Issuu on Google+

Gazeta DIVINÓPOLIS•MG | 23 a 23 de fevereiro de 2011 | ANO XVIII | N.º 1.539 | R$ 2,50

DO OESTE

Juros do cartão de crédito incomodam usuários Página 06

Prefeito assina decreto de recomposição de governo Durante coletiva, realizada na manhã de ontem (21), o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) assinou decreto de recomposição do governo. 35% dos cargos comissionados foram substituídos e reposicionados. Página 03

O quarto homicídio do ano, ocorrido no início da noite de sábado (19), continua sem suspeitas. O que se sabe, até então, é que o homicídio possui relação estrita com o tráfico de drogas na região, e poderia ter sido motivado por controle do comércio ilegal dos entorpecentes ou por acerto de contas em possíveis débitos. O crime ocorreu por volta das 18:30 hs, quando, de acordo com relato de testemunhas, a vítima Renato Oliveira, de 24 anos, teria levado vários tiros em uma oficina de lanternagem. Com ele, foi encontrada cocaína. Os dois autores estavam encapuzados e continuam foragidos. Página 09

Prefeitura começa enviar carta aos sorteados do “Minha Casa Minha Vida”

Serão liberadas 550 casa na Vila das Roseiras. Os sorteados deverão apresentar todos os documentos até o dia 25 de março. Página 06

Circo desrespeita lei municipal e pode ter alvará cassado De acordo com denúncia, o circo usou animais em sua apresentação o que descumpre a lei 6952/2009 que proíbe esta prática. Para agravar a situação, o alvará de licença da prefeitura ainda não foi liberado. Página 05

Polícia Civil inicia investigações do quarto homicídio do ano

O avestruz apresenta uma asa machucada e faltam penas em algumas partes do corpo

Vladimir Azevedo conta com o dobro de aliados

Página 03

Postos de saúde têm programa gratuito para quem quer parar de fumar

Página 04


02 OPINIÃO

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

editorial

C

Divi Circo

omo grande parte das pessoas já deve ter visto o circo chegou a Divinópolis! E não muito antes das apresentações circenses, a cidade do Divino já vivia em meio a situações de comédia, tendo em vista que pela segunda vez ocorre do município liberar um alvará para os forasteiros circenses sem fiscalizar antes a presença de animais no picadeiro. Segundo consta existe uma lei municipal sancionada desde 2009, onde é expressamente proibido que circos recém instalados na cidade se utilizem de animais durante suas apresentações. O motivo da proibição segundo o autor da lei, é que se evite o abuso e maus tratos para com os animais durante o adestramento dos mesmos!Agora eu te pergunto, mas se estes animais já chegam adestrados o que na verdade esta lei está evitando? E pior, se a prefeitura pela segunda vez concede alvará sem antes fiscalizar as condições do circo para que toda esta burocracia de ‘politicamente corretos’? Outro lance hilário foi a edição de determinada emissora de televisão, referente ao jogo entre Atlético e Guarani, pelo que foi exibido em sua revista eletrônica semanal Divinópolis ficou nacionalmente conhecida como a cidade que bateu recorde de bilheteria na laje! É isto mesmo meu amigo, você não leu errado, os telhados, varandas e lajes lotadas de torcedores fizeram mais sucesso para a grande emissora do que a própria partida de futebol. Isto sem deixar de citar o belo ‘placar eletrônico’ que o estádio não possui. O apresentador da rodada de jogos do domingo foi bem humorado ao destacar a agilidade de um senhor em cima de uma escada para efetuar a troca do placar durante a partida. E olha que na camisa do time da cidade tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Divinópolis, mas que infelizmente ainda não possui condições financeiras suficientes para adquirir um placar eletrônico para estádio do Farião. E o Divi circo não parou por aí não! Na esperança de novas nomeações, toda a imprensa local se reuniu na Semed na manhã de ontem (21) para conferir o secretariado convocado para o próximo biênio. E não é que é continuou tudo parecido! Apontar uma mudança de 34% não é nada surpreendente ou inovador para uma gestão que necessita de mudanças drásticas e atitudes efetivas. No fundo no fundo, o que o chefe do Executivo queria mesmo com estas exonerações e nomeações era simplesmente angariar apoio de outros partidos para ver se assim consegue consolidar uma campanha para o pleito de 2012, tendo em vista que a oposição já tem se organizado! E agora tucanos? Será que com esta nova governança o mandato vinga uma candidatura sólida? Aguardemos as próximas apresentações circenses do Divi circo!!!

Ucho Haddad

ucho@ucho.info

No prego

O Tribunal de Justiça de São Paulo, atendendo ao pedido de uma vítima, confirmou, em 9 de fevereiro passado, a penhora da sede da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo, a Bancoop. A decisão, publicada somente nesta segunda-feira (21) na edição eletrônica do Diário de Justiça, é passível de recurso. Na primeira instância, a Justiça paulista já havia decidido pela penhora da sede da entidade, em decorrência de ação proposta por uma cooperada que tem R$ 51 mil para receber da Bancoop. A cooperativa apresentou recurso e solicitou a substituição do bem penhorado, mas o Tribunal negou o pedido. Alvo de processo criminal que investiga o desvio de R$ 70 milhões e prejuízo de R$ 100 milhões aos cooperados que acreditaram nas promessas dos dirigentes da entidade a investiram seus parcos recursos na aquisição da casa própria. De acordo o Ministério Público de São Paulo, parte do dinheiro desviado trilhou caminhos complexos, mas acabou no caixa da primeira campanha presidencial bem sucedida de Luiz Inácio da Silva. Para o promotor José Carlos Blat, do MP paulista, a Bancoop é “uma organização criminosa cuja função principal é captar recursos para o caixa dois do PT e que ajudou a financiar inclusive a campanha de Lula à Presidência em 2002”. Mesmo diante de um cipoal de provas e decisões contrárias da Justiça, o Partido dos Trabalhadores deve entronar, em 2012, o ínclito deputado federal Ricardo Berzoini (SP), ex-presidente da Bancoop, na presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Essa sensação de impunidade que grassa pelo País é que tem levado a uma incontrolável onda de desmandos por parte da sociedade civil e que tem indignado os cidadãos de bem. Enquanto Berzoini aguarda a vez, a CCJ da Câmara será presidida pelo mensaleiro João Paulo Cunha, do PT de São Paulo. Como disse certa vez o abusado Luiz Inácio da Silva, “nunca antes na história deste país”. Diretor Executivo Fernando Marcos Rodrigues EDITORA CHEFE Liziane Ricardo

ÓRGÃO Do grupo Gazeta do Oeste de comunicação ltda FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

Assessores Jurídicos Dr. Márcio F. Vaz Dr. Mauro M. Nogueira Dr. Breno M. de Faria

Administração, Redação E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O jornal não é solidário com conceitos emitidos em colunas e matérias assinadas.

Observatório de Mídia www.observatoriodemidia.blogspot.com | observatoriodemidia@pitagoras.com.br

Estar nas redes sociais é só o começo

Atualmente quase toda empresa quer estar na rede mundial de computadores. Se antes o boom era de websites, agora é a vez das redes sociais. Interessante é perceber que antes mesmo de ter suas potencialidades bem exploradas, o website já perdeu espaço para os sites de relacionamento. Mas será que qualquer empresa “cabe” nestas mídias? As marcas estão maduras o suficiente para se expor, interagir e explorar um potencial, embora grande, ainda embrionário? Muitas marcas vinculam seus sites e realizam ações de comunicação em perfis de redes sociais como o Twitter, Orkut e Facebook, que são os sites de relacionamento mais utilizados pelas empresas da região. Ter uma iniciativa desta natureza pode parecer uma tarefa simples e fácil, no entanto, o uso inadequado dessas mídias, ao invés de promover a marca, pode tornar a presença dela negativa no meio digital. Os maiores motivos para essa repentina inserção podem ser os benefícios que as redes sociais oferecem como a gratuidade, recursos audiovisuais, facilidade de manutenção e atualização e a proximidade com uma fatia considerável da população. Mesmo sendo desta forma, o que mais ocorre é justamente a falta da manutenção de conteúdo das páginas que irão promover a marca. Não basta criar um perfil, é necessário primeiramente refletir sobre alguns aspectos. O primeiro deles é se o público da empresa está presente na mídia social a qual está sendo inserida, pois de nada adianta estar em um espaço que ele não tem acesso. Mais do que isso, é necessário definir uma forma de encontrar os clientes na rede e ser também encontrado por eles. Uma página com poucos usuários vinculados (amigos) pode soar como má aceitação da marca no meio virtual. Depois de criada, a página necessita de manutenção. Abastecê-la de conteúdo com uma frequência regular é fundamental para uma presença efetiva nas redes. Páginas que não recebem novos conteúdos periodicamente, em pouco tempo ganham aspecto de abandono ou de uma presença irrelevante no plano virtual. Páginas de relacionamentos não podem destoar da velocidade com que a internet é abastecida de informações e devem atender a expectativa dos usuários de ver novidades frequentemente. No entanto, não basta despejar uma infinidade de informações impensadas, sem que elas sejam consistentes, relevantes e interessantes para o público que faz parte do ciclo de contatos. Sendo assim, deve-se criar um cronograma de ações e designar alguém que entenda do assunto para cuidar do material exposto nos sites. Mais que uma vitrine virtual, perfis de redes sociais devem ser geridos como um canal direto de comunicação com seu público, mantendo um diálogo permanente com os usuários. Se a instituição está disposta a se expor no meio social virtual, é necessário verificar periodicamente se há mensagens de usuários. Se bem utilizada, a página além de divulgar um negócio, pode ser um espaço para esclarecimento de dúvidas ou promoção de produtos ou serviços. Há algum tempo, o site que ganha um número considerável de adeptos na região é o Twitter. O site que há um ano era quase desconhecido no nosso mercado, agora, como em todo o mundo, se tornou uma febre. Entre as empresas isso não é diferente, várias marcas de Divinópolis e região se fazem presente e tentam, quase a todo custo, se inserir no mundo dos 140 caracteres. Essencialmente, o site é utilizado para divulgar promoções, oferecer produtos e serviços e sortear prêmios. Iniciativas interessantes podem ser vistas neste cenário, no entanto, a maioria das mensagens postadas não seguem um viés que contribua para a marca efetivamente. De forma aleatória posts são lançados no twitter e podem ser facilmente comparados aos spans via email. Isso porque, na tentativa de se mostrar presentes e antenadas com o mundo virtual, exageram no volume e na freqüência com que postam suas mensagens para os seguidores. O Twitter deve ser visto como uma ferramenta objetiva, em que o próprio sistema impõe o número de caracteres para que o site não perca esta característica. Uma avalanche de posts revela, portanto, o mau uso deste recurso de comunicação. Se há muito para falar ao público, outras ferramentas devem ser usadas e uma opção são os blogs. Blogs corporativos na maioria das vezes são vinculados aos websites das empresas por meio de um link. No entanto, em grande parte são atualizados com pouca frequência ou até “abandonados”. O blog é interessante quando usado para expor conteúdos dinâmicos periodicamente, que não seriam possíveis por causa de custos e prazos para atualização, programação, design, etc. Seguindo o mesmo raciocínio do Orkut e Facebook, a manutenção é tão importante quanto à criação. É extremamente frustrante quando o internauta entra no blog de uma empresa para ver o “algo a mais” que não está no site e se depara com uma página defasada. Contudo percebe-se que o empresariado já percebeu a importância da inserção de suas marcas nas redes sociais. No entanto, o que se tem feito é um uso sem planejamento e sem os cuidados mínimos que se deve ter com a marca nos ambientes sociais virtuais. Na dúvida, vale recorrer a um profissional, pois a cada byte que passa as redes sociais se tornam mais importantes para as empresas. Mateus Dias Publicitário e professor nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Pitágoras/Divinópolis

Eduardo Augusto

easteduardo@yahoo.com.br

Intervalos de descanso na relação trabalhista

Muito se tem discutido sobre o intervalo de descanso/alimentação e quanto ao intervalo entre uma jornada e outra de trabalho, conhecidos tecnicamente como intervalo intrajornada e intervalo interjornada. Nesta oportunidade, com muita humildade, vamos tecer alguns comentários sobre esses dois intervalos para esclarecer algumas dúvidas corriqueiras dentro do ambiente de trabalho. Antes de esmiuçar cada item, salientamos que ambos os intervalos são instituídos por lei visando proteger a saúde do trabalhador, e por isso não se admite sua redução. Ambos são intervalos obrigatórios, ou seja, o empregador que não proporcionar ao empregado o direito de usufruí-los será passível de condenação judicial de pagar ao obreiro o valor correspondente a hora trabalhada com acréscimo mínimo de 50%, sem prejuízo da multa administrativa cabível e ainda indenização por danos morais. Primeiramente adentramos na seara do intervalo intrajornada, que está previsto no artigo 71 da CLT, conhecido popularmente como intervalo de almoço. Referido intervalo é destinado ao repouso e alimentação do trabalhador dentro da própria jornada, desde que esta seja superior a quatro horas por dia. Se a jornada for superior a quatro horas e não superior a seis horas, o intervalo será de quinze minutos. Se exceder a seis horas a jornada, o intervalo será de no mínimo uma hora e, no máximo, duas horas. Muitas empresas, com objetivos diversos, tem obrigado o empregado a trabalhar em jornada extensa e direta sem permitir o descanso legal. Já outras tem o hábito de permitir somente o descanso antes da jornada, ou depois de certo tempo trabalhado antes do término da jornada. Em todas as hipóteses são consideradas ilegais. O intervalo para almoço e descanso deve ser concedido entre dois momentos, do início e do fim da jornada de trabalho. Somente se admite a redução de uma hora para repouso e alimentação, mediante ato do Ministério do Trabalho e Emprego, ouvida a Secretaria de Segurança e Higiene do Trabalho, quando se verificar que o estabelecimento atende integralmente às exigências concernentes à organização dos refeitórios e quando os respectivos empregados não estiverem sob regime de trabalho prorrogado a horas suplementares. Desta forma, não se suprime, reduz, fraciona ou dilui o intervalo intrajornada através de convenção coletiva. Essas normas atendem tanto os trabalhadores urbanos, quanto os rurais, assim, o trabalhador rural também tem direito ao intervalo intrajornada. Já quanto ao intervalo interjornada, está conjeturado no artigo 66 da CLT, e considera-se aquele descanso entre duas jornadas, que deve ser concedido a todos os empregados, independentemente da jornada normal de trabalho, devendo o intervalo ser de no mínimo de onze horas consecutivas, sem prejuízo do intervalo semanal de vinte e quatro horas previsto no artigo 67 da CLT. O artigo 66, da CLT visa permitir que o organismo do trabalhador se recupere para a próxima jornada. Caso o empregador não respeitar o intervalo mínimo de onze horas de descanso, poderá ser obrigado a pagar a título de hora extra o tempo suprimido com acréscimos legais e/ou convencionais de no mínimo 50%. O objetivo da legislação quanto a esses intervalos é permitir ao trabalhador o descanso físico e mental, com reflexos na prevenção de acidentes do trabalho, fator esse importantíssimo para a continuidade contratual. E nessa linha de entendimento, as empresa descumpridoras dos intervalos intrajornada e interjornada estão passíveis além do pagamento dessas horas com adicionais legais e/ou convencionais, poderão arcar com pagamento de indenização por danos morais. Para os empregados lesados, tanto pela não observância do artigo 66 quanto do artigo 71 da CLT, poderão recorrer ao Ministério do Trabalho para apresentar denúncia. A empresa por sua vez será fiscalizada e caso comprovadas as irregularidades poderá ser notificada. Já quanto aos valores devidos pela não observância dos intervalos, o trabalhador poderá ajuizar ação trabalhista através de advogado para requerer o pagamento das horas suprimidas, bem como ainda, pagamento de indenização por danos morais. Quanto aos empregadores, o melhor caminho é a obediência da norma legal. Primeiro, porque um empregado saudável e valorizado traz inúmeros benefícios à empresa. E segundo, obviamente, evita a enxurrada de ações na Justiça. Dr. Eduardo Augusto Silva Teixeira é advogado, pós-graduado em Direito Público

www.g37.com.br | gazeta@gazetaoeste.com.br


POLÍTICA 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Prefeito nomeia funcionários Governadores apóiam criação e secretários municipais 35% dos cargos comissionados foram substituídos e reposicionados de nova CPMF Christiane Brito

Christiane Brito

Anastasia defende a necessidade de mais recursos voltados para o setor

cristiane.brito@gazetaoeste.com.br

O prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) assinou decreto de recomposição do governo durante uma coletiva de imprensa, realizada na manhã de ontem (21). Parte das vagas foi destinada a presidentes e indicações dos novos aliados do governo, a lista com os nomes dos novos funcionários foi publicada hoje no Diário Oficial. Segundo Vladimir Azevedo, essa correção no organograma foi baseada na atuação do Executivo durante os dois primeiro anos. “Vamos agora recompor, reconstruir e reposicionar o governo de forma analítica e técnica. Esse tempo de vivência foi a melhor escola não só para o nós como para Divinópolis. Fizemos várias reuniões e trabalhamos para concluir essa etapa”, afirma. Foram substituídos 35% dos 212 cargos comissionados. Dentre as mudanças que surpreenderam os presentes está o reposicionamento do antigo secretário de Planejamento e Gestão, Antônio Faraco. Após a exoneração em fevereiro, Faraco foi renomeado como secretário

Divulgação

Prefeito assina decreto que renomeia secretários e servidores municipais

interino e porta-voz do grupo. Agora, assume como Secretário de Governo. Estiveram presentes, além de vereadores da Câmara Municipal de Divinópolis, os deputados estaduais Fabiano Tolentino (PRTB) e Luzia Maria Ferreira (PPS), o Deputado Federal Domingos Sávio (PSDB), secretários, assessores e autoridades municipais. Exoneração O prefeito Vladimir Azevedo, baixou portaria, publicada no Diário Oficial do município no dia 10 de fevereiro, demitindo grande parte dos secretários mu-

nicipais e cargos comissionados de sua gestão. Desde então, o governo tem atuado com uma equipe de sustentação, composta por 54 (cinqüenta e quatro) pessoas. De acordo com o Prefeito Vladimir, a exoneração ocorreu por que o governo precisava “fazer uma autocrítica, uma reflexão.” Apesar de funcionar com 22,6%

do quadro de cargos comissionados, a prefeitura continuou a atuar com os serviços normais. A nomeação para Secretario de Desenvolvimento Social deverá ocorrer no próximo mês. A relação de nomes dos funcionários a serem contratados para cargos em comissão foi publicada hoje no Diário Oficial, que ocorreu após o fechamento desta edição. A presidente Dilma já havia confirmado que há "uma pressão" por parte de alguns governadores

Nomeados

Dárcio Abud Lemos Maria das Dores Manoel (Dorzinha) David Maia de Oliveira Rodrigo Vasconcelos de Almeida Kaboja Antônio Faraco

Sec. Desenvolvimento Econômico Sec. Adjunta de Planejamento Sec. de Planejamento e Gestão Sec. Adjunto de Projetos Especiais Secretário de Governo

Base aliada do Executivo Municipal passa de seis para doze partidos Siglas oficializaram apoio ao governo durante coletiva Christiane Brito

Christiane Brito

cristiane.brito@gazetaoeste.com.br

O foco principal da coletiva realizada ontem (21) foi o anúncio da ampliação da base aliada do Executivo Municipal. O governo de Vladimir Azevedo (PSDB) conta agora com o dobro de colaboradores. Deputados estaduais e federais também reforçaram o apoio ao atual Prefeito. Segundo Vladimir Azevedo, essa ampliação é fundamental. “A política passa pelos partidos. Ninguém é candidato sem ser filiado a uma legenda. A força política nasce dentro das siglas e, por isso, essa ampliação da base. Em mais de 100% de nosso governo, a base política significa força para que possamos levar nossas ideias adiante e sermos mais ágeis para concluir nossos projetos de forma eficiente ” declarou. O governo municipal contava com o apoio de seis partidos, PSDB, PDT, PP, PC do B, PTB e PHS. Durante a coletiva, mais seis legendas, PSC, PSL,PTC,PB, PRTB e o PT do B oficializaram o vinculo ao Prefeito.

