Page 1


Saúde integral A revista TERAPIAS NATURAIS é propriedade da Editora Vivência.

Ano 1 – edição 01

agosto/setembro 2017

O link para a versão digital está disponível em nossa página do facebook: www.facebook.com/revistaterapiasnaturais

Contactos para publicidade e redação: Fone (351) 936 568 061 E-mail: editora.vivencia@hotmail.com Editor-chefe e diretor comercial Victor Rebelo Conselho editorial Noémia Rodrigues Revista TERAPIAS NATURAIS Edição bimestral. Portugal. 4 mil exemplares com distribuição gratuita em lojas de produtos naturais, ervanárias, clínicas terapêuticas, institutos, feiras e eventos na área de medicina complementar. As opiniões e artigos publicados nesta revista são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do editor. O conteúdo desta revista é gratuito. Para reprodução, na íntegra ou parcial, na internet ou de forma impressa, é necessário comunicar à Editora Vivência e divulgar a fonte e autor do artigo. Foto de capa: bigstockphoto.com A revista TERAPIAS NATURAIS é uma parceria com:

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE NATUROPATIA www.apnaemmovimento.pt ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FITOTERAPIA CLÁSSICA http://fitoterapiaclassica.wixsite.com/apfc.

A Organização Mundial de Saúde – OMS – define a saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afeções e enfermidades”. A partir deste ponto de vista, é necessário compreender o ser humano como um sistema integral, que envolve os aspectos espiritual, psicoemocional, energético e físico. Tudo o que pensamos e sentimos repercute, energeticamente, no corpo. Como podemos manter um estado de saúde plena se cultivarmos o ódio, o rancor, a mágoa, a irritação...? Como mantermos o equilíbrio interior sem termos a menor percepção do que se passa na nossa mente? Como podemos ter um corpo saudável se nos “entupimos” de comida, sem nos preocuparmos com uma alimentação mais nutritiva? Como superar o medo e as aflições numa sociedade muito competitiva, onde a grande preocupação da maioria é ganhar, ganhar e ganhar? Sofremos de hipertensão, de problemas gástricos... e o que fazemos para manter a serenidade diante das dificuldades que surgem? Essas são algumas perguntas essenciais para refletirmos, na procura de um estilo de vida saudável, com mais autoconhecimento e harmonia interior.

Victor Rebelo é comunicador e Life Coach Editor-chefe da revista Terapias Naturais

ÍNDICE 04 – OS BENEFÍCIOS DAS TNCs 10 – ÁGUA E SAÚDE 12 – EQUILÍBRIO NO DIA A DIA 14 – ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 16 – RECUPERAÇÃO MUSCULAR 18 – BIOMAGNETISMO MÉDICO 20 – IRIDOLOGIA 22 – ASSOCIAÇÕES EM PORTUGAL


Os benefícios das TNCs Com processos específicos de diagnóstico e metodologias próprias, elas resgatam a saúde de forma natural

C

alcula-se que, actualmente, seja cerca de 100 milhões o número de europeus que buscam as medicinas alternativas às convencionais. Destes, 2 milhões são portugueses. A Organização Mundial de Saúde – OMS – defende que as medicinas alternativas devam ser regulamentadas e que existem vantagens no trabalho conjunto com a medicina convencional. Ainda segundo a OMS, a medicina tradicional reúne os conhecimentos e práticas com base em teorias, crenças e experiências ancestrais de determinadas culturas, que podem ou não ter comprovação científica, mas que podem contribuir de alguma forma para a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças. São práticas de saúde que não fazem parte da medicina convencional em determinados países e que não integram, completamente, os seus sistemas de saúde. Em Portugal já existe regulamentação para as denominadas 7 TNCs (Terapêuticas Não Convencionais), que são aquelas que “partem de uma base filosó-

Tratamento integral Na medicina alternativa o indivíduo é analisado como um todo e o tratamento é direcionado para as causas das doenças e não para os sintomas.

