Page 1

V. N. DE GAIA ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

COMISSÃO POLÍTICA CONCELHIA DO CDS-PP DE VILA NOVA DE GAIA GRUPO PARLAMENTAR DO CDS-PP NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE GAIA

COMUNICADO À IMPRENSA – 06/11/2012

"ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2013" Face a muitas das recentes posições tornadas públicas junto da comunicação social em torno dos candidatos às próximas eleições autárquicas a realizar em Outubro de 2013, a Comissão Política Concelhia do CDS - e o Grupo Parlamentar do CDS-PP na Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia, entenderam, a bem da verdade e em defesa da honra de todos os seus autarcas eleitos nos últimos 15 anos, elaborar o seguinte comunicado à imprensa: 1 - No próximo ano, termina um ciclo de 16 anos - no qual o CDS-PP de Vila Nova de Gaia esteve envolvido, através da sua participação na coligação "Gaia na Frente", merecendo a confiança da maioria dos gaienses ao longo de quatro mandatos consecutivos. 2 – Comparando Vila Nova de Gaia antes de 1997 com Vila Nova de Gaia em 2012 entendemos que o nosso sentimento em relação a este período, só pode ser de orgulho e sentido de missão cumprida. Uma coligação é muito mais do que um “acordo político “de dois partidos. É essencialmente a união de um grupo de pessoas e do seu trabalho em prol de um projeto comum, de um bem comum - Vila Nova de Gaia.

_________________________________________________________________________________ Página 1 de 5


V. N. DE GAIA ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

3 - Para nós CDS, o bem comum, será sempre o que nos vai mover. Pelo que, as nossas escolhas e os caminhos a trilhar no que respeita ao futuro político deste concelho, incluindo as próximas eleições autárquicas, serão sempre determinadas e conduzidas, tendo única e exclusivamente em conta o interesse de Gaia e dos Gaienses. 4 – Assim sendo, estamos em sintonia com as determinações da Comissão Política Distrital e da Direção Nacional do Partido, que classificam como prematuras e extemporâneas quaisquer tomadas de posição relativas a eventuais futuras coligações. A seu tempo, essa posição será tomada. 5 - Não obstante e tendo em consideração os objetivos atingidos ao longo destes anos em coligação, estamos orgulhosos do empenho e do trabalho realizado pelos nossos autarcas, que sempre dignificaram a sua terra e o seu partido. Estamos convictos que o nosso trabalho contribuiu de uma forma decisiva para transformar um sonho, um projeto, em realidade. 6 - Muito havia por fazer, e não nos podemos esquecer do tamanho da tarefa, tendo em conta que o concelho de Vila Nova de Gaia tem uma área de 168,5 Km2, ou seja, cerca de duas vezes maior do que Lisboa (83,8 Km2) e 4 vezes maior do que o Porto (44,7 Km2). Em termos de população, é o terceiro maior concelho de Portugal, com mais de 302 mil habitantes; 7 - Tivemos sempre uma participação ativa, quer no executivo da Câmara Municipal, quer na Assembleia Municipal, quer nas Freguesias, e tivemos sempre uma palavra a dizer na condução dos destinos do nosso concelho, pelo que reivindicamos também a nossa quota-parte na obra feita; 8 - Esta obra, que todos os de bom senso reconhecem, resultou de um investimento superior a mil e quinhentos milhões de euros nos últimos quinze anos.

