Page 1

Edição 90

2017

A Revista do Taxista www.revistataxi.com.br

ENCONTRO DIA DO TAXISTA 2017

MUNDO TÁXI:

Regulamentação dos aplicativos na cidade de São Paulo

e mais

Roda Solta: Lições da Copa de 2014 Volante Seguro: Cuidado quando o sono bater


sumário Encontro Dia do Taxista 2017

Capa 20

Mundo Táxi Dossiê nada secreto da UBER Publicadas normas obrigatórias ao

Mundo Táxi Regulamentação dos aplicativos em São Paulo e muito mais

32

transporte individual de passageiros Sindicato dos Taxistas lança aplicativo

08

Agenda

16 Capa 20 Volante Seguro 26 Guias e Roteiros 14 Manutenção 32 O que vai agitar a metrópole nos próximos meses

Encontro Dia do Taxista 2017

Manutenção

Ignição eletrônica: Cuide bem do coração do seu carro

Cuidado! Sono a bordo.

Alimentos como atração principal

Cuidados com a ignição eletrônica

Guias e Roteiros Ceagesp: os alimentos como atração principal

08

14


A revista do Taxista

EXPEDIENTE

Edição 90

Diretoria

Adilson Souza de Araújo Davi Francisco da Silva Fábio Martucci Fornerón (editora@portodasletras.com.br)

A revista táxi chegou à sua Edição nº 90!

Editor Adilson Araújo MTB 19.069

nizar o cenário do transporte individual de passageiros. Os aplicativos, que querem tudo menos respeitar leis, já estão reclamando, de modo que a categoria precisa se manter atenta e coesa para exigir o respeito à sua profissão e trabalho. E, ainda falando sobre a necessidade de união, a Seção Roda Solta mudou um pouco nessa edição e, ao invés de trazer uma piada, trouxe um texto falando dos 7x1 da Alemanha sobre o Brasil, algo que pode parecer triste, mas, ao contrário, é um convite ao otimismo. A gente espera você para as próximas 90 edições.

Edição de Arte Agência Flavour’s Reportagem Arnaldo Rocha, Camila Silva e Cida Nogueira Colaborador Davi Francisco da Silva Fotografias de Capa Adilson Souza de Araújo Fotografias Davi Francisco da Silva Fotos da Reportagem Capa Divulgação Projeto Gráfico Editora Porto das Letras Revisão Naira Uehara

Publicidade

Diretor Fábio Martucci Fornerón Fone: (11) 3392-1524 publicidade@portodasletras.com.br

Boa leitura!

Assessoria jurídica

Paulo Henrique Ribeiro Floriano

Comercial

Suporte Administrativo Ana Maria S. Araújo Silva Assinaturas e mailling assinatura@portodasletras.com.br

Boa leitura e boa reflexão. Adilson Araújo Diretor da Revista TÁXI!

Impressão

editora fontana Lucas Yuji

L

embro-me, logo no começo da publicação, em visita ao DTP, do diretor de então perguntando se o segmento merecia uma publicação com tal qualidade gráfica e editorial e se havia tanto assunto para ser abordado no ambiente táxi. Provavelmente, ele via esse universo como um mundinho pequeno demais, onde o taxista e seu negócio eram considerados como algo menor, sem importância ou relevância social. Mas, a culpa não era exatamente dele, mas de uma cultura que menosprezava o profissional taxista, assim como tantas outras profissões e pessoas. O tempo mostrou que estávamos certos, que o taxista tem muito a contar, a apresentar, a aprender e torcemos para que essa visão curta sobre pessoas e profissões dê lugar a algo mais abrangente e respeitoso, o quanto antes. Independentemente de qualquer coisa, a Revista TÁXI!, segue e seguirá trabalhando pelo taxista, daí o esforço pela realização de eventos, como o Encontro Dia do Taxista no último dia 8 de julho no SEST/ SENAT. Na matéria de cobertura, chamamos a atenção para o modelo do Feirão proposto pela Chevrolet, que pode inspirar o segmento taxista para se unir: as concessionárias competem entre si por clientes, mas todas trabalham pelo fortalecimento da marca que elas representam. Nessa edição, falamos também da regulamentação dos aplicativos, algo que pretende moralizar e orga-

Redação

Tiragem

20.000 exemplares Distribuição Gratuita edição 89, é uma publicação da Editora Porto das Letras Ltda. Redação, publicidade, administração e correspondência: Rua Jaboatão, 142, CEP 02516-010, Casa Verde, São Paulo (SP). Telefone: (11) 3392-1524. E-mail revistataxi@portodasletras.com.br. Proibida a reprodução parcial ou total dos textos e das imagens desta publicação, exceto as imagens sob a licença do Creative Commons. As opiniões dos entrevistados publicadas nesta edição não expressam a opinião da revista. Os anúncios veiculados nessa revista são de inteira responsabilidade dos anunciantes.


tÁxi! EDIÇÃO 90

7 Divulgação

Divulgação


Mundo

Táxi

Publicadas normas obrigatórias ao transporte individual de passageiros por aplicativo

A

Divulgação

entrada dos aplicativos significou um duro golpe às regras e leis instituídas, pelo uso de brechas e artimanhas, tudo irrigado por farto volume de dinheiro e forte campanha de marketing para iludir a uns (motoristas) e seduzir outros (passageiros). Ainda é cedo para sabermos qual será o resultado da regulamentação do setor, mas algo precisava ser feito, antes mesmo da apreciação, pelo Senado, do Projeto de Lei da Câmara nº 28, de 2017, do Deputado Federal Carlos Zarattini, que altera a Lei nº 12.587, de 2012, para regulamentar o transporte remunerado privado individual de passageiros. Diante do atual cenário, o Comitê Municipal de Uso do Viário (CMUV) publicou a Resolução nº 16, com regras para empresas, condutores e veículos ao transporte individual de passageiros por aplicativo. Publicada em 12/7/2017, terá 180 dias de prazo para adaptação e prevê apreensão de veículos e multas ou descredenciamento das empresas que descumpram a regulamentação. “O emplacamento dos veículos na cidade de São Paulo visa cumprir a legislação referente ao IPVA. Um veículo deve estar registrado no local onde ele efetivamente circula”, explica o secretário de Mobilidade e Transportes. “Requisitos da resolução vão garantir a segurança dos passageiros, como o cadastro obrigatório para os condutores de aplicativo e a necessidade de inspeção dos veículos.” REGRAS PARA CONDUTORES E VEÍCULOS Os veículos ao transporte individual de passageiros por aplicativo poderão ter, no máximo, cinco anos; serão submetidos à inspeção veicular anual; deverão comprovar contratação de seguro que cubra acidentes de passageiros e seguro obrigatório; e identificação visível e legível afixada em sua parte exterior indicando a qual empresa o condutor está cadastrado. 8

