Page 1

Gazeta DIVINÓPOLIS•MG | QUINTA-FEIRA, 04 de julho de 2013 | ANO XX | N.º 2105 | R$ 2,50

DO OESTE

lves onça na G Maria

“São dois poderes independentes, mas eu entendo que temos que ser harmônicos para poder fazer uma Divinópolis melhor e não estar votando projetos que às vezes não sejam de interesse público e que possa trazer prejuízo para sociedade”.

Página 02

Pais podem ser punidos por não manter cartão de vacina dos filhos em dia

Amanhã termina a prorrogação do prazo para a vacinação contra a Poliomielite. A meta em Divinópolis não foi Página 05 alcançada e os pais que não levarem os filhos para vacinar podem ser punidos por negligência.

Manifestantes exigem radar na BR-494 Por cerca de três horas, moradores de Marilândia fecharam a rodovia em forma de protesto

Bianca Damas

Página 05

Melhores Circuito Prato da Casa 2013 condições de está oficialmente aberto trabalho é o pedido do Sindees

Mariana Gonçalves

A diretoria do Sindicato Profissional dos Enfermeiros e Empregados em Hospitais, Casas de Saúde, Duchistas e Massagistas de Divinópolis (Sindees), exige das unidades de saúde do município reajuste salarial e melhores condições de trabalho.

Página 05

Página 06


02 política

Silvio França

silviocor@hotmail.com

Ventos da mudança Tenho acompanhado algumas discussões teóricas de Sociólogos e Cientistas Políticos que debatem sobre as manifestações que tomaram conta de todo o país nas últimas semanas. É quase unânime a opinião de que os ventos da mudança sopraram e que o jeito de se fazer política no Brasil, a partir de agora, será outro. Favores pessoais em troca de votos deverão ser substituídos por propostas que beneficiem todo o coletivo. É claro, que devido às desigualdades sociais que imperam em todas as regiões, algumas velhas práticas continuarão existindo, mas a participação popular deverá se tornar mais expressiva, principalmente no sentido de fiscalizar as ações dos Agentes Públicos. O interessante é que o país já vinha se preparando para este cenário fortalecendo as ferramentas de controle social e transparência. As manifestações aceleraram o processo. Para que tudo funcione bem, ainda falta aumentar o rigor das punições contra os corruptos. Não adianta um bom Estado no papel que na prática ainda só manda para a cadeia a parcela da população menos favorecida de recursos financeiros. Susto A ex-vereadora Eliana Piola deu um susto nos amigos e familiares nesta semana ao passar mal durante uma reunião do PSDB em Belo Horizonte. Piola sofreu um pequeno Acidente Vascular Cerebral – AVC, e teve que ser internada às pressas em um Centro de Tratamento Intensivo. Mas foi apenas susto, o coágulo que teria provocado o mal estar foi absorvido pelo próprio organismo e no dia seguinte esta forte mulher já estava consciente e conversando. É válido ressaltar, que apesar da vida agitada, Piola não cultiva maus hábitos e por isto sua recuperação aconteceu de forma bastante rápida. Sem gasolina Com a greve dos caminhoneiros, iniciada na segunda-feira (1), o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo em Minas Gerais (Minaspetro) alerta para a falta de combustível em Divinópolis. Em nota, o Sindicato afirmou que muitos postos já estão sem combustíveis devido ao bloqueio nas principais vias de acesso a Divinópolis. Desde o anúncio da greve, já havia sido feito o alerta de que mais de 48 horas de paralisação prejudicariam diversos setores, inclusive o da alimentação. Apelo Recebi uma mensagem de um deficiente visual pedindo que fosse um apelo, em especial a gerência do Hiper ABC da avenida 21 de abril, mas achei pertinente estender o apelo aos diretores de todos os supermercados da cidade e por que não, do comércio em geral. Este deficiente visual reclama que após a ampliação da loja, os espaço ficou melhor mas o atendimento não é o mesmo. Ele diz que tem dificuldades de fazer suas compras e quando pede ajuda aos funcionários é simplesmente ignorado. Ele diz que a loja é ótima no quesito acessibilidade, mas que por duas vezes deixou de fazer compras por não conseguir auxílio. O apelo mostra o quanto nossa sociedade precisa ainda melhorar e muito no quesito inclusão e fica a dica para que os funcionários, ou pelo menos alguns, sejam mais bem treinados para atender estes clientes com algum tipo de necessidade especial. Alguém reparou? Mudaram a cor do relógio do Santuário de Santo Antônio, um dos grandes símbolos da cidade. O relógio era branco e agora é preto. A mudança desagradou alguns que consideram a construção um patrimônio histórico. Me fez lembrar o susto quando colocaram iluminação vermelha nas cruzes da Catedral, na época, alguns consideraram um pouco sinistro. Para refletir “Já fui dirigente sindical, radicalizei muitas vezes e tive bom senso em outras vezes. E toda vez que prevaleceu o bom senso eu ganhei. Toda vez que prevaleceu o radicalismo eu perdi.” – Luis Inácio Lula da Silva (Lula).

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

“Nós precisávamos ter mais representantes tanto na Assembleia Legislativa, como na Câmara Federal, porque nesse sentido a força é maior”.

Mariana Gonçalves

Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Você faz parte da comissão de administração pública, infraestrutura, serviços urbanos e desenvolvimento econômico e também da comissão de direitos humanos e defesa social. Qual o trabalho que está sendo desenvolvido nesta comissão? São duas comissões importantes, embora eu faça parte como membro destas comissões eu acho que o presidente de cada comissão é extremamente importante principalmente porque este tem que estar sempre atento e estudando quase todos os projetos para dar o seu parecer, seja pela legalidade ou não. Sempre que sou convocado e chamado para poder colaborar com os pareceres nos projetos, reúno junto aos demais membros das comissões para discutirmos o projeto e depois darmos o parecer. São comissões em que já fiz parte em mandatos anteriores como presidente e as quais acredito ter feito um bom trabalho a frente da presidência e agora como membro o que eu puder colaborar vou ajudar os meus colegas vereadores. Sobre os projetos polêmicos que são votados na Câmara, mas que depois tem a interferência do Ministério Público; como foi o caso da capina química e venda dos imóveis; qual a sua opinião sobre a relação entre Legislativo e Ministério Público? São dois poderes independentes, mas eu entendo que temos que ser harmônicos para poder fazer uma Divinópolis melhor e não estar votando em projetos que às vezes não é de interesse público e que possa trazer prejuízo para a sociedade. O ministério público é uma peça fundamental para nos orientar. Mas, a Câmara como tem a sua assessoria jurídica para nos dar todo o amparo legal pelos projetos que não sejam inconstitucionais, nós temos o direito de discutir e talvez até discordar do Ministério Público em algumas questões, mas respeitando este órgão e às vezes também acatando as suas orientações. Lembro que em mandatos passados o Ministério Público por meio de alguns promotores compareciam à Câmara para que pudéssemos discutir algum projeto e naquela época isso foi importante. Temos que respeitar o Ministério, mas nem tudo também nós temos que acatar sobre projetos que vamos votar. Isso para que tenhamos a mesma linha para discutir projetos e sermos humildes de voltar atrás em algumas questões, se estas não trouxerem nenhum prejuízo para a comunidade. A questão da capina química, por exemplo, tenho uma preocupação pelo

Edmar Rodrigues (PSD), além de ser líder de governo, faz parte da comissão de administração pública, infraestrutura, serviços urbanos e desenvolvimento econômico; e da comissão de direitos humanos e defesa social. fato de Divinópolis ser uma cidade grande, tem pouco asfalto e muito calçamento e isso dificulta muito a capina e hoje não tem uma máquina que possa fazer o trabalho da capina manual, estamos tendo este problema. Hoje não tem como capinar com a enxada. É uma preocupação, os poderes Legislativo, Executivo e Ministério Público, em conjunto, tem que buscar uma solução para que possamos fazer a limpeza da nossa cidade e que esta não traga prejuízos ao meio ambiente e nem a população. Qual o balanço que você faz destes seis primeiros meses de mandato da 23ª Legislatura? Faço um balanço positivo. Teve alguns problemas, mas todo mandato tem, principalmente no seu início. Eu estou no 5º mandato de vereador, mas temos os novos vereadores que apesar de ser novatos são experientes na vida pública. Estou aprendendo com eles também e eles comigo. Mesmo tendo alguns projetos polêmicos o balanço que eu faço é positivo. Às vezes discordo de projetos de colegas, mas o debate é no plenário, pois fora nós somos uma família. Alguém pode discordar dos meus projetos ou vice-versa. E às vezes eu como líder de governo posso discordar com alguns projetos do executivo assim como às vezes já orientei que alguns projetos talvez se chegassem à Câmara poderiam

ter problemas de votação. Quais são os projetos que você ainda pretende apresentar para votação em prol do município? (Aqui o vereador pode falar de projetos que foram apresentados, os que pretendem apresentar ou falar sobre emendas). Temos várias ideias de projetos. Hoje, nós temos que preocupar muito com a questão da apresentação das propostas porque às vezes fazemos tantos projetos, vota-se, torna-se lei e não é aplicado. Tem vários projetos que já fizemos na nossa cidade e que não foi colocado em prática. Vou citar um exemplo, que é uma lei que é de minha autoria, que está relacionada com tapa buracos, e que consiste na recomposição de calçamentos com um prazo de 48h. O não cumprimento da lei tem a multa de R$1.500,00 que o governo municipal aplicaria para que pudesse ser destinado ao meio ambiente. Outra lei que eu tentei aplicar em Divinópolis foi referente ao estacionamento rotativo para mais segurança tanto dos motoristas de Divinópolis, quanto, principalmente, para os motoristas que são de fora e que vem para o município sem ter o conhecimento deste estacionamento rotativo. Os parlamentares debateram em audiência pública

sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Qual a importância desta lei e qual o seu posicionamento diante da mesma? A LDO é uma lei importante que vai direcionar os gastos dos municípios e mostrar para quais as áreas serão destinadas estes montantes. O próprio município gasta até a mais que a lei pede, na saúde, na educação. Hoje, por exemplo, na saúde a obrigação de gasto é de 15%, mas o município está gastando mais de 25%, isso é importante. Esses recursos da LDO são destinados para as obras mais importantes: na saúde, na educação, na segurança pública. O fato do governo do estado ter tirado os recursos dos municípios deixando as obrigações somente por conta destes; Com isto os prefeitos e vereadores tem que ficar pedindo, implorando aos deputados federais e estaduais, ao governador e governo federal para que libere as verbas para que possam ser aplicadas nas cidades. Às vezes isso dificulta o crescimento do nosso município. Nós precisávamos ter mais representantes tanto na Assembleia Legislativa, como na Câmara Federal, porque nesse sentido a força é maior. Poderíamos cobrar mais dos nossos deputados e os recursos viriam em maior quantidade. A população tem que prestar atenção na hora de votar, para que o nosso município seja fortalecido.


CIDADES 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Prefeito anuncia aprovação de projeto de incentivos para o transporte urbano e metropolitano Carina Lelles

Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

O prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), vice-presidente de Gestão Pública da Frente Nacional de Prefeitos, participou na última terça-feira (02), em Brasília, de uma reunião que aprovou o projeto de lei que tem como objetivo criar o regime especial de incentivos para o transporte coletivo urbano e metropolitano de passageiros (Reitup). Ontem, às 15h, o gestor convocou uma entrevista coletiva para descrever como ocorreu este encontro. De acordo com Vladimir Azevedo, neste momento em que a população vai para as ruas querendo um novo Brasil, principalmente em quatro eixos: fim da corrupção, saúde, educação e mobilidade. São quatro eixos que motivam a população a querer um novo Brasil. Azevedo, ainda afirma que é o que ele também quer. Conforme o prefeito houve uma vitória importante no Senado quando da aprovação do projeto de incentivo ao transporte significando por adesão que os municípios, estados e União, conveniarão para abrir mãos de alguns tributos, desonerar a planilha do transporte coletivo. Muito mais que desoneração, este projeto aponta algumas diretrizes em que Divinópolis está bem colocada quanto a determinados

aspectos. Para Vladimir Azevedo, o projeto relata que todas as cidades tem que ter transporte coletivo licitado, apenas 5% de municípios brasileiros tem transporte licitado e Divinópolis é uma delas. Outro ponto é a questão do nivelamento da planilha. “Hoje a planilha do transporte coletivo não apresenta uma diretriz geral, cada município trabalha com índice de recomposição de pneu, um índice de preço do diesel, índice de taxa de retorno de lucro, índice das questões de custeios, manutenção de frota e esse projeto prevê que os municípios que aderirem terão uma hierarquização da planilha com nivelamento destes índices para todo o Brasil isto trará mais transparência”, disse. Outro fator que Divinópolis também mostra que está na vanguarda, segundo o gestor, é a questão de haver conselho público para discutir o transporte. A expectativa é que após a aprovação do projeto pelo Senado, a Câmara dos Deputados possa trabalhar com rapidez e possa encaminhar para a sanção da presidente Dilma Rousseff (PT) para uma nova modelagem do transporte coletivo. O chefe do executivo aproveitou o momento para falar sobre as manifestações que estão ocorrendo na cidade dizendo que

está sempre aberto ao diálogo, ao consenso. Sobre o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Ponte Funda, a qual é uma das reivindicações dos manifestantes, Vladimir Azevedo informou que quando houve a possibilidade de trazer a UPA para Divinópolis, foi uma disputa pelo fato de ter somente 14 Upas para os 853 municípios de Minas e nesse sentido valeu a sua articulação política para trazer a unidade. “Fizemos a obra da UPA, não houve inauguração da unidade, o que ocorreu no ano passado foi o evento de recebimento do prédio da UPA por parte da empresa conforme consta. Recebemos o prédio sabendo que não iria funcionar naquele momento. Infelizmente as previsões para o funcionamento não se efetivou por alguns motivos. O primeiro motivo é quanto ao modelo que vamos fazer a UPA, a de organização social (OS) e foi em meados do semestre passado é que a Câmara terminou de apreciar a matéria por definitivo”, destacou. Ainda conforme o prefeito não adianta colocar a UPA para funcionar com pressa e ela não cumprir o papel previsto. Ele entende que o melhor modelo para funcionar é por OS. Em relação à alteração da lei 7.676 que é outra reivindicação dos manifestantes, Azevedo disse que não procede a informação de esta lei dar auto-

Coletiva de imprensa na prefeitura de Divinópolis.

nomia para o Executivo sem consultar a Câmara, pois não existe delegação, o que existe é que às vezes tem um setor na secretaria de Agronegócio e o Executivo percebe que ele seria mais específico estar na secretaria de Operações Urbanas, por decreto, segundo o prefeito pode-se trocar estes setores. Mas, não pode criar um setor, para isso é necessário que a Câmara entre em cena. Sobre a reclamação quanto ao contrato com a Copasa, o prefeito disse que um dos orgulhos que tem é de ter construído o processo de salvamento da bacia

do rio Itapecerica que passa pelo contrato. Além disso, tem o processo do esgotamento sanitário que hoje segundo Azevedo já está próximo de inaugurar a 1ª estação de tratamento do esgoto. “Fomos a primeira cidade que criou um conselho gestor do contrato. Hoje a Copasa não fica mais avulsa para criar as obras dela”, afirmou. Além de Vladimir Azevedo, estiveram presentes os seguintes prefeitos: o 1º vice-presidente nacional e prefeito de São Paulo (SP), Fernando Haddad; 2º vice-presidente nacional e prefeito

de Aparecida de Goiânia (GO), Maguito Vilela; vice-presidente de Coordenação Institucional e prefeito de Belo Horizonte (MG), Marcio Lacerda, vice-presidente para Assuntos de Infraestrutura Urbana e prefeita de Ribeirão Preto (SP), Dárcy Vera; vice-presidente para Assuntos das Finanças Públicas e prefeita de Guarujá (SP), Maria Antonieta, vice-presidente Estadual de São Paulo (SP) e prefeito de Guarulhos (SP), Sebastião Almeida, e vice-presidente estadual do Pará (PA) e prefeito de Marabá (PA), João Saleme Neto.