4

fica diferente da medicina convencional e aplicam processos específicos de diagnóstico e terapêuticas próprias” – Cfr. Lei nº 45/2003 de 22 de Agosto, art.3º - 1. Lei do enquadramento base das Terapêuticas Não Convencionais, e Lei 71/2013 de 2 de Setembro, que regulamenta a Lei 45/2003, relativamente ao exercício profissional das atividades de aplicação de terapêuticas não convencionais. As 7 Terapêuticas Não Convencionais são a naturopatia, fitoterapia, acupuntura, osteopatia, quiroprática, homeopatia e a medicina tradicional chinesa. Todas as portarias relativas às 7 TNCs já foram publicadas em D.R., excepto os Ciclos de Estudo da homeopatia e medicina tradicional chinesa, que se aguardam. Milhares de cédulas profissionais continuam a ser entregues.

Naturopatia

Palavra derivada do latim natura e do grego pathos. É o estudo da doença em função da Natureza. É uma medicina de profundidade. A naturopata e fitoterapeuta Noémia Rodrigues, presidente da Associação Portuguesa de Naturopatia – APNA – e da Associação Portuguesa de Fitoterapia Clássica – APFC – explica que “para o naturopata, a doença é sempre geral, até porque, uma doença é sinónimo de entupimento. É


dollarphotoclub.com

necessário, e antes de mais, desintoxicar – a primeira cura obrigatória da naturopatia –, fazer cessar a fonte dos erros. A naturopatia é preventiva. Trabalha para evitar o aparecimento do mal profundo, até porque defende que manter a saúde é melhor do que curar. O naturopata avalia e defende que todo o doente é uma pessoa sã que se ignora: tem a possibilidade da autocura, basta apenas mudar o seu

comportamento e forma de vida. Todo o doente possui uma parte sã, que, se for corretamente potenciada, vai curar o que está doente. O corpo, verdadeiramente, é o seu próprio médico (e o mais competente). O naturopata apenas cumpre este princípio. Se for necessário intervir, o naturopata fá-lo ‘sem prejudicar’ o que está são e sem introduzir medicamentos no organismo.” 5


Noémia Rodrigues ainda explica que “o naturopata trata segundo a força vital do organismo, para favorecer o processo curativo. Esta atitude assenta em seguir a natureza, ou melhor, a cura pelos semelhantes – a conhecida autocura. A ‘natureza comanda e o naturopata obedece’”.

Fitorerapia

Deriva do grego therapeia, o mesmo que tratamento e phyton, que significa vegetal. É a utilização de plantas no tratamento de doenças e recuperação da saúde. Trata-se de uma medicina milenar, a mais antiga da humanidade. As plantas desde tempos imemoriais foram as companheiras mais próximas do homem. O homem pode viver sem animais, mas jamais pode viver sem plantas: são elas que, com a sua atividade, nos proporcionam o essencial oxigénio, por exemplo. As plantas são ainda a maior fonte de alimento, de combustível, vestuário e abrigo. “O doente é o responsável pelo seu estado de saúde, pelo que tem de ter em atenção os sinais do seu corpo. Ao utilizarmos plantas como ‘remédios/suplementos’, para a manutenção da nossa saúde e alívio do sofrimento, indicamos de imediato que reconhecemos o nosso lugar e relação de reciprocidade na natureza”, esclarece Noémia Rodrigues.

bigstockphoto.com

A Acupuntura é uma terapêutica que consiste em colocar agulhas em pontos especiais... 6

MTC

O terapeuta Márcio Franco, da Chinese Knowledge Center, explica que “desde há milhares de anos a medicina chinesa tem vindo a conquistar o mundo ocidental através das suas evidências e resultados positivos em diversas patologias. Os diferentes ramos da medicina chinesa (acupuntura, fitoterapia, tuiná,


Acupuntura

A acupuntura é uma terapêutica que consiste em colocar agulhas em pontos especiais, de onde resultam efeitos benéficos para a saúde ou reacções de cura total ou parcial de algumas doenças. Conforme explica o Dr. Daniel Matos, médico e acupuntor, há várias formas de acupuntura, conforme a origem ou os pontos em que se colocam as agulhas. “As mais conhecidas são a acupuntura chinesa e a acupuntura auricular de Nogier. Esta última nasceu de forma totalmente científica em França através dos estudos do Dr. Paul Nogier e a sua Escola.” Portanto, a acupuntura tradicional chinesa é diferente, tem milhares de anos e faz parte da Medicina Tradicional Chinesa. Tem a seu favor a experiência milenar, transmitida por tradição. “A auriculoterapia chinesa é mais recente e não forma um sistema completo, sendo usada como complemento da acupuntura tradicional”, complementa Dr. Daniel Matos.

