Issuu on Google+

Gazeta DIVINÓPOLIS•MG | SEXTA-FEIRA, 27 de maio de 2011 | ANO XIX | N.º 1.583 | R$ 2,50

Abaixo assinado contra Settrans recebe mais de 3 mil assinaturas

André Bernardes

DO OESTE

Empresário indignado com o excesso de multas que recebeu em menos de um ano, colheu mais de três mil assinaturas contra a Settrans, e entregou o abaixo assinado ao secretário Júlio Valério. Cópias foram entregues na Câmara dos Vereadores e no Ministério Público. Página 04

Divinaexpo fomenta economia municipal Página 11

Oposição tenta manobra para atrasar contrato com a Copasa O vereador Edson Sousa (sem partido) apresentou requerimento com adesão de 7 vereadores, mas esbarrou no Regimento Interno da Câmara. Segundo o presidente do Legislativo, Pastor Paulo César (PRB), o documento deverá ser refeito de acordo com as normas regimentais. Página 03

Delegacias de todo o Estado serão sobrecarregadas pelo excesso de ocorrências

Lei dificulta ação de pichadores André Bernardes

Página 13

Divirede Dedetizadora Rede de proteção

Foi divulgada ontem a Lei 12.048, que proíbe a venda de sprays de tinta para menores de 18 anos. A venda agora só acontecerá mediante apresentação de documentos e emissão de nota fiscal com os dados do cliente. Página 05

para crianças Rua Minas Gerais, 31 - Tel: (37) 3216.3335 / 32162007

Crise nacional do setor não atingiu Nova Serrana, segundo Sindinova A crise nacional que motivou uma audiência pública por parte da Câmara dos Deputados que tem causado demissões, férias coletivas em todo o país, não chegou a afetar Nova Serrana de acordo com o Sindicato Intermunicipal da Indústria do Calçado de Nova Serrana (Sindinova). Contudo representantes de calçados, fornecedores de matéria prima e até mesmo empresários, afirmam que o movimento está baixo na cidade. Página 07

Escola é beneficiada com cobertura de quadra esportiva A Escola Municipal Dona Veneza Guimarães, em Ermida, receberá em até 90 dias a cobertura da quadra esportiva. A obra custará R$ 150 mil. O prefeito assinou a ordem de serviço na manhã de ontem. Página 05

Sarah Rodrigues


02 OPINIÃO

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

editorial

O

A cidade imaginária

Conselho do Centenário faz pouco do lado ‘foguetório’ das comemorações que antecedem os 100 anos propriamente ditos. Disse isso na euforia da reprodução de uma simples correspondência de Jurema Machado. Mas rende-se a ele, o foguetório, à falta do que exibir à beira do trampolim (99 anos) que leva aos três dígitos. O calendário de festividades deixa claro (claro, mas nem tanto) que as ações são em grande parte de cunho cultural (foguetório) seminários, palestras, reuniões e audiências, (mais foguetório), visita do governador, (aí sim, todos os fogos da China e de Samonte) cobertos de uma purpurina tosca da inauguração de pracinhas escondidas, na deslavada inapetência que fura e tapa buracos na rua Bonsucesso, e torna a furar para aterrar logo em seguida – não conseguem fazer obra sem ‘releitura’. De fato e de direito inauguraram o viaduto da Castro Alves – no ponto em que o poeta manda Colombo fechar a porta dos seus mares – apropriado somente para quem tem nervos de aço e o coração em paz com o solfejo das harpas celestiais. E a Trincheira da rua Goiás, a que até hoje dá panos para mangas. Nada mais. Dia desses políticos se exultaram para dizer que no ano que vem contaremos com verbas de suas próprias dotações para reformar ginásios poliesportivos. Da maneira que está o município vive a ambiguidade das promessas colossais, fazendo contraponto à pequenidade das praças de esportes. A Divinópolis que anseia por crescimento, por expandir-se, se limita a assinaturas de ‘ordens de serviços’ que em última instância também significam ‘foguetório’, diante da fugacidade política das promessas. A Divinópolis que anseia por Ordem de serviço não significa crescimento, por expandirque a pedra está no bodoque, ou o revólver engatilhado. É muito se, se limita a assinaturas de ‘ordens de serviços’ que em mais intenção do que ação. As autoridades não informam se as última instância também máquinas já estariam rangendo, significam ‘foguetório’, ou se ainda se encontrariam na diante da fugacidade linha de fabricação. Ordens de política das promessas serviço reveladas com tanto estardalhaço deixam dúvidas e criam barreiras para os próprios signatários. As obras em apreço estariam licitadas? As verbas estariam disponíveis na conta bancária da prefeitura? Assinaturas dessa natureza e inaugurações de pedras fundamentais levam pouco ou nenhum crédito. Na grande montanha que escondeu por vários séculos o reinado de Machu Pichu, dormiu por todo esse tempo um totem inacabado dedicado à deusa das montanhas, ou Pacha Mama (Mãe Terra) adorada pela nação Inca e por todos os quéchuas e aimarás andinos. Reza a lenda que a horda de espanhóis comandada por Francisco Pizarro impediu o término da obra, que permanece inacabada até os dias hoje à vista de quem visita o maciço andino. Daí em diante os nativos teriam de adorar o mesmo deus dos cristãos de Espanha. Se assim foi, se assim se deu, Pizarro incorreu em crasso erro diante do futuro e da perspectiva histórica. Impedir por sua crença arraigada a pluralidade de pensamentos, desprezando participação mais ampla, foi a morte de um complexo admirável, que tinha ainda muito por fazer. Exterminando a nação Inca, fechou a própria urna mortuária dos conquistadores da América. Não se governa por decretos, não se governa por invasões, não se governa por promessas vãs. O julgamento popular é severo e não admite vacilações. E as massas populares são a razão de tudo. ÓRGÃO Do grupo Gazeta do Oeste de comunicação ltda

FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

Diretor PRESIDENTE Fernando Marcos Rodrigues

Diretor DE MARKETING Leonardo Marcos Rodrigues

EDITORA CHEFE Liziane Ricardo

Assessores Jurídicos Dr. Márcio F. Vaz • Dr. Mauro M. Nogueira • Dr. Breno M. de Faria Administração, Redação E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O jornal não é solidário com conceitos emitidos em colunas e matérias assinadas.

Gaudêncio Torquato

gt@gtmarketing.com.br

A “ESPERTOCRACIA” EDUCACIONAL Machado de Assis, mulato, gago e epilético, um dos mais ilustrados e respeitados cultores do idioma pátrio, conseguiu de modo exemplar unir o erudito ao popular. Em seus irretocáveis escritos, ensinava que a democracia deixa de ser uma coisa sagrada quando se transforma em “espertocracia” - “o governo de todos os feitios e de todas as formas”. Já de Rui Barbosa, pequena estatura, advogado, diplomata, político e jornalista, cujo nome está inscrito nos anais da história do Direito internacional, pode-se extrair uma singela lição de seu celebrado patrimônio intelectual: “A musa da gramática não conhece entranhas”. Pois bem, esses dois curtos arremates dos renomados mestres de nossa língua escrita e falada vêm a calhar neste momento em que a perplexidade assoma ante a barbaridade, patrocinada pelo Ministério da Educação (MEC), de uma “nova gramática”, cuja autora assim ensina: “Os livro ilustrado mais interessante estão emprestado”, como frase adequada à linguagem oral, está correta ao ser usada em certos contextos. Para o grande Rui, a letra da gramática não entra em curvas e evita estratagemas. E o aforista Machado puxa a orelha dos “espertocratas”, aqueles que bagunçam ao escrever tal como falam, usando todos os feitios e formas. E arremata de maneira cortante: “A primeira condição de quem escreve é não aborrecer”. Aborrecimento é o que não falta quando vemos “sábios pareceristas”, contratados pelo MEC, exibindo o argumento: seja na forma “nós pega o peixe” ou “nós pegamos o peixe”, o pescado estará na rede. Se assim é, ambas estão corretas. Para dar mais voltas no quarteirão da polêmica, a pasta da Educação alega que não é o Ministério da Verdade. Donde se conclui que um doidivanas qualquer, desses que se encontram no feirão das ofertas gramaticais estapafúrdias, pode vir a propor um texto sobre a História do Brasil sem nexo, com figurantes trocados e português estropiado. Basta receber o imprimatur de outra figura extravagante que seja docente de Português para ser adotado nas escolas. Com esse arranjo, o pacote educacional tem condições de receber o endosso da instância mais alta da educação no País para circular nas salas de aula. Esse é o caminho percorrido pelo acervo didático que faz a cabeça da estudantada. Analisemos as questões suscitadas pela obra Por uma Vida Melhor, a começar pela indagação filosófica que se pinça do título da série. Terá uma vida melhor o estudante que se obriga a aprender numa gramática alternativa, onde a “norma popular” se imbrica à norma culta? Ou, para usar a expressão da professora Heloisa Ramos, autora do livro, sofrem os alunos que escrevem errado “preconceito linguístico”? Primeiro, é oportuno lembrar que, mesmo concordando que a língua é um organismo vivo, evolutivo, não se pode confundir uma coisa com a outra, a forma oral e a norma escrita. Cada compartimento deve ser posto em seu devido lugar. Quem troca uma pela outra ou as junta na mesma gaveta gramatical o faz por alguma intenção, algo que ultrapassa as fronteiras linguísticas. E é nesse campo que surgem os atores, aqui cognominados de doidivanas. Mais parece um grupo que considera a língua instrumento para administrar preconceitos, elevar a cidadania e o estado de espírito dos menos instruídos. Como se pode aduzir, embute-se na questão um viés ideológico, coisa que se vem desenvolvendo no País na esteira de um populismo embalado com o celofane da demagogia. Ora, os desprotegidos, os semianalfabetos, os analfabetos funcionais, enfim, as massas ignaras não serão elevadas aos andares mais altos da pirâmide se lhes for dada apenas a escada do pseudonivelamento das regras do idioma. Esta é, seguramente, um meio de ascensão social. Mas seus usuários precisam entender que a chave do elevador está guardada nos cofres normativos. Igualmente, as vestimentas, os modos e costumes, a teia de amigos, as referências profissionais são motores dessa escalada. Por que, então, os doidivanas da cultura e da educação investem com tanta força para elevar a linguagem popular ao patamar da norma culta? Não entendem que são objetos diferentes? Por que tanto esforço para defender uma feição que valida erros grosseiros? Não há outra resposta: ideologização. Imaginam o uso da língua como arma revolucionária. O sentimento que inspira os cultores da ignorância só pode ser o de que para melhorar a autoestima e ter uma vida melhor a população menos alfabetizada pode escrever como fala. Como se a gramática normativa devesse ser arquivada para dar lugar à gramática descritiva. Sob essa abordagem, sorver a sopa fazendo barulho, à moda dos nossos bisavós, também poderia ser recomendável... O grande Rui bem que profetizara: “A degeneração de um povo, de uma nação ou raça começa pelo desvirtuamento da própria língua”.

Leonardo Cavalcante

lcavalcante@fractalinvestimentos.com.br

Economia e Negócios Seja bem vindo, caro leitor, a coluna que se inicia hoje, Economia e Negócios Nesta coluna, todas as sextas feiras no jornal Gazeta, trataremos dos assuntos mais diversos em relação à economia, o mundo dos negócios e investimentos. Iremos abordar assuntos tais como finanças pessoais, planejamento financeiro, gestão de portifólio, investimento em ações, investimentos em dólar, commodities agrícolas (café, milho, soja, boi), fundos de investimentos, fundo imobiliários, imóveis, previdência, renda fixa como CDB`s, poupança, títulos do governo dentre outros, de forma objetiva, dinâmica e didática, sem o famoso “economês”. Gostaria muito de fazer uma coluna extremamente interativa, e para isso conto com a colaboração dos leitores, mandando sempre dúvidas, sugestões, temas, críticas, para que possa ser feita uma coluna totalmente direcionada ao interesse público. Infelizmente, o brasileiro não é ainda um povo com cultura de investimentos. Desde o início da criação dos filhos, à escola, até a faculdade, em momento algum se ensina como lidar com o dinheiro. As crianças muitas vezes conseguem tudo, em famílias mais abastadas, muitas vezes numa tentativa frustrada de compensar muitas vezes a ausência dos pais devido às longas jornadas de trabalho. Em famílias menos abastadas, a privação muitas vezes causa o mesmo efeito, e a criança cresce com um ideal de consumo provocando muitas vezes o endividamento excessivo na vida adulta. Esse efeito leva muitas vezes a resultados catastróficos na vida adulta, o não saber o valor do dinheiro, e como lidar com ele, na falta ou no excesso, leva muitas vezes o indivíduo ao que foi chamado por Robert Kiyosaki, no livro Pai Rico Pai Pobre, de “corrida dos ratos”. “Corrida dos ratos” é uma simbologia feita pelo autor aos ratos de laboratório, presos em suas gaiolas com cilindros giratórios, onde ele corre, corre, corre, e nunca sai do lugar. E essa é a verdadeira situação daqueles que não aprendem a investir bem o seu dinheiro. Ganham seus salários, pagam suas contas, e o que sobrar, e se sobrar, poderá ser guardado ou investido naquilo que ele aprendeu como seguro, a poupança, até que apareça um novo modelo de carro ou outro bem qualquer, para que aqueles anos de economia ir por água abaixo. Aprender a investir bem o seu dinheiro, é aprender o poder dos juros sobre juros no tempo. É aprender a fazer o dinheiro trabalhar para você, e não o contrário. Aprender a lidar melhor com o dinheiro é planejar melhor o futuro, fugir da falsa liberdade instantânea que o dinheiro trás em troca da real liberdade da independência financeira. Mas o que é independência financeira? É ter dinheiro para fazer o que bem entender, comprar o que quiser? Não, independência financeira é um estágio no qual o indivíduo consegue obter rendimentos necessários para se viver bem sem que para isso ele precise trabalhar ou depender da aposentadoria pública, instituição a cada ano mais falida e vergonhosa. Sim caro leitor, isso é possível, ganhar dinheiro sem trabalhar é possível, e qualquer pessoa pode conseguir isso, mas não sem antes se dedicar muito aos estudos e ao trabalho. Não só é possível como aumenta a cada ano o numero de brasileiros que se encontram nesse estágio. A cada semana, vamos discutir vários assuntos com o objetivo de ajudar você, leitor, a encontrar o seu caminho para a independência financeira. Não existe fórmula mágica, obviamente, e esta fora de minhas pretensões colocar aqui padrões de comportamento ou sugerir que se invista nisso ou naquilo para se atingir a meta. O mais importante de tudo, é investir no conhecimento, estudar, realizar cursos, palestras, livros, para conhecer um pouco de tudo e, a partir daí traçar o seu caminho e seguir em frente. Se você é um médico, um advogado, um professor ou funcionário público, saiba que não há pré requisitos técnicos para se alcançar a independência financeira. Não é preciso ter um bom conhecimento de números, juros, balanços ou economia, nem mesmo é preciso ter altos salários para isso. Mas três palavrinhas que carrego comigo são imprescindíveis, ter disciplina, humildade e perseverança! Um abraço a todos, e um bom final de semana!

