Page 1

Edição 91

2017

A Revista do Taxista www.revistataxi.com.br

WHATSAPP: USO E ABUSO

Se mal usado, pode roubar seu tempo e lhe trazer prejuízos

MUNDO TÁXI:

Manutenção do seu táxi é cara? Bora criar uma cooperativa de consumo

MULTAS DE TRÂNSITO:

Indicação de condutor e transferência de pontos pela internet

E MAIS

Shopping Jardim Pamplona: novo espaço com os bons serviços de táxi de sempre


sumário WHATSAPP USO E ABUSO

Capa 20

Mundo Táxi Shopping Jardim Pamplona: casa nova do Ponto 945 Transferência de pontos de multas pode

Mundo Táxi Transferência de pontos de multas via internet

32

ser feita via internet Bora criar uma cooperativa?

10

Agenda O que vai agitar a metrópole nos próximos meses

16

20 Volante Seguro 26 Guias e Roteiros 28 Capa

Whatsapp: uso e abuso.

Manutenção

Preditiva, preventiva e corretiva

Teste para cardíacos

SESC 24 de Maio: novo alento no bom e velho centro da cidade

Manutenção

Manutenção preditiva, preventiva e corretiva

Guias e Roteiros SESC 24 de Maio: novo alento no centro da cidade

08

28

32


A revista do Taxista

EXPEDIENTE

Edição 91

Diretoria

Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón (editora@portodasletras.com.br)

Reflita, organize-se e vá à luta!

Redação Editor Adilson Araújo

para diminuir nossos custos para sermos mais competitivos no mercado do táxi. Bora criar uma cooperativa de consumo é o título da matéria, e a TÁXI! quer abraçar essa ideia contigo. E para participar disso tudo, e da vida como um todo, é preciso de organização interna e a revista fala também um pouquinho sobre o tema. Pra quem gosta do Centro de São Paulo, uma dica: vá conhecer o SESC 24 de Maio que veio pra oxigenar a cultura no centro e que oferece, ainda, um visual fantástico em sua cobertura com piscina e tudo. Enfim, pegue sua revista, tire um pouco de tempo para você mesmo, ref lita, organize-se, anime-se e vamos à luta porque a vida exige isso, a cada novo dia, a cada nascer de sol.

Edição de Arte Agência Flavour’s Reportagem Arnaldo Rocha, Camila Silva e Cida Nogueira Colaborador Davi Francisco da Silva Fotografias de Capa Adilson Souza de Araújo Fotografias Davi Francisco da Silva Fotos da Reportagem Capa Divulgação Projeto Gráfico Editora Porto das Letras Revisão Naira Uehara

Publicidade

Diretor Fábio Martucci Fornerón Fone: (11) 3392-1524 publicidade@portodasletras.com.br

Assessoria jurídica

Paulo Henrique Ribeiro Floriano

Boa leitura!

Comercial

Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Assinaturas e mailling assinatura@portodasletras.com.br

Boa leitura e boa reflexão. Adilson Araújo Diretor da Revista TÁXI!

Impressão

editora fontana Lucas Yuji

A

cada edição, a TÁXI! faz um esforço para lhe entregar um material de boa qualidade gráfica e editorial. A correria do dia a dia e as mudanças cada vez mais rápidas nem sempre contribuem para isso, especialmente numa acidade como São Paulo ou numa categoria que vive sempre sob fortes emoções, como é o caso dos taxistas. E nossas matérias para essa começam por falar de comunicação, sobre o uso do Whatsapp em nosso dia a dia: estamos fazendo bom uso dessa ferramenta que pode ser tão útil? A maioria de nós convive com a realidade dos grupos de comunicação e vale a pena ref letir sobre isso, no sentido de dar um uso mais prático, objetivo e produtivo. Há algum tempo, conversando com Americano, da Guarucoop e Abracontáxi, ele comentou a dificuldade de acompanhar tantas mensagens que chegavam até ele e até me pediu desculpas por não ter encontrado a mensagem que lhe enviei. Mas o que me chamou mais a atenção foi uma ref lexão que ele apresentou sobre pessoas que se auto-intitulam “lideres” apenas por administrar um grupo de whatss. Realmente ele tem razão: além da dificuldade de acompanhar as notícias um grupo desses é muito volátil e o exercício da liderança requer algo mais palpável, inclusive para que a suposta liderança seja considerada representativa da categoria. Outro ponto de destaque da edição é um convite a tomarmos atitudes

MTB 19.069

Tiragem

20.000 exemplares Distribuição Gratuita edição 91, é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua Jaboatão, 142, CEP 02516-010, Casa Verde, São Paulo (SP). Telefone: (11) 3392-1524. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.


TÁXI! EDIÇÃO 91

7 Divulgação

Divulgação


Mundo

Táxi

Shopping Jardim Pamplona: casa nova do Ponto 945

Onde funcionava era apenas o Hipermercado Carrefour, o grupo francês construiu um Shopping integrado ao Shopping, para maior conforto e conveniência dos clientes. Os taxistas comemoram e oferecer o seu melhor serviço a seus passageiros, clientes do shopping, mas criticam a introdução de uma empresa de entregas de compras que, segundo eles, busca operar como táxis, abordando clientes perguntando se querem táxi. Os coordenadores do ponto e Vagner Cardozo, da Associação dos Pontos de Shoppings Centers de São Paulo acionaram o Departamento de Transportes Públicos (DTP), órgão responsável pela regulamentação, criação e fiscalização de pontos de táxi e pontos de carga pela cidade. O diretor do DTP, Sérgio Lanz, agendou diversas reuniões com a empresa, mas seus representantes nunca compareceram. Na última tentativa, em 1º

