Issuu on Google+

Gazeta

DIVINÓPOLIS•MG | terça-feira, 25 de fevereiro de 2014 | ANO XX | N.º 2268 | R$ 2,50

Mariana Gonçalves

DO OESTE

Falta de reforço na canalização de água e duplicação da MG 050 podem piorar alagamentos nos bairros da região Página 04

Esgoto a céu aberto Cratera com esgoto a céu aberto incomoda população do Nossa Senhora das Graças. Moradores dizem que o problema já é antigo, mas nenhuma solução definitiva foi dada. Nas últimas chuvas a cratera engoliu parte da rua.

Página 07

R$ 20 mil

Esse é o valor que a prefeitura e o estado de Minas foram condenados a pagar a família. Mãe morreu no Pronto Socorro por falta de leito em UTI Página 06

“Sem direção não tem educação”

Liziane Ricardo

Alunos se manifestam contra superlotação de salas de aula Mais de 200 alunos fecharam o trânsito em frente a Superintendência Regional de Ensino para protestar contra superlotação das salas de aula na Escola Estadual Antônio Belarmino Gomes, em Ermida.

Página 05


02 opinião

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

editorial

Calamidade pública

Você já precisou de atendimento no Pronto Socorro de Divinópolis? Tomara que não. Não é segredo para ninguém que a situação por lá é calamitosa. É claro que a superpopulação que demanda atendimento lá dificulta o trabalho. É claro que o número de pessoas que poderiam ser atendidas em posto de saúde, mas vão direto ao Pronto Socorro, dificulta o trabalho. É claro que muita gente é bem cuidada e bem tratada lá, mas a pergunta que fica é: que trabalho é esse? A Gazeta já mostrou muito desse trabalho diversas vezes. Como naquela em que mostramos que o Posto de Saúde do São José atende a cerca de 30 mil pessoas em potencial, porque é referência para moradores de vários bairros no entorno. E na qual a própria administração municipal admitiu que “a Estratégia de Saúde da Família não consegue dar vazão para esses bairros porque não tem como atender esse número de pessoas com a equipe atual.” Não dá para entender que trabalho é esse que, em outra matéria, obriga um médico a dizer que “temos que escolher o que é mais grave”. Selecionando entre o pior e o menos pior, entre um doente e outro em um insulto à nossa paciência e à nossa inteligência. É, sim, completamente compreensível que Divinópolis seja um município já com traços de cidade grande e, por isso, complicada de cuidar. É compreensível que não seja fácil definir prioridades, uma vez que são muitos os problemas herdados e os não herdados a se resolver. O que não é compreensível é ler o que um pai precisou escutar de uma enfermeira do Pronto Socorro. “Eu chamei a enfermeira e disse o que o policial me contou. Foi quando ela explicou: falou para mim que realmente tinha passado para o médico que o menino estava com 39° de febre e ele foi embora e não quis atender a criança”. Pode parecer incoerente enumerar pontos críticos e dar mais valor a uns do que a outros. Buraco nas ruas tem muitos, mas ainda dá pra andar à pé, desviar, procurar outras rotas para fugir deles. A educação também não vai lá essas coisas, tem até professor e aluno fazendo manifestação contra a precariedade de escola e equipe gestora saindo do cargo porque não há condições de manter o lugar. Mas sem ler e escrever ainda dá pra viver. Acontece que gente morre quando a gente erra na saúde. Não tem recurso, não tem saída, não tem desculpa, não tem indenização que dê jeito, não há o que se faça para resolver. E já aconteceu. Mais de uma vez, aliás. Hoje, inclusive, tem matéria em que o filho conta que a mãe desistiu de viver. “Não quero mais saber de vaga não”. Ela falava de uma vaga na UTI que evitaria, justamente, que ela morresse. Esperou tanto que cansou, infelizmente, e queiramos que não tenha sido para virar estatística. E onde ela esperava? Você já deduziu a resposta. Ela não foi a única e, a continuar desse jeito, não será a última. Vale a ressalva de que, apesar da grosseria das aspas acima, os funcionários – e aqui entram todos – são só a pontinha do iceberg, e só não são a ponta mais fraca da corda quando ela arrebenta, porque é o povo que sofre esperando atendimento. Os médicos, aliás, têm total consciência da precariedade do serviço, e já disseram aqui que aquela “não é assistência que nós como médicos gostaríamos de dar, tem horas que estamos tratando de 80 doentes ao mesmo tempo.” É gente demais, é estrutura de menos. É problema demais, é vontade política de menos. É descaso demais, é preocupação de menos. É doença demais, é saúde de menos. É morte demais, é vida de menos.

“Acontece que gente morre quando a gente erra na saúde. Não tem recurso, não tem saída, não tem desculpa, não tem indenização que dê jeito, não há o que se faça para resolver. E já aconteceu.”

Roberto Clementino bobclementinoo@gmail.com

Eleição itens das pesquisas que passam despercebidos por conveniência Em todas as pesquisas eleitorais, tem uma observação que é mais importante do que os resultados positivos auferidos a um candidato: é aquele recado “Se a eleição fosse hoje”. Quem acompanha os pleitos eleitorais por vários anos, sabe que um dia em política faz muita diferença. Basta um erro, uma frase politicamente incorreta dita, para todo arcabouço de uma campanha ruir. Em política, como em todas as disputas o perigo está nos detalhes. Na pesquisa Vox Populi/Carta Capital tem um item que diz que apenas 34 % dos eleitores aprovam o governo de Dilma e deste número os que consideram seu governo ótimo são apenas 4 %. Como bom são 30%. Se somarmos a estes números a revelação da pesquisa Datafolha de que 66 % dos eleitores querem um governo diferente deste que está instalado no Palácio do Planalto, a leitura da possibilidade de Dilma se eleger no primeiro turno cai por terra. Segundo Datafolha “Esse sentimento captado pela pesquisa a favor de mudanças embora seja sempre alto, não se trata de algo homogêneo. A taxa é de 60% em cidades pequenas (até 50 mil habitantes) e sobe para 75% nas metrópoles (mais de 500 mil habitantes). No Sudeste, 71% desejam ações diferentes do próximo governo. No Nordeste, o percentual desce para 64%. No Centro Oeste e no Norte, é de 58%” afirma o instituto. Se além destas constatações dos institutos de pesquisas Datafolha e Vox Populi/Carta Capital consideramos que o levantamento divulgado nesta terça-feira 18 pelo Instituto MDA, encomendado pela Confederação Nacional dos Transportes, mostra Dilma Rousseff estacionada em 43,7% das intenções concluímos que a disputa pela presidência da República em 2014 está aberta a todas as possibilidades imagináveis. Pesquisas dizem nas entrelinhas: eleição 2014 não está decidida Se 22% dos eleitores disseram que consideram o desempenho do Governo Dilma negativo (“ruim” para 12% e “péssimo” para 10%) e para 44%, o governo é avaliado como “regular” isso faz com que 66 % dos eleitores considerem o governo Dilma: ruim, péssimo e regular. Ora então o que precisa fazer os dois pré-candidatos Aécio Neves-PSDB e Eduardo Campos-PSB? Simples: encantar e emocionar estes eleitores. Terão que ter a capacidade de apresentar programas de governo que encorajem eleitores a saírem da sua zona de conforto e a votarem nas suas propostas. A tarefa de Aécio e Eduardo não será fácil, porque segundo o sociólogo Demetrio Magnoli “O brasileiro vota a favor do governo ou do candidato do governo se considera que sua vida está boa ou melhorou. E vota no candidato da oposição se considera que ela está ruim ou piorou. Questões como ética, corrupção, separação entre o público e o privado não entram nessa

Jornal

conta. “O eleitorado, sobretudo o de baixa renda, vota em função de suas

ÓRGÃO Do grupo Gazeta do Oeste de comunicação ltda FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

Diretor PRESIDENTE Fernando Marcos Rodrigues

EDITORA CHEFE Carina Lelles

Assessores Jurídicos Dr. Márcio F. Vaz • Dr. Mauro M. Nogueira • Dr. Flávio Vaz Administração, Redação E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O jornal não é solidário com conceitos emitidos em colunas e matérias assinadas.

necessidades imediatas e da satisfação dessas necessidades” o sociólogo. Corpo a Corpo sem cassetetes ou spray de pimenta PM usa ‘Tropa do Braço’ e detém cerca de 230 em protesto em SP Grupo com 140 policiais sem armas ‘cercou’ manifestantes no Centro. Policia usou estratégia em segundo ato contra a Copa deste ano em SP. Foi a primeira vez que a polícia paulista usou a ‘Tropa do Braço’, um grupo de 140 policiais não armados e treinados em artes marciais, como o jiu-jitsu, que cerca e isola manifestantes

Observatório de Mídia

www.observatoriodemidia.blogspot.com | observatoriodemidia@pitagoras.com.br

O que a venda do WhatsApp ensina Na última semana, chamou a atenção o anúncio da venda do aplicativo WhatsApp. O Facebook, novo proprietário do sistema de troca de mensagens instantâneas, desembolsou a bagatela de US$ 16 bilhões para ter direito ao domínio do serviço. Considerado fora da realidade por muitos, o valor supera a oferta inicial que já havia sido feita pelo Google, de US$ 10 bilhões – dado que só foi divulgado posteriormente à conclusão da negociação com Zuckerberg, segundo a “Fortune”, braço de finanças da CNN. Disso tudo, não consigo chegar a conclusão alguma. No entanto, vários pontos ficam no ar... Como uma empresa que trabalha com algo tão intangível pode criar tanto valor? Bom, aparentemente o intangível está cada vez mais valorizado. É realmente de se espantar a constatação de que o montante investido no WhatsApp supera gigantes do mercado mundial em termos de valor, como as brasileiras BRF (a maior produtora de aves do mundo, que inclui Sadia, Perdigão, Batavo, Hot Pocket e Qualy, entre outras), Gerdau, Pão de Açúcar, Cemig, Natura e Embraer, e as internacionais Gap, Harley-Davidson e Xerox, para ficarmos entre as mais populares por aqui. Isso mostra o quanto uma boa ideia e um bom produto são valorizados no mercado atual. É quase inacreditável entender a negociação ao se comparar a estrutura física de uma gigante como a Gerdau ou a Cemig com, provavelmente, um escritório onde funciona (ou funcionava) a sede do WhatsApp. E, tentar compreender por meio dos processos antigos de valor de empresas o que representa essa negociação, é perder tempo. Hoje as pessoas (os consumidores) querem soluções para seus dilemas cotidianos. Por mais simples que seja isso, há muitas companhias que ainda não entenderam. E aí se assustam quando veem resultados como esse. O WhatsApp conseguiu, num único aplicativo, resolver dois dos grandes “problemas” que “afligem” a humanidade atualmente: fazer com que as pessoas entrem em contato de uma forma rápida e transferir arquivos com agilidade, tudo isso por meio dos dispositivos móveis. Creio que, assim como o email revolucionou a forma como nos comunicamos e, principalmente, enviamos coisas para as outras pessoas, esse aplicativo conseguiu fazer tudo isso de uma forma ainda mais dinâmica, e já muda a forma como muita gente entra em contato. Para se ter uma ideia, vamos a um rápido exemplo. Imagine que uma criança deseja comprar um presente surpresa para o aniversário da mãe. Para tal, ele precisa da ajuda do pai, que está viajando, a muitos e muitos quilômetros dali. E o pai diz para o filho comprar uma bolsa. O filho, então, longe da mãe (para não estragar a surpresa), vai até a loja de bolsas. E não preciso explicar aqui a dificuldade que é escolher um modelo de bolsa para presentear alguém, especialmente se não está acostumado a comprar esse tipo de acessório. Então, na loja, o filho tira uma foto dos modelos disponíveis pelo seu smartphone e envia para seu pai, que também possui um aparelho com o WhatsApp. Tudo em fração de segundos. O pai indica qual o modelo o filho deve comprar e pronto, problema resolvido. A historinha acima podia ter vários outros personagens, objetos ou finalidades. O que importa mesmo é percebermos o quanto a tecnologia facilita determinadas ações em nossas vidas. E, mesmo sem qualquer tipo de propaganda nos meios de comunicação tradicionais, o WhatsApp conseguiu atingir seus objetivos, ao entregar para seus consumidores o que dele se espera: agilidade, praticidade e eficiência. Não sou um usuário ativo do Facebook. Mas nunca duvidei da inteligência de Mark Zuckerberg, o criador da rede social que faz fortuna diariamente. Ao comprar o WhatsApp pela quantia considerada absurda por muitos, ele conseguiu controlar o, talvez, seu principal concorrente num futuro muito próximo (ou mesmo no presente). E para quem acha arriscado uma empresa que possui mais de um bilhão de clientes, como o Facebook, pagar tanto por outra que ainda não possui seus 500 milhões de usuários, fica a dica: quem chega na frente bebe água limpa. Ou será que ele enlouqueceu, está “queimando” dinheiro e ninguém sabe? Esperemos e aguardemos. Ricardo Nogueira Jornalista, Especialista em Docência do Ensino Superior, MBA em Gestão da Comunicação Integrada, Mestre em Educação, Cultura e Organizações Sociais. Consultor em Comunicação Integrada. Coordenador do MBA em Marketing e Comunicação Integrada. Professor da Faculdade Pitágoras nos cursos de Graduação e Pós-Graduação.