Osteopatia

De acordo com o terapeuta Milhais Reis, a osteopatia é um sistema médico único e ecléctico, baseado em amplos princípios que se manifestam na maneira de pensar e agir em relação à forma de atuar nas questões de saúde e doença. “O profundo conhecimento da anatomia,

fisiologia e biomecânica do corpo leva a que o osteopata seja também um terapeuta holístico, tratando e prevenindo inúmeras patologias. As várias técnicas que tem ao seu dispor podem intervir sobre as áreas músculo-esqueléticas assim como utilizando para isso manipulações sacrocranianas, viscerais, dos tecidos moles e massagem, solucionam dores, posturas, lesões, tonturas, dificuldades respiratórias, deficiências circulatórias, stress e insónias havendo ainda uma multiplicidade de pertinentes aplicações terapêuticas”, esclarece o terapeuta.

Homeopatia

A homeopatia surge da proposta de Hipócrates (377-460 a.C.) e, mais tarde, Paracelso (1493-1541), de que as doenças com etiologia desconhecida devem ser tratadas com substâncias que produzem efeitos semelhantes no indivíduo saudável. Mais tarde, Samuel Christian Hahnemann (1755-1843) confirmou o que

Remédios homeopáticos São extraídos dos três reinos da natureza (animal, vegetal e mineral).

dollarphotoclub.com

Dietoterapia e Qi Gong) podem ser ferramentas individuais ou coadjuvantes no tratamento do paciente tendo sempre em conta o conceito holístico, sendo este um dos grandes pilares do diagnóstico: relacionar todos os sinais e sintomas dentro do possível de forma a descobrir e tratar a raiz e não apenas os sintomas.”

7


dollarphotoclub.com

Coluna e articulações A quiroprática é composta de técnicas manuais, orientações de hábitos, técnicas posturais e prescrições de exercícios específicos

Hipócrates e Paracelso haviam proposto: Similia similibus curentur (os semelhantes curam-se pelos semelhantes). De acordo com o homeopata e iridólogo José Maria Andrade, “este método terapêutico reveste-se de grande importância na complexa causa das doenças crónicas e degenerativas do mundo actual. Como dado sociológico, sabemos que a homeopatia é melhor aceite nos países com menos recursos económicos. No mundo ocidental são as classes sociais com mais alto nível cultural que recorrem à Homeopatia.” José Maria Andrade ainda afirma que “os medicamentos homeopáticos, nos Estados Unidos, são oficialmente reconhecidos pela F.D.A.”

Quiroprática

É uma profissão de saúde que se ocupa de estudar o funcionamento da coluna vertebral e o seu efeito na comunicação 8

entre o sistema nervoso central (cérebro e medula espinal) e o sistema nervoso periférico (nervos sensitivos, motores e mistos). O quiroprático Paulo Valente explica que a quiroprática recorre a uma metodologia única, visando a recuperação da actividade e da capacidade de resposta do sistema nervoso, através da restauração do tónus neurológico. “Sendo frequente analisar os resultados, primariamente, no funcionamento da coluna e das articulações, a quiroprática tornou-se o verdadeiro líder no tratamento, sem medicamentos, de síndromes de dor relacionados com a coluna. Todavia, a sua aplicação tem um impacto na saúde que vai muito para além da mera redução da dor.” Ainda de acordo com Paulo Valente, “a quiroprática é segura e deve ser utilizada desde cedo para evitar problemas de saúde ao longo da vida. Por ser segura, à quiroprática recorrem todas as faixas etárias (adultos, adolescentes, idosos e até bebés). No caso dos recém-nascidos, os pais dos mesmos devem recorrer ao quiroprático logo depois do primeiro grande trauma físico dos bebés, o parto”, finaliza. Como podemos ver, a cada dia as pessoas buscam meios para além dos “convencionais” para a recuperação da saúde ou mesmo prevenção. São métodos muitas vezes milenares, com incontáveis evidências de sua eficiência, a conquistar, cada vez mais, a confiança dos utentes e o reconhecimento médico e oficial. Nas próximas edições, abordaremos com detalhes cada uma das 7 Terapêuticas Não Convencionais.


