Page 1

Edição 88

2017

A Revista do Taxista www.revistataxi.com.br

pl 5587: a luta segue

MUNDO TÁXI:

Conheça o Conselho Municipal de Trânsito e Transporte

e mais

Na ponta do lápis: SEST SENAT - uma mão na roda para o taxista


sumário PL 5587: A luta segue!

Capa 20 08 Na Ponta do Lápis 12 Mundo Táxi

Manutenção

CMTT aguarda posicionamento

Desgaste natural de componentes

Benefícios do SEST/SENAT

32 12

Na Ponta do Lápis

SEST/SENAT: uma mão na roda para o taxista

Agenda

15 Capa 20 Volante Seguro 26

O que vai agitar a metrópole nos próximos meses

PL 5587/2016

Programa eletrônico de estabilidade

Guias e Roteiros Rios e Cachoeiras para visitar em São Paulo

32 Roda Solta 34

Manutenção

Desgaste natural dos componentes

Guias e Roteiros Rios e Cachoeiras em São Paulo

28

28

Humor, curiosidade e lazer


A revista do Taxista

EXPEDIENTE

Edição 88

Diretoria

Luta, mudanças e o engajamento do taxista.

Redação Editor Adilson Araújo MTB 19.069

públicas e tratam de coisas muito importantes para a população, para a cidade e para o segmento taxista, dentre outros segmentos contemplados. As mudanças nos tempos atuais são inevitáveis e, em boa medida, são muito bem vindas, especialmente quando nos preparamos para elas para que possamos seguir fazendo nossa parte para o progresso social e melhoria da vida em nossa cidade e em nosso país. Engajamento e organização profissional, conhecimento do mercado e compreensão sobre o que o passageiro precisa são pontos que o taxista não pode deixar de lado para entender seu negócio exatamente como ele é: um negócio! É por isso, a Revista TÁXI! se esforça, dentro de suas possibilidades, para contribuir com a formação continuada do taxista, seja através das matérias que publica, seja através dos eventos que promove e aos quais tem enorme prazer em recebê-los.

Edição de Arte Agência Flavour’s Reportagem Arnaldo Rocha, Camila Silva e Cida Nogueira Colaborador Davi Francisco da Silva, Fotografias de Capa Adilson Souza de Araújo Fotografias Davi Francisco da Silva Fotos da Reportagem Capa Divulgação Projeto Gráfico Editora Porto das Letras Revisão Naira Uehara

Publicidade

Diretor Fábio Martucci Fornerón Fone: (11) 3392-1524 publicidade@portodasletras.com.br

Assessoria jurídica

Paulo Henrique Ribeiro Floriano

Comercial

Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Assinaturas e mailling assinatura@portodasletras.com.br

Boa leitura e boa reflexão. Adilson Araújo Diretor da Revista TÁXI!

Impressão

editora fontana Lucas Yuji

A

s discussões e a luta entre táxis e aplicativos de transporte individual de passageiros com carros particulares teve mais um importante round travado na Câmara do Deputados, em Brasília. A aprovação do regime de urgência ao PL 5587/2016, do Deputado Carlos Zarattini, realmente poderá trazer um redesenho ao setor ao estabelecer regras mínimas para que a concorrência deixe de ser predatória, colocando em risco a qualidade e a manutenção que a frota de táxis alcançou na cidade de São Paulo e noutros tantos cantos do país. Para que o PL seja realmente transformado em lei, no entanto, ele terá que passar, ainda, pelo crivo do Senado e da Presidência da República e, isto feito, ser regulamentado em cada município, etapas para as quais os taxista já estão se preparando desde já, pois a luta segue. Seja como for, todo esse processo levou os taxista a um ponto sem retorno que implica em sua melhor formação e qualificação para oferecer um serviço cada vez melhor aos passageiros e mesmo a serem mais competitivos para oferecer melhores preços ao consumidor. E por falar em formação e qualificação, nessa edição trazemos informações sobre o SEST SENAT, instituição sem fins lucrativos que trabalha para a formação do trabalhador do transporte e para qualidade de vida, dele e de sua família. O SEST SENAT é um lugar que merece ser conhecido e usufruído e custa quase nada. Ainda nessa edição, você poderá conhecer, também, um pouquinho do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte e, tomara, você se anime a se informar sobre locais e datas das reuniões para prestigiá-las, já que são

Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón (editora@portodasletras.com.br)

Tiragem

20.000 exemplares Distribuição Gratuita edição 88, é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua Jaboatão, 142, CEP 02516-010, Casa Verde, São Paulo (SP). Telefone: (11) 3392-1524. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.