tÁxi! EDIÇÃO 90

Os condutores terão de fazer curso de formação de 16 horas em locais certificados pelo DTP e apresentar atestado de antecedentes criminais. As empresas deverão armazenar a documentação exigida dos motoristas e disponibilizá-las à Prefeitura quando acionadas. CONDUAPP E CSVAPP O CMUV criou o Cadastro Municipal de Condutores (Conduapp) e o Certificado de Segurança do Veículo de Aplicativo (CSVAPP), obrigatórios. Tal documentação será encaminhada pelas empresas ao DTP, que em até dez dias úteis a validará e a disponibilizará ao solicitante. Para o Conduapp é preciso CNH válida, autorizando exercer atividade remunerada; Certidão Estadual de Distribuição Criminal do Estado de São Paulo; comprovante de residência; aprovação no curso de treinamento de

condutores; e comprometer-se a prestar serviços única e exclusivamente pelas empresas cadastradas na Prefeitura. Para o certificado de segurança do veículo, será preciso a inspeção veicular e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) no Município de São Paulo de veículo com máximo de 5 anos; identificação visível e legível externa indicando a empresa em que está cadastrado; e, não sendo dono do carro, declaração do proprietário autorizando seu uso para tal fim. As operadoras dos aplicativos deverão enviar ao DTP, junto com a documentação dos condutores, uma declaração de que o veículo foi inspecionado e está apto a prestar o serviço segundo os requisitos de segurança veicular, limpeza e higiene.


tÁxi! EDIÇÃO 90

9


Mundo

H

Táxi

ABRACOMTAXI prepara dossiê denunciando armações da UBER

á tempos a UBER recebe críticas, no Brasil e no mundo, pelos desmandos, mentiras e crimes contra passageiros e contra a sociedade, pervertendo e enganando o poder público em várias ocasiões, cobrando preços exorbitantes em calamidades, conivente com ilegalidades de colaboradores, tudo para manter um modelo de negócio pautado em mais motoristas, independentemente de outros critérios, para aumentar seu exército de reserva e lucros. De agressão física a passageiros ao abuso sexual contra mulheres, as notícias se avolumam, culminando, noutros países, em movimentos como o “deleta UBER” mas, curiosamente (ou, melhor dizer, “não por acaso”?) a grande imprensa brasileira fez vistas grossas a isso, especialmente quando a UBER despejou dinheiro grosso em propagando e sabe-se lá mais o que para entrar no Brasil. Agora, não tendo como tapar o sol com a peneira, a imprensa vai divulgando, aqui e ali, aos poucos, farto material sobre os problemas, ainda que matérias contra a UBER são divulgadas no varejo, pouco chegando ao grande público, enquanto que contra os táxis foram no atacado. Percebendo esse movimento, ao se preparar para visitar os senadores em Brasília, Edmilson Americano, da ABRACOMTAXI e Guarucoop, propôs a elaboração de um dossiê com esse material, gerando uma apostila com quase 90 páginas. “Nem senadores e nem a população têm a dimensão da quantidade e tamanho do problema. Mesmo os taxistas têm dificuldade para reunir tanto material”, considera Americano. Segundo Americano, o material, por seu volume e conteúdo, causou surpresa aos senadores e, agora, a 10

tÁxi! EDIÇÃO 90

Edmilson Americano

expectativa é que taxistas também o tenham em seus carros, para que os passageiros o vejam e se indignem, tal qual ocorreu com os senadores em seus gabinetes. O custo do material, se produzido unitariamente é alto, mas produzido em grande escala (mais que 5 mil exemplares), com cada taxista bancando o custo de seu exemplar e remessa via correio, fica bem em conta. Por isso, a Revista TÁXI! está se colocando à disposição para organizar a logística de produção e distribuição para todo o país, caso se atinja o número mínimo. Se sindicatos, cooperativas, pontos e taxistas individualmente participarem, não será uma missão impossível, considerando as centenas de milhares de taxistas no país. Então, se você e seus amigos quiserem

participar dessa empreitada, entrem em contato com a Revista TÁXI! pelo email dossieuber@revistataxi.com.br para obter maiores informações.


Divulgação

tÁxi! EDIÇÃO 90

11


Mundo

Táxi

Sindicato dos Taxistas lança aplicativo

O

Divulgação

Sindicato dos Taxistas de São Paulo, numa iniciativa arrojada, lançou seu aplicativo exclusivo para taxistas credenciados, regulamentados e legalizados, o Kabx Brasil. A primeira etapa, credenciamento de motoristas, está acontecendo na sede do Sindicato, sob o comando de Wagner Caetano. A parte administrativa do projeto, por sua vez, está a cargo de Giovanni Romano. O Sindicato promete uma plataforma tecnológica competitiva, para atender as necessidades taxistas e passageiros, com um modelo de negócios justo, sem penalizar os motoristas com taxas draconianas. Sabe-se que um aplicativo só tem sucesso com as

duas engrenagens – taxistas e passageiros – se movimentando sincronizadas, de modo que o desafio é conseguir a adesão de ambos o quanto antes. As bases da operação, com respeito à participação do Sindicato e do fornecedor tecnológico no negócio, assim como as taxas a serem efetivamente cobradas dos taxistas ainda não estão totalmente esclarecidas, mas é de se esperar que, de fato, seja algo mais justo, para que o projeto não seja apenas “mais do mesmo”. A empreitada é, sem dúvida, desafiante e, como a Revista TÁXI! sempre frisa, depende da união da categoria para seu sucesso.

Pressão de todos os lados contra os taxistas

Esses grupos buscam tomar do taxista seu mais importante patrimônio, os passageiros, na intenção de cobrar taxas extorsivas pela administração desse bem. Essas ações têm ocorrido em todos os lugares de atuação dos taxistas, inclusive em espaços em que a lei garante a existência de pontos oficializados, como é o caso dos shoppings centers, com empresas tentando privatizar tais pontos. Diante disso, uma frente de coordenadores de pontos de shoppings – Anália Franco, Aricanduva, Cidade Jardim, Ibirapuera, Itaquera, Jardim Sul, JK - Iguatemi, Market Place, Mooca, Plaza Sul e Tatuapé – buscaram apoio junto ao vereador Adilson Amadeu para oficiar o DTP para se posicionar diante de mais essa situação. Em recente reunião com o diretor do DTP, Marcos Landucci, estiveram presentes o vereador Adilson Amadeu, Vagner Cardozo, representando os coordenadores dos shoppings centers, Coordenadores do Aeroporto de Congonhas e Terminais Rodoviários do 12

tÁxi! EDIÇÃO 90

Tietê e Barra Funda, da Vermelho e Branco e, também, Edmilson Americano, da Abracomtaxi e Guarucoop, quando providências foram tomadas.