O financiamento da saúde com a criação de um imposto para a área, nos moldes da antiga CPMF, foi defendido por parte dos governadores, alguns deles integrantes da base de sustentação do governo, nesta segunda-feira (21). Apesar da divergência quanto à forma, todos os representantes sustentaram a necessidade de mais recursos para a área. Para Antônio Anastásia (PSDB), governador de Minas, é patente a necessidade de mais recursos voltados ao setor, mas ele pondera que as mudanças devem vir por meio de uma ampla reforma tributária. Segundo ele, não é possível ter "um aumento geral da carga tributária no Brasil, que já é alta". "A criação isolada de um só tributo neste momento evidentemente representa uma situação que não agrada a sociedade e eu tenho certeza que esse tema não será apresentado isoladamente. O que reitero é a necessidade de termos um financiamento da saúde, mas

dentro de uma reforma tributária", observou. O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse que a recriação de um imposto deveria ter sido feita ainda no ano passado. "Acho que os governadores podem ajudar nisso", comentou. Também fizeram coro ao discurso do cearense os governadores Jaques Wagner (PT-BA), Ricardo Coutinho (PSB-PB) e Wilson Martins (PSB-PI). Por telefone a assessoria do Planalto em Brasília,em nome da presidente Dilma Rousseff , disse não ter informações sobre a proposta de debate público sobre a recriação da CPMF. Na primeira entrevista que concedeu após eleita, em novembro, Dilma disse que havia "uma pressão" de governadores para que se compensasse o fim da CPMF. "Não pretendo reenviar ao Congresso a recomposição da CPMF, mas isso será objeto de negociação com os governadores", declarou na ocasião. Tony Nobre

Deputados estaduais e federais também reforçaram o apoio ao atual Prefeito

Durante a coletiva os deputados estaduais Fabiano Tolentino (PRTB) e Luzia Maria Ferreira (PPS) e o deputado federal Domingos Sávio (PSDB) reforçaram o apoio ao governo municipal. Segundo Luzia o partido é um aliado histórico do Partido da Social Democracia Brasileira a

nível nacional, estadual e, agora, também municipal. “Aqui estão meus vínculos. É onde vivi, dei os meus primeiro passos como cidadã. Quero reconstruir uma relação política com a cidade. Seja através de uma reestruturação do PPS participando das eleições de 2012

elegendo vereadores e estando aqui ao lado do prefeito Vladimir” ressaltou. Além dos presidentes de todas as legendas que apoiarão o governo de agora em diante estiveram presentes vereadores, assessores e autoridade municipais.

Segundo Anastasia, não é possível um aumento geral da carga tributária no Brasil, que já é alta


04 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Moradores do bairro Chácaras Belo Horizonte se sentem prejudicados Os ônibus demoram e não atendem os usuários e as correspondências não chegam sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

Os moradores do Bairro Chácaras Belo Horizonte estão se sentindo abandonados pelos órgãos municipais. De acordo com o presidente da associação de moradores, Antônio Carlos de Barros, no bairro os ônibus saem a cada duas horas, não conseguindo atender os usuários e as cartas não são entregues no local. Antônio Carlos afirma que a falta de entrega de correspondências vem sendo discutida desde 2006 e até hoje o problema não se resolveu. “Desde 2006 nós tentamos o Correio aqui, mas também porque faltavam documentos da associação. Quando foi em julho de 2010 nós tivemos uma reunião com o vereador Beto Machado, na Câmara Municipal, onde estiveram presentes representantes da Prefeitura e dos Correios e a nossa região não tinha CEP, agora tem. Todas as ruas têm CEP, apenas três ruas tinham ficado sem o código, mas já estão encaminhados. Mas são os Correios de Carmo do Cajuru que entregam as cartas para nós. Cartas não, somente as contas de luz e algumas cartas para alguns

que já conhecem”. Como as cartas não são entregues, na residência do presidente tem mais de 30 contas a serem entregues para os moradores, que ele mesmo deve entregar. “Este mês, por exemplo, já tem algumas contas comigo, que me entregaram e uma moradora trouxe para mim, e pediram para eu entregar. Falaram que o entregador desta área está de férias e não tem quem entregue as cartas aqui no bairro”, conta. Barros conta que o problema é somente com as contas de luz, já que para as demais os moradores utilizam endereços de parentes para conseguir recebê-las. O presidente ainda explica que a prefeitura ficou de instalar placas de identificação para facilitar o trabalho dos entregadores quando forem ao bairro. “Segundo a gerente dos Correios depois de abril, eles vão fazer uma vistoria no bairro. E agora nós estamos dependendo da prefeitura para colocar as placas de identificação no bairro, com nome em todas as ruas, e o Correio possa identificá-las. Mas segundo o vice secretário do desenvolvimento comunitário, em março todos os objetos serão colocados”.

LEI

Tony Nobre

Sarah Rodrigues

De acordo com a portaria 311 de 18 de Dezembro de 1998 do Ministério das Comunicações as correspondências devem ser entregues nas casas, se estiverem regulares. O artigo 1 trata que “a distribuição postal seja realizada nos municípios caracterizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, da seguinte maneira:I - em domicílio;II - centralizada em unidade Postal ou em Módulo de Caixas Postais Comunitárias”. Além disso, faz especificações aos endereços a serem entregues. “Art. 4º A distribuição em domicílio será garantida quando atendidas as seguintes condições: I - os logradouros estejam oficializados junto à prefeitura municipal e possuam placas identificadoras; II - os imóveis possuam numeração idêntica oficializada pela prefeitura municipal e caixa receptora de correspondência, localizada na entrada; III - a numeração dos imóveis obedeça a critérios de ordenamento crescente, sendo um lado do logradouro par e outro ímpar; e IV - os locais a serem atendidos ofereçam condições de acesso e de segurança de modo a garantir a integridade

O presidente da associação mostra as correspondências que deverá entregar aos moradores

física do carteiro e dos objetos postais a serem distribuídos”. Segundo Antônio Carlos a vistoria que será feita em março identificará se as residências do bairro possuem caixas de cor-

reios e as ruas possuem placas de identificação. “Nós estamos esperando porque foi uma promessa da prefeitura colocar as placas e não cobramos uma data”, explica.

ÔNIBUS Segundo o presidente da associação os ônibus saem do bairro a cada duas horas ao centro. Ele conta que os moradores pediram para que mais ônibus circulem no bairro e que pelo menos um vá até a rodoviária. “Aqui o ônibus é de duas e duas horas, cada um trabalha em um horário e os ônibus não conseguem atender. Alguns moradores têm que ir para a rodovia e pegar a linha de Cajuru, e nem sempre os ônibus param porque vem cheios”. Ainda de acordo com Barros a associação pediu algumas mudanças no itinerário dos ônibus e não foram atendidos. “Nós pedimos para mudar o horário, enviamos um oficio para a SETTRANS, o último foi 11 de agosto de 2010, mandei três e eles nos responderam dizendo, que fariam estudos para apurar a viabilidade da solicitação de mudança de horário. Mas a extensão até a rodoviária seria inviável, foi o que nos responderam em 18 de outubro do ano passado. Estamos nos sentindo prejudicados”, reclamou o presidente da associação.

Postos de saúde oferecem programa de combate ao tabagismo André Bernardes

André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

O Brasil é o sexto país no ranking de cigarro mais barato do mundo. No Brasil, o vício mantém 30,6 milhões de dependentes, física e psiquicamente da substância chamada nicotina. O SUS gasta em média R$338 milhões de reais por ano em tratamentos de doenças ocasionadas pelo fumo. Foi pensando nisso que o Ministério da Saúde desenvolveu um programa anti-tabagismo. Poucas cidades implementaram este programa. Porém Divinópolis já está se tornando referência neste tratamento em nossa região. De acordo com a psicóloga Maria Helena de Rezende, profissionais de Divinópolis irão dar um treinamento na cidade de Sete Lagoas. Maria Helena é uma das pioneiras neste projeto juntamente com o doutor Flávio Marcelino. “Há cinco anos eu fui treinada para aplicar o projeto. Hoje sou a referência municipal de anti-tabagismo em Divinópolis. Esse trabalho começou muito devagar em Divinópolis, no posto de saúde do bairro Tietê e ficamos lá um ano. Então começamos a treinar

A psicóloga Maria Helena afirma que só o remédio não ajuda a parar de fumar

mais pessoas. Hoje temos mais de 100 profissionais treinados pra desenvolver este trabalho. Não é um trabalho muito fácil, exige bastante do profissional porque trabalhar com tabagistas é a mesma coisa de trabalhar com pessoas com dificuldades especiais” conta Helena. O projeto visa um tratamento físico e psicológico. Os interessados precisam procurar os postos de saúde onde está

sendo aplicado o programa. São cinco reuniões durante um mês e em cada uma delas um assunto é tratado. “O tratamento envolve uma reunião de sensibilização, onde nós apresentamos para eles o programa. Nós mostramos que é um trabalho que não envolve pressão, obrigação. Depois são quatro reuniões sistematizadas. Cada dia nós abordamos um assunto” conta Helena. O programa também en-

volve medicamentos. Mas para conseguir o remédio, é preciso que o participante esteja frequentando o programa. “São medicações caras, que uma família de renda baixa não conseguiria comprar. Ele sai de graça no programa desde que a pessoa esteja participando” afirma Helena. Um remédio que sairia na farmácia por R$122,00 sai completamente de graça no posto. De acordo com Helena, só o medicamento não ajuda o dependente a largar o vício. “Já está provado que só a medicação não funciona. A maior dependência é psicológica”conta. Depois das cinco reuniões, as pessoas que pararam de fumar se encontram duas vezes a cada quinze dias para as reuniões de manutenção. O programa consegue êxito em uma média de 20%. Kátia Magela participa o do programa no posto de saúde central, e conta que está a quase um mês sem fumar. “Eles me deram o adesivo de nicotina. Agora eu estou usando o mais fraco. Daqui a uns dias vou poder parar de usar o adesivo” conta Kátia. Hoje, quatorze centros de saúde possuem o programa, mas o objetivo da Secretária de Saúde é que até no final deste

ano, todos os postos tenham o projeto implantado. “È um trabalho muito desafiante. Hoje o tabagismo é considerado uma doença, o que os governos municipal e federal gastam hoje com pessoas doentes em decorrência do tabagismo é uma coisa absurda” diz Helena. O programa incentiva o fumante a mudar de vida. Os interessados podem procurar a Semusa e se informar dos postos que oferecem o tratamento. Os números do cigarro O cigarro contém até setecentos aditivos químicos e a lei permite que os fabricantes guardem a lista em segredo. No entanto, constam entre os ingredientes metais pesados, pesticidas e inseticidas. Alguns são tão tóxicos que é ilegal despejá-los em aterros. Aquela espiral de fumaça está repleta de pelo menos 4.000 substâncias, entre as quais acetona, arsênico, butano, monóxido de carbono e cianido. Os pulmões dos fumantes e de quem está perto ficam expostos a pelo menos 43 substâncias comprovadamente cancerígenas. No mundo todo, três milhões de pessoas por ano -seis por

minuto- morrem por causa do fumo, segundo o livro Mortality From Smoking in Developed Countries , publicado em conjunto pelo Fundo Imperial de Pesquisas do Câncer, da Grã-Bretanha, pela OMS(Organização Mundial de Saúde) e pela Sociedade Americana do Câncer 87% das mortes por câncer de pulmão ocorrem entre os fumantes, eles correm um risco de 70% maior de apresentar doenças cardíacas. As mulheres que fumam 40 ou mais cigarros por dia têm uma probabilidade 74% maior de morrer de câncer de mama. Os bebês de mulheres fumantes têm maiores dificuldades em processar sons. O fumo e seus derivados fazem parte do grupo de drogas consideradas de alta periculosidade à saúde humana. Entretanto o lucro gerado pelo fumo movimenta bilhões de dólares todos os anos. Milhares de horas de propaganda a favor do fumo são veiculadas nos meios de comunicação de massa toda semana buscando novos mercados consumidores. Apesar se ser proibidas propagandas na televisão, o cigarro está presente nos filmes, novelas e reality shows.


:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Circo pode ter alvará cassado por descumprir lei ambiental O circo descumpriu a lei municipal que proíbe apresentações com animais

Arquivo GO

André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

Um circo montado no bairro Bom Pastor está fazendo apresentações usando animais, o que é proibido por lei em Divinópolis. Para agravar a situação, o alvará de licença da prefeitura ainda não foi liberado. A voluntária da SPAD Kênia Ramos, visitou o local no último sábado (19), e constatou animais expostos para o público. Ela perguntou para um dos funcionários do circo se os animais faziam parte do show. “Ele me respondeu que estavam usando apenas lhama, avestruz e pônei. Então perguntei se não tinha mais, ai ele me respondeu que não, porque senão eles podiam ser “pegos” pela fiscalização”. contou Kênia. Nossa reportagem entrou em contato com a Secretária do Meio Ambiente e a funcionária de nome Selma disse que o alvará ainda não foi liberado e está em análise. Questionada sobre o circo já estar em funcionamento e usando animais, Selma alegou que provavelmente o circo deve estar com uma autorização provisória, mas que no alvará irá constar a proibição de animais nas apresentações. A reportagem da Gazeta do Oeste esteve no circo e presenciou os animais sem as mínimas condições de sobrevivência. Avestruzes junto com pôneis, em um pequeno espaço com chão de brita. Nas vasilhas onde deveria estar água, apenas pedaços de capim. Um avestruz chamou atenção, pois uma de suas asas estava machucada e em algumas

Os animais estão presos em um cercado com chão de brita

Nos recipientes onde deveriam haver água, apenas restos de capim

partes do corpo lhe faltavam penas. Em outra cerca, lhamas junto com outros pôneis. Dentro da cerca, um cabo de energia solto, cortando o local. A lei 6952/2009 de autoria do vereador Anderson Saleme, proíbe apresentação, manutenção e utilização de animais em apresentações circenses no município de Divinópolis. O vereador Anderson Saleme afirma que houve um descumprimento na lei. “Os fiscais irão ao local. Sem dúvidas houve uma falha. Estamos tomando as medidas com a controladoria e vamos fazer um boletim de ocorrência no meio ambiente” afirma Saleme. O vereador alega que a primeira medida será a cassação do alvará e que se o problema persistir será acionado o Ministério Público. “É a segunda vez que esta lei é desrespeitada” afirma. De acordo com o vereador a lei tem o objetivo de evitar maus tratos e abuso com os animais. Porém, estes maus tratos acontecem geralmente em outras cidades onde o circo passa, o que torna a lei pouco eficiente. Apesar

estados do Brasil, estas apresentaç0ões são proibidas. O especialista em comportamento animal Jairo Motta, que treina animais para propagandas, deu um depoimento ao Diário Popular do dia 16 de abril de 2000, onde explicou que os circos adestram os animais pelo método descoberto pelo cientista russo Ivan Pavlov, morto em 1936: o condicionamento. Os famosos ursos dançarinos, por exemplo, são obrigados a pisar em chapas de metal incandescente ao som de uma determinada música. No picadeiro, os ursos ouvem a música usada durante a tortura e começam a se movimentar, dando a impressão de estar dançando, mas na verdade apenas se lembram das chapas quentes e automaticamente começam a erguer as patas. O domador de leões acerta o chicote na ponta dos dedos ou no lombo dos animais. Depois de certo tempo, o estalo de chicote no chão, o animal já se intimida e associa o barulho à chibatada. Além disso, são usadas barras de

dos animais não se apresentarem, como diz a lei, eles podem ficar presos como é o caso dos animais do circo no bairro Bom Pastor e sem uma fiscalização sobre o tratamento. Sobre a denúncia de que os animais fazem parte das apresentações, o secretário do circo, Amorim, alega que os animais estão apenas para serem expostos e que o circo tem apenas apresentações humanas. Entramos em contato com o secretário do meio ambiente Pedro Coelho e ele nos informou que o circo foi autuado pela utilização de propaganda sonora e que os animais não poderão nem ficar expostos. “O erro foi o circo funcionar antes de pegar o alvará que está aqui na secretaria. Os animais não poderão nem ficar em exposição.” De acordo com Pedro, o circo só poderá continuar na cidade caso cumpra as regulamentações. Treinamento de animais No mundo todo, as apresentações com animais em circos causam polêmica. Em alguns

ferro. Os macacos são chutados e apanham com chicote e pauladas. Muitos têm seus dentes arrancados. Os elefantes, acorrentados, apanham com cabos de machados e paus com ganchos e são frequentemente agarrados com instrumentos pontiagudos pelas trombas, pernas traseiras e orelhas. Os cavalos são açoitados por detrás das orelhas e no nariz. Ainda, todos os animais estão sujeitos à constantes choques elétricos, privação de água e comida e chicotadas. Todos os animais de circo são aprisionados até a sua morte. Além de passar fome, os animais ficam confinados sem as mínimas condições de higiene, sujeito à diversas doenças, inclusive doenças contagiosas ao próprio ser humano, como por exemplo a tuberculose. Tigres e leões ficam em jaulas tão pequenas que mal podem virar-se. Os elefantes permanecem acorrentados o tempo inteiro. A apresentação dos animais é baseada no medo, na tortura e na anulação dos seus próprios instintos.

Comprovantes de rendimentos devem ser disponibilizados até o dia 28 Flaviane Oliveira

Flaviane Oliveira

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Empresas de todo o país têm até o dia 28 de fevereiro para repassar aos funcionários o comprovante de rendimentos pagos e de retenção do imposto de renda na fonte, documento necessário para a efetivação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física exercício 2011, ano-calendário 2010. De acordo com informações divulgadas pela Receita Federal, o comprovante de rendimentos deverá trazer as informações sobre o valor total dos rendimentos obtidos pelo trabalhador em 2010 e o do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) no período. A fonte pagadora que deixar de fornecer aos beneficiários, dentro do prazo, ou fornecer

com inexatidão o documento acima referido, ficará sujeita ao pagamento de multa de R$ 41,43 (quarenta e um reais e quarenta e três centavos) por documento. DIRF Também vence no dia 28, o prazo para que as pessoas jurídicas e físicas que tenham pago ou creditado rendimentos que tenham sofrido retenção do imposto sobre a renda na fonte, apresentem a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF). A falta de apresentação da Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) no prazo fixado, ou a sua apresentação após o prazo, sujeita o declarante à multa de dois por cento ao mês-calendário ou fração, incidente sobre o montante do imposto de renda informado na declaração, ainda que integral-

mente pago, limitada a vinte por cento, observando-se multa mínima de R$200,00 (duzentos reais), tratando-se de pessoa física, pessoa jurídica inativa e pessoa jurídica optante pelo Simples, e de R$500,00 (quinhentos reais), nos demais casos. No ano de 2010 foram recepcionadas 1.898.874 declarações em todo o país. Em Minas Gerais, o número de declarações entregues atingiu o total de 190.778. DIRPF Neste ano a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2011, ano-base 2010, vai do dia 1º de março até o final do mês de abril. Os contribuintes que perderem o prazo estarão sujeitos a uma multa mínima de R$ 165,74. Este ano, a principal novidade é o fim da possibilidade de entregar a declaração via for-

Em Divinópolis a Delegacia da Receita Federal está localizada a rua São Paulo

mulário. A declaração poderá ser enviada pela internet, por meio da utilização do programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), ou via disquete (nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal). De acordo com dados da

Receita Federal, no Brasil foram entregues 27 milhões de declarações no ano de 2010. Já em Minas, o número de declarações apresentadas foi de 2,5 milhões, enquanto em Divinópolis, este número chegou a 32 mil declarações efetuadas.