Mundo

Táxi

Da Redação

Conselho Municipal de Transportes: aguardando o posicionamento da Secretaria de Transportes e da Prefeitura Wagner: Antes de tudo, quero deixar claro que o Secretário Aveleda sempre foi pró-táxi. Em suas falas, sempre demonstrou isso. Mas, tanto para a Secretaria Municipal de Transportes quanto para o prefeito Dória, a prioridade foi a questão do táxi preto, uma pauta importante, que

envolve 3 a 4 mil motoristas, mas isso tirou o foco de demandas prioritárias para toda a categoria. O prefeito sempre frisou, desde a campanha, que iria busca harmonizar os serviços de táxis e aplicativos, para haver concorrência leal, mas, isso nunca aconteceu. Nem o decreto do prefeito Divulgação

O

Conselho Municipal de Transporte e Trânsito – CMTT – busca oferecer participação e o controle social das ações para a mobilidade na cidade de São Paulo. Contando com representantes do poder público, operadores dos serviços e usuários, o CMTT tem câmaras temáticas para setores ou serviços específicos, como taxi, bicicletas e mobilidade a pé. As reuniões são públicas e presididas pelo secretário municipal de transporte e têm suas decisões publicadas no site da SMT, redes sociais e, em alguns casos, no Diário Oficial do Município.

Portanto, o CMTT é um foro importante para que os taxistas possam participar e acompanhar as discussões do setor, opinando e reivindicando ações e medidas para o segmento e para a cidade. Wagner Caetano, da Movitaxi, é membro do CMTT e conversou com a Revista TÁXI sobre a última reunião e expectativas para o próximo encontro, que acontecerá em 28 de abril.

Divulgação

TÁXI!: Quais foram os principais pontos abordados na última reunião?

8

tÁxi! EDIÇÃO 88

Wagner Caetano, do Movitaxi e Membro do CMTT.

“É bom frisar: a liminar a favor da Uber não impede a fiscalização de trânsito; ela apenas limita o DTP de fiscalizar. Espero que não seja apenas algo pontual”.


tÁxi! EDIÇÃO 88

9


Haddad está sendo cumprido, pelos aplicativos ou pelos motoristas. A prefeitura está sendo omissa ao não determinar o cumprimento do decreto, mesmo ele sendo muito flexível para o lado do aplicativo. A Secretaria e a Prefeitura têm todas as informações sobre a categoria porque tiveram conversas conosco, na Câmara Temática, com o Adilson Amadeo e com o Sindicato. Na próxima audiência pública, acho que a categoria dever cobrar, colocar os pontos que estão nos prejudicando e falar: “vamos agir!”. Cobrar atitude do prefeito João Dória, que deu entrevistas muito flexíveis com relação aos aplicativos, e chamar o Secretário a fazer com que a Prefeitura execute o que está pendente TÁXI!: Dos pontos a serem cobrados, quais são prioritários? Wagner: O decreto fala em limitação e

Primeira Reunião do CMTT 2017.

10

tÁxi! EDIÇÃO 88

fiscalização e uso exclusivo de carros do município, por exemplo. Hoje há carros de outros municípios e outros estados trabalhando. É preciso equilíbrio concorrencial, que não haja dumping na tarifa, mas aplicativos têm subsídios por trás e reduzem muito a tarifa. Sem isso não há harmonia ou boa concorrência, uma proposta do prefeito. TÁXI!: Houve aumento da fiscalização, em Congonhas, onde a situação estava complicada. Isso foi consequência das discussões na CMTT? Wagner: Na Câmara Temática, convidei o secretário, extensivo ao prefeito, para visitar Congonhas sem marcar horário, sem nada, para verem a bagunça que os carros particulares fazem à espera de passageiros, e perceberem a omissão da CET e do Departamento de Polícia de Trânsito em fiscalizar esses carros. Chega a ser irônico, porque fazem essa bagunça e embarcam passa-

geiros onde nem os táxis podem entrar. Para facilitar a vida do passageiro, os taxis os estavam deixando em baixo, no ponto de táxis, e pedindo que subissem pela escada rolante. Congonhas virou terminal clandestino de embarque de carros particulares dos aplicativos. Creio que a melhora se deu pela cobrança sobre a CET. E é bom frisar: a liminar a favor da Uber não impede a fiscalização de trânsito; ela apenas limita o DTP de fiscalizar. Espero que não seja apenas algo pontual.


Divulgação

tÁxi! EDIÇÃO 88

11


Seu táxi na

ponta do lápis

Da Redação

SEST/SENAT: uma mão na roda para o taxista Divulgação

Com menos de R$ 25,00 por mês, uma série de benefícios ao taxista e seus dependentes.

É uma mão na roda para o trabalhador do transporte, inclusive ao taxista, que deve comprovar seu vínculo com o segmento, através do Condutax, e pagamento de pequena contribuição mensal, através de Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA) em que conste o desconto da contribuição ou pelo pagamento direto nas Unidades 12

tÁxi! EDIÇÃO 88

Operacionais, no valor de 2,5% sobre o salário mínimo vigente, atualmente cerca de R$ 24,00. Sérgio Ricardo Gonçalves Pereira, Coordenador de Promoção Social do SEST SENAT Pq Novo Mundo, aponta

diversas vantagens ao associado: “As unidades oferecem uma enorme gama de serviços e os interessados devem procurá-las para obter mais informações sobre o que cada uma oferece”.