Manifestantes afirmam que os vereadores são representantes do povo e devem atuar com seu papel fiscalizador Carla Mariela

Manifestantes ainda continuam concentrados na Câmara Municipal sem data marcada para sair. Carla Mariela

carla.mariela@gazetaoeste.com.br

Manifestantes que estão concentrados na Casa Legislativa de Divinópolis desde a segunda-feira, encaminharam uma nota de repúdio para a Gazeta mostrando a insatisfação ao presidente da Câmara, Rodyson Kristnamurt (PSDB), em relação às reivindicações feitas com a ocupação. De acordo com a nota de repúdio, a reivindicação prioritária, feita ao presidente do Legislativo, é referente à modificação do

horário das reuniões ordinárias do Poder Legislativo, passando de 14hs para 19hs. Além dessa, outras quatro pautas foram protocoladas. São elas: revisão da lei municipal 7.676/2013, especialmente em seus artigos 6° e 73, que dão poderes ao prefeito para adoção de medidas sem consulta à Câmara. Colocar em funcionamento imediato a UPA Ponte Funda, inaugurada no dia 5 de julho de 2012 e fechada após as eleições. Redução da tarifa e melhoria na qualidade de serviços do transporte público.

Revisão do contrato de concessão do tratamento do esgoto com a Copasa visando à redução das taxas cobradas pelo serviço. Baseados na nota de repúdio, os manifestantes ressaltam que mesmo o presidente afirmando que as reivindicações não são todas resolvidas diretamente no Legislativo, o coletivo interpreta que os vereadores são representantes do povo e devem atuar com seu papel fiscalizador. Em assembleia realizada pelos ocupantes, eles decidiram não arrastarem os pés da Casa

Legislativa até que o presidente compareça para atender às solicitações populares e iniciar imediatamente, em caráter extraordinário, trabalhos de mudança de horário das reuniões ordinárias. Além das reivindicações já citadas, os manifestantes entendem que em um momento crítico e cobrança política, não deve haver recesso do legislativo. Em entrevista na última terça-feira, Rodyson Kristnamurti, disse que esta questão do recesso é da constituição brasileira, assim que

vota a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) automaticamente os vereadores entram de recesso. O presidente em coletiva de imprensa disse que um corpo técnico da Casa Legislativa foi convocado para apresentar um estudo em até 15 dias sobre as reivindicações dos manifestantes entendendo que somente uma das questões diz respeito à Câmara. Entretanto algumas comissões de organização do movimento foram criadas e conforme Leonardo Santos que foi um dos manifestantes convo-

cados para representar os demais em conversa com a imprensa disse que eles permanecerão na Câmara sem data marcada até que o ofício encaminhado por eles para o presidente seja respondido em praça pública com a presença deles e de toda a população. No fim da tarde, manifestantes se reuniram na porta da Câmara para reafirmar as reivindicações que ainda não foram atendidas. A polícia militar esteve no local para a segurança dos protestantes e população.


04 opinião

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

editorial Desvalorização Financeira e Profissional Como se não bastasse a falta de infraestrutura da saúde quanto aos aspectos de serviços prestados, agora a classe que trabalha nestes estabelecimentos país a fora tem enfrentado a crise da desvalorização profissional. Que a saúde passa por um período crítico não é segredo para ninguém já que as manchetes dos jornais e o boca a boca nas ruas apontam com voracidade a triste realidade deste setor social. Agora chegou a vez dos profissionais que se dedicam a este setor colocar a boca no trombone e fazer valer seus direitos. A classe começa a se unir para reivindicar o que nada mais é que de direito. Ultimamente nem mesmo os direitos trabalhistas amparados pela lei tem sido cumpridos como apontam os inúmeros profissionais desta categoria que parece estar a mercê da sorte como a dos professores que não se cansam de apontar seus flagelos. Dois setores indispensáveis da sociedade cada vez mais marginalizados pelo poder público, que novamente se faz indiferente as questões problemas de ambas as categorias. É de se espantar como alguns órgãos de saúde cobram a execução das tarefas e não dão as mínimas condições para que isso seja feito. Sem falar na falta de incentivo o que acarreta diretamente a desmotivação destes e de tantos outros funcionários. A princípio apontar um culpado seria negligente já que uma situação vem puxando a outra e isto acabou se tornando um novelo de linha, do qual nem a ponta mais se pode achar. A classe deve se unir sim e fazer valer seus direitos e deveres. Se os gerentes destes locais querem um trabalho eficiente, enfim de qualidade que pelo menos valorize os funcionários, que na verdade são os que fazem a coisa acontecer e o processo caminhar. É indignante perceber como determinados profissionais são tratados. Os patrões e/ou gerenciadores deveriam ter em mente que é esta classe que favorece o crescimento de um em“Os patrões e/ou gerenciadores preendimento. Já imaginaram se os deveriam ter em mente que é esta cabeças fossem fazer todo serviço? classe que favorece o crescimento Este não seria concluído tão cedo, de um empreendimento. Já já que o processo demanda sempre imaginaram se os cabeças fossem um corpo maior de pessoas para se fundamentar. fazer todo serviço? Este não Mas esta realidade atinge todos seria concluído tão cedo, já que os setores da sociedade, a falta de o processo demanda sempre um valorização é um dos grandes problecorpo maior de pessoas para se mas enfrentados pelos profissionais de uma forma geral. Infelizmente fundamentar.” este tipo de atitude só tende a prejudicar o processo produtivo e a prosperidade das empresas. A falta de incentivo se perfaz de diversas maneiras, seja psicológica ou financeira, esta segunda, pode ser apontada como uma das mais problemáticas devido a atual realidade vivida pelos inúmeros profissionais que na maioria das vezes não recebem o salário base da categoria e ainda passa por desaforos. Por um lado a necessidade de mão de obra do outro a falta de valorização. Esse desnível tem feito muitas pessoas reavaliarem a permanência em determinadas funções. Muitos tem migrado de uma profissão a outra numa velocidade que até assusta, com isto alguns setores se fazem carentes de profissionais. Conversar, expor toda esta problemática, tem apresentado resultados superficiais. A situação a princípio parece se resolver, poucos instantes depois volta tudo ao que era. Esse círculo cansativo e repetitivo só tem crescido, e os que tem a mão de obra a oferecer estão saturados de promessas. Estes querem mesmo é ver a prática se concretizar. Então se não podem dar o mínimo de condições para se trabalhar que os atuais ou futuros investidores repensem quanto a abrir e manter determinado empreendimento, pois ninguém está disposto a trabalhar por hobby ou porque está fichado em uma empresa que possui nome no mercado. A auto valorização tem sido um dos princípios mais colocados em prática nos últimos tempos, então os empreendedores que tentem se organizar melhor e ofereçam bases sólidas aos seus funcionários porque senão com esta onda de manifesto espalhada pela nação, mais dia ou menos dia a sua porta poderá receber uma visita repleta de queixas e de pessoas que não estão fazendo nada mais que exigir os direitos! ÓRGÃO Do grupo Gazeta do Oeste de comunicação ltda

FUNDADOR: Antônio Eustáquio Rodrigues Cassimiro (1947 2004)

Diretor PRESIDENTE Fernando Marcos Rodrigues

Diretor DE MARKETING Leonardo Marcos Rodrigues

EDITORA CHEFE Carina Lelles

Assessores Jurídicos Dr. Márcio F. Vaz • Dr. Mauro M. Nogueira • Dr. Flávio Vaz Administração, Redação E GRÁFICA: Rua Rio Branco, 948 - Porto Velho • Divinópolis (MG) • CEP 35.500-430 TELEFONE: (37) 3222-6322 • www.g37.com.br • gazeta@gazetaoeste.com.br O jornal não é solidário com conceitos emitidos em colunas e matérias assinadas.

Francisco Resende

franciscor@pitagoras.com.br

Revolução na Educação Em tempos de manifestações em que as bandeiras da Saúde e da Educação tem sido as maiores reivindicações das centenas de manifestações que acontecem em nosso país, utilizo este nobre espaço para republicar um texto que foi estampado, neste mesmo espaço, em 17/01/13. O assunto está mais do que atual e acho que vale a pena refletir sobre os caminhos que queremos para o nosso País a partir deste marco histórico que se transformaram estas manifestações populares. O que teria em comum alguns países tão diferentes como Noruega, Finlândia, Coréia do Sul e Espanha? O que aproxima nações geograficamente e culturalmente tão distantes e diversificadas é a prioridade absoluta que seus governos dão à educação, em todos os seus aspectos e níveis de formação. A Coreia, que vive em constantes conflitos étnicos e políticos, se destaca como um país que se transformou nas últimas décadas através do investimento em educação. Estes países puseram em prática uma Cartilha de Políticas Educacionais contínuas, mesmo com mudanças de governos (o compromisso de manter essas políticas de investimentos da educação, independentemente da ideologia política do governo). E são políticas extremamente focadas: seleção com rigor de professores, reforma das leis educacionais e ampliação do tempo de permanência na sala de aula. Resultados obtidos: maior desenvolvimento social, competição econômica e avanços tecnológicos. No Brasil, investimentos em educação só virou política de governo nos anos 30, com Getúlio Vargas, que criou o primeiro Ministério da Educação. Desta forma, podemos constatar que nossos primeiros indícios de preocupação com educação começaram a surgir com 100 anos de atraso em relação a outros países latino-americanos. Se compararmos com a Europa, esse déficit chega a mais de 150 anos. Resultados: em 1960, cerca de 46% da população brasileira era analfabeta e metade das crianças e jovens de 7 a 14 anos estava fora da escola. Melhoramos muito nos últimos 50 anos, e o índice de analfabetismo caiu para 11%. Criamos políticas de democratização do Ensino Superior, avançamos nos modelos de avaliação de aprendizagem e seleção, aprimoramos o aparato tecnológico das escolas. Mas ainda temos um longo caminho a percorrer. Para que esta fase de expansão da economia brasileira se sustente em longo prazo é preciso que os investimentos em educação sejam ampliados e que o País modele uma Política de Estado de Educação. O País ocupa a 53ª posição em uma lista de 65 países, segundo a última avaliação do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa). Alguns modelos podem (e devem) ser copiados. A Cartilha da Educação, já mencionada neste artigo e implementada em países como a Espanha e a Finlândia, seria um bom início. Trata-se de um tratado suprapartidário, que impede que mudanças radicais no sistema sejam realizadas ao sabor das alterações de governos. Afinal de contas, é consenso que investir em educação e pesquisa de ponta é a força motriz do processo de criação e inovação de uma nação e a única ferramenta capaz de tornar o Brasil independente da exportação de commodities. Muitos teóricos da educação acreditam que o Brasil precisa tornar a educação uma prioridade de Estado, não deixando a cargo apenas do Ministério da Educação essa incumbência, mas fazendo com que todos os entes federados também assumam sua responsabilidade. Faz sentido, uma vez que a educação está diretamente ligada à Fazenda, Saúde, Transportes, Energia, Desenvolvimento e outras pastas que possuem atenção específica do Governo. Com o crescimento econômico projetado para as próximas décadas, se pensarmos em um futuro de curto prazo, nós não temos recursos humanos suficientemente preparados para assumir os desafios que o Brasil está assumindo com este crescimento. Estamos crescendo muito, mas sem buscar um desenvolvimento que sustente este cenário. E enganam-se aqueles que acreditam que somente um investimento maior do PIB em educação resolverá este problema. Alguns países investem percentual menor do que o investido pelo Brasil e conseguem resultados expressivos na educação. Mas tem um detalhe importante: estes recursos vão, de fato, para investimentos em educação. Não ficam pelos caminhos...

Eduardo Augusto

easteduardo@yahoo.com.br

REGULAMENTAÇÃO DA LEI DAS DOMÉSTICAS Estava programada até a data de ontem, 03/07, a votação na Comissão de Constituição e Justiça o projeto de Lei Complementar muito esperado pela classe dos domésticos, projeto esse que visa a regulamentação do trabalho doméstico. Essa comissão se limita a análise de sua constitucionalidade, que seguirá para o plenário do Senado, depois para a Câmara dos Deputados, e por fim, para o Legislativo para ser sancionado pela presidente. Muito está sendo discutido sobre o quanto vai pagar os empregadores com a nova legislação, ponto, muito importante, sobretudo, diante da grande carga tributária que somos escravizados. Parte da sociedade alega que o Governo deve se sensibilizar sobre a matéria, para diminuir ou até mesmo excluir a contribuição previdenciária por parte do empregador, sob pena de demissão em massa de empregados. Acredito não ocorrer a isenção da contribuição, e sim, uma diminuição dessa contribuição, justamente para desonerar em parte o contribuinte. Há proposta de redução da contribuição previdenciária de 12% para 8%, o que já é um avanço em prol aos empregadores, contudo, entendo que seria viável no máximo 5%. Propõe ainda que parte dessa contribuição paga pelo empregador seja revertida para fundo específico destinado ao pagamento de indenizações no caso de demissão sem justa causa. Em caso de pedido de demissão ou dispensa por justa causa, esse valor seria revertido ao empregador. Essa medida é importante porque a multa de 40% sobre o FGTS pago durante todo contrato pesará para o empregador no momento da demissão sem justa causa. Seria uma desoneração importante que trará mais tranqüilidade ao empregador, pois, dificilmente famílias terão condições de arcar com tamanho custo. Todas as alíquotas definidas e regulamentadas serão pagas pelo empregador sobre o total do salário pago ao empregado doméstico. Está sendo sugerida uma forma mais simples de pagamento das contribuições, chamada de “Simples Doméstico”. O empregador pagará esse custo através de uma guia única que também incluirá o recolhimento, pelo patrão, da parte do empregado no INSS e o Imposto de Renda que será retido na fonte. Uma proposta interessante é o REDOM, Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos que possibilita os empregadores recolher as contribuições da Previdência que estejam em atraso ou nunca tenham sido pagas, com perdão de 100% das multas e dos encargos legais resultantes do atraso e 60% dos juros de mora. Essa medida possibilitará a regularização de muitos que estão na informalidade/ilegalidade, propiciando aos domésticos a formalidade de seu contrato de trabalho. Outros pontos importantes ainda estão em discussão como a jornada de trabalho, quanto a hora do almoço e descanso, quanto aos empregados que dormem na residência, banco de horas, e o descanso de uma jornada para outra. Outro dia questionava um amigo sobre quais os profissionais que são considerados como domésticos, entendo importante citar neste momento: Empregada doméstica, Faxineira, Arrumadeira, Lavadeira, Passadeira, Cozinheira, Babá, Cuidadores de idosos, Jardineiro, Caseiro, piloto de jato ou helicóptero particular, Segurança pessoal, Motorista particular, Vigia, Copeiro. É importante frisar que todos aqueles que trabalham à pessoa ou família, sem finalidade lucrativa. Muitos estão questionando sobre a grande demora na regulamentação, o que está causando grande insegurança, pois, muitos empregadores se adiantaram nas demissões dos empregados domésticos. A verdade é que realmente a classe trabalhadora sempre questiona sobre as mudanças, sobre o que está valendo, e o que está pendente. Mas, essa insegurança não é somente dos empregados, e sim de todos, sobretudo nesse tempo de crise financeira e política em vivemos atualmente. Vamos aguardar com calma as novas votações, acompanhar de perto o desenrolar dessa caminhada que não pode perdurar à eternidade, mas também, da mesma forma, não deve ser feita de forma irresponsável, nos trancos, à surdina somente para dar resposta à população, sob pena de criar lei inócua e prejudicar uma nação inteira, uma vez que estamos discutindo uma matéria que interessa toda a sociedade. Dr. Eduardo Augusto Silva Teixeira Advogado easteduardo@yahoo.com.br


CIDADES 05

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Sindees reivindica melhores condições de trabalho Entre os pedidos, o reajuste salarial é o mais requisitado. Segundo os trabalhadores o valor pago a categoria está bastante defasado