Ficaremos atentos para que não haja mais um ataque às leis constituídas e para que se preserve o direito de trabalho dos taxistas nesses espaços. Divulgação

T

axistas vêm enfrentando investidas dos mais diferentes grupos, no sentido de tirar-lhes a condição de trabalho autônomo que os distingue.


tÁxi! EDIÇÃO 90

13


Guias & Roteiros

Da Redação

Quando os alimentos são a atração Divulgação

ça, eficiência e serviços qualificados. A grande mesa da cidade A CEAGESP mantém a maior rede pública de armazéns, silos (grandes depósitos, em forma de cilindro, para guardar produtos agrícolas) e graneleiros (locais que recebem ou abrigam mercadorias a granel) do Estado de São Paulo.

Varejão

Santa Ifigênia é a rua dos eletrônicos; São Caetano, a das Noivas; e a Consolação, dos lustres. Isso só para ficarmos em alguns exemplos. E quando o produto é alimento, feiras livres acontecem em centenas de ruas pela cidade, oferecendo um espetáculo de cores, aromas e sabores com a ampla variedade de frutas, verduras, legumes, peixes e flores que um país tropical e imenso como o Brasil tem.

era conhecido, um importante elo na cadeia de abastecimento de produtos hortícolas. A CEAGESP possibilita que a produção do campo, proveniente de vários estados brasileiros e de outros países, alcance a mesa das pessoas com regularidade e qualidade, com duas unidades distintas e complementares – a armazenagem e a entrepostagem – que garantem, de forma sustentável, a infra-estrutura necessária para que atacadistas, varejistas, produtores rurais, cooperativas, importadores, exportadores e agroindústrias desenvolvam suas atividades com seguran-

Agora, imagine o tamanho do espaço necessário para abastecer todas essas feiras livres, mercados, supermercados, quitandas, restaurantes e um sem fim de grandes e pequenos estabelecimentos cujo negócio é alimentação. Esse espaço não é exatamente uma rua, mas praticamente um bairro inteiro, uma área com mais de 700 mil metros quadrados que movimenta alimentos para uma metrópole com milhões e milhões de habitantes. Estamos falando da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, CEAGESP ou CEASA, como antes 14

tÁxi! EDIÇÃO 90

Inaugurado em 1966, se situa na zona oeste da capital paulista e por lá circulam diariamente cerca de 50 mil pessoas e 12 mil veículos entre permissionários e compradores que comercializam os mais variados produtos, vindos de 1.500 municípios de 22 estados brasileiros e também de outros 19 países. Os principais compradores são feirantes, supermercados, peixarias, restaurantes, sacolões, além de consumidores finais no Varejão e Feira de Flores. Divulgação

S

ão Paulo conta com diversas ruas temáticas, de comércio dedicado a determinados produtos e serviços, que atraem milhares e milhares de pessoas, para comprar ou pela curiosidade que o ambiente e o movimento despertam.

Conta também com a maior central de abastecimento de frutas, legumes, verduras, flores, pescados e diversos (alho, batata, cebola, coco seco e ovos) da América Latina – o Entreposto Terminal São Paulo (ETSP).

Ceagesp


Veja, a seguir, algumas atrações, escolha a sua e divirta-se. Feira de Flores A Feira de Flores da CEAGESP é a maior do gênero no país. Realizada no Pavilhão Mercado Livre do Produtor, reúne cerca de mil produtores de flores, plantas, grama e mudas e conta, ainda, com uma área especial, reservada para acessórios e artesanato.

Sardinha, pescada, corvina e tilápia estão entre os mais procurados e os principais fornecedores são do Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, além dos peixes importados, cerca de 6% do volume vendido, com destaque para o salmão, do Chile.

Divulgação

Para quem gosta de apreciar o alimento desde sua forma mais natural, a CEAGESP é, literalmente um prato cheio e não é preciso uma ocasião especial para uma visita. Ainda assim, há eventos de grande porte como a Santa Feira do Peixe, que comercializa pescados para o varejo às vésperas da Semana Santa, a Queima do Alho, para arrecadar recursos para as atividades sociais da Associação Nossa Turma e festivais gastronômicos.

Festivais gastronômicos Os festivais gastronômicos do Restaurante da CEAGESP reúnem ingredientes fresquíssimos, quase que direto do produtor, e os traduzem em pratos deliciosos e temáticos, como o Festival de Sopas, com destaque para a tradicional sopa de cebola; Festival de Pescados e Festival de Massas, todos apreciados e concorridos. Divulgação

Atrações o ano inteiro

Semanalmente, comercializa entre 800 e mil toneladas de flores e plantas, reunindo, a cada dias em que é realizada, de 5 mil a 8 mil pessoas. Os períodos mais movimentados são os que antecedem o Dia das Mães; o mês de maio, por ser mês das noivas; Dia dos Namorados, Finados e as festas de final de ano. Varejão Além da atividade atacadista, a CEAGESP oferece comércio varejista de hortifrutigranjeiros, através dos chamados varejões. Desde 1979, o consumidor final tem acesso à compra de frutas, legumes, verduras, pescado, ovos, aves, cereais e outros produtos típicos das feiras-livres, como pastéis, salgados, pães, bolos e lanches. Eles acontecem às quartas, sábados e domingos, movimentando mais de 250 toneladas de produtos por mês. Pescado A CEAGESP tem a segunda maior feira atacadista de pescado da América Latina, no Pátio do Pescado, que tem 27 mil m², onde são comercializados, diariamente, 200 toneladas de peixes de 97 espécies, 90% delas de água salgada.

