Issuu on Google+

Omelhorcaminhodainformação

Edição 05 Ago/Set 2008

São Paulo turismo na cidade dos eventos

bixiga

Diversidade e cultura

Suplemento Taxista

Cidade ganha táxis adaptados

e mais

> O Brás dita moda na cidade > Deixe sua pele perfeita para a próxima estação


Plante Plante uma uma รกrvore. รกrvore. Recicle Recicle seu seu lixo. lixo.

EE abasteรงa abasteรงa seu seu carro carro com com etanol. etanol.


Ao abastecer seu carro com álcool combustível, o etanol, você está ajudando as pessoas e o meio ambiente. Lendo a cartilha distribuída nesta edição, você vai saber tudo sobre o etanol. Por exemplo: Ele reduz em 90% a emissão de gases de efeito estufa, combatendo o aquecimento global. O bagaço da cana gera energia elétrica limpa e sustentável. O Brasil tem potencial para produzir uma Itaipu e meia de bioeletricidade. A indústria da cana-de-açúcar é exemplo de pioneirismo e liderança brasileiros. Diferente do petróleo, o etanol é um combustível natural e renovável, que pode ser produzido em mais de 100 países, gerando muitos empregos, crescimento econômico e aumentando a segurança energética do planeta. Saiba mais também em www.etanolverde.com.br.


Omelhorcaminhodainformação

EXPEDIENTE

Diretoria

Agosto/Setembro de 2008 Edição 05

A cidade e o turismo de negócios

S

intonizada com o dinamismo da cidade de São Paulo, a Revista TAXI! apresenta nessa edição um mergulho na força que a indústria do turismo representa para a metrópole. Um universo que mobiliza cerca 500 mil trabalhadores diretos e indiretos, que são responsáveis pelo trabalho de acolher e recepcionar os quase 10 milhões de visitantes que, anualmente, buscam a cidade de São Paulo. E falar do turismo em São Paulo é falar de cultura, gastronomia, lazer e muito mais, pois além de se caracterizar como o maior pólo econômico da América do Sul, a cidade oferece aos visitantes e também

aos paulistanos, uma riquíssima variedade de atrações. Da festa da Achiropita no Bixiga, que também apresentamos nessa edição, aos museus, teatros, cinemas, bares, monumentos, parques ou ainda seus milhares de restaurantes. E nesse universo, onde o taxista desempenha um papel fundamental, estamos lançando o programa TAXI!CULTURA, idealizado para levar o taxista a vivenciar todo esse mundo de arte, cultura, entretenimento e lazer, que existe na cidade e que na maioria das vezes ele apenas conhece do lado de fora. Bem vindo à bordo e boa leitura.

Os editores

ESPAÇO DO LEITOR Comentários e sugestões sobre a Revista Táxi! e sua cidade

Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón Isabella Basto Poernbacher (editora@portodasletras.com.br)

Redação Edição Waldir Martins Edição de Arte Vanessa Pereira do Nascimento Projeto Editorial Xavier Bartaburu Projeto Gráfico Eli sumida Reportagem Gabriela Nunes, Emanuel de Oliveira, Jacqueline Toledo, Aline Lemes Fotografia Davi Francisco da Silva Ilustrações Eduardo Kakasaki Revisão Vânia Montagner

Publicidade Diretor Fábio Martucci Fornerón Executivos de Negócios Renata Alarcon, Roberto Buratti (publicidade@portodasletras.com.br) Designer Gabriely Kobayashi

Caros amigos: Gostei da oportunidade dada ao colega taxista/ poeta, Ari Lopes na edição 4 da Revista junho/julho 2008. Também faço de meu táxi o local onde escrevo meus contos e poesias. É necessário que eu receba oportunidades para editar meus livros. Manuel de Almeida Caro Manuel, A Revista TÁXI! trabalha para oferecer aos leitores muita informação, entretenimento, cultura e lazer. Ao mesmo tempo buscamos realizar um trabalho diferenciado de prestação de serviços e atenção às questões do universo dos nossos parceiros taxistas. Dessa forma, na primeira oportunidade teremos todo o prazer em contribuir para a divulgação do seu trabalho como poeta.

Dúvida: Quais são as reais possibilidade de transferência 4

tÁxi! ago/set 08

de alvará para outra pessoas sem penalização? Ronaldo (por e-mail). R. Os taxistas devem comparecer ao DTP e assinar uma declaração de que a transferência está sendo feita “a título gratuito”. Para inibir a venda ilegal de alvarás, desde o dia 16/10/07 é exigido que, para transferência de alvará, os interessados compareçam pessoalmente no DTP para a obtenção prévia de Certidão de Regularidade, válida por 15 dias. A certidão é uma atualização cadastral - RG, CPF, CNH, comprovante de residência - e deve ser preenchida de próprio punho. A existência de qualquer indício de falsidade nas informações será encaminhada ao Ministério Público, para análise criminal.

Conte sua história As mensagens devem ser enviadas com nome e endereço para: Rua do Bosque, 896, casa 24 - Barra Funda - São Paulo/SP - CEP: 01136-000 E-mail: redacao@portodasletras.com.br

Assessoria jurídica

Paulo Henrique Ribeiro Floriano

Comercial

Gerência Administrativa Ana Paula Souza Araújo Assinaturas e mailling (assinatura@portodasletras.com.br)

Impressão

Prol Gráfica

Tiragem

20.000 exemplares Distribuição Gratuita , edição 5, ago/set 2008, é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua do Bosque, 896, casa 24, CEP 01136-000. Barra Funda, São Paulo (SP). Telefone (11) 3392-1524, Fax (11) 3392-5208. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista.


sumário

Nesta edição: Eventos de turismo em São Paulo e Diversidade cultural no Bixiga Onde fica? Fique ligado Lá fora Marcha a ré Qualidade de vida Ontem e hoje São Paulo: um mundo todo Bandeira Livre São Paulo tem Agenda Capa destaque Turismo no fim de semana Volante seguro Suplemento Taxista Horizonte vertical

onde

08 10 12 13 14 16 18 20 22 23 28 34 36 38 39 50

Um desafio para testar

Promoção Vá ao Teatro O desafio apresentado na edição passada na seção “Onde Fica?” fazia referência ao tradicional Edifício Itália, localizado na Praça da República com a 6

tÁxi! ago/set 08

?

Um desafio para testar os seus conhecimentos Notas e notícias sobre a metrópole O transporte urbano ao redor do mundo Uma viagem ao passado: O Metrô no mundo Movimento Nossa São Paulo Por uma cidade mais justa e sustentável Imagens de uma cidade que já não existe mais A diversidade de opções que a cidade oferece Culinária baiana Notícias de uma cidade que vai além do congestionamento Conheça os segredos da metrópole Bairro do Brás O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas O turismo na cidade dos eventos O Bixiga é um estado de espírito Monte Verde é a Suíça brasileira O A a Z da direção defensiva Manias que pesam no bolso Mais informações e serviços para o taxista Histórias de uma São Paulo que ninguém vê

fica?

os seus conhecimentos

Avenida São Luis. Os dez primeiros acertadores foram contemplados com ingressos para o Teatro. Veja o nome dos ganhadores a seguir: 1. Vanessa Medeiros 2. Daniela dos Santos

3. Rogerio Frade de Miranda 4. Rose Avramescu 5. Carolina Avramescu 6. Pedro Simão 7. Jéssica Golçalves Lima 8. Mario Wanderley Leutwiler 9. Wagner Caetano 10. Orlando Vieira Brandão


onde ? fica? seus conhecimentos

Davi Francisco da Silva

Um desafio para testar os

Famosa por trazer sorte a quem toca em seu dedo e lembrança certa para quem freqüenta teatro de ópera na cidade, essa estátua faz parte de um conjunto de 12 esculturas em mármore, bronze e granito. Representa a música, a poesia e alguns dos personagens das óperas mais famosas de Antonio Carlos Gomes. Realizada pelo arquiteto italiano Luiz Brizzolara em 1922, o conjunto é uma homenagem da comunidade italiana ao Centenário de Independência do Brasil.

Promoção Vá ao Teatro - A Revista Táxi! quer que você vá ao teatro Os primeiros 10 leitores que identificarem a foto acima ganharão um par de ingressos de teatro. Envie sua resposta para o e-mail: redacao@portodasletras.com.br. O resultado sairá na próxima edição junto com os nomes dos ganhadores.

8

tÁxi! ago/set 08


Fique ligado

Notas e notícias sobre a metrópole

URBANIDADE

Bar de gelo em São Paulo dentro de um iglu esquimó. Com um cardápio de bebidas extenso, o bar é um ótimo lugar para quem gosta de apreciar bebidas servidas bem geladas. O projeto será levado para outras localidades turísticas do Brasil e não há data prevista para deixar a cidade de São Paulo.

Divulgação Artespaço

A

Vila Madalena, famosa por sua vida noturna, agora conta com mais uma atração, o Ice Espaço, primeiro bar de gelo do Brasil e o oitavo do mundo. Inaugurado no mês de Junho, o bar de gelo conta com drinques distintos que são servidos em copos de gelo. O ambiente apresenta uma temperatura que varia entre dez e seis graus negativos. Nessa câmara fria cabem apenas 20 pessoas por vez, sendo que ninguém agüenta permanecer por mais de 30 minutos lá dentro. O estabelecimento oferece casacos e botas especiais para o público circular pelo ambiente sem sentir tanto frio. Todo o local passa a sensação de estar

Ice Espaço Rua Purpurina, 46 – Vila Madalena Entrada: R$ 30 (com direito a um drinque). Tel.: (11) 3034-0529. OBS: Fazer reservas pelo telefone.

tecnologia

Moto Elétrica chega ao Brasil em 2009

A

Divulgação CPFL

mais nova moto elétrica, desenvolvida pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e pela concessionária de energia Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), deverá estar disponível no mercado brasileiro em 2009 e chegará ao Brasil custando 3 mil reais. O objetivo é ter no mercado uma moto elétrica que custe mais barato, que possa ser financiada, que não faça ruídos e, principalmente, não cause poluição. O projeto pretende também que esse novo modelo se torne competitivo assim como a moto tradicional. Entre os problemas encontrados no desenvolvimento do produto destacase o fato da moto elétrica apresentar

10

tÁxi! ago/set 08

uma baixa autonomia e velocidade, pois consegue rodar apenas 50 Km antes que as baterias acabem e tem velocidade máxima de 60 km/h. Para superar essas dificuldades os técnicos da Unicamp e CPFL têm realizado diversos testes com o objetivo de que o veículo possa ter uma autonomia maior, em torno de 150 Km, e aumentar sua velocidade final. Outro ponto considerado é reduzir o tempo de recarga da bateria, passando das atuais 4 horas, para um tempo máximo de 2 horas. Os responsáveis pelo veículo visam resolver todos os problemas antes de que a moto possa ser comercializada.


meio ambiente

Corrida de carros ecológicos Divulgação

A

conteceu nos últimos dias 24, 25 e 26 de julho no kartódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo, uma corrida bem diferente das outras: a Maratona Universitária da Eficiência Energética realizada com carros considerados ecologicamente corretos, que poluem pouco ou quase nada. Foram avaliados 29 carros criados por estudantes de universidades de engenharia e design de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, sendo que desse total 15 eram movidos a gasolina e 14 a energia elétrica. Na Maratona da Eficiência não vence o carro mais veloz e sim aquele com menor consumo de combustível. Dentro do regulamento da prova os carros a gasolina tiveram que dar 12 voltas na pista, e os elétricos percorreram a maior distância possível usando uma mesma carga de bateria.

A universidade Anhembi Morumbi, conquistou o primeiro lugar na categoria gasolina com o modelo ERRBA 3 e a Universidade Federal de Santa Maria venceu na categoria elétrico

com o Modelo EESM - 03. Ambas Universidades levaram para seus laboratórios protótipos de veículos fornecidos pela montadora que patrocina o evento.

UMANOVAABORDAGEM NA ODONTOLOGIA Equipe altamente capacitada e tecnologia de ponta Visam o bem-estar e total satisfação dos pacientes Clareamento a laser

Facetas e coroas de porcelana

Estética do sorriso

Odontopediatria

Pacientes especiais (com ou sem sedação)

Cirurgias

Atendimento hospitalar sob anestesia geral

Implantes mediatos e imediatos

Spa Day (tratamento em um dia)

Dra. Bianca Basto Poernbacher Rua Doutor Homem de Melo, 644 - Cj.131 - Perdizes Tels.: 3862-9112 / 3864-0363 / 6839-8771 www.inpeo.com.br


Lá fora

O transporte urbano ao redor do mundo

Galeria de Dimitry B postada no Flickr

estados unidos

Motocicleta Humana Galeria de tuexperto postada no Flickr

Foi desenvolvido esse ano na Califórnia, pelo estudante Jake Loniak, da Universidade Art Center Pasadena, em conjunto com a Yamaha, uma motocicleta vertical que veste todo o corpo humano. Ela funciona com baterias de íons de lítio e apresenta em sua estrutura 36 músculos pneumáticos que são sustentados por sete vértebras artificiais. Para “vestir” o veículo é preciso primeiramente colocar o capacete interligado e acelerar. A motocicleta humana conta com três rodas, a roda central é a base de sustentação e as restantes realizam o apoio e controle do veículo. Em relação à velocidade a performance do veículo é de impressionar, ele acelera de 0 a 100 km/h em três segundos, e sua velocidade máxima é de 120 km/h. Por ser composta de bateria essa mais nova inovação tecnológica não polui o meio ambiente.

