Page 1

Gazeta DIVINÓPOLIS•MG | 13 de maio de 2011 | ANO XIX | N.º 1.573 | R$ 2,50

Número de empregos ofertados é menor do que procura por vagas em Divinópolis Página 04

DO OESTE

Flávia Brandão

Tratamento do esgoto é repassado a Copasa

Minas Trend apresenta coleção verão 2011/2012 Território Nacional, Lorena Nunes,Verde Limão, Maria du Jão e Diviníssima representam Divinópolis no evento. Página 10

Prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) anunciou ontem (12) o repasse do tratamento do esgoto a Copasa. A previsão é que até 2016 o Rio Itapecerica esteja livre do esgoto sanitário. A parceria prevê também o investimento em abastecimento de água somando um montante total de R$220 milhões. Página 03

Município aguarda liberação do governo Federal para reformar Restaurante Popular Página 05 Flaviane Oliveira

Divirede

Preço da gasolina apresenta variação nos postos de Divinópolis Página 08

Dedetizadora Rede de proteção para crianças Rua Minas Gerais, 31 - Tel: (37) 3216.3335 / 32162007

Vacinação contra Influenza se encerra hoje Página 05 Santos

Divulgação

Natalia

Nova Serrana terá dois estádios até 2012

Página 11

QUER MOTIVOS PARA ASSINAR O MELHOR DIÁRIO DE DIVINÓPOLIS? Maior credibilidade do centro-oeste mineiro. Maior portal de notícias da região, o G37.

Qualidade de impressão superior.

Melhor equipe de jornalistas, articulistas e colunistas.

Você tem a certeza que quando lê, realmente sabe mais!

ASSINE JÁ: (37) 3222.6322

Gazeta DO OESTE


02 OPINIÃO editorial

As velhas novidades II

C

omo já era previsto por toda a imprensa divinopolitana, a reunião ultra-secreta ocorrida na manhã de ontem (12), contou com a presença de todos os veículos de comunicação da cidade. O assunto em pauta também já previsto: o plano de despoluição do rio Itapecerica para os próximos anos, o abastecimento de água para as regiões mais prejudicadas, a exemplo da sudeste que ficou mais de 17 finais de semana sem água, e para fechar com chave de ouro, o anúncio do contrato firmado entre Prefeitura e Copasa que ficará responsável pelo tratamento do esgoto da cidade. A polêmica da concessão para a empresa já era motivo de debate há anos, desde que o chefe do Executivo ainda era vereador, e se mostrava totalmente contrário ao projeto. Porém, com as voltas que o mundo dá, o tucano afirmou que o projeto passou por adequações e por isto hoje, é possível firmar o contrato com a Copasa, sem que o município seja apenas coadjuvante. Dependurados sobre o assunto em pauta, os vereadores tomaram a sessão da Câmara como palco de suas indignações e aprovações. Ou seja, alguns contra e outros favoráveis ao contrato entre município e Copasa, porém, agora já é um pouco tarde para os nobres parlamentares ‘espernearem’, pois o convênio com o governo do Estado já foi concretizado, para que dessem prosseguimento ao contrato. Os protestos, justificativas e indignações deveriam ter sido feitos no decorrer das discussões, e não agora com todas as negociações finalizadas, pois a última porta aberta será a audiência pública convocada para dia 27 de maio. Ao fim desta novela, só resta aos nobres parlamentares e cidadãos divinopolitanos, aceitar a ideia e fazer pensamento positivo, considerando a possibilidade do rio finalmente ser despoluído e a população ter um tratamento de esgoto digno, isto, fora o abastecimento de água que não passa de uma obrigação constante da distinta empresa.

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Kelli Nascimento

Gaudêncio Torquato

kellinutri@gmail.com

gt@gtmarketing.com.br

REGRAS BÁSICAS DE COMPORTAMENTO EM RESTAURANTES Pode reparar a forma como uma pessoa entra num restaurante já diz tudo. Há pessoas que param na porta fazendo pose de vitória esperando que os refletores se acedam e que todos os aplaudam. Foram ali para serem vistas. Preciso dizer o quanto isso é ridículo? O homem deve entrar sempre na frente da mulher. Depois da espera o casal deve dirigir-se calmamente para a mesa indicada sem ficar olhando para os lados, como se estivesse procurando alguém. Nos grupos maiores a tendência é continuar a conversa que estavam tendo na rua. Agora se você nem liga pra comida e vai ao restaurante só para ser visto, faça sua melhor pose, porque graças a Deus peruagem ainda não é crime. Discrição é o segredo para não cometer gafes em um restaurante. A etiqueta foi feita para simplificar a vida e suas normas são coerentes. Um restaurante é por natureza um local barulhento: talheres, louças, pedidos, música ambiente ao vivo, conversas... Portanto quanto menos se contribuir para a barulheira, mais correta será a postura. QUEM É QUEM? A mesa alguns conhecimentos são necessários par evitar constrangimentos. A primeira coisa importante é descobrir quem é quem dentro do restaurante, pois fazer pedidos a pessoa errada pode causar confusões e atrasar o serviço. De uma forma geral pode se reconhecer cada cargo pelo uniforme do funcionário. Celulares devem estar desligados na hora da refeição. Se você está esperando uma ligação importante deixe o celular no silencioso. Caso ele chame e você precisa muito atender, peça licença aos companheiros de mesa e se retire antes de responder a ligação. Mas cuidado, se isso for acontecer de 5 em 5 minutos e você for ficar mais tempo ao telefone que a mesa, é melhor cancelar o almoço e se dedicar ao celular. Atender telefone à mesa e fazer com que todos escutem sua conversa é o fim! A etiqueta começa na própria postura, procure sentar-se corretamente, nem muito colado á mesa nem muito afastado, com a coluna reta. Isso além de ser elegante ajuda na própria digestão. Mantenha a coluna reta durante toda refeição, afinal a comida deve ser levada a boca e nunca o contrário. Ao sentar ou levantar cuidado para não empurrar o cliente que está atrás de você. Não há nada mais desagradável que levantar trancos na hora da refeição. Assim que sentar-se, pegue o guardanapo e ponha sobre o colo dobrado apenas ao meio. Ele deve ser usado antes ou depois de ingerir qualquer líquido e todas as outras vezes que julgar necessário. Não mude os utensílios de lugar em hipótese nenhuma, cada objeto tem seu lugar correto. Nunca limpe os copos, talheres ou pratos com o guardanapo, em uma demonstração explícita de falta de confiança na higiene do restaurante. Se algo lhe parecer inadequada solicite ao garçom que o item seja trocado. E faça isso discretamente, não é necessário comentar a desagradável situação com os demais ou muito menos falar alto para que os clientes de outras mesas escutem. Se a situação for muito grave procure o gerente ou responsável pelo estabelecimento e faça uma reclamação formal, mas discreta. Mantenha sempre as mãos na mesa apoiando os punhos na mesma. Em refeições menos formais, até se pode colocar os cotovelos na mesa, mas apenas quando não tiverem pratos sobre elas, como na conversa ao fim de encontro por exemplo. Ao comer tente abrir os braços o mínimo possível para não atrapalhar o companheiro ao lado. Mas atenção também não precisa colar os cotovelos no corpo como se estivesse imobilizado por uma camisa de força. Nunca pegue nada que caia no chão, caso isso aconteça, apenas peça outro item ao garçom. Derrubar um guardanapo ou um talher não é muito bonito, mas ir embaixo da mesa buscá-lo é horroroso. Para chamar o garçom apenas faça um gesto levantando a mão. Nada de fazer psius, assoviar ou estalar os dedos.

Quem lê, sabe mais

SOCIAL-DEMOCRACIA EM DECLIVE

A pergunta é intrigante: como se explica o fato de um partido que administra oito Estados, detentores de 50% do PIB do País, com uma população de 64,5 milhões de habitantes e um eleitorado correspondente a 47,5% dos eleitores, padecer a maior crise de sua história? O partido é o que empunha a bandeira da social-democracia e adota um tucano como símbolo, o PSDB. A fogueira consome a lenha do partido acumulada ao longo de 23 anos de história. Bombeiros correm para apagar o fogo, alegando tratar-se de um foco de incêndio isolado e devidamente controlado. Essa é a resposta do presidente da sigla, deputado Sérgio Guerra (PE), para quem a tensão entre alas tucanas em São Paulo não indica crise, “nem qualquer quebra de ética”, apenas divergências entre correligionários, ao se referir à saída de vereadores do PSDB que entraram no PSD, criado pelo prefeito Gilberto Kassab. A verdade, porém, é que os tucanos nunca se haviam bicado de forma tão violenta quanto nestes tempos de “guerra de guerrilha” entre alas divergentes. A querela assume importância extraordinária por se desenvolver no seio do PSDB paulista, o maior do País, tendo, portanto, reflexos sobre os pleitos de 2012 (municipal) e 2014 (estadual e federal). Os grupos liderados por José Serra e Geraldo Alckmin há muito se bicam. Serra, ao chegar ao governo em 2006, depois de entregar a Prefeitura ao vice (Kassab), teria desmontado a estrutura do antecessor. E este, disputando a Prefeitura contra Kassab, em 2008, não teria recebido apoio serrista. As duas aves fazem voos paralelos. Ao retomar, agora, o comando da administração paulista, diz-se que Alckmin dá o troco com juros e correção monetária. Apesar de acenos públicos de integração de propósitos, a cisão é evidente. Nem intervenções pontuais do tucano-mor, o ex-presidente Fernando Henrique, conseguem repor a harmonia na sigla, que tem dificuldades para administrar os 44 milhões de votos obtidos no último pleito. O partido da social-democracia parece perdido. Mesmo dominando os dois maiores colégios eleitorais, São Paulo e Minas Gerais, e tendo ainda Paraná e Goiás, dois enclaves fortes, o PSDB atravessa um ciclo de intensa obscuridade, seja por falta de comando, seja por obsolescência de discurso, desmotivação das bases e desunião de grupos. A falta de comando tem que ver com a hegemonia paulista. Para compensar o peso de São Paulo o partido passou a escolher dirigentes do Nordeste, como Tasso Jereissati e Sérgio Guerra. Imaginava-se que a região, que detém perto de 30% do eleitorado nacional, poderia ser contrapeso ao Sudeste, onde os tucanos têm alcançado boas vitórias desde a criação do partido. Vale lembrar que, ao ser concebida, a social-democracia brandia como escopo o estabelecimento do Estado de bem-estar social (baseado na universalização dos direitos sociais e laborais e financiado com políticas fiscais progressistas) e o aumento da capacidade aquisitiva da população. Essa meta tinha como alavanca o aumento dos rendimentos do trabalho e a intervenção do Estado nas frentes de gastos e regulação de atividades-chave para a expansão econômica. Mas a partir dos anos 70-80 os partidos social-democratas passaram a incorporar princípios neoliberais e estes impregnaram a ideologia dominante da União Europeia. Portanto, a doutrina social-democrata ganhou novos contornos na esteira da globalização. As siglas mudaram, transformando suas bases eleitorais (categorias trabalhadoras) em classes médias, mais conservadoras e com maior acesso ao capital financeiro. Tony Blair, na Inglaterra, Schroeder e Merkel, na Alemanha, Zapatero, na Espanha, e outros deram efetiva contribuição para moldar a social-democracia com a solda neoliberal. O Brasil ingressou nessa rota. O ideário dos partidos de esquerda, a partir do PT, arquivou os velhos jargões da sociedade de exploração capitalista, Estado burguês, classe dominante, submissão a interesses do capital financeiro. Hoje, as teias sociais estão sendo bem costuradas, programas de distribuição de renda passaram a frequentar a mesa de todos os núcleos, a ideia de extinguir a miséria continua acesa, mas a receita do “velho socialismo” aparece de forma esporádica e, mesmo assim, sujeita a apupos. A crise que consome o PSDB pega parceiros como o DEM. É sabido que os exércitos oposicionistas sofrem a síndrome da atração fatal provocada pelas “tetas do Estado”. Moeda forte, economia em expansão, escudo de proteção às beiradas sociais, caixa do Tesouro locupletada funcionam como um buraco negro que atrai as massas que giram ao redor. Poucos resistem ao fabuloso balcão de recompensas do governo. Daí a devastação das frentes de oposição. Por fim, a fragmentação dos partidos e a desunião de atores e parceiros fazem parte de uma política cada vez mais sem graça e plena de desgraças.

