Page 1

Recorte nº 052 Índice – 16 de Março de 2010 • Velhos barcos teimam em sair da praia da Saúde • Três reparos • Porto de Sines apresenta logística como trunfo a embaixador espanhol • Tribunal de Contas iliba Liscont dos contentores em Alcântara • Partidos da oposição voltam à carga com contentores • CP Carga quer 40 comboios semanais para o porto de Aveiro • Portos de Portugal na Seatrade Miami’10 • Portos nacionais juntos na Seatrade Miami • CE quer os navios protegidos contra a pirataria • Zaldesa y los puertos de Aveiro y de Leixões impulsam el transporte intermodal • La internacionalización de las concessionarias españolas suaviza el impacto de la crisis • Fábrica La Seda de Barcelona em Sines ainda não retomou a construção • EUA – Produção industrial aumentou 0,1% acima das previsões dos analistas • Duas centenas de voluntários vão tentar limpar 82 lixeiras o concelho

1


Sem Mais – 13 de Março de 2010 – Pág. 25

Cargo News – 14 de Março de 2010

2


O Setubalense – 15 de Março de 2010 – Pág. 6

3


Sem Mais – 13 de Março de 2010 – Pág. 29

Diário Económico – 13 de Março de 2010 – Pág. 37

4


Diário Económico – 16 de Março de 2010 – Pág. 20

PÚBLICO – 16 de Março de 2010 – Pág. 20

5


PÚBLICO – 16 de Março de 2010 – Pág. 5

6


Transportes & Negócios – 15 de Março de 2010

CP Carga quer 40 comboios semanais para o porto de Aveiro A CP Carga prevê realizar cerca de 40 comboios semanais para o porto de Aveiro, num horizonte de seis meses, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o presidente da empresa Rocha Soares. [+]

7


Carga News – 16 de Março de 2010

Portos de Portugal na Seatrade Miami’10 Os portos de Leixões, Lisboa, Portimão, Açores e Madeira estão presentes na 25ª edição Seatrade Cruise Shipping Miami, o principal evento da indústria de cruzeiros, que decorre desde ontem, 15 de março, até ao próximo dia 18. Pela primeira vez, os cinco portos portugueses irão integrar o mesmo espaço – o stand de Portugal – numa área de 56 metros quadrados, e com uma nova imagem que procura mostrar a diversidade e a especificidade de cada destino, assente num conceito de unidade e de identidade nacional. Aproveitando a presença neste evento, os representantes dos portos pretendem promover, junto dos executivos dos principais operadores de cruzeiro, o destino Portugal como um dos mais privilegiados para os navios e passageiros de cruzeiro. Especialmente para este efeito, os portos produziram uma brochura que, sob a marca “Cruise Portugal – Sailing roots”, dá a conhecer as infra-estruturas existentes em cada porto, ao mesmo tempo que divulga a oferta turística existente nos cinco destinos. A participação dos portos de cruzeiro neste certame insere-se no âmbito das ações de promoção conjunta desenvolvidas nos últimos anos e que muito têm contribuído para colocar Portugal na rota dos navios de cruzeiro. Em resultado dessas ações de promoção, a par dos investimentos realizados nas infra-estruturas para a melhoria do serviço prestado aos passageiros e navios, a atividade de cruzeiros registada nos portos portugueses tem crescido substancialmente nos últimos anos. Em 2009, foram 945 034 os passageiros recebidos nos portos portugueses, o maior número de sempre, ultrapassando os 904 600 turistas registados em 2008, o que corresponde a um crescimento de quatro por cento. Os portos portugueses apostam fortemente no mercado dos cruzeiros, que se perspetiva continue a crescer a nível nacional nos próximos anos, contribuindo de forma significativa para a afirmação de Portugal como um destino turístico de qualidade.

8


Transportes & Negócios – 15 de Março de 2010

Portos nacionais juntos na Seatrade Miami Pela primeira vez, os principais portos nacionais de cruzeiros estão juntos, no pavilhão de Portugal, na Seatrade Cruise Shipping Miami. [+]

9


Carga News – 15 de Março de 2010

CE quer os navios protegidos contra a pirataria A Comissão Europeia adotou uma recomendação aos Estados-Membros para verificar a aplicação efetiva das medidas preventivas para proteger os navios de atos de pirataria no mar, que foram recentemente validadas pela Organização Marítima Internacional (IMO). Bruxelas sublinhou os perigos da pirataria nas águas da Somália, onde atualmente 11 navios e 183 marinheiros são mantidos reféns. A Comissão Europeia declarou que, apesar da presença de forças navais em operação militar na NAVFOR-Atlanta, cerca de um quarto dos navios que transitam pela área não assinala a sua presença ao Conselho de Segurança Marítima. "A pirataria - revelou Siim Kallas, responsável europeu pelos transportes - constitui uma ameaça significativa para homens e mulheres a bordo e é um perigo real para a indústria naval e para o comércio mundial. As tripulações devem ser totalmente protegidas contra os atos de pirataria e seus empregadores devem certificar-se que eles podem trabalhar com toda a segurança quando estão em áreas de alto risco para a pirataria. A implementação de medidas preventivas e de auto-proteção desenvolvidas pela indústria e pela OMI são ferramentas eficazes para prevenir ou ajudar a combater os ataques de piratas."

10


El Vigia – 1 de Março de 2010 – Pág. 14

11


El Vigia – 1 de Março de 2010 – Pág. 18

12


Diário Económico – 16 de Março de 2010 – Pág. 32

13


Diário Económico – 16 de Março de 2010 – Pág. 16

14


O Setubalense – 15 de Março de 2010 – Pág. 7

15

Recortes 052 16-03-2010  

transporte intermodal • La internacionalización de las concessionarias españolas retomou a construção • EUA – Produção industrial aumentou 0...

Advertisement