CIDADES 05

curtas IPTU

A partir de hoje (22) o desconto concedido pela prefeitura para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) será de apenas 8% sobre o valor total. O prazo para pagamento com desconto de 12% terminou ontem (21). A expectativa é que sejam arrecadados cerca de R$21 milhões com o imposto. Este ano o IPTU teve um reajuste de 11,32%. O pagamento poderia ser feito com desconto de 12% no valor integral, até ontem. Caso o contribuinte escolha pagar até o dia 10 de março o desconto será de 8% sobre o valor total. Até o dia 30 de março o pagamento pode ser feito no valor integral, porém sem desconto. O IPTU também poderá ser parcelado em até dez vezes. Caso o contribuinte não tenha recebido a guia em casa é necessário procurar a Prefeitura, na Rua Pernambuco, nº. 60, no Centro. Outras informações pelo telefone (37) 3229-6500.

ProUni

A segunda etapa do ProUni começou ontem (21) e termina na quinta-feira (24),são oferecidas bolsas de estudo integrais e parciais de 50% do valor da mensalidade. Para concorrer os candidatos devem ter realizado o Enem em 2010, tendo atingido no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do exame e ter nota superior a zero na redação. Quem se inscreveu na primeira etapa e não foi pré-selecionado poderá se candidatar novamente. As inscrições serão feitas somente pela internet no site prouni. mec.gov.br. Os candidatos devem informar o número do CPF e o número de inscrição e senha no Enem 2010.

IMA

Um levantamento de pragas vegetais que atingem plantações está sendo realizado pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Os estudos estão sendo realizados em plantações de banana, laranja, tangerina e limão em todo o território de Minas Gerais. A previsão do IMA é fazer o trabalho em 16 mil hectares de espécies cítricas e em oito mil hectares de plantação de banana. O objetivo é controlar a disseminação de pragas de importância econômica para a citricultura mineira. A atividade será realizada em duas etapas: de hoje ao dia 4 de março o controle das pragas Greening e Cancro Cítrico, que atacam plantações de citros,será feito em 69 municípios com atenção especial para as regiões Sul e Triângulo.


06 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

“Minha Casa Minha Vida”

Ganhadores do programa serão convocados para apresentação de documentos Arquivo GO

André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

As pessoas sorteadas no programa “Minha Casa Minha Vida” serão convocados a apresentar os documentos para dar andamento na aquisição das casas. O primeiro conjunto a ser distribuído será o Vila das Roseiras, ao lado do bairro Padre Eustáquio. De acordo com vice-prefeito Francisco Martins(PDT), a prefeitura irá enviar uma correspondência registrada para cada sorteado com a lista de todos os documentos necessários. Serão liberadas 550 casas no primeiro momento. Ao todo foram sorteadas 1.272 unidades habitacionais.

A prefeitura irá enviar uma correspondência registrada para cada sorteado

Os sorteados deverão entregar todos os documentos, entre

os dias 21 de fevereiro e 25 de março, na Secretaria Municipal

de Desenvolvimento Social, que fica na Rua São Paulo, 114, no

Juros cobrados por operadoras de cartão de crédito são alvo de reclamações no PROCON Empresas de cartões de crédito estabelecem novas regras

Centro. Os dados serão repassados ao Cadastro Único para

Arte em Grafite promete revolucionar as artes gráficas Exposição na biblioteca mostra a realidade e a fantasia através de desenhos

Arquivo GO

Flaviane Oliveira

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Milhões de usuários de cartões de crédito em todo o país terão que se adequar às novas regras que serão estabelecidas neste ano para modificar o uso e distribuição dos cartões de crédito. As medidas que serão implementadas a partir de junho, foram anunciadas no último ano pelo Banco Central, por meio do Conselho Monetário Nacional (CMN). Todas as medidas anunciadas trabalham na redução do número de tarifas cobradas pelos bancos, além da criação de uma porcentagem fixa para o pagamento mínimo da fatura e a padronização dos tipos de cartões que as empresas poderão emitir. As novas regras só valerão para os contratos de cartões fechados a partir de 1º de junho de 2011. Para aqueles que já estão em circulação no mercado ou que venham a ser emitidos até junho deste ano, as novas regras entram em vigor a partir de junho de 2012. Neste momento, estão em negociação com as administradoras de cartão de crédito, medidas para reduzir o custo para os lojistas o que, se aprovado, refletiria automaticamente em diminuição do custo ao consumidor. TARIFAS A partir da nova regulamentação do Banco Central, só poderão ser cobradas tarifas de anuidade, emissão de segunda via, uso de saque na função crédito, pagamentos de contas e, quando houver necessidade,

avaliação emergencial do limite de crédito, o que caracteriza somente cinco tarifas básicas. Esta é uma diminuição considerável quando levado em conta o número de cerca de 80 taxas que os bancos cobram atualmente de seus clientes. PAGAMENTO Atualmente o pagamento mínimo da fatura é basicamente de 10%. A partir da nova regulamentação, a partir de 1º de junho de 2011, clientes terão de pagar pelo menos 15% da fatura. Ainda em dezembro deste ano, o pagamento mínimo sobe para 20%. A medida vem com o objetivo de reduzir o endividamento a partir do cartão de crédito. A norma valerá para todos os cartões, inclusive os atuais, a partir de 1º de junho. EXTRATO Bancos e administradoras dos cartões também deverão se adequar a uma série de medidas. As operadoras dos cartões terão que enviar aos clientes um extrato detalhado sobre tarifas, juros e encargos. Fica proibido também o envio do cartão sem o pedido expresso do cliente. O cancelamento do cartão não será tão burocrático, uma vez que, todo usuário que manifeste o desejo de cancelar o serviço, pode realizar o procedimento a qualquer momento, mesmo quando houver dívida em parcelamento. Mudam também os tipos de cartões oferecidos. Haverá o "Cartão Básico" para operações clássicas de pagamentos à vista ou parcelados de bens e serviços. E o "Cartão Diferenciado" que

Programas Sociais do Governo Federal, e qualquer irregularidade deverá ser eliminada. Em todos os conjuntos habitacionais as pessoas serão chamadas conforme a ordem do sorteio e os suplentes só serão chamados quando algum sorteado for desclassificado por algum motivo em especial, irregularidade ou falta de documentação. Sobre a denúncia de fraude no sorteio, Francisco tranquiliza a população. “A denúncia feita é infundada, todos os sorteados podem ficar tranquilos, pois terão suas casas garantidas” afirma. Porém o caso está no Ministério Público, que irá fazer a apuração dos sorteados.

Divulgação

Sarah Rodrigues

sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

O gerente do Procon alerta para o pagamento integral da fatura

oferecerá benefícios como bônus e milhagens. Os custos terão de ser incorporados na anuidade e não cobrados por tarifas. PROCON Thiago Pardini, gerente do Procon em Divinópolis, afirma que o maior número de reclamações registradas no que diz respeito aos cartões de crédito se refere aos juros cobrados quando ocorre o pagamento mínimo ou parcial das faturas. O gerente explica que a partir do momento em que o cliente tem uma reclamação em relação ao cartão de crédito, deve primeiramente entrar em contato com a operadora do cartão para resolver o problema. Somente nos casos em que o retorno da operadora não for satisfatório ou houver demora na solução é que

se deve acionar o Procon. A partir do momento em que o Procon é acionado, entra em contato direto com a operadora do cartão para auxiliar o cliente. Thiago alerta que os juros referentes aos cartões de crédito estão classificados entre os mais altos do mercado, dessa forma é importante agir com cautela e procurar pagar sempre o valor total da fatura. Porém o Procon não interfere nos casos onde a reclamação seja o valor abusivo da taxa de juros dos cartões de crédito, sendo uma negociação exclusiva entre a operadora e o usuário do serviço. O cartão de crédito pode ser um facilitador na hora de realizar o parcelamento de débitos, porém se usado de forma impensada pode trazer grandes dores de cabeça ao usuário.

O artista divinopolitano Raphael Silva de Oliveira expõe pela primeira vez seus trabalhos na biblioteca pública Ataliba Lago. Com o tema “Meu mundo: Fantasia e Realidade”, os trabalhos demonstram uma mistura de traços que modificam o cenário da arte em grafite divinopolitana. Os desenhos feitos por Raphael estão em grandes quadros e de longe já se vê os traços marcantes feitos a grafite. Eles se misturam também nos trabalhos mais modernos feitos pelo artista com recursos gráficos. Bem ao lado da exposição em uma vitrine estão expostas máscaras feitas por ele, utilizando técnicas de papel marchê e confeccionadas em biscuit, que dão um ar de fantasia à biblioteca. Raphael, de 24 anos começou a desenhar aos três anos de idade e desde então não parou mais. Ele conta que os desenhos apenas fluem e que tem consigo somente uma lapiseira denominada “companheira”. “Pego uma folha A4, a minha companheira e começo a desenhar, a rabiscar e vai fluindo”, relata. O jovem aprendeu a desenhar sozinho, começou desenhando os animes japoneses como Cavaleiros do Zodíaco. Depois desenhou os super-heróis da Marvel, como Homem-Aranha e X-Men e aos poucos desenvolveu sua arte própria. Segundo ele, o diferencial do seu trabalho é a mistura de traços. “Aprendi a desenhar sozinho olhando as coisas, os traços tanto das histórias em quadrinhos,

Raphael retrata tanto personagens de desenhos como amigos

como os desenhos vistos na televisão, meu trabalho é uma fusão de traços de vários autores”. REALIDADE X FANTASIA De acordo com o artista seus desenhos são expressos por “uma vontade inexplicável de expressar seus sentimentos, de colocar para fora o que sente”. Raphael conta que seus trabalhos são uma mistura de muitas fantasias, de querer ser super herói e também de expressar as frustrações. “Tudo o que faço é literalmente uma mistura de realidade e fantasia. Expresso o que estou sentindo, minhas frustrações, os desenhos, mas também desenho sobre as coisas que vejo,meus amigos, é uma junção do meu mundo”, avalia o artista. EXPOSIÇÃO Os trabalhos de Raphael foram expostos na segunda (07) e ficarão à mostra para visitas até o dia 28. Para conhecer um pouco mais do trabalho do desenhista basta acessar sua página: http:// rraphall04.deviantart.com/


:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Imóveis que não tiveram contrato assinado sofrerão restrições Para quem já assinou contrato as novas regras da Caixa Econômica Federal não serão aplicadas André Bernardes

Sarah Rodrigues

sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

Mudanças nas regras para financiamento de casas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, através da Caixa Econômica Federal (CEF) levantaram questionamentos. O banco impôs uma série de restrições as quais serão aplicadas somente para quem ainda não assinou contrato. Contudo construtores de Divinópolis se reuniram e foram à Câmara Municipal de Divinópolis, pedindo intercessão dos parlamentares junto à CEF. Um grupo de construtores divinopolitanos foi até a Câmara Municipal de Divinópolis durante a sessão na última quinta-feira (17), para que o Legislativo interceda por eles junto à Caixa Econômica Federal (CEF). A reclamação é que a instituição aprovava financiamento de casas em ruas não pavimentadas e a partir da sexta-feira (11) não aprovou mais os projetos, mesmo os que já se encontravam no banco para os detalhes finais. O construtor Délcio Rodrigues de Araújo explica que o motivo da reclamação se deve pelo fato do banco não ter feito um aviso prévio. “A gente compra o material, compra o lote, e depois financiamos a casa junto a CEF. Durante muito tempo, o banco financiou e não importava se era em terra, calçamento, ou asfalto e do dia 11 para cá a nova lei entrou em vigor e não nos avisaram ou deram prazos”. Segundo Délcio o banco já

Pela nova lei, imóveis em ruas sem pavimentação não poderão ser financiados

havia aprovado os projetos e depois negou os pedidos. “Muitos construtores já fizeram as casas e inclusive os engenheiros da Caixa já foram ao imóvel e eles estão devolvendo o processo. E, além disso, eles não deixam os imóveis que já estão com a documentação pronta entrar na Caixa para que seja feito o financiamento”, ressaltou. De acordo com o construtor todos os envolvidos ficaram prejudicados com a lei. “Não somente nós construtores que estamos ficando prejudicados, como também para as pessoas que compraram os imóveis. Nós pedimos que nos deem um prazo

para que a lei entre em vigor.A Caixa não fez nenhum comunicado, apenas nos disseram que a partir do dia 11 não aprovariam mais as casas nas ruas que não tivessem calçamento”. O construtor Antônio Roberto de Araújo afirma que a responsabilidade de pavimentação e de rede de esgoto é do município e não dos construtores. Por isso, estão buscando soluções junto aos parlamentares.

estão sob análise. Apenas os contratos que só passaram por análise financeira e não foram assinados, mas que tenham como objetos imóveis que não atendam às novas regras poderão sofrer restrições na ocasião da aprovação. O banco impôs uma série de restrições ao financiamento, dentre eles que apenas imóveis localizados em ruas pavimentadas estão passíveis de benefícios concedidos pela Caixa Econômica. Além disso, o imóvel tem que estar localizado no município de domicílio ou de trabalho pelo proponente do contrato, o imóvel não pode ter qualquer ônus e ser aceito como

APLICAÇÃO Atualmente, há cerca de R$ 600 milhões envolvidos em contratos neste ano de 2011, sejam os já aprovados ou os que

garantia para o financiamento da Caixa. EXIGÊNCIAS Em nota o banco afirmou que as casas em que a construção é financiada pela Caixa não sofreram alterações. “A Caixa Econômica Federal esclarece que, para os casos de projetos habitacionais cuja produção é financiada pela CAIXA, a exigência de que o empreendimento esteja localizado na malha urbana, seja dotada de vias de acesso pavimentadas e de soluções para abastecimento de água, energia elétrica, esgoto pluvial e sanitário já prevalecia desde o lançamento do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Portanto, para esses, não houve alterações”. A assessoria informou ainda que para os empreendimentos financiados pelos construtores a exigência de pavimentação se fez necessária para tratamento igual no processo de construção. “Quanto à nova exigência, esta afeta apenas os empreendimentos produzidos com recursos próprios das empresas/empreendedores, nos casos em que se pretenda financiar a comercialização ao beneficiário final por meio do PMCMV. A referida alteração, portanto, fez apenas com que fosse dado tratamento igualitário entre as exigências apresentadas para os casos em que a Caixa financia a produção do empreendimento em relação àqueles em que o banco financia apenas a comercialização das unidades finais”, afirmou.

Mulheres têm dificuldades na hora de comprar sapatos Números pequenos ou grandes têm alta demanda Sarah Rodrigues

Sarah Rodrigues

sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

Sapatos são uma das compras que as mulheres mais gostam de fazer. Comprar o modelo ideal ou aquele desejado o mês inteiro é uma felicidade. Mas, nem para todas as mulheres a realidade é a mesma. Aquelas que calçam números considerados pequenos ou grandes têm muita dificuldade na hora da compra. A vendedora de uma loja de chinelos, Aline Ferreira conta que as mulheres que calçam números acima de 39 encontram um pouco mais de dificuldade na hora da compra. “Aqui para a loja vem pouco, mas as mulheres que calçam número entre 40 a 42 têm dificuldade para encontrar esta numeração. Mas, sai muito, existe muito público para este tipo de calçado”, conta. Ana Paula Ferreira Silva, concorda e acrescenta que as

Marli encontra dificuldades em comprar quando os calçados estão em promoção

mulheres que calçam números menores também sofrem muito para encontrar o sapato ideal. “A gente achou que vendia menos, mas a gente tem uma venda boa,

vendemos as vezes até o número 43. E os números menores é a mesma coisa, às vezes elas querem, por exemplo, o número 33, e encontram somente infantil,

porque as crianças geralmente usam essa numeração”. As mulheres que possuem pés considerados fora do padrão, ou seja que calçam menos que 35 e mais do que 38 também são exigentes.Hellen Souza calça número 40, ela conta que encontrou uma loja que sempre atende os seus desejos. “Agora sou cliente fiel, sempre tem o que procuro e claro na minha numeração. Para mim é difícil encontrar e toda vez que encontro me torno consumidora assídua da loja. Adoro comprar sapatos das mais variadas cores , modelos e estilos”, afirma. O famoso salto alto, adorado pelas mulheres, nem sempre são fabricados para pés muito pequenos. A estudante Jéssica Malta, de 18 anos que o diga. Ela calça 33 e adora salto alto, porém quando vai às compras nem sempre encontra a numeração do modelo que gosta. Alguns modelos ela insiste em

usar, caso dos sapatos fechados, que normalmente não existem na numeração 33. O jeito então é comprar um número maior e colocar algodão. “Quando chego a uma loja, gosto de um modelo da vitrine e não tem a minha numeração, compro o 34 e coloco algodão. Incomoda, mas pelo menos, estarei sempre no salto”, brinca a estudante. Jéssica conta que muitas vezes, pela falta de opção, compra tênis e chinelos em lojas infantis. “É constrangedor ter que comprar calçado em lojas de criança, mas infelizmente como não tenho escolha, a única alternativa é enfrentar a vergonha”, comenta. Marli Silva Dias, calça número 34 e conta que principalmente quando os calçados estão em promoção é que tem dificuldade em comprar. “Somente quando estão em promoção é que tenho muita dificuldade em comprar os sapatos”.

CIDADES 07

curtas Festival de Verão da UFMG

Estão abertas as inscrições para o 5º Festival de Verão da Universidade Federal de Minas Gerais. As atividades serão realizadas entre os dias 5 e 8 de março no campus da universidade na Pampulha. Serão oferecidas mais de 1.200 vagas em 25 oficinas. A inscrição deve ser feita pela internet e custa R$ 20. O objetivo do festival é oferecer atividades de lazer e cultura durante o período de festas do carnaval. As inscrições vão até a data de início de cada atividade. Para mais informações acesse o site do festival ou pelo telefone 3409.4220.

Teatro Gravatá

Os produtores culturais interessados em agendarem a utilização do Teatro Municipal Usina Gravatá precisam preencher um formulário justificando a atração. Com a criação do Conselho Municipal de Cultural no ano passado, uma comissão avaliará quais espetáculos de maior relevância artística para utilizar o espaço municipal. As novas normas detalham que a data agendada deve ser feita através de preenchimento de formulário disponível no site www. divinopolis.mg.gov.br/cultura/ teatro. O pedido para utilizar o espaço precisa ser enviado pelos correios ou pessoalmente para a Secretaria Municipal de Cultura - SEMC. A comissão analisará a proposta e, dentro de um mês, a resposta será comunicada ao interessado. O secretário de Cultura, Bernardo Rodrigues, ressaltou que a intenção é estabelecer critérios para utilizar o Gravatá. A coordenação do Teatro Municipal alerta aos produtores que observem as mudanças no formulário, como a necessidade de clippings e comprovação de atuação cultural dos profissionais envolvidos.