Próximos eventos Fractal Investimentos

Palestra Gratuita- Aprenda a Investir em contratos futuros de dólar e commodities agrícolas. Dia 02 de Junho às 19:30 horas, na sala 02 da FIEMG Inscrições (37) 3512-9806


POLÍTICA 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Vereador elabora requerimento para cobrar respostas sobre o tratamento do esgoto Presidente da Câmara afirma que pedido esbarra no regimento interno do Legislativo Flávia Brandão

flavia.brandao@gazetaoeste.com.br

O vereador Edson Sousa (sem partido) apresentou ontem (26) ao presidente da Câmara Pastor Paulo César (PRB) o requerimento de nº CM 090/2011, que tem a assinatura de sete vereadores, sendo eles: Adair Otaviano (PMDB), Geraldinho da Saúde (PR), Pastor Paulo César (PRB), Anderson Saleme (PR), Heloísa Cerri (PV) Hilton de Aguiar (PMDB) e Roberto Bento (PTdoB). O objetivo do requerimento era a promoção de seis audiências públicas para debater o repasse do esgoto para a Copasa, visto que o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB)

seis audiências publicas, sendo elas: 13/06 em Ermida; 27/06 no Bairro Interlagos; 01/08 no Bairro Candelária; 15/08 no Bairro Danilo Passos; 29/08 Bairro São José e 05/09 na Câmara Municipal. Edson afirma que o requerimento é no sentido que o prefeito responda várias perguntas que deixaram dúvidas e que as audiências servirão como espaço para que a população opine e tenha conhecimento de como está sendo feita a negociação com a Copasa. “Não somos contra o tratamento do esgoto, mas não vamos aceitar ser tratados como boi que vai para o matadouro. Nós vamos debater, queremos respeito. Ele tem que vir nessa casa. Temos matérias de jornais

retirou o Projeto EM -093/2010, que tratava sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico do Município e assinou o Decreto 9843, que o vereador qualifica como uma “atitude arbitrária e autoritária” visto que não deu oportunidade para o Legislativo opinar defendendo os interesses da população. De acordo com informações da secretária Geral da Câmara, Vanícia Alessandra Rocha, e endossadas pelo presidente da Câmara, Pastor Paulo César a tentativa do vereador de debater com o Executivo por meio de audiências públicas esbarra no regimento interno e o requerimento terá que ser refeito. No requerimento apresentado, o vereador Edson agendou

Audiência Pública do Esporte começa a dar resultados Deputado Marques Abreu (PTB) oficiou o Governador do Estado, Antônio Anastasia, a respeito das 170 áreas carentes de investimento Flávia Brandão

Flávia Brandão

flavia.brandao@gazetaoeste.com.br

A Audiência Pública realizada na Câmara Municipal de Divinópolis pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) através de requerimento do deputado Fabiano Tolentino (PRTB), no último dia 20, já começa a dar os primeiros resultados referentes às 170 áreas de lazer e esporte na cidade, que carecem de algum tipo de investimento. Na última terça-feira, dia 24, o deputado Marques Abreu (PTB), presidente da Comissão de Esporte, Lazer e Juventude da ALMG, que esteve presente na Audiência Pública, encaminhou ao governador do Estado, Antônio Anastasia, ofício solicitando a reforma geral e a ampliação de equipamentos das quadras de esportes das escolas da região de Divinópolis em conjunto com a Prefeitura Municipal de Divinópolis. Na justificativa do pedido, o parlamentar Marques afirma que: “os recursos estimados para as obras naqueles equipamentos públicos são ínfimos se comparados aos benefícios que trarão à população”. Ele ressaltou ainda a importância do esporte e lazer como fatores de inclusão social, e que proporcionam melhoria da qualidade de vida, além de serem instrumentos garantidores do exercício da cidadania e da paz social. O deputado Fabiano Tolentino, que esteve à frente dessa proposta de levantar as áreas do

Deputado Fabiano Tolentino (PRTB) junto da FUNEDI/UEMG fez o levantamento das 170 áreas de esporte de Divinópolis

esporte em carência no município, afirmou que será marcada audiência com o secretário de estado de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz, para apresentar as demandas. “Iremos fazer uma audiência com o secretário de esporte Bráulio Braz para pedir que também nos ajude na reestruturação das nossas áreas de esporte e lazer. Essa audiência será marcada pela Comissão de Esporte e na oportunidade levaremos o relatório feito pela nossa equipe em parceria com a FUNEDI/UEMG, das áreas de esporte e lazer da nossa cidade”, declarou Tolentino. Primeiros resultados Segundo Fabiano Tolentino, após a audiência realizada em Divinópolis, vários deputados e representantes do secretário estadual de Esporte Bráulio Braz, o procuraram para ter conhecimento sobre o relatório. “Alguns representantes do governo, do

secretário Bráulio Braz já me ligaram para saber também do conteúdo dos dados levantados para buscarem uma melhoria, porque nem o Estado tem esse levantamento especifico de todas as áreas de esporte e lazer dos municípios”, ressaltou Tolentino O deputado revelou também que na última quarta-feira, 25, recebeu no seu gabinete em Belo Horizonte, o secretário municipal de Esporte Rômulo Duarte, onde discutiram cada área levantada pelo relatório. A intenção é criar uma comissão formada pela secretaria municipal de Esporte, a FUNEDI/UEMG, além de um representante da equipe do parlamentar para que possa dar prosseguimento às ações em busca das melhorias no setor. “Iremos fazer os cronogramas das ações com base nos dados levantados dando sequência à audiência pública, que foi feita em Divinópolis em busca de reformas das áreas, que estão mais necessitadas”, afirmou. Tolentino afirmou que a cidade ganha agora a reforma do Poliesportivo, onde está uma emenda do deputado federal Domingos Sávio (PSDB) e ano que vem sua intenção é concentrar parte de suas emendas na área de esporte e lazer do município. “Ano que vem nós teremos nossas emendas parlamentares e várias delas serão empregadas na área de esporte, que é uma das nossas bandeiras. Iremos investir nesses espaços, que realmente estão necessitando nesse momento”, destacou.

em que ele era contra tudo no passado e hoje é a favor de tudo. Vamos ter seis audiências, vamos chamar a imprensa, o Ministério Público”, declarou o vereador. Segundo informações da secretária geral Vanícia Rocha, que foram confirmadas pelo presidente da Casa, Pastor Paulo César, de acordo com o regimento interno (Art.15 & 2º, Art. 88 inciso 5 e Artigo 272) as audiências não podem ser requeridas pelo vereador Edson Sousa uma vez que o mesmo não faz parte de Comissões do Legislativo. Além disso, afirmam que as audiências não podem ser promovidas em locais fora da Câmara e que as mesmas são promovidas para tratar de matérias, que estão

em tramitação no Legislativo. De acordo com o presidente da casa, Pastor Paulo César, o vereador Edson Sousa deverá refazer o requerimento e ao invés de audiências publicas serão promovidas reuniões especiais. Questionado se essas reuniões especiais atrasam ou impedem a ação do Executivo Municipal de continuar com a negociação com a Copasa, o presidente afirmou que não. Os artigos citados no Regimento Interno são: Art. 15 §2º As reuniões comunitárias, solenes e especiais poderão ser realizadas em qualquer local do Município, todas com competência de deliberação.

Art. 88. Cabe às comissões, em razão da matéria de sua competência ou da finalidade de sua constituição: V - realizar audiência pública em regiões do Município para subsidiar o processo legislativo, observada a disponibilidade orçamentária; Art. 272. As comissões, mediante proposta de qualquer de seus membros ou a pedido da entidade interessada, mediante aprovação de maioria simples, poderão realizar reunião de audiência pública com cidadãos, órgãos e entidades públicas ou civis, para instruir matéria legislativa em trâmite, bem como para tratar de assunto de interesse público relevante atinente à sua área de atuação.

Sessão Solene irá entregar Medalha Candidés e Titulo de Cidadão Honorário Câmara Municipal presta homenagens no Teatro Gravatá hoje Flávia Brandão

flavia.brandao@gazetaoeste.com.br

Hoje, no Teatro Municipal Gravatá, às 19h30, a Câmara Municipal de Divinópolis promove sessão solene aberta ao público para a entrega da Medalha Candidés e do Título de Cidadão Honorário. Esse ano serão concedidas 16 homenagens, sendo 13 Medalhas Candidés e três títulos de Cidadania Honorária. O presidente da Câmara, Pastor Paulo César (PRB) explica que a Medalha Candidés é a “comenda mais importante do município, é a forma como o Poder Legislativo homenageia pessoas, que prestaram relevantes serviços para a cidade”. A homenagem acontece todo o final do mês de maio e faz parte das festividades do aniversário de Divinópolis. A entrega da Medalha Candidés - que remete a origem da Cidade do Divino, que teve como primeiros habitantes os índios Candides - oferece oportunidade a todos os vereadores para que prestem homenagem a seus escolhidos, sendo que todos os nomes indicados passam anteriormente por aprovação dos demais parlamentares em plenário. Na sessão de hoje, uma associação, três empresas e nove cidadãos serão agraciados com a entrega da Medalha Candides. O título de Cidadão Honorário, da mesma forma homenageia cidadãos, que prestaram ou prestam grandes serviços ao município, sendo que cada vereador tem o direito de escolher um homenageado durante todo

o seu mandato. Nesse ano, os vereadores Edmar Rodrigues, Geraldinho da Saúde e Pastor Paulo César são os parlamentares que terão a oportunidade de indicar personalidades para receber o titulo de Cidadão Honorário de Divinópolis. Cidadão Honorário O Pastor Adailton dos Santos irá para receber o titulo de Cidadão Honorário por indicação do presidente da Câmara Pastor Paulo César. “Nosso cidadão honorário é o Pastor Adailton Cunha, que chegou a Divinópolis em 1979 e tem feito um relevante trabalho em prol do município restaurando vidas e lares. No ministério desse Pastor muitas pessoas tiveram suas vidas transformadas para melhor. É uma pessoa que tem se dedicado integralmente 24 horas ao município, através da pregação do Evangelho com a ajuda de recuperação de pessoas drogadas, viciadas ele tem feito um trabalho incansável em prol do nosso município”, justificou o presidente.

O vereador Geraldinho da Saúde (PR) irá entregar o título ao Coronel da Polícia Militar Renato Vieira de Souza. “A corporação da Polícia Militar é para nós a segurança e o respeito a nossa sociedade. O coronel Renato por ser o comandante maior do estado de Minas Gerais da Polícia Militar e por ser referência no Brasil e até no exterior em termos de segurança pública de todas as suas ações e de toda a corporação irei fazer essa pequena homenagem”, destacou. O coronel já reformado do Corpo de Bombeiros, Paulo Adriano Cunha, será o homenageado indicado pelo vereador Edmar Rodrigues (PRTB). “Coronel Paulo Adriano prestou um grande serviço para Divinópolis no Corpo de Bombeiros, trouxe várias melhorias para atender a população de Divinópolis e região. Ainda hoje mesmo reformado é uma pessoa que continua trabalhando em prol da cidade, ajudando as pessoas mais carentes”, afirmou Edmar.

saiba mais Agraciados para entrega da Medalha Candidés Vereador Adair Otaviano Vereador Anderson Saleme Vereador Beto Machado Vereadora Heloísa Cerri Vereador Edson Souza Vereador Geraldinho da Saúde Vereador Hilton de Aguiar Vereador Milton Donizete Vereador Paduano Vereador Pr. Paulo César Vereador Roberto Bento Vereador Rodyson de Zé Milton

Trancid Fundação Jaime Martins Benjamim Antônio dos Santos Antônio de Araújo Rodrigues José C. Souza (Zé do Pé de Porco) Viação São Cristóvão Ademir Ferreira de Melo Júnior Frei Ronan Pereira Lima Pe. Júlio Antônio de Castro Ass. Orquidófila de Divinópolis Sérgio Moisés Antônio Luiz Faraco Júnior


04 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Walter Gruen

waltergruen@ig.com.br

O FIASCO DO CÓDIGO FLORESTAL Desde os meus tenros 16 anos de idade, quando aprendi com o professor Idalmo Mota, diretor da melhor escola de Minas e onde me formei contador, que comecei a trabalhar com a área de economia. Foram ele e outros como o professor Castorino, Nery Paulinelli que fundaram a Faculdade de Ciências Econômicas de Minas Gerais, há longo tempo. São 54 anos completos nesta área e, com uma vantagem que é MINHA e não da escola: aprendi a escrever em português e não em ECONOMÊS, língua usada pelos preclaros economistas e que cada grupinho entende – só o deles. Aprendi na escola também que a matéria se chamava ECONOMIA POLÍTICA, aliás, gêmea siamesa da POLÍTICA ECONÔMICA. Assim, quando se faz uma besteira política,faz-se simultaneamente, sem nenhum esforço, uma besteira econômica. O que a presidente (presidenta é só para ela e os puxa-sacos, porque todos os puxa - sacos que nunca vêem dicionários, encontrariam esta palavra com as abreviaturas DES (desuso) ou ARC (arcaico). É presidente, mesmo, apenas com o artigo feminino “A”. Pirraça e mandonismo não vão mudar o português. A reação internacional e nacional ao amaldiçoado Código Florestal foi duríssima. Aqui, todos os dez últimos ministros de Meio Ambiente caíram de pau, mostrando o absurdo e no exterior entre dezenas de países CIVILIZADOS, uma das manchetes que mais gostei foi de um dos mais respeitados jornais do mundo, o New York Times: “Brasil aprova destruição da Amazônia, o pulmão do mundo” É que 40% da água doce do mundo está aqui e 40% dos 208 países do mundo já não têm água ou tem pouca – aqui, sobra. Em 25 anos, 50% da Amazônia estará destruída, com aquilo que Euclides da Cunha em sua magistral obra OS SERTÕES chamou de “fazedores de desertos” nadando de braçada. Afinal, num país onde, dos 513 deputados federais, 150 são fazendeiros,, esperar o que? Que vão dar tiro no pé, para pagar multas imensas para o desmatamento ilegal que fizeram? Pequenos sitiantes e fazendeiros não são parlamentares e não tem dinheiro até mesmo para reflorestar margens de rios ou encostas. O resultado é catástrofe, como vem acontecendo no Pará, Rio de Janeiro, Bahia e em mais da metade do Brasil, inclusive o Rio Grande do Sul. Esta é a realidade e enquanto milhões de hectares esperam plantio, o negócio é “GRILAR’ terras na Amazônia e Pantanal, inclusive o mineiro, que já está acabando. E contando com a conivência do governo, via IBAMA, mais cartórios corruptos, que reconhecem firmas, fazem autenticações e o mais importante, escrituras falsas, de terras públicas, na maior cara de pau. E ficam riquíssimos seus donos. E o milho, soja e outros produtos seguem para o exterior a preços que para os ricos são de banana podre mas para os pobres, mesmo fazendeiros, geram fortunas. Esperem que vem chumbo grosso. A PROPÓSITO Com o Luiz, também conhecido como Lula, frequentando o palácio (com minúscula, mesmo), reunindo-se com senadores, à frente gente finíssima como Sarney e Renan Calheiros, coordenando a salvação do ficha limpíssima Antônio Palocci, nós agora sabemos quem manda neste país e colocou lá uma substituta de plantão. E com fama de gerentona, não se sabe de que. No grito, ninguém ganha e a base aliada já rachou toda, em todos os partidos. Assim, vai ser duro aguentar o besteirol que virá por ai. E a oposição, representando 80% dos votos da base aliada, no total de mais de 44 milhões de votos, está rindo com todos os dentes, até os que não sabiam que tinham. MINISTÉRIOS Para quem não sabe, são quatro, agora, os ministros enrascados, com todos os direitos: o do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel ex-prefeito de BH e companheiro de guerrilha da PRESIDENTE; Orlando Silva dos Esportes, do comissariado petista e Ana de Holanda da Cultura. Um passeio pelos sites dos tribunais superiores, inclusive o www.tj.mg. gov.br é muito instrutivo. Enquanto bilhões mudam de bolsos, segundo o MINISTÉRIO PÚBLICO e não eu, que não tenho documentação para discutir, nossa economia vai bem, obrigado: inflação, queda de exportações, aumento de importações e otras cositas más. Dane-se: quem mandou vocês nascerem brasileiros? E Deus estava numa soneca quando deixou os portugueses descobrirem

a nossa querida Pindorama. CRUZEIRENSES. OU BARCELONENSES? O Itamar Franco, péssimo administrador, mas um dos poucos homens acima de suspeita aqui na terra do pau-brasil – brigo se alguém falar da honestidade dele – está de leucemia, internado num hospital paulista. Se for duradouro o afastamento, porque nem gosto de falar em morte, porque perdi minha esposa com LEUCEMIA MIELÓIDE, em apenas 11 meses de sofrimento, o substituto eventual – OU DEFINITIVO, dependendo da gravidade do caso – chama-se ZEZÉ PERRELA, o mafioso. É duro aguentar, ainda mais com os 16 milhões de dólares que o Estado de Minas publicou, e afinou, lavados para a Máfia (depois, afinou. Eu disse afinou? Rarará pra mim...). CELULARES Os mais caros e mais vítimas de reclamações atingiram em abril 212,6 milhões. Só nos quatro primeiros meses do ano, 9.4 milhões de novos falantes/ouvintes. Nem cachorro late mais para gato: telefona para ele, xingando a gata-mãe. CONSUMISMO Os brasileiros, riquíssimos com o crédito dado por Luiz, a juros baixinhos de 170% ao ano, gastaram 1,94 bilhões de dólares em abril. Os pobres americanos, europeus e japoneses, no mesmo período, gastaram a fortuna de 540 milhões de dólares por aqui, no mesmo mês. E ainda tem gente querendo equilíbrio financeiro no país.

