Portimão Jornal nº 48 | 12.05.2022

Page 1

Quinta-feira • 12 de maio 2022 • 1.00€

Padre Mário Sousa lança ‘Comentário ao Evangelho de S. Marcos’ Obra foi escrita durante o confinamento e pretende “que não se façam leituras fundamentalistas”. P7

Jornadas do Arade debatem património Teia D'Impulsos defende que é necessário planear o futuro, por isso lança quarta edição do evento.

P16

Quinzenário • Ano 2 • Nº48 Diretor: Rui Pires Santos

Papelaria Algarve é espaço ‘histórico’ na cidade José Fernandes Silveira passou de funcionário a proprietário e mantém aberto um estabelecimento há mais de 70 anos. P10

Câmara aposta na eficiência energética Redução do consumo em alguns espaços municipais já chega aos 63%. Medidas estão a ser aplicadas em diversos edifícios públicos. P2-3

Clube Bicross de Portimão a caminho do Mundial Emblema conta com cerca de 50 atletas, entre os 4 e os 39 anos, e pretende ir ao campeonato do mundo da modalidade, que se realiza entre 26 e 31 de julho, em França. Carrinha já têm, faltam 5 500 euros. P8-9

ALVOR Requalificação da antiga lota avança P16

DESPORTO 'Portimão Box Cup' traz centenas de atletas à cidade P4

MUSEU Diversas ações marcam 14º aniversário P16

PSD Carlos Gouveia dirige campanha de Moreira da Silva P15 PUB


P2

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

ATUALIDADE

Em 2018, autarquia começou a instalar Unidades de Produção

Câmara aposta nas energias renováveis em edifícios municipais Paços do Concelho, escolas, gimnodesportivo são alguns dos locais que já têm energia para autoconsumo e venda de excedente. Redução dos gastos, em alguns espaços, chega aos 63 por cento. D.R.

Ana Sofia Varela

A

Câmara Municipal de Portimão está a apostar forte na instalação de Unidades de Produção para Autoconsumo (UPAC) de energia em diversos edifícios públicos do concelho e na substituição de iluminação para tecnologia ‘Light Emitting Diode’ (LED). Ao Portimão Jornal, Álvaro Bila, vice-presidente da autarquia, explicou que esta foi uma medida que se iniciou em 2018, estando a ser analisadas outras, bem como novos locais com condições para serem alvo desta aposta. Só no edifício da autarquia foi contabilizada uma redução de 63 por cento dos gastos com energia, entre 2018 e 2021. Há por isso, uma vontade de “criar condições para que Portimão atinga maiores metas de redução de consumo e uma produção de energia limpa”, esclarece ainda. Para já, existem cinco UPAC no concelho, distribuídas pela Câmara Municipal, Pavilhão Gimnodesportivo de Portimão, Centro Escolar do Pontal, Mercado Municipal e Departamento de

Autarquia alargará instalação de UPAC ao Complexo Desportivo de Alvor, às escolas da Bemposta e D. Martinho Castelo Branco Obras e de Gestão de Equipamentos Públicos (DOGEP). Há, ainda, a perspetiva de alargar esta aposta, em 2022, à Escola Básica e Secundária da Bemposta, ao Complexo Desportivo de Al-

vor e à Escola Dom Martinho Castelo Branco, devendo a produção para autoconsumo iniciar-se até ao Verão, estima o autarca. “Estão, por sua vez, em fase de projeto, as instalações destas

medidas de eficiência energética na sede do Centro de Saúde e na Escola 2,3 Engenheiro Nuno Mergulhão”, avança Álvaro Bila em declarações ao Portimão Jornal. Das cinco UPAC, a dos Paços

do Concelho e o Gimnodesportivo vendem o excedente de produção à rede. E o investimento não tem saído dos ‘bolsos’ da autarquia, pois têm sido instaladas a custo zero, com comparticipação

⇨ CENTRO ESCOLAR DO PONTAL

⇨ MERCADO MUNICIPAL DE PORTIMÃO

EDIFÍCIOS PÚBLICOS COM UNIDADE DE PRODUÇÃO PARA AUTOCONSUMO

⇨ CÂMARA MUNICIPAL • UPAC (16,20 kWP) entrou em funcionamento em maio de 2018; • Investimento de 23 161 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia; • Em 2018, consumiu 21 639 kWh e produziu 5 507 kWh; • Em 2021, consumiu 10 512 kwh e produziu 19 724 kWh; • Registou uma redução de 63 por cento.

⇨ PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DE PORTIMÃO • UPAC (17,30 kWP) entrou em funcionamento em março de 2019; • Investimento de 20 mil euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia; • Em 2019, consumiu 9 717 kWh e produziu 1 813 kWh; • Em 2021, consumiu 92 155 kwh e produziu 20 005 kWh; • Registou uma redução de 23 por cento.

⇨ DEPARTAMENTO DE OBRAS E GESTÃO DE EQUIPAMENTOS PÚBLICOS • UPAC (29,6 kWP) entrou em funcionamento em setembro de 2021; • Investimento de 24 594 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia; • Em 2021, consumiu 20 061 kwh e produziu 8 223 kWh; • Registou uma redução de 41 por cento.

• UPAC (38,08 kWP) entrou em funcionamento em dezembro de 2021; • Investimento de 30 815 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia; • Em 2021, consumiu 81 470 kwh e produziu 32 992 kWh; • Registou uma redução de 25 por cento.

• UPAC (85,84 kWP) entrou em funcionamento em dezembro de 2021; • Investimento de 62 592 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia; • Em 2021, consumiu 18 359 kwh e produziu 3 349 kWh; • Registou uma redução de 18 por cento.


P3

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

ATUALIDADE CM PORTIMÃO

do contrato de fornecimento firmado com a EDP Comercial. “Tem havido um esforço para reduzir a pegada ecológica no município e esse investimento conti-

iluminação pública, por outros que utilizam a tecnologia LED. “É mais eficiente e é onde se assinalam gastos muito mais reduzidos quando comparadas com a tecno-

“Temos que dar o exemplo e mostrar que podemos ter uma atitude mais responsável e amiga do ambiente, para deixarmos um futuro melhor” nua a ser desenvolvido, quer através da criação das Unidades de Produção nos imóveis públicos, utilizando os painéis solares, quer com a redução do consumo da energia e a substituição de iluminação por tecnologia mais limpa e amiga do ambiente”, acrescenta. Veículos elétricos Outra situação que está a ser analisada é a possibilidade de a autarquia criar, nos parques de estacionamento descobertos, espaços para a produção de energia, integradas nas Comunidades de Energia Renováveis (CER). O objetivo é que esse sistema seja depois utilizado para fornecer energia verde aos carregadores de veículos elétricos. Esta intenção está, segundo Álvaro Bila, em fase de projeto e estão a ser analisados os custos. Tecnologia LED A aplicação de painéis solares nos edifícios municipais, onde se destaca o parque escolar do concelho, é a medida mais visível e a que tem maior dimensão, mas há pequenas medidas de eficiência energética que, a longo prazo, se tornam importantes. É o caso da substituição dos candeeiros de

logia ainda existente na rede”, que é o caso das lâmpadas de descarga VASP, compara. A medida já foi tomada em algumas ruas da cidade, mas também nos edifícios públicos. “Está em fase de adjudicação a substituição da iluminação para LED no interior do Jardim de Infância da Coca Maravilhas, no recinto exterior da EB 2,3 Engenheiro Nuno Mergulhão e no refeitório do Departamento de Obras”, avança. Poupança para o futuro Os dados mais recentes da autarquia, em matéria de eficiência energética, mostram que as me-

didas já implementadas na UPAC consubstanciam uma redução entre os 18 aos 63 por cento, tendo em conta o consumo e a produção. Não podem ser valores colocados no ‘mesmo saco’, pois há edifícios que só instalaram painéis solares no final de 2021 ou durante esse ano e outros começaram em 2018 e 2019 a produzir energia limpa. Há também um pico na produção de energia no Pavilhão Gimnodesportivo, que em 2021 foi utilizado, por exemplo, como Centro Municipal de Vacinação, tendo sido usado todos os dias de forma intensa. O certo é que a autarquia “tem como objetivo chegar à redução, até dez por cento, no consumo dos edifícios até 2025 e, nesse sentido, tem implementado estas medidas” de forma faseada, assegura o autarca. A meta será alcançar os valores europeus para a redução da emissão de gases de efeito de estufa até daqui a três anos, se a autarquia continuar a desenvolver esta aposta, se reforçar e implementar outras novas ações. “Temos que dar o exemplo e mostrar que podemos ter uma atitude mais responsável e amiga do ambiente, para deixarmos um futuro melhor às próximas gerações”, conclui.

ESPAÇOS QUE RECEBEM UPAC EM 2022 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA BEMPOSTA • UPAC (31,08 kWp) está em fase de licenciamento para posterior instalação. • Investimento de 31 635 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia. COMPLEXO DESPORTIVO DE ALVOR • UPAC (34,04 kWp) está em fase de licenciamento para posterior instalação. • Investimento de 32 567 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia. ESCOLA DOM MARTINHO CASTELO BRANCO • UPAC (23,68 kWp) está em fase de licenciamento para posterior instalação. • Investimento de 23 329 euros, comparticipado pela empresa que fornece a energia.