POLÍTICA 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Deputado federal se reúne com secretário de Estado de Saúde Carla Mariela

Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

O deputado federal, Jaime Martins (PSD), ontem à tarde, falou sobre o encontro que teve recentemente com o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), Alexandre Silveira, que durou mais de três horas para tratar sobre questões voltadas à saúde de Divinópolis e Centro Oeste. De acordo com o parlamentar, o primeiro assunto apresentado para o secretário foi sobre a implantação do Samu em Divinópolis e mais 54 municípios. Segundo Jaime Martins, ele levou uma documentação ao secretário para informá-lo sobre o consórcio realizado entre estes municípios. Martins relatou que solicitou de Alexandre Silveira o máximo de

atenção para a efetivação da instalação da rede do Samu. O deputado explicou que o secretário ainda não tinha recebido a informação da criação do consórcio. Ao ter ciência do comunicado, o secretário já determinou que fosse realizado no mês de março, o início da primeira etapa da criação da rede, começando pelo treinamento dos profissionais. “Este foi um passo importante porque para a instalação do Samu, precisamos também de equipamentos de veículos adequados para o atendimento, com pessoal treinado e com hospitais e equipamentos adequados para atender os estados de urgência e emergência”, abordou. Entretanto, Jaime Martins, esclareceu para o secretário que a formação do consórcio entre os municípios foi formalizada,

ao todo são 55 municípios e já foram eleitos à direção e o conselho fiscal.

Sobre o hospital São João de Deus Ao enfatizar sobre as questões voltadas ao Hospital São João de Deus (HSJD), Jaime Martins disse que se reuniu com o promotor Dr. Ubiratan Domingues, com os representantes do hospital para tratar da liberação de mais recursos para o andamento do processo de transição do hospital. “Fomos solicitar do secretário a liberação dos recursos que já tinham sido prometidos por secretários anteriores, como por exemplo, um montante de R$3,8 milhões. Hoje o hospital tem 21 leitos de UTI funcionando, mas a intenção é que passe para 39. O secretário prontificou a ajudar”,

relatou. Outro assunto debatido foi sobre um repasse em relação ao Programa Pró-hosp. Conforme Jaime Martins, já tinha sido repassado um montante e agora foi liberado o restante no valor de R$1 milhão de recursos que deve chegar aos cofres do hospital para ajudar nesta parte de transição. Além disso, foi conversado também sobre a finalização do processo licitatório para a duplicação do hospital do câncer e sobre a construção de um novo hospital público em Nova Serrana. “Já destinei recursos federais para o hospital de Nova Serrana e devemos iniciar ainda neste ano a construção deste. No momento o projeto para a construção do hospital está em fase de tramitação. Mas, em breve daremos início a este hospital”, encerrou.

Câmara sedia Seminário sobre Diretas Já Carla Mariela

Jaime Martins tratou com o secretário de questões voltadas a saúde de Divinópolis e Centro Oeste.

Superintendente da AMM fala sobre projeto do novo marco regulatório para o setor mineral Reprodução

Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Vereadores durante seminário das Diretas Já. Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Vereadores da casa legislativa de Divinópolis e alunos da Escola Estadual Joaquim Nabuco participaram ontem, às 15h, de um seminário sobre asDiretas Já elaborado por sugestão da Diretoria de Comunicação da câmara em parceria com a Escola do Legislativo de Divinópolis “Dr. Deusdedith Afonso Carrilho”. Após a exibição de um vídeo sobre o movimento para os participantes, o presidente da “casa”, Rodrigo Kaboja (PSL), afirmou que em um país que a população volta às ruas para reivindicar os seus direitos e as melhores condições de vida, fica nítida que a mobilização popular ainda é a mais forte. Para ele, foi dessa forma que o direito da democracia foi conquistado com as Diretas Já. Para Kaboja, o seminário foi importante para mostrar que existem pessoas que viveram e ajudaram a escrever aquele momento e muitas delas tornaram-se figuras proeminentes da sociedade ou são cidadãos que dão um valor

diferenciado ao processo político por ter ajudado a conquistar a liberdade que se tem hoje e o direito a escolher seus representantes através do voto direto. Conforme Kaboja, ele foi uma dessas pessoas que teve a oportunidade de acompanhar de perto a luta pela redemocratização do país. Para o vereador, foi justamente aquela vontade de fazer uma política nova, mais transparente e que pudesse através da legítima representação popular melhorar a cidade que se tornou candidato. “Tive a oportunidade histórica de ajudar a redigir a Lei Orgânica que é a lei mais importante de um município e estabelecer as novas bases de convivência social e política através da inspiração da Constituição Cidadã de 1988. O Poder Legislativo sempre foi à voz do cidadão e as Diretas Já foi um movimento que pregava o voto direto”, ressaltou. Além de Kaboja, outro vereador que se pronunciou e teve esta experiência pela luta da democracia brasileira foi o parlamentar Adilson Quadros (PSDB). Dr. Alberto Gigante, represen-

tante do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Centro Oeste (Sintram) que também participou do movimento abordou que fica alegre de ver a juventude no plenário e relembrou partes da história deste movimento. “Reviver a história principalmente quando ela contribui para que a nação, a cidade, estado, família e comunidade possam caminhar para frente é fundamental. Que vocês abracem de alguma forma a participação coletiva e atuação direta nas questões que possam melhorar a saúde, o ensino, para um Brasil melhor”, enfatizou. Sobre as Diretas Já Baseada nas informações da câmara (http://www.camaradiv. mg.gov.br/), o primeiro comício do movimento conhecido como Diretas Já, foi realizado na Praça da Sé, em São Paulo e completou 30 anos no dia 25 de janeiro. O comício foi um marco no processo de redemocratização brasileira. Apesar de toda pressão popular, a campanha pelo voto direto para as eleições presidenciais foi

frustrada pela rejeição na câmara dos deputados, diante da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apelidada com o nome do autor do projeto, Dante Oliveira. Este parlamentar queria alterar dois artigos da constituição de 1.967 para reintroduzir o voto direto na escolha para chefe do país. Mas, no mês de abril de 1984, por 22 votos, a matéria não passou. Com a rejeição da emenda, a saída foi a realização da eleição indireta para presidente da República em 1985. Uma negociação interna resultou na escolha de Tancredo Neves para a disputa do cargo no lugar de Ulysses Guimarães. Entretanto, o político mineiro que se tornou uma das maiores lideranças das Diretas Já, que teve como vice, José Sarney nem chegou a tomar posse porque morreu em 21 de abril de 1985. Sarney foi quem tomou posse. Ainda conforme as explicações, o sonho da retomada do voto direto para a presidência só seria possível em 1989, quando os brasileiros elegeram Fernando Collor de Mello.

O superintendente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Ângelo Roncalli, concedeu uma entrevista ontem pela manhã a Gazeta, sobre a importância do Congresso Nacional colocar em votação neste ano, o projeto do novo marco regulatório para o setor mineral. De acordo com Roncalli, desde 2012 enquanto era o presidente da AMM, ele já lutava por esta causa. Neste período foi realizada uma campanha conhecida como “Minério com mais Justiça”, com o intuito de mostrar para a sociedade que o projeto é fundamental, principalmente, para beneficiar o Estado de Minas Gerais. Porém, apesar da sua luta junto as demais autoridades, ele atualmente lamenta a não aprovação da proposta, uma vez que esta ainda encontra em tramitação, ou seja, em análise no Congresso. Para Roncalli que hoje é o atual superintendente geral da Associação Mineira é necessária uma contribuição das mineradoras para o petróleo que é retirado principalmente em Minas Gerais e no Pará. Segundo ele, este projeto que está em tramitação já recebeu algumas comissões para debatê-lo, e mesmo assim não conseguiram ainda uma aprovação. “O projeto é importante para Minas Gerais, mas está em andamento. Infelizmente o projeto ainda não foi ao plenário, fazendo com que empresas pudessem contribuir mais com alíquota dos recursos sobre mineração”, frisou.

Para Ângelo Roncalli o projeto já recebeu comissões para debate, e mesmo assim não se conseguiu a aprovação.

Entretanto, a aprovação da proposta baseada nas informações do superintendente, seria ideal para o aumento de arrecadação para os estados fazendo com que parte destes recursos de mineração pudesse ser compartilhada com os demais municípios. Ele indagou que esta é uma demanda de dois anos de reivindicação, mas que ainda não foi colocada em pauta no plenário. O projeto é o de número 5807/2013 está no momento em análise do Congresso Nacional. A lei contém inovações institucionais, como por exemplo, criação do Conselho Nacional de Política Mineral e a Agência Nacional de Mineração, dentre outras.


04 Cidades

Silvio França

silviocor@hotmail.com

Precisando de um conselho Começa a surgir na cidade um movimento para que tenhamos um Conselho Municipal de Desenvolvimento mais atuante e que possa discutir questões relevantes, algumas até urgentes, sobre a Divinópolis que esperamos para os próximos anos. A cidade que nos últimos anos amargou perdas como as fábricas da Coca Cola e da Kaiser pode enfrentar a partida de outras empresas caso não exista um plano de apoio e suporte para estas. Um dos problemas mais sérios é com relação ao acesso a cidade. As rodovias que passam por Divinópolis não são duplicadas e uma delas ainda é pedagiada. Pelo menos um destes problemas está prestes a ser resolvido e as obras já estão em andamento que é a situação da rodovia MG 050. A duplicação da BR 262 também vem somar e há agora a possibilidade de que a BR 494 também seja beneficiada. Estas questões são importantes, mas são necessárias intervenções também dentro da cidade já que grandes empresas começam a enfrentar problemas de logística e há rumores de que até estudam cidades que sejam estrategicamente mais aptas a receber sua produção. Uma é a GERDAU que está estrangulada em uma região da cidade que sequer comporta o tráfego gerado pelos moradores. Estas questões são importantes e já deveriam estar sendo trabalhadas no Conselho de Desenvolvimento. Assim como também deveriam estar sendo discutidas questões como a Cidade Tecnológica, o Plano Diretor, novo Centro Industrial e vários outros assuntos. Acontece que ninguém sabe sequer dizer se o conselho existe, quem preside e se já fez alguma reunião. As entidades representativas de classe tem se envolvido pouco nestas questões e precisam ser provocadas. Preocupadas com show do Skank e viagens para a China estão negligenciando situações que são de grande impacto para a vida dos divinopolitanos e de toda a população da região. Existe a informação de que a área da MG 050 que passa por Carmo do Cajuru estaria prestes a receber diversos condomínios residenciais, o que irá gerar aumento significativo da população deste município o que imediatamente gera também demanda por serviços como educação, saúde e segurança. Sabemos que o orçamento das cidades menores já é praticamente todo comprometido com a manutenção dos serviços

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Duplicação da MG 050 assusta moradores Pollyanna Martins

Pollyanna Martins pollyanna.gazetaoeste.com.br

Os moradores do bairro Jardim das Oliveiras e os proprietários dos estabelecimentos do anel rodoviário de Divinópolis estão preocupados com o andamento da duplicação da MG 050. Segundo um laudo emitido pela ÉCOS Engenharia e Consultoria Ambiental Ltda. e encaminhado à Concessionária das Nascentes das Gerais, em fevereiro de 2011, a travessia da canalização do Córrego do Bagaço que foi construída há mais de sessenta anos, e se encontra com duas manilhas paralelas de um metro de diâmetro, recebe toda a água do bairro com um escoamento considerável, e quando chega à travessia da MG 050 a canalização é estrangulada, passando apenas para 01 manilha, e por isto precisa de uma melhoria para evitar alagamentos. Com as fortes chuvas que ocorreram no início de 2011 o pátio de um empreendimento e algumas residências ficaram alagadas. De acordo com o pedreiro Edson Antônio Chagas, a maior preocupação dos moradores do bairro é a falta de escoamento. “Tem essa grande quantidade de terra que a concessionária está usando para fazer a duplicação e não está tendo o escoamento de água. Só tem terra às margens da MG 050, e nós já não temos um sistema eficiente de escoamento, e essa duplicação pode só piorar a situação”, reclama. A única rua que dá acesso ao bairro é de terra, com muitos buracos e também está em condições lamentáveis. Segundo Edson, ele acompanha o problema há doze anos e quando chega o período de chuva é impossível ter acesso ao bairro. “Quando chover nós vamos ficar ilhados aqui. O acesso ao bairro já

Os moradores estão assustados com a quantidade de terra que está sendo colocada na rodovia.