Divulgação

O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas para o melhor desenvolvimento do setor de transporte do país, tanto na formação e qualificação profissional, com cursos e serviços especializados, quanto na qualidade de vida do trabalhador e seus dependentes, na área de saúde, esporte, lazer e cultura, em Unidades Operacionais nos grandes centros urbanos e em importantes rodovias do país.


Divulgação

tÁxi! EDIÇÃO 88

13


Seu táxi na

ponta do lápis

Da Redação

Divulgação

Segundo Sérgio Ricardo, o associado, antes, tinha que bancar parte dos serviços, como tratamento odontológico, mas desde 1º de novembro de 2016, o Conselho Nacional do SEST SENAT determinou a gratuidade total dos serviços/produtos oferecidos ao trabalhador do transporte e seus dependentes, mediante comprovação do vínculo com o setor e recolhimento da contribuição mensal. Na cidade de São Paulo, o SEST SENAT tem três Unidades Operacionais – Vila Jaguara, Parque Novo Mundo-Tatuapé e Rodoshopping Fernão Dias. Então, taxista, não perca tempo: vá conhecê-las e associe-se.

Serviço: Sest Senat – Unidades em São Paulo-SP

14

Pq Novo Mundo/Tatuapé

Rodoshopping Fernão Dias

Vila Jaguara

R. Tuiuti, 9 - Vila Maria III

Av. Cândido Portinari, 1100

Tatuapé - São Paulo - SP

R. Benito Meana, 100 - sl 301 Vila Sabrina - São Paulo - SP

Tel: (11) 2207-8840

Tel: (11) 2949-8474

Tel: (11) 3623-1300

tÁxi! EDIÇÃO 88

Vila Jaguara, São Paulo - SP


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em abril Confira a agenda dos principais eventos da cidade que é tudo de bom! Programe-se para aproveitar o melhor de São Paulo. Para mais informações, acesse o site: visitesaopaulo.com

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

03 a 06 de abril CONGRESSO BRASILEIRO DE TÚNEIS / LATIN AMERICAN TUNNELLING SEMINAR / INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON GEOTECHNICAL ASPECTS OF UNDERGROUND CONSTRUCTION IN SOFT GROUND Local: Centro de Convenções Rebouças 03 a 07 de abril FEIPLASTIC - FEIRA INTERNACIONAL DO PLÁSTICO Local: Expo Center Norte

03 e 04 de abril 2º FÓRUM DAS COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS Local: Maksoud Plaza Hotel

segunda

terça

04 a 08 de abril FEICON BATIMAT e POLLUTEC Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

04 a 06 de abril AUTOCOM 2017 Local: Expo Center Norte

05 a 08 de abril 14ª BRAZIL SCRAPBOOKING SHOW e 11ª BRAZIL PATCHWORK SHOW Local: Centro de Eventos PRO MAGNO

terça

quarta

04 a 06 de abril 23ª INTERMODAL SOUTH AMERICA Local: Transamerica Expo Center

04 05

quarta

quinta

03

04 a 06 de abril 5ª WORLD TRAVEL MARKET LATIN AMERICA e 47º ENCONTRO COMERCIAL BRAZTOA Local: Expo Center Norte

06 a 08 de abril IV HEARING & BALANCE Local: Centro de Convenções Rebouças

06 11 12 18

terça

18 a 20 de abril ISC BRASIL - 12ª FEIRA E CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE SEGURANÇA Local: Expo Center Norte

05 e 06 de abril CONFREBRAS - CONGRESSO BRASILEIRO DE BEBIDAS Local: Centro de Eventos São Luís 06 a 09 de abril SP ARTE 2017 Local: Pavilhão da Bienal do Ibirapuera 06 a 08 de abril XI SIMPÓSIO DE FISIOTERAPIA EM TERAPIA INTENSIVA e VII SIMPÓSIO DE FISIOTERAPIA EM CARDIOLOGIA Local: Hospital Israelita Albert Einstein Unidade Morumbi 11 de abril CONGRESSO NACIONAL DE TRIBUTOS 2017 Local: Caesar Business Vila Olímpia

18 e 19 de abril 99ª FA SÃO PAULO Local: Maksoud Plaza Hotel

tÁxi! EDIÇÃO 88

15


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em abril 19 a 22 de abril XXVII CONBRAPE - CONGRESSO BRASILEIRO DE PERIODONTOLOGIA Local: Centro de Difusão Internacional da USP

20 a 22 de abril SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE TECNOLOGIAS EM DIABETES Local: Caesar Business Faria Lima