8

TÁXI! EDIÇÃO 91

de setembro, no Shopping, estiveram presentes Sérgio Lanz e seu assessor, Valter Silva; Adriano e Sandra, representando o Carrefour; Vazmer Silva; Vagner Cardozo, da Associação dos Pontos de Shoppings Centers; e os coordenadores do ponto, senhores Antonio, Edy e Ismael. A ausência dos representantes é tida por muitos como descaso da empresa de transportes para com todos – DTP, taxistas e ao próprio Carrefour. Sobre o tema, José Fernando Ribeiro Neto, taxista do ponto, diz que compreende a permitir a um operador de transportes de carga, mas não os passageiros, já que não são táxis. Além disso, Fernando dá exemplos de como os clientes são prejudicados: “Uma corrida até a Presidente Prudente, custa, no táxi, R$ 8,00. Eles cobram R$ 15,00; ou seja, clandestinos cobram mais! O táxi não cobra pelo bagageiro. Quando todos os clientes souberem, não vão pegar a perua deles para serem transportado como carga, mas o táxi.” Já Ediclésio Dias de Oliveira, o Edy, um dos coordenadores do ponto, acreditar que o certo seria a saída da em-

Divulgação

R

ecém inaugurado, o Shopping Jardim Pamplona Carrefour fez os taxistas do ponto 945, na Rua Pamplona, se sentirem de casa nova, depois de cerca de um ano e meio de obras.

presa: “Creio que o certo é mesmo tirá-los. Eles oferecem o serviço como se fossem táxis, perguntando: ‘O senhor precisa de um táxi? É aqui.’. Quando chega a peruinha, o passageiro fica constrangido de desistir: ‘Se já ta aqui, vai...’”. Em nota, o Carrefour informou que “apura o fato, enquanto reforça que exige de seus fornecedores o cumprimento integral da legislação vigente para o serviço prestado e, diante de eventual inconformidade, emite notificação para ajuste imediato ou substituição, em linha com o seu compromisso com a qualidade dos serviços oferecidos aos seus clientes”.


TÁXI! EDIÇÃO 91

9


Mundo

Táxi

Transferência de pontos de multas pode ser feita via internet Novo serviço digital reduz de dois meses para dez dias o tempo médio do processo.

A

Com isso, passar os pontos da carteira de motorista do proprietário do veículo para o verdadeiro condutor responsável por uma infração, que era solicitada apenas por Correio ou pessoalmente, levará, em média, dez dias, segundo o DSV. No novo portal, o proprietário do veículo multado também poderá acompanhar o andamento do processo. “Esse é mais um passo que a SMT dá no caminho da modernização, viabilizando um serviço com maior rapidez e comodidade ao cidadão, com menos burocracia e maior transparência”, explica o secretário de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda. Além da transferência de pontos, o novo portal DSV permitirá, também, que recursos de multas sejam feitos via internet, tornando a análise da defesa da autuação mais rápida: de três a quatro meses, o processo será concluído, em média, em 15 dias. Economia de Recursos Públicos A transferência da pontuação de multas realizada no chamado “DSV Digital” permitirá economia de recursos públicos, pela digitalização de processos e eliminação do uso de papéis e quando toda a digitalização estiver concluída não serão necessárias salas de arquivos com funcionários para a manutenção dos processos impressos. Esses funcionários poderão atuar em outros setores do DSV. 10

TÁXI! EDIÇÃO 91

Divulgação

Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) disponibilizou o serviço de transferência de pontuação de multas no novo portal do Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV).

Como cadastrar-se no novo site do DSV Quem deve realizar o procedimento é apenas o proprietário do veículo Ter em mãos o RG, CPF, número do Renavan do veículo Acessar o novo portal do DSV pelo link: https://dsvdigital.prefeitura.sp.gov.br Criar um login com CPF e número do Renavam do veículo Preencher dados como nome completo, email, telefone fixo e celular Verificar no email a mensagem da SMT de ativação da conta do novo portal do DSV Ativar a conta no novo portal do DSV por um link enviado ao email cadastrado

Passo a passo para a indicação do condutor Acessar o novo portal do DSV com o login criado Clicar em “Entrar no Sistema” Caso haja mais de um veículo cadastrado, clicar no Renavam do veículo desejado e na opção “Selecionar Veículo” Na lista de infrações, selecionar o item “Indicar Condutor Infrator” Preencher os dados do condutor do veículo no momento da infração: nome completo, CPF, RG, CNH (com a data de validade e Estado em que documento foi emitido) e endereço completo Conferir os dados e clicar em “Avançar” Imprimir o formulário de indicação de condutor Conferir os dados e clicar em “Avançar” Assinar o documento e solicitar que o condutor indicado também assine. Atenção: a assinatura precisa ser exatamente igual à que consta na CNH Digitalizar no formato JPG ou PNG o formulário assinado por ambas as partes, além da a CNH do condutor infrator e o RG ou a CNH do proprietário do veículo

Anexar a documentação. Atenção: a cópia de cada documento precisa ser anexada nos locais indicados Enviar a documentação Será emitido um número de protocolo que possibilita o andamento do processo no novo portal do DSV Para acompanhar o processo, basta clicar na infração e na opção “Ver Detalhes”

Vídeo explicativo

A SMT disponibilizou ainda um vídeo explicando o passo a passo do cadastro no site e como realizar a indicação de condutor.