é difícil, eu construí há dez anos uma ponte de madeira por cima do córrego para nós podermos sair do bairro”. O laudo que a empresa de engenharia encaminhou à concessionária há três anos antes da duplicação, já solicitava uma avaliação e providências em caráter de urgência, uma vez que a Nascentes das Gerais é responsável pela MG 050. De acordo com o dono de uma das empresas da região que preferiu não se identificar, ainda não houve nenhuma manifestação dos órgãos competentes sobre duplicar a canalização de água embaixo da rodovia. “Quando chega a época de chuva nós temos frequentes inundações aqui. Nós pedimos ajuda ao DER e à Nascentes das Gerais para re-

solverem este problema, e evitar danos maiores para os moradores e nós empresários”. Os moradores e os proprietários das empresas esperam que a duplicação traga benefícios para Divinópolis, mas esperam a solução do problema para não terem prejuízos financeiros. “Hoje nós não estamos vendo benfeitorias em duplicar a vazão de água embaixo da rodovia, só vemos terra nos dois lados da MG 050. Enquanto na avenida JK tem cinco manilhas para o escoamento de água, nós temos apenas uma”, lamenta. Os moradores do bairro Bom Pastor também manifestaram sua preocupação através de uma carta alertando os vizinhos. Na carta eles destacam que: “Com a duplicação da MG 050 as inunda-

ções serão ainda maiores, pois os aterros certamente irão obstruir a passagem de águas pluviais, causando prejuízos e acidentes graves no local. É preciso que os engenheiros responsáveis pelas obras atinem para este fato, e que tomem as providências agora, no início das obras”. Nossa reportagem procurou a Concessionária e em nota disseram que: “O local está a mais de 60 metros da faixa de domínio e, portanto, fora da área de atuação da concessionária. Cabe informar que as águas captadas na MG-050 são destinadas diretamente para o Rio Itapecerica e as obras de duplicação em andamento não tem relação direta com a situação exposta pela reportagem da Gazeta do Oeste”.

prestados e é bem provável que Carmo do Cajuru não consiga absorver com tranquilidade estes novos cidadãos. Ouvi uma história que a Prefeitura da vizinha cidade chegou a comunicar o fato para uma entidade de classe que agora também promove shows e parece que o presidente simplesmente deu de ombros. Muitos devem estar se perguntando o que Carmo do Cajuru tem a ver com o Conselho de Desenvolvimento de Divinópolis. Na verdade tudo, se a população crescer desenfreadamente e sem os serviços necessários, começaremos a ver surgir uma periferia na região, repleta de bolsões de pobreza, com problemas sociais tão sérios como os de cidades como Ribeirão das Neves e Santa Luzia. Infelizmente muitos gostam da pompa do cargo, mas não entendem exatamente a obrigação a que ele corresponde. Algumas posições são extremamente estratégicas e por isso Divinópolis precisa reforçar estas lideranças. Gente que mal deu conta de administrar sua empresa não deveria ser necessariamente o melhor nome para uma entidade que objetiva fomentar o desenvolvimento. Já me disseram que o problema maior é que ninguém quer pegar. As grandes cabeças pensantes da cidade já estão muito ocupadas com seus negócios e suas empresas e por isso teriam dificuldade de atuar ativamente em favor da região. Com isto, sobram as sobras e a cidade pára no tempo. Acredito que talvez seja hora do poder público estruturar melhor a Secretária responsável pela área e realmente ativar o conselho que poderá suprir uma deficiência que a cidade tem hoje na área de planejamento a longo prazo. Para refletir “Tem cuidado com os custos pequenos! Uma pequena fenda afunda grandes barcos.” - Benjamin Franklin

PECs municipalistas se encontram paradas no Congresso Nacional Duas propostas de emendas à constituição – PECs, a 31 do senador mineiro Aécio Neves, e 39 da senadora gaucha Ana Amélia, se encontram paralisadas no Congresso Nacional. As duas matérias, caso aprovadas, poderiam representar um ganho significativo para os municípios mineiros e brasileiros. A PEC 31/2011, tem o intuito de acrescentar o art. 159-A a Constituição Federal para determinar que a União compense financeiramente os demais entes federados, no próprio exercício financeiro e na forma da lei, assim como os Estados compensem seus respectivos Municípios, sempre que adotar políticas que impactam financeiramente nos cofres municipais. Para ter ideia, as medidas de desonerações de impostos e contribuições que são compartilha-

das com Estados e municípios de 2012 até 2013 somaram R$43.567 bilhões. Consolidando os valores no período, as renuncias fiscais do Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI somaram R$ 20.452 bilhões, Imposto de Renda - IR R$ 2.779 bilhões e a Cide - Combustível R$20.336 bilhões. Os impactos destas desonerações no FPM dos municípios brasileiros totalizaram aproximadamente R$ 5.459 bilhões e para os municípios de Minas Gerais R$775 milhões, no repasse da cota parte do IPI exportação, os municípios brasileiros deixaram de receber R$511 milhões e os de Minas Gerais R$ 75 milhões, já a Cide impactou perdas de R$ 1.474 bilhão aos municípios brasileiros e R$164 milhões aos cofres das prefeituras de Minas Gerais. No geral as perdas para os municípios brasileiros to-

Reprodução

talizaram R$7.445 bilhões e as prefeituras de Minas Gerais R$ 1.014 bilhão. Já PEC 39/2013, se refere ao aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios – FPM, principal fonte de renda da maior parte dos municípios mineiros. Caso aprovada, a matéria vai representar um ganho de mais de R$ 7,4 bilhões para os municípios brasileiros, só as cidades de Minas Gerais teriam

um ganho de mais de R$ 940 milhões. Porém, a PEC 31/2011 se encontra paralisada, desde agosto de 2013, na Subsecretaria de coordenação legislativa do Senado aguardando para entrar na pauta do dia. Já a proposta da senadora gaucha esta parada, desde o dia 19 de dezembro do ano passado, com a relatoria da comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado.


CIDADES 05

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

“Sala Lotada não tem educação” Alunos paralisam trânsito em manifesto em frente a Superintendência de Ensino

Liziane Ricardo

Sentados em frente a superintendência, os estudantes se recusaram a sair do local até que tivessem uma resposta da SRE. Liziane Ricardo Da Redação

Com cartazes, apitos e evocando hinos de indignação como: “Sala Lotada não tem educação” e “Sem direção não tem educação” , foi assim que os alunos e professores da Escola Estadual Antônio Belarmino Gomes manifestaram ontem (24) na porta da Superintendência Regional de Ensino (SRE). Mais de 200 alunos fizeram piquete na rua Goiás e fecharam o trânsito em frente a sede da superintendência desde às 8horas da manhã. Já por volta de 9horas a Superintendente Regional, Vera Prado, chegou em seu gabinete onde se reuniu com cinco alunos, um professor e o vereador representante do distrito de Ermida, Marquinho Clementino (PROS). A manifestação foi programada pelos alunos devido as modificações que foram impostas pela Secretaria Estadual de Educação, a qual determina a junção de três turmas do ensino médio em uma única sala, totalizando 45 alunos em um espaço de 45 metros quadrados . A medida foi informada à direção da escola na última sexta-feira (21) quando de imediato foi desencadeada uma manifestação ainda nas dependências da es-

cola situada no distrito de Santo Antônio dos Campos (Ermida). Na oportunidade toda a equipe de direção renunciou aos cargos ainda na sexta-feira e a escola encontra-se sem diretor, vice e secretário desde então. Conforme ficou muito bem explicitado pelos alunos em seus cartazes: “Sem direção não tem educação”, os estudantes tiveram a iniciativa de ir manifestar suas indignações na porta da Superintendência de Ensino. Funcionários da regional paralisaram os trabalhos para assistir a manifestação e assim como a superintendente, também foram vaiados pelos alunos que reivindicam pela normalidade das turmas, por melhorias na estrutura da escola, além de uma providência com relação a quem ficará a frente da administração da escola. De acordo com a estudante do segundo ano do ensino médio, Denise Sousa de 16 anos, a maior reivindicação dos alunos é que seja evitada a superlotação das salas de aula que de antemão não tem nenhuma estrutura para comportar o número de alunos exigidos pela Secretaria Estadual de Educação. “As maiores salas que temos na Antônio Belarmino tem 46 metros quadrados, então

essa superlotação que a superintendência pretende ocasionar acaba indo no sentindo contrário da legislação que diz que em cada sala deve-se ter um metro quadrado por aluno o que é impossível nas salas da escola que são pequenas. Deste modo não terá espaço nem mesmo para os professores. Por isso estamos reivindicando, para evitar que essa superlotação aconteça”, explicou Denise. Caso o problema não seja solucionado pela SRE, os alunos afirmaram que não irão entrar para as salas de aula, e continuarão manifestando ao longo da semana, seja na porta da escola impedindo que os alunos entrem para assistir aula ou novamente na porta da Superintendência Regional de Ensino. Welington Henrique Oliveira, 16 anos, é estudante do nono ano, ressaltou também com relação a situação estrutural das salas de aula que encontram-se em estado precário, com o telhado apodrecendo, e o forro está com buracos e infiltrações, fora a quadra da escola que aguarda por uma cobertura há anos. “Quando chove nós ficamos debaixo de goteiras, é um absurdo superlotar as salas que além de pequenas não tem nenhuma estrutura para

Os alunos tocaram apitos, pandeiros, cornetas e fizeram uma ‘ola’ coletiva como forma de manifestação.

agrupar 45 alunos. Por isso, nós pintamos a cara, fizemos cartazes e não iremos desistir de lutar pela dignidade no ensino, bem como pelo mínimo de estrutura para podermos estudar”, frisou Welington Oliveira. SUPERINTENDÊNCIA Por volta de 8h30 a Diretora Educacional Vânia Noronha, foi buscar a Superintendente Regional de Ensino, Vera Prado para que o problema fosse discutido e solucionado. De antemão, Vânia Noronha foi questionada pela reportagem da Gazeta do Oeste sobre quais as medidas iniciais seriam tomadas pela superintendência, e a mesma respondeu que não falaria oficialmente sobre o assunto, mas que a regional estava apenas cumprindo um posicionamento vindo da Secretaria Estadual de Educação. “Nós só estamos cumprindo a resolução, mas pelo visto eles (os alunos) não querem aceitar a determinação”, disse. Recebida com fortes vaias dos alunos, a superintendente Vera Prado, em seguida se reuniu em seu gabinete com cinco representantes dos alunos, uma professora e o vereador Marquinho Clementino para discutir a situação da Es-

Welington Henrique de Oliveira, pintou a cara como forma de protesto e ergueu cartazes junto dos colegas.

cola Estadual Antônio Belarmino. Posicionamento da superintendente regional de ensino Vera Prado A superintendente regional de ensino Vera Prado, em entrevista por telefone explicou ontem que o que está ocorrendo é uma readequação dos alunos nos espaços da escola. Segundo ela, existe uma resolução que aponta que é necessário que seja 1 metro quadrado por aluno. Ainda conforme a superintendente existe uma verba no valor de R$850 mil para a reforma da escola, mas a supe-

rintendência está aguardando a licitação para as obras. Enquanto isso não ocorre haverá um novo estudo para arrumar se for necessário um espaço para abrigar estes alunos. Ela afirmou que um engenheiro foi até a escola para fazer uma fiscalização e que o vereador Marquinho Clementino (PROS) se colocou a disposição, junto com a comissão em que ele atua para locar um espaço caso precise para abrigá-los. “Nossa inspetora já estará agora à tarde no local para estudar uma melhor maneira para atender os alunos”, relatou.

Homem se arrisca em reforma sem equipamento de segurança Simião Castro

Para mexer em reboco de fachada ele se pendura em banquinho de cordas e madeira Simião Castro

simiaocastro@gazetaoeste.com.br

Um flagrante do perigo. Na esquina da rua Goiás com avenida Getúlio Vargas, um homem quebrava o reboco da fachada de um imóvel em um banquinho improvisado, feito com uma tábua de madeira e uma corda. A situação, além de perigosa, é irregular. De acordo com uma cartilha

do Ministério Público do Trabalho, publicada em Niterói, RJ, que reúne e resume os itens necessários para garantir a segurança dos trabalhadores, são muitos os Equipamentos de Proteção individual exigidos (EPI’s). Além do capacete, é obrigatório o uso de cinto de segurança tipo pára-quedista sempre que houver risco de queda e em trabalhos a mais de 2 m de altura. Naturalmente, de nada

adiantaria o cinto se não houvesse também cabos-guia para a fixação à estrutura. Esse cinto é semelhante aos utilizados pelos praticantes de rapel. Deve ser usado nos trabalhos em telhados e, como neste da imagem, em fachadas e paredes. O cinto de segurança deve ser ligado a este cabo-guia por meio de um trava-quedas. Entre as orientações estão ainda o uso de óculos ou protetor

facial sempre que houver risco de projeção de partículas em direção aos olhos. Mais uma vez, parece ser esse o caso, já que pedaços do reboco poderiam “espirrar” na direção do homem. Vale comentar que em todo o manual a palavra “corda” não ocorre nenhuma vez. Sempre que for preciso fazer sustentação de pessoas ou objetos devem ser utilizados cabos específicos para aquela função, às vezes até de aço.

Para trabalhos como esse é fundamental o uso de EPI’s, Equipamentos de Proteção individual.