Inscrições para monitores das 'Férias de Verão' estão abertas O projeto municipal de ocupação dos tempos livres, as 'Férias de Verão', abriu as inscrições para os jovens que estejam interessados em ser monitores. A iniciativa decorre entre 4 de julho e 12 de agosto, envolvendo 2500 crianças e jovens do município, dos 6 aos 15 anos. Os interessados na função de monitor devem ter entre 18 e 25 anos e ter experiência desportiva em jogos coletivos, bodyboard, surf, canoagem, dança, ténis, vela e outras modalidades, bem como em atividades lúdico-pedagógicas e culturais. As inscrições estão abertas até 4 de julho e podem ser efetuadas online (https://forms.office.com/r/ MVqzwke4dk). Os interessados podem obter mais informações por telefone (282 470 813) ou email (desporto@cm-portimao.pt).

Jovens estudantes de música serão destaque

Casa Manuel Teixeira Gomes é palco de concertos Há três concertos agendados até ao final do mês na Casa Manuel Teixeira Gomes, dois dos quais evidenciam alguns jovens talentos musicais do concelho. Para esta quinta-feira, 12 de maio, às 18h00, está marcada a atuação do Grupo Coral de Portimão. Na semana seguinte, a 19 de maio será a vez dos alunos da EB 2,3 da Bemposta atuarem, no mesmo horário. A 21 de maio, às 10h00, terá lugar uma audição dos alunos do professor de música Luís Fonseca, enquanto, no dia 26, os alunos da EB 2,3 da Bemposta retornam à Casa Manuel Teixeira Gomes, a partir das 18h00. A par da música, neste espaço está ainda patente, até dia 31 de maio, a exposição ‘Flores e polinização’, de Luísa Estêvão. PUB

PRECISA-SE

Encontro no Hotel Júpiter

APEGAC esclareceu condomínios sobre nova legislação A alteração ao regime da propriedade horizontal, a sustentabilidade dos edifícios e o impacto que o Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) pode ter no alojamento local, foram os temas debatidos no encontro de empresas de administração de condomínios do Algarve que decorreu a 2 de maio, no Hotel Júpiter, na Praia da Rocha. A sessão foi promovida pela Associação Portuguesa de Empresas de Gestão e Administração de Condomínios (APEGAC), tendo

Candidaturas até 4 de julho

participado o presidente Vítor Amaral. As mais de 30 empresas da região mostraram preocupação com a falta de regulação desta atividade profissional, situação que potencia as más práticas que descredibilizam o setor. Vítor Amaral, por sua vez, apresentou as alterações ao regime da propriedade horizontal e falou do impacto do acórdão do STJ. Foi critico em relação às alterações, pois, apesar de considerar que são benéficas, houve aspetos em que o legis-

lador não foi esclarecedor, dando azo a diferentes interpretações. Quanto ao acórdão, referiu que este, só por si, não altera o regime jurídico do alojamento local, que se mantém até que o legislador entenda proceder à sua alteração que, a ser feita, “não pode acolher apenas o interesse económico, que é relevante, mas deve também ter em atenção o interesse das pessoas que vivem em condomínio e que representam quase metade da população portuguesa”.

Instalador de ar condicionado Instalador de sistemas solares Ajudantes para instalação de ar condicionado

Remuneração acima da média Enviar currículo para: vivaldo@sacl.net Vale de Lousas - Alcantarilha


P4

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

SOCIEDADE

Iniciativa assinala Dia Internacional da Família

‘Trago um brinquedo no bolso’ é proposta da Biblioteca Oficinas chamam a atenção para a importância dos objetos que marcam a infância e que guardam a memória do ato de brincar. D.R.

NA OUTRA MARGEM Quarteto Slavey é destaque da Semana Coral de Lagoa MÚSICA • A 22ª Semana Coral de Lagoa terá quatro concertos, numa iniciativa promovida pela Ideias do Levante e Câmara Municipal. O evento começa a 15 de maio, às 17h00, com a atuação do Coro Jubilate Deo, de Tavira, acompanhado pelo Coral Ideias do Levante, na Igreja Matriz de Lagoa. No dia 18, às 21h00, será a vez do grupo Coral da Sociedade Filarmónica Silvense atuar na Capela do Centro Cultural Convento São José. Já a Igreja do Parchal recebe, a 21 de maio, às 17h00, o Coral Feminino Outras Vozes e o Coral Ideias do Levante. O Quarteto Slavey, da Bulgária, encerra o evento, no dia 22, às 17h00, no Auditório Carlos do Carmo. O único espetáculo com entrada paga é o de encerramento, cujas entradas custam oito euros, com desconto de 20 por cento para portadores do Cartão Lagoa Social e dos Passaportes Cultural e Rota do Petisco 2021. Podem ser adquiridas online, no Convento São José e no Auditório.

‘Bon Bon’ convida chef Dieter Koschina para evento de degustação GASTRONOMIA • O restaurante ‘Bon Bon’ recebe, a 28 de maio, o chef Dieter Koschina, do Vila Joya, para um evento de degustação gastronómica. O espaço nas Sesmarias, no concelho de Lagoa, já tinha convidado o chef Joachim Koerper, do restaurante Eleven, no dia 5 de março, para a estreia deste evento, que se revelou um sucesso, conforme refere o responsável do ‘Bon Bon’, detentor de uma Estrela Michellin. Os interessados podem efetuar reservas online (www.bonbon.pt/reservas/) para o próximo evento.

Ação destaca a importância dos brinquedos como ‘património’ da infância

A

Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes promove a iniciativa ‘Trago um brinquedo no bolso’, com Bru Junça e Patrícia Azevedo Godinho, esta sexta-feira e sábado, dias 13 e 14. A ação assinala o Dia Internacional da Família, celebrado a 15 de maio, e tem por base “a importância da família na estrutura do núcleo familiar e o relevo que tem na base da educação infantil”, explicam as autoras. O objetivo é que, tanto pais como crianças, “apreendam que os brinquedos são patrimónios materiais da infância, objetos que guardam a memória do brincar e que, através deles, é possível chegar ao início do princípio da vida”, acrescentam.

Assim, para o dia 13, entre as 10h00 e as 13h00 e das 14h00 às 17h00, está marcada a oficina ‘Trago uma História no Bolso’, dirigida a educadores, professores e bibliotecários. No dia seguinte, das 10h00 às 12h00, será a vez da oficina ‘Trago um Brinquedo no Bolso’, destinada às famílias, podendo participar crianças entre os cinco e os dez anos acompanhadas por um adulto. Para Bru Junça e Patrícia Godinho, “a idade da primeira e da segunda infâncias, até aos seis anos, é um período de excelência do ato de brincar, onde o faz de conta é uma porta aberta de possibilidades”. Esta ação proporciona “um mergulho nos bolsos cheios de brincar e, entre leituras e conversas, ligar gerações”, como pais

e filhos ou avós e netos. As oficinas visam, por isso, “acordar memórias e construir a ponte até ao hoje e ativar a escuta para a partilha que nos coloca frente a frente com as três dimensões de tempo, o passado, o presente e o futuro”, esclarecem. Nesse sentido, os participantes são desafiados a levar um brinquedo de bolso e a partilhar memórias, vivências e histórias. Ao mesmo tempo, poderão construir uma coleção de postais através da composição das sombras desses objetos. Ambas as atividades são gratuitas e têm um limite de 20 participantes. As inscrições podem ser efetuadas por email (biblioteca. portimao@cm-portimao.pt) ou por telefone (282 480 476).

Entre 13 e 15 de maio

Gimnodesportivo recebe ‘Portimão Box Cup’ O torneio internacional ‘Portimão Box Cup’ começa esta sexta-feira, dia 13, e prolonga-se até domingo, dia 15, no Pavilhão Gimnodesportivo da cidade. Nos três dias estarão em competição cerca de 400 atletas de diversos países, estando

previstos mais de 150 combates, em dois ringues que funcionarão em simultâneo, explica a organização. A prova, de entrada livre, junta as jovens promessas da modalidade, aos mais credenciados das

elites. O evento de boxe olímpico é organizado pelo Escola de Boxe de Portimão, com o apoio do município, da Junta de Freguesia local, do Instituto Português Desporto e Juventude e Associação Boxe Algarve.

‘A Magia do Livro’ está patente na Biblioteca Municipal de Lagoa EXPOSIÇÃO • A Biblioteca Municipal de Lagoa acolhe a mostra ‘A Magia do Livro’, da autoria de Anke Punt Bach. É composta por 31 quadros onde, na maioria, a magia que os livros transmitem está presente. Desde 2019, a artista tem vindo a apresentar a sua obra em Carvoeiro, Lagoa, Armação de Pêra e Portimão. Tinha entrado na ‘Art Academy’, em Londres, em 2009, tendo mais tarde começado a ensinar, a organizar mostras e a expor os seus trabalhos.

Ideias do Levante promove sessão sobre saúde vocal WORKSHOP • Vanda Pinheiro, terapeuta da fala, orienta uma sessão sobre saúde vocal, no dia 22 de maio, às 15h00, no Centro de Estudos e Formação de Lagoa (CEFLA), promovida pela associação Ideias do Levante, em parceria com a Câmara Municipal. O workshop está inserido no projeto ‘Lagoa a Cantar’ e é direcionado para as pessoas que tenham curiosidade acerca dos cuidados diários a adotar, em relação à voz, quer utilizada para falar, quer para cantar. A ação é gratuita, mas é necessária inscrição online (www.ideiasdolevante.info/form).