21 a 23 de abril ARNOLD CLASSIC SOUTH AMERICA Local: Transamerica Expo Center

19

quarta

quinta

sexta

sexta

sábado

domingo

segunda

terça

21 e 22 de abril IV WORLD CONGRESS OF PLASTIC SURGEONS OF LEBANESE DESCENT Local: Maksoud Plaza Hotel

21 a 23 de abril MERCADO PERSA 2017 - CONGRESSO INTERNACIONAL DE DANÇA, ARTE E CULTURA ÁRABE Local: WTC Events Center

20 21 24

24 e 25 de abril FÓRUM EVENTOS 2017 Local: Centro de Convenções Rebouças

25

25 a 28 de abril TRAVELWEEK SÃO PAULO BY ILTM Local: Bienal do Ibirapuera

26

25 a 28 de abril CNTT e CIMTT 2017 Local: Palácio das Convenções do Anhembi 27 a 29 de abril EXPOWORK e FIREXPO Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi 27 a 29 de abril VI JORNADA INTERNACIONAL DE UROGINECOLOGIA DA USP Local: Grand Mercure São Paulo Ibirapuera 28 de abril a 01 de maio XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

27 28

21 a 24 de abril HAIR BRASIL 2017 Local: Expo Center Norte

21 a 23 de abril CAT CONGRESS SÃO PAULO 2017 Local: Centro de Convenções Rebouças 24 a 26 de abril 13TH ANNUAL F.O. LICHT´S SUGAR & ETHANOL BRAZIL Local: Tivoli Mofarrej - São Paulo 25 a 29 de abril AUTOMEC 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 25 a 28 de abril TECNOTÊXTIL / FEBRATÊXTIL / FINTT / BONÉ SHOW Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi 25 a 27 de abril WEDDING BRASIL 2017 Local: Palácio das Convenções do Anhembi 25 a 28 de abril SALÃO CASAMODA Local: Hotel Unique 26 e 27 de abril 77ª BIJOIAS Local: Centro de Convenções Frei Caneca

26 a 28 de abril II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE QUALIDADE E SEGURANÇA DO PACIENTE Local: Centro de Convenções Rebouças 28 de abril a 01 de maio EXPO NOIVAS & FESTAS 2017 Local: Expo Center Norte 25 a 29 de abril CURSO GERENCIAMENTO DA DOR PARA ENFERMEIROS Local: Hospital Israelita Albert Einstein - Unidade Morumbi

16

tÁxi! EDIÇÃO 88


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em maio 2 a 5 de maio FEIRA E CONGRESSO APAS 2017 Local: Expo Center Norte

3 a 6 de maio II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE GESTÃO DE PROJETOS, PROCESSOS E INOVAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE Local: Hospital Israelita Albert Einstein - Unidade Morumbi

terça

02

4 a 6 de maio AACR INTERNATIONAL CONFERENCE ON TRANSLATIONAL CANCER MEDICINE Local: Grand Hyatt São Paulo

03

quarta

quinta

4 de maio SIMPÓSIO NACIONAL DE PSORÍASE e SIMPÓSIO NACIONAL DE IMUNOBIOLÓGICOS Local: Tivoli Mofarrej - São Paulo

04

sexta

05

segunda

08

terça

09

09 a 13 de maio EXPOMAFE - FEIRA INTERNACIONAL DE MÁQUINAS-FERRAMENTA E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

4 a 7 de maio 47ª JORNADA PAULISTA DE RADIOLOGIA Local: Transamerica Expo Center

5 e 6 de maio 9º TERADERM Local: Centro de Convenções Frei Caneca

08 a 12 de maio AAMAS - 16TH INTERNATIONAL CONFERENCE ON AUTONOMOUS AGENTS AND MULTIAGENT SYSTEMS Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

09 a 11 de maio MUNDOGEO#CONNECT LATIN AMERICA e DRONESHOW LATINAMERICA Local: Centro de Convenções Frei Caneca

09 a 11 de maio 5º CONGRESSO INTERNACIONAL DE COMPLIANCE Local: Amcham Business Center

tÁxi! EDIÇÃO 88

17


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em maio

quarta

10

quinta

11

sexta

12

11 a 13 de maio ICAD BRAZIL - CONGRESSO INTERNACIONAL DE DERMATOLOGIA ESTÉTICA E ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL Local: Centro de Convenções Frei Caneca

12 e 13 de maio XV CONGRESSO PAULISTA DE MEDICINA DO SONO Local: Maksoud Plaza Hotel