Mariana Gonçalves

Mariana Gonçalves

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

A diretoria do Sindicato Profissional dos Enfermeiros e Empregados em Hospitais, Casas de Saúde, Duchistas e Massagistas de Divinópolis (Sindees), se reuniu na tarde de ontem com representantes da imprensa para que a atual situação dos profissionais da saúde fosse levada ao conhecimento de toda a população. Conforme explica Denise Aparecida da Silva, presidente do sindicato, a data base da categoria é no dia 1° de abril, desde essa data o Sindicato vem tentando negociar o reajuste salarial e outros pedidos em todos os hospitais do município. De acordo com o SINDEES, no momento está correndo apenas a negociação com a Fundação Geraldo Correia. “Fechamos recentemente acordo com o hospital Santa Mônica e São Judas. Agora estamos tentando com o hospital São João de Deus. Nós sabemos da importância que o hospital São João de Deus tem para Divinópolis, sabemos também dos problemas que vem se arrastando na instituição desde 2005. Somos a favor da

recuperação do hospital só não somos a favor que os trabalhadores paguem por todos esses problemas. Já chamamos eles para uma negociação e o que foi passado para nós da diretoria do sindicato é que eles vão manter a convenção coletiva e nós não queremos”, afirma Silva. Conforme o sindicato a convenção coletiva desse ano trouxe uma proposta de reajuste rebaixada, fator esse que tem desagrado os profissionais da área. “A patronal está oferecendo 6% e o nosso índice chegou a 7,21%, então não queremos negociar essa convenção coletiva aceitando a proposta rebaixada. Queremos o reajuste do salário e especificamente falando do HSJD, os trabalhadores querem trocar a cesta básica oferecida pela instituição pelo ticket no valor de R$200, pois nas demais instituições de saúde da cidade esse ticket ele já é oferecido. Então os trabalhadores querem fazer essa troca para pelo menos igualar ao pagamento dos outros hospitais”, concluí a presidente do sindicato. Assédio Moral A auxiliar de enfermagem do HJSD, Janete Neto, afirma

que as condições de trabalho na instituição estão desagradando grande parte dos funcionários. Principalmente porque muitos, além de ter cargas horárias dobradas para cobrir buracos nas escolas, sofrem constantes humilhações trabalhistas. “Por parte de algumas chefias e alguns supervisores, essa situação de assedio moral vem acontecendo muitas vezes. Estão induzindo os funcionários a pedirem conta através de pressão psicológica. As pessoas ficam revoltadas porque recebem apelidos e passam por constrangimentos perante os outros colegas de trabalho. Estamos em um momento de recuperação do hospital e essa situação não podia acontecer. Para que o hospital se recupere eu acredito que tenha que ser feito um trabalho em equipe envolvendo funcionários, população e a direção do hospital” salienta. Quem também fala sobre os problemas enfrentados pelos profissionais da saúde no São João de Deus, é Maria Isabel, funcionária do setor de nefrologia. “O trabalhador tem que ser valorizado, lá na instituição os funcionários estão trabalhando desmotivados, até mesmo em decorrência da contenção de

Ajuste salarial e melhores condições de trabalho são alguns dos pedidos do sindicato dos enfermeiros.

despesas, porque nos foram tirados vários benefícios que já tínhamos até brigado para conseguir. Então ficamos bastante desmotivados e principalmente por trabalharmos com vidas eu acredito que temos que trabalhar com entusiasmo e segurança”, diz. Dentre as reivindicações já citadas acima, Isabel deixa claro a indignação dos funcionários em relação às condições do plano de saúde oferecido aos trabalhadores do HSJD. “O plano

de saúde oferecia facilidade para os funcionários, por exemplo, tínhamos facilidade para fazer uma consulta, um exame, e o plano ainda parcelava em várias vezes de modo que o orçamento do trabalhador não fosse prejudicado. Mas, isso foi cortado, e agora menos 200 reais eles não parcelam, já vão lá e debitam tudo de uma só vez. Para nós que já estamos ganhando pouco, faz muita diferença, porque às vezes você nem esta contando com aquele desconto”, completa.

Negociação em andamento A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação do hospital São João de Deus, para uma posição sobre o assunto. Em nota, “o setor de Gestão de Pessoas por meio da assessoria de comunicação do HSJD, afirma não ter conhecimento de casos de assédio moral na Instituição. Sobre o aumento salarial dos funcionários, informamos que após reuniões com o sindicato ainda não foi fechado um acordo para o reajuste”.

Meta da vacinação Manifestantes exigem radar contra a polio não foi atingida para o trevo de Marilândia Naiara Santos

Bianca Damas

Naiara Santos

pauta@gazetaoeste.com.br

Amanhã termina a prorrogação do prazo para a vacinação contra a Poliomielite. A meta em Divinópolis não foi alcançada e os pais que não levarem os filhos para vacinar podem ser punidos por negligência. Segundo Marcela Machado Santos, enfermeira, atuando como referência técnica, para alcançar os 95% da vacinação, 11.125 crianças teriam que ser imunizadas. Porém até o momento foram vacinadas 10.500 crianças. No ano passado, segundo Marcela, a adesão dos pais para vacinarem os filhos foi melhor do que em relação a 2013. Ela acredita que a população pense que por já terem realizado a vacinação no ano anterior não seja necessário estar realizando novamente, lembrando que a campanha ela é realizada anualmente mesmo a doença não estando em circulação no Brasil há muitos anos. “O fato dela não circular é justamente por isso, por existir esta prevenção todos os anos”, alerta. A parcial dos dados até o momento é que 102,32% das crianças menores de um ano já foram vacinadas; um ano até dois 84,40%; dois a três anos 94,65%; três a quatro anos 88,48%; totalizando 89,76% das crianças

Outros moradores aproveitaram a manifestação para questionar a saúde e segurança de Marilândia Bianca Damas

Alice Amaral alerta sobre a punição para os pais no não comprometimento dos seus deveres, de acordo com o estatura da criança.

vacinadas e restando ainda 614 crianças para chegar ao percentual de 95% do município. De acordo com Alice Amaral, conselheira tutelar, é de responsabilidade dos pais levarem as crianças para vacinarem, pois de acordo com o estatuto da criança e do adolescente é uma forma de proteção básica para elas e que a vacinação não deixa de ser uma política pública. “Se os responsáveis não estiverem levando as crianças para esse procedimento estão cometendo uma negligência”, enfatiza. O Conselho Tutelar não tem como detectar

a ocorrência dessas negligencia somente no caso se houver alguma denúncia. “Para muitos o abandono é apenas abandonar em algum lugar, mas Amaral diz que essa negligencia é também uma forma de abandono”, explica a conselheira. Para os pais ou responsáveis fica um alerta, existe uma penalidade para quem não mantém o cartão de vacinação em dia que vai do pagamento de uma multa de três a vinte salários mínimos e caso o fato se tornar reincidente o juiz pode decidir a retirada da guarda das crianças dos pais.

pauta@gazetaoeste.com.br

Os moradores de Marilândia pararam a BR-494 na manhã de ontem reivindicando a colocação de um radar fixo eletrônico no trevo do distrito. De forma pacífica, eles realizaram um protesto e interditaram o trecho por mais de três horas. Uma das manifestantes, a professora Regina Tavares afirma que a população reclama por mais segurança, por julgarem que no local ocorrem muitos acidentes com vítimas fatais. “Tememos também pelos nossos alunos e filhos, porque o transporte escolar atravessa a rodovia para chegar à zona rural”, completa Regina.

A Polícia Rodoviária esteve presente para garantir a segurança dos manifestantes e dos motoristas que paravam, além de evitar qualquer ato de vandalismo ou depredação. Apesar de ser um trevo e possuir declive nos dois sentidos da pista, o que apresenta perigo na rodovia, segundo o tenente Alves, não há grande ocorrência de acidentes especificamente no local. O policial concorda que por ser mais respeitado, o radar eletrônico amenizaria o problema no trevo. Alves ainda explica que apesar da boa sinalização do trecho, com recurso de sonorizadores para redução da velocidade e placas proibindo a ultrapassa-

gem, a maior causa de acidentes está relacionada à imprudência no trânsito. Devido à paralisação do tráfego, alguns motoristas estavam insatisfeitos com a situação, principalmente aqueles que precisavam trabalhar. “Eles deveriam ter ocupado somente um lado da via ou protestado dentro de Marilândia”, afirmou o representante comercial Egídio Alexandrino. Há dois anos, a população realizou um abaixo assinado e encaminhou a solicitação do radar para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). O DNIT está em greve e o setor responsável não pôde informar se a solicitação foi realmente requerida.


06 Cidades

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Está aberta a temporada Prato da Casa 2013

Roberto Clementino bobclementinoo@gmail.com

Ocupantes da Câmara Municipal diante de dilemas Uma boa pauta de reivindicações, é um item importantíssimo para o sucesso de uma manifestação popular. Demonstra que os manifestantes tem de fato razões para invadir as ruas e interromper o trânsito na cidade. E o que é uma “boa pauta”? É aquela que vai de encontro às demandas sociais, pelas quais anseia a população. Embora concorde que ocupar a Câmara Municipal de Divinópolis, foi uma estratégia necessária para obrigar o presidente da Casa Legislativa, dialogar com os manifestantes, achei a reivindicação principal desnecessária e sem apelo popular. Eis a reivindicação: “Alteração do horário das sessões da Câmara Municipal ,passando de 14h para 19h, possibilitando assim, a acessibilidade mais abrangente da população.” Vamos analisar primeiro a praticidade de tal pleito. As reuniões se realizadas à noite, não terão, até a instalação do canal legislativo municipal, a cobertura ao vivo da TV Câmara, que atinge em um mês, muito mais cidadãos do que o número dos que vão assistir ao vivo as sessões. Outra questão não menos importante é que devido ao adiantado da hora em que vai finalizar os trabalhos parlamentares, os repórteres que cobrem as sessões não terão tempo suficiente para enviar suas reportagens a tempo de serem publicadas no dia seguinte. Outro empecilho que os manifestantes que ocuparam a Câmara não consideraram é exatamente os contratempos que o novo horário que eles propõem trarão para o público que querem privilegiar. Analisem : hoje uma sessão que começa as 14 na maioria das vezes se arrasta até 17 horas. Se projetarmos este alongamento das sessões legislativas para o horário proposto, as reuniões iriam até 23 horas, quiçá 24 horas. Em sã consciência, que público vai agüentar esta maratona todas as terças e quintas-feiras? Ocupantes da Câmara Municipal diante de dilemas II Entendo que, ao exigirem a mudança de horário das Reuniões Ordinárias da Câmara Municipal de Divinópolis de 14 horas para 19 horas os manifestantes que ocupam a Casa, atacam os efeitos e não a causa que fazem as sessões da Câmara tão esvaziadas. Divinópolis tem uma população de quase 230 mil habitantes, portanto tem sim público capaz de superlotar as reuniões ordinárias às 14 horas. Porque não superlotam? Esta é a pergunta que os manifestantes que ocupam a Casa, devem fazer nos momentos de ócio. Porque pelos mesmos motivos que os cidadãos não vão durante o dia, não irão à noite. Enfim, as pessoas não comparecem as reuniões ordinárias da Câmara Municipal porque elas não são interessantes, não encantam e nem emociona os eleitores. Vejo sempre às 14 horas das terças e quintas-feiras, centenas de aposentados, de desempregados, pessoas de férias e estudantes sentados ou papeando na praça da rua São Paulo, exatamente no horário em que, acontecem as reuniões ordinária na Câmara e eles não animam subir para assistirem as sessões. Por quê? Juventude, cuidado com os excessos e intolerâncias: os extremos se tocam O cientista político Noberto Bobbio (1994) alerta que os extremos se tocam e viram a mesma coisa. “Ideologias opostas encontram pontos de convergência nas suas franjas extremas, embora permaneçam bem distintas quanto aos seus programas e aos seus objetivos últimos.” Mas afinal o que querem os jovens? Finalmente começa a aparecer a rebeldia juvenil brasileira. Ainda não sabemos o que exatamente eles querem, a agenda que apresentam é prolixa, dispersa. O que está claro (e isso é muito bom) é que os jovens rejeitam os políticos e a política tradicional. Para André Singer (para citar um cientista de esquerda e teórico do lulismo) “...as manifestações estão compostas de duas camadas sociais: Uma são os filhos da classe média tradicional, estabelecida assim há mais de uma geração, que possivelmente puxaram as manifestações. Elas ganharam adesão também do que chamo de novo proletariado. Não é uma nova classe média. São jovens que não pertencem a famílias nitidamente de classe média, mas passaram a ter emprego por causa do lulismo. Mas tem empregos precários, com alta rotatividade, más condições de trabalho e baixa remuneração. Ao longo das manifestações, a participação desse segundo grupo foi aumentando. Isso talvez explique por que, na segunda etapa, elas se expandiram pela Grande São Paulo, pelo Grande Rio e pelas cidades em torno das capitais. A segunda camada é muito mais extensa do que a primeira e mostra o potencial do movimento.” A busca da resposta continua.

O circuito de competições se inicia na próxima terça-feira

Mariana Gonçalves

Mariana Gonçalves

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

A edição 2013 do festival gastronômico que tem conquistado Divinópolis está oficialmente aberta. Na noite da última terça-feira o coquetel organizado por Gustavo Bicalho, diretor do Prato da Casa, PDC, marcou o início das competições entre os 12 bares participantes. A partir da próxima terça-feira (09) os amantes da gastronomia de interior poderá saborear os mais diferentes pratos. O circuito de avaliações está programado para começar no bar do Cipriano, rua Oswaldo Machado Gontijo, 839. O festival terá duração de dois meses, conforme Bicalho, a intenção é que o PDC deixe seus conceitos e aprendizados mesmo após o término do evento. “A festa esse ano está com um monte de novidades, estamos trabalhando pesado em parceria com o Sebrae. A instituição está também investindo no projeto para que ao final não fique só os pratos gostosos, mas que os empresários ou butecarios como costumo me referir aos donos de bares, também saiam do Prato da Casa levando grandes aprendizados”salienta. O diretor da festa gastronômica faz questão de deixar um convite especial para a população. “Espero que quem estiver passando por Divinópolis e ainda

O lançamento do festival ocorreu na noite da última terça-feira.

não conheça o Prato da Casa venha pegar o guia de bolso ou acesse o site www.pratodacasa. com.br para conferir a relação dos bares. Para a população da cidade deixo também o meu convite mais do que especial que compareça na festa porque eu garanto que não irão se arrepender. Inclusive, a coisa mais difícil que eu acho dessa edição do PDC será escolher o melhor prato porque realmente estão todos muito gostosos nunca houve pratos tão bem preparados igual vamos ter esse ano”completa Gustavo. Durante o evento de lançamento do festival estiveram presentes autoridades políticas e civis, além da imprensa, estiveram presentes familiares e amigos dos empresários cujos estabelecimentos estão concorrendo na festa. O secretário municipal de

Cultura, Bernardo Rodrigues, destacou a importância do PDC para a valorização cultural do município. “O prato da casa é hoje sem dúvida nenhuma um dos eventos mais importantes no calendário cultural de Divinópolis. É um projeto que valoriza a nossa gastronomia é o único na cidade que tem esse objetivo. Então ele é parte do nosso patrimônio cultural, a festa envolve como ponto de encontro o bar/ buteco que é uma das marcas que Divinópolis tem. Outro ponto interessante é que ele coloca em evidência e valoriza a nossa música e as nossas artes plásticas” comenta. Rodrigues falou também sobre a inovação do evento em promover a inclusão social. “A criação dos cardápios em Braille dá um exemplo de inclusão e mostra que mais uma vez a cidade está

se destacando, incentivando o acesso de pessoas deficientes aos ambientes públicos” finaliza. FIQUE DE OLHO No dia 10 a competição gastronômica será no bar Barroco Mineiro. Já no dia 11 o encontro está programado para o Divina Gourmet. A próxima parada do PDC será no Levistar, no dia 16. No dia 18 a vez será do Peixe Dourado apresentar a sua aposta de prato. No dia 20 a equipe do PDC segue para o restaurante Fazendinha. Dia 23 a competição será no Pitangas, no dia 25 o ponto de encontro será o Gibs. O famoso Mercado Central recebe no dia 27 a competição que seguirá no dia 30 para o Recanto dos Amigos e no dia 31 para o Show Bar. Por fim o circuito gastronômico se encerra no dia 01/08 no bar do Gelu. Fotos: Christyan de Lima


Cidades 07

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Abatedouro irregular é fechado no São Simão As aves estavam armazenadas de forma inadequada e o local não possuía alvará para funcionamento Luiz Felipe Enes