Furnas

Prefeitura Municipal de Formiga e Associação de Moradores e Amigos de Furnastur (Amafurnas) buscam soluções para problemas no Balneário. Na semana passada secretários municipais e a Amafurnas se reuniram para discutir e buscar melhorias para alguns problemas daquela região. A reunião teve como principal objetivo criar, conjuntamente, soluções viáveis para problemas do Loteamento Balneário Furnastur, como coleta de lixo, limpeza das ruas, esgotamento sanitário, água, entre outros. Um convênio entre a Prefeitura e a Associação será criado. Em relação às soluções mais urgentes, foi acertado que a Prefeitura irá passar uma máquina roçadeira nas margens das ruas, retirar os entulhos colocados pelos proprietários (lixo, restos de construção, etc.) e a Amafurnas irá dar o acabamento da limpeza com roçadeira manual. Daí por diante a Amafurnas continuará com a manutenção da limpeza.


08 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Entrevista da Semana

“Divinópolis está vivendo um momento de ótimas oportunidades econômicas e não podemos ficar pessimistas” Liziane Ricardo

liziane.ricardo@gazetaoeste.com.br

Qual a real situação do comércio de Divinópolis, tendo em vista um campo amplo de oportunidades econômicas para o município? Hoje o comércio de Divinópolis está muito variado e podemos dizer que tem apresentado diversos ramos de atividades. Não só o comércio, mas em meio a este movimento econômico, tem surgido bastante também a prestação de serviços na cidade. Existem ainda as áreas do comércio temporais como agora no verão surgem muitas sorveterias, açaí, casa de sucos e vitaminas que são um pouco sazonais. Algumas destas atividades são de época, porém não deixam de aquecer o comércio, movimentar a cidade, gerar emprego, e ainda tem o fomento com custos de alugueís, água, luz e tudo isto gira o capital num círculo virtuoso.

gurança inicial, entretanto, estamos no caminho de crescer mesmo sob a perspectiva de aumento de juros, sobretudo isto faz parte de correç��es necessárias na economia. Divinópolis está vivendo um momento de ótimas oportunidades econômicas e não podemos ficar pessimistas. No caso de se considerar uma alavancada, o crescimento do varejo permaneceu na média nacional com 10% .

Em relação ao consumo, a CDL consegue visionar uma classe e idade que mais consomem, ou até mesmo produtos que tem sido mais consumido? É claro que hoje temos um crescimento fortalecido no qual é baseado na entrada de novos consumidores no mercado. O aumento da renda média do brasileiro e consequentemente do divinopolitano possibilitaram o surgimento de novos clientes, o que acarreta na compra de novos produtos. O aumento do número de produtos vendidos Há uma área que se apre- é um os vetores deste cressenta com maior demanda cimento. Portanto acredito na cidade? que teremos isto por um bom Nós temos hoje uma área tempo, pois não será uma peem ascensão na quena correção de c i d a d e q u e é a “Vivemos em uma juros que irá afeprestação de sertar o aquecimento cidade operária, do comércio. Já os viços na área de saúde. Este é um então não temos setores confeccioserviço que está nista, calçadista e um perfil de movimentando a telefonia celular e valor izando a grandes volumes tiveram considenossa cidade. Isto crescimento de classe A. E o rável também é uma de consumo aponnotícia que nos bom deste cenário tando mais de 3%. entusiasma muito é que conseguimos A visão de divisão por ser um setor de consumo, ou manter um perfil seja, subdividir o que traz muito movimento para consumo das clasmédio” Divinópolis, uma ses é algo que já vez que vem pessoas de fora não existe mais. para se consultar, o que também é considerado um novo Hoje o consumo pode ser movimento para a cidade. co n si d e r a d o i g ua l a d o E ainda esta movimentação entre as classes sociais? atrai shoppings e novas lojas. Acho que ainda há alguns itens que estão na condição O país passou por uma cri- de consumo de determinada se entre os anos de 2008 e classe A ou B, entretanto, 2009. Como está a econo- a nossa cidade não é um mia comercial da cidade município de renda média depois desta determinada alta. Vivemos em uma cidade situação? Houve uma ala- operária, então não temos um vancada? perfil de grandes volumes de Nós tivemos um bom ano classe A. E o bom deste cenáde 2010, mesmo com a crise rio é que conseguimos manter os resultados do ano passado um perfil médio. É claro que foram bons. Já para 2011 a ex- há as separações, mas a classe pectativa perante a um novo média é bem mais forte. Os governo, é de melhorar ainda trabalhadores e operários mais, mesmo com certa inse- são os mais firmes no con-

R

afael Pinto Nogueira: empresário no ramo de impressões gráficas, e presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A CDL conta hoje com cerca de 1248 associados, entre os dados relacionados a movimentação econômica da cidade foi apresentado um crescimento de mais de 3% nos setores de vestuário, calçados e telefonia celular. Em relação ao número de inadimplência no comércio os dados da CDL apontam um aumento de 3,27% nos períodos de janeiro de 2010 e janeiro de 2011. Já o crescimento do varejo permaneceu na média nacional de 10%.

sumo e também são bastante conscientes, nós temos pouca inadimplência.

nores e com o apoio da CDL o índice de inadimplência também é menor.

Entrando neste mérito da O município é reconheciinadimplência, quais os do como pólo da confectipos de pagamento têm ção, há um novo segmenmaior índice de inadim- to logístico na cidade? plência? Além da área de prestação Não temos números sepa- de serviços na área da saúde, rados por forma de pagamen- temos áreas bem polarizadas. to, os dados que temos são Os estabelecimentos que tem gerais dos períodos cruzados ganhado mais espaço são as de janeiro de 2010 contra lojas de eletrodomésticos e janeiro de 2011. Houve um móveis. A confecção é a traaumento de 3,27% dição da cidade, de inadimplência “Os trabalhadores mas também as nestes períodos, o de diversão e operários são redes que mostra o exque tem crescido cesso de crédito os mais firmes no muito e também aberto no ano pas- consumo e também a linha de lazer sado. Em questão com as casa nosão bastante das formas o cheturnas. Não posso que é o que apreconscientes, nós afirmar que estes senta maior índice segmentos serão temos pouca de inadimplência. tão fortes como a Os cartões de créinadimplência” linha de confecditos não geram ção, mas prefiro inadimplência para os lojistas que todos os segmentos caconsiderando que a empresa minhem equilibrados. É imem prejuízo será a operadora portante que os setores sejam do cartão. O carnê do lojista é diversificados, superando o crédito que as lojas dão aos crises sem afetar o município seus clientes com juros me- como um todo.

A recuperação de crédito r e a li z a da pelo CD L n o fim do ano passado foi positiva? Há a pretensão de aplic ar esta medida anualmente? A recuperação de créditos foi muito positiva, tivemos um resultado muito bom, tivemos a participação de muita gente, e o programa foi bem aceito pelos consumidores como oportunidade em uma época de compras próximo ao Natal. Já sobre aplicar novamente este programa será feito conforme a oportunidade e também ao momento, pois não podemos tornar a recuperação de crédito como uma rotina porque as pessoas devem andar em dia com suas dívidas. Em outro momento se for oportuno, faremos, mas estaremos optando por instruir o consumidor para que não haja inadimplência. Nosso papel é estabelecer um acordo entre o associado e o cliente.

O que está sendo preparado pela CDL para intensific ar seus tr abalhos para este ano? Estamos preparando para este ano, trabalhar numa linha de apoio aos nossos associados, e para isto iremos investir no treinamento e segurança de crédito, Nosso objetivo é apoiar ao máximo os lojistas.

O incentivo ao primeiro emprego está em alta. Nas temporadas de contratações muitos jovens são contratados como temporários e acabam sendo admitidos. Esta inserção de pessoas muito jovens no mercado de trabalho tem sido positiva? A CDL tem uma divisão de Recursos Humanos que oferece um recrutamento e seleção de pessoas, nós temos usado este setor para oferecer o primeiro emprego. Inclusive estes jovens têm passado pelos nossos cursos de treinamento, A d e m a n da d e autô n o - o nosso objetivo é levar os jomos também tem crescido vens interessados no primeiro consideravelmente. Você emprego já treinados para as acredita que eles chegam vagas. Treinamento nunca é a influenciar na econo- demais, pois conhecimento m i a d o co m é rc i o e d o s é algo que devemos ter a associados da CDL? vida inteira. Os jovens que O profissional autônomo passam por este treinamento s e m e s t a b e l e c i m e n t o c o - ficam num banco de dados, mercial fixo, ou seja, aqueles para quando formos procuque estacionam rados por pelos um veículo na rua lojistas já temos “As pessoas a e vendem seus os dados pessoais produtos, devem procura de emprego de alguém com o ter a autorização perfil adequado. podem deixar primeiramente da prefeitura. Se currículo tanto no C o m o a p o pu este profissional Sine quanto na lação pode ter cumpre com as reacesso aos treiCDL” gras do município namentos e ao deverá ser concadastro para siderado também como um fazer parte deste banco estabelecimento comercial, de dados? Os interessados devem já no caso de não ter registros e alvará para trabalhar, a CDL passar pelo setor de Recursos não concorda com este tipo Humanos, onde as pessoas de situação como muitas ve- devem trazer seus currículos zes presenciamos caminhões com dados pessoais indede outras cidades chegarem, pendente de terem ou não abrir suas portas e vender experiência em qualquer área. todo tipo de mercadorias. Se a pessoa não tiver passado Sobretudo, estes irregulares por nenhum treinamento prejudicam o comércio, já o poderá ser voluntário e parautônomo que tem legitimi- ticipar. Muitas pessoas têm o dade para trabalhar em nada conhecimento de que vagas influencia, pois, também é de emprego são conseguidas recolhedor de impostos do somente através do Sine, município, mesmo que em mas da mesma forma a CDL menor valor. Temos inclusive proporciona oportunidades o empreendedor individual de emprego. As pessoas à no qual também pode se as- procura de emprego podem sociar a CDL como qualquer deixar currículo tanto no Sine quanto na CDL. outro comerciante.


POLÍCIA 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Quarto homicídio do ano continua sem suspeitas Polícia Civil inicia trabalho de investigação procurando informações sobre a vítima marielle.espindola@gazetaoeste.com.br

O quarto homicídio do ano, ocorrido no início da noite de sábado (19), continua sem suspeitas. O que se sabe até então, é que o homicídio possui relação estrita com o tráfico de drogas na região, e poderia ter sido motivado por controle do comércio ilegal dos entorpecentes ou por acerto de contas em possíveis débitos. O crime ocorreu por volta das 18:30 hs, quando, de acordo com relato de testemunhas, a vítima Renato Oliveira, de 24 anos, voltava de uma festa com a namorada e outro casal, que após deixar as mulheres em casa

passou com o amigo em um bar. Logo após, seguiu direção a uma oficina elétrica de lanternagem na rua Candidés, nº. 225, bairro Interlagos. Renato então teria saído do carro, deixando o amigo sozinho, e entrado na oficina. Nesse momento, o carro teria sido abordado por duas pessoas encapuzadas, que renderam o companheiro de Renato. Um deles entrou na oficina e efetuou vários disparos, que atingiram o tórax e a cabeça da vítima. Renato Oliveira foi socorrido, mas faleceu imediatamente. A perícia local detectou que os disparos foram feitos por uma pistola semi-automática calibre 9 mm. Foi encontrada também uma porção de cocaína dentro

Marielle Zum Bach

Marielle Zum Bach

O homicídio ocorreu na oficina de lanternagem na rua Candidés, bairro Interlagos

da cueca da vítima. Marcelo Nunes, delegado de homicídios, explicou a dificuldade de detectar possíveis suspeitos

Autoescolas irregulares voltam a funcionar

Centros de formações de condutores conseguem alvará da justiça e permanecem de portas abertas

quando a vítima tem relação com o tráfico, devido ao alto número de possibilidades que o comércio de entorpecentes traz para o

crime. “Na maior parte dos assassinatos relacionados ao tráfico de drogas, tanto a vítima quanto os executores possuem inventário no comércio de entorpecentes, o que dificulta mais o trabalho, porque o leque de possibilidades é enorme. Podendo ser até um comparsa da vítima, que desejava ser o único dono do negócio, pode ser disputa por área de tráfico, pode ser um usuário que foi ameaçado e está com medo, então o leque de possibilidades para as pessoas que morreram por causa do tráfico, é enorme. É uma investigação complexa e demorada. Mas já estamos levantando o nome de suspeitos, possíveis inimigos, contactando a família, procurando pistas”.

Corrida Rústica da PM arrecada 700 litros de leite A VIII Corrida Rústica do 23º Batalhão, na cidade de Divinópolis confraternizou civis e militares

Divulgação

O “Centro de Formação de Condutores Arco-Íris” responde por processo, mas continua oferecendo seus serviços

marielle.espindola@gazetaoeste.com.br

Uma liminar emitida pela justiça permitiu que onze autoescolas indiciadas e anteriormente lacradas reabrissem suas portas. Atualmente, os centros permanecem abertos, e aguardam o término do tempo limite do mandado de segurança que definirá se as investigações ocorrerão com as atividades suspensas ou se poderão funcionar normalmente. O “Centro de Formação de Condutores Arco-Íris”, de Divinópolis e sua respectiva filial em Carmo do Cajuru, e os seguintes estabelecimentos em Cláudio: “Avenida”, “Pioneiro” e “São Judas Tadeu”, estão aguardando

conclusão do processo que determinava a cassação. Os centros foram lacrados após dois anos de investigação e agora possuem 30 dias para aguardar o mandado ou encerrar suas atividades, até que a liminar saia e defina a sentença dos estabelecimentos. A delegada regional, Aparecida Quadros, explicou que o processo envolve quatro inquéritos diferentes, cada um abrangendo um estabelecimento isolado. Dentre os quatro, dois já foram concluídos e dois processos ainda estão em andamento. A delegada ainda afirma que nenhum dos alunos envolvidos com as autoescolas indiciadas reclamou qualquer prejuízo com o fechamento do centro, e que todos foram, ou serão em um prazo limite transferidos

regularmente a outras escolas. Durante as investigações foi constatado que pessoas de Divinópolis e região estariam tirando carteira no estado de São Paulo de forma facilitada, entregas de carteiras de habilitação de procedência duvidosa eram feitas e também foi iniciada uma investigação sobre a venda de gabaritos das provas de legislação. Nesse caso, ficou constatado que alguns candidatos estavam de posse dos gabaritos e inclusive um dos funcionários da Circunscrição Regional de Trânsito (CIRETRAN) foi afastado do cargo por suspeita de participação na trama. A autoescola “Centro de Formação de Condutores Divinópolis” já foi fechada em janeiro, e, até segunda instância, o caráter é definitivo.

Itaúna (I)

Durante a operação batida policial na rua Dona Biela Bahia, Morada Nova Dois, realizada no domingo (20), militares abordaram D.V.B., 18 anos o qual ao avistar os policiais, dispensou no solo uma bucha de maconha. Durante a busca foram encontrados próximo ao local, a quantia de R$20,00 (vinte reais) em dinheiro e outra porção de cocaína, uma porção de acido bórico, um vidro de éter e uma colher com resquícios de cocaína. O suspeito foi preso e conduzido até a Delegacia. A PM compareceu também à Rua Bolívia, Bairro Pio XII, onde, segundo denúncia anônima, havia um individuo vendendo drogas no local. No local, foram abordados F.M.P., 36 anos, e R.C.Q., 42 anos, com as mesmas características repassadas pelo denunciante. Após as buscas, foi localizada 01 (uma) bucha de maconha. Diante do fato, os dois suspeitos foram presos e encaminhados a Depol junto com o material apreendido.

Itaúna (I)

Marielle Zum Bach

Marielle Zum Bach

Regionais

Marielle Zum Bach

marielle.espindola@gazetaoeste.com.br

Foi realizada no domingo (20) a VIII Corrida Rústica do 23º Batalhão, na cidade de Divinópolis. A largada aconteceu às 08h00 na sede da Unidade e contou com a participação recorde de quase 350 atletas da cidade e região, entre mulheres e homens. O evento faz parte das comemorações alusivas ao 19º Aniversário da Unidade e tem como objetivo integrar a Polícia Militar e a comunidade, incentivando a prática do atletismo e da atividade física em prol da saúde e de

uma melhor qualidade de vida. Com um percurso de 6,2 km, o primeiro atleta a completar a prova foi Ivamar de Oliveira, com o tempo de 19’21’’. Na Categoria Geral Feminino, a vencedora foi Maria Regina Santos, com o tempo de 23’54’’. Na categoria Especial Militar, o primeiro colocado foi Cb. PM Vicente Ferreira da Silva, com o tempo de 21'40”. Foram arrecadados no ato da inscrição para a corrida cerca de 700 litros de leite que serão doados no decorrer da semana para a Casa Homem de Nazaré e outra instituição filantrópica a ser contactada.

No sábado (19), militares deslocaram ate a Rua Maria de Castro, Bairro Nova Vila Mozart, onde a vitima 59 anos, relatou que adentrou a padaria um individuo desconhecido, com um objeto enrolado em um pano, como se fosse uma arma, anunciando o roubo. O autor roubou uma bolsa com a quantia de R$ 25,00 (vinte e cinco reais) em dinheiro e no caixa, a quantia aproximada de R$ 100,00 (cem reais) em dinheiro e evadiu em seguida. De posse das informações foi iniciado o rastreamento onde as viaturas depararam com o autor W.S.L., 24 anos com as mesmas características do autor do roubo. Após a abordagem foi procedida a busca pessoal e encontrado no bolso da sua bermuda a quantia de R$ 73,35 (setenta e três reais e trinta e cinco centavos) em dinheiro, entre notas e moedas. Ele confirmou a autoria do assalto e relatou que também havia praticado outro assalto na cidade na companhia de R.A.M.J., 20 anos, em data anterior. W.S.L. levou os militares ate a casa de R.A.M.J., e no local foi encontrada a motocicleta usada no roubo, HONDA CG TITAN, de cor preta, com um sistema implantado na placa que possibilitava dobrá-la sem que ela quebrasse, além da arma de fogo utilizada nos assaltos, uma pistola calibre 7.65mm, carregada com 02 (duas) munições intactas que foi apreendida. Diante do exposto, os autores foram presos e conduzidos até a Depol, junto com os materiais apreendidos, onde foram autuados.


10 VARIEDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Dra. Karla Faria

Carol Corrêa

karlafaria@ortodontista.com.br

carolina@lacuisinecorrea.com.br

DENTE SISO PODE GERAR COMPLICAÇÕES...

Quem já não sofreu com dores decorrentes do dente siso? É verdade que algumas pessoas têm a sorte de não enfrentar esse incômodo, mas, na maioria das vezes, o terceiro molar, como também é chamado, causa dores antes mesmo de aparecer. Seguindo uma ordem cronológica, o siso é o último dente permanente a surgir, aparecendo parcialmente ou não (semi-incluso ou incluso). Não adianta ter somente um siso na arcada superior, se o correspondente inferior não nascer. Ambos devem estar totalmente evidentes e alinhados para que não perderem sua função mastigatória. Caso contrário, o melhor a fazer é procurar um profissional e extraí-lo. Popularmente conhecido como dente do juízo, o siso pode causar uma série de problemas, como do-

res locais, na região da face, nuca e cabeça. O processo inflamatório pode vir acompanhado de infecção, acarretando aumento do volume da gengiva ou até mesmo no lado externo da face. Cáries nos sisos e nos dentes vizinhos (segundo molar) são muito freqüentes, porque a higienização é dificultada em decorrência do aumento da gengiva, que encobre o dente. Um dos problemas mais sérios deste dente é a reabsorção do dente vizinho ao siso, ou seja, a destruição gerada por seu processo de nascimento. O dente exerce uma pressão no osso e nas estruturas vizinhas (gengiva e raiz), podendo provocar sua destruição, que é irreversível. Mas isso não ocorre em uma fase inicial, na maioria das vezes, depois dos 30 anos. É um processo lento e progressivo, geralmente decorrente de pessoas que não procuraram ajuda profissional.Tumores benignos ou malignos também podem ocorrer, embora em menores proporções, assim como a perda de cabelos, devido a alterações

do processo circulatório geral. Mudança de hábitos alimentares, com o consumo maior de produtos industrializados, tem levado as pessoas a exigir menos dos músculos da face, fazendo com que eles trabalhem cada vez menos. Sanduíches, cremes, alimentos pastosos, legumes e verduras, os fast foods contribuem para que os dentes sisos causem transtornos. Já as frutas são ótimas opções para a higiene bucal. No entanto, ele aponta a evolução da raça humana como o grande salto para que esse problema seja menos freqüente. Filhos de pais que não apresentam dentes sisos têm muito mais chances de repetir essa tendência e isso vem acontecendo cada vez mais. Mas as pessoas têm que se conscientizar da necessidade de uma avaliação odontológica, desde o início da adolescência, capaz de diagnosticar a existência ou não do siso. Caso contrário, ele vai causar problemas no futuro.