Auditório Carlos do Carmo recebe ‘Strauss, de Viena para o Mundo’ PROMENADE • A Orquestra Clássica do Sul apresenta o espetáculo ‘Strauss, de Viena para o Mundo’, inserido no Ciclo de Concertos Promenade, a 15 de maio, às 16h30, no Auditório Carlos do Carmo. Com a duração de 50 minutos, os bilhetes custam seis euros. Podem ser adquiridos na Ticketline, Worten, Fnac, no Auditório Carlos do Carmo, no Centro Cultural Convento São José e no Balcão Único da Câmara de Lagoa. A entrada é gratuita para menores de 16 anos.


PUB

EXPOSIÇÃO | EXHIBITION

COMIDA e ARTE MUSEU DE PORTIMÃO 14 maio - 25 setembro

Iceland Liechtenstein Norway grants

PUB

EXPOSIÇÃO | EXHIBITION

Este Mar ao Fundo

The Sea Down There

MUSEU DE PORTIMÃO

14 MAIO - 13 NOV. 2022


P6

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

SOCIEDADE D.R.

Empreendedores querem consciencializar para poluição das águas

Paddle Rental Algarve sensibiliza para preservação do ambiente

Dupla que está na StartUp Portimão está a iniciar um negócio que, além de alugar equipamento, sensibiliza os utilizadores. D.R.

Aluguer de equipamento é a base do negócio

G

onçalo Coelho e Pedro Esteves são dois jovens empreendedores da StartUp Portimão, que estão a lançar o projeto ‘Paddle Rental Algarve’, este mês. A dupla quer incentivar os turistas e locais a explorarem as águas da costa com equipamentos não poluentes, explicam ao Portimão Jornal. “A experiência, além de bastante prazerosa e divertida, é também importante para aumentar a consciência do público em torno da temática da poluição das nossas águas, sejam estas no mar ou nos rios”. Desta forma, escolheram o ‘stand up paddle’, como a modalidade base para este investimento. Apesar de já ser uma prática com alguns anos, está cada vez mais em voga na atualidade e é feita ao longo do litoral do Barlavento algarvio, não sendo Portimão uma exceção. No entanto, os empreendedores querem ir mais longe e apostar em ações de sensibilização

junto dos clientes da empresa que decidam alugar o equipamento. E as ideias são muitas, desde evitarem poluir as águas ou de usar as redes sociais para chamar a atenção para o lixo que dá à costa. Quanto ao paddle, o conceito é simples e ganha, cada vez mais adeptos. Basta “uma prancha, normalmente maior e mais larga do que uma de surf, uma pagaia e um remador com muita vontade para dar força ao braço com vista a se deslocar pela superfície da água. De uma perspetiva mais familiar, é um pouco como praticar-se canoagem, mas esta é feita numa prancha longa, podendo a pessoa estar de pé, sentada ou de joelhos”, explicam. Por ser um desporto que não requer grande prática, nem treino prévio, é uma opção ecológica e acessível para passeios a individuais ou em família. Por sua vez, “nos últimos anos começaram a ser produzidas pranchas insufláveis e dobráveis, que facilitam o

transporte e permitem que o utilizador se desloque de mochila às costas para qualquer local que queira explorar. “Compreendemos que seja um pouco mais desafiante que uma viagem de barco, mas, nesta experiência, ganha-se liberdade, silêncio e evitam-se resíduos dos combustíveis lançados ao mar”, destaca Gonçalo Coelho, um dos empreendedores em declarações ao Portimão Jornal. A conservação da qualidade das águas é uma preocupação para os jovens, pois têm consciência da importância que este fator tem para a comunidade. “A intensificação do turismo nos últimos anos, trouxe consigo mais itens que acabam por se perder nas águas e intensificou a quantidade de resíduos de combustíveis existente na água que são observáveis à superfície, o que é mais grave ainda”, afirma Gonçalo Coelho. “Sentimos que devemos providenciar uma alternativa sustentável aos turistas, enquanto negócio, aproveitando para sensibilizá-los através dos conteúdos que publicamos e vamos continuar a publicar nos nossos diferentes canais”, reforça Pedro Esteves, o outro parceiro do negócio. A equipa está focada em centrar o negócio nos valores que defende, sobretudo, os que dizem respeito aos que estão relacionados com os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Por esta razão, estão alinhados com o objetivo de preservar a vida marinha, atuando em diversos locais, como o concelho de Portimão, mas também os da zona do Barlavento algarvio, sem gerar poluição e alertando para a necessidade da preservação. Asseguram, por esta razão, que é possível desfrutar e conhecer os percursos aquáticos sem os colocar em causa.

Assembleia de Freguesia de Portimão

Rui Rosa eleito presidente da Mesa A Assembleia de Freguesia de Portimão elegeu a nova Mesa, cujo presidente é Rui Rosa, em sessão no dia 26 de abril, na nova sede da Junta. Foram apresentadas duas listas, uma do Partido Socialista, com Rui Rosa para presidente, com a primeira secretária Liliana Briceag e como segundo secretário Pedro Dias. Foi ainda apresentada uma lista pelo PSD e pela coligação ‘Portimão Mais Feliz’, com Ricardo Silva, do PSD, para presidente, Patrícia Aurélio, do PSD, como primeira secretária e Aristides de Assis, da coligação, como segundo secretário. Venceu a lista apresentada pelo PS, com 11 votos, contra os 9 favoráveis à lista do PSD e da coligação, além de uma abstenção. A sessão foi convocada pelo primeiro secretário à data, Pedro Dias, na sequência do óbito de Ilídio Poucochinho, no final de março, que exercia as funções de presidente da Mesa daquela Assembleia de Freguesia.

Em surfcasting e sub-21 por equipas

Miguel Martins sagrou-se vice-campeão do mundo O atleta Miguel Martins, do Clube Naval de Portimão, sagrou-se vice-campeão do mundo sub-21 por equipas, pela Seleção Nacional, no dia 29 de abril, em La Tremblade, na França. A equipa é constituída por Luís Martins, Diogo Neto, Dinis Rodrigues, Duarte Rodrigues e pelo portimonense Miguel Martins, tendo como selecionador José Machado e vice-capitão Carlos Lopes. Na mesma competição, Lourenço Martins, também do Clube Naval, terminou a prova do campeonato do mundo sub-16 por equipas na quinta posição. D.R.

Martim Nunes chamado à Seleção de iniciados

GEJUPCE é campeão algarvio de infantis no futsal A equipa de infantis de futsal do GEJUPCE sagrou-se campeã regional do Algarve, após vencer o Inter-Vivos, por 14-0, no domingo, dia 8, triunfo este que serviu para carimbar o saboroso título. Na linha de tantas outras conquistas, o emblema portimonense junta, assim, mais um troféu à sua vasta coleção, confirmando ser uma referência da modalidade a nível nacional nos escalões de formação. Entretanto, o jovem Martim Nunes, da equipa de iniciados do clube, foi convocado para os trabalhos da Seleção Nacional de sub-15, cujo estágio decorreu no Pavilhão Gimnodesportivo do Luso, de 8 a 11 deste mês, com a realização de cinco sessões de treino. O GEJUPCE reagiu com “orgulho e satisfação” à notícia da chamada do seu jovem pupilo, que foi um dos 30 eleitos do selecionador nacional Emílio Rodrigues.


P7

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

SOCIEDADE Obra escrita durante o confinamento

Padre Mário Sousa lança livro para divulgar o “génio de S. Marcos” JORGE EUSÉBIO

O autor quer que o seu trabalho seja visto como “uma chave para que não se façam leituras fundamentalistas do Evangelho”. Jorge Eusébio

A

Igreja Matriz de Portimão foi palco, no domingo, 8 de maio, da apresentação do mais recente livro do cónego Mário Sousa. A obra, intitulada “Comentário ao Evangelho de São Marcos”, integra a coleção ‘Bíblica’, tem 776 páginas e foi publicada pela Paulus Editora. Trata-se de um contributo de envergadura dado por este padre para divulgar e contextualizar “o génio de S. Marcos”, que resolveu assumir a tarefa de, “numa altura em que começavam a desaparecer testemunhas”, colocar por escrito o que Jesus tinha feito e dito. Foi, referiu Mário Sousa, na apresentação, uma forma de “garantir fidelidade” à sua vida e obra. Devido à sua importância, “ler o Evangelho do princípio ao fim devia ser uma obrigação para todos os cristãos”, defendeu. O seu livro pode ser uma preciosa ajuda para isso, uma vez que procura contextualizá-lo e à

época em que foi escrito. A sua esperança é que a obra que agora deu à estampa seja vista como “uma chave para que não se façam leituras fundamentalistas do Evangelho”. O padre exortou os futuros leitores da publicação que agora apresentou a não se assustarem com o seu elevado número de páginas, e a irem, de forma pausada, usando esta ‘ferramenta’ para “saborear, mastigar e ruminar a palavra de Deus”. Mário Sousa descreve o livro como “um filho gerado no confinamento”, que lhe consumiu muito do seu tempo e esforço ao longo desse período. Em Portimão, a obra foi apresentada pelo cónego Carlos Aquino, que elogiou o trabalho desenvolvido pelo seu colega e a importância que esta tem para o estudo da palavra de Deus. Poucas horas mais tarde, seria também lançada em Faro, no Salão Nobre do Seminário, numa sessão que teve a apresentação a cargo de António Ventinhas.