ÓRGÃO Do grupo Gazeta do Oeste de comunicação ltda

FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

Diretor PRESIDENTE Fernando Marcos Rodrigues

Quem acessa, sabe mais

Diretor DE MARKETING Leonardo Marcos Rodrigues

EDITORA CHEFE Liziane Ricardo

Assessores Jurídicos Dr. Márcio F. Vaz • Dr. Mauro M. Nogueira • Dr. Breno M. de Faria Administração, Redação E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O jornal não é solidário com conceitos emitidos em colunas e matérias assinadas.


POLÍTICA 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Total de R$ 220 milhões serão investidos para abastecimento de água e tratamento do esgoto sanitário

Prefeitura anuncia repasse do tratamento do esgoto para a Copasa Flávia Brandão

Flávia Brandão

flavia.brandao@gazetaoeste.com.br

O prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) anunciou ontem (12), na sede da Associação de Municípios do Vale do Itapecerica (AMVI), o repasse do tratamento do esgoto sanitário municipal para a Copasa. O convênio já assinado com o governador do Estado, Antônio Anastasia, prevê que a Copasa, autarquia estadual, seja a responsável pelos investimentos financeiros em abastecimento de água no valor de R$ 18.493 milhões e em tratamento do esgoto sanitário R$ 145 milhões em Divinópolis. A previsão é que até 2016, o Rio Itapecerica esteja livre da poluição do esgoto sanitário. O prefeito abriu a reunião falando a respeito do abastecimento de água, que apresenta áreas críticas na cidade, as quais receberão investimentos de R$ 18.493 milhões. A região Sudeste, especificamente bairros Santa Lúcia e Padre Eustáquio, serão os que receberam já de início R$ 1.150 milhões. Em seu discurso o prefeito salientou que antes de assinar o convênio com o Estado foi feito um levantamento, que teve início em 2009, por uma empresa de engenharia ambiental, que venceu o processo licitatório, onde foi traçado “um raio X” da atual situação do Rio Itapecerica. Após esse processo ficou claro que a água dissociada do esgoto seria inviável, tanto

Prefeito Vladimir anuncia repasse do tratamento do esgoto a Copasa

por questões operacionais como para efeito de cobrança das tarifas. “Não existe possibilidade de montar uma autarquia de esgoto e conveniar com a Copasa para cobrar a parte do esgoto na água. Porque existe um acórdão, de 2009, que proíbe a Copasa de fazer isso”, declarou. A respeito da posição contrária, que assumiu quando foi debatida a questão de se repassar o esgoto a Copasa, Vladimir Azevedo esclareceu que nunca foi contra concessionar o esgoto ou contra a Copasa, o que ele rejeitou foi a forma como estava sendo entregue esse tratamento ao Estado, onde o município ficava como mero figurante da situação. “A relação que existia antes o município ficava não como coadjuvante, mas como figurante, assistindo as coisas acontecerem, sem ter perspectiva, sem ter meta, sem

ter cronograma físico, muito bem estabelecido e amarrado”, enfatizou o prefeito. Mudanças Através da explanação do Controlador Geral do Município, Kelsen Rios, foram relatadas as alterações na Lei 6589, do ano de 2007, que tratava da concessão do esgoto. Foi enfatizado que o convênio atual, que tem vigência de 30 anos, permite que o município seja parceiro na gestão do tratamento do esgoto apresentando as diretrizes, por meio Plano Municipal de Saneamento, e participando e fiscalizando a execução do plano. “O planejamento é do município. A fiscalização e a organização são compartilhadas entre o Estado e Município. São coisas que eu não abria mão quando era vereador”, afirmou Vladimir. Além disso, foi citada uma

nova mudança no contexto do convênio, que é a existência da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento Água e Esgoto Sanitário de Minas Gerais (Arsen- MG), criada pela lei estadual 18.309, que tem a função de regulamentar as tarifas repassadas aos consumidores. “Hoje temos a felicidade de a tarifa ser gerida pela Arsen-MG, que é importante no contexto, na verdade muda o cenário, porque temos um novo escudo na relação, um novo parceiro, que ajuda a regular e ter a cada dia tarifa mais justa para a população”, declarou o prefeito. Tratamento Ao todo serão três Estações de Tratamento – ETEs : uma do Rio Pará, que irá abranger cerca de 7% da população de Divinópolis e provavelmente a primeira a ser inaugurada; outra do Rio

Itapecerica que irá captar 93% do esgoto e a última no Distrito de Santo Antônio dos Campos. A respeito do aumento na conta do consumidor, o prefeito Vladimir Azevedo afirmou que até março 2013 as contas estarão isentas de acréscimos e a primeira ETE será inaugurada em 2012. Segundo ele os ativos indenizados do município (sistema de tubulação de esgoto, que somam R$ 27.700 milhões) serão repassados em parte a Copasa, para que a população não tenha que arcar com o tratamento do esgoto até o início da execução do plano. “A tarifa de manutenção, que é para subsidiar os custos de manutenção do sistema do esgoto pela Copasa, antes do tratamento nós estamos utilizando parte do ativo para que as famílias não paguem manutenção até 2013”, declarou. Após o prazo de isenção

estima-se que seja calculado um percentual entre 45% e 75% da conta de água, conforme já é feito em Belo Horizonte, Betim e nas demais cidades do Estado onde a Copasa é responsável pelo abastecimento de água e tratamento do esgoto. Também pelo contrato está previsto a garantia do repasse de 4% do valor relativo ao abastecimento ao município, cerca de R$30 mil reais. PAC Segundo Lúcio Espíndola, superintendente da Usina de Projetos, os 145 milhões não interferem nos recursos do PAC do Governo Federal, que somam R$25 milhões já liberados para a construção de redes de esgoto. Questionado a respeito da responsabilidade do município em relação à mão de obra, o secretário afirma que a Copasa passará a ser responsável pelos novos processos com objetivo de cobrir 100% da captação de esgoto na cidade. “No caso do PAC a Prefeitura irá continuar construindo os interceptores normalmente. No caso dos serviços novos a responsabilidade passa a ser totalmente da Copasa”, afirmou. Na reunião, estiveram presentes o presidente da Copasa, Ricardo Simões, o presidente da Arsen-MG Antônio Caram, o vice-prefeito Francisco Martins, entre outras autoridades e empresários.

Divulgação obrigatória de acesso a portadores Nota de de deficiência é aprovada na Câmara esclarecimento Flávia Brandão

flavia.brandao@gazetaoeste.com.br

A Câmara Municipal de Divinópolis aprovou ontem (12), por 12 votos favoráveis, o projeto de Lei CM-045, de autoria da vereadora Heloisa Cerri (PV), que dispõe sobre a divulgação de acessos destinados aos portadores de necessidades especiais e deficiência física em locais que promovam atividades educacionais, recreativas e de lazer. A vereadora Heloisa Cerri destacou que a aprovação do projeto é de suma importância porque demonstra respeito aos portadores de necessidades especiais, que frequentemente ficam constrangidos por não saberem se determinado lugar possui a acessibilidade adequada para recebê-los. “Um simples aviso pode ser um facilitador de grande importância na lo-

calização do acesso, evitando transtornos que podem ser cruéis, para quem, muitas vezes, depende até mesmo da ajuda de estranhos para sua locomoção”, justificou. Em plenário, o vereador Anderson Saleme (PR) agradeceu a proposição do projeto ressaltando que é mais um facilitador no dia a dia dos portadores de deficiência física. O projeto prevê que empresas e instituições voltadas a projetos e atividades culturais, educacionais, recreativas e de lazer serão obrigadas a divulgar - através de símbolo de deficiente físico - o acesso destinado aos portadores de deficiência e necessidades especiais. Esse símbolo deverá ser afixado em local visível nas empresas e instituições. Além disso, a programação de filmes, espetáculos e publicidades das atividades

culturais em geral, que é anunciada em jornais deverá também apresentar o símbolo. Em caso de descumprimento da Lei, fica estipulada a multa de 10 UPFDM, que equivale a R$ 474,20, sendo que essa multa será aplicada em dobro, em caso de reincidência. Caso o projeto seja sancionado pelo Executivo, a lei entrará em vigor na data de sua publicação. Doação em pagamento Na última reunião, foi aprovado também por 12 votos favoráveis, o Projeto de Lei EM 012, que prevê a doação de imóveis da Prefeitura em pagamento a empresa Geraldo Revalino Ferreira. O vereador Paduano (DEM) defendeu a aprovação do projeto alegando, que há empresa Geraldo Revalino existe há 15 anos, mas está localizada em Área de Preservação Permanen-

te (APP) e precisa de uma gleba de terreno no Centro Industrial para continuar suas atividades. Concordando com Paduano o vereador Roberto Bento (PTdoB) afirmou que é preciso valorizar os pequenos empresários do município e que a empresa precisa do terreno para continuar suas atividades, sendo que possui atualmente seis funcionários e está em expansão na cidade. Também aprovado o projeto de Lei EM 013, que autoriza o Poder Executivo a alienar sob a forma de doação onerosa, imóvel de propriedade do município à Empresa Edilson Veículos Ltda. A doação onerosa foi defendida pelos vereadores Anderson Saleme e Milton Donizetti (PRTB) afirmando que a empresa Edilson Veículos Ltda está em expansão e merece o incentivo do município de Divinópolis.