CEAGESP EM NÚMEROS Volume anual: 3,4 milhões de toneladas (comercialização média de 283 mil t/mês) Principais produtos comercializados: Laranja, tomate, batata, mamão e maçã Área total do terreno: 700 mil m² Área construída: 271 mil m² Horários de comercialização: Feira de Flores: 3ª e 6ª feira – da 0h às 8h30 e 2ª e 5ª feira – das 2h às 14h Varejões: 4ª feira – das 14h às 22h; Sábado – das 7h às 12h30; Domingo – das 7h às 13h30 Pescado: 3ª feira a sábado – das 2h às 6h Localização e Contato: Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946 – Vila Leopoldina – CEP 05316-900 Tel: (11) 3643-3700

tÁxi! EDIÇÃO 90

15


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em julho Confira a agenda dos principais eventos da cidade que é tudo de bom! Programe-se para aproveitar o melhor de São Paulo. Para mais informações, acesse o site: visitesaopaulo.com

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

17 a 20 de julho 12ª ELETROLAR SHOW Local: Transamerica Expo Center 17 a 19 de julho ENCONTRO DO FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA Local: Centro de Convenções Rebouças

17

segunda

terça

18 a 20 de julho FEIMOBILI - FEIRA NACIONAL DA INDÚSTRIA MOVELEIRA Local: Centro de Eventos PRO MAGNO

20 de julho ECM MEETING 2017 - MANUFATURA Local: Tryp São Paulo Paulista Hotel

18

quinta

20

sexta

21 23

domingo

terça

25 a 28 de julho 29ª FIEE ELÉTRICA Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

25

21 e 22 de julho CYBER SECURITY SUMMIT Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

23 a 26 de julho ESCOLAR OFFICE BRASIL 2017 Local: Expo Center Norte

25 e 26 de julho 100ª FA SÃO PAULO Local: Maksoud Plaza Hotel

terça 25 a 28 de julho ABIMAD 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

25 a 27 de julho FÓRUM E-COMMERCE BRASIL Local: Transamerica Expo Center 25 a 28 de julho FIPAN 2017 Local: Expo Center Norte

16

tÁxi! EDIÇÃO 90


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em julho

26 a 30 de julho ANIMA MUNDI 2017 Local: Diversos locais da cidade

26 a 28 de julho BRASIL BRAU - FEIRA INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA EM CERVEJA Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

quarta

quinta

26 a 28 de julho CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DA LBV Local: Instituto de Educação José de Paiva Netto

27 a 30 de julho 22º CONGRESSO BRASILEIRO MULTIDISCIPLINAR EM DIABETES Local: UNIP - Universidade Paulista

26 27

27 de julho a 1 de agosto BRAZILIAN SERIES OF POKER - ETAPA 4 Local: Sheraton São Paulo WTC Hotel

27 a 29 de julho 2º CONGRESSO DE GESTÃO CONDOMINIAL Local: Centro de Convenções Rebouças

28

sexta

segunda

26 a 28 de julho XVII USP INTERNATIONAL CONFERENCE IN ACCOUNTING Local: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP

28 a 30 de julho XXVI CURSO NACIONAL DE RECICLAGEM EM CARDIOLOGIA Local: Centro de Convenções Rebouças

31

31 de julho a 1 de agosto IV COSMOSUL - COSMOLOGY AND GRAVITATION IN THE SOUTHERN CONE Local: Instituto de Física Teórica da UNESP

tÁxi! EDIÇÃO 90

17


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em agosto 1 a 3 de agosto BRAZIL PROMOTION 2017 Local: Transamerica Expo Center

terça

quarta

2 a 6 de agosto 35º ABUP SHOW Local: Centro de Eventos PRO MAGNO

01 3 a 6 de agosto CRAFT DESIGN Local: Centro de Convenções Frei Caneca

quinta

sexta

sábado

domingo

4 a 8 de agosto ABCASA FAIR Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi 5 de agosto CURSO HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Local: Hospital Israelita Albert Einstein Unidade Morumbi 8 a 10 de agosto 13ª TECNOCARNE Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

03 04 05 06 08

terça

quarta

02

8 a 10 de agosto HIGIEXPO E HIGICON 2017 Local: Expo Center Norte

09

2 a 4 de agosto IV SIMPÓSIO DE BIOTERISMO DO EINSTEIN Local: Hospital Israelita Albert Einstein - Auditório Kleinberger

3 a 6 de agosto ESTÉTIKA - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DA BELEZA Local: Palácio das Convenções do Anhembi

3 de agosto CURSO INTRODUÇÃO AO USO DO SISTEMA DRG Local: Hospital Sírio-Libanês - Instituto de Ensino e Pesquisa 4 a 6 de agosto SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE VENTILAÇÃO MECÂNICA EM NEONATOLOGIA E PEDIATRIA Local: Hospital Israelita Albert Einstein Auditório Moise Safra

6 de agosto V INTERONCO - CONGRESSO DAS LIGAS DE ONCOLOGIA CLÍNICA Local: Centro de Convenções Rebouças 8 a 10 de agosto HIGH DESIGN HOME & OFFICE EXPO Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

9 a 12 de agosto SBIM 2017 - JORNADA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES Local: Maksoud Plaza Hotel 9 a 11 de agosto RM NOW BASIC Local: Intercity Interative Jardins Hotel

18

tÁxi! EDIÇÃO 90


O que vai agitar a metrópole nas próximas semanas

eventos em agosto 10 a 12 de agosto 12ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA SOBRE MELANOMA Local: Centro de Convenções Rebouças

quinra

sexta

segunda

terça

quarta

quinta

sexta

sábado

11 e 12 de agosto XI SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE RONCO E APNEIA DO SONO Local: Hospital Israelita Albert Einstein - Auditório Kleinberger

15 a 18 de agosto EXPOLAZER & WELLNESS Local: Expo Center Norte

10 11 14 15

15 a 18 de agosto EXPO PAISAGISMO BRASIL Local: Expo Center Norte

16

15 a 17 de agosto EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

17

16 a 19 de agosto PESCA TRADE & MARINER BOAT SHOW Local: Pavilhão de Exposição do Anhembi

18

16 e 17 de agosto 78ª BIJOIAS Local: Centro de Convenções Frei Caneca

19

16 a 18 de agosto EXPO PROTEÇÃO E EXPO EMERGÊNCIA 2017 Local: Expo Center Norte

14 a 16 de agosto VII CONGRESSO ANDAV Local: Transamerica Expo Center 15 a 17 de agosto PET SOUTH AMERICA 2017 Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 15 a 17 de agosto CONARH - 43º CONGRESSO NACIONAL SOBRE GESTÃO DE PESSOAS Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center 15 a 17 de agosto NETCOM REDES E TELECOM FEIRA E CONGRESSO Local: Expo Center Norte 15 a 17 de agosto ANNUAL LATIN AMERICAN BUSINESS AVIATION CONFERENCE & EXHIBITION Local: Aeroporto de Congonhas 16 e 17 de agosto EXPO DISNEY BRASIL 2017 Local: Transamerica Expo Center 16 a 18 de agosto 3º CONGRESSO EURO-AMERICANO DE DIREITO DE FAMÍLIA Local: Associação dos Advogados de São Paulo 17 a 19 de agosto XXI CONGRESSO DA SBTMO Local: WTC Events Center 17 a 19 de agosto EXPO SÃO PAULO CRISTÃ 2017 Local: Expo Center Norte