13

sábado 16 a 19 de maio CEMAT SOUTH AMERICA Local: Transamerica Expo Center

domingo

14

segunda

15

terça

16

quarta

17

17 a 19 de maio 9º FESTIVAL ABCR Local: Amcham Business Center

17 a 19 de maio EXPOTEL e CONOTEL Local: Centro de Convenções Frei Caneca

16 a 19 de maio FEIRA + FÓRUM HOSPITALAR Local: Expo Center Norte

Agenda de eventos: O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma Fundação sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, sua missão é promover, captar, gerar e incrementar eventos que aumentem o fluxo de visitantes a São Paulo. As datas e locais dos eventos podem ser alterados, consulte sempre a agenda de eventos no site do São Paulo Convention & Visitors Bureau: visitesaopaulo.com - atendimento@visitesaopaulo.com 18

tÁxi! EDIÇÃO 88

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro


tÁxi! EDIÇÃO 88

19


Capa

Matéria de Capa

Por Redação

PL 5587/2016: a luta segue! PL 5587/2016 é aprovado na Câmara Federal e agora depende de aprovação no Senado e da sanção presidencial

Edmilson Americano: liderança e respeito da categoria.

P

or duas vezes, em novembro e dezembro de 2017, milhares de taxistas de todo o país se deslocaram de suas cidades e estados para Brasília, na expectativa de se fazerem presentes e ativos por uma decisão importantíssima para a categoria, a aprovação do regime de urgência para o Projeto de Lei (PL) 5587/2016, de autoria do Deputado Carlos Zarattini, que propunha o estabelecimento de normas claras e mínimas para a atuação do transporte individual de passageiros por carros particulares, algo que se tornou constante com a chegada da Uber ao Brasil. Nas duas ocasiões, esses milhares de 20

tÁxi! EDIÇÃO 88

trabalhadores retornaram cansados, desiludidos e inconformados com a situação que se arrastava há tempos, uma vez que, segundo leis vigentes, esse tipo de transporte deveria ser uma prerrogativa da categoria, considerando, dentre outras, a lei que regulamenta a profissão de taxista ou o código de trânsito que estabelece a placa vermelha para veículos de aluguel que prestem esse serviço. Dada uma interpretação diferente da justiça, pautada na lei de mobilidade urbana, a Uber seguiu atuando amparada por liminares e restava, então, à categoria e suas lideranças, a paciência e a persistência para seguir

lutando e clamando por justiça. Sem conseguir votar o regime de urgência para o PL 5587/2016, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, decidiu por seu envio à Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação de Informática e Comissão de Desenvolvimento Urbano, para que o apreciassem. Por haver mais de três comissões envolvidas, decidiu-se pela criação de uma Comissão Especial para apreciar o Projeto de Lei, comissão essa que deveria apresentar seu parecer até o final de março, mas ela nem mesmo chegou a ser instalada por falta de deputados que se prontificassem a participar.


Mobilização permanente da categoria e de suas lideranças Sem o estabelecimento da comissão especial, o presidente da Câmara tomou para si a responsabilidade de seguir com o processo e pautou a votação para 4 de abril. Nesse ínterim, no entanto, várias lideranças seguiram discutindo com os parlamentares a situação, argumentando vários aspectos do problema: da concorrência predatória ao abuso da adoção de tarifa dinâmica; da falta de controles mínimos sobre o número de carros ou qualidade da frota; das qualificações dos motoristas às evasão de divisa que esse processo representa. Os contatos com parlamentares passou a ser uma prioridade, sem se esquecer que, do outro lado, a Uber jogava todo o seu poderio econômico-financeiro contra qualquer regula-

mentação, visto que essa tem sido sua estratégia mundo afora: seguir à margem de quaisquer leis e controles, garantindo para si o uso de mão de obra muito barata e que lhe proporcione um ganho fenomenal, na caso dos 25% sobre todo o valor arrecadado ser ter, no entanto que assumir quaisquer riscos, já que todo o investimento e gastos sobre o veículo ou mesmo a responsabilidade sobre os passageiros recaem sobre os motoristas. A participação das lideranças e um destaque reconhecido Muitas personagens tiveram participação importante e efetiva em todo o processo de proposição, tramitação e aprovação do PL 5587, considerando-se os políticos, como o próprio Deputado Zarattini, autor do PL, e o vereador Adilson Amadeu, por seu trabalho na Câmara Municipal de São Paulo e

presença nas discussões em Brasília; presidentes de associações e cooperativas; e sindicalistas de várias partes do país. Dentre estes, um personagem vem se destacando e recebendo o reconhecimento e o respeito de ampla maioria. Trata-se do presidente da Associação Brasileira das Cooperativas de Motoristas de Táxi (ABRACOMTAXI), Edmilson Americano. Dividindo-se entre a presidência da Guarucoop e da ABRACOMTAXI, Americano jogou um papel fundamental no processo, em boa medida pelo respaldo que sua cooperativa sempre lhe ofereceu e, também, pelo traquejo político que adquiriu ao logo dos últimos anos, quando desempenhou o papel de vereador na cidade de Guarulhos, a segunda maior cidade do estado de São Paulo.