Em nota publicada na edição 1.572 de 12 de maio de 2011, foi anunciada a ‘liberação’ de R$ 3 milhões por parte do governo federal para a ampliação dos leitos do Hospital São João de Deus. Sendo na verdade confirmado apenas R$ 2 milhões de uma emenda individual do deputado Jaime Martins (PR) e mais R$ 1 milhão destinado pelo Ministério da Saúde. A assessoria de comunicação do vereador Geraldinho da Saúde (PR) e também o blog da Diretoria de Comunicação da Câmara Municipal de Divinópolis anunciaram a ‘liberação’ dos recursos, porém, essa liberação ainda não foi oficializada. Em reunião reivindicada pelo deputado federal Jaime Martins (PR), realizada na última terça-feira (10) em Brasília, com representantes do

Ministério da Saúde e também com a participação do vereador Geraldinho da Saúde (PR) e do diretor do Hospital São João de Deus, Frei Ronan Lima, foi apresentado ao secretário de Atenção à Saúde, Helvécio Miranda Magalhães Junior, o projeto de expansão do hospital, o qual relaciona o espaço físico e maquinário. Entretanto, é importante ressaltar que a verba ainda não está disponível, pois um plano de trabalho foi montado a fim de estudar a possibilidade do município ser realmente contemplado com o total de R$ 3 milhões em recursos. As discussões ainda estão em andamento, e na manhã de hoje (13) em Belo Horizonte, ainda haverá uma nova reunião entre o secretário Helvécio Miranda e o deputado federal Jaime Martins.


04 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

leve e solto” já Sobram empregos e faltam “Livro, tem data para início trabalhadores em Divinópolis SEMC ainda recolhe doações para o projeto

Falta de qualificação e desistência dos trabalhadores frente às vagas oferecidas são problemas registrados

Sarah Rodrigues

Arquivo GO

Flaviane Oliveira

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Em Divinópolis não faltam empregos e sim profissionais para preencher as vagas oferecidas. Dois pontos são determinantes nesta questão, uma delas é a falta de qualificação profissional e a outra é a escolha da vaga e dispensa de empregos que não oferecem o esperado pelo trabalhador, é o que explica o assessor de imprensa do UAI de Divinópolis, Roberto Pereira. Somente na manhã de ontem, mais de 100 vagas foram ofertadas pelo UAI, sendo que desse total, 38 não exigiam experiência profissional. De acordo com Roberto, mensalmente o UAI oferece mais de três mil postos de emprego a cada mês na cidade, porém os trabalhadores na maioria das vezes rejeitam as vagas com menor salário ou não apresentam a experiência e qualificação exigidas. Portanto, os empregos mais almejados são aqueles que oferecem maiores salários e menor esforço. ESTATÍSTICAS De acordo com o NUPEC, em Divinópolis, os setores que

O UAI disponibiliza mais de 3 mil postos de emprego por mês

mais contribuíram para o crescimento dos postos de trabalho foram comércio, com 746 contratações e serviços com 810 novos postos de emprego. A indústria de transformação, por sua vez, foi o setor que mais eliminou postos de trabalho, com 867 desligamentos contra 758 contratações. Em todo o País, segundo os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e DesempregaFlaviane Oliveira

Comércio é um dos setores com maior número de contratações EDITAL DE CONVOCAÇÃO AUDIÊNCIA PÚBLICA A PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS, convoca a comunidade em geral para participar de Audiência Pública referente ao Contrato de Programa para a Prestação de Serviços Públicos de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário no Município, a ser firmado com o Estado de Minas Gerais, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA e a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais – ARSAE/MG, que será realizada às 18:00 h (dezoito horas) do dia 27 de maio de 2011, no auditório da FIEMG, localizado na avenida Engenheiro Benjamim de Oliveira, 144-A, bairro Esplanada, Divinópolis – MG. Vladimir de Faria Azevedo Prefeito Municipal

dos) de março, foram gerados 92.675 empregos celetistas, equivalente à expansão de 0,25% no total de assalariados com carteira assinada do mês anterior. Os setores que registraram os maiores saldos na criação de emprego no Brasil foram serviços com 665.264 vagas e comércio, somando 393.314 empregos. Em março de 2011, no estado de Minas Gerais, foram gerados 11.576 empregos celetistas, equivalentes a uma expansão de 0,30% em relação a soma de assalariados com carteira assinada do mês anterior. Esse aumento foi motivado pelo crescimento nos setores da Agropecuária (4.648), de Serviços (+4.072 postos) e da Indústria de Transformação (3.298), cujos saldos superaram a queda acentuada do Comércio (- 2.514). EMPREGO No mês de março foi registrado o segundo maior número

de admissões e a segunda maior quantidade de trabalhadores demitidos, resultando no menor número de empregos criados do ano de 2011 e terceiro menor saldo desde o ano de 2003. Estes dados fazem parte da pesquisa divulgada pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas (NUPEC) da Faced, embasada em dados divulgados pelo banco de dados do Caged do Ministério do Trabalho e Emprego. Os dados se referem, portanto, aos empregos formais que foram registrados. Em Divinópolis somente em fevereiro deste ano, foram admitidos 2.729 trabalhadores e demitidos 2.534. Já no mês de março, este número subiu para 2.602 contratações contra 2.461 demissões registradas. Em todo o país, no mês de março foram demitidos 1.673.247 pessoas e contratados 1.765.922 trabalhadores. No estado, 202.241 pessoas foram contratadas e 190.665 demitidas no mesmo período.

CONSULTA PÚBLICA A PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS, torna pública para consulta, por meio do endereço eletrônico www.divinopolis.mg.gov.br, e através de impressos afixados no painel de publicações da Prefeitura, a minuta e os anexos do Contrato de Programa a ser celebrado com o Estado de Minas Gerais, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – COPASA e a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais – ARSAE/MG, para a prestação de serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no Município. Sugestões e críticas deverão ser encaminhadas até as 12:00 hs do dia 27 de maio de 2011,através do e-mail nossorio@divinopolis.mg.gov. br, ou entregues, sob a rubrica “Consulta Pública Contrato de Programa COPASA”, na rua Pernambuco, nº 60, Centro, Divinópolis-MG, Cep 35.500-008. Somente serão submetidas a exame as sugestões que contenham identificação do signatário. Vladimir de Faria Azevedo Prefeito Municipal

O secretário explica sobre o funcionamento do projeto Sarah Rodrigues

sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

O projeto da SEMC (Secretaria Municipal de Cultura) “Livro, leve e solto” que visa a distribuição de livros por Divinópolis, começará a partir de 19 de junho. Mais de 300 livros serão soltos na cidade com o intuito de promover a interação, a leitura e a literatura. O secretário de cultura Bernardo Rodrigues explica que o projeto visa a distribuição de livros por toda a cidade e espera que a população interaja entre si trocando os livros.“Vamos colocar livros nas praças, nos ônibus, igrejas, hospitais, postos de saúde, enfim, vários locais com o objetivo de aproximar a literatura do cidadão”. Para que os livros sejam distribuídos, a SEMC pede que a população que tenha livros em casa que não utilizam mais para doarem os exemplares. “Nós ainda estamos recebendo doações, quem puder fazer doações nós fazemos esse clamor à população para que leve um livro que esteja parado na estante, para que seja colocado em circulação”, ressalta. Bernardo explica que aproximadamente trezentos exemplares serão deixados em locais estratégicos e conta que a população faça o mesmo quando terminar de ler. “O projeto “Livro, leve e solto” tem esse

nome porque é exatamente um livro que não terá um depósito, ficará solto pela cidade, e todo livro leva esta instrução: de que a pessoa que pegar, depois que terminar de ler passe o livro para frente e assim a gente espera contar com a população divinopolitana, para ler os livros e também ajudar a democratizar a leitura e a literatura em Divinópolis”. Lançamento oficial do projeto será no dia 19 de junho, quando toda a população poderá acompanhar a interação entre os exemplares. Os livros doados podem ser entregues na sede da SEMC, na Avenida Sete de Setembro 1160. COMPROMISSO Sobre a possibilidade de troca, ou o compromisso de manter o projeto em articulação, o secretário afirma que a secretaria confiará no espírito do divinopolitano, que deverá se comprometer em interagir. “Nós confiamos no espírito de cidadania de cada um, por isso que todos os livros são colhidos como doação, nós não estamos fazendo aquisição de livros, e sim recolhendo doações, fazendo esta articulação para colocar os livros pela cidade, é uma aposta no espírito de cidadania de cada divinopolitano e também acreditando que desta forma além de formar cidadãos, formaremos leitores”, acrescenta.