Água e saúde Quais são as características da água ideal para a saúde do nosso corpo? Por Francisco Mourão Corrêa

P

laneta Azul. Este é o nome pelo qual a Terra é conhecida, e que se deve às águas azuis que a cobrem, nas suas diversas formas (oceanos, mares, rios, lagos, gelo, neve, vapor de água…) O corpo humano também é formado, na sua maior parte, por H2O. Tanto é assim que as pessoas e o planeta têm, praticamente, a mesma percentagem de água presente nos seus “corpos” (cerca de 70%). Não há dúvidas de que a água é importante! Infelizmente, hoje em dia, sendo nós, humanos, os únicos responsáveis, as águas do nosso planeta encontram-se altamente contaminadas, com resíduos de todo o tipo, desde metais pesados a plásticos e químicos que prejudicam a sua qualidade, salubridade, riqueza nutricional e biodiversidade. Antes de tudo – e acima de tudo – a água que bebemos deve ser uma água limpa, livre de partículas tóxicas, metais pesados e outras substâncias que não são inerentes à água no seu estado óptimo natural. A água ideal deveria possuir as seguintes características:

Alcalina Apesar de existirem modas que defendem o consumo de água de baixa mineralização, o certo é que a água que bebemos deverá ser rica em minerais, especialmente minerais alcalinizantes (cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio…) uma vez que não são só necessários, mas também imprescindíveis para o bom funcionamento do organismo. Os electrólitos, por exemplo, são indispensáveis para dispor de

10

uma boa conductividade eléctrica, por forma a levar a cabo funções orgânicas tão vitais como os impulsos nervosos. Além de que a água alcalina é rica em oxigénio e ajuda-nos a depurar, favorecendo a limpeza e depuração dos resíduos celulares procedentes do seu metabolismo (respiração celular).

Antioxidante A água tem a capacidade, como qualquer outro fluído, de ceder ou roubar electrões. A esta tendência natural das substâncias líquidas chama-se Potencial de Oxidação Redução e é medida em minivoltes (mv). Quanto maior for a capacidade da água de ceder electrões, maior poder antioxidante terá e, ao contrário, quantos mais electrões roube, mais oxidativo será o seu efeito no organismo.

Hidratante Talvez seja surpreendente, mas nem todas as águas têm a mesma capacidade de hidratação. Algumas hidratam-nos mais profundamente que outras. Isto deve-se ao facto de existirem uma série de factores, como, por exemplo, a temperatura, o pH ou o facto de estar em constante movimento (como a água dos rios), que fazem variar o agrupamento das moléculas de H2O. No seu estado natural (mananciais, lagos, rios…), as moléculas de água agrupam-se em pequenos grupos, convertendo-se em água capaz de penetrar melhor nos tecidos e hidratando-nos mais profundamente. Continua na próxima edição!


Equilíbrio no dia a dia Como superar o stress e alcançar seus objetivos por meio do Life Coaching

bigstockphoto.com

Por Victor Rebelo

H

oje em dia é muito comum ouvir as pessoas dizerem que estão stressadas. Como se não bastassem as pressões do dia a dia, vivem ansiosas, preocupadas com um futuro que nunca chega; enquanto fazem uma coisa, já estão a pensar no que fazer a seguir. A dificuldade para viver o presente – de corpo e alma – é enorme e isso é péssimo, pois além de desperdiçarmos energia, prejudicamos os nossos relacionamentos e a saúde – quando este estado se prolonga a ponto de se tornar constante, habitual, o nosso corpo sofre as consequências, como: dores musculares, baixa imunidade, gastrite, crises nervosas, etc. Sem falar nos problemas psicológicos e emocionais que podem ser agravados com esta situação, como depressão, fobias, síndrome do pânico... As tarefas quotidianas são tantas que as relações pessoais tornam-se superficiais. Perdemos a capacidade de ouvir e, muitas vezes, até mesmo de receber, pois nunca estamos abertos e disponíveis de verdade. Conversamos “da boca para fora”, mas não estamos realmente presentes. Esta maneira desequilibrada de viver é uma epidemia, onde um influencia o outro, seja no trabalho, no trânsito... ou em casa, quando descarregamos na família toda nossa carga emocional desequilibrada. Tudo isto tem de mudar! Comece hoje mesmo a questionar-se: “Quais as evidências e fundamentos dos meus medos? Como seria se eu pudesse realizar meu trabalho sem estar stressado? O que devo fazer para lidar melhor com o stress? Quais são as dificuldades e oportunidades? Quais são as minhas fraquezas e ha-