Áustria

Cidades Digitais

china

Cerca de 100 mil taxistas da cidade de Pequim usaram “uniforme olímpico” durante a última edição dos Jogos Olímpicos de Verão. O objetivo era melhorar a imagem dos taxistas chineses para os estrangeiros que visitaram a capital do país durante o evento. Os motoristas tiveram que vestir camisetas amarelas, calças azuis e gravata, cada um recebeu duas peças de cada roupa, o que gerou uma despesa de US$ 73 por motorista. Contudo, cada taxista recebeu US$ 29,20 por dia, como retribuição pelo uso do uniforme. A medida foi impulsionada no mês de abril pelo Departamento Municipal de Transporte de Pequim e foi comemorada pelos passageiros de táxis da cidade, que sempre criticaram os motoristas locais, por causa do mau cheiro no interior dos veículos, pelo fato da maioria não falar inglês e ainda pelos hábitos como, por exemplo, cuspir, comer e beber em serviço. 12

tÁxi! ago/set 08

Galeria de FHKE postada no Flickr

Cerca de 100 mil taxistas de Pequim usaram “uniforme olímpico”

A empresa Autodesk anunciou no começo do mês de agosto o lançamento do projeto Cidades Digitais em parceria com a Prefeitura de Salzburg, na Áustria, que será a primeira cidade piloto do projeto. O projeto Digital City refere-se à tecnologia da Autodesk que foi desenvolvida para ajudar a cidade escolhida a integrar seus dados em um modelo 3D com um alto nível de detalhe. Antes do início de uma construção, a junção de dados urbanos e ferramentas de visualização farão com que a cidade possa interagir com a paisagem e analisar os impactos de futuros empreendimentos turísticos e econômicos. Essa nova tecnologia possibilitará à toda população um trabalho coletivo para experimentar o futuro da cidade. O objetivo é capacitar a cidade para entender o impacto de planejamentos sob qualquer ótica, integrando modelos em 3D, colocados uma plataforma aberta, com diferentes dados e informações de construções e infra-estrutura de uma extensa área geográfica.


Marcha

a ré

Uma viagem ao passado do

transporte urbano

Por Aline Lemes

O Metrô no Mundo e em São Paulo

Europa

Arquivo do Metrô

Outras importantes cidades da Europa também terminaram por adotar o novo sistema de

transporte subterrâneo desenvolvido pelos londrinos. A inauguração do Metrô de Budapeste, em 1896, aconteceu em um prazo recorde de dois anos e tinha uma extensão de 3,7km. Em Paris, a primeira linha da rede do Metrô foi inaugurada em 1900. E no ano de 1902 o Metrô de Berlim entrou em funcionamento, utilizando o termo “U-Bahn”, “linha subterrânea” em alemão.

América

Arquivo do Metrô

E

nfrentar grandes congestionamentos não é uma novidade no conturbado mundo moderno. Já no inicio do século 19, as ruas de Londres estavam completamente travadas por milhares de carroças, carruagens e ônibus de dois andares puxados a cavalos. Para enfrentar esse grave problema, o poder público local decidiu canalizar o transporte público para debaixo do solo e no dia 10 de janeiro de 1863 o novo sistema passou a funcionar com a Metropolitan Railway, de onde surgiu o termo “Metrô”.

Construção da Estação Paraíso, Linha 1 - Azul

Nos EUA, a cidade de Boston foi a primeira a contar com uma rede do Metropolitano. Construído no ano de 1897, o Metrô tinha apenas duas estações. Atualmente essa linha está integrada na Green Line do Metrô de Boston. O Metrô de Nova Iorque, hoje em dia o maior do mundo, foi inaugurado em 1904 e tinha uma extensão de apenas 14,4 km desde City Hall até à 145th Street.

O Metrô de São Paulo Com uma população de cerca de onze milhões de habitantes, a cidade de São

Paulo conta com uma pequena rede de Metrô, se comparada com cidades como Nova Iorque, Tóquio ou mesmo a Cidade do México. As construções das linhas começaram apenas no ano de 1968 e no ano de 1972 foi realizada a primeira viagem da hoje denominada Linha Azul. Devido à sua fundamental importância para agilizar o trânsito das pessoas pela cidade, o Metropolitano paulista tem sido apontado por quase todos os candidatos à prefeitura nas eleições desse ano, como uma das principais alternativas para minimizar o caos no trânsito urbano. Acompanhe no quadro abaixo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor – IDEC, que coloca os Metrôs de São Paulo e Rio de Janeiro entre os mais caros do mundo.

Bilhete unitário/ Salário mínimo

Cidade

Bilhete Unitário

Extensão

Salário Mínimo

(R$)

(KM)

(R$)

Buenos Aires Paris Cidade do México Toronto Nova Iorque Madri Londres Rio de Janeiro São Paulo

0,50 4,02 0,33 4,70 3,48 5,10 24,17 2,60 2,40

42,9 213 176,77 68,3 369 281,8 408 42 61,3

539,59 3.363,73 188,15 2.188,30 1.433,68 1.786,48 4.700,01 447,25

0,09 0,12 0,18 0,21 0,24 0,29 0,51 0,58

415,00

0,58

(%)

Quantos bilhetes o salário mínimo compra 1.079 836 570 465 411 350 194 172 172 tÁxi! ago/set 08

13


Qualidade

de vida

por Aline Lemes

Movimento Nossa São Paulo

entrega 1,5 mil propostas para candidatos

O

Palavra de candidato Escolhidos através de sorteio, cada um dos candidatos presentes teve dez minutos para falar sobre o evento e as propostas apresentadas. • Gilberto Kassab - “O movimento abre as portas para essa participação da sociedade, fortalece a democracia e o compromisso dos candidatos com a nossa cidade”. • Geraldo Alckmin - “O governo precisa ser fiscalizado, criticado e cobrado para que a gente possa ter um salto de qualidade na política”. • Marta Suplicy - “Nós abraçamos os três eixos do Movimento e consideramos de vital importância os esforços para intensificar a participação popular”. • Ivan Valente - “E fundamental fazer a opção de governar para as grandes maiorias e não para as grandes corporações”. 14

tÁxi! ago/set 08

Siga algumas propostas para a melhoria do trânsito na cidade todo o processo eleitoral e, principalmente, durante a gestão do novo executivo e câmara de vereadores, que tomarão posse em 2009. Durante o evento foi apresentada uma campanha publicitária desenvolvida e planejada pela agência Lew Lara, cujo objetivo é esclarecer aos paulistanos sobre a responsabilidade de cada candidato em relação às promessas de campanha. Utilizando como slogan a frase “Proposta sim, blá, blá, blá não” a campanha está veiculando anúncios em jornais de grande circulação e spots em emissoras de rádio. As campanhas publicitárias ressaltam como o impacto negativo e a decepção frente às promessas não cumpridas afastam as pessoas da política.

Educação e Trânsito • Campanhas de educação no trânsito contínuas e periódicas. • Realizar a campanha “A Faixa de Pedestres é Sagrada”. • Realizar a campanha “Proteja o Ciclista – um Carro a Menos”. • Tolerância zero para infrações de trânsito que atentem contra o pedestre e ciclistas. • Realização do Dia Semanal Sem Carro.

• Renato Reichman “Para um partido pequeno, com poucos recursos, o material disponibilizado pelo Movimento é muito importante para compor o programa de governo”. • Levy Fidélis - “O prefeito tem obrigação de divulgar relatórios de execução orçamentária e deve fazê-lo com toda transparência”. • Edmilson Costa “A iniciativa é um exemplo de como captar as necessidades da população”. • Soninha Francine - “Temos que resgatar o crédito na política. Um outro mundo é possível também na política”. arquivo Movimento Nossa São Paulo

evento para entrega aos candidatos à prefeitura de São Paulo das mais de 1,5 mil propostas da sociedade civil para enfrentamento dos diversos problemas da cidade, promovido pelo Movimento Nossa São Paulo, registrou um importante marco na vida política do município. Além de fortalecer o conceito de “democracia participativa”, com a mobilização de diferentes segmentos sociais na organização das propostas apresentadas, o encontro, abriu espaço para que fosse firmado, pelos oito candidatos participantes, um compromisso com a total transparência na gestão da cidade nos próximos anos. Além do conjunto de propostas elencadas pela sociedade civil, os candidatos receberam ainda um documento com dez propostas selecionadas pelo Movimento Nossa São Paulo e que serão acompanhadas de perto durante


Por Gabriela Nunes Galeria do Wikipédia

Ontem e hoje Davi Francisco da Silva

1900

2008

P

Às margens do Ipiranga

ara compreender o significado da independência do Brasil, é importante saber que o 07 de Setembro de 1822 não foi um ato isolado do príncipe D. Pedro e sim um acontecimento dentro de um longo processo de lutas, que se iniciou com as revoltas pela emancipação do país no final do século XVIII. Além disso, é importante ter clareza que a chamada “Independência do Brasil” restringiu-se à esfera política, não alterando em nada a realidade sócio-econômica dos brasileiros. Ao comemorarmos mais esse 07 de Setembro, devemos colocar em pauta que a verdadeira independên-

16

tÁxi! ago/set 08

cia do Brasil é, na verdade, a indepência de todos os brasileiros. Essa é uma luta que continua em curso e só estará plenamente concluída quando pudermos comemorar a inclusão social e tecnológica de todos os cidadãos e cidadãs desse país. O Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, representa um marco nessa história e ainda hoje é espaço fundamental na cidade, proporcionando diferentes opções de cultura e lazer aos paulistanos. Construído às margens do riacho do Ipiranga entre os anos de 1885 a 1895, pelo engenheiro italiano Tommaso Gaudenzio Bezzi, o Museu lembra um palá-

cio renascentista, com colunas e outros elementos decorativos comuns ao estilo arquitetônico clássico da época. Com um acervo de mais de 125 mil itens, entre eles, objetos indígenas, mobiliários, depósito de armas, pinturas, ferramentas e outros instrumentos que retratam a vida no Brasil naquela época, o museu ainda disponibiliza ao público duas bibliotecas com documentação arquivística e iconográfica, além de laboratórios de conservação e restauro. Informações:

Horários: Terça a domingo, das 9:00h às 17:00h. Telefone para visitação: 2065-8026. Valores: R$ 4,00 - Adulto - R$ 2,00 - Estudante http://www.mp.usp.br/


Paulistanos Billy

Onde mora: Pinheiros Profissão: Publicitário

Lara Miranda

O exemplo de vida de um cadeirante que busca condições melhores para os deficientes Por Jacqueline Toledo

Billy nasceu e cresceu em São Paulo, começou a trabalhar com 14 anos como ajudante de mecânico, com 16 anos trabalhou em uma estamparia e aos 17 começou a trabalhar no Unibanco como office boy. Alguns anos depois iniciou o curso de publicidade na Faculdade FIAM e resolveu sair do seu trabalho atual para fazer um estágio na sua área, infelizmente não conseguiu, pois naquela época sofreu uma mudança radical em sua vida.

Lara Miranda

Cia Mix Menestréis

Irresponsabilidade oficial

Aline Baker

P

ublicitário, ator, cantor e compositor, Willian Coelho, mais conhecido como Billy, tem sua história pessoal diretamente ligada à cidade de São Paulo. Há seis anos Billy fundou o Movimento Superação, que trabalha para mudar a visão da sociedade com relação à pessoa portadora de deficiência e estimular o próprio deficiente a buscar seu espaço e seus direitos dentro do lugar onde vive.

No dia 11 de maio de 1998, em um cruzamento da Consolação, uma viatura policial em alta velocidade atravessou no farol vermelho e atingiu a motocicleta que Billy dirigia. Depois de dois meses e meio internado na UTI do Hospital das Clínicas passando por várias cirurgias, ele teve uma lesão irreversível e ficou paraplégico. “No primeiro dia eu já sabia que ia ficar em uma cadeira de rodas para o resto da minha vida”, conta Billy.

Construir um novo caminho Mobilizar para superar e integrar

lista, em São Paulo, no dia 06 de dezembro. Além disso, estamos com um projeto para um show de lançamento do nosso CD Movimento Superação”.

Hoje Billy trabalha na empresa Mapfre Seguros como especialista consultor em responsabilidade sócio corporativo, faz um trabalho artístico na Cia Mix Menestréis como ator e também se dedica à música, atuando como cantor e compositor no grupo de hip hop Saga.

O publicitário tem ainda em andamento outras ações, como o documentário “Espírito de Dragão”, um áudio-visual que aborda conceitos da inclusão; o projeto “Apresenta”, que visa buscar pessoas com deficiência interessadas em participar da cena cultural da cidade de São Paulo; e “Sob Medida”, que é um trabalho que busca doações de aparelhos de tecnologia para pessoas de baixa renda, que tenham deficiência.