Divulgação

TÁXI! EDIÇÃO 91

11


Mundo

Táxi

O

s taxistas foram especialmente afetados pela crise, tanto pelo aumento de concorrência predatória, quanto pela diminuição dos negócios e, consequentemente, de corridas. Não por acaso, ouvem-se queixas quanto ao custo de manutenção do carro –ferramenta de trabalho – e de si mesmo, no dia a dia da profissão. Só reclamar não resolve. É preciso tomar as rédeas da situação e do destino e buscar alternativas. E uma alternativa é a cooperativa, que permitem a união dos pequenos recursos individuais de cada um para que o montante seja expressivo e permita melhores negociações. Cooperativa é uma forma de associação entre pessoas com objetivo comum para gerar benefícios iguais a cada um dos cooperados. A ação coletiva e mútua é o que move uma cooperativa, com igual investimento e retorno entre membros. Basicamente, há três tipos de cooperativas: a de crédito, de produção e de consumo. Elas buscam, respectivamente, melhorar as condições de financia12

TÁXI! EDIÇÃO 91

mento para atividades profissionais; melhorar a produtividade para aumentar a oferta e a demanda por produtos e/ou serviços que a cooperativa possa oferecer ao mercado; e a promover a redução de gastos a partir de melhores e maiores negociações com fornecedores. Cooperativas exigem trabalho, disciplina, seriedade e respeito, mas pode trazer bons resultados. Imagine que você lave seu táxi toda semana, por R$ 20,00 reais, e que sua cooperativa de consumo consiga um a redução de R$ 5,00 aos cooperados. Aparentemente o valor é pequeno, mas se pensarmos nas 52 semanas do ano faremos uma economia de R$ 260,00. Quantos produtos e serviços existem para para negociações semelhantes? Novas iniciativas, novos ventos Com alegria vemos surgir iniciativas na categoria, ainda que tímidas, no sentido de ajustar recursos e gastos, algo essencial para investir na profissão e seguir competitivo no mercado. Uma delas é o trabalho pela criação de uma Cooperativa de Consumo, encabeçada por Clóvis Guarnieri, há 16 anos taxista.

Com os pés no chão, ele vem buscando pequenos acordos com fornecedores do segmento taxista e batalhando para conseguir pessoas suficientes para formalizar a Cooperativa. Em suas palavras, “é preciso fazer alguma coisa e estamos começando de forma pequena, mas possível e sustentável”. Outro entusiasta da Cooperativa, Davi Francisco da Silva chama a atenção para que todos aprendamos a consumir bem, com controle de todos os gastos e as variáveis sobre eles. “Com minha planilha de custos, sei o valor exato de cada km rodado e muito mais. Posso até, por exemplo, saber que os pneus precisam ser calibrados ao perceber a diminuição do rendimento do combustível”. Se você se anima com a ideia, escreva para o email cooperativa@revistataxi. com.br para maiores informações. A Revista TÁXI!, mais que apoiar essa idéia, quer fazer a coisa acontecer. Então, bora criar uma cooperativa de consumo?

Divulgação

Bora criar uma cooperativa?


TÁXI! EDIÇÃO 91

13


14

TÁXI! EDIÇÃO 91


TÁXI! EDIÇÃO 91

15

Divulgação

Divulgação


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em setembro Confira a agenda dos principais eventos da cidade que é tudo de bom! Programe-se para aproveitar o melhor de São Paulo. Para mais informações, acesse o site: visitesaopaulo.com

15 e 16 de setembro ORTONEWS 2017 Local: Centro de Convenções Rebouças

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

15 e 16 de setembro II CONGRESSO BRASILEIRO DE CASOS CLÍNICOS Local: Grande Hotel Campos do Jordão 15 e 16 de setembro GINECOUSP 2017 - CURSO DE RECICLAGEM EM GINECOLOGIA ENDÓCRINA Local: Centro de Convenções Rebouças

15 a 17 de setembro ISPOR 6TH LATIN AMERICA CONFERENCE Local: Hotel Transamérica São Paulo

sexta 15 de setembro a 15 de outubro SÃO PAULO RESTAURANT WEEK Local: Principais Restaurantes da Cidade de São Paulo

sábado

domingo

segunda

terça

16 de setembro I SIMPÓSIO DE CUIDADOS PALIATIVOS DO HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN Local: Hospital Israelita Albert Einstein - Auditório Kleinberger

18 a 20 de setembro CONGRESSO INTERNACIONAL ESAÚDE & PEP 2017 Local: Centro de Convenções Rebouças

19 a 21 de setembro 35ª EXPO BRASIL FEIRA Local: Expo Center Norte

quarta

19 e 20 de setembro SPDOR - SIMPÓSIO PAULISTA DE CONTROVÉRSIAS NO TRATAMENTO DA DOR NO CÂNCER Local: WZ Hotel Jardins

quinta

21 a 23 de setembro II CONGRESSO INTERNACIONAL DE ENGENHARIA CLÍNICA E GESTÃO DE TECNOLOGIA EM SAÚDE Local: Hospital Sírio-Libanês - Instituto de Ensino e Pesquisa 21 a 26 de setembro SÃO PAULO BOAT SHOW Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 21 a 24 de setembro FEIPESCA - FEIRA INTERNACIONAL DE PESCA ESPORTIVA Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

16

TÁXI! EDIÇÃO 91

15 a 17 de setembro 3ª MOBILITY & SHOW Local: Campo de Marte

15

16 e 17 de setembro 29º FEST´UP - FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE PROPAGANDA Local: FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado

16 17

17 de setembro KWC BRASIL - CAMPEONATO MUNDIAL DE KARAOKÊ Local: Tropical Butantã