Dra. Karla Faria Especialista em Ortodontia Mestre em Ortodontia pela SLM – Campinas – SP Membro da Associação Brasileira de Ortodontia (37) 3222.7932

FLOR

Nada mais delicado, belo e admirável como uma FLOR, com pétalas de cores vibrantes e fragrância inebriante. Mas, você já comeu uma flor comestível? Ou ao menos comeu uma flor sem nem saber se poderia? Há algumas flores que não apresentam risco nenhum ao homem caso a coma, já outras são até mesmo venenosas. É uma tendência usar flores e suas pétalas em pratos na mais alta e fina gastronomia, tanto para dar cor, quanto aroma, quanto sabor aos demais alimentos. As flores comestíveis apresentam altos índices de proteína, de vitaminas A, B, C e E, aminoácidos, amido e até mesmo gordura. Algumas que já fazem parte da nossa rotina e muitas vezes nem notamos são o brócolis, a couve-flor

e a alcachofra, mas outras que normalmente são utilizadas apenas para enfeitar nossos jardins também podem (e devem) ir à mesa, como: Gerânio, de fragrância esplêndida; Amor perfeito (violeta), de pétalas delicadas e adocicadas; Calêndula, de sabor amargo e picante; Capuchinha, detentora de cores vibrantes; botões de Rosa; Lavanda; Margarida, dentre tantas outras. É importante salientar que há uma imensa necessidade de se saber a procedência das flores, uma vez que para consumi-las, elas não podem ter sido cultivadas com agentes químicos e agrotóxicos. Já há algumas flores que, mesmo não sendo tratadas com agentes químicos possuem princípios tóxicos em sua natureza, como a azaléia e o copo de leite. Estas definitivamente você não deve ingerir! Na gastronomia, o que se mais vê é a utilização de flores em saladas, geléias e sobremesas, sempre har-

monizando cores, texturas, aromas e sabores. Lave-as bem, retire espinhos, pistilos e estames. Remova também o caule e a parte branca, já que são mais amargos. Deixe-a secar naturalmente e pronto! Mas não basta apenas achar que vai colocar uma flor em um prato de qualquer maneira e sem planejamento que irá dar certo, procure pensar no resultado final de todo o conjunto. As flores também são muito usadas no preparo de bebidas como sucos, cervejas, chás, destilados, e outros mais. Procure saber mais das flores comestíveis e acrescente a beleza e delicadeza deste item às suas receitas!

“...Aprende e continua aprendiz Ensina muito e reboca os maiores amigos Faz dança, cozinha, se balança na rede E adormece em frente à bela vista” Gerânio – Marisa Monte

Carol Corrêa Administradora, Chef de Cozinha Proprietária do La cuisine Corrêa - (37) 8838-8825


VARIEDADES 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

PETERSON MAGALHÃES petersonmagalhaes@hotmail.com

PREVIEW

Corujas

As empresárias Andréia e Mariana (leia-se Plataforma) lançam no próximo dia 24 de fevereiro (quinta-feira), a coleção “O AMOR ESTÁ NO AR” com um coquetel para clientes e amigas, mostrando tudo o que há de mais moderno e arrojado para a coleção outono / inverno. A coleção está lindíssima e com certeza agradará as mulheres atualizadas e de bom gosto. A loja fica à Rua Maranhão entre Goiás e Pernambuco, esperamos todos lá.

Acessorise

Este é o nome da loja mais bonita da cidade quando se trata de bolsas e acessórios e que este mês estará em promoção, toda a loja com preço único. Quem ainda não conhece, vale a pena conferir. A loja fica à Rua 21 de abril esquina com Minas Gerais.

DJ Marcelo Clementino

Quem está babando é o casal Flávia e Alessandro, com a alegria e preenchimento da casa pelo pequeno Arthur,o herdeiro da família. Flávia aproveita esta semana para comemorar a passagem do seu aniversário entre familiares e amigos. Parabéns!

CEGONHA

Empreendimento

Quem está rindo à toa com a visita da cegonha é o casal Juliana Maia e Robervan. Juliana que faz um belo trabalho quando o assunto é dança, com certeza terá que tirar um tempinho para cuidar e paparicar o bebê que está a caminho. Parabéns ao casal e que a criança venha com muita saúde.

Curiosidade

Este ano o mês de Julho terá 5 sexta-feiras, 5 sábados e 5 domingos, este fato acontece a cada 823 anos e é conhecido com “money bags”, será que isso significa mais dinheiro?

Arruba A empresária Luciana Aquino juntamente com sua irmã Vanessa inauguram no próximo mês o escritório da marca “Luluzinha” em Divinópolis, e já estão arquitetando juntamente com a decoradora Stefanie Magalhães, a obra da loja infantil que com certeza deixará as crianças mais modernas e bonitas.

Casamento Já está tudo pronto para o casamento de Lauro Epifânio e Mariana Cesário, a Igreja escolhida é a de Santo Expedito e a cerimônia será no dia 29 de abril de 2011, tudo bem preparado e observado pelo Cerimonial Peterson Magalhães.

A agente de viagem Elizabeth de Sousa voltou semana passada de um tour por Arruba, em viagem presenteada pelo bom desempenho e atendimento impecável, através da Ascanio Turismo. Férias merecidas!!

Festa da Cerveja

Já está tudo pronto e confirmado para os dias 06 e 07 de maio a maior festa da cerveja de Minas Gerais. A festa acontece todos os anos e cada vez mais melhoramentos são feitos para que os foliões possam aproveitar da melhor maneira possível. Os artistas confirmados são Claudia Leite, Capital Inicial e Inimigos da HP. Com certeza será mais um ano de sucesso.


12 VARIEDADES

Wagner Oliveira

wagner@repensarndh.com.br

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Kelli Oliveira

FIQUE CALMO! Ela entrou no meu consultório e parecia muito assustada. Estava bem vestida, apesar de um pouco exageradamente, mas havia uma certa tensão em seus olhos e em sua boca. Ela não sorria e me olhava nervosamente, sem de fato encarar meu olhar ao entrar na minha sala. Sentou-se de um modo esquisito na ponta do assento da cadeira, mudando constantemente de posição enquanto falava, e seus olhos investigavam o ambiente. Tive a impressão de que ela esperava que algo péssimo estivesse por acontecer. Ela fez uma longa pausa. - Acho que estou enlouquecendo. - É mesmo? O que faz pensar que você está? – perguntei. - Fico preocupada com tudo o tempo todo. Ela passou a descrever alguns sintomas: terror repentino de estar fora de casa, em um shopping ou olhar pela janela de um edifício alto. Um pânico total, sem motivo nenhum e sufocante, acompanhado de fortes batidas do coração e respiração ofegante. Os ataques ocorriam sem aviso prévio e então ela voltava correndo para casa e não saia durante vários dias. Ela tinha medo de voar, evitava usar elevadores, detestava multidões, mas também áreas livres sem ninguém. Ficava pouco a vontade quando tinha que jantar com outras pessoas ou freqüentar a uma festa o que acabou atrapalhando sua vida social. No trabalho, as reuniões eram um martírio, especialmente se tivesse de falar – tinha problemas até para fazer ligações telefônicas. E se preocupava de maneira crônica; durante anos, sofreu de insônia porque não conseguia desligar sua mente completamente ao ir dormir. - Qual e mesmo seu nome? – perguntei gentilmente e com cuidado. - Ora... Não me reconhece? Não? Como é que pode? OK, eu posso dizer quem sou. Meu nome é Ansiedade, mas pode me chamar também de Fobia Social, Transtorno do Pânico, Ansiedade Generalizada,TOC, Fobia, e outros nomes mais se quiser. Essa brilhante descrição acima foi usada pelo psicólogo Robert Leahy para descrever alguns sintomas de “alguém” que nos acompanha toda a vida: a ansiedade. Vivemos na Era da Ansiedade. Todas as pessoas podem sentir ansiedade, principalmente com a vida atribulada atual. Em uma pesquisa norte-americana ficou constatado que ao longo da vida 30% da população terão problemas relacionados à ansiedade. A ansiedade é um sinal de alerta, que permite ao indivíduo ficar atento a um perigo iminente e tomar as medidas necessárias para lidar com a ameaça. Portanto é um sentimento útil. Sem ela estaríamos vulneráveis aos perigos e ao desconhecido. É algo que está presente no desenvolvimento normal do ser humano, nas mudanças e nas experiências novas e inéditas. No entanto ela é considerada um distúrbio quando ocorre em momentos que não se justificam ou quando é tão intensa ou duradoura que acaba interferindo com as atividades normais do indivíduo. Dependendo do grau ou da freqüência, pode se tornar patológica e acarretar muitos problemas posteriores. A ansiedade inadequada pode ser caracterizada de diversas formas, como por exemplo: fobia específica (medo exagerado de animais, altura etc.), fobia social (medo de ser avaliado negativamente por outras pessoas), transtorno do pânico (medo das sensações físicas de ansiedade), entre outros. A ansiedade pode surgir repentinamente, como no pânico, ou gradualmente, ao longo do tempo, o que pode variar de minutos a dias. A duração da ansiedade pode variar de alguns segundos a anos e sua intensidade pode variar do muito leve ao gravíssimo. Diferentemente da ansiedade normal, a patológica paralisa o indivíduo, traz prejuízo ao seu bem estar e ao seu desempenho e não permite que ele se prepare e enfrente as situações ameaçadoras. Mas o problema não termina aí. Quem sofre de um transtorno de ansiedade tem maior tendência a se tornar clinicamente deprimido, dando a impressão de sofrer de duas condições debilitantes ao mesmo tempo. Também tem maior tendência a fazer uso de substâncias, como álcool. O transtorno tem sido associado a problemas cardíacos, hipertensão, desconforto gastrointestinal, doenças respiratórias, atrite, problemas de pele, fadiga e uma série de outras condições. Mas fique calmo, não se preocupe. A ansiedade, na sua forma patológica, pode ser tratada. As ciências psicológicas têm apresentado vários estudos de tratamentos eficazes, seja com a psicoterapia isolada, ou com auxílio de medicamentos. Nas próximas semanas vamos discorrer sobre os principais transtornos relacionados à ansiedade e seus tratamentos.

Jiham Souki

kellinutri@gmail.com

ESCOLHA CERTA DOS SUCOS

As melhores opções de suco para serem consumidas diariamente: Suco natural: É a opção mais saudável, já que é preparado com a fruta in natura. Com isso, não há adição de substâncias artificiais, como corantes, conservantes e adoçantes. Por ser natural, há pouca perda de vitaminas, minerais e fibras durante o processo de preparo da bebida. Suco em pó: Devido ao excesso de corantes e conservantes, essa é a pior opção de suco.”E não há presença de nutrientes”. Outra desvantagem é que esses produtos costumam possuir excesso de adoçante na sua composição Polpa congelada: A perda de vitaminas e minerais durante o processo de congelamento é insignificante, o que faz da polpa uma boa opção de bebida pronta. Seu único problema é a baixa concentração de fibras. Suco concentrado: Por não apresentar perda significativa de nutrientes, se equipara à polpa em termos de benefícios.Entretanto,é mais prático, já que não precisa de liquidificador nem descongelamento.Sucos concentrados ainda são baratos do que as polpas (vendidas em unidades) e rendem mais: ½ litro do produto faz até 3litros de suco. Suco de caixinha: As bebidas embaladas em Tetra Pak são opções alternativas quando não se pode preparar um suco fresco. “O valor calórico pode ser reduzido se forem escolhidas as versões light e diet. Entretanto, há conservantes adoçantes na sua fórmula”. QUAL A MELHOR FORMA DE PREPARAR SUCOS? Depende. O liquidificador e a centrífuga podem ser utilizados de acordo com o objetivo da dieta. “Preparando o suco no liquidificador, a perda de fibras é menor. Por isso, seu uso é indicado em casos de constipação”. “Já a centrífuga a quantidade de fibras diminui e a concentração de vitaminas e minerais é preservada. Sendo assim, a centrífuga é indicada para dietas específicas, como a líquida restrita”.

QUAL DEVE SERO CUIDADO COM OS ALIMENTOS NO PREPARO DE SUCOS? Os alimentos devem ser frescos, maduros e bem higienizados. Você pode deixar uma escovinha reservada na sua cozinha somente para esse fim. Se possível, opte por produtos orgânicos, que não possuem agrotóxicos durante o seu cultivo. Caso contrário, capriche na higienização da fruta se for utilizar sua casca no suco. Os agrotóxicos costumam se fixar nessa parte da fruta. APÓS PRONTO EM QUANTO TEMPO DEVO CONSUMIR MEU SUCO? Quando expostos por muito tempo ao oxigênio, os nutrientes presentes nas frutas sofrem um processo de perda. Por esse motivo, pique as frutas somente quando for preparar o suco e consuma a bebida tão logo ela ficar pronta. Outro cuidado é procurar tomar suco fresco sempre que possível, evitando deixá-lo preparado na geladeira. TRATAMENTO PARA EMAGRECIMENTO E REEDUCAÇÃO ALIMENTAR 1º MÓDULO: Avaliação nutricional de todos os elementos do grupo 2º MÓDULO: Entrega da dieta individual 3º MÓDULO: Palestra sobre dicas de alimentação saudável 4º MÓDULO: Dicas de supermercado 5º MÓDULO: Visita ao supermercado Interessados ligar no tel 88112388 99514034 Consultório: Edº Costa Rangel 9º andar sala 910 ENTREGA DE CERTIFICADO DA MARILENE

DEVO COAR? Não. Apesar do liquidificador preservar uma parte das fibras, há perda desses nutrientes durante o preparo da bebida. Usando o coador, você acaba por eliminar o restante das fibras que permaneceram no suco, comprometendo o processo de emagrecimento. QUAL A MELHOR FORMA DE ADOÇAR A BEBIDA? O ideal é substituir o açúcar pelo mel orgânico ( rico em vitaminas) e pelos adoçantes naturais. “Esse tipo de adoçante é extraído da planta como a stévia. Apesar de terem menos calorias que o mel, os adoçantes artificiais, como o aspartame, a sacarina e a sucralose devem ser evitados. Em excesso, eles podem causar distúrbios gástricos,retenção de líquidos e outros problemas de saúde. QUAL A MELHOR REFEIÇÃO PARA INCLUIR SUCOS? O suco pode ser incluído no café da manhã, nos lanches ou mesmo no jantar. A única contra indicação fica por conta do almoço, refeição na qual consumir alimentos sólidos pode garantir mais saciedade e energia para você encarar o restante do dia. Sem contar que nesse horário é indicado também o consumo de ferro, presente nas carnes e no feijão. É VERDADE QUE O CONSUMO DE SUCOS COM VEGETAIS AJUDA A EMAGRECER? Sim, o consumo de vegetais associado a dietas balanceadas é uma ferramenta para a redução do peso e para a redução do peso e para a diminuição do risco de doenças cardiovasculares”.

MINHAS PARTICIPAÇÕES NA MÍDIA TODA SEGUNDA 11:30 HS NA TV CANDIDÉS, CANAL 13 NO PROGRAMA DO EDUARDO SILVA TODA QUINTA 8:30 NO PROGRAMA DO AMARAL NA RÁDIO DIVINÓPOLIS DIA 25/02 SEXTA-FEIRA COM A DIRLENE MAGALHÃES AS 15:30 HS

jisouki@hotmail.com | http://psicologianavidajihamsouki.blogspot.com

A comunicação sempre fez parte das relações humanas. Com o passar dos anos mudou-se a forma de interação. Antes um pai ou mãe comunicava-se verbalmente pouco com os filhos. A comunicação era feita muito mais pelo olhar do que pela conversa. Quem não se lembra de ter medo do olhar do pai ou da mãe reprovando alguma atitude errada? Não precisava de xingamentos para percebermos que erramos e erramos feio. O olhar já tudo dizia... Recentemente o olhar foi substituído pela conversa, temos conversado mais. Nos relacionamentos mais diversos as pessoas tem mais coragem de se posicionar. Isso poderia ser um avanço, mas a forma de comunicar em muitas relações ainda é precária. Pensamos que falamos tudo mas a comunicação vai sempre mais além. Quando se trata de relações familiares, conjugais e de amizade ainda há um caminho longo a percorrer, e o motivo disso é simples...

COMUNICANDO

Diversas pessoas falam, esbravejam dizem que falam tudo que pensa, porém nem sempre a interação com o outro acaba bem. Exemplificando nas relações a fala é constantemente deturpada e assim um dos interlocutores acaba assumindo a posição de vitima. Aponta o outro pelo que ele fez em contrapartida este tem a reação de acusar também ,e a discussão ganha o tom de competição: Quem é mais vitima que o outro. Assim o final da conversa acaba em desgaste e muitas vezes mágoa. Ninguém reflete e compreende sobre o que aconteceu, portanto o fato tem grande possibilidade de voltar a acontecer, pois não houve mudanças, somente houve acusação. Esquece-se de falar o essencial, que é o sentimento. Comece ao invés de apontar o que o outro fez, fale sobre como se sentiu em relação ao comportamento do outro. Sentiu-se decepcionado? Expresse Fale sobre o comportamento que a pessoa teve que você não aprovou. Quando se tem essa atitude evita na maioria dos casos, que o outro assuma a posição defensiva e a compreensão se torna possível.

Generalizar a pessoa você é assim e pronto é um erro gravíssimo, que leva o outro ao afastamento emocional. É momento oportuno para se conhecer um ao outro e saber o que faz bem e o que não faz nem a si mesmo e nem ao outro. Isso é dialogar. Isso é tornar as conversas eficazes. Mesmo que seja um fato muito doloroso que machucou não agrida e nem altere coloque claramente como se sentiu. Essa tarefa de ampliar a maneira de agir, realmente não é fácil, pois fomos educados ou a nos calarmos ou a vencer batalhas verbais custe o que custar. Mas compensa ser experimentada. Os resultados sombra de dúvida serão satisfatórios. Comece reavaliando sua postura diante de uma interação, principalmente de um acontecimento que não tenha gostado. Apartir dele ouse agir diferente, sem se apresentar como vítima e sim tendo mais clareza no que não gostou. Experimente, vale a pena. Jiham Souki é psicóloga


VARIEDADES 13

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Marco Aurélio Braga braga.marco@gmail.com

Rio de Janeiro

Saiu na mídia

“Quando anunciaram, no fim de março, a criação da Máquina de Vendas a partir da fusão das redes Ricardo Eletro e Insinuante, os empresários Ricardo Nunes e Luiz Carlos Batista afirmaram: “Se o Michael Klein e o Abilio Diniz assinaram um acordo sem o envolvimento de muitas pessoas na operação, a gente também consegue”. Agora que a relação entre o controlador da Casas Bahia e o do Pão de Açúcar complicou e a fusão está sendo revista, Nunes e Batista também decidiram rever o negócio, apesar de boa parte de suas operações já estar integrada. Por enquanto, não há nenhum sinal de rompimento, mas profissionais próximos a Nunes e a Batista dizem que a empresa de consultoria PricewaterhouseCoopers foi contratada para fazer uma auditoria mais detalhada das duas redes. A Máquina de Vendas nega a informação”. Esta nota saiu publicada na edição 967 da revista Exame, na coluna “Primeiro lugar on-line”, de Marcelo Onanga.