Presidente do Movimento Superação, Billy fala dos vários projetos para este ano. “O movimento realizará uma passeata em Copacabana, Rio de Janeiro, no dia 21 de setembro e também uma passeata na Avenida Pau-

Para Billy a inclusão de pessoas com necessidades especiais na cidade de São Paulo vem crescendo. “A inclusão está se mostrando necessária, mas ainda há muito a se fazer”, diz ele. O Rapper acredita que mesmo com melhorias acontecendo ainda há muitos problemas que são enfrentados no dia-a-dia por um deficiente. “Mudar uma cultura é um processo muito lento, as pessoas precisam se respeitar independente da deficiência”, finaliza. tÁxi! ago/set 08

17


São Paulo: um

mundo todo Por Gabriela Nunes

Culinária Baiana Essa predominância, no imaginário do brasileiro e nos meios de comunicação, da culinária “afro-baiana”, deve-se muito ao fato de Salvador, a capital da Bahia, situar-se no litoral do Recôncavo, o que confere maior poder de divulgação para esse saboroso legado africano da culinária regional. Existem duas maneiras de se preparar os pratos “afros baianos”. A primeira é preparada sem muito tempero, é produzida nos terreiros de candomblé para serem oferecidos aos Orixás. A outra é produzida onde as comidas são preparadas e vendidas pela baiana, nos restaurantes e nas residências, e são mais carregadas no tempero. Apesar da grande popularidade que a culinária baiana desfruta junto ao brasileiro, ainda existem poucos chefs de cozinha dedicados à culinária da Bahia. Contudo, alguns procedi-

Galeria de José Oliveira postada no Flickr

Acarajé O acarajé é considerado o principal quitute na Bahia, é feito de feijão fradinho ralado, frito no azeite de dendê recheado com vatapá e camarão. É vendido na rua pelas baianas, vestidas com trajes ligados aos rituais do candomblé.

Galeria de sarah and lain postada no Flickr

Moqueca

18

A moqueca também é considerada um prato típico da culinária baiana, é feita como um ensopado, com leite de coco, azeite de dendê (opcional), pimentão, cebola e coentro, e pode ser preparada com peixe, camarão, siri, ou até mesmo arraia. tÁxi! ago/set 08

mentos mais coerentes com a moderna cozinha já começam a ser realizados através de cozinheiros e cozinheiras mais informados das modernas técnicas gastronômicas, apontando perspectivas mais dinâmicas para a cozinha baiana. Isso tem provocado o surgimento de novas receitas, mais sofisticadas, mantendo as fortes ligações com as origens portuguesa e africana e incorporando as bases culinárias de países do mediterrâneo. Essa rica e saborosa cozinha regional conta com excelentes representantes na cidade de São Paulo, onde pode ser degustada em grande estilo em uma rede de tradicionais restaurantes, capazes de oferecer aos paulistanos e visitantes o prazer dessa nobre arte. Veja abaixo alguns pratos típicos baianos e alguns locais onde poderá curtir os deliciosos temperos da “boa terra”.

Vatapá O vatapá é um dos pratos mais típicos da região, é feito com fubá, gengibre, castanha de caju, camarão e azeite de dendê. Pode ser acompanhado com outras comidas. Foto de Mvdiogo postada na Wikipédia

A

Bahia não se destaca apenas pelas suas maravilhosas praias e por ter o maior carnaval de rua do mundo, a culinária baiana também é famosa e considerada uma das mais originais do mundo pelo seu peculiar sabor. A mistura de temperos africanos, com toques indígenas e portugueses resulta em uma variedade de pratos e sabores exclusivos da terra do Axé. A gastronomia baiana mais conhecida nas outras regiões do país é a produzida no Recôncavo e em todo litoral baiano. Composta por pratos de origem africana, com temperos fortes a base de azeite de dendê, leite de coco, gengibre, pimentas variadas e outros que são dificilmente usados nos demais estados brasileiros, essa culinária não chega a representar 30% da culinária que os baianos consomem diariamente.


Galeria de Perla postada no Flickr

Galeria de jmarconi postada no Flickr

Pudim de Tapioca O pudim de tapioca é uma sobremesa típica baiana, é feito com tapioca, ovos, leite condensado, manteiga e coco ralado. Parecido com um pudim de leite condensado, o pudim de tapioca é diferente devido à exclusividade baiana.

Galinha cabidela

Galeria de Mari & Nacho postada no Flickr

A cabidela é considerada um prato típico da “culinária sertaneja”. Consiste nos pedaços da galinha temperados com iguarias baianas, que é consumida com o sangue fervido da própria galinha temperado com vinagre.

Bobó é um prato popular da cozinha baiana de origem africana. Trata-se de um creme pouco consistente feito de inhame, vinagreira, cozidos e amassados com azeite-de-dendê, pimenta, sal e um pouco de camarão seco. Pode ser servido quente, morno ou frio, como prato principal ou como acompanhamento. Galeria Eduardo Pelosi postada no Flickr

Galeria de ricardo.martins postada no Flickr

Bobó de camarão

Azeite de dendê e molho de pimenta Tanto o azeite de dendê como o molho de pimenta são temperos tipicamente baianos, são usados na maioria dos pratos mais conhecidos da região da Bahia. São responsáveis pelos fortes sabores da culinária baiana.

Restaurantes: Barra Baiana Caldeirada com pirão e arroz e o robalo recheado com camarão, que vem acompanhado de arroz com açafrão e castanha de caju. Não ficam de fora, é claro, o famoso acarajé e as saborosas moquecas. Rua Traipu, 156 - Perdizes - Zona Oeste - Tel.: 3666-5565 Cotação por pessoa: De R$35,00 até R$60,00.

Templo da Bahia Moquecas de camarão, bacalhau, lagosta, lula, polvo e até sururu. Há ainda diversas

opções de ensopados, bobó de camarão com vatapá, lagosta na manteiga e o famoso camarão na moranga. Alameda Campinas, 720 - Flat The Pierre - Jardim Paulista - Zona Sul - Tel.: 3285-0828 / 3253-6638 Cotação por pessoa: De R$26,00 até R$35,00.

Caldeirada Saboroso ensopado à base de peixes e frutos do mar, costuma ser preparado a partir de diversas receitas, dependendo da região. Devido às suas diferentes texturas os ingredientes devem ser cozidos em separado.

Rota do Acarajé Acarajé, abará, moquecas, carne-seca, carne-de-sol, quiabada, escondidinho, bobó de camarão, baião de dois, cuscuz. A casa tem cara de boteco e serve receitas caprichadas. Rua Martim Francisco, 529 - Santa Cecília - Zona Oeste

Bargaço

- Tel.: 3668-6222 - Cotação por pessoa: Até R$ 25,00.

Ensopados de siri, polvo, ostra e sururu dão consistência ao cardápio. A atração fica por conta das suculentas moquecas, ideais para duas pessoas.

Território da Bahia

Rua Oscar Freire, 1189 - Jardim Paulista - Zona Sul

A especialidade fica por conta dos acarajés. Para acompanhar, um chopinho gelado ou então uma das cachaças servidas no bar.

Tel.: 3085-5058/3082-2626

Rua Canuto do Val, 9 - Sta. Cecília - Centro - Tel.: 3338-2525

Cotação por pessoa: De R$26,00 até R$35,00.

Cotação por pessoa: De R$26,00 até R$35,00.

tÁxi! ago/set 08

19


Bandeira Livre

Por Jacqueline Toledo

Estética e Beleza Veja como cuidar da manter a pele jovem e bonita

P

Galeria de jmsuarez postada no Flickr

ensar que somente no verão é necessário ter cuidados com a própria pele é uma atitude errada que pode trazer resultados bem desagradáveis para sua saúde e beleza. Estações como o inverno e a primavera, que está chegando, também exigem cuidados para garantir o frescor da pele, evitando que fique ressecada e sem brilho. A maior preocupação durante o inverno é garantir a hidratação constante da epiderme, a camada mais superficial da pele. Essa hidratação ocorre no nosso corpo de duas maneiras: internamente, quando o suor atravessa as camadas da pele chegando à epiderme, e externamente, quando introduzimos água, através de cosméticos ou remédios, nas camadas mais externas da pele. “De uma forma geral, é normal a pele perder certa porcentagem de água e isso se deve, em parte, à ação de agentes externos; no verão, o sol e o ar condicionado, e, no inverno o frio, além de uma menor umidade relativa do ambiente”, confirma a Gerente de pesquisa e desenvolvimento da Natura, Andrea Costa.

Os ventos da primavera Contudo, a época da primavera também pode provocar lesões na pele, como ressecamento e rachaduras. Os ventos constantes que chegam nessa estação, fazem com que a pele perca elasticidade e fique mais seca. Nessa estação, para tratar da pele e mantê-la saudável é preciso combinar uma rotina de cuidados diários e uma alimentação balanceada. Novamente a hidratação é indicada como um importante cuidado a ser adotado. O consumo diário de, pelo menos, 2 litros de líquidos entre água, sucos naturais e orgânicos, sopas e chás, além da utilização do filtro solar são fundamentais para garantir a saúde da pele. Independente da época do ano, fatores externos como a poluição do ar, ventos e sol sempre podem fragilizar a pele e resultar em problemas como manchas, acnes e rugas.

Prevenção é tudo Segundo o Dr. Vitor Manoel Silva dos Reis, dermatologista da Faculdade de Medicina da USP e conselheiro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, alguns hábitos comuns,

Veja como hidratar a sua pele Hidratantes Hidratantes são cosméticos que têm por finalidade hidratar e evitar o ressecamento da pele, proporcionando maciez e uma aparência mais saudável. Estes produtos podem aumentar o conteúdo de água da pele por meio de ingredientes que captam e fixam a água na

20

tÁxi! ago/set 08

derme, ou através da formação de um filme que impede a evaporação da água para o meio externo.

Hidratação Diária a) Deve-se hidratar a pele após o banho ou sempre que sentir necessidade;

b) A melhor maneira de passar o hidratante na pele é em movimentos ascendentes (de baixo para cima) e circulares; c) O óleo de banho não substitui o hidratante. Apesar dos dois produtos promoverem a formação de filme e deixarem a pele macia, o hidratante promove hidratação da pele por até 24h.


Cuidados para manter a pele saudável excessiva favorece o envelhecimento precoce e o surgimento de câncer de pele. A dica é evitar sol no período das 10 da manhã às 4 da tarde, e incorporar à rotina dos cuidados com a pele o uso de filtro solar, todos os dias, com FPS 15.

pelo menos três vezes por semana mantém músculos em dia e a saúde do coração. Sem contar que é um momento só seu, para cuidar da saúde do corpo e da mente também.

Alimentação – Você já ouviu falar que “somos o que comemos”? Pois a nossa pele se constitui de proteínas, vitaminas e minerais obtidos através da alimentação. Comer frutas, verduras, legumes e carnes magras proporcionam uma pele firme e luminosa.

Sono – É durante o sono que o corpo e a pele se regeneram. Por isso um sono profundo e reparador é garantia para uma pele descansada e renovada.

Hidratação –

O uso de hidratantes indicados ao seu tipo de pele é indispensável. Mas a hidratação do organismo como um todo é fundamental para a beleza da pele. O ideal é ingerir 2 litros de água por dia para irradiar beleza pela pele.

Atividades físicas – A ordem é: mexa-se! Atividade física

Atitude positiva Situações estressantes são responsáveis pelo desencadeamento de radicais livres no organismo, responsáveis pelo envelhecimento da pele. Disposição e entusiasmo para enfrentar as situações do dia a dia é a verdadeira receita de beleza que vem de dentro pra fora.

Davi Francisco da Silva

Sol – Sol é vida. Mas a exposição

Anuncie!

A prevenção sempre é o melhor caminho para garantir uma pele bonita e jovem por muito mais tempo. Aos que já apresentam alterações na pele causadas pelo frio, fica a orientação para procurar um dermatologista, profissional especializado que poderá avaliar a condição da pele e indicar o tratamento adequado.

O melhor caminho da informação

A cada edição, São Paulo acontece nas páginas da

Arquivo pessoal

como tomar banhos muito quentes e demorados, contribuem para a piora do problema. “A pele tem diversas funções, como proteção física contra agressões externas, proteção imunológica através de suas células imunes, regulação térmica com a sudorese e a vasodilatação e proteção química através da secreção sebácea e sudorípara. Quando a pele está ressecada e desidratada, essas funções ficam comprometidas, por isso, a pele fica mais propensa ao aparecimento de doenças, como a dermatite atópica, dermatite de contato irritativa e eczema numular”, finaliza.

REVISTA

Dr. Vitor Manoel Silva dos Reis, dermatologista da Faculdade de Medicina da USP

Fone: (11)3392-1524 publicidade@portodasletras.com.br


São Paulo tem

Por Emanuel de Oliveira

Bairro do Brás se renova e dita moda na cidade

Carmo Dalla Vechia

S

ituado na região central de São Paulo, o bairro do Brás nasceu como uma região de chácaras, cresceu como bairro operário dos imigrantes italianos, portugueses e espanhóis, abrigou os migrantes nordestinos, foi o primeiro pólo industrial da cidade e hoje é conhecido como um dos principais centros de moda e destino diário de milhares de pessoas de todo o Brasil. Colocado hoje como um grande pólo industrial, o bairro é o maior fornecedor de confecções de todos os gêneros da América Latina, com uma produção de mais de 15 mi-

Jefferson Pancieri

Constanza Pascolato e Cauã Raymond

22

A renovação pode ser notada por quem anda em suas ruas tradicionais: as fachadas e vitrines não deixam nada a dever a outros centros comerciais badalados do mundo ou, para ficar em dois exemplos brasileiros, as regiões do Itaim ou da Oscar Freire. O perfil desses clientes é de pessoas com mais de 25 anos, pequenos e médios empresários, que gastam cerca de 10 mil a 60 mil reais por visita, sendo que 65% são mulheres. Quem circula hoje pelo circuito da moda paulistana sabe que muitos estilistas das principais passarelas costumam freqüentar o Brás tanto para compor seu próprio guarda-roupa como para pesquisar tecidos e acessórios fora de linha. “Quem tem estilo não precisa de etiqueta”, afirma Maurício Lobo, estilista que já passou por marcas como a alemã Hugo Boss, a inglesa Pepe Jeans e que hoje, com muito prazer e liberdade, desenha roupas em algumas grifes do bairro. Apontado como o maior centro de compras do Brasil, o bairro vende, em mercadoria, cerca de R$25 milhões por dia e alcançou um faturamento de R$7,5 bilhões em 2007. As lojas do Brás funcionam como núcleo de distribuição de produtos e têm um foco de venda no atacado. São empresas de pequeno, médio e grande porte que geram 100 mil empregos diretos e 250 mil indiretos em todo o bairro.

tÁxi! ago/set 08

Jefferson Pancieri

Jefferson Pancieri

lhões de peças por mês, das quais um milhão de calças são exportadas para a Espanha, Estados Unidos, Canadá, México e Itália. Num mosaico que mistura história e modernidade, a região é composta por 55 ruas que abrigam 6 mil estabelecimentos comerciais entre revendedores e confeccionistas, visitados diariamente por 200 mil pessoas vindas de todo o Brasil – e algumas de fora do País.

