Issuu on Google+

w w w. e m . c o m . b r B

E L O

ARTE DE ÁLVARO DUARTE E EVANDRO CRUZ SOBRE FOTOS DE ALEXANDRE GUZANSHE, LEANDRO COURI, RAMON LISBOA E RODRIGO CLEMENTE/EM/D.A PRESS ● FOTOGRAFIAS INSPIRADAS NO ENSAIO ‘‘LIFE BEFORE DEATH’’, DO ALEMÃO WALTER SCHELS

O

H O R

MG: R$ 3 ●

I Z O N T E ,

D O M I

NÚMERO 25.985 ●

N G O ,

1ª EDIÇÃO ●

3 1

D E

82 PÁGINAS ●

M A R Ç O

D E

2 0 1 3

FECHAMENTO DA EDIÇÃO: 21H

‘‘Eu me preparo para ter outro ambiente longe do mundo da bola’’

‘‘Quero dedicar mais tempo aos estudos para seguir carreira de administrador’’

● Tinga, 35 anos,

● Gilberto Silva, 36 anos,

volante do Cruzeiro

volante do Atlético

INÍCIO REPORTAGEM

ESPECIAL

‘‘Tenho 20 anos de carreira e é difícil chegar próximo de encerrá-la’’

‘‘Tem de ir atrás do sonho, mas se preparar, estudar, para ter outra saída’’

37 anos, atacante do Boa

goleiro do Nacional

● Rodrigo Posso, 36 anos,

● Marcelinho Paraíba,

DO

‘‘Por enquanto, não tenho nenhum projeto. Vamos ver...’’ ● André Luís, 33 anos, zagueiro do Boa

‘‘Quero abrir mais negócios, mexer mais com aluguel, terreno...’’

‘‘Tenho vontade de continuar trabalhando no futebol’’

● Glaysson, 34 anos,

● Fábio Jr., 35 anos,

FIM goleiro da Caldense

atacante do América

‘‘Meu sonho é fazer o Enem e cursar faculdade na minha área, educação física’’ ● Luizinho, 34 anos,

Gritos da torcida, autógrafos, fama e portas abertas para o mundo. Os dias de glória podem parecer eternos para o jogador, mas é impossível driblar o tempo e a idade. A bola que consagra é a mesma que expulsa dos gramados. A partir de hoje, o EM mostra na série ‘‘Rumo à primeira morte’’ como jogadores no limiar da aposentadoria encaram o fim de carreira e se preparam para quando os holofotes se apagarem. CAPA E PÁGINAS 4 E 5

‘‘A gente sente falta de jogar. É difícil ficar assistindo da arquibancada’’

‘‘Tenho conversado com minha família para quando eu parar não ter aquele baque’’

vereador em Patos de Minas

armador do América

● Ditinho, 41 anos, ex-jogador e

armador da Caldense

● Geovanni, 33 anos,

Raposa vence Villa Nova e se classifica ● Galo recebe Tupi no Independência ● Cruzeiro decide Superliga de Vôlei outra vez

PUNIÇÃO ACELERADA PARA ULTRAPASSAGEM PROIBIDA GOVERNO AGILIZA MUDANÇA NA LEI PARA IMPOR MULTA MAIS PESADA A MOTORISTAS QUE DESRESPEITAREM FAIXA CONTÍNUA, CAUSA DE MUITAS MORTES NAS ESTRADAS PÁGINA 12

Além do batom e do salto alto, muita responsabilidade para comandar investigações. A Polícia Civil já tem 380 delegadas em Minas. Roberta Fernandes Sodré, de 32 anos, enfrenta o desafio de conciliar a vida profissional com a educação dos filhos, gêmeos de 1 ano. PÁGINA 4

Vigilância particular de edifícios e maior movimento e policiamento estão atraindo pessoas que não têm onde viver para bairros da Zona Sul de BH, segundo moradores e comerciantes. A prefeitura diz que está no limite para acolher os 2,2 mil sem-teto da capital, cujo abandono é agravado pelo crack e alcoolismo. PÁGINAS 21 E 22

IPI DE CARROS É MANTIDO EM 2% Alíquota será congelada até o fim do ano pelo governo, que desistiu da elevação a 3,5% para carros populares. PÁGINA 16

JAIR AMARAL/EM/D.A PRESS

Muito além do chocolate O cacau é conhecido como principal ingrediente da delícia mais cobiçada da Páscoa, mas tem múltiplos usos culinários, como sucos, iogurtes, geleias, mousses, pudins, sorvetes, destilados e fermentados finos. CAPA

BEM VIVER

CHARME EM DEFESA DA LEI

Lei muda relações de subserviência e afeto entre patrões e empregados ao garantir direitos básicos de trabalhadores domésticos. PÁGINAS 13 E 14

degusta

FEM ININO

& MASCULINO

A epidemia que já fez 37.733 vítimas, com 34 mortes em Minas este ano, é consequência de uma longa batalha entre a ciência e o Aedes aegypti. Desde o recrudescimento da doença, na década de 1970, muitas foram as tentativas, mas ainda não há soluções eficazes, como vacinas ou alterações genéticas no próprio inseto. PÁGINAS 2, 24 E 25

DOMINGO

O mosquito que desafia a ciência

Medo da violência leva população de rua para Zona Sul

A NOVA RELAÇÃO COM AS DOMÉSTICAS

DENGUE

Seja simples!

Não ao consumismo e ao supérfluo. Conheça pessoas que optaram pela simplicidade e vida mais saudável, como Priscila Caliziorne, que não entra em shopping há 10 anos: “Nunca fiz escolhas motivadas pelo financeiro”. CAPA E PÁGINAS 4 E 5

MARCOS MICHELIN/EM/D.A PRESS

ISSN 1809-9874

99 771809 987014

Assinaturas e serviço de atendimento: Belo Horizonte: (31) 3263-5800 - Outras localidades: 0800 031 5005 Assinatura Uai: 0800 031 5000


1 DOMINGO CAPA EM