Issuu on Google+

Recorte nº 145 Índice – 29 de Julho de 2010 • APSS patrocina SATA Rallye Açores 2010 • Primeiro troço da linha UIC avança em Setembro • CP Carga reclama liderança do mercado e exclusividade nos portos • Empreitada da alta velocidade arranca em Setembro no terreno • Dia Mundial do Mar já começa a mexer • O maior cruzeiro da Europa atracou lotado no Tejo e antes da hora marcada

1


Cargo News – 28 de Julho de 2010

APSS patrocina SATA Rallye Açores 2010 A Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) foi um dos patrocinadores da 45ª Edição do SATA Rallye Açores, que decorreu, de 15 a 17 de julho, na ilha de S. Miguel, numa organização do Grupo Desportivo Comercial. A prova contou para a Taça da Europa de Ralis – FIA, para o Campeonato de Portugal de Ralis e para o IRC – Intercontinental Rally Challenge/Eurosport. O porto de Setúbal foi, uma vez mais, a plataforma escolhida para o transporte, embarque para a ilha de S.Miguel e posterior retorno, de viaturas da prova e de apoio, no navio ro-ro “Fast Challenger”, agenciado pela Barwill Knudsen e operado pela Setefrete. As operações portuárias, inicialmente previstas para serem efetuadas pela Tersado no Terminal Multiusos Zona 1, a exemplo do ano transato, foram, por motivos operacionais resultantes do número e envergadura dos navios acostados, realizadas no Terminal Ro-Ro. O SATA Rallye Açores é um dos acontecimentos desportivos nacionais que goza de mais visibilidade internacionalmente, quer pelo prestígio que conquistou no seio das entidades reguladoras da modalidade, quer pela ampla divulgação difundida pelos media de todo o Mundo, sendo que, em 2009, foi considerado um evento de interesse público pela Secretaria de Estado do Desporto. O patrocínio da APSS constou da isenção de pagamento das TUP-Carga, TUP-Navio e Tarifas de Pilotagem.

2


Cargo News – 28 de Julho de 2010

Primeiro troço da linha UIC avança em setembro O Governo português vai avançar com as obras do troço de alta velocidade (bitola UIC) PoceirãoCaia, na ligação Lisboa-Madrid, em setembro, anunciou hoje António Mendonça, ministro das Obras Públicas, em Alcazaba (Espanha). António Mendonça falava após a realização dos testes de carga no viaduto de Alcazaba, naquele que é o primeiro teste da linha de alta velocidade na Extremadura. O governante português, na presença do seu homólogo espanhol, o ministro do Fomento de Espanha, José Blanco Lopéz, reconheceu que do lado de lá da fronteira os trabalhos vão mais adiantados. "Constatamos hoje que o projeto de alta velocidade em Espanha está no terreno e a desenvolver-se. Mais de 100 quilómetros já em construção. Também têm um conjunto muito significativo de outros troços em estudo, execução e adjudicação". António Mendonça garantiu que em Portugal os trabalhos têm início em setembro e que o arranque oficial será dado na Cimeira Ibérica a realizar na cidade fronteiriça de Elvas. "Em Portugal as coisas estão ligeiramente mais atrasadas, até porque a metodologia que nós seguimos é diferente. Nesta ligação Lisboa-Madrid optámos por duas grandes parcerias público-privadas. Em setembro vamos ter a oportunidade, talvez quem sabe, no âmbito da Cimeira Ibérica, de marcar no terreno o arranque da obra na ligação entre o Poceirão-Caia (fronteira espanhola)", anunciou o ministro português. Relativamente à outra parceria público-privada que faz a ligação entre Lisboa e o Poceirão, que inclui a terceira travessia do Tejo, António Mendonça adiantou que, devido à crise internacional, houve necessidade de repensar o modelo de financiamento do projeto. "Era uma parceria que necessitava de recurso a um elevado crédito bancário e neste momento estamos a tentar canalizar um conjunto 3


de verbas comunitárias que podem ser utilizadas no âmbito desse projeto e dessa maneira aliviar significativamente os encargos financeiros do Estado".

Cargo News – 28 de Julho de 2010

CP Carga reclama liderança do mercado e exclusividade nos portos A CP Carga tem uma quota (em ton. / km) de cerca de 35% no mercado nacional e superior a 97% em termos de transporte ferroviário nacional e de valor equivalente no tráfego internacional, e é exclusiva no tráfego de mercadorias de para os portos nacionais da orla atlântica, refere a empresa. Motivo reconhecidamente suficiente para a CP Carga, que está a assinalar a passagem do primeiro aniversário após a sua constituição, reclamar a liderança "incontestável no seu setor e um dos principais players no transporte de mercadorias nacional e do espaço ibérico". Presidida por Rocha Soares, a empresa de transporte ferroviário fechou 2009 com uma operação em fluxos nacionais e internacionais de cerca de 8,5 milhões de toneladas, prevendo ainda este ano, de acordo com os resultados já alcançados no primeiro semestre, atingir um valor próximo dos 9,5 milhões de toneladas transportadas. Continuando a sua evolução positiva no mercado da logística e transporte ferroviário de mercadorias, a empresa prevê atingir as 12 milhões de toneladas em 2014. De acordo com o mercado potencial ferroviário, interno e transfronteiriço, a estrutura de negócio da CP Carga deverá estabilizar nos próximos 3 anos nos 75% de mercado nacional e 25% de mercado internacional. O transporte ferroviário é especialmente apto a operar grandes fluxos e ou fluxos de longa distância. Excluindo o tráfego de contentores que é fortemente multi-produto, a 4


grande fatia do negócio terá sempre por base as matérias-primas e os produtos de grande consumo (fileira florestal, materiais de construção, cereais e matérias primas, fileira alimentar, combustíveis sólidos e líquidos, etc.). "Numa clara aposta no melhoramento dos seus produtos e serviços, a CP Carga continua empenhada na sua estratégia de desenvolvimento sustentável, apresentando o transporte ferroviário, em termos médios, ganhos ambientais um valor de 1,5 vezes maior do que a sua faturação (120 milhões de euros)", lê-se no comunicado da CP Carga.

PÚBLICO – 29 de Julho de 2010 – Pág. 21

5


Cargo News – 28 de Julho de 2010

Dia Mundial do Mar já começa a mexer À medida que nos aproximamos da data, o programa das celebrações do Dia Mundial do Mar 2010, que vai ocorrer na semana de 20 a 26 de setembro, pelo país, começa a ser divulgado. As várias iniciativas locais vão sendo inscritas no programa geral em www.imarpor.pt. Pode-se desde já avançar neste espaço que no dia 23 (5ªfeira), nas instalações do VTS Costeiro (à Escola Náutica), irão decorrer, com ínicio na manhã, uma jornada temática sobre STCW revisto e Convenções do Trabalho Marítimo) e, ao fim da tarde, uma sessão comemorativa. O IMTP apela a todas as entidades que pretendem assinalar a efeméride a que lhes seja enviada informação relativa a essas iniciativas para divulgação na net e no 6


programa impresso (a remeter também à IMO).Mais informações em www.imarpor.pt, ou junto do incansável Seixas da Fonseca.

PÚBLICO – 29 de Julho de 2010 – Pág. 25

7


Recortes 145 29-07-2010