Foi na 'sua' igreja que decorreu a primeira sessão de apresentação da obra Nascido em Tavira, mas registado pelo pai como natural de Vila Real de Santo António, o cónego Mário de Sousa é professor de Novo Testamento no Instituto Superior de Teologia de Évora, diretor do Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve e

O misterioso mundo das bactérias e dos micróbios

Rotary Clube convidou Ivo Boneca para palestra JORGE EUSÉBIO

Ivo Gomperts Boneca foi o mais recente convidado do Rotary Clube da Praia da Rocha para uma palestra, a 26 de abril. Filho e neto de portimonense, é investigador no Instituto Pasteur, onde lidera uma equipa que se dedica a estudar o ‘misterioso’ mundo das bactérias e dos micróbios, com o objetivo de descobrir técnicas e curas para doenças que afligem a humanidade. Ao longo da sua intervenção fez o ponto de situação sobre o estudo do microbioma humano, que é composto por milhões de micro-organismos, cuja convivência nem sempre é ‘pacífica’, o que provoca desequilíbrios muitas vezes fatais. Este tipo de estudos é relativamente recente e, tendo em conta a complexidade do ‘ecos-

presidente da Associação Bíblica Portuguesa desde 2017. Em 2020 foi nomeado pela Conferência Episcopal Portuguesa coordenador da sua Comissão da Tradução da Bíblia. É pároco na Igreja Matriz de Portimão e deão do Cabido da Sé

de Faro. A sua formação foi feita no Instituto Superior de Teologia de Évora e Universidade Católica de Lisboa. É licenciado em Teologia e em Ciências Bíblicas, no Pontifício Instituto Bíblico de Roma e doutorado em Teologia Bíblica.

Melhor resultado da Seleção Nacional de Paraciclismo

Luís Costa sexto na Taça do Mundo Luís Costa conseguiu o melhor resultado da Seleção Nacional no contrarrelógio da Taça do Mundo de Paraciclismo, terminando na sexta posição o exercício individual de 20 quilómetros, disputado em Ostende, na Bélgica, a 7 e 8 de maio. O corredor, a competir na classe H5, fez uma prova em crescendo, no primeiro dia, parando o cronómetro nos 31’00’’160. A vitória pertenceu ao neerlandês Mitch Valize, único paraciclista a baixar dos 28 minutos, terminando com 27’44’’378. No dia seguinte, numa jornada endurecida pelo vento, Luís Costa foi um dos 18 corredores que competiram ao longo de 81,6 quilómetros na prova de fundo de classe H5. Obteve o oitavo lugar, com os neerlandeses a dominarem, através de Tim de Vries, primeiro, e Mitch Valize, segundo.

Espetáculo na Zona Ribeirinha da cidade Ivo Boneca é investigador no Instituto Pasteur sistema’, há muito trabalho pela frente e muitos anos de investigação até ser possível ter uma ideia muito clara sobre a forma como se relacionam e como será possível tirar partido disso.

No entanto, o investigador referiu que já estão a ser conseguidas pequenas vitórias, que começam a ter consequências práticas no tratamento de algumas patologias.

Autocarro do VATe estaciona em Portimão As escolas do concelho vão poder assistir ao espetáculo ‘Medo - Manual de sobrevivência para seres fofinhos’, no autocarro do Vamos Apanhar o Teatro (VATe), esta quinta e sexta-feira, dias 12 e 13. O veículo do serviço educativo da Companhia de Teatro do Algarve (ACTA) estará na Zona Ribeirinha da cidade e apresentará uma história baseada em marionetas e formas animadas num palco surpreendente.


P8

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

CENTRAIS

Clube tem 50 atletas, com idades entre os 4 e os 39 anos, e exerce a atividade na pista do Parque da Juventude

Bicross de Portimão decidido a marcar presença no Mundial

Nuno Águas, presidente e treinador, e Carlos Rosado, um campeão que também é técnico, falam das aventuras em BMX Race e das diligências que estão em marcha para a deslocação a Nantes. FOTOS: FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE CICLISMO

Hélio Nascimento

S

e o sonho comanda a vida, como diz o poeta, o do Clube Bicross de Portimão passa, a curto prazo, por marcar presença no Mundial de Nantes, em BMX Race, a especialidade que é rainha, todos os fins de tarde, no Parque da Juventude. É aí que Nuno Águas, o presidente e treinador, e Carlos Rosado, o campeão também técnico, dirigem cerca de 50 jovens sempre entusiasmados com o fascinante mundo da velocidade e das acrobacias em bicicletas ‘especiais’ e apropriadas para o efeito. “Queremos ir ao Mundial, sim, e estamos a envidar todos os esforços nesse sentido. Iremos de carrinha, com nove elementos, seis atletas e três técnicos, mas precisamos de 5 500 euros”, alerta Nuno Águas, à conversa com Portimão Jornal. O evento decorre entre 26 e 31 de julho e, como diz Carlos Rosado, “temos sorte por se realizar em Nantes, porque são 1 600 km até à cidade francesa e se fosse num outro continente seria impossível”. A missão não é fácil, porque, para além do transporte dos atletas, é preciso incluir as bicicletas, alimentação, tendas e logística do 'paddock'. E sem verba… nada feito. “Os pais nem sempre têm hipótese de contribuir. O nosso clube vai ajudar, podemos, inclusive, viajar com a equipa de Quarteira,

A coletividade conta com atletas em todos os escalões, dos pupilos (5-6 anos) aos masters (mais de 30) mas, veja-se, apesar de irmos representar Portugal, temos de suportar tudo. A camisola custa 50 euros e pagamos nós”. Convém dizer que a Federação Portuguesa de Ciclismo forma uma Seleção Nacional, naturalmente com todas as despesas a seu cargo, mas, caso um clube queira também participar – e pode fazê-lo – tem de arcar com a responsabilidade,

Uma pista das melhores da Europa A pista de BMX do Parque da Juventude foi inaugurada em junho de 2019, com a realização de duas provas da Taça de Portugal, no âmbito de 'Portimão Cidade Europeia do Desporto'. Das mais bem estruturadas do país, a pista foi pioneira a nível ibérico, possuindo um mecanismo totalmente elétrico na grelha de partida. Custou 123 mil euros, fruto do projeto do clube, que, com este novo equipamento, conseguiu aumentar os inscritos na sua escola de formação. “A pista foi pioneira com esta ‘gate’ elétrica. Antes, tínhamos um sistema de ar comprimido, com a ajuda da bomba de gasolina que fica aqui perto. É das melhores da Europa, misturando partes mais exigentes com outras pouco agressivas e acessíveis”, explica Nuno Águas, salientando a boa adaptação dos miúdos, cujo desenvolvimento depende da própria capacidade. “Temos atletas que passados dois ou três meses já estão aptos”.

embora, repita-se, esteja também a vestir as cores do país. “São 30 segundos e 400 metros de pista” “Vamos arranjar apoios, porque temos de ir a Nantes. É um objetivo grande para mim, uma aposta pessoal. Sinto-me bem e acho que posso tentar obter um bom resultado”, diz Carlos Rosado, que, além de treinador, é um atleta de renome e campeão em Masters, a categoria em que compete. Outros dois atletas da elite do clube, igualmente com créditos firmados, têm sortes distintas: Pedro Amaral sofreu uma queda grave e foi operado de urgência, enquanto André Ribeiro está com a Seleção Nacional e com boas hipóteses de ir, por esta via, ao Mundial. Em BMX Race, “são 30 segundos e 400 metros de pista”. Tudo se resolve rapidamente, embora decorram várias eliminações e muitas mangas até ao apuramento dos oito melhores para a final. A modalidade é complexa, para quem não está muito familiarizado com ela, e em Portugal, por

exemplo, os federados não ultrapassam as quatro centenas, sendo que apenas 150 têm já ‘galões’ para competir. A título de curiosidade, apenas os 24 melhores do mundo vão aos Jogos Olímpicos. No Clube Bicross de Portimão são cerca de 25 os atletas que vão às competições, sensivelmente os mesmos de Quarteira, Setúbal, Lisboa (uma equipa) e Figueira da Foz. “Temos uma pista olímpica,

merando então os escalões que evoluem no Parque da Juventude: pupilos (5 e 6 anos), benjamins (7 e 8), iniciados (9 e 10), infantis (11 e 12), juvenis (13 e 14), cadetes (15 e 16), juniores elites (17 em diante) e masters (mais de 30). ‘Skate Park’ em outubro Mundial e sonhos à parte, vamos agora contar um pouco a história deste peculiar emblema da

“Queremos ir ao Mundial, sim, e estamos a envidar todos os esforços nesse sentido. Iremos de carrinha, com nove elementos, seis atletas e três técnicos, mas precisamos de 5 500 euros” no Centro de Alto Rendimento de Anadia, mas não há apoios para se poder treinar”, lamentam os anfitriões do Portimão Jornal, enu-

cidade. Criado em novembro de 1987, o Clube Bicross de Portimão teve origem no entusiasmo de um grupo de 15 jovens, aman-