O evento contou com a presença de nomes representativos da costura nacional e ditou a moda da próxima estação

A Passarela da moda Apontado como um dos principais eventos da moda na cidade, o desfile das Coleções do Mega Polo Moda, maior shopping atacadista de moda do Brasil, ocorreu no bairro de 14 a 17 de julho e contou com a presença celebridades como Malvino Salvador, Cauã Raymond, Carmo Dalla Vechia, Henri Castelli, Carlos Casagrande, Solange Frazão e os gêmeos Flávio e Gustavo que assistiram e desfilaram na passarela do evento. De acordo com Alexandre Duarthe, consultor de moda do shopping, a coleção 2009 demonstra como será o mix da estação, onde em uma mesma peça será possível ver muita informação e vários signos. “Teremos um resgate dos anos 1970, com muita mistura de estampas florais, seja em vestidos, blusas  ou acessórios, sempre  de forma elegante. Nas calças, a pantalona virá forte e a cintura alta para os jeans. O colete é outro item que ganha várias releituras”, finalizou.


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em setembro Confira a agenda dos principais eventos da cidade que é tudo de bom! Programe-se para aproveitar o melhor de São Paulo. Para mais informações, acesse o site: visitesaopaulo.com

30

domingo

segunda

terça

01 a 03 de setembro ATUALUXO 2008 – 1ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO NEGÓCIO DO LUXO Onde: Renaissance São Paulo Hotel

03 e 04 de setembro CONAREC – 6º CONGRESSO NACIONAL DAS RELAÇÕES EMPRESA CLIENTE Onde: Hotel Transamérica São Paulo

sexta

03 a 05 de setembro XII CONGRESSO BRASILEIRO DE NUTROLOGIA / XII CONFERÊNCIA SOBRE OBESIDADE / V CONFERÊNCIA DE DIREITO HUMANO A ALIMENTAÇÃO ADEQUADA / VI ANNUAL MEETING INTERNATIONAL COLLEGES FOR ADVANCEMENTS OF NUTRITION Onde: Maksoud Plaza Hotel

Data 08/09 a 10/09 10º CONGRESSO INTERNACIONAL DE SHOPPING CENTERS / CONFERÊNCIA DAS AMÉRICAS / 10ª EXPOSHOPPING Onde: Transamerica Expo Center

segunda 9 a 11 de setembro TRANSPOQUIP LATIN AMERICA Onde: Expo Center Norte

4 5

7 8 9

terça

quarta

2

02 a 05 de setembro ESCOLAR PAPERBRASIL 2008 – 22ª FEIRA INTERNACIONAL DE PRODUTOS, SERVIÇOS & TECNOLOGIA PARA ESCOLAS, ESCRITÓRIOS E PAPELARIAS Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi

03 a 06 de setembro ADVENTURE TRAVEL WORLD SUMMIT SOUTH AMERICA Onde: Centro de Exposições Imigrantes

03 a 06 de setembro SPORTS BUSINESS SHOW - 26º - FEIRA INTERNACIONAL DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DO ESPORTE / CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESPORTE E LAZER Onde: Palácio das Convenções do Anhembi 04 a 07 de setembro ADVENTURE SPORTS FAIR 2008 Onde: Centro de Exposições Imigrantes

6

sábado

domingo

1

3

quarta

quinta

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

Data 09/09 a 11/09 FOOD TECH - 2ª FEIRA INTERNACIONAL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTAS PARA A INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA Onde: Transamerica Expo Center

10

08 a 10 de setembro 7º SIMPÓSIO BRASIL-JAPÃO NO AMBIENTE DE PROCESSAMENTO DE ENERGIA DE POEIRA EM INDÚSTRIAS METALÚRGICAS Onde: Sede da ABM - Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais

09 a 12 de setembro COBENGE 2008 XXXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA Onde: Bourbon Convention Ibirapuera

10 de setembro I CONGRESSO INTERNACIONAL DE FOOD SERVICE 2008 - O PODER DA ALIMENTAÇÃO FORA DO LAR Onde: Transamerica Expo Center

tÁxi! ago/set 08

23


eventos em setembro quarta

10

quinta

11

sexta

Data 12/09 a 14/09 3ª FEIRA GUIA DO ESTUDANTE 2008 Onde: Expo Center Norte Pavilhão Vermelho

13

sábado

domingo

14

segunda

15

terça

quarta

Data 17/09 a 19/09 PET SOUTH AMERICA 2008 - 7ª FEIRA INTERNACIONAL DE PRODUTOS E SERVIÇOS DA LINHA PET E VETERINÁRIA Onde: Transamerica Expo Center

Data 17/09 a 20/09 FEITINTAS 2008 – VI FEIRA DA INDÚSTRIA DE TINTAS E VERNIZES & PRODUTOS CORRELATOS Onde: Centro de Exposições Imigrantes

sexta

16

Data: 18/09 a 20/09 SPRC – XI SÃO PAULO RESEARCH CONFERENCE MEDICINA MOLECULAR E FARMACOGENÉTICA Onde: Centro de Convenções Rebouças

Data: 17/09 a 20/09 VI FEIRA BRAZIL SCRAPBOOKING SHOW Onde: Centro de Eventos São Luis

Data 17/09 a 21/09 XXIX CONGRESSO BRASILEIRO DE HOMEOPATIA Onde: Maksoud Plaza Hotel

19

sábado

20

domingo

21

tÁxi! ago/set 08

Data 15/09 a 18/09 NOVA EQUIPOTEL 2008 46ª FEIRA INTERNACIONAL DE EQUIPAMENTOS, PRODUTOS, SERVIÇOS, ALIMENTOS E BEBIDAS PARA HOTÉIS, FLATS, MOTÉIS, RESTAURANTES, FAST-FOODS, BARES, LANCHONETES, COZINHAS INDUSTRIAIS E SIMILARES Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi

17 18

quinta

24

12


eventos em setembro sábado

20

domingo

21

segunda

22

terça

quarta

23 a 25 de setembro ADHESIVES LATIN AMERICA 2008 – 2º CONGRESSO E EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA EM ADESIVOS, COLAS E SELANTES / LATINCOAT 2008 – 4º CONGRESSO E EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA EM TINTAS, REVESTIMENTOS, TINTAS GRÁFICAS E IMPERMEABILIZANTES Onde: Expo Center Norte

23 24

quinta

25

sexta

26

sábado

27

domingo

segunda

27 a 30 de setembro COSMÉTICA BUSINESS E PROFESSIONAL 2008 18ª FEIRA INTERNACIONAL DA BELEZA Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi

23 a 25 de setembro 42º CONVENÇÃO ABRAS (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SUPERMERCADOS) / II ENCONTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS Onde: WTC Hotel São Paulo

25 a 28 de setembro SISP – 3° SALÃO IMOBILIÁRIO SÃO PAULO Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi

28 29

terça

30

quarta

1

29 de setembro a 1o de outubro BIOLATINA - CONGRESSO, FEIRA & ENCONTRO DE NEGÓCIOS EM BIOTECNOLOGIA PARA A AMÉRICA LATINA Onde: Hotel Transamérica São Paulo

tÁxi! ago/set 08

25


eventos em outubro 1

quarta

quinta

sexta

01 a 04 de outubro FIAFLORA EXPOGARDEN 2008 - 11ª FEIRA INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS DE PAISAGISMO, JARDINAGEM, LAZER E FLORICULTURA Onde: Centro de Exposições Imigrantes

03 e 04 de outubro TAXI POINT - FEIRA BRASILEIRA DOS FORNECEDORES PARA O SETOR DE TÁXI Onde: Centro de Exposições Imigrantes

2 3

sábado

4

domingo

5

segunda

07 a 09 de outubro FENALAW 2008 - CONGRESSO E EXPOSIÇÃO PARA ADVOGADOS Onde: Centro de Convenções Frei Caneca

08 e 09 de outubro XII CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE INVESTIMENTOS EM HOSPITALIDADE Onde: AMCHAM - Câmara Americana de Comércio

07 a 09 de outubro EXPO SUCATA - 3ª FEIRA E CONGRESSO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS DA INDÚSTRIA DA RECICLAGEM Onde: Centro de Exposições Imigrantes

8 9

quinta

sexta

6

03 a 12 de outubro ART MUNDI 2008 - 3ª FEIRA MUNDIAL DE ARTESANATO Onde: Expo Center Norte - Pavilhão Vermelho

7

terça

quarta

02 a 04 de outubro MEGA EVENTO NUTRIÇÃO 2008 - 9º CONGRESSO INTERNACIONAL DE NUTRIÇÃO, LONGEVIDADE E QUALIDADE DE VIDA / 9º CONGRESSO INTERNACIONAL DE GASTRONOMIA E NUTRIÇÃO / 4º FÓRUM NACIONAL DE NUTRIÇÃO / 3º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DA AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION / 1º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DA NUTRITION SOCIETY / 1º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DO LE CORDON BLEU / 2º SIMPÓSIO DA SBAF - SOCIEDADE BRASILEIRA DE ALIMENTOS FUNCIONAIS Onde: Centro de Convenções Frei Caneca

09 a 11 de outubro CONVOCC - 15º CONGRESSO NACIONAL DE VOLUNTÁRIOS E INSTITUIÇÕES DE APOIO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE COM CÂNCER Onde: Maksoud Plaza Hotel

09 a 11 de outubro ORTO 2008 - 16º CONGRESSO BRASILEIRO DE ORTODONTIA Onde: Palácio das Convenções do Anhembi

10 14 e 15 de outubro IV EBUSINESS & MOBILE STRATEGIES FORUM Onde: WTC Hotel São Paulo

Agenda de eventos: O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma Fundação sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, sua missão é promover, captar, gerar e incrementar eventos que aumentem o fluxo de visitantes a São Paulo. As datas e locais dos eventos podem ser alterados, consulte sempre a agenda de eventos no site do São Paulo Convention & Visitors Bureau: visitesaopaulo.com - atendimento@spcvb.com.br 26

tÁxi! ago/set 08

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro


Espaço Previdência

Por Antonio João Nogueira*

Seja previdente com o seu futuro e o de sua família

U

ma das principais características de uma sociedade moderna e civilizada é a capacidade de oferecer a todos os seus cidadãos uma previdência social de qualidade, tanto no momento da aposentadoria, como em situações de instabilidade que possam ocorrer durante a vida profissional. Essa situação de bem estar social, que muito lentamente vem sendo implementada na vida brasileira, teve nos anos de 1930, com o Estado Novo de Getúlio Vargas, um momento fundamental, quando foram criados os Institutos de Aposentadorias para os empregados da área privada; lembrando que desde 1888 já haviam sido criados alguns órgãos que se preocupavam com as aposentadorias de funcionários públicos. Aprovada em 1943, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT intensificou o processo de consolidação das leis da previdência social. Na época já eram seis institutos diferentes para diversas categorias profissionais.

Uma nova realidade Finalmente em 1966, o Decreto-Lei 72 de 21/11/1966, reuniu os seis Institutos de Aposentadorias e Pensões no Instituto Nacional

de Previdência Social – INPS, passando a ter um só órgão como responsável pelas aposentadorias e pensões no Brasil. De lá para cá ocorreram muitas mudanças, como de nomes (INAMPS, IAPAS, INPS, INSS), de administração (Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio; Ministério do Trabalho e Previdência Social, Ministério da Previdência e Assistência Social), até que se formalizou uma separação nas atividades, com o Ministério da Previdência e Assistência Social cuidando exclusivamente das questões referentes à aposentadoria, pensões e auxílios. Hoje o chamado Instituto Nacional da Seguridade Social - INSS, está subordinado ao Ministério da Previdência e Assistencial Social – MPAS e, totalmente voltado para proporcionar ao contribuinte algumas garantias nos momentos em que não possa trabalhar, seja em virtude de doença, maternidade, acidente de trabalho, invalidez, idade avançada, morte e até mesmo a reclusão penitenciária.