18 19 20 21

19 a 21 de setembro LATIN AMERICAN UTILITY WEEK 2017 Local: Transamerica Expo Center 19 a 21 de setembro CHINA HOMELIFE E MACHINEX BRAZIL 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 19 de setembro AU BRASIL 2017 - AUTODESK UNIVERSITY Local: WTC Events Center 20 e 21 de setembro IN-COSMETICS LATIN AMERICA 2017 Local: Expo Center Norte 20 de setembro 2º MEGA TRAINING FARMA Local: Expo Center Norte 21 a 23 de setembro SALÃO LATINO-AMERICANO DE VEÍCULOS HÍBRIDOSELÉTRICOS, COMPONENTES E NOVAS TECNOLOGIAS Local: Expo Center Norte

21 de setembro FÓRUM INTERNACIONAL ABA MÍDIA Local: Renaissance São Paulo Hotel


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em setembro 22 e 23 de setembro V CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESTÉTICA OROFACIAL Local: Associação Paulista de CirurgiõesDentistas

22 e 23 de setembro URB TRADE SHOW Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

22 e 23 de setembro GERO 2017 - SIMPÓSIO ANUAL DO SERVIÇO DE GERIATRIA DO HC-FMUSP Local: Centro de Convenções Rebouças

22 e 24 de setembro BRASIL CYCLE FAIR Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

sexta

23 e 24 e setembro NAC BRASIL - NATIONAL ACHIEVERS CONGRESSS Local: Transamerica Expo Center

23

sábado

segunda

terça

quarta

quinta

sexta

sábado

22

26 a 29 de setembro 51º CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA CLÍNICA E MEDICINA LABORATORIAL Local: Palácio das Convenções do Anhembi 26 a 29 de setembro 17º FENAF E CONAF Local: Expo Center Norte 27 a 29 de setembro 45ª ABAV E 48º ENCONTRO COMERCIAL BRAZTOA Local: Expo Center Norte 28 a 30 de setembro THE BOARD TRADER SHOW 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 29 e 30 de setembro CIMO - 2º CURSO DE IMERSÃO EM METABOLISMO ÓSSEO Local: Bourbon Convention Ibirapuera 29 e 30 de setembro FÓRUM NACIONAL DE AGRONEGÓCIOS Local: Royal Palm Hotels & Resorts

30 de setembro a 3 de outubro VII CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM PEDIÁTRICA E NEONATAL Local: Maksoud Plaza Hotel

25 26 27 28

25 e 26 de setembro CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DA DIVERSIDADE E TURISMO LGBT Local: Teatro Sérgio Cardoso

26 a 28 de setembro ANALÍTICA LATIN AMERICA Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 26 de setembro FÓRUM NACIONAL DE NUTRIÇÃO Local: Grand Hyatt São Paulo 27 a 30 de setembro IFIC APECIH - 17TH CONGRESS OF THE INTERNATIONAL FEDERATION OF INFECTION CONTROL Local: Centro de Convenções Rebouças 27 a 29 de setembro 47º CONGRESSO MUNDIAL DA IAFEI E 28º CONEF Local: Hotel Unique

29

29 e 30 de setembro EMAIL MARKETING SUMMIT 2017 Local: Faculdade Cásper Líbero

30

29 e 30 de setembro 1ST INTERNATIONAL TECH CONFERENCE Local: Centro de Convenções Rebouças

30 de setembro a 1 de outubro SALÃO DO ESTUDANTE Local: Tivoli Mofarrej - São Paulo

TÁXI! EDIÇÃO 91

17


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em outubro

1 a 3 de outubro ASIAN & SEA FOOD SHOW Local: Expo Center Norte

1 e 2 de outubro JDM 2017 - JORNADA DE MICROPIGMENTAÇÃO Local: Centro de Convenções Rebouças

domingo

segunda

terça

quarta

quinta

2 a 6 de outubro CONGRESSO ABES E FENASAN Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 2 a 6 de outubro ABM WEEK 2017 Local: Centro de Eventos PRO MAGNO 3 a 7 de outubro 7ª BRAZIL ROAD EXPO Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 4 a 8 de outubro EXPOMUSIC 2017 Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi 4 a 7 de outubro XIX CONGRESSO PAULISTA DE NEFROLOGIA Local: Bourbon Convention & Spa Resort Atibaia

01 02 03 04 05

2 a 5 de outubro FUTURECOM - BUSINESS TRADE SHOW E CONGRESSO INTERNACIONAL Local: Transamerica Expo Center

3 a 5 de outubro TUBOTECH E WIRE SOUTH AMERICA Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 3 a 5 de outubro ABRAFATI 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 3 de outubro 4º FÓRUM NACIONAL DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO Local: Hilton São Paulo Morumbi 4 a 7 de outubro V LASID MEETING Local: Maksoud Plaza Hotel 4 e 5 de outubro PHILIPS CONNECT DAY Local: Centro de Convenções Rebouças

5 a 7 de outubro VI CONGRESSO MUNDIAL AIOI Local: Itaú Unibanco Clube

18

TÁXI! EDIÇÃO 91

5 a 7 de outubro 40º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO ESPORTE Local: Centro de Convenções Rebouças


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em outubro 6 e 7 de outubro SIMPÓSIO DE CITOPATOLOGIA DO HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN Local: Hospital Israelita Albert Einstein Auditório Kleinberger

6 a 8 de outubro XIX CONGRESSO FARMACÊUTICO DE SÃO PAULO Local: Centro de Convenções Frei Caneca

sexta

9 a 11 de outubro 25ª CONVECON - CONVENÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO Local: Expo Center Norte

segunda

quarta

quinta

06

9 a 11 de outubro XIII SEMINÁRIO INTERNACIONAL PROCOAS Local: Escola Politécnica da USP

09

11 a 15 de outubro BGS - BRASIL GAME SHOW Local: Expo Center Norte

9 a 11 de outubro III CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA DA REDE GLOBAL DE HOSPITAIS VERDES E SAUDÁVEIS Local: Centro de Convenções Rebouças

