Page 1

Leitura de Bordo

www.taxicultura.com.br

Exposição na OCA Esplendores do Vaticano

Águas de Lindoia Uma cidade que respira natureza

Roteiro executivo

A praticidade do fast food com sabor a la carte

José Silvério A voz e o dono da voz

Locutor da Band fala de sua trajetória no rádio Edição 15


2

TAXICULTURA|Novembro


EXPEDIENTE

Diretoria Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón Isabella Basto Poernbacher (editora@portodasletras.com.br) Redação Editor Waldir Martins MTB 19.069 Edição de Arte Carolina Samora da Graça Mauro Bufano Projeto Editorial Editora Porto das Letras Reportagem Arnaldo Rocha, Cássia Andrade Marina Schmidt e Miro Gonçalves

Editorial

Colaboradores Adriana Scartaris , Diego Dionísio, Elisângela Soares, Fernanda Monteforte, Fernando Lemos, Ivan Fornerón, Mery Hellen Jacon Pelosi e Paula Saletti, Rosane Storto e Vinnícius Balogh

A voz e o dono da voz Não são poucas as pessoas que, oriundas das mais diferentes regiões do Brasil ou do mundo, adotam e são adotadas pela nossa metrópole paulistana. Mas poucos tornam a sua relação com a cidade tão íntima, apaixonada e verdadeira do que o locutor esportivo José Silvério. Podemos pensar que esse explícito carinho que os paulistanos manifestam por José Silvério possa ser decorrente de sua atuação como narrador esportivo, mas, a sua contrapartida de carinho e reconhecimento pela cidade tem um alcance muito mais longo, na verdade passa pelo que de melhor a cidade de São Paulo pode oferecer aos paulistanos que escolheram viver por aqui: o fato de ser uma terra de muitas oportunidades. Não que esqueçamos os problemas e mazelas que nos afligem a todos, principalmente aquela população de baixa renda de nossas periferias. Porém, mesmo diante de um quadro muitas vezes cruel e dramático, José Silvério tem olhos para também identificar tudo de bom que a cidade pode oferecer. E, como retribuição, nos contempla com a emoção do seu grito de gol, que ecoa por todos os cantos da cidade. Assim é São Paulo, uma cidade onde a diversidade está sempre presente. Diversidade que pode ser vista na exposição Esplendores do Vati-

Fotografia Davi Francisco da Silva

cano: Uma Jornada Através da Fé e da Arte, que reúne parte do incrível acervo artístico acumulado pelo Vaticano. Aberta para a visitação até o dia 23 de dezembro, a mostra permite ao visitante realizar uma verdadeira viagem e entrar em contato com boa parte da história da arte da civilização ocidental. Um programa imperdível. Como imperdível é aventurar-se na cidade para se permitir descobrir diferentes roteiros e opções de arte e cultura que a cidade oferece, como a recém-inaugurada sala MuBE Nova Cultural. Instalada dentro do Museu Brasileiro da Escultura, o novo espaço se credencia para ser mais um centro irradiador de arte, com uma estrutura voltada para atender aos produtores culturais da cidade, ao mesmo tempo em que recebe seus expectadores com todo o conforto e atenção. Aproveite ainda para acompanhar nas páginas desta edição da TAXICULTURA o trabalho de Gustavo Calazans, na 1ª Mostra Casa da Leroy Merlin, as incríveis atrações que nosso correspondente Vinnícius Balogh traz diretamente da Big Apple e as delícias do roteiro gastronômico executivo, para quem deseja a praticidade do fast food com a tradicional qualidade da gastronomia paulistana. Desfruta e curta a cidade, ela merece! Boa viagem e boa leitura! Os Editores

Revisão Naira Uehara Publicidade Diretor Fábio Martucci Fornerón Assessoria jurídica Paulo Henrique Ribeiro Floriano Comercial Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Bruna Donaire Bissi Assinaturas e mailling (assinatura@portodasletras.com.br) Impressão Wgráfica Tiragem 25.000 exemplares Distribuição Gratuita

TAXICULTURA é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, São Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524, E-mail editora@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.

Dezembro|TAXICULTURA

3


SUMÁRIO | TAXICULTURA

06 Onde fica?

08 Capa

O prédio da luz

José Silvério – A voz e o dono da voz

18 08Um Mundo20 12 Todo

São Paulo Tem

Roteiro Tecnologia Executivo

MuBe Nova Cultural Paulistanos

2830 30 Bandeira32 32 Livre 22 28 30

Qualidade de Vida Beleza

Reflexão sobre qualidade de vida Agenda

40 Mundo Cão 44 Queda de pelos

Qualidade de vida Charme e Beleza

Bandeira Águas de Lindoia Livre Tecnologia

42 Horizonte Vertical 48 O Azul irremediável

ESPAÇO LEITOR

Para nós, sua participação é fundamental. Para enviar suas críticas, elogios, sugestões ou comentários basta enviar um email para: leitor@taxicultura.com.br Assim que recebermos sua mensagem entraremos em contato para atender a sua solicitação.

4

TAXICULTURA|Outubro

12 Big Apple

Novidades da capital do mundo

2216 14 Especial 16 3638 36 Agenda Cultural 32 36

13 Tecnologia

Dicas e sugestões

28 24 Beleza 18 38 Morar Bem 38

São Paulo: um do Vaticano Capa Unhas e esmaltes Agenda O Esplendores mundo todo Qualidade Bandeira de Vida LIvre São Paulo Morar O melhor da cidade Tem Bem

Morar Bem

Mundo&Cia

Gustavo Calazans

Capa


08

José Silvério

A voz e o dono da voz Locutor da Band fala da sua trajetória no rádio

20 38 Roteiro executivo A praticidade do fast food com sabor a la carte

46 22

22 32

Nunc sollicitudin, nisl id curbibendum at placerat vitae, sus tempor, lorem dui conultricies et ipsum. Sed non Esplendores do Vaticano Águas de Lindoia sequat tellus, et placerat mi viverra lectus. Suspendisse apresenta acervo sit amet augue lacus, vitae Uma cidade que sem sit ametMostra quam. Suspendde arte do Vaticano respira natureza isse quam mauris venenatis ligula.

O Samba da Vela

Beleza e saúde

Revelando São Paulo

Parece inacreditável que exista um trabalho tão genuinamente de raiz possa sobreviver de maneira tão despretensiosa como é a Comunidade do Samba da Vela. O melhor é poder ver que também esses talentos, como o Quinteto em Branco e Preto, que assisti outro dia em um programa da Globo, possam, mesmo que ainda timidamente, conquistar um espaço na cena musical brasileira, tão marcada apenas por interesses comerciais.

Como toda mulher, adoro ler sobre moda e dicas de beleza. Por isso achei muito legal a matéria publicada na edição 14 da TAXICULTURA, que destaca a importância da alimentação para garantir saúde e beleza. Não existe mágica para manter a beleza, a regra é básica: boa alimentação, exercícios e cuidados com a saúde.

Todo ano faço questão de ir ao Revelando São Paulo e fico muito feliz em perceber que a cada edição a festa tem conseguido mais espaço na imprensa. Sou paulistana e moro em São Paulo, mas toda minha família veio do interior e é uma alegria poder experimentar um pouco dessa cultura que faz parte da formação de todos nós.

Anita Marcondes

Mariza Ribeiro

Gilson Nascimento

Outubro|TAXICULTURA

5


ONDE

FICA?

Por Miro Gonçalves

O prédio da luz Localizado no coração de São Paulo, esse histórico prédio foi criado pelo arquiteto americano Willian Proctor Preston, em uma das esquinas mais movimentadas da cidade

O

Retrovisor do Taxista

edifício que é hoje tombado como patrimônio histórico começou a ser construído em 1925, sob a responsabilidade do escritório técnico de Ramos de Azevedo. Após quatro anos de trabalho, foi inaugurado em 1929, batizado como Alexandre Mackenzie, em homenagem ao advogado canadense que até o ano de 1928 havia sido presidente da empresa Brazilian Traction, o truste controlador da Companhia Light no Brasil. Entre os anos de 1939 e 1941, o prédio passou por uma expansão que lhe conferiu a sua fachada atual. No início dos anos 90, o edifício Alexandre Mackenzie foi vendido para um grupo de investidores que o transformaram em um imponente empreendimento comercial. Restaurado, o prédio recuperou todo o brilho do passado, inclusive os toldos das janelas, preservando integralmente as suas características originais.

Andrea Matarazzo

Os primeiros 10 leitores que identificarem a localização da foto acima ganharão um par de ingressos para o teatro.

Sua resposta deverá ser enviada para o e-mail:

leitor@TAXICULTURA.com.br

O resultado sairá na próxima edição junto com os nomes dos ganhadores.

Um Olhar diferente sobre a metrópole Na edição passada apresentamos duas fotos que integram o acervo de imagens do livro São

GANHADORES Ganhadores de um exemplar do Livro São Paulo e um par de ingressos para o Espetáculo Pay Per Riu, no Teatro Juca Chaves

Ganhadores de um par de ingressos para o Espetáculo Pay Per Riu, no Teatro Juca Chaves

Paulo, de autoria de Andrea Ma-

Everton Luiz dos Santos

Josineide Pereira de Lucena

tarazzo: uma vista aérea do Rio

Susana Guita Hepner

Paulo Belinato

Pinheiros, com suas marginais, e

Nelson Couto Júnior

Camila Ribeiro

o prédio da Estação da Luz, onde

Paulo Borelli

João Carlos Silvano

hoje também está instalado o

Paulo Tasca

Marcos Correia Chaves

museu da Língua Portuguesa.

6

TAXICULTURA|Outubro - Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br


Visite e indique: facebook TAXICULTURA - Setembro|TAXICULTURA

7


CAPA Davi Francisco

Por Waldir Martins

JSilvério osé A voz e o dono da voz

A

cima de qualquer coisa, esse mineiro, nascido na pequena cidade de Itumirim, é um apaixonado pelo rádio. E foi essa paixão, que, há 37 anos, trouxe para São Paulo o locutor esportivo José Silvério. Dono de uma voz inconfundível e uma técnica primorosa que o coloca como um dos mais representativos narradores da história do rádio brasileiro, Silvério passou a fazer parte da vida de milhões de paulistanos, que aguardam ansiosos a chegada dos domingos e

8

demais dias de jogos, para ouvir sua inesquecível narração de um gol. Para que se possa ter uma ideia da força dessa relação entre o ídolo e a massa, basta lembrar que, em levantamento realizado pela Revista Veja, no aniversário de 450 anos de São Paulo, ouvir a narração de um gol com o José Silvério figurou entre uma das 450 razões indicadas pelos paulistanos para amar a nossa cidade. Em uma conversa informal, Silvério contou para TAXICULTURA um pouco dessa sua trajetória e do seu declarado amor pela cidade.

TAXICULTURA|Outubro- Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


TAXICULTURA Como nasceu sua relação com o rádio?

José Silvério Em Itumirim, na infância, eu era apaixonado por futebol e por rádio, que, na verdade, era a única coisa que a gente tinha para acompanhar. Como não existia energia elétrica na cidade, nós tínhamos rádio à bateria de caminhão. Então, para ouvir rádio, era uma dificuldade enorme, a gente só conseguia ouvir nos finais de semana, porque Itumirim só tinha dois caminhões e eles viajavam trazendo queijo para São Paulo ou Rio de Janeiro. Saíam para viajar na segunda e só voltavam na sexta-feira ou no sábado. Quando tinha chuva, e como as estradas eram todas de terra nas imediações de Itumirim, a gente ficava naquela enorme expectativa para a chegada dos caminhões, para ouvir o jogo do domingo. Naquele tempo não tinha essa enxurrada de futebol que tem hoje, era praticamente só aos domingos. E, às vezes, os caminhões não chegavam e a gente não conseguia ouvir os jogos. Talvez até por essa dificuldade toda, eu criei um amor enorme pelo rádio.

TAXICULTURA E quando decidiu que iria se tornar locutor esportivo?