Settrans recebe abaixo assinado contra agentes de trânsito André Bernardes

A iniciativa do abaixo assinado partiu do empresário Eduardo Alexandre de Carvalho, que em apenas um ano recebeu dezoito multas André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

Depois de ter sido alvo de várias reclamações contra autuações indevidas, a Secretária de Trânsito e Transportes (Settrans) recebeu na manhã de ontem um abaixo assinado com mais de 3 mil assinaturas, reclamando contra a postura dos agentes de trânsito. A iniciativa do abaixo assinado partiu do empresário Eduardo Alexandre de Carvalho, que em apenas um ano recebeu dezoito multas. O empresário afirma que grande parte das multas foram indevidas. “Tem multas muito estranhas, algumas ruas que a gente não entende, sem calçamento. Uma rua no bairro Dona Rosa que eu nunca estive” revoltou-se Eduardo. Ele afirma que estas reclamações são de toda a comunidade. Foram quarenta e cinco dias para colher as mais de três mil assinaturas, que o empresário entregou nas mãos do secretário de trânsito Júlio Valério. Antes da entrega oficial, o secretário e o empresário tiveram uma conversa informal e descontraída sobre a si-

tuação. Na ocasião, Eduardo reconheceu a importância da Settrans, mas reforçou que o atendimento dos agentes precisa melhorar. “Nós sabemos que a Settrans é importante para a cidade e que presta um importante trabalho. A questão que deixa os motoristas indignados não é nem tanto as multas, mas sim a forma que foram abordados” disse Eduardo. Júlio Valério colocou que a secretaria está sempre trabalhando para a melhora do atendimento e que a participação da população é muito importante. “Todas as críticas e sugestões são muito bem vindas, pois trabalhamos buscando a excelência. Por isso estamos dando um suporte com uma psicóloga para os agentes trabalharem emocionalmente preparados, reuniões para aprimorar o atendimento. Esse tipo de informação que nós recebemos, a gente recebe isso procurando verificar se tem realmente algum problema. Ás vezes o problema está lá e não sabemos reconhecê-lo” disse Júlio. O secretário disse que não existe uma indústria de multa. De acordo com dados estatísticos da Settrans, o número de multas por

Na parte da tarde, Eduardo repassou uma cópia das assinaturas para o presidente da Câmara dos Vereadores Pastor Paulo César

dia para cada agente chega a 1,5. “Estamos fazendo em média uma multa e meia por seis horas de trabalho e isso caracteriza que não somos uma indústria de multas” afirmou Júlio. Para Júlio Valério, as imprudências que lideram as multas são o estacionamento rotativo, cinto de segurança e celular no trânsito. “Eu acredito que alguns motoristas precisam mudar seus atos e quanto aos agentes, estamos procurando prepará-los melhor, longe de achar que será perfeito, pois tratamos com ser humano e o trabalho tem que ser constante, mas fazemos este trabalho com muita transparência. O trabalho que está sendo feito é de construção” disse Júlio. Na entrega do abaixo assinado, estiveram presentes os agentes de trânsito, o gerente de Ações Políticas Arlem Silva e o Capitão Gerson Luiz de Freitas. Na ocasião, Eduardo pediu desculpas a alguns agentes pelos desentendimentos. O secretário Júlio Valério aprovou a iniciativa. “Nós sabemos que nosso trabalho é feito com muita seriedade, mas sempre temos mais espaço para melhorar. Nós já estamos fazendo reciclagens,

estamos com algumas ações para melhorar o atendimento dos agentes”. Valério disse ainda que a melhor forma de não ser multado é dirigir com responsabilidade. Na parte da tarde, Eduardo repassou uma cópia das assinaturas ao presidente da Câmara dos Vereadores Pastor Paulo César (PRB). No encontro, os dois trocaram experiências de outras cidades com o trânsito. O parlamentar disse que existe uma vontade do vereador Edson Sousa (sem partido), de abrir uma “CPI da multa”, mas que os vereadores irão avaliar a necessidade. “Nós vamos nos reunir com o secretário, discutindo as demandas do município e vamos passar para a Comissão Permanente da Câmara e ver quais decisões serão tomadas” disse Pastor Paulo César. Eduardo ainda encaminhará uma cópia ao Ministério Público, o empresário acredita que a iniciativa poderá trazer mudanças para o trânsito da cidade. “Tivemos diversas reclamações dos agentes de trânsito. A gente espera que esse abaixo assinado não seja em vão e traga melhorias para os agentes e para os motoristas” disse.

Governo lança Plano Brasil sem Miséria no dia 2 de junho Objetivo é erradicar a extrema pobreza do país nos próximos quatro anos Venilton Ferreira Da Redação

O governo marcou para o dia 2 de junho o lançamento do Plano Brasil sem Miséria, desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A meta é retirar 16 milhões de pessoas da extrema pobreza até 2014. Na quarta-feira, (25), no Palácio do Planalto, representantes das centrais sindicais, estiveram reunidos com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, que apresentou aos sindicalistas as linhas

gerais do programa e anunciou a data de lançamento do conjunto de ações. “É muito importante para o governo receber contribuições do movimento sindical para essa iniciativa de ação extraordinária, que é erradicar a extrema pobreza do país nos próximos quatro anos”, declarou a ministra. Além da CUT, participaram da reunião representantes de entidades como a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e a União Geral dos Trabalhadores (UGT). A integração entre a formação profissional e a geração de emprego e renda foi um dos pon-

Nota de esclarecimento

tos defendidos pelo movimento sindical no encontro, de acordo com o secretário-geral da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Quintino Severo. Entre os objetivos do plano está elevar a renda familiar per capita das famílias que vivem com até R$ 70 por mês, assim como ampliar o acesso aos serviços públicos, às ações de cidadania e às oportunidades geradas por políticas e projetos públicos. Segundo os sindicalistas, um levantamento com um mapa das necessidades de cada cidade brasileira está sendo construído para di-

recionar as políticas públicas. Para isso, a ministra Tereza Campello tem conversado com governadores e prefeitos. A reunião, que contou também com a participação do ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, faz parte do conjunto de encontros entre movimentos sociais e governo para apresentação do Brasil sem Miséria. As sugestões dos diversos setores poderão ser incorporadas ao plano. Ainda haverá encontros com representantes religiosos e do agronegócio, entre outros setores.

A reportagem da Gazeta do Oeste publicou esta semana uma matéria sobre as doações feitas durante o 3º Leilão de gado Nelore da Lamar Engenharia, ocorrido no último sábado (21). Dentre as doações, é importante ratificar que foram feitas três, sendo: a doação de um animal realizada pelo gerente da Lamar, Mauri Fernandes; a segunda foi por parte do presidente do Sindicato Rural, Irajá Nogueira e outra doação feita por José Luiz Santana. No entanto, não houve doação por parte do deputado federal Domingos Sávio (PSDB) que na verdade reverteu a doação ao Hospital São João de Deus. O presidente do Instituto Helena Antipoff, José Gabriel Neto, esclareceu ainda que no total de doações a instituição recebeu R$ 2.050,00.


CIDADES 05

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Lei regulamenta compra de spray de tinta e novas punições para pichadores

André Bernardes

São diversos desenhos e muitas vezes frases com palavrões ou denegrindo nomes de pessoas André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

A lei que regulamenta a comercialização de sprays de tinta foi publicada ontem, 26, no Diário Oficial da União. A partir de agora, a venda de spray é proibida para menores de dezoito anos e a prática de grafitagem também foi regularizada. A lei 12.048 foi sancionada pela Presidente Dilma Roussef e diz que a venda de sprays de tinta só poderão ser efetuada para maiores de dezoito anos mediante a apresentação de documentos.

Uma nota fiscal com os dados do cliente deve ser emitida no ato da compra. As embalagens deverão conter uma mensagem educativa dizendo: “Pichação é crime (Art. 65 da Lei nº 9.605/98). Proibida a venda para menores de 18 anos”. O governo dará aos fabricantes e importadores o prazo de 180 dias para alterar as embalagens. Quem descumprir a lei estará sujeito a multas e advertências até penas restritivas de direito, conforme o artigo 72 da Lei nº 9.605 de 1998. O artigo 65 da Lei de 1998

também foi corrigido. O artigo trata das punições para quem for flagrado pichando. A pena de detenção de três meses a um ano e multa prevalece, porém a lei, agora diz que não é crime “a prática do grafite realizada com o objetivo de valorizar o patrimônio público e privado mediante manifestação artística”, desde que haja consentimento do proprietário, seja ele público ou privado, e também observância das leis em vigor sobre a questão. O problema das pichações em Divinópolis já é antigo. Tanto no centro da cidade, quanto nos

Ruas centrais são alvo dos pichadores, como São Paulo , Minas Gerais e Av. 21 de Abril

bairros, podemos ver muros, praças e casas pichadas. O ato de vandalismo parece ser inofensivo, mas custa dinheiro no bolso das vítimas. São diversos desenhos e muitas vezes frases com palavrões ou denegrindo nomes de pessoas. Hudson Camargos é gerente de uma loja de tintas e acredita que a lei irá dificultar a ação de vândalos. “Tudo que vier pra melhorar eu serei a favor, Essa lei vai dificultar bastante para os pichadores. As vendas irão diminuir um pouco, mas será melhor pra cidade” disse o gerente. O secretário de Cultura Ber-

nardo Rodrigues não acredita que com a lei as pichações irão acabar, mas vai dificultar a ação dos vândalos “Acho que toda medida que vise o combate às pichações seja válida. Apesar de não acreditar que seja isso que vá impedir a ocorrência desse tipo de agressão ao patrimônio, considero que as novas regras não deixam de ser um dificultador, o que é interessante” disse. O secretário afirma que quando o patrimônio público é pichado, toda a população perde. “No caso das pichações que observamos frequentemente em patrimônios como o Complexo

Usina Gravatá, Escola de Música e Praça do Santuário, a população é prejudicada duas vezes: por um lado, porque danifica um patrimônio que é reconhecido como de grande relevância para a nossa história e nossa cultura; por outro, porque suja a cidade e exige do poder público municipal providências para nova pintura, o que aumenta os gastos da administração pública. Assim, um recurso que poderia financiar uma ação cultural nova acaba sendo destinado a esses reparos ocasionados pelo desrespeito a um patrimônio que é de todos nós” completou.

Alunos da E.M. Veneza Guimarães recebem cobertura da quadra Obra deve ficar completa depois das férias escolares Sarah Rodrigues

Sarah Rodrigues

sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

Em um clima de muita euforia os alunos da Escola Municipal Dona Veneza Guimarães, no distrito de Santo Antônio dos Campos (Ermida) receberam na manhã de ontem (26) a visita do prefeito Vladimir Azevedo, para a assinatura da ordem de serviço para a cobertura da quadra esportiva da instituição. A obra deverá ter início em junho e será realizada em 90 dias. Contudo o prefeito desafiou a construtora a entregar a cobertura depois das férias escolares, para que os alunos a utilizem já a partir de agosto. Participaram da solenidade de assinatura da ordem de serviço, o prefeito Vladimir de Faria Azevedo (PSDB), a secretária adjunta de Educação Valéria Morato, o superintendente da Usina de Projetos Lúcio Espíndola, representantes da construtora e dos deputados federais, convidados, vereadores, além dos professores, alunos e diretores da Escola Dona Veneza. Os estudantes aprovaram a ideia da cobertura da quadra e

A cobertura melhorará a qualidade da educação física da escola

Eufóricos os alunos prestaram atenção em cada detalhe da solenidade

mal podem esperar para a obra ser terminada. A aluna, Maria Luiza Teixeira Silva gostou muito da notícia. “Fiquei muito feliz, com a quadra coberta a gente pode aproveitar mais. Gosto muito de jogar bola”. Túlio Alves de Souza, conta que poderá jogar bola todos os dias, sem se preocupar com o sol ou com a chuva. “A cobertura da quadra vai ser muito boa, gosto de jogar bola, fazer esporte vai ser muito bom”, relatou. A secretária Valéria Morato enfatizou a importância do

que temos nesta escola que é Dona Veneza Guimarães de Oliveira, uma homenagem que fazemos a esta pessoa que foi um baluarte da zona rural. Dona Veneza foi aquela pessoa que estava sempre presente na vida de Divinópolis e principalmente da zona rural, tenho um orgulho muito grande de termos na escola o nome desta grande mulher que trabalhou muito”. A construção da cobertura receberá R$ 100 mil do governo do estado de Minas Gerais e aproximadamente R$ 50 do

apoio à educação e também aos esportes. “Junto ao projeto ‘Minha Cidade Lê’, que a gente estimula a leitura e a escrita dos alunos, sabemos que o esporte também é um instrumento que temos que utilizar. Tenho certeza que todas as crianças, como os professores e nós da Semed ficaremos muito felizes e usaremos a quadra da melhor forma o possível”. O vereador Antônio Paduano (DEM), aproveitou a oportunidade para lembrar aos presentes a fundação da escola. “O nome

município. O superintendente da Usina de Projetos Lúcio Espíndola, acredita que a obra beneficiará toda a comunidade escolar. “A obra deverá ficar em R$150 mil em um prazo de três meses, e mais do que a obra, chamo a atenção da construtora, porque a obra de engenharia deixou de ser simplesmente obra, temos o cunho social e a proximidade, principalmente quando se trata de uma comunidade escolar. A quadra não servirá somente para a escola,

mas também para toda a comunidade. Vamos ter uma obra de grande qualidade” destacou Lúcio. MELHORIAS NA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO Durante a solenidade o prefeito ressaltou a importância da criação do PCCS da educação, que no próximo biênio custará cerca de R$ 13 milhões em salário dos educadores. “Não temos só discurso político na educação, temos compromisso. Sabemos que a educação passa acima de uma escola e de uma quadra coberta, mas por um professor bem pago e motivado na sala de aula”, enfatizou. Vladimir reafirmou que investir no esporte é investir na educação“Ter uma quadra coberta é fundamental para ter uma educação de qualidade, não é somente uma educação física, na chuva ou sol, com dignidade, é um passo multidisciplinar de educação, de várias outras pastas da educação, fundamentais na educação transversal de fazer atividades nas escolas. Ficamos felizes em trazer estas oportunidades”, ressaltou o prefeito.


06 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

“Uma semana sem fome por um Centenário melhor” A expectativa é arrecadar 100 toneladas de alimentos para doação Flaviane Oliveira

Flaviane Oliveira

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Comemorar o Centenário servindo ao próximo, esse é o objetivo do projeto formado a partir da Ação Cívico Social na busca pela arrecadação de alimentos que serão doados no ano do Centenário divinopolitano. Nessa semana foi realizada a primeira reunião para definir os próximos passos e as parcerias firmadas para dar seguimento ao projeto. Geraldo Barros, o idealizador do evento conta que a ideia surgiu ao longo do tempo, há um ano. O empresário acredita que o Centenário de Divinópolis é uma festa onde toda a população tem a responsabilidade de participar e trabalhar nesse sentido. Dessa

Divulgação

forma, trabalhar na busca por parte do projeto na distribuição, um Centenário melhor é de todos para que caiam exatamente nas mãos das famílias que mais e não só do poder público. Durante a reunião realizada precisam. na noite de quarta-feira, representantes das empresas divino- CAMPANHA O idealizador ressalta que politanas, Ministério Público e Igreja Católica estiveram presen- a campanha não é um projeto tes para traçar as ações que se gerado pelo governo municiseguem na campanha. Geraldo pal, já que nasceu pelo anseio do povo, “Porque destaca que todas as igrejas foram con“O maior sentido da as pessoas têm que vidadas a participar vida é servir aos mais esperar tudo do poda reunião, todos os der público? Está necessitados” clubes de serviços e errado. A cidade nos pertence e nós perinstituições e também membros da Associação Co- tencemos a ela. Portanto é nossa mercial, Industrial e de Serviços obrigação trabalhar por uma cidade melhor” afirmou. Todos de Divinópolis (Acid). São14 igrejas das paróquias os interessados podem partique irão ajudar na arrecadação cipar da campanha. O período dos alimentos e também farão de recolhimento dos alimentos está programado para o ano de 2012 que é o ano do Centenário, porém ainda sem data definida. Geraldo acredita que a partir de agora, é o momento de trabalhar para fazer uma boa divulgação, “Nós temos prazo para fazer uma ótima divulgação e criar o espírito de doação nas pessoas. Na quarta-feira oficialmente foi lançada a campanha e nós já temos 85 cestas básicas doadas. Então nós calculamos que deveremos ultrapassar oito mil cestas básicas, que equivale a 100 toneladas de alimentos.

O empresário acredita que melhorar a cidade é obrigação de todos

Porque 100 toneladas? Porque serão 100 anos de Divinópolis. Então vai ser um belo presente que a sociedade vai dar a cidade” avaliou. O projeto está dividido em três fases. Durante a primeira fase será feito o cadastramento das empresas que quiserem doar e das pessoas que vão trabalhar como voluntários nas equipes de organização. Posteriormente será divulgado o “Dia D” das doações. Esse vai ser o dia do recolhimento. Já a terceira etapa será a semana do ACISO, que é

a semana da Ação Cívico Social, onde os alimentos serão distribuídos. AJUDA Podem ser doados alimentos não perecíveis. A campanha irá trabalhar com a distribuição de cestas que contém 13 itens. Entre eles estão o arroz, açúcar, café, leite longa vida, fubá farinha de trigo, extrato de tomate e óleo. É importante frisar que ninguém está responsável por recolher alimentos nas residências e empresas, “Nós não estamos au-

torizando ninguém a fazer isso. Todas as pessoas que quiserem fazer as doações deverão entrar em contato com a ACID para serem encaminhados ao local onde serão entregues os alimentos. Para garantir essa transferência nós temos garantido o apoio do Ministério Público que vai acompanhar todo o desenrolar dessa campanha” destacou Geraldo. Os interessados em fazer as doações podem entrar em contato pelo e-mail: contato@ gemaquinas.com ou pelo telefone 3221-3925.