18 e 19 de agosto PERSONAL ORGANIZER BRASIL 2017 Local: Novotel São Paulo Center Norte 19 de agosto SIMPÓSIO AADA 2017 Local: Renaissance São Paulo Hotel

19 de agosto 4º CONGRESSO BRASILEIRO DE LIDERANÇA & INOVAÇÃO Local: Expo Dom Pedro

Agenda de eventos: O São Paulo Convention & Visitors Bureau é uma Fundação sem fins lucrativos mantida pela iniciativa privada, sua missão é promover, captar, gerar e incrementar eventos que aumentem o fluxo de visitantes a São Paulo. As datas e locais dos eventos podem ser alterados, consulte sempre a agenda de eventos no site do São Paulo Convention & Visitors Bureau: visitesaopaulo.com - atendimento@visitesaopaulo.com

Uma parceria com o taxista e um serviço a mais para o passageiro

tÁxi! EDIÇÃO 90

19


Capa

Matéria de Capa

Por Adilson Souza de Araújo

Encontro Dia do Taxista 2017

N

o dia 8 de julho, a Revista TÁXI!, com patrocínio da Chevrolet, Chevrolet Serviços Financeiros, Porto Seguro e Vá de Táxi, e apoio do SEST/SENAT – Pq. Novo Mundo, realizou o tradicional Encontro Dia do Taxista. A data é prevista em lei municipal e estadual (leis 11.529/1994 e 10.827/2001) e nas propostas dessas leis, há referências ao serviço prestado pelo taxista, nas 24 horas do dia. Esse serviço é motivo de orgulho profissional e cidadão, superando as adversidades que a categoria enfrenta. Temos, sim, motivos para comemorar e para seguir lutando e trabalhando pela valorização profissional pela excelência do serviço prestado aos passageiros, à cidade e a todas as atividades que nela se desenvolvem, no lazer, saúde, negócios e muito mais. 20

tÁxi! EDIÇÃO 90

A importância da diversão para recuperar e renovar as energias No SEST/SENAT Pq. Novo Mundo, um ótimo grupo de taxistas pôde rever e fazer amigos, conversar sobre a situação da categoria e se divertir, com música e o tradicional churrasquinho. Convidados e patrocinadores elogiaram o local e Marcos Saraiva, da Chevrolet, sintetiza essa percepção: “O SEST/SENAT é muito bacana e temos feito os eventos aqui, com sucesso e bons negócios. As concessionárias também elogiam o lugar aprazível e de fácil acesso. O SEST/SENAT é a casa do Feirão Chevrolet para o taxista”. O mais importante foi ver taxistas conscientes das dificuldades mas sem perder alegria e bom humor. Somos conscientes, também, de que diver-

são é instrumento valioso para recuperar e renovar energias, recarregar baterias para seguir trabalhando, lutando pelo direito de sermos profissionais respeitados e socialmente valorizados. Patrocinadores: apoio e confiança ao segmento taxista Destacamos, também, os patrocinadores que proporcionaram o evento. Mais que financiar a ação, eles fortaleceram sua longa parceria com o taxista. A Chevrolet, não por acaso, é líder em vendas para táxis em São Paulo. E a parceria de seu Setor de Vendas Diretas com a Chevrolet Serviços Financeiros facilita a vida desse profissional na renovação de sua ferramenta de trabalho. Paulo Brejão Júnior, da Chevro-


let Serviços Financeiros falou dessa parceria: “A Chevrolet Ser viços Financeiros tem o t axis t a como cliente diferenciado e bom pagador. Somos agressivos na aprovação de seu financiamento, ou seja: temos taxas competitivas e não exigimos comprovação de renda, mesmo sem entrada. No atual quadro econômico, o taxista tem menor inadimplência que clientes comuns, do varejo, daí a isenção de comprovação de renda para ele.” A Porto Seguro, que é líder em seguros aos taxistas, sempre prestigiou a categoria e foi a primeira a aceitá-los como clientes, compareceu com o Vá de Táxi, aplicativo do grupo que marca posição ao trabalhar exclusivamente com taxistas. Pela Porto Seguro, esteve presente Juliana Midori Miyazaki, da Área de Marketing de Produtos; o Vá de Táxi contou com seu Diretor de Operações, Roberto Pincherle, e Igor Donadio. Juntos, formaram um time para informações sobre produtos e serviços e distribuição de brindes super úteis, além de esbanjar simpatia no atendimento. Ao final, Roberto Pincherle sintetizou o trabalho da equipe: “nós apostamos em ações diferenciadas que valorizem pessoas e profissionais, e trabalhamos por uma parceria dura-

Marcos Saraiva da Chevrolet, Fábio Fornerón, da Revista TÁXI! e Paulo Brejão Júnior, da Chevrolet Serviços Financeiros

doura com o taxista”. Modelo de Feirão Chevrolet: inspiração para o segmento taxista? O incansável Marcos Saraiva capitaneou 10 concessionárias no Feirão Dia do Taxista, com equipes de ótimo nível técnico e excelentes oportunidades de negócio. Em sua análise, apesar do esboço de recuperação da economia, o taxista segue cauteloso na troca de seu carro, mas isso não desanima Saraiva: “Há uma expectativa de crescimen-

to da economia e, no setor de taxis, notamos uma atitude de adiar um pouquinho o negócio, pela competitividade com aplicativos, juros altos, dificuldade na venda do usado. Mas, vimos um modesto crescimento e nossa expectativa, aqui, é manter média superior aos 100 negócios realizados, como no encontro anterior. Oferecemos oportunidades e ofertas exclusivas; juntamos preço, financiamento e condição, tudo para ajudar a galera a trocar de carro, porque o melhor momento é quando dá pra trocar.”