José Silvério Em 1958, com doze anos, fui para a cidade de Lavras estudar em um colégio interno, que eu batalhei, batalhei e batalhei para conseguir uma bolsa de estudos. E no colégio já tinha rádio. Lavras já era outro mundo, completamente diferente de Itumirim; embora seja pertinho, com uma distância de 18 quilômetros, naquele tempo era como se fossem milhões de quilômetros de distância. E no internato, a gente já ouvia rádio; quando podia, a gente acompanhava os jogos de domingo à tarde. Acabei por me tornar uma coisa meio folclórica na cidade, porque coloquei na cabeça que queria ser locutor esportivo e irradiava tudo o que podia: treino, jogo do time do colégio, o que fosse. E falava para todo mundo que ia ser locutor. E jogava botão. Isso era um esporte que todo mundo jogava naquela época, e eu jogava botão irradiando nossas partidas. E como eu era viciado no jogo de botão e ganhava de todo mundo, as pessoas exigiam que eu irradiasse os jogos, senão eles não jogariam comigo (risos). Fui irradiando e irradiando e desenvolvi esse gosto por esse negócio.

TAXICULTURA Mas como virou profissão?

José Silvério Em 1963, quando eu tinha 17 anos, no dia 20

Dono de uma trajetória transparente, José Silvério é um profissional com sensibilidade para a inovação

de julho, era aniversário de Lavras e ia ter um jogo entre a Olímpica, que era o time da cidade, e o Bragantino. Acontece que a rádio da cidade não tinha locutor, porque era tudo amador. Como não tinha ninguém, um rapaz que trabalhava na rádio e participava dos nossos campeonatos de botão falou que tinha um menino, meio maluquinho, mas parecia que irradiava bem (risos). E me levaram para irradiar. Fiz um teste em uma quarta-feira e na sexta fiz um treinamento narrando o treino da Olímpica em um gravador. Os caras aprovaram, narrei no domingo e passei a ser narrador. Minha carreira teve uma série de coisas a favor. No começo de 1964 teve outro jogo amistoso em Lavras – esse foi o sétimo jogo que transmiti – e tinha um rapaz, que havia trabalhado na Rádio Cultura de Lavras e tinha ido para a Rádio Itatiaia de Belo Horizonte. Acontece que ele tinha a noiva em Lavras. Nesse dia, ele estava na cidade e ligou o rádio para ouvir o futebol na Rádio Cultura e gostou. Chegou em Belo Horizonte, falou que tinha um cara em Lavras que era bom e o chefe dele disse: ‘se for novo, pode trazer’.

...coloquei na cabeça que queria ser locutor esportivo e irradiava tudo o que podia: treino, jogo do time do colégio, o que fosse...

Na segunda mesmo ele me ligou e perguntou se eu topava fazer um teste na rádio Itatiaia e eu respondi: ‘só se minha mãe deixar’ (risos). Estava com dezoito anos e fiz o teste em um jogo entre o Vasco e o Atlético Mineiro. Fui aprovado, me contrataram e eu fui para Belo Horizonte ser locutor esportivo. Assim foi o meu começo.

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

9


TAXICULTURA Teve algum locutor no qual você se inspirou?

José Silvério Todos os locutores esportivos eram meus ídolos. Na verdade, eu gostava muito mais do rádio, dos locutores do que do jogo em si. Sempre gostei mais do rádio do que do futebol. O resultado do jogo nunca me importou, me importava mais ouvir a transmissão do futebol. Sempre me encantei com o rádio. Eu viajo muito no pensamento, minha mulher diz que eu vivo no mundo da lua e é verdade, eu imagino muito as coisas e, para o rádio, nada pode ser melhor do que imaginar. Imagine você em Itumirim ou em Lavras, ouvindo um jogo no Rio de Janeiro, um Vasco X Flamengo no Maracanã. Você imagina o Maracanã e isso te leva, o rádio te leva. Antigamente, o rádio era um pouco diferente e eu ainda tenho um pouco disso. Tem gente que diz que gosta das minhas transmissões porque, além de narrar, eu conto histórias. E isso é verdade, eu conto histórias do lugar onde estou, falo do estádio e do que aconteceu ali. Hoje, isso é um pouco diferente, tudo é muito dinâmico, tudo é mais rápido, todo mundo tem acesso à internet, mas o rádio, quando você conta a história, ele leva a pessoa que está do outro lado a imaginar as coisas.

TAXICULTURA É isso que define um bom locutor esportivo?

...mas o rádio, quando você conta a história, ele leva a pessoa que está do outro lado a imaginar as coisas...

José Silvério: Sim, é isso que define um bom locutor esportivo. Em 2002, fui fazer a Copa do Japão e Coreia, uma Copa totalmente diferente. Era a primeira Copa fora da Europa ou América e ninguém sabia nada do futebol na Ásia, no Japão ou na Coreia. E são culturas milenares, totalmente diferentes, com suas festas e tradições. E começar a contar no rádio essas histórias que estavam acontecendo lá foi muito forte. Por exemplo, ninguém viu no Brasil, e isso foi uma falha lamentável da televisão, a festa de encerramento da Copa do Mundo em Yokohama, no jogo Brasil e Alemanha. Foi uma festa, uma das coisas mais fantásticas que já vi na minha vida. Quando cheguei ao estádio, a rádio não tinha nada definido para aquele momento. Então peguei a programação do evento, que estava em inglês, e enquanto as coisas iam acontecendo fui traduzindo e contando a história. A televisão não mostrou aqui a história do Japão com alegorias incríveis. Isso valeu muito para nós do rádio, porque uma Copa que nós não acreditávamos em termos de audiência, acabou se transformando em uma coisa fantástica.

TAXICULTURA Como você desenvolveu sua técnica de narração?

10

José Silvério conversa com o também radialista da Band,

José Silvério Outro dia levei minha mulher para ver uma transmissão e ela me perguntou: ‘como você consegue fazer tanta coisa ao mesmo tempo?’. Perguntou isso porque você tem que narrar, tem que ver os times, tem que cuidar da voz, coordenar a transmissão, porque é uma equipe inteira e você é quem comanda. E eu simplesmente respondi para ela: ‘não faço a menor ideia’. Para ilustrar isso, vou contar uma historinha da minha vida. Quando fui trabalhar no Rio, em 1971, a Rádio Continental estava se propondo a realizar um trabalho diferente, onde os locutores todos tivessem um padrão e para isso contrataram uma fonoaudióloga, que naquele tempo era uma raridade. Ela foi à rádio e, antes de começar o trabalho, me pediu para fazer um teste e ler um texto. Quando eu comecei a falar, ela disse ‘para...para...para’. Eu perguntei se estava fazendo errado e ela disse: ‘ao contrário, você é quem deveria dar aula para mim. Porque você fala baixinho, fala pausado, colocado e sai um monstro de voz do outro lado’. Então, eu não tenho muito como explicar, as minhas coisas são muito intuitivas.

TAXICULTURA Você é de uma geração pré-computador. Como lida com a tecnologia?

José Silvério A tecnologia mudou tudo. Sempre fui muito ousado e sempre estou percebendo as coisas, eu acompanho muito, porque tudo

TAXICULTURA|Outubro- Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


bem que eu não acho que isso seja um defeito: sou calmo e tranquilo na minha vida. Cuido da minha família, dos meus netos, passei um período muito difícil com a doença da minha primeira mulher, mas sou um cara tão bafejado pela sorte, porque passou o tempo e encontrei minha nova mulher, com quem estou há um ano e meio. Sempre fui um cara muito feliz, a minha vida sempre fluiu muito bem, mesmo com todos os problemas. Imagine que eu era um filho bastardo, um cara sozinho, só com uma mãe. Para enfrentar tudo isso e continuar dizendo para todo mundo que é feliz, é porque é muito feliz. Só para você ter uma ideia, a Revista Veja, quando São Paulo completou 450 anos, colocou 450 motivos para você amar São Paulo e um desses motivos é ouvir o José Silvério narrar um gol. E eu sou um dos poucos desses 450 motivos que é uma pessoa, a maior parte é um evento ou uma coisa, como o Parque do Ibirapuera. E eu sou uma pessoa. Então você veja, sou um locutor de rádio e, na época, eu até brincava que sempre gostei muito do Silvio Santos, mas o Silvio Santos não é [um dos motivos para amar São Paulo] e eu sou! (risos).

TAXICULTURA E o futebol? Você acha que o futebol do Brasil, no que diz respeito à organização, é um retrato do país?

José Silvério

Sergio Patrick, durante evento realizado pela emissora

mudou, o mundo mudou. Tenho quatro netos, e isso também vai ajudando. Tenho um neto com 16 anos, uma neta que vai completar 16, e os outros dois são mais novos. Quando conversamos, eles me perguntam porque eu gosto daquilo que eles também gostam. Mesmo sendo velho eu gosto das coisas novas, eu tenho Iphone, Ipad, eu monto música, gravo música, eu gosto de rock, tudo bem que o rock não é novo, o rock é exatamente da minha faixa etária, mas eu acompanhei os músicos de rock. Eles dizem: “o vô conhece o The Doors, sabe tudo dos Beatles, tem coleção dos Beatles, ouve música sertaneja... é um avô maluco!” (risos). Isso mostra o que eu sou, porque não faço isso por causa dos meus filhos, dos meus netos ou por causa da rádio, faço isso porque sou eu mesmo, é uma coisa minha. E conheço os novos e os velhos, eu vivo disso! Sou um cara que gosta de participar das coisas, aí você descobre o computador. Na Coreia, em 2002, no centro de imprensa tinha o estande da Sansung e outro da Sony e foi lá que eu descobri o computador. Comecei a ver as coisas e fique encantado. Voltei e a primeira coisa que fiz foi comprar um computador. Depois da copa da Alemanha eu comprei um notebook, que até então eu só tinha um desktop.

TAXICULTURA Quais foram os momentos que mais marcaram sua carreira?

José Silvério Tem gente que diz que tenho um defeito, se

O Brasil é hoje um país que cresceu muito, mas não se desenvolveu. Economicamente o país cresce, mas cresce mal. Você acessa o noticiário diário de rádio, jornal, internet, televisão e fica meio assustado com as coisas que estão acontecendo. E o futebol é isso, um desrespeito total, o jogador faz o que quer, a torcida faz o que quer e, tecnicamente, o Brasil não passa por um bom momento no futebol. Veja que a seleção jogou recentemente jogos fracos, e você analisa para ver o que pode ser feito e não vê caminho. Não temos nenhum técnico que seja novidade ou extraordinário e os jogadores que estão lá, de modo geral, são mesmos os melhores que nós temos.

TAXICULTURA Quais os legados que irão ficar da Copa do Mundo e das Olimpíadas?

José Silvério Sinceramente? Acho que o povo brasileiro não vai ganhar nada com a Copa do Mundo e há uma outra coisa muito triste que falo antes, posso até ser desmentido depois: o povo não terá como comprar ingressos. Nós acabamos de falar que o Brasil jogou aqui em São Paulo, e o ingresso mais barato custou oitenta reais. Para a Copa, pelo que já vi por aí, um ingresso não vai custar menos de duzentos dólares. Se eu fosse o torcedor, eu não iria.

TAXICULTURA Você está em São Paulo há quanto tempo? Como é a sua relação com a cidade?

José Silvério Eu amo São Paulo, acho a cidade sensacional e maravilhosa. Tem problemas? Claro que tem, mas tem coisas boas. Não sei porquê as pessoas reclamam tanto da cidade. Acho que o paulistano tem que amar São Paulo, eu não sou paulistano, mas eu me sinto paulistano, afinal, são trinta e sete anos que moro na cidade e já tenho vários descendentes nascidos aqui. Tem uma coisa que faço e muita gente poderia fazer: eu saio de segunda à quinta, às vezes, às sextas, mas no final de semana eu não saio. Primeiro, porque domingo eu não posso mesmo, mas sábado você pega restaurante cheio, tudo é mais cheio. Adoro sair de terça-feira. É um dia bom e já aprendi que a reposição dos supermercados e dos restaurantes acontece sempre na segunda à tarde ou na terça pela manhã, e você pega tudo novo. A minha relação com São Paulo é maravilhosa.