11 12

12 a 15 de outubro EXPO NOIVAS & FESTAS 2017 Local: Expo Center Norte

13

sexta

domingo

13 e 14 de outubro 3º STONE - SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ENDOUROLOGIA - UROUSP Local: Centro de Convenções Rebouças

11 a 14 de outubro 18º CONGRESSO BRASILEIRO DE ATUALIZAÇÃO EM NEUROCIRURGIA Local: Centro de Convenções Frei Caneca 12 e 13 de outubro 6TH INTERNATIONAL ADRENAL CANCER SYMPOSIUM Local: Transamerica Expo Center

15 16

segunda

15 a 20 de outubro IDA 2017 - WORLD CONGRESS ON WATER REUSE AND DESALINATION Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

16 a 20 de outubro FENATRAN Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 16 a 19 de outubro MOVIMAT Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

Agenda de eventos: O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma Fundação sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, sua missão é promover, captar, gerar e incrementar eventos que aumentem o fluxo de visitantes a São Paulo. As datas e locais dos eventos podem ser alterados, consulte sempre a agenda de eventos no site do São Paulo Convention & Visitors Bureau: visitesaopaulo.com - atendimento@visitesaopaulo.com

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

TÁXI! EDIÇÃO 91

19


Capa

Matéria de Capa

Por Adilson Souza de Araújo

WHATSAPP: USO E ABUSO Divulgação

Se mal usado, pode roubar seu tempo e lhe trazer prejuízos

A

s mídias sociais são ferramentas importantíssimas e chegaram para ficar, cada uma delas com características e objetivos diferentes. Com bom uso, podem trazer benefícios imensos, mas o abuso pode causar prejuízos ou, quando pouco, incomodar e atrapalhar as demais pessoas envolvidas, já que as mídias sociais são, por definição, ferramentas que disseminam idéias e informações rapidamente, quase sempre com o objetivo de atingir um grande número de pessoas. A chegada do Whatsapp, uma espécie de evolução dos SMS, permitiu a comunicação via mensagens privadas, de pessoa a pessoa, e a grupos. Até aí, muito bom, mas, sem os devidos cuidados, isso pode se transformar em algo indesejável. Em boa medida, o Whatsapp substituiu o uso do telefone, concentrando mensagens escritas, de áudio, vídeo, telefone e vídeochamada. Recentemente, o Whatsapp chegou a ser tem20

TÁXI! EDIÇÃO 91

porariamente proibido no Brasil e isso demonstrou o nível de importância que a plataforma atingiu junto aos brasileiros. Para essa matéria, a Revista TÁXI! conversou com duas pessoas que têm no aplicativo uma ferramenta diária e apontam prós e contras. Alexandre Soares da Fonseca, taxista há 16 anos, sempre ponto livre, fez do Whatsapp uma ferramenta fundamental para seu trabalho: Whatsapp uma ferramenta fundamental para seu trabalho: “Com a concorrência, é preciso focar, me dedicar ainda mais ao trabalho e ficar atento ao passageiro de rua e aplicativos. Para a maioria dos clientes fixos, uma carteira com mais de 100, eu criei uma linha de comunicação via Whatsapp para mantê-los informados. Converso quase diariamente com eles.” Alexandre destaca, também, aspectos negativos, na maioria das vezes em grupos: “Há quem envie pornografia e

muito conteúdo inútil, mesmo em grupos de trabalho”. Diante da enxurrada de mensagens inúteis e inoportunas que sobrecarregam o celular e consomem a franquia de internet, as pessoas desenvolvem estratégias para selecionar as mensagens que vão ler, mas sabem que correm o risco de perder algo importante. “Antes eu acompanhava mais. Hoje, só se tenho tempo olho os grupos. O Whatsapp virou vício, não só para o taxista; ele perde corridas do aplicativo ou do cliente ligando, especialmente se trabalha com cliente fixo”. Alexandre destaca ainda a aproximação que o Whatsapp permite: “A gente cria um vínculo de amizade, de companheirismo. O passageiro acaba enviando até solicitação de amizade no Face. Mais que cliente, ele se torna amigo.” Segundo Alexandre, o Whatsapp já ajudou a resolver situações de pas-


Ela vê benefícios na plataforma, sem se esquecer de problemas que pode desencadear: “Atendo clientes, mesmo quando estou com outros passageiros, sem falar ao telefone; tenho mensagens rápidas e notícias de quem está distante. Mas há muita mensagem inútil, que não param de tocar. Eu perdi corridas de aplicativos ou mesmo do Whatsapp. Tem quem perde até corrida na rua, preocupado com o Whatsapp”. Para ela, os problemas acontecem mais nos grupos. “Cheguei a estar em 32. Hoje, só estou no do Sopão e com ele a gente pede doação, faz agradecimentos. Começamos com 5 taxistas com uma ideia minha: um final de semana sem balada e usar o dinheiro para dar alimento ao pessoal na rua. Saíamos todo fim de semana, gastando 500, 600 reais. Hoje, servimos sopão a cada 2 semanas e a turma se encontra pra falar e pra dar ideias”.

Para quem, eventualmente, não tem como escrever, há o recurso de ditar para a plataforma e ela se encarrega de escrever a mensagem.

Mensagens de áudio, por exemplo, são muito rápidas para quem fala, para quem as envia, mas podem tomar muito tempo de quem vai ouvi-las e, quase sempre, tem que ir até o final para saber se o conteúdo é mesmo pertinente.

Conhecer os recursos do aplicativo e um pouco de etiqueta e boas normas de comportamento valem a pena e, certamente, pode evitar embaraços.

Divulgação

Fabiana Aparecida Sala Silva é taxista da Chame Táxi e promove uma ação social, o Sopão aos moradores de rua, com um grupo de amigos taxistas.