CIDADES 05

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Hoje é o último dia de vacinação contra Influenza Últimas parciais apontam que meta não foi atingida sarah.rodrigues@gazetaoeste.com.br

A campanha de vacinação contra a Influenza (H1N1) que se iniciou no último dia 25, se estende até as 17h de hoje (13).A meta inicial era vacinar 31.445 pessoas do público alvo, mas apenas 20.097 foram vacinadas segundo a última parcial da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), realizada na terça- feira (10). De acordo com Marcela Machado Santos, Referência Técnica de Imunização somente a tarde todas as parciais serão unidas para se ter um diagnóstico real, a campanha poderá até ser estendida dependendo dos resultados. A parcial aponta que 20.097 pessoas já foram vacinadas, com uma cobertura de 66,16% das crianças, 34,34% dos trabalhadores da área da saúde, 35,36 % das gestantes, 69, 91% dos idosos, com um total de 63, 91 % da população alvo vacinada. A meta é de sejam atingidas 80% das 31.445 pessoas. Marcela ressalta que somente na tarde de hoje os resultados finais serão obtidos. “Nós teremos novas parciais, e diante destas parciais nós avaliaremos

e teremos uma definição, há a possibilidade de talvez termos uma prorrogação da campanha na semana que vem, dependendo da análise que fizermos dos dados. Até o momento não temos como fechar, se vamos prorrogar ou não, existe a possibilidade e nós iremos avaliar as parciais que ainda irão chegar”completou. Sobre o movimento nos Postos de Saúde, Marcela conta que está diminuindo, mas o grupo que menos compareceu foi o das gestantes. “Nós mantemos sempre a chamada, continua fraco o movimento, mas desde o início da campanha as gestantes foram um grupo de uma procura mais baixa, até houve uma melhora depois das chamadas” esclareceu. A técnica explica que o grupo das gestantes é considerado de risco e precisa tomar a vacina, mesmo com alguns receios. “Nós orientamos quanto ao beneficio da vacina, de poder ser feito em qualquer idade gestacional, existe alguns mitos e medos que elas podem ter, mas temos que lidar com isso, por mais que a gente oriente, elas realmente se sentem um pouco ansiosas, inseguras, mas trabalhamos que a vacina é

Natalia Santos

Sarah Rodrigues

Apenas 63, 91 % do total de 31.445 pessoas foram imunizadas

indicada pelo Ministério a todas as gestantes”. No estado de Minas Gerais inteiro, o número de imunizações de grávidas foi baixo. De acordo com os últimos dados do estado 89.250 gestantes se imunizaram, o que resulta em 29,27% da meta.

IMUNIZAÇÕES Na parcial divulgada pelo Estado mais de 1,6 milhões de pessoas já foram imunizadas. Os números, que podem ser consultados no site do Programa Nacional de Imunização (PNI), refletem uma cobertura até o momento de 51,54% no Estado, o

que está dentro das perspectivas para o período da campanha, a última semana. As crianças menores de 02 anos se destacam, com a maior cobertura entre as faixas a serem vacinadas, atingindo 60,67%. Os maiores de 60 anos também contam com boa cobertura, que está

na casa de 52,72%. A Referência Técnica explica que os pais estão mais atentos à vacinação e os idosos também que já possuem o hábito de vacinar. Por isso, a campanha tem o slogan “Aprenda com os mais velhos”, pois a vacinação contra gripe é aplicada desde 1999. “As crianças menores de 2 anos principalmente, a população de Divinópolis já tem essa cultura, esse cuidado com as crianças. Os idosos também, eles já têm uma rotina de vacinação que está mais bem estruturada e os pais realmente tem mais cuidado quanto a isso. Além dos benefícios das campanhas e as pessoas realmente se internam menos, os benefícios são bem visíveis”, ressalta Marcela. A expectativa é vacinar em todo o estado 3.124.715 pessoas, a meta é aplicar 2.496.840 doses, o que corresponde a 80% de cobertura da população alvo. Aproximadamente 13 mil profissionais de saúde estão envolvidos com a campanha. Cerca de 5500 postos fixos e volantes estiveram à disposição do cidadão para aplicar a vacina. Foram investidos R$ 2.672.705,60, sendo R$ 797.731,35 provenientes do Tesouro Estadual.

Restaurante Popular poderá ser Clientes reclamam das taxas abusivas reformado no segundo semestre cobradas pelos serviços de cartão

Divulgação

Município aguarda liberação do governo federal Arquivo GO

André Bernardes

andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

O Restaurante Popular poderá passar por uma reforma em breve. A prefeitura quer investir no local para que possa atender melhor a população divinopolitana. Segundo o superintendente da Usina de Projetos, Lúcio Espíndola, o município quer utilizar os recursos remanescentes da construção para reformar o espaço. Espíndola explica que já foi feito um pedido ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, para utilizar o saldo da construção melhorando a estrutura. A princípio o restaurante receberia um forro, teria uma modificação nas janelas e a área ao redor seria urbanizada, para melhorar o atendimento. O saldo remanescente seria de aproximadamente R$ 600 mil. De acordo Lúcio a princípio o município faria uma descentralização do restaurante Popular, criando filiais, que serviriam

Se liberado o restaurante pode ser reformado no segundo semestre

como cantinas, mas que não seria adequado pelas questões operacionais. Inclusive atualmente o restaurante funciona abaixo de sua capacidade, servindo menos refeições do que poderia. A expectativa é de que até o final do mês o Ministério autorize o uso dos recursos, caso isso ocorra o superintendente afirma

www.g37.com.br | gazeta@gazetaoeste.com.br

que a ordem de serviço poderá ser autorizada no segundo semestre, entre julho e agosto. QUALIDADE O Restaurante Popular foi inaugurado em Divinópolis no dia 20 de junho de 2008, com o objetivo de servir refeições balanceadas de boa qualidade e a baixo custo. Naiara Cristina, quando não pode almoçar em casa, sempre faz suas refeições no Restaurante Popular, segundo ela a comida sempre atende suas necessidades. “A comida é muito boa, cada dia tem um cardápio, o tempero é na medida certa e ainda por cima, é muito barato”, diz.

Flaviane Oliveira

flaviane.oliveira@gazetaoeste.com.br

Quando se faz uma compra por meio de cartão de crédito ou mesmo cartão de loja, é cobrada uma taxa de manutenção do cartão e algumas vezes a taxa de processamento da fatura. O que poucas pessoas sabem é que algumas empresas cometem cobrança abusiva desses valores, o que encarece cada vez mais a compra do cliente. Em todos os sites especializados e também nas redes sociais, o número de registro de reclamações por causa das taxas abusivas cobradas pelas operadoras tomam grande parte das conversas e postagens dos internautas. Em um dos sites de registro de reclamações mais movimentados, um dos questionamentos da cliente que preferiu não se identificar se refere a cláusulas contratuais abusivas. Várias empresas conhecidas têm colocado em suas cláusulas de contrato de venda a prazo ou emissão de cartão, a aceitação por parte do consumidor da cobrança de emissão de boleto ou mesmo de valor para fazer a emissão da fatura mensal. Há lojas que cobram R$1,95 a cada fatura emitida, portanto, cobram R$1,95 por cada parcela. A consumidora então exemplifica que na compra de um objeto no valor de R$100 parcelado em cinco vezes (que teoricamente

A taxa vem embutida no valor total da fatura do cartão

seria sem juros) ao final dos cinco meses o cliente terá pago 10% do valor inicial, cerca de R$110,00. Na verdade o valor de R$10,00 seria inicialmente o repasse indevido de gastos que a instituição deveria arcar, uma vez que a mesma é a oferecedora do serviço. Ao ler algumas das cláusulas do cartão que usa, a cliente julga que há abuso na cobrança da referida taxa, “É abusivo o atuar da instituição que procede a cobrança de tarifa por processamento de fatura, repassando ao consumidor custo que deveria ser suportado pela própria instituição que presta o serviço. Se para processamento de fatura existe esse custo, este deve ser suportado pela instituição, caracterizando onerosidade excessiva o repassar de tal custo ao consumidor, na medida em que a instituição já é remunerada pelos serviços que presta aos seus clientes” considera. CLIENTE A dona de casa Ana Lúcia fez as contas de todas as taxas que paga somente para manutenção

e processamento das faturas que recebe, “Hoje em dia é difícil encontrar alguém que não tem pelo menos um cartão de loja ou de crédito. As vezes a gente se ilude com as facilidades e quando vê está pagando um valor muito alto. No último mês, paguei mais de R$10,00 somente dessas taxas que vão se acumulando a cada compra” afirma. O problema ainda é pior quando a fatura não chega na casa do cliente e o mesmo tem que se dirigir à loja para efetuar a impressão e pagamento da fatura, e mesmo assim paga a taxa pela entrega do boleto. CAUTELA É importante lembrar que cada caso é um caso e nem sempre todos as taxas cobradas pela empresa do cartão estão fora das determinações impostas pela lei. Portanto em caso de dúvida é sempre importante entrar em contato com a operadora do cartão e em caso do problema não ser solucionado, o cliente deve entrar em contato com o Procon que irá tomar as medidas necessárias.


06 VARIEDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Paulo Henrique

psproducoesdivi@yahoo.com.br

Fernando & Sorocaba faz show amanhã em Pará de Minas

Neste sábado (14), a partir das 21h, no Parque de Exposições de Pará de Minas, a dupla Fernando & Sorocaba, fará um show na Exposição Agropecuária da cidade. Fernando & Sorocaba são considerados uma das grandes revelações do sertanejo universitário e se consagraram em 2008 lançando o CD e DVD Bala de Prata, apenas com músicas próprias. Hoje, as canções de Fernando & Sorocaba, já fazem parte das paradas de sucesso nas rádios de todo o Brasil. A Casa Caiu, Celebridade, Paga Pau, Madri, To passando Mal, são apenas algumas delas. O tradicional rodeio da cidade, começou na última quarta-feira, e continua até domingo (15). Quem sobe ao palco hoje, sexta-feira (13) é o cantor baiano Tomate, e a dupla Alan & Alex. Amanhã (14) é a vez de Fernando & Sorocaba, e no domingo (15), para encerrar a festa, tem Lívia Cristo e a banda Bartucada. Mais informações sobre preços de ingressos e outros acesse: www.nenety.com.br

Lançamento Camarote Brahma Country

Dia 19 de Maio, o Hangar Music Bar em Divinópolis, recebe a festa de lançamento do Camarote Brahma Country da Divina Expô 2011. A festa de lançamento, terá shows de Cristiano & Raphael e João Paulo & Natália. Fiquem ligados, que vem muitas novidades para este evento. Todo mundo já sabe que o Camarote Brahma Country, é o espaço ideal para quem deseja ter conforto e diversão, pois proporciona aos convidados uma vista privilegiada. Além do agito e da badalação, que acontecem no Camarote, os convidados desfrutarão de um buffett exclusivo e open bar de chopp gelado. Pra você que ainda não garantiu sua entrada nesse espaço VIP, passe na Print Júnior, e garanta seu camarote Brahma Country com desconto de 10%, e funcionário Ambev tem desconto especial. Informações ligue: 37-3221-4876. Pra você que não foi no camarote Brahma Country, vá na festa de lançamento dia 19/05 no Hangar, pois o evento está recheado de surpresas, e você vai comprovar, que o Camarote Brahma, é o melhor lugar da festa!

