Page 1

Gabarito JORNAL DA EDUCAÇÃO

Ano VIII

Edição nº 353

Rio Branco-AC, 23 A 29 de maio DE 2011

ACESSE ESTE JORNAL NO SITE

E-MAIL: gabarito_ac@terra.com.br EVALDO PEREIRA RIBEIRO/GABARITO

ACADÊMICOS DA FAMETA PARTICIPAM DE EVENTO

Acadêmicos do curso de Sistema da Informação da Faculdade Meta (Fameta) participam do “Projeto Sempre um Papo”, realizado na Biblioteca Pública, com o escritor Laurentino Gomes. Página 3

Aula no CNA mostra opções de intercâmbios culturais Atividade prática dos alunos do professor Danilo Scramin, do CNA, mostra opções de países como Bélgica, Geórgia, Irlanda, Noruega e Turquia que podem ser visitados através de intercâmbios culturais. Página 8

ESCOLA

FACULDADE

Especialistas falam de avaliação na Aprendizagem

Acadêmicos de Jornalismo participam do Ação Global

Página 4

Página 6

DIVULGAÇÃO/CNA

ACONTECEU


Gabarito

-

Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

2

ATUALIDADE

Plantando a árvore do futuro

Atividade prática mostra para alunos como germinam as plantas e incentiva a conhecer árvores da Região Norte e plantou árvores de diversas classes, podendo destacar a Seringueira, Castanheira, Ipê entre outras espécies bem conhecidas. A professora Delcides Silva ficou muito feliz com a aula. “Os alunos mostraram que estão preocupados com o meio ambiente e ficaram cientes que temos que plantar uma árvore para ajudarmos a natureza que sofre com o desmatamento”, diz.

DIVULGAÇÃO/COLÉGIO VITÓRIA

O

Colégio Vitória inova mais uma vez, com uma atividade prática para os alunos do 4º ano que participaram de uma aula bem diferente, conhecendo como germinam as plantas. O objetivo da atividade era fazer com que os alunos plantassem uma árvore para um futuro melhor. Por meio de pesquisa, a turma pode conhecer um pouco mais sobre algumas árvores da Região Norte. Após a coleta de dados a turma colocou a mão na massa

Ana Paula Xavier

Livro: Manual de Segurança, Higiene, Medicina e Segurança do Trabalho Autor: Adalberto Mohai Szabó Junior Páginas: 1008 Editora: Rideel ISBN 978853391615-9

O Manual de Segurança e Medicina do Trabalho é uma obra recomendada para os profissionais que lidam diariamente com Segurança e Medicina do Trabalho. Indispensável para profissionais, empresários, estudantes, professores e atuantes da área, este Manual apresenta a íntegra das Normas Regulamentadoras de 1 a 34 Comentadas, exercícios, legislação complementar, Súmulas dos Tribunais Superiores, Orientações Jurisprudenciais e Precedentes Normativos do TST criteriosamente selecionados, além de um capítulo dedicado aos Primeiros Socorros que trata dos cuidados emergenciais nos casos de urgência.

Professora Delcides Silva organizou a atividade com os alunos do 4º Ano

ARTIGO

Bullying: como tratar o tema na escola EVALDO PEREIRA RIBEIRO/GABARIO

REPROD

UÇÃO

DICA DE LIVRO

Paula Velozo n Wikipédia, a enciclopédia livre na internet, define Bullying como “um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bully, “tiranete” ou “valentão”) ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz (es) de se defender.” Nessa semana vim falar so-

bre esse termo em inglês que tem sido tão comentado desde 7 de abril de 2011, quando Wellington de Oliveira entrou numa escola em Realengo, no Rio de Janeiro, matando a tiros várias crianças. Foi descoberto que Wellington de Oliveira em sua infância e adolescência passara no colégio por várias humilhações, segundo conta um ex-colega de colégio, aos 10 anos havia sido lançado a uma lixeira pelos ‘colegas’ e era xingado de tudo, as meninas insinuavam-se para ele a fim de fazê-lo ficar desajeitado, envergonhado e zombavam dele. Na época em Wellington de Oliveira passara por isso, provavelmente, ninguém percebia essas “brincadeiras” como sérias nem poderia pensar no resultado desastroso de tais atitudes. É importante também refletirmos que o ato de matar ou agir com violência não pode ser justificado somente por situações vexatórias vividas no ambiente escolar. É preciso mais do que isto, como um desvio de conduta, de comportamento e, provavelmente, um transtorno psíquico. O fato é que não podemos mais fechar os olhos para as “brincadeiras” que humilham e