06 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Prefeitura e Estado condenados a indenizar família por morte no Pronto Socorro Caso ocorreu em 2009 e só agora parece próximo da solução. Réus ainda podem recorrer. Simião Castro

simiaocastro@gazetaoeste.com.br

Cinco anos na justiça até finalmente sair a decisão: o município de Divinópolis e o Estado de Minas Gerais terão que pagar indenização de R$ 20 mil por danos morais à família de uma paciente que morreu no Pronto Socorro, esperando vaga na UTI. Ainda cabe recurso ao veredicto, mas o advogado que representa a família não acredita que seja aceito. Tudo começou em 2009 quando Conceição Miranda de Oliveira fazia uma viagem para a cidade de Aparecida, em São Paulo, quando o ônibus em que estava se envolveu em um acidente próximo a Oliveira. Ela quebrou as duas pernas e ficou com um ferimento grande na coxa. Atendida no hospital daquela cidade, foi trazida para o Pronto Socorro de Divinópolis e transferida em seguida para o Hospital São João de Deus. No hospital ela ficou internada de 23 de maio de 2009 até 16 de junho daquele ano. Quando recebeu alta, precisou continuar o tratamento em casa, mas precisava ir ao hospital duas vezes por semana para fazer os curativos da coxa. Tortura O quadro de Conceição se agravou, no entanto, e em cinco de agosto teve que ser novamente

Não teve culpa Em primeira instância os réus, município e estado, alegaram que a morte da paciente não ocorreu em razão da ausência do leito, além de dizerem que estavam providenciando a internação dela, diz o advogado. Segundo ele, o juiz da Vara de Fazenda Pública aceitou a justificativa. No entanto, com o recurso à 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, a sentença foi reformada. No texto ficou descartada a possibilidade dos réus não terem conhecimento da gravidade do caso de Conceição, uma vez que ela foi cadastrada na Central de Regulamentação de Leitos. Foi constado ainda que os registros da paciente não foram feitos corretamente no prontuário, o que prejudicou o acompanhamento da evolução do quadro de saúde. “O hospital tem que mostrar a evolução da paciente, justamente para acelerar o processo, e eles não fizeram isso”, diz Eduardo. O texto da sentença diz ainda que “a omissão de tais informações comprometeu a avaliação da real necessidade de busca de leitos em estabelecimentos conveniados ao SUS em outras macrorregiões, ou até mesmo a compra de um leito em estabelecimento privado”. O que poderia ter salvado a vida de Conceição.

levada ao pronto socorro. Ela sofreu uma infecção generalizada e precisava ser transferida com urgência para um leito de UTI. “Nesse mesmo dia ela foi cadastrada na Central de Regulamentação de Leitos do Estado. Foi onde começou a tortura”, diz o advogado da família, Eduardo Augusto Silva Teixeira. Ele se refere à peregrinação que se iniciou a partir dali, com os familiares de Conceição procurando socorro onde puderam. Pediram apoio à Câmara dos Vereadores, procuraram o Ministério Público e um dos filhos de Conceição, Adivair de Oliveira, conta que conversou até com o secretário municipal de Saúde da época, Gilmar Santos. Depois de oito dias internada irregularmente no Pronto Socorro, em 13 de agosto de 2009, o Ministério Público entrou com pedido de liminar para obrigar o Estado a internar Conceição em uma UTI. Mas já era tarde demais. Naquela noite, três dias antes de completar 61 anos, ela morreu. Adivair diz que ela perguntava muito pela vaga, mas que chegou um momento que ela mesma já parecia cansada de esperar e chegou a dizer a ele. “Não quero mais saber de vaga não”. Para ele, a tristeza maior, além de perder a mãe, vem do sentimento de impotência, “É a mesma coisa de uma pessoa pedir, ‘me socorre’, e você não poder fazer nada”, lamenta.

Irreparável A decisão em segunda instância não transitou em julgado,

Simião Castro

o que quer dizer que ainda não é definitiva e que recursos podem ser feitos, mas a Procuradoria do Município de Divinópolis disse que “a decisão definitiva do Poder Judiciário acerca do assunto será prontamente acatada pelo Município e pelo Estado de Minas Gerais, que compõem o pólo passivo da ação.” O Governo do Estado não emitiu parecer sobre o caso antes do fechamento da edição. O advogado, no entanto, não crê nem que os recursos a instâncias superiores sejam aceitos. “O mérito já foi discutido. Eu acredito que o recurso não vai ser admitido porque o acórdão foi bem fundamentado. Não está ferindo a constituição, nenhuma legislação. Acho que já se resolveu” Considera no entanto que a pena foi branda. Ele explica que as ações por danos morais têm duas finalidades. Uma é compensar a dor da vítima, o que dificilmente dinheiro é capaz de fazer. A outra é punir as partes culpadas. “[O valor de] vinte mil reais para entes públicos, que ainda vão dividir a fatia do valor, não atende à exigência da lei que é o caráter punitivo do dano moral”, defende Eduardo. Para o filho e a família de Conceição, o dinheiro é o que menos interessa. Eles querem justiça. “Não é dinheiro que vai resolver. Nenhum dinheiro do mundo resolve”. Para Adivair, vida não tem preço. E o processo na jus-

Filho diz que família não se importa com valor da indenização, mas quer justiça para que casos como esse não voltem a acontecer.

tiça existe com outro propósito. “Mostrar para o Estado que tem gente que corre atrás dos seus direitos para que outras pessoas não venham passar pelos mesmos problemas”, e pelo mesmo sofrimento. Recurso Por causa disso Eduardo também vai entrar com recuso, mas com relação ao valor da indenização. A ação foi proposta com a

soma de 500 salários mínimos, o que hoje representa cerca de 362 mil reais. Para ele, se o valor fosse mais alto os administradores seriam forçados a ter mais zelo na prestação dos serviços, porque o “instituto do dano moral” teria cumprido sua finalidade. “É uma questão de educação. Se na prática não se é educado na prestação de serviço, então o judiciário vem com a vara de punição, bate e condena.”

Produtos alimentícios recebem selo de inspeção em Divinópolis Mariana Gonçalves

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

Treze estabelecimentos comerciais do município estão recebendo o selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). Essa identificação corresponde às novas exigências feitas no Manual de Procedimentos idealizado pela Secretaria Municipal de Agronegócios (Semag). Esse dispositivo será aplicado em estabelecimentos do ramo

alimentício, visando diminuir a cada dia o risco de contaminação da população em decorrência do processo de produção de bebidas e alimentos de origem animal ou vegetal. O manual é parte de um processo de reorganização do serviço de fiscalização, deste modo, todos os que passarem a integrar o SIM, sejam funcionários do setor ou empresas registradas, vão responder às mesmas diretrizes. A cidade tem atualmente 59 Arquivo GO

“Ele (produtor) vai poder ampliar as vendas para outros mercados” diz Paulo Marius

comércios ligados ao ramo de alimentos, desse total, 13 já estão recebendo o selo, os demais estão em processo de regulamentação. Conforme o secretário de Agronegócios, Paulo Marius, esse selo irá facilitar principalmente o trabalho da Vigilância Sanitária, pois quando o órgão for realizar as fiscalizações ao se deparar com aquele produto que contém a identificação, logo será possível verificar que o estabelecimento está de acordo com as normas técnicas de segurança alimentar. Por falar em fiscalização, o secretário conta ainda que nos próximos meses a SEMAG deverá intensificar as vistorias. “Com o selo, documentação em dia e ambiente higienizado dentro do padrão ele vai poder ampliar as vendas para outros mercados” completa. Com este selo o produtor poderá comercializar seus produtos para qualquer estabelecimento de Divinópolis. A criação de um manual municipal já era uma solicitação feita tanto pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) quanto pelo Ministério da Agricultura.

PARA NÃO ERRAR Sobre o documento de inspeção municipal o Secretário de Agronegócios, conta que o projeto será um auxílio para os responsáveis técnicos orientarem os proprietários a como andar de acordo com a lei. “Esse manual é para ficar com os técnicos dos estabelecimentos alimentícios, assim eles podem orientar o proprietário para que este saiba o que precisa ser feito. Principalmente em relação a documentos como o laudo de vistoria, por exemplo, se tiver alguma coisa errada o empresário precisa se organizar para fazer outro laudo. Então esse manual a partir de agora irá nos fornecer um novo norte, a padronização é para caminharmos

Mariana Gonçalves

Abatedouros e açougues são os principais estabelecimentos supervisionados pela Vigilância Sanitária.

juntos de agora em diante” reforça Paulo Marius. Os interessados em obter o manual podem procurar a sede da

Secretaria, no pátio da prefeitura bairro Niterói. O documento está sendo disponibilizado gratuitamente aos técnicos.

soluções em gás Canalização de gás

Desde 1967

Conserto de fogão

Teste de estanqueidade Tel.: 37 3221-1066 / E-mail: erikacorgozinho@hotmail.com Rua Sergipe, 861 (contra esquina com a Amazonas) - Centro


CIDADES 07

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

“Sem rua”

Moradores cobram por atenção do poder público

Mariana Gonçalves

Se a cratera abrir mais atingirá as residências. Mariana Gonçalves

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

Imagine você sair no portão de sua casa e se deparar com uma enorme cratera. Imagine ainda que dentro desse buraco corre esgoto a céu aberto. Pelas descrições já citadas, podemos dizer que esta cena não seria nada agradável. Inclusive, esse é o atual cenário de alguns moradores do bairro Nossa Senhora das Graças. Nas proximidades do número 160 na rua José da Paz, a população vive um momento difícil. A rua cedeu com as recentes chuvas, e uma grande cratera se formou na porta dos moradores próximo ao numero mencionado acima. Se a cena já não é boa para quem passa pelo local, imagine para quem vive ali e convive 24h

com o problema. A aposentada Jeni Teixeira, conta que a situação está afetando sua saúde e a de seus bisnetos. “Eu estou doente, tenho quase 80 anos e tenho que enfrentar problemas de saúde por causa desse buraco, todos os dias tenho dores de cabeça. O mau cheiro vindo dele é terrível, minha casa está sempre limpa e arrumada só que não adianta porque o cheiro ruim entra assim mesmo. Eu tenho dois bisnetos que também estão tendo problemas de saúde, então está muito difícil. As pessoas que moram aqui estão perdendo ate a vontade de fazer coisas simples, por exemplo, você faz almoço e não tem nem vontade de comer, você passa um café e o cheiro bom é abafado pelo mau cheiro do esgoto” diz. Outro ponto destacado pela moradora é o fato da via ter sido

Conforme a população apenas medidas provisórias são tomadas para sanar este problema.

“engolida” pelo buraco. “Nesse calor tenho vontade de me sentar na rua, mas como, se nem rua temos aqui direito? E pra receber visitas, tenho até vergonha” desabafa. Quem também conversou com a equipe de reportagem foi Lorena Aparecida, que recentemente se mudou para um dos imóveis, cujo problema interfere diretamente em seu dia a dia. “Nos mudamos para essa casa tem apenas dois meses, porém conversando com os vizinhos descobrimos que esse problema é antigo, sempre que chove muito esse buraco aparece. Mas, dessa vez acredito que tenha sido também por causa de um serviço mau feito. Os reparos que a rua tem recebido não são suficientes para a sua demanda e aí vem as chuvas e desfaz tudo o que já estava feito,

esse local precisa de uma obra mais bem estruturada” afirma. Além do péssimo odor, o buraco tem influenciado para que animais peçonhentos entre na casa dos cidadãos. “Aranhas, ratos, pernilongos (inclusive tivemos que colocar telas na janela), todos esses animais estão entrando na minha casa, é horrível. Fora que tem crianças que vivem nessa rua e aí complica mais, no caso da minha filha às vezes ela quer brincar andar de bicicleta na rua e nem tem como deixar porque esse local está perigoso. A terra está cedendo, já tivemos na Câmara, mas não resolveu nada, até mesmo o dono desse imóvel em que moro já procurou a prefeitura e não adiantou” completa. “Minha filha ligou para Copasa, mas enquanto a prefeitura não arrumar, a companhia não pode

mexer. Tem que ser feito alguma coisa porque não está sendo possível aguentar mais isso” salienta a moradora Ana Maria Ribeiro.

feitura refaça a rua e as estruturas de drenagem, estando prevista nossa intervenção tão logo haja condições de trabalho no local”.

FALTA DE ESTRUTURA Em nota a assessoria de comunicação da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que, “a ausência de estruturas adequadas para a captação e direcionamento das águas pluviais tem constantemente causado danos à rede coletora de esgotos do final da rua José da Paz, no bairro Nossa Senhora das Graças, em Divinópolis. Essa situação já havia sido corrigida no ano passado, e também no último dia 13 de fevereiro, a Copasa, refez a rede de esgotos, agora novamente danificada, até o córrego. Para corrigir a situação, a Companhia aguarda que a Pre-

ESTUDO De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, a Secretaria de Obras constantemente realiza intervenções na rua José da Paz, porém, as medidas aplicadas no local não estavam surtindo o efeito esperado pelos técnicos. Sendo assim, um estudo mais específico quanto ao problema está sendo realizado para uma solução definitiva do mesmo. Ainda conforme a assessoria, o problema se agravou com as últimas chuvas, sendo necessário um levantamento completo das demandas da via, para posteriormente a recuperação dos sistemas de drenagem pluvial.