Há claros benefícios em usar o Whatsapp, mas o bom senso deve prevalecer em benefício da comunicação e da produtividade da maioria.

Fabiana Aparecida Sala Silva: grupo Whatsapp apenas se for focado, sem de tempo ou corridas Divulgação

sageiros, como quando os filhos de um deles, que estava numa reunião importante, tiveram problemas a caminho da escola e, através de mensagens, conseguiram acertar tudo.

Fabiana reconhece que, mesmo num grupo focado como o do Sopão, há problemas com excesso e adequação das mensagens: “Tem muitos ‘bom dia’, ‘boa tarde’, mas 80% são mensagens focadas: a doação de um passageiro; o contato com alguém importante que vai nos ajudar; uma agenda com o vereador Adilson Amadeu ou com o CEAGESP. Há quem reclame que ‘no grupo não se fala bom dia...’, mas 100 ‘bom dia’ atrapalham. Se quer mandar cumprimento, mande via Face e quem quiser vai ver. Não pode ter dez vezes o mesmo filme, reenviados à toa.” A reflexão de Fabiana não veio de graça: “Eu ia levar uma cliente pra Campos do Jordão, corrida boa, mas não vi a mensagem dela. Perdi uns 500 paus... Foi quando saí dos 32 grupos que eu fazia parte”.

Alexandre Soares da Fonseca: linha de comunicação via Whatsapp para manter os clientes em contato. TÁXI! EDIÇÃO 91

21


Por Felipe Brugg www.felipebrugg.com/2015/10/Regras-de-etiqueta-para-utilizacao-do-Grupo-do-Whatsapp-da-Cacicopar-acet.html 22

TÁXI! EDIÇÃO 91


TÁXI! EDIÇÃO 91

23


Seu táxi na

ponta do lápis

Da Redação

Não perca dinheiro: aprenda a se organizar! A análise de nossos prejuízos financeiros revela que boa parte deles se deve à nossa desorganização

N

Divulgação

ão há como escapar: quem tem problemas para se organizar no trabalho, na vida doméstica ou mesmo nas relações pessoais vai pagar um preço por isso. Vai perder tempo e dinheiro. Você já tentou calcular quanto perde a cada mês pagando multas por contas fora do prazo? Aparentemente, são valores pequenos, mas, e se juntar R$7,00, pelo atraso da conta de luz, mais R$5,00 pelo atraso no pagamento da internet, TV a cabo ou celular? Vai perceber que, ao contrário do que parece, o valor é bastante significativo e, o pior, é um dinheiro literalmente jogado fora. Por falar em jogar dinheiro fora, você seria capaz de contabilizar os valores que perde diariamente por não ter cuidado onde deixa moedas, ou mesmo dinheiro em notas ou cheques? Valores que literalmente desaparecem em meio a pastas e arquivos bagunçados ou cadernos de anotações? Considere ainda os reembolsos que se esqueceu de pedir e perdeu o prazo para solicitar. Coloque suas compras sob controle Pode parecer que não tem uma ligação direta, mas manter as compras sob controle é uma etapa fundamental no processo de organização pessoal. Nada pode ser mais saudável para sua saúde financeira do que criar o hábito de questionar a real necessidade do que está comprando. Muitas vezes, o desejo de comprar não tem nada a ver com alguma necessidade real e, em pouco tempo, poderá estar com dificuldades para quitar suas contas. Outro aspecto que pode trazer per24

TÁXI! EDIÇÃO 91

das indesejáveis para suas finanças é não contar com uma organização adequada para seus papéis e documentos. Perder um contrato ou um recibo de pagamento poderá ter um custo bastante elevado. A solução aqui pode ser desde a escolha de um único lugar para colocar todos os seus documentos ou catalogar em diferentes pastas: contratos de aluguel, documentos do carro, contratos de financiamentos, apólices de seguro e outros. Aprenda a poupar tempo e dinheiro Existem ainda despesas que no dia a dia nunca prestamos atenção e que são um verdadeiro escoadouro para o nosso caixa. Neste quesito pode incluir os cafezinhos que toma durante o dia, o jornal ou revista que compra na banca, custos de estacionamento ou zona azul quando eles são necessários. Vale a pena você estabelecer a rotina de anotar todos os gastos que

realiza no seu dia. Lembre-se que não existe almoço grátis. Ao final do mês, terá uma resposta clara para a tradicional pergunta: “onde gastei o meu dinheiro?” Aliás, você sabe quanto o seu banco cobra mensalmente de taxas e diferentes tarifas? O nosso bem mais precioso e que nunca poderá ser reposto, mas que também é fortemente impactado pela nossa desorganização, é o tempo. Desde aqueles minutos que você perde procurando a carteira com documentos que nunca sabe onde colocou, a agenda com o contato daquele cliente que você precisa ir buscar, até mesmo quando não tem ideia de onde colocou as chaves do carro. Esse é o seu tempo, não é outro. Por isso, estabelecer um padrão de organização pode ser essencial para que você o gaste de uma maneira um pouco mais útil ou divertida.