Visite e indique: facebook TAXICULTURA - Outubro |TAXICULTURA

11


BIG APPLE Por Vinnicius Balogh

Epicerie Boulud Divulgação

Essa mistura de mercearia, padaria e mercadinho merece a visita de quem realmente aprecia coisas diferenciadas e, claro, deliciosas. A Epicerie é mais uma loja do premiado cheff franco-americano Daniel Boulud, que conta com mais oito endereços em NY (dois citados e estrelados no guia Michelin). O CBGB hot dog, servido no chic balcão para ser degustado em pé, frustra quem aguarda o verdadeiro New Yorker hot dog, porém, o sabor do pão e da salsicha servidos cumprem bem o seu papel. Destaco também seus doces, sorvetes e lanches prontos para um rápido café da manhã. O Raw bar serve excelentes ostras, mas não é o forte da casa; você pode encontrar melhores ostras em outros bares na ilha. 1900 Broadway com a 64th Street

Apaixonado por viagens e gastronomia, Vinnicius Balogh traz aos leitores da TAXICULTURA dicas e sugestões para curtir na metrópole mais badalada do mundo

Divulgação

Divulgação

Passeio de bicicleta pelo Riverside Park NY é uma cidade que, para conhecer tudo o que ela oferece, seriam necessários meses, talvez anos, mas uma dica que eu não posso deixar passar é um lindo (e romântico!) passeio de bicicleta margeando o Hudson River. São três horas de percurso que, em um dia de sol, é impossível se arrepender! Deixe as compras de lado e se presenteie com essa maravilha. Recomendo começar alugando a bicicleta na Washington Street, esquina com a Charles Street no West Village, e subir em direção ao Harlen. O passeio é inteiramente feito em terrenos planos e sobre ciclofaixas que passam por parques com uma vista incrível. As bicicletas são excelentes e o aluguel sai por cinco dólares a hora.

Vinnicius Balogh é administrador de empresas e atualmente mora em Nova York, onde está realizando um Executive MBA na Columbia University Twitter: @vibalogh

12

No final de outubro começa a temporada 2012-2013 do basquete profissional americano, a NBA. A partir desta temporada, NY contará com dois times de basquete: o tradicional New York Knicks e o recém-adquirido Brooklyn Nets. Mesmo quem não é ligado no esporte, vale a pena conferir o tamanho do evento, que é de deixar qualquer turista (e os locais também) boquiaberto: show de luzes, o estádio, a organização e tudo o que um evento que reúne pelo menos 20 mil pessoas pode oferecer de melhor. Recomendo incluir um jogo em seu roteiro de viagem pela cidade. Os tickets podem ser comprados pela internet no site da NBA. Os jogos do Knicks são no Centro de Manhattan, no Madison Square Garden Arena e os jogos dos Nets acontecem no Brooklyn, com acesso bastante fácil pelo metrô. Os ingressos no começo da temporada são mais econômicos e os preços iniciam em sessenta dólares. Não pode perder.

TAXICULTURA|Outubro - É leitura de bordo dos taxis paulistanos

Divulgação

NBA em NY


Neste caderno você encontrará dicas, artigos, entrevistas e novidades sobre o mundo da tecnologia para facilitar o seu dia a dia

Aplicativos e ferramentas Photoscape

Divulgação

Sistemas operacionais Windows normalmente são lentos para iniciar. Entre várias causas estão os programas que se executam automaticamente, muitos, sem você perceber. Por isso, o aplicativo SOLUTO pode ajudar aqui, uma vez que diminui o tempo de inicialização do sistema quando você liga o seu PC. E uma dica adicional: vale a pena evitar salvar arquivos diretamente na área do desktop porque também aumenta a lentidão.

Divulgação

Soluto

Para as pessoas que gostam de editar fotos e imagens, um programa cheio de recursos é o PHOTOSCAPE. Muito útil por ser um programa de edição de imagens que dá suporte a vários tipos de efeitos. Permite ajustar itens como cor, brilho e tamanho, com filtros e efeitos, preto e branco, e até corrigir iluminação. Permite adicionar balões, quadros, textos e mosaicos e está disponível nos sites de downloads na web com distribuição gratuita.

Undoclose Divulgação

Se você é usuário de iPhone, um aplicativo imperdível é o LEMON. Para ajudar a organizar notas fiscais e comprovantes das suas compras do dia a dia. Você cria uma conta no site www.LEMON.com e sempre que tiver um comprovante, pode fotografá-lo e enviá-lo ao site pelo aplicativo. Um serviço interno extrai os dados das imagens e os armazena para que você possa ter acesso sempre que precisar e assim ter um verdadeiro arquivo da sua vida de consumo.

Poder abrir várias janelas ao mesmo tempo no sistema é um recurso muito bom para ter acesso a várias aplicações simultaneamente. Mas, quando se fecha uma janela sem desejar, às vezes fica complicado reabrir e navegar até o ponto onde estava. O UNDOCLOSE pode ajudar muito, pois permite acessar as pastas e aplicativos fechados recentemente com simples atalhos de teclado. Após executado, monitora silenciosamente todas as pastas e aplicativos que são fechados. E caso você precise, ajuda a retornar ao último ponto em que a sua aplicação estava quando você a encerrou. E vale para todas as janelas que foram abertas e fechadas desde que você fez o login com o seu usuário.

Divulgação

Lemon

Divulgação

Ccleaner Um programa que repara e otimiza o sistema no PC, deletando arquivos que não são necessários. Relacionados a navegadores, temporários, cookies e históricos, dados de navegação, fontes e ícones. A partir de uma lista que o software exibe quando inicializado, é possível definir quais deseja deletar e ainda fazer uma análise do estado do seu PC. Com isso, alem de mais seguro, o seu sistema fica também mais rápido.

Fernando Lemos é especialista em Soluções de Tecnologia, palestrante, colunista em rádios e TV. Autor de artigos em jornais, revistas e sites na web, e idealizador do Projeto Tecnologia Para Todos® Web: www.fernandolemos.com.br | Palestras: palestras@fernandolemos.com.br

Visite e indique: facebook TAXICULTURA - Outubro|TAXICULTURA

13


TECNOLOGIA

Geraldo Checon

Entrevista

Características da TI em empresas públicas e privadas

E

xecutivo com 26 anos de carreira desenvolvida em empresas privadas e públicas na gestão de infraestrutura de tecnologia da informação e desenvolvimento de sistemas aplicativos, Geraldo Checon Filho atuou em várias áreas de tecnologia da informação, como implantação de hardware, desenvolvimento de sistemas, desempenho de aplicativos, inovações tecnológicas e gestão de infraestrutura. Dono também de uma larga experiência na coordenação de equipes multidisciplinares para implantação de projetos de tecnologias inovadoras, esse consolidado executivo na área de tecnologia da informação falou com o Projeto Tecnologia Para Todos sobre as característica da TI em empresas públicas e privadas.

Fernando Lemos Geraldo, qual a principal diferença entre a gestão da TI em empresas públicas e privadas?

Geraldo Checon Atualmente, eu acredito que seja a regulamentação. Por causa de leis que regulam o processo aquisitivo e a gestão de pessoas no âmbito governamental, mantendo a transparência e probidade dos processos de compra. Isso vale para a TI também, o que é muito bom. Por exemplo, agora com a lei da transparência da Administração Pública, qualquer cidadão pode requerer informações dos órgãos públicos.

FL Como se gera inovação com tecnologia em empresas governamentais?

GC Toda inovação empregada no setor privado também está disponível para órgãos governamentais. O que dita a seleção destas tecnologias é a resolução dos problemas enfrentados pela Administração Pública, com processos, softwares e aplicativos que agreguem valor e/ou aumentem a produtividade dos servidores públicos.

FL O Brasil tem talento para inovação nas ações para o cidadão?

GC Diversos projetos mostram o talento brasileiro. Hoje, centenas de milhões de pessoas sabem o resultado, praticamente na mesma noite, da eleição. É o exemplo da urna eletrônica que hoje interessa ao mundo inteiro; o processo de recebimento das declarações do Imposto de Renda, em que a maioria das entregas já é feita pela Internet; o PoupaTempo ou a unificação dos cadastros. Em São Paulo, por exemplo, todo cidadão pode ter suas informações acessadas em qualquer posto de saúde, reduzindo o tempo das avaliações

médicas. E projetos da Polícia Militar usam softwares de análise de dados a partir de fotografias obtidas por helicópteros, para direcionar os contingentes policiais.

FL Quais processos na área pública estão sendo transformados pela tecnologia?

GC Eu creio que o grande impacto nos serviços públicos estará associado com a massificação do uso da certificação digital. Em um futuro próximo, não será necessário ir até uma agência do PoupaTempo para solicitar serviços públicos. A maioria estará disponível diretamente pela Internet, evitando filas, comprovações presenciais ou documentação redundante. O cidadão estará identificado, e poderá receber carteiras e documentos em sua própria residência ou disponibilizados na Internet.

FL Quais as tendências de uso das tecnologias nos órgãos de governo?

GC Atualmente se discute muito a questão do processamento em nuvem. Em alguns anos, haverá uma economia da ordem de 70% dos gastos associados com infraestrutura tecnológica. Existe também a implantação de tecnologias como Big Data, que procura extrair dados úteis da grande massa composta por diversos bancos de dados espalhados pelo mundo, internet e redes sociais. E ainda a questão da desmaterialização dos processos de trabalho dos órgãos públicos, com a contínua redução do uso de insumos como papel, tintas, etc., de grande impacto apoiando as questões ambientais. O e-Gov ainda tem muito espaço para crescer, com muitas novidades e facilidades para os cidadãos.

Apoio:

14

Em um encontro semanal na TV, Fernando Lemos tra

TAXICULTURA|Setembro - é leitura de bordoNETdos taxis paulistanos TV - CANAL 13 - NET CIDADE | 2as feiras – 09:30


Fernando Lemos apresenta o que há de mais moderno e o que vem por aí no universo da tecnologia

TECNOLOGIA

Direto da ficção Também conhecida pela sigla HUD, é um display que permite projetar informações nos para-brisas dos automóveis e futuramente outros veículos de transporte, de motocicletas a aviões. Projetando imagens em telas curvas, o HUD disponibiliza ao motorista informações como horário, temperatura, previsão do tempo, além das que hoje estão nos painéis, como velocidade média, nível de combustível e mesmo um GPS, sem que precise desviar o olhar do vidro. O display usa uma tecnologia chamada PICOP que projeta raios laser nas cores verde, azul e vermelho, compondo várias cores e tonalidades. Com o conteúdo podendo ser carregado a partir de um smartphone ou celular comum.

Ou FutureRobot, é um novo robô humanoide multifuncional recém-chegado ao Brasil. Desenvolvido na Coreia, é o primeiro do gênero na América Latina. Criado para uso em hospitais, cinemas, shoppings e restaurantes, ele concentra em uma única máquina várias funções. Com uma plataforma similar ao de smartphones, os usuários podem criar livremente conteúdo e aplicações para que o robô interaja com o público. Essa smart machine tem um menu de funções em tela sensível ao toque que controla uma série de periféricos. Sensores de ultrassom instalados na base permitem que o robô caminhe sozinho sem colidir com pessoas ou objetos. Outro sensor dá dimensão de espaço e uma câmera faz o reconhecimento facial e até de voz. Conta ainda com um compartimento para pagamento com cartões e uma impressora para notas e bilhetes.

Divulgação

FURO

Divulgação

Head Up Displays

Um site muito útil, com informações relacionadas a hábitos alimentares saudáveis. Traz dicas, informações sobre nutrientes, notícias, artigos e links relacionados também. Uma ótima sugestão para quem quer se manter ou entrar em forma.