causam marcas profundas no indivíduo. Não estou afirmando que esse rapaz não tinha problemas psicológicos nem que todos os episódios de bullying terminarão num massacre, mas gostaria de lembrar aos pais e educadores que estiverem lendo esse artigo, para perceberem que é algo real, presente nas escolas ou em outros grupos sociais (lembrando que, na maioria das vezes, não é só no ambiente escolar que as crianças aprendem a discriminar, na maioria das vezes isso vem de casa e reflete na escola) e o pior, é que a vítima sofre calada na maioria dos casos. O maltrato intimidatório fará a vítima sentir dor, angústia, medo, fobias, a tal ponto que, em alguns casos, pode levar a consequências devastadoras. Porém, é preciso ter prudência e bom senso, nem tudo é bullying, mas isso fica para a semana que vem. Paula Velozo é Pedagoga e especialista em Psicopedagogia. Atua no Ateliê de Leitura, localizado na Rua Dom Bosco, 560 - Bosque. Telefone 3224-6806


Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

-

Gabarito

3

FACULDADE

Professor Ítalo com acadêmicos no auditório da Biblioteca Pública

Grupo de acadêmicos da Fameta que participou da Ação Global: envolvimento com o trabalho voluntário

Alunos da Fameta participam da Ação Global no SESI Acadêmicos de Sistemas da Informação atuam como voluntários

O

s estudantes da Faculdade Meta (Fameta) participaram pela primeira vez da Ação Global que aconteceu no sábado, 14, no Complexo Poliesportivo do SESI. Os alunos tiveram participação na avaliação de pesquisas sobre o atendimento proporcionado por diversas empresas à população. De acordo com informações do coordenador do curso de Sistemas de Informação, Anderson Santos, o trabalho dos estudantes foi desenvolvido por meio de pesquisa de evento e de

Gabarito

Publicação dirigida para a área da Educação

Jornalista Responsável: Evaldo Pereira Ribeiro (164 DRT/AM)

levantamento de informações como documentos ou sobre as consultas e diferentes atividades realizadas no local. Todos os estudantes da faculdade foram convocados para participar das atividades. Compareceram 65 estudantes, cinco deles atuaram como monitores. Todos ficaram do inicio ao fim, trabalhando voluntariamente prestando os serviços de pesquisas. Segundo informações do professor Anderson, o resultado foi satisfatório, uma vez que a faculdade ao estrear sua participação, pode perceber o desempenho dos alunos ao se mostrarem totalmente solidários. Para o professor, o aluno acaba caminhando para um desenvolvimento interpessoal. “Os alunos foram muito solidários com esse trabalho voluntario. Com isso, nossa equipe está

apenas tentando plantar a semente da solidariedade”, disse. A estudante do primeiro período de informática Sara Lima Nascimento, a líder do grupo, disse que o trabalho foi gratificante, uma vez que essa atividade tende a fazer com que os alunos ganhem credibilidade da instituição de ensino. “Foi muito produtivo para os alunos, depois dessa experiência, se formos convocados novamente, com certeza eu irei participar. O resultado foi muito satisfatório”, finalizou. A Ação Global é uma realização do SESI e da Rede Globo. No Acre contou com o apoio de aproximadamente 100 parceiros, empresas e instituições socialmente responsáveis. Eliana Andrade

“Projeto Sempre um Papo” tem participação de alunos da Fameta n Acadêmicos do curso de Sistemas da Informação da Fameta participaram, na terçafeira, 17, do “Projeto Sempre um Papo”, realizado na Biblioteca Pública. Os professores Ítalo e Anderson coordenaram a atividade com a presença do escritor Laurentino Gomes, que lançou o livro “1822”. Depois do best-seller “1808”, que mergulhou na história da vinda da família real portuguesa para o Brasil, com o qual Laurentino ganhou o Prêmio Jabuti, nas categorias Melhor Livro Reportagem e Livro do Ano de Não-Ficção, o

escritor surpreende com uma obra tão fascinante quanto à primeira. Em 1822, ele estuda o processo que levou à declaração de independência, sob o protagonismo de Dom Pedro I. Segundo Laurentino, o livro 1822 é consequência da obra 1808, em um trabalho de construção que exigiu um intenso trabalho de reportagem, no qual o escritor precisou ler muito sobre o assunto, pesquisar documentos, mas principalmente ir aos locais em que as coisas aconteceram duzentos anos atrás.

