Page 1

Noticiário da Aeronáutica - Ano XXXIII - 31 jan 2010

Centenário de um líder Brigadeiro-do-Ar Nero Moura, Patrono da Aviação de Caça Brasileira, nasceu em 30 de janeiro de 1910 e deixou um legado de patriotismo

“C

amaradas: Para frente, para a ação, com o pensamento fixo na imagem da Pátria, cuja honra e integridade juramos manter incólumes. Cumpre-nos enfrentar, com fortaleza de ânimo, a fim de manter intacto esse tesouro jamais violado: a honra do soldado brasileiro! E nós o faremos, custe o que custar”. As palavras foram ditas pelo então Tenente-Coronel Nero Moura, em 14 de outubro de 1944, depois do hasteamento da bandeira brasileira, pela primeira vez, na cidade de Tarquínia, na Itália, antes de os pilotos brasileiros irem, de fato, para o combate. Nos céus da Europa, os aviadores e especialistas da Força

Pintura retrata ataque realizado com êxito pela FAB na 2ª Guerra Mundial e que destruiu um trem que transportava armamento e munição

Aérea forjaram com suor e sangue o sentimento que embala até hoje a geração de militares da FAB. Um exemplo de coragem, de profissionalismo e de garra. O Brigadeiro Nero Moura é conhecido por ter comandado a vitoriosa campanha do recémcriado Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA) na Segunda Guerra Mundial. Tornou-se um mito. Os feitos imortalizaram o homem considerado herói. É o Patrono da Aviação de Caça Brasileira. No dia 30 de janeiro é celebrado o centenário de seu nascimento e, mais uma vez, sua memória merece homenagem.

NOTAER - JANEIRO 2010 - 03  
NOTAER - JANEIRO 2010 - 03  

Centenário de um líder

Advertisement