Contribuir para poder receber Atualmente, mesmo que ainda não esteja no mesmo padrão de qualidade de países mais desenvolvidos socialmente, o assunto Previdência Social abrange um grande número de situações e oferece diversos tipos de benefícios ao contribuinte. O sistema de Previdência Social do Brasil se desenvolve a partir do conceito de contribuição, onde o cidadão contribui mensalmente com um valor, baseado em uma legislação específica, para que, acumulativamente num determinado período carencial, venha poder se beneficiar daquilo que a Previdência Social lhe oferece. Na próxima edição iremos abordar as contribuições e os períodos de carência para adquirir os direitos aos benefícios, mas antes de encerrar, vamos deixar duas perguntinhas no ar: 1 - Você, meu amigo, está contribuindo mensalmente com a Previdência Social? 2 - Você está sendo previdente com o seu futuro e, também o de sua família? *Antonio João Nogueira é Gerente de Recursos Humanos da Afas Adviser Consultores Associados Ltda.

SECURITY BLIND

DOS

Blindagem é coisa séria

Empresa Certificada no ISO9001

Blindagem NIIIA

21mm ou 19mm com ação balística de 21mm

Blindagem opaca e transparente Garantia de 3 anos

Condições especiais para Taxistas!

R. Henrique Felipe da Costa,835 Cep 02054 050 Vila Guilherme

Fone: (11) 2218-0000

www.securityblindados.com.br


São Paulo Turismo na cidade dos eventos Por Waldir Martins

C

onstruída a partir das mais diferentes matrizes culturais, valores e ideais, a cidade de São Paulo vai muito além do que qualquer adjetivo possa qualificar. Gigantesca e com um dinamismo sem precedentes, a metrópole abriga em si um verdadeiro espírito e sentido cosmopolita, caracterizando-se como o maior pólo de turismo da América do Sul. Dona dos mais diferentes roteiros culturais, artísticos, gastronômicos, de compras, de lazer e com uma muito robusta estrutura hoteleira, a cidade tem hoje no turismo uma das principais ferramentas de crescimento

Eventos

Um evento a cada

24

tÁxi! ago/set 08

Segundo dados da São Paulo Turismo, empresa de economia mista responsável pela promoção turística e de eventos da cidade de São Paulo, a capital paulista é hoje um destino turístico vencedor. Encerrou o ano de 2007 com índice de ocupação hoteleira, inédito, de 67%, e um crescimento de 28% na receita por quarto de hotel ocupado.

minutos. Uma feira de negócios a cada

3

dias.

novos eventos captados em 2007, sendo 8 internacionais e 16 nacionais.

75% Cerca de

28

6

econômico e social. Uma potente indústria que gera 500 mil empregos diretos e indiretos para atender com excelência os cerca de 10 milhões de visitantes que a cidade recebe ao ano e que, em média, ficam 3,5 dias, gastando US$ 158,00 ao dia.

120

das 160 grandes feiras do Brasil.

do mercado brasileiro de feiras de negócios.

500 mil

empregos diretos e indiretos.

A cidade dos eventos e convenções Apontada pela Associação Internacional de Congressos e Convenções – ICCA, como a metrópole que mais sedia eventos internacionais nas Américas, São Paulo supera importantes cidades como Nova York, Vancouver Buenos Aires, Washington, Cidade do México, Montreal, entre outras. Sede de 75% das grandes feiras realizadas no Brasil, a cidade exibe outros números impressionantes: a atividade turística movimenta R$ 8 bilhões ao ano e a arrecadação com o ISS (Imposto Sobre Serviços) do segmento ultrapassou os R$ 110 milhões, com um crescimento de 10,7% em apenas um ano ou de 97% desde o início da década. Para Tony Sando de Oliveira, Diretor Superintendente do São Paulo Convention & Visitor Bureau, fundação privada que trabalha para dinamizar a atividade turística na cidade, esse forte crescimento é resultado de um esforço coletivo que envolve todos os atores do segmento de turismo na cidade. “São Paulo está crescendo em 10% ao ano no volume de visitantes e isso é conseqüência de toda uma mobilização voltada ao turismo. Hoje existe um movimento totalmente a favor do estimulo ao turismo da cidade”, pondera o executivo. Segundo a UBRAFE (União Brasileira dos Promotores de Feiras e Eventos), São Paulo re-


São Paulo é a capital dos negócios e eventos na América Latina. O que muitos esquecem é que a cidade é também o maior centro de entretenimento da região

As preciosidades da terra do trabalho Maior metrópole da América do Sul, São Paulo apaixona quem se atreve a descobrir e conhecer seus segredos, sob pena de não a esquecer nunca mais. Capital do saber, a cidade não poderia ter tido origem mais apropriada: fundada pelos jesuítas no ano de 1554, nasceu no “Patteo do Collegio”, hoje um ponto de visita obrigatório para o turista. Nas proximidades, inúmeros outros atrativos como a Catedral da Sé; o Mosteiro de São Bento; o Marco Zero – ou o marco do Trópico de Capricórnio, formam um roteiro que conta uma parte fun-

A cidade dos mais diferentes paulistanos Portugueses, italianos, japoneses, libaneses, lituanos, coreanos, chineses, bolivianos e mais de 70 outras nacionalidades formam um mosaico que marca a cidade com uma de suas melhores características: a diversidade cultural. São Paulo é a cidade do hip hop, dos musicais trazidos da Broadway, dos grafites nas ruas, dos quase 90 museus existentes na cidade, das festas populares, como a da Nossa Senhora da Achiropita, no Bixiga e a de São Genaro, na Moóca, do Sambódromo e seu fortíssimo carnaval e ainda da maior Parada Gay do mundo. E também dos mais de 12,5 mil restaurantes, dos 15 mil bares e 52 tipos de cozinhas que deram à cidade o título de capital mundial da gastronomia. E são muitos os paulistanos, quase inumeráveis e de todas as partes. Os brasileiros

Galeria de Pedro Angelini postada no Flickr

damental da história da cidade. Escondidas por entre a turbulência do seu cotidiano, onde “tempo é dinheiro”, o visitante encontra ainda muitas outras maravilhas: a Sala São Paulo – com sua acústica perfeita; a Torre do Banespa e o Terraço Itália; a Pinacoteca e suas 4 mil obras; o Edifício Copan, o Mercado Municipal e seus 55 vitrais: um retrato mais que perfeito da cidade.

Teatro Municipal de São Paulo André Stefano/SPCVB

aliza 90 mil eventos por ano (um evento a cada seis minutos), que são responsáveis por cerca de 52% dos visitantes que chegam à cidade. Segundo Luiz Sales, assessor de projetos especiais da SPTuris, “mais de 80% dos eventos realizados no Parque do Anhembi são eventos fechados, o que faz com que as pessoas não tenham dimensão da força do turismo de negócios na cidade”. Outros 39% dos visitantes procuram a metrópole em busca de lazer e os demais têm como motivação a realização de compras, visita a familiares, saúde, cursos, entre outros. Vale ressaltar que do total que chega para negócios ou eventos, mais de 60% têm interesse pelas atrações culturais.

Caio Carvalho - Presidente da São Paulo Turismo

Parada do Orgulho GLBT André Stefano/SPCVB

Galeria de yanboechat postada no sxc.hu

Mercado Municipal de São Paulo

tÁxi! ago/set 08

29


André Stefano/SPCVB

Eventos realizados nos diversos centros de convenções atraem milhões de visitantes à cidade de São Paulo

Turistas que visitam São Paulo (internacional) Europa – 38% EUA e Canadá – 30% Mercosul – 21% América Latina – 7% Ásia – 4%

tural, comendo um pastel de bacalhau no Mercado Municipal, ou em uma “balada” na Vila Madalena ou Vila Olímpia.

Fique mais um dia Inicialmente considerado pelos críticos como um programa pouco ambicioso, o “Fique Mais um Dia” pode representar um acréscimo de R$1,5 bilhão na receita anual da cidade de São Paulo. Esse será o valor injetado na economia se cada um dos 4,5 milhões de turistas que aqui chegam a negócios permanecer mais um dia na capital. “São Paulo é a capital dos negócios e eventos na América Latina. O que muitos esquecem é que a cidade é também o maior centro de entretenimento da região”, argumenta o presidente da SP Turis, Caio Carvalho. Ao explicar o conceito do programa, Carvalho fala da importância de traduzir adequa30

tÁxi! ago/set 08

damente uma cidade tão complexa. “Há tanto para se fazer na capital que é preciso simplificar para o visitante. Queremos convidá-lo a ficar mais um dia na cidade, mais adiante, ele vai querer ficar para um outro programa, depois traz a família, e nós vamos criando uma cultura”, enfatiza o presidente da SP Turis. Também seguindo os objetivos de ampliar o número de visitantes e aumentar o período de sua estadia em São Paulo, o executivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau, Tony Sando destaca a importância do turismo de negócios na capital. ”Turismo de lazer para nós é conseqüência. Mesmo o turismo de compras está embutido no turismo de negócios. Quando você pega todos os turistas que vão à 25 de Março, eles são turistas de negócio porque não vieram apenas para comprar uma roupa nova, são turistas que vieram fazer negócios, tudo isso é ‘business’. São Paulo é um grande negócio e o nosso desafio é estimular essas pessoas a aproveitar toda nossa infra-estrutura turística”.

A revitalização do Centro O programa “Turismo no Centro – Plano de Desenvolvimento Turístico do Centro da Cidade de São Paulo” levado à cabo pela SPTuris, com o apoio da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, Subprefeitura da Sé, Associação Viva o Centro, UNIP, UAM, Unicsul, Senac, Cefet e Uninove – realizou um inventário com cerca de quatro mil itens e identificou a estrutura de negócios e entretenimento do Centro de São Paulo. Realizado durante um ano e meio por 800 estudantes do curso de Turismo das seis universidades participantes do projeto, o levantamento confirmou a riqueza de atrativos turísticos na região. Entre outras atrações, a região central, com 0,37% do território do município, conta com 17% dos museus e 15% dos teatros da cidade.

Nova sinalização turística no Centro O trabalho identificou ainda a necessidade de uma adequada sinalização turística na ciPavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera André Stefano/SPCVB

e não brasileiros que decidiram fazer dessa cidade seu lugar de viver no mundo. Terra de gente aventureira, sempre em busca das melhores oportunidades e mesmo com alguma dificuldade e um tanto lentamente, a cada dia vai moldando a face de uma cidade que busca ser mais humana e menos desigual. E essa hospitalidade o visitante encontra na moderna Avenida Paulista e seu roteiro cul-


André Stefano/SPCVB

São Paulo é um grande negócio e o nosso desafio é estimular as pessoas para que aproveitem toda nossa infra-estrutura turística.

Tony Sando - Diretor Superintendente do São Paulo Convention & Visitors Bureau

Roteiros fortalecem o turismo internacional Principal portão de entrada do país, contando com os dois aeroportos mais movimentados do Brasil (Congonhas e Guarulhos), São Paulo ocupa apenas o segundo posto quando o tema é turismo internacional. Em busca de diversificar o turismo na cidade e fortalecer sua posição dentro dos roteiros internacionais, a SPTuris elencou nove temas e trinta e um roteiros para serem comercializados pelas operadoras de turismo com o objetivo de vender a capital paulista como um destino que vai muito além do turismo de negócio. Oferecer serviços com padrão de excelência a esse turista foi apontado por Sando Oliveira, do Convention Bureau, como um ponto crucial para a ampliação desse mercado. “Esse visitante ao chegar tem que ser bem acolhido pelo nosso taxista, bem acolhido pelo nosso hotel, e quando estiver em um evento, um congresso ou feira deve receber dicas e informações do que fazer na nossa cidade. Para atender a essa necessidade estamos promovendo cursos para capacitação para taxistas junto com o SENAC e divulgamos, através de revistas que circulam nos taxis, a

agenda de eventos produzida aqui pelo Convention Bureau”, informa.

Aqui você encontra tudo o que procura Paraíso das compras, São Paulo atrai os mais diferentes consumidores, pois a cidade oferece produtos para qualquer necessidade: das grifes internacionais presentes nos principais shoppings e na Oscar Freire, até às lojas da 25 de Março e Santa Ifigênia, com suas ofertas mais populares. Pesquisa realizada com os turistas que se dirigem às Centrais de Informação (CITs), administradas pela São Paulo Turismo revelou que 15,3% são visitantes que procuram informações sobre compras. E desses, 48,98% estão interessados em shoppings, 24,49% nas ruas de comércio especializado e 20,41%, em feiras de arte e antiguidades. Outro levantamento, também realizado pela

Hotelaria

dade. Para atender a essa demanda foi fechado um convênio entre a prefeitura e o Ministério do Turismo, onde se prevê a instalação de 600 placas viárias de padrão internacional para a orientação dos visitantes. Inicialmente a região central receberá 100 das 600 placas, ao redor de pontos como a Praça da Sé, Largo de São Francisco, Patteo do Collegio, Solar da Marquesa e Teatro Municipal.

O carnaval paulista é hoje um dos maiores espetáculos da Terra

São Paulo tem

45

410

SPTuris, aponta que o gasto médio do turista que vem para eventos específicos como a Parada do Orgulho GLBT, Adventure Sports Fair e Francal chega a R$390,00, exclusivamente com compras, durante o período de permanência na cidade.

O prazer de acolher Essa é a nossa metrópole, a cidade mais cortês da América Latina e a 5ª do mundo, segundo pesquisa publicada em junho de 2006 pelas “Seleções Reader´s Digest”. Global para o mercado doméstico e a única no circuito das grandes metrópoles mundiais que permite uma experiência especial, particularmente paulistana e brasileira para os estrangeiros. Trata-se de uma metrópole onde o Brasil encontra o mundo e o mundo encontra o Brasil em duas experiências distintas. Não deixe de vir: aqui você sempre poderá realizar bons negócios e, de brinde, divertir-se muito. Seja bem vindo e aproveite!

hotéis e 42 mil apartamentos disponíveis.