P9

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

CENTRAIS PORTIMÃO JORNAL

tes das bicicletas, que resolveram promover o desenvolvimento da modalidade através da criação de infraestruturas. O bicross estava então a dar os primeiros passos em Portugal, sendo caracterizado por possuir algumas semelhanças ao motocross, mas, obviamente,

de legalizar o clube, organizar a contabilidade e eleger corpos sociais, face aos apoios institucionais. Passámos uns anos melhores, outros nem por isso, mas a estrutura cresceu após a inauguração da pista”, narra Nuno Águas. A coletividade começou com

“É questão de trabalhar ainda mais, de mostrar resultados e espalhar a imagem do clube. Queremos abrir mais as portas a esta modalidade olímpica, mas tudo isto requer tempo” praticado em bicicletas de BMX. A coletividade começou por ser de bairro e surgiu nas Quatro Estradas de Portimão, concentrando e dinamizando todo o tipo de atividades que se relacionassem com a modalidade. A ideia era ‘curtir a bike’, fosse num local que servisse de pista ou em ‘loucos’ e arrojados passeios, para além dos chamados ‘jam’s’, os encontros de rua muitas vezes sinalizados pelas redes sociais. “Oficialmente, a fundação ocorre em 1994, quando tivemos

o BMX Freestyle e Race, mas a primeira das disciplinas, que comporta uma panóplia de variantes, foi interrompida, “porque ficámos sem rampas no parque”, o que será reposto a partir de outubro, altura em que arranca a construção do ‘Skate Park’. “Agarrar os miúdos com valor” A abertura da escola do Bicross de Portimão, coincidente com o impacto causado pela nova pista, alavancou todo o processo de crescimento. Os responsáveis ad-

Carlos Rosado garante que nunca treinou tanto como agora

quiriram algumas bicicletas (cujo preço, de 500 euros, num mercado ainda pequeno, é proibitivo para algumas famílias) e criaram regras e horários. “Para dar as aulas tivemos a ajuda do Beto e agora contamos com o Marco Albano”, um dos três treinadores, ao lado de Nuno Águas e Carlos Rosado. O clube tem cerca de 50 atletas, dos 4 aos 39 anos, todos federados (incluindo duas raparigas, uma de 11 e outra de 15 anos), sendo que existe uma natural seleção de valores, tanto a nível de apoio, quando se trata de provas, como no prémio, devido pelo elevado desempenho nos treinos. Os juvenis já vão ter este ano o título de campeão nacional, enquanto nos escalões mais baixos há apenas vencedores de torneios. “Desenvolvemos o trabalho de casa, mas depois é preciso agarrar os miúdos de 15 e 16 anos que tenham valor, caso contrário vão para as universidades e desistem. É necessário um trabalho forte a nível de seleção, sobretudo quando se trata de internacionais”, comenta Carlos Rosado, aludindo a que o 'race', que começou por ser um pouco anárquico, “é agora levado mais a sério, com disciplina, muito competitivo e sempre a revelar novos craques”. Alargar a base e formar campeões Nuno Águas tem 51 anos e é fundador do Bicross de Portimão, mas só há dois anos assumiu a presidência da Direção, depois de longo período a liderar a Mesa da Assembleia Geral. Foi praticante, é também treinador e trabalha como pasteleiro no Hotel Algarve. “Apoios temos da Câmara Municipal, do IPDJ e alguns patrocínios. A quotização é simbólica”, explica, esperançado em que os auxílios melhorem. “É questão de trabalhar ainda mais, de divulgar as marcas, de mostrar resultados e espalhar a imagem do clube. Queremos abrir mais as portas a esta modalidade olímpica, mas tudo isto requer o tempo que, às vezes, não temos”. Os próximos passos, garante o dirigente, apontam para uma “aposta forte no Desporto Escolar, pois, é por aí que passa todo o desenvolvimento”. A Federação de Ciclismo tem um projeto para que todos os miúdos andem de bicicleta, o Governo fomenta a ideia, e, nessa onda, “vamos ter mais bicicletas, capacetes e equipamentos para que professores e alunos venham experimentar. Com uma base alargada, teremos de futuro melhores praticantes”. Carlos Rosado corrobora a ideia e acredita no crescimento da escola e na formação de atletas

Carlos Rosado e Nuno Águas são os principais entusiastas do projeto

André Ribeiro está integrado nos trabalhos da Seleção Nacional

O sonho de ser campeão do Mundo “Nesta fase, o maior sonho é ser campeão do Mundo”, atira Carlos Rosado, de 39 anos e praticante de BMX Race desde os 12. “É um sonho grande, sei disso, mas, com esta idade, nunca treinei tanto. Muita dedicação e disciplina, mais o devido descanso, o cuidado na alimentação, enfim, sinto-me bem em todos os aspetos, do técnico ao físico, sem esquecer o psicológico, que é cada vez mais importante nos dias que correm”, afirma o campeão, que compete em Masters e trabalha no Campo de Golfe do Morgado. O seu dia a dia não podia ser mais preenchido: levanta-se às 5h00, das 6h00 às 15h00 está no golfe, uma hora depois vai para o ginásio e depois tem os treinos, o seu e os dos jovens que dirige. Além disso, é casado e tem dois filhos, gémeos de quatro anos, que já são atletas do Bicross de Portimão. “É puxado, mas é muito gratificante fazer aquilo que gosto e ver a evolução dos miúdos”. Carlos Rosado é o atual campeão de Masters e tem uma vasta coleção de títulos, sendo que considera como mais importantes “as camisolas de campeão nacional”. Já competiu no estrangeiro, mas lamenta que este ano não tenha conseguido ir a algumas Taças da Europa, para testar as suas performances e confrontar-se com o alto nível de outros adversários. “Vivemos num canto da Europa e não houve verbas para ir lá fora”, destaca, deixando palavras de apreço e gratidão a Nuno Águas. “O Nuno é o meu treinador e um pai. Conheço-o desde os 12 anos e tem estado sempre presente em todos os passos da minha carreira”.

que “levem o nome do clube e da cidade por esse mundo fora, através de campeões aqui formados”. Vontade e dedicação não faltam, o resto é porfiar e manter acesos to-

dos os sonhos. Se o Freestyle está de novo aí à porta, já existe um projeto – documentação entregue na Federação – para criar uma escola de skate.


P10

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

PESSOAS

Começou a trabalhar aos 10 anos

José Fernandes Silveira: Uma vida inteira à volta dos livros Contra ventos e marés, embalada por períodos bons e resistindo às fases más, a Livraria e Papelaria Algarve mantém-se em funcionamento há mais de sete décadas. FOTOS: JORGE EUSÉBIO

Feira do Livro era evento importante Um evento que ajudava a sobreviver aquele e os poucos outros estabelecimentos do ramo que ainda existem na cidade eram as Feiras do Livro, realizadas no Verão, na zona ribeirinha, que “atraíam milhares de pessoas”. Com o aparecimento da pandemia, essa foi mais uma fonte de receitas que desapareceu. José Fernandes Silveira diz que, “este ano, ainda se pensou em voltar a organizá-la”, mas a indefinição e os receios relacionados com a covid-19 vai levar a que, provavelmente, só no próximo ano é que o evento regresse. Por essa altura, ainda deve continuar a fazer o que sempre fez: abrir as portas da livraria pela manhã e esperar pelos clientes. Mas já são muitos anos, a bem dizer, quase uma vida inteira à volta dos livros e, aos 73 anos, José Fernandes Silveira começa a sentir natural cansaço e a pensar em retirar-se. Mas vê com preocupação o futuro da Papelaria e Livraria Algarve quando resolver dar esse passo. Para que continue a caminhada iniciada em 1944 é preciso que “apareça alguém que queira tomar conta disto”, o que até agora ainda não aconteceu.

Desde os dez anos que a vida de José Fernandes Silveira está ligada aos livros Jorge Eusébio

É

um dos estabelecimentos mais antigos de Portimão. Situada perto da Igreja Matriz de Portimão, em plena zona antiga da cidade, a Livraria e Papelaria Algarve abriu portas em outubro de 1944 e, apesar das grandes mudanças ocorridas ao longo destes 77 anos, ainda continua em plena atividade. José Fernandes Silveira é o principal rosto do espaço e, provavelmente, um dos portugueses que, em termos práticos, mais sabe sobre a arte de vender livros, devido à enorme experiência que tem nessa área. Começou a estar envolvido no mundo dos livros logo após completar o ensino primário. Os tempos e a cultura de então eram diferentes dos atuais, o que levava a que, desde tenra idade, os jovens tivessem de entrar no mercado do trabalho para ajudar a família.