CIDADES 07

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Setor calçadista nacional passa por crise Sindicato afirma que Nova Serrana não sofre com o problema sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

O setor calçadista de todo o país vem sofrendo uma forte crise, para tentar reverter a situação a Câmara dos Deputados vem cobrando mudanças, inclusive do Ministério da Fazenda. Segundo a Confederação Nacional de Têxteis, Couro, Calçados e Vestuários taxar calçados importados desagravaria a situação. Contudo, o polo estadual de Nova Serrana, afirma não estar sendo afetado pela crise. Em nota o Sindicato Intermunicipal da Indústria do Calçado de Nova Serrana (Sindinova), informou em nome de seus associados, que não existe crise no setor calçadista na

região de Nova Serrana. “Existe uma baixa de vendas, em decorrência da própria economia e de medidas do governo para impedir o aumento da inflação, como restrição de linhas de crédito, aumento da taxa de juros e afins. Também não há demissões em massa, podendo alguma empresa, de forma isolada, ter diminuído o quadro de colaboradores, mas nada que se caracterize crise” informou a assessoria de comunicação do Sindicato. Entretanto um fornecedor de matéria prima, que preferiu não ter seu nome divulgado avalia que o mercado está em baixa. “Até para receber as notinhas está difícil, fiquei três dias sem receber nenhum pagamento” relatou. Moradores da cidade e comerciantes de outros setores já perceberam uma queda no comércio e observaram que algumas empresas demitiram funcionários. SOLUÇÃO Na última terça feira (24), uma audiência foi realizada para debater a crise no polo calçadista nacional. Na ocasião a presidente da Confederação Nacional

Divulgação

Sarah Rodrigues

A crise, conforme afirmou o Sindinova não atingiu a cidade, nem provocou demissões

de Têxteis, Couro, Calçados e Vestuários, Francisca Trajano, defendeu a taxação de calçados importados “de qualquer parte do planeta”. Segundo ela, essa medida vai viabilizar a geração de mais empregos no Brasil. A importação de produtos chineses é uma das principais causas da forte crise no setor.

IMPORTAÇÕES As últimas notícias da Agência Câmara afirmam que o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Milton Cardoso, chamou atenção para a importação ilegal e pediu a investigação da triangulação comercial. A China, por exemplo, deixa de

pagar tarifas fazendo a chamada ''exportação triangular'', quando envia seu produto primeiro a países isentos de taxas de exportação para o Brasil, como o Paraguai. Só depois o produto é vendido ao Brasil, como se fosse originado do país intermediário. Cardoso alertou ainda para mais

um “golpe” contra o setor: o fim dos incentivos fiscais para as fábricas do Nordeste, com a aprovação da reforma tributária. Autor do requerimento para realização dos debates, o deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA) informou que vai levar as reivindicações do setor calçadista ao ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele ressaltou que a crise tem provocado demissões, férias coletivas e até ameaças de fechamento de algumas unidades de produção. AVANÇOS O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de calçados (atrás de Índia e China) e o quinto maior exportador do produto. Ao longo do ano passado (2010), o comércio brasileiro vendeu 744 milhões de pares de calçados, um crescimento de 6% em relação a 2009, quando 702 milhões foram comercializados. Em 2008, ano marcado pela crise financeira mundial, o consumo subiu, mas em menor proporção: 3%, com 669 milhões de pares vendidos. Em 2010, em termos de valores, o setor contabilizou a venda de R$ 37,7 bilhões, contra R$ 33,5 bilhões em 2009 – avanço de 12,5%.


08 VARIEDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Paulo Henrique

psproducoesdivi@yahoo.com.br

Hoje é Dia de Tianastácia no Hangar

Conhecida no cenário nacional com a música 'Cabrobó', os mineirinhos do Tianastácia, voltam a Divinópolis hoje, com a turnê do disco TPM, "Tianastácia no País das Maravilhas". O show vai acontecer hoje, sexta-feira, (27), no Hangar Music Bar. A banda formada com apenas três integrantes em 1995 para participar de um festival, fez sucesso ao apresentar 'Cabrobó', música do primeiro álbum do Tianastácia, o 'Acebolado' (1996). Atualmente com Maurinho, Antônio, Podé, Júlio, Beto e Glauco a banda, que está no seu oitavo CD, apresenta um repertório com hits como 'Guardanapo', 'Conto de Fraldas', 'Sanatório' e 'Guardanapo de Buteco'. Quem for ao show vai poder curtir ainda versões de 'Faroeste Caboclo', do Legião Urbana e 'Balada do Louco' dos Mutantes. Informações: 37-3222-6665 ou acesse: www.hangarmusicbar.com.br

Sunga de Pano traz o melhor do pagode neste sábado na Lux Lounge

Camarote Brahma Country já está se esgotando

As vendas do espaço mais cobiçado da Divinaexpo 2011, estão a todo o vapor. Os ingressos para sexta (3), e sábado (4), já estão se esgotando. Os interessados em se divertir no Camarote Brahma Country na Divinaexpo, podem adquirir antecipadamente os ingressos. O posto de venda autorizado em Divinópolis é a Print Júnior. Informações podem ser obtidas através do telefone (37) 3221-4876. A Santarena, já liberou a venda também através do site www.ticket360.com.br com preços excelentes pra quem quer assegurar um lugar na área mais badalada da Divinaexpo, que recebeu ano passado a presença de personalidades da mídia e do mundo do rodeio. Todo mundo já sabe que o Camarote Brahma Country, é o espaço ideal para quem deseja ter conforto e diversão, pois proporciona aos convidados uma vista privilegiada. Além do agito e da badalação, que acontece no Camarote, os convidados desfrutarão de um Buffett exclusivo e open bar de chopp gelado. Ao lado, você confere algumas fotos das personalidades, e serviço que o camarote oferece.

Agenda Hangar Music Bar Sexta-Feira 27-05-11 Tianástacia Aldeia dB Chula Rock Band Dj JP Sábado 28-05-11 Tony & Alexandre Só Pinta Dj JP Informações: 37-3222-6665 www.hangarmusicbar.com.br

Babilonia Show Sexta-Feira 27-05-11 Nivaldo Braga e banda Fernando Viana e seus teclados Boate Sander Sound Sábado28-05-11 Banda Máquina do tempo (BH) Boate com Dj Informações: 37-3222-5055 www.babiloniashow.com.br

Vinny

Conhecido no Brasil deste 1997 quando lançou os hits “Mexe a Cadeira”, “Shake Boom” e “Te Encontrar de Novo”, o cantor Vinny, lança aqui em Minas Gerais, sua nova turnê na Boate Lux Lounge. A novidade fica por conta da incursão no ritmo eletrônico em seus shows e repertório! O Show acontece hoje sexta-feira (27), na Lux Lounge a partir das 23h. Informações: 37-3214-5707 ou acesse: www.luxlounge.com.br

PointBeer10Anos Sexta-Feira 27-05-11 Festa de Engenharia Civil Inesp Banda Batukerer Banda Tribu Jhonnes Dj Michel Franks Sábado 28-05-11 Arriba Fiesta II Banda Tekillas Grupo Simples Toque Dj Kbça

Quando se reuniram pela primeira vez, a intenção destes jovens que em comum tinham a paixão pela música era se divertir. O que eles não sabiam, é que esta união iria se transformar em sucesso. Do encontro descompromissado, a escolha do nome, uma brincadeira na comemoração do aniversário de um dos integrantes. O Sunga de Pano, vem com a intenção de fazer releituras de grandes sucessos, tendo como forte o alto astral e irreverência. Então, amanhã sábado (28), você vai curtir o melhor do samba e pagode com Sunga de Pano, na Lux Lounge. O show está previsto para as 0h. Siga o grupo no twitter: www.twitter.com/sungadepano. Informações: 37-3214-5707 ou acesse: www. luxlounge.com.br

Domingo 29-05-11 The Peppers Roda de Samba Informações: 37-3213 4929

Lux Lounge Sexta-Feira 27-05-11 Vinny Dj Taty Mesquita Sábado 28-05-11 Sunga de Pano Dj Taty Mesquita Informações: 37-3214-5707 www.luxlounge.com.br A Rainha da Divina Expo 2011 Evanilza,ao lado do das Princesas Renata Rodrigues e Elizamara Cury,e do Presidente do Sindicato Rural, Irajá Nogueira

A coluna não se responsabiliza por eventuais alterações na programação

Sugestões e críticas: psproducoesdivi@yahoo.com.br | Twitter.com/phnovafm De segunda a sexta-feira, de 12:00h às 17:00h ao vivo pela Rádio Nova FM


VARIEDADES 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

NELSON PORTO

15 Anos

Fernanda de Paula Vitor, filha do casal de advogados Elbert Lourenço Vitor e Sandra Regina de Paula Vitor, completou seus 15 anos no último sábado. A comemoração foi no salão Hawai, decorado por Rogério, from Lagoa da Prata, com direito a DJ e música ao vivo. Os registros destes 15 anos ficaram por conta Bruno Saldanha (book) e Carlúcio Martins (fotos e filmagem); Ed Rodrigues assinou os modelitos, Kazuza a maquiagem/ cabelo e Fátima Carvalho o cerimonial. Requinte e glamour não faltaram à festa, tendo o momento maior, quando a aniversariante entrou no salão, acompanhada por três príncipes e foi presenteada por seus pais com um exuberante anel de brilhante. Valsa, parabéns a voce, o carinho de suas irmãs Izabella e Messera e muita alegria também fizeram parte desta noite inesquecível. Parabéns!

Fotos: Carlúcio Martins

nelsonporto@gazetaoeste.com.br


10 VARIEDADES

Horóscopo Suas opiniões pessoais podem não ser bem aceitas, evite se impor para não ser recusada.

Seu apego a bens materiais pode lhe dar um grande trabalho hoje, hora de abrir a mão.

Preocupações com os seus recursos e dificuldades para atingir o seus objetivos pessoais.

Respire fundo antes de olhar o extrato bancário, pode ser bem difícil fechar o mês!

Pode espernear a vontade, hoje dificilmente você resolve as coisas apenas do seu jeito.

Prepare-se para ouvir lamentações e queixumes daqueles que costumam se apoiar em você.

Dia de voar sozinha, as pessoas podem não estar tão disponíveis para acompanhar você.

Boca fechada para não virar bode expiatório, se há problemas eles não são somente seus.

Se sentir que precisa, pode começar a rezar, o dia não parece trazer muitas soluções.

Alerta vermelho! A grana pode estar curta e tudo pode virar motivo para fechar a mão.

Pode começar a ir criando desculpas pois todo mundo vai querer saber o que está havendo.

Apego emocional a pessoas ou situações do passado pode colocar você na contra mão.

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Novelas Malhação Globo - 17h30

Pedro fica chocado com a resposta de Raquel. Maicon se enfurece com Dona Zica. Eric chega no meio do ensaio de Josiane e desmascara o suposto fotógrafo. Tereza confessa a João que gostaria de casar e ter filhos e ele diz que estes passos não estão em seus planos. Catarina revela a Babi que começou a namorar Guilherme e Pedro ouve. Dodói avisa a Pedro que conseguiu rastrear o e-mail de Raquel.

Cordel Encantado Globo - 18h

Herculano chega com o príncipe ao acampamento e avisa Cândida sobre o acordo que fez com Jesuíno. Augusto acredita que exista uma relação entre Herculano e Jesuíno, mas Úrsula e Nicolau tentam desfazer as suspeitas do rei. Jesuíno ateia fogo na tenda de Herculano e consegue salvar Inácio. Filó fica nervosa ao ouvir Neusa falar sobre Bartira. Florinda ouve as crianças conversando sobre Petrus. Jesuíno leva Inácio até o palácio.

Morde e Assopra Globo - 19h

Dulce acolhe Guilherme em sua casa. Dulce conversa com Guilherme e descobre as mentiras do filho. Naomi conta para Ícaro que Rafael teve uma enfermeira chamada Amanda. Pimentel revela a Ícaro que tem novidades sobre Naomi. Leandro procura Naomi e pergunta se ela tem uma irmã gêmea. Dulce sugere que Guilherme procure emprego de faxineiro. Alice desperta no hospital e pergunta por Guilherme. Minerva manda prender Guilherme. Júlia avisa a Dulce que Guilherme foi preso.

Insensato Coração Globo - 21h

Norma tenta cativar Teodoro, que fica encantado por ela. Léo manipula Eunice para ajudá-lo. Fabíola apresenta Norma para Zuleica. Quim instala uma câmera no computador de Rafa. Norma descobre que Pedro é irmão de Léo. Raul e Carol vão ao cinema e encontram Oscar e Gilda. Norma convida Márcio para sair e planeja um golpe contra ele. Rafa e Cecília namoram e o vídeo é divulgado na internet por Vinícius e Quim. Natalie pensa em fazer um jantar de noivado e Cortez acha graça. Oscar demite o acompanhante de Teodoro e contrata Norma.

Amor e Revolução SBT - 22h15

Uma oficial revista Jandira e Maria e encontra uma arma. Jandira e Batistelli atacam e desarmam os soldados. Batistelli joga uma bomba e explode a guarita militar na fronteira. Padre Inácio é espancado por Fritz. Feliciana ameaça dar veneno a Alice e Lara. Lúcia telefona para Thiago e conta que foi ameaçada por policiais do Dops. Em reunião com Marina e Marcela, Thiago diz que vai ver como está a mulher. Marina fica desconsolada e Marcela tenta tranquilizá-la. Marina diz que vai esquecer Thiago e pede a Marcela que a esqueça também. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora, estando sujeitos a eventuais alterações.

Maurício Mattar perde papel em Fina Estampa, de Aguinaldo Silva Escalado para o núcleo de personagens que vão transitar na praia, em Fina Estampa, Maurício Mattar não vai mais interpretar o personagem idealizado para ele. De acordo com o jornal Extra, o motivo é que o ator está acima do peso e sem muita resistência física. Com isso Mattar, que está há 10 anos longe do horário nobre, perdeu a vaga para Carlos

Machado. Aguinaldo Silva, autor do folhetim, garante que o ator não ficará sem personagem e estuda uma nova colocação para ele. O trabalho mais recente de Carlos Machado, que além de ator, é dentista e atende clientes famosos como Marco Antônio Gimenez, fez o conde Drácula, no humorístico Zorra Total, ano passado.

Barack Obama visita Família Real Britânica e comete gafe Depois de passar alguns dias na Irlanda, o Presidente americano Barack Obama e sua mulher Michele Obama, viajaram para a Inglaterra e foram recepcionados pelo Príncipe William e Kate Middleton, que já retornaram da lua de mel nas ilhas Seychelles. Na noite da última terça-feira (24), Barack Obama e a primeira-dama compareceram a um jantar oferecido pela Rainha Elizabeth II para inúmeros convidados, em homenagem exatamente ao presidente americano. Porém, o presidente americano cometeu uma grande gafe durante o jantar. Ao começar a fazer um discurso à Rainha Elizabeth, o hino nacional britânico começou a tocar. Indiferente ao momento protocolar,

Kelli Nascimento

Obama continuou a falar e até finalizou com a proposta de um brinde a Elizabeth II, que não teve êxito. Após a execução do hino, Obama e Rainha Elizabeth finalmente realizaram o brinde. A visita à Inglaterra, que vai durar até quinta-feira, tem como objetivo reforçar a "relação especial" entre os dois países. Em seu encontro com o primeiro-ministro David Cameron nesta quarta-feira (25), os prováveis assuntos abordados entre eles serão a luta contra o terrorismo e a situação no Afeganistão e Paquistão após a morte do líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama Bin Laden. Depois da Inglaterra, Obama ainda visitará a França, para participar da cúpula do G8, e a Polônia, antes de retornar aos Estados Unidos.

kellinutri@gmail.com

VOCÊ SOFRE COM GASTRITE E AZIAS? Um dos grandes males que está incomodando a humanidade, cresce a cada dia o número de incidências da azia e gastrite. PRIMEIRO PASSO : CUMPRIMENTO DOS HORÁRIOS Os horários são muito importantes no equilíbrio da alimentação que faria com que o sistema digestório comece a aceitar mais certos tipos de alimentos. Geralmente quem sofre desse mal, restringe muito os alimentos, frutas mais ácidas, leite, etc. Na verdade o que se deve fazer é acrescentar os alimentos devagarinho como se faz com o bebê, a cada dia se oferece um alimento que foi restrito na dieta em quantidades pequenas para observar a reação do organismo em relação aquele alimento. SEGUNDO PASSO: FRACIONAMENTO DAS REFEIÇÕES As refeições devem ser muito bem fracionadas para ativação do metabolismo, digestibilidade melhorada do sistema digestório. No mínimo 6 refeições por dia contadas de 3 em 3 horas ou melhor ainda de 2 em 2 horas. TERCEIRO PASSO: QUANTIDADE DAS REFEIÇÕES Como na alimentação bem fracionada, a quantidade deve ser bem pequena, não se deve em momento algum realizar refeições grandes e gordurosas ou ainda com uma quantidade grande de açúcar.