Luiz Felipe Enes

luiz.felipe@gazetaoeste.com.br

Um abatedouro de frangos, localizado no Bairro São Simão foi interditado pelo Serviço de Inspeção Municipal em virtude de irregularidades no funcionamento e armazenamento. Na segunda feira (1), representantes do Serviço de Inspeção Municipal junto com a Polícia Militar estiveram em uma casa, onde funcionava um abatedouro de frangos. Foram apreendidas 272 aves no local. Ontem, os agentes retornaram novamente ao local para recolher as aves. De acordo com o proprietário, Valdo Gonçalves, ele teve que permanecer durante toda a noite vigiando as aves. “Fiquei a noite toda acordado vigiando as aves, e me falaram que se sumisse, eu iria preso”, declara o dono do abatedouro. As aves eram abatidas para comercialização e partir da apreensão foi proibido todo tipo de movimentação desse porte no

local. “Eles querem que eu regularize. Um vem e fala que pode, outro vem e fala que não pode. Já me solicitaram mudanças, algumas a meu alcance cumpri”, acrescenta Valdo. O dono ainda diz que gastou por volta de R$10 mil em melhorias para o local. O proprietário ainda tem galinhas para abate, mas, no entanto, não poderá abatê-las em razão da interdição. O abatedouro existia há quatro anos e empregava sete pessoas, todos moradores do bairro São Simão e que agora estão desempregados. O proprietário do local foi multado em R$ 5 mil e não poderá mais continuar o trabalho. Segundo o Serviço de Inspeção Municipal, o local foi interditado e os frangos apreendidos devido às condições do local. Os 272 frangos encontrados por lá, estavam sendo fraudados com corantes, o que é totalmente ilegal. A higiene do local também estava precária. Além do Serviço de Inspeção Municipal, estavam presentes no ato de fiscalização,

o Setor de Posturas, no qual emitiu um laudo alegando que a atividade de abate é irregular no local. Para ter realizado tal atividade, com consentimento dos órgãos públicos, o dono deveria ter solicitado um alvará de funcionamento, pelo qual, se estivesse em condições adequadas, seria feita uma vistoria no local, permitindo o desenvolvimento das atividades. O trabalho de abater aves em pontos sem devida infra-estrutura é totalmente irregular. De acordo com a Fiscal de Saúde, Michele do Carmo, só serviços terceirizados poderiam ser feitos no local. “Lá poderiam ser realizadas as tarefas de finalização, organização e embalagem do frango, mas teria que ter alvarás e acompanhamento total da prefeitura e autorização devida de órgãos em saúde”, ressalta. Resta ao dono do local, arcar com os prejuízos. “Investi pesado nisso, e agora foi tudo por água abaixo”, lamenta.

Os frangos, já abatidos estavam em cima da mesa e de acordo com o proprietário do local, as condições de higiene eram sim, favoráveis.

Plano Safra é apresentado para produtores rurais e empresários Na manhã de ontem ocorreu o lançamento do Plano Safra 2013/2014 financiado pelo Banco do Brasil Naiara Santos

Inscrições para as oficinas do 26º Inverno Cultural da UFSJ estão abertas Bianca Damas

pauta@gazetaoeste.com.br

Divinópolis será palco de expressões artísticas e musicais entre os dias 12 e 17 de julho. O 26º Inverno Cultural da UFSJ, este ano, ocorre em todos os campi da Universidade Federal de São João del Rei. Além de shows, e apresentações culturais, o festival oferece oficinas nos mais variados campos do saber. As inscrições para as oficinas devem ser realizadas exclusivamente pelo site http://www.ufsj. edu.br/proex/26o_inverno_cultural.php até o dia 5 de julho para as oficinas de Divinópolis

e Sete Lagoas. Para as atividades em São João del Rei o prazo é até o dia 7 de julho e em Ouro Branco as inscrições já estão esgotadas. Em Divinópolis serão oferecidas sete oficinas: Videojornalismo em grandes eventos; Contação de histórias e imaginação; Cidade, seu nome é palavra; Música e corpo; Técnicas de produção de papel reciclado e artesanal; Potências de criação da palavra no teatro contemporâneo; Do ritmo à palavra. O valor das oficinas é de 15 reais. Todas as outras atrações que vão ocorrer durante o evento são gratuitas.

PROGRAMAÇÃO DOS PRIMEIROS EVENTOS 12 de julho | sexta-feira 20 horas | Espetáculo teatral “Histórias de chocar – Ensaios de amor”, direção de Rita Clemente

Plano safra é apresentado para produtores rurais e empresários do ramo. Naiara Santos

pauta@gazetaoeste.com.br

De acordo com Fabricio Mariano Ferreira, superintendente regional de Varejo, o plano safra agrícola representa toda a estrutura em investimento e financiamento nas cadeias do agronegócio em todos os seus níveis, seja na agricultura familiar, na agricultura empresarial e até mesmo em outros nichos que são investidos pelo agronegócio. É um plano estruturado em todos os segmentos do ramo, ele ocorre em todo o Brasil no período de Julho de 2013 à junho de 2014 com a distribuição de 130 bilhões de reais. Para cada

estado é repassado um valor para o custeio, e para Minas Gerais o valor repassado foi de 10,5 bilhões de reais. Fazem parte do plano os seguintes programas: Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (PRONAMP) e Agricultura de Baixo Carbono (ABC) que tem uma grande participação na realização do plano. Dentre os vários produtores rurais e empresários que estavam presentes no evento destacamos Irajá Nogueira, que é um produtor rural e presidente do Sindicato Rural de Divinópolis,

para ele o plano é muito importante, pois com a liberação da verba a juros baixos que giram em torno de 1% a 5,5% ao ano, é possível financiar o custeio no plantio, produção de gado de corte, produção de hortaliças e afins, onde toda a agropecuária é beneficiada por meio do plano que é um recurso injetado na agricultura. Ele ainda enfatiza que se não houvesse o investimento a produção de alimentos seria bem mais difícil. Para o presidente, o plano foi muito bem aceito não só por ele mais por todos os que já fazem parte, tanto pelos produtores como também pelos empresários, diz.

Fabricio reforça a todos os produtores rurais que são clientes do Banco do Brasil, aqueles que ainda não estão sendo atendidos ou que estejam afastados do banco para procurar às dependências do mesmo, sindicatos, associações, assistências técnicas particulares, ou a Empresa Assistência Técnica Extensão Rural MG (Emater). Estes órgãos podem oferecer embasamentos para o atendimento ao produtor rural e desta forma promover a expansão do agronegócio visando a melhoria da produtividade, para que assim todos os recursos sejam aplicados naquilo que for mais rentável ao homem do campo.

Local: Teatro Usina Gravatá 22 horas | Show “Viva Bituca”! com Milton Nascimento Local: Palco Todo Lugar é aqui (Rua Pitangui, bairro Bom Pastor) 13 de julho | sábado 16 horas | Abertura da exposição “Todo lugar é aqui”, de curadoria de Ricardo Coelho. A mostra reúne fotografias e vídeo-instalação de três artistas de países e gerações distintas, o fracês - Gérard Monnier, o colombiano - Ivan Argote e o mineiro Pedro Motta. 16 horas | Estreia da exposição “Individuação”. Mostra coletiva de alunos do Curso de Comunicação Social – Jornalismo UFSJ, debate a relação entre global e local por meio

de registros fotográficos sobre as quatro cidades sedes da UFSJ. Local: Museu Histórico de Divinópolis – Praça Dom Cristiano, s/n, Centro *A visitação de ambas as exposições acontece de 13 a 17 de julho de 2013, das 9 às 18 horas. 18 horas | Show The Beatles Local: Praça da Catedral 20 horas | Show Concreto Local: Praça da Catedral 14 de julho | domingo 17 horas | Espetáculo “Quiprocó”, grupo teatral Moitará (RJ) Local: Praça da Catedral 20 horas | Festival Pop & Rock: Chula Rock Band (Divinópolis) e Mr. Will (Pará de Minas) Local: Praça da Catedral


08 CIDADES

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Projeto “Fonte de Luz” realiza baile voltado a deficientes

Centro de Artes recebe a exposição “Escultor do Acaso” Divulgação

A iniciativa pretende contribuir e ajudar os deficientes a vencerem limitações

Luiz Felipe Enes

Luiz Felipe Enes

luiz.felipe@gazetaoeste.com.br

Cultura e angariar fundos para a instituição.

Será realizado no próximo sábado, (6), às 22h, o baile “Eu Danço” promovido pelo projeto “Fonte de Luz” na casa de shows Babilônia. Os convites estão à venda no valor de R$ 15, independente do local e da data de compra. Os convites podem ser adquiridos na Boutique do Livro e também com os participantes do projeto. Primeiro o público irá conferir o espetáculo com toda a equipe do projeto e depois apresentação de Fernando Viana. Outras informações para adquirir os ingressos podem ser obtidas pelo telefone 3222-7779. O baile não tem restrições. É aberto para qualquer pessoa, inclusive ao público alvo, que são os portadores de deficiência, seja ela qual for. A presidente do projeto “Fonte de Luz” comenta sobre estar à frente da iniciativa: “É muita responsabilidade, pois eu, além de aluna, tomo conta do projeto. É um trabalho puxado, porém gratificante” afirma Darliane Gonçalves. O Espetáculo tem como objetivo trabalhar em parceria com a Lei de Incentivo à

SOBRE O PROJETO “FONTE DE LUZ” A iniciativa surgiu em 2008 com Maria Lúcia Gonçalves, hoje, coordenadora do Projeto. Tudo começou em dado momento em que sua filha, realizava tratamento no Hospital Sarah Kubitschek, em Belo Horizonte. Como a fisioterapia para a sua jovem filha não adiantava mais, a ortopedista questionou se a mesma fazia alguma outra atividade. No hospital existem várias outras atividades físicas não ligadas diretamente à fisioterapia bem como vários outros projetos voltados às atividades para deficientes como dança e balé em cadeira de rodas. Como a filha de Maria Lúcia gostava de música, e expressão corporal, a jovem optou por seguir o trabalho artístico de dança. Quando ganhou alta do Hospital, sugeriram aos pais dos pacientes a dar continuidade ao projeto em suas respectivas cidades, e foi o que motivou a mãe de Darliane a trazer para Divinópolis. Feito todo um trabalho elaborado e devidamente planejado, se instalou na cidade. Desde então

Por meio de um formão e um martelo de madeira, Kleber dá forma aos pedaços de madeira que se transformam em bonecos Darliane e Maria Lúcia, filha e mãe que estão à frente do projeto.

Bianca Damas

o “Fonte de Luz” está há cinco anos trabalhando com deficientes. Maria Lúcia conta que não via expectativa do projeto em ir adiante. “Inclusive pensamos na época que aqui em Divinópolis o projeto não iria para frente” comenta a Coordenadora. Recentemente, está sendo desenvolvidas atividades de dança e a capoeira. As aulas, ensaios e encontros são realizados na Academia Estação do Corpo, que cedeu espaço aos sábados para ensaio do grupo. “Foi o único espaço que conseguimos para

As esculturas de Kleber da Silva ficarão expostas no “Centro de Artes”, localizada na Praça do Santuário, até dia 26 de julho. As pessoas podem visitar a mostra “Escultor do Acaso” de segunda a sexta-feira, de 19h às 21h. Nesta exposição, o artesão apresenta quase 50 obras em madeira nos mais variados formatos. Quando o assunto é inspiração Kleber afirma: “a madeira tem algo a dizer e aos poucos eu vou descobrindo”. E foi por acaso que a vida de artista começou. Na

desenvolver nossos trabalhos, em parceria desenvolvida junto à academia” acrescenta Maria Lúcia. No momento existem por volta de 15 participantes. Porém, em outras épocas, o projeto já chegou a ter a participação de 60 pessoas. Alguns desanimaram com o projeto e acabaram abandonando. Porém mesmo assim, outros continuaram. O “Fonte de Luz” continua a ministrar suas aulas todos os sábados, das 9h às 11h, na Academia Estação do Corpo, que fica na rua Bahia, 366, Centro.

pauta@gazetaoeste.com.br

rua onde mora existia um buraco e durante um tempo ele e outros moradores colocavam galhos no local, alertando os motoristas. Como nenhuma providência foi tomada, um dia, Kleber esculpiu um boneco e colocou no local. O fato ganhou visibilidade e aos poucos seu trabalho foi sendo reconhecido. É neste reconhecimento que o escultor encontra motivação para esculpir. Kleber expôs seu trabalho em vários espaços culturais de Divinópolis, como na Estação da Cultura, na Biblioteca Municipal Ataliba Lago e no “Espaço Cultural Arte Postal”, dos Correios.


esporte 09

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Luciano Eurides

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

NO TAPETÃO A história da Copa Rural é marcada por decisões da chamada comissão disciplinar. Isso vem de alguns anos, certa época quando era limitado o número de atletas não moradores da zona rural, a briga era terrível. Tinha gente seguindo atletas para ver onde eles moravam. Branquinhos foi o mais organizado e se deu bem nessa fase da competição. Ainda ilustrando lembro da Cachoeirinha há seis anos atrás que também travou uma luta com a secretaria de Esportes, depois disso não mais entraram na competição e este ano estão de volta. Neste ano a Amadeu Lacerda foi triplamente punida em uma caneta só. Perderam dois atletas, dois mandos de campo e ainda dois pontos na competição. A equipe vencia o jogo por 3x1. No último final de semana foi a vez do Quilombo, o jogo terminou antes da hora, o time perdeu os pontos, não entendo como essas decisões são tomadas. Não consigo o regulamento da competição nem por promessa e reza brava. A comissão disciplinar é formada por quem? Se reune quando? Lembrando que no caso de Amadeu Lacerda, a decisão vai contra o CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), pois o jogo foi validado e alterado o placar da partida. Se validado o jogo permanece da maneira como terminou, não se pode criar gol sem a bola estar rolando. Se invalidado ou se joga nova partida podendo a mesma se iniciar do momento que foi suspensa (incluindo o placar) ou do início em 0x0, a decisão é da comissão. PELO BRASIL No dia 31 de maio, o Oeste conquistou, no Estádio do Amaros, em Itápolis, sua primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro, ao vencer o Paraná por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada da competição. O Paraná, por sua vez, que ainda não havia sofrido gols na competição, amargou também a sua primeira derrota. Apesar do jogo ter um vencedor, no quesito disciplina, as equipes empataram. Roniery, do Tricolor, e Leandro Teixeira, do rubro-negro de Itápolis, foram expulsos e tiveram que ser defendidos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira, dia 3 de julho. Em sessão da Terceira Comissão Disciplinar, o atleta do Paraná foi advertido, enquanto o adversário punido em uma partida. Além disso, foi pedido a baixa do processo para uma eventual denúncia ao árbitro. E MAIS Em partida realizada em Florianópolis, com mando de campo do Flamengo, o clube carioca e o Náutico fizeram um jogo fraco tecnicamente. Após a vitória do alvirubro por 1 a 0, o técnico Jorginho foi demitido do rubro-negro, que atualmente conta com Mano Menezes no comando. Apesar de ter passado quase um mês da partida, o duelo teve mais um capítulo, desta vez no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta quarta-feira, dia 3 de julho, diante da Terceira Comissão Disciplinar. Após defesas de quatro advogados diferentes no mesmo caso, o árbitro da partida, André Luiz de Freitas Castro, assim como Renato Abreu, ex-Flamengo, e a Federação Catarinense de futebol foram absolvidas. Já o Flamengo, Náutico e o delegado da partida Marco Antônio Martins foram multados em R$1 mil. INVASÃO Na porta do hotel do Galo, durante o dia de ontem, a manhã foi tranquila. Por volta do meio-dia, um grupo de Belo Horizonte se formou e começou a agitar o local. Gritos de guerra, hino do clube e os nomes dos jogadores chamaram a atenção de quem passava pela rua. A maior concentração de atleticanos é no Centro da cidade de Rosário. Em passeios ou compras, eles usam camisas e bandeiras do time. Nem mesmo uma excursão escolar, no Monumento da Bandeira, escapou da animação alvinegra. Integrantes de uma torcida organizada tentaram ensinar aos pequenos argentinos o hino do Galo. Logo ao lado, outros grupos chamavam a atenção. O local também. Eles aproveitavam a tarde no bar do pai do craque Messi, o Vip Rosário, de Jorge Messi. Apesar da curiosidade dos turistas em conhecer o lugar, o estabelecimento não tem nenhuma referência ao jogador do Barcelona e da Seleção Argentina. Cássio Scuccato, advogado de 34 anos, deixou Diamantina para acompanhar o Atlético em Rosário. Aos poucos, formou um grupo, que se reuniu no Vip Rosário: “Vim sozinho. Conheci um atleticano no voo, mais uns na chegada, e aí, cinco viram 10, que viram 20 e vai...”, brincou.