Zarattini e lideranças se reúnem com Rodrigo Maia: PL pautado. tÁxi! EDIÇÃO 88

21


O árduo caminho até a aprovação do PL5587 fica claro nas palavras de Americano: “Sempre lutamos para fazer valer as leis existentes, que proíbem claramente o transporte individual de passageiros com carros particulares. Fomos ao ministério público de 6 estados; ao ministério público federal de 5 ou 6 regiões federais; fomos falar com o Ubiratan Cazzeta, da Procuradoria Geral, Promotor Público que trata de Ações Coletiva, e denunciamos tudo isso; falamos com o Rodrigo Janot;

contratamos pareceres e advogados, gastando muito dinheiro para isso Celso Bandeira de Melo, Cândido Rangel Dinamarco. Não conseguimos, não logramos êxito. E não fomos só nós, da Abracomtaxi: outras entidades também ingressaram com ações, até taxista individual, mas não lograram êxito. O fato é que, mesmo com as leis existentes, proibindo, a Uber funciona, inclusive não clandestinamente, pois, segundo o Judiciário, em São Paulo, em Guarulhos, não são clan-

Deputado Carlos Zarattini na tribuna da Câmara.

Ordem do Dia para discussão na Câmara: em votação, o PL 5587. 22

tÁxi! EDIÇÃO 88

destinos. Eles usam um arcabouço jurídico, uma roupagem de livre iniciativa, usando brechas da legislação, e o judiciário entende que ele é legalizado. Tentar mudar a lei para deixar mais clara ainda, com o Projeto de Lei 5587/2016, que nasceu de um esforço da Abracomtaxi, que estudou artigos que deixavam possível essa interpretação, foi nossa estratégia, contando, claro, com o Deputado Zarattini, que protocolou o projeto”.


Aprovado na Câmara. E agora? Em seu discurso no plenário, Carlos Zarattini, afirmou: “Não queremos impedir o avanço tecnológico. Não somos contra as novas tecnologias e a entrada de novos trabalhadores no mercado. Nosso objetivo é que esses novos motoristas tenham condições de trabalhar e ganhar o seu sustento. Mas, cada vez os motoristas ganham menos e essa multinacional ganha mais”. E o discurso surtiu efeito, seja pelo plenário, seja pelas articulações prévias. Mas é cedo para cantar a vitória da luta do segmento taxista por uma regulamentação honesta da atividade, algo que garanta a dignidade da profissão e respeito aos passageiros, mas, de fato, a aprovação pela Câmara foi um passo importantíssimo. Daqui para frente, há ainda três etapas duríssimas que são a aprovação no Senado, a sanção presidencial e, em isso acontecendo, as discussões em cada um dos municípios que optem por instalar e/ou manter o serviço de

transportes por aplicativos em carros particulares. Serão momentos para a categoria e suas as lideranças se manterem mais mobilizadas que nunca, buscando o contato com senadores, tal qual foi feito com os deputados. E mesmo com todo o otimismo que a aprovação na Câmara trouxe, Americano segue com os pés firmes ao chão e suas palavras revelam isso claramente: “Eu sou favorável à regulamentação porque eu não vejo alternativa.

Se será bom ou ruim, o futuro dirá. Como está é péssimo e morreremos em um a dois anos, se continuar assim. E vamos deixar bem claro: ainda tem o Senado e, depois, sanção presidencial. O problema não se resolverá da noite paro o dia. E, depois da sanção presidencial, com a lei, será preciso pressionar os municípios a regulamentar, colocar limites, regras, pois a lei dá diretriz. Como esta não dá, porque tem sido tudo como a Uber quer”.

Painel Câmara: PL 5587 aprovado.

Nas galerias da Câmara, taxistas festejam aprovação do PL 5587. tÁxi! EDIÇÃO 88

23


24

tÁxi! EDIÇÃO 88


tÁxi! EDIÇÃO 88

25


Programa eletrônico de estabilidade: para manter o carro na linha ros com esse controle eletrônico poderiam reduzir em até 50% o risco e a gravidade dos acidentes. Vale lembrar que na Europa e nos EUA esse já é um item obrigatório, e na vizinha Argentina, o será a partir de 2018. Para o acréscimo desse equipamento, em 2015 a Associação Brasileira de Engenharia Automotiva estimava um aumento entre R$ 1 mil a R$ 2 mil, dependendo do modelo e

M

uita gente af irma que o ex-presidente Collor prestou um bom ser viço ao Brasil quando disse que, nos anos 90, que os veículos fabricados por aqui eram verdadeiras carroças. De lá pra cá muita coisa mudou e, de fato, vários recursos foram agregados aos carros nacionais, mas nem todos. Por exemplo, em 2015, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou Resolução tornando obrigatório o uso de sistema de controle de estabilidade em veículos nacionais e importados vendidos no Brasil. A Resolução determina que fabricantes deverão incluir esse equipamento até 2020, para novos modelos, e até 2022, para todos