Igor Donadio e Roberto Pincherle, da Vá de Táxi, e Juliana Miyazaki, da Porto Seguro tÁxi! EDIÇÃO 90

21


Modelo de Feirão Chevrolet: inspiração para o segmento taxista? O incansável Marcos Saraiva capitaneou 10 concessionárias no Feirão Dia do Taxista, com equipes de ótimo nível técnico e excelentes oportunidades de negócio. Em sua análise, apesar do esboço de recuperação da economia, o taxista segue cauteloso na troca de seu carro, mas isso não desanima Saraiva: “Há uma expectativa de crescimento da economia e, no setor de taxis, notamos uma atitude de adiar um pouquinho o negócio, pela competitividade com aplicativos, juros altos, dificuldade na venda do usado. Mas, vimos um modesto crescimento e nossa expectativa,

Equipe Concessionária Chevrolet 22

tÁxi! EDIÇÃO 90

aqui, é manter média superior aos 100 negócios realizados, como no encontro anterior. Oferecemos oportunidades e ofertas exclusivas; juntamos preço, financiamento e condição, tudo para ajudar a galera a trocar de carro, porque o melhor momento é quando dá pra trocar.” A ação das concessionárias teve, além da óbvia intenção de bater suas metas, o objetivo de fortalecer a marca Chevrolet, num sentido de união e, ao mesmo tempo, competitividade. Saraiva observa as estratégias das concessionárias: “10 grandes concessionárias e suas equipes de vendas que fazem um trabalho interessante de contato com o taxista. A condição comercial e o preço

são iguais para todas, porque é direto da fábrica. Cada uma oferece cortesias e diferenciais, como trocas de óleo, um acessório, preço melhor na compra do usado. A condição e o atendimento fazem com que o taxista escolha a concessionária A ou B.” Pensando no segmento taxista, essa visão deveria ser considerada: cooperativas, frotas, enfim, todos os taxistas precisam trabalhar para fortalecer o táxi enquanto negócio e instituição. Só assim, cada um dos personagens poderá elaborar estratégias para ter mais trabalho e ganhos, o que dependerá da qualidade dos carros, dos motoristas, do serviço oferecido e mesmo de preço.


Profissão Taxista Informe Publicitário

Conheça tendências, novidades e curiosidades da profissão que não para de se atualizar

C

onhecidos em todas as partes do Brasil, os táxis são importantes para garantir a locomoção nas cidades. Presente no mundo há mais de dois séculos, a profissão de taxista começou baseada em mapas e nos conhecimentos gerais dos próprios motoristas; porém, nos dias atuais, o ofício se reinventou: por meio de aplicativos, os táxis podem ser encontrados

não só nos tradicionais pontos, mas também nas telas dos smartphones.

E, graças a diferenciais como rapidez no chamado, atendimento personalizado e facilidade no pagamento, o serviço conquista cada vez mais profissionais e passageiros. O número de novos motoristas do setor tem crescido em uma escala proporcional ao aumento da demanda por soluções de mobilidade urbana: segundo o Detran, só na capital paulista, o volume de emissões de CNHs com a menção “exerce atividade remunerada” subiu de 100 mil nos primeiros cinco meses de 2015 para quase 160 mil no mesmo período de 2016. O dado vai ao encontro da procura pelo serviço, uma vez que 39% dos moradores da cidade dão preferência a taxis em vez das demais soluções concorrentes. Mas, vale destacar que, embora os serviços de táxi tenham evoluído para acompanhar os novos desafios do cenário urbano, a fidelização dos clientes só é efetiva quando as atuais ferramentas tecnológicas se somam a características que existem desde os primórdios da profissão. Que tal reforçar algumas das boas práticas do setor? A cidade na palma da mão Apesar da eficiência dos atuais aplicativos com GPS integrado, um bom domínio de rotas vai muito além do simples drible de engarrafamentos. Enquanto protagonistas do trânsito, os taxistas devem pôr em prática seus conhecimentos sobre a cidade: dicas de passeios e pontos turísticos, sugestões de lazer, curiosidades e conselhos sobre destinos são informações valiosas que podem trans-

formar a experiência dos passageiros. Cordialidade sempre Por se tratar de uma profissão que envolve contato direto com o consumidor final, o atendimento personalizado e humanizado é uma das chaves para o sucesso. Aproveitar o percurso entre a origem e o destino do cliente para tratá-lo de forma solícita faz toda a diferença. Além disso, vestir-se bem e manter os cuidados com a higiene pessoal e a aparência em dia fazem a diferença na boa impressão do passageiro. Atenção e gentileza no trânsito Durante a corrida, hábitos como ultrapassagens perigosas, desrespeito aos semáforos, conversas ao celular ou mesmo xingamentos no trânsito são alguns fatores determinantes para a insatisfação do cliente. É importante lembrar que, enquanto motoristas profissionais, os taxistas devem zelar pela boa postura no tráfego e promover a gentileza e o respeito entre motoristas, passageiros, ciclistas, motociclistas e pedestres. Atitudes prudentes e cordiais criam um trânsito melhor e mais seguro para todos os envolvidos. Táxi revisado e pronto pra rodar É preciso manter o veículo em dia para garantir conforto e segurança. Para isso, é válido ficar atento às revisões periódicas do carro, contar com profissionais de confiança para os reparos e, principalmente, contratar um seguro que forneça proteção diante de qualquer imprevisto. Uma boa alternativa é o Porto Seguro Táxi, que oferece cobertura a dano parcial ou integral por colisão, incêndio ou roubo/furto, danos materiais e corporais a terceiros, danos corporais a passageiros (em razão de acidente de trânsito envolvendo o veículo segurado) e muitas outras vantagens. Além disso, os mais de 290 Centros Automotivos Porto Seguro espalhados pelo Brasil também estão à disposição para serviços gratuitos durante a vigência do seguro: diagnósticos, troca de pastilhas de freio dianteiro e fil-

tro do óleo do motor 1, e demais benefícios. “Qual a forma de pagamento?” Facilitar o pagamento das corridas com opções diferenciadas pode ser um quesito decisivo para que o cliente se torne fixo. Nesse âmbito, pode valer a pena aderir a máquinas de débito e crédito, ou até mesmo vincular-se a plataformas de recebimento online. Atualize-se! E para os taxistas que buscam diversificar suas opções de serviço, a dica é conhecer o Vá de Táxi – um aplicativo de corridas da Porto Seguro que coloca o motorista em contato com passageiros.

A plataforma tem uma das menores taxas de mercado, aceita as principais bandeiras do cartão de crédito, e ainda oferece 5% de desconto na contratação ou renovação do seguro para o profissional que permanece com o aplicativo ativo no celular 2. O condutor também pode indicar o aplicativo a seus clientes, pois, ao efetuarem o pagamento com o Cartão de Crédito Porto Seguro, eles obtêm 20% de desconto na corrida3 .