Regina Salomão

Adélia Prado falará para platéia carioca

Adélia Prado é a convidada de Afonso Romano de Sant’Anna, poeta, cronista, professor e jornalista para um bate-papo no Rio de Janeiro. O memorável encontro irá abrir a programação do semestre da Casa do Saber Rio e está agendado para o dia 14 de março, ás 20 horas. Nossa poetisa irá falar sobre o tema “A licença poética do sagrado e da beleza” e também sobre seu recém-lançado, e já premiado livro de poemas, intitulado A duração do dia. O endereço carioca do encontro é avenida Epitácio Pessoa, 1.164, Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de janeiro. O ingresso custa R$ 100,00. Mais informações no site www. casadosaber.com.br

Clicks

Ontem, foram divulgadas as fotos da miss Brasil Débora Lyra vestida de Salomé. Ela estará na encenação da Paixão de Cristo, que acontece na cidade de Floriano, no Piauí, nos dias 22 e 23 de abril. Além de Débora, Luciano Szafir e Thiago Fragoso já confirmaram a participação no evento.

Boutique feminina

Lançamento da Coleção Outono / Inverno 2011 Av. 21 de Abril, 700 • Centro • (37) 3221-4424

Miss Débora Lyra e o traje que usará em sua esttréia como atriz

Estrelas do Bem

A empresária Dulcemar Rodrigues da Cunha retornou da Feninjer 2011 com várias novidades para a sua Classe Ouro Jóias. Uma delas: a joalheria acaba de entrar para o time participante da campanha “Estrelas do Bem”, um tributo à arte e cultura brasileira e aos profissionais da classe residentes no Retiro dos Artistas e que irá destinar 100% do lucro da venda do pingente Estrelas do Bem a instituição carioca.Realizada pela AJESP e Retiro dos Artistas, em parceria com o IBGM, esta ação sócio-cultural tem o apoio de artistas, entre atores, músicos e compositores, que generosamente cederam suas imagens para divulgação e a Classe Ouro Jóias será uma das joalherias do país a comercializar a peça, uma estrela em ouro 18 K, com um brilhante cravado no centro.

Luiz Freitas, o modelo Lucas Maia, que anfitrionou evento privê na Lux Lounge neste sábado, Leila Barbosa e José Luiz

Tuéz

Ser original é condição sine qua non para ser referência no mercado, principalmente no segmento publicitário. Temos ótimas agências por aqui, que criam campanhas excelentes mas, aquela que cria “a” campanha é sempre a Tuéz Design, que em 2011 completa 10 anos de sucesso. E assim, Rosângela Vasconcelos e sua equipe continuam criando peças publicitárias únicas a caminho de mais conquistas e de muitos outros anos dedicados a arte da criação.


14 VARIEDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Resumos de Novelas Malhação Globo - 17h30

Araguaia Globo - 18h

Ti-Ti-Ti Globo - 19h

Insensato Coração Globo - 21h

Ana Raio e Zé Trovão Ribeirão do Tempo SBT - 22h20 Record - 22h

22 de Fevereiro Theo aceita ajudar Catarina. Babi humilha Maicon. Raquel se contradiz na frente de Pedro, que estranha seus comentários. A agência de modelos manda Josiane distribuir as amostras de um produto promocional na frente do Primeira Opção. Maicon dá um fora em Babi. Tereza não acredita no depoimento de Raquel contra Catarina. Josiane tenta se esconder, mas acaba sendo descoberta pela turma do colégio. Odilon conta para Tereza que o pedreiro que Vera contratou recebeu o pagamento e não terminou o trabalho na midiateca. Theo conta para Lorelai o plano de Catarina para desmascarar Raquel. Catarina conta para Cláudia sobre sua ideia contra Raquel. Lorelai e Theo temem que ela fique grávida. Dona Zica orienta Maicon a desistir de Babi. Pedro fala com o irmão para procurar orientações médicas com Cláudia. Catarina liga para Theo, esconde o celular no bolso e começa a falar com Raquel. Theo tenta ligar o áudio da ligação no sistema de som do colégio, mas é flagrado por Vera. Raquel fala para Catarina que vai revelar o motivo de suas atitudes.

22 de Fevereiro Cabo de Esquadra foge de Solano. Solano o procura, mas ele consegue se esconder. Mariquita repreende Aspásia por ter ligado para seu neto. Amélia se preocupa com o desânimo de Manuela. Ruriá confessa a Estela que está cansado da maldição de Iaru. Solano sente-se mal e pede ajuda para o gerente do hotel. Mariquita implica com Beatriz. Max tenta falar com Fred sobre o casamento, mas o filho não lhe dá atenção. Pimpinela tenta beijar Nancy, mas ela o afasta. Padre Emílio, Terezinha e as crianças se despedem de Irmã Dulce. Solano se surpreende ao acordar e ver Cebola, Yvete e Cabo de Esquadra em seu quarto.

22 de Fevereiro Camila salva Luti e é atropelada por Pedro. Cecília sonha que Luti é atacado por Valentim e avisa Ariclenes. Camila e Pedro são levados para o hospital. Gino questiona Jorgito sobre Stéfany. Rebeca ameaça processar Pedro por tentativa de homicídio. Gino fica dividido entre o sonho de ser pai e o amor por Rebeca. Marcela leva Paulinho para a casa de Bruna e é surpreendida pela chegada de Edgar com Luisa. Érico aconselha Renato a se aperfeiçoar, mas lhe dá uma oportunidade na agência. Luti se declara para Camila. Magda procura Valentim. Stéfany se insinua para Jorgito. Desirée corta o pé e Armandinho a socorre. Breno diz a Eduardo que Thaísa gosta dele. Isabel conta para Marcela que Renato trabalhará com seu irmão. Luisa aparece no apartamento de Marcela.

22 de Fevereiro Raul e Wanda se recusam a contar para Léo o motivo da separação e Raul decide sair de casa. Patrick diz a Bibi que vai cobrar na justiça seus direitos como marido. Marina afirma a Carol que lutará por Pedro. Raul tem o mesmo pesadelo com um de seus filhos lhe pedindo ajuda. Eunice fica frustrada por não poder ir ao julgamento de Pedro. Marcelo avisa à Daisy que Kléber escreveu uma reportagem sobre a investigação contra Cortez. Cortez orienta Henrique a tentar subornar Kléber. Pedro empresta novamente o seu carro para Léo. Décio pede para Norma lembrar algum detalhe que possa ajudar a localizar Armando/Léo. Léo arma o roubo do carro de Pedro. Ao prestar queixa na delegacia Léo vê Norma. Daisy comenta com Kléber e Olívia sobre a confusão que a reportagem causou em seu escritório. Clarice tenta ajudar Rafa a decidir o que ele quer fazer se abandonar a faculdade. Raul desconfia de que Léo foi o responsável pelo roubo do carro de Pedro e questiona o filho.

22 de Fevereiro Ana fica sabendo que a fazenda está à venda, procura Marina e dá a ela uma grande ideia para salvar a propriedade. Enquanto isso, a ardilosa Dolores tem um plano para adquirir o haras e, imediatamente, telefona para o excêntrico Conde de Joinville, em quem pretende aplicar mais um golpe.

23 de Fevereiro Raquel confessa para Catarina que não quebrou o braço. Theo explica para Vera o motivo de estar tentando acessar o som do colégio. Maicon decide jogar bola no campeonato do colégio e pede para que ninguém conte a Babi. Catarina provoca Raquel para que ela fale tudo o que fez contra ela. Todos no pátio ficam indignados com o que ouvem de Raquel pelo alto-falante. Tereza chama Raquel em sua sala, mas prefere não expulsá-la. Catarina agradece Theo e é cercada por seus irmãos, que lhe pedem desculpas pelas acusações. Pedro também se desculpa com Catarina. Theo explica para Cláudia o que aconteceu com ele e Lorelai e pede conselhos. Raquel diz que vai contar toda a verdade para Pedro, mas ele não acredita. Lurdes fica nervosa com a conversa de Theo e Lorelai. Vera pergunta pelo paradeiro do pedreiro para Seu Pintinho, que indica um engenheiro para acabar a obra na midiateca. Milena afirma à irmã Andréa que não aceitará o namoro de seu pai e Tereza. Pedro pensa em Raquel. Catarina fala para Cláudia que vai tentar voltar com Pedro. Henrique chega à casa de Catarina e se apresenta como padrasto de Raquel. 24 de Fevereiro Dona Zica repreende Maicon para que ele não jogue pelo Primeira Opção, pois ele tem um contrato com o Nacional. Catarina fala sobre Pedro com Henrique e ele fica interessado em conversar com o DJ. Catarina apresenta Rique para Pedro, que fica desconfiado. Andréa tenta convencer Milena a aceitar o namoro do pai. João aconselha Tereza a fazer propaganda para melhorar a imagem do colégio. Andréa se oferece para fazer um trabalho em dupla com Artur, pois todos o ignoram. Catarina fica frustrada com a indecisão de Pedro sobre Raquel. João sugere fazer um concurso no colégio para eleger a garota propaganda do Primeira Opção. Theo fica preocupado com Lorelai. Todos na casa de Pedro estranham a reação de Raquel, quando o namorado fala do aparecimento de Rique. Andréa flagra Artur falando com Marcos de forma suspeita. Maicon ameaça contar a verdade sobre seu envolvimento com Babi para Milton. Raquel reage negativamente ao saber que Rique apareceu no colégio trazido por Catarina e Pedro fica intrigado. 25 de Fevereiro Pedro defende Catarina das acusações de Raquel e tenta descobrir quem é Rique. Andréa critica Marcos por ser uma má influência para Artur. Maicon afirma a Babi que vai deixar de gostar dela. Raquel conversa com Pedro sobre Rique e implora que ele não conte a Catarina sobre a conversa deles. Tereza e João conversam sobre o concurso que irão fazer no colégio. Artur pede para jogar no intercolegial, mas é rejeitado pelos colegas. Andréa pede para Fred deixar Artur jogar, mas ele se recusa. Maicon aceita jogar ao menos uma partida, apesar de Milton tê-lo proibido. Lurdes e Geraldo conversam, preocupados com o namoro de Theo e Lorelai. Babi fica incomodada com os comentários que duas garotas fazem sobre Maicon e se preocupa quando o goleiro se machuca no jogo. Seu Pintinho descobre que Josiane mentiu para conseguir dinheiro para comprar um vestido novo. Rique aparece na casa de Catarina e leva ela, Fred e Duda para o colégio. Milton questiona se Maicon vai ter que faltar ao treino por causa de sua contusão. Pedro e Raquel ficam apreensivos com a chegada de Catarina e os irmãos no carro de Rique.

23 de Fevereiro Solano tenta conversar com Gabriel/Cabo, mas ele foge novamente. Max reclama ao ver Amélia na capa do catálogo de joias. Yvete garante a Solano que levará Gabriel/ Cabo ao seu encontro. Vitor, Fred e Nancy organizam os detalhes para a festa de lançamento da coleção de Amélia. Beatriz pede para Aspásia ensiná-la a cozinhar. Nancy avisa a Pimpinela que Salatiel vai para o Araguaia e eles contam toda a história dele para Glorinha. Ruriá teme por Estela quando a neta diz que vai à festa de lançamento das joias. Amélia é aplaudida ao chegar no lançamento da coleção. Max combina um serviço com um capanga pelo telefone. Amélia estranha que Vitor esteja demorando a chegar na festa. Vitor sofre um atentado. 24 de Fevereiro Amélia corre ao encontro de Vitor, que afirma não ter sido atingido. Lurdinha e Aspásia pedem para Mamed descobrir com que letra começa o nome de Caroço. Max exige que Amélia vá embora com ele da festa. Ruriá diz a Estela que gostaria que o filho que ela espera fosse uma menina. Enquanto Estela dorme, Apoena e Antônia aparecem e pedem pela vida do filho dela a seus ancestrais. Iaru fica contrariada e afirma que vai atentar contra a vida de Solano e seu filho. Um médico vê os exames de Solano e se surpreende por ele ainda estar vivo. Nancy fica eufórica ao saber que vai morar na estalagem depois do casamento de Janaína e Fred. Neca e Pimpinela apresentam para as crianças a escola de circo que construíram. Solano chega à estância. Mariquita percebe o enjoo de Estela e insinua que a índia esteja grávida. 25 de Fevereiro Estela confirma sua gravidez para Solano. Nancy avisa a Pimpinela que Salatiel está próximo do Araguaia. Mariquita comemora o encontro de Solano e Cabo/Gabriel. Glorinha, Nancy e Pimpinela acertam os últimos detalhes do plano para pegar Salatiel. Manuela não consegue convencer Amélia a enfrentar Max. Solano conta para Manuela que Estela está grávida e a veterinária pede para ficar sozinha. Mariquita avisa a Padre Emílio que Solano encontrou Gabriel. Yvete convence Gabriel a sair de Belo Horizonte. Nancy liga para Glorinha e avisa que Salatiel chegou. Padre Emílio fica atônito ao saber que Estela está esperando um filho. Aspásia tenta levar Genão ao encontro de Lurdinha. Padre Emílio conversa com Solano e tenta confortá-lo. Manuela diz a Terê que vai abandonar Solano por causa da gravidez de Estela. 26 de Fevereiro Manuela acredita que o nascimento do filho de Estela salvará a vida de Solano. Genão pede permissão a Solano para visitar Aspásia. Max questiona Manuela sobre a colheita de girassol. Vitor lê uma notícia falando sobre o seu acidente e cobrando uma resposta da polícia. Lurdinha comenta com Amélia sobre o sucesso de sua coleção. Bruno flagra Janaína e Fred namorando e decide ter uma conversa séria com seu futuro padrasto. Solano convida Estela para voltar a morar na estância. Max revela a Amélia que sabe de seu caso com Vitor e a ameaça caso ela o abandone. Geraldo acaba revelando para Vitor que Max foi o autor dos atentados que ele sofreu. Solano implora que Manuela o perdoe e reate o namoro. Vitor invade a fazenda de Max e afirma que vai levar Amélia embora.

23 de Fevereiro Renato expulsa Luisa. Thaísa confessa que está apaixonada por Eduardo e os dois se beijam. Marcela briga com Renato por ciúmes de Isabel. Amanda se sente culpada ao ver que a mãe voltou a costurar para as vizinhas. Marta vê Ariclenes e Suzana se beijando. Luti pede a Rebeca para passar a noite no hospital com Camila. Mabi descobre que a crise entre Jacques e Clotilde é uma farsa. Pedro nota que perdeu o carinho da avó. Amanda percebe que Marta gosta de Ariclenes. Julinho fica sabendo que Eduardo está namorando Thaísa. Clotilde ouve Rebeca dizer a Ariclenes que pode produzir o prêt-à-porter de Valentim. Clotilde arma um plano para Camila acreditar que Luti só está com ela por gratidão. O estado de Desirée piora e Armandinho se desespera. Edgar convida Marcela para um piquenique. 24 de Fevereiro Marcela aceita sair com Edgar. Luti pede Camila em casamento. Jacques exige que Clotilde deixe seus filhos fora da briga com Ariclenes. Stéfany arma uma confusão na casa de Nicole e Daguilene reaparece para surpresa de todos. Desirée delira e chama por Jorgito. Beatrice M. critica o baixo nível da disputa entre Jacques, Jaqueline e Valentim. Ariclenes e Marta se reconciliam. Stela diz que falta paixão na nova coleção de Jaqueline. Isabel leva Renato ao curso de artes gráficas. Edgar questiona se Marcela ainda o ama. Mário comenta que Dona Mocinha foi vedete e Ariclenes descobre que ela conheceu Cecília. Julinho passeia com Thales em Saquarema. Jorgito procura Stéfany no hotel. Armandinho vê um helicóptero sobrevoando a ilha e tenta chamar atenção. Jaqueline chama Jacques ao ateliê. Ariclenes diz a Chico que já sabe o nome de Cecília e suspeita que ela seja mãe de Jacques. 25 de Fevereiro Chico aconselha Ariclenes a perguntar para Cecília se o nome de seu filho é André. Cecília se lembra da irmã e faz uma cópia do vestido que lhe deu quando eram jovens. Daguilene pede para morar com os irmãos. Desirée e Armandinho são resgatados. Após se encontrar com Jacques, Jaqueline se anima a desenhar novos modelos. Julinho fala sobre Osmar para Thales. Jorgito visita Camila no hospital e descobre que Desirée foi resgatada. Camila pede ajuda a Jorgito para se afastar de Luti. Edgar diz a Bruna que não sabe se ama essa nova Marcela. Jacques diz a Clotilde que Jaqueline lhe propôs um romance secreto. Julinho fica magoado com a indiferença de Thales. Dona Mocinha reconhece Cecília na foto e confirma que ela tinha um filho chamado André. 26 de Fevereiro Ariclenes pede para Chico guardar segredo que Cecília é mãe de Jacques. Stéfany diz para Desirée que Jorgito se apaixonou por ela. Valquíria se candidata a uma bolsa de estudos em Londres e Clotilde sugere que ela inscreva Luti também. Desirée fica indignada com a traição de Jorgito. Armandinho conta para Jorgito que Stéfany armou a história do sequestro. Magali rouba um beijo de Gino e se oferece para ser a mãe dos seus filhos. Julinho se decepciona com Thales. Stela aprova a nova coleção de Jaqueline. Camila se hospeda em um hotel fazenda e Luti não consegue falar com ela. Edgar manda um e-mail para a coluna de Marcela. Isabel dá de presente para Renato um muro para ele grafitar. Suzana ouve Ariclenes dizer que quem faz as roupas de Valentim é a mãe de Jacques.

23 de Fevereiro Léo simula indignação com a acusação de Raul. Pedro pede para ir com Raul para o hotel. Daisy cobra as pensões atrasadas de Kléber. Patrick fala para Haidê, Douglas e Natalie que vai conseguir um bom dinheiro de sua separação. Bibi diz a Milton que visitará um apartamento para comprar para ele. Pedro pede que Raul não conte para Marina a data de seu julgamento. Léo pega com Andrade e Bira o dinheiro pela venda do carro de Pedro. Natalie aconselha Douglas a se arrumar para encontrar com Bibi. Júlio comenta com Marina que o julgamento de Pedro foi marcado. Henrique convida Marina para almoçar. Raul acusa Léo de ter roubado o carro de Pedro. Eunice e Zuleica conversam com tia Neném sobre a mudança da família para o Rio. Matilde convence Júlio a comprar o apartamento no prédio de Natalie. Marcelo conta para Daisy que eles vão morar em Boston e ela fica radiante. Kléber diz a Daisy que não autoriza que ela leve Olívia para morar fora do país. 24 de Fevereiro Daisy discorda de Kléber. Milton vai ao escritório de Cortez, mas não consegue ser atendido. Clarice se aconselha com Carol sobre a crise de Rafa com a faculdade. Natalie conta para Roni sobre o assédio que sofreu de Cortez. Clarice comenta sobre o teste vocacional com Rafa. Carol tenta convencer Marina a não ir ao julgamento de Pedro. Wanda estranha ao ver Léo chegar em casa com roupas novas. Daisy convence Kléber a autorizar que Olívia viaje com ela. Cortez sonda Paula para saber sobre a conversa que Clarice teve com Rafa. Eunice fica inconformada com o apartamento que Júlio comprou. Pedro faz progressos com a fisioterapia. Norma se lamenta com Florinda. Raul conta para Marina sobre a melhora de Pedro e ela decide ir ao julgamento.