26

tÁxi! EDIÇÃO 88

vale lembrar que essa obrigatoriedade é para veículos de passageiros com até oito assentos e veículos de carga para até 3,5 toneladas. os veículos. Esse sistema de segurança garante maior controle do veículo em caos de risco, como curvas em alta velocidade ou pistas pouco aderentes, evitando que o carro saia de sua trajetória correta. Um controle eletrônico, ao perceber perda de aderência dos pneus, aciona os freios ou reduz a rotação do motor automaticamente para evitar que o carro derrape e o motorista perca o controle da direção. A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), lançou, no mesmo ano, a campanha Carro sob Controle, buscando que esse item fosse incluído nos veículos já a partir do segundo semestre de 2017, sob o argumento de car-

Ainda que não tenha chegado a data limite para a implantação desse equipamento, quando você for comprar um carro novo, além dos tradicionais cintos de segurança e airbags, pode valer a pena pesquisar, também, quais modelos estão sendo oferecidos com esse sistema de segurança.

Fonte: Por tal Brasil, com informações da Agência Brasil e do Diário Of icial da União.


tÁxi! EDIÇÃO 88

27


Guias & Roteiros

Da Redação

Rios e cachoeiras para se banhar e vista ao mar... na cidade de São Paulo! Rios límpidos, cachoeiras de águas cristalinas, vida de fazenda e vista ao mar: pode não parecer, mas isso também é São Paulo.

A

Nem parece São Paulo, mas não tem erro: a cidade se estende a quase 70 km do centro, em Engenheiro Marsilac, até fazer divisa com o município de Itanhaém, na área do Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Curucutu. E se estende tanto que, em dias de tempo bom, sem névoa, oferece um incrível terraço paulistano com vista ao mar e ao litoral sul paulista. Bem perto dali, encontramos o último grande rio paulistano com águas limpas, o Capivari, com ótimos locais para banho e, para completar, deliciosas cachoeiras cristalinas em seus afluentes. Em área de Serra do Mar relativamente bem preservada, as chácaras e sítios e o povo local conferem clima rural, onde se encontra boa produção de saborosas hortaliças e outros produtos agrícolas, inclusive orgânicos.

Rio Capivari

como a presença de aldeias indígenas em Parelheiros e a Ilha do Bororé, interligada por balsas até chegar ao município de São Bernardo do Campo. As estradas, a partir de Marsilac, são de terra batida, porém trafegáveis, e vale muito a pena colocar a região no seu radar para excelentes passeios.

mizar a economia local, gerando emprego e renda. Para mais informações sobre a região e suas atrações, um excelente guia pode ser acessado e baixado em www.cidadedesaopaulo.com/ecoturismo. Depois, é se preparar para bons momentos, satisfação e diversão.

Todas essas atrações fazem parte do Polo de Ecoturismo da cidade de São Paulo, criado 2014 como estímulo à sua vocação para o lazer e para dina-

Divulgação

Divulgação

Há, ainda, outras particularidades,

Divulgação

cidade de São Paulo é muito mais que uma selva de pedra e preserva áreas verdejantes, de enorme vitalidade e exuberância, especialmente em seu extremo sul.

Capela de São Sebastião – Ilha do Bororé 28

tÁxi! EDIÇÃO 88

Estrada Rural em Marsilac


tÁxi! EDIÇÃO 88

29


Melhor Serviço Informe Publicitário

Estressado? Faça uma massagem

F

Mais do que uma preocupação com a aparência, o cuidado com si mesmo pode proporcionar vários benefícios para a saúde

30

tÁxi! EDIÇÃO 88

Divulgação

oi-se o tempo em que a preocupação com a própria estética e saúde era coisa de mulher. Hoje, bons centros de estética oferecem diversos serviços, pautados não apenas pela preocupação com a aparência física, mas especialmente para a saúde e bem-estar dos clientes. A massagem e o shiatsu fazem parte desta gama de serviços e são indicados para amenizar dores acumuladas no dia a dia, especialmente na região cervical, e também para relaxamento. “A diferença entre a massagem e o shiatsu é que, enquanto na massagem os movimentos são realizados com cremes e deslizamentos, o

3392-1524


linfática também é indicada para aliviar inchaços e reduzir medidas. “Mas ela não reduz índice de gordura e não deve ser feita em pessoas que já tiveram câncer. Tratamentos estéticos também não são indicados para pessoas que sofrem de dores crônicas, pois, em vez de ajudar, as técnicas podem piorar o quadro que exige avaliação clínica”, adverte a esteticista. Fim à acne Outro serviço muito procurado em centros estéticos que promove uma sensação de bem-estar surpreendente é o de limpeza de pele. No caso de taxistas, o procedimento é importante para ajudar no controle e erradicação da acne (espinhas e cravos), e também para remover as impurezas acumuladas no dia a dia. “Mesmo imperceptível, a poluição da nossa cidade traz uma série de substâncias que entram nos poros da pele. Com a limpeza, a pele do cliente fica livre de impurezas e bastante macia”, finaliza Roseli.