Rafael & Júnior

So na Curtição

Maria Gadú faz show hoje em Belo Horizonte A Divinopolitana Aninha, curtindo o evento Trinave, no Rio de Janeiro ao lado de seus amigos

Imagine, em apenas um ano, uma cantora ver a música que compôs com dez anos de idade virar hit nacional, lançar seu CD de estreia e receber a certificação de Disco de Platina – venda superior a 100 mil cópias, fazer mais de 100 shows por todo o país, vencer o Prêmio Multishow 2010 na categoria Melhor Álbum e ainda ser indicada ao Grammy Latino 2010 em duas categorias: Revelação e Melhor Álbum Cantor/Compositor. Não à toa, Maria Gadú tem motivos de sobra para festejar o que aconteceu na sua vida de um ano para cá. E como toda comemoração deve ser, ela fez o que mais gosta: cantou. E a celebração ganhou um nome, ‘Multishow Ao Vivo Maria Gadú’. E é este show que a cantora traz ao Chevrolet Hall hoje dia 13 de maio. Mais informações: (31) 3209-0505 - Central dos Eventos ou acesse: www.centraldoseventos.com.br

Na última quinta-feira (05), a dupla Divinopolitana Rafael & Júnior, gravou seu mais novo projeto na tradicional QuintaNeja do Campeiro. A dupla gravou um CD e um DVD promocionais, para distribuir em rádios, eventos, empresários e fãs. Para contratar a dupla, é so ligar: 37-8835-0758. Em breve, o mais novo sucesso da dupla, estará tocando nas principais rádios da região. Fiquem Ligados!

Agenda Hangar Music Bar

Quinta-Feira 12-05-11 Tekillas Bora Sambah Dj JP Sexta-Feira 13-05-11 Cristiano & Raphael João Paulo & Natália Simples Toque Dj JP Sábado 14-05-11 Ketimbal Boleiros do Samba Brotos do Samba Dj JP Informações: 37-3222-6665 www.hangarmusicbar.com.br

Babilonia Show

Sexta-Feira 13-05-11 Tony e Alexandre Cleyton e Junior Boate Sander Sound Sábado 14-05-11 Baile dos solteiros Banda Phásis Boate Da Costa Dj Túlio Moura Informações: 37-3222-5055 www.babiloniashow.com.br

Point Beer 10 Anos Quinta-Feira 12-05-11 Banda Jokie Luiz Caxeiro Acustico Banda Fenda do Biquini Sexta-Feira 13-05-11 Banda Maria Boné Banda Akira Sábado 14-05-11 The Peppers Banda Pietra Banda Dom Getulio Domingo 15-05-11 Leno do Cavaco Grupo Atraentes Grupo Simples Toque Informações: 37-3213 4929

Lux Lounge

Eliana, mãe da Miss Divinópolis Priscila Faiffer, curtindo a Fenacer 2011, ao lado do Ex-BBB Mau Mau e de sua amiga Júlia

Sexta-Feira 13-05-11 Bruno Lopes Dj Taty Mesquita Sábado 14-05-11 Banda MJack Dj Taty Mesquita Informações: 37-3214-5877 www.luxlounge.com.br

Girus Disco Show

Estará fechada Retorno dia 02 de Julho com o tradicional FORROBODÓ Informações: 37-3231-6633 www.girusdiscoshow.com.br Daniel Fernandes e Michele Fernanda, bombou com a cobertura da Fenacer 2011 na Maratona 94. Parabéns toda equipe!

Hellen Taiza curtindo o Camarote Lounge, na primeira noite da Fenacer 2011 ao lado de Sebá do Inimigos da HP

A coluna não se responsabiliza por eventuais alterações na programação

Sugestões e críticas: psproducoesdivi@yahoo.com.br | Twitter.com/phnovafm De segunda a sexta-feira, de 12:00h às 17:00h ao vivo pela Rádio Nova FM


VARIEDADES 07

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

NELSON PORTO

nelsonporto@gazetaoeste.com.br

Divina Mulher

A entrega do Trofeu Divina Mulher aconteceu numa noite de glamour. Homenageadas e convidados desfilaram simpatia e elegância. O salão do Divinópolis Clube foi divinamente decorado por Festa Fácil, Rillis Floricultura, iluminação de DJ Xexeu cobertura fotográfica de Luiz Fotógrafo, recepcionistas vestidas por Chianelli e atração de Santa Clara & Cia. O prefeito Vladimir Azevedo foi o padrinho da noite, entregando os trofeus juntamente com os parceiros presentes.

Nelson Horta, Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Wilmeia Horta e Marcia Simoni (Chianelli)

Nelson Porto, Maria Elizabete Oliveira, Ana Luiza (Escala Turismo) e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Maria Isabel Peçanha, Cleo Laurindo (Jequiti) e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Antônio Mauricio, Vladimir Azevedo, Eliana Silva e Dep Fabiano Tolentino (Campo & Negócio)

Nelson Porto, Cleo Laurindo (Jequiti), Maria José Custódio e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Eliana Brás, Vladimir Azevedo e o Dep Fabiano Tolentino (Campo & Negocio)

Nelson Porto, Ângela Guimarães e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Mariela Mourão, Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Paulino Pereira, Márcia Pereira e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Vladimir Azevedo e Mariadma Rodrigues

Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Juliana Maia e Paula Faria (representando Ilumina)

Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Miriam Dias e Willian Marcondes (representando Otica Dinovo)

Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Silvania Quadros e Marcia Simoni (Chianelli)

Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Zeila Guimarães e Leticia Enes (representando Dep Domingos Savio)

Nelson Porto, Vladimir Azevedo, Zizi Faria e Leticia Enes (representando Dep Domingos Sávio)

Nelson Porto, Maria Barbosa, Ana Luiza (Escala Turismo) e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Denise Lara e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Dulcemar Rodrigues e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Annita Franca e Vladimir Azevedo

Nelson Porto, Antonieta Alvim e Vladimir Azevedo


08 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Postos apresentam variações no preço da gasolina A diferença tem chegado até 25 centavos andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

Apesar da ligeira queda registrada no preço da gasolina desde o início da semana, em Divinópolis motorista que pesquisar pode encontrar preços bem mais em conta dependendo do posto em que abastece. A reportagem deu uma volta pela cidade e pesquisou o preço da Gasolina Comum em diversos postos. O preço mais baixo registrado foi o de R$ 2,988 no Bairro Interlagos, enquanto o preço mais alto foi encontrado no centro da cidade pelo preço de R$3,079. Em nota divulgada no site da Agência Brasil, o Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, está trabalhando na redução dos preços da gasolina e do etanol entre 6% e 10%. O objetivo é fazer com que outras empresas também baixem os preços dos combustíveis aos consumidores.

Segundo o ministro, os preços dos combustíveis, que se elevaram muito nos últimos meses, já estão caindo significativamente. “Os preços prosseguirão em queda até que se estabilizem em um patamar razoável”, disse Lobão à Agência Brasil. A medida do governo foi tomada com o objetivo de acelerar o movimento de queda dos preços já esperado pelo mercado, e assim controlar a inflação. Somente a gasolina respondeu por quase um terço da alta de 0,77% da inflação constatada em abril pelo IPCA, índice que baliza as metas almejadas pelo Banco Central. Dessa forma o IPCA acumulado em 12 meses chegou a 6,51%,ultrapassando o teto da meta oficial de 4,5% ao ano mais tolerância de dois pontos percentuais. PREÇOS Em Minas Gerais, a redução no preço da gasolina foi de R$ 0,17 por litro para o etanol e R$ 0,10 para a gasolina. A expec-

Flaviane Oliveira

André Bernardes

Leopoldo acredita que a diminuição tende a se concretizar em todas as distribuidoras

Ambientalistas preocupados com projetos de degradação ambiental Venilton Ferreira

Venilton Ferreira Da Redação

Buscando a preservação da Lagoa da Sidil e das nascentes da mesma região e ainda do tombamento de todo o entorno da lagoa, o Presidente da Associação dos Amigos das Nascentes de Divinópolis e Região – AMINAS, Walter Gonçalves Beirigo esteve na quarta-feira (11) na Promotoria de Meio Ambiente e Defesa do Cidadão, para acompanhar o andamento de todo o processo. Ele informou que existe um projeto para transformar aquele local em um ambiente de acesso ao público para lazer, diversão, práticas esportivas, nos mesmos moldes de outros parques municipais. O projeto elaborado pela Empresa Selva, que cuida especificamente de assuntos relativos ao meio ambiente, está parado na prefeitura de Divinópolis, porque existem alguns empresários do ramo da

Ambientalistas compareceram ao Ministério Público para acompanhar processos

construção civil que querem construir um condomínio fechado ao lado da lagoa. Além de existirem aproximadamente dez nascentes o terreno tem uma inclinação de 45 graus, o que o torna inviável para construção de qualquer imóvel habitacional. “Espero que as autoridades se conscientizem e não autorizem a construção desse condomínio, porque o dano ao meio ambiente será muito grande. Todas as nascentes serão dizimadas, a fauna e a flora serão afetados e o prejuízo para a comu-

nidade será incalculável”, explica o representante da AMINAS. Outro assunto que motivou a presença dos ambientalistas é a possível construção de um novo shopping às margens do Rio Itapecerica, no Bairro Padre Libério. Segundo o vice-presidente da AMINAS José Nilton Teodoro, além de também uma área de preservação permanente, no projeto do novo edifício consta a construção de um muro de arrimo para contenção das águas do rio em caso de enchentes. Po-

rém, caso haja essa construção, os moradores do Bairro Manoel Valinhas, que faz divisa com o local, estão temerosos em caso de inundação. “Nós vamos nos mobilizar, vamos cobrar das autoridades, políticos, sociedade em geral, mas não poderemos permitir que a mesma degradação ambiental que aconteceu com a construção do outro shopping existente no local se repita”, desabafa o vice-presidente. A Senhora Joana D’arc, moradora às margens do rio, no bairro Manoel Valinhas, e a presidente do SIND UTE Maria Catarina também compareceram à Promotoria, preocupadas com os efeitos negativos que a obra pode vir a causar. Ficou agendada para a próxima quarta-feira (18) uma reunião com o Promotor para tratar do assunto referente a esse novo empreendimento, que, de acordo com os manifestantes, só trará mais prejuízo para a população.

tativa é de que a redução dos preços chegue ao consumidor na mesma proporção. O gerente de um dos postos de gasolina que fica no bairro Interlagos explica que no caso dos postos com transporte próprio para carregamento do combustível e a capacidade de adquirir em maior quantidade, são variáveis que atuam na determinação do preço. De acordo com o diretor regional da Minaspetro, Leopoldo Marques, o recuo no preço da gasolina é resultado da queda do preço das distribuidoras que iniciaram a diminuição dos valores cobrados. Leopoldo acredita até o fim dessa semana já seja divulgada uma posição de todas as distribuidoras para reduzirem o percentual do combustível. Em Divinópolis o índice de redução do preço da gasolina foi de R$0,10. Leopoldo afirma que essa redução poderá ser ainda maior de posto para posto, “Como no estoque de um posto, o giro é muito rápido, eu

acredito que até sexta-feira a cidade já vai estar com preço abaixo do registrado anteriormente” afirma. A estimativa é de que desde janeiro deste ano, a gasolina tenha subido 18 %. Leopoldo explica que ao notar o aumento do preço, o consumidor tende a economizar, porém com o tempo, a compra da gasolina se normaliza. O diretor destaca ainda que a gasolina brasileira tem seu preço elevado em relação aos demais países devido ao valor tributário incluído no preço final, “Realmente o combustível em nosso país é caro em função da tributação. O que pesa no preço hoje é a carga tributária, 40% do preço da gasolina é imposto, 11% por cento é a margem da revenda, que são os postos, juntamente com a margem da distribuidora e o frete. O restante disso é custo da gasolina e mais os 25% de Etanol Anidro que formam a Gasolina C” finalizou.

Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais SECRETARIA DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE DIVINÓPOLIS – MG. EDITAL DE CITAÇÃO DE NIVALDO DE JESUS. Prazo de 30 (trinta) dias. Processo n. 223.10.019728-2 – Ação Monitória na qual figura como autora Sociedade Dom Bosco de Educação e Cultura Ltda. E como réu Nivaldo de Jesus. Objetivo: CITAR Nivaldo de Jesus, brasileiro, solteiro, estudante, CPF.: 071.325.678-88, residente em local incerto e não sabido, para os termos da ação mencionada e para, no prazo de 15 (quinze) dias, efetuar o pagamento do débito, no valor de R$3.925,08, ou, caso queira, no mesmo prazo oferecer embargos, sob pena de ser constituído de plano, o título executivo judicial, prosseguindo-se na forma prevista para o cumprimento de sentença (art. 475-I e seguintes do CPC). Em caso de cumprimento, ficará isento de custas e honorários advocatícios. Divinópolis, 29 de março de 2011. Eu, Maria Aparecida Santana, Escrivã Judicial, o fiz digitar e assino. Fernando Fulgêncio Felicíssimo – MM.Juiz de Direito da 2ª Vara Cível. Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais SECRETARIA DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE DIVINÓPOLIS – MG. EDITAL DE CITAÇÃO. Prazo de 30 (trinta) dias. Processo n° 223.10.019736-5 – Monitória, no qual figura com Autora SOCIEDADE DOM BOSCO DE EDUCAÇÃO E CULTURA LTDA., inscrita no CNPJ sob o n° 20.151.478/0001-20, na qualidade de mantenedora da FACED e como Ré JULIANA DA SILVA PINTO. Objetivo: Citar JULIANA DA SILVA PINTO, inscrita no CPF sob o n° 031.855.346-54, com endereço em lugar incerto e não sabido, sendo que o último endereço conhecido é o da rua Fortaleza, 290, Bom Pastor, em Divinópolis/MG, para, CITE a parte ré, nome e endereço acima, para no prazo de 15 (quinze) dias, efetuar o pagamento da importância de R$3.454,13 ou a entrega da coisa, se for o caso, hipótese em que ficará isento do pagamento de custas processuais e honorários advocatícios. Fica a parte advertida de que não sendo embargada a ação ou rejeitados os embargos, constituir-se-á de pleno direito o Título Executivo Judicial, convertendo-se este Mandado em Mandado Executivo, prosseguindo-se na forma prevista no Livro I, Título VIII, Capítulo X do Código de Processo Civil. Observar que: A) em caso de cumprimento do mandado inicial, ficará isento de custas e honorários advocatícios (§1° do art. 1102c do CPC); B) se não efetuar o pagamento do montante da constituição, será acrescida multa no percentual de 10% (dez por cento), expedindo-se o competente mandado de penhora e avaliação; C) se efetuado o pagamento parcial do débito, no prazo acima, a multa de 10% (dez por cento) incidirá apenas sobre o restante (§4° do art. 475-J, do mesmo diploma legal). Divinópolis, 29 de março de 2011. Eu, Maria Aparecida Santana, Escrivã Judicial, o fiz digitar e assino. Fernando Fulgêncio Felicíssimo – MM Juiz de Direito da 2ª Vara Cível.


POLÍCIA 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Acidente envolve três veículos no Santa Clara

Marciel Muniz

Marciel Muniz

Estudante usa garrafa de vidro em briga dentro de escola Após se envolver em uma briga o aluno quebrou a garrafa e tentou ferir outros estudantes

marciel.muniz@gazetaoeste.com.br

Três veículos se envolveram em um acidente na tarde de ontem no bairro Santa Clara em Divinópolis. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Sete de Setembro com a Rua Tiradentes por volta das 15 horas. Segundo testemunhas o motociclista estava descendo a Avenida Sete de Setembro sentido bairro Bom Pastor quando colidiu com o veiculo Honda/ CRV que trafegava na rua Tiradentes. Com a intensidade da batida o garupa da motocicleta foi atirado em cima do capô de outro veículo um Vectra que subia em sentido contrário. A Unidade Móvel de Resgate esteve no local para atender as vítimas que foram socorridas por populares. Segundo os Bombeiros elas estavam conscientes e sofreram fraturas e leves escoriações. De acordo com os policiais que realizaram a ocorrência, o condutor e o carona da motoci-

Marciel Muniz

marciel.muniz@gazetaoeste.com.br

A moto ficou bastante danificada com a intensidade do acidente

cleta foram encaminhados para o Pronto Socorro Regional. Paulo Henrique, de 26 anos é morador do bairro e ressaltou que no local já aconteceram

vários acidentes. “Essa é uma avenida muito movimentada e os condutores passam pelo local sem tomar os cuidados necessários que deveriam ter, a maioria

Agentes da Settrans estiveram no local dando apoio à Polícia Militar

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE! • GERENTE JURIDICO OU CHEFE DE DEPARTAMENTO PESSOAL • COBRADOR (A) • MOTORISTA - Com habilitação D ou E • AUXILIAR DE ALMOXARIFADO • MECÂNICO OU APRENDIZ DE MECÂNICO • LANTERNEIRO OU AUX. LANTERNEIRO OFERECEMOS: Ticket alimentação, Plano de saúde familiar, Transporte gratuito Inscrições feitas na Empresa de segunda a sexta-feira de 08:30 as 17:00, pelo SINE toda terça-feira de 08:00hs às 11:00hs e no site da empresa: www.trancid.com.br

dos acidentes aqui são por causa da imprudência dos condutores mesmo” destacou Paulo. Motociclista grávida sofre acidente Uma motociclista grávida se envolveu em um acidente no bairro Bom Pastor na tarde de ontem. O acidente ocorreu no cruzamento da avenida Sete de Setembro com a Rua Fortaleza. Segundo informações de populares a moto Honda/ Bis não respeitou as regras de circulação e foi atingida pelo veiculo Honda Civic. A condutora da motocicleta Flávia Gonçalves Cardoso de 24 anos, foi socorrida pela unidade de resgate, ela sofreu leves escoriações e estava consciente. De acordo com os bombeiros, Flávia reclamava de fortes dores nas costas e alegou que estava grávida de 3 meses. Diante da situação a vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro Regional onde passou por exames e seu estado de saúde é estável. O condutor do veiculo Honda não sofreu ferimentos.

Um aluno utilizou uma garrafa de vidro como arma e tentou ferir outros estudantes durante uma briga, que ocorreu dentro da escola Antônio Gonçalves de Matos, no bairro Nossa Senhora das Graças. A briga entre os estudantes ocorreu no horário de aula e a diretora Maria Aparecida Silva acionou a Polícia Militar ao se deparar com vários alunos envolvidos em uma confusão no pátio da escola. Segundo a PM um dos estudantes envolvidos na briga usou como arma uma garrafa de vidro que ele mesmo teria quebrado para tentar atingir os outros envolvidos, porém, ninguém ficou ferido. Logo depois da confusão, a

diretora da unidade de ensino realizou uma reunião com a presença dos pais do estudante e de um policial, para que as providências cabíveis fossem tomadas. A diretora não quis se pronunciar sobre o ocorrido. Segurança nas escolas A Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais aprovou, na ultima terça-feira (10), um requerimento para a realização de um fórum técnico sobre a segurança nas escolas do estado. O evento é organizado em conjunto com a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática. De acordo com a Comissão de Segurança Pública, a realização do fórum em outubro será precedida de cinco encontros regionais, em Juiz de Fora, Januária, Araxá, Varginha e Contagem.

Ciclista é atingido por motocicleta no bairro Niterói Venilton Ferreira

Marciel Muniz

marciel.muniz@gazetaoeste.com.br

Um ciclista foi atingido por uma motocicleta na tarde de ontem no bairro Niterói, próximo à ponte. O acidente ocorrido na Rua Francisco de Carvalho, tumultuou o trânsito no local, interditando uma das faixas.

Segundo informações de testemunhas, o ciclista atingido pela motocicleta é um usuário de drogas. O condutor da bicicleta foi atendido pelos Bombeiros e encaminhado ao hospital São João de Deus.O condutor da motocicleta sofreu apenas escoriações leves e foi encaminhado para o Pronto Socorro Regional.

Passe o verão em forma e com boa saúde. Academia No Limit: a sua segunda casa. Venha você também fazer parte dessa família. Ótimo ambiente, localização privilegiada, com o atendimento e a atenção que você merece. Conquiste o corpo que você sempre sonhou. O nosso prazer é a sua satisfação.