23 de Fevereiro Armando vai ao encontro de Z é Tr o v ã o e m S ã o P a u l o e , desolado, conta que Clarice preferiu ficar com o Bobi. Sofia prepara uma surpresa para Zé Trovão e, durante um e s p e t á c u l o m u s i c a l , Zé Tr o vão é convidado para tocar. A apresentação é um sucesso, Zé é procurado por um produtor musical e recebe proposta para gravar um disco. 24 de Fevereiro Daniel desconfia que Dolores tem mais dinheiro do que diz e pressiona a mulher a contar onde guarda sua fortuna. Apesar da proposta tentadora de Dolores, Marina decide seguir o conselho de Ana e recuperar a fazenda. Dolores se apresenta como a nova dona do haras e irrita Marina. Ubiratan procura madre Beatriz. 25 de Fevereiro Ubiratan conta a madre Beatriz que Leopoldo fugiu da prisão e que ela está correndo risco de vida. Maria Lua ganha uma égua de raça de presente da mãe e fica eufórica. Jesus conversa com Ana, aconselha a filha a pensar mais em sua felicidade e a se reaproximar de Zé Trovão. 26 de Fevereiro Zé Trovão diz a Sofia que decidiu aceitar o convite do produtor musical para gravar um disco. Niltinho recebe carta de Augusto com a notícia de que Lina está sendo operada naquele exato momento.

25 de Fevereiro Marina se aproxima de Pedro e eles conversam. Natalie fica indignada ao saber que o lançamento de sua revista vai ser em uma banca de jornal. Haidê suspeita de que Carol esteja grávida, mas Alice garante que a irmã não pode ter filhos. Douglas e Bibi se beijam. Ismael reclama de Isidoro para Zuleica. Vitória fala com Isidoro sobre a reunião que pretende fazer para dar as boas vindas a Teodoro. Carol sente-se mal novamente. Gilda fica feliz ao receber a notícia da volta de Teodoro. Roni explica para Natalie como ela pode voltar a fazer sucesso. Cortez diz a Wagner que precisa encontrar Natalie novamente. Paula ouve Rafa dizer a Clarice que quer deixar a faculdade de Economia e conta para o pai. Pedro é condenado e levado para uma casa de custódia. Roni apresenta Natalie para Vicente e eles esperam a chegada do fotógrafo. Marlene se insinua para Oscar e Bibi e Gilda percebem. Sônia diz que Carol está grávida. 26 de Fevereiro Sônia pede para Carol fazer um exame para confirmar a gravidez. Milton chega para o jantar de Vitória como o convidado surpresa de Teodoro. Eunice fica radiante com a notícia da condenação de Pedro. Samuel se apresenta a Pedro na casa de custódia. Marina pede para visitar Pedro com Raul. Irene acusa Marina pelo acidente do primo. Isidoro repreende Ismael por fumar dentro de casa. Teodoro expulsa Marlene da casa de Vitória, depois de flagrá-la beijando o garçom. Natalie entra com Vicente na boate e eles fingem estar namorando para se promover. Nelson apresenta Natalie para Wagner. Teodoro diz a Oscar que vai contratar um motorista. Natalie chega em casa frustrada com a festa na boate. Alice diz a Carol que André precisa saber de sua gravidez. Como o número de visitantes é limitado, Léo cede para Marina a sua vez de visitar Pedro e ela fica agradecida. Natalie consegue sair no jornal. André volta de viagem e procura Carol.

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora, estando sujeitos a eventuais alterações.

22 de fevereiro Filomena desabafa com Arminda sobre a traição de Tito. André acorda, deixa Sônia dormindo e vai tomar café. Virgílio diz a Nasinho que Iara pediu um milhão de reais para que o assunto se encerre de uma vez por todas. Filomena vai até o hospital dar uma força a Carmem. Mateus se declara para filó, mas ela diz que ainda gosta de Tito. Nasinho conta a Nicolau que Iara quer um milhão. Nicolau decide matar Iara. Virgílio e Iara pensam em um plano reserva, caso o senador resolva fazer algo. O senador dá a ordem para Nasinho acabar com Virgílio e Iara. 23 de fevereiro Nasinho diz a Virgílio que o senador dará dois milhões para ele matar Iara. Nicolau conta a Flores seu plano para acabar com a chantagem de Iara. O professor ajuda, fazendo planos para quando o dossiê vier à tona. Tito não consegue dormir e lembra da transa com Filomena. Arminda se despede de Joca. Querêncio não fica contente com seus afazeres como prefeito. Virgílio está resolvendo com Tito problemas da pousada e sai para receber um telefonema misterioso. Filomena vai até a pousada para ter uma conversa com Tito. 24 de fevereiro Filomena diz a Tito que vai voltar a morar na pousada e ele tenta beijá-la. Filomena conta a Diana que está voltando para pousada. Tito pergunta sobre Filomena e Mateus, mas ninguém tem notícias dos dois. Tito pergunta a Filomena porque ela demorou. Ela conta que foi tomar um sorvete com Mateus e ele fica com ciúmes. Iara conversa com Virgílio sobre o plano de extorsão. Tito chama Iara, que deixa o paraquedas aberto. Virgílio percebe que é sua chance de por seu plano em ação. Ellen sai do coma. 25 de fevereiro Virgílio troca as linhas do paraquedas de Iara, sem que ninguém perceba. Iara arruma o paraquedas sem saber que ele foi sabotado. Iara, Tito e um aluno saltam do avião. Tito e o aluno abrem seus paraquedas. Iara abre o seu, que começa a girar alucinadamente. Tito assiste apavorado. Filomena salta e posiciona o seu corpo para pegar mais velocidade. Ela a alcança, solta o paraquedas defeituoso e aciona o reserva de Iara. Arminda vai ate à casa de Joca, mas ele não está. Léia pede para que as duas tenham uma conversa e a puxa para dentro de sua casa pelo braço.


ESPORTES 15

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Galo se sentiu em casa no Farião

Luciano Eurides

Luiz Fernando marcou o primeiro gol do Guarani sobre o Atlético Mineiro LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

O Atlético Mineiro esteve no último domingo em Divinópolis e fez a obrigação: venceu o Guarani. A vitória foi marcada por um pênalti inexistente, onde o time da capital abriu o placar. O Bugre não foi bem no primeiro tempo, reagiu na segunda etapa, mas não suficiente para igualar o marcador. Uma tarde de muito calor, onde o Waldemar Teixeira de Faria se vestiu de preto e branco para saudar o Atlético. Em campo a história foi mais complicada. O Atlético abriu o placar após um pênalti inexistente em Neto Berola. Ricardinho bateu no canto de Fred. Em seguida, Ricardinho ampliou. Magno Alves fez o terceiro aos 37 e dois minutos depois, Neto Berola aproveitando grande lançamento de Serginho, fez o quarto. O técnico José Ângelo tentou modificar a equipe, com as entra-

das de Lima, Juninho e Emerson. O time voltou melhor no segundo tempo e começou a pressionar o Atlético. Luiz Fernando, aproveitando grande jogada de Carlos César pela direita, bateu no canto de Renan Ribeiro e descontou. Já no final da partida Juninho, em um belo chute de fora da área, diminuiu. O Guarani não iniciou bem o jogo. Deixou o time alvinegro jogar e pagou um alto preço. Na segunda etapa o time do Atlético deixou o ritmo cair, o Bugre se aproveitou. Como o placar de 4x0 era bastante favorável, não houve riscos, mas o zagueiro do Galo Leonardo Silva advertiu. “Isso pode ser perigoso, deixamos cair o ritmo e o time deles conseguiu fazer os gols, temos de manter sempre a mesma pegada”, falou. Richarlyson disse que a queda na concentração da equipe é um alerta. “Não podemos tirar o pé em jogo nenhum, temos de continuar fazendo os gols e não sofrer e corrermos o risco de re-

Torcedores do Atlético e Guarani se misturaram no módulo I e II

Lance sobre Nilson Sergipano gerou muita reclamação por parte do Guarani

pente perder ou empatar”, disse e comentou ter se surpreendido com o gramado. “Na verdade eu esperava um campo pior, fiquei surpreendido, o campo não é ruim, foi possível tocar a bola e jogar da maneira que queríamos”, completou e não ficou chateado com o torcedor que entrou em campo. “Acho que já estou me sentindo em casa e recebendo hospitalidade do povo mineiro, da torcida . Trabalharei muito para retribuir a esse torcedor que vem e é apaixonante”, considerou. Palavra do treinador O comandante técnico do Guarani, José Ângelo, não gostou da maneira em que a equipe atuou no primeiro tempo. “Tivemos dificuldades de acompanhar a marcação, eles tiveram uma movimentação intensa durante os primeiros 25 minutos da etapa inicial e o nosso time não se encontrou. Eles rodaram o jogo de um lado para outro na

maior facilidade, por isso foi um primeiro tempo péssimo. Longe do que é o Guarani. No segundo tempo, o Atlético com um placar elástico, nós tivemos um pouco mais de ousadia, eles também, com o resultado de quatro gols, na frente, relaxaram um pouco, tenho de ser consciente em dizer isso. O que me deixou triste foi a maneira com que sofremos os gols”, disse e consultou a imprensa sobre e existência da penalidade. “Eu acho que meu time ficou muito nervoso com aquilo. Levamos dois cartões amarelos, um zagueiro e um volante. Com isso tivemos de tirar o pé. Tivemos de dar distância na marcação e pelo grande time que é, tiraram proveito”, considerou O treinador ainda falou da qualidade do adversário. “Da maneira que queríamos marcar o Atlético ele me ludibriou, foi intensivo nas deslocações e nas mudanças do jogo de um lado para outro e nós não estávamos acompanhando essa marcação. Temos de dar méritos ao Atlético que atravessa um grande momento”, disse. “Tivemos por três vezes de finalizar de uma longa distância, tínhamos de estar dentro da área e fizemos o gol dessa maneira. Sentimos o primeiro tempo. Não tivemos uma envergadura para marcar o Atlético. Nosso lado esquerdo deu muito espaço para eles explorarem”, avaliou. Renan Oliveira dentro do time O jovem meia Renan Oliveira foi uma grande promessa das categorias de base, ficou um tempo afastado da equipe do Atlético e voltou e não perdeu a oportunidade dada. Hoje ele é titular absoluto em um time com um elenco invejável. Ele relembra as vindas a Divinópolis. “Fase nova, depois de muitos anos consegui me manter como titular no Atléti-

a Copa do Brasil. Vamos tentar fazer um bom jogo no Maranhão, tentar sair com a vitória, se possível eliminar o segundo jogo”, disse.

co tenho trabalhado no dia-a-dia em uma disputa com jogadores de qualidade e vamos ganhando a confiança do treinador e dos companheiros e nos firmando”, falou.

Renan Ribeiro O goleiro do Atlético Renan Oliveira não trabalhou no primeiro tempo, e destacou a vitória. “O importante foi a vitória, os três pontos, e fico feliz com a sequência de jogos, no segundo tempo a bola chegou mais, temos de trabalhar para evitar sofrer este tipo de gol. Esses jogos merecem muita concentração, infelizmente sofremos o gol, mas agora é partir em busca de um bom resultado no Maranhão e eliminar a segunda partida”, destacou.

Neto Berola O substituto de Diego Tardelli marcou um golaço, fez homenagem a Ronaldo Fenômeno na comemoração. Se igualou a Tardelli e Magno Alves na artilharia e diante de tudo isso destaca a vitória. “O mais importante foi vencer, tanto eu quanto o Magno e o Tardelli estamos fazendo um bom trabalho. Essa velocidade é uma característica e venho trabalhando muito isso. Não temos nada ganho e vamos partir para

Resultados da Rodada 19/02 19/02 20/02 20/02 20/02 21/02

17:00 17:00 16:00 16:00 18:30 20:30

4ª RODADA Tupi 1 X 1 América TO Cruzeiro 2 X 0 Ipatinga Caldense 1 X 1 Uberaba Guarani 2 X 4 Atlético América 2 X 1 Funorte EC Democrata X Villa Nova

Juiz de Fora Sete Lagoas Poços de Caldas Divinópolis Sete Lagoas Gov. Valadares

Próxima rodada 26/02 26/02 27/02 27/02 27/02 27/02

16:00 16:00 16:00 16:00 16:00 16:00

Funorte América TO Atlético Uberaba Villa Nova Ipatinga

X X X X X X

Caldense Cruzeiro América Tupi Guarani EC Democrata

Montes Claros Teófilo Otoni Sete Lagoas Uberaba Nova Lima Ipatinga

Classificação Pos. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Equipe Atlético América Cruzeiro Guarani América - T.O. Uberaba Tupi Villa Nova Caldense EC Democrata Funorte Ipatinga

PG 12 10 9 6 6 5 5 4 3 2 1 1

J 4 4 4 4 4 4 4 3 5 4 4 4

SG 7 6 5 4 2 -1 -2 2 -5 -3 -5 -10

V 4 3 3 2 1 1 1 1 0 0 0 0

D 0 0 1 2 0 1 1 1 2 2 3 3

E 0 1 0 0 3 2 2 1 3 2 1 1

GP 14 9 9 10 7 7 7 4 3 4 3 2

GC 7 3 4 6 5 8 9 2 8 7 8 12


16 ESPORTES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Chico Maia

chicomaiabd@gmail.com

Comemora-se o que deveria ser cobrado

Colorado goleia na semifinal do Torneio do Choro

Luciano Eurides

Foi triste ver a imprensa divulgando em tom de comemoração que os 4 mil ingressos para Guarani x Atlético no “Farião” foram todos vendidos em poucas horas. Isso é uma vergonha para o futebol mineiro e só realça a incompetência e omissão das autoridades municipais, estaduais, bem como dos dirigentes dos clubes e Federação Mineira de Futebol. Divinópolis é uma das cidades polo do Estado, forte economicamente e com 206.867 habitantes, segundo o senso do IBGE ano passado. Já era Antigamente, estádios acanhados como o Farião, Castor Cifuentes ou o saudoso Duarte de Paiva, de Sete Lagoas, eram fatores favoráveis aos seus donos que costumavam ganhar dos grandes da capital, utilizando-se da pressão da torcida e “montinhos artilheiros”. Hoje, nem pra isso servem mais! O exemplo O Atlético goleou o Guarani sem nenhuma dificuldade; o Cruzeiro ganhou do Villa em Nova Lima. O Duarte de Paiva virou um grande supermercado, sendo substituído pela Arena do Jacaré, que hoje, é a principal casa do futebol mineiro. O exemplo de Sete Lagoas deveria ser seguido pelas demais que têm clubes de futebol profissional. Grana própria Ao contrário do que muita gente pensa, foi Democrata quem construiu, em 2005, e salvou os grandes da capital, já que o Independência não ficou pronto a tempo para substituir o Mineirão. Aí, o governo do estado teve que investir uma grana alta na Arena, que foi transformada em um dos melhores estádios do país. Mas para o Democrata ela já estava perfeita, com os seus 20 mil lugares. Corda no pescoço E o Democrata só correu atrás porque na época a FMF e os três grandes da Capital deram um prazo para o Jacaré se virar: arrumava um estádio decente; mandava seus jogos em outro local ou não disputava o Campeonato. O clube ainda deve quase R$ 500 mil a empreiteiros e fornecedores, mas se virou e graças a isso salvou o futebol mineiro de um mico maior ainda do que está passando. Só na pressão Econômica e socialmente, Sete Lagoas tem grandes semelhanças com Divinópolis, e uma população ligeiramente maior: 211.094 habitantes. As lideranças de Montes Claros são outro exemplo ruim. A Capital do Norte tem 355.401 habitantes e, possivelmente, o pior estádio da primeira divisão de Minas Gerais. Uberlândia tem estádio, é muito forte e 579.005 habitantes, mas não tem time na elite. Por falta de dirigentes competentes do Uberlândia.

Raposa e Coelho América e Funorte começavam jogar quando tive que enviar a coluna, portanto, não deu tempo de falar sobre o jogo. No sábado o Cruzeiro, com um mistão, jogou pro gasto e ganhou fácil do Ipatinga. Thiago Ribeiro foi o nome da partida e certamente o técnico Cuca está pensando como fazer para voltá-lo à condição de titular. Wellington Paulista que abra os olhos, já que Walysson parece que não sai mais, com todos os méritos. Bem e mal demais No Farião, o árbitro Átila Magalhães errou ao apitar o pênalti que originou a abertura do placar pelo Atlético, mas o time massacrava o Guarani e o gol era questão de minutos. O Bugre foi muito mal e o time do Dorival Júnior, muito bem. Mudou de guru Como sempre, vale a pena ler a coluna do Fernando Rocha, no Jornal do Vale do Aço. Sábado, ele falou da repercussão da contratação do ex-atacante Guilherme para treinar o Ipatinga, e deu detalhes interessantes das negociações. A torcida se motivou com o nome do Guilherme. E contou um fato curioso: o presidente ipatinguense, Itair Machado, adotou o estilo Kalil de anunciar coisas importantes do Atlético: através do twitter. Mineiros com Minas O leitor Marcos André Silva escreveu e suas observações merecem reflexão: “...gostaria que você intervisse junto aos seus companheiros da imprensa mineira, principalmente da Capital, para que eles fossem unidos em defesa dos times do Estado. Por exemplo, em jogos contra times de outros estados e até mesmos países, várias pessoas da imprensa torcem claramente contra o Atlético, Cruzeiro ou América, e isto é muito feio e ridículo. No ano de 2010, ouvimos muita gente da imprensa torcendo para o Cruzeiro não ser campeão, para o Atlético ser rebaixado e para o América não subir para a série A (que vergonha!). Outra coisa que a imprensa deveria exigir rapidamente da Federação e da CBF, é que os árbitros, após as partidas participassem também da coletiva com a imprensa...”