Lembra-se que deu os primeiros passos quando “tinha 10 anos e meio” e começou “a trabalhar a sério, com inscrição e descontos para a Segurança Social, aos 14 anos”. Apenas fez uma pausa ao longo de cerca de três anos, devido à obrigatoriedade de cumprir o serviço militar. Depois de assentar praça em Viseu, foi destacado para Leiria e, posteriormente, para a Trafaria, antes de ser enviado para a Guiné para participar numa guerra que nada lhe dizia. No entanto, acabou por ter alguma ‘sorte’, uma vez que foi colocado na secção de segurança criptográfica, o que fez com que ficasse no quartel e não testemunhasse na primeira pessoa a tragédia que é ter de matar para não ser morto. De regresso à casa dos livros Assim que ficou livre dos seus compromissos militares, regres-

sou à base, a Portimão, e à sua ‘casa’ de sempre, a Livraria e Papelaria Algarve. Ao contrário do que hoje acontece, aquela zona da cidade foi, durante muitos anos, bastante movimentada, o que em boa medida se devia ao facto de, praticamente no edifício em frente, funcionar um estabelecimento escolar, o Liceu Municipal Infante de Sagres que, mais tarde, daria lugar à Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes. Eram centenas os alunos e professores que diariamente davam colorido, alegria e animação àquela parte de Portimão e, naturalmente, contribuíam para a sua dinamização comercial. José Fernandes Silveira recorda que “isto estava cheio de manhã à noite, não tínhamos descanso”. Há cerca de 36 anos, os donos da livraria quiseram retirar-se e José Fernandes Silveira passou de funcionário a patrão, com o apoio

de um sócio, Gabriel Tavares. Mas com a passagem dos anos, a alteração das rotinas e dos hábitos e, sobretudo, a transferência da Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes para as atuais instalações, situadas na Avenida São João de Deus, a movimentação naquela parte da cidade foi diminuindo. Grande quebra na venda de livros É certo que, posteriormente, no mesmo edifício foi instalado o Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, que conta com muitos estudantes, mas, lamenta o empresário, “a entrada passou a ser feita pelas traseiras, o que faz com que eles nem apareçam nesta zona”. Com muito menos clientes, os estabelecimentos situados nas imediações foram fechando portas ou continuaram a laborar com

cada vez mais dificuldades. A livraria também sentiu essa mudança, a que há a somar a instalação dos grandes espaços comerciais e a tendência crescente para a compra de livros através da internet, com um simples clique. Devido a toda esta concorrência, em comparação com há uns anos, “tem havido um decréscimo enorme da venda de livros”. O que ainda vai fazendo com que seja possível equilibrar as contas são os manuais escolares, financiados pelo Estado. Mas também nesta área já se vendeu mais, pois antigamente os alunos tinham que os adquirir todos os anos. Entretanto, passou a ser obrigatório que os estudantes devolvam os livros utilizados em cada época escolar, os quais são entregues a outros estudantes, o que tem como resultado uma quebra de negócio para as livrarias.

Os manuais escolares são, nesta altura, a principal fonte de receitas


PUB


P12

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

RAIO X A foto

D.R.

BANDEIRA AZUL Seis praias do município voltaram a conquistar a Bandeira Azul para a próxima época balnear, que na maioria dos concelhos começa a 1 de junho e termina a 30 de setembro. A atribuição é feita tendo em conta diversos critérios, dos quais se destaca a qualidade da água, fatores avaliados pela Associação Bandeira Azul da Europa. Assim, Alvor, Três Irmãos, Vau, Três Castelos, Rocha e Marinha continuam a seguir estes parâmetros. Foi também galardoada a Marina de Portimão. Uma das novidades deste ano da ABAE foi a atribuição de galardões a duas embarcações de ecoturismo, que existem no concelho e que inovam pela utilização de recursos sustentáveis. São a ‘Sun Cat I’ e a ‘Sun Boat I’, da Algarve Sun Boat Trips.

SAÚDE

DESPORTO • A etapa da Liga Pro Skate, que decorreu entre 6 e 8 de maio, levou diversos adeptos da modalidade à Zona Ribeirinha de Portimão. Além das competições do Campeonato Nacional Amador, do Campeonato Internacional ‘Open Street’ e do Master Open em regime misto, o LPS Hotwheels Skool Tour foi às diversas escolas do 1º e 2º ciclo, no concelho, para dar a conhecer a modalidade a mais de 740 crianças.

A frase

Os enfermeiros estiveram em greve, a 5 de maio, pela valorização do trabalho, onde conseguiram uma adesão muito superior aos 70 por cento. A classe profissional protestou pelo facto da Administração Regional de Saúde e Centro Hospitalar Universitário do Algarve estar indiferente a esta situação. Apelaram à progressão na carreira e aos salários que têm vindo a ser ‘prometidos’. Esta não é, porém, uma situação nova, à qual se acumulam falta de pagamento de trabalho prestado nos centros de vacinação, folgas por gozar, tolerância que não foram pagas de forma devida, resumiu o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

A partir de junho apenas será devida a cobrança de taxas moderadoras, dentro daquilo que tinham sido os compromissos que tínhamos assumido” Marta Temido, ministra da Saúde PUB

PUB

COSMÉTICOS

282 457 107

966 054 800

portichavesptc@hotmail.com

RUA CEL ARMANDO DA SILVA MAÇANITA, 15 R/C ESQ (EM FRENTE AO C.C. AQUA, JUNTO À CRACEP)

As marcas Real Natura, Salon Line e Gota Dourada foram obrigadas pelo Infarmed, a autoridade nacional do medicamento, a retirar do mercado português os seus produtos de cosmética por conterem ‘Butylphenyl methylpropional’. Este é um composto químico aromático, considerado cancerígeno, que afeta, sobretudo, a fertilidade. O uso em cosméticos foi proibido na União Europeia em março. Numa circular, o Infarmed refere que, numa ação de fiscalização de mercado, verificou que estes produtos ainda estavam a ser comercializados, tendo por isso obrigado a esta retirada. Assim, aconselha ainda os consumidores a não utilizarem produtos destas marcas que contenham o químico.


P13

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

“Dados (pouco) pessoais!!” Francisco Serra Loureiro Solicitador Quatro anos volvidos após o famoso RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) iniciar a sua produção de efeitos no nosso ordenamento jurídico, a questão que se levanta é perceber a real relevância que o mesmo teve na proteção dos nossos dados pessoais. Este regulamento teve o condão de despertar consciências, pois embora a proteção de dados já fosse alvo de regulamentação, a verdade é que a sua aplicabilidade no nosso território e a enorme difusão pelos media levou a um maior conhecimento desta realidade por todos nós. Mas o que são os dados pessoais e o que, efetivamente, mudou desde então? Sucintamente, os dados pessoais consistem em qualquer informação relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável, nomeadamente através de elementos

Delegação Regional do Algarve

A DECO INFORMA… PSlifestyle – Positive and Sustainable Lifestyles – é o novo projeto europeu em que a DECO participa. Queremos convidar os portugueses a ter um estilo de vida positivo, sustentável e mais saudável. Todos os dias fazemos escolhas sobre a forma como vivemos, viajamos, comemos,

específicos da sua identidade física, genética, económica, cultural, entre outros. Falamos de inúmeros elementos tais como, e meramente a título de exemplo, do nome, idade, endereço de e-mail, funções desempenhadas ou crenças religiosas. Além de várias obrigações para algumas entidades, como, por exemplo, a designação do também famoso encarregado de proteção de dados ou a necessidade de avaliação de impacto do tratamento sobre

Relembramos que nem todo o tratamento de dados pessoais carece de autorização do seu titular. Se os seus dados forem necessários para a execução de um contrato no qual é parte (uma compra e venda, por exemplo) ou se o responsável pelo trata-

“As alterações verificaram-se, essencialmente, na recolha do seu consentimento aquando do fornecimento de dados pessoais, no acesso aos mesmos ou mesmo no direito ao esquecimento” determinadas categorias de dados, para o leitor, garantidamente titular de dados pessoais, as alterações verificaram-se, essencialmente, na recolha do seu consenti-

mento dos dados necessitar dos seus dados para o cumprimento de uma obrigação jurídica, não se verifica a necessidade do titular prestar o seu consentimento.

Não obstante, muitas situações existem que carecem de consentimento e analise agora o leitor se estes meros exemplos são observados no seu quotidiano. Continua a receber contactos promocionais por e-mail ou por telefone e não se recorda de ter dado o seu consentimento? Ao receber um telefonema, refere que não está interessado, pede para que lhe digam como os seus dados constam daquela base de dados e não lhe conseguem responder? Envia um e-mail a requerer que os seus dados que constavam de uma base para efeitos de marketing sejam retirados e continua a receber as mesmas promoções? Pois, infelizmente estas e outras situações ocorrem com relevante frequência para todos nós. Mais que uma consciencialização, necessário era que o tratamento de dados fosse efetivamente respeitado. Cabe também a cada um de nós promover esse cumprimento, exigindo que os nossos direitos sejam cumpridos. *Artigo escrito no âmbito da parceria entre o Portimão Jornal e a Ordem dos Solicitadores e Agentes de Execução

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR / DECO

“O que é o projeto PSlifestyle em que a DECO participa?”

efeito estufa lançados sobre o planeta. As alterações climáticas estão no topo da agenda dos governos, dos ’stakeholders’, das nossas sociedades, mas a verdade é que

“Acreditamos que é preciso que cada cidadão reflita, procure, comece, converse, partilhe e teste, descobrindo progressivamente o seu estilo de vida sustentável, à medida das suas preferências e possibilidades” consumimos ou nos divertimos. Em resultado dessas escolhas diárias, cada um de nós, individualmente, é responsável por 72% das emissões globais de gases com

mento aquando do fornecimento de dados pessoais, no acesso aos mesmos ou mesmo no direito ao esquecimento, que consiste na faculdade de requerer que os seus dados sejam apagados.