3392-1524

Localizado na Rua Jaboatão, nº 142, a clínica Rose Estética firmou parceria com a Revista TÁXI! com preços promocionais. Uma limpeza de pele, que custa R$ 120 reais, terá um desconto de 50% para taxistas. Aproveite! Divulgação

shiatsu é feito apenas com o polegar, que pressiona os pontos de tensão no corpo, a fim de soltar a musculatura. É indicado para quem tem dores lombares, no ombro e em outras regiões que acumulam tensão”, explica a esteticista Roseli Neves Dias, responsável da clínica Rose Estética. Remoção de impurezas Relaxamento corporal, redução de retenção de líquido e ativação da circulação sanguínea. Estes são os principais benefícios da drenagem linfática, técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático – rede de vasos que movem fluidos pelo corpo. “A técnica é feita com movimentos lentos, que agem como se fossem uma vassourinha no nosso organismo, tirando as impurezas do corpo, hematomas, dores na perna e a retenção de líquido”, continua Roseli. Bastante indicado para taxistas, que passam horas trabalhando na mesma posição e bastante propensos à retenção de líquido, a drenagem

Serviço Rose Estética Rua Jaboatão, 142 - Casa Verde - SP Fone: 11 3392-1524


Desgaste Natural de Componentes

T

Divulgação

odos sabem que há elementos no carro que precisam ser substituídos ou reparados periodicamente ou ao apresentarem desgaste. Vida útil ou quantidade de uso determinam o calendário de troca e/ou manutenção em várias situações. Mesmo um carro sem uso, parado por muito tempo, exige cuidados, e redobrados: como no corpo humano, inatividade é um veneno para a máquina, entupindo dutos, ressecando borrachas, engripando engrenagens.

Quer ver outro? O cinto de segurança que, após muito uso, começa a desfiar. E, claro, carros de trabalho têm muito mais entra e sai que um carro de passeio. O incomodo que causa ou o risco de por uma camisa nova a perder deveriam ser motivo para se pensar em substituir o cinto. Mais um? Esse pode ser de doer. Já aconteceu contigo de perceber o seu banco, 32

tÁxi! EDIÇÃO 88

No final, o importante é saber que tudo nessa vida passa por desgaste, por fadiga de material. E é melhor que isso ocorra nos objetos, para proteger seu corpo desse processo, o máximo possível.

Para completar, esses detalhes, se

Divulgação

Você já deve ter reparado, por exemplo, o desgaste das borrachas dos pedais do carro que, com o uso, ficam lisinhos, sem um risquinho sequer. Qual o problema disso? Não parece grande, a menos que seus sapatos molhados escorreguem na emergência de uma freada. Qual o custo disso? Melhor nem pensar.

não corrigidos, causam, ainda um desgaste no seu bolso na hora de vender o carro usado: por mais que você rigorosamente da manutenção mecânica de seu carro, a aparência conta muito aos olhos de quem vai comprar seu carro.

o do motorista, meio “murcho”? Pois é, acontece. A espuma, como outros tantos materiais, resiste por um tempo e, depois, vai se deformando, perdendo sua condição estrutural. E sabe por que é de doer? Porque com a espuma comprometida, a chance de seu corpo – músculos e coluna, em especial – irem se adaptando ao banco torto é enorme, na tentativa de compensar o desequilíbrio ao qual está submetido.

Divulgação

Por mais que se protele, ninguém discute a necessidade da troca de pastilhas de freio, de pneus ou do óleo. Mas, e os componentes que, mesmo saltando aos olhos, terminamos por negligenciar? Nesses casos, o risco pode ser de acidente, desconforto ou problema de saúde no longo prazo.


tÁxi! EDIÇÃO 88

33


Roda Solta Sampa Street Rua Serra da Saudade: homenagem ao menor município do país

Divulgação

Serra da Saudade, em Minas Gerais, é o menor município brasileiro , de acordo com o Senso 2010 do IBGE. Curiosamente, a Rua Serra da Saudade, fica a cerca de 1 quilômetro da Av. Sapopemba, considerada a maior avenida do Brasil e terceira maior do mundo, com 45 quilômetros de extensão.

Quanta gente! O bêbado saiu da igreja e o padre falou: – Vai com Deus meu filho, e que São Pedro, Santa Luzia, Santo Antônio e Nossa Senhora te acompanhem… O bêbado saiu e pegou sua bicicleta. Logo mais adiante caiu e disse: – Eu sabia que tanta gente na bicicleta não ia dar certo!

34

tÁxi! EDIÇÃO 88


tÁxi! EDIÇÃO 88

35


Revista TÁXI! Ed. 88  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you