QUARTO PASSO: QUALIDADE A escolha da qualidade dos alimentos influencia de forma significativa par a melhoria ou piora dos sintomas da gastrite e azias. ALIMENTOS QUE PODEM AJUDAR A AMENIZAR A SITUAÇÃO Alimentos contendo lactobacillus como o leite, a coalhada, iogurte natural podem ajudar a aliviar as dores, eles têm a função de renovação da flora intestinal. A gelatina de cor clara também pode ajudar a aliviar as dores. As frutas em geral ajudam a amenizar os sintomas. No início do tratamento deve-se retirar as cascas das frutas por causa do excesso de fibras contidas nelas que colaboram para o corrimento de flatulências que podem intensificar os sintomas. TRATAMENTO PARA EMAGRECIMENTO E REEDUCAÇÃO ALIMENTAR 1º MÓDULO: Avaliação nutricional de todos os elementos do grupo 2º MÓDULO: Entrega da dieta individual 3º MÓDULO: Palestra sobre dicas de alimentação saudável 4º MÓDULO: Dicas de supermercado 5º MÓDULO: Visita ao supermercado Interessados ligar no tel 88112388 99514034 Consultório: Edº Paulo 6º na 1º de Junho nº 420 8º andar sala 802


ESPECIAL 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Divinaexpo: sinal de giro econômico para Divinópolis NATALIA SANTOS

natalia.santos@gazetaoeste.com.br

Para quem acha que a Divinaexpo é apenas um evento cultural de Divinópolis está enganado. Por trás da festa existem elementos tão importantes quanto o entretenimento da cidade. A dica é ficar de olho nas oportunidades econômicas que a festa propicia à cidade e parte da região Centro Oeste de Minas Gerais. Seja com restaurantes, hotéis, pensões, bar e estacionamento, a chegada de pessoas para a festa aumenta o giro econômico da cidade e beneficia vários cidadãos “empreendedores”. Este ano, a movimentação começou com a escolha da Rainha e Princesas do Rodeio e o primeiro leilão de gado, realizado no último final de semana. A 41ª exposição começa dia 1º em comemoração aos 99 anos da cidade com o cantor Daniel. Nem mesmo Zé Capitão, um dos tropeiros mais respeitados no mundo do rodeio, imaginou que o evento hoje se transformasse em uma das maiores festas do Brasil. “Nós, depois de Barretos, temos a melhor festa de rodeio do país. Hoje a festa está na boca do povo”, revela Irajá Nogueira, presidente do Sindicato Rural de Divinópolis. Este ano a programação foi elaborada de acordo com o pedido da população. A organização escolheu as bandas sertanejas queridinhas do momento para agradar todo o público divinopolitano e região. De acordo com o presidente, é imensurável o aumento de emprego indireto e direto na cidade. Ele apontou os estacionamentos próximos ao parque como exemplo de geração de renda. “É um incremento econômico muito grande para a cidade. Esta importância passa despercebida pela sociedade”. Durante os cinco dias de shows mais bandas se apresentam no Parque de Exposições. Maria Cecília e Rodolfo, Fernando e Sorocaba, Michel Teló , João Bosco e Vinícius são as atrações deste ano. A festa vem numa curva ascendente, e há vários

anos apresenta uma onda de crescimento. Quem vem um ano, comparece e não quer perder a próxima edição. Desta forma a expectativas são de que o público iguale ou até mesmo ultrapasse os números do ano passado. Montarias O rodeio em touros este ano será organizado mais uma vez pela PBR (Professional Bull Riders). Competição que terá sua final em Las Vegas, sonho de qualquer peão de rodeio do

Brasil. Para o presidente do sindicato, a montaria irá atrair nomes renomados para a edição da Divinaexpo, já estando confirmada a presença do campeão mundial Guilherme Marques. “Nesta data, não há nenhum outro evento da PBR em nenhum lugar do Brasil e nos Estados Unidos, o que firma ainda mais a presença de grandes montadores do mundo”, salientou. Além das montarias em touro, o rodeio de cavalos também atrairá nomes

de bons profissionais brasileiros. O campeão de Divinópolis garante uma vaga em Barretos, maior rodeio do Brasil. Dentro do projeto Cowboy do Futuro haverá também, como já é tradicional, o rodeio em carneiros. A novidade desta edição é que os pequeninos terão um palco específico só para os novos talentos. As crianças que quiserem participar, que dançam, cantam, que narram rodeio, tocam berrantes, terão a chance de mostrar para o público o seu

começar às 22h. Na quinta-feira começa o rodeio profissional às 19hs. A abertura dos portões está prevista para as 18hs e a abertura do rodeio às 19hs. O público poderá curtir os rodeios de cavalos, em touros e os shows que deverão começar por volta de 00h. Na quinta-feira (2) e domingo (5) os shows se iniciam mais cedo às 23hs. A locução ficará a cargo de Fábio Pereira, Gleidson Rodrigues e Rafael Vilela. São os três melhores locutores do Brasil. “Queremos dar a oportunidade para todos, o povo gosta e eles têm a função primordial de animar o público. Este ano terá a volta do Gleidson Rodrigues que há cinco anos não participa conosco”, destacou Nogueira. O parque é movimentado o dia inteiro. O Rancho do Peãozinho ficará aberto para as escolas, onde a criançada poderá curtir as exposições de animais durante todos os dias. No palco Ilumina, destaque talento, no espaço dentro do este ano, cantam as bandas Rancho do Peãozinho. Haverá regionais, Munhoz e Mariano, também exposição de Gado Noli e se o contrato for fechado Brahman, Cavalos Manga Larga Marcelinho de Lima e Camargo e Campolina. Para as mulheres, também poderão ser atrações a prova dos tambores terá uma do palco II da Divinaexpo. No premiação de mais de 15 mil re- sábado, durante a Queima do ais para as vencedoras da prova. Alho a animação ficará por conta E isto, segundo Irajá de cantores e instrudeve atrair grandes mentistas de moda “A gente trabalha nomes de “tambode viola, encontro com segurança em reiras” de Minas e dos “catireiros” e a primeiro lugar. Nos do Brasil. moda de raiz.

estacionamentos, reforço dentro e fora do parque e nossa estratégia tem dado resultados nas últimas edições”

Programação A 41ª Divinaexpo começa na quarta-feira (1º) com entrada franca (dois quilos de alimentos). O dia também será marcado pela abertura do projeto Cowboy do Futuro com o rodeio em carneiros. A previsão é que às 18h os portões já estejam abertos para a chegada do público. Na quarta-feira tem também a missa Country agendada para as 18hs e o show do cantor Daniel está previsto para

Segurança O presidente do Sindicato Rural revela que como todo ano, um projeto de segurança junto ao o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foi feito. “A gente trabalha com segurança em primeiro lugar. Nos estacionamentos, refôrço dentro e fora do parque e nossa estratégia tem dado resultado nas últimas edições. Não aconteceu nos últimos anos quase nenhum acidente grave. Mas isto acontece devido

ao trabalho de prevenção junto com as forças de segurança. E este ano esperamos não ser diferente. Sempre falo nas reuniões que devemos seguir determinações do Corpo de Bombeiros, trabalhamos juntos, tenho um engenheiro que está comigo há 13 anos e conhece o parque. A

plano de marketing, o que resultou na segunda maior festa de rodeio do País.

cada ano procuramos adequar o que eles pedem e graças a Deus trabalhamos pela prevenção”, afirma Irajá. Calendário O rodeio de Divinópolis nasceu em 1955 e já foi realizado no campo do Flamengo, depois foi para alguns bairros, mas a festa comemora 41 anos sendo realizada no Parque de Exposições.

almoço do sábado estarão contribuindo para a manutenção do Instituto. Neste dia, conta Irajá, o pessoal faz comida no fogão à lenha improvisado e troca idéias com os peões, cavaleiros e os participantes que sempre comparecem ao evento. Além da contribuição com os ingressos, durante a Queima do Alho a organização promoverá um desafio chamado Desafio do Bem. A

A festa divinopolitana foi um dos primeiros rodeios brasileiros, junto com Barretos, Luz e Cláudio. E isto justifica a paixão dos divinopolitanos pela festa. Faz parte da história de Divinópolis e todos cresceram ouvindo falar do rodeio. A evolução se deu a partir do ano 2000 com o rodeio profissional, com as empresas e o

intenção é convidar um campeão de montaria, o qual desafiará um touro difícil. As pessoas poderão comprar rifas apostando no peão ou no touro. Todos que apostaram no ganhador participarão de um sorteio e concorrerão a uma moto 0 km, a arrecadação das rifas será destinada para o Helena Antipoff e o Hospital São João de Deus.

Beneficente Este ano a Queima do Alho será em benefício do Instituto Helena Antipoff. Aqueles que comprarem o ingresso para o

saiba mais Ingressos individuais Venda limitada a 5 ingressos por pessoa Data 01.06

Shows Daniel

02.06

Maria Cecília & Rodolfo Munhoz e Mariano Fernando & Sorocaba Henrique e Diego João Bosco & Vinícius Michel Teló Gusttavo Lima Fred e Gustavo

03.06 04.06 05.06

Preço unitário 2 kg de alimento não perecível R$ 20,00 R$ 30,00 R$ 30,00 R$ 20,00


12 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Professor denuncia descaso com escola municipal

Venilton Ferreira

Escola Municipal Professor Bahia sofre com abandono Venilton Ferreira Da Redação

O Professor Laércio Oliveira criticou a administração pública ao denunciar a situação da Escola Municipal Professor Bahia, no Bairro Nova Holanda, onde trabalha. A escola, que já tem 20 anos de existência, atende também os Bairros Cidade Jardim e Santos Dumont. Segundo ele a mídia nacional tem mostrado com certa frequência a realidade das escolas públicas em diferentes áreas do país. As pesquisas mostram a falta de estrutura, as condições precárias e a falta de compromisso do poder público com o ensino e a aprendizagem. Ele informou que, no último domingo, uma professora do Rio Grande do Norte fez uma denúncia num programa de televisão aberta e já recebeu mais de 44 mil acessos no seu site aprovando e parabenizando a iniciativa da professora. Laércio quis mostrar que o nosso município apresenta o mesmo problema que a maioria das escolas públicas do país. A escola citada pelo professor tem aproximadamente 400 alunos que dividem 02 banheiros, sendo 01 masculino e 01 feminino. Na instalação masculina, apenas um vaso sanitário está funcionando. Existem mais dois banheiros, mas se encontram desativados porque, como os dejetos são jogados em uma fossa por não haver rede de esgotos, as instalações precisam ser refeitas. O professor informou que, segundo a diretora, há um projeto para melhorar a infraestrutura da escola, mas, por enquanto, nada foi feito. Um quartinho é usado como biblioteca, mas está cheio de mofo, sem condições de uso. Em relação à merenda é de excelente qualidade, mas a escola não tem estrutura para o serviço. Perde-se 15 minutos da aula para ser servida nas salas de aula porque não existe um refeitório. Os computadores estão sem funcionar porque não tem técnico para ensinar os alunos. Na entrada da quadra há um buraco grande trazendo riscos para os alunos sem que nada seja feito. O professor disse quer vai propor que a escola desfile no dia 1º de junho portando faixas denunciando a situação da escola. O professor Laércio citou o projeto de lei nº 480/2007, do senador Cristóvão Buarque que obriga a todos os políticos, em todos os níveis, a matricular seus

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Registro de Imóveis da Comarca de Itapecerica – MG Praça Michel Moussa Slailati,nº25, Itapecerica – MG Oficiala: Dra. Eloísa Afonso Rios EDITAL PARA REGISTRO DE LOTEAMENTO ELOÍSA AFONSO RIOS, Oficiala do Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Itapecerica-MG, na forma da lei, etc. FAZ SABER a quantos este EDITAL virem, ou dele tiverem conhecimento, que, GL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA – MG, CNPJ 08.436.254/0001-69, estabelecida em Itapecerica-MG, na Praça São Francisco, nº 140, centro e JOSÉ SEBASTIÃO TAVARES, fazendeiro, CPF nº 165.574.686-34, CI nº M-454. 107-SSPMG e sua esposa MARIA CONCEIÇÃO TAVARES, do lar, CPF nº 581.949.836-49, CI nº M-3. 344.810-SSPMG, brasileiros, residentes e domiciliados na Avenida Paulo VI, nº 1881, Bairro Nossa Senhora Aparecida, na cidade de São Sebastião do Oeste - MG, depositaram a documentação exigida pela Lei nº 6.766, de 19/12/1979 para REGISTRO DE LOTEAMENTO de sua propriedade, denominado “PROLONGAMENTO LOTEAMENTO SÃO JOSÉ”, situado no perímetro urbano de São Sebastião do Oeste - MG, no lugar denominado “FAZENDA SÃO SEBASTIÃO”, com área total de 37.000,00 m², matriculado sob o nº 25.388, Livro 2-Registro Geral, em 11/02/2011, no Registro de Imóveis da Comarca de Itapecerica-MG. O loteamento é constituído de 63 lotes distribuídos em 05 quadras, perfazendo a área loteada de 24.049,81 m². Foram destacados para o sistema viário 11.950,19 m² e para área pública 1,000,00 m². As impugnações de todos que se julgarem prejudicados deverão se apresentadas no Registro de Imóveis, situado na Praça Michel Moussa Slailati, nº 25, centro, em Itapecerica-MG, no prazo de até 15 (quinze) dias após a terceira publicação deste Edital. Não havendo impugnação, o loteamento será registrado de acordo com a lei. Itapecerica, 20 de Maio de 2011. Eloísa Afonso Rios, Oficiala do Registro de Imóveis da Comarca de Itapecerica.

filhos e demais dependentes em COMUNICADO DE EXTRAVIO DE DOCUMENTOS FISCAIS escolas públicas. Se for aprovado A empresa Borges e Araújo Empreendimentos e Serviços Ltda. Portadora do CNPJ: 05.564.451/0001-75 Inscrição Municipal 20.929 situada na Rua Rio de Janeiro, 108 sala 02 Centro Divinópolis MG comunica o extravio as condições vão melhorar e mude: dois (2) blocos de notas fiscais “SERIE F” sem uso, números 000251 a 000350, e também do livro RUDFTO – Registro Utilização Documentos Fiscais e Termos de Ocorrências. Tornando-os sem nenhum valor fiscal. BALANÇO FITEDI dar a realidade doDOMG Brasil.2011_Fitedi DOMG.qxd 25/05/2011 15:08 Página 1

COMPANHIA FIAÇÃO E TECELAGEM DIVINÓPOLIS CNPJ: 20.147.161/0001-10

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO cambial permanece influenciando negativamente, impondo-nos desafios ainda maiores. Nesse sentido, o ano foi de consolidação das mudanças iniciadas há alguns anos, buscando direcionar a produção para produtos de maior valor agregado, bastante voltados ao consumidor final. Com isso, nossa busca agora é manter condições competitivas de produção e crescimento em volumes, que, a despeito da pressão dos custos (especialmente matérias-primas como o algodão), nos permite acreditar estarmos no caminho correto. Na oportunidade, renovamos nossos agradecimentos aos funcionários, aos demais colaboradores e fornecedores, sem cuja dedicação, compreensão e empenho não teria sido possível a realização dos nossos trabalhos. A Administração

Senhores Acionistas, Cumprindo disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V. Sas. o Balanço Patrimonial, as Demonstrações Financeiras e o Parecer dos Auditores Independentes, relativos ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2010. Confirmando nossas projeções de um ano antes - quando vínhamos conseguindo recuperar margens operacionais em nossos produtos - e estimamos crescimento de volumes de venda, tivemos um ano de 2010 com expressivo crescimento das nossas receitas, algo da ordem de 20% no período, resultando em um aumento nos lucros próximo a 50%. Evidente que estes resultados refletem também a melhora das condições econômicas do país (demanda interna aquecida), mas de nada adiantariam tais mudanças se não tivéssemos criado condições operacionais para aproveitá-las. Especialmente porque a questão