OPINIÃO

dizem respeito a todos nós e à nossa vida privada. O PSlifestyle propõe-se a construir estilos

de vida positivos e sustentáveis, defendendo que tal é possível sem que os consumidores tenham de ser super-heróis que prescindem de tudo. Acreditamos que é preciso que cada cidadão reflita, procure, comece, converse, partilhe e teste, descobrindo progressivamente o seu estilo de vida sustentável, à medida das suas preferências e possibilidades. Este projeto pretende chegar a quatro milhões de cidadãos europeus, criando um movimento pela sustentabilidade, com especial foco em quatro dimensões: habitação, alimentação, mobilidade e consumo. Com esta iniciativa, abrir-se-á um espaço de participação dos cidadãos com a realização de seis Laboratórios Vivos*, convidando todos os consumidores a fazer parte desta cocriação inclusiva, o codesenvolvimento de novas visões para uma vida melhor e mais sustentável. As partilhas feitas nestes workshops contribuirão para a melhoria da ferramenta

online PSLifestyle. A ferramenta tem como objetivo ajudar as pessoas a ganharem consciência do nosso impacto no meio ambiente e apoiar a mudança nos nossos comportamentos do dia a dia. Os primeiros dois Laboratórios Vivos realizaram-se no dia 30 de abril e 7 de maio, no espaço Heden, em Santa Apolónia, Lisboa. Estes dias de cocriação e co-design contaram com a participação de Sofia Guedes Vaz, a autora do Podcast ECOSOFIA-X. * Os Laboratórios Vivos serão organizados paralelamente em oito países europeus, para além de Lisboa (Portugal), Tallinn (Estónia), Tampere (Finlândia), Wuppertal (Alemanha), Atenas (Grécia), Parma e região da Toscana (Itália), Ljubljana (Eslovénia) e Izmir (Turquia). Os participantes dos Laboratórios Vivos tornar-se-ão embaixadores e embaixadoras europeias para estilos de vida positivos e sustentáveis. Tens perguntas? Contacta-nos em pslifestyle@deco.pt

FICHA TÉCNICA DIRETOR Rui Pires Santos • REDAÇÃO Ana Sofia Varela, Hélio Nascimento, Jorge Eusébio e Rafael Duarte • DESIGN E PAGINAÇÃO Vanessa Correia • FOTOGRAFIA Eduardo Jacinto e Kátia Viola • DEPART. COMERCIAL Hélder Marques, 914 935 351 • PROPRIEDADE E EDITOR PressRoma, Edição de Publicações Periódicas, Unip. Lda., Rua Dr. João António Silva Vieira, Lote 3, 3º Dto, 8400-417 Lagoa • CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Rui Pires Santos • DETENTOR DO CAPITAL 100% Rui Pires Santos • NIF 508 134 595 • Nº REGISTO ERC 127433 • DEPÓSITO LEGAL Nº 470747/20 • SEDE DE REDAÇÃO Rua Dr. João António Silva Vieira, Lote 3, 3º Dto., 8400-417 Lagoa • EMAIL portimaojornal@gmail.com • TELEFONE 282 381 546 | 967 823 648 • IMPRESSÃO LUSOIBÉRIA, Av. da República, nº 6, 1.º Esq. 1050-191 Lisboa • TIRAGEM 3.750 exemplares • PERIODICIDADE Quinzenal • ESTATUTO EDITORIAL https://algarvevivo.pt/sobre-nos/


P14

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

DIVERSOS CLASSIFICADOS Está à procura de emprego? Ou é empresário e procura um funcionário? Então está no lugar certo. O Portimão Jornal disponibiliza um espaço de anúncios gratuitos de emprego para quem procura trabalho ou para as empresas que procuram trabalhadores. Para colocar o anúncio basta enviar email para portimaojornal@gmail.com.

⇨ EMPREGO

PRECISA-SE Recrutamos nadador salvador (m/f) Ordenado acima da média. Contactar: 965 119 091 Armação de Pêra PRECISA-SE Monitores para Férias de Verão 2022 As inscrições estarão abertas até 3 de junho Mais Informações: por telefone (282 470 813) ou email (desporto@cm-portimao.pt) Portimão PRECISA-SE Distribuidor de publicidade Serviço durante um dia por semana. Oportunidade de ganhar um dinheiro extra. Contactar: 917 662 423 Zona de Portimão

CONTACTOS ÚTEIS SAÚDE

282 426 216 Centro de Saúde- Alvor 282 459 226 Centro de Saúde - Mex. Grande 282 968 133 Hospital de Portimão 282 450 300 Centro de Saúde - Portimão

URGÊNCIAS

Número Nacional de Socorro

112 117 282 422 440 282 417 717 282 417 714 282 420 750 808 250 143 282 405 400 808 282 112 282 400 265

Número Nacional de Socorro - Incêndios Brigada Fiscal de Portimão PSP Polícia Marítima de Portimão Guarda Nacional Republicana Intoxicações Polícia Judiciária Linha ‘Proteção 24’ Piquete de águas

FARMÁCIAS COM SERVIÇO NOTURNO PERMANENTE MAIO 12 Pedra Mourinha • 13 Moderna 14 Carvalho • 15 Rosa Nunes 16 Amparo • 17 Arade 18 Rio • 19 Central 20 Pedra Mourinha • 21 Moderna 22 Carvalho • 23 Rosa Nunes 24 Amparo • 25 Arade Antes de se deslocar à Farmácia LIGUE 1400 (Chamada Gratuita 24h)

AGENDA ⇨ 13 A 15 DE MAIO

'PORTIMÃO BOX CUP' INTERNATIONAL BOXING TOURNAMENT LOCAL: Pavilhão Gimnodesportivo de Portimão

⇨ SÁBADO . 14 DE MAIO

22ª CORRIDA FOTOGRÁFICA DE PORTIMÃO HORÁRIO: 9h00 às 21h00 LOCAL: partida do Museu de Portimão

⇨ SÁBADO . 14 DE MAIO . 11H00

'VAMOS DESCOBRIR O MUNDO DOS COGUMELOS' com a participação da Gribb Farm INSCRIÇÕES: Inscrição prévia, para um máximo de 15 participantes, que deve ser efetuada até 13 de maio, através do telefone 282 248 595 ou do email quinta.pedagogica@cm-portimao.pt LOCAL: Quinta Pedagógica de Portimão

⇨ SÁBADO . 14 DE MAIO . 17H00

EXPOSIÇÃO 'EAT & ART /COMIDA E ARTE' LOCAL: Museu de Portimão

⇨ 21 A 22 DE MAIO

CAMPEONATO IBÉRICO DE CLASSE HANSA LOCAL: Marina de Portimão

⇨ 24 E 25 DE MAIO

GINÁSTICA RÍTMICA XXIX TORNEIO INTERNACIONAL DE PORTIMÃO LOCAL: Portimão Arena

⇨ 27 A 29 DE MAIO

TAÇA DO MUNDO DE GINÁSTICA RÍTMICA LOCAL: Portimão Arena

⇨ SÁBADO . 28 DE MAIO . 11H00

PEQUENO-ALMOÇO DOS ANIMAIS DA QUINTA ateliê aberto a crianças sem idade mínima INSCRIÇÕES: Inscrição prévia, para um máximo de 15 participantes, que deve ser efetuada até 27 de maio, através do telefone 282 248 595 ou do email quinta.pedagogica@cm-portimao.pt LOCAL: Quinta Pedagógica de Portimão

⇨ ATÉ 29 DE MAIO

REVISTA À PORTUGUESA 'COM A CORONA AOS SALTOS' HORÁRIO: Sextas-feiras e sábados às 21h30 domingos às 15h00 e às 17h30 RESERVAS: 967 188 290 LOCAL: Boa Esperança Atlético Clube

⇨ QUINTA . 9 DE JUNHO . 21H00

PEDRO ABRUNHOSA SOLO BILHETES: bol.pt e bilheteira do TEMPO PREÇO: Balcão: 25€ LOCAL: TEMPO - Teatro Municipal de Portimão

⇨ ATÉ 19 DE JUNHO

EXPOSIÇÃO RAÍZES MARGARIDA TENGARRINHA LOCAL: Museu de Portimão

PUB


P15

Portimão Jornal • 12 MAI 2022 • Nº48

ÚLTIMAS D.R.

Esta é a quarta edição da ação

Jornadas do Arade debatem valorização do património Evento é promovido pela Teia D’Impulsos e pretende colocar os participantes a refletir sobre os recursos da bacia deste rio. ANA SOFIA VARELA

Jorge Moreira da Silva candidato ao PSD

Carlos Gouveia Martins é diretor distrital da campanha O líder da concelhia de Portimão do Partido Social Democrata (PSD) Carlos Gouveia Martins é o diretor distrital da campanha de Jorge Moreira da Silva, candidato a líder do partido. No Algarve, o militante social-democrata escolheu ainda Rogério Bacalhau, presidente da Câmara Municipal de Faro, como mandatário regional. O mandatário de juventude é Tiago Mateus, atual presidente da JSD do Algarve. O candidato desloca-se ao Algarve esta sexta-feira, 13 de maio, às 19h00, para uma sessão aberta a quem queira ouvir as ideias que defende para o partido, no salão do Club Farense.