Academia No Limit: a boa forma agora sem limites! Av. Tiradentes, 88 - Centro Carmo do Cajuru / MG - (37) 9937.4021


10 GERAL

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Em pleno Outono/Inverno empresas lançam coleções Verão 2011/2012

Natalia Santos

Natalia Santos Enviada especial

Mal acabou o verão 2010/2011 e as empresas de confecções de Divinópolis e do Brasil já estão prontas para lançar a coleção da estação 2011/2012. Para mostrar mais uma vez o potencial da cidade, o polo de moda de Divinópolis está presente na 8ª edição do Minas Trend Preview Verão 2012 (MTP 2012). O evento que acontece este ano no ExpoMinas, iniciou-se quarta-feira (11) terminando amanhã (14). O MTP reúne 300 grifes de moda, calçados, bolsas, acessórios e joias. Eu fui e conferi. O único encontro de moda brasileiro focado na antecipação das coleções para a próxima temporada estava movimentado e com muitas atrações. O MTP se posiciona como um dos principais eventos de moda comercial do País ao registrar um crescimento da ordem de 48% no número de expositores confirmados para esta edição. Vale destacar que não é simples participar do evento. Todas as confecções, obrigatoriamente, são avaliadas em quesitos como originalidade e qualidade da produção, entre outros, por um comitê formado por especialistas do segmento têxtil e confeccionista. Sendo assim, só expõe aqueles que têm produtos e produções diferenciadas que se destacam das demais de seus pólos. O Sindicato das Indústrias do Vestuário de Divinópolis (Sinvesd) estimula e facilita a participação das empresas do polo de moda da cidade no Minas Trend. Desde a primeira edição, os confeccionistas selecionados representam as empresas de Divinópolis no stand do Sinvesd. Nesta oitava edição, cinco empresas foram selecionadas para participar do evento: Diviníssima em stand

próprio e Lorena Nunes, Maria du Jão, Território Nacional (TN) e Verde Limão em stand conjunto. De acordo com o presidente do Sinvesd, Antônio Rodrigues Araújo Filho, a expectativa são as melhores, começando pela mudança de local de realização da feira. Antes realizada na Lagoa dos Ingleses, o MTP tem sua edição deste ano realizada no ExpoMinas e apresentou um aumento de 35% na área de stands. “Esta é uma oportunidade para as empresas de Divinópolis mostrarem seu “preview”

da coleção verão. Mais uma vez Minas Gerais sai na frente no setor, apresentando tendências e coleções 30 dias antes do maior evento de moda do país que é a São Paulo Fashion Week (SPFW)”, declarou Antônio. Lorena Nunes Pela primeira vez no evento, a empresa de jeans Lorena Nunes, teve a oportunidade de mostrar o diferencial do produto. Convidada pelo Sinvesd e aprovada pela curadoria de Renato Loureiro, a marca traz uma coleção baseada no tropicalismo brasileiro. Inspirada na fauna e na flora do Brasil a estilista Marcela Marx desenvolveu as peças para a próxima estação e proporcionou à proprietária Lina Mara Nunes de Lima a confiança de participar do MTP.

Verde Limão Vida Eterna, Preservação, Renovação do Amor e Harmonia ente o Céu e a Terra. Esta é a origem da nova coleção da Verde Limão. A empresa do setor moda praia se inspirou na natureza, como forma de celebrar a estação onde fica mais visível o poder da criação e reprodução das espécies. Estes elementos foram representados em toda estamparia exclusiva, através de flores, árvores, peles e paisagens. “Escolhemos tecidos finos, tecnológicos e aliamos a rusticidade das rendas e linho, entre

drapeados, torções, plissados e franzidos, adornos em metal, acrílico e pedras artificiais para valorizar o corpo de todas as mulheres”, conta Marisa Castro, gerente de vendas da Verde Limão. Através desta mensagem ligada à natureza, a marca desenvolveu a coleção “Árvore da Vida”, para que as brasileiras possam tê-la sempre ao usar os produtos da Verde Limão e nunca se esquecer de reverenciar o dom da vida, o bem viver e principalmente, o respeito ao Meio Ambiente. Segundo a gerente de vendas e proprietária Marisa Castro, a terceira participação no Minas Trend se destaca dos demais eventos de moda. “Não tem como comparar o MTP e o Fashion Rio. O evento mineiro dá maior visibilidade as nossas marcas divinopolitanas. E nesta edição, esta visibilidade

será maior. Sendo no centro da cidade, os clientes sentem maior facilidade de conferir o evento e assim aumenta em grande escala a movimentação”, afirmou Castro.

muitos contatos e isto facilita a divulgação da nossa marca. É a partir de agora que vão aos poucos falando de nossa marca”, frisou. Esta também é a terceira vez que a empresa participa do MTP.

Maria Du Jão Outra empresa que participa do Minas Trend Preview é a Maria du Jão. Mais uma vez a empresa expõe seus produtos originais e de qualidade no evento. Depois de participar do Fashion Rio com a coleção de inverno, a marca tem a intenção de fortalecer a identidade local e consolidar o

Território Nacional A empresa divinopolitana está debutando e uma de suas comemorações é a participação do evento “preview” da moda. Depois de ter participado também do Fashion Rio, a Território Nacional vem reafirmar o potencial do polo divinopolitano. Esta edição, a TN apresenta uma

seu conceito, com as criações para o próximo verão. Os produtos apresentam características da cultura mineira, com maturidade e boa dose de humor, seja em detalhes ou apenas em nas estampas. O verão da Maria du Jão será repleto de simples detalhes da vida. As meninas querem despertar e dar valor ao que a maioria das pessoas deixa passar despercebido. A coleção ressalta a história de Amelie Poulain, onde a delicadeza e a inocência mostram paciência, bondade, generosidade em sua humilde trajetória, representando pela entrega, tolerância e sinceridade. A empresaria e estilista Michelli Melo, declara que são as virtudes simples que inspiraram a coleção de verão 2012 da Maria du Jão. “Está sendo um sucesso, fizemos

coleção tendo como fonte de inspiração a vida e obra de Claude Monet, pintor precursor do impressionismo. Para a empresa, a arte de Monet é referência nas cores, estampas e texturas. Influência esta que pode ser notada na técnica de tingir os tecidos, remetendo ao aquarelado característico de sua obra. Confeccionados em tecidos de algodão, laises ingleses e linhos, as peças possuem modelagens ajustadas, mescladas em tons de beges e ao clássico preto e branco. A proprietária da marca, Luciene Alves não conseguiu se conter de tanto entusiasmo. Isto significa que a participação na feira tem trazido bons resultados. “Fazer parte deste grupo de expositores tem causado um “up” em nossa marca. Desde nossa primeira participação temos

conseguido novos clientes e também gerar uma fidelização”, aponta Luciene. Diversidade Para quem acha que o Minas Trend Preview é a exposição apenas de vestuário, está enganado. A feira também reúne empresas do setor calçadista e também de acessórios. Pela segunda vez consecutiva, a Diviníssima, empresa divinopolitana de acessórios expõe em stand individual seus produtos. A marca que já atinge 65% do país teve a oportunidade de participar do único evento de pré-lançamento de moda consolidado no país. Representando também nossa região Centro-Oeste, o Sindicato das Indústrias de Calçados de Nova Serrrana (Sindinova), esteve representado pelas marcas Amaia, Júlia Mezzetti e Arena em stands individuais, enquanto Ykebana, Lara Mello e Açúcar Mascavo dividem o espaço coletivo do sindicato. Inspirações Durante os quatro dias de evento, todos os interessados da moda podem conferir além dos stands, desfiles e principalmente palestras. Na manhã de ontem (12), 400 pessoas assistiram a palestras da inglesa Jodie Ball, que antecipou o que comandará o comércio da moda na próxima estação em sua palestra “Tendências do varejo para o verão 2012”. Jodie Ball tocou em diversos aspectos que podem influenciar o sucesso de uma loja ou marca, desde o comércio online ao estilo que vai ganhar as ruas nas próximas estações. “Hoje se deve criar um ambiente de emoção, de engajamento do cliente. Algo além de comprar a roupa e ir para casa”, explicou Ball, que dividiu sua palestra em cinco tópicos: conveniência, neutralidade de gênero, nostalgia e envolvimento. Fica a dica!


ESPORTES 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Alexandre Silva

alexandre.silva86@gmail.com

O “Projeto Dorival”

Sonhos e teorias sobre o Guarani Após o jogo contra a Caldense, que encerrou a participação do Guarani no Mineiro, pouco se ouviu pelos lados do Farião. A expectativa agora é da eleição que teremos ao fim do mandato do presidente Edilson de Oliveira, que irá entregar um clube, infinitamente em melhores condições do que encontrou. Várias dívidas trabalhistas saneadas, estrutura de comunicação, transporte e principalmente: Campeão e na elite do futebol mineiro. Candidatos para assumir o Bugre, creio que não devem faltar, pois a vitrine é muito grande e no “ano do Centenário” da cidade, é um trampolim político maravilhoso. Porém, a mentalidade deve ser outra. Sou favorável a uma utópica chapa de união e consenso, envolvendo atuais colaboradores e antigos bugrinos em prol de um bem comum: o Guarani! Chega de racha

político e guerrinha de vaidades. Mas o problema é encontrar justamente a peça principal: o presidente! Idealizo uma chapa que reúna Renato Montak e Marcelo Notini à frente do futebol, responsáveis pela montagem do time nas quatro linhas. Fora de campo, que conte com a ajuda dos ex-presidentes Carioca e Vanir Andrade e principalmente, do próprio Edilson. Experiências compartilhadas, forças unidas. Utilizando um pouco do grande prestígio que cada um tem e que exerceu a frente de suas gestões no Guarani. Há figuras também que não aparecem ao público, como o amigo Ailton, conhecido como Toxa, que ajuda o clube sem cobrar nada. O competentíssimo Ricardo Parreira. A base boa, montada na gestão Edilson não pode ser simplesmente trocada. Difícil em teoria até que não é. Mas só em teoria. Então deixa eu continuar sonhando...