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 - (Em Reais) ATIVO

2010

CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa Duplicatas a receber Estoques (Nota 5) Impostos e contribuições a recuperar Adiantamentos Créditos com acionistas Despesas do exercício seguinte Outros créditos NÃO CIRCULANTE Realizável a longo prazo Depósitos judiciais para recursos Depósitos trabalhistas para recursos Impostos a recuperar Créditos tributários diferidos (Nota 6) Investimentos Imobilizado (Nota 7) Intangível Total do Ativo

PASSIVO

2009

2010

2009

CIRCULANTE Fornecedores 4.249.010 Empréstimos e financiamentos (Nota 9) 11.419.556 Obrigações com pessoal 633.220 Obrigações sociais 377.997 Obrigações tributárias 558.428 Dividendos e juros sobre capital próprio a pagar 1.688.637 Outras obrigações 135.853 Provisões sobre folha de pagamento 1.068.958 20.131.659 NÃO CIRCULANTE Exigível a longo prazo Financiamentos (Nota 9) 5.288.756 Provisão de contribuição social e IR diferidos 606.835 Obrigações tributárias em litígio 1.916.894 7.812.485 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social 23.647.125 Reservas de capital 321.584 Reservas de lucros 12.323.405 Ações em tesouraria (1.973) 36.290.141 Total do Passivo 64.234.285

146.544 59.630 16.411.810 9.879.266 20.084.835 22.232.479 1.354.973 976.762 377.118 402.464 511 68.721 76.186 100.190 105.893 38.544.191 33.733.191 1.927.098 1.927.098 9.357 376.992 484.657 650.499 946.250 2.954.589 3.367.362 178.209 178.209 22.502.277 22.553.540 55.019 69.705 25.690.094 26.168.816 64.234.285 59.902.007

2.944.314 13.131.813 605.100 356.933 469.772 1.684.821 219.787 1.020.538 20.433.078 4.157.307 491.929 1.916.894 6.566.130 22.000.000 321.584 10.581.215 32.902.799 59.902.007

As notas explicativas integram as Demonstrações Contábeis DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 (Em Reais)

RECEITA BRUTA DAS VENDAS

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA DOS EXERCÍCIOS FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 (Em Reais)

2010

2009

69.036.086

57.578.988

2010 Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro líquido do exercício 3.699.968 Ajustes Depreciação 2.837.347 Reversão de provisão 28.935 6.566.250 (Acréscimo) decréscimo de ativos Duplicatas a receber (6.532.544) Estoques 2.147.644 Impostos e contribuições a recuperar (378.211) Adiantamentos 25.346 Créditos com acionistas 511 Despesas do exercício seguinte 7.465 Outros créditos 15.060 Impostos a recuperar 107.665 Créditos tributários diferidos 295.751 (4.311.313) Acréscimo (decréscimo) de passivos Fornecedores 1.304.696 Obrigações com pessoal 28.120 Obrigações sociais 21.064 Obrigações tributárias 88.656 Dividendos e juros capital próprio a pagar 3.816 Outras obrigações (83.934) Provisões sobre folha de pagamento 48.420 Parcelamento de tributos Provisão de contribuição social e IR diferidos 114.906 Obrigações tributárias em litígio Parcelamento de tributos 1.525.744 Caixa líquido proveniente das atividades operacionais 3.780.681 Fluxo de caixa das atividades de investimentos Adições de imobilizado e intangível (3.761.706) Baixas de imobilizado 975.622 Caixa líquido das atividades de investimentos (2.786.084) Fluxo de caixa das atividades de financiamentos Ingresso de empréstimos e financiamentos 4.608.096 Pagamento de empréstimos e financiamentos, incluindo juros (5.188.904) Juros sobre o capital próprio (1.974.000) Aumento de capital social 1.647.125 Caixa líquido das atividades de financiamentos (907.683) Redução de caixa e equivalentes de caixa 86.914) Disponibilidades no início do exercício 59.630 Disponibilidades no final do exercício 146.544 Aumento/Redução de caixa e equivalentes de caixa 86.914)

DEDUÇÕES DA RECEITA Vendas canceladas e descontos Impostos incidentes sobre vendas

(512.434)

(594.096)

(10.963.129)

(9.272.048)

(11.475.563)

(9.866.144)

57.560.523

47.712.844

(43.891.255)

(38.231.587)

13.669.268

9.481.257

Despesas administrativas

(4.276.416)

(3.621.354)

Despesas comerciais

(3.194.907)

(2.393.258)

RECEITA LÍQUIDA DAS VENDAS CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS LUCRO BRUTO RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS

Perdas no recebimento de créditos Despesas financeiras Receitas financeiras

(367.494)

(3.429.880)

(3.408.313)

470.080

Reversão de provisões Outras despesas operações continuadas Variações monetárias líquidas

(52.473)

33.701

(429.742)

(158.955)

44.891 (10.835.306)

LUCRO OPERACIONAL OUTRAS RECEITAS/DESPESAS LUCRO ANTES DAS PROVISÕES Contribuição Social e IRPJ Juros s/capital próprio – Reversão

1.129.721

33.141

2.833.962 (160.706) 2.673.256 (947.288)

(17.709) (8.803.661) 677.596 100.291 777.887 (280.592)

1.974.000

1.975.000

LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 3.699.968

2.472.295

Lucro por lote de 1.000 ações – R$

3,18

2,23

As notas explicativas integram as Demonstrações Contábeis

2009 2.472.295 3.352.870 5.825.165 (206.744) 643.565 (393.508) (192.964) 16.371 (2.382) (375) 85.875 221.030 170.868 (262.970) 40.715 25.090 251.499 1.542.593 61.253 76.947 (131.405) 18.281 (467.022) 1.154.981 7.151.014 (3.314.336) 407.371 (2.906.965) 14.869.023 (17.671.242) (1.975.000) 118.354 (4.658.865) (414.816) 474.446 59.630 (414.816)

As notas explicativas integram as Demonstrações Contábeis

DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 E 2009 (Em Reais)

Saldos em 31 de dezembro de 2008 Aumento de capital Reversão tributos diferidos IRPJ/CSLL Lucro líquido do exercício Juros sobre capital próprio Destinações: Constituição de reservas Saldos em 31 de dezembro de 2009 Aumento de capital Aquisições de Minoritário Reversão tributos diferidos IRPJ/CSLL Lucro líquido do exercício Juros sobre capital próprio Destinações: Constituição de reservas Saldos em 31 de dezembro de 2010

Reservas de Capital Reservas de Lucros Correção Lucros à Capital Monetária Incentivos Disposição da Lucros Ações em Social Especial Fiscais Legal Assembléia Acumulados Tesouraria Total 20.647.375 25.468 296.116 1.453.273 9.836.087 - 32.258.319 1.352.625 (1.234.271) 118.354 -

-

-

-

28.831 -

2.472.295 (1.975.000)

22.000.000 1.647.125 -

25.468 -

296.116 -

123.615 1.576.888 -

373.680 9.004.327 -

(497.295) -

-

-

-

-

16.222 -

3.699.968 (1.974.000)

23.647.125

25.468

296.116

184.998 1.761.886

1.540.970 10.561.519

(1.725.968) -

As notas explicativas integram as Demonstrações Contábeis

-

28.831 2.472.295 (1.975.000)

- 32.902.799 - 1.647.125 (1.973) (1.973) -

16.222 3.699.968 (1.974.000)

(1.973) 36.290.141

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEISEM 31 DE DEZEMBRO 2010 E 2009 (Em Reais) compra de bens ou serviços não forem recuperáveis junto às 1. CONTEXTO OPERACIONAL autoridades fiscais, hipótese em que são reconhecidos como parte do A Companhia Fiação e Tecelagem Divinópolis tem como principais custo de aquisição do ativo ou do item de despesa, conforme o caso; atividades a industrialização e o comércio de produtos de fiação, •quando os valores a receber e a pagar forem apresentados juntos com tecelagem e confecção, em suas variadas formas e fases; a o valor dos impostos sobre vendas; e •o valor líquido dos impostos importação e exportação de produtos correlatos, assim como outras sobre vendas, recuperável ou a pagar, é incluído como componente operações adequadas à promoção dos fins sociais, inclusive geração dos valores a receber ou a pagar no balanço patrimonial. 3.10.Ativos de energia elétrica e atividades de reflorestamento para consumos em e passivos não circulantes - Compreendem os bens e direitos sua unidade industrial. As demonstrações contábeis da Companhia realizáveis e deveres e obrigações vencíveis após doze meses Fiação e Tecelagem Divinópolis para o exercício findo em 31 de subseqüentes à data base das referidas Demonstrações Contábeis, dezembro de 2010 foram autorizadas para emissão de acordo com acrescidos dos correspondentes encargos e variações monetárias aprovação da administração da Companhia. incorridas, se aplicável, até a data do balanço. 3.11.Ajuste a valor 2. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS presente de ativos e passivos - O ajuste a valor presente de ativos e As demonstrações contábeis foram elaboradas e estão sendo passivos monetários é calculado, e somente registrado, se apresentadas em conformidade com as práticas contábeis adotadas no considerado relevante em relação às demonstrações contábeis. Para Brasil, que compreendem os pronunciamentos do Comitê de fins de registro e determinação de relevância, o ajuste a valor presente Pronunciamentos Contábeis (CPC). é calculado levando em consideração os fluxos de caixa contratuais e 3. PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS a taxa de juros explícita, e em certos casos implícita, dos respectivos 3.1. Moeda funcional - As Demonstrações Contábeis estão ativos e passivos. Com base nas análises efetuadas e na melhor apresentadas em Reais (R$), que é a moeda funcional da Sociedade. estimativa da administração, A Sociedade concluiu que o ajuste a 3.2. Caixa e Equivalentes de Caixa - A Sociedade considera valor presente de ativos e passivos monetários circulantes é equivalentes de caixa: (i) uma aplicação financeira de irrelevante em relação às Demonstrações Contábeis e, dessa forma, conversibilidade imediata em um montante conhecido de caixa e não registrou nenhum ajuste. estando sujeita a um insignificante risco de mudança de valor, e/ou 4. JULGAMENTOS, ESTIMATIVAS E PREMISSAS (ii) um investimento quando tem vencimento de curto prazo, por CONTÁBEIS SIGNIFICATIVAS exemplo, três meses ou menos, a contar da data da contratação. 3.3. A preparação das Demonstrações Contábeis da Empresa requer que a Instrumentos financeiros - A Empresa classifica seus ativos administração faça julgamentos e estimativas e adote premissas que financeiros sob as seguintes categorias: mantidos até o vencimento e afetam os valores apresentados de receitas, despesas, ativos e empréstimos e recebíveis. A classificação depende da finalidade para passivos, bem como as divulgações de passivos contingentes, na data a qual os ativos financeiros foram adquiridos. A administração base das Demonstrações Contábeis. Contudo, a incerteza relativa a determina a classificação de seus ativos financeiros no essas premissas e estimativas poderia levar a resultados que reconhecimento inicial. (i) Ativos financeiros mantidos até o requeiram um ajuste significativo ao valor contábil do ativo ou vencimento Ativos financeiros não derivativos com vencimentos passivo afetado em períodos futuros. Existem incertezas com relação fixos são classificados como mantidos até o vencimento quando a à interpretação de regulamentos tributários complexos e ao valor e Empresa tiver manifestado intenção e capacidade financeira para época de resultados tributáveis futuros. Dado o amplo aspecto de mantê-los até o vencimento. Após a avaliação inicial, os relacionamentos de negócios internacionais, bem como a natureza de investimentos mantidos até o vencimento são avaliados ao custo longo prazo e a complexidade dos instrumentos contratuais amortizado utilizando o método da taxa de juros efetiva, menos existentes, diferenças entre os resultados reais e as premissas perdas por redução ao valor recuperável. O custo amortizado é adotadas, ou futuras mudanças nessas premissas, poderiam exigir calculado levando em consideração qualquer desconto ou prêmio ajustes futuros na receita e despesa de impostos já registrada. A sobre a aquisição e taxas ou custos incorridos. A amortização dos Sociedade constitui provisões, com base em estimativas cabíveis, juros efetivos é incluída na rubrica receitas financeiras, na para possíveis consequências de auditorias por parte das autoridades demonstração do resultado. (ii) Empréstimos e recebíveis Incluemfiscais das respectivas jurisdições em que opera. O valor dessas se nessa categoria os empréstimos concedidos e os recebíveis que são provisões baseia-se em vários fatores, como experiência de auditorias ativos financeiros não derivativos com pagamentos fixos ou fiscais anteriores e interpretações divergentes dos regulamentos determináveis, não cotados em um mercado ativo. São incluídos tributários pela entidade tributável e pela autoridade fiscal como ativo circulante, exceto aqueles com prazo de vencimento responsável. Essas diferenças de interpretação podem surgir numa superior a 12 meses após a data do balanço (estes são classificados ampla variedade de assuntos, dependendo das condições vigentes no como ativos não circulantes). Os empréstimos e recebíveis da respectivo domicílio da Sociedade. Empresa compreendem o contas a receber de clientes e demais contas 5. ESTOQUES a receber, exceto os investimentos de curto prazo. Os empréstimos e recebíveis são contabilizados pelo custo amortizado, usando o Os estoques, nas respectivas datas, estão assim demonstrados: método da taxa de juros efetiva. A Empresa avalia, na data do balanço, se há evidência objetiva de que um ativo financeiro ou um 2010 2009 grupo de ativos financeiros está registrado por valor acima de seu •Matérias-primas e materiais 4.440.470 3.603.705 valor recuperável (impairment). Um ativo financeiro ou grupo de •Produtos em elaboração 8.539.701 8.251.746 ativos financeiros é considerado como não recuperável se, e somente •Produtos acabados 6.255.256 8.984.943 se, houver evidência objetiva de ausência de recuperabilidade como •Almoxarifado 678.101 730.299 resultado de um ou mais eventos que tenham acontecido depois do •Outros estoques 171.307 661.786 reconhecimento inicial do ativo (“um evento de perda” incorrido) e 20.084.835 22.232.479 este evento de perda tenha impacto no fluxo de caixa futuro estimado do ativo financeiro ou da Sociedade de ativos financeiros que possam 6. CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS DIFERIDOS ser razoavelmente estimado. 3.4. Receitas e Despesas. - As receitas A Companhia possui créditos tributários decorrentes de Prejuízo e despesas são reconhecidas e apropriadas obedecendo ao Princípio Fiscal e Base de Cálculo Negativa, reconhecidos entre 2005 e 2007, da Competência. 3.5. Estoques - Os estoques de produtos acabados e parcialmente compensados entre 2008 e 2010, conforme abaixo. A em processo são avaliados ao custo mensal de fabricação. Os Administração da Companhia entende que os créditos ativados serão estoques de matérias-primas e almoxarifado, ao preço médio de realizados através de resultados fiscais futuros, justificando-se aquisição. Estas bases de avaliação, na data das demonstrações, não plenamente a manutenção do seu registro. Excepcionalmente, no ano excedem o valor de mercado desses estoques. 3.6.Investimentos - Os de 2009 a Companhia se utilizou de parte desse crédito para quitar investimentos são demonstrados ao custo de aquisição e quando se encargos do Parcelamento de Tributos que possuía perante o INSS, faz necessário, é constituído provisão para prováveis perdas. 3.7. nos termos e limites da Lei nº 11.941/2009, cujo montante total Imobilizado - O imobilizado é demonstrado ao custo de aquisição ou construção e reavaliação, deduzido da depreciação acumulada. As baixado desses créditos foi de R$ 128 mil. depreciações são calculadas pelo método linear, observando-se taxas que levam em conta a vida útil econômica dos bens, segundo Cálculo do IRPJ e CSLL Diferidos 2010 2009 parâmetros estabelecidos pela legislação tributária. 3.8. Férias - As Resultado antes das adições 2.673.256 777.887 férias vencidas e proporcionais, inclusive o adicional de um terço e Adições e Exclusões relativas ao IRPJ 318.415 185.360 respectivos encargos, são provisionadas segundo o regime de Base de cálculo antes da compensação 2.991.671 963.247 competência. 3.9. Impostos - Imposto de Renda e Contribuição 897.501 288.974 Base de cálculo do IRPJ Diferido - 30% Social – correntes - Ativos e passivos tributários correntes do último IRPJ à alíquota de 15% 128.805 41.612 exercício e de anos anteriores são mensurados ao valor recuperável Adicional de IRPJ - 10% 89.750 28.898 esperado ou a pagar para as autoridades fiscais. As alíquotas de Total do IRPJ - Diferido (a) 218.555 70.510 impostos e as leis tributárias usadas para calcular seus montantes são Adições e Exclusões relativas à CSLL 185.853 50.556 aquelas que estão em vigor nas datas das Demonstrações. A Base de cálculo antes da compensação 2.859.109 828.443 administração periodicamente avalia a posição fiscal das situações Base de cálculo da CSLL Diferida - 30% 857.733 248.533 nas quais a regulamentação fiscal requer interpretação e estabelece CSLL Diferida à alíquota de 9% (b) 77.196 22.368 provisões quando apropriado. Impostos sobre vendas - Receitas, Crédito CSLL utilizado – lei 11.941/09 (c) - 128.152 despesas e ativos são reconhecidos líquidos dos impostos sobre (a+b+c) 295.751 221.030 Total dos tributos diferidos vendas exceto: • quando os impostos sobre vendas incorridos na 7. IMOBILIZADO A sua composição é a seguinte: Valor Corrigido 16.120.847 47.835.417 504.372 1.918.425 1.136.399 638.676 809.446 27.256 813.007 11.801 69.815.646