TÁXI! EDIÇÃO 91

25


Teste para cardíacos Paulistanos estressados com o trânsito caótico da cidade precisam desenvolver a paciência e, quem sabe, combater o problema com um sorriso no rosto Divulgação

contar, é claro, nos tradicionais e indispensáveis passatempos. Como livros, música e outros. No entanto, há algo ainda melhor do que isso. Psicólogos do Trânsito

“O trânsito pode ser considerado sim uma fonte de estresse. Muitas vezes, no trânsito, o cidadão extravasa seus sentimentos. Geralmente isso acontece porque elas estão atrasadas e com pressa. O trânsito não colabora com isso”, declara a Drª. Raquel Almqvist, chefe do departamento de psicologia de trânsito da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego. Preservar o senso de respeito pelo outro Segundo Almqvist é comum surgirem doenças decorrentes do estresse: dificuldade para dormir, irritação, falhas de memória, entre 26

TÁXI! EDIÇÃO 91

outras. Mas o estresse no trânsito também possui os seus problemas específicos. “No trânsito as pessoas são definitivamente mais impacientes. Dentro do carro, o cidadão tende a se sentir mais protegido, inatingível. O senso de respeito pelo próximo diminui”, explica a psicóloga. Almqvist ainda dá algumas dicas para lidar com esse ponto negativo da cidade. De acordo com ela, não há solução melhor do que se adaptar à situação. O cidadão deve saber o tempo que irá gastar e desenvolver o máximo possível de paciência. Sem

“Nossa principal missão é conseguir diminuir o estresse dos motoristas, alegrando e melhorando o trajeto que cada um faz daquele farol em diante, usando o bom humor e a arte do clown [palhaço em inglês]”, diz Brandão. “Se o motorista, com o nosso número, se alegrar pelo menos um pouco, temos a certeza que no próximo cruzamento, ele estará mais tolerante! Por exemplo: Dará passagem para quem entrou sem dar seta”, afirma. “Essa é a nossa contribuição, tentar amenizar as brigas que são causadas por um mínimo detalhe”, conclui com alegria. Divulgação

E

m São Paulo a concentração de estresse por metro quadrado é densa. As pessoas vivem correndo, repletas de compromissos, obrigações e prazos. Seja no trabalho, na rua, ou no trânsito. Aliás, essa última opção é um dos principais fatores do estresse, e diariamente faz com que milhões de paulistanos mergulhem no descontrole emocional.

Inspirado nos Doutores da Alegria – grupo que leva a emoção circense para diversos hospitais -, Guilherme Brandão convidou dois amigos, Marcos Bordenalli e Thiago Velloso, e resolveram montar um grupo que também trabalhasse a alegria, mas, para diminuir o caos e o mau humor do trânsito.


2017

TÁXI! EDIÇÃO 91

27


Guias & Roteiros

I

Da Redação

SESC 24 de Maio: novo alento no bom e velho centro da cidade

Divulgação

naugurado em agosto, o SESC 24 de Maio chegou para oxigenar as ruas do centro da cidade, um lugar que precisa e merece ser valorizado e ocupado pela população. O conceito arquitetônico é assinado por Paulo Mendes da Rocha, reconhecido internacionalmente por sua arquitetura social e humanista.

Em 13 andares comunicados e integrados por rampas, há atrações para todos os gostos e idades. Na cobertura, uma piscina semiolímpica, com capacidade para 400 pessoas, oferece uma vista panorâmica da cidade. Concreto, vidro e ferro formam a base do edifício e há apenas uma cor no projeto: o rosa antigo, inspirado no período histórico de construção da cidade, que aparece apenas em dois pavimentos. A ideia é que o Sesc 24 de Maio reflita e se relacione visualmente com o entorno e que o colorido seja trazido pelos públicos. O conceito de espaço permeável à cidade aparece em diversos momentos, com aberturas na estrutura que permitem comunicação entre espaços de fora e de dentro – que significa que, em alguns lugares, pode entrar sol e chuva! E um desses lugares é uma parede de escalada, localizada no oitavo andar, aberta ao uso do público disposto a treinar um esporte radical. 28

TÁXI! EDIÇÃO 91

As duas entradas – na rua 24 de Maio e Dom José de Barros, foram planejadas para que o andar térreo da unidade seja uma extensão da rua, aberto aos pedestres da região. No 11º andar, um respiro em meio à correria do centro, é possível tomar um café e olhar a cidade através do espelho d’água. Do mesmo modo, um pavimentos é inteiramente ocupado pela Área de Convivência onde o público pode experimentar o puro ócio em “conversadeiras” - bancos feitos de aço, muito confortáveis, também assinados por Paulo Mendes da Rocha.

o Teatro Municipal, a Praça das Artes, a Galeria Olido, entre tantos outros. Além disso, a atividade comercial da região também é intensa, diversa, em constante transformação. As Galerias do Rock e do Reggae são vizinhas. Encontra-se de tudo: de roupas a equipamentos fotográficos. Nas ruas, o comércio ambulante grita promoções, expõe bijuterias, exibe-se em homens-placa. Programe uma visita ao Sesc 24 de Maio. Você vai se apaixonar pelo lugar, pelas atividades e pelo ambiente. Divulgação

A unidade ocupa o antigo prédio da Mesbla, fechado em 1998, que passou por um grande esforço de modernização concebido por Mendes da Rocha e o escritório de arquitetura MMBB para adequá-lo ao Sesc. Segundo Marta Moreira, da MMBB, os dois primeiros anos da obra, de 2009 a 2011, foram praticamente dedicados à resolução de problemas logísticos, visto que o canteiro de obra ficava dentro do próprio edifício.