Sessão do ‘Filme Francês do Mês’

Museu exibe ‘Tout ce qu’il

Património é o tema da quarta edição das Jornadas do Arade

O

Museu de Portimão recebe, entre 13 e 15 de maio, a quarta edição das Jornadas do Arade, promovidas pela associação Teia D’Impulsos. Após cinco tertúlias nos quatro municípios que integram a bacia do Rio Arade, que decorreram desde março, a associação desafia agora a refletir sobre o presente para projetar o futuro deste território. Participam entidades de Lagoa, Monchique, Portimão e Silves. A associação defende que é necessário planear o futuro “explorando de forma sustentável os recursos, ou não fosse esta uma sub-região de identidade geográfica, económica, social, cultural e ecológica própria”. A quarta edição do evento dará, por isso, ‘voz’ ao Património nas diferentes dimensões existentes. O programa divide-se em vários momentos de partilha de conhecimento e experiências, como apresentações de comunicações livres e concurso de ideias, conferências, mesas redondas, tertúlia e, no último dia, um passeio à descoberta do património. O ponto de partida, esta sexta-feira, 13 de maio, será uma ’Análise SWOT’ para avaliar forças, oportunidades, fraquezas e ameaças destes territórios, com a ajuda

da academia. Em seguida, refletem-se os 'Desafios para a preservação e exploração sustentável deste património fluvial', com a participação do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e dos projetos Natura Fish Alvor, de aquacultura, e o Water World, de arqueologia subaquática. 'Quando a Oficina vira Museu' O segundo dia será dedicado ao património industrial, com a mesa redonda 'Quando a Oficina vira Museu', que terá os contributos da Região de Turismo do Algarve, do Museu de Portimão, da Adega do Convento do Paraíso, situada em Silves, da Conserveira do Arade, de Lagoa, e da Casa do Medronho, de Monchique. Seguir-se-á 'O que já está a ser implementado' em prol da valorização do património das ‘Terras do Arade’, com a participação da Direção Regional da Cultura do Algarve e de representantes dos quatro municípios. “Um dos desafios é que esta valorização seja feita numa lógica de sinergias, em busca de soluções integradas, pelo que iremos conhecer alguns projetos intermunicipais, como o caso da Via Algarviana, do Geoparque Algar-

vensis e do Projeto Magallanes”, explica a Teia D’Impulsos. Por último, em conjunto com a Rede de Museus do Algarve, será efetuado um 'Mapeamento do Património Cultural Imaterial'da região. O evento culmina com a tertúlia ‘Teia D’Ideias Especial’ para dar a palavra aos autarcas das Câmaras Municipais de Lagoa, Monchique, Portimão e Silves. ‘À Descoberta do Património’ No último dia, a 15 de maio, será promovido um passeio, em autocarro, durante todo o dia, pelos quatro municípios, em busca de evidências “de tudo o que foi falado ao longo dos dois dias no Museu de Portimão”, revela a associação. O ponto de partida será o equipamento cultural portimonense, às 8h45, com uma primeira paragem no Sítio das Fontes, em Estômbar. Haverá uma caminhada até à Adega Arvad, no concelho de Lagoa, para uma prova de vinhos e petiscos. Segue-se um passeio arqueológico em Silves, encerrando o percurso em Monchique, onde será promovido um piquenique. A participação no passeio custa 15 euros, podendo o programa ser consultado online (www.teiadimpulsos.pt).

me reste de la révolution’ A próxima sessão do ‘Filme Francês do Mês’ terá lugar no Museu de Portimão a 26 de maio, às 21h00. ‘Tout ce qu’il me reste de la révolution’, de Judith Davis, será, assim, exibido na penúltima iniciativa deste ciclo de cinema, promovido pelo Grupo de Amigos do Museu em parceria com a Alliance Française do Algarve. Para o encerramento, a 30 de junho, no mesmo horário, está prevista a exibição de ‘Un beau voyou’, de Lucas Bernard. Ambas têm entrada gratuita.

Reformados podem recorrer ao apoio gratuito

Junta da Mexilhoeira Grande ajuda a preencher IRS Os pensionistas ou reformados recenseados na freguesia da Mexilhoeira Grande e que necessitem de apoio no preenchimento do IRS podem fazê-lo na Junta. Para beneficiar deste auxílio gratuito devem efetuar uma marcação prévia por telefone (282 968 225). Ao dirigirem-se aos serviços da Junta de Freguesia devem levar a identificação fiscal e a senha de acesso ao Portal das Finanças. O último dia para o preenchimento do modelo de IRS é 30 de junho.

Terceira etapa será entre 13 e 15 de maio

Complexo de Ténis e Padel recebe ‘Gentlemen’s & Ladies’ Crew’ A terceira etapa da prova ‘The Gentlemen’s & Ladies’ Crew’ decorre no Complexo Municipal de Ténis e Padel de Portimão, entre 13 e 15 de maio. Este é um torneio de veteranos de categoria 10 000, de padel, que engloba diversos escalões a partir dos 35 anos.


A FECHAR

Quinta-feira • 12 maio 2022

D.R.

Edifício integrará passeios comentados pela Ria

Antiga lota de Alvor está a ser requalificada

Museu celebra 14º aniversário

Intervenção custa cerca de 230 mil euros e conservará o espaço, com vista à dinamização daquela zona. D.R.

Diversas iniciativas marcam o 14º aniversário do Museu de Portimão. Uma delas será a 22ª Corrida Fotográfica, no dia 14, entre as 9h00 e as 21h00, que volta ao regime presencial, após dois anos de pandemia. Às 17h00, serão inauguradas duas exposições temporárias, ambas ligadas ao mar e à indústria conserveira. A mostra ‘Este Mar ao Fundo’, estará patente até 13 de novembro. Revelará imagens das gentes e de paisagens da costa e do mar algarvio de outros tempos. Já a mostra ‘Eat & Art / Comida e Arte’ estará patente até 25 de setembro e integra o projeto ‘Can The Can’. No dia 17, data do aniversário do equipamento cultural, há visitas gratuitas e, às 21h00, a atuação da Academia de Música de Portimão, onde poderá ser apreciado o ‘Outro lado do Museu’, através de uma visita guiada às reservas, para descobrir as outras coleções desta fábrica de histórias.

Portimão Arena recebe provas de ginástica

Com a obra do Salva-vidas de Alvor quase concluída, agora será a lota a ganhar uma nova imagem

O

s trabalhos de requalificação da antiga lota de Alvor já estão a decorrer, numa intervenção que custa cerca de 230 mil euros. A Câmara Municipal de Portimão decidiu, desta forma, restaurar, conservar e dinamizar o edifício, junto à Ria de Alvor, para valorizar o património que representa a identidade da vila piscatória. “A intervenção em curso passa pela recuperação das antigas bancadas do peixe e dos pilares de ferro, sendo também substituídos todos os materiais de alvenaria e a cobertura, que se encontrava de-

gradada, de forma a permitir que este espaço emblemático contribua para a perpetuação dos conhecimentos e transmissão de saberes da comunidade local, ligada ao mar e à pesca”, defende a autarquia. Esta valorização é concretizada a par da intervenção no Salva-vidas de Alvor, que fica a escassos metros da antiga lota e que, em breve, será transformado num centro interpretativo, numa lógica de dinamização e de reforço da oferta turística. É neste âmbito que está prevista a integração de memórias e histórias da pesca e da comercialização do pescado em lota, hábi-

tos gastronómicos e de consumo locais, dando ainda a conhecer a envolvente paisagem ribeirinha, que valorize o património natural e biodiversidade. Também fazem parte dos planos municipais “integrar a antiga lota e zona envolvente nos circuitos turísticos relacionados com o património cultural e de natureza, sustentabilidade marítima, piscatória e ambiental ou com o ecoturismo, sendo criadas condições para pequenos passeios comentados pela Ria de Alvor sobre temas da sua história e vivências, ou centrados na rica biodiversidade local”, conclui a autarquia.

O Portimão Arena será palco de diversas competições de ginástica no final de maio. Assim, nos dias 21 e 22 de maio, recebe a prova qualificativa para o Campeonato Nacional de 1ª Divisão de Ginástica Rítmica, onde participam 124 atletas de 22 clubes. Seguir-se-á, entre 24 e 25 de maio, o XXIX Torneio Internacional de Portimão, na mesma modalidade, e entre 27 e 29, a Taça do Mundo. As competições têm entrada livre, ainda que nas duas últimas seja necessário levantamento de bilhete no Teatro Municipal, no Museu e no Arena.

Carlos Filipe expõe ‘Amigos (Im)perfeitos’ até junho A Casa Manuel Teixeira Gomes, na baixa da cidade, tem patente, até 1 de junho, a exposição de fotografia ‘Amigos (Im)perfeitos, da autoria de Carlos Filipe. A mostra é composta por imagens de animais que mudaram a vida daqueles que estão à sua volta, pela força de viver que demonstraram e pelo amor que entregaram a quem os acolheu, descreve a organização. Os visitantes terão ao dispor uma componente interativa complementar, pois as fotos apresentam ainda um QRCode que permite a visualização de vídeos de cada animal no telemóvel. Os interessados podem contribuir com a doação de géneros alimentares, material de higiene ou outros produtos, no final da visita. A intenção é apoiar as associações de proteção de animais existentes no concelho. PUB