_________________________________________________________________________________ Página 2 de 5


V. N. DE GAIA ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Grande parte destes investimentos realizados com fundos próprios (cerca de dois terços). Mas tal como acontece com a maioria das instituições, públicas e privadas, e até mesmo com as nossas famílias e empresas, um grande investimento, não se financia apenas com fundos próprios. Portanto foi necessário no concelho de Gaia, recorrer ao crédito, para financiar projetos e obras. 9 - As nossas preocupações enquanto CDS e enquanto coligação, ao longo dos últimos quinze anos, face ao endividamento que se ia contraindo neste município, foram sempre as seguintes: 1ª - Se estes financiamentos eram efetuados dentro dos limites que a lei nos impunha; 2ª - Qual era o destino dado ao capital resultante destes financiamentos; 3ª - E se o nosso município tinha capacidade para honrar o seu pagamento. 10- A generalidade dos gaienses, sabem bem onde foi aplicado este dinheiro, e as nossas preocupações foram sempre acauteladas. Foi essencialmente gasto em Saneamento, Habitação Social e Infraestruturas Municipais (rodoviárias, de educação, desportivas, ambientais entre outras). Construíram-se ETAR capazes de tratar a água de todo o concelho, deixando-se obra feita para as gerações futuras. Com estas ETAR limparam-se rios e ribeiras, o que por sua vez nos proporcionou praias limpas e saudáveis, recorde-se ainda que Gaia é o concelho do país com mais bandeiras azuis (17). Apostamos no acesso a pessoas com mobilidade reduzida, situação nunca antes pensada. Assim como a recuperação e requalificação urbana das frentes de mar e de rio, obras de referência, que certamente todos se orgulham. Em 1997 o nosso concelho tinha imensas famílias carenciadas que não dispunham de habitação condigna. _________________________________________________________________________________ Página 3 de 5


V. N. DE GAIA ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

No nosso mandato, e ao longo dos últimos 15 anos, construíram-se e entregaram-se mais de 4500 casas de habitação social. Refira-se ainda que a maior parte da dívida que este município ainda hoje tem (cerca de 70%) teve origem na habitação social, ou seja, teve origem na necessidade de proporcionar habitações condignas às famílias mais carenciadas do concelho. Se houver alguém que considere este dinheiro mal aplicado, que o assuma, pois certamente essas mais de 4500 famílias terão opinião bem diferente. Tínhamos uma rede viária degradada e desajustada à dimensão do concelho. Quem não se lembra do tempo que se demorava para chegar do interior ao litoral do concelho, ou então, da pequena mas fastidiosa passagem para o Porto em horas de ponta?... Nós lembramo-nos bem, pois hoje o que se faz em minutos demorava-nos horas, com imensos prejuízos ambientais e consumições pessoais. Construíram-se de raiz e requalificaram-se milhares de quilómetros neste concelho. Essa demora era um dos principais entraves à decisão de querer residir em Gaia, mas fruto das nossas políticas de desenvolvimento, observamos neste período, um crescimento populacional assinalável no nosso concelho. Cada vez mais pessoas do Grande Porto escolhem Gaia para viver devido às condições que aqui se oferecem, não só em termos de infraestruturas rodoviárias, mas também de educação, de apoio social, de espaços verdes e de lazer, para além do facto de ser um dos concelhos a nível nacional que mais investimento atraiu nos últimos 15 anos.

Em conclusão:

_________________________________________________________________________________ Página 4 de 5


V. N. DE GAIA ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

– Sabemos que nunca agradaremos a todos, pois nem todos se norteiam pelos nossos princípios e critérios de avaliação; - Mesmo face às evidências e às sucessivas vitórias eleitorais, que revelam um apoio claro e inequívoco por parte da população face ao caminho percorrido, continuamos a ouvir vozes discordantes; – Continua-se a falar de Passivos com uma leviandade atroz, pois quem o diz desconhece na maior parte das vezes qual a dimensão do passivo, quer em valor absoluto, que em percentagem do Ativo e dos Fundos Próprios; - Fala-se também da dívida com igual leviandade, sem saber onde ela foi aplicada, e até sem saber qual o perfil dessa mesma dívida. Nunca se fala das mais-valias que essa divida tr para o nosso concelho.

Em suma

- Sempre honramos os nossos compromissos, e honraremos a coligação "Gaia na Frente" liderada pelo Dr. Luís Filipe Meneses até ao fim. - Estamos orgulhosos do nosso passado, estamos conscientes do nosso presente e muito confiantes no nosso futuro, e gostaríamos que este comunicado fosse um tributo a todos aqueles que em nome do CDS-PP serviram Vila Nova de Gaia, servindo assim o seu país.

Vila Nova de Gaia, 6 de Novembro de 2012

A Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Vila Nova de Gaia

Grupo Parlamentar do CDS-PP da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia _________________________________________________________________________________ Página 5 de 5

CDS Gaia - Comunicado de Imprensa  

CDS Gaia - Comunicado de Imprensa - autárquicas 2013 Apoio e orgulho do trabalho desenvolvido.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you