Acadêmicos de Sistemas da Informação e o professor Anderson

A Livraria Betel avisa aos pais que está atendendo todas as listas de livros das escolas particulares de Rio Branco

Rua Guiomard Santos, 348 - Bosque Telefones 3223-8909/3223-8945


Gabarito

-

Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

4

ESCOLA

Especialistas destacam avaliação

Fonoaudióloga e psicóloga da Escola de Reforço Leitura em Cena, Aprendizagem em Ação falam sobre aprendizado linguagem oral ou na escrita, faz a solicitação da fonoaudióloga para fazer uma avaliação. Primeiramente, com a orientação dos pais, mesmo que seja na área pedagógica, ela começa uma avaliação clínica. “Nós avaliamos a criança para saber se de fato, é uma dificuldade só no aprendizado ou se tem outro contexto que esteja prejudicando a criança”, disse. Segundo Giselle, após a criança ser avaliada e de acordo com a situação, se for o caso de tratamento fonoaudiólogo que, ela diz ser muito comum na fase de aprendizagem, do tipo distúrbios

na leitura e escrita, e, sobretudo a Dislexia (falta de habilidade na linguagem que se reflete na leitura) o aluno passa a ser acompanhado por avaliação. Ainda segundo a fonoaudióloga esse acompanhamento na escola é sistemático, acontece de forma que o especialista no assunto passe a observar o desenvolvimento da criança durante as aulas. Se for um caso mais simples, uma boa orientação com a professora, com os pais ou com a própria criança pode resolver o problema. Mas se for um caso mais complicado, ela deverá seguir tratamento.

ELIANA ANDRADE/GABARITO

V

isando melhorar cada vez mais o aprendizado do aluno, as professoras Hérica Freitas e Barbara Leite, da Escola de Reforço Leitura em Cena Aprendizado em Ação, trabalham em parceria com profissionais especializadas no assunto. A escola conta com a fonoaudióloga Giselle Morais e a Psicóloga Andréia Vilas Boas. De acordo com Giselle Morais, o trabalho de Fonoaudiologia escolar é realizado por meio de orientação, ou seja, a professora ao perceber a dificuldade na aprendizagem da criança, seja na

Avaliação é importante, diz psicóloga para saber em que a parte cognitiva pode estar interferindo ou não na aprendizagem”, contou. Um ponto importante citado pela psicóloga é que ocorre uma avaliação conjunta tanto no campo cognitivo da criança como na relação familiar, para saber em quais situações pode estar a dificuldade na aprendizagem. Somente depois disso é que se pode dar início ao atendimento da criança. “Quando é algo emocional meu foco é na questão afetiva, quando é na parte pedagógica

ou de alfabetização o acompanhamento é feito com a Psicopedagoga”. A avaliação dura, em média seis sessões, equivalentes a quase dois meses, dependendo da dificuldade da criança. Somente depois é que começa ao atendimento da criança. Eliana Andrade

Psicóloga Andréia Vilas Boas destaca importância da avaliação

Equipe da Turma 3BM foi a campeã do Futsal, com o professor Nito, diretor do Bloco B

Equipe da Turma 3AM foi a campeã do Volei e são recepcionados pelo professor Nito