Divulgação

www.ALIMENTACAOSAUDAVEL.org

Divulgação

Divulgação

Sites interessantes. Vale a pena conhecer As conversões de arquivos em outros formatos agora podem ser feitas online, em um site. Com operação muito simples, você escolhe qual arquivo precisa converter e o site faz a conversão para o formato que você desejar. Vale para arquivos de áudio, vídeo, imagem, documentos e até eBooks. Tudo online.

www.ONLINE-CONVERT.com

Mais que um currículo, um portfólio pode ajudar a fazer a diferença quando você quiser ou precisar expor o seu talento e realizações profissionais. Esse novo site ajuda a transformar a sua experiência profissional em uma vitrine digital. Funciona assim como um colecionador de documentos virtuais onde você acumula informações importantes sobre o seu trabalho para criar o seu portfólio online, em uma revista virtual.

www.ISSUU.com Nós apoiamos:

az as novidades do universo da Tecnologia®, entrevistas com muita gente bacana e muitas dicas interessantes! Visite e indique: facebook TAXICULTURA - Setembro|TAXICULTURA 0 | 3as feiras – 00:30 | 4as feiras - 13:30h | 5as feiras – 01:30h e 13:00h

15


TECNOLOGIA Artigo

Nós também podemos mudar

Por Fernando Lemos

Divulgação

Sustentabilidade implica utilizar os recursos de forma eficiente para que satisfaçam as necessidades presentes sem prejudicar as futuras

C

om a evolução industrial, vá-

dor ao invés de papel impresso, privilegian-

impacto no meio ambiente e pode permitir

rias novas tecnologias surgiram

do o meio virtual. Outra ação imprescindí-

a reciclagem ou reuso de quase todos os

para apoiar o desenvolvimento

vel é optar por materiais menos tóxicos e

materiais envolvidos.

de tudo que nos cerca, mas muitas dessas tecnologias passaram à condição de vilãs,

reciclar papéis, baterias e cartuchos.

Com isso nasce o conceito do “E-Waste”

Reduzir a luminosidade nas telas dos

ou lixo eletrônico. Resíduos e equipamen-

computadores quando não estão em uso

tos devem ter o seu descarte correto. Não

A preocupação com a economia e preser-

e desconectar os equipamentos da energia

podem ser desprezados em aterro sanitá-

vação de recursos se faz presente em várias

até que as baterias se descarreguem são

rio comum, pelos riscos de contaminação

áreas e com a tecnologia da informação não

ações que ajudam a consumir menos ener-

das composições químicas.

é diferente. Nesse contexto, várias tecnolo-

gia. Todo equipamento eletrônico tem um

gias têm sido desenvolvidas com o intuito

ciclo de vida útil, por isso, vale uma aten-

de apoiar a sustentabilidade do planeta, in-

ção especial aos smartphones, tablets, PCs,

tegrando as questões energéticas, econômi-

consoles de games e MP3 players.

pois prejudicam em muito a natureza.

cas, ambientais, e mais importante, sociais. Green IT Uma tendência mundial, a TI VERDE se preocupa com o impacto que os recursos tecnológicos podem trazer ao meio ambiente e busca ações que minimizem esses impactos. E todos podem ajudar ao usar de manei-

Novas tecnologias nas empresas e grandes DataCenters nos prestadores de serviços trazem uma grande demanda de consumo de energia. Por isso, a redução desse consumo é uma ação prioritária do movimento da TI Verde. Descarte inteligente

ra mais eficiente esses recursos, como, por

O descarte é uma ação muito importan-

exemplo, realizar exposições no computa-

te. Se feito de maneira correta, diminui o

Um exemplo de projeto de reciclagem é o CEDIR (Centro de Descarte e Reuso de Resíduos de Informática), na Cidade Universitária em São Paulo (fones: 11 30916454/6455, eMail: cedir.cce@usp.br), onde se pode entregar vários ítens para descarte. Os componentes são separados e recebem destino correto para reciclagem. Teclados, mouses, monitores, CPUs, impressoras, scanners, CDs, DVDs, WebCams, telefones, celulares, tudo é analisado para ser reaproveitado em nova configuração ou encaminhado a recicladores cadastrados.

PROGRAMA TECNOLOGIA PARA TODOS Em um encontro semanal na TV, Fernando Lemos traz as novidades do universo da Tecnologia, entrevistas com muita gente bacana e muitas dicas interessantes! NET TV - CANAL 13 - NET CIDADE 2as feirasSeja – 09:30 | 3as feiras – 00:30a| revista 4as feiras - a 13:30h | 5as feiraso – 01:30h e 13:00h 16 TAXICULTURA|Setembrogentil: deixe bordo para próximo passageiro


Divulgação

SP

TEM

Por Arnaldo Rocha

A adaptação teatral do texto O Empinador de Estrela, de Lourrenço Diaféria, dá continuidade à programação da MuBe Nova Cultural

MuBE Nova Cultural Novo espaço nasce a partir de melhorias no Auditório Pedro Piva e conta com uma grade artística diversificada

A peça “Filha, Mãe, Avó e Puta - uma entrevista” marcou a abertura oficial do novo espaço

A

recém reforma realizada no Auditório Pedro Piva, do Museu Brasileiro da Escultura, o MuBE, contemplou os paulistanos com a abertura de um novo centro irradiador de arte e cultura na cidade: a sala MuBE Nova Cultural. Idealizada com a proposta de se converter em um moderno espaço multicultural, a nova sala conta com uma estrutura capaz de comportar cenários para diferentes modalidades de espetáculos, como teatro, operetas, recitais, cinema, dança, musicais, treinamentos artísticos e eventos culturais.

des produções, valorizando o que realmente importa: o texto, a obra e o artista”, relata Gabriel.

Sala Premium Apontada por Gabriel como a primeira sala Premium na cidade de São Paulo, com capacidade de 192 lugares, a sala MuBE Nova Cultural proporciona aos expectadores um serviço diferenciado com maior conforto nas suas poltronas, além de uma grande versatilidade para receber diferentes formas de expressão artística. “Na área cultural são poucas as empresas que apresentam um espaço com tal formato e dedicação na qualificação da sua estrutura, focada nos resultados produtivos e artísticos”, avalia.

Iniciativa do ator Paulo Gabriel e do produtor cultural Eduardo Jacsenis, em parceria com a diretoria do MuBE, a nova sala conta com um ambiente intimista que prima pelo conforto, garantindo às produções o máximo em qualidade e excelência artística na execução dos projetos. “A missão da Nova Cultural é de suprir uma carência de salas inA ideia de formatação do novo estimistas, ou seja, ir na contramão das gran- paço cultural nasceu face à enorme

18

carência do mercado cultural paulistano, que sofre com a falta de boas salas, capazes de oferecer modelos e planejamento de operação. “O Nova Cultural será uma opção onde as pessoas possam ficar mais tempo e apreciar diversas formas de expressão artística. Com certeza será uma ferramenta importante na propagação da cultura no cenário brasileiro”, ressalta o produtor.

O Empinador de Estrela A peça “Filha, Mãe, Avó e Puta - uma entrevista”, marcou a abertura oficial do espaço, seguida pela adaptação teatral de O Empinador de Estrela, um espetáculo que traz a essência do livro homônimo de autoria do jornalista Lourenço Diaféria, que narra as histórias de um menino que passa a morar com a tia no interior enquanto seus pais vão para a cidade grande em busca de um tratamento de saúde. A peça segue entre a escola, a professora, o jogo de futebol e brincadeiras no quintal.

Serviço MuBE Nova Cultural Endereço: Av. Europa, 218 Telefone: 11 4301-7521 http://mubenovacultural.com.br

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@TAXICULTURA


leitura de bordo dos taxis paulistanos - Abril|TAXICULTURA

19


SÃO PAULO

UM MUNDO TODO

Por Elisangela Soares

Divulgação

Mauro Holanda

Espaço com decoração intimista de uma das unidades do Kiichi

Rota do menu executivo Descubra esse roteiro capaz de atender os paladares mais exigentes com a agilidade do fast food

E

m uma cidade como São Paulo, com suas quase infinitas opções de restaurantes, quando o relógio marca meio-dia, além de bater aquela fome que chega junto com o horário do almoço, também vem a interrogação: o que e onde comer? Para responder a questão, selecionamos algumas casas com opções de menu executivo ou sistema de buffet, que, além de um custo benefício super acessível, o paulistano poderá encontrar alternativas para fazer sua refeição com a rapidez do fast food e o sabor da melhor gastronomia paulistana.

Kiichi

Além do rodízio, a casa também oferece um menu executivo, com direito a entrada (combinado, shimeji e temaki), prato principal (salmão grelhado ou yakissoba) e sobremesa (sorvete de creme).

Um dos atrativos do restaurante japonês Kiichi, com unidades na Vila Olímpia, Jardins e Vila Mariana, em seu horário de almoço da semana, é o seu rodízio.

O espaço em todos os endereços é amplo e possui decoração intimista com luminárias vermelhas em numerosa quantidade

Confira os estabelecimentos que dispõem desse sistema de segunda a sexta, somente no horário de almoço.

20

O cardápio variado é composto por entrada com destaque para o missohiro, sunomono, guioza, harumaki e shimeji; pratos frios que são os temakis, sashimi, sushi, enrolados, hot roll, mini hot, Romeu e Julieta e salmão no maçarico; pratos quentes compostos por teppanyaki de filé de frango, salmão e legumes, yakissoba de frango e vegetariano e tempurá de legumes e como sobremesa, banana flambada, sopa exótica e sorvetes.

TAXICULTURA|Outubro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos


SÃO PAULO

Divulgação

Mauro Holanda

Mauro Holanda

UM MUNDO TODO

no teto, também conhecidas como lanternas, feita de armação de bambu coberta de papel ou de seda, que ficam suspensas no teto, dando um toque oriental. O ambiente é informal e descontraído onde realçam folhagens de bambu mossô.

Ambiente externo disputado do Pé de Manga Pé de Manga

Serviços kiichi Jardins Alameda Lorena, 138 - Jardins (11) 3051-3330

Kiichi Vila Mariana Rua Dr. Altino Arantes, 795 – Vila Mariana (11) 2577-2023

Kiichi Vila Olímpia Rua Ministro Jesuíno Cardoso, 201 – Vila Olímpia (11) 3842-0440 www.kiichi.com.br

Milk & Mellow Além do cardápio de sanduíches e pratos à la carte, a lanchonete Milk & Mellow, com unidades na Cidade Jardim e Granja Viana, conta com um buffet completo de saladas, acompanhamentos, prato do dia e sobremesa, disponível de segunda a domingo no almoço. Entre as opções do “Prato do Dia” é possível encontrar: filé à mineira às segundas; strogonofe de carne às terças; filé à mostarda às quartas; filé à parmiggiana às quintas; badejo às sextas; feijoada aos sábados e massas aos domingos.

A casa oferece cardápio variado para o prato do dia Quem preferir pode escolher somente o buffet de saladas e sobremesas, ou então, optar por um dos grelhados, como a picanha maturada ou a chuleta, incluindo os acompanhamentos como arroz, batata frita, onion rings, creme de milho, entre outros. A lanchonete dispõe de uma moderna decoração e atendimento, sem perder sua tradição e identidade. Ao longo das grandes janelas envidraçadas estão dispostos sofás aconchegantes e uma estrutura de madeira colorida, oferecendo um designer “descolado”.

Casa tradicional na Vila Madalena, o bar e restaurante Pé de Manga opta durante a semana por um buffet de saladas e uma escolha de cinco pratos, entre eles o steak ao molho Poivre com arroz e batata; filé de linguado ao molho de maracujá; filé de frango ao curry com arroz integral, cenoura e abobrinha; pene ao molho Mornay ou steak com fetuccine ao molho de funghi. Entre as sobremesas, sorvete de menta com calda de chocolate, brigadeiro de colher ou sorvete de iogurte com calda de frutas vermelhas.

Av. Cidade Jardim, 1085 – Itaim Bibi (11) 3168-4516

A inspiração para o nome veio das três centenárias mangueiras localizadas na área externa da casa. Com capacidade para atender 200 pessoas, o ambiente é o mais disputado, onde está uma charmosa ponte de madeira sobre um lago artificial com quedas d’água. As mesas de madeira são dispostas em uma varanda com cobertura a céu aberto, sob um sombreiro que protege os clientes nos dias mais quentes.