350

motéis.

agências de receptivo cadastradas

A taxa de ocupação média dos hotéis e flats de São Paulo em 2007 foi de

67%.

R$ 160,24

A diária média no mesmo período foi de

tÁxi! ago/set 08

31


A Cidade dos eventos tem tudo para encantar e divertir você! Além de ser a capital dos negócios e eventos na América Latina, a cidade de São Paulo também é o maior centro de arte, cultura, gastronomia e entretenimento da região, com uma infinidade de atrações para encantar seus visitantes

Restaurantes 1

Barbacoa Dr. Renato Paes de Barros, 65 Tel.: (11) 3168-5522 www.barbacoa.com.br 2 Churrascaria Grill Hall Prazeres da Carne Rua Pedro de Toledo, 1361 Tel.: (11) 5572-0018 www.grillhall.com.br 3 República dos Camarões Av. Conde de Frontin, 450 Tel.: (11) 2293-2525 www.republicadoscamaroes.com.br 4

Terraço Itália Av. Ipiranga, 344 – 41º andar Tel.: (11) 2189-2929 www.terracoitalia.com.br 5 Villa Távola Rua Treze de Maio, 848 Tel.: (11) 6842-9620 www.villatavola.com.br

Teatros Teatro Municipal Praça Ramos de Azevedo, s/n Tel.: (11) 3222-8698 / 3397-0300. www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/teatromunicipal 1

2

Centro Cultural São Paulo Rua Vergueiro, 1000 Tel.: (11) 3383-3402. www.centrocultural.sp.gov.br 32

tÁxi! ago/set 08

3 Sala São Paulo Praça Julio Prestes, s/n Tel.: (11) 3337-5414 / 3351-8000. www.salasaopaulo.art.br/

Hotéis 1

3 Transamerica Flat – Congonhas Rua Vieira de Moraes, 1960 Tel.: (11) 5094-3377 www.transamericaflats.com.br

2

Mercure Avenida Luis Dumont Villares, 400 Tel.: (11) 2972-8111 www.mercure.com.br

Blue Tree Towers - Berrini Rua Quintana, 1012 Tel.: (11) 5508-5000 www.bluetree.com.br Holiday Inn - Parque Anhembi Rua Professor Milton Rodrigues, 100 Tel.: (11) 2107-8844 www.hipa.com.br

4


Centro de Convenções 1 Anhembi Parque Av. Olavo Fontoura, 1209 Tel.: (11) 2226-0500 www.anhembi.com.br

2 Centro de Convenções Frei Caneca Rua Frei Caneca, 569 – 6º andar Tel.: (11) 3472-2000 www.convencoesfreicaneca.com.br

4 Centro de Exposições Imigrantes Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 Tel.: (11) 5067-6767 www.centroimigrantes.com.br

3 Centro de Convenções Rebouças Avenida Rebouças, 600 Tel.: (11) 3898-7850 www.convencoesreboucas.com.br

5 Centro Fecomercio de Eventos Rua Dr. Plínio Barreto, 285 Tel.: (11) 3254-1591 www.fecomercioeventos.com.br 6 Expo Center Norte Travessa Casalbuono, 120 Tel.: (11) 2224-5900 www.expocenternorte.com.br 7 ITM Expo Av. Engenheiro Roberto Zuccolo, 555 Tel.: (11) 2117-7212 www.itmexpo.com.br

Museus MAM – Museu de Arte Moderna Parque Ibirapuera, Portão 3 Tel.: (11) 5085-1300 www.mam.org.br 1

2

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano Avenida Morumbi, 4077 Tel.: (11) 3742-0077 www.fundacaooscaramericano.org.br 3

MASP – Museu de Arte de São Paulo Avenida Paulista, 1578 Tel.: (11) 3251-5644 http://masp.uol.com.br/ 2

Anhanguera Rua Aspicuelta, 595 Tel.: (11) 3031-2888. www.baranhanguera.com.br

Bares e Casas Noturnas: 1

Bar Brahma Av. São João, 677 Tel.: (11) 3333-0855. www.barbrahmasp.com/web

4 Pinacoteca do Estado Endereço: Praça da Luz, 2 Tel.: (11) 3324-1000 www.pinacoteca.org.br

3 Bar Martins Rua Henrique Martins, 483 Tel.: (11) 3889-0010. www.barmartins.com.br

Parques Temáticos

Mercearia ZN Endereço: Rua Casa Forte, 438 Tel.: (11) 2996-8060. www.merceariazn.com.br

Playcenter Rua Inhaúma, 263 Tel.: (11) 3350-0199 www.playcenter.com.br

4

1

tÁxi! ago/set 08

33


Waldir Martins

“O Bixiga é um estado de espírito” Por Waldir Martins

A

pontado como o bairro mais cultural da cidade de São Paulo, o Bixiga foi definido pelo saudoso Armandinho Pugliesi, um de seus mais ilustres moradores e idealizador do Museu do Bixiga, como sendo muito mais do que um bairro com uma geografia definida: “o Bixiga é um estado de espírito”, profetizou. Essa vocação natural pelo intangível tem início com a própria história da formação do Bairro, onde as versões se confundem. Até hoje ninguém sabe ao certo se a denominação “Bixiga” teve como origem o nome de um português dono de uma hospedaria no bairro, Antônio “Bexiga”, que tinha esse apelido por ter o rosto marcado pela varíola, ou devido

34

tÁxi! ago/set 08

à própria epidemia da doença que nos anos de 1800 assolou a cidade e particularmente aquela região. A partir de 1878 o bairro experimentou uma época de excepcional crescimento com a chegada dos imigrantes portugueses, espanhóis e principalmente italianos calabreses. Pequenos artesãos, comerciantes e praticantes de outras atividades autônomas, esses novos vizinhos vieram se juntar aos antigos moradores do bairro, até então um reduto de ex-escravos e seus descendentes, além de homens e mulheres pobres vindos da zona rural. Ali construíram um pólo inicial do trabalho livre e autônomo, que viria a marcar a vocação urbana do século XXI.

A arte e a boemia do Bixiga Tradicional espaço libertário encravado no coração da cidade, até em suas ruas o Bixiga traz a idéia da liberdade: Treze de Maio e Abolição tratam da libertação dos negros; a Avenida 9 de Julho lembra a revolução constitucionalista, a Rua 14 de Julho é uma homenagem à queda da Bastilha e ainda a Rua Rui Barbosa, uma referência a um dos brasileiros que mais lutou contra a escravidão no país. Essa tremenda mistura de imigrantes europeus, negros e mestiços terminou por constituir uma comunidade cosmopolita, com uma multiplicidade de tradições e práticas culturais que até hoje é a marca registrada do bairro.


O bairro das Cantinas Uma mesa bem posta, comida farta para todos, alegria e ambiente de festa com todo mundo falando alto. Esse é o clima que o paulistano encontra nas muitas cantinas das ruas Treze de Maio, Santo Antônio, Rui Barbosa ou Conselheiro Carrão. Um lugar especial para quem deseja saborear uma perna de carneiro, deliciosos antepastos com pão italiano, um frango assado desossado, um tradicional sanduíche de mortadela, ou mesmo um pedaço de pizza, com todo o tempero e tradição da saborosa culinária italiana. Mesmo com as enormes mudanças que a cidade e o bairro experimentaram no decorrer dos anos, os restaurantes ainda ocupam os casarões das principais ruas do Bixiga e preservam o mesmo atendimento personalizado.

No Bixiga a escola dá Samba A fundação da Escola de Samba Vai-Vai é um exemplo claro de como o bairro tem um modo muito particular de fazer as suas coisas acontecerem. Por volta do ano de 1928 um grupo de amigos, ajudava a animar os jogos e festas do time de futebol e bloco carnavalesco da região que levava o nome de Cai-Cai. Porém, eram vistos como penetras e arruaceiros, e, ironicamente, foram apelidados como “a turma do Vae-Vae”. Terminaram expulsos do Cai-Cai, e então criaram o “Bloco dos Esfarrapados”, e o “Cordão Carnavalesco e Esportivo Vae-Vae”. Oficializado em 1930, com o passar dos anos o bloco ganhou força e hoje é o Grêmio Recreativo e Cultural Escola de Samba Vai-Vai, um dos maiores representantes do carnaval paulista, com 13 títulos conquistados. Inserido na vida da comunidade, o Vai-Vai está inaugurando uma nova etapa no seu trabalho com a criação do Movimento Cultural Vai-Vai Brasil, através do qual oferece aulas de dança afro, inglês e espanhol, percussão e capoeira, para crianças e adolescentes da comunidade.

Um Novo Olhar sobre o Bixiga Uma oficina de vídeo realizada no Museu do Bixiga pelo produtor cultural Paulo Santiago no ano de 1998 desencadeou uma inovadora ação sócio-educativa no bairro: a criação da Associação Novo Olhar, uma produtora social que investe na formação e capacitação de jovens no segmento audiovisual. Esse mergulho na comunidade levou a Novo Olhar a firmar um termo de cooperação com a Via Cultural, uma organização não governamental que coordena projetos ligados às artes, para a realização do projeto “Memórias Construídas“ que, entre outras atividades, investirá na orga-

Waldir Martins

atraem visitantes para o bairro. Tudo começou de modo muito simples, quando os italianos do bairro, particularmente os calabreses, manifestaram o desejo de construir uma igreja para a Santa de sua devoção. No início as mulheres faziam assados e comidas em suas próprias casas e os homens subiam em carroças para fazer o leilão. Eram leiloados cabritos, leitões e muitas outras comidas preparadas pelas mulheres. Em 1926 foi construída uma pequena igreja em homenagem à Santa e em 1949 foi inaugurada a igreja atual. Idealizada para construir a igreja da Santa de devoção dos italianos, a festa hoje contribui para a manutenção e expansão do trabalho social realizado pela paróquia. São atendidos diariamente 450 crianças e adolescentes entre 06 e 15 anos de idade, 200 homens e mulheres moradores de rua, 170 pessoas da terceira idade e 194 crianças entre 0 a 06 anos de idade, além de outros trabalhos de assistência.

Os antigos casarões dividem espaço com enormes prédios de apartamentes, mas a tradição do bairro permanece.

nização e restauro do Museu do Bixiga. O Projeto propõe a restauração como ponto de partida para uma ação interativa de apropriação e valorização cultural e social dos jovens, além da realização de cursos de capacitação profissional.

A síntese da cidade Bairro das cantinas italianas, da Festa da Achiropita, dos boêmios, da escola de samba Vai Vai, dos inúmeros teatros, do Museu do Bixiga, da Associação Novo Olhar: o Bixiga sintetiza a cidade de São Paulo por sua capacidade de fazer o coração paulistano bater em um compasso que navega entre a taratella e o samba enredo.

A Associação Novo Olhar promove programas de inclusão social e tecnológica para os jovens da região Divulgação Associação Novo Olhar

Em meio a toda essa efervescência cultural, no final dos anos 40, com a instalação do TBC – Teatro Brasileiro de Comédia, na rua Major Diogo, o bairro intensificou sua vocação artística e chegou a receber a título de “Broadway-Bixiga”, com a chegada de um grande número de teatros e casas de espetáculos. Hoje existem 16 teatros na região, com os mais diferentes espetáculos em cartaz.

Uma festa que realiza milagres Não é possível falar do Bixiga e sua gente e não tratar da tradicional festa de Nossa Senhora da Achiropita, um dos eventos que mais tÁxi! ago/set 08

35


Turismo no

fim de semana Por Gabriela Nunes

Monte Verde - A Suíça brasileira Situada no alto da Serra da Mantiqueira, no Estado de Minas Gerais, a Estância Climática Monte Verde é um forte roteiro turístico que atrai visitantes durante todas as épocas do ano.

C

onhecida como a “Suíça Brasileira”, a cidade apresenta características tipicamente européias e equilibra os atrativos de um agitado centro turístico com a tranqüilidade de uma pequena cidade do interior. Uma incrível alternativa para quem busca o clima frio das montanhas e a paz do convívio íntimo com a natureza. Voltada para o turismo ecológico, graças ao seu charme e clima temperado a cidade também se mostra muito propícia ao romance e atrai outro público bastante específico: namorados e casais em lua de mel.

Os Alpes no Brasil Espalhadas pelo vale e pelas encostas das montanhas da Mantiqueira, sempre em meio a muito verde, erguem-se as casas construídas em autêntico estilo alpino. No inverno, a névoa que encobre toda a região e a fumaça que sobe das chaminés tornam ainda mais

vívida a impressão de que estamos em um pedaço dos Alpes. Essa semelhança com as terras altas da Europa atrai alemães, suíços, italianos e muitos outros que, saudosos de sua terra natal, buscam em Monte Verde um lugar similar. A influência européia é visível em todos os lugares: do estilo das construções até os produtos encontrados no comércio local, nos restaurantes e suas comidas típicas.