Alunos do Terceirão do Colégio Meta organizam campeonatos n Os alunos do Terceirão do Colégio Meta organizaram, no dia 14, dois campeonatos de Futsal e Vôlei de Areia, entre as turmas do Ensino Médio. Os objetivos da realização dos campeonatos foram proporcionar um momento de

lazer e, ao mesmo tempo, angariar recursos para a formatura do Terceirão. As equipes vencedoras foram a 3BM no Futsal e a 3AM no Vôlei. O diretor do Colégio Meta, professor Itamar Zanin, elogiou a iniciativa dos alunos, pois de-

monstram que estão interessados em organizar uma belíssima formatura. “Com esta iniciativa os alunos mostram que querem angariar recursos para proporcionar uma bela festa de formatura, que com certeza, será muito bem organizada”.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/COLÉGIO META

n Para a psicóloga Andréia Vilas Boas, o trabalho é feito também por meio de um encaminhamento. Durante as aulas se for notado que o aluno apresenta problemas com a aprendizagem, provavelmente se inicia a avaliação. Logo no início, a psicóloga pode entender que se trata de uma questão emocional ligada à dificuldade de aprendizagem. Mas até para saber onde está essa dificuldade é preciso avaliar. “Eu faço uma avaliação cognitiva para ver a questão de memória, atenção e concentração


Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

-

Gabarito

VARIEDADE

5

Feira movimenta Alternativo

Feira Interdisciplinar de História e Química comemora Ano Internacional de Química no Colégio Alternativo Internacional de Química e de acordo com a professora Beth Costa, coordenadora do Ensino Médio, nada melhor do que envolver os alunos em uma atividade que mostra uma verdadeira viagem no tempo, construindo e fundamentando todo esse contexto entre as disciplinas de Química, História, Português, Artes e Literatura.

DIVULGAÇÃO/COLÉGIO ALTERNATIVO

A

lunos do Colégio Alternativo participaram da Feira Interdisciplinar de História e Química. A feira teve como objetivo levar os alunos a analisarem, de maneira interdisciplinar a evolução dos modelos atômicos e o respectivo contexto histórico da época. Este ano comemora-se o Ano

Professores do Colégio Alternativo coordenam a feira (acima); Jair e professora Beth (à esquerda e abaixo)

Audecon oferece novos cursos n A Audecon Centro Educacional traz mais uma novidade para a cidade, o curso de Logística Operacional e Gerencial, nos módulos I e II. As aulas estão previstas para o início do próximo mês. O curso é inovador, tanto pelos métodos de ensino quanto pela iniciativa e será ministrado

pelo professor especialista Thiago Cabral, que virá da Austrália. A Audecon conta ainda com os cursos de CIPA, Apontador de Obras e Gestão de RH, com aulas de segunda à sexta-feira. O diretor presidente do grupo RJ, Roberto Julião, lembra que todos os cursos oferecidos são autorizados em nível de Conselho

Estadual de Educação (CEE) e do Ministério da Educação (MEC), na área de cursos técnicos. Os interessados em participar dos cursos ou em saber mais informações devem procurar a Audecon, na Rua Hugo Carneiro, n º 401, Bosque ou por meio do telefone 3224-0046 e no site www.audecon.com.br.


Gabarito

-

Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

6

FACULDADE Curso de fotografia é realizado no Aprovação n Aconteceu no final de semana o Curso Básico de Fotografia, organizado pelo repórter-fotográfico Marcos Vicentti (foto). As aulas teóricas, na sexta-feira, 20, e sábado, 21, aconteceram no Curso Aprovação e as aulas práticas, no domingo, 22, no Parque Chico Mendes. O curso é uma parceria entre o jornalista Marcos Vicentti, o Curso Aprovação e o jornal Gabarito e tem como objetivo oferecer aos interes-

sados em fotografia, noções básicas de como utilizar uma câmera fotográfica em viagens ou em eventos familiares. Segundo Marcos Vicentti serão realizados outros cursos voltados para jornalistas que atuam em Assessoria de Comunicação, especificamente na área de fotografia. Os interessados devem entrar em contato através do e-mail marcosvicentti@gmail.com ou pelo telefone (068) 99910076.

Curso de Jornalismo do IESACRE participa mais uma vez do evento

A

cadêmicos do curso de Jornalismo do Iesacre participaram da Ação Global, evento realizado dia 14, no Ginásio do SESI. Na oportunidade os alunos foram voluntários do sistema de comunicação. Segundo Alexandre Danzicourt, coordenador de comunicação da Ação Global, é de grande importância a colaboração de todos os voluntários, principalmente dos acadêmicos que colaboram com a rádio SESI. “Por meio da rádio as pessoas têm informações precisas do que está sendo oferecido no evento”, diz.