Milk & Mellow - Granja Viana

Serviços

Serviços Milk & Mellow

Rod. Raposo Tavares, Km 22 – Shopping The Square Open Mall, Alameda Central - loja 144 (11) 4617-3335 www.milkmellow.com.br

Pé de Manga Endereço: Rua Arapiraca, 172 – Vila Madalena Telefone: (11) 3032-6068 www.pedemanga.com.br

Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br - Outubro|TAXICULTURA

21


ESPECIAL PorWaldir Martins

© Cittá del Vaticano

22

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@TAXICULTURA


Cada objeto que compõe a exposição conta sua própria história, formando um grande mosaico do legado da Igreja Católica

Esplendores do Vaticano Inédita no Brasil, mostra apresenta 200 objetos, incluindo obras e itens pessoais de Michelangelo e de Guercino, além de visita virtual à Capela Sistina

P

oucos lugares do mundo reúnem um acer-

Além disso, pode-se dizer que o próprio Vati-

vo artístico tão exuberante como o Vatica- cano serviu como um museu de objetos históno. São centenas de coleções que abarcam ricos, tais como relicários, mapas, documentos, desde objetos que datam do Egito Antigo e da As- vestimentas, itens litúrgicos e culturais de todo o síria, do Renascimento europeu e do Barroco, até mundo, desempenhado um papel central na criação e preservação da arte ocidental. Muitos desos dias atuais. ses objetos apresentados na exposição ajudam a Parte dessa incrível coleção está agora acessíconectar os visitantes aos importantes momenvel aos brasileiros, que poderão encontrar estas tos e personagens históricos. raridades na exposição “Esplendores do Vaticano: Uma Jornada Através da Fé e da Arte”, insta- Viagem na história lada na Oca do Parque do Ibirapuera, até 23 de A curadoria do Monsenhor Roberto Zagnoli, dezembro, e que chega pela primeira vez à Amé- padre italiano de Ravenna, que trabalhou no Varica Latina depois de 1.5 milhão de visitantes nos ticano durante 15 anos como Diretor do DeparEstados Unidos. tamento de Etnologia dos Museus do Vaticano, Cada objeto que compõe a exposição conta sua teve como proposta distribuir a exposição em própria história, formando um grande mosaico onze galerias divididas em seções temáticas que do legado da Igreja Católica e seu impacto sobre ajudam o visitante a entender a importância hisa arte, história e cultura da civilização ocidental. tórica e artística de cada obra. Galeria de fotos A mostra foi organizada de modo a levar os visitantes a uma verdadeira viagem através do tempo, onde é possível identificar com clareza a incrível contribuição do Vaticano no mundo das

Em seu conjunto, a mostra ilustra a evolução da Igreja desde o início, período de São Pedro, o primeiro Papa da igreja católica, até Bento XVI, com ênfase especial na arte e nos objetos históricos que refletem os eventos e períodos significativos relacionados ao Cristianismo.

artes, através da expressão artística e iconogra-

Para aumentar a sensação de viagem no temfia de objetos que marcam eventos dos dois mil po, o segundo andar apresenta elementos esanos da história cristã e também de tradição da pecialmente criados para que os visitantes se própria cidade-estado. Isso porque, ao longo dos sintam transportados ao Vaticano, além de uma séculos, os papas, como forma de manifestar o projeção de um vídeo da Capela Sistina, no teto poder incontestável da igreja católica, encomen- da Oca. É possível também realizar uma visita virdaram e coletaram diferentes tipos de obras dos tual aos detalhes dos afrescos monumentais pinmais renomados artistas. tados por Michelangelo na Capela.

Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro - Outubro|TAXICULTURA

23


© Cittá del Vaticano

ESPECIAL As galerias

Galeria 04: Michelangelo

Antes de adentrar ao espaço das onze galerias, o visitante assiste a um vídeo com imagens da arte do Vaticano em diferentes períodos da Basílica de São Pedro. A gravação conta ainda com cenas reais da Scavi - a necrópole abaixo da Basílica onde está o túmulo original em que os ossos de São Pedro foram encontrados. Em um ponto da exposição, os visitantes terão a oportunidade de ver fragmentos reais de ossos de São Pedro e São Paulo, apresentados em um relicário especial.

Considerado um dos maiores criadores da história da arte ocidental, o pintor, escultor e poeta Michelangelo é celebrado nesse espaço. Os visitantes terão a oportunidade de ver uma reprodução da obra original “Pietà”, uma das esculturas mais belas e renomadas da humanidade, bem como uma “Pietà” original em baixo-relevo, um dos últimos trabalhos de Michelangelo.

© Cittá del Vaticano

Galeria 01: Diálogo Cristão entre a Fé e a Arte Nesta área, o visitante poderá ver uma representação do túmulo de São Pedro como foi encontrado, em 160 d.C., com um fragmento original da parede vermelha descoberto em 1941, com a inscrição em grego Petros Eni (Pedro está aqui). Terá acesso ainda a fragmentos arquitetônicos em mármore encontrados nas escavações que acharam o túmulo de São Pedro na necrópole, ou Scavi do Vaticano, localizada abaixo das Grutas do Vaticano.

© Cittá del Vaticano

© Cittá del Vaticano

Galeria 02: Ascensão da Roma Cristã

24

Esta galeria explora a Idade Média e o período Bizantino, quando Roma cresceu como cidade cristã promovida pelo papado. Um objeto raríssimo que estará neste local é o relicário de ouro e prata com ossos que, durante séculos, acreditou-se pertencerem a São Pedro, São Paulo e vários outros santos. Galeria 03: O início do Renascimento Os arquitetos, filósofos e artistas do final do século XV fizeram uso da mesma arte da Roma Antiga para forjar uma trajetória totalmente nova. Voltaram-se para a Antiguidade Clássica em busca de influência, inspiração e autoridade, utilizando suas descobertas para estabelecer um estilo emocionante e inovador, que criou harmonia entre as imagens cristãs e não cristãs. Este período ficou conhecido como Renascimento e sua arte era uma celebração do pensamento cristão.

Esta seção explora a inflamável relação entre o Papa Júlio II e Michelangelo durante a pintura da Capela Sistina. Ao final da galeria, o visitante poderá experimentar uma imersão na Capela Sistina e verá uma reprodução dos andaimes usados por Michelangelo para alcançar o teto da capela, com pouco mais de 20 metros. Galeria 05: A Basílica do Renascimento Em 1506, o Papa Júlio autorizou a construção de uma Nova Basílica de São Pedro no local da antiga. Michelangelo foi um dos muitos arquitetos que trabalharam no novo edifício. O famoso artista Bernini também contribuiu muito para a Nova Basílica e decorou seu interior em estilo barroco. Galeria 06: A arte a serviço da fé Durante o período de apogeu do Renascimento, a Reforma Protestante nasceu e a Reforma Católica a seguiu. O Concílio de Trento, que se reuniu em três sessões, de 1545 a 1563, estabeleceu diretrizes de que a arte deveria estar a serviço da fé para levar a mensagem do Cristianismo de forma acessível às pessoas comuns. Esta galeria apresenta esta história com objetos desenvolvidos durante este período de mudança. Fará parte deste espaço o “Retrato de Cristo com a Coroa de Espinhos”, realizado pelo artista Guercino no século XVII. O quadro capta a iconografia tradicional do véu sagrado: a cabeça de Jesus com a coroa de espinhos, a face emoldurada por seus cabelos grossos, a barba apontando e a expressão de angústia que também revela o doce amargo de seu sacrifício.

TAXICULTURA|Outubro - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Galeria 07: A arte da liturgia

Galeria 11: Papa João Paulo II

Como instrumento essencial em rituais de adoração a Deus, objetos litúrgicos (instrumentos utilizados na celebração da missa) são muitas vezes ricos e esplêndidos. Artistas aproveitaram a oportunidade para criar objetos que são tão belos e expressivos quanto duráveis e práticos. Objetos ricos em arte decorativa centrados em figuras históricas são apresentados nesta área.

O Papa João Paulo II sempre estendeu a mão aos cristãos de todo mundo. Ao chegar a um país, ajoelhava-se, apoiava-se sobre as mãos e beijava o solo. Esta é a imagem do Santificado Papa João Paulo II, que milhões de pessoas carregam hoje.

A interação da Igreja Católica com diversas sociedades e religiões do mundo se reflete na arte devocional, mais comumente fornecida como presentes que o Vaticano recebeu durante muitos anos.

© Cittá del Vaticano

A galeria apresentará um molde em bronze da mão do Santificado Papa João Paulo II, que poderá ser tocada pelos visitantes.

© Cittá del Vaticano

Os missionários da Igreja tiveram um importante papel na exploração de novas terras com o objetivo de levar sua fé para novos mundos. Dedicados a isso, os missionários eram parte de uma grande empresa comercial e científica que transformou a Europa, juntamente com grande parte do resto do mundo.

Esta galeria é dedicada ao Santificado João Paulo II, o segundo Papa com mais tempo de serviço, sendo também o primeiro Papa não italiano desde 1523. Ator e poeta, um homem de prodigiosa energia e curiosidade, ele é considerado por muitos como uma das personalidades políticas e espirituais mais influentes do século passado, um líder que fortemente se opôs a regimes políticos repressivos e defendeu os pobres do mundo.

© Cittá del Vaticano

Galeria 08: Diálogo com o mundo

© Cittá del Vaticano

ESPECIAL

Galeria 09: Os sucessores de Pedro Durante mais de dois mil anos de existência do papado, os artistas criaram um enorme repertório de retratos papais em uma variedade de formas. Os primeiros pontífices eram retratados em mosaicos, afrescos e em sarcófagos. Posteriormente, os papas viraram tema de pinturas e esculturas, e por fim, de fotografias. Hoje, podem-se encontrar inúmeras imagens do papado em revistas, livros, televisão, internet, e reproduzidas nos mais variados objetos. Galeria 10: A arte e o papado contemporâneo Por centenas de anos, a Igreja reuniu, patrocinou e conservou afrescos, pinturas, esculturas, instrumentos litúrgicos e outras obras. Uma coleção ampla destes trabalhos é apresentada nesta galeria.

Serviço Local: Oca - Parque do Ibirapuera End: Avenida Pedro Álvares Cabral, S/Nº, portão 3- Parque do Ibirapuera Datas: 21 de setembro até 23 de dezembro de 2012 Horários: segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 20h (acesso até 19h); sábados, domingos e feriados, das 09h às 19h (acesso até 18h) Ingressos: disponíveis na bilheteria do evento, pelo site da T4Fwww.ticketsforfun.com.br - ou pelo telefone 4003-5588

Visite e indique: facebook TAXICULTURA - Novembro|TAXICULTURA Outubro |TAXICULTURA

25


Caminhar para se divertir, para conhecer ou ver, de form

Trilha na Fazenda Ipanema em Iperó - Sorocaba Realizada no dia 16 de setembro

Fazenda Ipanema: a natureza e a natureza humana A hoje Floresta Nacional de Ipanema, em Iperó, onde está localizada a Fazenda Ipanema, viu muita coisa acontecer ao longo da história da Real Fábrica de Ferro Ipanema: de sua construção inovadora e pujança à sua decadência, esquecida, transformada em ruínas para, mais tarde, ser restaurada e transformada em Patrimônio Nacional. Pior que isso, viu árvores sem fim transformadas em carvão, assim como escravos consumidos em vida para manter os fornos sempre fumegantes. Ainda assim, a Floresta com suas trilhas, montes, plantas, bichos e histórias seguem lá, acolhedores, oferecendo-nos maravilhosas aulas de história e de natureza, como quem diz “perdoai-vos... eles não sabem o que fazem”.