12

bilidades? Qual é meu plano de ação? Quais das tarefas que pretendo realizar hoje são realmente urgentes? Como delegar algumas? ”

O método Para se chegar a estas e muitas outras perguntas “poderosas”, o trabalho de um coach profissional é muito importante! Ele utilizará as ferramentas, através do método do Life Coaching, para que o cliente descubra o melhor caminho e as ações necessárias para atingir suas metas e objetivos. Coaching não é consultoria, aconselhamento ou terapia. Inclusive, há clientes que precisam, em vez de Coaching, de um psicólogo ou psiquiatra. Portanto, um profissional que trabalha com Life Coaching irá fazer as perguntas essenciais que ajudarão o cliente a compreender a sua situação atual e a estabelecer um plano de ação objetivo, para que, a cada dia, possa dar um passo realmente significativo no processo evolutivo, alcançando seus objetivos na área profissional ou pessoal. Não basta teoria. Parta para a ação! Sem uma vida autocentrada, alicerçada no autoconhecimento, jamais conquistaremos o nível de equilíbrio interior e autorrealização com que tanto sonhamos! Victor Rebelo é comunicador, palestrante e Life Coach, formado e reconhecido pela Academia Latino-Americana de Coaching. Contacto para mais informações ou agendar sessões de Life Coaching (presenciais ou pela internet): editora.vivencia@hotmail.com


Alimentação saudável Qual é a importância dos sais mineirais e nutrientes? Por Adriana Splendore

A

Organização Mundial de Saúde reconhece o papel de 18 minerais, dentre eles o zinco, cálcio, ferro, magnésio, iodo, selênio, entre outros, como fundamentais para o bom funcionamento do nosso metabolismo. Os minerais são nutrientes que estão presentes nas nossas células. Muitas vezes, sofremos com desequilíbrios causados pela deficiência desses minerais em nosso organismo. As causas dessas deficiências podem ser várias, mas normalmente estão relacionadas ao consumo de alimentos pobres em nutrientes, como comida congelada, refrigerantes, sanduíches, enlatados, etc. Ainda, fatores como a correria do dia a dia, as emoções desequilibradas e o consumo de certos

medicamentos por um longo período exigem do nosso organismo uma quantidade maior de nutrientes para funcionar bem e, na falta de algum elemento, o corpo se desequilibra, deixando de funcionar corretamente. Os primeiros sintomas da falta de minerais podem aparecer na forma de fadiga crónica, predisposição para dores de cabeça, insónia, perturbações digestivas, fome violenta, desenvolvimento constante de viroses e infecções, queda de cabelo, irritabilidade, depressão, ansiedade exagerada e até mesmo síndrome do pânico. Os minerais também são antioxidantes, as defesas naturais do nosso organismo contra os efeitos degenerativos dos radicais livres, que causam todo o tipo de lesões celulares e o envelhecimento. Eles são capazes de reduzir o risco de cancro, diabetes, complicações cardiovasculares e outras doenças. O nosso organismo é maravilhoso! Nossa respiração, o pulmão, o coração, a lucidez mental, os hormônios, o bem-estar, a eficácia da digestão... toda essa interação é que leva o ser humano a atingir a saúde.

bigstockphoto.com

Adriana Splendore é terapeuta e trabalha com medicina complementar. Contactos: www.adrianasplendore.com.br

14


bigstockphoto.com

Recuperação muscular

A

Quais são, atualmente, as principais causas dos problemas musculares e como tratá-los?

na S. Miramon, 36 anos, é licenciada em Fisiologia do Exercício e Saúde, com a pós-graduação em Reabilitação Cardíaca e Exercício Físico. Fundou o Espaço Bio-Natural, em Linda-a-Velha, Algés, que agrega diferentes terapias (Facebook: Espaço Bio-Natural). Quais são, atualmente, as principais causas dos problemas musculares? Ana Miramon – Nos últimos meses, as principais queixas apresentadas pelas pessoas que nos procuram estão relacionadas com a falta de mobilização e fortalecimentos dos membros, originando muita tensão muscular e contraturas. Sendo a cintura escapular e membros inferiores as zonas mais frequentes. O que pode ser feito como prevenção? A prevenção tem de ser feita diariamente. É importante que as pessoas tenham uma vida motora ativa e não sedentária. Deveriam procurar fazer exercício físico vigiado por um especialista ou técnico da área, de forma a que a correção postural e fortalecimento, bem como a mobilidade dos músculos fossem uma prioridade. Aqui