Com estrutura modelo, nova escola recebe 211 alunos no Antônio Fonseca Mesas e cadeiras de pequeno porte, berçários, brinquedos, crianças eufóricas por todos os lados e muitas cores, integram o cenário do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Anália Nogueira Silva no bairro Antônio Fonseca. Com as aulas iniciadas no dia 10 de fevereiro a obra realizada pela Prefeitura Municipal de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), ganhou vida. A nova escola começa a ser ocupada para a entrega oficial prevista para o mês de março, após a finalização de alguns trâmites burocráticos. A nova unidade atende hoje 211 crianças de dois a cinco anos de idade. Todo o espaço de, 1.211,92 metros quadrados de área construída, em terreno de 5.040 mil metros quadrados, foi preparado para receber os pequenos. As salas contam com mesas e cadeiras, adequadas ao tamanho das crianças. Os banheiros também possuem estrutura própria, com lavatórios e sanitários de porte baixo. Além das oito salas, o espaço contempla uma biblioteca com

grande acervo, e brinquedoteca com vários jogos e brinquedos. O refeitório aberto e arejado também é acessível para as crianças, com mesas e bancos pequenos, além de bebedouros adequados ao seu tamanho. Segundo a diretora do Cmei, Maria Antonieta Teixeira, a unidade é, pedagogicamente, de grande relevância, pois uma infraestrutura propícia possibilita mais qualidade de atendimento dos alunos. “Neste novo espaço as crianças estão tendo acesso a salas confortáveis, aptas para o nível delas, além de mais espaço para se desenvolverem e se descobrirem. Nossa biblioteca também conta com uma gama significativa de livros, o que acrescenta muito para eles”, salienta. Para a construção do novo Cmei, a Prefeitura viabilizou o terreno e investiu mais de meio milhão de reais (R$559.360,48). A diretora Maria Antonieta, definiu o investimento na educação infantil como ponto essencial para o pleno desenvolvimento social das crianças. “Elas estão evo-

luindo muito rápido, e, quando estão na escola, vivenciam uma socialização mais real, convivem com grupos de sua idade. Isso possibilita que tenham, além do aprendizado didático, conhecimento sobre respeito, divisão das coisas, busca de mais autonomia, aprendendo a buscar suas necessidades básicas sozinhas como ir ao banheiro e beber água, e isso é extremamente importante para o desenvolvimento delas”, enfatiza. Para os pais, o benefício dos Cmeis também é significativo em vários aspectos. “Hoje, grande parte dos pais trabalha, e as crianças estão se desenvolvendo muito rápido, querem conhecer tudo, saber sobre tudo, e eles precisam de ajuda. Então o Cmei vem como o casamento perfeito, pois ajuda as crianças que precisam ir à escola para conhecer coisas novas, e aos pais que precisam trabalhar e querem deixar seus filhos em um ambiente positivo, que possa agregar conhecimentos a eles”, declara. O novo espaço tem agradado a alunos e ao corpo docente. A professora Danielle Gonçalves

Lopes Santos, acredita que a estrutura de trabalho é fortalecida, o que contribui também para melhoria da educação infantil. “Esse espaço foi criado justamente para educação infantil. A gente percebe toda a atenção que foi dada à adaptação para as crianças, com um espaço amplo nas salas e fora delas também, já que o ambiente é propício para que possam também correr e brincar”, elogia. A professora Daniele também enaltece a contribuição para as crianças com os investimentos na educação infantil. “As crianças são curiosas, animadas, e necessitam deste convívio social. Nesta idade, elas estão prontas para aprender, elas querem conhecer coisas novas, e quando ficam apenas em casa no convívio família, não experimentam essa importante socialização com crianças de sua idade. Então com esse espaço bem trabalhado, bonito e com estrutura de qualidade, as crianças encontram um ambiente rico para aprendizagem e convivência, o que é extremamente importante”, analisa.

COMARCA DE DIVINÓPOLIS/MG. SECRETARIA DA 20 VARA CÍVEL EDITAL DE CITAÇÃO DE TERCEIROS INTERESSADOS PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS. Ação de Usucapião n1 223.13.014092-2, movida por Wanderlei Gonçalves Maia, CPF 257.814.216-53 e sua esposa Rosangela de Freitas Tavares, CPF 482.237.436-04. Objetivo: CITAR TERCEIROS INTERESSADOS, incertos ou ignorados, para contestar, querendo, o pedido, no prazo de 15 (quinze) dias, contados do término do prazo deste edital, sob pena de não o fazendo, presumirem-se verdadeiros os fatos alegados pelo autor. Pretende o autor que se declare em favor dele a ocorrência da prescrição aquisitiva, relativamente ao imóvel constituído pela chácara de nº 02, atual chácara de nº 700, quadra 005, zona 50, sub lote 000, com área de 5.000,00 m², situada na rua E, bairro Chácaras Novo Horizonte, nesta cidade, com as seguintes confrontações: 50,00 m pela frente com a rua E, 100,00 m pelo lado direito com o lote 750, 100,00 m pelo lado esquerdo, com o lote 650, e 50,00 m pelos fundos com o lote 50; tudo conforme matrícula nº 5009, L 02, do CRI local. Divinópolis/MG, aos 24 de janeiro de 2014. Eu, Maria Aparecida Santana, Escrivã Judicial, o digitei e assino. Dr. Ather Aguiar - Juiz de Direito em substituição da 20 Vara Cível. Adv. Dr. Múcio Francisco Fagundes, OAB/MG 109443.


08 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Governo faz corte Pitágoras intensifica de R$ 44 bilhões no Programa Aprimorar Orçamento de 2014

Objetivo é facilitar o acesso à educação e qualificação profissional e aproximar gestores de RH e colaboradores das empresas da região

O governo anunciou que o corte no Orçamento Geral da União de 2014 alcançará R$ 44 bilhões. Com o corte, o governo pretende atingir este ano um superávit primário equivalente a 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), correspondente a todo o setor público consolidado, buscando com isso manter os fundamentos da economia e a confiança dos investidores internacionais e do mercado interno. O corte de R$ 44 bilhões, em 2014, foi superior ao verificado em 2013, que alcançou R$ 38 bilhões, mas inferior ao enxugamento ocorrido em 2012 (R$ 55 bilhões) e em 2011 (R$ 50,1 bilhões). Dos R$ 44 bilhões, R$ 13,5 bilhões são despesas obrigatórias e R$ 30,5 bilhões correspondem a despesas discricionárias. O detalhamento dos cortes no Orçamento está sendo explicado, neste momento, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, pela ministra Miriam Belchior e pelo ministro da Fazen-

da, Guido Mantega. A ministra Miriam Belchior disse, durante entrevista, que os dados referentes ao corte orçamentário seriam publicados no Diário Oficial da União. Para o ministro Mantega, o enxugamento orçamentário constituiu uma boa sinalização aos mercados interno e externo, tendo em vista as turbulências econômicas internacionais do momento. No entanto, o ministro da Fazenda afirmou que, após os cortes verificados, haverá um aumento no otimismo dos agentes econômicas em relação ao Brasil. Mantega disse que, com o corte de R$ 44 bilhões, o governo economizará R$ 80,8 bilhões, número maior do que a economia verificada em 2013, quando este patamar chegou a 75,3 bilhões. As previsões do governo foram feitas com base na manutenção dos seguintes parâmetros da economia brasileira: superávit primário de 1,9% do PIB, equivalente a R$ 99 bilhões; inflação de 5,3% e dólar na faixa de R$ 2,44.

Saúde e Educação Os ministérios da Saúde, da Educação, do Desenvolvimento Social e o de Ciência, Tecnologia e Inovação não sofreram cortes no Orçamento para 2014. As quatro áreas tiveram os recursos integralmente preservados por serem consideradas prioritárias pelo governo. Os cortes no Orçamento Geral da União de 2014 foram anunciados recentemente pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. O Orçamento de 2014 previsto para o Ministério da Saúde é pouco mais de R$ 82,5 bilhões, para o da Educação, R$ 42,2 bilhões, o de Desenvolvimento Social, R$ 31,7 bilhões e para o de Ciência, Tecnologia e Inovação é R$ 6,8 bilhões. Os valores previstos para cada uma das quatro pastas são superiores aos valores que foram empenhados em 2013. “Os instrumentos que utilizamos são a contenção das despesas de custeio, a ampliação dos investimentos e a manutenção dos programas sociais”, disse o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Dando prosseguimento ao inovador programa Aprimorar, a Faculdade Pitágoras de Divinópolis inicia, nesta semana, a uma grande campanha para adesão das empresas de nossa região ao convênio institucional com a entidade. Este convênio beneficia todos os colaboradores das empresas e seus dependentes diretos a uma série de vantagens e benefícios junto à instituição, entre eles um desconto de 15% para todas as mensalidades dos 16 cursos de Graduação e dos 18 cursos Pós-Graduação oferecidos pela Instituição. Hoje, já são mais de 70 empresas conveniadas com a Instituição, o que beneficia centenas de alunos todos os meses. Com o programa Aprimorar, uma série de ações junto às empresas da região Centro-oeste será iniciada pela Faculdade Pitágoras. A ideia é integrar as melhores e mais modernas práticas de Recursos Humanos e oferecer aos profissionais da área uma possibilidade de qualificação contínua e inédita em nossa região. O programa foi

desenvolvido para facilitar o acesso à educação e qualificação profissional e aproximar gestores de RH, colaboradores e todas as faculdades do Grupo Kroton Educacional. O Programa oferece diversos benefícios e facilidades que estimulam a troca de conhecimento, o preparo para o mercado de trabalho e reforçam a parceria entre faculdades e empresas. O Programa Aprimorar consiste em um encontro periódico organizado pela Faculdade Pitágoras e aberto a todos os interessados, principalmente gestores de Recursos Humanos das principais empresas e organizações públicas e privadas da região Centro-oeste. Recentemente, a instituição realizou mais uma edição do Café com RH, quando dezenas de profissionais desta área tiveram a oportunidade de aprender um pouco mais sobre a “Geração Y” e as mudanças que esta nova geração provocam nas organizações. A palestra foi proferida pelo professor e especialista na área, Leonardo Rodrigues. As empresas de toda a região

Centro-oeste poderão fomentar parceria para a capacitação de seus colaboradores, além de oferecer o vestibular para cursos de Graduação dentro da própria empresa. Além disso, abre oportunidades para a customização de cursos “In Company” (oferecidos dentro da empresa), além de apoio à empresa em palestras e eventos, com cursos gratuitos com certificado. “A primeira edição do evento foi realizada, com muito sucesso, em julho de 2013, e reuniu dezenas de profissionais da área de Recursos Humanos no Centro de Convenções da instituição. Desde então, foram muitas ações realizadas e, em 2014, estas ações se intensificarão ainda mais. O Programa Aprimorar tem como prerrogativa a aproximação da Faculdade com esta importante classe, bem como a qualificação contínua e inédita na região Centro-Oeste”, afirma o diretor da instituição, prof. Francisco Resende. Mais informações sobre parcerias e convênios com a Faculdade Pitágoras podem ser obtidas pelo telefone (37) 2101 4877.


ESPORTE 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Chico Maia

chicomaiabd@gmail.com

Reação dos jogadores no segundo tempo foi desagravo a Autuori O Atlético entrou em campo pensando que o América seria uma presa fácil e quase quebrou a cara. Um dos exemplos da displicência foi logo aos oito minutos com o vacilo do ótimo zagueiro Otamendi que originou o primeiro gol do Obina na partida. Por outro lado o técnico Moacir Júnior mudou jogadores e a forma de jogar nesta segunda partida sob o comando dele. Optou por um time mais defensivo, porém, explorando contra ataques com muita eficiência. Mesmo buscando o empate o Atlético não estava bem. Era visível que os principais jogadores não estavam se empenhando com o devido interesse, possivelmente por causa do calor e pensando no próximo jogo pela Libertadores da América. O segundo gol americano foi fruto de nova falha, de outro excelente jogador: Victor errou o soco na bola no cruzamento e novamente Obina balançou as redes. Na ida para o vestiário, no intervalo, as vaias eram muitas, dirigidas só ao técnico Paulo Autuori que não tinha culpa nenhuma pelo fraco desempenho dos jogadores. Isso foi fundamental para a mudança de postura no segundo tempo. Mexeu com os brios do grupo que resolveu acordar. Os jogadores viram que estavam complicando o trabalho de um treinador que vem sendo perseguido pela maioria da torcida, desde quando foi anunciado. E foi um outro Galo no segundo tempo; ligado, interessado em todos os lances, correndo muito e sem erros. A virada foi em 28 minutos, com Tardelli fazendo a diferença, e a cada gol um abraço no Autuori. No terceiro, todos os jogadores foram cumprimentá-lo. Os abraços no treinador a cada gol foram uma forma de desagravo, para mostrar à torcida que eles gostam dele e que é preciso que ela pare com essa perseguição, que não se justifica, já que o time está subindo de produção a cada jogo. Mesmo depois da virada continuou ligado e conseguiu resistir à pressão do América que não se entregou em momento algum. O Coelho mostrou progressos em relação aos últimos jogos. Super FC

Além de dois gols Tardelli jogou muito no clássico

Jô na lista de Luiz Felipe Scolari para penúltimo jogo antes da Copa Jô vai consolidando prestígio com Felipão na disputa por vaga na seleção que disputará a Copa. Do site da ESPN: * “Nada de Kardec: Felipão convoca Fred, Jô e Jefferson para a seleção” Por ESPN.com.br O técnico Luiz Felipe Scolari convocou Fred, Jô e Jefferson para a seleção brasileira nesta segunda-feira. O Brasil enfrenta a África do Sul no dia 5 de março, uma quarta-feira, às 14h (horário de Brasília). A partida está marcada para o estádio Soccer City, em Johannesburg, local da última final de Copa. Será o antepenúltimo amistoso antes do Mundial, já que ainda haverá partidas contra Panamá e Sérvia.