A rádio SESI além de fazer o serviço de utilidade pública ainda é um entretenimento para as pessoas que podem ouvir entrevistas com convidados especiais, trazidos para esclarecer dúvidas sobre os atendimentos da Ação. Para o coordenador de comunicação da Ação Global, desde que foi implantada, a rádio tem obtido apenas bons resultados. “Entre outras utilidades a rádio SESI, acaba se tornando também um mapa auditivo”. Para a acadêmica Rafaela Bayma, do 7º período, que participa pela segunda vez do evento a experiência é gratificante e

enriquecedora. “Vejo como uma via de mão dupla, onde eu ajudo e sou ajudada” destaca. A acadêmica fez a locução da Rádio SESI na companhia do exaluno do Iesacre, Victor Augusto, que também já participou de outras edições do evento. Alexandre Danzicourt conclui afirmando que seria muito difícil fazer mais uma edição de sucesso da Rádio SESI sem a colaboração responsável dos alunos e ex-alunos do curso de Jornalismo. Ana Paula Xavier

Termo de Cooperação Técnica é assinado entre Uninorte e MPE n Em reunião ocorrida no dia 14 de abril, na diretoria da Uninorte, foi assinado pelo procurador de Justiça e coordenador da Coordenadoria de Defesa da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual (MPE), Carlos Roberto da Silva Maia e pela diretora acadêmica da Uninorte/Iesacre, professora Afra Maria Silva de Souza, um Termo de Cooperação Técnica. O evento foi prestigiado pela coordenadora dos cursos de Serviço Social da Uninorte e Iesacre, professora Siomary Benevides e professora Idelene Menezes, além de acadêmicas de Serviço

Social e assessoras da coordenadoria de Defesa da Infância e Juventude. O objetivo do Termo é a articulação e integração entre os órgãos de execução com atuação na infância e juventude e a Uninorte, buscando a construção de estratégias de atuação conjunta e simultânea de âmbito estadual, socialização de iniciativas operacionais, intercâmbio de informações, recursos humanos para o apoio as atividades e projetos comuns, que visem o desenvolvimento de ações conjuntas para a proteção e inclusão social na defesa da infância e juventude. DIVULGAÇÃO/DECOM/UNINORTE

Rádio do Ação Global é conduzida por acadêmicos

ANA PAULA XAVIER/GABARITO

Victor Augusto, ex-aluno e Rafaella Bayma, do 7º período, participam da atividade de comunicação

Assessora do MPE Marlene Monte, Deise Dutra, Vanderleya Arantes, Dr. Carlos Maia, Afra Souza, Siomary Benevides e Idelene Menezes


Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

-

Gabarito

7

ATUALIDADE

Coleção “Novo Caderno do Futuro” chega à Livraria Betel

Livro do Professor pode ser adquirido com o divulgador Diego Torres depois de um cadastro realizado na livraria

A

Livraria Betel está oferecendo às escolas públicas e particulares a possibilidade de ter acesso a uma das coleções da Editora IBEP/Companhia Nacional do Livro: “Novo Caderno do Futuro”. Os professores que têm interesse em conhecer a coleção devem procurar a livraria, que o divulgador Diego Torres irá mostrar o livro do professor de cada série. “A coleção tem novas atividades, é todo colorido e pode ser utilizado independentemente do livro adotado pela escola”. Cada livro tem centenas de atividades para todo o ano letivo e é ideal para reforço e processos de recuperação, porque enriquece Coleção “Novo Caderno do Futuro” traz informações atualizadas e professores podem ter acesso na Livraria Betel

os conteúdos aprendidos em sala de aula. O caderno de exercícios traz resumo da matéria, atividades de alfabetização, gramática, ortografia e caligrafia. O Novo Caderno do Futuro apresenta resumo sistematizado, de 1ª a 4ª séries, de todo o conteúdo das áreas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia. Com linguagem simples, atividades atualizadas e novos recursos visuais, o Novo Caderno do Futuro estimula a aprendizagem dos alunos, auxiliando-os na decisão dos temas trabalhados, e colabora de maneira eficaz com a prática pedagógica do professor. O contato para o agendamento na livraria pode ser feito através dos telefones 3223-8909/32238945 ou na Rua Guiomard Santos, 348 - Bosque (ao lado da Thenny Vídeo).

