Page 1

Recorte nº 190 Índice – 1 de Outubro de 2010 • Concurso do Porto de Setúbal anulado • Porto de Setúbal na Expo São Mateus • Porto de Setúbal – Madeira descarregada segue por ferrovia para a Figueira da Foz • Porto de Setúbal consolida utilização da ferrovia • Terminal XXI movimenta 90 mil TEU’s por ferrovia • Sines: construção do molhe leste arrancará em Novembro • Porto de Lisboa – Contentores vão parar a tribunal • Portos da CPLP reunidos em Cabo Verde • Aveiro e Rio de Janeiro são agora portos marítimos irmãos • Los puertos mediterrâneos se perfilan como puerta de entrada del comercio asiático

1


i – 1 de Outubro de 2010 – Pág. 6

2


Cargo News – 30 de Setembro de 2010

Porto de Setúbal na Expo São Mateus O porto de Setúbal esteve presente na sexta edição da Expo São Mateus, em Elvas, de 17 a 26 de setembro. A participação constou de um Stand Institucional do porto, no qual esteve à disposição do público diverso material em suporte papel com informação detalhada sobre as atividades e projetos que se desenvolvem nesta infra-estrutura portuária. A administração de Carlos Gouveia Lopes refere que “a presença do porto de Setúbal neste certame é uma oportunidade de dar a conhecer o porto, uma vez que conta com uma forte presença de agentes logísticos, quer nacionais, quer espanhóis, numa região estratégica relativamente à articulação logística ibérica.

3


O Setubalense – 1 de Outubro de 2010 – Pág. 5

4


Transportes.Online – 30 de Setembro de 2010

Recebeu 25 mil toneladas de madeira

Porto de Setúbal consolida utilização da ferrovia O Porto de Setúbal recebeu cerca de 25 mil toneladas de madeira com destino à Figueira da Foz. A mercadoria, com origem no porto chileno de Coronel, chegou a Setúbal no navio “Genco Explorer”, agenciado pela Mar e Sado, numa operação que decorreu, de 9 a 20 de Setembro, no terminal Multiusos Zona 2, concessionado à Sadoport. A matéria-prima seguiu posteriormente por via ferroviária para a Figueira da Foz, a cargo do operador ferroviário Takargo. Segundo a APSS – Autoridade Portuária de Setúbal e Sesimbra “trata-se de mais um passo para a consolidação da utilização da ferrovia no transporte de carga por via terrestre de e para o Porto de Setúbal, modo de transporte que, no 1º semestre de 2010, já representou 22 por cento do volume total de mercadorias movimentadas pelo porto. As vantagens da ferrovia face à rodovia passam pela maior eficiência e rapidez e, sobretudo, por um menor impacto ambiental, com mais reduzidas emissões de CO2 para a atmosfera”. por: Pedro Pereira

5


Transportes.Online – 30 de Setembro de 2010

Já é o maior na Península

Terminal XXI movimenta 90 mil TEU’s por ferrovia O Terminal XXI da PSA Sines vai movimentar cerca de 90 mil TEU’s por caminho-de-ferro este ano, sendo já o maior terminal portuário ferroviário da Península Ibérica em termos de movimento de carga contentorizada. Em relação ao ano anterior traduz-se num aumento de 15 mil TEU’s movimentados por ferrovia. Diariamente são operados oito comboios pela CP Carga. Para aumentar a sua capacidade, o Terminal de Contentores de Sines tem em curso obras de ampliação do cais que permitirão aumentar o seu comprimento para 730 metros. As obras deverão estar concluídas em Março de 2011. A partir dessa altura passará a ser possível movimentar em simultâneo dois navios porta-contentores de 14.000 TEU’s ou um grande e dois mais pequenos. Para permitir as operações de carga e descarga, o Terminal XXI da PSA vai receber três novos pórticos de 80 toneladas, que se virão aos três pórticos de 50 toneladas já em operação. Até final de 2011, o Terminal de Contentores de Sines passará a ter uma capacidade de movimentação de um milhão de TEU’s, objectivo que deverá ser concretizado no espaço de três ou quatro anos, segundo revelou Jorge d’Almeida, numa intervenção no 7º Congresso da Agepor, que se realizou no passado dia 28 de Setembro no auditório da Administração do Porto de Sines. por: Carlos Moura