[1] Benefício limitado a uma troca do par de pastilhas de freio dianteira e um filtro de óleo gratuitos durante a vigência da apólice. [2] 5% de desconto na contratação ou renovação do seguro, válidos desde que o taxista permaneça com o aplicativo Vá de Táxi - Taxista em uso por, no mínimo, 40 horas semanais. [3] Este valor não é abatido do taxista.

tÁxi! EDIÇÃO 90

23


O Taxista Mais Feliz de São Paulo Dentre os presentes no Encontro, um chamou a atenção pela alegria, bom humor e otimismo. Everaldo de Andrade, baiano de 52 anos, 35 deles vividos em São Paulo, foi dono de pizzaria, até o término de seu casamento, há seis anos, quando foi para o táxi. “Comecei na frota e quase desisti. Mas as coisas se ajeitaram e aqui estou até hoje” diz ele, sempre sorrindo e repartindo esperança e bom humor. Lógico que ele também tem problemas, mas resolveu enfrentá-los da melhor forma. P: - Como surgiu o “Taxista mais feliz de São Paulo”? R: - Ganhei um papelzinho de uma cliente com sugestões para ser mais feliz e vi que querer ser feliz é o melhor caminho; a gente fica melhor consigo e com o mundo. Gostei e resolvi passar isso às pessoas. P: - Como é sua rotina de trabalho? R: - Trabalho em rádio táxi e, há mais de um ano, também uso o Vá de Táxi, por sugestão de amigos. P: - Quais os principais diferenciais que você destacaria e como isso facilita o seu dia a dia? R: - A chance de pegar boas corridas e o fato de estar ligado à Seguradora dá confiança pra gente trabalhar. P: - Em seus anos como taxista, quais são os destinos de São Paulo mais procurados? R: - É variado, mas acho que a região da Paulista é bastante movimentada. P: - Você tem alguma história curiosa envolvendo um passageiro que te acionou pelo app Vá de Táxi para nos contar? R: - Um casal entrou no carro com a filha de uns cinco anos. A menina levava um buque de flores. No final da corrida, com a maior boa vontade ela fez um esforço enorme para tirar uma flor do buque, com todo o cuidado, para me oferecer. Foi emocionante e confesso que até chorei, assim como os pais dela.

Everaldo de Andrade com Charles Tubeto, mestre de cerimônia 24

tÁxi! EDIÇÃO 90


tÁxi! EDIÇÃO 90

25


Cuidado: Sono a bordo!

Insistir na luta contra o sono pode acarretar graves acidentes

N

ão adianta lutar contra ele. Resistir à tentação de dormir é muito difícil, ainda mais quando conduzimos um veículo por um caminho monótono, como estradas e vias retas. O horário também influencia. Após o almoço e durante a madrugada, estamos mais propensos à sonolência: “São horários em que o organismo tem uma pressão biológica para dormir, pois o organismo trabalha em um ritmo que chama o sono.”, explica Rosa Hasan, coordenadora do Departamento de Sono da Academia Brasileira de Neurologia. De acordo com o artigo de Ilene Rosen, publicado no Journal of Clinical Sleep Medicine,uma pessoa sem dormir a 24 horas tem a mesma reação de um indivíduo com concentração de 0,10 g/l de álcool no sangue, número cinco vezes maior que o admitido pela Lei Seca. “A gente percebe que os riscos são muito grandes. É a mesma coisa que di-

26

tÁxi! EDIÇÃO 90

rigir alcoolizado. A pessoa que está com uma privação importante de sono funciona como um bêbado ou até pior”,continua Hasan. O que fazer nessa situação? “A melhor coisa que a pessoa pode fazer quando ela detecta que está sonolenta é parar e descansar. A pessoa não precisa estar dormindo, nem chegar a dormir. Só o fato de estar sonolenta já diminui muito a capacidade de concentração e reflexo.”, afirmou a especialista em neurologia. Já para os profissionais, como caminhoneiros e taxistas, Hasan recomenda o hábito de fazer pausas durante o dia. Respeitar as necessidades básicas diárias de sono e consumir café são outras ações que devem fazer parte do cotidiano destes profissionais. Em especial para os que trabalham à noite, ela recomenda a rotina de sempre dormir durante o dia, ainda que o indivíduo esteja de folga.

Perfil de pessoas mais propensas ao sono no volante • Jovens com menos de 26 anos; • Trabalhadores em turnos variados de horário ou que ultrapassam jornada de 60 horas semanais; • Motoristas profissionais; • Portadores de doenças do sono não diagnosticadas ou não tratadas, como a síndrome da apnéia obstrutiva do sono, que apresentam risco sete vezes maior de acidentes por dormir ao volante; • Indivíduos que viajam e passam muitas horas ao volante.


tÁxi! EDIÇÃO 90

27


Caminhar para se divertir, para conhecer ou ver, de forma diferente, outros lugares, outras caras, outras tribos.

Venha para o Clube da Caminhada e bora caminhar!

28

tĂ xi! EDIĂ‡ĂƒO 90


tÁxi! EDIÇÃO 90

29


Melhor Serviço Informe Publicitário

Estressado? Faça uma massagem

F

Mais do que uma preocupação com a aparência, o cuidado com si mesmo pode proporcionar vários benefícios para a saúde

30

tÁxi! EDIÇÃO 90

Divulgação

oi-se o tempo em que a preocupação com a própria estética e saúde era coisa de mulher. Hoje, bons centros de estética oferecem diversos serviços, pautados não apenas pela preocupação com a aparência física, mas especialmente para a saúde e bem-estar dos clientes. A massagem e o shiatsu fazem parte desta gama de serviços e são indicados para amenizar dores acumuladas no dia a dia, especialmente na região cervical, e também para relaxamento. “A diferença entre a massagem e o shiatsu é que, enquanto na massagem os movimentos são realizados com cremes e deslizamentos, o

3392-1524


linfática também é indicada para aliviar inchaços e reduzir medidas. “Mas ela não reduz índice de gordura e não deve ser feita em pessoas que já tiveram câncer. Tratamentos estéticos também não são indicados para pessoas que sofrem de dores crônicas, pois, em vez de ajudar, as técnicas podem piorar o quadro que exige avaliação clínica”, adverte a esteticista. Fim à acne Outro serviço muito procurado em centros estéticos que promove uma sensação de bem-estar surpreendente é o de limpeza de pele. No caso de taxistas, o procedimento é importante para ajudar no controle e erradicação da acne (espinhas e cravos), e também para remover as impurezas acumuladas no dia a dia. “Mesmo imperceptível, a poluição da nossa cidade traz uma série de substâncias que entram nos poros da pele. Com a limpeza, a pele do cliente fica livre de impurezas e bastante macia”, finaliza Roseli.