Novas turmas no Aprovação em agosto n Curso Aprovação iniciará novas turmas de pré-vestibular a partir do mês de agosto. As turmas são intensivas e serão oferecidas nos turnos da manhã, tarde e noite. Segundo Rogério D’Ávila, diretor geral do Aprovação, as matrículas já estão abertas. “Quem desejar fazer a inscrição ou reserva de vagas, pode se dirigir ao prédio do curso, das 8h às 22h”, diz. De acordo com Rogério D’Ávila, as aulas serão ministradas até a véspera do vestibular da Universidade Federal do Acre (UFAC) e os alunos terão aulas de segunda à sábado. Serão oferecidas as disciplinas de Português, Matemática, Geografia, História, Biologia, Física, Química, Espanhol e Inglês. Além disso, os alunos tam-

bém poderão contar com um diferencial oferecido pelo curso Aprovação, as aulas de redação

e simulados oferecidas periodicamente para todas as turmas e horários.

Rogério diz que reservas para as novas turmas já podem ser realizadas

MATRICULE-SE NO PRÉ-VESTIBULAR DO CURSO QUE MAIS APROVA

CANDIDATOS NA UFAC

ESTUDE COM QUEM GARANTE O SEU SUCESSO!

PRÉ-VESTIBULAR E CONCURSOS Av. Ceará, 612 – Bairro Habitasa CEP 69.910-735 – Rio Branco – AC

Fone: (68) 3223-2607

cursoaprovacaoac@brturbo.com.br


Gabarito

-

Rio Branco-Acre, 23 a 29 de maio de 2011

jornal da educação

8

ACONTECEU

N

AULA MOSTRA OPÇÕES DE INTERcÂMBIO

ter contato com outras culturas e outros costumes.” O professor ressalta, ainda, o objetivo do CNA, que é não somente ensinar línguas, mas ampliar os conhecimentos culturais e gerais dos alunos. “O mundo é vasto e as opções são muitas. Então, por que não explorá-las? Além de ser uma ótima oportunidade para que surjam idéias para intercâmbio, surge um tema interessantíssimo para discussões e debates.” Os alunos falaram dos países Bélgica, Geórgia, Irlanda, Noruega e Turquia, sendo ouvidos pelos colegas e pelo professor, além de realizarem um pequeno debate ao final das apresentações. O professor explica que o CNA sempre buscou ajudar no crescimento não só profissional, mas também pessoal dos alunos, e o interesse por viagens criado pelo trabalho com certeza será um fator crucial para o desenvolvimento individual de cada um. “Viajando, as pessoas aprendem, e, as pessoas obtêm sucesso. E aluno CNA é assim: Apaixonado pelo Sucesso!” ELIANA ANDRADE/GABARITO

DIVULGAÇÃO/CNA

Atividade prática no CNA mostra opções de países para intercâmbio

a segunda-feira, 2 de maio, os alunos CNA realizaram mais um evento, não somente pedagógico, mas divertido. A turma de Avançado 2 do professor Danilo Scramin preparou uma apresentação muito especial chamada “Showtime”, onde os alunos tiveram a oportunidade de estudar e ensinar aos colegas acerca de países com enorme potencial para intercâmbio, mas que muitas vezes não são considerados por não abrigarem as grandes metrópoles mundiais. O trabalho em si serviu não só como uma excelente forma de aprendizagem e uso da língua inglesa, como também foi divertido e muito ensinou aos alunos, dando mais opções de viagens para o exterior, seja com o intuito educacional ou turístico. “O projeto busca permitir que os alunos possam expandir seus horizontes”, diz o professor Danilo. “Os alunos conseguem visualizar muito além dos países mais comumente procurados, como os Estados Unidos e a Inglaterra, e podem, efetivamente,

Apresentações dos alunos com o professor Danilo Scramin (à direita), mostraram países para intercâmbios, como Bélgica, Geórgia, Irlanda, Noruega e Turquia

QUE O Ã X I OM PA CORRE C A V I V SSO Ê E C U S O VOC DE ATRÁS

3224-0726

Gabarito Edição nº 353, de 23 a 29 de maio de 2011  

Edição nº 353, dde 23 a 29 de maio de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you