6


Cargo News – 30 de Setembro de 2010

Sines: construção do molhe leste arrancará em Novembro A construção molhe leste do porto de Sines, de proteção ao terminal XXI, deverá iniciar-se provavelmente já no próximo mês de novembro, referiu Lídia Sequeira. A presidente do CA do porto de Sines teve oportunidade de avançar, na cerimónia oficial de inauguração do terminal do Entrocamento da MSC Portugal, que a obra do molhe leste, “deve iniciarse ainda este ano, uma vez que todos os procedimentos concursais estão praticamente concluidos“. Lídia Sequeira considerou “importante, num momento difícil da economia nacional e mundial, termos condições para avançarmos com este investimento“. A explicação reside, explicou a presidente do porto de Sines, no facto “de nos termos verdadeiramente empenhado, no início do nosso mandato, em tomar um conjunto de medidas, nomeadamente de saneamento financeiro da empresa, que nos permitem agora avançar com investimentos sem os constrangimentos de esperar pelas vicissitudades que o Orçamento de Estado possa vir a ter“. As obras de prolongamento do cais de acostgem do Terminal XXI continuam a avançar a bom ritmo, aguardando-se a sua entrada ao serviço em março próximo, ficando o muro de acostagem com um total de 730 metros. A bacia de rotação deste terminal que o molhe leste vai proteger terá uma profundidade de menos 17 metros.

7


Correio da Manhã – 1 de Outubro de 2010 – Pág. 28

8


Cargo News – 30 de Setembro de 2010

Portos da CPLP reunidos em Cabo Verde Tem início hoje, 30 de setembro, na Cidade do Mindelo (S. Vicente, Cabo Verde), uma reunião de trabalho dos portos da CPLP. Trata-se de reunião preparatória dos III Encontro dos Portos da CPLP, a realizar em Luanda, Angola, a 2 e 3 de dezembro do corrente ano. A ENAPOR – Portos de Cabo Verde, é desta feita a anfitriã da reunião intermédia. A análise e apreciação dos progressos verificados no estudo de mercado que se encontra a ser desenvolvido para discussão em Luanda, integram a agenda dos trabalhos. Em declarações à Inforpress, a directora do Gabinete Administrativo e Relações Públicas da Enapor, Madalena Almeida, explicou que de acordo com as conclusões do último encontro realizado em Fortaleza, em Luanda deverá prevalecer "uma orientação mais virada para o mercado e o negócio, em detrimento de um figurino mais institucional" que caracterizou as duas primeiras reuniões. Com vista a apoiar a prossecução desse objectivo, os participantes ao encontro de 2009, em Fortaleza, aprovaram a ideia de lançamento de um estudo de mercado, pela APP, abrangendo os países e portos participantes, visando essencialmente criar uma base de trabalho e informação que possam apoiar o desenvolvimento do transporte marítimo entre os portos e regiões abrangidos. O estudo está em curso e deverá ser disponibilizado aos participantes para apreciação, no próximo Encontro dos Portos da CPLP. Deste modo, afigurando-se de interesse analisar, numa fase preliminar, a informação e os dados recolhidos pela empresa que está a efectuar o estudo, assim como estabelecer, em conjunto, a agenda de trabalhos e outros aspectos relevantes para a realização do III Encontro dos Portos da CPLP, optou-se por essa reunião preliminar do Mindelo, sob a coordenação da APP e a Enapor. Participam, para além de Cabo Verde, representantes dos portos de Portugal (APP), Brasil, Angola e Moçambique.

9


Transportes.Online – 29 de Setembro de 2010

Cooperação reforçada

Aveiro e Rio de Janeiro são agora portos marítimos irmãos A Administração do Porto de Aveiro (APA) e a Autoridade Portuária do Porto do Rio de Janeiro - Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), assinaram no dia 28 de Setembro, um Acordo Internacional de Portos Marítimos Irmãos. O documento foi subscrito por José Luís Cacho, pela APA, e Jorge Luiz de Mello, pela CDRJ, na sede do Porto de Aveiro. A permuta de informações referentes às movimentações operacionais de navios de carga e de passageiros em cada porto, projectos de desenvolvimento de infra-estruturas portuárias e pesquisas de marketing em geral integram o clausulado do acordo, que contempla também a constituição de grupos de trabalho para intercâmbio de conhecimentos e visitas de natureza técnica entre os dois portos. As partes outorgantes assumiram ainda o compromisso de fomentar, através dos seus meios normais de promoção, o relacionamento e as vantagens negociais entre os Portos Irmãos. por: Carlos Moura

10


El Vigia – 13 de Setembro de 2010 – Pág. 30

11

Recortes 190 01-10-2010  

Índice – 1 de Outubro de 2010 1 i – 1 de Outubro de 2010 – Pág. 6 2 Cargo News – 30 de Setembro de 2010 3 O Setubalense – 1 de Outubro de 20...