26 26

Informações e inscrições

TAXICULTURA|Setembro - Seja gentil: de deixe a revista a bordopaulistanos para o próximo passageiro TAXICULTURA| Julhoé leitura bordo dos taxis


Próxima Parada

Parque Estadual do Jaraguá

por Ana Paula Hirama

ma diferente, outros lugares, outras caras, outras tribos

O Pico do Jaraguá, (quase) onipresente na paisagem da Pauliceia Desvairada, é um exemplo disso. Não podemos deixar de prestigiar um marco tão importante, que desde tempos imemoriais sinaliza o Planalto de Piratininga: ele está lá, sim, com seus 1135 metros, encravado nos quase 5 mil hectares de floresta urbana do Parque Estadual do Jaraguá, esperando para nos mostrar a cidade que se esparrama pelo horizonte sem fim. E a data não poderia ser melhor, 27 de outubro, véspera da eleição, para que lá de cima e com a serenidade da natureza, possamos refletir sobre a cidade que queremos.

www.clube da caminhada.com.br Tel.: 11 3294-9373 E-mail: fale@clubedacaminhada.com.br www.facebook.com/clubedacaminhada http://tinyurl.com/clubedacaminhada

por Ana Paula Hirama

Há lugares ou experiências que desconhecemos ou acabamos por esquecer que existem, mesmo estando tão próximos a nós e nossas vidas.

por Ana Paula Hirama

Dia 27 de outubro


Por Cida Nogueira

Divulgação

BELEZA

O SPA para pés e mãos Muito mais do que manicure, a nova terapia é procedimento completo para deixar seus pés e mãos macios, hidratados e muito saudáveis

O esmalte hoje permite desenvolver estilos que combinem com a personalidade da pessoa

28

O

sabemos que nossas unhas, por exemplo, podem funcionar como importantes indicadores de possíveis problemas de saúde que ainda não apresentaram sintomas físicos perceptíveis”, explica.

Segundo Solange Tinelli, coordenadora do espaço Divinas Divas, localizado na cidade de Santo André, no ABC paulista, há muito tempo que o hábito de cuidar das mãos, pés e unhas deixou de ser encarado como um mero tributo à vaidade. “Hoje,

A nova tendência, ainda segundo Tinelli, tem atraído um crescente número de pessoas que buscam alternativas capazes de revigorar as energias físicas e emocionais, para uma melhor qualidade de vida. “É nesse universo que os novos Spas de pés e mãos têm se mostrado como um importante aliado, ao oferecerem um local bonito e confortável, onde é possível usufruir de privacidade e, na companhia de amigas, curtir verdadeiras terapias para os pés e mãos”.

que você acha da ideia de, depois de um extenuante dia de trabalho, poder entrar em um espaço para receber alguns mimos, como relaxar em cadeiras massageadoras dos pés, saborear um café, tomar uma taça de espumante ou degustar alguns pratos leves? Bem-vinda: você chegou ao Spa de pés e mãos.

TAXICULTURA|Outubro - é leitura de bordo dos taxis paulistanos


Divulgação

BELEZA Muito mais do que esmalte Verdadeira obsessão entre as mulheres, Tinelli revela que o esmalte deixou de ser uma questão básica, apenas uma cor colocada nas unhas, e passou a ser um item essencial no procedimento dos cuidados das mãos e dos pés. “Existe hoje uma grande atenção em relação à qualidade, versatilidade e o custo benefício desse produto para o dia a dia da mulher. Além disso, hoje, é possível trabalhar a criatividade, desenvolvendo estilos que combinem com a

própria personalidade da pessoa”, finaliza. Seja em casa ou com uma profissional, o importante é, mesmo na correria do dia a dia, reservar um tempinho só para você. Seus pés e suas mãos agradecem!

Serviço Divinas Divas E-mail contato.divinasdivas@hotmail.com Telefone 11 99695-3489

Divulgação

Um novo conceito de atendimento Esse novo patamar do tratamento de mãos e pés fez surgir no mercado uma atividade altamente especializada: a Designer de Unhas. “Essa pessoa deve ter formação profissional, conhecimento de novos produtos e técnicas a serem aplicadas e a sensibilidade para saber qual o tipo de decoração mais adequado para cada pessoa e situação. Além de usar bons produtos, pois isso também fará o seu diferencial”, esclarece. A responsável pelo Spa Divinas Divas esclarece que um bom profissional atua de forma totalmente personalizado e certamente estará capacitado para identificar problemas e orientar o cliente na busca por cuidados adequados. Na hora do tratamento, Tinelli diz que o segredo é soltar as amarras dos problemas do dia a dia e relaxar para passar primeiro pelo processo de esfoliação, seguido de hidratação e massagens que estimulam a circulação periférica do sangue. “Pés e mãos, então, são envolvidos num filme osmótico garantindo a oclusão para uma hidratação mais profunda. Durante este tempo, o produto nutre a pele proporcionando elasticidade, maciez, aspecto mais jovem e luminosidade. Esse tipo de procedimento é muito importante em todas as idades”, explica Tinelli. “Momentos como esses proporcionam uma renovação total, que refletem positivamente no dia a dia”, continua.

Cuidados básicos para manter a saúde e a beleza das unhas • Mantenha as unhas limpas. Embaixo delas podem se depositar bactérias e outros organismos • As unhas devem ser cortadas retas na frente e ligeiramente arredondadas nas laterais, para manter seu vigor máximo e evitar que encravem • Não roa as unhas. O hábito cria um terreno úmido e favorece infecções, além de provocar seu crescimento irregular • Retire o esmalte pelo menos um dia antes do procedimento de manicure ou pedicure para hidratar as unhas. Pode usar óleo de cravo ou outro hi dratante específico para unhas e cutículas • Evite lixar a parte de cima da unha • Evite usar sapatos apertados. Isso pode causar pressão nos pés formando calosidades e má formação das unhas • Evite mexer em unhas encravadas, especialmente se já estiverem infeccionadas

Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br - Outubro |TAXICULTURA

29


QUALIDADE

DE VIDA

Divulgação

Por Fernanda Monteforte

Reflexões sobre qualidade de vida A ideia de qualidade de vida está intimamente ligada com a sua forma de expressão no mundo

Q

Fernanda Monteforte é consultora de qualidade de vida e ministra aulas do Método DeRose Maiores informações: Tel.: 11 4125-6658 fernanda.monteforte@ metododerose.org

uando ouço as pessoas falarem sobre qualidade de vida, percebo que sob esse jargão há interpretações distintas. Para alguns, qualidade de vida é fugir do trânsito, da violência urbana, da rotina, refugiando-se em uma bucólica cidadezinha do interior ou na lassidão à beira mar. Para outros, esse conceito está diretamente atrelado ao conforto e a posse de bens, incluindo aí objetivos como trabalhar menos, ganhar mais, adquirir o veículo dos sonhos, a casa perfeita, alcançar status com todos os signos sociais que permitem aceitação, além de um melhorado padrão de vida. Há ainda aqueles que consideram como qualidade de vida alcançar uma suposta segurança e estabilidade financeira e a habilidade para gerar uma área de proteção, que enreda o indivíduo fazendo-o com que se sinta seguro. Mergulhados em um tempo onde o consumo desenfreado predomina, acho importante fazer uma reflexão, no sentido de considerar que a qualidade de vida não depende dessas mudanças externas. Na verdade, aquilo a que chamamos de qualidade de vida depende muito mais da ótica sob a qual nos propomos a enxergar a realidade. É uma questão de atitude, uma vez que, mesmo que tudo o que se deseja seja conquistado, ainda assim, o indivíduo pode se sentir frustrado e infeliz.

O desafio do autoconhecimento Quando temos vontade de aprender, conseguimos crescer com as intempéries da vida e

30

os problemas tornam-se desafios ao aprimoramento. Não nos intimidamos com as adversidades e passamos a aprender com elas. A autossuperação é um elemento essencial para a conquista de uma melhor qualidade de vida, na medida em que amplia a capacidade de realização e desencadeia um reforço de autoestima, resultando em uma blindagem emocional capaz de preservar o bem-estar interno, mesmo nas fases mais tempestuosas da vida. Daí, a força para perseverar, persistir e lutar pelos mais profundos sonhos e ideais com disciplina e foco. A vida é feita de altos e baixos, oportunidades e adversidades, momentos bons e ruins. É a forma como irá vivenciá-los que determinará sua qualidade de vida. Em todos eles, a oportunidade de crescer e ser feliz.

Dicas: 1. Aprenda a extrair prazer das pequenas ações do dia a dia 2. Crie oportunidades para viver momentos marcantes. Sur preenda a si próprio e aos seus com experiências inesquecíveis 3. Construa hábitos saudáveis sem cair nas amarras da rotina 4. Respeite suas necessidades fisiológicas, emocionais e intelectuais 5. Experimente novas sensações. Conheça outros pontos de vista e recrie suas atitudes para ampliar os horizontes 6. Atue de acordo com os seus propósitos e valores mais profundos 7. Estude, trabalhe, contribua para deixar sua marca naquilo que faz 8. Valorize cada conquista como única e busque galgar um cres cimento constante 9. Assuma a responsabilidade e não se justifique pelos seus erros 10. Faça da vida uma jornada de prazer e não de sacrifício

TAXICULTURA|Outubro- Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br - Julho|TAXICULTURA

31


BANDEIRA

LIVRE PorWaldir Martins

32

TAXICULTURA|Outubro- Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br


Águas de Lindoia respira natureza e, além das águas, oferece um grande número de passeios e atividades

Águas de Lindoia Os primeiros divulgadores da região foram tropeiros e bandeirantes que, em m e a d o s d o s é c u l o X V I I I , p e r co r r i a m a s r o ta s e n t r e S ã o Pa u l o e o p l a n a l to g o i a n o

E

stes pioneiros já sabiam das propriedades curativas que “brotavam” da terra a uma temperatura de 28º C. Mas foi apenas em 1915, quando o médico italiano Francisco Antonio Tozzi mudou-se para Águas de Lindoia e iniciou os estudos sobre as curas de doenças de pele e reumatismo, que a fama de suas águas se espalhou e passou a atrair turistas e cientistas de todo mundo. Localizada a 180 km de São Paulo e 8 km antes da divisa com Minas Gerais, em plena Serra da Mantiqueira, sobre o maior lençol freático de água mineral do Brasil - o Circuito das Águas Paulista, responsável por 60% da água mineral distribuída no país - a Estância Hidromineral de Águas de Lindoia pode ser chamada de um verdadeiro paraíso para quem procura a enorme variedade de banhos oferecida em seu balneário de águas radioativas. Completa estrutura hoteleira Contando com uma respeitável estrutura hoteleira formada por uma rede com mais de 30 hotéis e pousadas, dispondo de aproximadamente mil e quinhentos apartamentos, o município de Águas de Lindoia pode receber um total de cinco mil e quinhentos hóspedes por dia, perdendo somente para a capital paulista em número de leitos disponíveis no Estado de São Paulo. Com uma população de pouco mais de 17 mil habitantes, segundo dados do IBGE, a Estância conta ainda com centenas de apartamentos e casas de veraneio, que complementam as opções de estadia para os visitantes, sendo que, em feriados prolongados e férias de verão e inverno, pode superar em duas e até três vezes o número de turistas que chegam à cidade em outros períodos do ano. Polo de turismo, eventos e comércio forte E nem só de água sobrevive a indústria de turismo de Águas de Lindoia. A cidade também recebe anualmente um grande número de congressos e convenções. Símbolos da cidade, a Praça Adhemar de Barros e o Espaço Burle Marx recebem eventos, como o Encontro Paulista de Autos Antigos e shows de artistas renomados, que chegam a atrair cerca de 60 mil pessoas por dia. A cidade respira natureza e oferece um grande número de passeios e atividades relacionadas com o turismo rural. Os visitantes podem conhecer e desfrutar de atividades do cotidiano da vida no campo, visitando diferentes ranchos e fazendas, onde podem tirar leite da vaca, dar de mamar a pequenos ani-

mais como cabra, bezerro, carneiro e outros, além de pescar em diversos pesqueiros da região. O turismo de aventura também conta com uma excelente estrutura, com alternativas para quem gosta de praticar atividades como arborismo, caminhadas, cavalgadas, cursos de equitação, trilhas e tirolesa. Com uma arquitetura que revela todo o charme europeu, o município apresenta ainda um comércio forte e diversificado que atrai um grande número de visitantes, principalmente para os centros comerciais localizados na Rua São Paulo, na Avenida Monte Sião e no Shopping Monte Real, que oferecem desde malhas - a cidade detém o número de 2ª produtora de malhas do Estado de São Paulo – até artefatos de couro, artesanato, souvenires, doces entre outros produtos de qualidade. As águas radioativas Mas, como não poderia deixar de ser, a grande atração da cidade são suas águas, que podem ser usufruídas em diferentes tipos de banhos e terapias no Balneário Municipal com destaque para os banhos de imersão, stangerbad, hidromassagens, banhos de espuma, duchas escocesas, saunas filandesas, massoterapia, entre outras. Vale ressaltar que o extraordinário poder terapêutico e propriedades digestivas, diuréticas e estimulantes das águas estão comprovados cientificamente há mais de meio século. O próprio Balneário Municipal, com edifício projetado pelo arquiteto Oswaldo Arthur Bratke, paisagismo de Burle Marx, mosaico de Lívio Ábramo e projeto de Galileu Emendabile, por si só, já é uma atração por suas linhas arquitetônicas e localização junto às principais fontes radioativas existentes na cidade.