Vinícius Araújo ou Anselmo Ramon é a duvida no Cruzeiro

Divulgação

O técnico do Cruzeiro, Marcelo Oliveira, confirmou a escalação de Luan no lado esquerdo do ataque da equipe para a partida contra a Portuguesa, no próximo sábado, no Canindé, em São Paulo, mas ainda não definiu o companheiro do ex-jogador do Palmeiras. O comandante do time cinco estrelas tem como opções para a vaga, os ex-atletas da base da Raposa, Anselmo Ramon e Vinícius Araújo. O primeiro deles foi titular nos dois amistosos que o Cruzeiro disputou na intertemporada que realizou recentemente nos Estados Unidos. “O Luan vai jogar e o Vinícius (Araújo) e o Anselmo (Ramon), nós vamos trabalhar com os dois nesse tempo que temos até o jogo. São jogadores de características diferentes. Analisar o adversário também. O Anselmo (Ramon) é um jogador que briga mais, que segura mais o zagueiro. O Vinícius é mais leve, movimenta mais. Qualquer dos dois que entrar o Cruzeiro certamente vai estar bem representado nessa posição”, observou. Além de Ceará, que se recupera de um edema na coxa direita, o

técnico Marcelo Oliveira também não poderá contar com o meia Elber e o lateral-esquerdo Everton para o confronto do próximo sábado com a Portuguesa-SP. Ambos estão com lesões na coxa, Elber na direita e Everton na esquerda e seguem em

tratamento. Além dos três, o zagueiro Dedé, que sentiu dores no tornozelo direito durante a vitória por 2 x 1 sobre o Monarcas Morelia-MEX, no último sábado, no período de intermpordada do time nos Estados Unidos, também não participou do coletivo

da tarde desta quarta-feira, na Toca da Raposa II. Dedé foi preservado do coletivo, participou apenas da primeira parte do treino no campo, realizando exercícios físicos e depois terminou as atividades na academia.

A seleção brasileira masculina de vôlei já está em Brasília

Divulgação

A Seleção fez o primeiro treino na manhã de ontem na preparação para os jogos pela quarta rodada da Liga Mundial. Depois de vencer os dois confrontos contra a Polônia e contra a Argentina, e de somar uma vitória e uma derrota para a França, a equipe dirigida pelo técnico Bernardinho enfrentará a Bulgária na Sexta (05.07) e no Sábado (06.07), no ginásio Nilson Nelson. A renovada equipe do Brasil chega a Brasília com o objetivo de conquistar mais duas vitórias e, para isso, conta com o apoio dos torcedores. A Bulgária é, justamente, o primeiro colocado do Grupo A, com 14 pontos. O time brasileiro tem apenas um a menos e está em segundo lugar. Ciente das dificuldades que enfrentará contra os líderes da chave, o treinador brasileiro espera ver o ginásio cheio para as duas partidas. “A torcida de Brasília sempre nos dá muito suporte e é muito calorosa. Então, a gente espera que esse apoio possa ser a força extra que estamos precisando para ajudar na busca pela classificação. Vamos tentar bons resultados que nos aproximem das finais e contamos com a torcida para nos ajudar”, disse Bernardinho. Segundo o técnico do Brasil, essa será uma rodada importante, já que o Brasil busca a classifica-

ção para a Fase Final da Liga Mundial, de 17 a 21 de julho, em Mar del Plata, na Argentina. “É uma semana de pressão, uma semana difícil. A Bulgária tem um ponto na nossa frente e sabemos da dificuldade que vamos enfrentar. É um time grande e que vem com muita confiança, muita moral. Isso é preocupante. Além disso, eles tem um dos melhores atacantes do mundo, que é o Sokolov, então nós temos que jogar bem, com disposição e muita vontade”, garantiu Bernardinho. O levantador e capitão Bruninho também pensa apenas na vitória e é mais um a contar com a força da torcida brasiliense.

“Temos que buscar a recuperação. Só dependemos das nossas forças para avançarmos para a Fase Final e sabemos que, se conseguirmos duas vitórias, encaminhamos essa classificação. Estamos treinando muito forte e não podemos apagar tudo que fizemos por causa da derrota para a França na última rodada. Até porque isso aconteceu por méritos do adversário. Vamos jogar em casa, com o apoio da torcida e temos que entrar com agressividade, como sempre entramos. Vamos procurar fazer isso nos dois jogos aqui em Brasília”, disse Bruninho. Outro bastante motivado com

as partidas no Distrito Federal é o central Lucão, que fez questão de elogiar o adversário do Brasil nesta fase “É sempre muito bom jogar aqui em Brasília, já que o ginásio fica lotado. Sabemos que na sexta-feira jogaremos em um horário um pouco complicado, mas no sábado acredito que vamos ter casa cheia. A torcida aqui sempre foi muito a favor de nossa equipe sempre ajudou bastante. Vamos contar mais uma vez com o apoio dos brasilienses, já que sabemos que vão ser jogos muito difíceis. A Bulgária tem um poder de ataque muito forte e temos que encaixar bem o saque para dificultar o ataque deles”, comentou Lucão.


10 esporte

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Quilombo perde dois pontos na Copa Rural Luciano Eurides

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

A equipe principal da comunidade rural de Quilombo perdeu os pontos referentes ao jogo contra os Costas, pela Copa Rural 2013. Segundo a coordenação do evento esportivo, por meio de nota oficial, a equipe dos Costas que perdeu de 1x0, ficará com os pontos do jogo. A nota divulgada é iniciada com “Coordenação Geral”, e termina sem assinatura, ela foi enviada por e-mail pela comunicação da prefeitura municipal. Segue dizendo ser a 28ª Copa Rural de Futebol Divinópolis/2013, sendo que este ano é a trigésima edição. A alegação primeira é o relatório do árbitro no jogo válido pela 4ª rodada da competição entre as equipes Costas x Quilombo na categoria principal. Segundo a nota “ficam suspensos por uma partida Joseph

Ruan Gontijo (Cuié) técnico da equipe do Quilombo categoria principal”. Na verdade o Cuié que é treinador do time chama-se Camilo de Lélis, e este a quem a nota se refere é auxiliar técnico e conhecido por Baybinho. Também estão suspensos por uma partida os atletas Fábio Júnior Lamounier e Guilherme Sérgio Santos. A justificativa está, ainda de acordo com a nota oficial, no art. 27º do Regulamento da 27ª Copa Rural de Futebol de Divinópolis/2013, e cita: “Art.27º - Atletas e Dirigentes expulsos e citados na súmula do jogo serão automaticamente suspensos e julgados pela Coordenação Técnica e Disciplinar da 28ª Copa Rural /2013. Podendo ser eliminados da Competição e vetados suas participações na próxima edição em 2014”. Ressalta-se que esta parte citada não há como compara-la com o regulamento, pois não nos foi oferecido o documento.

A nota oficial continua explicando que “devido aos incidentes provocados, a equipe do Quilombo categoria principal incursa no artigo 25º, perde os pontos de acordo com o relatório do árbitro”, mas não cita exatamente o que relatou o árbitro e de forma direta citou “Art. 25º - Se o árbitro entender que não há segurança para dar continuidade ao jogo, o mesmo será imediatamente encerrado independente do tempo de jogo. A Equipe causadora perderá os pontos. Havendo reincidência por parte da equipe, ela será eliminada da competição, e ficará vetada a sua participação na próxima edição em 2014”. Nossa reportagem solicitou a comunicação da prefeitura municipal de Divinópolis, na última segunda-feira, um contato com a coordenação da Copa Rural, até o fechamento dessa edição, na quarta-feira, nenhuma resposta foi obtida.

Quilombo vence a partida e fica sem os pontos

Final da Imef categoria juvenil será no Farião Luciano Eurides

LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

O Vasco é o representante de Divinópolis e enfrenta o Ferroviário de Belo Horizonte em busca do título. A partida está marcada para as 10h de domingo, a entrada será com um litro de óleo ou um pacote de açúcar. Antes da partida, os pequenos craques da escolinha do Vasco realizam uma preliminar. No sábado a equipe tem compromisso pelo Campeonato Mineiro, frente a AMDH em Ibitité. Esta partida válida pela nona rodada da competição coloca o líder frente o lanterna. AMDH tem o melhor ataque com 21 pontos, a melhor defesa

com apenas cinco gols sofridos. O Vasco da Gama é o último colocado na chave A, ao lado do Santa Cruz que tem o pior ataque, cinco gols marcados e a pior defesa, foram 18 gols sofridos. A última partida do Campeonato Mineiro disputada pelo Vasco da Gama, na categoria juvenil, o América também não deixou por menos e bateu o Vasco por 3 a 1. Os gols foram de Vitor, Lucas Coelho e Paulo Victor. Pelo Campeonato Mineiro 2013, a equipe infantil do América Mineiro atropelou mais um adversário. Mesmo sem contar com sete jogadores titulares, que foram promovidos à equipe

Vasco da Gama joga pelo Mineiro antes da final da Imef.

juvenil, o time comandado pelo técnico Lucas Batista goleou o Vasco de Divinópolis por 8 a 0, em partida disputada no CT

de Santa Luzia. Os gols foram de Victor Emiliano (3), Mateus, Fábio, Makton, Mateusinho e Borá.

Classificação Campeonato Mineiro Juvenil 2013 - Primeira Fase Chave

Pos.

Equipe

PG

J

V

D

E

GP

GC

SG

%AP

Chave A

1

AMDH

19

8

6

1

1

21

5

16

79.17

Chave A

2

América

17

8

5

1

2

16

7

9

70.83

Chave A

3

Araxá EC

9

8

3

5

0

10

13

-3

37.50

Chave A

4

Santa Cruz FC

8

8

2

4

2

5

6

-1

33.33

Chave A

5

Villa Nova

8

8

2

4

2

7

15

-8

33.33

Chave A

6

Vasco da Gama 7

8

2

5

1

5

18

-13

29.17

Classificação Campeonato Mineiro Infantil 2013 - Primeira Fase Chave

Pos.

Equipe

PG

J

V

D

E

GP

GC

SG

%AP

Chave A

1

América

24

8

8

0

0

55

2

53

100.00

Chave A

2

AMDH

15

8

4

1

3

18

4

14

62.50

Chave A

3

Araxá EC

13

8

4

3

1

17

10

7

54.17

Chave A

4

Coimbra

9

7

3

4

0

10

39

-29

42.86

Chave A

5

Santa Cruz FC

4

7

1

5

1

4

20

-16

Chave A

6

Vasco da Gama 1

8

0

7

1

4

33

-29

Campeonato Society Adulto do Divinópolis Clube terá força total Definidas as 8 equipes que irão participar da Temporada 2013 do principal Campeonato de Society Adulto de Clube da região Centro Oeste, o Adulto do Divinópolis Clube, ainda reunirá grandes atletas do futebol amador e um investimento na formação das equipes por patrocinadores que apoiam as mesmas para esta grande competição. Participam da temporada a equipe do Dr. Sono, representada por Leandro Greco e Frederico Alvim, Max Shop, representada por Euller Carneirinho, Dudu Pneus, representada por Carlos Eduardo, Gerais Móveis, representada por Daniel Carregal e Fabrício Reis, Zoião Veículos / Total Parts , representada por Eudes Pereira e Claudinei Araújo, Divimed / Drogarede, representada por Gilmar Martins, Supermercado BH / Paranauto, representada por Rafael Antenor e Lugo Esportes, representada por Zé Maria. Na reunião a noite de terça –feira , foi definido que cada equipe poderá entregar uma lista com 16 atletas até na primeira rodada, conforme votação realizada

pelos representantes que ainda mantiveram a falta direta que será cobrada a partir da 9º falta da equipe e definiram também a forma de disputa , sendo que na primeira fase , todas as equipes irão se enfrentar , na segunda fase , serão formados o Grupo A pelas equipes: 1º, 3º e 5º e Grupo B, 2º , 4º e 6º . Nesta fase , estará sendo realizado o confronto da Chave A x Chave B para conhecer por meio dos quatro melhores colocados os semifinalistas. Ficou definido ainda que os cartões serão zerados da 1º para a 2º Fase e que os cartões para semifinais e finais serão mantidos para reta final da competição. Marcado para começar dia 20/07, as partidas serão realizadas no campo principal da Sede Campestre do Divinópolis Clube que passa por ajustes finais para estar 100% no dia da abertura. Este ano o Campeonato Adulto irá dividir o campo com o também Torneio de Society da Série B que irá reunir 145 atletas em 8 equipes e que terá sua abertura oficial na mesma data do Adulto.

1º Rodada: Zoião Veículos / Total Parts

x

Lugo Esportes

Dudu Pneus

x

Max Shop

19.05

Dr. Sono

x

Divimed / Drogarede

4.17

Gerais Móveis

x

Supermercado BH / Paranauto


polícia 11

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Menor é assassinado em Nova Serrana

Ronda

PM encontra lista com nomes das “mortes do tráfico” próximo ao corpo da vítima do 18º homicídio na cidade

pauta@gazetaoeste.com.br

Luciano Assis / O Popular NS

Droga apreendida Durante Operação Policial na rua Francisco de Carvalho, bairro Niterói, as equipes do Gepar e do Canil avistaram um individuo em atitudes suspeitas, que ao perceber a presença policial evadiu do local. Foram realizadas buscas sendo localizado R$ 192,00 em dinheiro, um aparelho celular e uma bucha de maconha de tamanho considerável. O material foi apreendido e encaminhado à Depol. Moto recuperada Após receber denúncia anônima, policiais militares compareceram à rua Anita Garibalde, bairro Catalão, onde abordaram a suspeita J.L.A.V., 22 anos e durante busca domiciliar foi encontrada a motocicleta HONDA/ CB 300 cor amarela placa HMK-9214, roubada dia 16 de maio de 2013 no bairro Novo Paraíso. A motocicleta foi aprendida e removida ao pátio do socorro e a suspeita foi presa e conduzida à Depol, onde foi autuada. Taxista é assaltado Na noite desta terça-feira (2), um taxista, de 52 anos, estava sentado em um banco na rua Leonidas de Melo, bairro São Pedro, em Pará de Minas, quando um indivíduo se aproximou e pediu que a vítima o levasse até um endereço. O homem entrou no banco de trás e o taxista se preparava para sair, quando o falso passageiro sacou um revólver e anunciou o assalto. O taxista não chegou sequer a ligar o motor do veículo. O bandido roubou R$80,00 em dinheiro, um telefone celular e a chave do táxi. A Polícia Militar foi chamada, fez rastreamento, porém, nenhum suspeito foi encontrado. Acidente na MG-431 A motorista de um Fiat Uno, cor verde, de 32 anos, perdeu o controle direcional em uma curva da MG-431, no quilômetro 13, saiu da pista e o carro capotou. A vítima foi socorrida pelos bombeiros militares para o Hospital Nossa Senhora da Conceição. Ela passa bem. O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Estadual. Briga na Pio Canedo A PM esteve na penitenciária Pio Canedo, em Pará de Minas, onde uma detenta, de 24 anos, disse que teve uma discussão com outra presa, 25 anos, e que o bate boca evoluiu para agressões físicas. A mais jovem disse que foi agredida e sofreu hematomas na perna esquerda e na testa. A outra presa alegou que também foi atacada e sofreu lesões na boca e escoriações no rosto. Os policiais apuraram que as presas brigaram por causa de um pedaço de doce. Elas foram medicadas na unidade de saúde da Pio Canedo e recambiadas para a cela. A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Civil. Ação conjunta cumpre mandados Policiais militares do 23º Batalhão, em conjunto com a Polícia Civil, desencadearam uma operação conjunta no bairro São Bento na cidade de Cláudio, para cumprir mandados de busca e apreensão e mandado de prisão. Na operação foram apreendidos aparelhos celulares, uma TV, documentos e substâncias entorpecentes. Três pessoas foram presas, sendo que para uma delas haviam várias denúncias por meio do Disque Denúncia, por envolvimento com o tráfico de drogas e homicídio. Os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil, juntamente com o material apreendido. Arma e munição

A Polícia Militar registrou na noite desta terça-feira o 18º assassinato em Nova Serrana no ano de 2013. O menor conhecido no meio policial como “Boladão”, foi executado com dois tiros a queima roupa no interior de sua residência no

bairro São Geraldo. Com apenas 15 anos, Boladão já era conhecido por seu envolvimento com o tráfico de drogas e suspeito de participação em vários assaltos ocorridos na cidade. No sábado, a vítima foi presa juntamente com dois

comparsas, “Tiririca e Baiano”, ambos menores e várias vezes apreendidos por tráfico e assaltos. Próximo ao corpo da vítima, os policiais militares encontraram uma lista manuscrita com doze nomes de pessoas marca-

das para morrer, destas, quatro já foram executadas. Na ordem das execuções, Samuel, Carla, Nelsinho e agora Boladão. Na lista, além do nome das demais possíveis vítimas, também estava a descrição de como estas serão executadas.