Clima Especial Situada em altitudes que variam entre 1500 e 1600 metros, Monte Verde apresenta um clima frio e seco, característico de regiões montanhosas. No verão as médias são de 26°C durante o dia e 14°C à noite; já no inverno, as temperaturas freqüentemente caem abaixo de zero, chegando à marca de 10°C negativos. Acompanhe alguns roteiros que você poderá desfrutar na cidade:

Roteiros de Monte Verde Passeio na Vila Comece fazendo a trilha do Pinheiro Velho, uma caminhada que começa perto da avenida principal da cidade e leva até o aeroporto. Vale apena andar e aproveitar o belíssimo visual ao longo do caminho, a vegetação nativa inclui árvores centenárias e o mais antigo pinheiro de Monte Verde, que ultrapassa os 500 anos.

Rafting O Rafting em Monte Verde é praticado no Rio Jaguari, considerado um do melhores lugares do país para a prática desse esporte. O percurso de 7 km é vencido em cerca de três horas.

Passeios a cavalo Para os que gostam de cavalgar uma boa opção é alugar um cavalo e sair para explorar as redondezas. Há também a opção de fazer pas-


Divulgação

Disponíveis em qualquer ponto da vila os cavalos são uma excelente opção para explorar os segredos de Monte Verde

Cachoeira dos Pretos A cachoeira dos Pretos tem 154 metros de altura, é uma das mais famosas de Monte Verde e seu forte estrondo, provocado pelas quedas, fazem dela a mais imponente do Estado. O local conta com várias quedas d’água e corredeiras, com trilhas no meio da mata, piscina natural e bicas para banhos.

Gastronomia Outra especialidade local é a gastronomia, que apresenta excelentes chocolates, compotas, geléias, tortas, queijos de diversos tipos, vinhos e cachaças artesanais.

Vestuário Há também as roupas de frio, que são um dos grandes destaques do comércio local. Você encontrará na maioria das lojas malhas, luvas,

gorros, cachecóis e tudo que for preciso para sobreviver ao frio da cidade. Como Chegar Para chegar a Monte Verde, acesse a Via Dutra (BR116) em direção a Guarulhos. No km 13 (dois quilômetros antes da entrada de Guarulhos) entre na Rodovia Fernão Dias e siga sempre por ela até a cidade de Camanducaia (no km 135), acompanhe as placas de sinalização, são mais 30 km até Monte Verde. A Rodovia Fernão Dias já está totalmente duplicada no lado paulista até a divisa com Minas Gerais. Divulgação

seios mais longos, como o percurso até a cidade vizinha, São Francisco Xavier. Os cavalos podem ser encontrados em qualquer ponto da vila.

Pedra Redonda Com 1.990 metros de altitude, a Pedra Redonda é conhecida pela maravilhosa vista que proporciona de Monte Verde. Para atingir o seu cume é necessário um pouco mais de esforço dos visitantes, a subida tem trechos bastante íngremes, mas todo esse trabalho compensa quando se chega ao topo.

Pico do Selado É o ponto mais alto de toda a região, são 2.083 metros de altitude, e é necessária uma caminhada de aproximadamente 2 horas para se alcançar o topo da pedra, vale a pena tentar, pois lá em cima é possível ter uma visão privilegiada de toda a serra, e as nuvens abaixo dão a impressão de que você está dentro de um avião.

Divulgação

Artesanato Em Monte Verde você encontrará muitas lojas que trabalham com peças de cerâmica e objetos feitos de madeira, metal, ferro e couro. Também poderá apreciar e comprar os famosos gnomos, afinal essa é a terra deles. tÁxi! ago/set 08

37


Volante

seguro s iv

a

OA

aZ

da d

i re ç ã o d e

Por Davi Francisco

fe n

Manias que pesam no bolso Evite riscos e gastos desnecessários

MÃO NA ALAVANCA

DIREÇÃO HIDRAÚLICA

Dirigir com a mão pesando sobre a alavanca de marchas força o trambulador (peça fundamental na ligação entre o câmbio e as engrenagens da transmissão) e seus terminais, que podem desgastar-se excessivamente.

Não gire o volante com direção hidráulica com o motor desligado. Isso pode forçar a tampa do reservatório, causando derramamento de fluído ou, até mesmo, deslocar a tampa. Mesmo com o motor funcionando, não se deve deixar o volante completamente virado por mais de 15 segundos. Nessa condição, o óleo é bastante aquecido pela bomba da direção hidráulica, o que pode causar danos no sistema e ruídos.

ENCHENTE

Passar por trechos alagados pode ser bastante oneroso para o proprietário do carro, caso o motor aspire água em vez de ar, provocando o calço hidráulico: como o pistão recebe água, que não se comprime, pode travar o motor e entortar as bielas, danificando-as seriamente. Evite passar por locais alagados quando a água ultrapassar a metade da roda.

QUEBRA-MOLAS

Outro mau hábito é o de passar em uma lombada transversalmente (uma roda de cada vez). Essa prática pode danificar as buchas da suspensão, amortecedores e rolamentos. Além disso, provoca maior torção da carroceria, o que pode empenar o monobloco. 38

tÁxi! ago/set 08

SUSPENSÃO Ao ver um buraco na estrada, alguns motoristas têm a péssima mania de frear bruscamente. Com a roda travada, o impacto é muito maior, o que sobrecarrega a suspensão e o próprio sistema de freios. A roda venceria este obstáculo muito mais facilmente, se estivesse em movimento.

EMBREAGEM

ESTACIONAR Apoiar o pneu no passeio faz com que ele sofra a pressão do peso do veículo. Isso pode gerar uma deformação na estrutura, alterar a capacidade de resistência e uniformidade do pneu, além de afetar as condições de balanceamento do conjunto rodas/pneus.

BRAÇO NA JANELA Além do perigo de não conseguir fazer uma manobra de emergência, pode custar multa e perda de quatro pontos no prontuário.

Dirigir com o pé apoiado sobre o pedal da embreagem é um vício comum e difícil de ser superado, afinal muitos aprendem na auto escola este tipo de comportamento. As alavancas da embreagem são responsáveis por multiplicar de oito para 400 quilos o peso aplicado sobre o pedal e separar o disco de embreagem do platô. O pé constantemente apoiado sobre o pedal acelera o desgaste do disco, molas e rolamentos em até 40%.


> Vida de Taxista

Exemplo de cidadania

> Mundo Táxi

Mudança na Zona Azul gera transtornos aos taxistas

> De olho na manutenção

Veja como melhorar a vida do seu carro

táxis adaptados DPT realiza sorteio de Alvarás


De olho na

manutenção

Por Emanuel de Oliveira

Troca de Óleo

veja como melhorar a vida do seu carro Cuidados simples, como ficar atento ao nível do óleo e a data da troca, são pontos básicos para garantir um melhor desempenho e uma vida mais longa para o veículo.

A

troca de óleo é uma das manutenções preventivas que o motorista deve fazer periodicamente, se quiser evitar graves problemas com o motor do veículo. Um lubrificante vencido, além de exigir que o motor faça mais força para funcionar, pode provocar aumento na temperatura e intensificar o desgaste dos pistões.

Cuidados na hora da troca É essencial que o motorista respeite o tipo de óleo que deve ser colocado no motor, principalmente com relação ao grau de viscosidade do produto indicado pelo fabricante. Nunca misture óleos minerais com óleos sintéticos. Os diferentes níveis de solvência de cada um deles podem ocasionar, no caso de mistura, depósitos de resíduos no motor, desgastes das superfícies, aumento da corrosão e entupimento no sistema de lubrificação.

Checagem periódica A checagem deve ser feita semanalmente. O motorista poderá realizar em um posto de serviços de sua confiança, mas, se quiser ter plena certeza dos resultados deverá ficar atento para alguns detalhes. Depois de estacionar em um lugar plano, desligue o carro e aguarde alguns instantes, pois o óleo demora um pouco para descer das partes superiores do motor. Em seguida retire a vareta indicadora do nível de óleo e limpe o resíduo com um pano ou estopa. Recoloque a vareta no lugar e tire novamente, sem incliná-la. O nível do lubrificante deve estar entre as duas marcações (de máximo e de mínimo) existentes na vareta.

a data que a troca foi realizada e a quilometragem para a próxima troca. Assim poderá informar ao funcionário do posto de serviços a marca que está utilizando.

capaz de conferir um melhor desempenho para o motor, bem como a quantidade correta a ser utilizada. Em média, as trocas devem ser feitas a cada 5 mil ou 10 mil quilômetros rodados.

A hora da troca

Na hora da troca de óleo sempre anote a marca e o tipo do lubrificante utilizado, bem como

O motorista deverá sempre seguir as especificações da montadora em relação ao tipo do óleo

Quando observar o nível do óleo na vareta, procure sentir a viscosidade do lubrificante com os dedos. Em dúvida faça a troca.

Cuidados e dicas para garantir a saúde do seu carro Combustíveis de má qualidade provocam a deterioração do óleo lubrificante do motor. Escolha com cuidado o seu posto de serviços para abastecer. Arranques bruscos e aceleração excessiva provocam desgaste prematuro do motor

40

AGO/SET 08

e uma maior oxidação do óleo, reduzindo sua vida útil. Injetores ou carburadores sujos acarretam uma queima incompleta e contaminação do óleo. Faça limpeza periódica. Motores mal conservados e peças desgastadas, provocam

maior contaminação do óleo, além de vazamentos. Verifique sempre as condições do filtro de óleo. Os fabricantes recomendam sua troca junto com a manutenção do óleo. Consulte sempre as recomendações do manual do seu veículo.

Métodos de troca A troca de óleo pode ser realizada através da retirada do bujão, que fecha o orifício de saída de óleo do cárter. Esse modo permite a retirada de quase todo o óleo “sujo”. Outro método é a retirada do lubrificante através de máquinas à vácuo, que introduzem uma sonda de sucção através no orifício da vareta de medição do nível de óleo.


São Paulo terá Táxis adaptados para deficientes físicos Divulgação

Por Jacqueline Toledo

A

Prefeitura Municipal de Transportes, em evento realizado no pátio da Associação de Apoio à Criança Deficiente do Ibirapuera, apresentou um novo modelo de táxi adaptado para o transporte de passageiros com deficiência física ou mobilidade reduzida, que passará a circular na cidade nos próximos meses. Através de um concurso, realizado pela Secretaria Municipal de Transportes no dia 20 de agosto, foram sorteados 120 candidatos interessados em obter os novos alvarás. Desse total, os 80 primeiros foram convocados, enquanto os demais aguardam para o caso de desistência ou inadequação por parte dos que já foram chamados. As inscrições, realizadas pelo Departamento de Transporte Público, tiveram um total 299 protocolos emitidos, sendo 153 para pessoas físicas e 146 para pessoas jurídicas, distribuídos entre 19 empresas que se cadastraram. Após a convocação, o candidato terá 90 dias para apresentar o carro que será vinculado no alvará de estacionamento. Vale ressaltar que esse veículo deverá estar totalmente adequado ao Manual dos Requisitos Técnicos Básicos para Táxi Acessível, sob pena de perda da vaga sorteada.

Atender passageiros especiais A tarifa cobrada por esse novo modelo será a mesma dos demais táxis que circulam pela cidade e a adaptação sairá por cerca de R$ 25 mil, sem incluir o valor do veículo, e será responsabilidade dos proprietários dos carros. Os novos táxis serão distribuídos em diversos

Desenvolvido pela empresa Cavenaghi o modelo possui medidas de segurança e conforto para o cadeirante

pontos da cidade de São Paulo, principalmente próximos a hospitais especializados no tratamento de deficientes físicos. Uma Dobló Táxi com teto elevado, fixador, cinto de três pontos e plataforma elevatória que facilita o acesso de quem utiliza cadeiras de rodas foi o modelo apresentado pela empresa Cavenaghi, responsável pelo desenvolvimento do projeto da prefeitura.

A construção de um novo mercado De acordo com a assessoria de comunicação do Sindicato, a proposta de implantação dos taxis adaptados na cidade de São Paulo tem pontos delicados: “É preciso levar em conta o

alto investimento a ser feito pelo taxista. Como é um mercado novo e ainda não conseguimos medir o tamanho do retorno que dará, acreditamos que é um negócio arriscado”. A Vereadora Mara Gabrilli, portadora de necessidades especiais, foi conferir a apresentação do novo modelo de táxi. “As pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida têm o direito, assim como todos os cidadãos, de se locomover pela cidade de táxi. Acredito que haverá muita procura, pois existem três milhões de pessoas com mobilidade reduzida na nossa cidade. No Rio de Janeiro os táxis adaptados são um grande sucesso e em São Paulo não será diferente”, finaliza a vereadora.

Divulgação

Os modelos apresentam teto elevado, fixador, cinto de três pontos e plataforma elevatória que facilita o acesso de quem utiliza cadeiras de rodas

42

AGO/SET 08


ESTAREMOS NA FEIRA

SEU DESTINO NO CAMINHO CERTO!

• 1.143 cidades mapeadas e 27 Estados • Cartão de memória de 1 GB • Recálculo imediato das rotas alternativas • Instrução de voz passo-a-passo do itinerário, em português • Mp3 player, mp4 player e visor fotográfico

ACESSÓRIOS INCLUSOS Suporte e braço flexível com ventosa; Cartão de memória de 1 GB SD; Carregador para carro de 12 V; Base para suporte; Caneta Ponteira; Cabo USB; Garantia de 1 ano e Suporte.

MENOR PREÇO DO MERCADO!