Roteiros turísticos Balneário Municipal Dr. João de Aguiar Pupo - A terapia pelas águas (crenoterapia), realizada no Balneário Municipal, é uma das práticas mais saudáveis para a prevenção e/ou tratamento de cálculos renais, ácido úrico, eczemas, cefaleias, artrites, reumatismos, problemas circulatórios e como excelente tônico para o rejuvenescimento da pele. Suas dependências contam também com uma ampla área de lazer constituída por três piscinas abastecidas com água mineral natural, constantemente renovada a uma temperatura de 26º C, lanchonete e solário.

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

33


BANDEIRA

Divulgação

LIVRE

Igreja Nossa Senhora das Graças - Patrimônio histórico da cidade. Próxima ao balneário, foi construída a partir de 1918 e sua torre erguida em 1927. Conhecida também como padroeira da cidade, tem seu dia comemorativo em 2 de julho, assim como também a fundação da cidade. Igreja Matriz do Cristo Rei - Inaugurada em 02 de julho de 1990, sua arquitetura moderna adornada chama a atenção dos turistas e visitantes. Possui belos vitrais e lembra uma estrela. Bosque Municipal “Zequinha de Abreu” - Localizado na Praça Dr. Francisco Tozzi, em frente ao Balneário. Bonita alameda totalmente arborizada, com um riacho que corre em toda sua extensão; suas escadas são utilizadas para realização de feira de artesanato, malhas, artigos de couro, todos os domingos e feriados. Morro do Cruzeiro - A apenas dois quilômetros do centro da cidade, oferece uma excelente visão panorâmica de toda a cidade e também a vista de cidades vizinhas. Pode-se ir de carro ou tomar o trenzinho turístico que sai do centro. Praça Adhemar de Barros - Projetada por Burle Marx, é uma grande área verde ideal para passeios a pé. No local há ponto dos trenzinhos turísticos, carrinhos para crianças, ponto de charretes e pedalinhos no lago. Abriga ainda a Feira de Artes e Artesanato de Águas de Lindoia que funciona aos finais de semana e feriados prolongados. Represa Cavalinho Branco - Indicada para passeios a cavalo, bicicletas e charretes. Ideal aos praticantes de “cooper” e passeios a pé. Morro Pelado - Localizado a quatro quilômetros do centro da cidade, oferece uma maravilhosa visão panorâmica de toda a região e uma plataforma de voo livre de asa delta de onde, em dias de céu claro, é possível avistar várias cidades vizinhas e uma paisagem deslumbrante. Circuito das Montanhas - Passeio pelas montanhas com um percurso de oito quilômetros, iniciando pela Represa Cavalinho Branco, passando pelo Recanto dos Nefelibatas, Morro Pelado, Bairro dos Coutos, Bairro do Brejal, até chegar no Vacance Hotel. Caminhada que pode ser feita a pé, a cavalo, de charretes ou automóvel. Gruta Nossa Senhora de Fátima - Localizada ao fundo da Prefeitura Municipal, oferece ao turista mais uma fonte da água pura mineral e local onde fiéis católicos fazem suas preces. Rancho da Fronteira - Localizada a sete quilômetros do centro da cidade na estrada que liga Águas de Lindoia a Monte Sião, oferece cavalgadas ecológicas, aulas de equitação, venda de animais e treinamento de cães para pastoreio. Sítio Monte Alegre - A propriedade conta com uma área de 32 hectares e se localiza ao pé do Morro Pelado, a oito quilômetros do centro da cidade, com entrada pela rodovia que liga Águas de Lindoia a

34

Monte Sião. Além do contato com a natureza, permite vivenciar a vida no campo. Rancho São Nicolau - Oferece passeios a cavalos e charretes, bem como aulas de equitação. Conta com um restaurante que funciona aos domingos servindo típica comida mineira, com roda de violeiros. Também faz almoço e jantar sob encomenda. Engenho do Barreiro - Localizado a quatro quilômetros do centro da cidade, uma área de 82.000 m² permite ao visitante conhecer algumas antiguidades como: moinho de fubá feito de pedra, monjolo, alambique de pinga, engenho de cana, além de um casarão com mais de 120 anos de idade. Se fizer reserva com antecedência é possível saborear a tradicional comida caseira do interior. Fazenda Morro Pelado - No pé do Morro Pelado, oferece atividades do cotidiano rural como tirar leite da vaca, cuidar de animais como cabra, bezerro e carneiro, além de tirolesa aquática e tanques para pesca. No local, as crianças podem ainda brincar em um legítimo carro de boi. Lindoia Aventura - Localizado a cerca de sete quilômetros do centro da cidade, oferece diversas atividades de esportes de aventura como rafting, tirolesa aquática, rapel negativo, cascading, arvorismo, miniarvorismo, trekking, voo livre, trilhas ecológicas e paint ball.

Como chegar Rodovia dos Bandeirantes (200 Km): siga até o final da estrada, e pegue à direita na Rodovia D. Pedro II sentido Mogi Mirim. Chegando em Mogi Mirim, a sinalização das placas indica as cidades de Itapira, Lindoia e finalmente Águas de Lindoia. Rodovia Anhanguera (170 Km): após passar por Jundiaí, entre à direita na indicação para Itatiba. Siga até Amparo, Serra Negra, Lindoia e finalmente Águas de Lindoia. Rodovia Fernão Dias (150 Km): após passar por Mairiporã e Atibaia, entre em Bragança Paulista e siga até a cidade de Socorro. Depois, Lindoia e Águas de Lindoia.

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: twitter@TAXICULTURA


leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

35


AGENDA Outubro EVENTOS

Divulgação

Divulgação

EVENTOS

A Poesia Feita Espuma Divulgação

Trata-se da segunda parte do espetáculo São Paulo Surrealista, da Cia. Teatro do Incêndio, que cumpriu temporada de março a agosto, na casa noturna Madame, no bairro do Bixiga. A montagem, sob direção de Marcelo Marcus Fonseca, é amparada pela estética do Surrealismo e, nesta edição, viaja pelo submundo paulista pela ótica poética do poeta paulista Roberto Piva.

Adriana Tabalipa: The End Factory Project A 30ª Bienal de São Paulo A tradicional mostra de arte estará aberta ao público até 9 de dezembro de 2012, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera. Sob o título A iminência das poéticas e curadoria de Luis Pérez-Oramas, a mostra recebe 110 artistas neste ano, sendo 21 deles brasileiros. A mostra está dividida em quatro temas: “Sobrevivências”, “Alterformas”, “Derivas” e “Vozes”, além de uma zona transversal, chamada “Reverso”, que reúne vários elementos da exposição em outros lugares como a Casa Modernista, a Capela do Morumbi, a Casa do Bandeirante e outras instituições. Um dos destaques da Bienal de Arte 2012 é a participação de novos artistas pouco conhecidos por aqui e de artistas latino-americanos. Entre os brasileiros estão Alair Gomes, Arthur Bispo do Rosário, Eduardo Berliner, Ricardo Basbaum, Sofia Borges e Tiago Carneiro Cunha. 30ª Bienal de São Paulo - A Iminência das Poéticas Até 9 de dezembro 2012 Parque do Ibirapuera, pavilhão da Bienal - Entrada gratuita Horário de visitação: ter, qui, sáb, dom e feriados das 9 às 19h - entrada até 18h qua e sex das 9 às 22h - entrada até 21h Fone: 11 5549-0230

36

A mostra, que utiliza o nome da própria artista e também pode ser traduzida como Projeto Fábrica do Fim, traz pinturas, objetos, instalações e desenhos focalizando o percurso de 20 anos de uma produção poética ininterrupta e nasceu inspirada na transmutação do objeto industrial. Segundo Adriana Tabalipa, o título da exposição é uma referência ampla a Andy Warhol, e estabelece um diálogo sobre a reorganização de produtos e, ao mesmo tempo, de um suposto fim de uma fábrica.

Divulgação

Teatro do Incêndio Madame - www.madameclub.com.br Rua Conselheiro Ramalho, 873 - Bela Vista Fone: 11 2592-4474 Temporada até 15 de dezembro Ingressos: R$ 30,00 (meia: R$ 15,00); o ingresso dá direito à balada após sessão.

Caixa Cultural Praça da Sé, 111 – Centro Até 25 de novembro De terça-feira a domingo, das 9h às 21h Agendamento de visitas mediadas e traslado (ônibus) para escolas públicas: 11 3321-4400

TAXICULTURA|Outubro - Visite e indique: facebook TAXICULTURA


EVENTOS diretor e outros nos quais foi produtor, roteirista e técnico.

Responsável por uma filmografia fundamental do cinema brasileiro, Roberto Farias completa 80 anos em 2012 e recebe as homenagens da Cinemateca Brasileira e do Centro Cultural Banco do Brasil na mostra Os múltiplos lugares de Roberto Farias. Em cartaz até o dia 18 de outubro, a retrospectiva apresenta algumas de suas principais obras. Serão exibidos cerca de 20 longas-metragens, entre filmes conduzidos por ele como

Cinemateca Brasileira Largo Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Mariana próxima ao Metrô Vila Mariana Até 18 de outubro Ingressos: R$ 8,00 (inteira) / R$ 4,00 (meia-entrada) Outras informações: 11 3512-6111 (ramal 215) www.cinemateca.gov.br

Comédia Express Em cartaz no Teatro Juca Chaves, no Itaim Bibi, o espetáculo já foi visto por mais de 20 mil pessoas. O grupo faz uma mistura hilariante de stand up clássico com personagens e performances musicais. Com Alberto Vizoso, Zeca Cecconello, Carim Feres e Luiz Beltrame.

Divulgação

Os múltiplos lugares de Roberto Farias

Divulgação

Teatro Juca Chaves Rua João Cachoeira, 899 – Itaim Bibi Toda sexta-feira às 23h Fone: 11 31682015 www.teatrojucachaes.com.br

Mostra Cinema e Migração

Córtex Monólogo de Franz Keppler que conta a história de um homem que tem sua vida transformada após o desaparecimento de sua mulher, vítima de um AVC e que há muitos anos passa os seus dias numa cama. Depois de prestar queixa na delegacia, ele gradativamente vai se envolvendo numa teia de contradições que o leva a ser o principal suspeito do sumiço de sua esposa. Com Otávio Martins e direção de Nelson Baskerville.