Adolescente é apreendido por tráfico Luiz Silva / JC Notícias

Na noite de terça-feira (2), militares do Tático Móvel apreenderam um adolescente, de 15 anos, na rua Vereador Geraldo da Silva Sabino, no bairro Prefeito Walter Martins Ferreira, em Pará de Minas. De acordo com a Polícia Militar, vários jovens foram vistos nesse endereço e abordados. O suspeito tentou dispensar uma pedra de crack, mas foi surpreendido pelos PM’s. Levado até a casa onde mora, a mãe do menor permitiu o acesso dos policiais para uma vistoria e outras 34 pe-

dras de crack foram encontradas. O menor foi apreendido há menos de um mês quando, na companhia de outro adolescente, de 14 anos, roubou uma motocicleta em Torneiros. Naquela ocasião, os suspeitos foram apreendidos em Pará de Minas, ouvidos na Delegacia e liberados. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil juntamente com as 35 pedras de crack. A mãe dele acompanhou o desenrolar do boletim de ocorrência.

Empresa de curso Ladrões invadem restaurante no Centro e treinamento é denunciada por fraude Divulgação PM

Divulgação PM

O material roubado no restaurante foi recuperado

Por volta das 20h34 desta terça-feira, durante Operação Policial pela rua Karine, bairro Icaraí, policiais militares abordaram P.A.S.L., 18 anos e durante busca foi encontrado um revólver calibre 38 com numeração raspada, uma munição intacta do mesmo calibre, uma munição intacta calibre 380 e uma munição picotada calibre 380. O suspeito foi preso e conduzido à Depol, juntamente com o material apreendido, onde foi autuado.

Na madrugada de ontem dois homens invadiram um restaurante localizado na avenida Getúlio Vargas, no Centro de Divinópolis e roubaram alguns objetos do local. Testemunhas acionaram a Polícia Militar que se deslocou rapidamente para o lugar, e durante rastreamento abordou dois suspeitos na rua Oeste de Minas,

Centro, os quais carregavam um aparelho de som portátil e um forno de micro ondas, furtados no estabelecimento. Durante conversa os suspeitos, E.C.C., 24 anos e C.F.S., 20 anos confessaram a autoria do arrombamento, sendo conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil, juntamente com o material recuperado, onde foram autuados.

Policiais Militares de Pará de Minas estiveram em uma escola particular na avenida Presidente Vargas, região do bairro Providência, onde seis mulheres e um homem relataram que se inscreveram em cursos profissionalizantes oferecidos por uma empresa de fora e não tiveram aula. De acordo com eles, realizaram a matrícula e o pagamento de R$110,00 pelo material didático e mais R$30,00 pela inscrição. O curso aconteceria na escola particular, porém, ninguém apareceu para ministrar as aulas. Segundo a proprietária da escola, esta não tem qualquer tipo de parceria com a empresa e apenas locou o espaço para os cursos. As vítimas tomaram conhecimento dos cursos por meio

de panfletos e carros de som que circularam por Pará de Minas. Duas professoras, de 23 e 47 anos, disseram que foram contratadas por uma funcionária da empresa para ministrar as aulas, mas ninguém apareceu com o material e elas não sabiam dar mais informações da suposta empresa. No contrato de locação do prédio da escola, a empresa aparece com sede no Bairro Jardim Patrícia, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Policiais militares daquela cidade estiveram no endereço e não encontraram a empresa, o que sugere que ela não exista. O caso foi registrado em boletim de ocorrência e está sendo investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Pará de Minas.


12 geral

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13


Alimentação saudável cresce em Divinópolis Grande demanda por melhor qualidade de vida expande mercado na cidade Arquivo Pessoal Elissandra Flávia

A bancária Marlene Tomé de Souza, após um desgaste no joelho causado pelo sedentarismo, aderiu à reeducação alimentar e eliminou 17 quilos

Percebendo a demanda na cidade, o empresário e educador físico Marcelo Silva abriu um restaurante que serve comidas e lanches saudáveis

O cardápio sem carne vermelha e frituras é uma das características do restaurante de Sabrina Martins, que aposta no crescimento desse mercado

Aderir ao conceito de alimentação saudável foi a forma que a bancária Marlene Tomé de Souza, 50 anos, encontrou para recuperar a saúde. A vida sedentária, o uso de salto alto constantemente, o ganho de peso e a comodidade trouxeram um sério diagnóstico para a bancária: desgaste no joelho. Diante disso, Marlene se viu na obrigação de mudar completamente a alimentação. Pesando 92 quilos, era necessário eliminar 21 quilos a pedido do médico, para diminuir a carga de peso sobre os joelhos. No início não foi fácil. A vida corrida, a agenda cheia de compromissos e a falta de tempo exigiram uma boa dose de força de vontade para se acostumar à nova rotina de comer de 3 em 3 horas. Marlene explica que, além desses fatores, o maior problema foi encontrar restaurantes especializados em alimentação saudável. “Em Divinópolis tive um pouco de dificuldade para encontrar restaurantes saudáveis, porque a maioria não se preocupa muito com essa tendência ainda. Mas percebo que essa tendência está mudando aos poucos”, diz. O número de comércio especializado em comida saudável na cidade tem crescido. Essa é uma tendência nacional. Segundo os estudos da consultoria Euromonitor, a venda de produtos saudáveis, como alimentos e bebidas diet, light, sem glúten, sem lactose, naturais e orgânicos, cresceu 82% entre 2004 a 2009, chegando a R$ 15 bilhões ao ano. A perspectiva de crescimento até

além de garantir uma comida saudável, balanceada e com todas as necessidades nutricionais”, explica. Os sucos naturais de frutas também acompanham o cardápio. A novidade são os sucos especiais. “Fazemos as combinações, que são os chamados sucos especiais: anticelulite, anticolesterol, antistress, antioxidante. Cada fruta tem sua substância e cada substância traz um benefício. Assim formamos as ideias dos sucos especiais”, afirma Marcelo.

saiu bebendo isso. Hoje a gente não faz mais isso, temos as misturas sugeridas para não correr o risco do cliente não voltar porque não gostou”, relembra. A televisão também tem incentivado o consumo de alimentos saudáveis. Prova disso, segundo o empresário, é que as pessoas procuram, por exemplo, vitamina com açaí, porque assistiram em algum canal que a fruta tem muitas propriedades nutritivas. A prioridade da loja de vitaminas é manter a qualidade nutricional das frutas. Para isso, o apoio da vigilância sanitária é fundamental, como explica o empresário. “Eu tenho muito apoio da vigilância sanitária para conservar as frutas, são grandes parceiros. Eles nos orientam sobre como manusear as frutas para não perder as propriedades e não estragar rápido. A gente usa frutas de ótima qualidade”, diz.

2014 é de 40%. O empresário Marcelo de Oliveira Silva resolveu acompanhar essa tendência e há 3 meses, juntamente com a irmã, Mariana de Oliveira, abriu um restaurante e lanchonete especializado em servir comida e lanches saudáveis. Depois de contratar uma pesquisa de mercado, o empresário, que também é educador físico, não teve dúvidas. “A ideia surgiu a partir da necessidade. Como sou educador físico, conversando com os alunos percebi que, ao sair do consultório de um nutricionista, o paciente tinha a dieta na mão, mas não tinha a quem recorrer. E nem todos fazem a dieta em casa porque não têm tempo. Então surgiu a ideia de oferecer comida saudável”, conta. Há 3 meses no mercado, o restaurante serve um cardápio variado. No almoço ou jantar o cliente encontra arroz integral, caldos, saladas variadas e filé de tilápia, como explica Marcelo. “Trabalhamos também com salmão, camarão e sanduíches. O nosso campeão de vendas é o wrap levíssimo, um sanduíche de pão folha com uma massa fininha, se parece com um rocambole. O cliente pode escolher entre os sabores frango, atum e vegetariano, todos um sucesso”, comemora. O empresário diz ainda que a comida saudável não é cara como muitos pensam. “O preço do nosso cardápio varia entre R$ 8 a R$ 15, enquanto o prato feito nos restaurantes sai, em média, a R$ 5. Ou seja, a diferença não é tanta,

Tendência O brasileiro está cada vez mais preocupado com a saúde e qualidade de vida. Isso tem sido uma opção de investimento para empreendedores de todos as idades. Sabrina Maciel Rocha Martins, por exemplo, não perdeu tempo ao perceber essa falta de restaurantes especializados no mercado. Há 8 meses ela administra um restaurante especializado em comida saudável. A especialidade é não usar carne vermelha e nem frituras de qualquer espécie - todos os alimentos são cozidos, assados ou grelhados. “Em Divinópolis existem poucos restaurantes que buscam produzir alimentação com critérios saudáveis. A maioria utiliza frituras, carnes vermelhas com gordura, e possuem poucas opções de saladas e pratos preparados com legumes, variações e combinações de alimentos”, explica. O restaurante serve, em média, 50 refeições diárias e, de acordo com Sabrina, as pessoas

procuram sempre variar as combinações oferecidas. “A maioria das pessoas que busca a reeducação alimentar prefere alimentos mais leves. Elas estão ali para comer bem, e não em quantidade, por isso a média varia muito, já que o comércio é também muito volátil. A frequência é muito diversificada”, conta. Por sua vez, o empresário Moisés Junior da Silveira e a irmã Thaís Damaris da Silveira optaram por abrir um comércio especializado em sucos, vitaminas e derivados naturais. Os irmãos viram no mercado uma oportunidade de crescimento. Empresários do ramo de confecção e lojas de açaí, resolveram embarcar em um novo ramo. Há 8 meses no mercado, o negócio é um sucesso e, aproximadamente, 500 pessoas passam na loja por dia. Com tanto movimento, foi preciso contratar 5 funcionárias para conseguir atender os clientes. O sucesso foi tanto que Moisés e Thaís abriram a segunda loja e estudam a possibilidade de vender franquia. De acordo com Moisés, no início não foi fácil. Foram muitas misturas de frutas até chegar a sugestões de sucos e vitaminas padronizadas. “Quando inauguramos a loja, a gente misturava tudo que o cliente pedia. Às vezes a pessoa não sabia o que queria e pedia as misturas que sabíamos que não ficariam boas. Uma vez um cliente pediu pra bater torta de frango na vitamina. Ele insistiu e eu bati mamão, banana, maçã, leite e a torta de frango. O cliente

Qualidade de vida Para a nutricionista Poliana Rabelo, o número de pessoas em busca de uma alimentação saudável realmente tem crescido. Isso porque as pessoas estão tentando evitar o excesso de peso, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemias e outros males. Ainda segundo Poliana, a nutrição na saúde pública tem que fluir e abranger para que as pessoas não façam as coisas apenas por momento. “A mídia divulga assuntos sobre alimentação saudável, atividade física e as pessoas aderem por conta própria ou buscam ajuda de um

nutricionista ou personal. Porém, o ideal é que não façam as coisas por um momento, mas, sim, que criem um estilo de vida saudável em todas as fases da vida, o que trará menos incidências de doenças e mais qualidade de vida”, afirma. A bancária Marlene Tomé de Souza conseguiu fazer da reeducação alimentar um estilo de vida. Com tanta dedicação, já conseguiu eliminar 17 quilos. Agora, com as opções de restaurantes saudáveis surgindo na cidade, ficou mais fácil continuar com a reeducação alimentar. “A cidade precisava de restaurantes saudáveis. Os que estão surgindo são boas iniciativas e um ganho enorme para todos os divinopolitanos. Fico feliz por olharem pela nossa população, que realmente tem interesse em ter uma vida saudável. Muitas vezes temos o interesse, mas as opções são limitadas. É uma pena que levei muito tempo para descobrir que a alimentação saudável é o melhor negócio”, conclui.

Reportagem produzida pelos alunos do curso de Jornalismo da Faculdade Pitágoras Divinópolis/MG: Elissandra Flávia e Victor Guilherme (5º período) Fotos: Elissandra Flávia e Arquivo Pessoal Edição e Supervisão: Prof. Ricardo Nogueira (MG 11.295 JP)


02 Variedades

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Marco Aurélio Braga braga.marco@gmail.com

Cidade Amiga

Encontro

Divinópolis terá como Cidade Amiga 2014 o município de Pedra do Indaiá. O comércio da cidade tem uma indústria de Carbonato de Cálcio, que emprega cetenas de funcionários, fábrica de fogos de artifício, confecções e sua economia se baseia, também, na agricultura familiar e na criação de gado leiteiro. O principal ponto turístico é a Prainha, uma bela cachoeira localizada a 6 km da cidade. A dupla sertaneja Gino e Geno é de Pedra do Indaiá, ou melhor da comunidade de Lambari, um pequeno distrito com cerca de 500 habitantes, localizado a 25 km da sede do município.

O advogado Ronner Gontijo esteve na cidade para traçar projetos do Instituto Pedro X Gontijo, seu avó e um dos nomes mais importantes da história de Divinópolis. O projeto tem o objetivo de preservar a memória e o ideário deste grande homem e, para sua criação ele convidou o amigo de infância Lázaro Bueno, entre outros, para juntos agilizar sua inauguração.

Um número importante: o estado de Minas tem mais de 320 mil microempreendedores Individuais e, para orientar quem quer se tornar um e auxiliar quem já é e quer saber mais sobre como melhorar a gestão dos negócios, o Sebrae realiza esta semana a 5ª Semana do Microempreendedor Individual. O evento encerra-se neste domingo (07), em todas as capitais do país e no Distrito Federal. Durante toda a semana, os interessados poderão tirar dúvidas, se formalizar gratuitamente e participar de palestras sobre controle financeiro, atendimento, segurança e alvará sanitário. Também serão oferecidas oficinas sobre como vender, comprar, empreender e controlar o dinheiro. Algumas ações também serão realizadas no interior de Minas.

Elizete e Nozor Galvão comemoraram esta semana 30 anos de feliz união

Novo espaço Em breve, o Projeto Fazendo Arte irá funcionar no casarão da Estação Ferroviária, próximo ao Pronto Socorro, que passa por uma pequena reforma. Uma das oficinas oferecidas no projeto, a de Violão, é ministrada por Rubens Mimoso que quer criar uma Orquestra de Violões. Outras novidades virão, depois eu conto!

Os amigos Casé e Gilberto Osório

Oficina Paralelo ao trabalho desenvolvido como músico e professor, Vagner Faria ainda arruma tempo na sua atribulada agenda para ministrar cursos. Na próxima segunda-feira (08) ele irá ministrar uma Oficina de Contra-baixo no EMART - Escola Municipal de Artes Maestro Zezinho, na cidade de Formiga.