Jô comemora gol que selou vitória da seleção sobre o México

Galo vence de virada e volta a campo na quarta-feira Divulgação

Depois de começar perdendo por dois gols de diferença, o Atlético mostrou poder de reação e venceu o América por 3 a 2, neste domingo, na Arena Independência. A partida foi válida pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro. Obina marcou os dois gols do América no primeiro tempo e Diego Tardelli (2) e Jô, na etapa final, fizeram para o Galo. Com o triunfo no clássico, o Alvinegro chegou a onze pontos e subiu para o 3º lugar no Estadual. Na próxima rodada do Estadual, o adversário será o Villa Nova, no próximo sábado, em Nova Lima. Antes, nesta quarta-feira, o Galo receberá o Independiente Santa Fé, da Colômbia, pela Copa Bridgestone Libertadores da América. No clássico disputado neste

domingo, na Arena Independência, o atacante marcou dois gols e fez a jogada do gol anotado por Jô.“É sempre bom a equipe voltar a vencer e dentro de casa, o que é o mais importante, porque a gente estava precisando. Fizemos um excelente segundo tempo, todo mundo já está se sentindo bem fisicamente e, aos poucos, a gente está melhorando”, disse o goleador. Tardelli vive a expectativa de ser convocado pelo técnico Luis Felipe Scolari para defender a Seleção Brasileira. “Amanhã tem convocação, fico na expectativa. É bom voltar a marcar na véspera de uma convocação, mas deixo nas mãos de Deus e do Felipão”, comentou o atacante, que comemorou a boa atuação. “Procuro sempre me cobrar muito e, no

último jogo, não fiz uma boa partida. Eu estava louco para chegar esse próximo jogo e dar a volta por cima. Fico feliz por voltar a jogar bem”, concluiu Tardelli, que foi elogiado pelo técnico Paulo

Autuori.“O Tardelli é questão de tempo, é um grande jogador, todos sabem. O que ele já fez aqui no Atlético diz tudo que ele pode render, individualmente e para a equipe”, ressaltou o treinador.

Cruzeiro entra em campo hoje pela Libertadores da América Divulgação

Capitão da Raposa e melhor goleiro do Brasil, Fábio destacou a força do Cruzeiro diante da maior torcida de Minas Gerais e, apesar do horário atípico do jogo contra a Universidad de Chile, terça-feira, às 17h, pela Copa Libertadores da América, o atleta espera mais uma vez o Mineirão lotado. O goleiro convoca. “O peso da torcida é fundamental, os jogadores com certeza ficam mais motivados quando são incentivados pelos torcedores. Muitos trabalham e infelizmente isso vai prejudicar um pouco o público, é nítido. Um horário que dificulta o deslocamento do nosso torcedor, mas, mesmo assim, temos certeRelação dos jogadores convocados: Goleiros: Elisson e Fábio Laterais-direitos: Ceará e Mayke Zagueiros: Bruno Rodrigo, Dedé e Léo Lateral-esquerdo: Egídio Volantes: Lucas Silva, Nilton e Rodrigo Souza Meias: Elber, Everton Ribeiro, Júlio Baptista, Marlone e Ricardo Goulart Atacantes: Dagoberto, Marcelo Moreno e Willian

za de que a nossa torcida estará lá no Mineirão novamente em grande número”, disse ele.“O torcedor faz de tudo, passa por qualquer obstáculo, para poder incentivar e acompanhar principalmente a Libertadores e a gente, dentro de campo, vai retribuir com o máximo de empenho possível para conseguir a vitória”, completou. Atleta da história do Cruzeiro que mais jogos disputou pela Libertadores, com 45 atuações, nas edições da competição sul-americana de 2008, 2009, 2010, 2011 e 2014, Fábio ainda chamou a atenção para as dificuldades que o Cruzeiro terá contra a Universidad de Chile.“Enfrentaremos uma equipe que disputará todas as bolas, um jogo muito complicado. Será um jogo difícil, uma decisão para conquistar três pontos. Eles têm uma equipe equilibrada e a gente sabe que terá de se esforçar muito para vencer”, declarou. Os atletas relacionados iniciaram a concentração para a partida contra a equipe chilena logo após o treino recreativo e técnico realizado na manhã desta segunda-feira, na Toca da Raposa II. Depois de enfrentar a Universidad de Chile, o Maior de Minas só voltará a jogar pela Libertadores no dia 11 de março,

quarta-feira, contra o Defensor Sporting, no Uruguai. Mas antes disso, o atual campeão brasileiro terá três partidas pelo Campeonato Mineiro, con-

tra o Minas, no próximo sábado, no Mineirão, Nacional, dia 5 de março, quarta-feira, em Muriaé, e no sábado seguinte, diante do Tupi, novamente no Mineirão.


10 ESPORTE

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Expresso Fernandes se recupera no Campeonato do CSM LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

A rodada do final de semana do Clube dos Servidores Municipais (CSM) foi de recuperação para o Expresso Fernandes. A equipe na disputa do adulto entrou em campo com o número reduzido de jogadores, teve muita superação e venceu uma das favoritas, a Griphy Sports. A Cervejaria do Teia venceu a segunda partida em sequência e está na liderança da competição. A Expresso Fernandes entrou em campo e no banco de reservas apenas o treinador. Tafarel teve de improvisar e jogar de atacante, pelo menos até a chegada de Tulio, depois Louco Abreu e mais tarde Vinícius e assim durante a partida foi se recompondo em campo. Como todos conheciam as deficiências da equipe, cada um correu mais para ajudar e o resultado foi a vitória sobre a forte e numerosa Griphy Sports. Com apenas dez minutos de jogo a força da superação pode ser vista com Diego Matias, ele recebeu a bola de Deninho e chu-

tou forte para abrir o placar. Aos 22 a Expresso Fernandes ainda ampliou levando a Grphy Sports ao desespero. Aos 22, Rodolfo sofreu pênalti, ele mesmo cobrou e diminuiu. Já no final da partida Tafarel, improvisado no ataque aproveitou a confusão na área e fez 3x1, garantindo a vitória. O jogador Deninho da Expresso Fernandes destacou a garra da equipe nessa primeira vitória. “Só na superação, sol muito forte e fica até difícil de jogar, principalmente a nossa turma que não veio e na superação deu para sair com a vitória, nosso diferencial foi que jogamos na raça. Na estreia vieram todos e tivemos dificuldades em encaixar cada um em sua posição e isso comprometeu e com essa partida já sabemos o time a se escalar”, disse. Já Rodolfo da Griphy Sports considerou que a equipe não rendeu o que era esperado. “Infelizmente sofremos dois gols no começo e ficou difícil de correr atrás, mas por ser o primeiro jogo teve bom e temos de corrigir os erros para a próxima partida. Faltou posicionamento a alguns

jogadores e eles acrescentam, muito à equipe, nesse início de campeonato depende saber se a equipe quer, tem vontade e procura ganhar algo”, falou. No sábado a Cervejaria do Teia com gols de João Flávio e Rafael venceu o Açougue do Pedrinho por 2x1. Italo Klismann descontou para a equipe treinada por José Maria. Master No sábado Precred perdeu para a Dimecol por 2x1. Rinaldo Pereira e Barrabás fizeram os gols da Dimecol e Henrique descontou para a Precred. No domingo a Lugo Esportes venceu por 4x1 a Negão Alinhamentos, marcaram os gols Muchiola, Marcelo Lugo de cabeça, um belo gol de se destacar, e ainda Coveiro e Itamar fechou a goleada. Veteranos No domingo com um gol de Dudu a RM Gesso venceu o Bar do Zé Henrique por 1x0. No sábado a Auto Peças Niterói com gols de Marcio, Rafael, Fernando e Thiago bateu a JA Revestimentos por 4x1.

Expresso Divinópolis contou com a superação promovida por todos os atletas e venceu a Griphy Sports no Campeonato do Clube dos Servidores Municipais.

Classificação Adulto CSM Time

J

P

V

E

D

GP

GC

S

Cervejaria do Teia

2

6

2

0

0

5

2

3

Açougue do Pedrinho

2

3

1

0

1

4

3

1

Expresso Fernandes

2

3

1

0

1

4

4

0

Griphy Sports

1

0

0

0

1

1

3

-2

Farmácia Divinópolis

1

0

0

0

1

1

3

-2

Classificação Máster CSM

Classificação Veterano CSM

Time

J

P

V

E

D

GP

GC

S

Time

J

P

V

E

D

GP

GC

S

Lugo Esportes

2

6

2

0

0

8

2

6

Auto Peças Niterói

2

4

1

1

0

4

1

3

Topodel

1

3

1

0

0

2

1

1

Grupo MBL/Castro Imóveis 1

3

1

0

0

3

2

1

Dimecol

2

3

1

0

1

3

3

0

RM Gesso

1

3

1

0

0

1

0

1

Precred

1

0

0

0

0

1

2

-1

Auto Escola Guimarães

1

1

0

1

0

0

0

0

Toprol/Copiadora Clara 1

0

0

0

1

1

4

-3

Bar do Zé Henrique

1

0

0

0

1

0

1

-1

Negão Alinhautos

0

0

0

1

1

4

-3

J.A. Revestimentos

2

0

0

0

2

3

7

-4

1

Definidos os semifinalistas do Torneio do Choro

Luciano Eurides

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

Com os jogos do final de semana onde o Cruzeirinho empatou em 1x1 com o Sevilha, o Choro derrotou o PJ por 6x2 e o Colorado venceu o Quilombo por 4x3, ficaram definidos os semifinalistas sendo Colorado x Choro e Cruzeirinho x Sevilha. Os jogos serão realizados depois do carnaval.

Na tarde do domingo o Colorado entrou em campo com a força máxima para enfrentar o desfalcado Quilombo. O time da Vila Belo Horizonte foi arrasador na primeira etapa, com dois gols de Diego Doidera, um de Kelvem e um de Helder abriu 4x0 na primeira etapa. No segundo tempo o Quilombo aproveitou as várias modificações feitas pelo Colorado e Artur diminuiu e depois Cristian do Colorado fez contra.

O jogo estava morto melhorou muito com o gol de Everton, mas o já classificado Colorado saiu de campo com a vitória. A fase de classificação se encerra com o Colorado melhor ataque com 15 gols marcados e a melhor defesa é do Sevilha com apenas quatro gols sofridos. O pior ataque é do Quilombo ao lado de Sevilha que marcaram apenas cinco gols. A pior defesa é do PJ que sofreu 13 gols.

Classificação final Time

Jogos

Pontos

Vitórias

Empates Derrotas Gol Pró Gol Contra

Saldo

Colorado

5

9

3

0

2

15

12

3

Cruzeirinho

5

8

2

2

1

9

8

1

Sevilha

5

8

2

2

1

5

4

1

Choro

5

7

2

1

2

10

6

4

PJ

5

6

2

0

3

6

13

-7

Quilombo

5

3

0

3

2

5

6

-1

Colorado e Choro fecharam a fase de classificação do Torneio do Choro.


Policial 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Ronda Por dirigir embriagado Um homem 62 anos foi detido na tarde do último sábado (22), após dirigir embriagado pela AMG-0345, entre Divinópolis e Carmo do Cajuru. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o condutor do veículo seguia em direção à barragem, quando em uma curva foi atingido por outro carro que vinha atrás. Ninguém se feriu e ambos os motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, que constatou que um dos homens havia feito o uso de álcool. Ele foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Divinópolis. Homem morre atropelado em Itaúna O atropelamento foi registrado nesse domingo (23), no Centro de Itaúna. De acordo com a Polícia Militar, Geraldo Aparecido dos Santos, de 45 anos estava parado ao lado de seu carro, na avenida São João. Um veículo Chevette que descia a via em alta velocidade não conseguiu frear a tempo e atingiu o homem. Ele morreu na hora. A PM também disse que o condutor do Chevette era inabilitado e dirigia embriagado. O teste do bafômetro comprovou que o homem havia feito o uso de bebida alcoólica. Ele foi preso e conduzido à cadeia de Itaúna. Adolescente é morta após ser atingida por carro Em Nova Serrana, um atropelamento na rodovia do Calçado matou uma adolescente de 14 anos. Segundo a PM, a jovem seguia de bicicleta pela estrada quando foi atingida por um carro. Testemunhas disseram que o condutor do carro praticava direção perigosa pela estrada. O vizinho da menor foi levado à delegacia da cidade, suspeito de causar o acidente. Lei Seca

23° Batalhão da PM

Polícia procura por autor de homicídio em Divinópolis A vítima de 17 anos foi morta a tiros em um sítio, na comunidade rural de Lopes

Luiz Felipe Enes

Luiz Felipe Enes

luiz.felipe@gazetaoeste.com.br

A Polícia segue na localização do autor dos disparos que mataram um adolescente 17 anos na madrugada do último sábado (22), na comunidade rural de Lopes em Divinópolis. Vários jovens estavam reunidos em uma festa no sítio. De acordo com a Polícia Militar, o menor foi atingido pelos tiros durante um desentendimento entre os participantes. O jovem não resistiu aos disparos e morreu na hora. Testemunhas contaram à polícia que logo depois da confusão, um homem foi visto saindo do local em um carro. O mesmo veículo foi visto por policiais, abandonado, em Santo Antônio dos Campos (Ermida). Para a polícia, o homem de 35 anos contou que havia emprestado o veículo a um rapaz não identificado em troca de drogas. A PM esteve na casa dele, no bairro Maria Helena, mas o jovem não foi encontrado.

O jovem foi morto a tiros dentro deste sítio, na comunidade dos Lopes.

A perícia técnica da Polícia Civil identificou perfurações no rosto, peito e nas costas. O proprietário do sítio, de 48 anos, foi

levado à delegacia de polícia para prestar esclarecimentos. Segundo a PM, o menor já esteve internado no Centro Socioeducativo de

Divinópolis. A Polícia acredita que R$ 10 mil em dívidas, quantia devida pelo menor, tenha relação com o crime.