Imóveis Máquinas e Equipamentos Veículos Móveis e Utensílios Reflorestamento Ferramentas e Aparelhos Equipamentos de Informática Adiantamentos a Fornecedores Montagem / Ref. Equipamentos Outras Imobilizações

2010 Depreciação Acumulada (4.366.275) (39.916.181) (400.902) (952.854) (482.140) (528.716) (660.233) (6.068) (47.313.369)

8. EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS Os empréstimos e financiamentos tomados pela Companhia são garantidos por recebíveis, avais dos sócios, bens do ativo imobilizado e penhor mercantil. Incorrem em juros médios de 0,7% ao mês, ou variação cambial, quando aplicável. Os vencimentos a longo prazo, em 31 de dezembro de 2010, são demonstrados como segue: Vencimento 2011 2012 2013 2014

Valor

2010

4.991.543 273.940 23.273 5.288.756

%

94,4% 5,2% 0,4%

2009 % Valor 3.123.145 75,1% 802.776 19,3% 231.386 5,6% 4.157.307

9. CONTIGÊNCIAS FISCAIS A Companhia questiona judicialmente a constitucionalidade de diversos impostos e contribuições. Com base em liminares efetuou, até janeiro de 2004, os depósitos judiciais pertinentes, estando no aguardo da solução das lides. Em razão de alterações na legislação fiscal, desde fevereiro de 2004 a empresa deixou de fazer esses depósitos, tendo desde então todas as suas obrigações tributárias integralmente cumpridas. 10. PATRIMÔNIO LÍQUIDO a. O Capital Social é representado por 1.161.743.916 (1.106.359.200 em 2009) ações ordinárias nominativas sem valor nominal, estando, na data das Demonstrações Contábeis, totalmente subscrito e integralizado. b. Não foram provisionados dividendos neste exercício em razão do crédito individualizado constituído para pagamento de Juros sobre Capital Próprio, sendo estes imputados ao valor dos dividendos obrigatórios, conforme legislação em vigor. Não foram provisionadas participações dos Administradores sobre o resultado

Valor Líquido 11.754.572 7.919.236 103.470 965.571 654.259 109.960 149.213 27.256 813.007 5.733 22.502.277

2009 Valor Líquido 11.796.640 7.089.432 81.128 876.601 733.478 76.072 146.990 1.006.816 743.590 2.793 22.553.540

Taxas Anuais Deprec. 4% 20% 20% 10% 25% 20% 20% 10%

do exercício. c.No exercício de 2010 a Companhia efetuou o creditamento de juros a pagar aos acionistas, no valor de R$ 1.974.000, a título de remuneração do capital próprio, conforme disposto no artigo 9º da Lei nº 9.249/95. Essa importância foi registrada a débito do resultado do exercício como despesa financeira de Juros sobre Capital Próprio, dentro dos parâmetros estabelecidos na referida lei. Esse valor, descontado o IRRF à alíquota de 15%, será base de proposta de aumento de capital para o exercício de 2011, levada à Assembléia Geral de Acionistas, que, a exemplo do ocorrido em exercícios anteriores, muito provavelmente deverá ser aprovada, possibilitando a capitalização de mais de 95% das obrigações com acionistas constante do passivo circulante nesta data. 11. COBERTURA DE SEGUROS Em 31 de dezembro de 2010 havia cobertura de seguros contra incêndio e riscos diversos para os bens do ativo imobilizado e para os estoques, por valores considerados suficientes para cobrir eventuais perdas. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO IARA MARIA NOTINI MOREIRA, Presidente MARIA CÉLIA MAUAD NOTINI, Conselheira WERNER ARAÚJO NOTINI, Conselheiro DIRETORIA EXECUTIVA MARCO AURÉLIO MAUAD NOTINI, Diretor GEISA NOTINI MOREIRA BAHIA, Diretora RENATA ARAÚJO NOTINI, Diretora CONTABILISTA RESPONSÁVEL MARCIONÍLIO S. FARIA - CRC-MG TC 67.945


POLÍCIA 13

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Delegacias da Polícia Civil de todo o estado terão plantões centralizados Apenas 67 dos 853 municípios mineiros terão delegacias abertas após as 18 horas e aos finais de semana e feriados marciel.muniz@gazetaoeste.com.br

Depois de 15 dias passados desde o início da greve da Polícia Civil em todo o Estado, as delegacias tem operado apenas com plantões entre os delegados, atendendo somente flagrantes e homicídios. A greve iniciada no último 10 é realizada pela categoria em protesto por melhores condições de trabalho tanto na parte de serviço de logística como na parte estrutural das delegacias. O governo de Minas Gerais decretou à cerca de um mês uma medida para que os agentes e

delegados de Polícia Civil não ultrapassassem a carga horária de 40 horas semanais previstas por Lei. De acordo com informações da Delegada Regional da 21ª Polícia Civil Aparecida Dutra Quadros o município continua funcionando normalmente, atendendo as cinco outras cidades dispostas em sua jurisdição. A delegada ressaltou que em muitas delegacias os plantões centralizados já ocorrem de forma comum, e que a mudança em nada afetará a delegacia de Divinópolis. Segundo informações do sindicato da categoria o novo esquema de funcionamento vai fechar

Marciel Muniz

Marciel Muniz

cerca de 70% das delegacias de todo o Estado que atendem fora do expediente normal. A centralização dos plantões é deter-

minada pela Lei Complementar 84/2005, que limita a duração da jornada dos policiais à 40 horas por semana. Mas devido ao nú-

mero reduzido de funcionários, especialmente no interior, servidores chegavam a trabalhar por até 70 horas, no mesmo intervalo, segundo o sindicato. As informações revelam que entre os 853 municípios do estado apenas 67 possuem delegacias com funcionamento após as 18 horas e aos finais de semana. A assessora do departamento de comunicação do sindicato Renata Queiroz destacou que a medida adotada pelo governo não é apoiada pelo Sindepol. “Essa foi uma solução encontrada pela categoria para que com a falta de efetivo em todo o Estado, os funcionários não

ultrapassassem a carga horária de 40 horas semanais, pois isto estava acontecendo com grande frequência na maioria das delegacias” explicou Renata. A assessora também destacou que a população poderá ser prejudicada, pois pode ocorrer um aumento na criminalidade devido ao deslocamento de agentes para outras regiões para cobrir ocorrências durante seus plantões. Representantes do Sindepol voltarão a reinvidicar seus direitos na assembleia geral no dia 08/06/2011 quarta-feira às 14hs na Praça da Liberdade em Belo Horizonte.

Blitz da Polícia Militar reforça a Detran/MG suspende habilitação de prevenção contra roubos a mão armada motoristas que violaram a Lei Seca Marciel Muniz

Marciel Muniz

Venilton Ferreira

A PM realizou na manhã de ontem uma blitz na avenida Gabriel Passos, no bairro Interlagos em Divinópolis. A operação em ação conjunta entre os militares e agentes da Settrans teve início 7hs se estendendo ate as 10hs. A blitz foi montada em um ponto estratégico com grande de tráfego de veículos. O Sargento Eder Guimarães responsável pela blitz destacou que os assaltos à mão armada apresentaram um significativo aumento no ano de 2011em Divinópolis. “A blitz organizada pela Polícia Militar e agentes da Settrans tem como principal foco abordar veículos como motocicletas no intuito de coibir e prevenir as tentativas de assalto, os outros veículos são abordados e fiscalizados normalmente. A blitz também tem foco em infrações de trânsito cometidas pelos condutores” explicou o Sargento. Durante as abordagens estiveram envolvidos um efetivo de 6 policiais e 2 agentes da Settrans, além de duas viaturas e uma caminhão guincho para remoção de veículos apreendidos.

Dos 700 motoristas que infringiram a lei e foram flagrados ao volante com índices de álcool acima do permitido na capital e Região Metropolitana, cerca de 200 atenderam a convocação feita pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/ MG) e compareceram ao órgão para entregar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além da suspensão do direito de dirigir por um prazo que varia de quatro meses a um ano, o motorista infrator, depois de passar por um curso de reciclagem de 30 horas ministrado pelos Centros de Formação de Condutores - CFC será submetido a teste no Detran/MG para reaver o documento. De acordo com a delegada Inês Borges Junqueira, chefe da Coordenação de Infrações e Controle do Condutor (CICC), o motorista infrator que não atendeu a convocação será intimado por edital, publicado no Diário Oficial do Estado nos próximos dias. Caso não apresente recurso em tempo hábil, será notificado a entregar compulsoriamente sua CNH no prazo de 72 horas e terá sua Habilitação bloqueada no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach). Caso seja flagrado conduzindo veículo com a CNH suspensa, encerrado o prazo para entrega do documento, o motorista infrator responderá a processo administrativo de cassação do

marciel.muniz@gazetaoeste.com.br

Resultado Durante a blitz foram fiscalizados 132 veículos sendo: - 8 veículos retidos; - 2 veículos removidos; - 144 Pessoas abordadas. Ao todo foram lavradas 28 infrações de trânsito distribuídas

Da Redação

Militares abordaram durante a blitz especialmente motocicletas

A blitz foi realizada pelos militares da patrulha de operações do 23° BPM

da seguinte forma: - 1 CNH recolhida; - 1 infração por falta de documentos do veículo; - 2 por dirigir o veículo usando habilitação com categoria diferente; - 3 por falta de carteira nacio-

nal de habilitação; -1 infração por desobediência a ordem dos militares e agentes; - 1 por falta de licenciamento 2010; - 1 por falta do lacre da placa de identificação.

direito de dirigir. O Detran/MG mobilizou 50 servidores num esforço do órgão para concluir aproximadamente 1,2 mil processos instaurados, alguns em tramitação desde 2008, contribuindo assim com a proposta do Governo do Estado de imprimir mais rigor na aplicação da lei seca no Estado. Os motoristas que violaram a Lei Seca, que estavam com os respectivos processos administrativos finalizados, foram intimados para serem notificados da punição. Dos 200 condutores que compareceram ao órgão, 85 optaram pela entrega da habilitação, desistindo do prazo recursal e já começaram a cumprir a penalidade imposta, ou seja, suspensão do direito de dirigir. Os outros preferiram apresentar defesa na Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), no prazo de 30 dias. Lei Seca A Lei Seca é aplicada em Minas Gerais desde o dia 20 de junho de 2008, quando a legislação entrou em vigor. Nos dois primeiros anos de aplicação da lei no Estado ocorreram mais de quatro mil apreensões de motoristas suspeitos de embriaguez ao volante. Dados das polícias Militar e Civil revelam o aumento no número de autuações por suspeita de embriaguez ao volante entre os mineiros desde a implementação da lei. Até junho de 2008, um total de 457 prisões em flagrante tinham

O MELHOR IMÓVEL ESTÁ NA CIDADE www.locadoracidade.com.br

sido lavradas em todo o Estado, relacionadas à direção sob efeito de álcool. Após a Lei Seca foram efetuadas outras 675 apreensões, no período de julho a dezembro de 2008. No decorrer de 2009, foram registradas 2.252 ocorrências que resultaram em detenção. Já em 2010, o setor de Execução e Penalidade do Detran/MG intimou aproximadamente 10 mil condutores de Belo Horizonte. No mesmo período, foram finalizados 4.351 procedimentos de suspensão do direito de dirigir e 28 de cassação de CNH em Minas Gerais. Cerca de 1.800 condutores cumpriram a penalidade imposta. Rigor Várias ações estão sendo planejadas para uma campanha que será lançada em breve no Estado visando coibir a direção sob efeito de álcool. Algumas dessas ações vêm sendo implementadas com o objetivo de testar a infraestrutura. Nas diversas blitze experimentais realizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) até agora, quatro foram operações de abordagem com caráter educativo e em pontos estratégicos. Nessas operações foram removidos 14 veículos, 11 carteiras de habilitação apreendidas, 34 multas aplicadas, além de 12 prisões e apreensão de documentos irregulares, substância semelhante à maconha, uma balança de precisão e um triturador.


14 ESPORTES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Chico Maia

chicomaiabd@gmail.com

Cabra e Geni Os milionários negócios do futebol envolvem fatos, boatos e plantação de notícias. E a imprensa costuma ser usada por todos os principais atores deste circo, de acordo com a conveniência do momento. Serve de “cabra expiatória” em alguns momentos e de “Geni” em outros. Semana passada o meia-lateral Gilberto, acusou os repórteres que o entrevistavam na Toca da Raposa, de terem “inventado” que o Botafogo estaria querendo-o. Na hora ninguém disse a ele que as notícias vinham da terra dele, o Rio de Janeiro. Terça-feira a própria assessoria de imprensa do Gilberto escreveu várias mensagens no twitter dizendo que o jogador resolveria em dois dias se ficaria no Cruzeiro ou se iria para o Botafogo. Os mesmos assessores escreveram que o jogador é feliz com tudo em Belo Horizonte, mas é perseguido pela imprensa. Ora, ora, logo o Gilberto!? Um dos mais elogiados do time, quase unanimidade na imprensa mineira! E que história é essa de que vai resolver pra onde vai em “dois dias”? Faltou combinar com o Cruzeiro que quer só R$ 5 milhões para liberá-lo. Falar em um dinheiro desses com o Botafogo? É pra acreditar?

Campeonatos de base da LMDD movimentam o domingo esportivo

Luciano Eurides

Flamengo categoria infantil com atletas um ano mais jovens que o permitido na categoria, tem encantado os torcedores LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

Outro Por falar em Gilberto, atleticanos escreveram reclamando que o Silva deveria ter vindo para BH e não para Porto Alegre, onde acertou com o Grêmio. Calma gente! Se Ricardinho tornava o Galo lento, imaginem o Gilberto Silva, que é um talento, mas já descendo ladeira, com a idade avançada. Teve um que escreveu que o nobre Gilberto afirmou que jogaria até de “graça” pelo clube! Ah, tá!

Perigo Além do mais a maioria absoluta dos americanos vive em Belo Horizonte. O futebol mineiro precisa se fortalecer e para isso a união em torno do América é fundamental. Futebol não se ganha apenas dentro de campo. Impingir nacionalmente a imagem de fragilidade ao clube pode influenciar até as arbitragens, que tendem a favorecer os mais fortes em lances de dúvida.

Sem essa Inaceitável que queiram rebaixar o América no grito e por antecipação. Como venceu, e bem, na estreia, ganhou destaque negativo na mídia nacional por causa do menor público da rodada. Mas essa mídia não sabe que o maior problema de um jogo domingo, às 18h30, não é o horário incômodo, ou o ingresso a R$ 20, mas, ter de percorrer, no mínimo, 160 Km ida e volta, em péssimas estradas.

Imediatismo Desde a primeira rodada, todo jogo é decisivo no Brasileiro, porém o início não sinaliza muita coisa. Nem o Cruzeiro passou a ser o “péssimo dos péssimos”; nem o Atlético tornou-se o “melhor dos melhores”, de repente. Nada de “Barcelona das Américas”, nem candidato ao rebaixamento como até outro dia se dizia. O futebol é dinâmico, cada competição tem a sua história e suas variantes.

A manhã do próximo domingo estará repleta de jovens talentos do futebol da cidade pelos campos de toda a região. A nona rodada da competição traz rodadas completas no Danilo Passos, Cláudio, Carmo do Cajuru, Jusa Fonseca, Afonso Pena e Alto do Catalão. Na categoria pré-mirim a Associação Atlética Danilo Passos receberá o União Belvedere. O time da Associação precisa da vitória para entrar entre os oito classificados, já o União ainda sonha com a colocação no G4. Em Cláudio, o Minas de Divinópolis tentará a recuperação em cima de uma das melhores equipes da categoria. Já no Jusa Fonseca a equipe da casa tentará se firmar entre os classificados diante do Sport Carmo do Cajuru. Ainda jogam no Dr. Sebastião Gomes Guimarães, Vasco da Gama e Fluminense e no Alto do Catalão, Corinthians e Flamengo. O Palmeiras entra em campo

no José Marra da Silva, em Carmo do Cajuru, contra o Tupy. O time enfrenta um dilema junto a LMDD, pois é acusado de utilizar um jogador irregular. Se provada a irregularidade o regulamento da competição manda que todos os pontos conquistados nos jogos em que o atleta tenha atuado sejam retirados. O time do Afonso Pena garante a regularidade do jogador e apresentou a carteirinha do atleta deferida pela instituição promotora do Campeonato. Também em Carmo do Cajuru o São Lázaro recebe o Padre Eustáquio. Na categoria infantil o líder Jusa Fonseca defende a primeira colocação contra o Sport, em casa. A partida entre Corinthians e Flamengo é uma das mais aguardadas da categoria. O time alvinegro do alto Catalão é uma boa surpresa na competição e o Rubro Negro da Estação Velha, com jogadores nascidos em 1997, um ano a menos que o permitido na categoria tem encantado os torcedores pela qualidade da equipe.