GPS 3.5’

COM LOCALIZADOR DE RADAR

R$ 549 em 3x R$ 183 ou 20% de desconto à vista Formas de pagamento: VISA e MASTERCARD

VIZZO BRASIL

Televendas (11) 3534-0262 Rua Cantagalo, 692 10o andar - sala 1.015 comercial@vizzobrasil.com.br www.vizzobrasil.com.br


Mundo Táxi Emurb inicia pesquisa para padronizar abrigos de táxi

A

Prefeitura de São Paulo, através da Emurb – Empresa Municipal de Urbanização, está realizando um detalhado levantamento de todos os pontos de taxi na cidade de São Paulo com o objetivo de promover um processo de ordenamento e padronização de todos obrigos. Segundo Regina Monteiro, diretora de meio ambiente e paisagem urbana da prefeitura, o levantamento já vem sendo realizado a cerca de seis meses e pretende estabeler um padrão para as estruturas dos abrigos de cada ponto. “Esse trabalho irá identificar onde e como estão instalados todos os pontos de taxi da cidade, de modo a definir a melhor forma de uso do espaço público tanto para os usuários, como para transeutes e também para os motoristas.” Apontado como um trabalho minuncioso e detalhista, o levantamento, ainda segundo

Regina Monteiro, deverá avaliar individualmente cada um dos pontos taxi da cidade. “Acreditamos que na grande maioria dos pontos não existirão problemas, mas, com certeza, alguns locais terão que se adequar quando da implementação da nova proposta” Para a diretora do Emurb “não existe nenhum problema se os motoristas optarem por dispor de internet, televisão, local para repouso, banheiro e outras estruturas, desde que estejam de acordo a legislação”. A diretora do Sinditaxi, Sueli Soares de Souza, consultada sobre o levantamento realizado pela Emurb, afirmou que o sindicato ainda não recebeu qualquer notificação sobre o mesmo. “Acreditamos que o trabalho de padronização é muito importante para a categoria e também para os usuários, mas não temos nenhuma informação sobre o desenvolvimento desse projeto”, finalizou.

Davi Francisco da Silva

Levantamento da Emurb irá identificar todos os pontos de táxi existentes na cidade


Davi Francisco da Silva

Alterações na Zona Azul trazem transtornos à região dos Jardins

Motoristas no ponto da Rua Joaquim Eugênio de Lima acusam uma redução de 80% no faturamento após a implantação da mudança

E

ntrou em vigor no dia 4 de agosto a medida de redução de estacionamentos de Zona Azul realizada pela Companhia de Engenharia de Tráfego. No Jardim Paulista, das 1.902 vagas, 636 foram desativadas e 123 criadas. Na Consolação, de 290 vagas, 45 foram desativadas e 42 implantadas. Em alguns trechos houve só a ampliação do horário de proibição, e em outros, a substituição da zona azul pela proibição.

Essas novas mudanças surpreenderam não só os moradores da Consolação e dos Jardins, como também taxistas, comerciantes e outros trabalhadores da região. A maioria, apesar de atestar que a fluidez do trânsito melhorou, reclama das mudanças radicais adotadas pela CET. Além de todas as vagas reduzidas na região, alguns pontos de táxi tiveram que mudar de lugar, dificuldado o acesso de passageiros. De acordo com a diretora social do Sindicato dos Taxistas Autônomos de São Paulo, Suely Soares de Souza, a mudança prejudicou os taxistas. “A CET não comunicou nenhum taxista a respeito das mudanças, eles mudaram os pontos de táxis durante a madrugada e no outro dia os pontos já não estavam mais ali. Para a maioria dos taxistas as mudanças não foram boas, eles

estão sendo prejudicados”, diz Suely. Um exemplo da gravidade da situação pode ser identificado no ponto de taxi da Rua Joaquim Eugênio de Lima, que, depois de 19 anos no mesmo local, sem aviso prévio, teve seu ponto mudado para outro quarteirão, acarretando uma queda de cerca de 80% no faturamento dos taxistas do ponto. “O pior é que o DTP não quer nenhuma forma de diálogo. Tentamos falar com o Coronel (Roberto Allegretti, Diretor do Departamento de Transportes Público), mas ele disse que a única preocupação do DTP é com a fluidez do trânsito”, afirmou o motorista Antônio Moreira, que trabalha no ponto há mais de 17 anos. Os comerciantes locais também temem uma significativa queda no faturamento, uma vez que a extinção das vagas de zona azul tem dificultado o acesso de clientes às lojas e estabelecimentos. A multa aplicada para quem não respeitar a nova lei e estacionar em local proibido varia entre leve, média e grave. Na média a multa é de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. Na leve a multa é de R$ 53,20 e três pontos carteira. E a grave é de R$ 127,69 e cinco pontos.


O melhor de São Paulo para você aproveitar!

Convide sua família e sejam bem-vindos a uma nova Sampa. Boa viagem! Inscrições e maiores informações pelo fone (11) 3392-1524, ou e-mail: editora@portodasletras.com.br Valor da inscrição: um quilo de alimento não perecível (menos sal e/ou açúcar) a ser entregue no ponto de partida.

Data: 21 de setembro Horário: das 9h30 às 14h30 Local de saída: Centro Cultural São Paulo localizado na Rua Vergueiro no 1.000 - Paraíso 46

AGO/SET 08

Segundo Davi Francisco da Silva e Adilson Souza de Araújo, diretores da Revista TÁXI! e idealizadores do programa, as visitas terão o formato de um passeio turístico, mas funcionarão como verdadeiros cursos, onde os envolvidos terão acesso às mais diferentes informações sobre os pontos visitados. “Além de formar e capacitar, a idéia do TÁXI!CULTURA é levar o taxista a vivenciar um mundo de arte, cultura, entretenimento e lazer, que existe na cidade e na maioria das vezes ele conhece apenas ‘do lado de fora’”, pondera Araújo.

Galeria de 416style postada no Flickr

Viver a cidade por dentro

Ao lado do Parque D. Pedro II o Mercado Municipal oferece uma enorme variedade de atrações aos visitantes

A cultura em trânsito pela Metrópole Outro entusiasta do projeto, Jonar Brasileiro, presidente do Instituto Educare, fala da importância de colocar o táxi e, principalmente, o taxista, como uma referência central para quem busca as alternativas de lazer, cultura e entretenimento na cidade. “Queremos que os táxis, tanto quanto confortáveis e modernos, possam ser reconhecidos como espaços culturais criativos e interessantes que circulam pela cidade, com condições de sugerir e divulgar para os seus passageiros, os locais e atividades da variada cultura paulistana”.

Galeria de Luis Guilherme postada no Flickr

Essa vivência diferenciada, segundo os responsáveis pelo projeto, é fundamental para um profissional de táxi em São Paulo. “Nosso objetivo é fortalecer a imagem de qualidade da frota de taxis paulistana, dando visibilidade a seu já reconhecido papel para a melhoria da qualidade de vida individual e coletiva, além de contribuir para minimizar os problemas do trânsito e da poluição”, enfatiza Francisco.

Início da aventura paulistana o Pátio do Colégio faz parte de um roteiro que conta a vida da cidade André Stefano/SPCVB

O

s Taxistas que desejam oferecer um serviço com nível de excelência para o passageiro contam agora com um inovador programa de formação e capacitação batizado de TÁXI!CULTURA. Totalmente interativo, o programa chega para contribuir de forma objetiva na difusão do taxi como uma real e importante alternativa para a melhoria do transporte urbano na cidade de São Paulo. Idealizado como um programa de prestação de serviços, o TÁXI!CULTURA nasceu a partir de uma parceria entre a Revista TÁXI! e o Instituto Educare, uma organização sem fins lucrativos que articula, desenvolve e executa ações que contribuem para o crescimento social e profissional de diversos segmentos da sociedade. Para marcar esse início de atividades, a Revista TÁXI! está convidando taxistas e familiares para o lançamento, no dia 21 de setembro, do primeiro evento do programa: “Roteiros de São Paulo - Reconhecendo os caminhos da Metrópole”, quando será realizada uma “visita técnica” a pontos turísticos da cidade. A proposta será levar os convidados a vivenciar a Metrópole sob uma ótica diferente do seu cotidiano.

Ponto inaugural da visita técnica o CCSP é um importante pólo irradiador da cultura paulistana


Vida de Taxista Um Ponto de orgulho para a cidade

Com uma ampla cobertura, o ponto mais parece um chalezinho de uma cidade do interior, com bancos onde as pessoas podem se sentar, televisão, uma vista maravilhosa e um jardim repleto de flores e plantas de várias espécies. Toda a transformação começou no ano de 1995, quando Marco Antonio Maia, depois de trabalhar durante 13 anos como bancário, decidiu sair do banco e comprou um táxi. O que era para ser a princípio apenas uma alternativa de trabalho terminou por se revelar como uma verdadeira vocação e pouco tempo depois Maia tomou o taxi como o negócio da sua vida.

O ponto no lugar certo Através de um acordo com o Metrô Sumaré, Maia conseguiu seu ponto. O problema é que a Prefeitura autorizou o ponto em um local distante da saída do metrô, fazendo com que vários taxistas desistissem de trabalhar no local. “Nós tínhamos que pedir uma autorização para o Governo do Estado ceder um pedacinho da vaga e a Prefeitura ceder a outra metade, foi quando entrei com um processo no Metrô e

Markus Machado

Quadrinhos

48

AGO/SET 08

eles aprovaram o nosso ponto aqui, com fácil acesso para os passageiros”, conta o taxista. Dois anos depois, em 1997, junto com seis outros permissionários, Marcos resolveu iniciar algumas mudanças no novo ponto de táxi. De acordo com ele, no começo o lugar era muito precário, com ratos, lixo e muito mato, então todos os taxistas se mobilizaram para limpar, reformar e fazer ali um belo jardim.

Um jardim reciclado Criado a partir de materiais recicláveis, o jardim tem plantas de diversos tipos. “Quando passamos pelas ruas e encontramos uma caçamba com um vaso ou com uma planta que foi jogada fora, nós pegamos, reformamos e colocamos no nosso ponto”, afirma Marcos. Esse clima de participação e solidariedade se reflete na relação de trabalho, com uma forte união entre todos. “Quando alguém faz aniversário nós comemoramos e fazemos uma festa com direito a bolo, refrigerante e presentes. Em datas especiais como o natal e festa junina decoramos todo o local e montamos até uma mesa

Zé Rai em: Antes que a roda caia

de café da manhã”, completa o taxista. Marcos Antonio finaliza dizendo cheio de orgulho: “Hoje temos o respeito e somos admirados pelos nossos vizinhos e passageiros. Recebemos muitos elogios e é comum trazerem até os parentes aqui tirar fotos. Nós ficamos muito felizes em poder realizar nosso trabalho com muita simpatia e honestidade”. Davi Francisco da Silva

I

nstalado em uma das regiões da cidade de São Paulo onde a urbanidade fica totalmente explícita, com seu oceano de prédios e grandes vias de tráfego à vista, o ponto de táxi da estação Sumaré do Metrô chama atenção por apresentar um visual totalmente diferente.


Horizonte vertical

Por Ivan Fornerón

É o mês de cachorro louco, nunca ouviu falar, não? Na minha rua é sempre nesse mês que os cães uivam a noite toda!

AGOSTO É MÊS DO QUÊ MESMO?!

S

uperstição ou mau agouro comprovado, não importa. O fato é que o mês de agosto começou com aquela ventania inesperada, e já nos primeiros dias trouxe chuva e frio. E foi sobre esse dilema que elas conversaram durante todo o almoço: — Coincidência coisa nenhuma, menina! Agosto é o mês do Cão! — Pois pra mim é um mês muito bom! Na minha casa tem até festa! Só você pra acreditar nessas besteiras! Coisa boa e coisa ruim podem acontecer em qualquer dia e em qualquer mês. Por que é que um mês seria mais desgraçado do que o outro? — Como ‘por que’? Porque é o mês do Tinhoso, oras! — Tinhoso nenhum! Meu marido e meu filho nasceram em agosto, e eles não se parecem com o capeta, não! — Você é que pensa, minha filha! É o mês de cachorro louco, nunca ouviu falar, não? Na minha rua é sempre nesse mês

que os cães uivam a noite toda! — Mas isso é outra coisa. O meu veterinário disse que a incidência de cadelas no cio é maior nessa época do ano... — O teu veterinário disse? — O veterinário da minha cachorra! — Hummm... e ele disse o porquê? — Ele diz que é pela mudança do clima que provoca um tal de ‘aumento de luminosidade’ que deixa os animais mais sensíveis e excitados, principalmente os mamíferos! Os cães são vacinados nesse mês por essa razão: como estão mais oferecidos, o contato com os outros cães é maior, e é maior, também, a chance de contrair alguma doença, principalmente a raiva. — Raiva tenho eu! Que explicação mais chata e sem graça! Eu prefiro não arriscar: vou cumprir à risca as simpatias da minha avó!

— Simpatias? Que simpatias? — Não se olhar ao espelho à noite, não comer com garfo em dia ímpar, não olhar para os cães durante todo o mês, dar três beijinhos no patuá antes de sair de casa... — Menina, agora é que eu tô vendo: tua blusa tá do avesso! — E você acha que eu não sei? Queridinha, eu tenho um

noivo e um casamento pra daqui a três meses! Você acha que eu posso dar mole? Eu, hein! Você acha que o dia do diabo é comemorado em que mês? Você é muito desprevenida! E tem mais: mês de cachorro louco em ano eleitoral... ai, não quero nem pensar! — Ai, digo eu! Vamos pedir a sobremesa?



Revista TÁXI! - Edição 5