Dupla é presa em casa por tráfico de drogas Divulgação PM

Ocorrência foi no bairro Planalto; Cocaína, maconha e balança foram apreendidas na casa Luiz Felipe Enes

luiz.felipe@gazetaoeste.com.br

Policiais Militares do 23° Batalhão realizaram em conjunto com agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans), a operação Blitz de Trânsito. A operação ocorreu no último final de semana, em vários pontos da cidade. Dois condutores foram presos por embriaguês ao volante. Ao total 120 pessoas foram abordadas e 6 veículos foram removidos. Policia recupera motos roubadas Durante patrulhamento pelo bairro Padre Eustáquio, policiais militares encontraram uma motocicleta Yamaha YBR, a qual havia sido furtada por volta das 08h45 na avenida 21 de abril. A moto estava sendo ocupado por um indivíduo de cor clara, alto. O mesmo trajava blusa azul e calça jeans. Ao perceber a presença da polícia este fugiu pelas ruas do bairro. Uma busca foi feita pelos bairros Padre Eustáquio, Davanuze, Vila das Roseiras, Santa Lúcia, porém o autor não foi identificado, pois entrou a pé em um matagal no bairro Vale do Sol. Próximo ao local foram localizadas a referida motocicleta e outra motocicleta sem placa, que após consulta verificou-se tratar de uma Honda/Saara furtada na tarde do último dia 15. As motocicletas foram apreendidas e removidas para o pátio do socorro.A Polícia Militar continua realizando rastreamento no intuito de localizar o autor. A comunidade pode ajudar repassando informações por meio do 181 ou 190. Menores são aprendidos em Cláudio Na última sexta-feira (21) a Polícia Militar prendeu mais dois menores suspeitos de comporem uma quadrilha do bairro São Bento, em Cláudio. Em uma ação rápida os militares cercaram a área conhecida como “pé de goiaba” e flagraram os menores vendendo drogas no local. Durante as abordagens, a PM recebeu várias ligações via 190 relatando sobre o ponto de venda de drogas. No local foram localizados 37 pedras de crack, balança de precisão e dinheiro. Em continuidade a ocorrência os militares deslocaram-se às residências dos menores, onde encontraram material para embalar drogas, munição e dinheiro. Os adolescentes de 16 e 14 anos foram encaminhados para a Delegacia de Divinópolis, juntamente com todo o material onde foram autuados pela Delegada de plantão.

Um casal suspeito de tráfico de drogas foi preso nesse sábado (22), no bairro Planalto em Divinópolis. Denúncias anônimas feitas pela população auxiliaram os policiais militares a localizarem a dupla. A casa onde as drogas eram comercializadas fica na rua Ari

Parreiras Barbosa. No endereço, uma equipe de Militares observava toda a movimentação estranha de pessoas na casa. Policiais entraram na residência e abordaram M.H.P.F., 28 anos e a namorada, J.S.A., de 21 anos. Ainda durante as buscas na casa, uma porção de aproximadamente 150 gramas de cocaína foi encontrada. Além do pó, 12 tabletes de maconha, com cerca

de 350 gramas foram apreendidos. No imóvel também foram encontrados duas balanças de precisão, 12 aparelhos de celular e mais R$ 270 em dinheiro. Todo o material encontrado na casa foi levado à delegacia. Os dois suspeitos foram presos em flagrante e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Divinópolis. Eles foram autuados por tráfico de entorpecentes.

Celulares, balança, dinheiro, maconha e cocaína foram apreendidos no imóvel.

Adolescente é apreendida com cocaína e maconha Divulgação PM

A droga seria do namorado da menor, que fugiu ao ver a polícia Luiz Felipe Enes

luiz.felipe@gazetaoeste.com.br

A Polícia Militar de Divinópolis localizou neste domingo (23), grande quantidade de drogas e um carro roubado no bairro L.P.Pereira. Dois rapazes ao verem a viatura policial, conseguiram fugir. Uma adolescente de 17 anos que estava na casa de um dos suspeitos foi apreendida. Um patrulhamento de rotina era feito por Militares, que viram um Fiat Palio em atitudes suspeitas pela rua Inhapim. A placa do veículo foi consultada. Se tratava de um carro furtado na cidade. Os dois ocupantes do veículo fugiram sentido a uma mata, que

dava acesso aos fundos da casa de um deles. Em meio às buscas realizadas dentro da casa de um dos suspeitos, 800 gramas de maconha, 15 papelotes de cocaína, um tablete prensado da mesma substância, uma bucha de maconha e mais um aparelho celular foram encontrados no imóvel. A jovem teria dito ser namorada de um dos rapazes. O veículo foi apreendido removido a um pátio credenciado. Todas as substâncias encontradas na casa foram recolhidas. A menor foi apreendida e levada até a delegacia de Polícia Civil. Os outros dois suspeitos ainda não foram encontrados.

Os materiais encontrados na casa foram apreendidos e levados à delegacia.


12 Geral gazeta.pdf

1

04/02/14

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

08:53

RUA PARANÁ ESQUINA COM ALMIRANTE BARROSO

C

M

Y

CM

MY

03 quartos sendo 01 suíte

CY

CMY

K

Edifício 100% revestido Apto aprox. 95m2 02 vagas na garagem / apto tipo Cobertura Top aprox. 190m2 Elevador 08 pessoas Sacada

(37)9986-4232 / 3221-8332 / 3212-7316

OBRAS NOS SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO EM DIVINÓPOLIS.

ÁGUA DA GENTE. O MAIOR PROGRAMA DE ÁGUA E ESGOTO DA HISTÓRIA DE MINAS O Governo de Minas e a Copasa estão realizando o mais importante programa para melhorar, ainda mais, as condições de vida dos mineiros: o Água da Gente. Um programa que vai modernizar todo o sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto do Estado. As obras nos sistemas de água e de esgoto em Divinópolis são uma etapa importante desse projeto. Uma das ações do programa é a melhoria do serviço de abastecimento de água, incluindo a ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) do rio Itapecerica e a construção de dois novos reservatórios, aumentando assim o atendimento à região Sudeste e garantindo água de qualidade para toda a população. Também, para aprimorar o sistema de esgotamento sanitário, em breve será inaugurada uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e serão construídas mais três ETEs que vão tratar todo o esgoto da cidade e ajudar na recuperação da bacia do rio Itapecerica. Além disso, foi implantado um moderno sistema de monitoramento do nível de água dos reservatórios e das unidades de bombeamento, chamado 3T, aumentando a segurança e a confiabilidade do sistema de abastecimento de Divinópolis. Serão investidos 140 milhões de reais para garantir o bom funcionamento dos sistemas de água e esgoto e para futuras obras.

BENEFÍCIOS DE UM SERVIÇO DE ÁGUA E ESGOTO DE QUALIDADE: • Atendimento e manutenção disponíveis 24 horas; • Saúde e qualidade de vida; • Redução do risco de doenças; • Diminuição do mau cheiro e seus desconfortos; • Investimentos e desenvolvimento para toda a cidade; • Preservação do meio ambiente. Para mais informações, ligue 115 ou procure a agência de atendimento da Copasa.


Cláudio Ramalhão

claudioramalhaodiv@yahoo.com.br

Palco Nova FM - Babilônia


02 Variedades

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Marco Aurélio Braga braga.marco@gmail.com

Casamento

Violência

Bela e concorrida a cerimônia de casamento de Alexandre Frota e Fernanda Lasmar, realizada neste sábado (22), às 17 horas, no Santuário de Santo Antônio. Após a união religiosa, os noivos anfitrionaram no Buffet da Laurinda. A noiva é filha de Roc Hudson e Rosemary Lasmar e o noivo dos saudosos João Narciso Frota e Ivania Rodrigues Frota.

Íris Moreira lidera movimento e convoca a comunidade para uma marcha pela aplicação da Lei Maria da Penha e com o lema “Quem bate em mulher machuca a família inteira”. A marcha sairá da praça do Santuário até à Câmara Municipal de lá seguindo para Praça da Catedral nesta quarta-feira, com início marcado para às 16h30. Uma página do movimento foi criada por Íris Moreira no site de relacionamentos Facebook.

Fernanda Lasmar e Alexandre Frota casaram sábado (22)

4 Um quarteto de jovens senhoras modernas e atletas se prepara para mostrar aos americanos que o voleibol máster brasileiro tem o seu valor. Eloisa Aquino, Regina Vaz, Kátia Carvalho e Tânia Rodarte irão participar de um campeonato de voleibol em Phoenix, no estado do Arizona e confidenciaram aos amigos que querem trazer o troféu. As quatro atletas integram o time de voleibol máster do Estrela do Oeste Clube.

Dona Jandira termina a fantasia que Munir Mansur irá usar no carnaval 2014.

Carolina, Meire, Fernando e Tatiana Azevedo.

TV O Jornal Nacional será apresentado pela primeira vez por duas mulheres, no dia 8 de março. Patrícia Poeta e Sandra Annenberg foram escolhidas para a homenagem do Dia da Mulher. O Jornal Nacional está no ar há 45 anos.

Ilza Malta com a filha Mônica e o neto.

Ambientes Já tem data e local o evento de decoração mais aguardado do Centro Oeste mineiro, a Mostra Decora Líder. A família Mata Nogueira e a gerente Aline Souza e sua equipe reunirão imprensa e convidados no dia 27 de março no Castelo da Líder Interiores em Divinópolis para a abertura oficial de sua edição 2014. A mostra terá 9 ambientes assinados por designers de interiores e arquitetos, são eles: Iara Leão, Nídia Duarte, Fernando Melo, Karine Vivian, Vânia e Juliana Guerra, Mirian e Cássia Sena, Raquel Machado e Nayara Prado, Marília Cabral e Gabriela Azevedo (Nova Serrana).

R. MINAS GERAIS, 498 - CENTRO DIVINÓPOLIS/MG - 3214 0117


Variedades 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Samba O publicitário Paulo Bocca, que está em terras argentinas fazendo um curso de vinhos na cidade portenha de Mendoza, confidencia aos amigos que pretende trazer Monarco para a edição 2014 de seu tradicional Samba no Feijão. Monarco é reconhecido como pertencente à linhagem nobre do assim chamado “samba de raiz”, a expressão musical mais tradicional e musicalmente mais apurada. Foi discípulo de Paulo da Portela, um dos grandes pioneiros do samba, produziu músicas de melodias refinadas e letras de notável qualidade poética e figura seguramente entre os maiores sambistas da história. Entre seus grandes sucessos estão “Vida de Rainha”, “Passado de Glória” e “Coração em Desalinho”. Em 1999 a cantora Marisa Monte convidou Monarco e a Velha Guarda da Portela para gravar o CD “Tudo Azul”.

Valéria Cardoso.

Convite Clássico e de extremo bom gosto o convite do casamento de Lucas Silva Chaves e Regina Emery já é prenúncio de que tudo será impecável. A cerimônia religiosa será no dia 15 de março, às 20h30, no Santuário de Santo Antônio, seguida de recepção no Buffet Laurinda. O noivo é filho de José Tarcísio Silva Chaves e de Maria Abadia Bernardes Chaves e a noiva é filha de Mosart Nogueira e de Suely Emery Nogueira.

Vagas Esta semana foi aberto o processo seletivo da Escola de Música Maestro Ivan Silva e anunciado que serão oferecidas mais 215 vagas em 11 instrumentos. As inscrições de seleção para o curso de musicalização infantil e curso básico de música (com formação em instrumento ou canto erudito) podem ser feitas até 07 de março. Duzentas e quinze vagas serão oferecidas em 11 instrumentos. Deste total, a flauta é o instrumento com maior número de vagas neste ano: 54, acompanhando do violão com 36. A musicalização infantil, no período da manhã, com idade mínima de 7 anos, e as aulas de saxofone estão com oportunidade de 32 vagas cada. Já o canto erudito tem 12 vagas para o público masculino e feminino. Já o teclado, percussão/bateria e trombone têm oito oportunidades. O trompete tem 18 e o piano sete. O curso tem duração que depende dos objetivos do aluno, podendo durar de 1 a 5 anos. Mais informações no site http:// www.divinopolis.mg.gov.br

Convida para o lançamento da coleção outono/inverno 2014 nesta quarta-feira (26) Ana Maria Araújo e padre Chrystian Shankar no Cruzeiro Católico.

LOJA DIVINÓPOLIS Rua Minas Gerais , 518 - Centro - Tel.: (37) 3214-7934


04 Variedades

Horóscopo

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - TERÇA-FEIRA, 25/02/14

Novelas jóia rara Globo - 18h

Hoje, as coisas vão fluir com facilidade e, mesmo que pintem alguns imprevistos, saberá contorná-los e manter o foco na carreira. Faça a sua parte e atrairá a simpatia dos superiores.

Hoje, estará mais otimista. As coisas vão correr com facilidade e pode se surpreender ao retomar um projeto ou ideia que tinha deixado de lado. Fazer algo novo e espantar a rotina pode animar o romance.

No trabalho, cuidar das suas tarefas a sós pode ser mais produtivo. É que confiar demais nas pessoas, hoje, não é uma boa ideia. O desejo esquenta o romance e você e seu par vão pegar fogo na cama!

No trabalho, priorize as tarefas que mais gosta e tudo vai correr melhor. É hora de juntar forças com os colegas. O romance vai se tornar mais forte e o desejo deve incendiar a intimidade.

No trabalho, mostre jogo de cintura para lidar com alguns imprevistos e retome um projeto que tinha deixado de lado. É hora de apoiar o seu par, mesmo que isso exija alguns sacrifícios.