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

O Nacional de Nova Serrana conquistou a vaga para o Campeonato Mineiro de 2012 e entra em campo amanhã para decidir o título de Campeão do Módulo II. O prefeito da cidade havia anunciado um estádio para 20 mil pessoas, porém,o mesmo não ficará pronto até o início do Mineiro do próximo ano, a surpresa veio com a notícia da adaptação do Parque de Exposições em um estádio de futebol para oito mil pessoas. O anúncio oficial foi feito na tarde de ontem. O secretário de esportes de Nova Serrana, José Irís Saldanha conta mais detalhes desse investimento. “Sabemos que o campo do Nacional não possui uma boa estrutura física, é uma questão de espaço. Estaremos trabalhando de imediato na transformação da arena de rodeio do Centro de Convenções em um estádio de futebol para oito mil pessoas, ela será adaptada e multiuso. A arena é utilizada por apenas quatro dias no ano. Ele fica pronto no final do ano, provavelmente em dezembro e pronto para a disputa do Campeonato Mineiro. Além de aproveitarmos arquibancadas, portaria e estacionamento, teremos uma grande estrutura já toda pronta e assim o teremos apto para o início da competição” concluiu

Da Redação

A suspeita de irregularidades nas vendas de ingressos para o jogo deste domingo, entre Cruzeiro e Atlético, que vai decidir quem será o grande campeão mineiro de 2011, fez com que diretores do clube celeste tomassem a decisão de investigar o que aconteceu. Para a diretoria do Cruzeiro, a venda de 15.492 ingressos para a partida decisiva do Campeonato Mineiro em quatro horas é praticamente impossível. De acordo com o diretor de futebol cruzeirense, Dimas Fonseca, o Cruzeiro irá apurar minuciosamente cada detalhe do processo em uma reunião com todos os envolvidos. “Numa conta muito rápida dá para a gente ver que é quase

Self-service sem balança

R$ 2,49

Aberto de 10h às 14h Segunda à sábado

Rua Pernambuco, 155 - Centro Divinópolis-MG - Tel: (37) 3214-0453

e no local terá de ser construído o gramado, vestiários e cabines de rádio e TV. Nova Serrana ficará assim com dois estádios, o adaptado da arena de rodeio e outro para 20 mil pessoas. Segundo o secretário uma empresa irá construir o estádio para o Nacional, com todo apoio da prefeitura. “Divinópolis tem o Farião que já abriga cinco mil pessoas e já existe uma estrutura, Nova Serrana não. Essa adaptação é uma obra fácil e barata. O de 20 mil pessoas conta com uma empresa que estará construindo o estádio e depois de entregue o local, será passada a escritura do terreno onde hoje é o atual campo do Nacional para essa construtora. É um terreno muito valorizado” explicou Saldanha. Esse investimento no time-empresa hoje na cidade é duradouro e o secretário garante

que o Nacional não se muda da cidade, mesmo porque há uma estrutura suficiente. “Não temos nenhuma preocupação, temos parceria com pessoas sérias e de responsabilidade, a força politica do prefeito Paulo César viabiliza grandes parcerias. Nova Serrana está à frente na verdade. A questão é ser o Nacional um time-empresa”, disse. Com relação ao poder público colocar o esporte como uma das prioridades do município, demonstra a necessidade de lazer para o povo. “Nova Serrana é uma cidade de pouco lazer e cresce muito. Muitas pessoas que vem de fora e fazem a cidade crescer precisam de um lazer. O povo é trabalhador e merece” e lembrou que o esporte teve um impulso muito grande especialmente nos últimos dez meses. “O Nacional saiu da segunda divisão e subindo para o módulo

II e agora a subida para o módulo I. Isso se deve a uma vontade politica muito grande do nosso prefeito Paulo César de Freitas, um esportista, desde que assumiu ele pediu que não se medisse esforços para colocar o Nacional no cenário esportivo mineiro e brasileiro. A cidade abraçou aos poucos o projeto que é vitorioso. Um momento mágico para o esporte neoserranense” ressaltou o secretário. A parceria com o Cruzeiro, para o secretário será longa. “O prefeito é diretor do Cruzeiro e não digo eterna, mas irá durar muitos anos”, afirmou José Irís. Nacional e Boa de Varginha entram em campo amanhã para a decisão da segundona A equipe do Nacional, representante da cidade de Nova Serrana no campeonato mineiro da segunda divisão de 2011, terá uma missão muito difícil amanhã, quando vai enfrentar o time do Boa de Varginha. No primeiro jogo da final do Módulo II do Campeonato Mineiro disputado na cidade do sul de Minas, a equipe anfitriã não tomou conhecimento do adversário e goleou por três a zero. Agora, para conseguir a taça, o Búfalo precisa devolver a diferença de gols na partida de volta, no próximo sábado às 10h, em Nova Serrana. Os dois times já estão classificados para o Módulo I do Mineiro de 2012.

Cruzeiro suspeita de rápida venda de Galo mescla juventude e experiência ingressos e promete investigar em busca do bicampeonato Venilton Ferreira

Restaurante Castanheira

Divulgação

“Caso a gente vença, não vamos acomodar sobre os louros da vitória e caso perca, não vamos jogar todo o trabalho por terra. Nossa meta é maior”. Essas frases ditas por Dorival Jr. em sua entrevista coletiva após a vitória do último domingo sobre o Cruzeiro, ilustra a nítida mudança de pensamento no Atlético, que pela primeira vez vejo seguir um trilho baseado na continuidade e expectativas a longo prazo. Digo isso, pois, caso o time não conquiste o título no próximo domingo – resultado absolutamente normal – o torcedor deve tomar certo cuidado no tom das críticas e não julgar como vem fazendo durante mais de 20 anos. Dorival Júnior é indiscutivelmente hoje um dos melhores técnicos do país (atrás apenas de Muricy Ramalho), e com um trabalho sem pressão por resultados imediatos, pode render ótimos frutos ao clube. A revelação de Fellipe Soutto, Giovanni e Bernard é só um primeiro passo. Ainda tem muito mais na base. Sem contar os reforços que chegaram como Guilherme e Dudu Cearense, já contratados e Carlos Alberto, praticamente acertado, que encaixarão muito bem no padrão que Dorival está montando. O Galo ainda tem dois campeonatos importantes pela frente, Brasileiro e Sul-Americana, e se o projeto Dorival for mantido sem a cornetagem absurda que o torcedor alvinegro está acostumado a fazer, o futuro atleticano tende a ser bem melhor do que foi ultimamente.

Nova Serrana apresenta estádios para Mineiro 2012

impossível vender 15 mil ingressos em três horas. Quero dizer ao torcedor cruzeirense que nós vamos apurar. Vou chamar para uma reunião os responsáveis pela venda, a Federação Mineira de Futebol, o Cruzeiro e a empresa que produz os ingressos para o clube e vou apurar. Vamos chamar todos aqueles que ficaram responsáveis pelas vendas de ingressos em todos os postos onde estavam sendo vendidos e vão ter de justificar. O Cruzeiro quer uma resposta do que aconteceu para que possamos responder aos torcedores”, afirmou o diretor de futebol. Os ingressos para a segunda e decisiva partida do Campeonato Mineiro foram vendidos por R$ 20. A comercialização teve início às 9h e foi finalizada perto das 13h.

Venilton Ferreira Da Redação

A mistura entre juventude e experiência tem sido importante para o Atlético nesta reta final do Campeonato Mineiro, que será decidido às 16h deste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Em busca do bicampeonato estadual, a equipe alvinegra vem aliando a força de jovens como Fillipe Soutto, Bernard, Leleu e Giovanni à vivência de atletas como Magno Alves, Mancini, Réver e Leonardo Silva. Nos últimos dois jogos do Galo, as vitórias sobre o América (2 x 1) no jogo de volta da semifinal, e o triunfo sobre o Cruzeiro (2 x 1), no primeiro jogo da decisão, o técnico Dorival Júnior utilizou nada menos que dez

atletas formados nas categorias de base. Mas engana-se quem acha que somente os mais novos aprendem com os mais velhos, como destaca o volante Serginho, jogador mais experiente do meio-campo. “Fico feliz por estar podendo dar a minha contribuição. Sou o mais velho do meio-campo, mas estou aprendendo muito com eles também, assim como eles aprendem comigo e com os outros jogadores mais experientes. Esse é um trabalho que a gente vem fazendo desde a base, onde tive poucas oportunidades para jogar com o Renan Oliveira, mas joguei. Então, é trabalhar como a gente vem trabalhando para que apareçam cada vez mais jogadores da base”, comenta Serginho.


12 GERAL

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - 13/05/11

Drino David fala de música, espiritualidade e o lançamento do CD “Rebento” andre.bernardes@gazetaoeste.com.br

“Aquiete a alma e ouça”. Essa sugestão está no encarte do CD de Drino David, que foge dos recentes lançamentos de pop rock e sertanejo e traz “Rebento”, no estilo MPB e com inspirações em Tom Jobim e Clube da Esquina. A entrevista aconteceu na debaixo da sombra das árvores da Praça do Santuário em uma manhã de sábado. O sol da manhã e o tempo fresco encaixaram com perfeição ao jeito tranquilo de conversar do cantor, que contou como surgiu este disco. Drino diz que a música sempre esteve muito presente em sua vida. Pai, mãe, tios e primos. Todos envolvidos com a música. “Minha carreira começou com um grupo de vozes chamado Quatro Cantos, que eu homenageio no disco e foi a partir desta banda que eu escrevi a música Sonhador. Essa canção avalia toda essa trajetória e foi feita justamente pra dar uma mostra a estes anos de carreira” lembra o cantor. Fruto, produto e semente. São estas as definições da palavra rebento, que dá nome ao

primeiro registro musical de Drino. “Esse CD foi uma cobrança de vinte anos atrás. Eu não conseguia perpetuar isso na minha mente. Tanto pelo recurso financeiro na época e minha própria estrutura mental. Em 2008 eu pensei em fazer um registro, caso eu saísse deste planeta, deixaria algo registrado. O “Rebento” nasceu como um registro. Entre 2008 e 2009 o projeto foi tomando uma cara mais para disco. Em 2009 gravamos e terminamos em 2010. O trabalho tem canções antigas e canções novas feitas para o CD” conta Drino. O cantor demonstra um carinho com este trabalho. Na música que dá nome ao disco, ele canta “Pintará, pintará, pintou essa flor. Pintou o meu filho, o rebento”. “Quando que fiz o CD eu quis fazer algo que meu coração manifestasse e ser digno a um trabalho que eu sempre fiz” afirma Drino. O compositor se mostra uma pessoa atenta ao um mundo “cósmico” como ele próprio define, e afirma que quem compõe precisa ter sensibilidade para receber as informações deste mundo. “Eu estava indo para o meu trabalho e no meio do caminho me deu um clique, eu não

Divulgação

André Bernardes

tinha nada, estava sem celular, voltei pra casa, gravei e guardei. E me inspiro conversando com você, na rua, na vida noturna. Eu não acredito que a gente seja um dono. Existe uma conspiração de um mundo cósmico. Existe a sensibilidade e a elaboração da estrutura musical. O compositor tem que ter o canal aberto para receber essas informações e compor de uma forma harmônica” diz. Para Drino, essa sensibilidade diferencia a música comercial, feita para vender, da música feita com um propósito maior. “Uma música aberta ao universo vem com mais fineza e sutileza. O mundo da música virou uma máquina de dinheiro, e é por isso que elas não duram, por que falta estrutura musical. Toca hoje e amanha já está esgotado. Uma música estruturada, ela entra no universo das pessoas e resgata coisas que vão dar sentido pra vida inteira” entusiasma-se Drino. O show de lançamento do disco será no dia oito de julho no Teatro Usina Gravatá. O show apresentará as quinze canções do disco. Porém o CD “Rebento” já está a venda na Boutique do Livro.

Gazeta do Oeste - Edição 1573  

Gazeta do Oeste - Edição 1573

Advertisement