As possibilidades de atividades e atrações na unidade são infinitas, a começar por quatro salas dedicadas a oficinas para práticas de atividades manuais. Para explorar todos os andares e salas da unidade é preciso uma boa dose de energia. Para isso, a querida Comedoria do Sesc surge em três pontos. No segundo andar, o restaurante vai oferecer refeições por peso e, após o horário de almoço, funcionará como cafeteria. Há ainda um café no subsolo, junto ao Teatro, e outra cafeteria no 11º andar. A unidade está ao lado de ícones históricos, arquitetônicos e culturais: a Praça da República, o edifício Copan,

Serviço Sesc 24 de Maio Rua 24 de Maio, 109, Centro São Paulo - SP CEP: 01041-001 Horário de funcionamento: Terça a sábado 9h às 21h Domingo e feriado 9h às 18h


TÁXI! EDIÇÃO 91

29


Melhor Serviço Informe Publicitário

Estressado? Faça uma massagem

F

Mais do que uma preocupação com a aparência, o cuidado com si mesmo pode proporcionar vários benefícios para a saúde

30

TÁXI! EDIÇÃO 91

Divulgação

oi-se o tempo em que a preocupação com a própria estética e saúde era coisa de mulher. Hoje, bons centros de estética oferecem diversos serviços, pautados não apenas pela preocupação com a aparência física, mas especialmente para a saúde e bem-estar dos clientes. A massagem e o shiatsu fazem parte desta gama de serviços e são indicados para amenizar dores acumuladas no dia a dia, especialmente na região cervical, e também para relaxamento. “A diferença entre a massagem e o shiatsu é que, enquanto na massagem os movimentos são realizados com cremes e deslizamentos, o

3392-1524


linfática também é indicada para aliviar inchaços e reduzir medidas. “Mas ela não reduz índice de gordura e não deve ser feita em pessoas que já tiveram câncer. Tratamentos estéticos também não são indicados para pessoas que sofrem de dores crônicas, pois, em vez de ajudar, as técnicas podem piorar o quadro que exige avaliação clínica”, adverte a esteticista. Fim à acne Outro serviço muito procurado em centros estéticos que promove uma sensação de bem-estar surpreendente é o de limpeza de pele. No caso de taxistas, o procedimento é importante para ajudar no controle e erradicação da acne (espinhas e cravos), e também para remover as impurezas acumuladas no dia a dia. “Mesmo imperceptível, a poluição da nossa cidade traz uma série de substâncias que entram nos poros da pele. Com a limpeza, a pele do cliente fica livre de impurezas e bastante macia”, finaliza Roseli.

3392-1524

Localizado na Rua Jaboatão, nº 142, a clínica Rose Estética firmou parceria com a Revista TÁXI! com preços promocionais. Uma limpeza de pele, que custa R$ 120 reais, terá um desconto de 50% para taxistas. Aproveite! Divulgação

shiatsu é feito apenas com o polegar, que pressiona os pontos de tensão no corpo, a fim de soltar a musculatura. É indicado para quem tem dores lombares, no ombro e em outras regiões que acumulam tensão”, explica a esteticista Roseli Neves Dias, responsável da clínica Rose Estética. Remoção de impurezas Relaxamento corporal, redução de retenção de líquido e ativação da circulação sanguínea. Estes são os principais benefícios da drenagem linfática, técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático – rede de vasos que movem fluidos pelo corpo. “A técnica é feita com movimentos lentos, que agem como se fossem uma vassourinha no nosso organismo, tirando as impurezas do corpo, hematomas, dores na perna e a retenção de líquido”, continua Roseli. Bastante indicado para taxistas, que passam horas trabalhando na mesma posição e bastante propensos à retenção de líquido, a drenagem

Serviço Rose Estética Rua Jaboatão, 142 - Casa Verde - SP Fone: 11 3392-1524


Manutenção preditiva, preventiva e corretiva Divulgação

Na hora da manutenção, a confiança no mecânico é tão importante quanto o preço do serviço.

Q

uem trabalha no trânsito precisa de serviços automotivos para a manutenção do seu veículo com garantia de segurança, rapidez e comodidade. Numa cidade como São Paulo, a lista de oficinas é quase interminável, até porque há serviços especializados em diferentes áreas: mecânica, ar-condicionado, funilaria, pintura, suspensão, escapamentos e muito mais, cada uma delas tentando conquistar a simpatia dos clientes. Custo médio de mão de obra O preço médio dos serviços é uma referência importante antes de definir por uma oficina, mas, a principal dica é que o motorista estabeleça uma relação de confiança com seu mecânico para realizar os serviços. 32

TÁXI! EDIÇÃO 91

Escolhida a oficina e realizado o reparo ou manutenção, o taxista deve, ainda, pedir a nota fiscal da peça que foi colocada no veículo e exigir o certificado de garantia da mesma para, em caso de defeito, efetuar a troca.

de condução que o motorista imprime ao veículo, e essa vida útil pode ser definida a partir do tempo de uso e/ou da quilometragem rodada.

Por último, é importante seguir as recomendações contidas no manual do fabricante para fazer as revisões no período indicado.

No entanto, é preciso ter em mente os três diferentes estágios da manutenção: a preditiva, que leva em conta apenas a vida útil estimada pelo fabricante da peça; a preventiva, que deve contar com o olhar clínico do próprio motorista e de seu mecânico para identificar os sinais de início de mau funcionamento ou avaria; e, por último, a corretiva, que, em geral, sai muito mais cara porque, além do custo com mão de obra e peças, pode levar a um tempo importante parado e até do guincho.

Vale lembrar que cada peça, componente ou conjunto de seu carro tem uma vida útil estimada, mas isso depende do tipo e intensidade do uso do carro e mesmo da forma

Então, fique atento às exigências e necessidades de seu carro, à qualidade dos serviços e honestidade de seu mecânico e aos preços camaradas que ele possa lhe oferecer.

É importante lembrar que a manutenção preventiva custa, em média, 30% a menos do que a corretiva, além de garantir a segurança do veículo. Dados mostram que 30% dos acidentes são causados por falta de manutenção.


TÁXI! EDIÇÃO 91

33


34

TÁXI! EDIÇÃO 91


TÁXI! EDIÇÃO 91

35


Revista TÁXI! Ed. 91