No trabalho, as coisas vão fluir com mais facilidade. Procure colocar um pouco de diversão nas suas tarefas, assim, vai aumentar seu rendimento. Uma aventura pode até ficar mais séria.

Tenha jogo de cintura para lidar com imprevistos e não terá com o que se preocupar. Mas, se precisar de conselho, peça a um parente experiente.

Com boas ideias e muita conversa, conseguirá dar conta das suas tarefas e driblar os imprevistos. Se terminou uma relação há pouco tempo, converse com o par e pode até reatar o romance.

No trabalho, as coisas vão correr bem, principalmente se usar a diplomacia. Não gaste por impulso. Na vida a dois, valorize a segurança que encontra ao lado do par, mas não sufoque seu amor.

No romance, deixe o egoísmo de lado e verá como a relação melhora. Já na paquera, se for confiante vai encantar o seu alvo.

Se você cuidar das suas tarefas sem chamar muita atenção, tudo vai correr numa boa. Um encontro não planejado pode mexer com sua libido.

Concentre-se nas tarefas que mais gosta de fazer e conte com o auxílio ou o conselho dos colegas se precisar. Os amigos podem dar uma força se está a fim de reatar com um ex-amor.

Manfred discute com Ernest e diz que ele não deveria ter expulsado Gertrude da mansão. Pérola insiste para que Franz a leve à casa de Ernest. Aurora e Lola brigam no clube e os clientes aplaudem achando que era um número ensaiado. Na mansão, Pérola abraça Manfred, deixando-o emocionado. Peteleco diz a Hilda que gostaria que ela voltasse para Toni. Gertrude e Venceslau levam Manfred para casa. Laura decide aceitar a proposta de trabalho de Ernest na joalheria. Manfred segue Amélia e acaba atacando a mulher de Franz. Manfred diz a Amélia que contará para Franz que eles foram namorados.

além do horizonte Globo - 19h

Hermes captura LC e o leva para o laboratório. William e Celina ficam juntos na mata. Selma e Rita conhecem Rúbia e Laurita. Heloísa e Thomaz ficam tensos com a proximidade na hora de dormir. Hermes manda os seguranças irem atrás de Angelique. Keila convence Fátima a procurar sua tia, que mora na capital. Marcelo manda Fernanda impedir a entrada de Rose no escritório. Selma tem uma ideia para tomar o lugar de Rúbia no evento em que a moça cantará. LC conta para Tereza que prendeu Angelique em uma cela. Vó Tita avisa a Lurdes para não contar para Fátima o que sabe sobre sua mãe. Thomaz encontra uma ex-aluna, e Heloísa não consegue disfarçar os ciúmes. Tereza liberta Angelique, que fica preocupada ao saber de LC. Lili e Marlon veem Tereza e Angelique, e decidem fugir da Comunidade. Selma e Rita conseguem os convites de Rúbia e Laurita para o evento. Thomaz e Heloísa tentam disfarçar o encantamento um pelo outro. Angelique consegue se comunicar com LC sem que ninguém perceba. Tereza manda Kleber pegar Lili. LC passa pela máquina, e Hermes desconfia. Lili encontra Kleber ao tentar deixar o alojamento.

em família Globo - 21h

Helena e Luiza discutem por causa de Laerte. Chica e Ricardo passam a noite juntos pela primeira vez. Miss Lauren repreende Alice e Matias por estarem na casa de repouso à noite, fora do horário de visitas. Felipe se embriaga e liga para Silvia. Chica fica chocada com uma revelação que Ricardo faz sobre seu passado. Helena encontra Felipe desacordado em seu quarto. Ricardo tem seu cartão de crédito cancelado e fica furioso com Branca. Luiza gosta de ver André chegar à faculdade com Dulce. Laerte volta para Goiânia com a família. Marina vai para Angra dos Reis com Clara. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora, estando sujeitos a eventuais alterações.

malhação Globo - 17h30

Vera, Bernardete e seus sócios se unem para resolver a burocracia da Vigilância Sanitária. Giovana repreende Clara e afirma que ela deve aceitar a proposta de Sávio e Rick para cantar em carreira solo. João Luiz exige que Raquel se afaste de Guilherme. Antônio se desespera com a rejeição de Anita. Rafa convida Guilherme para visitá-lo no Havaí. Frédéric inicia suas aulas no colégio. Antônio escreve um falso e-mail para jornalistas, cobrando mais explicações sobre o atentado no Grajaú. Guilherme pede para ir ao Havaí com Raquel e promete a João Luiz que nunca irá abandoná-lo. Clara se concentra em sua carreira musical e Vitor se sente rejeitado. Maura se irrita com Tita, e Zelândia repreende a tia pela falta de paciência. Ben e Sofia se olham com interesse. Soraia e Bernardete ajudam Martin a preparar o bloco de Carnaval. João Luiz desabafa com Raíssa. Maura obriga Sidney a ajudá-la a sabotar o casarão, e Hernandez ouve. Antônio surpreende Anita e questiona a menina sobre seu silêncio.

Chiquititas SBT - 20h30

Valentina leva Gabriela, que sofre de um grave bloqueio psicológico desde a suposta morte de seu namorado (Miguel) e de sua filha (que na verdade é Mili), para um passeio no parque. Miguel espia Gabriela de longe. Gabi tem a sensação de ter visto o rapaz, mas devido o bloqueio psicológico, não diz nada para Valentina. Glorinha é grossa, respondona e até agressiva com Eduarda. No orfanato, Duda procura Cris. Ele diz para os dois se unirem. A ideia é que Cris ajude Mili a gostar de Duda e ele ajudar Mosca a gostar de Cris. Os mais novos tentam molhar Pata durante brincadeira com mangueira e irritam a chiquitita, que está tentando manter o alisamento no cabelo. Chico pressiona Ernestina, que na verdade é Matilde, para saber sobre o falso psicólogo. Ela enrola Chico e diz que ele é novo no ramo e por isso ainda não consta no cadastro de psicólogos. Mosca e Rafa escutam a conversa e prometem não deixar Ernestina enganar Chico. Ernestina grita com Carol na sala e lhe chama de encrenqueira. Carol diz que está preocupada com Chico e não deixará ele ser enganado.

Pecado Mortal Record - 21h15

Patrícia fica aflita com saúde de Rodolfo e Carlão a consola, dizendo que ele irá se recuperar. Otávio diz para Veludo que o ajudará a fugir da cidade se ele o ajudar a prejudicar Picasso. Laura é surpreendida ao ver guardas em rodoviária e desiste de entrar em ônibus. Dorotéia descobre que Quim está negociando lote de cocaína. Laura se esconde com Gui. Bernardo e Tônia discutem e ela percebe que se sente atraída por ele. Patrícia e Carlão levam Rodolfo de volta para apartamento. As crianças insistem para que o pai fique e ele cede, dizendo que passará a noite com eles. Patrícia fica emocionada ao ver a relação entre ele e os filhos. Leila encontra Anjo em boate e lhe oferece cocaína. Ele fica meio inseguro, mas acaba cedendo.

Paula Fernandes se emociona ao falar sobre pai no Faustão Reprodução

A cantora Paula Fernandes se emocionou ao falar sobre o pai, sua vida pessoal e até mesmo sobre algumas dificuldades no começo de carreira, em sua participação no quadro Arquivo Confidencial, no Faustão deste domingo (23). Pela primeira vez a cantora falou sobre o assunto familiar em um programa de tevê: “Já que é para falar, vamos falar. Eu ligo para o meu pai quase todo o dia, ele não atende”, lamentou. “Mais difícil de ajudar alguém é quando a pessoa não quer ser ajudada. Meu pai é assim. Eu não sei o que ele espera, o que ele deseja”, desabafou. “É uma luta diária. Mando presente e ele manda devolver”, revelou a

cantora. Osvaldo, pai de Paula, é separado da mãe dela, há 12 anos, e desde então a cantora luta quase que diariamente pelo contato com aquele que segundo ela, é a paixão de sua vida: “Tento ajudar esse homem todos os dias. É a grande paixão da minha vida e acabou sendo minha maior desilusão. Ele pode até ter desistido de mim, mas eu não vou desistir dele”, desabafou. Outra surpresa foi o depoimento do namorado, Henrique do Valle, que contou como se conheceram e fez uma declaração de amor: “Esperei 34 anos para aparecer alguém como você na minha vida. Espero cumprir

nossa promessa de ficarmos juntos mais 66 anos”, arrancando suspiros da amada: “Vocês conseguiram um milagre! Ele é muito tímido... muito lindo!”, comentou sorridente.

Cauã e Grazi curtem bloco de carnaval juntos, com a filha, Sofia Passado o mal-estar da separação e todos os rumores que a envolveram, Cauã Reymond e Grazi Massafera estes mostram que conseguiram manter um relação de amizade. A dupla esteve junta no sábado, 22, curtindo um bloco de carnaval que “desfilou”

dentro de um shopping na Zona Oeste carioca, com a filha Sofia, de 1 ano e 9 meses. O clima era descontraído entre os dois, que brincaram muito com a filha e fizeram alguns registros fotográficos da menina. Grazi, inclusive foi à caráter, com

fantasia parecida com a de Sofia. Os atores chegaram ao local no fim da tarde e ficaram por lá cerca de duas horas. Só se separaram na hora de ir embora, quando Grazi seguiu para casa com Sofia e a babá, e Cauã foi para outro lado.

Logosofia

Fundação Logosófica Em Prol da Superação Humana

A importância do ato de pensar.

Cada um pode fazer um inventário dos bens espirituais, morais e mentais que possua. Nele aparecerão tudo o que foi realizado, todos os projetos e ideias concebidas, na certeza de que não ocorrerão omissões. Ao revisá-lo, será fácil fazer uma avaliação cuidadosa e resolver cada situação, deixando-o atualizado. Será preciso pensar em tudo o que se observou e experimentou e formar essa imagem, projetando-a para o futuro, através dos dias, meses e anos. Há muitos que não pensam em nada. Se nada pensam, se não convivem com pensamentos que favoreçam sua evolução, como podem, então, pensar em progressos? Como podem conquistar conhecimentos e penetrar nas profundezas do ignoto, se não fazem esforço algum para mover as rodas de sua própria vida? Não se deve esquecer nunca a mão generosa e amiga, estendida para ajudá-los, nem o conselho oportuno que lhes permite evitar dificuldades e transcender obstáculos. Esse é o meu trabalho constante, que chega a todos, embora nem todos o vejam. A Sabedoria logosófica é um manancial inesgotável de conhecimentos; frente a ela, devem abrir e preparar as inteligências, a fim de permitir à mente captar, sem se equivocar, as grandes verdades contidas em cada ensinamento. É aconselhável, pois, que se preocupem em andar, em ter atividade, em realizar um trabalho construtivo porque, no desempenho dessa atividade as aptidões se desenvolvem, se põem em prática os ensinamentos e se experimenta a realidade que cada um deles assinala à medida que se avança, ajudando a compreender a vida com maior amplitude. Mas é necessário trabalhar, pensar; pensar sempre em algo útil, pensar positivamente. É conveniente consultar diariamente a si mesmo sobre o que se fez, para ter um sono tranquilo e reconfortar o espírito. O descanso é bom – em particular no que se refere à vida e atividade dos pensamentos, principalmente –, sempre que for precedido por um intenso período de atividade; não sendo assim, o descanso costuma produzir mais cansaço que a própria atividade.

As horas da vida devem ser vividas como se fossem minutos, tratando de fazer muitas coisas em cada um deles, ou ao menos uma; assim, em uma hora, serão sessenta. Tudo se faz quando se quer, pois já sabemos que não há dificuldade quando nos decidimos por fazer algo. Mas não convém buscar as coisas fáceis; é necessário provar a capacidade no difícil. Isto permitirá observar, com maior exatidão, as mudanças favoráveis que cada um consegue em seu processo de evolução consciente. (Texto extraído do Livro Introdução ao Conhecimento Logosófico, pág 289 - Por Carlos Bernardo González Pecotche – Raumsol ) Para saber mais sobre este assunto, participe do concurso literário que a Fundação Logosofica está promovendo, desta vez voltado para universitários. A fonte para a produção textual será o livro “Logosofia Ciência e Método”, O período de inscrição foi aberto em 1 de outubro de 2013 e vai até o dia 24 de maio de 2014. O grande vencedor ganhará um carro 0 Km. Os prêmios para segundo e terceiro lugares são, respectivamente, um MacBook Air e uma bicicleta elétrica. Os classificados do quarto ao décimo lugares receberão um Ipad. O objetivo do concurso é divulgar a Logosofia para o público universitário e estimular a reflexão sobre importantes aspectos da vida, de forma que possa contribuir para estudante superar a si mesmo e vislumbrar novos horizontes para a sua vida. O livro “Logosofia Ciência e Método”, que pode ser baixado gratuitamente do site do concurso, foi escolhido por apresentar de forma didática a concepção logosófica sobre os sistemas mental, sensível e instintivo e sobre os pensamentos e sua importância e influência na vida de cada um de nós. Essa leitura propicia o encaminhamento da atenção para os grandes objetivos prefixados pela Logosofia: o conhecimento de si mesmo, dos semelhantes e do mundo mental. A premiação do “Concurso Literário de Logosofia – Universitários” será em 9 de agosto de 2014, no Rio de Janeiro. Maiores informações: www.logosofia.org.br/premiouniversitarios


Edição gazeta do oeste 2268