Até o dia 06 de dezembro, a Fundação Memorial da América Latina estará apresentando o projeto “Civilizações migrantes: migrações e direitos humanos”, promovido pelo Instituto Norberto Bobbio – Cultura, Democracia e Direitos Humanos, em parceria com a Comissão Municipal pelos Direitos Humanos de São Paulo, a Associação Cidade Escola Aprendiz, o Centro de Estudos Migratórios/ Missão Paz, além do próprio Memorial. Coordenado pelo professor italiano Maurizio Russo (doutor em história pela Universidade de Nancy), o projeto organiza encontros nos quais são exibidos filmes que tratam de alguma forma o tema “imigração”. Essas películas são então comentadas e debatidas por especialistas e personalidades do mundo acadêmico e cultural. Fundação Memorial da América Latina Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda Auditório da Biblioteca latino-americana Victor Civita Programação e informações: 11 3823-4600 Ingressos: R$ 5,00

Centro Cultural Banco do Brasil Rua Álvares Penteado, 112 - Centro Até 4 de novembro de 2012 Sextas, às 20h | Sábados, às 17h e às 20h | Domingo, às 19h Fone: 11 3113-3651/52 Ingressos: R$ 6 (inteira) | R$ 3 (meia-entrada)

leitura de bordo dos taxis paulistanos -Novembro|TAXICULTURA Outubro|TAXICULTURA

37


MORAR

BEM Divulgação

Por Pedro Paulo Araújo

Projeto de Gustavo Calazans aplica com amplitude os conceitos de sustentabilidade

Sustentabilidade para todos Espaços multiusos para áreas pequenas com muitas necessidades

Arquiteto Gustavo Calazans projeta casa que respeita os conceitos de sustentabilidade com um custo muito acessível

É

possível viabilizar o projeto de uma casa, para uma família de quatro pessoas, com ambientes que respeitem os princípios de sustentabilidade e também o bolso e a personalidade do cliente, sem se curvar aos moldes impostos pela cultura do luxo? O arquiteto Gustavo Calazans prova que sim! Ao participar com o seu projeto de Casa Acessível na 1ª Mostra Casa - realizada na loja Morumbi da rede de varejo de materiais de construção Leroy Merlin - Gustavo Calazans ampliou e esclareceu de forma muito objetiva a aplicação dos conceitos de sustentabilidade no dia a dia da construção. “De maneira

38

geral, as pessoas têm relacionado a ideia da sustentabilidade com a prática da reciclagem. Mas, antes da reciclagem, a sustentabilidade deve ser pensada em termos de redução do consumo, reuso e, na última etapa, a reciclagem”, explicou. Ainda sobre os princípios da sustentabilidade, Calazans destacou a importância de pensar o universo da construção e do morar bem em uma perspectiva de longo prazo. “Mais do que a utilização de um selo ecológico, um projeto sustentável deve trazer de volta a ideia de uma situação que se sustente ao longo do tempo, que seja perene e duradoura”, ressaltou o arquiteto.

TAXICULTURA|Outubro- Uma excelente leitura para você e para o próximo passageiro


MORAR

BEM

Para proporcionar uma maior amplitude ao projeto, além da entrada gratuita ao público ao espaço físico da casa instalada na loja do Morumbi, a Leroy Merlin criou uma estrutura para visitação online. “A casa não poderia estar em todas as lojas da rede, então, inovamos com o tour virtual, tornando possível a visita de todos os consumidores do Brasil. A intenção é mostrar que é viável ter uma casa linda, bem decorada, moderna, ecologicamente correta e acessível para todos os públicos”, declarou Carla Ramos, Diretora de Marketing da Leroy Merlin Brasil. Ginástica e área de serviço Quando a área é pequena e as necessidades são muitas, a saída é apostar em espaços multiuso. A ideia do arquiteto foi construir em laje pré-moldada um ambiente para ginástica e trabalho em uma extremidade, e a lavanderia na face oposta. Cerâmica no lugar da pedra Integrada às salas de jantar e estar, a cozinha abusa das cores. A bancada central de alvenaria foi revestida com cerâmica listrada colorida, em vez dos materiais tradicionais como aço, pedra ou madeira. Espaço bem aproveitado No lavabo que fica embaixo da escada, o ponto alto do projeto são os tijolos de vidro instalados nos degraus da escada, iluminando o ambiente durante o dia.

Gustavo Calazans aposta em uma casa acessível

Divulgação

Para o arquiteto, a parceria com a Leroy Merlin, empresa líder no segmento da construção, foi fundamental para garantir ineditismo da mostra, ao expor ambientes reais, cada um com um estilo diferente, propiciando um contato direto com os consumidores. “Na maioria das vezes, o cliente não se reconhece nas mostras tradicionais. E quando o arquiteto ajuda este cliente a se reconhecer, não há erro. E se não há erro, não se refaz com tanta frequência”, avaliou. “E é aí que entra o conceito de sustentabilidade”, continuou.

Divulgação

Uma casa para quem quer casa

Varanda com churrasqueira e pia

Piso negro no banheiro Para o banheiro do casal, a proposta explora as texturas visuais e a combinação de revestimentos foscos e com brilho. Assim, o projeto usou tinta metalizada e revestimento cimentício nas paredes e na área do box. Na sala, cores nos acessórios Na sala de estar, os destaques são a decoração, o sofá e a mesa bricolados; o piso laminado no padrão madeira e a parede neutra criam a base para a decoração atual.

Cama de pallets explora decoração

Cama de pallets Como o quarto é pequeno, o projeto priorizou a otimização da área com peças funcionais, como a cama de pallets e decoração neutra, que explora tons rebaixados. A ambientação trabalha com cores rebaixadas e diferentes texturas.

Quarto para diferentes idades

Mesmo quarto, estilos diferentes Eis um recurso interessante quando a casa é pequena e dois filhos dividem um quarto: fazer uma decoração em dois estilos. O canto do pré-adolescente tem cama no mezanino. Já a cama da filha menor se transforma em sofá para as brincadeiras diárias e conta com uma bicama embaixo. Varanda integrada à cozinha A varanda de lazer é integrada à sala de jantar e à cozinha, com uma bancada de concreto aparente com churrasqueira e pia. Mesa, sofá e poltronas específicos para áreas externas garantem a comodidade dos moradores.

Na sala o sofa e a mesa são bricolados

1ª Mostra Casa Leroy 7 de setembro a 8 de outubro de 2012 Leroy Merlin do Morumbi Avenida Magalhães de Castro, s/nº Tour virtual www.leroymerlin.com.br/tourvirtual

leitura de bordo dos taxis paulistanos - Outubro|TAXICULTURA

39


MUNDO Por Dra. Mery Hellen Jacon Pelosi

Divulgação

CÃO&CIA

Queda de pelos Observar a queda de pelos ajuda a acompanhar a saúde e qualidade de vida do seu animal

A

Dra. Mery Hellen Jacon Pelosi Especialista em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais, integra a equipe da Clínica Veterinária Estação Zoo Fone: 11 5084-6912 | 5083-6495 www.estacaozoo.com.br

Períodos de queda

Problemas que atingem os pelos dos animais, assim como a pele, podem ter diversas causas e a mais comum é a reação alérgica, que pode ser originada por reações alimentares, contato com produtos de limpeza, medicamentos, shampoos e perfumes inapropriados e até mesmo por pulgas e carrapatos.

Existe também a queda sazonal de pelos, que é responsável por adequar a pelagem dos animais às variações de temperatura conforme as estações do ano. Na primavera, com o aumento da exposição do animal ao sol, os pelos são substituídos por pelos curtos, de pouca densidade, típicos do verão.

No caso das pulgas, essas reações recebem o nome de Dermatite Alérgica a Picada de Pulga (DAPP), e não são provocadas somente pela picada, mas também pelo contato da saliva da pulga com a pele do animal. Nos cães, a DAPP pode ser reconhecida pela queda acentuada de pelo e vermelhidão na região dorsal próxima à cauda e, nos felinos, principalmente na área do pescoço, sempre seguida por intensa coceira.

Já no outono, uma nova troca ocorre dando lugar à formação da pelagem de inverno, mais espessa, comprida e grossa. Vale lembrar que, apesar de comum, os períodos de queda e o tempo de troca podem variar de animal para animal.

Fungos e bactérias Doenças fúngicas e bacterianas também estão entre as causas para a queda de pelo nos animais. Um exemplo é a Dermatofitose, provocada por fungos, e comum em cães e gatos. É uma enfermidade extremamente contagiosa entre os animais, sendo que o contágio também pode atingir os humanos. Outra causa de queda de pelo é a Piodermite, uma infecção bacteriana que atinge os folículos pilosos, ou seja, os locais da pele onde nascem os pelos. As lesões podem se manifes-

40

tar de forma superficial ou profunda. Na forma superficial, provoca pequenas irritações e feridas na pele. Já na forma profunda, resulta na perda de pelos e do folículo piloso, descamações e até o surgimento de feridas.

principal função dos pelos é fornecer proteção mecânica e térmica para os animais, no entanto, os pelos também auxiliam os donos no acompanhamento e cuidados diários, uma vez que o aspecto deles pode refletir o estado de saúde do seu animal.

O estresse pode ser outro motivo para que o animal perca seus pelos. É comum cães e gatos apresentarem quedas acentuadas de pelos quando submetidos a situações que afetam seu comportamento, como alterações de ambiente, redução do espaço de convívio ou até mesmo pela inclusão de outro mascote na família. Mantenha a pelagem do seu animal em bom estado. A escovação diária, assim como a exposição ao sol e uma dieta balanceada contribuem para uma pelagem bonita e saudável. Fique de olho! Ao notar o aparecimento de falhas repentinas na pelagem, lesões na pele ou coceira, procure imediatamente um médico veterinário.

TAXICULTURA|Outubro - Gostou da matéria? Você também a encontra em TAXICULTURA.com.br


Crônicas de uma São Paulo que ninguém vê

HORIZONTE

Ilustração e texto: Ivan Fornerón

VERTICAL

O AZUL IRREMEDIÁVEL

I

magino que não seja necessário, e também eu nem saberia como, explicar o perdão e a vingança. Quem já foi movido por uma dessas duas forças sabe a potência de cada uma, e mesmo que eu tivesse uma explicação, seria inútil. Sei apenas que é o orgulho (sua presença ou ausência) que orienta a ambas. De todo modo, o que quero mesmo é contar uma história ocorrida debaixo da minha janela.

Os dois cruzam os braços e trocam desafios pachorrentos numa teimosia que denota a raiva de cada um

Depois de alguns gritos e palavras atravessadas, dessas que não terminam e são ditas pra ferir, por curiosidade alcanço o parapeito da minha janela e testemunho a discussão de um casal bem jovem. Tinham descido da moto, e a moça de cara invocada repetia à exaustão: “Não vou mais, vai você, eu não vou!” E assim ficaram por uns cinco minutos, ele com o capacete enfiado no braço e ela tentando dar a ele o capacete que tinha em mãos sem que ele quisesse pegá-lo: “Você vai, sim”, ele dizia, “Não, eu não vou”, ela tornava a dizer. Silêncio. Os dois parecem bufar e olham-se com fúria. Ela parece irredutível. Ele não acredita na teimosia dela que, voltando a falar, coloca o capacete no chão e diz: “Não preciso mais disso, joga fora, leva pra casa, faz o que você quiser.” Os dois cruzam os braços e trocam desafios

pachorrentos numa teimosia que denota a raiva de cada um. “Você sempre faz isso, que saco!” Ele diz, reiniciando a discussão, agitando os braços e dando voltas ao redor da moto até parar de costas pra namorada, encarando o outro lado da rua. Ter ficado de costas foi fatal. É o fim, ela não perdoa, e sem dizer uma palavra sobe a rua e o deixa ali, parado, olhando o invisível que contorna a esquina. Ela caminha sem olhar pra trás; a raiva deve ser muita. Ele não olha a partida da amada: vira-se, veste o capacete, pega o que está no chão e enfia no braço. Liga a moto e sai bem devagar. Cada um segue um caminho e somem da minha vista. Mas o que é que seria dessa vida sem os heróis? Em menos de dez minutos, vejo o rapaz voltando, subindo a minha rua com o capacete entreaberto e na boca (a criatividade é uma dádiva!) um algodão doce azul cintilante, cuja varetinha ele prendia entre os dentes. Aquele azul-peruca-de-drag-queen-cintilante levado na boca de quem trazia o pedido de perdão não podia ser mais bonito. Tanto que não demorou muito pra que a moto, com os dois sobre ela, descesse a rua, seguindo sei lá qual caminho, mas que pertencia a eles.

O AZUL IRREMEDIÁVEL é o título de um grande livro de poesia do poeta paulistano Álvaro Alves de Faria.

42

TAXICULTURA|Setembo - Seja gentil: deixe a revista a bordo para o próximo passageiro


Clínica de Reabilitação São Francisco Av Paulista nº 807 | 5º Andar | Sala 512 Bela Vista | São Paulo Fones: 11 4324-5595 | 11 4324 -5596 www.reabilitacaosaofrancisco.com.br

• Acupuntura • Fisioterapia • Pilates • RPG • Reabilitação Novembro|TAXICULTURA

43


Revista TAXICULTURA 15  

Revista TAXICULTURA edição 15