as emissões do setor dos transportes diminuiram 1, 6%, enquanto que as geradas por outros setores caíram 2,2%. Assim, em 2008, a parcela das emissões totais dos transportes subiu mais de 28% para 29% (em 1990 foi de 21%). No que diz respeito às emissões geradas pelos setores de aviação e transporte 13


marítimo entre 1990 e 2008, elas aumentaram respetivamente 110% e 56%. Em 2008, as emissões da aviação ficaram inalteradas em relação ao ano anterior, enquanto as emissões dos transportes marítimos caíram 2,1% em relação a 2007. Em 2008, além disso, a emissão de transportes aéreos e marítimos em conjunto representaram 7% das emissões totais de dióxido de carbono e 24% do setor dos transportes só (em 1990 esses percentuais eram de 3,8% e 18%).

14


Recortes 248 29-12-2010