16

a nutrição e a hidratação são muito importantes, pois vão potenciar o metabolismo e prevenir a intoxicação e a acidez nas células. Além do Pilates, a senhora trabalha com massagem para a recuperação física, massagem geo-termal e massagem aromatouch. O que são estes métodos trabalhados no Espaço Bio-Natural? A massagem, em geral, tem como objetivo melhorar a oxigenação, o tónus e a circulação na zona trabalhada. Especificamente a massagem de recuperação física tem o objetivo de eliminar e/ou diminuir as contraturas e fibroses musculares, com aplicações de pressões em determinados pontos, auxiliando o sistema músculo-esquelético na regeneração. A massagem geo-termal tem como base a utilização de pedras vulcânicas quentes, que proporcionam um relaxamento intenso tendo uma função analgésica. E a massagem aromatouch tem efeitos terapêuticos, tendo como fundamento o alinhamento dos chakras, equilibrando o canal energético. Usa como base o óleo essencial touch, que é composto por 6 plantas.


Os suplementos podem parecer todos idênticos Os nossos são diferentes: · Sinergicamente intensificados · Cientificamente formulados · Holisticamente desenvolvidos · Metabolicamente ativados · Sem ingredientes animais · Sem agentes de volume ou outros excipientes

Nutrição re - inventada Representados em Portugal por:

SOVEX Lda. · Av. Nossa Senhora da Luz, 36 · 2715-132 Pero Pinheiro www.sovex.pt


Doenças e magnetismo bigstockphoto.com

Entenda como o Biomagnetismo Médico explica a origem das doenças e em que consiste este tipo de tratamento

A

pós ter terminado o curso na Escola Superior de Alcoitão, em 1986, Dr. Miguel Arez foi convidado para ser o primeiro fisioterapeuta do Sport Lisboa e Benfica, onde trabalhou por 15 anos. Ainda no Benfica surge mais um honroso convite: trabalhar com o Grupo Desportivo da Assembleia da República, trabalhando em conjunto com o Prof. Domingo Gomes. Em 2001 muda-se para Portimão e é convidado a trabalhar no Hospital Particular do Algarve. Atualmente é o responsável pela sua própria equipa, a Fisio Miguel Arez (site: www.fisiomiguelarez.pt), que desenvolve tratamento com o método do Biomagnetismo Médico. O que é Biomagnetismo Médico? Dr. Miguel Arez – O Par Biomagnético – PB – é uma técnica terapêutica desenvolvida pelo médico mexicano Dr. Isaac Goiz, que procura eliminar as causas que originam as doenças. É a ciência que estuda os campos magnéticos dos seres vivos. A Terapia Biomagnética ou Biomagnetismo Médico é uma terapia indolor, não-invasiva e sem efeitos secundários. É considerada um potente método preventivo que atua ao nível de todo o corpo energético, tratando as doenças de todo o tipo, mesmo quando assintomáticas. 18

Qual é um dos fatores para o desenvolvimento de doenças? Dr. Miguel Arez – Com o Biomagnetismo Médico podemos inferir que o estado de saúde de um organismo é dado pela manutenção do equilíbrio da polaridade dos seus sistemas constituintes. Além disso, esta polaridade é representada em termos de acidez ou alcalinidade – pH –, que é o equilíbrio de iões hidrogénio num sistema. A variabilidade permitida pela natureza humana não excede 0,3 pontos de distorção do pH considerado neutro (valor 7). Em qualquer estado de doença há um desequilíbrio de iões, o que vai permitir a proliferação e manutenção de organismos patogénicos (bactérias, fungos, vírus e parasitas), facilitando a disfunção do órgão cujas células se ressentem de um pH anómalo (alcalino ou ácido). Para um pH neutro é muito importante também termos uma alimentação equilibrada e beber sempre água alcalina. Quando a acidez ou a alcalinidade é extrema, em termos químicos é a condição ideal para desenvolver qualquer doença. Em que consiste o tratamento? Dr. Miguel Arez – O tratamento consiste no posicionamento dos ímanes de intensidade média em diferentes áreas do corpo, para tratar a doença, através de um teste de kinesiologia, intencionalmente