Helder fez três gols na vitória do Colorado sobre o Choro LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

O Torneio Nossa Senhora da Conceição, promovido pela comunidade rural do Choro entrou na fase semifinal. Os jogos de ida foram realizados na manhã do último domingo. Na primeira partida da manhã estavam frente a frente o melhor ataque (Colorado) e a pior defesa (Choro). A equipe do Colorado, do bairro Planalto, aplicou 4x0 no time da casa e segue como uma grande favorita ao título. Na outra partida Univela e Cruzeirinho empataram em 1x1 e a decisão fica mesmo para o próximo domingo quando acontecem os jogos da volta. Um bom público acompanhou a derrota do Choro por 4x0. O placar foi construído naturalmente e a superioridade do time comandado por Camilo Lélis, o popular Cuié, prevaleceu em campo. Aos três minutos de jogo Helder recebeu a bola de Guilherme, um passe perfeito, e abriu o placar. A equipe da casa não se intimidou e conseguiu uma excelente oportunidade de empatar. Luiz Paulo sofreu uma jogada perigosa dentro da área adversária. Contrariando a regra do futebol, o árbitro assinalou pênalti, quando deveria ter sido anotada uma infração em dois lances dentro da área. Depois de muita conversa, Arthur foi para a cobrança da penalidade máxima e o goleiro Linho fez grande defesa. O primeiro tempo terminou mesmo 1x0 para os visitantes. Na volta para o segundo tempo o time do Colorado se encheu

de gás. E logo no primeiro lance perigoso Helder invadiu a área e foi derrubado. Ele mesmo foi para a cobrança e aumentou o marcador. Helder estava endiabrado. Ele ganhou a bola da zaga, esperou o goleiro definir o canto e fez o terceiro gol dele na partida. Havia tempo para uma goleada e Guilherme, forte candidato a craque da competição fez o dele. Depois de receber a bola dos pés de Helder, ele driblou o zagueiro, esperou a saída do goleiro Fabrício e tocou no canto direito e fechou o placar. Para a partida de volta a grande expectativa do Choro é a presença de uma equipe completa e entrosada, pois pecou muito na troca de passes. Apesar de sofrer quatro gols, ter a defesa mais vazada da competição (14 gols sofridos na primeira fase), o goleiro e a defesa estiveram bem na partida e evitaram uma goleada maior. O meio campo se perdeu. Não ajudou na marcação e não conseguiu se aproximar do ataque, quando o fez esbarrou nas defesas de Linho. Daninho no ataque tentou várias vezes e até mesmo jogadas de efeito. Como Luís Paulo, meia que encosta para fazer as jogadas demorava a chegar, muitas tentativas não se completaram. Luís Paulo tinha a missão de voltar para marcar, isso prejudicou a aproximação dele, as poucas vezes em que trabalhou a bola, as oportunidades de gol surgiram. O Colorado está tranquilo. Melhor ataque e melhor defesa da competição. Pode se classificar com uma vitória ou empate. Caso seja surpreendido e perca

Torneio do Choro RESULTADOS Colorado 4 X 0 Choro E.C Cruzeirinho 1 X 1 Univela

Univela e Cruzeirinho fizeram um jogo bastante disputado

a próxima partida, ainda assim nas penalidades pode sair finalista. O jogo será na tarde do próximo domingo. Univela 1x1 Cruzeirinho Este jogo foi bastante disputado e como em um clássico, aconteceu de tudo um pouco. No primeiro tempo o Univela esteve muito bem, perdeu várias oportunidades de gols. No segundo tempo o Cruzeirinho foi melhor, mesmo desfalcado de três jogadores. O excesso de faltas acabou prejudicando os atacantes das duas equipes. O Cruzeirinho saiu na frente com Rodrigo. Ele aproveitou um dos vários cruzamentos na área e abriu o placar. Os últimos minutos da partida ainda reservavam a melhor parte do espetáculo. O Cruzeirinho sabia o risco iminente e passou a marcar no campo de ataque. Esqueceu-se do contra-ataque e o adversário se aproveitava disso. Em uma cobrança de escanteio, Paulo (melhor jogador em campo) subiu mais que toda a zaga e foi deslocado por baixo, na gíria do futebol se chama ‘cama de gato’, pênalti marcado e confusão certa. Virou uma série de empurrões. Os dois times alegam que no chão, seus atletas teriam se desentendido. Foi expulso o jogador Baiano no Univela. O jogador garante não ter chutado ninguém e sim ter recebido o chute. O tumulto teve fim e o pênalti foi cobrado por Tiago, convertido e o marcador passou a assinalar 1x1. O último lance do jogo foi incrível, o atacante do

Univela e zagueiro do Cruzeirinho prensaram a bola de cabeça e ela caiu nas mãos do goleiro. E assim terminou a partida e iniciou-se nova confusão, desta vez entre os jogadores do Cruzeirinho e o árbitro. A reclamação se iniciou com alguns atletas. Rafael, goleiro do Cruzeirinho, atravessou todo o campo em direção do árbitro, agredindo-o com palavras e por pouco não se chegou às vias de fato. O árbitro poderá citar o atleta em súmula e o mesmo ficar suspenso da competição. Com tudo isso a grande decisão fica mesmo para domingo. Quem vencer estará na final. Havendo novo empate, por qualquer placar a decisão será nas cobranças de pênaltis. DESTAQUES Alguns atletas já se destacam na competição. O goleiro Rafael, do Cruzeirinho, estaria concorrendo ao título de melhor goleiro, se não tivesse a infeliz ideia de se exaltar com a arbitragem. Assim Linho, com apenas dois gols sofridos vem ganhando a preferência. O volante Mateus atuou como zagueiro para a Comunidade do Choro, na vitória sobre o Maria Helena. Com apenas 16 anos é forte candidato à revelação. Concorrente dele é Leozinho, também da equipe comunidade do Choro e Babynho do Colorado. Isso porque Guilherme do Colorado já concorre à craque do campeonato. Buscando essa conquista também há Paulo, do Univela. Certamente outros nomes irão surgir a partir de domingo.

Torneio do Choro SEMIFINAIS Colorado X Choro E.C Cruzeirinho X Univela

27/02 - 14:30 27/02 - 16:30


ESPORTES 17

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

Taylor de Freitas

taylor.divi@hotmail.com

Cruzeiro volta a campo hoje

Juliana Flister/VIPCOMM

E AGORA?

É bola pra frente. Tudo normal no previsível Campeonato Mineiro. A CADA DIA O INTERIOR MAIS FRACO O Farião estava realmente bonito para o jogo Guarani x Atlético. Sei que é muita pretensão de minha parte até porque muitas pessoas não têm oportunidade de ir até Belo Horizonte (agora Sete Lagoas) ver Cruzeiro ou Atlético de perto. Mas o fato de o jogo ser em Divinópolis nas dependências do Guarani me fez imaginar que por um momento a torcida Bugrina seria maior. Não foi. Atleticanos tomaram conta do Farião mas de forma alguma apagaram o vermelho e branco dos torcedores do Guarani que também mercaram presença em seu local tradicional e acompanharam mais uma partida das equipes da capital contra as do interior no Campeonato Mineiro. Que pena. A tendência e piorar. OBRIGAÇÃO DOS DOIS LADOS Cruzeiro e Atlético terão uma semana movimentada. O time azul joga hoje contra o Guarani do Paraguai. Como diria Garcia Júnior, é uma “Ponte Preta” paraguaia, um time sem expressão mas que de bobo não tem nada. Não acredito num jogo difícil mas como o futebol é feito de erros o que errar menos vence a partida. Para o Cruzeiro a vitória é muito importante pois já com 6 pontos tem sua chance aumentada em ser um dos dois primeiros e passar a próxima fase da Libertadores. O Galo joga fora de casa e enfrentando o IAPE do Maranhão. Se vencer por dois ou mais gols não precisa fazer o jogo de volta. A situação é a mesma. Claro que o Atlético é superior mas se erras os “IAPEANOS” também sabem que a bola é redonda e que o objetivo é jogá-la para a rede. DENTRO DE CASA A LMDD está nos detalhes finais para o início das competições de Base e o Futebol Amador Adulto terá vários jogos. Diversas competições terão início nos próximos dias. Ficamos no aguardo das informações do Guarani no Infantil e no Juvenil. Sorte a todos.

O atacante Wallyson de apenas 22 anos, vem se destacando com a camisa estrelada

O Cruzeiro encerrou a preparação para o segundo confronto na Copa Libertadores. A equipe estrelada realizou na manhã desta segunda-feira o último treino antes de ir a campo, para encarar o Guarani-PAR, em jogo que será disputado hoje, às 19h 15, na Arena do Jacaré. O técnico Cuca abriu os trabalhos desta manhã com uma atividade tática, com ênfase em jogadas elaboradas e foco no fortalecimento do setor defensivo. Em seguida, o grupo estrelado disputou um rachão em metade do gramado, sem posicionamento definido. A baixa na equipe celeste ficou por conta da ausência do meia Gilberto, que foi vetado pelo Departamento Médico, em virtude de uma tendinite no tornozelo esquerdo. Com a contusão, o jogador ficará de fora da partida contra o Guarani-PAR. Com a saída de Gilberto, o lateral Diego Renan volta a equipe titular, no entanto com a possibili-

dade de exercer uma função nova. O jogador poderá ser utilizado no flanco direito, invertendo com Pablo, que pode atuar na lateral esquerda a fim de reforçar a marcação por aquele setor do campo. A inversão de lados entre Diego Renan e Pablo, no entanto, não foi confirmada pelo técnico Cuca, embora tenha esboçado esta formação no treino da manhã. “Não está claro que seja assim, apenas porque sabemos que o adversário tem um lado um pouco mais forte em termos ofensivos e é normal que se tenha uma precaução em cima disso, por isso fizemos essa inversão, mas não tem nada definido”, disse. Cuca explicou que lançar Pablo na esquerda e Diego Renan na direita pode ser uma alternativa para anular o ataque paraguaio, que, de acordo com o comandante da Raposa, cria muitas jogadas pela ponta direita. Para reforçar a marcação naquele setor do campo, o técnico do Cruzeiro pensa em usar o poder defensivo

Galo de olho na estreia pela Copa do Brasil Depois de garantir a liderança isolada do Campeonato Mineiro com a 4ª vitória consecutiva na competição, o Atlético volta suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Galo fará sua estreia na competição nacional enfrentando o IAPE, em São Luís-MA. Os jogadores esperam começar a disputa de forma positiva “É uma nova etapa que se inicia, uma competição extremamente importante para nós e temos que nos preparar para iniciar bem. Independente de ser um jogo fora, temos que buscar um resultado que nos traga ou uma classificação ou um conforto para o segundo jogo”, comentou o meia Ricardinho. Para o técnico Dorival Júnior, o Galo precisa manter a concentração para não ser surpreendido. Segundo ele o pensamento não é assegurar a classificação antecipada, mas apenas, alcançar um bom resultado. “Não vamos criar expectativa porque

muitas surpresas acontecem nesse tipo de competição e sou bem realista com relação a isso. Vamos lá para buscar o melhor resultado possível, uma vitória já seria importante sim, independente do número de gols. Caso venha a acontecer sim, mas não é essa a principal preocupação. Temos que ter consciência de que, do outro lado, tem uma boa equipe, uma equipe determinada e que, com certeza vai criar muitas dificuldades”, destacou o treinador alvinegro. A partida será disputada às 21h50 da próxima quarta-feira, no estádio Nhozinho Santos. O técnico Dorival Júnior relacionou 19 atletas para a viagem. Goleiros: Giovanni, Renan Ribeiro. Lateral: Leandro. Zagueiros: Leonardo Silva, Réver, Werley Volantes: Serginho, Toró, Zé Luis. Meias: Diego Souza, Jackson, Mancini, Renan Oliveira, Ricardinho. Atacantes: Diego Tardelli, Magno Alves, Neto Berola, Ricardo Bueno, Wesley.

de Pablo. “Se o adversário tem um ponta mais agudo de um lado, é natural que você vai colocar seu defensor mais forte naquele lado, se você tem essa polivalência, ela não te traz prejuízos. Ninguém vai improvisar, são dois jogadores que jogam tanto num lado quanto no outro e assim podemos dar uma estrutura melhor na parte defensiva, colocando um jogador que sabe defender melhor que o outro numa posição que achamos que seja ideal”, analisou. O alto nível do elenco cinco estrelas foi exaltado por Cuca, que assegura estar tranquilo em relação à mudança com a saída de Gilberto e o retorno de Diego Renan ao time titular. O treinador celeste demonstra que o jovem atleta tem crédito no time. “Por isso sempre pleiteamos um grupo forte e não um time. Perdemos o Gilberto, não adianta ficar aqui lamentando, temos que ter confiança em quem entra e nós temos confiança no Diego Renan. Ele vai jogar, é um atleta

polivalente, tanto de um lado quanto do outro, assim como o Pablo, e vamos encaixá-los da melhor forma que imaginamos” finalizou. Diego Renan mostra maturidade e entrosamento com a forma de trabalho de Cuca, ao compreender o opção do treinador ao retirá-lo do time, na goleada sobre o Estudiantes-ARG. O lateral garante estar preparado para ajudar o Cruzeiro a somar mais três pontos na Libertadores. “O grupo do Cruzeiro é muito forte, ficar no banco de reservas ou jogar é muito bom, por fazer parte deste time. Eu tenho tranquilidade, sei que o treinador escolhe as opções certas para cada partida, pelo treino de hoje estou confirmado e me sinto pronto para entrar e ajudar a equipe da melhor maneira”, afirmou. A delegação estrelada segue concentrada na Toca da Raposa II. Os jogadores ficam reunidos até a tarde, quando viajarão para Sete Lagoas.

Luciano Eurides

NÃO SE ASSUSTE TÁ TUDO NORMAL É claro que todo o torcedor divinopolitano, toda a imprensa e muitos outros gostariam que o Guarani vencesse o Atlético ou ao menos empatasse e conquistasse um ponto a mais na competição. Mas o ritmo do Campeonato Mineiro é esse. Problemas e polêmicas a parte não se pode comparar a estrutura de uma equipe que disputa a primeira divisão do Brasileiro, a Sul Americana e a Copa do Brasil com uma equipe do interior que fica em funcionamento somente três meses por ano. Não se pode culpar atleta, treinador, diretor ou quem quer que seja, tem sim que elogiá-los e incentivar a continuar na busca da única vaga que restou. O erro foi ter permitido que somente 08 equipes se classificassem a fase seguinte. São Paulo que é o que temos de melhor em termos de competição regional tentou e não gostou. Em 2010 classificaram somente 04 mas esse anos mudaram a forma de disputa e 08 equipes continuarão na disputa. Aqui nas Minas Gerais resta buscar um espaço entre os grandes e a batalha não é nada fácil. O Guarani continua nos trilhos. Está bem colocado, já enfrentou um dos três “poderosos” e tem uma boa equipe. A receita é simples, tirando o América é ganhar os jogos dentro de casa e arrumar alguns pontos na casa dos adversários. Um bom começo pode ser no próximo domingo. Uma vitória seria ótimo mas na pior das hipóteses um empate se torna um bom negócio. Outro detalhe a favor do Bugre é que os outros concorrentes à vaga estão empatando, resultado que agrada a equipe de Divinópolis. Na teoria Caldense, Democrata, Ipatinga e Funorte já não vão brigar por esta vaga. Desses o Guarani ainda não jogou contra a Caldense e contra o Funorte, ou seja: dois adversários que o bugre tem que ajudar a “matar”. Derrotas para esses adversários é ficar pelo caminho.

Richarlyson desfalca o Atlético na partida frente o IAPE


18 CLASSIFICADOS

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

PEQUENOS ANÚNCIOS ESTAMOS DOANDO CÃES SAUDÁVEIS E FELIZES - JURACI: 3221-6154 DOA-SE PARA PESSOAS DE BOM CORAÇÃO A TATY, UMA CADELA POODLE, CASTRADA E VERMIFUGADA. MARIA: 3214-7207 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO: PASSA-SE DISTRIBUIDORA DE CATÁLOGOS COM CARTEIRA DE CLIENTES E ÓTIMA LOCALIZAÇÃO. TRATAR: 3214-9302 VENDE-SE UM PALIO EDX 4 PORTAS COMPLETO, COM A DOCUMENTAÇÃO 2011 PAGA. TRATAR: 9924-6630 / 3212-1161

Jornal X.pdf

1

02/02/11

16:52

COMARCA DE DIVINÓPOLIS/MG ¬SECRETARIA DA 5ª VARA CÍVEL -EDITAL DE CITAÇÃO COM PRAZO DE 30 DIAS. O Dr. José Maria dos Reis, MM. Juiz de Direito da 50 Vara Cível, desta cidade e comarca de Divinópolis, Estado de Minas Gerais, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a todos que o presente edital, virem ou dele conhecimento tiverem , especialmente a Perpetua Elisia da Silva, CPF nº 820.983.956-04, CI MG¬5.847.669, atualmente em lugar incerto e não sabido; que por esta Secretaria da 50 Vara Cível se processam os termos e autos nº 0223 10 019755-5 da Ação Monitória, requerida por SOCIEDADE DOM BOSCO DE EDUCAÇÃO E CULTURA LTDA, e por este EDITAL, CITA PERPETUA ELISIA DA SILVA, acima qualificada, para no prazo de 15 (quinze) dias, efetuar o pagamento da importância de R$ 6.625,92 (seis mil, seiscentos e vinte e cinco reais e noventa e dois centavos) ou a entrega da coisa, se for o caso, hipótese em que ficará isento do pagamento de custas processuais e honorários advocatícios. Fica a parte advertida de que não sendo embargada a ação ou rejeitados os embargos, constituir-se-á de pleno direito o Título Executivo Judicial, convertendo-se este Mandado em Mandado Executivo, prosseguindo-se na forma prevista no Livro I, Título VIII, Capítulo X do Código de Processo Civil. Havendo a conversão em título executivo judicial, se o requerido não efetuar o pagamento do montante, o débito será acrescido de multa no percentual de 10%, expedido-se o mandado de penhora e avaliação, caso o credor requeria. Se efetuado pagamento parcial do débito, no prazo de 15 dias, a multa de 10% incidirá apenas sobre o restante (art. 475-J, §4º do CPC). O presente edital será afixado por cópia no saguão do Fórum local e publicado uma vez no Diário do Judiciário Eletrônico. Dado e passado nesta cidade e comarca de Divinópolis, 08 de fevereiro. Eu,Kellen Silva Carvalho, Escrivã Judicial, o digitei e subscrevi.Dr. José Maria dos Reis, MM. Juiz de Direito. Advogado: Dr. Jairo Geraldo Silva -OAB/MG 85.033.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Tecidos da Moda

www.g37.com.br | gazeta@gazetaoeste.com.br

Dry Fit Suplex Poliamida Tricoline Estampada Viscolinho Malha Fio Tinto Listrada Moletinho Tricoline Poliamida Malha Nuvem Malha Viscose Malha Rendada ( Produtos em promoção enquanto durar o estoque )

O MELHOR IMÓVEL ESTÁ NA CIDADE www.locadoracidade.com.br

Preços e condições Imbatíveis Ligue e agende uma visita

Av. JK, 21 Centro / Pç da Catedral

3214-2796

(37)

w w w. co n ex a o x tex t i l . co m . b r


* Cortes Masculino, Feminino e Infantil * Depilação Decorada * Escova Orgânica * Chapa * Unhas Artísticas * Coloração * Designer em Sobrancelha * Blindagem * Spa dos Pés * Penteados * Mechas e Balaiagem * Hidratação Instantânea

Av. Paraná, 135 - Centro - Divinópolis - MG - Tel.: (37) 3221.3958

Recorte este anúncio e ganhe 30% de desconto em nossos serviços

CLASSIFICADOS 19

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11


20 CLASSIFICADOS

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE! • AUXILIAR DE TESOURARIA ou TESOUREIRO • COBRADOR (A)

• MOTORISTA - Com habilitação D ou E • AUXILIAR DE ALMOXARIFADO

OFERECEMOS: Ticket alimentação, Plano de saúde familiar, Transporte gratuito Inscrições feitas na Empresa de segunda a sexta-feira de 08:30 as 17:00, pelo SINE toda terça-feira de 08:00hs às 11:00hs e no site da empresa: www.trancid.com.br

Passe o verão em forma e com boa saúde. Academia No Limit: a sua segunda casa. Venha você também fazer parte dessa família. Ótimo ambiente, localização privilegiada, com o atendimento e a atenção que você merece. Conquiste o corpo que você sempre sonhou. O nosso prazer é a sua satisfação.

Academia No Limit: a boa forma agora sem limites! Av. Tiradentes, 88 - Centro Carmo do Cajuru / MG - (37) 9937.4021


:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11

CLASSIFICADOS 21


22 GERAL

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 22/02/11 a 23/02/11


Gazeta do Oeste - Edição 1539