3392-1524

Localizado na Rua Jaboatão, nº 142, a clínica Rose Estética firmou parceria com a Revista TÁXI! com preços promocionais. Uma limpeza de pele, que custa R$ 120 reais, terá um desconto de 50% para taxistas. Aproveite! Divulgação

shiatsu é feito apenas com o polegar, que pressiona os pontos de tensão no corpo, a fim de soltar a musculatura. É indicado para quem tem dores lombares, no ombro e em outras regiões que acumulam tensão”, explica a esteticista Roseli Neves Dias, responsável da clínica Rose Estética. Remoção de impurezas Relaxamento corporal, redução de retenção de líquido e ativação da circulação sanguínea. Estes são os principais benefícios da drenagem linfática, técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático – rede de vasos que movem fluidos pelo corpo. “A técnica é feita com movimentos lentos, que agem como se fossem uma vassourinha no nosso organismo, tirando as impurezas do corpo, hematomas, dores na perna e a retenção de líquido”, continua Roseli. Bastante indicado para taxistas, que passam horas trabalhando na mesma posição e bastante propensos à retenção de líquido, a drenagem

Serviço Rose Estética Rua Jaboatão, 142 - Casa Verde - SP Fone: 11 3392-1524


Injeção eletrônica: quando e por que fazer a limpeza do sistema? Muito se fala a respeito da limpeza do sistema de injeção eletrônica, mas pouco se explica quando e por que esse procedimento deve ser efetuado

C

onstituído de sensores, atuadores, unidade de comando e bomba de combustível, o sistema de injeção eletrônica é responsável pela regulagem da quantidade de combustível ideal para o volume de ar admitido, gerando a perfeita relação entre esses dois componentes. A mistura combustível /ar deve estar equilibrada para garantir melhor rendimento e economia de combustível, bem como menor emissão de gases poluentes do veículo. Quando o carro apresentar dificuldade para dar a partida, perda de potência em aceleração, marcha lenta irregular e aumento de consumo de combustível, é aconselhável levá-lo a uma oficina de sua confiança para checar o funcionamento do sistema e identificar a solução apropriada: limpeza nos bicos injetores ou substituição desses componentes. 32

tÁxi! EDIÇÃO 90

Cuidado com o combustível e a falta de manutenção O consumidor deve ficar alerta para algumas situações e práticas que possam afetar o funcionamento do sistema de injeção eletrônica. Entre elas, combustível adulterado (gasolina ou álcool), falta de manutenção preventiva no veículo e o não cumprimento dos períodos de troca de óleo prescritos pelo fabricante do veículo no Manual do Proprietário. Como os vapores do óleo lubrificante são direcionados do cárter para o coletor de admissão através do sistema de ventilação positiva e então queimados pelo motor, quando a troca não é feita regularmente começam a se formar resíduos em vários pontos do motor, inclusive nos bicos injetores. O combustível adulterado também gera acúmulo de impurezas no sistema de injeção.

Alguns hábitos prejudiciais É importante ressaltar também que o motorista deve evitar dar bombeadas no acelerador ao desligar o motor ou mesmo fazer o carro pegar no tranco. Esses hábitos provocam excesso de combustível dentro da câmara de combustão que, aos poucos, podem danificar o catalisador, responsável pela redução dos gases do escapamento lançados na atmosfera.

Quando fazer a limpeza • Dificuldade para dar partida • Perda de potência • Marcha lenta irregular • Aumento do consumo de combustível


tÁxi! EDIÇÃO 90

33


Roda Solta A Copa de 2014, o Mineiraço e a arte de ver o lado bom das coisas

N

a Copa de 2014, no dia 8 de julho, a Seleção Brasileira de Futebol sofreu sua maior derrota, num placar inimaginável para o brasileiro mais pessimista ou mesmo para o alemão mais otimista e fanático por futebol. O famoso 7x1 teve características bastante peculiares, dentre estas o fato de termos sofrido nada menos que 4 gols num espaço de apenas 6 minutos: após o primeiro gol de Thomas Müller, aos onze minutos do primeiro tempo, Miroslav Klose marcou aos 23’, Toni Kroos aos 24’ e 26’, e Sami Khedira aos 29’. O resto são números e não precisamos abrir as feridas de tantos corações partidos. Revisitar o passado para viver melhor o presente e planejar o futuro Já que recordar é viver, seria possível termos uma visão menos pessimista, aproveitando as lições que aquela Copa nos ofereceu? 34

tÁxi! EDIÇÃO 90

Pra começar, “descobriu-se” que nosso futebol precisava se reinventar, se atualizar, se modernizar, como, aliás, ele fez noutras épocas, para espanto e encanto de todos os amantes do futebol mundo afora. Hoje, parece que Tite, no comando da Seleção, tem conseguido motivar jogadores, ressentidos torcedores e mesmo a crítica nacional e internacional. Tomara ele consiga manter o ritmo até 2018, mesmo que o resultado, na Rússia, não seja a conquista do campeonato, mas uma participação digna e esperançosa para o futuro. Nesse sentido, o chacoalhão deveria servir também para os dirigentes que muitas e muitas vezes colocaram suas vaidades e interesses pessoais acima do próprio futebol. A outra questão é que, no final, o Brasil foi capaz de fazer uma bela festa, elogiada por um montão de pessoas de diversos países que voltaram a suas casas falando bem do

Brasil e dos brasileiros, algo fundamental para nosso turismo, para nossos negócios e para nossa autoestima. Impossível negar que as festas na Vila Madalena ou o caminho laranja das camisas holandesas rumo ao Itaquerão não eram lindos de se ver. Tanto que a Revista TÁXI! publicou, na ocasião, matéria de capa com o título “Sim, nós fizemos!” se referindo a todos esses espetáculos e a pontos importantes como a declaração da prefeitura sobre o comportamento exemplar dos taxistas. Para terminar, seria bom pensarmos no quanto esse episódio pode ensinar o segmento taxista que precisa se reinventar, renovar energias e superar tanto as dificuldades quanto as vaidades de lideranças para que todos se (re)unam e participem de um projeto de real fortalecimento da dignidade do taxista e de uma instituição tão importante quanto é o táxi.


tÁxi! EDIÇÃO 90

35


Revista TÁXI! Ed. 90  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you