causando um encurtamento funcional do membro inferior direito após o íman posicionado numa zona específica do corpo que está desequilibrado. Este encurtamento é corrigido pelo posicionamento de um íman de polaridade oposta noutra área específica dentro do sistema de referência, de acordo com uma metodologia descrita pelo seu descobridor, Dr. Isaac Goiz Duran. Para quais tratamentos é indicada esta terapia integrativa? Dr. Miguel Arez – É possível o tratamento de várias doenças infecciosas, crónicas degenerativas, metabólicas, disfuncionais, autoimunes, psicoemocionais, tumorais e intoxicações; diminuir os sintomas clínicos e reabilitar as diferentes funções no corpo e restaurar a saúde das pessoas; obtenção de melhoria clínica

em muitos casos, evitando efeitos secundários de tratamentos convencionais; a resistência antimicrobiana, reduzindo os riscos de infecção, hemorragia ou complicações cirúrgicas, hospitalização e reabilitação. Também trata patologias como diabetes, asma, hepatite, insónias, dislexia, lupus, fibromialgia, angústia, ansiedade, depressão, acidez do estômago, artrite reumatoide, etc. Qual é o futuro para o Biomagnetismo Médico? Dr. Miguel Arez – Eu, assim como a colega terapeuta Lília Silva, que também faz parte da nossa equipa profissional, confiamos que a continuação de um trabalho ético e vanguardista, cujos resultados falam por si, farão do biomagnetismo um tratamento reconhecido.

19


Iridologia

Entenda como ocorre este método complementar de diagnóstico

E

ntrevista exclusiva com o terapeuta holístico José Maria Amaral (Facebook: Saúde Natural Integrativa).

O que é iridologia? É uma ciência que tem por objetivo estudar a relação que existe e as diferentes marcas que são observadas na íris com as alterações que ocorrem no nosso organismo, quer sejam orgânicas, metabólicas, nutricionais, hormonais, imunológicas, nervosas, psíquicas ou emocionais, tendo como objetivo uma avaliação geral da saúde. É uma arte que exige do praticante muita destreza na observação de linhas e na variação de cores conciliando-as a um conjunto de conhecimentos do funcionamento do organismo: da estrutura física, embrionária e genética; da estrutura emocional e psíquica. Portanto, a irisdiagnose é um método naturopático por excelência, pois ao identificar as alterações das estruturas, topografia e pigmentações na íris pode traçar o estado de saúde física, emocional e psíquica e, ao identificar a pessoa de uma forma integral e holística, pode propor ações preventivas de correções mais eficazes e abrangentes. Como a medicina convencional atualmente classifica a iridologia? Apesar de ter surgido mais recentemente na história – no século XIX, embora haja relatos antes de Cristo –, graças ao médico húngaro Ignatz von Péczely, ela é dita como um método complementar de diagnóstico ou pré-diagnóstico, daí ser utilizada pela medicina complementar e não pela convencional. O que não quer dizer que não possa haver médicos de medicina convencional que a estejam a realizar, mas o seu enquadramento é na medicina complementar.

20

Como ocorre o diagnóstico? A observação da íris, e consequente comparação com a sua tabela, indica o atual estado dessa zona do corpo. Por exemplo, pode apontar para uma “inflamação aguda” ou “inflamação crónica”, o que significa que o órgão correspondente necessita de ser vigiado ou mesmo tratado. Outros diagnósticos, como a identificação de deficiências nutricionais e/ou minerais, se o sangue está limpo ou intoxicado, se existe algum tipo de contaminação e o que necessita para ser eliminado… são, no fundo, um conjunto de sinais que, se não forem tratados antecipadamente, podem vir a desencadear vários tipos de doenças.   Para além de uma detecção precoce de sintomas físicos, a iridologia vai mais longe: esta terapia complementar permite, pela observação da íris, ainda determinar os processos de aprendizagem da pessoa, a forma como se expressa, como se relaciona com aqueles que a rodeiam, os seus pontos de stress, se a pessoa é introvertida ou extrovertida, que tipo de profissional é, se sofreu algum trauma … o que permite um tratamento eficaz no combate a distúrbios emocionais e psicológicos. Enquanto técnica não-invasiva e indolor (o paciente apenas terá de suportar a intensidade da luz dos diferentes equipamentos), é muitas vezes recomendado em conjunto com outros exames ou terapêuticas, sendo uma “segunda opinião” plausível, para acrescentar a consultas médicas e métodos diagnósticos convencionais. Uma consulta de iridologia é, assim, o primeiro passo para a prescrição de hábitos de vida saudáveis e tratamentos adequados, como a homeopatia, a acupuntura, a aromaterapia ou o aconselhamento psicológico, entre outros.