Mauro Fernandes modifica meio campo do América visando o jogo contra o Vasco Com uma alteração no meio-campo, o técnico Mauro Fernandes esboçou no coletivo desta quarta-feira (25/05) o time do América para enfrentar o Vasco, domingo, às 18:30, em São Januário. O meia Irênio, com tendinite no joelho esquerdo, foi vetado antes do treino pelo diretor médico Cimar Eustáquio. Em seu lugar, o técnico escalou o meia Camilo, mas que na segunda parte do coletivo deu lugar para Rodriguinho, autor do gol de empate na virada de 2 a 1 sobre o Bahia. OPÇÕES O técnico Mauro Fernandes disse que ainda tem o coletivo de sexta-feira para avaliar a escolher a melhor escalação para domingo. Mas adianta que a tendência é manter a

nada pode ser descartado”, disse o treinador em sua entrevista coletiva (veja entrevista completa na TV Coelho).

O jogador divinopolitano Fabrício, próximo de ser anunciado pelo América

formação de hoje. O zagueiro Anderson, que cumpriu suspensão pela expulsão na Copa do Brasil, quando ainda defendia o Santo André, vai estar na delegação, porém, como opção de banco. “O Anderson está sem jogar há muito tempo, mas será relacionado como opção. Dependendo da situação de

jogo, ele pode fazer sua estreia”. No decorrer do coletivo, Mauro fez duas alterações, trocando Camilo por Rodriguinho e depois colocando o atacante Alessandro na vaga do volante Dudu, formando assim uma trinca ofensiva com Fábio Júnior e Eliandro. “É uma opção ter os três atacantes em campo,

CAMPO GRANDE O diretor de futebol Alexandre Mattos confirmou no início da noite de hoje a mudança do jogo contra o Inter para a cidade de Campo Grande, no estádio Morenão. O horário do jogo também foi alterado pela CBF, para as 18:30. FABRÍCIO O América está próximo de anunciar o seu décimo reforço para o Campeonato Brasileiro. Trata-se do meia Fabrício, de 31 anos, que rescindiu com o Sport. O jogador está em Belo Horizonte e se reuniu com Marcus Salum e Alexandre Mattos nesta quinta-feira.

O Campeonato da LMDD movimenta três categorias, somando 40 times, 1200 atletas inscritos. Um universo de quase 3000 pessoas diretamente envolvidas se tornado um excelente veículo de educação, saúde, lazer e segurança. Os jovens atletas ainda interagem com pais e atletas de outros municípios.

do Guarani\CSU; a parceria recentemente firmada entre as duas entidades esportivas é vista com desconfiança. O Guarani, nas edições do Campeonato Mineiro da Federação Mineira de Futebol, não transferiu os atletas dos clubes onde cada garoto atuava anteriormente. Para a regularização destes jogadores será necessário essa transferência. Na categoria juvenil deverão ser formados dois grupos, um regionalizado em Carmo do Cajuru.

Juvenil e Júnior Já realizado o divisional da LMDD para as duas categorias e a grande novidade foi a presença

Jogos Categoria Infantil Associação Bela Vista Tupy Jusa Fonseca Vasco da Gama São Lázaro Corinthians

8h15 8h15 9h15 8h15 8h15 9h15 8h15

X X X X X X X

União Minas Palmeiras Sport Fluminense Padre Eustáquio Flamengo

Classificação - PRE ESCOLINHA Pos. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Equipe Flamengo Palmeiras Bela Vista União Minas Vasco Tupy A.E.Jusa Fonseca Sport Corinthians Associação Fluminense

J 6 6 7 7 7 7 7 7 7 7 6 6

PG 18 18 15 13 12 8 8 7 6 6 3 1

V 6 6 5 4 4 2 2 2 2 1 1 0

E 0 0 0 1 0 2 2 1 0 3 0 1

D 0 0 2 2 3 3 3 4 5 3 5 5

GC 3 4 8 6 15 7 14 15 17 21 27 34

SG 40 19 13 7 -1 2 0 -9 -4 -15 -20 -32

GP 30 27 20 12 18 22 29 18 9 10 11 9 5 2

GC 1 3 14 8 5 10 12 13 29 32 16 24 28 27

SG 29 24 6 4 13 12 17 5 -20 -22 -5 -15 -23 -25

GP 26 25 16 7 10 11 12 16 10 15 16 11 9 10

GC 8 7 9 4 10 10 10 25 13 10 19 17 21 31

SG 18 18 7 3 0 1 2 -9 -3 5 -3 -6 -12 -21

GP 43 23 21 13 14 9 14 6 13 6 7 2

Classificação - ESCOLINHA Pos. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Equipe Palmeiras Flamengo Tupy União Vasco Bela Vista Jusa Fonseca Associação Sport Fluminense Minas São Lazaro Corinthians P. Eustaquio

Pos. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Equipe Jusa Fonseca Palmeiras Bela Vista Corinthians Flamengo Vasco São Lazaro P . Eustaquio Tupy Sport Minas Associação União Fluminense

J 8 8 8 8 8 8 8 8 7 8 8 8 8 7

PG 24 24 18 16 15 15 12 11 6 6 5 4 4 1

V 8 8 6 5 5 5 4 3 2 2 1 1 1 0

E 0 0 0 1 0 0 0 2 0 0 2 1 1 1

D 0 0 2 2 3 3 4 3 5 6 5 6 6 6

Classificação - INFANTIL J 8 8 8 8 8 8 8 7 8 7 8 8 8 8

PG 19 17 17 14 13 12 10 10 9 8 8 7 6 4

V 6 5 5 4 4 3 3 3 2 2 2 2 2 1

E 1 2 2 2 1 3 1 1 3 2 2 1 0 1

D 1 1 1 2 3 2 4 3 3 3 4 5 6 6


ESPORTES 15

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11

Leonardo Silva está de volta

alexandre.silva86@gmail.com

A concorrência é pra mim uma das melhores coisas que existem, seja em qualquer segmento. Quem trabalha mais profundamente com marketing e publicidade sabe disso, pois a concorrência desperta nos lados envolvidos, a vontade dar o seu melhor para superar o outro. Se você não tem concorrência alguma, em qualquer setor de sua vida, sua tendência é acomodar e não se esforçar. A evolução fica para depois, afinal o que é feito é o suficiente. Temos alguns segmentos em Divinópolis que necessitam urgentemente de concorrência, mas estou dizendo isso, pois vendo o iminente crescimento esportivo de Nova Serrana, parece que Divinópolis resolveu mexer pelo menos o mindinho pra não passar mais vergonha. Tivemos na última semana uma ampla discussão sobre o esporte na cidade, incentivada pelos deputados Tolentino e Marques e recentemente a Prefeitura anunciou o início das reformas do ginásio Poliesportivo, parado desde 2009. Coincidentemente, o anúncio de que algo está sendo feito, vem logo após o início das construções da “Arena do Calçado” e o acesso do Nacional de Nova Serrana à primeira divisão, mas principalmente, após cobrança de parte da imprensa esportiva da cidade, com destaque para a Resenha Esportiva da TV Candidés e do repórter Luciano Eurides, deste jornal. E cobranças baseadas em fatos, pois não é nada que não salte aos olhos de quem milita no esporte divinopolitano. É fato que temos um estádio caquético para receber jogos de futebol profissional, é fato que temos um ginásio abandonado em pleno centro da cidade, assim como é fato que o esporte andou meio de lado nos últimos tempos. Mas como diz aquele ditado novo: “Antes tarde do que nunca”. Por onde começar? Não importa. A mudança de pensamento e atitude já é um sinal que alguma coisa começa a clarear. O medo da concorrência de Nova Serrana, que vem como “bonde sem freio” pode incentivar Divinópolis a se mexer, tendo o esporte seu lugar de destaque novamente. O que não nos livra de passar vergonha, pelo menos no futebol em 2012... Jajá O atacante Jajá, ídolo do torcedor de Divinópolis, vai jogar a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Vila Nova de Goiás, time onde já atuam o divinopolitano Luizinho e também o meia Luiz Fernando. Emprestado pelo Cruzeiro, Jajá tem mais uma grande oportunidade de brilhar no cenário nacional. Ele estava na Cabofriense, rebaixada no campeonato carioca, onde amargou a reserva em boa parte do torneio. Para quem conhece o garoto e sabe da sua humildade e bom caráter, torce pra que ele alcance grande sucesso na nova casa e que dessa vez deslanche. Capacidade pra isso, todos sabem que ele tem. Além do Luiz Fernando, agora com Jajá, aumentaram os motivos pra eu adotar o Vila como meu time na Série B desse ano. Guarani O Guarani segue sem no-

vidades e parece que eleições mesmo, somente em outubro, quando termina o mandato do presidente Edilson. Esqueça a idéia do profissional voltar ainda este ano. O que se mexe nos bastidores é a iniciativa do amigo Ailton, juntamente com Renato Montak e Parreira, em formar um grupo de apoio ao Bugre enquanto o time está parado. Pelo que ando sabendo, é notório que algumas figuras fáceis durante o campeonato já desapareceram do Farião. Por isso, é necessário unir forças para não deixar que o clube fique a míngua durante essa temporada sem atividades. Afinal, querendo ou não, se gasta com água, luz e despesas básicas, que alguém tem que pagar. Sem receita, a união é a melhor saída para manter o clube respirando até o final do ano, quando voltaremos à ativa na montagem do time pra 2012.

Restaurante Castanheira Self-service sem balança

R$ 2,49

Aberto de 10h às 14h Segunda à sábado

Rua Pernambuco, 155 - Centro Divinópolis-MG - Tel: (37) 3214-0453

Bruno Cantini

Obrigado Nova Serrana!

Um treinamento coletivo realizado na manhã desta quinta-feira, na Cidade do Galo, marcou a última atividade comandada pelo técnico Dorival Júnior antes da viagem para Santa Catarina, onde o Atlético enfrentará o Avaí, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada às 18h30 deste sábado, no estádio da Ressacada. O treinador não fez nenhuma alteração durante a atividade, mostrando que o time que vai entrar em campo no sábado deve ser o mesmo dos treinamentos. Da equipe da estreia contra o Atlético Paranaense, apenas o zagueiro Leonardo Silva, que estava suspenso, recuperou a vaga. O lateral-esquerdo Guilherme Santos e o meia-atacante Mancini, que estavam lesionados, treinaram entre os reservas. A equipe treinou com Renan Ribeiro; Patric, Réver, Leonardo Silva e Leandro; Toró, Richarlyson, FillipeSoutto e Gio-

Dorival Junior não fez grandes modificações no Galo se levado em conta o jogo de estreia

vanni; Magno Alves e Guilherme. Os reservas tiveram Giovanni Santos; Lima, Werley e Luiz Eduardo; Rafael Cruz, Gilberto, Dudu Cearense, Mancini, Wendel e Guilherme Santos; Marquinhos e Jonatas Obina.

Cruzeiro, ainda indefinido para o Palmeiras de Kléber O próximo desafio do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro vem sendo tratado com muita atenção pelo elenco celeste. O duelo ante ao Palmeiras, que acontecerá no domingo, às 16h, na Arena do Jacaré, é a oportunidade que o time estrelado terá para iniciar de vez sua largada rumo ao lugar mais alto da tabela. Para o volante Marquinhos Paraná, o momento é de impor a força da Raposa diante de sua torcida e conquistar a primeira vitória na competição. “É importante jogar com a ajuda da torcida, como foi na final. Eles vão nos incentivar para irmos em busca da vitória, já que no jogo passado a gente perdeu e não conseguimos fazer gols. Agora diante da nossa torcida, dentro de casa, contra uma boa equipe, que é o Palmeiras, vamos em busca da primeira vitória no campeonato”, afirmou Paraná. O jogador avalia as características do confronto com o Figueirense, na primeira rodada, cujo adversário optou por uma postura defensiva, que dificultou o êxito do Cruzeiro e culminou na inesperada derrota. No entendimento de Marquinhos Paraná, o Palmeiras não abrirá mão de buscar o resultado e com isso, o time celeste poderá aproveitar os espaços deixados, trabalhar bem

a bola e chegar ao gol. “Vitória é sempre importante, independentemente do adversário. No jogo passado, sem a bola, a equipe do Figueirense marcou muito bem e nossa equipe não conseguiu desenvolver o bom futebol que jogou contra o Atlético-MG. Agora jogaremos diante de uma grande equipe, o Palmeiras, com certeza, vai querer sair para o jogo também. Vamos marcar, para quando tivermos a bola, criar as jogadas e fazer os gols”, comentou. O atleta polivalente espera que, contra o Palmeiras, a partida seja mais aberta e o Cruzeiro saiba explorar a qualidade de seus jogadores para envolver o adversário, criar oportunidades e estufar as redes. “Nossa equipe quando joga contra outra que defende bem e fica só esperando para sair no contra-ataque, sente muito. A gente espera que, no jogo de domingo, a equipe do Palmeiras saia também, a gente possa marcar bem, para quando estiver com a bola finalizar em gol”, finalizou. BRANDÃO No começo da semana, o atacante Brandão era apontado como nome certo no time do Cruzeiro para enfrentar o Palmeiras, uma vez que estava nos planos de Cuca. Já nesta

Recuperado das dores no joelho direito, o meia Renan Oliveira foi liberado para iniciar trabalhos de preparação física. O atleta, entretanto, anda não tem condição de jogo e deve ficar à disposição do técnico Dorival

Júnior apenas para o próximo compromisso da equipe, diante do São Paulo, dia 8 de junho. Sem Renan Oliveira, Dorival optou, mais uma vez, pela escalação de Toró. O volante está jogando mais ofensivamente e, na estreia da equipe no Brasileirão, marcou o primeiro gol da vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-PR. Seguem no departamento médico o meia Jackson e o zagueiro Sidimar. Ambos foram submetidos a cirurgia no joelho e não tem previsão para volta Nesta sexta-feira, a equipe atleticana treinará no CT do Figueirense, às 10h. Viajaram para Florianópolis os goleiros: Renan Ribeiro e Giovanni Santos. Laterais: Patric, Guilherme Santos e Leandro. Zagueiros: Réver, Leonardo Silva, Werley. Volantes: FillipeSoutto, Richarlyson, Toró e Gilberto. Meias: Giovanni, Wendel e Mancini. Atacantes: Guilherme, Magno Alves, Marquinhos, Jonatas Obina e Neto Berola.

Washington Alves/VIPCOMM

Alexandre Silva

Sem contar com Brandão, mais uma vez, Cuca adiou novamente a montagem do time para enfrentar o Palmeiras

quinta-feira, estranhou o fato de o jogador ter ficado pelo segundo dia consecutivo fora dos treinos com bola. Assim como na quarta, Brandão ficou apenas na academia. A posição oficial do clube, passada pela assessoria, é de que ele está fazendo exercícios de reforço muscular e continua liberado pelo departamento médico. O detalhe é que ele dedicou a semana passada inteira ao recondicionamento físico e participou de um coletivo contra os juniores na terça-feira. E, justo agora, na fase de definição da equipe, o atacante voltou a trabalhar à parte. Desde que foi contratado ao Olympique de Marselha, em março, Brandão atuou apenas na vitória por 2 a 1 sobre o Once

Caldas, em Manizales, no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, em 3 de maio. Logo na estreia, ele sofreu estiramento muscular na coxa esquerda. Ele não jogou o Mineiro porque as inscrições estavam encerradas no período de sua chegada. Treino Sem contar com Brandão, mais uma vez, Cuca adiou novamente a montagem do time para enfrentar o Palmeiras. As ausências certas para domingo são o zagueiro Victorino, que jogará pela Seleção Uruguaia contra a Alemanha, no domingo; o meia Roger, em recuperação de estiramento na panturrilha esquerda; e o lateral-esquerdo Diego Renan, em tratamento de lesão na coxa esquerda.


16 GERAL

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - SEXTA-FEIRA, 27/05/11


Gazeta do Oeste - Edição 1583