Minas

Rubens Mimoso e seus alunos da Oficina de Violão do Projeto Fazendo Arte durante apresentação no Teatro Gravatá

Rosinha Brasil na Turquia

Site Esta semana, o site do MPT divilgou que cerca de R$ 5 milhões serão pagos, a título de diferenças salariais, até dezembro de 2013, a mais de 1300 trabalhadores de três empresas do setor sucroalcoleiro, localizadas na região de João Pinheiro, no Noroeste de Minas Gerais, como resultado da operação fiscal realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Divinópolis, em conjunto com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e com a Polícia Rodoviária Federal, no período de 13 a 24 de maio. Ao todo, foram lavrados 52 autos de infração.


Variedades 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Rei Enquanto não chega o show em Divinópolis, o que Roberto Carlos fará daqui há oito meses em alto mar já está com quase todas as cabines no navio MSC Preziosa vendidas. O Cruzeiro parte de Santos no dia 8 de fevereiro de 2014 e passa por Ilhabela, Búzios e Angra dos Reis. Quem estiver disposto a se jogar “al maré” com o “rei” e em condições de desembolsar entre US$ 1.735 e US$ 4.560 por uma cabine terá que se apressar.

Três Há exatos três anos foi inaugurado o campus do Cefet de Divinópolis no Bela Vista, que antes funcionou, por 14 anos, em uma sede no Centro da cidade. No dia da inauguração foi enterrada uma cápsula do tempo no gramado do câmpus. O dispositivo contém cartas de alunos e servidores, além de fotos e vários outros objetos e só será desenterrada em 2060.

Teatro Rua Minas Gerais, 518 Divinópolis - MG

Quando agosto chegar o Curso Livre de Teatro dos Doutores Palhaços de Divinópolis irá apresentar a peça “Minha Sogra é 10”, dentro do Festival Canto a Canto. O espetáculo encenado pelos alunos tem sua estréia marcada para o dia três no Teatro Usina Gravatá.

Resultado Os ganhadores do Concurso de Redação e Desenho da Copa Internacional de Mountain Bike - 2ª Edição Divinópolis, organizado pela Semed e que teve como tema “Ciclismo Ecológico: como usar a bicicleta na preservação do meio ambiente?” foram divulgados esta semana. Na categoria Desenho o 1º lugar ficou com a aluna Marielle Pereira da Silva e na categoria Redação a ganhadora foi Brenda Dias Ferreira. O concurso foi realizado entre os alunos do 3º, 8º e 9º anos do ensino fundamental da rede municipal de ensino de Divinópolis, com o objetivo de estimular a reflexão sobre práticas ecológicas e sustentáveis ligadas ao uso da bicicleta, bem como os mais variados meios de utilizar a bicicleta como instrumento de preservação ambiental e busca de qualidade de vida. Os ganhadores receberam bicicletas.

Até 50% desconto

Política O PRB, partido ligado a Igreja Universal do Reino de Deus, anunciou esta semana seu candidato a governador de Minas, o do senador Zezé Perrella, que irá desfiliar do PDT. O convite foi durante um café da manhã em Brasília e feito por Marcos Pereira, presidente nacional da legenda.

Toda quinta O Grupo de teatro “Os Teatráveis” lançou o projeto “Toda Quinta improvisada”, com jogos de improviso realizados todas as quintas no Boliche Ritz, sempre às 20 horas. As apresentações levam ao público as técnicas teatrais usando jogos de improviso onde os atores desenvolvem cenas por meio da sugestão do público, sem nada previamente combinado, sem ensaiado, sem roteiro, sem noção. São piadas que surgem na hora usando o humor do cotidiano, assuntos atuais com tipos e trejeitos que surpreendem a plateia. Informações (37) 3212-7625 ou pelo site osteatraveis.com.br

Av. Antônio Olímpio de Morais, nº 493 Fone (37) 3222-4702

Dica

Stael Gontijo

Mercado

Adriana Trindade, da Bali Brasil, na foto em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde participou de uma feira internacional de bijoux

A divinopolitana Stael Gontijo, graduada em Comunicação Social, pós-graduada em Marketing e Recursos Humanos, está com vários projetos. Ela morou quase dez anos na Europa, e em Barcelona fez um Master em Dirección de Marketing, na EADA, e em Leeds, Reino Unido, aperfeiçoou seu inglês. De volta ao Brasil, Stael realizou vários eventos e shows com artistas famosos como Rita Lee, Lulu Santos, Nerso da Capitinga, Skank, Gilberto Gil, Paralamas do Sucesso, Arthur Moreira Lima, Falcão, Sepultura, Paulo Autran dentre outros e espetáculos teatrais. Realizou também o 99º aniversário de Belo Horizonte, lançamento da Câmara de Comércio Brasil/China e por dois anos consecutivos a Festa da Cerveja de Divinópolis. Foi proprietária da Direta Marketing Kaiser, Antárctica, entre outras. Depois de morar em São Paulo, há 2 anos Stael se mudou para o Rio de Janeiro para trabalhar no SPA Maria Bonita, da atriz Tânia Alves.

Até o próximo domingo (07), a loja da Lider Interiores em Mateus Leme, realiza a campanha Leva Tudo Lider onde os produtos estão com descontos de até 50% e poderão ser pagos em até 10 vezes, sem entrada. O prazo de entrega também é diferenciado, afinal, os móveis estão disponíveis para pronta entrega. Muitos desses móveis, inclusive, estiveram na Casa Cor em várias cidades do país e na Decora Lider.

Inverno 2014 Todas as novidades do Inverno 2014, sob o olhar de Kim Laursen, fashion designer de Paris, e de Inácio Ribeiro, o mineiro dono da marca londrina Clements Ribeiro, poderão ser assimiladas no Update Whorkshop MIT, evento que será realizado na capital mineira nos dias 23 e 24 deste mês. Mais informações pelo telefone (31) 3290-1614 ou por meio do e-mail contato@ terezasantos.com.br


04 Variedades

Horóscopo

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Novelas

As tarefas rotineiras e as obrigações domésticas vão incomodar mais do que o habitual. Há uma certa inconstância na área afetiva e dúvidas podem invadir seu coração.

Algumas situações podem fugir ao seu controle agora. Entretanto, isso pode ser importante para deixar você mais consciente de suas limitações.

Não se envolva nos problemas financeiros dos outros ou você correrá o risco de ficar no vermelho. Há possibilidade de fazer uma avaliação equivocada dos seus sentimentos ou dos sentimentos alheios e com isso se deparar com uma frustração.

Você pode se ver diante de um dilema, pois há um conflito que envolve a sua carreira e seus anseios pessoais. Imprevistos podem obrigar você a alterar os seus planos de última hora.

Cuidado com um possível contratempo nesta manhã. Se algo não acontecer do jeito que você planejou, não desanime tão facilmente. O clima é de instabilidade no campo afetivo.

Talvez seja hora de selecionar melhor suas amizades e as pessoas com as quais convive. A Lua revela que você não vai se contentar com pouco, mas baixe expectativas no amor: seja mais realista!

Tenha cuidado com o clima de competição no trabalho: você pode se destacar por seu conhecimento. No campo afetivo, o clima anda muito frágil: tenha cuidado!

As coisas não vão acontecer exatamente do jeito que você planejou: mostre jogo de cintura! Não deixe que o seu individualismo ou a sua ansiedade coloque tudo a perder.

Não brinque com a sorte nesta quinta-feira, mas procure manter o seu humor diante de um problema. A Lua deixa você mais sensível às necessidades dos outros.

Há sinal de tensão entre as suas prioridades e os interesses dos outros. Tenha cuidado com o clima de tensão em família. Não espere muito no campo afetivo, pois Lua e Netuno podem confundir seus sentimentos.

Você estará mais inclinado(a) a quebrar regras do que a cumpri-las, por isso manter a disciplina será o seu maior desafio. A Lua favorece a criatividade e as profissões prazerosas. No amor, não convém brincar com os sentimentos dos outros.

Não se arrisque nos negócios nem se envolva com especulações. Há uma predisposição a gastar com supérfluos, por isso controle seus impulsos. O ambiente doméstico vai estar movimentado. No amor, convém ter cuidado com a inconstância.

Ester enfrenta Alberto e diz ao ex-marido que espera que Dionísio não saia impune pelo fez contra sua família. Zuleika diz a Guiomar que Doralice sumiu. Juliano cuida de William e diz ao irmão que Doralice teve que viajar para ficar com um parente doente. Bibiana desconfia que Marizé esconde algo da família, e comenta com Donato sobre a tristeza da filha. Taís rompe com Mantovani. Samuca planeja um encontro de Cassiano com Ester. O menino finge que está gripado e pede a Alberto que Ester leve seu xarope até a casa do avô. Cassiano beija Ester. Dionísio avisa a Alberto que ele precisa calar Samuel definitivamente. Alberto vai até a casa de Samuel e avisa que Dionísio quer falar com ele.

Sangue bom Globo - 19h

Bárbara tenta convencer Amora a se afastar de Bento. Lara descobre onde Maurício está hospedado. Filipinho cumprimenta Irene. Odila conta a Plínio o que sabe sobre Fabinho. Lili e os vizinhos preparam a festa de Lucindo no Cantaí. Wilson conta para Damáris que vai se casar com Charlene. Charlene discute com Wilson por causa de Pedrinho. Lucindo se emociona com a homenagem dos amigos. Lara beija Maurício. Bento tenta ajudar Charlene com Wilson, mas leva um fora. Socorro fica chocada com as fotos que vê de Amora na internet e tenta falar com ela. Bento consola Malu. Lili conta para Verônica que Érico tem uma notícia para dar a ela. Plínio fica atormentado com uma ligação de Fabinho. Filipinho se despede de Irene ao sair da boate. Bento fica incomodado por ver Giane conversando com Caio. Mel invade o quarto de Filipinho e ele fica apavorado. Giane se desvencilha de Caio assim que Bento vai embora. Sueli Pedrosa mostra as fotos divulgadas por Fabinho. Malu beija Bento.

Amor à VIDA Globo - 21h

Paloma teme estar fazendo mau juízo de Bruno. Bruno garante a Ordália que contará a Paloma que Paulinha não é sua filha biológica. Michel vai para o apartamento de Patrícia. Joana conta a Perséfone que acredita que Glauce tenha cometido um grave erro no hospital. Raquel fica impressionada com a arrumação do apartamento de Laerte. Félix fica furioso com a possibilidade de perder o hospital para Paulinha. Nicole se assusta ao ver seus cabelos no travesseiro. Leila conta seu plano para Félix, que promete ajudá-la. Jonathan diz ao pai que quer ser arquiteto. Laerte informa Eron e Niko que encontrou uma doadora para ser a mãe de seu filho. Michel garante a Patrícia que não quer compromisso com ela. Félix afirma que transformará Jonathan em médico. Valdirene fala para Carlito que não pode ficar com ele. Atílio lembra de Márcia. César elogia Paulinha e Félix se irrita. Aline tem uma ideia para afastar as suspeitas de Félix e Pilar. Glauce decide conversar com Bruno. Paloma marca de se encontrar com o noivo. Alejandra dá dinheiro para Ninho fingir para Paloma que vendeu seus quadros. Paloma avisa a Bruno que ficará com Paulinha. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora, estando sujeitos a eventuais alterações.

malhação Globo - 17h30

Carrossel SBT - 20h30

Com sorriso no rosto e olhar apaixonado, Samara Felippo não escondeu a felicidade ao segurar a filha, Lara, que nasceu em 25 de maio, durante uma sessão de fotos com a pequena. A imagem da caçula da atriz com o jogador de basquete Leandrinho foi feita pela fotógrafa Paula Massoni, especializada em ensaios com recém-nascidos.

dona xepa Record - 22h15

Gisele Bündchen visita parque de diversões na Califórnia com a família

Divulgação

Flor do caribe Globo - 18h

Samara Felippo mostra a filha caçula pela primeira vez

A emissora não divulgou o resumo do penúltimo capítulo da atual temporada de Malhação.

A emissora não divulgou o resumo do capítulo.

Rosália toma o documento de Dorivaldo e o impede de falar. Édison estranha o comportamento da irmã, que rasga o papel, assustando Xepa. Furioso, Robério tenta bater em Graxinha e admite que não consegue cantar. Rosália pede que Benito convença Dorivaldo a esquecer sobre o terreno e finge tristeza ao se lembrar de Esmeraldino. Yasmin faz curativos em François, que dramatiza ao falar do sequestro e decide pagar um táxi para a jovem voltar a Vila. A sós, François exige que Pérola se afaste dele e ameaça desmascará-la. Matilda confessa a Terezinha que está preocupada com Xepa e questiona se a amiga terá ajuda da filha. Édison pressiona Dorivaldo, que revela sobre o suposto endereço do terreno, mas afirma que não anotou as informações do local. Enquanto espera por Yasmin, Rosália usa o computador de Geni e observa as fotos de François e Pérola. A ambiciosa jovem finge surpresa ao saber que o empresário foi raptado. Dafne as interrompe e desperta a curiosidade da filha de Xepa ao contar que irá desfilar no ateliê. Meg garante a Júlio César que vai continuar com a ideia do seu programa de tevê e diz que a primeira gravação será na loja de Catherine. Alda avisa que vai morar com Isabela e deixa Pérola furiosa. Rosália se nega a ir ao escritório de cobrança com a mãe e Dorivaldo decide acompanhar Xepa. A advogada pede o computador de Benito e se espanta ao vê-lo arrumado para uma entrevista de emprego. Júlio César se surpreende ao ver que Meg divulgou a gravidez da nora no jornal, enquanto Vitor Hugo tenta amenizar o ciúme de Isabela ao ver as mensagens de mulheres parabenizando-o pelo bebê. Miro pede para conversar com Rick e Édison sobre a briga dentro da faculdade. Feliciano diz a Jezebel que após o tiroteio vai se aproveitar do medo das pessoas da Vila para destruir o local e acaba surpreendido por Matilda, que exige uma explicação. Atormentada pelo ciúme, Isabela desabafa com Rosália, que pede os contatos de François para tentar uma vaga na Sabor e Luxo. Meg se espanta ao ver Dafne no ateliê e questiona Yasmin. Rosália pede ajuda de François para se estabelecer em São Paulo, mas Xepa interrompe a filha e o jovem descobre o verdadeiro nome da moça. A feirante tenta controlar a raiva da advogada e revela que perdeu a casa.

Gisele Bündchen levou o filho, Benjamin, 3, e o enteado, John, 5, para se divertirem no Disney California Adventure, em Anaheim, Califórnia, na terça-feira (2). A modelo estava também acompanhada do marido, Tom Brady, e posou para fotos na Cars Land, cenário das animações Carros. Para o dia de diversão, a modelo usou shortinho jeans curto, camiseta branca e chapéu. O sutiã preto também estava à mostra. Em outra imagem, Gisele aparece posando para fotos com a princesa Sofia, personagem infantil de sucesso das séries Disney. Além de Benjamin, Gisele e Tom também são pais de Vivian Lake, de apenas 7 meses.

Lara tinha apenas 20 dias quando foi fotografada. E a atriz não poupou elogios ao trabalho. “Adorei fazer o ensaio! Foi tão libertador e novo pra mim, nunca pensei que a Lara conseguiria ficar quietinha nessas poses. O resultado foi incrivelmente fofo, estou apaixonada pelas fotos”, disse Samara, que também é mãe de Alicia, de 4 anos.