Associações em Portugal Conheça a proposta da APNA e da APFC

A

Por Noémia Rodrigues

Associação Portuguesa de Naturopatia – APNA – foi fundada em 1981, e trata-se da associação mais antiga de Portugal nesta área, sendo a única que integra a WNF – World Naturopathic Federation (http://worldnaturopathicfederation.org/fullmembers/). Esta associação visa defender a Naturopatia, profissão que faz parte das 7 TNCs (Terapêuticas Não Convencionais), assim como as restantes: fitoterapia, osteopatia, acupuntura, quiroprática, homeopatia e Medicina Tradicional Chinesa. Disso foi exemplo o documento de apoio da WNF para isenção do IVA nas 7 TNCs entregue em vários Ministérios, tal como o das Finanças, entre outros. A associação trabalha ao serviço dos seus associados, dando-lhe apoio nos setores administrativo, social e jurídico, bem como ao nível do seguro profissional. Permite-lhes acesso a formações gratuitas ou com descontos e são convidados para os eventos da organização, para potenciar o convívio e ligação de proximidade entre todos os profissionais da área. Para além do referido, a associação promove congressos, jornadas e encontros de saúde e convívio, conferências, feiras, workshops, palestras, pequenas formações profissionais em todas as técnicas especiais da Naturopatia e das TNC’s, ou áreas da medicina natural. Em março corrente, realizou o Congresso Internacional de Naturopatia e Fitoterapia, cujo tema foi o “Sistema Imunitário e o Cancro”, evento co-organizado com a Associação Portuguesa de Fitoterapia Clássica, no Fórum Lisboa, com o Apoio da Câmara Municipal de Lisboa. Estes Congressos são abertos a toda a população e de entrada gratuita, estando já agendado o

22

II Congresso Internacional de Naturopatia e Fitoterapia para os dias 17 e 18 de março de 2018, em Lisboa. A APNA, tem a sua sede na Rua dos Anjos, nº 5 – 3º - 1150 – 032 em Lisboa. Mais informações: geral@apna.pt e www.apna.pt.

Fitoterapia A Associação Portuguesa de Fitoterapia Clássica – APFC –, fundada em 2004, é a associação de fitoterapia mais antiga de Portugal. Esta entidade foi criada para garantir a defesa e dignidade dos profissionais de fitoterapia, aromaterapia, fitoterapia oriental, etnobotânica, medicina vegetal, botânica medicinal, naturopatia, entre outros. A APFC defende a fitoterapia e as restantes TNCs e todos os seus associados, sejam ou não profissionais das TNCs. Para além do referido, a associação dedicase à organização de vários eventos, tal como congressos, pequenas formações profissionais, entre outros. Um dos membros fundadores da associação foi o Prof. Dr. João Ribeiro Nunes, que, para além de membro fundador, é atualmente presidente honorário. A APFC trabalha ainda de forma afincada, junto da população no sentido de a sensibilizar para aquilo que é a Fitoterapia e para o respeito que devem ter para com as plantas. Esclarece, ainda, sobre o perigo de colher e utilizar plantas erradas; para o efeito dá a conhecer a toxicidade de algumas plantas e a forma como devem ser utilizadas plantas e químicos. A APFC tem a sua sede em Lisboa, na Rua Cidade Cardiff, nº 29-1º Esq. E-mail: fitoterapiaclassica@gmail.com. Site: fitoterapiaclassica.wixsite.com/apfc


Terapias Naturais - ed.01  

A versão impressa da revista Terapias Naturais é distribuída gratuitamente nas lojas de produtos naturais, ervanárias, feiras e eventos de t...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you