Divulgação

A modelo levou o filho, Benjamin, 3, e o enteado, John, 5, para se divertirem ao lado do maridoTom Brady

Juarez de Fausto Prestupa

ciencia.estelar@gmail.com

O “não” não existe! O “não” não existe! É claro que o “não existe”, você acaba de escrevê-lo!, afirmaria qualquer leitor. Quanto mais resumido o título de uma matéria melhor, mas isso muitas vezes prejudica a comunicação perfeita. O que tentamos dizer é que no universo, tanto físico quanto espiritual, só existe a afirmação, o “sim”. Afirmar que o “não” não existe, ou seja, negar a negativa, é afirmar que só existe o sim. Não existe um ser oposto a Deus, não existe o zero grau kelvin, não existe uma fonte de frio ou uma fonte de trevas. Até mesmo a mais cética ciência acadêmica só trabalha com afirmações, nela não existe afirmação de que algo não existe (no máximo ela afirmará que o resultado de sua pesquisa não obteve provas da existência de algo, mas jamais poderá afirmar que este algo não existe). A negação é uma criação humana recente na história. Até mesmo o número zero não existia inicialmente, ele foi “inventado” pelos indianos por volta do ano 200 a.C., mas só foi incluído na Matemática humana há 1.300 anos. Para se ter uma idéia, o número zero só começou a ser utilizado na Europa na Idade Média, quando aquele continente era considerado “o centro do mundo civilizado”. Esotericamente sabe-se que o universo é afirmativo, positivo e que vibra somente pelo amor, pela verdade e pela justiça. Desta forma, algo criado pelo homem precisa de muita força concentrada para existir e mais força para que se mantenha assim. Ou seja, uma negativa é algo que não é sustentável por si mesma e exige grande esforço, concentração e energia de algum ou alguns humanos para que nasça e se mantenha “viva”. Sendo assim, quem cria e mantém uma negação perde tempo, energia e esforço para sustentar algo que não tem futuro. A pessoa sábia compreende então que é muito melhor dedicar sua vida com afirmações, apoiando, incentivando e assumindo afirmativas, jamais se envolvendo com negativas. Esta é uma forma simples de começar a se alinhar com as Leis Universais presentes em nossas

vidas práticas. De que adianta lutar contra algo ou alguém? O que se ganha destruindo uma pessoa ou um trabalho? É muito mais construtivo, esperto e vantajoso unir forças a favor de algo ou alguém, pois assim se está construindo algo e não destruindo algo para então depois tentar construir algo. Fora o fato de que é muito difícil se trocar algo por nada. Acreditar e investir na negação é o caminho da frustração, da desarmonia, do desamor, do sofrimento e do isolamento. A afirmação e o amor une as pessoas magneticamente, como uma verdadeira “cola” ou “cimento”, ao passo que com suas ausências as coisas e pessoas não têm “liga”, se fragmentam facilmente, desmoronando estruturas que podem ter custado muito tempo, esforço e energia de muitos. Por isso o ideal é não se posicionar contra nada nem ninguém na vida, pelo contrário, abraçar causas positivas, que contribuam para o bem geral e nelas focar esforços, tempo e energia, somando contribuições. Quando um ideal é nobre fica mais fácil conseguir apoios e a manutenção do mesmo. Mas, deve-se lembrar que nada “cai do céu”, tudo na vida exige empenho. Então, para se atingir o objetivo com nossos esforços são necessários o devido conhecimento profundo sobre o assunto ou questão e um planejamento adequado, realizado com calma, paciência, método e disciplina. Assim se garante o sucesso de algo na vida.


Editor: Cláudio Soares

Bento Gonçalves - vinhos e cantinas históricas Envolvente, encantadora, romântica, charmosa. São muitos os adjetivos capazes de definir Bento Gonçalves.

Leia mais na página 03

Leia mais na página 03


02 turismo

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Cuidados ao contratar uma agência de viagem Fotos: Divulgação

A venda de pacotes turísticos é maior a cada ano. De acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagem (ABAV ) estima-se que 5,7 milhões de pessoas contrataram os serviços de agências de viagem em 2012. A expectativa para este ano é de que as vendas aumentem mais 10%. Os serviços oferecidos pelas agências de viagem, como reserva de transporte aéreo, passeios com guia e pacotes de hospedagem, incluem algumas vantagens, especialmente aos novatos, adeptos de roteiros de aventura, que exigem obrigatoriamente a presença de guias, e aqueles que desejam delegar os serviços e viajar tranquilamente. Para trazer apenas lembran-

ças boas do passeio é importante tomar alguns cuidados. Para contratar serviços de agências de viagem, é essencial checar se a empresa é filiada à ABAV e se consta no Cadastur, o sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas do Ministério do Turismo. O Cadastur reúne os prestadores de serviços turísticos que estejam legalmente em operação. O passageiro pode conferir com a agência escolhida se serão oferecidas opções de passeio turístico durante a viagem. Caso positivo, deve-se verificar se os serviços serão cobrados à parte ou se estão incluídos no pacote turístico. O consumidor também deve pedir com antecedência o documento de confirmação de reser-

va do hotel, a nota de débito ou recibo da fatura da hospedagem, a marcação de assentos antecipada, o roteiro e a programação da viagem. No caso de transporte interestadual ou internacional, seja frota própria da agência ou terceirizada, tanto a agência de turismo, quanto a transportadora devem ter registros noCadastur e na Agência Nacional de Transportes Terrestres. Caso a agência de turismo faça o cancelamento do serviço ou do pacote turístico, sem autorização do cliente, o mesmo poderá acionar o órgão de defesa do consumidor, PROCON, de seu Estado, uma vez que se trata de infração do Código de Defesa do Consumidor.

Conhecer lugares diferentes no mundo requer cuidados

Cinco dicas imperdíveis para quem vai viajar de trem pela Europa A RailEurope, maior distribuidora de bilhetes de trens europeus do mundo, atua no Brasil há 15 anos. A companhia é a principal referência em produtos ferroviários para quem vai ao Velho Continente. Confira abaixo cinco dicas para quem já programou passar as férias de julho na Europa e pretende aproveitar a estrutura moderna e a conveniência de seus trens para visitar mais de um país. 1) Certifique-se da data e horário exatos do embarque e, atente-se para o nome da estação de embarque e desembarque.Imprima tudo antes de viajar. Além de algumas cidades terem mais de uma estação, dependendo do idioma do país onde você estiver, ao anunciarem as paradas de possíveis conexões, você pode se confundir e desembarcar no destino errado. 2) Já reservou seu assento no trem?Se o trecho do seu ticket for

O francês TGV

para trens de alta velocidade, panorâmico ou noturno, a reserva é obrigatória. Se este for o seu caso, há duas soluções: comprar a reserva antecipadamente pelo site da RailEurope (www.raileurope. com.br) ou contatar seu agente de viagens para auxiliá-lo. 3) Não exagere na bagagem - Uma das vantagens de viajar de trem é que, diferentemente das companhias aéreas internacionais e das lowcost, não há regra para despacho, nem limite de peso de bagagem. O viajante embarca junto de sua mala e pode utilizar o bagageiro do trem para carregá-la com segurança. Mas, não se esqueça: você é quem irá transportá-la ao embarcar e desembarcar do vagão. Logo, quanto menor o peso de sua mala, melhor para você. Não exagere. As companhias ferroviárias não dispõem de carregadores nas plataformas. 4) Confira se para viajar entre as cidades que você deseja há

exigência de apresentação de passaporte - Embora a política de livre circulação de pessoas entre os países da União Europeia também seja válida para estrangeiros que possuam visto para ingressar a uma das nações do bloco, a polícia aduaneira pede apresentação de passaporte para entrar no Reino Unido e Irlanda. O mesmo acontece para quem cruzar a Islândia, Noruega e Suíça, mas porque estes países não pertencerem à União Europeia. Se um desses destinos estiver em sua rota de viagem de trem, leve o passaporte. 5) Programe-se para ser pontual - Todos os trens são extremamente pontuais e a maioria deles encerra o embarque 2 minutos antes do horário previsto de saída (lembrando que muitos não possuem procedimento de check in). Fique atento também ao tempo previsto da viagem para calcular os horários de check in / check out nos hotéis reservados.

Pesquisa revela que turista ficou satisfeito com a Copa 2013 De acordo com estudo do Ministério do Turismo, os jogos estiveram entre os principais motivos de viagem. A qualidade dos estádios foi elogiada por 95,3% dos estrangeiros O Ministério do Turismo divulgou os resultados preliminares de um estudo realizado por meio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) sobre a qualidade da infraestrutura e dos serviços turísticos da Copa das Confederações. De acordo com o levantamento, o grau de satisfação de turistas brasileiros e estrangeiros está acima de 50% em mais da metade dos serviços avaliados. “Os números mostram que o evento tem um grande potencial de atração turística. A Copa das Confederações foi o principal motivo de viagem para 85,3% do público em geral

entrevistado”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Nessa abordagem, estão incluídos brasileiros e estrangeiros questionados nas imediações dos estádios. Especificamente para os turistas estrangeiros, 68,9% afirmaram que vieram ao Brasil motivados pelos jogos – eles foram abordados no saguão dos aeroportos, no retorno para seus países de origem. Os itens de infraestrutura das cidades-sede mais bem avaliados pelos turistas estrangeiros foram os serviços de transporte privado (83,1%), a limpeza das ruas (78,3%) e a segurança pública (71,7%). Já os serviços turísticos mais bem vistos são os restaurantes (91,5%), a diversão noturna (86,2%) e o local de hospedagem (84,8%). O que mais chamou a atenção do turista

Coreografia na festa de encerramento no Maracanã

nas cidades-sede foi a qualidade dos estádios, aparecendo

nas três primeiras posições: qualidade dos estádios (95,3%),

seguido pelo conforto de suas instalações (95,3%) e a disponi-

bilidade dos funcionários para dar informações (89,5%).


turismo 03

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

Bento Gonçalves - vinhos e cantinas históricas

Fotos: Divulgação

Envolvente, encantadora, romântica, charmosa. São muitos os adjetivos capazes de definir Bento Gonçalves. O colorido acolhedor de seus vinhedos e a beleza incomparável de suas paisagens nos enchem os olhos com cenários marcados pelas quatro estações do ano. Mais do que um roteiro, Bento, como é carinhosamente chamada, oferece diversas opções e rotas turísticas dentro da própria cidade. Em Bento Gonçalves pode-se sentir o aroma das uvas e brindar no Vale dos Vinhedos, fazer turismo histórico rural por Caminhos

de Pedra, conhecer a natureza exuberante e apaixonar-se pelo Vale do Rio das Antas, presenciar a religiosidade deixada pelos imigrantes, deliciar-se no roteiro das Cantinas Históricas, aventurar-se em trilhas e esportes ao lado da natureza e até mesmo voltar no tempo no passeio do trem Maria Fumaça. Tudo isso, é claro, associado à hospitalidade e a gastronomia inigualáveis, herdadas da colonização européia. Prepare-se, pois a partir de agora você irá conhecer um pouco mais sobre esta reveladora cidade que está esperando pela sua visita.

Rota das Cantinas Históricas Os imigrantes provenientes do Vêneto e do Trento, norte da Itália, encontraram as condições ideais para desenvolver a arte do vinho nas encostas de Faria Lemos. Hoje, os descendentes celebram estes saberes e memórias na Rota das Cantinas Históricas.

Ao entrar no clima dos aromas, da paisagem vitícola e dos sons únicos da localidade que preserva sua cultura de modo especial, os visitantes experimentam vinhos típicos, sucos, espumantes, gastronomia cultural preparada com muita sabedoria e delicadeza.

O pórtico de entrada da cidade

Videiras carregadas garantem a produção dos melhores vinhos

Confira os empreendimentos ligados à Rota

- Armazém das Cantinas Históricas: é a casa que resgata a filosofia do comércio no século

XIX (grande prateleira de exposição, de venda e troca). Nela o visitante encontra geléias, copas,

salames, queijos, doces para comprar. O Armazém oferece também peças de artesanato

típico, vinhos, espumantes e sucos, produzidos pelos empreendimentos parceiros da Rota. - Casa Dequigiovanni: espaço enogastronômico que oferece cardápios regionais e da cozinha italiana, harmonizados com vinhos finos e com os delicados aromáticos (o Limoncello). Os saberes e história dos Dequigiovanni não ficam apenas na comida e na arte dos vinhos e espumantes. Estão também nas apresentações artísticas conduzidas pelo proprietário, proporcionando um retorno à Itália do século XIX ou a do tempo contemporâneo. - Cristofoli Vinhedos e Vinhos Finos: na Vinícola o visitante pode conhecer o processo de elaboração do vinho e as etapas de destilação da Graspa, bebida tradicional vêneta. No local há o SpaziodelVinoCristofoli, ambiente inspirado nas tradições dos imigrantes italianos, que convida a passar bons momentos degustando os vinhos elaborados pela família, acompanhados de saborososantipasti e cardápios típicos da culinária italiana. - Dal Pizzol Vinhos Finos e Parque Temático: este parque é um espaço onde se vive a cultura do vinho. Nele o visitante poderá conhecer o Vinhedo do Mundo com mais de 200 variedades originárias de 22 países, além da

Enoteca com coleção rara de 5 mil garrafas de vinhos produzidos desde a fundação da Cantina. No espaço enogastronômico há a opção de saborear pratos de antigas receitas da família, acompanhados dos Vinhos Dal Pizzol. - Mirante do Campanário: somente do alto dos 55 degraus do Campanário é possível usufruir de uma paisagem tão deslumbrante. Além do povoado de Faria Lemos, pode-se observar os Vales do Rio das Antas, Santa Lúcia, Vale Aurora, Morro da Zemith, Monte Belo e Vale dos Vinhedos. Aqui a natureza revela um mosaico colorido de vales do belo patrimônio cultural da paisagem vitícola. Visitas livres. - Monte Vino / Espumantes Estrelas do Brasil: as encostas ensolaradas, o mesoclima, a qualidade do solo e os saberes

passados pelos pioneiros são os elementos que transformam as uvas em espumantes e vinhos na propriedade da família Dall’Agnol. O passeio pelo belvedere permite ver o mosaico dos vinhedos encravado no alto da montanha. Um bom lugar para fotografar ou filmar. Ou simplesmente para apreciar a inesquecível paisagem da Serra Gaúcha. - Vinícola Mena Kaho: a arte do cultivo da uva com insumos naturais da família Fortunato Roman é o principal atrativo da Cantina Mena Kaho. Este saber foi resgatado e garante a produção dos vinhos finos e sucos orgânicos, reconhecidos pelas principais certificadoras da produção orgânica. Aqui o visitante poderá conhecer os vinhedos e a linha de produção dos sucos e vinhos, além de saborear refeições com produtos orgânicos. - Vinícola Monte Rosário: ocupando o prédio da antiga filial da Cooperativa Tamandaré e sob a guarda dos descendentes da família Rotava, a Cantina oferece diversas opções de vinhos, resguardando o fazer típico do vinho colonial. Visitar a Vinícola é conhecer a história do vinho na região e o estilo de vida da família Rotava, além de apreciar a vista panorâmica dos vales da Rota.


04 turismo

:: GAZETA DO OESTE :: DIVINÓPOLIS - QUINTA-FEIRA, 04/07/13

w

FéRIAS de JULHo No CeARÁ

pRomoÇÃ

CRIANÇA GRÁTIS No AéReo e HoSpedAGem

Aéreo + 7 noites de hospedagem + alimentação + traslados + cartão assistência de viagem

Fortaleza (Café da manhã + city tour*)

Aquiraz (Café da manhã e jantar)

Saídas 24,25, e 26/JUL

Saída 26/JUL

Hotel Adaba Mistral A partir de R$ 1.511,

125,

ou R$ 386, + ................................................. 9x R$

Água Marinha Hotel A partir de R$ 1.536,

128,

ou R$ 384, + ..................................................9x R$

Hotel Blue Adaba Ocean A partir de R$ 1.544,

129,

Dom Pedro Laguna Resort A partir de R$ 3.124,

143,

Consulte outros destinos, hotéis e datas de saídas.

ou R$ 383, + ..................................................9x R$

Hotel Magna Praia Hotel A partir de R$ 1.716,

ou R$ 429, + ..................................................9x R$

ou R$ 784, + .................................................9x R$

260,

Compre com seu agente de viagens e peça produtos da Viagens Master. Prezados clientes, os preços são por pessoa, em apartamento duplo e estão sujeitos a reajuste sem prévio aviso. Preços válidos para as datas específicas, consulte. Aéreo Belo Horizonte / Destino/ Belo Horizonte. Não inclui taxas como a de embarque. *City tour com Cumbuco ou Beach park sem ingresso. Financiamos com cartões Visa e Mastercard, cheques, boleto bancário e débito em conta corrente, consulte-nos. Confirmação de reservas sujeita à disponibilidade de lugares em voos e hotéis. Material liberado para publicação em 19/06/2013.

Presença no Brasil Minas Gerais | São Paulo | Rio de Janeiro | Vitória

www.viagensmaster.com.br facebook.com/viagensmaster

@viagensmaster

Edição Gazeta do Oeste 2105  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you